Sei sulla pagina 1di 1

DICAS DO PROTEGILDO

SAIBA O QUE FAZER EM CASO DE

DANO MORAL
Muitas vezes os trabalhadores são expostos a situações

A REPRODUÇÃO DESTA PÁGINA DA REVISTA PROTEÇÃO ESTÁ AUTORIZADA PARA USO INTERNO DAS EMPRESAS
constrangedoras e humilhantes no ambiente de trabalho. Esta prática é
mais comum em relações hierárquicas, mas também pode ocorrer entre
colegas. A humilhação repetitiva compromete a relação afetiva e social
do trabalhador, podendo causar danos à saúde física e mental. Não
deixe isso acontecer com você.

Anote com detalhes todas as


humilhações sofridas.

Peça ajuda dos colegas que


testemunharam o fato, ou daqueles que
também sofreram danos do mesmo
agressor.

Só converse com seu agressor na


presença de, no mínimo, uma testemunha
ou, se possível, na presença do
representante sindical de sua empresa.

Procure seu chefe imediato, ou o imediato


dele, e relate os fatos, apontando
inclusive as testemunhas, se tiver, e peça
orientações a respeito.

Exija por escrito explicação do agressor.


Mantenha uma cópia da carta enviada ao
Departamento Pessoal ou Recursos
Humanos.

Procure seu sindicato e relate a agressão


para o representante. Depois faça o
mesmo com o advogado do trabalho.

Recorra ao Centro de Referência em


Saúde dos Trabalhadores e conte a
humilhação ao assistente social ou
psicólogo.

Busque apoio dos familiares e


amigos para recuperar sua
auto-estima e dignidade.

SETEMBRO / 2008 REVISTA PROTEÇÃO 131