Sei sulla pagina 1di 15

FICHA TÉCNICA

COMPORTA

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 1/15
www.sgpam.com.br
FICHA TÉCNICA
COMPORTA

ÍNDICE

INTRODUÇÂO...........................................................................................................................3

1. GENERALIDADES .............................................................................................................3
1.1. Utilização:.............................................................................................................3
1.2. Características Principais: ...................................................................................4
1.3. Características Construtivas:...............................................................................4
Componentes: ...............................................................................................4
Revestimento:................................................................................................4
Dimensões e Massas: ...................................................................................5

1.4. Fornecimento: ......................................................................................................5


1.5. Acionamento: .......................................................................................................6

2. PREPARAÇÃO DA PAREDE.............................................................................................6

3. INSTALAÇÃO DA COMPORTA.........................................................................................7
3.1. Seqüência de Execução: .....................................................................................7
3.2. Gabarito de Furação para os Chumbadores:......................................................8

4. INSTALAÇÃO DA HASTE DE EXTENSÃO ......................................................................9

5. OPERAÇÃO......................................................................................................................10

6. SISTEMA DE CUNHAS ....................................................................................................11


6.1. Cunhas Laterais:................................................................................................11
6.2. Cunhas Superior e Inferior:................................................................................11
6.3. Regulagem das Cunhas: ...................................................................................11

7. MANCAIS INTERMEDIÁRIOS .........................................................................................12

8. ARMAZENAGEM..............................................................................................................13
8.1. Cuidados no Armazenamento de Comportas: ..................................................13

9. TRANSPORTE..................................................................................................................14

10. MANUTENÇÃO.................................................................................................................14
10.1. Preventiva: .........................................................................................................14
10.2. Corretiva:............................................................................................................15

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 2/15
www.sgpam.com.br
FICHA TÉCNICA
COMPORTA

INTRODUÇÂO

Este manual tem por objetivo orientar o usuário sobre as formas mais adequadas de
armazenagem, transporte, instalação, operação e manutenção de comportas com
sentido duplo de fluxo de fabricação SGC.

1. GENERALIDADES

1.1. Utilização:

É utilizada para descarga horizontal, em canais de concreto, de instalações hidráulicas


sob pressão atmosférica: reservatórios, decantadores, câmaras de mistura, filtros
abertos, pequenas barragens, etc. é, também, especialmente recomendada para
instalações de esgoto. A passagem pode ser circular ou quadrada.

NOTA: o sentido positivo, preferencial da comporta, é aquele no qual a pressão hidráulica


exercerá força sobre a tampa contra a sede.

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 3/15
www.sgpam.com.br
FICHA TÉCNICA
COMPORTA

1.2. Características Principais:

As comportas de sentido duplo de fluxo SGC caracterizam-se por sua robustez e


qualidade, pela simplicidade de sua construção e pela facilidade de operação e
manutenção.

1.3. Características Construtivas:

Componentes:

As comportas de sentido duplo de fluxo são constituídas por um telar (corpo) em


ferro fundido dúctil com sede em aço inox 304, chumbado à parede, com uma
passagem (circular ou quadrada) que é fechada/aberta axialmente através de
uma tampa de ferro dúctil com vedações em aço inox 304. Veja esquema
abaixo:

No Componentes Materiais

1 Telar Ferro dúctil NBR 6916 classe 42012

2 Tampa Ferro dúctil NBR 6916 classe 42012

3 Sede Aço inox AISI 304

4 Haste Aço inox AISI 304

5 Cunha Bronze ASTM B 147 liga 8A

6 Guias Ferro dúctil NBR 6916 classe 42012

7 Luva Ferro dúctil NBR 6916 classe 42012

8 Parafusos Aço inox AISI 304

9 Chumbadores Aço inox AISI 304

10 Junta Borracha

Revestimento:
A comporta é fornecida com pintura epóxi poliamida com no mínino 150 m de
película seca, sem pigmentos tóxicos, ideal para contato com água potável. Sob
encomenda pode ser fornecido com outros tipos de pintura.

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 4/15
www.sgpam.com.br
FICHA TÉCNICA
COMPORTA

Dimensões e Massas:

Dimensões e massas
A B C D E ØF G H Massas
OU CQUAW CCIAW
mm mm mm mm mm Pol mm mm kg kg
200 324 170 219,1 395 565 11/8 75 37 100 110
300 520 250 386,0 500,0 750,0 11/8 110 55 150 170
400 620 300 525,0 578,5 878,5 11/8 110 55 195 225
500 728 354 508,0 649,0 1003, 11/8 115 60 280 310
600 828 404 600,0 798,5 1202, 13/4 127 60 350 460
700 1022 496 686,0 812,0 1308, 13/4 144 70 550 630
800 1144 546 720,0 944,0 1490, 13/4 172 86 810 970
900 1244 596 770,0 1094, 1690, 2 191 86 1050 1300
1000 1354 636 817,3 1099, 1735, 2 191 86 1154 1385
1200 1554 736 876,0 1299, 2035, 21/2 196 86 1535 1810
1400 1754 836 988,0 1501, 2337, 21/2 196 86 2150 2500
1500 1854 886 1040, 1602, 2488, 21/2 196 86 2530 3035
1800 2220 1083 1270, 1927, 3010, 25/8 233 100 3750 4500
2500 2990 1435 1784, 2657, 4092, 31/2 268 120 6360 7633

1.4. Fornecimento:

Quando da compra de uma comporta de sentido duplo de fluxo SGC, é importante


comprar também a haste de extensão e o sistema de acionamento. Os
chumbadores para comporta e do pedestal, assim como a junta de borracha, fazem
parte do fornecimento.

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 5/15
www.sgpam.com.br
FICHA TÉCNICA
COMPORTA

1.5. Acionamento:
a) Acionamento Manual: A comporta só pode ser acionada por pedestal de
suspensão
b) Outros tipos de Acionamento: Sob consulta a comporta poderá ser fornecida com
cilindro hidráulico, pneumático ou com acionamento elétrico por carrinho.
Importante: Para assegurar perfeitas condições de utilização, devem ser evitados
esforços exagerados no fechamento, pois podem danificar as cunhas. Caso ocorra
grande resistência ao fechamento, verificar se há depósito de corpos estranhos na
sede.

2. PREPARAÇÃO DA PAREDE

Na instalação das comportas de sentido duplo de fluxo é necessário preparar a parede


antes de receber o material, conforme instruções a seguir:

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 6/15
www.sgpam.com.br
FICHA TÉCNICA
COMPORTA

NOTA: Entende-se como chumbador menor os localizados na parte superior e inferior da


comporta, e chumbador maior os localizados nas laterais e guias, quando existem.

3. INSTALAÇÃO DA COMPORTA

3.1. Seqüência de Execução:

i. Executar o concreto primário deixando os espaços vazios com a ferragem


de espera para fixação dos chumbadores.
ii. Fazer caixa de madeira adaptando-a no concreto, no setor de passagem
do fluido.
iii. Posicionar a comporta no local, com chumbadores.
iv. Com a comporta e a caixa de madeira moldar espaços vazios com
concreto secundário, fixando-se desta maneira os chumbadores.
v. Após a cura do concreto, retirar a comporta.
vi. Colocar a junta de borracha posicionada pelos chumbadores.
vii. Fixar em definitivo a comporta, tomando cuidado com o sentido de fluxo.
Após a instalação da comporta realize uma rigorosa limpeza, retirando
resíduos de concreto, areia, etc. Após a retirada dos resíduos grossos lave
a comporta.

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 7/15
www.sgpam.com.br
FICHA TÉCNICA
COMPORTA

3.2. Gabarito de Furação para os Chumbadores:

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 8/15
www.sgpam.com.br
FICHA TÉCNICA
COMPORTA

4. INSTALAÇÃO DA HASTE DE EXTENSÃO

Todas as comportas de sentido duplo de fluxo, bem como os pedestais, são fornecidos
com luvas para receber a haste de extensão. Estas luvas já saem de fábrica fixadas nas
peças citadas acima, através de rosca e contra pino de fixação de luva rebitado.

As luvas já vêm com um furo roscado, onde entrará a haste de extensão, e um furo
perpendicular para introduzir o contra pino (fornecido) que será rebitado.

O furo da haste de extensão onde será introduzido o contra pino é furado na


montagem, junto com a luva, não havendo o risco de não se conseguir montar.

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 9/15
www.sgpam.com.br
FICHA TÉCNICA
COMPORTA

Para fixar a haste de extensão deve-se proceder da seguinte forma:

a) Iniciar a fixação pela haste do pedestal.


b) Rosquear a haste de extensão na luva do pedestal até que os furos
perpendiculares estejam coincidentes.
c) Introduzir o contra pino até que ultrapasse completamente o furo.
d) Rebitar o contra pino
e) Após fixação da haste de extensão no pedestal, introduzi-la na luva da
comporta rosqueando-a até que os furos estejam coincidentes.
f) Introduzir o contra pino até que ele ultrapasse completamente o furo.
g) Rebitar o contra pino.

5. OPERAÇÃO

Para operar comporta gire o volante do pedestal – no sentido horário ela fecha, no
sentido anti-horário ela abre. O posicionamento da comporta, isto é, se ela está aberta
ou fechada, pode ser visto de três maneiras diferentes:

a) Haste do pedestal: na posição aberta a haste estará toda para fora.

b) Indicador de abertura instalado em um tubo de extensão na parte superior do


pedestal.

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 10/15
www.sgpam.com.br
FICHA TÉCNICA
COMPORTA

A operação da comporta deve ser feita de maneira suave, com o volante girando
sem dificuldade. Caso o volante esteja muito duro vide o procedimento de
manutenção neste manual.

6. SISTEMA DE CUNHAS

A comporta de sentido duplo de fluxo SGC tem cunhas ajustáveis em bronze. O número
e a localização destas cunhas dependem do tamanho da comporta.

Detalhe dos encunhamentos:

Lateral Superior Inferior

6.1. Cunhas Laterais:

São fixadas diretamente na tampa para prevenir movimentos rotativos. A cunha


entra em contato com uma superfície usinada em ângulo para um perfeito encaixe.

6.2. Cunhas Superior e Inferior:

São fixadas na tampa da comporta. Estas cunhas encaixam-se nas sedes de latão
que estão fixas no telar de ferro dúctil, fazendo com que a tampa não se mova nem
quando pressurizada.

6.3. Regulagem das Cunhas:

Todas as cunhas possuem um sistema de parafuso que permite ajustá-las para que
fiquem firmemente assentadas em seus devidos alojamentos, evitando qualquer
vibração ou vazamento.

As cunhas já saem reguladas de fábrica. Caso ocorra algum vazamento devido a


uma deficiência no assentamento da comporta ou ao tempo de uso, proceder da
seguinte maneira:

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 11/15
www.sgpam.com.br
FICHA TÉCNICA
COMPORTA

a) Esvaziar o reservatório.
b) Fechar a comporta.
c) Verificar manualmente se os pontos em que a comporta (tampa ou telar) não
esteja totalmente fechada. As sedes de vedação do telar devem estar
“casando”. Caso seja necessário utilize uma lanterna, iluminando por trás da
comporta.
d) Soltar os parafusos das cunhas (parafuso de ajuste e de fixação).
e) Abrir um pouco a comporta.
f) Feche a comporta suavemente até as sedes de vedação “casarem”
perfeitamente.
g) Encravar as cunhas diametralmente opostas uma a uma (se necessário bata
com uma madeira), até estar com a tampa bem assentada com relação ao
telar.
h) Apertar os parafusos de ajuste e fixação.

Após este procedimento, caso o volante esteja girando com dificuldade, consulte o
procedimento para manutenção neste manual.

7. MANCAIS INTERMEDIÁRIOS

Para casos em que o comprimento da haste de extensão for maior que 3 m, é


necessário prever mancais intermediários, que são utilizados como guias. Para evitar a
flambagem, os mancais devem ser instalados de 2 em 2 m, para hastes de 1 1/8 e de 3
em 3 m para as hastes maiores.

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 12/15
www.sgpam.com.br
FICHA TÉCNICA
COMPORTA

8. ARMAZENAGEM

8.1. Cuidados no Armazenamento de Comportas:

Os locais de armazenamento devem ser limpos, cobertos, secos e isentos de


poeira.

● Conservar a comporta na embalagem original de fábrica até a sua instalação.


● Conservar a comporta disposta em estrados de madeira.
● Não empilhar uma comporta sobre outra.
● Conservar a comporta na posição fechada para evitar a entrada de materiais
que possam danificar a vedação.
● Em períodos prolongados, lubrificar as partes usinadas, evitando a oxidação.
● Guardar a documentação recebida junto com a comporta. Ela é a garantia e a
referência para qualquer dúvida que porventura venha ocorrer. Lembrar que a
garantia deste material é de 18 meses após a entrega ou 12 meses após a
entrada em uso (a que ocorrer primeiro).

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 13/15
www.sgpam.com.br
FICHA TÉCNICA
COMPORTA

9. TRANSPORTE

● Aplicar sempre o esforço de içamento na parte superior da comporta.


● No caso dos pedestais, não suspendê-lo pelo volante.
● Utilizar sempre talhas, empilhadeiras ou equivalentes. Evitar a utilização de
força humana para a movimentação deste material.
● Quando utilizar transporte rodoviário, ferroviário ou similar, manter sempre a
comporta na sua embalagem original. Não empilhar as comportas e os
pedestais.
● Transportá-las de maneira segura, de preferência deitadas, apoiadas sobre o
telar (corpo) e com a comporta fechada.

10. MANUTENÇÃO

10.1. Preventiva:

As comportas de sentido duplo de fluxo SGC, juntamente com a haste de extensão


e o pedestal, não requerem manutenção preventiva especial. O pedestal é
lubrificado com graxa permanente colocada no seu interior e isolada do meio
externo. Não é necessária a sua substituição.

Todavia, recomendamos limpeza periódica (o intervalo entre uma limpeza e outra


varia de acordo com a qualidade da água) principalmente da sede de vedação do
telar (corpo) e tampa, nesta limpeza raspe a superfície da sede de vedação,
tomando cuidado para não arranhá-la. Fazer também uma boa raspagem em toda a
superfície da comporta eliminando carepas. É importante ressaltar que a tampa tem
que correr completamente livre e no seu curso normal dentro do telar (corpo). Para
saber se a tampa está na sua posição normal verifique se o assentamento das
sedes de vedação estão casando.

Todas as partes em contato com a água são em ferro fundido dúctil, aço inox ou
protegidas contra corrosão por um revestimento adequado.

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 14/15
www.sgpam.com.br
FICHA TÉCNICA
COMPORTA

10.2. Corretiva:

A comporta de sentido duplo de fluxo SGC, haste de extensão e pedestal são


equipamentos onde não se recomenda qualquer tipo de manutenção corretiva.

Não existe regulagem para melhorar a vedação da comporta, sendo que um


vazamento da ordem de 0,1 Gpm (galões por minuto) por pé de assento perimetral é
aceitável. Caso o acionamento da comporta esteja muito duro, proceder da seguinte
forma:

a) Checar alinhamentos. É muito importante que o conjunto formado pela comporta,


haste de extensão, mancal e pedestal esteja alinhado.
b) Soltar os parafusos do pedestal conforme indicado no desenho a baixo. Às vezes o
simples fato de soltar estes parafusos à manobra se torna mais fácil. Não é
necessário soltá-lo totalmente.

Parafusos

c) Caso continue duro, desmontar o volante (soltando a porca que o fixa), o chapéu
(retirando os parafusos), a porca da haste (desrosqueando-a da haste). Proceda,
então, uma limpeza rigorosa do alojamento da porca da haste e de sua rosca
interna, e da haste. Caso o conjunto de Parafusos acionamento esteja muito justo,
proceder um ajuste através de lixa fina. Remontar o conjunto após a limpeza.
Lubrificá-lo com graxa de boa qualidade.

SAINT-GOBAIN CANALIZAÇÃO
Gerencia de Marketing de
Válvulas, Conexões e Tampões
Praia de Botafogo, 440 – 7º andar 15/15
www.sgpam.com.br