Sei sulla pagina 1di 6

UNIVERSIDADE DE RIBEIRÃO PRETO – UNAERP

Publicidade e Propaganda

OSCILAÇÃO DA NEGATIVIDADE E
POSITIVIDADE NO SÉCULO XXI

2018
OSCILAÇÃO DA NEGATIVIDADE E
POSITIVIDADE NO SÉCULO XXI

Trabalho apresentado a Universidade de


Ribeirão Preto, como requisito parcial de
avaliação da disciplina “Gestão do
Conhecimento”
Profa. M. Ana Paula

2018
SUMÁRIO

1. Capa – página 1
2. Folha de Rosto – página 2
3. Introdução - página 3
4. Desenvolvimento - página 3 e 4
5. Conclusão – página 5
6. Referências Bibliográficas - página 6
OSCILAÇÃO DA NEGATIVIDADE E POSITIVIDADE NO SÉCULO XXI

Estamos em um período de mudanças, tais refletem em nossos sentimentos, comportamentos


e humor. Neste texto será demonstrado teorias, como a presente na obra "Frequência
vibracional" de Penney Pierce por viés científico somada ao viesse filósofo religioso presente
na questão 1 da obra "Suma Teológica" de Agostinho Hipona, envolvendo o efeito e a
presença do bem/da positividade e do mal/negatividade sobre nós. Por fim, demonstrarei o
porquê de tamanhas dificuldade para equilíbrio dessas forças, por meio de esferas distintas e
vou explicar como driblar as energias negativas do dia dia e de onde menos esperamos.

Positividade e nagatividade
Somos energia, como tudo. Num nível subatômico, tudo é energia, em campos de densidade
diferentes, mais ou menos densos. Portanto, a dicotomia matéria-espírito, não faz sentido.
Este foi o insight de Reich e que a física quântica confirmou
Para entender como devemos nos comportar nesses periodos onde não sabemos mais com
quem estamos lidando ou mesmo qual é a real intensão das pessoas ao nosso redor e o que
elas nos desejam, um estudo feito pela doutora e terapeuta Olivia Bader Lee, onde seu
material de estudos foi as algas, descobriu que elas, usam da energia do sol para sua
sobrevivencia mas também, tem uma fonte alternativa de energia, que pode absorver de outras
plantas. Assim tambem, ela compara com os seres humanos, e como eles se comportam em
relação com outras pessoas, onde podem se sentir bem ou mal.
Outro fato que pode ser comprovado nessa absorção de energia boa ou ruim é o fenômeno
neuropsicológico ‘Synesthesia’, é uma condição na qual um padrão cognitivo leva a outro,
misturando seus sentidos. Dessa maneira, as pessoas que possuem essa capacidade, podem ver
ou até mesmo sentir o som, ouvir um cheiro, ou associar pessoas a um tipo de cor ou música.
Vemos que não se trata apenas de uma suposição, mas algo sendo descoberto pelos cientistas
e afirmado por outros, o que há milênios se sabia nas culturas orientais, por exemplo.
Sendo assim, o nosso campo áurico pode tanto afetar quanto ser afetado não só por pessoas ao
nosso redor, mas também por objetos, já que conforme afirma a Ciência, tudo é energia.
Hoje, com as mudanças radicais de tecnologia, informação e comunicação o mundo se move
de maneira mais superficial e menos humilde e coletiva, nos levando a cada dia a sermos
egoistas e individuais para o convivio em sociedade, por isso notamos, que estamos tento
mais dificuldades para nos estabelecer com outras pessoas e doenças pisicologicas estão
subistituindo as doenças causadas por virus e bacterias. Nos sobrecarregamos e deixamos de
lado a nossa verdadeira essencia, assim nos distanciando para um ego alienado.
Para combater todo esse mal, sabendo viver em uma sociedade recheada por positividade e
negatividade, devemos nos encontrar e nos conhecer para poder filtrar e absorver apenas o
bem para uma saude mental melhorar.
Ficamos somente na superfície de nós mesmos, se não escolhemos a aventura de descobrir e
conquistar nossa vida interior, dimensões nossas que, sendo núcleos de energia sutis, tornam
se invisíveis para os olhos físicos, então não acessaremos fontes suficientemente potentes de
energia para transformar, transmutar, o caráter, a personalidade. A grande alquimia da vida
começa de fato nos níveis mais profundos de nosso ser.
O ser humano atual está prisioneiro de si mesmo, fechado em sua ignorância, egoísmo, inveja,
e outros obstáculos que o impermeabiliza, o encouraça, e impede que o alimento da alma
chegue até suas feridas mais profundas, o imenso medo, desamparo e vazio que se escondem
atrás da arrogância e prepotência.
Dessa forma, concluimos que somente fontes de energia de vibração mais alta, mais potentes,
acessíveis em dimensões espirituais sutis, podem transmutar e fazer a grande alquimia e nos
lançar na estrada da evolução até nosso núcleo mais profundo, nosso verdadeiro ser,
utilizando o bem como padrão, onde devemos deixar de lado o ego, sabendo nos colocar no
lugar do outro, absorvendo o que as pessoas liberam de melhor, assim devolvendo a energia
pura para um movimento de fluidez de carga leve, assim fazendo a oscilação de nossas
energias se manterem em uma linha reta da positividade, nos elevando para a saude ideal e
consciente de nós mesmo.

.
Referências Bibliográficas

PEIRCE, Penney – Frequência Vibracioanal- 1ª edição, 2011, Editora PENSAMENTO-


Cultrix Ltda

MELO, Maria. Corpo e espiritualidade: pura energia.In: ENCONTRO PARANAENSE,


CONGRESSO BRASILEIRO DE PSICOTERAPIAS CORPORAIS, XVIII, XIII, 2013.
Anais.Curitiba: Centro Reichiano, 2013. [ISBN – 978-85-87691-23-1]