Sei sulla pagina 1di 3

LEI DA ATITUDE - MUDANDO SEU DESTINO

Atitude é o posicionamento, é onde você se põe.

Você é o que para você? (vem de dentro). Onde você se põe? O destino é feito por atitudes
e não pôr pensamentos positivos. Comportamento ou ato é o que você expressa (fora),
diferente de atitude (dentro).

Na sua vida afetiva, pare de queixar-se dos outros. Se você está na m..., sua vida também
fica, se você piorou - piorou, se melhorou - melhorou. "Antigamente não tive sorte", mas
"se eu for bonzinho"... (não funciona). Quanto você já sofreu com as pessoas que você
gostava (namorado, pai, mãe, amigo...)? Isso cria ressentimento, ódio ("o outro deve"),
vingança... e não acaba com o problema, tudo continua ruim! Acaba acontecendo com
outras pessoas (a história se repete em sua vida).

Você é machucável, tem medo, fica na defesa, fechado, inseguro, se traiu... (acredita nisso)
e tudo o leva a fingir para os outros. Toda a ilusão no outro (centro). Daí sofre com o
telefone ("alguém ligou?"), com uma música ("não posso ouvir essa música"), livros... Você
quer, mas está inseguro (é a posição que se pôs), sempre vulnerável ("o amor dos outros em
primeiro lugar", "faz tudo para o outro ser feliz").
Essa atitude gera ilusão ("tudo para o outro"), fragilidade, submissão, fica sem liberdade,
sem poder de decisão, inseguro, nada em si, SE ANULA.
Com anulação não acontece nada, você ignora, despreza... isso influência no casamento
(fracasso, traição...), você não tem autoridade, presença e força com os outros (marido,
filho...). É a criança que maltrata a mãe? É o marido que maltrata a esposa? Na verdade,
eles refletem o que ela faz com ela mesma, a vida e o universo (Deus) também faz o
mesmo. Até a força divina não faz nada, segue sua postura. Deus apenas flui na nossa
atitude.
"Eu tenho medo de ficar sozinho", você já está só interiormente, pois você não conta com
você. "Seguro a dos outros e os outros a minha". Ela acaba só! Buscamos aprovação e
entramos na moral (ilusão) do mundo e isso acaba em desilusão.

Estude sua vida. "O que tem, tem; o que não tem, não tem". Deve ser alguma coisa em
mim! "Eu olho para o lado e vejo o outro bem". Não damos importância para nós e nos
anulamos gerando pobreza afetiva, uma vida insatisfatória (isso é grave, é um peso).
Você se anulou, tem pena dos outros (coitados!), o outro fica em primeiro lugar, "depois eu
me viro"... vira empregada, atendente... Você cuidou de si? ... Não, então se ferrou!
Está errado, não funciona assim.

Não adianta ter raiva do outro, pois é com você mesmo. Não dê força para os outros. "Meu
pai não me amou assim", tudo é conforme suas atitudes e circunstâncias. Não é o ato que
faz bem. Quanta gente ruim que você gosta. Quanta gente bacana que você despreza. Isso
acontece no trabalho, na carreira... Tudo é a posição afetiva. "Não posso gostar de mim
porque o outro não vai gostar de mim"! Onde você se pôs? "Tenho que fingir" (seduzir), "o
meu jeito natural não pode, pois não vão gostar de mim!" (você se fechou) e tudo se fecha

1
em sua vida. A vida afetiva não é boa, não vai para frente (sofrimento, medo, ansiedade,
raiva...).

PENSA UM POUCO!!!

Você se pôs aí! Isso obviamente reflete em sua vida. Deus!Ele já te deu a inteligência. Tudo
muda quando você raciocina. POR QUÊ?

Porque você pode tudo. A ilusão do outro é a maior ilusão do mundo. Tua vida tem que
melhorar! Pensa um pouco! Não é Deus segurando (fatalismo), são as atitudes. Ninguém
proíbe você de mudar as atitudes. É você mesmo. A vida não põe limites. "Quero ser mais
eu", somente quando estiver bem com você (seja você!).

"E se ele for embora, como vai ser, o que vai acontecer"!?

Você vai se bancar? Sinta o quanto você se abandona.

Você vai ficar no chão? Vai se pôr para cima?

Vai para a bebida?

Não vai amar nunca mais?

Você conta para você ou só para os outros?

E você com você? Você não é nada para você?

É a ilusão do outro (somos quase nada para nós). Acabamos atraindo pessoas iguais (a vida
te trata como você se trata), inseguras, mentirosas, sem valor, sem respeito, sem apoio,
ansiosas, desonestas, sem educação, sem consideração... (um com medo do outro), isso gera
distância e competição.

Ninguém é, mas está porque se põe. Você está na m... mas não é uma m... foi você que se
pôs ("é, eu!"). "Não preciso dos outros", basta entender que "eu resolvo", "está na minha
mão", "não está na mão de Deus".
Pensa onde você se pôs, está bom? Sim ou Não? Você assume seus sentimentos, suas
vontades, se dá o direito de ter prazer? Não são os outros que "tem que" entender você.
Sinta isso, é você que vê se funciona, não o outro.

No bem há trocas, conforto, nutrição, você não precisa, só curte, tudo rola de verdade, não
tem pegação de pé.

PRÓXIMO!!! Ninguém é igual a ninguém. Tudo é "bolo" (vários sabores).


"Não vivo sem ele". CLARO que vive, você só não vive sem você.
"Eu acho que amor..." (está tudo errado). Suspeite de seus valores. Escute e seja humilde.
Tudo é para melhorar, não para encher o saco.

2
Assuma a responsabilidade ("sou eu"), isso dá poder. Qual a atitude que não traz satisfação
(não para o outro) para mim?

Primeiro eu preciso estar bem, independente, para depois gostar. O iludido só cria
desilusão, é o que mais mata (suicídio). É a pessoa que se põe. Qual a atitude? Quem sou eu
para mim? Não me solto, vivo me prendendo, com medo, ansiedade, crítica... quando me
aceitar ("for maravilhoso") "eu vou gostar de mim" (está errado). Nunca chega lá! Você só
chega quando está na atitude. Quanto tempo você se namoraria? Porque o outro vai querer?
Você é gracinha ou não? Você apaga a luz por causa da celulite? Porque você se despreza?
Quando você acredita em você, vende tudo, confia, pode ir para frente ("faço tudo que há
de bom para mim"), mas você não se garante ("tenho medo que") e atrai maldade,
negativismo, desconfiança... (cabeça ruim!).

DANE-SE!!! "Eu vou meter a cara e vai dar tudo certo", as amebas tentam segurar, mas
você está do seu lado, caso contrário cai mesmo. Não é o outro que "tem que" valorizar
você, é você mesmo! A impotência física é causa da impotência mental (medo, inseguro,
ameaça... isso muda o sistema imunológico). É reflexo, não é coisa. Quando chega no
coração (infarto), no derrame, nos órgãos... "Porque o corpo está assim"? São as atitudes.
Não somos inocentes, mude a atitude para onde você quer se pôr ("eu me ponho para
mim"), independente do outro.

Não é se pôr mais para os outros (isso gera conflito), é melhorar para nós, a nossa posição
(especial, importante, "eu em primeiro"...), não são as coisas do mundo.
Pense, raciocine,estude, busque em voce, as suas atitudes, seus automatísmos, melhore
para você (tudo dá certo). Altere a imagem de você para voce, melhore sua postura, não é
por fora, é por DENTRO!!!!!!!!!