Sei sulla pagina 1di 3

Sistema excretor (renal)

É o responsável pela manutenção da homeostasia pela eliminação de metabólitos


corporais, assim como a produção e degradação de vários hormônios.

Rim

O rim é composto de córtex e medula sendo a ultima totalmente circundada pelo


primeiro.

Nefron

O nefron é a unidade funcional do rim, sendo composto de glomérulo, capsula de


Bowman, túbulo contornado proximal, túbulo contornado distal, túbulo coletor, alça de
Henle, interstício e vasos.

Glomérulo

É o responsável pela produção de grande quantidade de ultra filtrado do plasma


sendo que somente pequena quantidade do mesmo é eliminada pela urina. Contém células
dos capilares endoteliais, células epiteliais parietais e viscerais, células mesangiais,
membranas capilares basais. Todos os glomérulos são corticais.

Cápsula de Bowman

A cápsula de Bowman tem a função de armazenar o filtrado glomerular para


encaminhá-lo aos túbulos contornados proximais.

Túbulo contornado proximal (TCP)

Tem a função de coletar o filtrado glomerular do espaço de Bowman. Nos TCP


ocorre reabsorção passiva e ativa de 75% do filtrado glomerular. A parte luminal é coberta
por numerosas microvilosidades que aumentam a capacidade absortiva. Existe uma parte
enovelada de localização cortical e uma parte reta que segue em direção medular.
Alça de Henle (AH)

Em continuação ao túbulo TCP, segue AH que possui uma parte descendente e


uma ascendente que mergulham profundamente na medula renal, representando maior
papel na geração do gradiente de concentração do soluto no interstício medular e no
plasma. O soluto na parte descendente da alça de Henle é concentrado por movimento
passivo de água para o interstício hiperosmolar, já a parte ascendente é impermeável a
água, mas o NaCl se move para o interstício medular de forma passiva e ativa na parte
externa medular, criando urina diluída. O cloreto é absorvido de forma ativa, sendo o
sódio absorvido a seguir por absorção passiva.

Túbulo contornado distal (TCD)

É a continuação da parte ascendente da AH, situando-se próximo ao glomérulo e


arteríolas aferentes. As células da camada imediatamente inferior do epitélio da AH e
TCD secretam a mucoproteína de Tamn Hosfall que serve de base para a formação dos
cilindros.

Túbulo coletor (TC)

É a continuação dos TCD conduzindo a urina formada aos ureteres. A saída de


uréia nos TC ajuda na manutenção da hiperosmolaridade intersticial.

Tecido intersticial (TI)

É o tecido que rodeia os glomérulos, túbulos, vasos e nervos. É composto por


fibroblastos, colágeno e células mononucleares. Acredita-se que neste local ocorra a
síntese de prostraglandinas E2 e F2a.

Rede vascular

Compreende seqüencialmente: artéria renalÞque divide-se em dois


ramosÞsubdivide-se em artérias interlobaresÞartérias arcuadasÞarteríolas aferentes que
se dividem em numerosos capilares para formar o glomérulo. O sangue que perfunde os
capilares peri tubulares passam primeiro através do glomérulo; então, qualquer processo
que altere o fluxo sangüíneo pelo glomérulo pode alterar a sua função alterando a perfusão
tubular, resultando em doenças tubulares/intersticiais secundárias. A circulação
glomerular é especializada para a filtração, sendo o primeiro passo para a formação da
urina; os capilares peri tubulares são especializados na reabsorção de fluido e soluto dos
túbulos e a circulação medular é especializada na concentração e a diluição da urina. A
vasa recta são capilares formados pelas arteríolas eferentes vindas de glomérulos
localizados adjacentes à medula e fornece nutrição à mesma, remove solutos e solventes
que são necessários para manter a concentração e osmolaridade intersticial normal,
possuindo ainda a função vital na remoção de água do interstício medular dentro do
mecanismo de contra corrente.