Sei sulla pagina 1di 2

Jesus é o Espírito Santo?

Por Richard Bushey em Sem categoria on 20 de abril de 2014

Quase em uma tentativa de turvar as águas e distorcer o ensinamento bíblico sobre a


pessoa de Cristo, algumas pessoas vão argumentar que Jesus é a pessoa do Espírito
Santo. Antes de responder a pergunta: "Jesus é o Espírito Santo? Eu deveria prefácio
este tema, para que você, caro leitor, vai entender o que quero dizer. Não foi aquecido
debate em toda a história da igreja sobre a natureza do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
A posição ortodoxa prevaling tem sido sempre a posição de que há um só Deus, que é
eternamente presente nestes três pessoas. No entanto, alguns disseram que estes são
deuses diferentes (tri-teísmo). Outros disseram que o Espírito Santo é uma entidade
impessoal. Outros disseram que o Pai, o Filho eo Espírito Santo são apenas diferentes
modos que Jesus toma, que Jesus é o Pai, o Filho eo Espírito Santo.

Eu defendo a visão bíblica ortodoxa, ou seja, há um só Deus, que é eternamente


presente em três pessoas: o Pai, o Filho eo Espírito Santo. Neste artigo, argumento
contra a posição que Jesus é a pessoa do Espírito Santo. Jesus não é o Espírito Santo. O
nome do Espírito Santo não é Jesus. O Espírito Santo não é apenas um modo que Jesus
leva, mas é uma pessoa distinta.

Aqueles que querem dizer que Jesus é o Espírito Santo são conhecidos como
modalistas. Eles argumentam que o Pai, o Filho eo Espírito Santo são apenas modos que
Jesus toma, mas são todos a mesma pessoa. Da mesma forma, um homem pode ser um
pai, um filho, e um empregado. H20 pode ser sólido, líquido e gasoso. O modalista vai
argumentar que Jesus é o H20, eo Pai, Filho e Espírito Santo são como sólido, líquido e
gás. Como tal, Jesus é a pessoa do Espírito Santo. O problema é que Jesus não é a
pessoa do Espírito Santo.

Jesus disse que enviaria o Espírito Santo. Suponha que um pai diz a seus filhos, "Eu
não vou deixá-lo sozinho. Vou enviar uma babá quando eu sair. "Em seguida, o pai
apareceu naquela noite. O que as crianças pensam? Onde está a babá? Então o pai nos
diz: "Oh, eu sou a babá." Gostaríamos de pensar que suas ações eram incoerentes. Não
se diz que eles estão indo para enviar outro, se é o único que está por vir. Mas isso é
precisamente o que Jesus disse.

Jesus disse: "Eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro advogado para ajudá-lo e estar com
você forever- o Espírito da verdade." (João 14: 16-17) Ele irá pedir ao Pai, e o Pai
enviaria o Espírito Santo. O modalista é forçado à conclusão de que Jesus irá perguntar
a si mesmo, e então ele irá enviar a si mesmo. Esta é clara e manifestamente incoerente.
Quando Jesus disse que vai enviar um outro, ele quis dizer que ele vai enviar outro. Ele
passou a dizer: "Mas o advogado, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, vos
ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que eu tenho dito." (V. 26).

Qualquer tentativa de dizer que Jesus é a pessoa do Espírito Santo vai contar com
footwork hermenêutico fantasia. Esta interpretação nos proíbe de ler o significado claro
da passagem. A pessoa que quer pensar que Jesus é o Espírito Santo deve ler nas
entrelinhas desta passagem e desenhar uma interpretação que os discípulos originais
nunca teria.
Jesus distingue entre blasfemando ele, e blasfemar contra o Espírito Santo.
Suponha que você ouviu um homem dizer: "Diga o que quiser contra mim. Mas se você
falar de lixo sobre o meu amigo, você está indo estar no problema real! "Então, mais
tarde, você descobre que, quando ele como uma referência a" seus amigos ", ele estava
realmente se referindo a si mesmo como um amigo. Isto seria claramente incoerente.
Mas isso é o que o modalista é forçado a fazer se eles querem dizer que Jesus é a pessoa
do Espírito Santo.

Jesus disse: "Todo aquele que disser uma palavra contra o Filho do Homem será
perdoado, mas quem blasfemar contra o Espírito Santo não será perdoada. "Jesus está
fazendo claramente uma distinção entre si, e do Espírito Santo. Eu, então, colocar esta
questão. Se Jesus é o Espírito Santo, então porque é que há uma diferença entre
blasfemar Jesus e blasfemar contra o Espírito Santo? Se Jesus é a pessoa do Espírito
Santo, então ele faz uma distinção muito confuso. Assim, este ponto de vista parece
fazer de Jesus um homem muito confuso, que se chama seu próprio Pai, e quem faz
distinções quando não há distinção. É mais ou menos como se eu dissesse: "Você pode
blasfemar Richard, mas se você blasfemar Mike, você está em apuros." Mas em ambas
as situações, refiro-me a mim mesmo. Um deles refere-se a trabalhar a Richard, o outro
refere-se a casa-Richard. É incoerente. Mas isso é o que os modalistas tem Jesus
dizendo.

Prevejo uma objeção a isso. As pessoas vão querer dizer que Jesus se referiu a si mesmo
como o Filho do homem, fazendo uma distinção entre sua humanidade e sua divindade.
Jesus estava dizendo: "Sua blasfêmia contra minha humanidade será perdoado. Mas a
blasfêmia contra o meu deidade nunca será perdoado "Mas eu quero enfatizar:. Jesus
não estava se referindo a sua humanidade quando ele chamou a si mesmo o Filho do
Homem. O Filho do Homem é um título que os judeus atribuída ao Messias (Daniel
7:13). Filho do homem era apenas mais um título para a pessoa de Jesus Cristo.

Jesus é o Espírito Santo? Novamente, você poderia fazer algum footwork


hermenêutico louco para dar a volta a interpretação simples dessas passagens. Mas se
você é honesto com você mesmo, você vai inevitavelmente à conclusão de que Jesus
estava falando de outra pessoa. Se ele estava falando de si mesmo, ele se torna
enganosa, claro, e autor de heresia. Se Jesus é o Espírito Santo, então ele usou as
palavras erradas para expressar isso. Se Jesus é o Espírito Santo, então ele cometeu um
erro quando ele fez essas distinções.

Se você gostaria de entrar em discussão sobre isso, juntar a minha Teologia Grupo de Discussão!