Sei sulla pagina 1di 2

Gêneros textuais

Os gêneros textuais são enunciados relativamente estáveis ancorados em


tipos textuais. Eles surgem, principalmente, em virtude do dinamismo das
interações sociais.

Publicado por: Luana Castro Alves Perez em Gêneros textuais



A comunicação sempre acontece por meio dos gêneros, seja nas mensagens de celular ou na elaboração de um
simples bilhete

Bem vindo ao Player Audima. Clique TAB para navegar entre os botões, ou aperte
CONTROL PONTO para dar PLAY. CONTROL PONTO E VÍRGULA ou BARRA
para avançar. CONTROL VÍRGULA para retroceder. ALT PONTO E VÍRGULA ou
BARRA para acelerar a velocidade de leitura. ALT VÍRGULA para desacelerar a
velocidade de leitura.
Ouça este conteúdo 0:00 02:50 Audima

Ao longo de nossas vidas, somos expostos a variados tipos de leituras e envolvemo-nos


em diversas situações comunicacionais. Elaboramos diferentes métodos para interagir
com as pessoas e, de acordo com a circunstância, o discurso oral ou escrito pode ser
alterado. Assim é a linguagem, um veículo poderoso de ação e adaptação.

Da necessidade de nos comunicar nasceram os gêneros textuais e, antes mesmo deles,


os tipos textuais, estruturas nas quais os mais variados textos apoiam-se. Os tipos são
limitados e estão relacionados com a forma, enquanto os gêneros são incontáveis e estão
relacionados com o tipo de conteúdo veiculado. Os gêneros estão ancorados em
modelos predefinidos e assim se apresentam para os leitores e interlocutores. São
também tipos estáveis de enunciados, com estruturas e conteúdos temáticos que
facilitam sua definição. Observe alguns exemplos de gêneros textuais:
 Artigo
 Crônica
 Conto
 Reportagem
 Notícia
 E-mail
 Carta
 Relatório
 Resumo
 Resenha
 Biografia
 Diário
 Fábula
 Ofício
 Poema
 Piada

Acompanhando o dinamismo da linguagem e da comunicação, os gêneros podem sofrer


modificações ao longo do tempo. Esse fenômeno é chamado de transmutabilidade, ou
seja, novas formas surgem a partir de formas já existentes. Foi o que aconteceu com as
cartas, que antigamente escrevíamos e enviávamos via correios. As inovações
tecnológicas praticamente substituíram esse gênero por outro bastante usual, utilizado
para as mais variadas finalidades: o e-mail. Contudo, embora as cartas não sejam mais
tão usuais, os e-mails que mandamos para nossos amigos ou os utilizados em nossas
relações profissionais guardam traços comuns com seu gênero matricial.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os gêneros textuais apresentam uma função social em uma determinada situação


comunicativa, ou seja, a cada texto produzido, seleciono, ainda que inconscientemente,
um gênero em função daquilo que desejo comunicar e em função do efeito que espero
produzir em meu interlocutor. Os gêneros estão intrinsecamente ligados à história da
comunicação e da linguagem e não importa a situação, nós nos comunicamos
estritamente por meio desses enunciados relativamente estáveis, seja no bilhete que
deixamos afixados na geladeira, nos comentários feitos nas redes sociais ou até nas
anedotas que contamos para nossos amigos.