Sei sulla pagina 1di 4

Geometria molecular e polaridade

O modelo de repulsão dos pares de elétrons da camada de valência ou modelo VSEPR é uma extensão simples da teoria de Lewis e serve para prever a geometria que uma molécula poliatômica adota. O modelo afirma que as moléculas adotam geometrias definidas pelo número total de pares de elétrons, ligantes ou isolados, na camada de valência do átomo central e estes arranjos são aqueles nos quais maximiza-se a distância entre os pares de elétrons minimizando a repulsão entre eles. Domínio de pares de elétrons. A região no espaço ocupada por um par de elétrons é chamada de domínio de pares de elétrons. Um domínio de pares de elétrons pode também ser definido com a região no espaço na qual a probabilidade de se encontra um par eletrônico, ou uma fração deste par eletrônico, é máxima. O arranjo mais provável de pares de elétrons com spins opostos na camada de valência de um átomo em uma molécula são:

Com dois domínios = colinear, três domínios = trigonal plana; quatro domínios = tetraédrica; cinco domínios = bipiramidal trigonal e seis domínios = octaédrica. Estes arranjos de domínios podem ser modelados de diversas maneiras sobre a superfície de uma esfera no qual cada ponto está o mais distante possível do seu vizinho.

cada ponto está o mais distante possível do seu vizinho. Embora o modelo de domínios de

Embora o modelo de domínios de pares de elétrons seja muito útil, vale lembra que é apenas um modelo. Não se pode visualizar domínios eletrônicos individuais, e sim uma nuvem eletrônica ao redor da molécula. Os arranjos mais comuns estão listados na figura abaixo. Existem outros, mas são variações desses

N° de domínios

geometria

exemplos

Ângulos de

ligação teórico

 
 

2 linear

CO2

180°

  2 linear CO 2 180°
 

3 trigonal

SO3

120°

  3 trigonal SO 3 120°
 

4 tetraédrico

CH4

109,5°

  4 tetraédrico CH 4 109,5°
 

5 Bipirâmide

PCl5

120°C

  5 Bipirâmide PCl 5 120°C

trigonal

e

90°

 

6 octaédrico

SF6

90°

  6 octaédrico SF 6 90°

Uma maneira útil de classificar moléculas de acordo com a sua geometria é descrevê-las por uma fórmula genérica AX m E n onde A é o átomo central, X são os átomos periféricos ligados ao átomo central e E representa um par isolado de elétrons. Pode-se pensar nos domínios de elétrons com uma nuvem com volume praticamente constante mais que pode mudar sua forma em diferentes circunstancias. Os pares isolados ocupam mais espaço angular na camada de valência do átomo central do que pares ligantes assim como os domínios de pares de elétrons em ligações duplas ou triplas que são maiores do que em ligações simples.

Efeito dos pares isolados nos ângulos das ligações. Um par isolado está sujeito apenas a atração do núcleo tendendo a rodear ao máximo possível o átomo central, ocupando mais espaço angular. Por outro lado, um par ligante está sujeito à atração de dois núcleos tendo um domínio menor e mais limitado ocupando menos espaço angular ao redor do átomo central A de um modo que depende da eletronegatividade de do átomo X. Um par isolado repele mais fortemente um par ligante do que os pares ligantes se repelem mutuamente de modo que para moléculas com pares isolados, os ângulos das ligações são menores do que os valores ideais, diminuindo com o aumento do número de pares isolados. Por isso, os ângulos de ligação em moléculas AX 3 E e AX 2 E 2 são geralmente menores do que o angulo ideal de 109,5º

são geralmente menores do que o angulo ideal de 109,5º Moléculas do tipo AX 4 E

Moléculas do tipo AX 4 E 2 sempre terão uma geometria plana com dois pares isolados e ângulos de ligação de 90°.Esta geometria permite que os pares isolados ocupem o máximo de espaço e a os ângulos das ligações sem mantém em 90º. Esquematicamente temos:

das ligações sem mantém em 90º. Esquematicamente temos: De maneira genérica as repulsões seguem a seguinte

De maneira genérica as repulsões seguem a seguinte magnitude:

par isolado : par isolados > par isolado : par ligante > par ligante : par ligante As ligações múltiplas se diferem de uma ligação simples pois possuem maior densidade eletrônica. Em geral, uma ligação múltipla repele com menor intensidade um par isolado. Resumidamente temos (ver tabela 2):

par isolado : ligação tripla > par isolado : ligação dupla > par : isolado : ligação simples > ligação tripla : ligação dupla> ligação tripla : ligação simples> ligação dupla :

ligação simples.

À medida que os ângulos reais da molécula vão se distanciando dos ângulos teóricos a

À medida que os ângulos reais da molécula vão se distanciando dos ângulos teóricos a reatividade aumenta, pois, a tensão angular aumenta.

Efeito do tamanho do ligante Observe a tabela para moléculas do tipo AX 3 E:

Observe a tabela para moléculas do tipo AX 3 E: Repare que o efeito do par

Repare que o efeito do par isolado diminui os ângulos ideias para esse tipo de geometria. Além disso há um fator adicional, o tamanho dos átomos. Conforme o tamanho dos átomos aumentam os ângulos tendem a diminuir, isso deve- se ao fato dos domínios serem maiores, ou seja, ocupa um lugar maior no espaço o que acaba por diminuir o ângulo das ligações.

Aplicando o modelo:

Para aplicar as regras de VSEPR deve-se determinar o

número de elétrons da camada de valencia do átomo central.

1. Desenhe a estrutura de Lewis a partir da fórmula

molecular de modo a visualizar a

posição relativa dos átomos e o número de domínios de elétrons;

2. Atribua um arranjo eletrônico dos grupos de elétrons

contando todos os domínios de elétrons ao redor do átomo central, ligantes e isolados;

3. Preveja o ângulo de ligação ideal a partir do arranjo

eletrônico e a direção de qualquer desvio causado por pares isolados ou ligações múltiplas;

4. Desenhe e nomeie a geometria molecular contando

separadamente os grupos de elétrons ligantes e isolados. *utilize a tabela no fim do material

IMPORTANTE: Não confunda arranjo espacial com geometria molécula. A geometria é dada em função da disposição espacial dos núcleos dos átomos. Exemplo: NH 3 , CH 4 e H 2 O tem o mesmo arranjo eletrônico, tetraédrico. No entanto as geometrias são diferentes, apenas o metano tem geometria igual ao arranjo.

diferentes, apenas o metano tem geometria igual ao arranjo. Polaridade das moléculas A polaridade de moléculas
diferentes, apenas o metano tem geometria igual ao arranjo. Polaridade das moléculas A polaridade de moléculas
diferentes, apenas o metano tem geometria igual ao arranjo. Polaridade das moléculas A polaridade de moléculas
diferentes, apenas o metano tem geometria igual ao arranjo. Polaridade das moléculas A polaridade de moléculas
diferentes, apenas o metano tem geometria igual ao arranjo. Polaridade das moléculas A polaridade de moléculas

Polaridade das moléculas

A polaridade de moléculas está diretamente ligada com a assimetria da nuvem eletrônica. Vimos nas aulas passadas que esse efeito de distorção se deve a eletronegatividade. Para que uma molécula seja polar, duas condições devem ser obedecidas:

1. Deve haver pelo menos uma ligação polar (entre

átomos diferentes) ou um par isolado

no

átomo central.

2.

As ligações polares, se houver mais do que um,

não devem ser dispostas de modo que a cancelar a sua polaridade (dipolos).

Geometria assimétrica

3. Se houver dois ou mais pares isolados no átomo

central, eles não devem ser dispostos de modo a cancelar as

suas polaridades. Pares isolados afetam fortemente a polaridade molecular em sua direção. Exemplos:

A ligação H-Cl é polar. Os elétrons ligantes são

puxados para o fim da molécula pelo átomo de

Cl resultando em uma molécula polar.

pelo átomo de Cl resultando em uma molécula polar. A ligação O-C no CO 2 é

A ligação O-C no CO 2 é polar, no entanto a molécula é apolar. Os dipolos se anulam

no entanto a molécula é apolar. Os dipolos se anulam Na água, os dipolos também não

Na água, os dipolos também não se anulam e a molécula também é polar mesmo possuindo ligações polares. Aqui o efeito é ainda mais intenso pois os pares isolados também contribuem para uma maior concentração eletrônica no átomo de O.

para uma maior concentração eletrônica no átomo de O. Na amônia temos ligações polares N-H, no

Na amônia temos ligações polares N-H, no entanto, a polaridade da molécula é voltada para o par isolado, ou seja, o par isolado tem maior efeito na distorção da nuvem eletrônica.

tem maior efeito na distorção da nuvem eletrônica. Exercicios 1. (Uem 2015 - adaptado) Sabendo-se que
tem maior efeito na distorção da nuvem eletrônica. Exercicios 1. (Uem 2015 - adaptado) Sabendo-se que

Exercicios 1. (Uem 2015 - adaptado) Sabendo-se que a ligação química covalente estabelecida entre dois átomos diferentes gera um momento de dipolo não nulo, assinale a(s) alternativa(s) correta(s) a respeito da polaridade e do vetor momento de dipolo em moléculas. 01) Em ambas as moléculas de água e de dióxido de carbono, há momento de dipolo não nulo entre o átomo central e os átomos laterais. Assim, ambas as moléculas são polares.

02) As moléculas de eteno e etino apresentam momento de dipolo não nulo na ligação entre os átomos de carbono e de hidrogênio. No entanto, as moléculas são apolares. 04) As moléculas de CH 3 Cl, CH 2 Cl 2 , CHCl 3 , CCl 4 apresentam geometria tetraédrica, momento de dipolo não nulo entre os átomos de carbono e de hidrogênio ou entre os átomos de carbono e de cloro, e, por isso, são todas polares. 08) Toda molécula trigonal plana que apresenta vetores de momento de dipolo, dispostos em um plano, com ângulo de

120°entre eles, é uma molécula apolar. 16) Numa molécula octaédrica do tipo onde MA 2 B 2 C 2 , onde

M é o átomo central e A, B e C são átomos ligados a M,

pode-se dizer que a molécula será apolar se, e somente se, todas as ligações forem feitas entre M e dois átomos iguais diametralmente opostos.

3. (Acafe 2015) Assinale a alternativa que contém as

respectivas geometrias e polaridades das espécies química abaixo, respectivamente.

SO 2 ; SO 3 ; H 2 O; H 2 Be

a)angular e polar, piramidal e polar, angular e polar, linear e

apolar

b)angular e polar, trigonal plana e polar, angular e polar, angular e polar c)angular e polar, trigonal plana e polar, angular e polar, linear e polar

d) linear e apolar, piramidal e polar, linear e apolar, angular

e apolar

4- (Espcex2015) As substâncias ozônio (O 3 ), dióxido de carbono (CO 2 ) dióxido de enxofre (SO 2 ), água (H 2 O), e cianeto de hidrogênio (HCN) são exemplos que representam moléculas triatômicas. Dentre elas, as que apresentam geometria molecular linear são, apenas

a)

cianeto de hidrogênio e dióxido de carbono.

b)

água e cianeto de hidrogênio.

c)

ozônio e água.

d)

dióxido de enxofre e dióxido de carbono.

e)

ozônio e dióxido de enxofre.

5.

Considerando-se o modelo de repulsão dos pares de

elétrons da camada de valência (do inglês, VSEPR), as moléculas que apresentam geometria linear, trigonal plana,

piramidal e tetraédrica são, respectivamente,

a) SO2, PF3, NH3 e CH4

b) BeH2, BF3, PF3 e SiH4

c) SO2, BF3, PF3 e CH4

d) CO2, PF3, NH3 e CCl4

e) BeH2, BF3, NH3 e SF4

6. (Uem 2014) A partir dos conceitos da “Teoria de repulsão dos pares de elétrons de valência”, assinale a(s) alternativa(s) correta(s) a respeito da geometria e da polaridade das moléculas. 01) As moléculas de dióxido de carbono, dissulfeto de carbono e difluoreto de xenônio são lineares e apolares. 02) As moléculas de trióxido de enxofre e de trifluoreto de boro não são lineares e, portanto, são polares. 04) As moléculas de água e de amônia apresentam pares de elétrons livres e polaridade diferente de zero. 08) Por apresentarem geometria tetraédrica, as moléculas de metano, de clorometano, de diclorometano, de clorofórmio e

de tetracloreto de carbono são todas apolares.

16) Todas as moléculas diatômicas são lineares, sendo apolares quando compostas de 2 átomos iguais e polares

quando compostas de 2 átomos diferentes.

7. (Uem-pas 2014) Na brincadeira infantil Cabo de Guerra,

dois grupos ficam “interligados”, porque ambos estão puxando a mesma corda. De maneira similar, dois átomos permanecem juntos, porque dois núcleos “puxam” os mesmos elétrons. Essa analogia refere-se às ligações covalentes. Sobre esse conteúdo, assinale o que for correto.

01) A molécula de amônia (NH3) é polar, pois, de acordo com sua geometria, os vetores das ligações não se anulam 02) A molécula de água (H2O) possui geometria linear, consequentemente, vetor resultante igual a zero. 04) A molécula de dióxido de carbono (CO2) possui 4 ligações covalentes polares, porém possui caráter apolar. 08) Quando os átomos atraem os elétrons com diferentes intensidades em uma ligação, forma-se um polo positivo ao redor do elemento mais eletronegativo. 16) Os compostos HI, O2 e AlF3 possuem ligação iônica, covalente apolar e covalente polar, respectivamente.

8. (G1 - ifba 2014) A respeito da geometria, polaridade e

ligações químicas das moléculas dos compostos, previstas por suas estruturas de Lewis, pode-se afirmar corretamente que a) a molécula do PCl3 é apolar com geometria trigonal plana.

b) na molécula tetraédrica do POCl 3 as ligações

químicas P-Cl são covalentes polares.

c) no íon amônio (NH 4 + ) os ângulos de ligação H-N-H são

iguais aos ângulos H-N-H da amônia.

d) o comprimento da ligação H-Te no H 2 Te, um

composto polar, é menor que o da ligação H-I no composto HI.

e) no composto polar 2 C-O-C, os átomos da molécula se

dispõem nos vértices de uma pirâmide com base

triangular.

9. (Vunesp/SP/1997) - Indique a geometria das

substâncias PH 3 e BF 4 -

10. (UFES/ES/1996) - A molécula da água tem geometria

molecular angular e o ângulo formado é de 104° e não 109° como previsto. Essa diferença se deve:

a. aos dois pares de elétrons não-ligantes no átomo de oxigênio.

b. à repulsâo entre os átomos de hidrogênio, muito próximos.

c. à atração entre os átomos de hidrogênio muito próximos

d. ao tamanho do átomo de oxigênio.

e. ao tamanho do átomo de hidrogênio.

11. (Unip/SP/1996) - Baseado na teoria da repulsão dos pares de elétrons na camada de valência, assinale a molécula que tem a geometria de uma pirâmide trigonal

A- Cl B- O C- F F Cl C Cl S F S F O
A- Cl
B- O
C-
F
F
Cl
C
Cl
S
F
S
F
O
Cl
O F
F
D- E-
As
S
H
H
O
O
H

12 - (UFRS/RS/1995) - O modelo de repulsão dos pares de elétrons da camada de valência estabelece que a configuração eletrônica dos elementos que constituem uma molécula é responsável pela sua

geometria molecular. Relacione as moléculas com as respectivas geometrias:

Geometria molecular

Moléculas

1. linear

(

) SO 3

2. quadrada

(

) NH 3

3. trigonal plana

(

) CO 2

4. angular

(

) SO 2

5. pirâmide trigonal

6. bipirâmide trigonal

A relação numérica, de cima para baixo, da coluna da

direita, que estabelece, a seqüência de associações corretas é:

a. 5 3 1 4

b. 3 5 4 6

c. 3 5 1 4

d. 5 3 2 1

e. 2 3 1 6

- formulações é a mais correta para representar a forma da

13

Qual das seguintes

(F.C.Chagas/BA/1994)

-

molécula de NF 3 ?

é a mais correta para representar a forma da 13 Qual das seguintes (F.C.Chagas/BA/1994) - molécula