Sei sulla pagina 1di 2

A crosta terrestre é basicamente constituída de rochas. A rocha é produto direto do extravasamento do magma.

Estudamos a constituição interna do nosso planeta, que é:


* núcleo interno, constituído de ferro sólido;
* núcleo externo, constituído de níquel e ferro derretidos;
* manto, que tem regiões pastosas, chamadas manto;
* finalmente, sobre estas camadas está a crosta terrestre.
O planeta tem sua crosta dividida em 12 placas maiores e outras menores,chamadas placas tectônicas. Sobre estas
placas estão os continentes, onde vivemos,plantamos, construímos nossas habitações e nos locomovemos. O centro das
placastectônicas são locais mais seguros, menos suscetíveis a abalos sísmicos, como terremotos, vulcões. É por isso que
alguns países sofrem freqüentes catástrofes como os terremotos e as erupções vulcânicas, como é o Chile, o Hawai, o
Japão.
As rochas de origem vulcânica são chamadas ROCHAS MAGMÁTICAS ou Ígneas.Quando o magma extravasa, passa a
chamar-se lava. A lava extravasada de umvulcão solidifica-se rapidamente. As rochas podem ser formadas fora do
vulcão. Nestecaso, são chamadas de rochas extrusivas. A rocha originada desta solidificação é bastante resistente, como
o basalto. Se a lava cai e resfria dentro da água forma a pedra-pomes. Mas a lava pode também solidificar-se na parte
interna do vulcão, em geral, na chaminé. Neste caso, temos o granito e este tipo de rocha solidificada na parte interna
do vulcão é chamada de rocha intrusiva.
Mas existem outros tipos de rochas: sedimentares e metamórficas.
ROCHAS SEDIMENTARES
Sempre que uma rocha qualquer for fragmentada ou desagregada pela ação climática de uma determinada região
(Intemperismo) e estes fragmentos sofrerem longos períodos de pressão e temperatura elevados, poderá haver o que
chamamos de solidificação ou compactação.Veja um exemplo: Imagine que uma grande fatia de bolo é uma rocha
magmática ou ígnea, formada pelo calor do forno, assim como a rocha ígnea é formada pelo calor do magma
extravasado. Quando você esfarela esta fatia de bolo sobre um guardanapo está agindo como o Intemperismo, isto é,
desagregando este bloco de rocha. Agora quando você recolhe os farelos e aperta uns contra os outros por algum
tempo, vai formar novamente um bloco compacto com aquele material. Mas este novo bloco compacto não é mais
igual à fatia de bolo que você tinha, não é? Pois é assim que as rochas sedimentares se formam. Agora ficou fácil, você
não acha?
Mas quais são as rochas sedimentares que você conhece?
Um bom exemplo é o Arenito. O arenito é produto da compactação da areia,como a areia da praia. E se você tem pátio
ou calçada coberto por .lajes., está diante do mais comum exemplo de rocha sedimentar. Note que as lajes soltam
pequenos grânulos,quando você raspa algum objeto sobre ela. São os fragmentos que a formam que se soltam,
percebe?
ROCHAS METAMÓRFICAS
Uma rocha pode mudar de forma, sem que tenha sido atingida pelo Intemperismo. É assim que surgem as rochas
metamórficas e é isso que este nome significa: mudança de forma, metamorfose.

Sabemos que o granito é uma rocha magmática intrusiva. Se um bloco de granito sofrer ação de grandes pressões e
temperaturas por milhares de anos, mudará sua forma e aparência, originando o Gnaisse. Dizemos então que o gnaisse
é a rocha metamórfica do granito. Outro exemplo: o calcário é uma rocha sedimentar que se originou pelo
soterramento e compactação de cacos de conchas de moluscos depositados no assoalho dos oceanos. Se um grande
bloco de calcário for pressionado
sob altas temperaturas por um longo tempo, dará origem ao Mármore. Dizemos que o mármore é a rocha metamórfica
do calcário.
A natureza é um incessante movimento de ciclos que começam e recomeçam. A crosta da Terra também está
permanentemente se modificando e um tipo de rocha se transforma em outro, depois em outro e assim por diante. Esta
permanente atividade ocorre sem que nos demos conta, na maioria das vezes. É o Ciclo das Rochas.
1. Rocha Ígnea pode transformar-se em Sedimentar se, sobre ela agir o Intemperismo.
O intemperismo é o conjunto de fatores climáticos que podem desagregar ou fragmentar uma rocha. Podem ser
exemplificados pela chuva, a neve, os ventos, a areia tocada pelo vento, os invernos rigorosos e os verões escaldantes.
Digamos que um bloco de granito,por muito tempo fique exposto ao intemperismo e se fragmente. Estes fragmentos
podem ser transportados pela chuva para o leito de um rio. Com o tempo, uns sedimentos se depositam sobre outros,
que ficam pressionados fortemente. Depois de muitos séculos, estes fragmentos vão se solidificando, formando um
outro tipo de rocha que será chamado de Rocha Sedimentar.
2. Rocha Sedimentar pode transformar-se em Metamórfica se sobre ela for exercida uma alta pressão e alta
temperatura, por muito tempo, que pode significar milhares de anos. Ao contrário do Intemperismo que desagrega as
rochas, altas pressões e temperaturas compactam estas rochas, agregam os fragmentos. Assim, se sobre um grande
bloco de calcário for exercida grande pressão e temperatura, ao fim de muito tempo, teremos um grande bloco de
mármore.
3. Rocha Metamórfica pode transformar-se em Ígnea se for atingida por lava incandescente e sofrer derretimento. Isto
pode acontecer se duas placas tectônicas se chocarem e uma subir sobre a outra. Diz-se que a placa que fica embaixo,
mergulhada no magma, sofreu subdução, isto é, ficou embaixo de outra e o magma incandescente a fará fundir. Neste
caso, esta rocha voltará a ter características de Rocha Ígnea. E o ciclo recomeçará...
#####
As rochas de origem vulcânica são chamadas ROCHAS MAGMÁTICAS ou Ígneas. Quando o magma extravasa, passa a
chamar-se lava. A lava extravasada de um vulcão solidifica-se rapidamente. As rochas podem ser formadas fora do
vulcão. Neste caso, são chamadas de rochas extrusivas. A rocha originada desta solidificação é bastante resistente,
como o basalto. Se a lava cai e resfria dentro da água forma a pedra-pomes. Mas a lava pode também solidificar-se na
parte interna do vulcão, em geral, na chaminé. Neste caso, temos o granito e este tipo de rocha solidificada na parte
interna do vulcão é chamada de rocha intrusiva. Mas existem outros tipos de rochas: sedimentares e metamórficas.
ROCHAS SEDIMENTARES
Sempre que uma rocha qualquer for fragmentada ou desagregada pela ação climática de uma determinada região
(Intemperismo) e estes fragmentos sofrerem longos períodos de pressão e temperatura elevados, poderá haver o que
chamamos de solidificação ou compactação.Veja um exemplo: Imagine que uma grande fatia de bolo é uma rocha
magmática ou ígnea, formada pelo calor do forno, assim como a rocha ígnea é formada pelo calor do magma
extravasado. Quando você esfarela esta fatia de bolo sobre um guardanapo está agindo como o Intemperismo, isto é,
desagregando este bloco de rocha. Agora quando você recolhe os farelos e aperta uns contra os outros por algum
tempo, vai formar novamente um bloco compacto com aquele material. Mas este novo bloco compacto não é mais
igual à fatia de bolo que você tinha, não é? Pois é assim que as rochas sedimentares se formam. Agora ficou fácil, você
não acha?
Mas quais são as rochas sedimentares que você conhece?
Um bom exemplo é o Arenito. O arenito é produto da compactação da areia, como a areia da praia. E se você tem pátio
ou calçada coberto por .lajes., está diante do mais comum exemplo de rocha sedimentar. Note que as lajes soltam
pequenos grânulos,quando você raspa algum objeto sobre ela. São os fragmentos que a formam que se soltam,
percebe?
ROCHAS METAMÓRFICAS
Uma rocha pode mudar de forma, sem que tenha sido atingida pelo Intemperismo. É assim que surgem as rochas
metamórficas e é isso que este nome significa: mudança de forma, metamorfose.
Sabemos que o granito é uma rocha magmática intrusiva. Se um bloco de granito sofrer ação de grandes pressões e
temperaturas por milhares de anos, mudará sua forma e aparência, originando o Gnaisse. Dizemos então que o gnaisse
é a rocha metamórfica do granito. Outro exemplo: o calcário é uma rocha sedimentar que se originou pelo
soterramento e compactação de cacos de conchas de moluscos depositados no assoalho dos oceanos. Se um grande
bloco de calcário for pressionado
sob altas temperaturas por um longo tempo, dará origem ao Mármore. Dizemos que o mármore é a rocha metamórfica
do calcário.
MINERAIS
As rochas são compostas de vários tipos de minerais. Minerais são substâncias encontradas na natureza em estado puro
ou composto. São sólidos e têm várias cores e composições químicas diversas.
Podemos encontrar perto de 2000 tipos de minerais diferentes, mas apenas cerca de uma dúzia desses tipos formam
99% do volume total da crosta terrestre.
Vamos dar o exemplo do Granito: este tipo de rocha magmática é formada principalmente por três tipos de minerais,
que são o feldspato, o quatzo e a mica.
a) Feldspato: palavra que deriva do alemão . feld = campo e spath = pedra
O feldspato é um elemento muito abundante na crosta da Terra e corresponde à parte rosada do granito. Quando o
feldspato desagrega pela ação do Intemperismo forma o que conhecemos como Argila.
Se a argila for pressionada por muito tempo, em altas temperaturas, dará origem ao Argilito, um exemplo de rocha
sedimentar.
b) Quartzo: são conhecidos, de modo geral, como cristais. São comumente diferenciados pela sua cor. O quartzo é um
mineral muito comum e certamente você conhece muitos deles. Veja alguns exemplos: