Sei sulla pagina 1di 3

1

Metodologia

O projeto chamado "Trabalhando aspectos emocionais com adolescentes


através da leitura", idealizado como projeto de intervenção para a disciplina de
psicologia da educação ministrada pela professora Luana Reis. Esta abordagem se
voltará para o público de ensino médio, e dessa forma visa-se discutir anseios
levantados pelo desenvolvimento emocional presente na idade do público. A duração
será de 4 semanas, com um dia semanal.
O início será voltado para uma apresentação do projeto a ser desenvolvido. A
primeira fase terá seu enfoque voltado para a leitura: Serão apresentados 3 contos os
quais serão lidos ao longo da execução do projeto. Em sequência, uma conversação
acerca do cerne abordado no projeto, sentimentos e emoções humanas. Vale
ressaltar que o objetivo de desenvolver a expressão por parte deles deve ser
mascarado para evitar acanhamento nos momentos de discussão.
Após os alunos tomarem conhecimento do projeto, um jogo será proposto: este
jogo terá como cunho uma análise acerca das emoções humanas em pontos extremos
funcionando com base em pressupostos conceituais. Serão distribuídos de maneira
aleatória cartões com profissões diferentes a cada um, os cartões possuíram o
formato de envelope e em seu interior uma ficha com um elemento oculto. O educador
iria propor, com a turma em círculo, que estes tomassem como ponto de partida uma
história acerca de um futuro apocalíptico em que haveria se iniciado uma guerra
nuclear. Eles devem assumir o educador como um suposto agente do governo que
haveria reunido estes ali com o intuito de salvaguardar a humanidade. Todavia, a partir
da chegada no abrigo desenvolvido para sobreviver ao confronto mundial, percebe-se
que este está projetado para 10 anos e comporta apenas um percentual de 33% dos
indivíduos ali reunidos. A primeira rodada consistirá em uma discussão coletiva destes
visando decidir quais profissões seriam mais proveitosas para a sobrevivência da raça
humana e lidando com a incerteza de terem sido levados até lá por alguém que sequer
conhecia a capacidade do ambiente deixando a identidade deste duvidosa. O jogo
evoluirá com os alunos tendo de decidir qual grupo será salvo e quais serão
descartados, e o educador deverá propor problemas de articulação acerca de
confinamento e o impacto disto nas emoções dos indivíduos, propondo soluções
através das capacidades propostas para cada indivíduo. A segunda rodada, deverá
2

evoluir revelando as fichas no interior dos cartões com problemas para personagens
tidos como importantes (médicos com tendência a depressões, ou psicólogos com
doenças degenerativas) trazendo mais uma variável ao jogo.
Com esta primeira fase, pode-se em seguida discutir aspectos como a ética em
tempos de guerra, o valor individual de cada pessoa em um grupo, a importância da
socialização e de se expressar frente a saúde psicológica, e assim dar-se as reflexões
iniciais. Paralelamente a isso, pode-se desenvolver curiosidades acerca de histórias.
Ao final da primeira aula, a turma será dividida em três grupos, e lhes serão
entregues (um a cada grupo) os contos: “A vingança da peroba”, “o mentiroso” e “a
nova Califórnia”. A tarefa de casa consistirá em os mesmos lerem os contos e os
grupos terão de modificar as histórias de acordo com suas concepções substituindo
os personagens por suas próprias personas. Na aula seguinte, estes deverão
dramatizar o conto com as modificações diante dos demais alunos da classe.
A aula seguinte seguirá com as apresentações dos contos modificados em
forma de teatro. Espera-se que os alunos exercitem sua criatividade ao realizar a
tarefa trazendo novas situações e novos confrontos a partir da história. As três
histórias selecionadas trabalham com temas humanos como inveja, raiva, ganância,
amores secretos e etc. Busca-se através destas exposições verificar anseios
escondidos por cada aluno.
Segue-se então para um diálogo geral acerca da experiência de atuar e assumir
sentimentos e emoções conflitantes com o que realmente estar-se sentindo no
momento. O diálogo deverá se expandir para, mais uma vez, se voltar para as
discussões sobre o papel que as emoções e sentimentos possuem na vida dos
indivíduos. Também serão debatidos temas como os sentimentos negativos e o
reconhecimento da forma como o outro se sente.
A aula seguinte terá início com o educador fazendo alguns questionamentos
acerca de como as emoções e sentimentos podem afetar o comportamento de um
indivíduo. Em seguida, os alunos assistirão ao filme: “Coração de Tinta”.
A história do filme se encontra voltada para um sujeito que consegue trazer ao
mundo real objetos e seres dos livros através da leitura. Após assistir ao filme, o
educador deverá mais uma vez dialogar com os alunos acerca de como o estado
emocional afeta o desenvolvimento do personagem principal e a manifestação de
seus poderes.
3

Na última aula, o educador levará os educandos à um lugar reservado e pedirá


que estes escrevam situações e acontecimentos comuns que geram impactos
negativos neles. Vale ressaltar que deve-se deixar claro que estes não serão expostos
aos colegas em momento algum. Após estes finalizarem as tarefas, o professor levará
estes ao laboratório de informática e pedirá que os mesmos digitem os trabalhos sem
por nomes envolvidos. Utilizando a impressora da escola, os trabalhos serão
impressos e colocados em envelopes, os envelopes por sua vez dispostos em caixas.
Ao final, o educador deverá pedir que cada aluno venha a frente, escolha uma
caixa e apanhe um envelope, retire seu conteúdo e leia para o restante da turma.
Discute-se então sobre como ações simples do cotidiano podem afetar os sentimentos
dos nossos colegas, refletindo acerca das nossas ações e seus impactos no outro.
Com esta finalização, busca-se que os alunos possam desvelar situações que
atrapalhem sua convivência no ambiente escolar, além de visar desenvolver empatia
através do reconhecimento das emoções e sentimentos alheios.