Sei sulla pagina 1di 5

25/02/2018

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

 Destinos do piruvato.

 Ciclo do Ácido Cítrico:


Componente Curricular: BIOQUÍMICA
 Conceitos.
 Reações do ciclo do Ácido Cítrico.
Aula – CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO  Contribuição energética.
 Regulação do ciclo.
 Manifestações clínicas por
deficiências enzimáticas no ciclo.
Prof. Dr. ÍGOR PRADO DE BARROS LIMA

Campina Grande, 2018

DESCARBOXILAÇÃO DO PIRUVATO
Glicólise
DESTINOS anaeróbica
 Na mitocôndria, o piruvato sofre uma descarboxilação,
DO transformando-se em um Acetil-CoA.
PIRUVATO

Fermentação
alcoólica

Produção de
cerveja e
biocombustíveis  Reação Irreversível.
 NAD reduzido – NADH e liberação de um CO2.

OXIDAÇÃO COMPLETA DA GLICOSE CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO


 Por meio de uma sequência cíclica  Ciclo desempenha diversos papéis
de reações (Ciclo do Ácido no metabolismo.
Cítrico ou Ciclo de Krebs ou
Ciclo do Ácido Tricarboxílico) é
liberado CO2 com concomitante  É a via final para a qual converge o
produção de grande quantidade de metabolismo oxidativo de
NADH e FADH2. carboidratos, AA e ácidos graxos,
seus esqueletos carbonados sendo
convertidos em CO2 e H2O.
 Da oxidação destas coenzimas
(NADH e FADH2) pelo Oxigênio
(Cadeia Respiratória) deriva-se  Essa oxidação fornece energia para
grande produção de ATP (90%). a produção da maior parte do ATP.

1
25/02/2018

CICLO DO ÁCIDO CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO


CÍTRICO  O ciclo é uma série de oito reações que oxida o grupo
acetil do acetil-CoA, formando 2 moléculas de CO2, e a
energia livre liberada é conservada nos compostos
reduzidos, NADH e FADH2;

 Uma volta completa produz 3 NADH, 1 FADH2, um


composto de alta energia (GTP ou ATP) e 2 CO2.
 A principal contribuição do
Ciclo do Ácido Cítrico para o
metabolismo celular é a  Seu nome é devido ao produto da primeira reação, o
PRODUÇÃO DE ENERGIA. citrato.

REAÇÕES DO CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO


1. Formação do citrato:

Oxaloacetato

Citrato-sintase

Citrato

Acetil-CoA

REAÇÕES DO CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO REAÇÕES DO CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO

2. Isomerização do citrato: 3. Oxidação e descarboxilação do isocitrato:

Isocitrato
desidrogenase

Aconitase

Isocitrato α-cetoglutarato

Citrato Isocitrato  Primeiro NAD reduzido dentro do ciclo – NADH.


 Liberação do primeiro CO2.

2
25/02/2018

REAÇÕES DO CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO REAÇÕES DO CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO


4. Descarboxilação oxidativa do α-cetoglutarato: 5. Clivagem do Succinil-CoA:

Succinil-CoA
α-cetoglutarato sintase
desidrogenase

α-cetoglutarato Succinil-CoA
Succinil-CoA Succinato
 Segundo NAD reduzido – NADH.
 Libera o segundo CO2.  Produção de um GTP a partir de GDP + Pi.

REAÇÕES DO CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO REAÇÕES DO CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO


6. Oxidação do Succinato: 7. Hidratação do Fumarato:

Succinato
desidrogenase

Fumarase

Succinato Fumarato
Fumarato Malato
 Produz a coenzima reduzida FADH2.

REAÇÕES DO CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO REAÇÕES DO CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO


8. Oxidação do Malato:

Malato
desidrogenase

Malato Oxalacetato

 Terceiro NADH do ciclo.

3
25/02/2018

CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO PAPEL DO CICLO ÁC.CÍTRICO NO ANABOLISMO

 Saldo Energético do Ciclo  Embora o ciclo do ácido cítrico seja fundamental ao


metabolismo gerador de energia, sua função não está
do Ácido Cítrico limitada à conservação energética.

3 NADH X2 6 NADH 1 NADH = 3 ATP


6 x 3 = 18 ATP  Intermediários do
ciclo servem como
FADH2 X2 2 FADH2 1 FADH = 2 ATP
precursores para
2 x 2 = 4 ATP uma ampla variedade
de produtos.
GTP X2 2 GTP 2 GTP

Total 24 ATP

REGULAÇÃO DO CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS


RELACIONADAS A DEFICIÊNCIAS
 A velocidade global do ciclo
do ácido cítrico é ENZIMÁTICAS NO CICLO DO ÁC. CÍTRICO
controlada pela:

 Taxa de conversão do  ACIDOSE LÁCTICA CONGÊNITA


piruvato a acetil-CoA - a deficiência da enzima piruvato-
e desidrogenase é a causa mais
comum da doença.
 Fluxo das enzimas
citrato-sintase,
isocitrato-desidrogenase e α-  Resulta na incapacidade de
cetoglutarato-desidrogenase. converter piruvato em acetil-CoA,
formando ácido láctico.

DEFICIÊNCIAS ENZIMÁTICAS NO DEFICIÊNCIAS ENZIMÁTICAS NO


CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO
 Acidose láctica congênita – gera problemas  Algumas mutações em enzimas do ciclo do
principalmente para o encéfalo, que depende do ácido cítrico levam ao desenvolvimento do
ciclo do ácido cítrico para gerar energia. câncer:

 Defeitos genéticos no gene da fumarase levam a


tumores no músculo liso (leiomas) e nos rins.
 A forma mais grave dessa
deficiência causa acidose láctica  Mutações na succinato-desidrogenase levam a
intensa, com morte neonatal. tumores da glândula suprarrenal
(feocromocitomas).
(NELSON; COX, 2014)

4
25/02/2018

Bibliografia complementar

CAPÍTULO 16 - NELSON, D.L.; COX, M.M. Princípios de


Bioquímica de Lehninger. 6ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2014,
1298 p.

CAPÍTULO 9 - CHAMPE, P.C.; HARVEY, R.A.; FERRIER, D.R.


Bioquímica Ilustrada. 3ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2006. 544 p.