Sei sulla pagina 1di 70

Unidade III

ANATOMIA DOS SISTEMAS

Prof. Ms. João Cunha


Sistema urinário

Fonte: Anatomia Humana. Martine, Timmons e Tallitsch 6ª edição.


Sistema urinário

Sistema urinário

 Ajuda a manter a homeostase (é o estado relativamente


constante do meio interno), excretam a maioria dos produtos
terminais do metabolismo corporal, controlam concentração
de substâncias como água, sódio, potássio, cálcio e
hidrogênio.
Sistema urinário

Fig: Medicina-Atlas de Anatomia Humana-


Sobotta
Fig: Internet.
Sistema urinário

Função

 Regula o volume e a composição do sangue.


 Regula a pressão arterial: secretando a enzima renina, que
ativa a via renina angiotensina. Isso resulta em um aumento
na pressão arterial.
 Contribuição ao metabolismo: realizando gliconeogênese
(síntese de novas moléculas de glicose) durante períodos
de jejum ou fome.
 Secretam eritropoetina, hormônio que estimula a produção
de hemácias.
Sistema urinário

Função

 Regula o volume e a composição do sangue.


 O controle do volume dos líquidos do corpo é importante para
a função normal do sistema cardiovascular. Os rins,
trabalhando de modo integrado com os componentes dos
sistemas cardiovasculares, endócrino e nervoso central,
realizam essas tarefas regulando a excreção de água e NaCL.
Sistema urinário

Função:
 Os rins trabalham de
modo integrado com os
componentes dos
sistemas cardiovascular,
endócrino
e nervoso central.

Fonte: Atlas De Anatomia Humana Netter.


Sistema urinário

Regula a pressão arterial:

 Secretando a enzima renina, que ativa a via renina


angiotensina. Isso resulta em um aumento na pressão arterial.
São órgãos endócrinos, além de produzir e secretarem renina,
prostaglandinas, cininas e eritropoietina, estimulando a
produção de glóbulos vermelhos no sangue pela medula
óssea.
Sistema urinário

Componentes:
 Rins, ureteres, bexiga urinária, uretra.

Fonte: Atlas De Medicina Humana Sobotta.


Sistema urinário

Feminina Uretra

Bexiga Urinária

Masculina

Fig: Atlas of Human Anatomy,


 Frank H. Netter
Uretra
Sistema urinário

Anatomia renal externa:

 Os rins são dois órgãos marrom-avermelhados situados na


parede posterior da cavidade abdominal, um de cada lado da
coluna vertebral.
 Cada um possui um capuz formado por uma glândula
endócrina denominada suprarrenal ou adrenal.
 O rim adulto médio tem cerca de 10 a 12 cm de comprimento,
5,0 a 7,5 cm de largura e 2,5 cm de espessura.
Sistema urinário

Suprarenal ou Adrenal

Altura: 10 a 12 cm

Largura; 5,0 a 7,5 cm.


Fonte: Atlas of Human Anatomy, Frank H. Netter.
Sistema urinário

Anatomia renal externa:

 Próxima ao centro da margem medial côncava, há uma


depressão denominada hilo renal, através da qual o ureter
deixa o rim, e os vasos sanguíneos e linfáticos e os nervos
entram e saem.
Sistema urinário

Hilo renal

Fonte: Atlas of Human Anatomy, Frank H. Netter.


Interatividade

O tratamento da hipertensão arterial compreende dois tipos


de abordagem: o farmacológico, com uso de drogas
anti-hipertensivas, e o não-farmacológico, que se fundamenta em
mudanças no estilo de vida que favoreçam a redução da pressão
arterial, tais como: alimentação, exercícios físicos regulares...

Com base nas afirmações do texto, assinale a alternativa mais


correta em relação às funções referentes ao sistema renal.
Interatividade

a) Produção e secreção de enzimas digestivas.


b) Produção de hormônios como a serotonina.
c) Secretam a enzima renina, que ativa a via renina
angiotensina. Isso resulta em uma diminuição na pressão
arterial.
d) Produção de eritropoietina, estimulando a formação de
glóbulos vermelhos na medula óssea.
e) Produção de eritropoietina, estimulando a formação de
glóbulos brancos na medula óssea.
Resposta

a) Produção e secreção de enzimas digestivas.


b) Produção de hormônios como a serotonina.
c) Secretam a enzima renina, que ativa a via renina
angiotensina. Isso resulta em uma diminuição na pressão
arterial.
d) Produção de eritropoietina, estimulando a formação de
glóbulos vermelhos na medula óssea.
e) Produção de eritropoietina, estimulando a formação de
glóbulos brancos na medula óssea.
Sistema urinário

Anatomia renal externa:

 Cada rim está recoberto por uma cápsula fibrosa, uma


membrana lisa e transparente, que serve como uma barreira.
 Uma massa de tecido adiposo (cápsula adiposa) circunda a
cápsula renal e protege o rim e, junto com uma camada fina de
tecido conjuntivo denso irregular, ancora o rim à parede do
abdome posterior.
Sistema urinário

Anatomia renal externa:

Cápsula fibrosa

Fonte: Atlas of Human Anatomy, Frank H. Netter.


Sistema urinário

Anatomia renal interna:

 A parte externa do rim, de aspecto granular, é uma área


avermelhada denominada córtex renal (córtex=casca) e a
parte interna estriada (listrada) é uma região marrom-
avermelhada, denominada medula renal (medula = porção
central interna).
Sistema urinário
Medula renal

Anatomia renal interna: Córtex renal

Fonte: Atlas of Human Anatomy Frank H. Netter.


Sistema urinário

Anatomia renal interna:

 Dentro da medula renal, há 8 a 18 estruturas triangulares


estriadas, as pirâmides renais.
 As estrias são túbulos retos e vasos sanguíneos.
 As bases das pirâmides estão voltadas para o córtex renal, e
suas pontas, denominadas papilas renais, estão voltadas para
o centro do rim.
Sistema urinário

Anatomia renal interna: Pirâmide renal


(base maior)

Papila renal

Fonte: Atlas of Human Anatomy, Frank H. Netter.


Sistema urinário

Anatomia renal interna:

 O córtex renal estende-se nas áreas entre as pirâmides renais


para formar as colunas renais.
Sistema urinário

Anatomia renal interna:

Colunas renais

Fonte: Atlas of Human Anatomy, Frank H. Netter.


Sistema urinário

Anatomia renal interna:

 A porção funcionante de cada rim consiste de 1 (um) milhão


de unidades microscópicas denominadas néfrons.
 A urina é formada pelos néfrons ,drenando nos ductos
coletores e, então, nos ductos papilares maiores.
Sistema urinário

Anatomia renal interna:

Ducto coletor

Néfron

Fonte: Atlas of Human Anatomy Ducto papilar


Frank H. Netter.
Sistema urinário

Anatomia renal interna:

 Os néfrons são grandemente responsáveis por remover as


impurezas do sangue e regular seu conteúdo líquido e
eletrolítico. Assim, são supridos abundantemente por vasos
sanguíneos. As artérias renais direita e esquerda.
Sistema urinário

Anatomia renal interna:

Artéria frênica

Artéria renal

Fonte: Atlas of Human Anatomy


Frank H. Netter.
Sistema urinário

Anatomia renal interna:

 Os néfrons são considerados a unidade funcional dos rins,


filtram o sangue, permitindo a passagem de algumas
substâncias para fora do sangue, mas restringindo outras.
Sistema urinário

Anatomia renal interna:

Néfron

Fonte: Atlas of Human Anatomy


Frank H. Netter.
Sistema urinário

Anatomia renal interna:

 Um néfron consiste de duas porções: um “corpúsculo renal”,


onde o plasma sanguíneo é filtrado, e um “túbulo renal”.
 Cada corpúsculo renal tem duas partes: “o glomérulo”
(rede capilar) e a “cápsula glomerular” (de Bowman).
Sistema urinário

Anatomia renal interna:

Corpúsculo renal

Túbulo renal

Fonte: Atlas of Human Anatomy


Frank H. Netter.
Interatividade

Beber muita água é bom para a saúde? A água é essencial para


o corpo humano, mas a definição de que todas as pessoas
necessitam diariamente de dois litros de água pode ser mais um
dos “mitos” alimentícios. A obrigação de ingerir líquidos não
pode ser fixada. O próprio corpo é quem determina a quantidade
necessária, a qual depende de alguns fatores pessoais que
estão diretamente relacionados ao sexo, idade, atividade física e
até a temperatura do ambiente.
Interatividade

De acordo com o nutrólogo Maximo Asinelli, o correto é beber


água sempre que sentirmos sede: “as pessoas devem criar a
consciência de que beber água é uma necessidade do corpo, e é
ele quem oficializa essa vontade”, afirma. A água em maior
quantidade deve ser consumida somente em casos de exceção,
como febre alta ou durante a prática de esportes. Em relação
aos “rins”, assinale a alternativa mais correta:
Interatividade

a) Os rins internamente têm como estruturas: pirâmides renais,


papila renal, cálices menores, cálices maiores.
b) Os rins internamente têm como estruturas: pirâmides renais,
papila renal, cálices menores, ureteres.
c) Os rins têm como função: regulação do volume e
composição do sangue, armazenamento de triglicérides.
d) Os rins têm como função: armazenamento de triglicérides e,
durante a digestão, os polissacarídeos e os dissacarídeos
são transportados pelos rins.
e) Os rins internamente têm como estruturas: pirâmides renais,
papila renal, ureteres.
Resposta

a) Os rins internamente têm como estruturas: pirâmides renais,


papila renal, cálices menores, cálices maiores.
b) Os rins internamente têm como estruturas: pirâmides renais,
papila renal, cálices menores, ureteres.
c) Os rins têm como função: regulação do volume e
composição do sangue, armazenamento de triglicérides.
d) Os rins têm como função: armazenamento de triglicérides e,
durante a digestão, os polissacarídeos e os dissacarídeos
são transportados pelos rins.
e) Os rins internamente têm como estruturas: pirâmides renais,
papila renal, ureteres.
Sistema urinário

Anatomia renal interna:


 Pelve renal: uma vez que a urina é formada pelos néfrons
e passa aos tubos coletores, eles drenam nos cálices.
 Os cálices menores unem-se para formar os cálices renais
maiores, que se unem para formar a pelve renal.
Sistema urinário

Anatomia renal interna:

Cálice menor

Pelve renal

Cálice maior

Fonte: Atlas of Human Anatomy


Frank H. Netter.
Sistema urinário

Anatomia renal interna:


 Através da pelve renal, a urina segue para os ureteres e é
conduzida à bexiga urinária. A bexiga urinária é como um
reservatório.

Ureter

Bexiga
Fonte: Atlas of Human Anatomy
Frank H. Netter.
Sistema reprodutor

Sistema reprodutor:

 Os órgãos do sistemas reprodutores masculino e feminino


têm por finalidade assegurar a continuidade da espécie
humana.
 Executam tal função produzindo gametas, ou células
germinativas, por meio de um método que assegura que os
gametas masculinos (espermatozoides) possam ser
introduzidos no corpo da mulher, onde um deles irá se fundir
com o gameta feminino (óvulo).
 Esta fusão entre os gametas chama-se fertilização.
Sistema reprodutor

 Os órgãos dos sistemas genitais masculino e feminino podem


ser agrupados por função. Os “testículos e os ovários”,
também chamados de “gônadas” (gonos = sementes),
produzem os gametas – espermatozoides e ovócitos,
respectivamente.
 As gônadas também secretam hormônios. Os “ductos” dos
sistemas genitais transportam e armazenam os “gametas”.
 As “glândulas sexuais acessórias” produzem materiais que
sustentam os gametas e muitas estruturas de suporte tem
papéis variados na reprodução.
Sistema reprodutor masculino

 Os órgãos que compõem o sistema genital masculino são: os


testículos (gônadas masculinas), que produzem
espermatozoides e hormônios; os ductos, que armazenam ou
transportam os espermatozoides para o exterior; as glândulas
sexuais acessórias, que secretam o sêmen; e as várias
estruturas de suporte, incluindo o pênis.
Sistema reprodutor masculino

Escroto:

 Escroto (scrotum = saco) é uma bolsa que suporta os


testículos; consiste de pele frouxa, fáscia superficial e
musculatura lisa.
 Internamente, ele está dividido por um septo (parede), em dois
sacos, cada um contendo um único testículo.
Sistema reprodutor masculino

Escroto:

Escroto
Septo
Fonte: Anatomia Humana- Martini, Timmons e Tallitsh 6ª edição.
Sistema reprodutor masculino

Testículos:

 Os testículos são um par de glândulas ovais que se


desenvolvem na parede abdominal posterior do embrião, e,
geralmente, iniciando sua descida ao escroto durante o
primeiro mês de desenvolvimento fetal.
 Os testículos são cobertos por uma densa cápsula fibrosa
branca que se estende para o interior, dividindo cada testículo
em compartimentos internos chamados “lóbulos”.
Sistema reprodutor masculino

Cápsula(túnica albugínea)

Lóbulos
Sistema reprodutor masculino

Testículos:

 Cada um dos 200-300 lóbulos contém de 1 a 3 “túbulos”


seminíferos, altamente espiralados, que produzem os
espermatozoides por um processo chamado
espermatogênese.
Sistema reprodutor masculino

 Testículos:

Túbulos seminíferos

Fonte: Atlas of Human Anatomy


Frank H. Netter.
Sistema reprodutor masculino

 Ductos do testículo.
 Os espermatozoides movem-se ao longo dos túbulos
seminíferos contorcidos até os “túbulos seminíferos retos”.
 Os túbulos seminíferos retos levam a uma série de ductos nos
testículos chamados de “rede do testículo”.
 Epidídimo.
 É um órgão em forma de vírgula, que se aloja ao longo da
margem posterior dos testículos. Local de maturação dos
espermatozoides e armazenamento.
 Ducto deferente.
 À medida que o ducto do epidídimo se torna menos convoluto
e seu diâmetro aumenta, ele passa a ser chamado
de ducto deferente.
Sistema reprodutor masculino

Deferente

Epidídimo

Rede do testículo

Tubos seminíferos retos

Fonte: Atlas of Human Anatomy


Frank H. Netter.
Interatividade

Dentro dos testículos, encontramos túbulos contorcidos que,


além de outras funções, transportam os espermatozoides para
fora dos testículos.
Existe uma estrutura tubular, na qual os espermatozoides
sofrem maturação. Esta estrutura denomina-se:

a) Ducto seminífero.
b) Ducto deferente.
c) Rede do testículo.
d) Epidídimo.
e) Ducto seminífero reto.
Resposta

Dentro dos testículos, encontramos túbulos contorcidos que,


além de outras funções, transportam os espermatozoides para
fora dos testículos.
Existe uma estrutura tubular, na qual os espermatozoides
sofrem maturação. Esta estrutura denomina-se:

a) Ducto seminífero.
b) Ducto deferente.
c) Rede do testículo.
d) Epidídimo.
e) Ducto seminífero reto.
Sistema reprodutor masculino

Uretra:
 A uretra é o ducto terminal do sistema, servindo como uma via
de passagem de esperma ou urina. É dividida em uretra
prostática, membranosa e esponjosa.

Corpo esponjoso - glânde

Corpo cavernoso
Uretra Fonte: Atlas of Human Anatomy
Frank H. Netter.
Sistema reprodutor masculino

Glândulas sexuais acessórias:


 Enquanto os ductos do sistema
genital masculino armazenam e
transportam os espermatozoides,
as glândulas sexuais acessórias
secretam a maior parte da porção
líquida do sêmen. Vesículas
seminais, próstata, glândulas
bulbouretrais. Vesículas seminais

Próstata

Glândulas bulbouretrais
Fonte: Atlas of Human Anatomy
Frank H. Netter.
Sistema reprodutor masculino

Pênis:
 É usado para introduzir esperma na vagina. Cilíndrico,
consiste de uma raiz, um corpo e a glande. Temos corpos
cavernosos que são dorsais e o esponjoso é ventral.
Corpo cavernoso Corpo esponjoso

Glânde

Fonte: Atlas of Human Anatomy, Frank H. Netter


Sistema reprodutor feminino

 Os órgãos femininos de
reprodução incluem os
ovários (gônadas
femininas), que
produzem ovócitos
secundários,
hormônios sexuais
femininos,
progesterona
e estrógenos, inibina e
relaxina, tubas uterinas,
útero, vagina, os órgão
externos (vulva)
e glândulas mamárias.
Fonte: Anatomia Humana- Martini, Timmons e Tallitsh 6ª edição.
Sistema reprodutor feminino

Ovários:
 Ovários (receptáculo de óvulos) são órgãos pareados que
surgem no período fetal a partir do mesmo tecido embrionário
que os testículos. São do tamanho e da forma de amêndoas.
Encontra-se um de cada lado da cavidade pélvica.

Fonte: Anatomia Humana- Martini, Timmons e Tallitsh 6ª edição.


Sistema reprodutor feminino

Tubas uterinas:

 Contém duas tubas uterinas que se localizam lateralmente


ao útero e transportam os ovócitos secundários dos ovários
ao útero.
 Cada tuba apresenta uma extremidade em forma de funil, o
“infundíbulo”, do qual parte projeções chamadas “fímbrias”.
Sistema reprodutor feminino

Infundíbulo
Fímbrias

Fonte: Anatomia Humana- Martini, Timmons e Tallitsh 6ª edição.


Sistema reprodutor feminino

Útero:
 O útero é onde ocorre a menstruação, a implantação de um
óvulo fertilizado, o desenvolvimento do feto durante a
gravidez e o trabalho de parto. Situado entre a bexiga urinária
e o reto e tem a forma de uma pera invertida.

Fonte: Anatomia Humana- Martini, Timmons e Tallitsh 6ª edição.


Sistema reprodutor feminino

Útero:
 As partes do útero incluem uma porção em forma de domo
acima das tubas, chamada de “fundo”, uma porção central
chamada de “corpo”, e uma porção estreita que se abre
para a vagina chamada de colo.
 O interior do corpo é chamado de “cavidade uterina”.
Sistema reprodutor feminino

Útero:
Fundo

Corpo

Colo

Fonte: Atlas of Human Anatomy, Frank H. Netter.


Sistema reprodutor feminino

Útero:
 O útero possui uma camada muscular intermediária, o
“miométrio”, perfazendo a maior parte da parede uterina.
 Possui uma camada externa, o “perimétrio” e uma camada
interna, o “endométrio”.

Miométrio

Endométrio

Perimétrio

Fonte: Atlas of Human Anatomy, Frank H. Netter.


Sistema reprodutor feminino

Vagina:

 Serve como passagem para o fluxo menstrual e para o feto.


Também é receptáculo do pênis durante o ato sexual. Na
abertura da vagina para o exterior, o óstio vaginal pode ter
uma fina dobra de túnica mucosa chamada de “hímem”.
Sistema reprodutor feminino

Vagina

Ósteo vaginal

Fonte: Atlas of Human Anatomy, Frank H. Netter.


Sistema reprodutor feminino

Glândulas mamárias:
 São glândulas sudoríparas modificadas que se situam sobre
os músculos peitoral maior e serrátil anterior.

Auréola

Mamilo

Fonte: Atlas of Human Anatomy, Frank H. Netter.


Interatividade

O corpo feminino contém duas tubas uterinas que se localizam


lateralmente ao útero e transportam os ovócitos ao útero.
Cada tuba apresenta uma extremidade aberta em forma
de funil chamada:

a) Fímbrias.
b) Infundíbulo.
c) Ístimo.
d) Ampola.
e) Óstio.
Resposta

O corpo feminino contém duas tubas uterinas que se localizam


lateralmente ao útero e transportam os ovócitos ao útero.
Cada tuba apresenta uma extremidade aberta em forma
de funil chamada:

a) Fímbrias.
b) Infundíbulo.
c) Ístimo.
d) Ampola.
e) Óstio.
ATÉ A PRÓXIMA!