Sei sulla pagina 1di 16

Direito Administrativo

|
+--Conceitos gerais
| +--Conceito de Direito Administrativo:É o conjunto harmônico
| | de princípios jurídicos que regem os órgãos,os agentes e as
| | atividades públicas,tendentes a realizar concreta,direta e
| | imediatamente os fins desejados pelo Estado (HLM)
| +--Fontes
| | +--A lei (lato sensu)
| | +--A doutrina
| | +--A jurisprudência
| | +--Os costumes,quando não contrariem a lei
| +--Princípios do Direito Administrativo
| +--Hierarquia
| +--Auto-executoriedade
| +--Continuidade
| +--Presunção da verdade
| +--Indisponibilidade
| | +--AP não pode dispor dos bens e serviços públicos
| | que lhe são afetos
| +--Especialidade
| | +--Autarquias criadas com capacidade específica,não
| | sendo admitido o desvio de finalidade
| +--Poder-dever
| +--Igualdade dos administrados
+--Administração pública
| +--Conjunto de entes(órgãos+entidades) constituídos pelo
| pode público(Estado) para a consecução do bem comum
+--Princípios básicos constitucionais da administração pública
| +--Publicidade
| +--Legalidade
| | +--Só pode fazer o que a lei autoriza
| +--Impessoalidade
| | +--Não pode beneficiar/prejudicar uma determinada pessoa
| | +--Os atos são imputáveis à AP e não ao funcionário.É
| | proibida (CF/A37) a promoção pessoal do agente
| +--Moralidade
| | +--nem tudo que é legal é ético/honesto
| +--Obs:O princípio da Finalidade não consta da CF,estando
| absorvido pelo da Impessoalidade
+--Poderes e deveres do administrador público
| +1-Poder-dever de agir
| +--Abuso de poder/desvio de finalidade
| | +--Abuso de poder:Ir além do legalmente permitido
| | +--Desvio de finalidade:Motivação diversa
| +2-Dever de eficiência
| +3-Dever de probidade
| | +--Improbidade administrativa:Indisponibilidade de
| | bens,perda da função pública,ressarcimento ao
| | erário sem prejuízo da ação penal
| +4-Dever de prestar contas

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 1


+--Poderes administrativos ou da administração pública
| +1-Poder vinculado
| +2-Poder discricionário
| | +--Escolha de conveniência,oportunidade e conteúdo
| +3-Poder regulamentar
| | +--explicitar as leis
| +4-Poder disciplinar
| | +--Punir servidores
| +5-Poder Hierárquico
| +6-Poder de polícia administrativa
| +--Restringir direito individual em favor da coletividade
| +--Discricionariedade,auto-executoriedade,coercibilidade
+--Serviços públicos
| +--Conceito:É a atividade exercida pelo poder público direta
| | ou indiretamente,para realizar o que entende estar de
| | acordo com os seus fins e atribuições
| +--Princípios do serviço público (lei 8987/95)
| | +--Cortesia
| | +--Continuidade
| | +--Eficiência
| | +--Segurança
| | +--Atualidade
| | +--Regularidade
| | +--Modicidade
| | +--Generalidade
| +--Classificação dos serviços públicos
| | +--Próprios
| | +--De utilidade pública
| | +--Uti universi ou gerais
| | +--Uti singuli ou individualizáveis
| | | +--Compulsório:A inadimplência não autoriza o corte
| | | +--Facultativo:A inadimplência autoriza o corte
| | +--Compulsórios (taxas)
| | +--Facultativos (preços)
| | +--Adequados:De acordo com os princípios
| +--Delegação dos serviços públicos
| +--Autorização
| | +--De uso(Ex:fechar uma rua para festa)
| | +--De atos privados controlados(Ex:porte de arma)
| | +--De serviços públicos
| | +--Características gerais
| | +--É exceção,não a regra
| | +--Serviços simples,emergência
| | +--Ato unilateral e precário
| | +--Por decreto/portaria
| | +--Licitação pode ser dispensável/inexigível
| +--Permissão
| | +--Características gerais
| | +--Caráter mais precário
| | +--Não exige autorização legislativa
| | +--Licitação por qualquer modalidade
| | +--Formalização por contrato de adesão
| | +--Pode ser por prazo indeterminado
| | +--Para pessoas jurídicas ou físicas

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 2


| +--Concessão de serviços
| | +--Caráter mais estável
| | +--Exige autorização legislativa
| | +--Licitação só por concorrência
| | +--Formalização por contrato
| | +--Só por prazo determinado
| | +--Só para pessoas jurídicas ou consórcio
| | +--Admite-se a subconcessão
| | +--Os serviços da concessionária devem ser adequados
| | +--Extingue-se pela encampação,caducidade,anulação,
| | | rescisão
| | +--Concessão de serviços precedida da execução da obra
| | +--Primeiro constrói/reforma,depois explora por
| | prazo determinado
| +--Convênios administrativos
| | +--Motivados pelo interesse comum
| | +--Entre entidades de mesma natureza ou não,públicas
| | | ou privadas
| | +--Não é contrato,não vincula as partes,qualquer parte
| | | pode denuncia-lo e retirar-se
| | +--Não adquire personalidade jurídica
| +--Consórcios administrativos
| +--Entre entidades da mesma espécie
| +--As demais características são comuns aos convênios

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 3


+--Órgãos públicos
| +--Definição
| +--Classificação
| +--Quanto a posição estatal
| | +--Independentes
| | | +--Originários da CF
| | | +--Primários,controle só p/outros poderes
| | | +--Seu titular é geralmente agente político
| | | +--Exemplos:Congresso,Senado,Câmara,Chefias
| | | do executivo,Tribunais Judiciários,Juízes
| | | singulares,Tribunais de Contas e Ministério
| | | Público Federal e Estadual
| | +--Autônomos
| | | +--Imediatamente abaixo dos independentes
| | | +--Ministérios,Secretarias,Consultoria Geral da
| | | República
| | +--Superiores
| | | +--Poder de direção,controle e decisão
| | | +--Exemplos:Gabinetes,Secretarias-Gerais,etc.
| | +--Subalternos
| | +--Execução
| | +--Exemplos:Portarias,Seções de expediente
| +--Quanto a estrutura
| | +--Simples ou unitários
| | +--Compostos (“incrustração”)
| +--Quanto a atuação funcional
| +--Singulares ou unipessoais (“chefe”)
| +--Colegiados ou pluripessoais
+--Agentes Públicos
| +--Agentes políticos
| | +--Exemplos:Presidente,Governadores,Prefeitos,Ministros,
| | | Secretários de Estado,Senadores,Deputados,Vereadores,
| | | Magistrados,membros do Ministério Público
| +--Agentes administrativos
| | +--Servidores públicos
| +--Agentes honoríficos
| | +--Exemplo:Mesário,Jurado
| | +--Possibilidade de receber pró-labore e contar como TS
| +--Agentes delegados
| | +--Agem em nome próprio sob a fiscalização da AP
| | +--Exemplos:Concessionários e permissionários
| +--(Agentes credenciados)

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 4


+--Administração Pública Direta:Integrados na estrutura
| administrativa da União
| +--Presidência da República
| | +--Casa Civil
| | +--Secretaria-Geral
| | +--Secretaria de Comunicação Social
| | +--Secretaria de Assuntos Estratégicos
| | +--Casa Militar
| | +--Órgãos de assessoramento imediato
| | | +--Conselho de governo
| | | +--Advogado Geral da União
| | | +--Alto Comando das Forças Armadas
| | | +--Estado-Maior das Forças Armadas
| | +--Órgãos de Consulta
| | +--Conselho da República
| | +--Conselho de Defesa Nacional
| +--Ministérios
| +--Administração Federal e Reforma do Estado
| +--Aeronáutica
| +--Agricultura,Abastecimento e Reforma Agrária
| +--Ciência e Tecnologia
| +--Comunicações
| +--Cultura
| +--Educação e Desporto
| +--Exército
| +--Fazenda
| +--Indústria,do Comércio e Turismo
| +--Justiça
| +--Meio Ambiente,Recursos Hídricos e Amazônia Legal
| +--Minas e Energia
| +--Planejamento e Orçamento
| +--Previdência e Assistência Social
| +--Relações Exteriores
| +--Saúde
| +--Trabalho
| +--Transportes

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 5


+--Administração Indireta ou Descentralizada:Integrados ou
| vinculados a um ministério
| +--Tipos
| | +--Autarquias
| | | +--PJDPI
| | +--Fundações públicas (ver resumo de Direito Civil)
| | | +--De direito público(por lei federal)ou privado
| | +--Paraestatais
| | +--Empresas públicas
| | +--Sociedades de economia mista
| | +--(Serviços sociais autônomos)
| | Não são administração indireta
| +--Características comuns às entidades da Administração Indireta
| | +--Criadas por lei específica
| | +--Autonomia administrativa e financeira
| | +--Patrimônio e personalidades próprios
| | +--Sujeitas à licitação
| | +--Vinculadas aos órgãos da Administração Direta
| | +--Produzem Atos Administrativos
| | +--Vedação CF p/acumulação de cargos públicos
| | +--Ingresso por concursos públicos
| +--Características comuns às Autarquias e Fundações públicas
| | +--Gênero paraestatal
| | +--Seu pessoal é servidor público:Lei 8112/90
| | +--Imunidades de impostos e outros privilégios
| +--Características das Sociedades de Economia Mista
| | +--Participação majoritária do poder público
| | +--Sempre S/A (mercantis)
| | +--Não basta a participação,deve existir gestão da AP
| | +--Personalidade jurídica de Direito Privado
| | +--Visam o lucro
| | +--Seu pessoal é empregado regido pela CLT
| | +--Não sujeitas à falência e concordata
| +--Características das Empresas públicas
| +--Qualquer forma legal
| +--100% do capital é público(1 ou + PJDPI)
| +--Não basta a participação,deve existir gestão da AP
| +--Personalidade jurídica de Direito Privado
| +--Visam o lucro
| +--Seu pessoal é empregado regido pela CLT
+--Princípios fundamentais da Administração Pública Federal
| +--Planejamento
| +--Coordenação
| +--Descentralização
| +--Delegação de competência
| +--Controle

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 6


+--Atos Administrativos:É toda manifestação unilateral de vontade
| da AP que,agindo nesta qualidade,tenha por fim imediato adquirir
| resguardar,transferir,modificar,extinguir e declarar direitos,
| ou impor obrigações aos administrados ou a si própria
| +--Requisitos (CONFIFORMOB)
| | +--Vinculados
| | | +--Competência
| | | +--Finalidade
| | | | +--Pública
| | | | +--Aquela que a lei indicar
| | | +--Forma
| | +--Discricionários
| | +--Motivo ou causa (FG)
| | +--Objeto ou conteúdo (efeito produzido)
| +--Outros componentes:Concorrem para a formação e validade
| | +--Mérito
| | +--Procedimento
| | +--Sucessão ordenada de operações que propiciam
| | a formação de um ato final
| +--Atributos ou características
| | +--Presunção de legitimidade
| | | +--Autoriza a imediata execução do ato,mesmo que
| | | | argüido de vício
| | | +--Transferência do ônus da prova de ilegalidade
| | | | para quem a invoca
| | | +--Eficácia:Idoneidade que se reconhece no ato para
| | | produzir seus efeitos específicos
| | | +--Ato perfeito = ato eficaz e exeqüível
| | +--Imperatividade (coercibilidade do ato)
| | | +--Não está presente em todos os atos
| | | +--Decorre da existência do ato,independendo da
| | | sua validade ou invalidade
| | +--Auto-executoriedade (A própria AP executa)
| | | +--Prerrogativa de certos atos (ex:atos de polícia)
| +--Classificação
| | +--Quanto aos destinatários
| | | +--Atos gerais
| | | | +--Sem destinatário,com finalidade normativa
| | | | +--Em tese
| | | | +--Inatacáveis judicialmente,exceto quanto a
| | | | | constitucionalidade
| | | | +--Prevalecem sobre os atos individuais
| | | +--Atos individuais
| | | +--Situações concretas
| | | +--Geram direitos subjetivos.Quando geram
| | | direitos adquiridos são irrevogáveis(STF)
| | +--Quanto ao alcance
| | | +--Atos internos (dentro da repartição)
| | | | +--Normalmente,não geram direitos subjetivos
| | | | +--Revogados/modificados a qualquer tempo
| | | +--Atos externos

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 7


| | +--Quanto ao objeto
| | | +--Atos de império
| | | | +--A AP usa da sua supremacia
| | | | +--Sempre unilaterais
| | | | +--Revogados/modificados a qualquer tempo
| | | +--Atos de gestão
| | | | +--A AP não usa da sua supremacia
| | | | +--Quando regulares,geram direitos subjetivos
| | | | e permanecem imodificáveis
| | | +--Atos de expediente (“tocar processos”)
| | +--Quanto ao regramento
| | | +--Atos vinculados ou regrados
| | | | +--Podem ser revistos judicialmente em todos
| | | | os seus aspectos
| | | +--Atos discricionários
| | | +--Só podem ser os meios,jamais os fins
| | | +--Só pode ser apreciado judicialmente quanto
| | | à legalidade
| | +--Quanto a formação
| | | +--Atos simples:Vontade de um único órgão
| | | +--Atos complexos:Vontade de +1 órgão
| | | +--Atos compostos:Vontade de um único órgão,mas
| | | depende da verificação de outro órgão
| | +--Quanto ao conteúdo
| | | +--Atos constitutivos:Cria uma nova situação
| | | +--Atos extintivos:Termina,extingue
| | | +--Atos declaratórios:Reafirma,reconhece
| | | +--Atos Alienativos
| | | | +--Transferência de bens ou direitos
| | | | +--Depende de autorização legislativa
| | | +--Atos Modificativos:Altera
| | | +--Atos Abdicativos:Abre mão
| | | +--Depende de autorização legislativa
| | +--Quanto a Eficácia
| | | +--Atos válidos
| | | | +--Contém todos os requisitos
| | | | +--Pode não ser ainda exeqüível (condição)
| | | +--Atos nulos
| | | +--Atos inexistentes:Não é ato.Só aparência de ato
| | +--Quanto a exeqüibilidade
| | | +--Ato perfeito:Reúne todos os elementos
| | | +--Ato imperfeito:Incompleto
| | | +--Ato pendente:Depende de termo/condição
| | | +--Ato consumado:Produziu todos os efeitos
| | +--Quanto a Retratabilidade
| | | +--Ato irrevogável
| | | | +--Por ter produzidos os seus efeitos ou
| | | | | gerado direito adquirido
| | | | +--Por resultar de coisa julgada
| | | +--Ato revogável
| | | +--Ato suspensível
| | | +--Temporariamente suspenso
| | | +--Por ação da AP ou do judiciário

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 8


| | +--Quanto ao modo de execução
| | | +--Ato auto-executório
| | | +--Ato não autoexecutório
| | | +--Depende de pronunciamento judicial
| | +--Quanto ao objetivo visado pela administração
| | | +--Ato principal:Manifestação de vontade final da AP
| | | +--Ato complementar:Aprova/ratifica ato principal,
| | | | para conferir-lhe exeqüibilidade
| | | +--Ato intermediário ou preparatório:Concorre para a
| | | | formação de uma ato principal
| | | +--Ato-condição:Se antepõe a outro para permitir a
| | | | sua realização
| | | | +--Exemplo:Concurso antes da nomeação
| | | +--Ato de jurisdição:Contém decisão sobre matéria
| | | controvertida
| | +--Quanto aos efeitos
| | +--Ato constitutivo
| | +--Ato desconstitutivo:Desfaz uma situação
| | | jurídica preexistente
| | +--Ato de constatação:AP verifica e proclama uma
| | situação fática ou jurídica existente
| +--Espécies
| | +--Atos normativos
| | | +--Características gerais
| | | | +--Gerais e abstratos
| | | | +--Possuem a mesma normatividade da lei
| | | | +--Equiparado a lei para controle judicial
| | | +--Espécies
| | | +--Decretos
| | | | +--Exclusivos do chefe do executivo
| | | +--Decreto independente ou autônomo
| | | | +--Praeter legem (na ausência da lei)
| | | | +--Não admitido no direito brasileiro
| | | +--Decreto regulamentar ou de execução
| | | +--Regulamentos
| | | | +--Não pode modificar,restringir ou
| | | | | se estender à lei
| | | | +--A função é explicar a lei ou prover
| | | | | situações ainda não disciplinadas
| | | | +--Não pode criar direitos/obrigações
| | | +--Instruções normativas
| | | | +--Atos dos ministros de estado
| | | +--Regimentos (interno)
| | | +--Resoluções
| | | | +--Atos das altas autoridades do executivo
| | | | mas não do chefe do executivo(decreto)
| | | +--Deliberações
| | | +--Órgãos colegiados
| | +--Atos Ordinatórios
| | | +--Disciplina a AP e os servidores
| | | +--Instruções,circulares,avisos(ministros de estado)
| | | portarias,ordens de serviço,ofícios,despachos

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 9


| | +--Atos negociais (Entre AP e o particular)
| | | +--Licença
| | | | +--Caráter vinculado e definitivo
| | | | +--AP não pode nega-la
| | | +--Autorização
| | | | +--Realização de certa atividade/uso de bens
| | | | | particulares ou públicos
| | | | +--Caráter discricionário e precário
| | | | +--Interesse particular
| | | | +--AP pode nega-la
| | | +--Permissão
| | | | +--Realização de certa atividade/uso de bens
| | | | | públicos
| | | | +--Caráter discricionário e precário
| | | | +--Interesse coletivo
| | | +--Aprovação
| | | | +--A AP verifica a legalidade/mérito de outro
| | | | | ato ou de situações/realizações de seus
| | | | | próprios órgãos
| | | | +--Ex:Projetos,obras,etc.
| | | | +--pode ser vinculada ou discricionária
| | | +--Admissão
| | | | +--Ap verifica a satisfação de todos os
| | | | | requisitos legais pelo particular,
| | | | | deferindo-lhe determinada situação jurídica
| | | | +--AP não pode nega-la
| | | | +--Interesse do particular
| | | +--Visto
| | | | +--Incide sobre ato anterior e não alcança o
| | | | | seu conteúdo
| | | | +--Ato vinculado
| | | | +--Confere exeqüibilidade
| | | +--Homologação
| | | | +--Ato de simples controle aonde autoridade
| | | | superior examina legalidade/conveniência de
| | | | ato anterior da própria AP
| | | +--Dispensa
| | | | +--Exime o particular de determinada obrigação
| | | +--Renúncia
| | | | +--Extingue unilateralmente um crédito/direito
| | | | +--Depende de lei autorizadora
| | | +--Protocolo administrativo
| | | +--Ato negocial pelo qual a AP acerta com o
| | | | particular a realização de determinado
| | | | empreendimento ou atividade/abstenção no
| | | | interesse recíproco de ambos
| | | +--Ato vinculante para os que o subscrevem
| | | +--Sujeita as partes a direitos/obrigações
| | | +--É seguido de atos de direito privado
| | | +--Só pode ser impugnado pelo devido processo
| | | legal,administrativo ou judiciário

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 10


| | +--Atos enunciativos (certidão,pareceres)
| | | +--Observação:Não vinculam a AP
| | | +--Certidões:Situação constante em livros
| | | +--Atestados:Situação não constante em livros
| | | +--Pareceres
| | | +--Parecer normativo
| | | | +--Vinculante p/todos os órgãos da hierarquia
| | | +--Parecer técnico
| | | | +--Não pode ser contrariado
| | | +--Apostila:Declaração de situação anterior
| | | criada pela lei
| | +--Atos punitivos
| | +--Observação:Os externos são vinculados e os
| | | internos são discricionários
| | +--Multas
| | +--Interdição de atividade (embargo)
| | +--Destruição de coisas (estragadas,etc.)
| +--Teoria dos motivos determinantes:A validade do ato está
| | sempre vinculada aos motivos indicados como seu fundamento
| | Na atuação discricionária, a AP não é obrigada a declarar
| | os motivos,mas,caso os declare,fica vinculada aos mesmos
| +--Invalidação dos Atos Administrativos
| +--Regra geral:A AP pode revogar ou anular os seus atos,
| | já o judiciário só pode anular estes mesmos atos
| +--Revogação
| | +--Supressão de ato legítimo e eficaz pela AP,por
| | | por motivo de conveniência ou oportunidade
| | +--Funda-se no poder discricionário
| | +--Não pode atingir os direitos adquiridos
| | | +--Atos especiais ou individuais
| | +--Não pode atingir ato já prescrito
| | +--Efeito ex-nunc
| +--Anulação
| +--Declaração de invalidade de um ato ilegítimo ou
| | ilegal,pela AP ou pelo judiciário (exame da
| | legalidade ou lesividade ao patrimônio público)
| +--Irregularidades formais,sanadas por outros meios,
| | ou irrelevantes não anulam ato que já criou
| | direito subjetivo para 3o.
| +--Efeito ex-tunc
| +--Cassação
| | +--Modalidade de anulação por ilegalidade na
| | execução do ato administrativo
| +--Não permite o exame do mérito administrativo
| +--O ato nulo não vincula as partes,mas produz
| efeitos em relação a 3os. de boa-fé

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 11


+--Licitações e Contratos Administrativos - Lei 8666
+--Regime Jurídico Único - Lei 8112
+--Responsabilidade civil da administração
| +--Responsabilidade civil:Se traduz na obrigação de reparar
| | danos patrimoniais e se exaure com a indenização
| +--Evolução doutrinária:Irresponsabilidade->responsabilidade
| | com culpa->responsabilidade civilística->responsabilidade
| | pública
| +--Teoria da culpa administrativa
| | +--Culpa = falta de serviço
| | +--Falta de serviço:Inexistência,mau funcionamento ou
| | | retardamento
| | +--Exige-se uma culpa especial,administrativa
| | +--Consagrada pelo código civil
| +--Teoria do risco administrativo
| | +--Não é necessária a demonstração de culpa,bastando a
| | | comprovação do dano.Outrossim,a AP poderá comprovar
| | | a culpa da vítima,eximindo-se assim total ou parcialmente
| | +--Consagrada pela CF 1988
| +--Teoria do risco integral
| | +--Nunca foi adotada no Brasil
| | +--Responsabilidade mesmo com culpa da vítima
| +--Reparação de atos do legislativo
| | +--Em tese é possível,mas a comprovação do dano é
| | indemonstrável em um regime democrático
| +--Reparação de atos do judiciário
| | +--A sentença enseja reponsabilidade civil,logo é viável
| | a reparação do dano
| +--Ação indenizatória
| | +--Vítima demonstra o nexo causal entre o dano e o fato
| | | lesivo,no acionamento da fazenda pública
| | +--Indenização do dano:Dano emergente,lucros cessantes,
| | | honorários,correção monetária,juros de mora
| | +--Indenização por lesão pessoal/morte:Tratamento,
| | | sepultamento,prestação alimentícia
| | +--Indenização por dano moral:Cabível
| +--Ação regressiva
| +--Do Estado contra o agente ou contra o causador do dano
| +--Deve ser demonstrada a culpa do agente
| +--Deve ser ajuizada pelo procurador da república,dentro
| de 60 dias do trânsito em julgado da sentença imposta
| à fazenda pública

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 12


+--Controle da administração
| +--Conceito:Faculdade de vigilância,orientação e correção que
| | um poder,órgão ou autoridade excerce sobre a conduta
| | funcional de outro
| +--Características
| | +--Faculdade onímoda,exercitável em todos os poderes,por
| | todos os poderss,estendendo-se a toda AP e abrangendo
| | a todas as atividades e agentes
| +--Tipos e formas de controle
| | +--Controle hierárquico
| | | +--Independe de norma
| | | +--Subordinação
| | | +--Permanência,automatividade
| | +--Controle finalístico
| | | +--Para entidades autônomas
| | | +--Depende de lei
| | | +--Limitado e externo
| | | +--Supervisão
| | +--Controle interno
| | +--Controle externo
| | | +--Controle externo popular
| | +--Controle prévio ou preventivo(a priori)
| | +--Controle concomitante ou sucessivo
| | +--Controle subsequente ou corretivo(a posteriori)
| | +--Controle de legalidade ou legitimidade
| | | +--Pela administração:De ofício,mediante recurso
| | | +--Pelo judiciário:Através de ação adequada
| | | +--Pelo legislativo:Casos expressos na CF
| | +--Controle de mérito
| | +--Compete normalmente à AP,em casos excepcionais
| | previstos na CF ao legislativo e nunca ao judiciário
| +--Controle administrativo
| | +--Meios de controle
| | | +--Fiscalização hierárquica
| | | | +--Permanência e automaticidade
| | | +--Supervisão ministerial
| | | +--Recursos administrativos
| | +--Recursos administrativos
| | | +--Características gerais
| | | +--Efeitos
| | | | +--Devolutivo (regra)
| | | | +--Suspensivo (exceção)
| | | | +--Suspende a prescrição
| | | | +--Impossibilidade de ação judiciária
| | | +--Modalidades
| | | +--Representação (denúncia)
| | | +--Reclamação (oposição expressa)
| | | | +--Extingue-se em 1 ano
| | | | +--Suspende a prescrição
| | | +--Pedido de reconsideração
| | | | +--Extingue-se em 1 ano
| | | +--Recursos hierárquicos (instância superior)
| | | +--Próprio:Mesmo órgão,independe de norma
| | | +--Impróprio:Outro órgão,depende de norma
| | +--Prescrição administrativa:5 anos,SDLC

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 13


| | +--Processo administrativo
| | +--Princípios
| | | +--Legalidade objetiva
| | | | +--Instaurado com base e p/manutenção da lei
| | | +--Oficialidade(pertence sempre a AP)
| | | +--Informalismo
| | | +--Verdade material
| | | | +--Qualquer prova,qualquer tempo
| | | +--Garantia de defesa
| | +--Fases
| | | +--Instauração
| | | +--Instrução
| | | +--Relatório (síntese)
| | | +--Julgamento
| | +--Modalidades
| | | +--De expediente
| | | +--De outorga
| | | +--De controle
| | | +--Punitivo
| | +--Processo administrativo disciplinar
| | +--Instaurado por portaria da autoridade
| | +--Formação da comissão
| | | +--Funcionário efetivo de categoria = ou +
| | +--É permitido o exame de legalidade p/judiciário
| | +--Meios sumários:Sindicância,verdade sabida (pela
| | autoridade),termo de declarações(depoimento)
| +--Controle legislativo
| | +--Controle sobre a legalidade e mérito
| | +--Atuação limitada pela constituição
| | +--Sustar atos normativos que extrapolem o poder
| | | regulamentar
| | +--Não pode anular atos administrativos ilegais:Pode
| | | apurar via CPI e encaminhar conclusões para o MP
| | +--Tribunais de contas
| | +--Atuação sempre a posteriori
| | | +--Nas licitações,pode ser a priori
| | +--Aplicação de sanções previstas em lei
| | +--Pode sustar o ato impugnado.Se contrato,a sustação
| | deve ser feita pelo legislativo

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 14


| +--Controle judiciário
| +--Características
| | +--Controle a posteriori,de legalidade e legitimidade
| | +--Voltado para solução de casos concretos
| | +--Pode apreciar atos vinculados e discricionários
| | +--Os atos discricionários só podem ser verificados
| | quanto a legalidade e a legitimidade,não quanto
| | ao mérito administrativo
| +--Atos sujeitos a controle especial
| | +--Atos políticos
| | +--Atos legislativos
| | | +--ADIN de lei ou ato normativo
| | +--Interna corporis(câmaras)
| +--Meios de controle
| +--Mandado de segurança individual e coletivo
| +--Ação popular
| +--Ação civil pública(qq interesse difuso ou coletivo)
| +--Mandado de injunção
| +--Habeas data
| +--ADIN (ação/omissão)e ADECON
| +--Medida cautelar
| +--Suspensão da lei durante ADIN
+--Domínio público
| +--Espécies de bens públicos
| | +--Afetados
| | | +--Bens de uso comuns:Praças,ruas,etc.
| | | +--Bens de uso especial:Escolas,edifícios,etc.
| | +--Desafetados
| | +--Bens Dominiais ou dominicais:Sem destinação
| +--Privilégios dos bens públicos
| | +--Alienação
| | | +--Afetados:Não podem ser alienados
| | | +--Desafetados:Podem ser alienados
| | | +--Desafetação por lei/decreto
| | | +--Exigências
| | | +--Bens móveis:Avaliação e justificação
| | | +--Outros:Autorização,avaliação,licitação
| | +--Regime jurídico
| | +--Não sujeitos ao usucapião
| | +--Não penhoráveis
| | +--Não oneráveis
| | +--Direitos imprescritíveis
| +--Aquisição dos bens públicos
| | +--Formas normais do direito civil
| | +--Confisco,desapropriação
| | +--O poder público pode usucapir bens privados
| +--Alienação dos bens públicos
| | +--Formas normais do direito civil
| | +--Investidura:Ex:Pedaço pequeno de terra,inservível,que
| | interessa somente ao proprietário limítrofe.

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 15


| +--Utilização dos bens públicos por particulares
| | +--Autorização de uso(ato unilateral)
| | +--Permissão de uso(contrato)
| | +--Concessão de uso(contrato)
| | +--Concessão de direito real de uso
| | +--Contrato do direito privado
| | +--Aquisição por particular de direito real resolúvel
| | +--Fins de interesse social,de certo vulto
| | +--Autorização legislativa
| +--Bens do patrimônio público
| | +--Terras devolutas
| | | +--Não conhecidas.Não confundir com terras públicas
| | +--Mar territorial(12 milhas.ZEE:200 milhas)
| | +--Plataforma continental
| | +--Terra tradicionalmente ocupadas pelos índios
| | +--Terrenos da marinha
| | | +--Banhados pela água do mar/rios navegáveis
| | | +--33 m da preamar para dentro da terra
| | | +--Tem sido objeto de enfiteuse
| | +--Terrenos marginais ou reservados
| | | +--Situam-se ao lado dos rios navegáveis,15m
| | | contados da linha média das enchentes ordinárias
| | +--Lagos,rios e correntes de água
| | | +--Quando banhem +1 estado,limite entre países ou
| | | provenha/se dirija território estrangeiros
| | +--Álveos ou leitos abandonados
| | | +--Quando provenha de obras públicas
| | +--Faixa de fronteira:150 km
| | +--Minas,jazidas e quedas de água
| | +--Ilhas
| | | +--Fluviais e lacustres nas zonas limítrofes com os
| | | outros países,praias marítimas,ilhas oceânicas e
| | | as costeiras
| | +--Fauna silvestre

Direito Administrativo - 20/07/2019 - Página 16