Sei sulla pagina 1di 2

Relatório do Filme (A onda)

Discutir no relatório exemplos do filme que demonstram regras verbais (ou não verbais)
que controlam o comportamento dos personagens principais e o efeito desse controle
verbal sobre o comportamento. Usar exemplos do filme juntamente com os conceitos de
comportamento verbal, comportamento controlado por regras e comportamentos
modelados implicitamente (ou por contingências).

O cenário principal do filme a Onda se passa em uma escola, onde Rainer Wenger, um
professor, é o responsável por ministrar um curso com duração de uma semana, sobre
autocracia. Logo na primeira aula o professor explica aos alunos o que é a autocracia.
Wenger explica que autocracia se trata de uma forma de governo onde uma única
representação era detentora do poder, ou seja, uma única pessoa possui o controle
absoluto sobre todas as decisões do governo, influenciando a vida da população, o
professor consegue despertar o interesse dos alunos com a maneira que sua aula é
apresentada, suas propostas são bem aceitas. Como a história se passa na Alemanha, o
roteiro do filme foi adaptado para o pensamento do cidadão alemão contemporâneo,
onde por sua grande maioria abominam a forma de governo apresentada no filme, pois
no passado, a Alemanha sofreu terríveis consequências de um governo autocrata, que
foi o nazismo, que não se tratava apenas de um partido político comum (Partido
Nacional Socialista), mas de uma ideologia, criada por Adolf Hitler. Que pregava a
supremacia de uma raça supostamente superior, a raça ariana, que tinha seus
argumentos embasados na teoria de que povos branco-caucasianos possuíam uma
superioridade genética, por se considerarem superiores abominavam outros povos.
Diante desse cenário o professor indaga os alunos se seria possível a imposição de uma
nova ditadura na Alemanha. Ele propõe aos alunos um experimento para demonstrar a
facilidade de controlar as pessoas. Com o desenvolver de sua aula ele cria o que seriam
os pré-requisitos para uma autocracia, com a ajuda dos alunos eles determinam uma
figura central de liderança, que no caso é o próprio professor. Nessa autocracia seria
necessário que os alunos seguissem as regras, como pedir permissão para falar e se
levantar. Essa forma de comportamento determinado por regras ocorre quando o
indivíduo se comporta havendo a mediação de outro, que no caso é o comportamento
verbal das regras do próprio professor, os alunos respondem aos estímulos verbais
produzidos por Rainer Wenger. Para Skinner o comportamento verbal constitui uma
resposta que ocorre sob efeito de múltiplas causas, o comportamento verbal pode ser
explicado a partir da análise de uma contingência de três termos. O comportamento dos
alunos sendo controlados por regras mostra que há um estímulo discriminativo verbal,
que controla o comportamento de quem ouve. Que no caso do filme o professor ao
determinar as regras que deveriam ser seguidas, a maioria concorda com a decisão do
professor, e quem apresenta qualquer forma de discordância passa a ser ignorado pelo
professor, e pressão pelos outros alunos por não estar seguindo as regras determinadas.
Karo no filme é ignorada durante a aula, gerando na aluna um sentimento de exclusão,
essa atitude funciona como uma consequência do não seguimento das regras. As regras
que controlam os comportamentos dos alunos funcionam como estimulo discriminativo
verbal, por exemplo, quando Wenger diz para todos utilizarem uma camisa branca para
se diferenciarem das outras turmas. O comportamento apresentado pelo irmão mais
novo de Karo pode ser caracterizado como modelado implicitamente, apesar de não
compreender o porquê de tantas pessoas estarem se comportando de maneira diferente,
ele resolveu aderir às regras da Onda, apenas para seguir o grupo.