Sei sulla pagina 1di 1

02/01/2020 Fisiopatologia | Avanutri

Dinangela Giselle Fernandes de Oliveira


-

Fisiopatologia
Anemia
É um conjunto de perturbações e de mal-estar devido a alterações qualitativas e quantitativas do sangue. Várias causas são produtoras
de anemia: falta de aleitamento materno na criança 110 mínimo até os seis meses de idade ou mais, alimentação insu ciente, ar
viciado, envenenamento pelo chumbo, pelo mercúrio, pelo iodo, doenças agudas graves etc.

São indivíduos de cor pálida e descorada; nas mucosas, gengivas, lábios e pálpebras, de força física diminuída, têm di culdade de
respiração, com Opressão ao menor esforço, palpitações e decaimento geral. Geralmente urna grande parte das moléstias são
agravadas pela anemia, assim como muitas doenças em pessoas mal nutridas causam a anemia.

A anemia de ne-se como urna condição em que há uma redução da quantidade de hemoglobina, do número e do volume de hernácias
ou urna combinação desses valores. As principais são classi cadas da seguinte forma:
(a) Devido a excesso de perda sangüínea que pode ser rápida e fatal, ou crônica, que pode ser uma hemorragia interna ou externa,
causada por úlcera péptica gastrintestinal, hemorróidas, ou menstruação exagerada, que salienta um diagnóstico.
b) Devido à destruição excessiva de eritrócitos, pois tanto os antigos quanto os anômalos são removidos da circulação primariamente
pelo baço. Caso a destruição de eritrócitos velhos ou anômalos excederem a capacidade do corpo de fabricarem novos, pode resultar
em anemia.
c) Devido à produção insu ciente de eritrócitos, esta é a mais comum e é geralmente por insu ciência nutricional. Embora a falta de
várias vitaminas e minerais possa produzir anemia, apenas a mais comum é a falta de ferro, do ácido fólico e da vitamina B12.

A de ciência de vitamina B12 em geral é devido a um defeito na absorção não a um dé cit dietético. Para que esta vitamina seja
absorvida, ela deve ser liberada do alimento pelo (HC1) ácido clorídrico e ligada a uma substância conhecida como fator intrínseco
dentro do intestino delgado.

O fator intrínseco é secretado pelas células parietais do estômago, responsável pela secreção do HC1. O complexo Bl2-fator intrínseco
é absorvido no intestino delgado com o auxílio da trip sina enzima pancreática. O diagnóstico de de ciência desta vitamina é feito pela
medida do nível de B12 no sangue.

Os sintomas de de ciência grave de B12 podem incluir palidez, cansaço fácil, respiração curta, língua vermelha, sensível e edemaciada,
diarréia, distúrbios cardíacos e do sistema nervoso. Os distúrbios do sistema nervoso incluem entorpecimento e formigamento dos
membros superiores e inferiores (braços e pernas), depressão, confusão mental, perda do sentido de vibração e perda dos re exos
profundos dos tendões. Nos idosos pode mimetizar a doença de Alzheimer.

Os sintomas de de ciência são diarréia, depressão e língua edemaciada e vermelha. As de ciências de ácido fólico e B12 são
caracterizadas como anemia macrocítica porque os eritrócitos cam muito grandes. A de ciência de ferro é caracterizada como
anemia microcítica porque os eritrócitos cam muito pequenos.

A menor absorção de ferro geralmente é devida a falta de secreção do HCI no estômago, comum nos idosos. Interferem na absorção
deste mineral os aditivos encontrados na cerveja, balas, laticínios, sorvetes, refrigerantes, os taninos do chá, os polifenóis do café, o
chumbo encontrado em vários produtos e o cádmio do cigarro. Veri que se você tem ou não de ciência de ferro, antes de usar estes
produtos em excesso, pois pode dani car o fígado, o coração, o pâncreas e a atividade dos linfócitos.

https://beta.avanutrionline.com/Impressoes/Fisiopatologia/?id=51 1/1