Sei sulla pagina 1di 21

Inspiração, iluminação e unidade

das Escrituras
Bibliologia – ITQ

Pra. Petula
A causa da revelação e da inspiração
da Escritura
• A Bíblia declara que Deus é amor, e o amor se
comunica

• A causa da automanifestação de Deus à


humanidade foi Seu amor eterno e incondicional

• Deus em busca do homem – dando o 1º passo


Palavra e poder – uma questão de
moderação sábia
• Menos palavra – fanatismo, obscurantismo e
legalismo religioso... Doutrinas construídas em
experiências pessoais ou sensoriais (estou
sentindo!)... Mediocridade e ignorância
• PESSOAS QUE QUEREM USAR O
ESPÍRITO SANTO E NÃO PERMITEM
QUE ELE AS USE!
• Menos Espírito – desprezo ao poder de Deus –
gera intelectualismo, ritualismo e formalismo –
religiosidade sem conversão
Palavra e poder – uma questão de
moderação sábia
• Os 2 extremos são perigosos!

• Equilíbrio entre o conhecimento da Palavra e o


poder operante do Espírito Santo

• Mt 22.27
Necessidade da Inspiração
• Para:
• Beneficiar todos os que não receberam a
revelação diretamente
• Que a revelação não perca o seu valor
• Que a revelação seja preservada

• A inspiração é a escrituração da Revelação tanto


na época em que foi dada como posteriormente.
A Definição bíblica de inspiração
• Originária a partir da mente e do íntimo do ser
de Deus

• II Tm 3.16 – toda – Escritura – inspirada =


theopneustos (Deus soprou)

• II Pe 1.20-21 (NVI)
A Definição bíblica de inspiração

• Geisler e Nix nos dizem que “fazendo uma


combinação das passagens que ensinam sobre
inspiração divina, descobrimos que a Bíblia é
inspirada no seguinte sentido: homens, movidos
pelo Espírito, escreveram palavras sopradas por
Deus, as quais são a fonte de autoridade para a
fé e para a prática cristã.”
A Definição bíblica de inspiração

• Gerstner nos diz que “a Bíblia como


Palavra de Deus é o único alicerce para a
plena autoridade bíblica. Se a Bíblia não
for a Palavra de Deus, não terá autoridade
divina.”
O processo de inspiração
• 4 elementos:
▫ Deus como causa
 Ele é o autor da Bíblia
▫ A ação do Espírito Santo
 Vertical
 horizontal
▫ O homem como instrumento
▫ A autoridade escrita
Diferença entre revelação e inspiração
• Revelação é o ato de Deus comunicar diretamente a
verdade antes desconhecida para a mente humana, a
qual só poderia ser conhecida desta maneira.
Através da revelação, há a descoberta da verdade
divina.
• Inspiração está ligada à comunicação da verdade, ou
seja, a maneira como a revelação foi registrada, ou
seja, através da escrita. A inspiração divina
supervisiona a comunicação da verdade revelada. O
Espírito Santo dirigiu e influenciou os escritores, a
fim de que, por inspiração, não cometessem
qualquer erro na verdade ou doutrina.
Diferença entre revelação e inspiração
• A Bíblia contém registros históricos, observações
pessoais, contexto histórico e cultural, dizeres de
satanás... Satanás não foi inspirado a falar, mas
o registro do que foi falado sim.

• Ex.: livro de Jó
Significado, conceitos e teorias de
inspiração
• Significado de inspiração

▫ Conceito verbal

▫ Inspiração plena
Conceitos de inspiração
• Liberal – “a Bíblia contém a Palavra de Deus”

• Neo-ortodoxo – “a Bíblia se converte na Palavra de


Deus”

• Intuição – “a Bíblia é um folclore judaico com moral


e gênero religioso significativo”

• Conservador – “ a Bíblia é a Palavra de Deus”


▫ Ditado verbal
▫ Inspiração dinâmica
Conceito verbal e de inspiração plena
• L. Gausen nos diz que “esse poder inexplicável
foi colocado pelo Espírito Divino sobre os
autores das Escrituras, a fim de orientá-los até
mesmo no emprego das palavras usadas, e para
preservá-los de todo o erro e de todas as
omissões.”
Resumindo:
• O processo de inspiração é um ato de
providência divina e os resultados desse
processo são:
▫ Registro verbal – palavras – II Tm 3.16; II Pe 1.21
▫ Pleno – todas as partes – II Tm 3.16; Rm 15.4
▫ Infalível – sem erros – II Tm 3.16
▫ E com autoridade – Jo 10.35; Mt. 4.4,7,10;
Lc.24.44 e 16.17
Evidências da Inspiração
• Interna
▫ Autoconfirmação – Mc 1.22; Ap. 2.7a, 11, 17, 19;
3.6, 13, 22 – assim diz o Senhor
▫ Testemunho íntimo do Espírito Santo – Jo 14.26; 16.8;
Rm 8.16; II Pe 1.20, 21
▫ Poder transformador – Hb 4.12; I Pe 2.2
• Externa
▫ Historicidade – Jo 3.12
▫ Testemunho de Cristo – Mt 22.27 etc
▫ Evidência profética
▫ Influência da Bíblia
▫ Indestrutibilidade da Bíblia – Mc 13.31
Iluminação das Escrituras
• Iluminação ocorre com todos os cristãos, se
refere a influência do Espírito Santo que ajuda a
entender as coisas – I Co 2.14

• Lc 10.21

• Como resultado temos obras literárias,


pregações, estudos, etc...
Unidade das Escrituras

•6 livros

•1 séculos

•3 escritores (a 40)
Unidade das Escrituras
• Tema central – redenção
• Assunto central – plano da salvação do homem
através da obra redentora de Jesus Cristo
• Unidade de estrutura – AT e NT
• Mente única – mente de Deus, o Autor da Bíblia

UNIDADE GERAL!