Sei sulla pagina 1di 37

8 PASSOS PARA

Planejar Sua
Independência
Financeira
Tudo o Que é Preciso Saber Para Planejar e
Executar os Primeiros Passos Em Direção à
Sua Independência Financeira

MeuSuadoDinheirinho.com
Autor

Analista de Sistemas, criador do blog


MeuSuadoDinheirinho.com, Empreendedor
Digital, leitor e pesquisador de educação
financeira, investimentos e desenvolvimento
pessoal desde 2015, quando por um insight
decidiu descobrir o caminho para a
independência financeira e compartilhar
seu aprendizado com o maior número de
pessoas.

2
Conteúdo
Introdução

Passo 1 – Tenha Rendas Alternativas

Passo 2 – Evite Dívidas Desnecessárias

Passo 3 – Gaste Menos Do Que Ganha e


Procure Investir Mensalmente

Passo 4 – Aprenda Sobre Educação


Financeira e Investimentos

Passo 5 – Faça Uma Reserva Para


Emergências

Passo 6 – Identifique Seu Perfil De


Investidor

Passo 7 – Defina Objetivos Para o Dinheiro

Passo 8 – Pague-se Primeiro


3
Conclusão
INTRODUÇÃO
8 Passos Para Planejar Sua Independência Financeira

Esse E-book tem como objetivo mostrar um passo-a-


passo para iniciar um bom planejamento financeiro.

Todas as pessoas têm o objetivo de viver melhor, e


principalmente, no que diz respeito às finanças.
Todos nós queremos ter dinheiro sim, para usufruir de
mais tranquilidade e poder proporcionar serviços e
produtos de mais qualidade para nossa família.
É uma real necessidade.

Para isso você precisa planejar bem e administrar


seus recursos da melhor forma possível.

Veja nesse E-book 8 passos simples que podem


mudar sua vida financeira de uma vez por todas.

4
1
PASSO UM

Tenha Rendas
Alternativas
TENHA MAIS DE UMA FONTE DE RENDA
O Segredo Não é Apenas Economizar, Mas Aumentar a Renda

• O empregado ganha dinheiro mantendo o seu emprego.


Ele trabalha para uma empresa pública ou privada e
vende o seu tempo por um salário.
• O autônomo exerce por conta própria uma atividade
econômica e ganha dinheiro assim. Também vende a sua
hora de trabalho, mas é dono do negócio. Médicos,
dentistas e advogados são trabalhadores autônomos.
• O empresário contrata pessoas para trabalharem para
ele. Sua renda vem dos lucros do seu negócio.
• O investidor ganha dinheiro colocando o próprio dinheiro
para trabalhar para ele. É quando o dinheiro passa a gerar
mais dinheiro.

6
TENHA MAIS DE UMA FONTE DE RENDA
O Segredo Não é Apenas Economizar, Mas Aumentar a Renda

Na corrida para a independência financeira


precisamos de renda. Ela vem através das 4 formas
que vimos anteriormente. Que o nosso objetivo seja
passar para os quadrantes da direita. Apenas nesses
podemos chegar à Independência financeira.
Podemos definir ainda 2 grupos de renda:

São os 2 tipos: Renda Ativa e Renda Passiva.

# RENDA ATIVA

É a renda que vem do seu emprego. A renda ativa


só existe enquanto você estiver trabalhando. É a
troca da mão de obra pelo dinheiro.

TRABALHO => DINHEIRO


SEM TRABALHO => SEM DINHEIRO

7
TENHA MAIS DE UMA FONTE DE RENDA
O Segredo Não é Apenas Economizar, Mas Aumentar a Renda

Ao contrário do que a grande maioria das pessoas


acreditam, depender apenas de uma renda ativa
não traz estabilidade nenhuma.
Elas estão empregadas, e muitas vezes, muito bem
empregadas e se iludem nessa falsa sensação de
segurança que o emprego dá, já dizia o velho
ditado: “quem trabalha para os outros, é hoje e não
é amanhã”. Ou seja, tanto faz estar empregado hoje,
como amanhã ser dispensado.
Mas mesmo assim continuam unicamente
dependentes do salário.
Ou para quem é autônomo, dependente
unicamente dos seus serviços e força de trabalho.

“ A Renda Ativa é Necessária Para



Construir a Renda Passiva.
8
TENHA MAIS DE UMA FONTE DE RENDA
O Segredo Não é Apenas Economizar, Mas Aumentar a Renda

# RENDA PASSIVA

Ao contrário da renda ativa, é o dinheiro que você


recebe independente da sua força de trabalho
principal. Pode ser aluguel de imóveis, dividendos,
juros de títulos públicos, etc., algo que você investiu
inicialmente e te rende dinheiro constantemente até
mesmo quando você está dormindo.
Esse é o nosso objetivo. Renda passiva é o dinheiro
gerando mais dinheiro. O dinheiro trabalhando para
você, sofrendo as influências exponenciais dos juros
compostos.
A sua preocupação deve ser em manter sua renda
sempre em constante crescimento. Hoje em dia tem
muita gente ganhando dinheiro trabalhando na
internet, é uma ótima opção para quem está
buscando uma renda extra, ou até principal mesmo.
Cursos como o Fórmula Negócio Online , por
exemplo, ensinam você a construir um verdadeiro
negócio na internet e conseguir uma ótima renda
extra de forma legal mesmo que você tenha pouco
tempo.
9
2
PASSO DOIS

Evite Dívidas
Desnecessárias
LIVRE-SE DAS DÍVIDAS
Aprenda a Viver Com o Mínimo De Dívidas Possível

Esse é um passo muito importante para sua


estabilidade e independência financeira.
Vou citar 2 motivos porque as pessoas adquirem
dívidas descontroladas:

- Falta de controle emocional sobre as compras;


- A necessidade do status quo.

Você pode facilmente ser mais um que é guiado por


esses motivos e vive com as finanças pessoais no
vermelho. Isso é mais comum do que imaginamos.
A falta de controle diante de uma promoção numa
vitrine, é por causa da falsa sensação de que estará
perdendo uma oportunidade de comprar mais
barato, é a falsa sensação de estar economizando.
Ou o simples fato de ter o smartphone da última
geração que seus amigos já têm, e você “precisa”
ter também para poder mostrar que também pode
ter.

11
LIVRE-SE DAS DÍVIDAS
Aprenda a Viver Com o Mínimo De Dívidas Possível

Evite cair nessa. O cartão de crédito tem sido um


vilão na vida de muitos que não sabem utilizá-lo. Na
verdade, ele é apenas uma ferramenta, você é o
verdadeiro vilão.

Fonte: http://www.bb.com.br/docs/pub/siteEsp/dicar/dwn/tabjurosVarejo.pdf Acesso


em: 09/05/2017.

Com taxas de juros altíssimas, o rotativo do cartão e


o cheque especial tem deixado as pessoas cada vez
mais pobres. Fuja dele.

12
LIVRE-SE DAS DÍVIDAS
Aprenda a Viver Com o Mínimo De Dívidas Possível

Não fique dando dinheiro para o banco, pagando


juros, como se dinheiro fosse fácil de ganhar.

Isso é uma das barreiras que não deixarão você


alcançar independência financeira na vida.

Planeje melhor suas compras, livre-se de dívidas com


juros altos. Mantenha apenas dividas devidamente
gerenciadas e extremamente necessárias.

13
3
PASSO TRÊS

Gaste Menos Do Que


Ganha, e Invista
Mensalmente
GASTE MENOS DO QUE GANHA
Gaste Menos Para Sobrar Para Investir

Se você recebe R$ 1.000,00 de salário não pode


gastar R$ 1.500,00 no mês. Isso é muito lógico.

Mas se as pessoas não conseguem pagar suas


contas dentro do mês quer dizer que gastaram mais
do que receberam.
O dinheiro sempre some antes do mês acabar.

É claro que muitas vezes o salário já é defasado e


mal dá para o básico. Por isso falamos no passo 1 da
necessidade de sempre aumentar sua renda
buscando outras formas de complementá-la.

Nesse passo é a hora de analisar e entender


exatamente quanto custa seu padrão de vida.

É muito importante saber disso. Depende de você


em consenso com sua família saber com quanto
consegue manter um padrão ideal.

15
GASTE MENOS DO QUE GANHA
Gaste Menos Para Sobrar Para Investir

Por exemplo: Padrão de vida de João / mês


• Aluguel ou prestação da casa: R$ 700,00
• Manutenção da vida (mercado, roupas, saúde,
educação): R$ 2.000,00
• Laser (saídas, refeições fora de casa, viagens de
fim de semana, etc.): R$ 350,00
• Automóveis: R$ 300,00

Nesse exemplo rápido notamos que a soma do custo


de vida de João é de R$ 3.350,00.
João ganha R$ 3.500,00 de salário todo mês, vive
apertado e não tem nenhuma renda extra. Ele não
abre mão de jantar fora toda sexta-feira e pelo
menos uma vez por mês faz uma pequena viagem
com a família. Ele não tem reserva financeira e não
tem outra fonte de renda senão o emprego.
João vive financeiramente por um fio. Precisa
aprender a enxugar esses custos não essenciais e/ou
procurar complementar essa renda, e começar a
considerar possíveis emergências futuras.
16
4
PASSO QUATRO

Aprenda Sobre
Educação Financeira
e Investimentos
APRENDA A INVESTIR
Educação Financeira e Investimentos

Todos aprendemos as matérias básicas na escola. Na


faculdade avançamos e nos especializamos mais um
pouco. Mas o que não aprendemos nem na escola
nem na faculdade é como desenvolver inteligência
financeira. Aprendemos com vida, ou não.

Você precisa despertar e reconhecer que tem que


aprender a lidar melhor com o dinheiro. A educação
financeira não é só limitar e cortar gastos, tem a ver
com mentalidade. O conhecimento ilumina áreas da
sua mente que era obscura e cheias de mitos e
crenças que só limitam sua prosperidade.

Para ser rico e viver melhor financeiramente não é


necessário viver uma vida sovina sem comprar nem
um confeito. Não. A boa administração das finanças
traz a possibilidade de viver melhor no presente e
não esquecer do futuro.

18
APRENDA A INVESTIR
Educação Financeira e Investimentos

Também não adianta poupar se não colocar o


dinheiro em investimentos corretos.
Você pode até já ser um poupador, e ter um
“pezinho de meia”, mas se tiver dormindo na
poupança, não adianta de muita coisa. Leia sobre
tipos de investimentos e veja que existem tantos e
mais rentáveis e seguros do que a poupança.

Existem basicamente 2 grandes grupos


de investimento:
RENDA FIXA E RENDA VARIÁVEL

19
APRENDA A INVESTIR
Educação Financeira e Investimentos

A renda fixa é muito mais segura e permite um


rendimento mais previsível, a possibilidade de
saber quanto de juros vai receber.
Podem ser Produtos de bancos como CDB, LCI,
LCA ou o estimado Tesouro Direto que
negocia´títulos públicos e cuja popularidade
vem crescendo muito hoje por causa de sua
simplicidade e segurança.

Conheça mais sobre o Tesouro Direto: AQUI

Já na renda variável não é possível saber


quanto de rentabilidade o seu investimento
terá, pois depende de uma série de variáveis
que influenciam no valor final. Mas possibilita
maiores ganhos.
Quanto mais riscos, maiores são os ganhos.

20
5
PASSO CINCO

Faça Uma Reserva


Para Emergências
FAÇA O SEU COLCHÃO FINANCEIRO
Esteja Preparado Para Possíveis Emergências

Quanto tempo de vida financeira você tem?

É isso mesmo. Se você perder suas fontes de renda


ativa hoje, o emprego ou tiver que fechar o seu
negócio de repente, hoje, quanto tempo duraria sua
vida com o dinheiro que você tem como reserva?

Essa reserva, também chamada de colchão


financeiro é o que vai determinar o quanto você
está confortável independente do que aconteça.

O ideal é ter pelo menos 6 meses garantidos de


custo de vida em um investimento que o livre da
inflação e com liquidez diária, que se possa sacar o
dinheiro a qualquer momento, para o caso de uma
doença, perda de emprego, ou até uma
oportunidade de investimento.

22
FAÇA O SEU COLCHÃO FINANCEIRO
Esteja Preparado Para Possíveis Emergências

Fazendo essa reserva, poupando no mínimo 10% de


sua renda mensal, você vai estar iniciando a
formação de sua fortuna, e conseguindo uma
melhor qualidade de vida com menos preocupação
com o amanhã imediato.
Essa é a fase da segurança financeira.

Tesouro direto ou até alguns CDB’s são opções de


investimentos para fazer esse fundo de reserva.
Só não deixe na poupança, porque o rendimento é
muito inferior e o seu dinheiro ainda é desvalorizado
por causa da inflação alta.

23
6
PASSO SEIS

Identifique Seu Perfil


De Investidor
IDENTIFIQUE SEU PERFIL DE INVESTIDOR
O Quanto De Risco Você Pode Correr?

O perfil de investidor consiste no nível de risco que


você pode assumir. Quanto mais novo for o
investidor, mais propício de correr maiores riscos e
consequentemente obter maiores ganhos. Como eu
falei antes, quanto maiores os riscos, maior é o
ganho.

Existem 3 tipos de perfis de investidores:

25
IDENTIFIQUE SEU PERFIL DE INVESTIDOR
O Quanto De Risco Você Pode Correr?

1 – CONSERVADOR – Prefere segurança e não ter


surpresas desagradáveis com seu dinheiro, mesmo
que elas sejam temporárias. Por conta disso evita
investir em coisas mais arriscadas.

Mesmo que no longo prazo o retorno seja maior em


outros investimentos, os altos e baixos podem afetar
muito suas emoções e decisões de investimento.

Alocação Sugerida:

• 10% em investimentos arriscados (bolsa de


valores, fundos que buscam superar o Ibovespa);
• 30% em investimentos moderados (fundos
imobiliários, fundos que buscam superar o CDI);
• 60% em investimentos conservadores (títulos pós
fixados, CDBs e fundos que buscam superar a
inflação).

26
IDENTIFIQUE SEU PERFIL DE INVESTIDOR
O Quanto De Risco Você Pode Correr?

2 – MODERADO - Deve buscar investimentos que


ofereçam mais retorno do que título públicos e renda
fixa, porém evita os que podem ter muitas variações
de valor como ações de companhias menores, ou
fundos de investimento muito agressivos.

Alocação Sugerida:

• 30% em investimentos arriscados (bolsa de


valores, fundos que buscam superar o Ibovespa);
• 30% em investimentos moderados (fundos
imobiliários, fundos que buscam superar o CDI);
• 40% em investimentos conservadores (títulos pós
fixados, CDBs e fundos que buscam superar a
inflação).

27
IDENTIFIQUE SEU PERFIL DE INVESTIDOR
O Quanto De Risco Você Pode Correr?

3 – ARROJADO - Tem sangue frio e lida bem com


riscos.

Procura investir o dinheiro de longo prazo em


investimentos com maior potencial de retorno,
deixando pelo menos 25% do seu patrimônio em
investimentos seguros.

Alocação Sugerida:

• 60% em investimentos arriscados (bolsa de


valores, fundos que buscam superar o Ibovespa)
• 20% em investimentos moderados (fundos
imobiliários, fundos que buscam superar o CDI)
• 20% em investimentos conservadores (títulos pós
fixados, CDBs e fundos que buscam superar a
inflação)

28
IDENTIFIQUE SEU PERFIL DE INVESTIDOR
O Quanto De Risco Você Pode Correr?

Por isso é importante uma boa educação


financeira desde cedo.

O jovem poupador não tem grandes


responsabilidades para seu dinheiro e por ser
novo pode assumir um perfil mais arrojado.

E o tempo também é o grande segredo para a


mágica dos juros compostos, no caso da renda
fixa.

Quanto mais tempo a sua ação sobre o


montante, mais exponencial será o seu
resultado em ganhos.

29
7
PASSO SETE

Defina Objetivos
Para o Dinheiro
O OBJETIVO DO DINHEIRO
Defina o Objetivo Para o Seu Dinheiro Antes De Investir

Todo investimento deve estar atrelado a um objetivo.


Pode ser de longo, médio ou curto prazo.

Dependendo do objetivo do dinheiro investido, você


irá selecionar qual o melhor ativo de investimento.
Existem ativos que não tem liquidez diária e que por
isso não dá para usá-lo para o fundo de emergência,
por exemplo, que a ideia é poder ter o dinheiro nas
mãos no momento que precisar.

Vamos supor que o seu objetivo com um certo


investimento é acumular durante 5 anos para quitar
o financiamento de sua casa. Como é para um
objetivo de um médio prazo, o ideal é colocá-lo em
ativos que não tenha liquidez diária, porque o
rendimento será maior pois não terá a necessidade
de liquidar antes dos 5 anos. A escolha do ativo
estará alinhada com o prazo.

31
O OBJETIVO DO DINHEIRO
Defina o Objetivo Para o Seu Dinheiro Antes De Investir

Se o objetivo for aposentadoria, existem papéis


que rendem acima da inflação fazendo com
que seu dinheiro não se desvalorize com o
passar dos anos, sejam 10 ou 30 anos para a
frente.

Sempre tenha objetivos bem definidos nos seus


investimentos. Isso vai exigir disciplina, que é
indispensável para nunca desfalecer o foco.

Se o objetivo é o primeiro milhão em 15 anos,


deve-se analisar bem que ativos são mais
adequados e a questão dos aportes mensais.

32
8
PASSO OITO

Pague-se Primeiro
PAGUE-SE PRIMEIRO
Mais Importante Que Um Futuro Seguro é Um Presente Feliz

Deixei por último um passo muito importante para um


planejamento financeiro saudável. Já citei acima
que ser educado financeiramente e ser um
poupador que pensa no futuro não quer dizer que
tem de ser uma pessoa sovina, que se veste mal para
não gastar dinheiro, e que até com comida exagera
na economia. Não. E está muito longe disso. A boa
administração financeira é viver bem o agora e
também o amanhã.

É preciso se pagar hoje, para manter a satisfação em


dia.

Não deixe de usufruir daquilo que te dá prazer. Não


precisa cancelar a assinatura daquela revista que
você tanto gosta, para economizar. Ou deixar de
jogar seu boliche no fim do mês com os amigos.
Pague-se sempre com esses momentos e prazeres.
Sinta que o seu dinheiro dá para patrocinar sua
felicidade hoje e está trabalhando para a futura.

34
CONCLUSÃO
CONCLUSÃO

No momento em que despertamos para a


construção da nossa independência financeira,
também despertamos para ser uma melhor
versão de nós mesmo. O dinheiro em si não traz
sentido para a vida. Ele é apenas uma
ferramenta. É extremamente importante que
você saiba disso. A verdadeira intenção desses
passos aqui não é simplesmente ganhar mais
dinheiro, mas ganhar mais qualidade de vida e
se desenvolver como ser humano
constantemente.

Agora vamos lá!!!


RUMO A SUA INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA

36
COMECE INVESTIR

TESOURO DIRETO
Para Quem Quer Começar a Investir e Realizar o
Seu Sonho de Independência Financeira, o
Tesouro Direto é a Melhor Opção!

AQUI ESTÁ SUA


LIBERDADE FINANCEIRA

Imagens: freepik.com