Sei sulla pagina 1di 6

Sistema Respiratório

1) (UFRJ 99) O gráfico abaixo representa a saturação da hemoglobina com oxigênio em função da
pressão parcial de oxigênio no ambiente. Os dois pontos assinalados na curva representam os
níveis de saturação da hemoglobina em função das pressões parciais de oxigênio no sangue
arterial e no sangue venoso de um homem.

Identifique qual ponto corresponde à saturação venosa e qual corresponde à saturação arterial.
Justifique sua resposta.

2) Leia atentamente o texto a seguir:


Respirar é uma ação automática. Nós respiramos enquanto estamos acordados ou dormindo sem
que, para isso, tenhamos que fazer qualquer esforço consciente. Podemos variar o ritmo da
respiração, como em geral acontece quando paramos para pensar sobre isso, e podemos
conscientemente respirar mais profundamente.
O que não podemos fazer é parar de respirar por mais de um minuto. Se a respiração é contida
por muito tempo, nosso encéfalo assume o controle, enviando automaticamente impulsos nervosos
ao diafragma e aos músculos intercostais, instruindo-os a se contraírem.
O ritmo e a profundidade da respiração também são controlados quimicamente. Durante o
esforço, os músculos aumentam a produção de gás carbônico, que começa a se acumular no
sangue. O centro respiratório do bulbo detecta esse aumento e acelera o ritmo e a profundidade dos
movimentos respiratórios de maneira a eliminar o excesso indesejável de gás carbônico através dos
pulmões.
Responda:
A pessoa seria capaz de produzir anoxia (falta de oxigênio) total, simplesmente parando de
respirar? Justifique.

3) (UFF 2001) Dois indivíduos sadios estão em repouso quando, então, o primeiro inicia um período
de respiração forçada, ao mesmo tempo em que o segundo prende a respiração.
Assinale, nos parênteses correspondentes, toda alternativa que indica, na situação descrita, o que
poderá suceder a estes indivíduos.
( ) Em ambos os indivíduos, a concentração de CO 2 no sangue diminuirá, estimulando o ritmo
respiratório.
( ) O primeiro indivíduo tenderá a desenvolver alcalose, isto é, aumento do pH sanguíneo.
( ) O segundo indivíduo tenderá a desenvolver acidose, isto é, diminuição do pH sanguíneo.
Explique cada escolha feita no item anterior.

4) (Fuvest 2000) Em condições normais, nem todo o gás oxigênio transportado pelo sangue é
liberado nos tecidos corporais; um pouco dele continua retido nas moléculas de hemoglobina. No
entanto, um aumento da temperatura ou uma queda do pH faz com que a hemoglobina libere uma
quantidade adicional de gás oxigênio.
a) Explique a relação entre atividade muscular e aumento de temperatura.
b) Explique a relação entre atividade muscular e queda de pH.
c) Explique de que maneira o comportamento da hemoglobina, descrito no texto, pode ser
benéfico para músculos em atividade intensa.
5) (Unicamp 2003) A utilização e manipulação de materiais produzidos com amianto foram proibidas,
pois esta substância é prejudicial à saúde das pessoas que trabalham na produção de caixas de
água, telhas e revestimentos. As fibras de amianto, por serem finíssimas, quando inaladas
penetram, por exemplo, nos pulmões, alojando-se nas estruturas responsáveis pelas trocas
gasosas.
Em que estrutura dos pulmões se alojam as fibras de amianto? Explique como se realizam as
trocas gasosas.

6) Edema pulmonar é um estado patológico caracterizado pelo acúmulo de líquido e pela inflamação
nos alvéolos pulmonares, que ficam impossibilitados de realizar a hematose. Geralmente advém do
aumento da pressão nas veias pulmonares, como consequência de enfarto, estreitamento da
válvula mitral ou qualquer enfermidade cardíaca que ocasione insuficiência do miocárdio. Também
pode ser causado por lesão ou pela ação direta de toxinas nos pulmões, incluindo calor, gás
venenoso, infecção severa ou excesso de líquido corporal provocado, por exemplo, por insuficiência
renal ou de hormônios relacionados ao controle da atividade renal. Pode aparecer com muitos graus
de gravidade, desde uma pequena dificuldade de respiração enquanto se está deitado ou em
atividade física até um estado que poderá pôr em risco a vida do paciente.
(www.avera.org/adam/esp_ency/article/000140.htm, com adaptações)
Baseando-se no texto e em conhecimentos sobre os sistemas cardiovascular e respiratório,
responda:
a) Como se apresentaria o pH dos líquidos orgânicos dos pacientes com edema pulmonar?
Justifique. (o item só terá valor mediante justificativa correta).
b) Um dos índices de qualidade do ar diz respeito à concentração de monóxido de carbono (CO),
pois esse gás pode causar vários danos à saúde. A tabela abaixo mostra os efeitos do CO sobre os
seres humanos.

Concentração de CO (ppm) Sintomas em seres humanos


10 Nenhum

15 Diminuição da capacidade visual

60 Dores de cabeça

100 Tonturas, fraqueza muscular

270 Inconsciência

800 Morte
Sabendo-se que, há 10 anos, José Maria mora em uma cidade cujo índice de poluição atinge
valores entre 15ppm e 60 ppm e não apresenta os sintomas mencionados, apesar de possuir um
índice aumentado de glóbulos vermelhos no sangue e que sua irmã Maria José, ao visitá-lo,
manifestou os sintomas apresentados na tabela, além de uma pequena dificuldade de respiração,
diagnosticada posteriormente como edema pulmonar de grau leve, explique a diferença observada
na fisiologia de ambos.

7) Fumantes passivos são mais propensos a ter asma, diz estudo


RIO - Não-fumantes que conviveram assiduamente com fumantes por período superior a um ano
têm mais propensão a sofrer de asma na vida adulta, alerta um estudo feito por pesquisadores
finlandeses. Durante três anos os pesquisadores analisaram um grupo de 440 mil pessoas, entre 21
e 63 anos. Todos os pacientes asmáticos responderam a um questionário sobre se estiveram
expostos à fumaça de cigarro em algum momento na vida e de que maneira. Constatou-se, assim,
que o tabagismo passivo era muito mais alto no grupo de asmáticos do que no grupo de pessoas
sem asma: respectivamente 15,6% e 9%. Segundo os cientistas, entre as pessoas expostas à
fumaça de cigarro por mais de um ano, a metade dos casos de asma estaria ligada justamente ao
fumo passivo e não a outros fatores. (http://oglobo.globo.com/online, 5 de março de 2004)
Baseando-se no texto e em conhecimentos sobre o sistema respiratório, explique qual a relação
existente entre a ação do cigarro e o desencadeamento de crises asmáticas ?

8) Os fumantes causam mais danos às suas vias e superfícies respiratórias ao introduzir nelas
partículas de tabaco e substâncias como nicotina em concentrações maiores do que as existentes
no ar. Estas substâncias inicialmente paralisam os cílios na traquéia e brônquios e posteriormente
os destroem. Além disso, a nicotina provoca a liberação excessiva de adrenalina no sangue
aumentando o risco de acidentes vasculares.
a) A que tipo de tecido estão associados os cílios?
b) Qual é a consequência da paralisação e destruição dos cílios das vias respiratórias?
c) Explique como os efeitos fisiológicos da liberação de adrenalina podem aumentar os riscos de
acidentes vasculares.

9) (Fac. Méd. Triângulo Mineiro) É comum vermos em túneis, placas com os dizeres: "Em caso de
congestionamento, desligue os motores." Nas construções modernas, cada vez mais há a
preocupação com o sistema de ventilação dentro dos túneis. Isto se deve a um gás inodoro,
expelido pelos escapamentos dos carros, por queima de carvão, lenha e outras combustões e que,
quando inspirado em ambientes fechados, pode levar à morte. a) Que gás é esse?
b) Por que esse gás pode levar à morte?

10) (UFRJ 99) O gráfico a seguir apresenta duas curvas que sugerem uma relação de causa e efeito
entre o hábito de fumar e o câncer de pulmão: uma delas estuda o número de cigarros consumidos
por ano, por indivíduo, e a outra reflete o número de mortes devido a câncer de pulmão por 100.000
habitantes, por ano.

a) Faça uma análise comparativa das duas curvas, no período 1920 - 1960, que justifique essa
relação de causa e efeito.
b) Faça o mesmo tipo de análise para o período 1960 - 1980.

11) (UFF 2001) Dois indivíduos sadios estão em repouso quando, então, o primeiro inicia um período
de respiração forçada, ao mesmo tempo em que o segundo prende a respiração.
a) Assinale, nos parênteses correspondentes, toda alternativa que indica, na situação descrita, o
que poderá suceder a estes indivíduos.
( ) Em ambos os indivíduos, a concentração de CO 2 no sangue diminuirá, estimulando o ritmo
respiratório.
( ) O primeiro indivíduo tenderá a desenvolver alcalose, isto é, aumento do pH sanguíneo.
( ) O segundo indivíduo tenderá a desenvolver acidose, isto é, diminuição do pH sanguíneo.
b) Explique cada escolha feita no item anterior.

12) (Fuvest 2004) Na figura, as curvas mostram a variação da quantidade relativa de gás oxigênio
(O2) ligado à hemoglobina humana em função da pressão parcial de O 2 (PO‚), em pH 7,2 e pH 7,4.
Por exemplo, a uma PO2 de 104 mm Hg em pH 7,4, como a encontrada nos pulmões, a
hemoglobina está com uma saturação de O2 de cerca de 98%.
a) Qual é o efeito do abaixamento do pH, de 7,4 para 7,2, sobre a capacidade de a hemoglobina
se ligar ao gás oxigênio?
b) Qual é a porcentagem de saturação da hemoglobina por O 2, em um tecido com alta atividade
metabólica, em que a PO2 do sangue é de 14 mm Hg e o pH 7,2, devido à maior concentração de
gás carbônico (CO2)?
c) Que processo celular é o principal responsável pelo abaixamento do pH do sangue nos tecidos
com alta atividade metabólica?
d) Que efeito benéfico, para as células, tem o pH mais baixo do sangue que banha os tecidos com
alta atividade metabólica?

13) (UERJ 1998) ENFISEMA EM FUMANTES É PROVOCADA POR UMA ENZIMA


O enfisema se caracteriza pelo esticamento dos alvéolos do pulmão, o que endurece estes tecidos
e diminui sua capacidade de absorção de oxigênio. As pessoas que desenvolvem a doença também
apresentam um alto nível de células de defesa conhecidas como macrófagos. (O GLOBO, 26/09/97)
Observe a figura a seguir, que representa um corte histológico de alvéolos pulmonares.

(Adaptado de COMARCK, "David. H. Ham´s histology", 9ª ed., Philadelphia, Harper International,


1987.)
a) Nomeie os dois tipos de células epiteliais que, por estarem localizadas entre o sangue e o ar
alveolar, fazem parte da barreira hemato-aérea e diminuem a capacidade de absorção de oxigênio,
quando afetadas.
b) Indique e descreva a função desempenhada pelos macrófagos presentes na parede dos
alvéolos.

14) (Fuvest 2002) Faça uma breve descrição de como o nefasto hábito de fumar está associado ao
desenvolvimento de câncer de pulmão, garantindo que em seu texto apareçam, de forma
relacionada, os seguintes conceitos: tumor, mutação, fumo, proliferação celular descontrolada,
genes reguladores da divisão celular.</P<td>

15) (UFRN 2001) Todos nós possuímos uma combinação fantástica de células, que, para
sobreviverem, necessitam respirar.
Considerando que a função respiratória é desempenhada, em diferentes níveis, pelos pulmões e
por todas as células,
a) Estabeleça uma comparação entre o processo de respiração pulmonar e o de respiração
celular;
b) Esclareça como a respiração pulmonar e a celular se relacionam entre si e como cada uma
delas, por sua vez, se relaciona com o sistema respiratório.

16) (Unicamp 2003) A utilização e manipulação de materiais produzidos com amianto foram proibidas,
pois esta substância é prejudicial à saúde das pessoas que trabalham na produção de caixas de
água, telhas e revestimentos. As fibras de amianto, por serem finíssimas, quando inaladas
penetram, por exemplo, nos pulmões, alojando-se nas estruturas responsáveis pelas trocas
gasosas.
Em que estrutura dos pulmões se alojam as fibras de amianto? Explique como se realizam as
trocas gasosas.
17) (Unicamp 1995) Ao forçarmos a respiração, às vezes nos sentimos tontos. Isso se deve
principalmente à eliminação de grande quantidade de CO 2, pela respiração, alterando o pH
sanguíneo.
a) Que processo químico ocorre no plasma sanguíneo, resultando na formação do CO 2, eliminado
pelos pulmões?
b) Explique como o pH do sangue é alterado na respiração forçada.
c) Que efeito essa alteração de pH determina no ritmo respiratório? Como isso ocorre?

18) Ao forçarmos a respiração, às vezes nos sentimos tontos, isso se deve principalmente à
eliminação de grande quantidade de CO2 pela respiração, alterando o pH sanguíneo. Sobre este
assunto, julgue os itens.
(l) O processo químico que ocorre no plasma sanguíneo, resultando na formação do CO 2
eliminado pelos pulmões, é a respiração celular.
(2) O pH do sangue é alterado na respiração forçada como consequência do aumento da
concentração de O2 no plasma sanguíneo.
+
(3) O aumento da concentração de CO2 no sangue provoca aumento na liberação de íons H e o
plasma tende a ficar ácido; o inverso (o plasma fica mais básico) ocorre com a diminuição da
concentração de CO2.
(4) O aumento do pH do sangue leva a uma excitação do Centro Respiratório, levando a uma
respiração mais rápida.

19) (UFPE 2000) O pH é uma medida da concentração de íons hidrogênio em solução, sendo de
extrema importância nos fluidos orgânicos, precisando, por isso, ser rigorosamente controlado.
Assim:
(1) uma elevação na concentração de CO2 no sangue pode produzir um aumento na concentração
+
de H ;
+
(2) há uma relação direta entre a concentração de H e o pH;
+
(3) acidose é uma condição clínica resultante de uma diminuição na concentração de H ;
(4) no sangue, o rigoroso controle do pH é realizado pelo tampão bicarbonato;
(5) a hiperventilação produz uma redução no pH, devido a uma diminuição na concentração de
CO2.

20) (UFPE 99) Em relação às doenças respiratórias, avalie as seguintes proposições:


(1) Na infância, inúmeras crianças eram acometidas pela coqueluche, causada pela bactéria
Hemophilus pertussi, que se instala na mucosa das vias respiratórias.
(2) Pessoas mais idosas que fumam por muito tempo podem ser acometidas de bronquite crônica
e enfisema pulmonar, que são causados pela dilatação das vias áreas superiores.
(3) A tuberculose, infecção pulmonar causada pelo Mycobacterium tubercolosis, encontrava-se,
até certo tempo atrás, sob controle, mas agora é considerada doença reemergente, por várias
causas, entre elas a AIDS.
(4) Uma doença que acomete muitas crianças, principalmente no período chuvoso, é a asma
brônquica, que se caracteriza pelo aumento do calibre dos bronquíolos.
(5) O fumo atua sinergicamente com hipertensão e hiperlipidemia para aumentar os riscos de
doenças nas coronárias.

21) (UnB 2001) Vários benefícios o fumante pode ganhar se interromper o hábito. Além de melhorar a
aparência da pele em apenas dois meses, os efeitos da suspensão do cigarro começam poucos
minutos depois de apagá-lo.
 Após 2 horas: não há mais nicotina no sangue.
 Após 8 horas: o nível de oxigênio no sangue se normaliza.
 Entre 12 e 24 horas: os pulmões funcionam melhor.
 Após 2 dias: o paladar e o olfato melhoram.
 Após 1 ano: o risco de morte por infarto do miocárdio já foi reduzido à metade.
“Saúde”. in: Correio Braziliense, 15/4/2001 p. 16 (com adaptações).
Considerando o texto acima, julgue os itens que se seguem.
(1) Após parar de fumar durante 2 horas, "não há mais nicotina no sangue", pois essa substância
é metabolizada ainda nas células sanguíneas.
(2) Transcorridas 8 horas da suspensão do uso de cigarro, "o nível de oxigênio no sangue se
normaliza", atingindo cerca de 79%.
(3) De 12 a 24 horas após parar de fumar, "os pulmões funcionam melhor”, pois o hábito de fumar
causa produção excessiva de muco, impedindo o funcionamento dos cílios do epitélio do
bronquíolo.
(4) O fato de o texto considerar a melhora do paladar e do olfato juntos, após 2 dias de abstinência
de cigarro, evidencia a forte interação existente desses dois sentidos.
(5) O infarto do miocárdio é causado por isquemia do músculo cardíaco e caracteriza-se pela
morte de fibras musculares devido à falta de oxigênio.

22) A maioria das religiões xamânicas e de magia utilizam algum tipo de cerimônia de inicialização
pela qual uma pessoa se torna um membro reconhecido daquela religião, sociedade, grupo ou
coven. Tais ritos indicam também a nova direção que a vida do iniciado está tomado.
Um ritual de grande poder pode produzir reações fisiológicas, tais como batimento cardíaco
acelerado, dificuldade em manter o equilíbrio e comichão ou formigamento em algumas partes do
corpo.
A ansiedade ou os estados ansiosos geralmente desencadeados nos rituais de iniciação
promovem liberação de adrenalina que frequentemente levam à hiperventilação, algumas vezes de
tal intensidade que o indivíduo torna seus líquidos orgânicos alcalóticos (básicos), eliminando
grande quantidade de dióxido de carbono, precipitando assim contrações dos músculos de todo o
corpo.
Os centros da fala no sistema nervoso central, utilizados em mantras utilizados em alguns rituais,
também interferem na respiração. Assim, quando impulsos nervosos são transmitidos do cérebro
para as cordas vocais, impulsos colaterais são enviados simultaneamente para o sistema
respiratório.
Em estado de relaxamento, a respiração profunda oxigena melhor os tecidos, acalma e elimina o
estresse, promovendo relaxamento muscular, redução dos batimentos cardíacos e outros efeitos
antagônicos à adrenalina (geralmente provocados pela liberação de acetilcolina e outros
neurotransmissores).
Existem pessoas que não entendem como rezar pode trazer paz de espírito, ou como certos
indivíduos passam dias em jejum e oração ou andam na brasa sem sentir dor. A explicação está no
cérebro: os neurotransmissores responsáveis pelo prazer, como serotonina e dopamina aumentam
em quantidade durante qualquer exercício de fé. (www.portalespiritual.com.br/magia.asp, GUYTON,
ARTHUR C. Fisiologia Humana. 5ª ed. Rio de Janeiro, Ed. Interamericana, 1981)
Em relação ao texto e conhecimentos sobre sistema respiratório e sua regulação, julgue os itens:
(1) A alcalose produzida pela hiperventilação durante os rituais de iniciação pode levar a uma
irritabilidade do sistema nervoso, resultando nas contrações musculares mencionadas no texto e até
mesmo em crises convulsivas.
(2) Os estados de relaxamento estimulam os centros respiratórios, aumentando tanto a freqüência
quanto a profundidade da respiração, devido ao aumento da concentração de dióxido de carbono no
sangue.
(3) Os estímulos adrenérgicos desencadeados em rituais de iniciação podem promover aumento
da taxa de CO2 nos líquidos corporais, determinando um estado de acidose.
(4) A hematose, que ocorre nos capilares dos alvéolos pulmonares, é responsável pela eliminação
do dióxido de carbono trazido dos tecidos corporais pelo sangue.
(5) A febre aumenta a frequência respiratória do indivíduo.