Sei sulla pagina 1di 2

NOTA :

Volume total da barreira . Quadro Geral

10 mil m³Volume de desmonte Desarenador Dn 300 L= 100m

20 mil m³Volume de alteamento Mongolo


Nascente
144 mil m³ de reservação de água Tomada de água.
Extravasor

Referência :
1- Projeto XXXXXXXXX XXXXXX Tecnico em Agrimensura CFT XXXXXXXXX
2- Ensaios de Laboratório Empresa XXXXXXXX numero 293 - Caixa de emprestimo.
3- Ensaios de Laboratório Empresa XXXXXXXX numero 294 - Crista da Barragem.
Proteção e Segurança
4- DNER-ME 092/94 Determinação da Densidade Aparente “IN SITU” Frasco de Areia.
1 Local um trapezio natural
5- DNER-ME 052/94 SOLOS - Determinação do Teor de Umidade com o Emprego do SPEEDY
6- ABNT NBR 13028:2017 - Mineração - Elaboração e apresentação de projeto de barragens para
1 Proteção vegetal a jusante
disposição de rejeitos, contenção de sedimentos e reservação de água - Requisitos.
2 Represa e alteamento do relevo
7-Lei Federal 9.433 de 08 de janeiro de 1997, denominada Política Nacional de Recursos Hídricos
.NOTA: A norma ABNT 13028:2017 aqui e tomada como referência para os serviços de
3 Talude da BR 0.60
controle e não como obrigatoriedade, pois normativamente a obra de contenção da represa não
junta todas as condições normativas para ser classificada como Barragem, bem como a mesma
Nota : Em caso de ruptura abrupta o os serviços contratados e classificado aqui como reforma ou manutenção de barragem ou
proprio terreno tem condições de barreira de terra já exixtente a mais de 15 anos em usuo , assim os serviços aqui realizado não
1 espalhar a força hidraulica junta todos os requisitos necessário para que seja atendido todos os requisitos normativos.

CARACTERISTICA:
A
1 2
1
Relatorio Laboratorio - 293 caixa de emprestimo (Argila Marron com
pedregulho 42,07% Argila;17,19% Silte; 38,41% Areia; 3,44% pedregulho)
hot 24% Dmax1,69g/cm³; Massa especifica 2,741g/cm³ LL57,6%; LP 43,7%;
2
IP13,9% Classificação HRG A-7-5; SCUCS MH.
Relatorio Laboratorio - 294 Corpo Aterro -Crista (Silte Argiloso) hot 25%
Dmax1,584g/cm³.
3

ABNT 13028:2017 5.4.10 Maciço da barragem


Volume total aterro = 1.9440m³
Classificação do desmonte, limpeza, alteamento e operação da represa
como risco baixo, a localização da represa no municipio de Turvania não
traz risco ambiental em sua operação bem como no plano de execução e
reforma esta contenplado a adoção de cobertura vegetal para melhorar o
Ortofoto Represa 1 talude de jusante, porém mesmo sem a cobertura a jusante da barreira
Sem Escala 1 existe outros sistemas naturais e artificiais para a queda da energia cinetica
em caso de ruptura abrupta do maciço .

REVISÃO DESCRIÇÃO DATA VISTO


Inicio Projeto de Represa XXXXXXXXX julh/2019

OBRA/SERVIÇO:

<Regularização de Represa Construida/Desmonte e Adequação das dimensãoes do Barramento >


Monge
0,5x0,5x3,0m ENDEREÇO:
XXXXXXXX - Turvania
81.00 metros
TÍTULO:
Corte Aterro 1 ARQUITETURA - PLANTA DE COBERTURA, PLANTA DE SITUAÇÃO, PERSPECTIVA E QUADRO DE ÁREAS E ESTATÍSTICAS
Sem Escala 2 PROPRIETÁRIO: PRANCHA Nº:

Altura água COTA ÁREA m²


VOLUME m³
SSSS SSSSSSSS ARQ
PARCIAL TOTAL
PROJETO/EXECUÇÃO:
497
498
499
4.152,54
8.707,62
14.859,04
2.076,27
4.353,81
11.144,28
2.076,27
7.420,08
18.564,36
Flávio /xxx -SSSSSSSSSS 1/7
Normal-(hn) 500 24.145,67 18.109,25 36.673,61
DATA: 00/00/0000
Enchente-(he) 500,70
Folga-(hf) 501,50 40.486,36
71.716,69 108.390,30
144.563,91
UNIDADE:
DESENHO:
METROS
NNNNNN
x-TERRAPLANAGEM ARQ - <Númerododesenho> 0
RRT/ART Nº: 0000000000
ESCALA INDICADA OPERAÇÃO Nº DESENHO REVISÃO
NOTA :
Para controle de Altura: Foi adotado Descarga de fundo
ou desarenador tipo monge com com tubo de PVC 300MM.
Referência :
1- Projeto xxxxxxxxxxxxxxxxxxx Tecnico em Agrimensura CFT xxxxxxxxxxxx
1- Vazão da área de contribuição.) 3 Chuva para atingir Cota de Folga 2- Ensaios de Laboratório Empresa xxxxxxxxxxx numero 293 - Caixa de emprestimo.
NOTA: Classe de topografia e da declividade do terreno : 3- Ensaios de Laboratório Empresa xxxxxxxxxxx numero 294 - Crista da Barragem.
Ondulado In 10 a 20% - Solo Arenoso c=0.41 Qmax= Q m³/s Vf= 71.716,69 m³ NBR10157/87 Avaliação da capacidade do solo compactado (camada selante) da base
Ac= 8 hac Ip=150 mm/h c= 0.41
do em propiciar valores de condutividade hidráulica inferiores a 10-7 cm/s (proteção
eficiente e segura do lençol freático).

Análise de estabilidade dos taludes do aterro conforme procedimentos


preconizados na NBR 11.682 (2004).
VOLUME m³ Sendo:
Altura água COTA ÁREA m² Sendo: Tpara_Vf = Tempo em horas para Ip estimado alcançar Norma ABNT NBR 11.682/04: Estabilidade de Taludes – Procedimentos.
PARCIAL TOTAL
Ac = Área de contribuição (hac) cota de folga. 7. Norma ABNT NBR 6459/84: Determinação do Limite de Liquidez.
497 4.152,54 2.076,27 2.076,27 Ip = intensidade de precipitação (mm/h) Vf = Valor em m³ para encher 70 cm do nível enchente 8. Norma ABNT NBR 7180/84: Determinação do Limite de Plasticidade.
498 8.707,62 4.353,81 7.420,08 Ip = coefciente de escoamento Qmax = vazão máxima de enchente (m³/s)
Qmax = vazão máxima de enchente (m³/s)
9. Norma ABNT NBR10.004/2004: Resíduos sólidos – Classificação.
499 14.859,04 11.144,28 18.564,36
NOTA : 10. Norma ABNT NBR 7.182/84: Solo - Ensaio de Compactação – Procedimento.
Normal-(hn) 500 24.145,67 18.109,25 36.673,61 Apesar do monge com Diametro de 300 mm não atender a 11. Norma DNER-ME 162/94: Solos – ensaio de compactação utilizando amostras
Enchente-(he) 500,70 71.716,69 108.390,30 descarga decorrente de uma chuva de 150mm/h a chuva com
2- Diametro do tubo do desarenador . trabalhadas
Folga-(hf) 501,50 40.486,36 144.563,91 esta intencidade devera persistir por mais de 16 horas para
k1= 359.558 Q=Qmax Chw= 140 atingir a cota de fundo da folga sendo que para isso o
registro do monge deve permanecer fechado, e mesmo assim
caso aconteça uma eventualidade a cota superior do Hf esta
abaixo 50 cm da Hmax.
CARACTERISTICA:
ABNT 11682:1992 - TABELA 4 INDICE PLUVIOMETRICO PARA
Sendo:
GRAU DE RISCO BAIXO / MÉDIO 150MM/H PARA TEMPO DE A Região onde foram realizado os serviços de reforma da barreira e de solo predominantemte
D = diâmetro do desarenador - cm;
RECORRENCIA >10 ANOS. argilosa siltosa e silte argiloso, de cores variadas bem como suas caracteristicas fisicas , com
Q = vazão de água que passará pelo desarenador - m3/s;
*Adotando área de captação da bacia 2x a da nivel de folga temos
80.972,72m² . Chw = Coefciente da fórmula de Hazen-Willians inumeras nascentes ao londo da represa, a barreira com mais de 30 anos de utilização passou por 1
K1 = parâmetro de multiplicação reforma parcial em meados de 2005 sendo em meados de 2019 passou por reforma total em seu
corpo e sistema de segurança e hidraulico, bem como ampliação da crista do maciço e correções
das inclinações dos taludes.

Grau de compactação >/90%

Seção transversal A
Sem Escala 3

Linha de saturação 2
REVISÃO DESCRIÇÃO DATA VISTO
ABNT 9822 - Execução de tubulações de
Sem Escala 1 Inicio Projeto de Barragem XXXXXXX XXXXXX XXXX julh/2019
Extravasor - instalado na ombreira de acesso
PVC rígido para adutoras e redes de água

OBRA/SERVIÇO:

<Regularização de Represa Construida/Desmonte e Adequação das dimensãoes do Barramento >

ENDEREÇO:
XXXXXXX - Goiâs
TÍTULO:
NOTA: Todas as preocupações da norma ABNT 9822:1987 foram ARQUITETURA - PLANTA DE COBERTURA, PLANTA DE SITUAÇÃO, PERSPECTIVA E QUADRO DE ÁREAS E ESTATÍSTICAS
observada, apesar de os calculos demostrarem que a tomada de água
PROPRIETÁRIO: PRANCHA Nº:
para controle do Hn e o extravasor para controle de He serem
NOTA: Todas as preocupações da norma ABNT 9822:1987 foram
observada, o antigo sistema de desarenador se encontrava
atendidos pelo monge, frente as condições climaticas a barreira também
e dotada de sistema independente de controle de enchente em tubo de
xxxxxxxxxxxx ARQ
defofo Dn 300 mm , instalado na ombreira de acesso conforme ortofoto PROJETO/EXECUÇÃO:
comprometido assim a Executora tratou de fazer a troca de todo
Sistema, acompanhada por equipe especializada, topografo , e equipe de
qualidade de geotecnia.
prancha 1, o lado que da acesso a BR 060 e constituida de solo firme ,
cascalho - argiloso , sendo o unico sistema inalterado na reforma. Flávio /xxx -terraplanagem 2/7
DATA: 00/00/0000
UNIDADE:
DESENHO:
METROS
NNNNNN
XX-TERRAPLANAGEM ARQ - <Númerododesenho> 0
RRT/ART Nº: 0000000000
ESCALA INDICADA OPERAÇÃO Nº DESENHO REVISÃO