Sei sulla pagina 1di 45
CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS SEDIMENTARES

CLASSIFICAÇÃO DAS ROCHAS SEDIMENTARES

RECORDANDO…
RECORDANDO…

Em função da sua origem, os sedimentos podem agrupar-se nas seguintes categorias:

SEDIMENTOS têm origem
SEDIMENTOS
têm
origem
QUÍMICA
QUÍMICA

são

Substâncias dissolvidas na água
Substâncias
dissolvidas na água

originam

Rochas sedimentares quimiogénicas
Rochas
sedimentares
quimiogénicas
FÍSICO-QUÍMICA
FÍSICO-QUÍMICA

são

Clastos/detritos (fragmentos de rochas pré- existentes)
Clastos/detritos
(fragmentos de
rochas pré-
existentes)

originam

Rochas sedimentares detríticas
Rochas
sedimentares
detríticas
BIOLÓGICA
BIOLÓGICA

são

Restos de seres vivos ou substâncias produzidas pela sua atividade
Restos de seres
vivos ou substâncias
produzidas pela sua
atividade

originam

Rochas sedimentares biogénicas
Rochas
sedimentares
biogénicas

Rochas detríticas

COMO SE FORMAM AS ROCHAS DETRÍTICAS?
COMO SE FORMAM AS ROCHAS DETRÍTICAS?
CLASTOS/DETRITOS
CLASTOS/DETRITOS

(balastros, areias, siltes e argilas)

DIAGÉNESE ROCHAS DETRÍTICAS CONSOLIDADAS
DIAGÉNESE
ROCHAS DETRÍTICAS CONSOLIDADAS

Rochas detríticas

COMO SE CLASSIFICAM OS CLASTOS?
COMO SE CLASSIFICAM OS CLASTOS?

CLASSIFICAÇÃO DE WENTWORTH

Sedimentos detríticos são classificados em função do tamanho.

Detrito

Dimensão (mm)

Sedimento solto

Blocos

> 256

Balastros:

Seixos, calhaus Cascalhos Areão

256 a 64 64 a 8 8 a 2

Cascalheiras de

elementos angulosos ou

rolados

Areias:

Areia grosseira

Areia média

Areia fina

2 a 1/2 1/2 a 1/8 1/8 a 1/16

Areia

Silte ou limo

1/16 a 1/256

Silte

Argilas

< 1/256

Argila

Rochas detríticas

COMO SE FORMAM AS ROCHAS DETRÍTICAS?
COMO SE FORMAM AS ROCHAS DETRÍTICAS?
BALASTROS
BALASTROS
Pressão Cimentação
Pressão
Cimentação
Brechas
Brechas
Conglomerados
Conglomerados

Rochas detríticas

COMO SE FORMAM AS ROCHAS DETRÍTICAS?
COMO SE FORMAM AS ROCHAS DETRÍTICAS?
AREIAS
AREIAS
Pressão Cimentação
Pressão
Cimentação
Arenitos
Arenitos

Rochas detríticas

COMO SE FORMAM AS ROCHAS DETRÍTICAS? ARGILAS SILTES Pressão Pressão
COMO SE FORMAM AS ROCHAS DETRÍTICAS?
ARGILAS
SILTES
Pressão
Pressão
Siltitos
Siltitos
Argilitos
Argilitos

Rochas detríticas

COMO SE FORMAM AS ROCHAS DETRÍTICAS?
COMO SE FORMAM AS ROCHAS DETRÍTICAS?
MARGAS
MARGAS

As margas são calcários constituídos por argilas (entre 35% a 60%)

Rochas detríticas

COMO SE FORMAM AS ROCHAS DETRÍTICAS?

CONGLOMERADOS BALASTROS BRECHAS AREIAS ARENITOS SEDIMENTOS SILTES SILTITOS ARGILAS ARGILITOS
CONGLOMERADOS
BALASTROS
BRECHAS
AREIAS
ARENITOS
SEDIMENTOS
SILTES
SILTITOS
ARGILAS
ARGILITOS

Rochas detríticas

RESUMINDO…
RESUMINDO…

ROCHAS SEDIMENTARES DETRÍTICAS

Rocha sedimentar detrítica não consolidada Balastros Areia Silte Argila Diagénese Nome Conglomerado Brecha
Rocha sedimentar detrítica
não consolidada
Balastros
Areia
Silte
Argila
Diagénese
Nome
Conglomerado
Brecha
Arenitos
Siltitos
Argilitos
> 2mm
Maior que 2mm
Entre 1/16 e 2 mm
Entre 1/256 e
<1/256mm
Tamanho do
1/16mm (0,0039-
(0,0625 e 2mm)
(< 0,0039)
sedimento
0,0625)
Anguloso
Arredondado
Arredondado
Forma do
Arredondado (bem
rolado)
(mal rolado)
Arredondados
(praias marítimas)
grão
Angulosos (praias
fluviais)
Ambientes de
Alta energia (rios de montanha, praias
c/forte ondulação, glaciares)
Rochas sedimentares detríticas consolidada
transporte
Alta e baixa energia
(rios, ondas,
correntes
Baixa energia
(suspensão no ar e
na água)
Baixa energia
(suspensão
no ar e na
oceânicas); vento
água)
Compactação
Processos de
Compactação e cimentação através de 1
matriz de sedimentos mais finos
Compactação e cimentação através
diferentes matrizes
e/ou
diagénese
cimentação
Imagem

Rochas

quimiogénicas

COMO SE FORMAM AS ROCHAS QUIMIOGÉNICAS?
COMO SE FORMAM AS ROCHAS
QUIMIOGÉNICAS?

Precipitação de substâncias dissolvidas na água

Precipitação de substâncias dissolvidas na água reações químicas desencadeadas por alterações das

reações químicas desencadeadas por alterações das condições do meio

químicas desencadeadas por alterações das condições do meio evaporação da água (evaporitos) Estalactite Sal gema

evaporação da água

(evaporitos)

Estalactite
Estalactite
Sal gema
Sal gema

Rochas

quimiogénicas

COMO SE FORMAM AS ROCHAS QUIMIOGÉNICAS?
COMO SE FORMAM AS ROCHAS QUIMIOGÉNICAS?

Formam-se por evaporação da água onde os minerais se

encontravam dissolvidos.

Ocorre fundamentalmente em bacias oceânica.

Pode também ocorrer em águas marinhas retidas em

lagunas e em lagos salgados existentes em regiões áridas.

Característicos de ambientes quentes e secos.

A evaporação da água leva à precipitação dos minerais
A evaporação da água leva
à precipitação dos
minerais
áridas. • Característicos de ambientes quentes e secos. A evaporação da água leva à precipitação dos

Rochas

quimiogénicas

COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ?
COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE
PRECIPITAÇÃO ?

Em ambiente marinho pode haver precipitação de CaCO 3

Aumento da Temperatura da água

Diminuição da Pressão atmosférica

Diminuição da Agitação das águas

Fotossíntese

Diminuição da Agitação das águas Fotossíntese C a 2+ + 2 H C O 3 -

Ca 2+ + 2HCO 3 -

Variação do teor em CO 2

2+ + 2 H C O 3 - Variação do teor em CO 2 Diminuição do

Diminuição do CO 2 dissolvido nas águas

Precipitação de calcite
Precipitação
de calcite
do teor em CO 2 Diminuição do CO 2 dissolvido nas águas Precipitação de calcite CaCO
do teor em CO 2 Diminuição do CO 2 dissolvido nas águas Precipitação de calcite CaCO

CaCO 3 + H 2 0 + CO 2

Rochas

quimiogénicas

COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ?
COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE
PRECIPITAÇÃO ?

Nos maciços calcários modelado cársico

Rochas quimiogénicas COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ? Nos maciços calcários – modelado cársico

Rochas

quimiogénicas

COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ?
COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE
PRECIPITAÇÃO ?

Nos maciços calcários modelado cársico

i o g é n i c a s COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO

Rochas

quimiogénicas

Rochas quimiogénicas COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ? Nos maciços calcários – modelado cársico

COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ? Nos maciços calcários modelado cársico

COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ? Nos maciços calcários – modelado cársico Campo de

Campo de Lapiás

Rochas

quimiogénicas

Rochas q u i m i o g é n i c a s COMO SE

COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ? Nos maciços calcários modelado cársico

i o g é n i c a s COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO

Rochas

quimiogénicas

Rochas quimiogénicas COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ? Nos maciços calcários – modelado cársico

COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ? Nos maciços calcários modelado cársico

Dolina Dolina
Dolina
Dolina

Minde: Dolinas formadas numa depressão maior, o polje.

Rochas

quimiogénicas

Algar: Abertura que permite a comunicação de uma gruta subterrânea

com o exterior.

a comunicação de uma gruta subterrânea com o exterior. COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO

COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ? Nos maciços calcários modelado cársico

com o exterior. COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ? Nos maciços calcários – modelado

Rochas

quimiogénicas

Rochas quimiogénicas COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ? Nos maciços calcários – modelado cársico

COMO SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ? Nos maciços calcários modelado cársico

SE FORMA O CALCÁRIO DE PRECIPITAÇÃO ? Nos maciços calcários – modelado cársico Gruta de St.

Gruta de St. António (PNSAC)

Rochas

quimiogénicas

COMO SE FORMAM OS EVAPORITOS?
COMO SE FORMAM OS
EVAPORITOS?

A formação da cristais carbonatados altera a composição da massa de água.

Este facto associado à intensa evaporação provoca a

cristalização sequencial de outros minerais.

massa de água.  Este facto associado à intensa evaporação provoca a cristalização sequencial de outros

Rochas

quimiogénicas

COMO SE FORMAM OS EVAPORITOS?
COMO SE FORMAM OS
EVAPORITOS?

No ambiente marinho, os primeiros cristais a aparecer são os minerais carbonatados (calcite e dolomite). A precipitação do carbonato de cálcio dá origem ao travertino.

do carbonato de cálcio dá origem ao travertino . A contínua evaporação, provoca a cristalização

A contínua evaporação, provoca a cristalização sequencial de outros

evaporação, provoca a cristalização sequencial de outros minerais, nomeadamente gesso e posteriormente halite sob a

minerais, nomeadamente gesso e posteriormente halite sob a forma de

sal-gema.
sal-gema.

Nos estádios finais há precipitação do cloreto de magnésio e cloreto de potássio. Para além dos evaporitos temos também a precipitação de compostos ricos em ferro e fósforo.*

e cloreto de potássio. Para além dos evaporitos temos também a precipitação de compostos ricos em

Rochas

quimiogénicas

*QUE OUTRAS ROCHAS QUIMIOGÉNICAS EXISTEM?

Rochas quimiogénicas *QUE OUTRAS ROCHAS QUIMIOGÉNICAS EXISTEM?
Rochas quimiogénicas *QUE OUTRAS ROCHAS QUIMIOGÉNICAS EXISTEM?
Rochas quimiogénicas *QUE OUTRAS ROCHAS QUIMIOGÉNICAS EXISTEM?

Rochas

quimiogénicas

COMO SE FORMAM OS EVAPORITOS?
COMO SE FORMAM OS EVAPORITOS?

Dependendo dos minerais que se encontram dissolvidos e depois precipitam, pode formar-se:

Dependendo dos minerais que se encontram dissolvidos e depois precipitam, pode formar-se: NaCl Sal-gema CaSO 4

NaCl

Sal-gema
Sal-gema
CaSO 4
CaSO 4

Gesso

Rochas

quimiogénicas

COMO SE FORMAM OS EVAPORITOS?
COMO SE FORMAM OS EVAPORITOS?
Rochas quimiogénicas COMO SE FORMAM OS EVAPORITOS? O sal-gema é pouco denso e muito plástico e,

O sal-gema é pouco denso e muito plástico e, quando sob pressão de camadas superiores depositadas, tem

tendência a ascender através de zonas débeis das

rochas encaixantes. Formam-se grandes massas de sal DIAPIROS ou DOMAS SALINOS

das rochas encaixantes. Formam-se grandes massas de sal – DIAPIROS ou DOMAS SALINOS Formação de um
das rochas encaixantes. Formam-se grandes massas de sal – DIAPIROS ou DOMAS SALINOS Formação de um
das rochas encaixantes. Formam-se grandes massas de sal – DIAPIROS ou DOMAS SALINOS Formação de um

Formação de um doma salino

Rochas

quimiogénicas

Rochas q u i m i o g é n i c a s COMO SE
COMO SE FORMAM OS EVAPORITOS? Grutas de Naica
COMO SE FORMAM OS
EVAPORITOS?
Grutas de Naica

A 8 de Fevereiro de 2001 foram descobertos os maiores cristais naturais em 2 cavernas existentes numa mina de prata e zinco, localizada perto de Naica, Chihuahua, México. Os cristais são de selenite uma variedade cristalina de gesso (diâmetro entre 1 a 2 m e comprimento até 15 m).

Os cristais são de selenite – uma variedade cristalina de gesso (diâmetro entre 1 a 2
Os cristais são de selenite – uma variedade cristalina de gesso (diâmetro entre 1 a 2

Rochas

quimiogénicas

RESUMINDO…
RESUMINDO…
ROCHAS SEDIMENTARES QUIMIOGÉNICAS
ROCHAS SEDIMENTARES QUIMIOGÉNICAS

Cloreto de Sódio (NaCl)

Substâncias

precipitadas

Sulfato de cálcio (CaSO 4 )

Carbonato de Cálcio (CaCO 3 )

Diagénese

Rocha

Travertino

Sal-gema

Gesso

Condições de

precipitação

Aumento da temperatura ou fotossíntese

Intensa

águas marinhas

evaporação

de

Intensa evaporação

Ambientes de

formação

Ambiente marinho Grutas de zonas calcárias

Lagoas de água salgada. Lagos de zonas áridas com iões Na + e Cl - em solução

Lagos de zonas áridas com iões Ca 2+ e SO 4 2- em solução

Outras

características

Podem originar paisagens cársicas se em zonas emersas

É um evaporito.

Rocha monominerálica formada por halite.

É um evaporito.

Rocha monominerálica formada por gesso.

Imagem

um evaporito. Rocha monominerálica formada por halite. É um evaporito. Rocha monominerálica formada por gesso. Imagem
um evaporito. Rocha monominerálica formada por halite. É um evaporito. Rocha monominerálica formada por gesso. Imagem
um evaporito. Rocha monominerálica formada por halite. É um evaporito. Rocha monominerálica formada por gesso. Imagem
um evaporito. Rocha monominerálica formada por halite. É um evaporito. Rocha monominerálica formada por gesso. Imagem

Rochas

quimiogénicas

QUAIS AS PRINCIPAIS ROCHAS QUIMIOGÉNICAS?
QUAIS AS PRINCIPAIS ROCHAS
QUIMIOGÉNICAS?
Travertino CARBONATADAS CALCÁRIO ROCHAS QUIMIOGÉNICAS CLORETADA SAL-GEMA NÃO CARBONATADAS SULFATADA GESSO
Travertino
CARBONATADAS
CALCÁRIO
ROCHAS
QUIMIOGÉNICAS
CLORETADA
SAL-GEMA
NÃO CARBONATADAS
SULFATADA
GESSO

Rochas biogénicas

COMO SE FORMAM AS ROCHAS BIOGÉNICAS?
COMO SE FORMAM AS ROCHAS
BIOGÉNICAS?

São constituídas por restos de seres vivos ou incorporam materiais resultantes da sua atividade.

Calcários biogénicos Carvão *Petróleo
Calcários biogénicos
Carvão
*Petróleo

Rochas biogénicas

COMO SE FORMAM OS CALCÁRIOS CONQUÍFEROS/RECIFAIS?
COMO SE FORMAM OS CALCÁRIOS
CONQUÍFEROS/RECIFAIS?

A grande maioria dos calcários, rochas sedimentares mais frequentes, são rochas de origem marinha, para cuja

mais frequentes, são rochas de origem marinha , para cuja precipitação contribuem os seres vivos que

precipitação contribuem os seres vivos que fixam o

carbonato de cálcio

os seres vivos que fixam o carbonato de cálcio … … em grandes quantidades à volta
os seres vivos que fixam o carbonato de cálcio … … em grandes quantidades à volta

… em grandes quantidades à volta

delas.

… em pequenas quantidades nas

sua conchas…

CALCÁRIOS CONQUÍFEROS Após a morte dos animais e consequente acumulação das suas conchas
CALCÁRIOS CONQUÍFEROS
Após a morte dos animais e
consequente acumulação
das suas conchas
CALCÁRIOS RECIFAIS
CALCÁRIOS RECIFAIS
acumulação das suas conchas CALCÁRIOS RECIFAIS Formar-se-ão abundantes massas calcárias, fossilíferas,

Formar-se-ão abundantes massas calcárias, fossilíferas, edificadas à custa da grande riqueza biológica dos recifes

Rochas biogénicas

COMO SE FORMAM OS CALCÁRIOS CONQUÍFEROS/RECIFAIS? CALCÁRIOS CONQUÍFEROS CALCÁRIOS RECIFAIS
COMO SE FORMAM OS CALCÁRIOS
CONQUÍFEROS/RECIFAIS?
CALCÁRIOS CONQUÍFEROS
CALCÁRIOS RECIFAIS
CALCÁRIOS CONQUÍFEROS CALCÁRIOS RECIFAIS Formar-se-ão abundantes massas calcárias, fossilíferas,

Formar-se-ão abundantes massas calcárias, fossilíferas, edificadas à custa da grande riqueza biológica dos recifes

edificadas à custa da grande riqueza biológica dos recifes Após a morte dos animais e consequente
Após a morte dos animais e consequente acumulação das suas conchas
Após a morte dos animais e
consequente acumulação das suas
conchas

Rochas biogénicas

COMO SE FORMAM OS CALCÁRIOS? A deposição de restos de organismos ricos em sílica, como
COMO SE FORMAM OS CALCÁRIOS?
A deposição de restos de organismos ricos
em sílica, como por exemplo, as
diatomáceas (algas verdes unicelulares)
podem originar os diatomitos (rochas leves
e muito claras).
DIATOMITOS
DIATOMITOS
as diatomáceas (algas verdes unicelulares) podem originar os diatomitos (rochas leves e muito claras). DIATOMITOS

Rochas biogénicas

COMO SE FORMAM OS COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS CARVÃO/HIDROCARBONETOS?
COMO SE FORMAM OS COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS
CARVÃO/HIDROCARBONETOS?
FORMAM OS COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS CARVÃO/HIDROCARBONETOS? Em conjunto constituem os combustíveis fósseis .

Em conjunto constituem os combustíveis fósseis.

*PETRÓLEO
*PETRÓLEO
CARVÕES
CARVÕES
constituem os combustíveis fósseis . *PETRÓLEO CARVÕES Resultam da transformação de restos vegetais É um

Resultam da transformação de restos vegetais

É um derivado de microrganismos planctónicos

Os restos orgânicos têm de ser, inicialmente protegidos do contacto com o O 2 :
Os restos orgânicos têm de ser, inicialmente protegidos do contacto com o O 2 :
o fraco hidrodinamismo do meio
o fraco
hidrodinamismo
do meio
a rápida cobertura dos sedimentos orgânicos
a rápida cobertura
dos sedimentos
orgânicos
a baixa permeabilidade dos materiais de cobertura
a baixa
permeabilidade dos
materiais de cobertura

Rochas biogénicas

COMO SE FORMAM OS CARVÕES?
COMO SE FORMAM OS CARVÕES?

Forma-se quando matéria vegetal é

rapidamente enterrada e colocada em anaerobiose. (Frequente em pântanos).

-Aumento de pressão e temperatura -Metabolismo bacteriano

-Aumento de pressão e temperatura -Metabolismo bacteriano -Perda de água e voláteis -Enriquecimento em carbono

-Perda de água e voláteis

-Enriquecimento em carbono -Aumento do potencial calorífico

Rochas biogénicas

COMO SE FORMAM OS CARVÕES?
COMO SE FORMAM OS CARVÕES?
Rochas biogénicas COMO SE FORMAM OS CARVÕES? Turfa Lignite Hulha Potencial calorífico Antracite (rocha que se

Turfa

Rochas biogénicas COMO SE FORMAM OS CARVÕES? Turfa Lignite Hulha Potencial calorífico Antracite (rocha que se

Lignite

Rochas biogénicas COMO SE FORMAM OS CARVÕES? Turfa Lignite Hulha Potencial calorífico Antracite (rocha que se

Hulha

biogénicas COMO SE FORMAM OS CARVÕES? Turfa Lignite Hulha Potencial calorífico Antracite (rocha que se encontra

Potencial calorífico

Antracite

(rocha que se encontra na fronteira entre as rochas sedimentares e metamórficas)

na fronteira entre as rochas sedimentares e metamórficas) Quanto maior a deformação, maior a dureza da
na fronteira entre as rochas sedimentares e metamórficas) Quanto maior a deformação, maior a dureza da

Quanto maior a deformação, maior a dureza da rocha e o seu conteúdo em carbono.

Rochas biogénicas

RESUMINDO…
RESUMINDO…

ROCHAS SEDIMENTARES QUIMIOBIOGÉNICAS/BIOGÉNICAS

 

Precipitação de

Restos de corais

Restos de conchas

Restos de plantas

carbonato de

de moluscos e

Origem

Cálcio e detritos de seres vivos

foraminíferos

 

Diagénese

Rocha

Calcário

Calcário recifal

Calcário Conquífero

Carvão

 

Diminuição de CO 2 na água marinha devido à atividade dos seres vivos

Fixação de carbonato de cálcio por corais

Acumulação de

Decomposição anaeróbia de restos de plantas

Condições de

conchas de

formação

moluscos e

 

foraminíferos

 

Ambientes de

Marinho

Marinho

Marinho

Pântanos e lagos pouco profundos

formação

Outras

É um calcário de precipitação

È um calcário de edificação

É um calcário de acumulação

É um combustível fóssil

características

Imagem

Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

Rochas biogénicas

COMO SE CLASSIFICA O PETRÓLEO?
COMO SE CLASSIFICA O PETRÓLEO?

É com frequência classificado como uma rocha sedimentar de origem biogénica… contudo atualmente não é classificado como tal:

contudo atualmente não é classificado como tal:  É um fluido de origem biogénica com uma
contudo atualmente não é classificado como tal:  É um fluido de origem biogénica com uma

É um fluido de origem biogénica com uma percentagem variável de gases.

De acordo com a legislação petrolífera portuguesa, o termo petróleo designa “toda a concentração ou mistura natural de hidrocarbonetos líquidos ou gasosos”.

Vulgarmente os hidrocarbonetos líquidos incluem o petróleo e os gasosos o gás natural.

Rochas biogénicas

COMO SE FORMA O PETRÓLEO?
COMO SE FORMA O PETRÓLEO?

Forma-se na rocha-mãe a partir da sucessiva deposição de matéria orgânica de origem aquática (restos de algas e outros organismos planctónicos) que vai sendo alterada quando sujeita a elevadas condições de pressão e de temperatura, sofre modificações químicas e é transformada progressivamente em fluidos (hidrocarbonetos -petróleo e gás natural).

Como é pouco denso tende a migrar da rocha-mãe e a acumular-se em rochas mais porosas e permeáveis ROCHAS ARMAZÉM ou RESERVATÓRIO (arenitos ou calcários).

ROCHAS ARMAZÉM ou RESERVATÓRIO (arenitos ou calcários). Sobre esta rocha existe rocha mais impermeável (argilito)
ROCHAS ARMAZÉM ou RESERVATÓRIO (arenitos ou calcários). Sobre esta rocha existe rocha mais impermeável (argilito)

Sobre esta rocha existe rocha mais impermeável (argilito) que impede a migração do petróleo até à superfície

ROCHA COBERTURA.
ROCHA COBERTURA.

Na rocha armazém (permeável) existe água aprisionada e a disposição dessa água, do petróleo e do gás natural no jazigo faz-se de acordo com as densidades

Rochas biogénicas

COMO SE FORMA O PETRÓLEO?
COMO SE FORMA O PETRÓLEO?
Rochas biogénicas COMO SE FORMA O PETRÓLEO? A rocha-cobertura compõe uma armadilha, pois impede que os

A rocha-cobertura compõe uma armadilha, pois impede que os hidrocarbonetos escapem da rocha-armazém.

Rochas biogénicas

COMO SE FORMA O PETRÓLEO?
COMO SE FORMA O PETRÓLEO?

A formação do petróleo a partir da matéria orgânica acumulada nos sedimentos é o resultado de uma série de fatores que, ao atuarem conjuntamente, originam os hidrocarbonetos.

Estes fatores pertencem a 3 categorias: FATORES BIOLÓGICOS • A transformação da matéria orgânica em
Estes fatores pertencem a 3 categorias:
FATORES
BIOLÓGICOS
• A transformação da matéria orgânica em petróleo consiste num aumento
da relação C/N, isto é, enriquecimento em C e em H e empobrecimento
em N e O.
• Este fenómeno ocorre em ambientes redutores, nos quais sobrevivem
bactérias anaeróbias que iniciam as transformações da matéria orgânica
• Para
a
formação
do
petróleo
não
são
necessárias
temperaturas
e
FATORES
FÍSICO-
QUÍMICOS
pressões elevadas
• Calculou-se que a pressão necessária não excede os 175 Kg/cm 2 e que o
valor de temperaturas se situa entre os 80 0 C e os 120 0 C
FATORES
• São vários os fatores geológicos que condicionam a formação do petróleo
GEOLÓGICOS
• Talvez o mais importante seja a existência de armadilhas petrolíferas

Rochas biogénicas

COMO SE FORMA O PETRÓLEO?
COMO SE FORMA O PETRÓLEO?
O petróleo é gerado nas bacias sedimentares a partir de matéria orgânica acumulada, juntamente com
O petróleo é gerado nas bacias sedimentares a partir
de matéria orgânica acumulada, juntamente com
sedimentos inorgânicos, em ambientes deficientes em
oxigénio - em geral, no fundo de lagos, lagunas ou
mares com deficiente circulação da massa líquida
junto ao fundo
A matéria orgânica, embora preservada da oxidação, sofre modificações resultantes de reações químicas
A matéria orgânica, embora preservada da
oxidação, sofre modificações resultantes de reações
químicas inorgânicas e do ataque por bactérias, do
que resulta a formação de algum gás (gás biogénico,
gás dos pântanos) e a transformação da restante
matéria orgânica em querogénio, um material rico
em hidrocarbonetos sólidos muito pesados.

Rochas biogénicas

COMO SE FORMA O PETRÓLEO?
COMO SE FORMA O PETRÓLEO?
Numa fase final da sua evolução química, as moléculas de hidrocarbonetos vão-se tornando sucessivamente menos
Numa fase final da sua evolução química, as moléculas de
hidrocarbonetos vão-se tornando sucessivamente menos
densas e aumentando de volume, o que cria um aumento
brutal da pressão e faz com que o petróleo abandone a
rocha-mãe.

Rochas biogénicas

COMO SE FORMA O PETRÓLEO?
COMO SE FORMA O PETRÓLEO?
Para que o petróleo possa ser explorado, isto é, extraído em condições economicamente rentáveis, é
Para que o petróleo possa ser explorado, isto é,
extraído em condições economicamente rentáveis,
é necessário que esteja contido em rochas com
porosidade e permeabilidade elevadas. As rochas-
mãe não possuem, em geral, essas caraterísticas e,
por isso, o petróleo raramente pode ser delas
diretamente extraído.
É necessário que o petróleo, após a sua expulsão da rocha-mãe, encontre condições favoráveis para
É necessário que o petróleo, após a sua expulsão da
rocha-mãe, encontre condições favoráveis para
migrar através de rochas mais ou menos
permeáveis, geralmente num processo muito lento
que pode exigir milhões de anos, até uma rocha
reservatório ou armazém.

A energia que impulsiona o petróleo na sua migração é a da gravidade. Por ser menos denso que os outros fluidos que impregnam as rochas, em geral água doce ou salgada, o petróleo tem tendência a subir em direção à superfície

Rochas biogénicas

COMO SE FORMA O PETRÓLEO?
COMO SE FORMA O PETRÓLEO?
Rochas biogénicas COMO SE FORMA O PETRÓLEO? Rocha-cobertura (armadilha) Rocha impermeável que impede a migração do

Rocha-cobertura (armadilha) Rocha impermeável que impede a migração do petróleo e do gás até à

superfície

Rocha-armazém Camada rochosa

permeável onde o

petróleo se acumula

Rocha-mãe

Camada rochosa onde o

petróleo teve origem

Rochas biogénicas

COMO SE FORMA O PETRÓLEO?
COMO SE FORMA O PETRÓLEO?

Para que o petróleo possa ser explorado de forma rentável é necessária a sua acumulação em grandes quantidades

Estruturas geológicas que permitem que o petróleo e o gás natural fiquem confinados

e não migrem até à superfície. Podem ser falhas, dobras, domas salinos, … Armadilhas petrolíferas
e não migrem até à superfície.
Podem ser falhas, dobras, domas salinos, …
Armadilhas petrolíferas