Sei sulla pagina 1di 2
Universidade Eduardo Mondlane Faculdade de Ciências Departamento de Matemática e Informática Técnicas de Amostragem

Universidade Eduardo Mondlane

Faculdade de Ciências Departamento de Matemática e Informática

Técnicas de Amostragem

Nível II

Ano: 2011 | Semestre I

Ficha I: Distribuição amostral e estimação de parâmetros

1. Eum uma população com N = 4, tem-se D = (8, 2, 2, 11). Um plano AASs de tamanho n = 2 é adoptado.

(a)

Encontre a distribuição amostral de σˆ 2 .

(b)

Verfique se σˆ 2 é um estimador não enviesado para σ 2 .

2. Sejam X 1 , X 2 ,

, X 6 variáveis aleatórias independentes, identicamente distribuídas de forma nor-

mal com a média µ e variância σ 2 . Considere os seguintes estimadores:

θ ˆ = x 1 + x 2 + x 3 + 3x 5
1

5

ˆ = x 1 + x 2 + x 3 + x 4 + x 5 + x 6

θ

4

6

θ ˆ 2 = x 1 + x 2 + x 3 + x 4

ˆ

θ

3

= 2x 1 + x 2 + x 3 + x 4

4

4

θ ˆ 5 = 0.1x 1 + 0.2x 2 + 0.3x 3 + 0.4x 4 + x 5

5

(a)

Diga qual(s) desses estimadores é (são) não enviesado(s).

(b)

Identifique o estimador eficiente.

3. Sejam x 1 = 25,

x 2 = 27,

x 3 = 30,

x 4 = 32,

turma do quarto ano do curso de matemática.

x 5 = 40, as idades em anos dos estudantes duma

(a)

Com base nesses dados determine a estimativa não-enviesada da idade média e desvio padrão.

(b)

Forme todas as amostras de tamanho três e calcule as médias de cada amostra e comprove que Ex) = µ e V arx) = σ 2 /n.

(c)

Repita o exercício da alínea (b) com amostras de tamanho 4.

4. Mostre que s 2 = n

i=1 (x i x¯) 2

n 1

é um estimador não enviesado da variância populacional σ 2 .

5. Seja X 1 , X 2 ,

ˆ

, X n uma amostra aleatória de uma população com média β e variância σ 2 , seja β

um estimador para β dado:

β = n

ˆ

n

i=1 ix i

i=1 i

 

ˆ

(a)

Mostre que β é não enviesado para β.

ˆ

(b)

Mostre que β é consistente.

6. Dada uma população de Bernoulli (X = 0, 1, de parâmetro p (0, 1)), considere as seguintes es- tatísticas:

(a)

(b)

T 1 = n

i=1 x i + x n

n + 1

T 2 = n2

i=1

x i + 2x n

n + 2

Verifique se T 1 constitui um estimador centrado para p. [p = n

Diga qual dos estimadores é eficiente.

i=1 X i

N

1

]

(c)

Será T 2 um estimador consistente para p? Justifique?.

7. Suponha que as alturas de 100 estudantes do sexo feminino da UEM representam uma amostra aleatória das alturas em polegadas. Determine as estimativas não-enviesadas e eficientes da ver- dadeira média e da verdadeira variância.

Alturas

Número de estudantes

60–62

5

63–65

18

66–68

42

69–71

27

72–75

8

8. Dois estimadores para o parâmetro θ, T 1 e T 2 , satisfazem as seguintes propriedades: 1–são não enviesados; 2–são independentes e a variância de T 1 é o dobro da variância de T 2 . A partir destes dois estimadores, foi construído um novo estimador para θ, T = a 1 T 1 + a 2 T 2 . Determine o valor das constantes a 1 e a 2 por forma que T seja um estimador não enviesado do parâmetro θ e, além disso, tenha variância mínima.

9. A população X tem variância σ 2 . Considere a variância amostral s 2 = 1

n

estimador para σ 2 .

n

i=1

(x x¯) 2 como um

(a)

Mostre que s 2 é enviesado, subestimando σ 2 .

(b)

Calcule o enviesamento deste estimador.

(c)

Indique um estimador que seja não enviesado para σ 2 .

(d)

Obtenha uma estimativa para σ a partir de 117 observações de X, sabendo que as mesmas

observações apresentam valores tais que

é ou não enviesada.

117

i=1

x i = 15 e

Docente: Elísio Mabasso

2

117

i=1

x

2

i

= 801. E diga se essa estimativa