Sei sulla pagina 1di 3

Bloco Volumetria de Complexação

Química Analítica 2017/18

Volumetria de Complexação

Exercícios Propostos

1.

a)

b)

c)

d)

e)

f)

Adicionou-se 2,62 10 -2 g de Cu(ClO 4 ) 2 a uma solução contendo 4,102 g de acetato de sódio,

tendo-se formado o complexo Cu(CH 3 COO) 2 . O volume final desta solução é igual a 500 mL.

Dados: log

K

ML

= 2,21;

log K

ML

2

= 1,42

Escreva a reação de formação global do complexo Cu(CH 3 COO) 2 .

Traduza por equações químicas os diversos equilíbrios parciais. Para cada um destes equilíbrios, deduza as expressões das respetivas constantes de estabilidade parciais.

Traduza por equações químicas todos os equilíbrios de formação globais. Deduza as expressões das respectivas constantes de estabilidade globais.

Qual a relação entre as constantes de estabilidade globais e as respectivas constantes de estabilidade parciais? Justifique.

em solução.

Deduza a expressão da fração molar

ML2

Calcule a fração molar

ML2

em solução.

2.

determinado ensaio analítico quantitativo, uma alíquota contendo 25,0 mL de uma solução 0,120 M

de ácido iminodiacético foi tamponada a pH 7,00 e em seguida titulada com 25,0 mL de uma solução 0,050 M em ião Cu 2+ . Dados:

O ácido iminodiacético forma complexos do tipo 1:2 (M:L) com diversos catiões metálicos. Num

CH 2 CO 2 H HN + CH 2 CO 2 H
CH 2 CO 2 H
HN +
CH 2 CO 2 H

=

ácido iminodiacético

Cu 2+ + 2L 2-

CuL 2 2-

H 3 L +

K = 3,5 10 16

L 2- = [L 2- ] / ([H 3 L + ] + [H 2 L] + [HL - ] + [L 2- ])

L 2- = 4,6 10 -3 (pH = 7)

a) Qual número de moles iniciais de ião Cu 2+ e de ácido iminodiacético?

b) Qual o número de moles de complexo no ponto de equivalência?

Bloco Volumetria de Complexação

Química Analítica 2017/18

c)

d)

3.

Deduza a expressão da respectiva constante de estabilidade condicional e calcule o seu valor para pH = 7.

Calcule o valor de pCu 2+ na solução final resultante.

A uma solução contendo o ião Cd 2+ adicionou-se uma solução do ligando metilamina CH 3 NH 2 tendo-se formado o complexo Cd(CH 3 NH 2 ) 4 2+ . Se este ligando for substituído pelo ligando

etilenodiamina H 2 NCH 2 CH 2 NH 2 , forma-se o complexo Cd(H 2 NCH 2 CH 2 NH 2 ) 2 2+ .

Dados:

3,010

4

6

- Cd(CH 3 NH 2 ) 4 2+ ;

2,010

2

10 - Cd(H 2 NCH 2 CH 2 NH 2 ) 2 2+ .

a)

b)

Traduza por equações químicas os equilíbrios de formação globais para cada um dos complexos.

Tendo em atenção os complexos formados e os respectivos valores das constantes de estabilidade globais, justifique quimicamente em qual dos casos ocorre o efeito de quelação e calcule o seu valor.

Titulações Complexométricas com EDTA

1.

a)

b)

Uma solução de EDTA 0,020 M foi tamponada a pH 10.

Sabendo que o log log K f ZnY 2 é 16,50, calcule o valor da respetiva constante condicional ou

efectiva (K’ ZnY 2 ) a pH 10,0.

Dado:

Y

4

= 0,35 a pH 10,0

O Zn 2+ poderá ser quantificado com EDTA a pH 3,0? Justifique.

Dado:

Y

4

= 2,51 10 -11 a pH= 3,0

2.a) Calcule o valor de pSr 2+ para cada um dos seguintes pontos numa titulação de 50,0 mL de solução Sr(NO 3 ) 2 0,010 M a pH 11,00 com solução de EDTA 0,020 M:

Dados: log K f SrY 2 = 8,73;

Y

4 = 0,846 a pH 11,0

a) 0 mL

d) 24,9 mL

g) 26,0 mL

b) 10,0 mL

e) 25,0 mL

h) 30,0 mL

c) 24,0 mL

f) 25,1 mL

i) 50,0 mL

b) Construa o respectivo gráfico da titulação.

Bloco Volumetria de Complexação

Química Analítica 2017/18

3. A calamina é um fármaco usado para alívio de irritações da pele e é constituída por uma mistura de óxido de zinco(II) e de óxido de ferro(III). Uma amostra de 1,022 g de calamina foi dissolvida em meio ácido e diluída em 250 mL de água destilada. A uma alíquota de 10,0 mL da solução diluída adicionou-se fluoreto de potássio, um agente mascarante do Fe(III) e foi ajustado o pH a 10,0. Esta alíquota foi titulada com 38,70 mL de uma solução de EDTA 0,01294 M. Uma segunda alíquota de 50,0 mL da solução diluída, após ajustado o pH (pH = 10,0), foi titulada por substituição com uma solução 0,002727 M de ZnY 2- , de acordo com a reação abaixo indicada, tendo-se gasto 2,40 mL de solução de ZnY 2- .

Fe 3+ + ZnY 2-

FeY - + Zn 2+

Calcule a % (m/m) de ZnO e de Fe 2 O 3 existentes na calamina.

Soluções:

1.a) K’ ZnY 2 = 1,10 × 10 16

1.b) K’ ZnY 2 = 7,94 × 10 5

2.

 

a) 0 mL pSr 2+ = 2,0

b) 10,0 mL pSr 2+ = 2,3

c) 24,0 mL pSr 2+ = 3,57

d) 24,9 mL pSr 2+ = 4,57

e) 25,0 mL pSr 2+ =5,42

f) 25,1 mL pSr 2+ =6,26

g) 26,0 mL pSr 2+ = 7,26

h) 30,0 mL pSr 2+ =7,96

i) 50,0 mL pSr 2+ =8,66

3.

% (m/m) ZnO = 99,72%

% (m/m)

Fe 2 O 3 = 0,256%