Sei sulla pagina 1di 1

COOPERATIVISMO

Do algodão à camiseta, rede de cooperativas reúne 700 pessoas. Uma experiência gaúcha.

O trabalho começa cedo, às 6:30 horas, e vai até às 18:00 horas, na Cooperativa de Costureiras Unidas
Venceremos, a UNIVENS. Esse empreendimento cooperativo reúne 23 sócios (21 mulheres e 2 homens),
nasceu em 1996, ganhou corpo e hoje fatura 40 mil reais por mês. Agora, começa a se preparar para vender
no mercado externo.
“Nós criamos as peças, desenvolvemos, produzimos e administramos”, conta com orgulho a presidente
da UNIVENS, Nelsa Nespolo, 42 anos, que já trabalhou em indústrias de vestuário e de alimentação [...]
Quase todo o faturamento é obtido com a venda de camisetas, jalecos, calças, uniformes, além de
sacolas para eventos, tudo sob encomenda de escolas, empresas, sindicatos e prefeituras [...]
Este ano, a UNIVENS passou a fazer parte de um grupo de cooperativas ligadas à produção e
industrialização de algodão ecológico, cultivado sem uso de produtos químicos que podem contaminar o
ambiente [...]
A organização interna da UNIVENS também tem diferenças em relação a uma empresa tradicional. A
diferença entre o menor rendimento (R$ 450,00) e o maior (R$ 800,00) é relativamente pequena. Os
ocupantes de cargos administrativos, como presidência, vendas ou tesouraria, não ganham nada a mais por
isso e trabalham ao mesmo tempo na fabricação das roupas. A remuneração varia de acordo com a
produção e o custo definido para cada tarefa. “Trabalhamos de forma não competitiva, distribuindo o serviço
de forma igual entre todos”, afirma Nelsa.
São duas as formas de cálculo que determinam a divisão dos preços cobrados pelos serviços em cada
etapa da produção e embutidos no custo final das peças. Nas áreas de corte e estampagem em serigrafia,
a “arrecadação” mensal é somada e dividida em partes iguais entre os integrantes de cada equipe. No caso
das costureiras, que realizam mais de uma tarefa (como confecção da “bainha” e “fechamento” das roupas),
a produção é distribuída em lotes do mesmo tamanho, para garantir que as remunerações sejam
equilibradas.
Cada associado contribui para um fundo da cooperativa. O dinheiro acumulado até o ano passado
pagou um terreno por 38 mil reais na zona norte de Porto Alegre, onde foi construída a sede definitiva da
UNIVENS.

Notícias Unisinos, 2006.

Interpretação do texto:
1 – Procure no dicionário as palavras que você ainda não conhece e anote o seu significado.
2 – Qual é o tema geral do texto?
3 – O texto menciona uma experiência de uma cooperativa. Com base nele, o que podemos entender por
cooperativa?
4 – Leia as frases a seguir. Localize o parágrafo do texto a que cada uma se refere:
a) A maior parte das vendas é feita para escolas, empresas, sindicatos e prefeituras.
b) Cada associado dá sua contribuição para manter a cooperativa.
c) A cooperativa integra uma rede que está preocupada com a preservação do meio ambiente.
5 – Destaque do texto a jornada de trabalho e o modo como os lucros são repartidos. A seguir, responda:
quais as vantagens ou desvantagens desse sistema para os trabalhadores?
6 – Para você, qual é a maior lição que pode ser aprendida com essa experiência? Explique sua resposta.