Sei sulla pagina 1di 25

Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

É importante levar em consideração algumas variáveis para verificar


a capacidade competitiva de um destino. Essas variáveis são: •
Grau de adequação dos recursos, equipamentos, instalações,
estrutura empresarial, etc. O destino está preparado para enfrentar
o nicho de mercado pretendido? • Que possibilidade existe de
alcançar um bom posicionamento em relações aos concorrentes? •
Existe a potencialidade de participação no mercado? Que
percentagem pode ser alcançada?

• Capacidade de comercialização e promoção: de que meios


dispõe, são adequados, são suficientes?
• A disponibilidade de recursos financeiros e humanos é adequada?
São suficientes?
• É um produto que se complementa ou tem possibilidade de
complementar-se com outros ou é algo completamente distinto que
requererá um esforço e dedicação especial?

• A operacionalização de grandes eventos em Portugal terá


certamente um efeito multiplicador quer a montante quer a jusante
da própria actividade, já que terá uma consequência directa no
processo da criação e do uso sistematizado de infra-estruturas e
equipamentos para a realização de eventos.

Do ponto de vista turístico, os benefícios serão evidentes pelo facto


de um evento internacional (desportivo, cultural, político etc.)
possibilitar a divulgação e a consequente expectativa de consumo
futuro da oferta turística portuguesa, quer para aqueles que são
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

agentes participantes no referido evento, quer para aqueles que


através do evento obtêm uma mais esclarecida informação sobre o
país.

• Tendo o turismo um peso considerável no PIB português (entre 8


a 10%), correspondem os eventos organizados, sobretudo em
contexto urbano, a uma percentagem variável, mas
tendencialmente crescente (de 0,75% a 2% do PIB turístico).

Se não considerarmos os eventos de carácter desportivo que, tendo


uma periodicidade fixa, se realizam todavia em contextos
geográficos diferentes, temos que os principais eventos geradores
de receita turística se enquadram em três grandes subprodutos.
Estes são: • O turismo de negócios e incentivos; • O turismo de
feiras e exposições; • O turismo de conferências e congressos.

Assume-se, então, dois tipos de feiras: • As feiras generalistas,


onde se coloca em transacção todo o tipo de produto; • As feiras
especializadas ou temáticas, que são dirigidas para a promoção
e/ou venda de um determinado tipo de produto.

• Tipologia de reuniões • Reuniões Associativas - São convocadas


por Organizações nacionais/internacionais, Associações e
Organismos públicos: Congressos, Assembleias, Conferências,
Encontros, Fóruns, Simpósios, etc. • Reuniões corporativas - São
convocadas por Corporações/Grupos empresariais, Companhias
multinacionais e Empresas: Convenções, Jornadas, Seminários,
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

Apresentações, Cursos, Workshops, Conselhos de Administração,


etc.

As conferências e congressos cobrem diferentes temáticas


(científicas, promocionais, políticas e sociais) que reúnem um
elevado número de participantes durante um período muito limitado
de tempo.

O objectivo da exposição de incentivo é o de promover o produto,


criando através da exposição formas que estimulem a compra do
produto, quer através de ofertas, quer através da redução de preços
e outras promoções

Curso Técnico-Profissional de
Organização e Gestão de
Eventos

Disciplina de gestão de eventos


UFCD-0498
UFCD-498 A ORGANIZÃO DE EVENTOS NA ECONOMIA NA EU.
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

Trabalho
realizado:
Vitor Ribeiro N.13
João Faria Nº07
Ricardo Mendes
Nº11
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

5. A ECONOMIA LOCAL E O EFEITO DE


MULTIPLICAÇÃO ECONÓMICA DOS
EVENTOS

Conceito de “multiplicação económica” Os eventos são naturalmente um


produto económico de grande matriz multiplicadora. Se entendermos o
efeito de multiplicação como a capacidade que um determinado produto
tem de ampliar as suas receitas. Quer directamente em consequência da
venda do produto, quer indirectamente pelo facto desse mesmo produto
possibilitar a venda de outros que não lhe são imputados.

Conceito de “multiplicação económica”


Assim, favorece-se todo o desenvolvimento do ciclo económico do
município (distribuição de renda), exercendo a função de efeito
multiplicador, própria da actividade turística. O evento é, na verdade,
uma maneira de optimizar o uso das estruturas turísticas.

A diversificação económica do produto evento


O poder público e os empresários do sector privado de cidades
consideradas grandes pólos industriais despertam para o desenvolvimento
da actividade da organização de eventos, através da criação de órgãos
municipais com claros objectivos de dar suporte ao crescimento deste sector
tão promissor, além de diversos investimentos que abrangem vários
sectores económicos.
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

6.EMPREGABILIDADE

Razão do emprego
A contratação de recursos humanos para a realização de um evento, dado
o carácter esporádico deste, é feita geralmente na modalidade de
prestação de serviços. No entanto, pode ocorrer que os funcionários sejam
internos da entidade organizadora do evento.

Neste caso, deve ser estabelecido um contrato de prestação de serviços


onde estejam contempladas as seguintes cláusulas:

 Identificação das partes;

 Âmbito da prestação de serviços;

 Funções e tarefas inerentes;

 Início e término do contrato;

Neste caso, não são devidos ao funcionário quaisquer regalias não


estipuladas em contrato, nem este estabelece qualquer tipo de vínculo
laboral permanente com a entidade.

Tipologia de emprego
Os organizadores são geralmente equipas de trabalho especializadas na
realização de eventos que estruturam a ideia apresentada pelos
promotores e desenvolvem todo o trabalho de projecto e de execução do
evento.

Os expositores são os indivíduos ou grupos que, movidos pelo interesse de


participarem no evento, solicitam a disponibilidade de um determinado
espaço (geralmente pago) afim de, no contexto do evento, poderem expor
e divulgar os seus produtos em stands cujo modelo, disposição espacial,
tamanho, área de ocupação e segurança são definidas pela organização,
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

ficando a sua montagem e disposição dos produtos à responsabilidade de


quem expõe.

O moderador senta-se geralmente no palco, em frente dos delegados, e é


responsável por controlar o tempo das discussões, convidar e apresentar os
oradores e supervisionar o enquadramento das discussões.

Animadores São habitualmente pessoas dinâmicas, afáveis e abertas a


novas ideias que ajudam a desencadear a discussão, introduzindo novos
tópicos e encorajando os participantes a envolverem-se nos debates.

Relatores São geralmente pessoas responsáveis por concluir uma discussão


durante actividades especiais: por exemplo, numa mesa redonda. Elas
sintetizam os tópicos que foram discutidos e preparam um relatório final
para os participantes.

Funcionários de apoio externos Os funcionários de apoio externos incluem


os funcionários que representam o local do evento, os funcionários da
empresa que fornece stands para os expositores, electricistas, funcionários
das empresas de audiovisual que dão apoio e equipamento técnico para o
evento, pessoal de catering, fornecedores de serviços de transporte, etc.

Funcionários de apoio externos Através da prestação dos seus serviços


individuais, todos eles têm um papel importante para garantir que o
evento decorre sem incidentes.
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

O alojamento turístico no destino pode


englobar-se nas várias sub-unidades de
empreendimentos turísticos.
Alojamento Consideram-se Empreendimentos
Turísticos, ao abrigo do novo Regime Jurídico,
os estabelecimentos que se destinam a prestar
serviços de alojamento, mediante
remuneração, dispondo, para o seu
funcionamento, de um adequado conjunto de
estruturas, equipamentos e serviços
complementares.
Os empreendimentos turísticos podem ser
integrados num dos seguintes tipos:
ESTABELECIMENTOS HOTELEIROS,
ALDEAMENTOS TURÍSTICOS, APARTAMENTOS
TURÍSTICOS, CONJUNTOS TURÍSTICOS,
TURISMO DE HABITAÇÃO, TURISMO EM
ESPAÇO RURAL, PARQUES DE CAMPISMO E
CARAVANISMO TURISMO DE NATUREZA.

São estabelecimentos de restauração,


qualquer que seja a sua denominação, os
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

estabelecimentos destinados a prestar,


mediante remuneração, serviços de
alimentação e de bebidas no próprio
estabelecimento ou fora dele.
São estabelecimentos de bebidas, qualquer
que seja a sua denominação, os
estabelecimentos destinados a prestar,
mediante remuneração, serviços de bebidas e
cafetaria no próprio estabelecimento ou fora
dele.
A actividade de catering e a de serviços de
banquetes é também considerada exploração
de serviços de restauração e de bebidas. A
exploração de serviços de restauração ou de
bebidas apenas é permitida em edifícios ou
parte de edifícios que seja objecto de licença
ou de autorização de utilização destinada ao
funcionamento de um estabelecimento de
restauração ou de bebidas .
Não são considerados estabelecimentos de
restauração e de bebidas, para efeitos do
respectivo regime, as cantinas, os refeitórios e
os bares de entidades públicas, de empresas e
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

de estabelecimentos de ensino, destinados a


fornecer serviços de alimentação e de bebidas
exclusivamente ao respectivo pessoal e alunos,
devendo este condicionamento ser publicitado.
Denominações Os estabelecimentos de
restauração podem usar a denominação
“restaurante” ou qualquer outra que seja
consagrada, nacional ou internacionalmente,
pelos usos da actividade, nomeadamente:
RESTAURANTE MARISQUEIRA SNACK-BAR
CASA DE PASTO SELF-SERVICE PIZZERIA TAKE-
AWAY GRILL ROTISSERIE .
Os estabelecimentos de bebidas podem usar a
denominação “bar” ou outras que sejam
consagradas, nacional ou internacionalmente,
pelos usos da actividade, nomeadamente: BAR
CAFETARIA CERVEJARIA CAFÉ SALÃO DE CHÁ
CONFEITARIA PASTELARIA PUB TABERNA
Tanto os estabelecimentos de restauração
como os de bebidas podem dispor de salas ou
espaços destinados a dança, bem como de
instalações destinadas ao fabrico próprio de
pastelaria, panificação e gelados.
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

Quando disponham de salas ou espaços


destinados a dança, podem usar as
denominações consagradas nacional ou
internacionalmente, nomeadamente:
DISCOTECA, NIGHT-CLUB, DANCING, CABARET,
BÔITE.

São consideradas actividades próprias das


empresas de animação turística, a organização
e a venda de actividades recreativas,
desportivas ou culturais, em meio natural ou
em instalações fixas destinadas ao efeito, de
carácter lúdico e com interesse turístico para a
região em que se desenvolvam.
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

São actividades acessórias das empresas de


animação turística, nomeadamente, a
organização de: • a) Campos de férias e
similares; • b) Congressos, eventos e similares;
• c) Visitas a museus, monumentos históricos e
outros locais de relevante interesse turístico,
sem prejuízo da legislação aplicável ao
exercício da actividade de guia turístico; • d) O
aluguer de equipamentos de animação
As actividades de animação turística
desenvolvidas em áreas classificadas ou outras
com valores naturais designam -se por
actividades de turismo de natureza
A animação promovida pelas empresas
turístico/hoteleiras, depende muitas vezes do
meio envolvente e da capacidade de
exploração, dos meios e infra-estruturas
disponíveis. Seguindo o mesmo raciocínio, a
grande mais-valia das empresas poderá estar
no aproveitamento dos recursos disponíveis
numa região para actividades de animação
turística/hoteleira.
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

Todos os tipos de atracções poderão ser


objecto de aproveitamento para a realização
de actividades de animação turística/hoteleira.
Podemos referir, como exemplos, algumas
actividades:
Actividades Culturais – Exposições, fotografia,
artesanato, seminários, projecção de
documentários, festivais de cinema e teatro,
visitas a centros de cultura, jornadas
gastronómicas, enológicas e etnológicas,
passeios e visitas a monumentos históricos.
Actividades de Entretenimento – Concursos
literários, organização de bailes e concursos de
dança, concursos de confecções culinárias,
desfiles de moda, shows de magia, jantares
temáticos, jogos de salão, concursos do saber
fazer.
Actividades Desportivas – Concursos de pesca
e minigolfe, torneios de xadrez, bilhar, golfe,
ténis, competições em instalações desportivas,
actividades subaquáticas, jogos de praia,
desportos radicais. • Actividades Infantis –
Concursos e competições desportivas,
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

trabalhos manuais, festas de teatro,


marionetas, disfarces, cursos de línguas, jogos
tradicionais.

O Turismo, por definição, pressupõe a


deslocação, que é uma das suas características
essenciais e por conseguinte, o transporte faz
parte integrante do sistema turístico
É o transporte que permite o acesso ao destino
a partir da residência habitual dos visitantes,
bem como as deslocações no seu interior e que
portanto, permite a movimentação das
pessoas. “O transporte é o coração do turismo
Principais formas e meios de transportes
deinteresse turístico:
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

O negócio de aluguer de automóveis pode ser


dividido em três sectores principais: • Aluguer
nos aeroportos • Fora dos aeroportos •
Substituição de automóvel próprio.
O aluguer nos aeroportos é dominado pelas
grandes companhias internacionais em virtude
de implicar uma organização que permite ao
cliente americano, por exemplo, ir de avião
para Paris, ter aí o seu automóvel à disposição
e vir até Lisboa onde apanha o avião para o seu
destino deixando o automóvel no aeroporto.
O elevado custo de utilização dos espaços
junto aos aeroportos é mais uma razão a
justificar o predomínio das grandes
companhias internacionais.
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

Por sua vez, o aluguer de substituição consiste


no fornecimento de viaturas para substituir
automóveis privados ou de empresas que
sofrem acidentes ou que necessitam de
reparação e manutenção.
Na União Europeia, a Alemanha é o maior
mercado no domínio do rent-a-car, seguido da
França e do Reino Unido. Portugal ocupa a
sétima posição com uma quota de mercado de
3,2 % em 1997, dispondo de uma frota de
cerca de 4,5 milhares de veículos.
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

A actividade comercial associada à


dinamização de um destino turístico envolve os
seguintes elementos: • Comércio tradicional; •
Lojas de souvenirs turísticos; • Lojas de
informações turísticas; • Lojas de produtos
gastronómicos locais; • Lojas de produtos
artesanais locais

Para além dos serviços criados


especificamente para suprir
necessidades turísticas, devemos ainda
considerar outros serviços
complementares no destino que podem
servir de suporte aos serviços turísticos,
como sendo: serviços médicos,
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

bancários, saneamento, electricidade,


etc.
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

A organização de eventos produz níveis de


valorização económica das regiões onde são
realizados. • Existem efectivamente
indicadores de receita directos, decorrente do
aluguer do espaço e da venda de ingressos,
mas também existe uma fonte de receita, quer
por via dos processos de patrocínio e apoio,
quer por via da sponsorização do evento.

O patrocínio é considerado uma relação


comercial através da qual é oferecido um
suporte em troca de direitos e/ou associação.
Alguns autores defendem que o “patrocínio” é
uma forma de comunicação, originada por
duas entidades, em que através do
financiamento e outros apoios, o patrocinador
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

procura estabelecer uma associação positiva


com o patrocinado.
Em termos de eventos, o patrocínio é, por
vezes, a principal fonte de receita do
acontecimento sendo que existem diferentes
tipos de Patrocínio: ·Patrocínio Cultural
·Patrocínio de Diversão e Lazer · Patrocínio
Social / Educacional / Comunitário / Científico ·
Patrocínio Ambiental / Ecológico · Mecenato –
Doações e anonimato · Patrocínio Desportivo .
A vantagem de uma empresa patrocinar um
determinado evento reside no facto desse
acontecimento lhe proporcionar uma
oportunidade para divulgar ou vender os seus
produtos ou serviços. Estes apoios contribuem
também para promover a sua imagem
institucional e criar maior notoriedade de
Marca

Os produtos de merchandising são também


instrumentos de enorme destaque e objetos
promotores de ampliação económica, seja ela
directa, por via dos objectos vendidos, ou
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

indirecta, por via dos modelos de promoção


que lhe estão aferidos.
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

No pré-evento Para além dos efeitos directos


de rentabilidade económica, são manifestos os
efeitos a montante do evento, por via da
contratação de mão-deobra local, instalação
Ano lectivo 2017/2018 Agrupamento de escolas da trofa

em alojamentos da equipa de organização, etc.

No pós-evento No pós evento, podemos


destacar como efeito positivo o retorno de
visitantes na forma de consumo turístico.
No pós-evento Com efeito, a exposição da
imagem do local na comunicação social podem
resultar no fortalecimento do perfil da cidade
anfitriã como destino turístico. Os visitantes
podem ficar impressionados com o local e
decidir voltar noutra época.

No pós-evento O valor a longo prazo desses


efeitos pode ser considerável, embora a sua
avaliação e documentação se torne difícil no
curto prazo.