Sei sulla pagina 1di 13

FUNDAÇÃO DE ASSISTÊNCIA E EDUCAÇÃO - FAESA 1

CURSO DE GRADUAÇÃO EM CC, JOGOS, SI E TADS


DISCIPLINA: ANÁLISE E PROJETO DE SISTEMAS I
1a. Lista de Exercícios - Diagrama de Casos de Uso

1) Para o Sistema de Informação proposto a seguir desenhe na notação UML um Diagrama de Casos de
Uso que atenda ao contexto abaixo proposto, sendo que o Diagrama de Casos de Uso Principal deverá
conter, obrigatoriamente, pelo menos dois subsistemas.
"Controle da Lavanderia "Água Viva"
A rede de lavanderias "Água Viva" possui diversas lojas de captação espalhadas pela cidade e 3 galpões,
também chamados de áreas de lavagem. Visando modernizar seus serviços, solicitou à empresa de
informática chamada Bixim Consultoria e Informática Ltda o desenvolvimento de um sistema computacional
que interligasse todas as lojas de captação e as áreas de lavagem, de forma a controlar o processo de
Recepção de roupas, Lavagem e Entrega. Os analistas responsáveis por esta tarefa anotaram os seguintes
requisitos:
1. O gerente da lavanderia poderá interagir com todas as funções do sistema. O atendente poderá registrar
os clientes, cadastrar os pedidos de lavagem e registrar sua devolução para a loja.
2. A lavanderia possui uma rede de lojas de captação onde são feitas a recepção e a entrega das roupas aos
clientes. Destas lojas deseja-se controlar o endereço, os telefones e o nome do gerente responsável pela
mesma. Das áreas de lavagem, é necessário controlar as mesmas informações das lojas, além da área do
galpão e a quantidade total de funcionários do mesmo.
3. Os clientes são cadastrados pela lavanderia, sendo necessário controlar seu nome, endereço e telefones
de contato.
4. É preciso controlar o tipo de roupa que a lavanderia lava (por exemplo, calça jeans, terno, lençol de
casal, toalha de banho, etc), bem como o preço unitário de cada tipo de roupa a ser lavada. A lavanderia
não lava a quilo.
5. Quando os clientes solicitam lavagem de suas roupas em uma loja, eles se identificam ao atendente ou ao
gerente e entregam as roupas para lavagem; o atendente ou o gerente registra o cliente do pedido e os
tipos de roupa que estão sendo entregues para lavagem, com suas respectivas quantidades e os métodos
de lavagem (seco/água) solicitados. O atendente ou o gerente informa também a loja que o pedido de
lavagem foi emitido. O sistema gera então a data prevista de entrega do pedido e o valor total do pedido
de lavagem, que são informados ao cliente. O cliente concorda com a data e o valor informados, o
atendente ou o gerente confirma a geração do pedido, o sistema gera o número do pedido e o mesmo é
finalmente registrado no sistema. Após o pedido de lavagem ser registrado no sistema, o cliente recebe
uma cópia impressa do pedido, contendo os tipos de roupas e quantidades entregues para lavagem, o
número do pedido, a data de entrega e do valor total a ser pago.
6. Posteriormente, o pedido é encaminhado para uma das áreas de lavagens e é necessário armazenar esta
informação, ou seja, para qual área de lavagem o pedido foi encaminhado bem como a data do
encaminhamento. O pedido inteiro somente poderá ser encaminhado para uma única área de lavagem.
7. Quando todo o pedido fica pronto, a área de lavagem devolve o pedido para a loja de origem e é
necessário controlar qual a data de devolução do pedido para a loja. Um pedido recebido em uma loja, só
poderá ser devolvido para a mesma loja de origem.

Profa. Denise Franzotti Togneri


2
2) Para o Sistema de Informação proposto a seguir, desenhe na notação UML o Diagrama de Casos de
Uso que atenda ao contexto abaixo proposto.
“Controle de Processos Judiciários no Espírito Santo”
O Tribunal de Justiça do Estado deseja automatizar o controle dos julgamentos no Espírito Santo. Para isso,
solicitou à empresa “Bixim Consultoria e Informática Ltda”, localizada em Arraial d’Ajuda (agora com
certificações ISO 9001 e CMMI nível 5 e filiais em Jericoacoara, Fernando de Noronha e Maraú), o
desenvolvimento de um sistema de informação, que atenda aos seguintes requisitos:
1. O juiz poderá interagir com todas as funções do sistema, com exceção do registro do voto. A secretária
do tribunal poderá cadastrar os tipos de crimes e os fóruns. O jurado poderá registrar seu voto.
2. O sistema deve controlar os diferentes tipos de crimes que podem ser cometidos. De cada tipo de crime
devem ser controlados: nome, pena mínima, pena máxima e a quantidade de anos para prescrição do tipo
de crime.
3. O sistema deve controlar os réus a serem julgados, armazenando as seguintes informações: nome, CPF,
carteira de identidade, nome da mãe, nome do pai (opcional) e endereço.
4. O sistema deve controlar os processos de cada réu. Um réu pode ter um ou vários processos contra ele e
um processo pode ter um ou vários réus.
5. De cada processo, o sistema deve controlar seu número, descrição, a data de abertura do processo, a data
da ocorrência dos crimes, a data de julgamento (opcional), a data de confirmação da sentença (opcional)
e o tempo total da pena (opcional). Um processo é relativo a no mínimo um ou vários tipos de crimes e
um tipo de crime pode ser relativo a nenhum ou vários processos.
6. O sistema deve controlar os fóruns onde os julgamentos dos processos ocorrerão. Um processo pode ser
julgado em nenhum (ainda não foi decidido onde o julgamento ocorrerá) ou em um fórum e em um
fórum podem ser julgados nenhum ou vários processos. De cada fórum devem ser controlados: nome,
endereço e telefones de contato.
7. O sistema deve controlar qual o juiz que presidirá o julgamento do processo. Um processo pode ser
presidido por nenhum ou por um juiz e um juiz pode presidir o julgamento de nenhum ou vários
processos. De cada juiz deve ser controlado: nome, endereço, CPF, número do registro na OAB e
telefones.
8. O sistema deve controlar qual o promotor de cada processo. Um processo pode possuir nenhum ou um
promotor e um promotor pode atuar em nenhum ou vários processos. De cada promotor devem ser
controlados: nome, endereço, CPF, número do registro na OAB e telefones.
9. O sistema deve controlar os advogados de defesa de cada processo. Um processo pode possuir no
mínimo 1 e no máximo vários advogados de defesa e um advogado de defesa pode atuar em nenhum ou
em vários processos. De cada advogado de defesa deve ser controlado: nome, endereço, CPF, número do
registro na OAB e telefones.
10. O sistema deve controlar os jurados de cada processo. Um processo pode possuir no mínimo nenhum e
no máximo sete jurados e um jurado pode atuar em no mínimo um e no máximo em vários processos. De
cada jurado deve ser controlado: nome, endereço, CPF, número da carteira de identidade e telefones.
11. O juiz deseja registrar no sistema os quesitos (perguntas) a serem respondidos no final do julgamento.
De cada quesito, o sistema deve registrar seu número e sua descrição (exemplos: houve um crime? O réu
é culpado?). Para um determinado réu em um determinado processo, podem ser associados nenhum ou
vários quesitos e um quesito deve ser associado a um único réu em um único processo.
12. Para um determinado quesito, de um determinado réu, em um determinado processo, um jurado emite
seu voto que deve ser registrado no sistema. Um jurado pode votar em determinado quesito, de um
determinado réu, em um determinado processo nenhuma ou uma vez E um determinado quesito, de um
determinado réu, em um determinado processo pode receber nenhum ou vários votos dos jurados.
13. Para um determinado réu em um determinado processo, o sistema deve permitir o registro do veredicto
(absolvição ou condenação) que é opcional bem como a pena imputada (opcional).

Profa. Denise Franzotti Togneri


3
3) Para o Sistema de Informação proposto a seguir, desenhe na notação UML um Diagrama de Casos de
Uso que atenda ao contexto abaixo proposto, sendo que o Diagrama de Casos de Uso Principal deverá
conter pelo menos dois subsistemas.
“Sistema de Controle do Estúdio da Rádio Carioca”
DESCRIÇÃO GERAL (MINI-MUNDO)
A rádio funciona da seguinte maneira: O administrador da rádio contrata os radialistas que trabalharão na
empresa e também é responsável por definir as escalas de trabalho de cada radialista. O administrador da
rádio também efetua os pagamentos de salários dos radialistas e dos fornecedores. O administrador da rádio
define os programas que existirão na rádio e quais radialistas serão responsáveis por cada um deles. O
coordenador musical seleciona as músicas, as mensagens de fé (bíblicas), os textos promocionais (festas e
acontecimentos que irão ocorrer e devem ser anunciados) e as propagandas que serão veiculadas em cada
programa da rádio.

A empresa “Rádio Carioca” solicitou o desenvolvimento de um sistema para informatizar o processo de


trabalho de seu estúdio, de onde os vários programas são transmitidos. Este sistema deve atender aos
seguintes requisitos:
1. O sistema deve controlar os radialistas que trabalham na empresa cujo admissão é feita pelo
administrador da rádio. De cada radialista é necessário controlar seu nome, endereço, telefones, emails,
data de admissão, data de nascimento, número do CPF, número da carteira de identidade e salário bruto
mensal.
2. O sistema deve gerar também os pagamentos mensais dos salários feitos pelo administrador da rádio aos
radialistas.O sistema deve controlar a data do pagamento e o salário líquido de cada um.
3. O sistema deve controlar também os pagamentos feitos pelo administrador da rádio aos fornecedores. De
cada pagamento feito, o sistema deve controlar a data do pagamento, o nome do fornecedor pago, o
número da nota fiscal paga (se houver) e o valor do pagamento.
4. O sistema deve permitir o cadastro da agenda anual, que contém todos os dias do ano (as datas), como
exemplificado abaixo. Este cadastro é feito pela secretária da rádio ou pelo administrador.
Agenda Anual
30/12/2011
31/12/2011
01/01/2012
02/01/2012
03/01/2012...

5. O sistema deve permitir o cadastro dos programas que existirão na rádio que poderá ser feito pelo
administrador ou pela secretária. De cada programa o sistema deve controlar seu nome, periodicidade
(diário, semanal, mensal) e seu horário de início e fim. Um programa de rádio pode ter como responsável
um ou mais radialistas e, ao longo do tempo, um radialista pode ser responsável por um ou mais
programas.
6. O sistema deve permitir o controle das escalas de trabalho de cada radialista, cujo cadastro é feito pelo
administrador. Uma escala de trabalho consiste na hora de início e na hora de fim de trabalho de um
radialista, em uma determinada data da Agenda Anual. Por exemplo, o radialista João da Silva, no dia
08/dezembro/2011, vai iniciar seu trabalho às 6h da manhã e vai terminar seu turno às 14h.
7. A empresa deseja controlar os vários acervos que possui, cujo cadastro pode ser feito pela secretária ou
pelo coordenador musical. Um acervo pode ser de Música, de Mensagens de Fé (bíblicas), de Textos
Promocionais (festas e acontecimentos que irão ocorrer e devem ser anunciados) e de Propagandas. De
cada acervo, independente de seu tipo, deseja-se controlar seu nome (ex. Menina dos Olhos), o nome da
gravadora que é opcional, (ex. BMG), o tempo total de execução do acervo (ex. 68.02 min), mídia
utilizada para gravação (CD, disco de vinil, fita cassete, etc.) e o tipo do acervo (Música, Mensagens de
Fé (bíblicas), Textos Promocionais e Propagandas.

Profa. Denise Franzotti Togneri


4
8. Um acervo é composto de um ou vários Itens de Acervo (por ex. um acervo musical é composto de
várias músicas) e um item do acervo pode pertencer a um ou vários acervos. O cadastro de um item de
acervo pode ser feito pela secretária ou pelo coordenador musical. É importante controlar o número de
seqüência (1o. , 2o., 3o., etc) em que um item do acervo foi gravado no acervo.
• Se o acervo for de música, de cada Item Musical deste acervo é necessário controlar seu título,
seus autores, seus cantores (opcional), seu tempo de execução, as palavras-chave associadas ao
item (que visam facilitar a pesquisa posteriormente), o início da música e o estribilho da música
(é a parte da música que é cantada repetidas vezes) .
• Se o acervo for de Mensagens de Fé, de cada Item de Mensagem deste acervo é necessário
controlar seu título, seu tempo de execução, as palavras-chave associadas ao item, a data de
gravação/de ocorrência da mensagem, a igreja que gravou a mensagem e as referências bíblicas
associadas à mensagem.
• Se o acervo for de Textos Promocionais, de cada Item de Texto Promocional deste acervo é
necessário controlar seu título, seu tempo de execução, as palavras-chave associadas ao item, a
data de ocorrência do evento, a hora de início e a hora fim do evento (opcional).
• Se o acervo for referente a Propaganda, de cada Item de Propaganda deste acervo é necessário
controlar seu título, seu tempo de execução, as palavras-chave associadas ao item e o
anunciante.
9. O sistema deve permitir que o coordenador musical cadastre a programação sobre que Itens do Acervo
serão executados em cada programa. Para isso, deverá acessar uma interface específica e deverá
informar o programa de rádio que ele está efetuando a programação e a data da Agenda Anual que o
programa será executado. A seguir, o sistema deverá exibir a hora de início e fim do programa de rádio e
sua periodicidade para o coordenador musical. O coordenador musical indicará, então, os itens de
acervo (música, mensagem de fé, texto promocional ou propaganda) e em que horário de início cada um
deles deverá ser executado.

Profa. Denise Franzotti Togneri


5
4) Desenhe na notação UML o Diagrama de Casos de Uso (somente o diagrama - não precisa descrever
cada caso de uso) para um Sistema de Informação que atenda ao contexto abaixo proposto.
“Sistema de Gerência das Fazendas Reunidas Tem Boi na Linha”
A empresa “Fazendas Reunidas Tem Boi na Linha”, localizada em Cachoeiro do Itapemirim, solicitou à
empresa “Bixim Consultoria e Informática”, localizada em Arraial d’Ajuda, o desenvolvimento de um
sistema para apoiar a gerência de suas fazendas, áreas arrendadas, animais, plantações, dentre outros. Este
sistema deve atender aos seguintes requisitos:
1. O controle da fazenda é feita pelo administrador que tem acesso a todas as funções do sistema, exceto as
referentes ao leilão onde ele fará apenas consultas. O leiloeiro controlará as funções referentes aos
leilões.
2. A empresa é proprietária de diversas fazendas. De cada fazenda devem ser controlados seu nome,
telefone e gerente responsável pela mesma.
3. A empresa também aluga diversas áreas (chamadas áreas arrendadas) para desenvolver seu trabalho. De
cada área arrendada é necessário controlar nome, telefone e sua área (medida em hectares).
4. Uma área arrendada possui no mínimo um e no máximo vários proprietários. Um proprietário pode
possuir uma ou várias áreas arrendadas. De cada proprietário, é necessário armazenar seu nome e
telefone de contato.
5. Para cada área arrendada pela empresa deve ser gerado um contrato de aluguel. Um contrato de aluguel
contempla no mínimo uma e no máximo uma área arrendada e uma área arrendada pode ter, ao longo do
tempo, no mínimo um e no máximo muitos contratos de aluguel. De cada contrato de aluguel devem ser
controladas a data de início, a data fim e o valor do aluguel mensal.
6. Tanto as áreas arrendadas quanto as fazendas próprias são divididas em nenhum ou vários lotes. Um lote
pertence a uma única área arrendada ou fazenda. De cada lote deve-se controlar seu número, data de
criação e sua área (medida em hectares).
7. A empresa cria diversos animais. De cada um deles é necessário armazenar seu nome, número de
registro, tipo (bovino, suíno, eqüino, etc), data provável de nascimento (opcional) e data de compra
(opcional).
8. Os lotes podem ser usados para criar animais. Um lote poderá conter nenhum ou vários animais. Um
animal pode, ao longo do tempo, ser criado em no mínimo um e no máximo vários lotes (pois eles
podem ser realocados em outro lote ao longo do tempo). É necessário controlar as datas de início e fim
de alocação do animal em um determinado lote.
9. Os lotes também podem ser usados para plantações. Um lote poderá conter, ao longo do tempo, nenhuma
ou várias plantações. Uma plantação é feita em no mínimo um e no máximo um lote. De cada plantação
deve-se controlar as datas de início e fim de preparação da terra do lote, os adubos colocados nesta
preparação, o tipo de cultura plantada (café arábica, café conilon, banana prata, banana nanica, côco,
hortaliça, morango, etc.), as datas de início e fim da plantação das mudas e as datas de início e fim da
colheita dos produtos (cultura) plantados.
10. A empresa faz, periodicamente, leilões para venda de seus animais. De cada leilão devem ser
controlados: a data do leilão e o nome do leiloeiro que conduzirá o mesmo. De um leilão podem
participar um ou vários animais e um animal pode participar de nenhum ou vários leilões (uma vez que o
animal pode não ser vendido da primeira vez, por exemplo). O sistema deve controlar também o preço
mínimo pretendido para a venda de cada animal em cada leilão (de um leilão para outro, o preço pode
mudar), bem como o preço real de venda e o nome do comprador de um animal em um leilão.

Profa. Denise Franzotti Togneri


6
5) Desenhe na notação UML o Diagrama de Casos de Uso (somente o diagrama - não precisa descrever
cada caso de uso) para um Sistema de Informação que atenda ao contexto abaixo proposto.
Sistema de Gestão da Festa da Penha
A Arquidiocese de Vitória, através do guardião do Convento da Penha, deseja desenvolver um sistema para
gerenciar a “Festa da Penha”, em homenagem à Nossa Senhora da Penha, que acontece todos os anos em
Vila Velha. Para isso, solicitou à empresa “Bixim Consultoria e Informática”, localizada em Arraial d’Ajuda
(agora com certificações ISO 9001 e CMMI nível 5 e filiais em Jericoacoara, Fernando de Noronha e
Maraú), o desenvolvimento de um sistema, que atenda aos seguintes requisitos:
1. A Festa da Penha acontece todos os anos, uma vez por ano. O guardião do convento da Penha solicitou
que sejam controladas as seguintes informações de cada edição da festa: seu número, nome, uma
descrição, data de início e data final.
2. Diversas romarias acontecem em cada edição da festa, tais como Romaria dos homens, Romaria das
mulheres, dos motociclistas, dos ciclistas, etc. De cada romaria devem ser controladas seu nome e uma
breve descrição. Uma romaria pode acontecer em mais de uma edição da festa (por exemplo, a Romaria
dos Homens, que acontece todos os anos). Devem ser controlados também para cada romaria a cada
edição: a data da romaria, o local de saída e o horário de saída, a quantidade de participantes prevista e a
quantidade de participantes realizada (opcional).
3. Diversas caravanas provenientes de vários lugares (Alfredo Chaves, São Pedro – Praia do Suá, Santa
Teresa, Goiabeiras, etc...) são organizadas para participar das edições da festa. De uma edição da festa
podem participar diversas caravanas e uma caravana participa de somente uma edição. De cada caravana
devem ser controlados: nome, comunidade de origem, quantidade de participantes inscritos, quantidade
de ônibus utilizados para transporte (opcional), data(s) da(s) participação(ões). Esse controle é
importante para ajudar na organização da festa.
4. As diversas missas realizadas durante as edições da festa também devem ser controladas. Uma missa
ocorre em uma única edição e de cada uma delas devem ser controlados: nome (por exemplo, missa da
Diocese de Colatina, missa dos enfermos, missa de encerramento, ...), data, horário de início, local (por
exemplo, na capela do Convento, no campinho do convento, no Parque da Prainha, etc.) e quantidade de
participantes (opcional).
5. Cada uma das missas pode ser conduzida por diversos religiosos e um religioso pode conduzir várias
missas. De cada religioso devem ser controlados: nome, comunidade de origem e cargo atual (bispo,
arcebispo, sacerdote, frei, ...).
6. Em paralelo com a parte religiosa, a cada edição da festa diversos shows acontecem e devem ser
controlados pelo sistema. Um show acontece em uma única edição e uma edição pode ter nenhum ou
vários shows. De cada show devem ser controlados: data, hora de início, hora de fim e local.
7. Em cada show podem se apresentar uma ou várias atrações (Padre Zezinho e a Banda Jóia da Ilha,
Esquadrilha da Fumaça, Banda Casaca, Zezé de Camargo e Luciano, etc). Uma atração pode fazer vários
shows ao longo dos anos ou até na mesma edição da festa. De cada atração musical é necessário
controlar seu nome, telefones para contato e local de origem.
8. O sistema deve controlar também as despesas efetuadas em cada edição da festa, tais como montagem de
palcos, limpeza, fornecimento de energia, etc. Uma edição pode ter várias despesas. Uma despesa é
referente a uma única edição. De cada despesa devem ser controlados: descrição, tipo, valor da despesa,
data de vencimento, data de pagamento (opcional).
9. Uma despesa tem, obrigatoriamente, um único fornecedor associado (de serviço ou produto). Um
fornecedor pode ser associado a várias despesas. De cada fornecedor devem ser controlados: nome,
endereço e telefones de contato.
10. A arquidiocese pode conseguir vários doadores para uma determinada edição da festa. Sendo assim, é
necessário controlar, para cada edição, quais são seus doadores. Um mesmo doador pode apoiar uma ou
mais edições da festa. Pode acontecer de uma edição não ter doadores. De cada doador é necessário
controlar seu nome, endereço, logomarca (opcional), telefones e pessoas de contato (opcional). Para cada
uma das edições que um determinado doador apoiar, é necessário cadastrar o valor total da doação e uma
descrição detalhando o tipo de doação feita. O sistema deve permitir o cadastro de potenciais doadores
que ainda serão contactados.

Profa. Denise Franzotti Togneri


7

6) Desenhe na notação UML o Diagrama de Casos de Uso (somente o diagrama - não precisa descrever
cada caso de uso) para um Sistema de Informação que atenda ao contexto abaixo proposto.

Locadora de Vídeo "Aloque Já"


Uma locadora de vídeo "Aloque Já" deseja um sistema de informação para melhorar o atendimento
aos clientes. A locadora possui diversos títulos de vídeos, sendo que, para cada título, existem uma ou mais
fitas.
Para cada título o sistema deve controlar o nome do título, a nacionalidade, a sinopse, os atores, os
diretores, a data de lançamento, o preço da locação e a classificação quanto à categoria, que pode ser drama,
comédia, documentário, policial, erótico, terror, etc.
Para cada fita de vídeo o sistema deve controlar sua data de aquisição, seu número de série, o
número da estante e o número da prateleira onde a mesma se encontra.
Os títulos são fornecidos por diversos distribuidores, sendo que cada título tem um único
distribuidor. De um distribuidor deseja-se saber apenas a razão social, cgc, endereço, telefone e pessoa de
contato.
Clientes locam fitas. Um cliente pode ser um sócio ou um de seus dependentes. Quando um sócio faz
sua inscrição, pode indicar até 3 dependentes. É importante frisar, contudo, que a responsabilidade pelos
dependentes recai totalmente sobre o sócio. Assim, é fundamental para a locadora identificar exatamente
quem locou a fita, se o sócio ou um de seus dependentes.
Para efeito de controle, a locadora deseja ter mais informações sobre o sócio do que sobre seus
dependentes. Sobre um sócio deseja saber nome, endereço, telefone, local onde trabalha, telefone comercial,
sexo, cpf e data de nascimento. De um dependente são necessários apenas o nome, sexo e data de
nascimento.
Clientes podem também reservar os títulos. Uma reserva acontece, por exemplo, quando o cliente
deseja um título cujas fitas estão todas locadas no momento. É importante que o sistema registre a data e a
hora em que a reserva foi feita para que as reservas sejam atendidas por ordem de chegada.

Profa. Denise Franzotti Togneri


8
7) Desenhe na notação UML o Diagrama de Casos de Uso (somente o diagrama - não precisa descrever
cada caso de uso) para um Sistema de Informação que atenda ao contexto abaixo proposto.

Sistema de Vendas da Loja Decora Bem


Visando aprimorar seus serviços, o dono da loja DecoraBem , que comercializa produtos para
decoração de interiores tem procurado atender seus clientes com rapidez e qualidade. Para isto, solicitou a
uma empresa de informática o desenvolvimento de um sistema de informação que atenda os requisitos
listados abaixo.
1. O sistema deve controlar os clientes da loja. Os clientes podem ser pessoas físicas ou jurídicas. Devem
ser armazenadas as seguintes informações:
• se o cliente for pessoa física: nome, endereço, cpf, número da carteira de identidade e telefones.
• se o cliente for pessoa jurídica: razão social, nome fantasia, cnpj, número da inscrição estadual,
endereço e telefones.
2. Os produtos comercializados pela loja devem ser cadastrados no sistema e podem ser de dois tipos:
• confeccionados na própria loja (ex. colchas, cortinas, ... ) ou
• produtos para revenda (ex. vasos, porta-retratos, tecidos para confecção de colchas e cortinas,
materiais diversos de armarinho, tais como carretéis de linhas de costura, ilhoses, botões, .. ).
3. Os produtos do tipo confeccionados na própria loja podem ser compostos de vários produtos para
revenda(ex. para confeccionar uma cortina 2 x 2 m, a loja gasta 5 m de tecido, 4 tubos de linha, 20
prendedores de cortina, ...).
4. Dos produtos devem ser armazenados o nome, uma descrição, a quantidade em estoque e a unidade de
armazenamento.
5. Um fornecedor pode fornecer vários produtos para revenda. Dos fornecedores devem ser armazenadas
as seguintes informações: razão social, nome fantasia, endereço, telefones e cnpj.
6. Os clientes fazem pedidos de compra. Um pedido de compra pode discriminar diversos produtos (de
qualquer tipo). Para cada pedido de compra devem ser armazenados seu número e data de emissão.
Também devem ser armazenadas as quantidades compradas de cada produto.
7. O sistema deve permitir o controle de qual vendedor emitiu o pedido de compra. Um pedido de compra
só pode ser emitido por um único vendedor.
8. A loja tem o seguinte acordo com os decoradores: os decoradores indicam clientes para a loja. Se estes
clientes efetuarem pedidos de compras, o decorador ganha um percentual de 5% sobre o valor total
vendido. Para atender este requisito, o sistema deve controlar o fato dos decoradores indicarem clientes
para a loja.
9. O sistema deve controlar as seguintes informações dos decoradores: nome, endereço e telefone.

Profa. Denise Franzotti Togneri


9
8) Desenhe na notação UML o Diagrama de Casos de Uso (somente o diagrama - não precisa descrever
cada caso de uso) para um Sistema de Informação que atenda ao contexto abaixo proposto.

Empresa Manufatureira - Sistema de Controle de Projetos


Uma empresa manufatureira deseja controlar os projetos que está desenvolvendo e para isso,
solicitou o desenvolvimento de um sistema de informação que atenda aos requisitos abaixo listados.
1. O gerente executa todas as funções. O cadastro dos armazéns, dos materiais e das peças e suas
composições são funções acessadas pelo almoxarife também.
2. A empresa trabalha em regime de projetos. De cada projeto devem ser controlados seu nome, data de
início do projeto, data prevista de fim do projeto e custo do projeto.
3. Os empregados são alocados nos projetos, com um certo percentual de dedicação, ou seja, um
empregado pode estar alocado em mais de um projeto ao mesmo tempo.
4. De cada empregado é necessário controlar sua matrícula, nome, endereço, telefones, cpf, data de
admissão, data de demissão e número da carteira de identidade.
5. Administrativamente, empregados estão lotados em departamentos e ao longo do tempo podem mudar de
departamento. Um departamento pode ter mais de um empregado lotado ao mesmo tempo. É necessário
controlar a data de início e fim de alocação de cada empregado em cada departamento.
6. Um empregado pode gerenciar um ou mais projetos. Cada projeto deverá ser gerenciado por um único
empregado ao mesmo tempo. No entanto, ao longo do desenvolvimento do projeto poderá ocorrer troca
de gerentes e é necessário controlar a data de início e fim de cada gerente no projeto. Na inclusão do
projeto o gerente já deve ser indicado.
7. Um projeto pode utilizar um ou vários materiais para sua confecção. De cada material é necessário
armazenar seu nome, descrição e unidade de armazenamento.
8. Os materiais a serem utilizados nos projetos estão estocados em armazéns da empresa. É necessário
controlar a quantidade em estoque de cada material em cada armazém. De cada armazém é necessário
controlar uma descrição, seu endereço e sua área.
9. De cada peça é feito um controle de sua composição, onde uma peça pode ser composta de várias outras,
como também pode compor outras peças. É necessário controlar a quantidade de composição de cada
peça.

Profa. Denise Franzotti Togneri


10
9) Desenhe na notação UML o Diagrama de Casos de Uso (somente o diagrama - não precisa descrever
cada caso de uso) para um Sistema de Informação que atenda ao contexto abaixo proposto.

Controle de Cadastro de Empresas Prestadoras de Serviço


O departamento de informática de uma empresa de grande porte chamada TSC deseja controlar os
serviços de terceirização contratados para desenvolvimento de seus projetos diversos. Para isto, deseja
desenvolver um sistema que atenda aos requisitos descritos a seguir.
O Departamento de Informática contém 3 seções. Cada seção possui um gerente, que é um
funcionário da própria TSC e a empresa deseja controlar esta informação, bem como a data de início e fim
do funcionário como gerente de seção. Daqui para a frente os funcionários da TSC serão chamados de
funcionários internos. Cada seção possui também vários funcionários internos alocados e é importante
registrar em qual seção um funcionário interno está alocado. Dos funcionários internos é necessário controlar
também, para este sistema, sua matrícula, nome, endereço, telefones de contato, cargo na empresa TSC e e-
mails.
As empresas terceiras a serem cadastradas serão classificadas por área de atuação (desenvolvimento
de sistemas, suporte de hardware, suporte a banco de dados, ...). Da empresa terceira devemos ter sua razão
social, seu CGC, e-mail, endereço, telefones e pessoa responsável pela empresa. Uma empresa terceira pode
ter mais de uma área de atuação.
A empresa terceira fornece funcionários (chamados aqui de funcionários externos) para o
desenvolvimento dos projetos. Uma empresa terceira pode fornecer vários funcionários externos. Um
funcionário externo pode trabalhar em mais de uma empresa terceira ao mesmo tempo, ou seja, ele pode
estar prestando serviço na empresa TSC, ao mesmo tempo, por empresas terceiras diferentes. É importante
controlar a data de início e fim de contratação do funcionário externo na empresa terceira. Um funcionário
externo só prestará serviço na empresa TSC se for contratado de alguma empresa terceira.
O funcionário externo será cadastrado no sistema e receberá uma matrícula e deve ter controlado seu
nome, endereço, telefones para contato, e-mails, cpf, data de nascimento, número da carteira de trabalho e
número da carteira de identidade.
Os projetos a serem desenvolvidos pelo departamento de informática da empresa TSC devem ser
cadastrados. As seguintes informações devem ser registradas: nome do projeto, o departamento da empresa
TSC que solicitou o projeto (ex. depto financeiro, depto. de produção, o próprio depto. de informática, ..), a
situação do projeto (ativo, suspenso, cancelado, concluído), a data de início do projeto, a data de inclusão, a
data prevista para conclusão, bem como a área de atuação do projeto (por exemplo, se for o desenvolvimento
do Sistema de Pagamentos, a área de atuação será "desenvolvimento de sistemas"; se o projeto for de ajuste e
tunning do banco de dados, a área de atuação será "suporte a banco de dados" e assim por diante).
Deve-se controlar também quem serão os gerentes do projeto que está sendo registrado
(obrigatoriamente deve ter sempre no mínimo um e deve ser sempre um funcionário interno), ou seja, quais
os analistas de sistemas da TSC que irão gerenciar o projeto. Além disto, devem ser controlados os demais
funcionários internos que também trabalharão no projeto, tais como outros analistas, programadores,
administradores de dados, etc... Ao incluir o projeto é obrigatório já ter no mínimo 1 gerente de projeto. No
entanto, a alocação dos demais funcionários internos não é obrigatória na inclusão.
Pode-se registrar um projeto sem ter ainda a definição de quais empresas terceiras vão desenvolvê-lo.
Um projeto pode ser desenvolvido, ao mesmo tempo, por mais de uma empresa terceira (por
exemplo, se for o desenvolvimento de um sistema de grande porte). Neste caso, é importante controlar, para
cada projeto, a data de contratação de cada empresa terceira, bem como a data prevista para fim da
contratação e o valor previsto desta contratação. Por outro lado, uma empresa terceira pode ser contratada
para desenvolver um ou mais projetos ao mesmo tempo.
Para cada projeto que a empresa terceira foi contratada para desenvolver, ela aloca um ou mais
funcionários externos. Um funcionário externo pode estar alocado em mais de um projeto ao mesmo tempo
(por exemplo, trabalha 4h/dia em um projeto A e 4h/dia em um projeto B). Deve-se controlar a quantidade
de horas que o funcionário externo está alocado em cada projeto.
O sistema também comportará o registro da avaliação periódica das empresas terceiras. Essa
avaliação é feita por um dos gerentes do projeto, ou seja, cada empresa terceira sofre avaliações de seu
desempenho através do preenchimento de um formulário de avaliação por parte de um dos gerentes do
projeto.

Profa. Denise Franzotti Togneri


11
Um formulário de avaliação é composto de vários itens (cada item é uma questão a ser respondida),
que devem estar registrados no sistema. Cada item contém uma descrição da questão e um peso. De cada
formulário de avaliação deve ser controlada a data de criação e o funcionário interno que o registrou no
sistema. De um período para outro, novos formulários de avaliação podem ser criados, contendo itens
diferentes. Portanto, existem formulários diferentes de avaliação registrados no sistema.
Quando uma empresa terceira vai ser avaliada, o funcionário interno que fará a avaliação escolherá,
no sistema, que formulário utilizará. Para cada avaliação que a empresa terceira sofrer deve ser controlado
qual o formulário de avaliação utilizado, a data da avaliação e o funcionário interno que fez a avaliação. Para
cada item constante do formulário utilizado será atribuída uma nota, sempre variando de zero a dez. Não
haverá item com respostas textuais; sempre será uma nota. Esta avaliação feita deverá ser registrada no
sistema.
O sistema deverá ter também uma função que, baseada na nota atribuída a cada item e no seu
respectivo peso, calculará a nota atribuída á empresa terceira.

Profa. Denise Franzotti Togneri


12
10) Desenhe na notação UML o Diagrama de Casos de Uso (somente o diagrama - não precisa descrever
cada caso de uso) para um Sistema de Informação que atenda ao contexto abaixo proposto.

Supermercados Coma Bem


A rede de supermercados "Coma Bem" possui diversos estabelecimentos espalhados pelo Espírito
Santo e pretende vender suas mercadorias pela Internet, entregando-as no local escolhido pelo cliente. Sendo
assim, solicitou a uma empresa de informática a proposição de um sistema computadorizado que interligasse
todas os estabelecimentos com um provedor próprio, que será especialmente selecionado e comprado para
este fim. Os analistas responsáveis por esta tarefa anotaram as seguintes informações:
1. Todos os funcionários da rede de supermercados deverão ser cadastrados no sistema, sendo necessário
informar: seu nome, CPF, o número da carteira de identidade, o número da carteira de trabalho, a data de
admissão, os telefones de contato e o endereço onde mora.
2. A rede de supermercados "Coma Bem" possui vários estabelecimentos. De cada um deles é necessário
controlar o endereço, a área (em metros quadrados) que o estabelecimento ocupa e os telefones.
3. Deseja-se controlar também qual funcionário é gerente de cada estabelecimento, armazenando um
histórico das gerências (ou seja, que funcionários já ocuparam o cargo de gerente de cada
estabelecimento), sendo necessário armazenar as datas de início e fim da gerência.
4. A rede de supermercados deseja controlar também em qual estabelecimento cada um dos funcionários
está trabalhando (está lotado), sendo que pode acontecer de um funcionário trocar de estabelecimento
(por exemplo, João da Silva trabalhou no estabelecimento de Jardim da Penha de 01/03/1999 a
25/07/2000 e a seguir foi transferido para Guarapari, a partir de 26/07/2000, onde trabalha até hoje), ou
seja, um funcionário pode ter trabalhado em mais de um estabelecimento e um estabelecimento tem
diversos funcionários lotados. Deseja-se controlar, portanto, um histórico da lotação dos funcionário
pelos diversos estabelecimentos, sendo necessário armazenar as datas de início e fim da lotação em cada
estabelecimento.
5. O dono da rede de supermercados solicitou que o cadastro dos clientes que irão comprar pela Internet
possa ser feito em qualquer um dos estabelecimento, mas somente pessoalmente, ou seja, o futuro
cliente deve se dirigir a qualquer um dos estabelecimentos da rede para efetuar seu cadastro. Desta
forma, o funcionário já faz toda a verificação manual necessária e o cadastro já entra no sistema
aprovado e a partir dali, o cliente poderá fazer suas compras normalmente.
6. Se o cliente for pessoa física, de cada um deles devem ser armazenados no sistema: seu nome, CPF, o
número da carteira de identidade, telefones de contato e o endereço onde mora.
7. Se o cliente for pessoa jurídica, devem ser armazenados no sistema: sua razão social, seu nome fantasia,
o número do CNPJ, telefones de contato, o nome da pessoa que possui uma procuração da empresa
autorizando-a a comprar em seu nome, além do endereço onde o cliente pessoa jurídica se localiza.
8. É preciso controlar em qual estabelecimento o cliente fez seu cadastro. Um cliente somente pode efetuar
seu cadastro em um único estabelecimento.
9. É preciso controlar, também, qual o funcionário que incluiu o cliente no sistema.
10. A rede de supermercados deseja controlar as mercadorias que os estabelecimentos vendem, armazenando
o nome da mercadoria e uma descrição sobre o tipo de acondicionamento e embalagem de cada
mercadoria.
11. Uma mesma mercadoria pode ser vendida em mais de um estabelecimento e portanto, devem ser
controladas a quantidade em estoque de cada mercadoria em cada estabelecimento, bem como o preço
unitário de cada mercadoria em cada estabelecimento (que, por incrível que possa parecer, pode
variar, dependendo da localização do estabelecimento, da necessidade de baixar o preço de alguma
mercadoria em alguma cidade para enfrentar a concorrência e coisas do gênero - mas nada que seja
ilegal, é claro!!).
12. Os clientes já cadastrados entram na Internet, acessam o site da rede de supermercados "Coma Bem" e
efetuam seus pedidos de compra de mercadorias, sendo necessário armazenar:
• o número do pedido;
• a data de inclusão do pedido e a hora de inclusão do pedido;
• a forma de pagamento escolhida (à vista, mediante entrega do pedido ou pelo cartão de crédito, cujo
boleto também só é preenchido na hora da entrega do pedido);
• a data de entrega do pedido solicitada pelo cliente, bem como a hora inicial e a hora final de entrega
solicitadas pelo cliente (por exemplo, o pedido da cliente Maria da Silva foi solicitado para ser
entregue no dia 05/07/2001, no período de 14h às 17h, pois é quando ela está em casa);

Profa. Denise Franzotti Togneri


13
• o endereço de entrega do pedido (obrigatório e que pode ser diferente do endereço onde o cliente
mora);
• a data e hora real da entrega do pedido de compra;
• o valor total do pedido.
13. Para cada mercadoria constante do pedido de compra (ou seja, para cada item do pedido de
compra) é necessário armazenar:
• a quantidade de cada mercadoria;
• uma breve observação (opcional) sobre o estado em que o cliente deseja a mercadoria. Por exemplo,
quer que os tomates sejam entregues "de vez" e os caquis sejam entregues já maduros e prontos para
consumo, etc).
14. Quando o pedido de compra é incluído no sistema pelo cliente ele fica com a situação de "incluído".
15. De acordo com o endereço de entrega do pedido de compra, o próprio sistema indicará qual
estabelecimento está mais próximo e que, portanto, irá efetuar a entrega das mercadorias constantes do
mesmo. Por exemplo, se o pedido de compra foi feito para ser entregue em Alfredo Chaves, o sistema
decidirá que será o estabelecimento localizado em Guarapari que fará a entrega. No contexto deste
exercício não é necessário se preocupar em controlar que informações são necessárias para o
sistema chegar a esta conclusão. No entanto, uma vez que o sistema decida qual o estabelecimento que
irá entregar o pedido de compra do cliente, é necessário armazenar esta informação. Um pedido de
compra só será entregue por um estabelecimento. Neste momento a situação do pedido de compra será
atualizada para "pedido alocado para entrega por estabelecimento".
16. A seguir, as mercadorias de cada pedido de compra online são separadas em cada estabelecimento e um
funcionário do setor de expedição de mercadorias designa qual o carro do estabelecimento e quais
funcionários (pode ser mais de um) irão entregar o pedido. Um pedido de compra é entregue por somente
um carro. Neste momento, o pedido de compra é atualizado para situação "pedido com mercadorias
prontas para entrega". O sistema deve armazenar, para cada pedido, que carro e funcionários foram
alocados para entrega do pedido.
17. Dos carros do estabelecimento é necessário armazenar: a placa, o número do chassis, a marca, o ano , o
modelo e a data de compra.
18. Quando o pedido de compra é, finalmente, entregue, os funcionários retornam para o estabelecimento
que efetuou a entrega e o pedido é atualizado com as informações de data e hora real de entrega e sua
situação é atualizada para "entregue". De acordo com a forma de pagamento escolhida pelo cliente os
funcionários retornam com o dinheiro ou cheque do pagamento ou então com o boleto do cartão de
crédito preenchido e assinado.

OBS: NÃO será tratado neste exercício o caso do pedido de compra ser colocado no carro e não recebido
pelo cliente (por não estar em casa ou mesmo discordar de alguma coisa) e ainda não será tratado o caso do
cliente não concordar com o estado de alguma mercadoria e querer devolver parte do pedido.

Profa. Denise Franzotti Togneri