Sei sulla pagina 1di 6

As Sagradas Escrituras

“Deus se tem revelado através dos tempos por meio de suas obras, isto é, da
criação (SI 19.1-6; Rm 1.20). Porém, na Palavra de Deus temos uma
revelação especial e muito maior. É dupla esta revelação: a) na Bíblia, que é
a PALAVRA DE DEUS ESCRITA, e b) em Cristo, que é PALAVRA DE
DEUS VIVA (Jo 1.1).” Antônio Gilberto
É derivado do nome que os gregos davam à folha, de papiro preparada para a
escrita - "biblos". Um rolo de papiro de tamanho pequeno era chamado
"biblion" e vários destes eram uma "bíblia". Portanto, literalmente, a
palavra bíblia quer dizer "coleção de livros pequenos".

01. A ESTRUTURA a)

a). A Bíblia compõe-se de duas partes principais Antigo e Novo Testamento.


b). A palavra Testamento vem da vulgata significa pacto celebrado entre duas b) A Divisão do Antigo Testamento em 04 partes veio de uma bíblia em
partes. grego chamada Septuaginta em 332 A.C
c). O primeiro pacto foi celebrado com os Judeus e o segundo com os
cristãos.
d). Parece que a divisão dos dois testamentos vem uma bíblia em latim
chamada vulgata, que foi elaborada por Jeronimo a pedido do papa Dâmaso I
em 400 D.c.
e). Foi dividida em capítulos por Stephen Langton em 1227.
f). Foi dividida em versículos por Robert Stephanus em 1551.
g). O antigo testamento foi escrito no período de 1046 anos e o novo no
período de 96 anos perfazendo um tempo de 1142 anos. Na historia contando
com o período Interbíblico de 400 anos abrange o período de 1542 anos.
h). Foi escrita por cerca de 40 homens que viveram em lugares e épocas
diferentes.
ANTIGO TESTAMENTO 39 O NOVO TESTAMENTO 27
02. A CLASSIFICAÇÃO DOS LIVROS DA BÍBLIA.
7) 2 MACABEU (ambos, após o livro canônico de Malaquias)
03. PROPÓSITO
a). Revelar o próprio Deus e expressar a sua vontade à humanidade. Os 4 acréscimos ou apêndices são:
1) ESTER (a Ester, 10.4 - 16.24)
04. O PODER DA PALAVRA DE DEUS. 2) CÂNTICO DOS TRÊS SANTOS FILHOS (a Daniel, 3.24-90)
a). É a espada do Espirito. Ef 6.17 3) HISTÓRIA DE SUZANA (a Daniel, cap. 13) e
b). É capaz de destruir as fortalezas de Satanás. Mt 4.4 4) BEL E O DRAGÃO (a Daniel, cap. 14)

05. OS LIVROS APÓCRIFOS E PSEUDOEPÍGRAFOS. d). Porque reijetamos os apócrifos.


a). Nas Bíblias de edição da Igreja Romana, o total de livros é 73, porque essa “Nós temos apenas 22 livros, contando a historia de todo tempo, livros em
igreja,desde o Concilio de Trento, em 1546, incluiu no cânon do Antigo que nós cremos, ou segundo se diz, livros aceitos como divinos” Flavio
Testamento 7 livros apócrifos, além de 4 acréscimos ou apêndices a livros Josefo.
canô-nicos, acrescentando, assim, aotodo, 11 escritos apócrifos. Josefo conta os livros do Antigo Testamento como 22 porque considera
Juizes e Rute como 1 (um) livro; Jeremias e Lamentações também. Isto,
para coincidir com o número de letras do alfabeto hebraico: 22.
b). A Igreja Romana aprovou os apócrifos em 18 de abril de 1546, para
combater o movimento da Reforma Protestante, então recente. Nessa época,
os protestantes combatiam violentamente as novas doutrinas romanistas: do
Purgatório, da oração pelos mortos, da salvação mediante obras, etc. A Igreja
Romana via nos apócrifos bases para essas doutrinas,e, apelou para eles,
aprovando-os como canônicos.

c). Os livros apócrifos são:


Os 7 livros apócrifos constantes das Bíblias de edição católico-romana são:
1) TOBIAS (Após o livro canônico de Esdras)
2) JUDITE (após o livro de Tobias)
3) SABEDORIA DE SALOMÃO (após o livro canônico
4) ECLESIÁSTICO (após o livro de Sabedoria)
5) BARUQUE (após o livro canônico de Jeremias)  Não foram citados por Jesus
 Não faz parte da Bíblia Judaica
6) 1 MACABEU
 Contem erros:
Ora, no décimo segundo ano de seu reinado, Nabucodonosor, que condições), observação do contexto da Escritura, iluminação espiritual, a
reinava sobre os assírios em Nínive, a grande cidade, fez guerra a referencia de toda Escritura a Cristo. Lutero concluiu que os erros não se
Arfaxad, e venceu-os. Judite 1.5 originaram das palavras simples da Escritura, mas pela negligência das
palavras simples. Colocou o sentido quádruplo à margem, como ficção.
Declarou que cada passagem tem seu verdadeiro sentido, próprio, claro,
definido. Todos os outros sentidos são opiniões incertas.
“Porque a esmola livra da morte: ela apaga os pecados e faz
encontrar a misericórdia e a vida eterna;” Tobias 12:9 ( Contradiz 1
Jo 1.7) Exemplo: “Quando no terceiro dia, Abraão chegou ao lugar que Deus
lhe havia indicado, erguendo os olhos, viu o lugar à distancia. O primeiro dia
é aquele constituído pela visão de coisas boas; o segundo é melhor desejo da
alma; no terceiro a mente percebe coisas espirituais, sendo os olhos do
 Contradiz outros textos da bíblia
entendimento aberto pelo mestre que ressuscitou no terceiro dia. Os três dias
 Os apóstolos não fizeram referencia a eles
pode ser o batismo Gn 22.1-4” (Henry Virkler)
 Os pais não tiveram eles como inspirados.

7. O que é Inspiração?
6. A MENSAGEM
a). A palavra inspirada por Deus no grego é Theopneustos, que
a). A Bíblia é, portanto, a mensagem clara, objetiva, entendível, completa e
significa “soprado por Deus”, Deus é o autor das escrituras.
amorosa de Deus, cujo alvo principal é, pela persuasão do Espírito Santo,
levar-nos à redenção em Jesus Cristo. Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão,
para a correção, para a educação na justiça, 2 Tm 3.16
b). Nós a interpretamos sob a orientação do Espírito Santo, observando as
regras gramaticais e o contexto histórico e literário.
c). A Bíblia fornece-nos, ainda, o conhecimento essencial e indispensável à b). Inspiração é a influencia sobrenatural do Espirito Santo sobre os
nossa comunhão com o Pai Celeste e com o nosso próximo. Assim sendo, não escritores da Bíblia, capacitando-os a receber e a transmitir a
necessitamos de uma nova revelação extraordinária ou pretensamente mensagem divina sem mistura de erro.
canônica para a nossa salvação e o nosso crescimento espiritual. sabendo, primeiramente, isto: que nenhuma profecia da Escritura provém de
d). TEODORO DE MOPSUÉTIA(350-4280): Em Antioquia da Síria, particular elucidação; porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por
defendia o método histórico-gramatical, isto é, que o texto deve ser vontade humana; entretanto, homens santos falaram da parte de Deus,
interpretado segundo as regras a da gramatica e os fatos históricos, criticava movidos(phero:carregado) pelo Espírito Santo. 2 Pe 2.20-21
os alegoristas que duvidavam da historicidade das historias bíblicas.
e). EXEGESE MEDIEVAL(600-1500):A interpretação foi amarrada pela c). A inspiração se aplica aos escritos, não aos escritores.
tradição, e o que se destacava era o método alegórico.
Toda a Escritura(graphe: coisa escrita) é inspirada por Deus e útil
f). LUTERO(1483-15460):Somente o sentido literal é que deve ser usado na para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação
interpretação da Escritura. Rejeitou o quádruplo sentido da Escritura usado na justiça, 2 Tm 3.16
pelos intérpretes medievais. O sentido literal da Escritura se baseia num
conhecimento de gramática, do fundamento histórico (época, circunstâncias e
d). A inspiração garante que os registros bíblicos são verdadeiros. b). A aprovação da Bíblia por Jesus. Jo 17.17; Mc 7.13
Gn 3.4; Sl 14.1;
c). A influencia benéfica da bíblia na vida das pessoas.

d). Cumprimento das profecias.


8. Teoria correta sobre a inspiração da Bíblia
 Ciro, o monarca persa, Deus chamou-o pelo nome através do
a). Verbal e plenária. Lc 24.44; profeta Isaías, 150 anos antes do seu nascimento! (Is 44.28).

Toda(passa no grego é um adjetivo que significa: tudo, todas as  Josias, rei de Judá, também foi chamado pelo nome 300 anos
coisas) a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a antes do seu nascimento. (Ver 1 Reis 13.2 com 2 Reis 23.15-
repreensão, para a correção, para a educação na justiça, 2 Tm 3.16
18.)
 Os últimos quatro impérios mundiais - Babilônia, Pérsia, Grécia
9. Provas da Inspiração da Bíblia e Roma, são admiravelmente descritos muitos anos antes de
eles surgirem no horizonte do cenário mundial. (Ver Daniel
a). A perfeita Harmonia.
capítulo 2 e 7).
“Suponhamos que 40 dos melhores escritores atuais, providos de Profecia AT NT
todo o necessário, fossem isolados uns dos outros, em situações
Nasceria de uma Is 7.14 Mt 1.23
diferentes, cada um com a missão de escrever uma obra sua. Se no
virgem
final reuníssemos todas as obras, jamais teríamos um conjunto Viveria em nazaré Is 9.1-2 Mt 2.22-23
uniforme. Seria a pior miscelânea imaginável!” Antônio Gilberto
No seu nascimento Jr 31.15 Mt 2.16-18
“A existência da Bíblia até os nossos dias só pode ser explicada como haveria um massacre
Sua missão incluiria os Is 42.1-3 Mt 12.18-21
um milagre. Há nela 66 livros, escritos por cerca de 40 escritores,
gentios
cobrindo um período de 16 séculos. Esses homens, na maior parte
Iria realizar milagres Is 35.1-6 Mt 9.35
dos casos, não se conheceram. Viveram em lugares distantes de três
Seria traído por um Zc 11.12-13 Mt 27.7-10
continentes, escrevendo em duas línguas principais. Devido a estas
amigo
circunstâncias, em muitos casos, os autores nada sabiam sobre o que
já havia sido escrito.” Antônio Gilberto
e). Matematicamente é impossível alguém fazer e acertar 48 31.24-26, a orientação passou para os demais profetas Is 30.8,
profecias. De Cristo são mais de 73. Esdras em aproximadamente 433 A.c reuniu os diversos livros e os
colocou em ordem, como coleção completa.
 A possibilidade de um homem cumprir todas as oito profecias é
de 1 chance em 100 quadrilhões(100.000.000.000.000.000) 1491 A.c Moises

 A possibilidade de um pessoa cumprir 48 profecias é de 1 em 432 A.c Malaquias


10157, que conforme Emile Borel a chance é zero absoluto.
Esdras Reuniu os Livros
 Na bíblia tem cerca de 8.352 versiculos preditivos.
90 D.c  Concílio de Jâmina em Israel(sob a liderança
10. A formação da Bíblia do rabino Yochanan ben Zakai. Seus
participantes foram alegadamente, segundo o
a). Pouco tempo atrás, afirmava-se que a invenção do alfabeto tinha sido feita
historiador judeu Heinrich Graetz, mestres
pelos séculos XII a.C.(1200 A.c) Isso era apresentado como um argumento para
adeptos de um grupo de hebreus devotos à Torá,
“provar” que Moisés não podia ter escrito o Pentateuco, visto que em seu
os fariseus, e fortes opositores do Cristianismo.
tempo não haviam ainda inventado a arte de escrever.  O concilio debateu a permanência de

b). escavações arqueológicas um Ur, na antiga Caldéia, têm comprovado que provérbios, Eclesiastes, Cantares, Ester e
Ezequiel, mas nada foi alterado.
Abraão era cidadão de uma metrópole altamente civilizada. Nas escolas de Ur,
os meninos aprendiam leitura, escrita, Aritmética e Geografia. Três alfabetos
foram descobertos: junto do Sinai, em Biblos e em Ras Shamra, que são bem
anteriores ao tempo de Moisés (1500 a.C.). e). as epistolas foram enviadas para as igrejas, eram feitas copias
que circulavam entre as igrejas. 2 Pe 3.15-16
c). A escrita mais antiga foi encontrada no templo de Serabit na região
do sinai. f). O Novo Testamento, Paulo foi o primeiro escritor em 51D.c e João
o ultimo em 96D.c , com o tempo alguns livros foram questionados
O arqueólogo William F. Albright datou essa escrita como sendo do início do
como a carta aos Hebreus(anônimo). Para resolver fizeram o concilio
século XV a.C. (tempo de Moisés). Interessante é notar que essa escrita foi
encontrada no lugar onde Moisés recebeu a incumbência de escrever seus de cartago em 397D.c, que manteve os mesmos livros.
livros (Êxodo 17:14).

d). Deus mandou escrever suas palavras num livro, Ex 17.14, os


escritos foram guardados junto a arca da aliança no tabernáculo Dt
51 D.c Paulo escreve 1 Tessalonicense

96 D.c João escreve o Apocalipse

140 D.c Marcião publicou uma lista de livros


canônicos abarcando o livro de Lucas e
dez cartas de Paulo)

100 a 165 D.c Justino Martir, Pois os escritos


apostólicos no mesmo nível que os
escritos do antigo testamento

367D.c Atanásio de Alexandria ele disse “ que


ninguém acrescente nenhum a estes,
que nenhum seja tirado” é o mais antigo
documento que especifica os nossos 27
livros do novo testamento.

397D.c O concilio oficializou o Canon com os 27


livros.

Situações sobre a Bíblia

 Isaac Newton “ Há mais provas de autencidade na Bíblia do


que em qualquer outra história profana”
 Jonh Locke “ A Bíblia é uma das maiores bênçãos dadas por
Deus aos filhos do Homem”
 Abraham Lincoln “ Este grande livro... é o melhor presente que
Deus deu ao Homem