Sei sulla pagina 1di 137
EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO A A n n e e x x o o 0

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO

AAnneexxoo 0011 CCUURRVVAASS BB--HH

o o 0 0 1 1 – – C C U U R R V V

Curvas B – H para H < 400 A/m (para exercícios do Capítulo 08)

(Cada pequena divisão significa 0,02 T para B e 5 A/m para H)

pequena divisão significa 0,02 T para B e 5 A/m para H) Curvas B – H

Curvas B – H para H > 400 A/m (para exercícios do Capítulo 08)

(Cada pequena divisão significa 0,02 T para B e 50 A/m para H)

CC A A P P Í Í T T U U L L O O CAAPPÍÍTTUULLOO 0011

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO

AANNÁÁLLIISSEE VVEETTOORRIIAALL

CAPÍTULO 01

ANÁLISE VETORIAL

1.1)

Um vetor B

a

é dado por:

B

= a

x

+

2a

y

+

3a

z

3 a z

1.1) Um vetor B a é dado por: B = a x + 2 a y

3 e componente x unitária de modo que A

. Determine um vetor A

de módulo igual

e B sejam perpendiculares entre si.

Resolução:

Resolução:



B

Dados:


A

A

=

=

a

x

B

x

a

+

x

2

+

a

y

a

y

+

y

A

3

+

a

z

a

z

z

=

A A = = ⊥ a x B x a + x 2 + a y

x

=

1

A = 3
A
=
3

 

1 2 + y 2 + z 2 = 3

A

B

A B = 0

1 + 2y + 3z = 0

 

3z

1

De (03):

y =

2

Substituindo (04) em (02), temos:

1 +

3z

1  

2

1 a raiz

2 a raiz:

2

+

z

2

=

3

1

7

z 1 =

z

13

2 = −

1

+

9z

2

+

6z

+

1

4

+ z

2

=

3

Substituindo (05) em (04), temos:

y 1

=

3

7

13

1

2

= −

21

1

26

2

y

1

= −

17

13

Substituindo (06) em (04), temos:

y 2

=

3

(

1

)

1

3

1

=

2

2

y

2

=

1

13z

2

 

(01)

(02)

(03)

(04)

+

6z

7

=

0

 

(05)

(06)

(07)

(08)

Substituindo (05) e (07) em (01), temos:

A

 

1

= a

x

a

y

+

a

z

13

13

17

7

Substituindo (06) e (08) em (01), temos:

A

 

2

= a

x

+

a

y

a

z

1.2) EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO C C A A P P Í Í T T

1.2)

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO

CCAAPPÍÍTTUULLOO 0011

AANNÁÁLLIISSEE VVEETTOORRIIAALL

Transforme cada um dos seguintes vetores para coordenadas cilíndricas no ponto dado:

a)

b)

c)

A

B

C

= 5

= 6

a

a

=

4a

x

x em P (ρ = 4, φ = 120 o , z = 2);

y em Q (x = 4, y = 3, z = -1);

2a

y

4a

z

em R (x = 2, y = 3, z = 5).

Resolução:

a) A

 

= A

ρ

A ρ

A

φ

 

A

z

=

=

=

a

A

A a

A a

ρ

+ A

φ

a

ρ

φ

z

=

=

=

a

φ

5

5

a

5

a

x

x

z onde:

a

ρ

=

5

a

a

φ

z

= −

5

A

+ A

+ A

z

x

a

a

A

= −2,5

a

ρ

4,33

a

φ

cos

φ =

5

cos

120

sen

z

=

φ

0

= −

5

sen

120

A

ρ

A

= −

2 , 5

φ

= − 4 33

,

b) Transformando o ponto Q (x = 4, y = 3, z = -1) de coordenadas cartesianas para cilíndricas,

temos:

Q

(

ρ φ

;

;

z )

=

 2 2 ρ = x + y    y φ = arctg
2
2
ρ =
x
+
y
 
y
φ
= arctg


x

=

5

φ

=

36 87

,

°

mas:

B

= B

ρ

a

ρ

+ B

φ

a

φ

+ B

z

 

 

B

= 3,6

a

ρ

+ 4,8

a

φ

a

z

onde:

 


B

ρ

B

φ

B

z

=

=

=

φ

=

φ =

3

5

4

5


sen

cos

B

a

B a

B a

Q(

ρ

=

5

;

φ

=

36 87

,

°

;

z

1)

= −

B

ρ

3

ρ

=

6

y

φ

z

=

=

a

6

y

a

6

y

ρ

=

6

φ

sen

=

6

a

φ

a

z

=

6

φ

cos

B

z

=

0

=

6

5

a

a

= 3 6

,

= 4 8

,

4 B

5 φ

c) Transformando o ponto R (x = 2, y = 3, z = 5) de coordenadas cartesianas para

temos:

cilíndricas,

R

(

;

2 2 x + y = 13
2
2
x
+
y
=
13

z

)

=



ρ =

φ

= arctg

= C

ρ

a

ρ

+ C

φ

a

φ

y

x

+ C

z

φ

a

z

=

ρ φ

;

56 31

,

mas:

C

onde:

°

 

sen

cos

φ

φ

=

=

3

13
13

2

13
13

R(

ρ

=

13 ;
13
;

φ

=

56 31

,

°

;

z

=

5)

  EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO  
 

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO

 
 

CCAAPPÍÍTTUULLOO 0011

AANNÁÁLLIISSEE VVEETTOORRIIAALL

 
 

C

C

 

a

(

4

a

 

2

a

4

a

)

 

a

4 cos

 

2

3

C

= 0 555

ρ

=

=

=

 
 

 

ρ

x

y

z

ρ

φ

2 2 sen φ = 4 ⋅ − 13 3 2 cos φ = −
2
2
sen
φ
=
4
13
3
2
cos
φ
= −
4
13
13
13

2

ρ

,

C

φ

=

C

a

φ

=

(

4

a

x

2

a

y

4

a

z

)

a

φ

= −

4 sen

φ

2

⋅ 13
13

= − 4 438

,

C

z

=

C

a

z

=

(

4

a

x

2

a

y

4

a

z

)

a

z

C

= −

z

4

C

φ

=

10)

 

C

,

= 0 555

a

ρ

,

4 438

a

φ

4

a

z

 

1.3)

Um

campo

vetorial

é

definido

no

ponto

P

(ρ

=

20,

φ

=

120 o

 

,

z

como

sendo: V

=

4a

ρ

+

3a

φ

+

5a

z

. Determinar:

 

a) a componente vetorial de V

b) a componente vetorial de V

c) a componente vetorial de V

d) um vetor unitário perpendicular a V

e) o vetor V

normal à superfície ρ = 20;

tangente à superfície φ = 120 o ;

na direção do vetor

R = 6a

ρ

+ 8a

φ ;

e tangente ao plano φ = 120 o ;

no sistema de coordenadas cartesianas;

Resolução:

a) b)
a)
b)

Dados:

V

=

4a

ρ

+

3a

φ

+

5a

z em P (ρ = 20, φ = 120 o , z = 10).

 

Sabe-se que

V

 

Portanto:

V

N

 

Dados:

 

V

=

4a

+

3a

ρ

φ

V

N

+

V

T

V

)

N

a

ρ

= (

V

]

a

ρ

=

e que

+

5

a

z

a

ρ

)

a

ρ

.

ρ

V

N

a

= 4

= [(

a

4

ρ

+

3

a

φ

+ 5a

z em P (ρ = 20, φ = 120 o , z = 10).

Sabe-se que

V

=

V

N

+

V

T

e que

V

N

= (

V

a

φ

)

a

φ

.

Cálculo de

V

V

N

N

=

=

(

V

[(

4

V

N

:

a

a

ρ

φ

)

+

a

3

φ

a

φ

+

5

a

z

)

a

φ

]

a

φ

V N = 3 a φ
V
N = 3
a
φ
EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO CCAAPPÍÍTTUULLOO 0011 –– AANNÁÁLLIISSEE VVEETTOORRIIAALL Cálculo
EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO
CCAAPPÍÍTTUULLOO 0011
––
AANNÁÁLLIISSEE VVEETTOORRIIAALL
Cálculo de
V
:
T
V
=
V
V
=
(
4
a
+
3
a
+
5
a
)
3
a
V
=
4
a
+
5
a
T
N
ρ
φ
z
φ
T
ρ
z
c)
Dados:
R
= 6
a
+ 8
a
.
ρ
φ
6
a
+
8
a
R
ρ
φ
V
= (
V
a
)
a
, onde
a
=
=
a
=
0 6
,
a
+
0 8
,
a
R
R
R
R
R
ρ
φ
R
36
+
64
V
=
[(
4
a
+
3
a
+
5
a
)
(
0 6
,
a
+
0 8
,
a
)]( ,
0 6
a
+
0 8
,
a
)
V
=
2 88
,
a
+
3 84
,
a
R
ρ
φ
z
ρ
φ
ρ
φ
R
ρ
φ
d) Seja
A
= A
a
+ A
a
+ A
a
o vetor procurado.
ρ
ρ
φ
φ
z
z
(01)
A φ 0, pois
=
A
é tangente ao plano
φ =
120
°
Pelas condições apresentadas, temos:
A
V
=
0, pois
A
V
(02)
A
= 1, pois
A
é um versor
(03)

De (01), conclui-se que

A

= A

ρ

a

ρ

+ A

De (02), conclui-se que:

A

V

= (A

ρ

a

ρ

+ A

z

a

z

) (

4

a

ρ

z

a

z

+

3

a

φ

+

De (03), conclui-se que

A

2

ρ

+ A

2

z

=

= −

5

4

A

z

De (05):

Substituindo (07) em (06), temos:

A

ρ

25

16

A

2

z

+ A

2

z

=

1

A

z

= ±

1

16

41

= ±

0 625

,

5

a

z

)

Substituindo (08) em (07), temos:

A

ρ

= 0,781

Substituindo (08) e (09) em (01), temos:

A

(

= ± −

0 781a

,

ρ +

0 625a

,

z )

4

A +

ρ

5

A =

z

0

(04)

(05)

(06)

(07)

(08)

(09)

e) Cálculo das componentes, em coordenadas cartesianas, do vetor V :


V

x

V

y

V

z

= (

V

a

x

=

= (

V

a

y

=

4 a

4 a

ρ

ρ

+

+

3 a

φ

a

3

φ

+

+

5 a

a

5

)

)

a

a

=

=

4

4

cos

sen

V

z

=

5

φ

φ

z

z

x

y

= a V • = ( 4 a + 3 a z ρ φ ∴
= a
V
=
(
4 a
+
3
a
z
ρ
φ
V
= −
4 598a
,
x

+

a

5

z

)

a

z

1 964a

+ ,

y

+

5a

z

+

3

3

φ

φ

sen

cos

=

=

4

4

cos

sen

120

120

+

3

3

sen

cos

120

°

120

°

V

x

V

y

= − 4 , 598

=

1964

,

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO CCAAPPÍÍTTUULLOO 0011 –– AANNÁÁLLIISSEE VVEETTOORRIIAALL 1.4) Se a
EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO
CCAAPPÍÍTTUULLOO 0011
––
AANNÁÁLLIISSEE VVEETTOORRIIAALL
1.4)
Se a
1 é um vetor unitário dirigido da origem ao ponto (-2,1,2), determinar:

a) um vetor unitário

b) um vetor unitário

Resolução:

Cálculo de

a 1

:

a

a

2 paralelo ao plano x = 0 e perpendicular a a

1 e a

3 perpendicular a a

1 ;

2

.

0 e perpendicular a a 1 e a 3 perpendicular a a 1 ; 2 .

a)

Seja

a

a

2

1

A − a + a + 2 a 1 2 x y z = ⇒
A −
a
+
a
+
2
a
1 2
x
y
z
=
A
2
2
2
1
(
2
)
+
1
+
2
a
+ a
a
+ a
a
2
x
2
y
2
z
x
y
z

=

= a

a

1

2

a

3 x

= −

+

o vetor procurado.

1

3

a

y

+

2 a

3 z

Pelas condições apresentadas, temos:

a

a

2

x

2

a 2

=

a

1

0, pois

=

a

2 é paralelo ao plano x

a

2

a

1

0, pois

= 1, pois

a

2 é um versor

=

0

(01)

(02)

(03)

De (01), conclui-se que:

a

2

= a

2

y

a

y

+ a

2

z

a

z

De (02), conclui-se que:

a

2

a

a

2

1

=

a

(a

2

1

=

y

a

y

+

1 2

a

2

z

3

a

2

y

+

3

De (03), conclui-se que

De (05),

a

2

y

= −2 a

2

z

a

2

2

y

a

z

)

a

2

z

+ a

(

2

3

=

0

2

2

z

=

1

a

x

+

1

3

a

y

+

2

3

a

z

)

Substituindo (07) em (06), temos:

4

a

2

2

z

+ a

2

2

z

1

= a

2

5 = ± z 5
5
= ±
z 5

(04)

(05)

(06)

(07)

(08)

b) EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO C C A A P P Í Í T T

b)

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO

CCAAPPÍÍTTUULLOO 0011

AANNÁÁLLIISSEE VVEETTOORRIIAALL

Substituindo (08) em (07), temos:

a

2 5 = ∓ 2 y 5
2
5
= ∓
2
y
5

Substituindo (08) e (09) em (04), temos:

Seja

 
5
5

(

 

)

a

2

= ±

2

a

 

+

a

 

5

y

z

a

3

= a

3

x

a

x

+ a

3

y

a

y

+ a

3

z

a

z o vetor procurado.

Pelas condições apresentadas, temos:

(09)

  a = a × a , pois a ⊥ ao plano formado por
a
=
a
×
a
, pois
a
ao plano formado por
a
e
a
(01)
3
1
2
3
1
2
a
= 1, pois
a
é um versor
(02)
3
3
De (01), conclui-se que
a
a
a
x
y
z
  5 
5
4
2
5
4
5
2
1
2
=
a
±
a
±
a
±
a
a 3
3
3
3
3 =
x
 ±
15
15
15 y
15 z
2
5
5
0
±
±
5
5
5
(
)
Logo:
a 3 = ±
5
a
+
2
a
+
4
a
x
y
z
15
1.5)
Determinar:
a) qual é a componente escalar do vetor
E
= −
ya
xa
no ponto P (3, -2, 6 ) que está
x
y

apontada para o ponto Q (4, 0, 1 );

b) qual é a equação (escalar) da linha no plano z = 0 que é perpendicular ao vetor

A

=

3a

x

4a

y

e passa através do ponto P (1, 5, 0 )?

= 3 a x − 4 a y e passa através do ponto P (1, 5,

no ponto P

E

P

= −

ya

x

xa

y

E

P

=

2a

x

3a

y

Resolução:

a)

Definições:

E

P

é o vetor dado E

PQ é um vetor dirigido do ponto P para o ponto Q.

E

a PQ

P Q

é a componente escalar de E

P

. é o vetor unitário de PQ

na direção de

E

PQ

.

– Página 1.6 –

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO CCAAPPÍÍTTUULLOO 0011 –– AANNÁÁLLIISSEE VVEETTOORRIIAALL a + 2
EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO
CCAAPPÍÍTTUULLOO 0011
––
AANNÁÁLLIISSEE VVEETTOORRIIAALL
a
+
2
a
5
a
a
+
2
a
5
a
PQ
x
y
z
x
y
z
Cálculo de
: a
=
=
=
a PQ
PQ
a PQ
PQ
1
+
4
+
25
30
Cálculo de
E
:
P Q
 a
+
2
a
5
a
x
y
z
4
E
= E
a
E
=
(
2
a
3
a
)
= −
P
PQ
P
x
y
E P
P Q
Q
30
Q
30
 
 
b)

Seja

v

= (

x

)

1 a

x

+ (

y

)

5 a

Mas

v

A

A v = 0

y

( a

3

x

4

a ) [(

y

x

)a

1

x

o vetor dirigido de P para Q (vetor na direção da linha).

+ (

y

5

)a ] =

y

0

(

3 x

) (

1

4 y

5

) =

0

3x - 4y

+

17

=

0

Assim, 3x-4y+17=0 é a equação da linha no plano z = 0 que é perpendicular ao vetor A passa pelo ponto P

1.6)

Encontrar o vetor em coordenadas:

a) cartesianas que se estende de P (ρ = 4, φ = 10 o , z = 1) a Q (ρ = 7, φ = 75 o , z = 4).

b) cilíndricas no ponto M (x = 5, y = 1, z = 2) que se estende até N (x = 2, y = 4, z = 6).

e

Resolução:

a)
a)

Cálculo do vetor OP :

Dados:

P

Q

(

ρ

(

ρ

=

=

4

;

φ

7

;

φ

=

=

°

10

75

;

°

z

;

z

=

=

1

)

4

)

Definindo PQ como o vetor, em coordenadas cartesianas, que

estende-se do

é

o vetor dirigido da origem ao ponto Q e OP é o vetor dirigido da origem ao ponto P.

+ PQ

temos:

ponto

x

a

x

P

ao

ao

y

a

ponto

y

+ PQ

Q,

PQ

= OQ

OP

= PQ

z

a

z

, onde OQ

 

OP

= OP

x

a

x

+ OP

y

a

y

+ OP

z

a

OP

= 3,939

a

x

+ 0,695

a

y

+

a

z

 

z


, onde:

OP

x

OP

y

OP

z

=

=

=

ρ

ρ

z

cos

sen

φ

φ

=

=

OP

z

4 10

10

4

cos

sen

=

1

°

°

OP

x

OP

y

=

=

3,939

0,695

  EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO  
 

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS DE ELETROMAGNETISMO

 

CCAAPPÍÍTTUULLOO 0011

AANNÁÁLLIISSEE VVEETTOORRIIAALL

Cálculo do vetor OQ :

 

OQ

x

=

ρ

cos

φ

=

7

cos

75

°

OQ

x

=

1,812

6,761

 

OQ

= OQ

x

a

x

+ OQ

y

a

y

+ OQ

z

a

z

,onde:

OQ

OQ

=

ρ

z

sen

φ

=

OQ

z

7

sen

=

4

75

°

OQ

=

y

z

=

y

   

OQ

= 1,812

a

x

+ 6,761

a