Sei sulla pagina 1di 3

Agrupamento de Escolas Prof.

Carlos Teixeira
Português – 8º ano
(código 150502)

Teste de avaliação Duração: 90 minutos

Grupo I
TEXTO A
Junho de 1942

Querida Kitty:
Toda a nossa turma treme: a Reunião de conselho dos professores está à
porta.
Metade da turma passa o tempo a apostar quem passa de classe e quem
chumba. A Miep de Jong e eu escangalhamo-nos a rir por causa das nossas
companheiras de carteira que já apostaram todo o seu dinheiro de bolso. De manhã
à noite andam a rezar: "Tu passas, tu chumbas, sim, não..." Nem os olhares
suplicantes da Miep nem as minhas sérias tentativas para as meter na ordem
conseguem nada daquela gente. Há tantos mandriões na minha turma que eu, se
mandasse, reprovava metade. Os professores são as pessoas mais caprichosas
do mundo, mas talvez sejam, neste caso, caprichosos no bom sentido.
Dou-me razoavelmente com os professores e com as professoras. Ao todo
são nove, sete homens e duas senhoras. O sr. Kepler, o velho professor de
matemática, ao princípio embirrava comigo, por eu palrar muito. Andava
constantemente a avisar-me, até que me marcou um trabalho de castigo. Mandou-
me fazer uma redação sobre o tema: Uma tagarela." Uma tagarela! O que se
poderia escrever sobre isto? Mas não me afligi. Meti o caderno de exercícios na
pasta e esforcei-me por estar calada. À noite, depois de acabados todos os outros
deveres, lembrei-me da redação. Roí um bocadinho a pena e pensei no assunto:
escrever umas tretas e com as palavras tanto quanto possível distanciadas, toda a
gente sabe. Mas encontrar uma razão evidente da necessidade de palrar, aí é que
estava o grande problema. Pensei e tornei a pensar. De repente as palavras
surgiram. Enchi as três folhas obrigatórias, rapidamente, sem cessar. Aquilo saiu-
me bem. Como argumento aleguei (...)
O Diário de Anne Frank (de 12 de Junho de 1942 a 1 de Agosto de 1944)

1. Partindo da leitura do texto, verifica se as seguintes afirmações são verdadeiras ou


falsas.
a) Anne tem uma relação satisfatória com todos os professores.
b) Anne não considera que é fácil escrever redações.
c) As companheiras de carteira de Anne rezavam para não chumbarem de ano.
d) O problema de Anne está em encontrar motivos que justifiquem o seu
comportamento.
e) Anne ficou preocupada com a redação que tinha de fazer.

2. Atenta no primeiro parágrafo.


2.1. Explica o significado do verbo rezar.
2.2. A Anne e as amigas não conseguem nada daquela gente. Justifica.

________________________________________________________________________________________________________
2.3. Partindo da leitura do texto, traça o perfil de Anne, enquanto aluna.

TEXTO B
- Aqui sobre estas águas cor de azeite (1),
- Cismo em meu Lar, na paz que lá havia:
- Carlota, à noite, ia ver se eu dormia
- E vinha, de manhã, trazer-me o leite.

5 Aqui não tenho um único deleite (2)!


- Talvez… baixando, em breve, à Água fria (3),
- Sem um beijo, sem uma Ave-Maria,
- Sem uma flor, sem o menor enfeite!

- Ah pudesse eu voltar à minha infância! Vocabulário


10 Lar adorado, em fumos (4), à distância,
(1) «águas cor de azeite» - águas turvas
- Ao pé de minha irmã, vendo-a bordar: (2) «deleite» – prazer
(3) «baixando (…) à Água fria» -
- Minha velha Aia! Conta-me essa história morrendo
(4) - «em fumos» - que já quase não se
- Que principiava, tenho-a na memória,
consegue ver
- «Era uma vez»
Ah deixem-me chorar!

António Nobre

3. Indica duas situações que possam caracterizar a felicidade passada.

4. Transcreve do texto um verso que caracterize a infelicidade do presente.

5. A infelicidade do presente faz o sujeito poético desejar a morte. Transcreve da segunda


quadra o verso que o indica.
5.1. Qual o recurso expressivo presente?

6. No último terceto o sujeito poético pede um favor.


6.1. Indica-o.

GRUPO II
1. Faz a correspondência correta das letras da coluna A com os números da coluna B, de forma a
classificares as orações sublinhadas.

COLUNA A COLUNA B

A - Se quiseres, escreves um texto interessantíssimo. 1. Subordinada adverbial condicional.


B - Quero que leias “O Diário de Anne Frank”. 2. Subordinada adjetiva relativa restritiva.
C - Gostei tanto desta autora, que vou ler mais textos seus. 3. Subordinada adverbial temporal.
D – O livro que me aconselhaste é mesmo interessante!. 4. Subordinada substantiva completiva.
E - Embora esteja com sono, vou realizar as tarefas. 5. Subordinada adverbial concessiva.
F – Quando, aprendo coisas novas. 6. Subordinada adverbial consecutiva.

1.1. Indica a função sintática da oração subordinada da frase B.

________________________________________________________________________________________________________
2. Reescreve as frases que se seguem substituindo os constituintes sublinhados pelas formas adequadas do
pronome pessoal.
a) As guerras destroem os seres humanos.
b) Construir a paz é uma prioridade.
c) Veremos um mundo sem guerras?
d) Não perguntes ao Miguel se quer combater.
e) Ele contou-nos a triste notícia.

3. Lê o verso que se segue e seleciona com um X a opção correta.


“conta-me essa história que principiava…”.
3.1. As classes das palavras apresentadas são por esta ordem:

a. verbo - pronome – determinante – nome – conjunção – verbo.


b. verbo - pronome – determinante – nome – pronome – verbo.
c. nome - pronome – determinante – nome – pronome – verbo.

GRUPO III
Escreve uma página de um diário, com um mínimo de 160 e um máximo de 240 palavras, em que
dês a conhecer um acontecimento especial decorrido na tua vida escolar ou privada e os sentimentos e
reflexões que te provocou.

O teu texto deve respeitar a estrutura de um diário.

________________________________________________________________________________________________________