Sei sulla pagina 1di 4

CÍRCULO DE CONSTRUÇÃO DE PAZ/CONVIVÊNCIA

ROTEIRO DO CÍRCULO:
Acolhida:
Boas vindas - Agradecer a presença de cada um no círculo e dizer que todos
são importantes e iguais, bem como informar que os integrantes do círculo
o constroem junto com os facilitadores, ou seja, não há hierarquia e todos
são da mesma maneira responsáveis pela condução do círculo
(horizontalidade).
Pedir que fechem os olhos e fiquem em silêncio por um minuto – descruzem
os pés, pernas e mãos e relaxem....

1) Cerimônia de Abertura: Compartilhar a importância da abertura e do


fechamento de um círculo, pois é marcado por esses dois rituais, tendo em
vista ser um local de transformações pessoais e de conflitos internos e
externos.

Ler o texto.
A lenda do lobo bom X lobo mau
“Uma noite, um velho índio falou ao seu neto sobre o combate que
acontece dentro das pessoas.
Ele disse:
– A batalha é entre os dois lobos que vivem dentro de todos nós. Um é
Mau. É a raiva, inveja, ciúme, tristeza, desgosto, cobiça, arrogância, pena
de si mesmo, culpa, ressentimento, inferioridade, mentiras, orgulho falso,
superioridade e ego.
O outro é Bom. É alegria, fraternidade, paz, esperança, serenidade,
humildade, benevolência, empatia, generosidade, verdade, compaixão e
fé.
O neto pensou nessa luta e perguntou ao avô:
– Qual lobo vence?
O velho índio respondeu:
– Aquele que você alimenta!”

Essa historinha é muito simbólica. Os dois lobos são as nossas emoções


positivas e negativas. Essas nossas emoções são causadas pela nossa forma
de pensar, portanto, o lobo que alimentamos é uma escolha nossa. Às vezes
temos a impressão que o mundo nos virou as costas e que todas as coisas
ruins só acontecem conosco, no entanto isso pode não ser uma verdade
absoluta, mas como nós entendemos os fatos. Se pensarmos que as
pessoas são ruins e que querem nos prejudicar, enxergaremos o mundo
com essas lentes e provavelmente encontraremos evidências que reforcem
essa ideia, mesmo que ela não seja verdade. Essas ideias negativas nos
proporcionarão emoções negativas de tristeza, raiva, vingança …. No
entanto, mesmo tendo vivenciado algo ruim podemos entender que foi um
azar, ou que as pessoas que nos proporcionaram algum mal, não o fizeram
intencionalmente. Se pensarmos assim estaremos flexibilizando nossos
pensamentos e alimentando o nosso lobo bom que nos trará emoções
positivas. Essa atitude nos proporcionará um círculo virtuoso. Pensar bem
nos faz sentir bem e agir bem. Que tal experimentar alimentar o lobo bom
dentro de você?

2) Explicar o centro, o objeto da palavra, bem como as diretrizes


(combinados) que são: confidencialidade, voluntariedade, falar em 1º
pessoa, respeito ao objeto da palavra e as histórias contadas, todos têm
direito igual de vez e voz, cuidado com o tempo, espaço protegidos. Todos
devem estar confortáveis.
Explicar sobre o bastão da fala – sugestão uma folha de
papel/amassada/bolinha de papel
Combinar o tempo de duração – início e fim – sem interrupções.
Deixar claro que o Guardião e co-guardião (ou também facilitadores)-
participam do processo – não decidem, não julgam, não aconselham, não
analisam...apenas acompanham o grupo.

Falar que:
Quando entramos em um círculo buscamos:
-respeito
-igual oportunidade de fala
- espaço para contar nossas histórias
- horizontalidade
- acolhimento emocional
3) Check in:
Após, começar perguntando aos participantes o que é necessário para que
se sintam seguros no círculo, incentivando a falarem das suas
verdades/sentimentos mais íntimas, a fim de que seja um lugar protegido.

4) Construção e Rodada de Valores


Anotar os valores de cada um, após oferecer ao centro. Escrever e colocar
no centro do círculo, oferecendo isso ao processo.
Facilitador pode iniciar: dizer que oferece respeito, ou atenção, ou
curiosidade, ou não julgamento...ou seja qualquer valor que sentir vontade
de oferecer ao grupo e ao círculo.
convidar os participantes a se apresentarem e dizer como estão chegando.
1ª pergunta/) breve apresentação o e dizer como estão chegando aqui?

Construção e Roda de Diretrizes: Atividade principal


(convivência/relacionamentos):
2ª pergunta) Qual qualidade vc. tem que gostaria que os outros
soubessem?
Ou vc. pode fazer essa pergunta: Como vc. gostaria que fosse o clima/as
relações/a convivência das pessoas na escola?
Se der tempo...ou se tiver poucas pessoas no círculo pode ser feita as duas
perguntas acima, ok?

Contação de histórias – a contação de histórias de nossas vidas


desenvolve empatia, constrói comunidades e aprofunda relacionamentos
e vínculos:
3ª pergunta) 1ª opção:
Conte uma situação em que você presenciou na escola ou teve uma reação
inesperada
4ª pergunta) 2ª opção:
O que as pessoas fazem na escola pra vc. que o deixa feliz?
Check-out:
5ª pergunta:
Cada um diz qual o seu sentimento ao término do círculo, bem como
compartilha o aprendizado que leva do mesmo.
Dizer em uma palavra como está saindo deste momento – uma palavra
O facilitador será o último a falar.

6) Cerimônia de Encerramento:
Cada participante falará algo de positivo para a pessoa à sua direita ou o
que gosta nela (um de cada vez – e de modo bem suscito – pode ser uma
palavra ou uma frase)
No final o facilitador pode dizer que todas as palavras são para todos.

AGRADECIMENTOS

FECHAMENTO – CONVIDAR PARA O ABRAÇO – DIZER UM NÚMERO

Peça para uma pessoa do círculo dizer um número - ela diz 7, por exemplo, daí vc. diz
para a turma que ninguém pode sair dali sem dar pelo menos 7 abraço...é uma forma
afetuosa de fechar o momento. Se vc. que está ai...não sentir clima para isso, não o faça,
ok? Agradeça todos e fim.

SE FOR CÍRCULO DE CONFLITO – FAZER PLANO DE AÇÃO

PLANO DE AÇÃO
 Como você gostaria que essa situação fosse resolvida?
O que você acha que é necessário para isso acontecer? O que você pode
oferecer para auxiliar nesse resultado? -> Leitura do plano de ação, ver se
todos concordam.