Sei sulla pagina 1di 201

TRADUÇÃO – JUUH ALLVES

REVISÃO INICIAL – TATA NEVES


REVISÃO FINAL- JUUH
LEITURA FINAL- MARIELE QUEEN
CONFERENCIA – KAROL QUEEN

DEZEMBRO/ 2018
Sinopse
Liam Armstrong consegue o que quer, mas
quando um pequeno hotel na ilha rejeita sua oferta de
compra, há um problema. Agora ele tem que voar
para a cidade remota, encontrar o proprietário e
fechar este negócio. Esse é o plano ... até que ele
encontre a mulher que muda tudo.

Nicole passou toda a sua vida na ilha e, agora


que seus avós morreram, ela comanda The Mermaid
sozinha. Ela está sem opções e sem dinheiro com uma
venda forçada se aproximando. Mas uma noite no bar
de mergulho local, de repente todas as suas
preocupações são varridas.
Aviso: Engano e vapor misturam-se para um
bom tempo sujo! Esta fuga quente é preenchida com
aventuras na ilha, diversão imunda e muita
dominância sexy. Pegue o seu protetor solar e
mergulhe!
1

Liam

Whoosh whoosh whoosh

O som do helicóptero está piorando minha dor de


cabeça. Eu aperto a ponta do nariz para tentar aliviá-
la, mas a pressão não ajuda.

"Puta que pariu", murmuro para mim mesmo,


olhando para a água abaixo.

Eu localizo a balsa que vai e volta para a Dynasty


Island. Estou chateado, tenho que sair daqui. Eu
tenho coisas melhores para fazer do que isso.
Qualquer coisa que não seja passar as próximas vinte
e quatro horas em uma pequena cidade que não é
fácil de escapar. E Deus sabe que eu não estou
tomando uma balsa que iria comer um pedaço
enorme do meu dia, se eu tivesse que andar de um
lado para outro. Ainda estou debatendo demitir Mack
neste momento. Porra! Quão difícil é conseguir
alguém para vender sua terra quando você está
oferecendo o dobro do valor? Isso deveria ter sido
tratado meses atrás. Eu tive vários atrasos. Eu
pensei que isso teria acabado agora. Ainda por cima,
sei que a pequena pousada está lutando. Eles não têm
razão para não vender.

Pelo que entendi, o lugar só tem cinco quartos


para alugar, e com o trecho de praia que eles
possuem, os impostos sozinhos consumiam cada
centavo que o lugar ganha. Mas eu não sou um
homem paciente. Eu não quero esperar pelo banco
para que eu possa entrar e comprar deles. Isso pode
levar meses. Talvez até um ano dependendo do que o
dono possa ter na manga. Sem mencionar que é uma
cidade pequena e a comunidade pode vir a apoiá-los
financeiramente de alguma forma. Eu quero essa
terra e eu quero agora. Sem problemas das pessoas
da cidade.

Eu contava em tê-lo agora. Eu alinhei


empreiteiros para iniciar a expansão do meu resort
atual que fica ao lado da pequena pousada. Eu preciso
daquela terra para seguir adiante com meus planos,
mas o dono está sendo teimoso. Com a quantidade de
dinheiro que eu ofereci, eles poderiam comprar outra
opção à beira-mar mais adiante, com dinheiro
sobrando para se aposentar. Eles não teriam outra
preocupação no mundo, mas ainda recusaram cada
oferta. Até Mack fez uma viagem sem sorte. Agora é a
minha vez, e vou sair com a ação antes de deixar esta
ilha. Isso é uma promessa. Talvez os donos sejam
gananciosos e queiram mais dinheiro. Eu tenho muito
disso. O que eu não tenho é bastante tempo e
paciência. Uma coisa é certa, eles vão aprender que
eu vou jogar sujo se for preciso.

"Nós vamos aterrissar em cinco, senhor", o piloto


diz em meus fones de ouvido, e eu aceno.

Eu comecei o Luxury Resorts dez anos atrás,


depois que meu pai faleceu. Eu peguei a pequena
herança que ele me deixou e comecei com um hotel.
Eu saí da faculdade contra os desejos de minha mãe,
sabendo que eu precisava de todo o meu foco no
hotel. Eu estava certo. Agora, todos nos Estados
Unidos conhecem os Luxury Resorts e precisam fazer
reserva com mais de um ano de antecedência para
conseguir um quarto. Eu tenho hotéis por toda a
América e talvez um dia eu me expanda fora do país.

Um dos meus hotéis mais populares é na Ilha


Dynasty. As praias são perfeição absoluta, mas além
disso não há mais nada a fazer na cidade pequena. Eu
não entendo porque as pessoas amam tanto. Uma
coisa que eu sei é que precisamos de mais quartos.
Há dinheiro para ser feito aqui e eu vou fazer isso.

Vejo meu resort à vista enquanto o piloto começa


a descer no heliporto na parte de trás do hotel. Eu
não perdi tempo pulando para fora. Eu pego meu
celular e ligo para minha assistente.

"Sr. Armstrong, ” Kathy responde no primeiro


toque.

“Mantenha o helicóptero aqui. Eu não planejo


ficar, ” eu digo a ela, mesmo que eu tenha feito uma
mala por precaução. Não quero ficar aqui mais do que
preciso. A mala é uma precaução no caso de eu ficar
preso em algum lugar. Eu vou entrar e sair daqui e
pegar o helicóptero de volta para o aeroporto onde
meu avião está esperando.

"Sim, senhor", ela dispara de volta. Eu olho para


cima e vejo nuvens escuras à distância.

“Além disso, verifique as áreas de venda que eu


poderia usar para uma pequena pista de pouso. Eu
odeio helicópteros. ”

Talvez isso também possa ser um serviço que


oferecemos aos nossos hóspedes do resort. Os VIPs
podiam entrar e sair de aviões sem ter que usar a
balsa ou helicóptero.

"Estou Nisso."

Eu desligo sabendo que ela terá um e-mail na


minha caixa de entrada sobre possíveis pedaços de
terra até o final do dia. Kathy pode me deixar louco às
vezes, mas ela é boa no que faz. Eu nunca tenho que
pedir a ela para fazer qualquer coisa duas vezes. Isso
só será feito.

Eu faço o meu caminho em direção ao carro


esperando por mim. O motorista estava encostado na
lateral do veículo e se afastou para abrir a porta do
Cadillac para mim. "Eu vou dirigir", digo a ele. Ele
balança a cabeça, me jogando as chaves. Eu os pego,
em seguida, ando e deslizo para o banco do
motorista.

São apenas dez minutos de carro, então não deve


ser tão ruim. Enquanto o meu resort e pousada se
chocam uns contra os outros, ainda há um bom
pedaço de espaço entre nós. Não há nenhuma estrada
entre eles, então vou ter que recuar um pouco para
chegar lá.

Eu nunca deixei minha área de resort antes. Eu


nunca tive uma razão para me aventurar além das
poucas vezes que vim aqui para checar as coisas, e foi
principalmente quando foi construído. Eu disse aos
poucos funcionários que sabem da minha visita para
ficarem calados. A última coisa que eu preciso é de
algumas pessoas da cidade saberem que estou aqui.
O prefeito está sempre tentando me encurralar para
um jantar com ele. Não tenho vontade de me misturar
com nada disso.

Tudo o que me interessa nesta ilha é o meu


resort. A menos que ele possa me ajudar a forçar a
pousada e levá-los a vender para mim ... Por que eu
não pensei em usá-lo antes? Eu poderia jogar um
pouco de dinheiro no prefeito e talvez as coisas
fossem mais fáceis. Foi-me dito que o dono da
pousada nasceu e foi criado aqui. Assim como o
prefeito. Sendo uma cidade pequena, tenho certeza
que ele pode dar um empurrãozinho para mim.
Eu pego meu telefone e clico em chamada.
2

Nicole

Eu olho para a tela do computador, desejando


que as coisas pudessem ser diferentes. Eu amo esse
lugar. É tudo que conheço toda a minha vida e vou
perder isso. Não importa o quanto eu trabalhe,
simplesmente não consigo sair desse buraco. Eu vou
perder o único elo que tenho com minha família, o
lugar onde minha avó e meu avô colocaram seu tudo.
Meu coração se parte pensando neles. Eu tento me
lembrar que, mesmo que eu perca este lugar, eu
sempre os carregarei comigo.

Eu apertei o botão fechar no nosso programa de


contabilidade, sabendo que não importa quanto tempo
eu olhe para a tela, nada vai mudar. Eu tenho meses.
Se eu tiver sorte. Os impostos são altos e não há
como eu ser capaz de pagá-los. Não tenho motivos
para pensar que algo vai mudar e que possa ajudar
no assunto. Além de vender este lugar, e essa é a
última coisa que quero fazer. Mesmo que o que está
sendo oferecido é muito mais do que este lugar vale.
Mas para mim é inestimável.

Eu forço um sorriso quando os Walkers entram.

"Como estava a praia?" Eu pergunto, já sabendo


que eles amaram.

Eles vêm aqui todos os anos para o aniversário


deles. Eles até se casaram aqui há vinte anos. Eu era
apenas uma garotinha na época, mas o casamento foi
uma decisão de última hora e acabei sendo sua
florista. Mesmo depois de todos esses anos, é claro
que eles se amam tanto quanto no dia em que se
casaram. Talvez até mais. Eu estaria mentindo se
dissesse que não estou com um pouco de inveja do
que eles têm. Sempre ter alguém para se apoiar
assim. Amar. É um amor como dos meus avós.
Diabos, a maioria das pessoas nesta ilha é assim. Eu
juro que esta ilha tem um poder especial - quando
você se apaixona é para sempre. Não me lembro de
alguém nesta ilha se divorciando.

"Perfeito como sempre", diz Senhor Walker.

“Esse piquenique também foi maravilhoso. Muito


obrigado." A sra. Walker coloca a cesta na recepção.
Eu pego e coloco na mesa atrás de mim. Vou levar de
volta para a cozinha daqui a pouco. "O que era aquela
geleia que você tinha lá para o pão?"
“Conserva de queijo de cabra e framboesa
jalapeño. Eu mesma fiz." Eu aponto para a mesa
lateral onde eu tenho um display com todos os
diferentes molhos e geleias que eu faço. Eu só
comecei a fazer isso alguns meses atrás. Todo mundo
estava sempre falando sobre o quanto eles os
amavam e desejavam poder levar um pouco de casa.
Na verdade, é a minha coisa favorita para fazer aqui.
Quando me perco na cozinha, todas as minhas
preocupações desaparecem.

"Eu vou pegar alguns desses quando irmos


embora amanhã", ela me diz quando o Sr. Walker
puxa sua esposa para perto dele. Ele sussurra algo
em seu ouvido que a faz corar. Eu não posso parar
meu sorriso falso se transformando em um real ao vê-
los.

"Até mais, Nicole", diz o Sr. Walker enquanto


puxa a esposa para o quarto.
Isso é algo que eu vou sentir falta também -
todos os frequentadores que vêm aqui há anos. Eu
caio de volta na minha cadeira e suspiro. Não há
muito a fazer para o dia. Eu já limpei os quartos que
pediram. Talvez eu deva sair para nadar. O oceano
sempre me acalma.

O telefone toca e eu pego. “Pousada The Merdeid.


Aqui é Nicole. Como posso ajudá-lo?"

"Nós vamos sair!" Sammy minha melhor amiga,


grita ao telefone. "Eu vi um pouco de carne fresca
vagando pela terra e todos nós sabemos que eles vão
acabar no Red Din."

"Sempre há carne fresca nesta época do ano", eu


rio. Os turistas estão espalhados pela cidade agora e
estarão até setembro. Então eles começam a diminuir
e a cidade volta para apenas nós locais. Não que nos
queixemos. O grande resort mantém a cidade
ocupada durante a alta temporada. Mas nós gostamos
quando a entressafra vem e é principalmente todos
nós por um tempo.

"Sim, mas esta carne fresca parecia extra


saborosa." Eu bufo. “Não ria de mim. Eu ainda estou
na missão estourar a cereja da Nicole - e você não vai
me impedir.

Eu reviro meus olhos. Ela está nisso há um


tempo. Eu quero fazer isso tão mal quanto ela quer
que eu faça, mas minhas opções são limitadas. Eu
posso dormir com um local que dormiu com todos os
outros ou ter um fim de semana com um turista. Eu
tentei a coisa turística, mas nunca acaba funcionando
para mim. Ou eu fico calada porque fico tímida ou
ninguém nunca desperta meu interesse. Não que
Sammy tenha espaço para conversar. Ela está no
mesmo barco que eu, mas é melhor em flertar do que
eu. Embora não tenha conseguido mais nada. Nunca
vai a lugar nenhum com ela porque ninguém
consegue prender sua atenção por muito tempo.

"Vamos. Você precisa de uma noite fora, ”ela


empurra, sua voz suavizando. "Você não saiu desde
..." Ela suspira, se arrastando, e eu sei que ela quer
dizer desde que minha avó morreu. “Tudo que você
faz é trabalho. Você precisa se divertir um pouco e se
soltar. ”

Eu mordo meu lábio inferior entre meus dentes.


Uma noite fora parece divertido. Eu poderia esquecer
tudo por um tempo. Sammy sempre me faz rir e nos
divertimos juntas. Nós temos sido assim desde que
éramos crianças.

"Tudo bem, mas não nos coloque em apuros", eu


cedo.

"Eu não faço promessas." Ela ri maldosamente,


depois desliga antes que eu diga a ela para esquecer.
Eu olho para o relógio e sei que ela estará aqui
em breve para se certificar de que estou indo. Eu amo
Sammy, mas essa garota pode nos meter em uma
bagunça. Temos sorte de o xerife estar apaixonado
por ela ou teríamos passado algumas noites na prisão
pelas coisas que ela nos colocou. Não ajuda que uma
vez que eu tome algumas bebidas, acho que todas as
ideias dela são brilhantes. Como embrulhar o carro do
xerife em filme plástico.

Quanto mais eu penso sobre isso, muito do que


fizemos é direcionado ao xerife. Talvez eu devesse
começar a cutucar a vida amorosa de Sammy como
ela cutuca a minha. Ela está com esse homem desde
que ele se mudou para cá há alguns anos atrás. Ela
até mesmo apresentou uma queixa formal contra ele
quando ele concorreu para xerife, dizendo que um
não-local não poderia ter o trabalho. Mas não havia
ninguém que pudesse correr contra ele. Ele pode não
ser local, mas ele é um fuzileiro condecorado , pelo o
que compreendi. Ele só descobriu sobre a nossa
pequena cidade por causa do irmão de Sammy,
Derick, que o convenceu a se mudar para cá depois
que ambos saíram do serviço.

Peter passeia na área da recepção. Eu posso dizer


que ele estava estudando pelo jeito que seu cabelo
curto está em todas as direções. Ele sempre passa as
mãos pelos cabelos quando lê alguma coisa e tenta
entendê-la.

"Nic, eu posso fazer um sanduíche?"

"Você nunca tem que perguntar isso", digo-lhe


pela milionésima vez desde que ele se tornou um
residente regular aqui no The Mermaid. Ele não me
paga pelo seu quarto, então ao invés disso ele me
ajuda aqui quando eu preciso. Ele é bom em consertar
as coisas para mim, mesmo que ele tenha apenas
dezessete anos.

Ele me dá um meio sorriso que eu gostaria de


poder transformar em um completo. "Você quer um?"
ele oferece.

"Eu estou bem. Eu vou sair esta noite. ”

"Eu vou ficar de olho", diz ele antes que eu possa


perguntar a ele.

"Obrigado." Ele me dá um aceno de queixo antes


de ir para a cozinha.

Eu fico de pé e o vejo partir, e meu coração dói


ainda mais. Para onde Peter iria se eu fechasse este
lugar? Ele está ficando aqui desde que o pai
desapareceu, deixando-o para trás. Peter ainda tem
um ano de ensino médio. Ele tem estudado como
louco por seus SATs na esperança de conseguir algum
tipo de bolsa de estudos.
Ele é um bom garoto, e sei que se algo acontecer
a esse lugar farei o que for preciso para ter certeza de
que ele tem um lugar para ir. É uma das principais
coisas que me mantém puxando para cima os e-mails
com as ofertas que eu recebi para vender este lugar.
Se eu cedesse, poderia encontrar outro lugar para
morar aqui na ilha. Ajudar Peter a passar pela escola.
Eu daria tudo para poder perguntar a minha avó o que
eu deveria fazer.
3

Liam

Quando finalmente encontro a entrada da The


Mermaid, o céu escureceu. É uma combinação do pôr-
do-sol e das nuvens. Kathy já me ligou para dizer que
tenho de sair da ilha nos próximos vinte minutos, ou
vou ter que passar a noite lá. Levei mais do que isso
só para chegar ao maldito lugar. Está tão longe da
estrada principal e nenhuma dessas ruas estúpidas
está sinalizada. Eu acho que eles só esperam que as
pessoas o encontrem. Não me admira que o negócio
dela esteja falindo. Ninguém pode encontrá-lo. O
lugar é literalmente ao lado do meu resort, mas não
há uma boa maneira de chegar a ele.

Meu piloto me envia um texto do continente


dizendo que ele está recebendo granizo e tem que
colocar o avião no hangar.

"Fodidamente ótimo", eu digo com os dentes


cerrados.

Em seguida, outro texto aparece do heliporto.


Eles estão empacotando desde que a tempestade
está se movendo mais rápido que eles pensaram.

Eu respiro fundo, tentando não deixar isso chegar


a mim. Eu preciso lembrar por que estou aqui e cuidar
dos negócios. Então eu tenho que ficar uma noite na
ilha? Eu vou sair daqui à primeira luz. Enquanto isso,
preciso fechar este acordo. Então eu posso dormir
como um bebê e nunca mais voltar.

Eu saio do carro e sinto as primeiras gotas de


chuva. Eu trinco meus dentes e avanço através da
linha de árvores. A única coisa que posso ver da
estrada é o sinal, e mesmo assim o lugar está
escondido atrás de um dossel de velhos carvalhos e
musgo espanhol. Eu ando ao longo do caminho de
areia e amaldiçoo quando eu sujo meus sapatos.
Ainda bem que eu tenho um par de chinelos na minha
bolsa. Vou precisar deles depois de sair por aí.

Quando eu atravesso a folhagem, eu vejo o The


Merdeid pela primeira vez e paro no meu caminho.
Não é o que eu esperava. Imaginei um antigo edifício
decadente que estava praticamente caindo. Mas não é
nada disso. É uma casa branca com persianas de
madeira e flores brilhantes plantadas em todos os
lugares. Há uma placa pintada à mão acima da porta
que deveria parecer barata, mas na verdade é
encantadora. A passarela é forrada de conchas e
rochas lisas que levam até os degraus da frente. Para
a esquerda e direita da casa principal pequenas salas
de boutique que enfrentam o oceano. Grandes
palmeiras oferecem sombra, e eu posso até mesmo
ver algumas redes nela. A praia aqui é como a seção
que eu tenho. É plana com areia branca e águas azuis
cristalinas deslizam preguiçosamente à medida que a
maré sobe. O céu está escurecendo, mas ainda assim
The Mermaid parece uma joia descoberta em uma ilha
tropical.

"Droga", eu sussurro para mim mesmo. Como


este lugar não está lotado todos os dias da semana?

Tanto quanto eu odeio admitir, é melhor do que o


hotel que eu criei. Mas talvez seja porque é tão
diferente. Então, de repente, estou com raiva de mim
mesmo com o pensamento de que este lugar é tudo
menos um obstáculo no caminho para o sucesso.
Eu cerro os punhos ao meu lado e atravesso a
porta da frente. Dentro eu encontro um pequeno
espaço de recepção com uma mesa próxima a ele.
Nele estão pequenos frascos de conservas e molhos
para venda. Eu ignoro a exibição atraente e toques
pessoais e olho para as portas duplas que levam
direto para o pátio. É convidativo, mesmo quando o
céu escurece ainda mais e os primeiros sons do trovão
ecoam à distância.

"Posso ajudar?" Eu olho de volta para a mesa


para ver um jovem com uma camiseta folgada e
cabelo bagunçado ali com as sobrancelhas franzidas.

"Estou procurando por Marvin Mitchell", eu digo.


Esse foi o nome listado na escritura e a pessoa com
quem preciso falar. Não importa se esse adolescente
está comandando o lugar, quero conversar com quem
quer que seja que venda este lugar para mim. E não é
este garoto punk.
“Sinto muito, mas ele faleceu. Ele e sua esposa,
Adora. ” Os olhos do garoto ficam tristes quando ele
diz isso, e eu me pergunto se ele é neto deles.

"Que pena. Você está no comando?” Eu deveria


ter dito algo legal, mas me esqueço de ser educado
quando há algo que eu quero.

"Não."

Eu espero por um momento, mas ele não oferece


mais nada. Apenas me dá a resposta de uma palavra.
Kathy diz que eu sou um babaca para todos que me
conhecem pela primeira vez, e a maioria das pessoas
nunca muda de ideia. Eu tento de novo.

"Você pode me dizer quem está?" Eu olho em


volta da sala, esperando por um adulto entrar. Quem
é esse garoto e por que ele foi deixado na recepção?

"Eles não estão aqui", é tudo o que ele diz


quando se vira para ir embora.

"Hey", eu digo, parando-o. Eu solto um suspiro e


tento suavizar minhas palavras. "Eu sinto muito. Eu
tive muita coisa acontecendo hoje e acho que estou
preso aqui esta noite. ”

O garoto olha para o oceano e depois de volta


para mim, balançando a cabeça. "Sim. A balsa ligou
cerca de dez minutos atrás e disse que eles não
voltariam até o amanhecer. ” Ele caminha de volta
para a mesa e seu rosto suaviza um pouco. "Você
precisa de um quarto?"

Eu abro minha boca para dizer a ele que eu já


tenho um, mas então uma ideia surge. Talvez, se eu
ficar aqui, eu possa ir até o proprietário hoje à noite
ou na primeira hora da manhã. Ou, pelo menos, ficar
aqui pode me dar um pouco de munição para usar
quando for a hora de fazer uma nova oferta e se
apossar desta terra.

"Sim, eu preciso", eu digo e pego minha carteira.


"Você pode fazer isso por mim?"

"Claro", diz ele e clica algumas teclas no


computador. Ele me diz o quanto é por uma noite e eu
quase caio no chão. É quase um terço do que cobro
pelo meu quarto mais barato. Não é de admirar que
este lugar esteja afundando. Não há ninguém aqui, e
eles dificilmente estão cobrando o suficiente para
manter as luzes acesas, quanto mais para cobrir os
impostos e seguros consideráveis. Eu estarei fazendo
um favor a essas pessoas quando eu lhes escrever um
cheque.

O garoto, que me diz que seu nome é Peter, me


dá a chave e me aponta na direção do meu quarto. Eu
não lhe pergunto mais sobre o proprietário, porque
qualquer referência a isso parece irritá-lo.
Uma vez que eu tenho minha chave, Peter dá a
volta e fecha as venezianas. Ele me diz que é apenas
uma precaução e a tempestade não será tão ruim. Eu
aceno para ele, então eu ando pelo pequeno corredor
até o quarto no final. Eles distribuem chaves
antiquadas neste lugar. Não cartões-chave como na
maioria dos hotéis. Eu resmungo por não conseguir
entrar no meu quarto mais rápido quando eu viro a
chave e abro a porta.

Quando ando por dentro, olho em volta e vejo


que o quarto está limpo. Ele me deu um grande
quarto com uma cama king-size e um banheiro anexo
com uma banheira com pés. As portas francesas
abrem para um pequeno pátio privado e um pequeno
caminho leva à praia. Eu olho em volta para algo
barato ou sujo, mas encontro o quarto em perfeita
ordem.

"As paredes são provavelmente finas como


papel", digo a mim mesmo, olhando as nuvens
escuras acima da água.

É muito cedo para ir para a cama e não comi


nada desde hoje de manhã. Passei muito tempo
tentando encontrar o lugar que estou quase hesitante
em sair. Peter mencionou que há um bar a uma curta
distância, e eu esperava que ele mencionasse o do
meu hotel. Mas ele apontou na direção oposta e disse
que se chamava Red Din.

Saí para o meu carro e peguei minha bolsa antes


de ir para o meu quarto, então fui até a cama e abri-
a. Seria melhor para mim ir a um lugar onde os
funcionários não me conheciam, então eu decido
trocar meu terno por algo mais amigável para o local.
Eu pego um par de shorts cáqui e uma polo branca,
em seguida, coloco alguns chinelos. Meu cabelo loiro
está começando a ficar ondulado na umidade, então
eu tenho que continuar empurrando para fora do meu
rosto. Aparentemente, o gel que uso normalmente
não resiste ao calor da ilha. Outra razão para sair
daqui o mais rápido possível.

Pego um pouco de dinheiro e coloco no bolso de


trás e vejo que não há cofre no quarto. Eu acho que
não é tão perfeito depois de tudo.

Depois de fechar a porta e caminhar até a frente


do hotel, vejo que já está chovendo. Na entrada há
uma cesta cheia de guarda-chuvas, com uma nota
para levar um. Eu resmungo novamente quando puxo
a gola da minha camisa em volta do meu pescoço e
sopro por eles. Por que todos os pequenos toques são
tão irritantes? Eles não podem operar como um hotel
normal?

O ar está abafado enquanto caminho sob a copa


das árvores e na direção vaga que Peter apontou.
Claro, não há nenhuma maldita recepção de celular
nesta ilha, então eu só tenho que adivinhar para onde
ir a partir daqui.

Mais adiante, vejo um prédio com luzes brilhantes


e posso distinguir um peixe de néon no telhado. Esse
deve ser o lugar. Quando me aproximo, vejo que o
lugar é basicamente um barraco. A porta foi aberta
com alguns pedaços de troncos, e a música está
tocando pelas janelas abertas.

O Red Din está lotado para um dia de semana e


estou surpreso. Esta ilha é apenas uma grande festa?
Eu acho que ninguém faz nenhum trabalho real
quando o sol se põe.

Eu ando pra dentro, mas o lugar é tão barulhento


que ninguém percebe. Eu vejo um lugar vazio do
outro lado do bar e tenho que fazer o meu caminho
através da multidão para reivindicá-lo. Quando estou
lá, me sento e dou uma boa olhada.
O telhado é feito de metal enferrujado, e o som
da chuva seria bom se não fosse pela jukebox no
canto tocando músicas antigas. Vigas de madeira
correm pelo telhado e há centenas de sutiãs presos
ali. Eu estico meu pescoço para trás para dar uma boa
olhada neles e depois me pergunto por que diabos
alguém faria isso.

"É um rito de passagem", uma mulher mais velha


diz quando ela joga um guardanapo na minha frente.

Ela tem cabelos loiros sujos enrolados e


empilhados no topo da cabeça. Maquiagem negra
adornam seus olhos e ela está usando um batom
vermelho que é um pouco alto demais para sua idade.
Então noto que ela está usando uma gola de couro
preta com o nome Dolly e um colete de couro preto
sem nada por baixo.

"Com licença?" Eu pergunto.


“Os sutiãs. Os locais os atiram lá se transaram no
banheiro. ”

"Você quer dizer mulheres que fazem sexo no


banheiro e anunciam para toda a cidade?"

"Só na primeira vez", ela diz, piscando para mim.


"O que você vai ter, marinheiro?"

"Você tem alguma cerveja na torneira?" Eu


pergunto, olhando ao redor do bar.

"Não", ela diz, então sorri brilhantemente para


mim.

"Qualquer coisa serve", eu digo, sabendo que


este não é o tipo de lugar para pedir uma boa bebida
ou vinho.

Ela desliza uma garrafa para mim e, em seguida,


coloca uma tigela de pretzels ao lado dela.
“Meu nome é Dolly. Se você precisar de qualquer
coisa, grite. ”

Eu ia pedir-lhe um menu, mas ela vira as costas


para mim e caminha para o outro lado do bar. É então
que vejo que ela está usando uma minissaia de couro
e saltos de cinco polegadas.

Eu puxo a tigela de pretzels para mais perto e


tento não pensar em quem mais teve as mãos neles.
Neste ponto estou com muita fome para me importar,
e é óbvio que Dolly não é fã de turistas. Acho que,
mesmo que eu fizesse o pedido, talvez não gostasse
do que viria no meu prato.

Algum tempo passa e eu assisto a multidão. As


pessoas estão rindo e se divertindo. Há até um bom
número de pessoas na pista de dança. Estou surpreso,
mas depois de um tempo eu acho que esse lugar pode
não ser tão ruim. Pelo menos é cedo o suficiente para
que eles não sejam desleixados.

"Você quer outra, marinheiro?" Dolly diz quando


ela vem e aponta para a minha garrafa de cerveja
vazia.

"Por favor, e talvez eu pudesse conseguir algo


para comer com isso?" Eu me aproximo, tentando ao
máximo parecer razoável.

"Você quer um hambúrguer ou ostras?" Ela


pergunta, e suponho que essas são minhas opções.

"Hmbúrger"

"Chegando." Ela pisca para mim dessa vez antes


de me dar outra cerveja.

Eu acho que Kathy estava certa. Às vezes, ser


educado vale a pena. Eu apenas não pareço encontrar
tempo no meu dia para isso.
Não demorou muito para que Dolly me trouxesse
um hambúrguer e batatas fritas. "Está tudo certo,
marinheiro?"

"Por que você continua me chamando assim?" Eu


digo logo antes de dar uma mordida no grande
hambúrguer suculento. Eu tenho que me impedir de
gemer. Estou morrendo de fome ou este é o melhor
hambúrguer que já comi.

"Você lavou-se hoje, não é?" ela diz, apoiando o


cotovelo no bar.

"Eu aposto que você conhece todo mundo nesta


cidade", eu digo, pensando que eu poderia usá-la para
minha vantagem.

"Eu conheço todos os homens de boa aparência


nesta cidade", diz ela, inclinando-se mais perto. "E eu
sei que faz muito tempo desde que eu tive que
pendurar meu sutiã nas vigas." Ela pisca para mim e
toma um gole de um coquetel rosa ao lado dela.

Eu quase engasgo com meu hambúrguer antes de


engoli-lo e depois lavo com um gole da minha cerveja,
aguardando o meu tempo. Faz muito tempo desde
que eu estive com uma mulher. Tanto tempo que nem
me lembro de nada. Mas não tenho certeza de que
Dolly é a única que quero quebrar minha barreira.

"Talvez seja porque você não os usa?" Eu digo,


olhando diretamente nos olhos dela e sorrindo para
ela. Eu tenho que dar isso a ela, ela é mal-humorada.

Ela se inclina para mais perto e me dá um tapinha


na bochecha. "Não posso culpar uma mulher por
tentar." Ela se inclina para trás e agarra sua bebida.
"O que você está fazendo aqui de qualquer maneira?"

"O garoto do The Mermaid me disse que este era


o melhor lugar da cidade para comprar comida e
bebida."
“Peter com certeza é um amor. Que vergonha do
pai dele ”, ela diz, balançando a cabeça.

Eu me pergunto se o pai dele era o dono do hotel.


Talvez seja por isso que ele estava administrando o
lugar? Eu abro minha boca para perguntar a Dolly o
que ela quer dizer, mas então o estrondo da porta
chama minha atenção.

Meu queixo quase fica desequilibrado com a visão


parada ali, e é tudo que posso fazer para não engolir
minha língua. Ela é alta com pernas longas e curvas
como Jessica Rabbit. Ela tem shorts curtos que
mostram a pele lisa por milhas até lindos dedinhos
rosa em chinelos. Quando meus olhos se afastam de
suas pernas firmes, eles pousam em seus enormes
seios que está saltando sob um top de algodão
apertado. Ela é quase obscena em forma, e a forma
como sua cintura é exagerada pelo tamanho de seus
quadris faz minha cueca boxer apertar. Seu cabelo
loiro está em ondas bagunçadas sobre um ombro, e
mesmo a partir daqui eu posso ver o brilho nos lábios
dela. Lábios que um homem quer envoltos em volta
dele. Ela está olhando para longe de mim e para a
amiga dela que está com ela, e tudo que eu quero é
que ela os coloque em cima de mim. Eu quero ter
toda a atenção de uma mulher assim e seus olhos só
em mim.

"Eu vejo que você tem um gosto pela culinária


local", diz Dolly, quebrando minha concentração. Eu
olho para ela e vejo que ela não está falando sobre a
minha comida, mas acenando para a mulher na porta.
"Essa menina é como uma filha para todos nesta ilha",
diz ela, virando-se para mim. "Você a machuca, e eu
vou transformá-lo de um pepino do mar em um
molusco com uma casca." Ela inclina o copo para mim
enquanto toma um gole e vai até o outro lado do bar
para pedir uma bebida.
Eu vejo quando a mulher se aproxima do bar e se
inclina para dar um beijo na bochecha de Dolly. O
movimento empurra seus seios para cima e por cima
do bar, e eu dou uma olhada bem na frente de seu
top. A imagem do meu pau aparecendo entre eles
enche minha mente e de repente eu não consigo
pensar direito. Eu tomo um gole da minha cerveja
para me distrair e ter um momento para juntar meus
pensamentos.

Eu não estou aqui para foder a buceta local.


Estou aqui para um negócio e depois vou dar o fora
desta ilha. Mas então o diabo no meu ombro se inclina
e sussurra que eu posso fazer as duas coisas. A
imagem dela cavalgando meu pau enquanto aqueles
seios grandes saltam está preenchendo cada espaço
disponível no meu cérebro.

Mas eu não me tornei tão bem-sucedido quanto


sou, cedendo a todos os desejos. Disciplina e trabalho
duro são o que me fez quem eu sou hoje, e eu não
vou estragar isso deixando meu pau me levar. Não
importa o quanto eu queira.

Faz tanto tempo desde que eu realmente olhei


para uma mulher, então é por isso que eu sou tão
duro para isso. Eu não tenho tempo com o quanto eu
trabalho, então tenho certeza de que sou eu sentado
aqui sem nada para fazer além de pensar em sexo.
Isso e eu estou cercado por lingerie literalmente
pendurada no teto.

Eu decido terminar minha comida e voltar para o


hotel. Eu posso me masturbar em paz e dormir um
pouco antes de precisar levantar de manhã. E, claro,
essa mulher vai ser a atração principal do show hoje à
noite no meu quarto. Afasto-me do bar e levanto-me
para caminhar em direção ao banheiro. Mas antes que
eu possa dar um passo, estou correndo direto para
alguém antes de sentir uma bebida gelada cair na
frente da minha camisa.

"Merda."

"Oh Deus."

Eu pego a pessoa na minha frente para impedir


que eles me derrubem enquanto nós dois tropeçamos
um pouco. Quando eu olho para cima vejo que é ela.
E foda-me, os olhos dela são mais azuis que o mar.
Meus braços têm uma mente própria e a puxam para
mais perto de mim para firmá-la.

"Eu sinto muito. Eu estava a caminho do banheiro


e ia apenas colocar minha bebida no bar. ”

Sua voz é apressada e apologética, mas também


é doce e delicada. Seu corpo diz pecadora mas sua
boca diz santa, e eu não sei qual eu quero foder
primeiro.

Eu olho para baixo entre nós e vejo algo


semelhante à cor do coquetel que Dolly estava
bebendo na minha camisa branca. Eu também posso
ver que ele ficou nos montes de seus peitos e as
pequenas gotas brilham na luz fraca. Como ela se
sentiria se eu me inclinasse e as lambesse dela?

Ela chega ao meu redor, e por um segundo eu


acho que ela vai me puxar contra ela, mas em vez
disso ela volta com um guardanapo do bar e tenta me
secar. A sensação dela esfregando qualquer coisa
contra mim é quase demais, mas quando a mão dela
baixa, eu assobio e tenho que recuar. Jesus, ela não
sabe que ela quase esfregou meu pau?

"Desculpe, oh meu Deus, eu estou apenas


fazendo uma bagunça."

"Tudo bem", eu digo, e até eu posso ouvir o quão


rouca minha voz é.

"Posso concertar isso para você?" ela diz, e é tão


inocente e doce.

Meu deus, eu tenho que tê-la. Foda - se minhas


razões para estar aqui. Foda-se tudo isso. Seus olhos
azuis estão olhando para mim com permissão e não
há nada nesta terra que eu a negue.

“Sim, você pode me comprar uma cerveja. Mas


só se você sentar no meu colo, ” eu digo, e estou
quase chocado com as palavras que saíram.

Há uma pausa entre nós e, por um segundo,


penso em dizer que falei errado. Que eu só queria que
ela sentasse comigo. Mas eu decido que eu também
devo ir à falência. Ou eu vou levá-la para casa, ou vou
para casa para me masturbar com a imagem dela. De
qualquer forma, ela está ficando na minha noite hoje
à noite.

"Eu nem te conheço", diz ela enquanto suas


bochechas ficam vermelhas. Percebo que ela não
disse não.

"Nicole, você vem?" alguém diz atrás dela, e nós


dois olhamos para ver a amiga que veio com ela mais
cedo.

"Não, Sammy, estou bem." Sua amiga faz um


movimento com as mãos como uma bomba
explodindo e caminha para a parte de trás do bar,
onde um grupo de pessoas está sentado em uma
mesa.

"Amigos seus?" Eu pergunto e Nicole volta seus


olhos azuis de gelo para mim.

"Você pode dizer isso", diz ela, olhando além de


mim para o bar.

"Então, nós temos um acordo?" Eu empurro, não


deixando ela sair da estipulação.

"Eu disse que não te conheço." Desta vez, ela


coloca uma mão no quadril e tudo o que faz é tornar
essa curva ainda mais pronunciada. É como se ela
quisesse que eu a segurasse lá enquanto eu a fodia
no chão.

"Eu sou Liam", eu digo, colocando o braço em


volta da cintura dela e me aproximando dela. "Agora
nós somos amigos. E você me deve uma bebida. ”

Eu puxo-a contra mim enquanto me sento no


banco e a puxo para o meu colo. Eu nunca agi tão
ousado com uma mulher antes, mas diabos, ela tem
tentação escrita em cima dela. Quando eu a
estabeleço entre minhas pernas, ela não faz um
movimento para se afastar do comprimento duro que
desce pela minha coxa. Se alguma coisa, ela está
ignorando completamente, o que é quase mais
frustrante.

Dolly se aproxima e estreita os olhos em mim. Ela


apoia seu coquetel no bar e me olha de cima a baixo.
"Vamos torcer para que você transe melhor do que
escuta", diz ela e depois se vira para Nicole. "O que
você vai ter, Nikki?"

"O mesmo de antes. Eu perdi minha cereja para


esse cara ", diz ela, jogando o polegar por cima do
ombro para mim.

Dolly sorri para Nicole e, assim que seus olhos


pousam em mim, eles se estreitam novamente. "Já
trago."

Eu me inclino para frente e coloco meus lábios


perto do ouvido de Nicole. "Eu acho que vou precisar
que você me explique exatamente que tipo de bebida
que era."
4

Nicole

Minha respiração engata quando percebo o que


acabei de dizer. Eu perdi minha cereja. Eu quero
morrer de vergonha, mas eu tento ser legal como se
estivesse flertando e não reclamando de perder a
bebida mista.

"É realmente apenas cereja com limão e com um


pouco de vodka", digo a ele. Seus olhos vão para os
meus lábios e eu não consigo parar de lambê-los.
Então eu olho para o dele e percebo pela primeira
vez como eles são cheios. Então imagino como eles se
sentiriam contra os meus ... no meu pescoço. Eu
percebo que estou olhando para ele quando sua boca
forma um meio sorriso e eu fui pega perdida em uma
fantasia.

Felizmente, naquele momento Dolly abaixa minha


bebida e eu alcanço e agarro. Eu tomo um longo gole
enquanto tento me dar algo para fazer. Eu espio por
cima do copo para ele e não posso deixar de pensar
que ele é o homem mais bonito que eu já vi na minha
vida. Ele é grande, mas que nem sequer começa a
cobri-lo. Ele não é só mais alto que eu, mas duplica a
largura. Eu sempre fui alta para uma garota, e estou
acostumada a homens com a minha altura ou menor.
Mas com esse cara, ele de alguma forma me faz sentir
pequena quando eu nunca tive esse sentimento antes.
Eu me encaixo bem em seu colo e isso me faz sentir
delicada e feminina.

"Eu realmente sinto muito sobre sua camisa", eu


digo a ele novamente.

Eu não acredito que fiz isso. O primeiro cara que


roubou minha atenção desde sempre e eu derramei
minha bebida em nós dois. É por isso que nunca saio
com a Sammy. Algo assim sempre acontece comigo.

“Eu não me importo. Eu acabei com você no meu


colo, então eu chamaria isso de uma vitória. Sinta-se
à vontade para despejar uma bebida em mim a
qualquer momento, se terminar assim. ”

Ele é bonito e charmoso, o que aparentemente é


exatamente o que interessa as minhas partes de
garota.

"Você é doce", eu digo, mas ele parece surpreso


com as minhas palavras. Como se ele não acreditasse
em mim.

A maioria dos homens provavelmente ficariam


chateados se eu arruinasse uma camisa cara como
esta. Eu não gosto de rótulos, mas eu conheço o
logotipo em sua camisa e é certamente mais do que
eu poderia dar ao luxo de substituir. Para ele, deixar ir
tão facilmente é mais do que eu esperava.

Dolly bufa e eu olho para ela. "Doce, minha


bunda", ela murmura enquanto caminha por nós para
obter a ordem de bebida de outra pessoa. Isso me faz
imaginar o que ela sabe que eu não sei. Ou talvez ela
esteja apenas sendo Dolly. Ela gosta de cutucar os
turistas.

"Deus, você é linda", sussurra Liam, como se ele


não quisesse dizer em voz alta.

"Você não é tão ruim também", eu admito.


Ele tem olhos cor de mel que me lembram da
areia ao pôr do sol. Seu cabelo loiro está naquele
comprimento sexy, onde não é curto, mas não longo.
Tem ondas brilhantes e tem um lado atrás da orelha.
Eu estendo a mão e corro meus dedos através dela,
surpresa pelo quão ousada eu estou sendo. Eu
geralmente sou tão tímida quando se trata de homens
que me consome. Eu também nunca estive tão perto
de um homem tão quente antes, então talvez meu
corpo não saiba como reagir.

Agora, a única coisa em que consigo pensar é que


a ideia de Sammy de perdê-la para um turista não
parece tão ruim. Embora este pareça que ele poderia
partir meu coração quando ele deixasse a ilha. Mas
pela primeira vez desde que perdi meus avós, sinto
algo além de tristeza. Excitação e algo mais que eu
não consigo colocar estão fluindo através de mim. Eu
bebo um pouco mais do meu coquetel e decido que
vou absorver esse momento por tudo que vale a
pena. Eu não me sinto tão bem há muito tempo,
então e se ele partir meu coração? Decidi não poder
passar toda a minha vida preocupada em perder o
hotel e lamentar a perda dos meus avós. Eles não iam
querer que eu vivesse assim.

Calor se espalha pelo meu corpo e eu não sei se é


porque eu entornei a última bebida rapidamente ou o
fato de que eu estou no colo de um homem lindo. Mas
de qualquer forma meus hormônios estão acendendo
como fogos de artifício e eu não quero que isso pare.

Liam começa a se inclinar para mim e eu não


consigo tirar meus olhos de seus lábios cheios quando
eles se aproximam dos meus. Ele vai me beijar, meu
corpo grita quando eu fecho meus olhos e prendo
minha respiração.

Mas antes de sua boca encontrar a minha, eu sou


arrancada do colo quando as mãos vêm ao redor da
minha cintura. Sou jogada no ar e grito de choque. Eu
vejo o rosto de Derick rindo enquanto ele me pega
facilmente.

"Você está causando problemas?" Ele pergunta,


mas eu não tenho uma chance de responder antes de
ser tirada de seu controle.

Eu sinto o peito duro de Liam contra minhas


costas enquanto ele me puxa contra ele. Há tensão
em seus braços enquanto eles me envolvem, mas não
é doloroso. Eu só posso dizer pela maneira como seus
músculos flexionam que ele me pegou em um aperto
inquebrável. Eu quase juro que ele está apostando
sua reivindicação em mim. Os olhos de Derick se
estreitam e sua mandíbula tica. Eu conheço esse
olhar. É o olhar que ele faz logo antes de seus punhos
começarem a voar. Para ser honesto, eu sempre
aposto no Derick, mas depois de sentir o poder vindo
de Liam, não há rival. Eles são ambos grandes caras,
mas o que Derick tem em atitude, Liam tem em altura
e construção.

"Quem eu?" Eu coloquei minha mão no meu


peito. “Eu nunca, ” eu provoco, tentando quebrar a
tensão.

Eu finjo que uma luta não está prestes a sair e


que tudo está bem. Talvez se eu fingir o suficiente,
isso se tornará realidade. O irmão de Sammy me dá
um olhar que diz besteira bem antes de seus olhos
voltarem para Liam.

O braço de Liam está enrolado na minha cintura


de forma protetora, e eu coloco minha mão nas costas
dele. Eu acaricio suavemente, tentando mostrar a
Derick que está tudo bem e que Liam saiba que estou
feliz por ficar em seus braços. Derick pode ser o irmão
mais velho de Sammy, mas ele também age como o
meu.

"Ela é minha." O rugido profundo de Liam me


pega desprevenida.

Estou surpresa com tal afirmação de homem das


cavernas, mas estou mais surpreso com o quanto eu
gosto disso. Eu não tinha ideia de que ele seria tão
possessivo, mas o calor entre minhas pernas me diz
que ele deveria continuar fazendo isso. Sim, esse cara
tem um coração partido escrito por todo ele.

Derick ri. “Você e Sammy. Vocês estão sempre


tendo esses turistas perseguindo vocês ”, diz ele,
olhando para o teto. "Você vai colocar um sutiã aí esta
noite?"

Eu faço uma careta como se eu estivesse brava,


mas na verdade eu sempre me perguntei como seria
ser um daqueles casais que não conseguiam se
controlar. O tipo que tinha que ter um ao outro tão
mal que eles não podiam esperar para chegar em
casa. Eu não posso imaginar como seria não se
importar que você estivesse em algum banheiro no
bar. Mas a parte depois é a minha favorita. Assistir o
cara sair como um guerreiro que acabou de reivindicar
um reino enquanto joga seu sutiã em um prego é
sempre divertido. Eu já vi isso acontecer algumas
vezes e todo mundo sempre aplaude. É um pouco
bárbaro, mas para mim é como se os homens
estivessem reivindicando suas mulheres como se
fossem suas e dizendo a todos os outros que foram
levados. Pode parecer bobo, mas eu amo a tradição.

Embora eu saiba que eu provavelmente


romantizei tudo isso na minha cabeça. Nós todos
sabemos que eles são em geral de uma noite com
sexo desleixado que deixam a mulher querendo mais.
Mas ainda assim, uma pequena parte de mim espera
que isso seja verdade. Que é sempre feliz para
sempre.

Liam me puxa para trás, dando um passo em


direção a Derick. "Não a desrespeite."

Eu puxo minha cabeça para fora do corpo gigante


de Liam para ver Derick sorrindo. Eu tento dar um
passo em torno de Liam, mas ele não está tendo. Seu
braço dispara, me impedindo de sair do seu lado.

"Está tudo bem, cara", responde Derick, antes de


seus olhos virem para mim. "Onde está a sua metade
malvada?"

"Bem aqui." Sammy acena a mão na frente do


rosto dela. "A testosterona aqui está empesteando o
bar. ” Ela franze o rosto. “Vocês não podem sair e
bater em seus peitos? Vamos, Nikki, eu quero dançar.

Sua pequena mão vai para o meu quadril. As


pessoas cometem o erro de deixar seu tamanho
enganá-las. Ela é a definição de embora ela seja
pequena, ela é feroz!

"Eu só vim para ter certeza de que você não


estava deixando meu amigo louco." Derick nivela
Sammy com um olhar e ela revira os olhos.

"O xerife não está aqui", ela dispara de volta. Eu


não posso dizer pelo tom dela se ela está feliz com
isso ou não.

"Okay, certo." Derick olha em volta do bar. Eu


sigo seus olhos quando seu olhar pousa em alguém.
Sim, lá está ele em seu uniforme e tudo mais. Seus
olhos estão em Sammy.

"Tanto faz", Sammy bufa antes de me puxar.


"Vamos. Eu apenas carreguei a jukebox. ” Ela olha
para Liam. "Você pode aproveitar o show."
Ela pisca para ele, em seguida, me puxa dele.
Antes que eu possa ficar em linha reta, Liam me puxa
de volta contra ele e sua boca desaba sobre a minha.
O beijo é tão apaixonado que tira o ar de dentro de
mim. Eu gemo quando sinto sua língua tocar a minha
e sua mão vai para as minhas costas. Mas muito em
breve ele está quebrando nossa conexão e
pressionando a testa na minha.

"Pode não ser o seu sutiã, mas agora todo mundo


aqui sabe que você está comigo", diz ele contra meus
lábios.

Sammy ri e puxa minha mão quando mais uma


vez eu estou sendo puxada em outra direção.

"Droga. Esse homem quer você ”, diz ela.

Meu coração palpita quando olho para trás por


cima do meu ombro. Os olhos de Liam estão treinados
em mim e ele está nos seguindo. Não muito perto,
mas o suficiente para ficar à vista.

“Você deveria ter visto o rosto dele quando Derick


arrancou você do colo dele. Eu pensei que íamos ter
uma séria investida aqui. Faz algum tempo. Poderia
ter sido divertido de assistir, ” brinca Sammy.

Brigas de bar não são super comuns, mas


acontecem de vez em quando. Principalmente quando
os turistas ficam muito mãos bobas com as meninas
locais. A última delas envolvia o xerife e um cara que
estava ficando mais grosso com Sammy. Eu não tinha
certeza se ela gostava dele ou não. De qualquer
maneira, o xerife Cyrus não estava aceitando .

Sammy diz que o xerife é pior do que seu irmão


quando se trata de modo de proteção. O que é
verdade. Derick é bastante descontraído sobre ela
namorar e se conectar. Cyrus, nem tanto. Ele tem
aquela coisa boa e velha correndo pelo sangue dele.
Charme do sul e tudo. Eu acho que é meio fofo, mas
isso irrita Sammy.

Ela me puxa para a pista de dança e nós


atravessamos a multidão até encontrarmos um lugar.

"Ele está assistindo", diz ela e pisca para mim.

De repente, eu me sinto autoconsciente sobre o


que ele vê quando olha para mim. Eu movo meu
corpo ao ritmo da música e tento não me sentir
tímida. Eu não sou magra como muitas garotas que
correm pela ilha de biquíni. Eu tenho curvas, mas elas
são tonificadas com toda a natação que eu faço. O
oceano me chama todas as manhãs e passo mais de
uma hora todos os dias. Algumas pessoas precisam de
café, eu só preciso das ondas.

Eu lambo meus lábios, ainda sentindo sua boca


na minha. Já faz muito tempo desde que fui beijada.
Eu não percebi o quão solitária eu estava até que ele
me tocou. Eu gostaria que ele me puxasse contra ele.
Eu queria o calor dele em cima de mim. Eu me
pergunto se eu precisaria da calma do oceano se eu
acordasse todas as manhãs com ele na minha cama.
Minha respiração engata como uma imagem de seu
corpo nu e musculoso nos meus flashes em minha
mente.

"Você não pode estar tão corada de dançar,"


Sammy diz quando ela joga a cabeça para trás e ri de
sua própria piada.

Eu olho por cima do meu ombro para ver se ele


ainda está assistindo. Ele está, mas agora a
vadiazinha residente Vicky deslizou ao lado dele. Meus
olhos se estreitam. Ela é a carroça de boas vindas na
ilha. Todo novo homem que vem aqui recebe uma
calorosa recepção dela. Não que eu os culpe. Ela é
linda. Eu também não posso culpá-la por trancar sua
mira em Liam. Ele é imperdível em um mar de
pessoas. Mas eu já sinto que reivindiquei ele, e de
repente eu sinto que ela está tentando pisar no meu
território.

Vicky está falando com Liam, mas não tenho


certeza se ele está ouvindo ela. Ele está com os olhos
em mim até que ela toca seu braço para chamar sua
atenção. Eu vejo quando ele empurra para trás e olha
para ela e suas sobrancelhas se contraem. Ele
pressiona seus lábios juntos em uma linha reta como
se ele estivesse tentando se impedir de dizer alguma
coisa.

"Foda-se ela", Sammy rosna. Eu olho para ela e


ela está dando a Vicky um olhar mortal.

"Qual é a sua birra com Vicky?" Eu pergunto.

Eu sou o único que deveria estar chateado. Ele


me beijou apenas momentos atrás. Eu nem quero me
virar e olhar para trás para ver se Vicky conseguiu sua
atenção. Isso nunca leva muito tempo. Eu gostaria de
ter um pouco da sua confiança com os homens. Então
talvez eu não derramasse minhas bebidas neles.

"Nada", diz Sammy, mas eu posso ouvir a


amargura em sua voz. “Esqueça todos eles. Estamos
aqui para nos divertir. ” Ela começa a dançar de novo
e eu decido me juntar a ela.

Eu nunca deixei um homem me impedir de ter


um bom tempo e eu não vou deixar isso acontecer
hoje à noite. Nós nos perdemos na música por tanto
tempo que nem percebemos quanto tempo passou.
Logo a pista de dança está lotada e dois caras que eu
nunca vi antes vêm correndo até nós.

Eu me viro para me afastar deles, mas quando eu


corro direto para Liam. Ele está se aproximando de
mim, mas ele não está olhando para mim. Em vez
disso, ele está de olho nos caras atrás de mim.
"Afaste - se", Liam ordena os rapazes e depois os
despede quando ele olha para mim.

A música é alta, mas eu posso sentir a posse


saindo dele. De alguma forma não é sufocante. Em
vez disso, está me puxando para mais perto dele. Ele
coloca a mão em volta da minha cintura e me puxa
para mais perto dele. Ele se inclina e eu posso sentir
seu hálito quente no meu ouvido.

"Eu quero terminar a bebida que você me deve."

“Oh, você não está ocupado com outra pessoa?


Eu pensei ... ” Eu paro quando percebo que estou
gritando.

A música foi desligada e olho para a jukebox para


ver o xerife parado ali. Ele tem a tomada na mão e ele
está olhando em nossa direção.

"Risco de incêndio. Muitas pessoas na pista de


dança. ”

Ele solta a tomada e olha para o cara parado ao


lado de Sammy. Ela cruza os braços sobre o peito e
bufa.

"Você nunca será reeleito a este ritmo!" Sammy


grita para ele, e eu ouço algumas risadas dos
moradores ao redor do bar.

"Aqui vão eles", alguém na multidão diz.

Os dois brigando é uma cena normal por aqui.


Bem, não tenho certeza se estão brigando. Sammy é
a única que grita. Cyrus apenas dá ordens e não fica
nem um pouco assustado com o latido dela.
Normalmente, quando ela fica nervosa, todo mundo
corre. Sammy é doce como torta de maçã quando ela
gosta de você, mas fica do outro lado disso e você
amaldiçoa o dia em que você a cruzou.
Isso é quando você acaba com o seu carro
embrulhado em filme plástico ou acorda com a sua
cerca branca pintada de rosa Barbie. Ainda não
consigo acreditar que ele não tenha pintado de branco
de novo. Já faz sete meses.

Cyrus segue em nossa direção e eu decido que


estou com sede.

"Vamos tomar uma bebida", eu falo enquanto


pego a mão de Sammy e a puxo para fora da pista de
dança.

Eu posso sentir Liam bem atrás de mim. Ele é tão


grande e intimidante, mas eu não estou nervoso com
o tamanho dele ou o que ele vai fazer comigo. Há
bondade na maneira como ele olha para mim. Ternura
em seu toque. Eu não sei nada sobre o cara, mas eu
tenho a minha parte de idiotas. Ele pode parecer um
grande urso para outros homens, mas posso sentir
que ele é diferente.

Eu nos levo até uma mesa nos fundos onde o


irmão de Sammy está sentado. Quando chegamos lá,
Liam desliza em uma cadeira vazia e me guia em seu
colo suavemente. Eu não luto porque é onde eu
queria estar o tempo todo em que eu estava na pista
de dança. Seu corpo grande se molda contra o meu e
eu tenho que me impedir de gemer com o quão bom
é.

Sammy desce ao nosso lado, acenando para Dolly


para algumas bebidas.

"Disse a você que ela estava aqui para lhe dar um


tempo difícil", diz Derick enquanto toma um gole de
sua cerveja.

Eu sinto os lábios quentes contra o meu pescoço


quando Liam beija meu pescoço e meu ombro. Parece
intenso, mas natural. Como se ele tivesse feito isso
um milhão de vezes. Quem é esse cara e por que eu
não quero que ele pare?

"Ei, turista", diz Derick para Liam. "Ela é como


uma irmã para mim, então se você foder com ela eu
vou acabar com você", diz ele com um sorriso no
rosto. "E eu vou fugir com isso também, porque o
xerife vai me ajudar."

Como se na sugestão, Cyrus desliza na última


cadeira à mesa. "Idem", diz ele antes de voltar sua
atenção para Sammy. Ele se inclina para perto dela e
os dois têm uma conversa particular. Eu não consigo
entender o que eles estão dizendo, mas Sammy ainda
está chateada e Cyrus está apenas cutucando o urso.

A imagem de Liam com Vicky aparece na minha


cabeça e eu não consigo me controlar. "Você estava
se divertindo no bar?"

"De quem você está falando? A mulher que eu


estou atrás estava fingindo me ignorar enquanto me
dava um show. ”

Ele morde meu ombro e eu tenho que morder


meu lábio para não sorrir. É claro que isso faz minhas
entranhas se aquecerem para ouvi-lo negar o desejo
dela. Mas eu sabia que ele estava me observando.
Isso pode ter sido porque eu coloquei um pouco mais
de força nos meus quadris.

"Loira, grandes peitos ", acrescento e volto a


olhar para ele. Suas sobrancelhas se juntam e ele
balança a cabeça.

"Ainda não tenho ideia."

"Ela estava falando com você enquanto nós


estávamos dançando."

“Aquela mulher que cheirava a fábrica de


perfumes? ” Pedi para ela se afastar e não me tocar.
Ele faz uma cara como se estivesse cheirando algo
sujo. Ele balança a cabeça e se inclina para pressionar
o nariz na minha pele. “Eu gosto do jeito que você
cheira. Como a praia e os cocos ”, ele sussurra, e todo
o meu corpo se aquece.

Eu olho para trás por cima do meu ombro para


ele e nossos olhos se fecham. Eu olho para os lábios
dele e quero beijá-lo novamente. Tudo no meu corpo
está me dizendo para ir em frente, e quando eu me
inclino, há um grito alto quando Sammy desliza a
cadeira para trás e pisa para fora.

Eu estava tão perdida no que Liam estava


dizendo que perdi o que eles estavam falando. Cyrus
começa a ir atrás dela, mas Derick agarra o braço
para detê-lo. Provavelmente é apenas mais drama
entre os dois. Eu gostaria que eles apenas admitissem
que eles já estão apaixonados e têm uma dúzia de
bebês. É só uma questão de tempo.
Nós assistimos enquanto todos os três saem,
deixando Liam e eu sozinhos.

“Você realmente pediu a essa mulher para não


tocar em você?” Eu digo quando me viro em seu colo
para enfrentá-lo.

"Eu não gosto quando as pessoas entram no meu


espaço."

"Eu estou no seu espaço", eu digo, balançando


em seu colo, então percebo que o cume duro contra a
minha bunda não é a cadeira. Está bem entre as
pernas dele e maior do que qualquer coisa que eu
poderia imaginar. Eu suspiro audivelmente quando ele
geme e sua mão no meu quadril flexiona.

"Desculpa." Minhas bochechas esquentam, mas


eu não me afasto. Se qualquer coisa, eu me inclino
em seu comprimento duro, tentando se aproximar.
"Nunca se desculpe por isso." Sua voz é áspera e
seus olhos parecem escurecer.

"Você quer sair daqui?" Eu deixo escapar as


palavras antes que eu tenha uma chance de mudar de
ideia. Eu me sinto corajosa e ligada e quero fazer
coisas sujas e ruins com esse homem.

"Malditamente eu faço." Ele se levanta e agarra


minha mão. “Estou muito perto. É um lugar chamado
The Mermaid. Você sabe onde é?"

“Eu acho que posso. Eu também tenho um quarto


lá. ” Eu sorrio enquanto eu o provoco. Eu me inclino e
pressiono meu peito contra o dele, querendo tocar
cada parte dele.

"Eu pensei que você fosse um local?" Seus olhos


abaixam para o meu peito e eu vejo quando ele lambe
os lábios. Minha parte inferior do corpo aperta e eu
não sei se posso tirá-lo daqui rápido o suficiente.
"Eu sou. Eu possuo o lugar. ” Eu sempre sinto
muito orgulho quando eu digo isso.

Seu sorriso vacila por um segundo e a mão que


ele tem na minha contrai. Ele pisca e então ele está
sorrindo de novo tão rápido que acho que eu poderia
ter imaginado. Antes que eu possa perguntar a ele
sobre o que estava acontecendo, seus lábios estão
nos meus e todos os pensamentos do trabalho
evaporam.
5

Liam

Você não pode fazer isso.

Eu ignoro o aviso na minha cabeça, agarro a mão


dela, jogo algum dinheiro na mesa e praticamente
saio do bar. Quando chegamos à porta, a tempestade
está batendo forte e está derramando do lado de fora.

"Suba", digo a Nicole quando me viro e dou as


costas a ela.
"Um passeio de cavalinho?" Ela pergunta, mas ela
está sorrindo como se fosse manhã de Natal.

"Você conseguiu, princesa." Ela pula, e eu a


levanto enquanto seus braços vêm ao redor dos meus
ombros e eu seguro suas coxas. "Não quero que você
tenha seus belos pés enlameados."

"Ficar suja não me incomoda." Seus lábios


pressionam contra o meu pescoço e eu juro que meus
joelhos ficam um pouco fracos.

Eu corro para fora da porta e na chuva quente. As


gotas ecoam quando eu vou e abafo todas as vozes
na minha cabeça me dizendo como isso é errado. Que
eu não deveria levá-la para a cama. Ela é a razão pela
qual estou nessa maldita ilha para começar. Quando a
vi no bar, fiquei surpreso ao encontrar algo de que
gostasse nesse lugar. Passei cada segundo aqui
contando até quando poderia sair, mas de repente
quero mais tempo. Agora que eu sei que ela é dona
do The Mermaiid , o que diabos eu devo fazer? Dormir
com ela e fazer com que ela assine a escritura para
mim? Eu sou um idiota, mas não há como eu suportar
o olhar de decepção em seus olhos.

Por que não poderia ter sido outra pessoa?


Qualquer outra pessoa naquele bar maldito. Por que a
única mulher que mexe em algo dentro de mim, algo
que pensei estar morto há muito tempo, acabou
sendo a única pessoa que eu preciso transar.

O caminho para The Mermaid é lavado com toda


a chuva e a areia não pode absorvê-lo rápido o
suficiente. Eu espirro através de poças em meus
chinelos enquanto vejo a luz à distância. Eu tento ficar
sob o dossel das árvores para cobertura, mas estou
completamente encharcado até os ossos. Mesmo o
espaço onde Nicole está pressionada contra mim está
encharcado e eu posso senti-la como uma segunda
pele em mim.

Por que ela tem que ser tão linda, tão pecadora?
Tudo nela é sexo exagerado e tudo o que quero fazer
é afundar em cada curva. Eu amaldiçoo o jeito que eu
preciso dela a cada passo até que eu a carrego até os
degraus da varanda do hotel. Eu tenho que dizer a ela
que não posso fazer isso. Eu a quero tanto, mas não
posso levá-la assim. Talvez ela me venda e depois
possamos tentar fazer isso funcionar. Mas se eu
dormir com ela, isso vai ofuscar todos os planos que
eu fiz.

Eu abaixo lentamente ela agora que estamos fora


da chuva e me viro para olhar para ela. Seu cabelo
loiro está preso ao seu rosto, mas ela está sorrindo de
orelha a orelha. A luz nos olhos dela faz meu peito
apertar. Eu não quero ser a razão pela qual isso vai
embora.
"Eu nunca tive um passeio de cavalinho antes",
diz ela enquanto ela coloca as mãos no meu peito.

"Nem mesmo quando você era uma garotinha?"


Por que isso tem que ser tão bom quando ela me
toca?

"Não. Meus pais morreram jovens e eu fui criada


pelos meus avós. Eles não estavam sempre com a
melhor saúde e eu era uma criança gordinha. ”

O rubor de rosa em suas bochechas me força a


estender a mão e tocá-lo com as costas da minha
mão.

"Você é tão bonita", eu digo, mais para mim do


que para ela.

Ela encolhe os ombros e olha para longe como se


não tivesse dito isso antes. Eu toco seu queixo e a
faço olhar de volta para mim.
"Você tem alguma ideia do que está fazendo
comigo agora?" Eu tento me fazer parar, mas não
posso. Quanto mais me aproximo dela, mais minha
vontade de deixá-la em paz está desmoronando. Se
eu a beijar, não serei capaz de deixá-la ir. Não essa
noite. Talvez nunca.

"Eu acho que você pode estar fazendo a mesma


coisa comigo", diz ela, aproximando-se.

Seu corpo está encharcado da cabeça aos pés,


mas a noite é quente e a chuva é como a água do
banho. Suas roupas se agarram às suas curvas e,
quando olho para baixo, posso ver diretamente a
camiseta branca dela. Seus mamilos duros
pressionam contra o material molhado e minha língua
roça ao longo dos meus dentes com a necessidade de
prová-la lá.

E se ela quiser vender o lugar? Eu poderia estar


fazendo um favor a ela. Eu digo a mim mesmo essas
coisas porque sou egoísta e quero ela. Apesar do fato
de que eu deveria deixá-la sozinha. Eu deveria contar
tudo a ela agora antes que isso vá mais longe, mas
estou tentando me convencer de que podemos fazer
isso e tudo ficará bem.

"Você quer me levar para dentro e me mostrar


seu quarto?" Ela passa as mãos pelo meu peito e olha
para mim através de seus cílios escuros.

Esse é o momento. Eu posso expor a verdade


para ela agora e deixá-la decidir, ou eu posso ser um
idiota egoísta e tentar pedir perdão mais tarde.

"Eu tenho que ser honesto, no entanto", diz ela, e


eu posso ouvir o meu coração batendo nos meus
ouvidos. Ela abaixa a voz enquanto se inclina e escova
os lábios contra os meus. "Eu nunca fiz isso antes."

Uma nuvem de luxúria nubla todo o meu bom


senso e antes que eu possa pensar sobre o que estou
fazendo, eu a puxo contra mim enquanto a beijo e a
levo pelo corredor até o meu quarto. Eu hesito
quando chego à porta porque tenho que tirar a velha
chave do meu bolso.

"Estou começando a me arrepender de não


passar para o digital", ela geme enquanto minha boca
vai para o pescoço e minhas mãos se atrapalham com
a chave.

Eu rosno quando eu aperto a chave na fechadura


e abro a porta. Depois que quase caímos pela porta,
eu a fecho atrás de mim e a tranco de novo. O
pensamento dela saindo por aquela porta me dá uma
sensação de urgência. Ainda nem começou de
verdade e não estou pronto para terminar.

Há tanta coisa que ela não sabe sobre mim e


tenho certeza que o mesmo vale para ela também.
Mas agora, nossos corpos estão falando sua própria
língua e estão prontos para se familiarizarem. Quando
eu a toco, ela é familiar, como se eu tivesse sentido o
corpo dela antes. Eu conheço o caminho de suas
pernas como as costas da minha mão, e quando me
ajoelho diante dela, não parece a primeira vez. Parece
que eu estive fora no mar por mil anos e finalmente
estou voltando para o meu amor.

"Abra suas pernas", ordeno enquanto meus dedos


encontram a borda de seu short e desabotoam-nos.

Eu retiro o jeans molhado em suas pernas, junto


com suas calcinhas rendadas. Suas coxas nuas estão
brilhando com a água da chuva, e eu me inclino para
frente e sinto uma gota enquanto ela persegue sua
pele bronzeada. Quando eu deslizo sua parte de baixo
eu corro minhas mãos de seus tornozelos para seus
quadris. Sua buceta nua está na frente do meu rosto,
bem depilada com dobras suaves que escondem seu
clitóris.

"Você faz isso o tempo todo?" Eu corro a ponta do


meu polegar contra seus lábios macios, delicadamente
acariciando onde não há cabelo.

Ela morde o lábio inferior, em seguida, balança a


cabeça. Eu posso dizer que ela é tímida sobre eu olhar
para ela, mas sua inocência está me fazendo sentir
como um deus.

"Tão fodidamente bonita", eu sussurro enquanto


me inclino para frente e coloco um beijo em seus
lábios. “Sente-se na cama para mim, Nicole.”

Ela faz o que eu peço, e eu me movo entre os


joelhos quando eu pego a blusa molhada dela e a
puxo para fora dela. Quando eu chego em torno das
costas dela para tirar o sutiã, ela puxa a minha
própria camisa molhada e a tira de cima de mim. Ela
ri quando bate no chão com um splat, e eu a beijo
enquanto removo suas últimas roupas. Ela está nua e
sorrindo para mim enquanto eu beijo seus lábios,
depois seu pescoço e depois até seus seios. Seus
zumbidos de prazer se transformam em gritos de
prazer quando eu tomo seu mamilo na minha boca.

O pico duro é delicado e doce na minha língua, e


eu me movo de um para o outro até que os dois
fiquem vermelhos e apertados. Eu coloco minha mão
em seu peito e ela abaixa sua parte superior do corpo
de volta para a cama. Eu abro os joelhos mais longe e
coloco as pernas sobre meus ombros. Minhas mãos
vão debaixo da bunda dela e eu a levanto para a
minha boca para que eu possa beber da fonte da
juventude.

Seu sabor doce e picante reveste minha língua


enquanto eu a enfio entre suas dobras e encontro seu
duro nó. Suas coxas apertam quando ela tenta se
fechar fora de mim, mas eu sou mais forte e eu quero
tanto que ela não pode me impedir de chegar lá.

“Relaxe, baby. Eu vou cuidar bem de você, ” eu a


encorajo enquanto beijo o interior de suas coxas e
coloco minha boca de volta onde ela mais precisa.

Eu provoco seu clitóris com minha língua,


persuadindo-a a se submeter. Logo seu corpo relaxa e
ela começa a se mover comigo. Suas pernas se abrem
e seus dedos curiosos alcançam meu cabelo e me
seguram mais contra ela.

Ela é inexperiente e eu posso provar o quão


verdadeiramente pura ela é. Ela nunca teve um
homem aqui antes. Eu poderia provar sua marca nela,
e ela não é reclamada. Quando eu terminar com ela,
eles não serão capazes de chegar a seis metros dela
sem saber que ela pertence a mim. Eu vou me
certificar disso.

Pensamentos do futuro rastejam em minha


mente e eu os fecho. Não consigo pensar no amanhã
ou no que vai acontecer quando o sol nascer. A única
coisa que importa para mim está aqui e agora.

Enquanto a tempestade irrompe do lado de fora,


seus gritos de prazer ficam mais altos. Ela está
ofegando pela liberação enquanto o trovão rola sobre
a ilha e a chuva bate contra as portas de vidro ao
nosso lado. Eu nunca estive no meio do oceano
quando uma tempestade como essa vem, mas não é
nada comparado à emoção de estar entre as pernas
de Nicole.

Ela está tão perto que quando deslizo dois dedos


dentro dela e esfrego suavemente contra suas
paredes internas, seu corpo responde imediatamente.
Suas costas arqueiam e seus dedos apertam meu
cabelo enquanto ela grita meu nome. As luzes piscam
e então a energia se apaga quando o clímax atinge. É
possível que a força de seu orgasmo tenha tirado a
eletricidade, mas não vou pensar nisso por muito
tempo.

Seus olhos estão pesados e ela está tentando


recuperar o fôlego enquanto eu subo seu corpo e
pressiono meu pau para sua abertura.

"Olhe para mim." Minha voz ressoa no meu peito


enquanto deslizo através de sua umidade e em sua
vagina.

Eu me empurro em um impulso duro e posso


sentir sua virgindade dar lugar às minhas exigências
enquanto me seguro dentro dela. Ela grita uma vez
antes de eu beijar seus lábios e começar a me mover
lentamente. Sua vagina aperta em torno de mim e eu
tenho que trabalhar para cada impulso dentro dela.
Seu corpo é macio e se molda contra mim enquanto
eu coloco meu peso em cima dela.

Suas longas pernas me envolvem, e eu me inclino


para sugar seu mamilo enquanto empurro para dentro
e para fora. Eu sinto que estou bêbado, mas sei que
não estou. O poder do corpo dela é tão intoxicante.
Ela me segura e é diferente de tudo que já senti.
Estou me afogando em sua luxúria e o que poderia
ser muito mais se eu deixasse isso me levar.

"Liam". Ela chama por mim e eu deixo os seios


dela chegarem aos seus lábios. "Não pare."

Seus olhos azuis claros me imploram para que


isso nunca acabe, e eu aceno, jurando sempre dar o
que ela quer. Neste momento e a cada momento
depois. Estou sob o feitiço dela.

Eu enterro meu rosto em seu pescoço e a sinto


apertar em volta do meu comprimento enquanto eu o
corto em cima dela. Suas pernas caem e ela se torna
desossada quando seu orgasmo a atinge novamente e
ilumina a noite.
Relâmpagos não estão longe das portas e eu
posso ver sua silhueta sob mim enquanto fazemos
amor. Cada curva de seu corpo, cada centímetro de
sua perfeição está acesa com satisfação. Ela é macia e
quente enquanto eu empurro dentro dela uma última
vez e libero seu corpo em espera.

Nunca houve um pensamento de proteção ou


colocar uma barreira entre nós. E quando eu fecho
meus olhos e a seguro para mim, eu sei em minha
alma que eu não teria usado isso.

Eu rolo para que ela possa deitar em cima de


mim enquanto eu ainda estou dentro dela. Uma mão
percorre as costas e a outra brinca com o cabelo. Eu
beijo o topo de sua cabeça enquanto ela respira e ela
adormece em meus braços.

Há tanta coisa que precisamos dizer, tanto que


temos que fazer. Mas tudo isso pode esperar. Eu olho
para fora das portas de vidro e vejo relâmpagos à
distância. A tempestade está longe de terminar.
6

Nicole

Eu olho para o relógio sentado na mesa de


cabeceira e sei que preciso me levantar. Há coisas
que tenho que fazer, mas agora tudo o que quero é
deitar aqui. Eu não quero pensar em mais nada a não
ser neste momento com este homem em volta de
mim. Eu sinto que estou deitado em uma nuvem
fofinha e quente, sem se preocupar com o mundo.

Ainda não consigo acreditar que levei um homem


para casa do bar ontem à noite. Eu deslizo minha mão
pelo seu peito largo, amando cada cume. É bom
acordar com alguém ao seu lado. Deus, eu nem
conheço Liam, mas tenho medo do que virá em
seguida. Ele claramente não é daqui, e ontem à noite
foi tão bom que não quero que acabe. Meu coração
dói por não conseguir fazer isso de novo com ele. Eu
tento empurrar todos esses pensamentos para longe e
me concentro em viver o momento. Eu quero
aproveitar essa fatia de diversão enquanto está aqui.

Inclinando-me, coloco um beijo em seu peito


antes de sair da cama.

Meu corpo está dolorido da maneira mais


maravilhosa quando me alongo. Eu olho para o meu
lindo estranho, esperando que ele esteja aqui outra
noite. Eu não estou pronto para isso acabar. Embora
possa ser uma ideia muito ruim. Eu poderia cair ainda
mais por ele e ter meu coração partido.
Pegando minhas roupas, eu roubo sua camisa e
coloco. Eu saio furtivamente e caminho em direção ao
meu quarto, mas não vou longe antes de correr direto
para Peter. Sinto todo o calor do meu rosto e ele
apenas balança a cabeça para mim.

“Eu peguei a recepção. Tome seu tempo ”, ele me


diz enquanto tenta esconder seu sorriso.

Quando chego ao meu quarto, deixo cair minhas


roupas e me inclino contra a porta fechada. Eu
deveria me sentir mais envergonhada por ser pego
fazendo a caminhada da vergonha, mas tudo que
posso fazer é rir. Não me lembro da última vez que
me senti tão animada com alguma coisa.

Talvez eu pudesse fazer o café da manhã na


cama. É o que as pessoas fazem, certo? Eu pulo no
chuveiro e paro quando vejo os remanescentes da
noite passada ainda cobrindo minhas coxas. Raias de
sangue e sêmen mancham minha pele, e eu
amaldiçoo. Como eu nem sequer pensei em usar
proteção? Um bebê é a última coisa que posso pagar
agora. Pior, Liam já pode ter ido embora.

Ele poderia fingir que estava dormindo e depois


escapou momentos depois que eu saí do seu quarto.
Mas ele não parecia do tipo. Ele foi tão doce e
possessivo ontem à noite. Eu não posso vê-lo me
abandonando, mas o que eu realmente sei sobre essa
coisa de namorar? Meu histórico é praticamente zero.

Eu vou me preparar para o dia. Eu sei que vai ser


quente, então eu coloco um par de shorts jeans sobre
o meu biquíni e uma blusa sobre o meu traje de
banho. Eu paro quando percebo que não fui nadar de
manhã. Eu não pulei isso desde sempre. Isso me
escapou por algum motivo. Droga. Liam me tem em
todo lugar, e embora eu possa estar desequilibrada,
acho que gosto disso. É diferente dos nervos ansiosos
que tenho sentido nos últimos meses com todas as
minhas preocupações.

Eu escovo meu cabelo sabendo que não há


nenhum ponto para estilizá-lo. Eu vou acabar na água
em algum momento hoje. Quando termino, pego meu
protetor solar de coco e coloco em cima de mim.

"Onde ela está?" Eu ouço alguém gritar quando


abro a porta do meu quarto.

Eu começo a me apressar para a recepção


enquanto ouço Liam fazendo uma cena. Sua voz
profunda instantaneamente enche meu corpo com
necessidade. Corro pelo corredor e, quando o vejo,
ele está todo agitado.

Ele tem as mãos apoiadas na mesa e está sem


camisa. Eu quase esqueço o que estou fazendo por
um momento enquanto eu apenas fico lá e olho para
ele. Jesus, eles com certeza não fazem homens como
ele por aqui.

“Vou deixar uma mensagem para você. Ela está


ocupada agora” Peter diz a Liam. Seu peito até sai um
pouco e eu tenho que lutar com um sorriso para o
garoto sendo protetor de mim. Mesmo com Liam se
elevando sobre ele.

"Eu estou aqui", eu chamo antes que alguém


comece a bater em seus peitos.

Liam balança para me encarar e ele está com um


olhar irritado no rosto.

"Você acabou de fugir assim?"

Suas palavras estão cheias de acusações, como


se ele tivesse uma reclamação para mim ou algo
assim. Ele está agindo como eu deveria ter dito a ele
onde eu estava indo. Não me oponho a algo dessa
natureza, mas a partir desta manhã foi apenas uma
noite. Ele poderia estar saindo esta tarde por tudo que
eu sei. O pensamento faz meu coração apertar com
força. Não houve promessas feitas entre nós. Eu
poderia ser apenas um em uma longa sequência de
muitos.

Ele limpa a distância entre nós, pegando-me em


seus braços, e eu solto um pequeno guincho.

"O que você está fazendo?"

"Colocando você de volta na minha cama", ele


resmunga.

"Nikki?" Peter diz, a questão clara em sua voz.


Ele está perguntando se eu estou bem em ser
maltratado e ele deveria chamar a polícia.

"Você não pode simplesmente me pegar e me


levar onde você quer que eu vá." A testosterona está
ficando espessa na sala. Mas em vez de me
responder, ele apenas olha para a minha boca como
se quisesse me beijar.

“Ei, homem das cavernas. Ponha ela no chão.


Temos trabalho a fazer hoje”, diz Sammy,
caminhando pela porta da frente.

"Porcaria! Eu esqueci!" Eu suspiro. “A feira ainda


está acontecendo hoje?” As tempestades foram muito
difíceis na noite passada. Eu acho. É difícil lembrar
depois de passar a maior parte da noite na cama com
Liam. Ele é capaz de proporcionar prazer que eu nem
sabia que era possível.

"Sim! Diga a ele para te colocar pra baixo. Se ele


quiser levantar a merda, podemos colocá-lo para
trabalhar e Peter pode cuidar da mesa. Além do mais,
acho que seu doce homem chamará mais atenção
para nosso estande. ”

Liam não faz nenhum movimento para me colocar


no chão. Na verdade, o seu aperto em mim aperta
ainda mais.

“Precisamos levantar o estande e depois mexer


com toda a sua merda. Esses potes podem ser muito
pesados ”, acrescenta Sammy.

Ela está certa sobre o Liam. Não apenas ajudando


com o trabalho pesado. Ainda assim, não gosto que
todas as mulheres da cidade o verifiquem. Inferno,
Vicky tentou rastejar sobre ele na noite passada.
Tenho certeza de que a fofoca já está quente em toda
a ilha.

"Tenho certeza que o xerife vai ajudar", eu digo,


e Sammy me lança um olhar que pode matar. Então
seus olhos correm sobre mim como se ela estivesse
me vendo pela primeira vez.

"Seu pássaro sujo!" Ela diz em uma voz


provocante.
Eu me mexi para sair do aperto de Liam e ele
relutantemente me coloca para baixo.

"Não" Eu aponto para ela e atiro um olhar para


Peter. Ela não vai mencionar o que Liam e eu fizemos
agora.

"Eu já vi a caminhada da vergonha", diz Peter, e


eu posso sentir meu rosto queimar.

"Não havia vergonha alguma", diz Liam, mas


todos nós o ignoramos. Bem, o melhor que eu posso
ignorá-lo. Aquele som profundo e estridente em sua
voz está me fazendo vibrar.

"Você vai ficar por aqui hoje?" Sammy pergunta a


ele. Ela coloca o quadril para fora e coloca a mão nele.

"Sim."

"Você está reservado apenas por uma noite."


Peter folheia os livros de reservas como se fôssemos
sólidos. Eu sufoco uma risada com a dificuldade que
ele está dando a Liam.

Liam enfia a mão no bolso de trás e joga o cartão


de crédito para baixo. "Reserve-me indefinidamente
por enquanto."

Peter pega o cartão de crédito: "Isso é mesmo


real?"

Eu olho e Sammy boca um oh meu Deus porque


eu tenho certeza que é um Amex preto, mas isso não
pode estar certo. Eu ouvi que essas coisas são
impossíveis de se conseguir.

“Se vista, papai Warbucks. Sua bunda está


trabalhando hoje ”, diz Sammy.

"Tudo bem", ele diz a ela, mas não antes de se


inclinar e planta um beijo na minha boca bem na
frente de todos. Ele me puxa para ele e suas mãos
vão para minha bunda, dando um aperto. Muito em
breve ele está quebrando o beijo e me deixando sem
fôlego.

"Não vá se esgueirando para fora da cama sem


que eu saiba da próxima vez." Eu quero dizer algo
espertinho, mas minha mente em branco quando ele
se vira e caminha de volta para o seu quarto para se
vestir.

“Mandão. Eu gosto disso ”, diz Sammy do meu


lado, depois se aproxima e sussurra “ Ele age como se
tivesse o direito de estar. Você desistiu e agora ele
nunca vai te deixar sozinha.” Ela balança a cabeça,
mas tem um sorriso maligno nos lábios.

Não tenho certeza se quero que ele me deixe em


paz, mas guardo isso para mim mesmo, não querendo
parecer carente. Eu nem sequer o conheço. Eu não
posso fazer uma reivindicação sobre ele.
"Você finalmente desistiu de Cyrus?" Eu lanço de
volta. Ela estreita os olhos para mim. "Eu sei que ele
te seguiu ontem à noite."

"Ele nunca está entrando em minhas calças." Ela


encolhe os ombros, fazendo seu rabo de cavalo escuro
saltar.

"Vocês dois vão me dizer o que está


acontecendo?" Peter se inclina para frente na mesa,
claramente querendo ouvir isso também.

“Eu tenho bastante macho alfa em minha vida. Eu


não preciso de outro ”, diz Sammy.

“Ele não parece assim. Quero dizer, Cyrus é um


pouco mandão às vezes, mas ele é o xerife e um ex-
fuzileiro naval ”, eu digo. Além disso, acho que ela
precisa de um macho alfa.

“Você só vê a boa e velha rotina do menino. Eu vi


outros lados dele.” Sua mandíbula aperta e eu posso
dizer pelo olhar dela que isso não é algo que ela
queira falar agora. Eu não entendo porque ela está
lutando contra isso, mas eu sei que não estou
chegando a lugar algum agora sobre o assunto. Além
disso, se eu a empurrar, ela terá razão para me
empurrar sobre Liam. Então eu deixo ir. Para agora.

"Vamos. Nós já estamos atrasados. Cuide do


forte, Peter” eu digo e vou em direção à despensa na
cozinha.

Este é o lugar onde guardo todo o meu estoque


extra de conservas e geleias. Sammy achou que seria
uma boa ideia montar um estande no mercado do
fazendeiro esta semana. Ela está vendendo seus
doces e bolos pequenos e eu vou vender meus doces.
Estou a fim de fazer qualquer coisa que possa fazer
um pouco de dinheiro extra. Escorregou da minha
mente na noite passada.
Eu começo a levantar as caixas, mas de repente
elas são tiradas das minhas mãos.

"Eu vou buscá-los", diz Liam, carregando as


caixas para fora da porta dos fundos para mim e
carregando-as no caminhão.

"Você sabe que não precisa fazer isso, certo?" Eu


digo a ele. “Você pode ficar aqui até eu voltar. Quero
dizer, se você quiser sair mais tarde é isso. Ou se-"

"Eu quero passar o dia com você", diz ele, me


cortando. "Além disso, eu não vou deixar você andar
sozinha vestindo isso." Eu olho para o que estou
vestindo. Isso é o que eu sempre uso.

"Esta é uma cidade de praia, você sabe disso,


certo?" Eu rio. Estranhamente, eu gosto de seu ciúme,
embora eu realmente não devesse. Na verdade, eu
deveria estar ficando puta, mas tudo o que está
fazendo é me fazer desejar estar de volta na cama. Eu
nem me importo que eu ainda esteja um pouco macia
entre as minhas coxas. O lembrete faz meus mamilos
apertarem e o calor inundar minha metade inferior.

"Se você não tirar esse olhar do seu rosto, não


vamos a lugar nenhum hoje", a voz profunda de Liam
ressoa, lembrando-me o que eu deveria estar
fazendo. Eu empurro outra caixa para ele e ele sorri.

"Você realmente vai ficar por um tempo?" Eu me


aproximo quando olho para ele.

"Como eu poderia sair agora?" Ele se inclina,


roçando os lábios nos meus.

“Nós provavelmente deveríamos conversar sobre


a noite passada. Que não usamos nenhuma proteção.
” Sinto o calor do meu rosto na admissão.

"Vamos nos preocupar com isso mais tarde", diz


ele, antes de virar e tirar outra caixa. Estou um pouco
surpresa. Eu pensei que ele poderia surtar ou algo
assim. Eu tinha certeza de que ele perceberia a
magnitude do deslize que fizemos, mas ele nem
parece surpreso. Como se ele já soubesse.

Balançando a cabeça, eu movo mais algumas


caixas para nós pegarmos e pegar alguns pães frescos
para trazer também.

"Isso é tudo?" Liam pergunta, pegando a última


caixa.

"Eu acho que sim." Eu olho em volta para me


certificar de que tenho tudo.

"Eu tenho as camisas feitas!" Sammy diz,


jogando um para mim e eu o pego no ar.

É uma camisa rosa brilhante com um gosto


escrito na frente.

"Ela não está usando isso", diz Liam antes que eu


possa.

“Claro que ela está. É a cor favorita dela. ”


Sammy olha para Liam como se ele fosse louco e
deveria saber disso.

“Vamos, pessoal. Já estamos atrasados, ”eu os


lembro. Eu levo a camisa comigo mas não a ponho.
Tenho a sensação de que a camisa é mais para
cutucar o xerife do que qualquer coisa.

Agarrando minha bolsa, eu verifiquei para ter


certeza de que tenho meu celular. "Eu vou dirigir",
Liam me diz. Eu lanço as chaves do meu caminhão
para ele. Ele abre a porta do passageiro para mim,
mas não antes de tirar a camisa das minhas mãos.
Uma vez que estou sentada, ele fecha a porta e se
dirige para o lado do motorista.

Eu sorrio para ele. Sua mão vai para a parte de


trás do meu pescoço e ele me puxa para ele e me dá
outro daqueles beijos que me parecem tão naturais.
Como se estivéssemos fazendo isso para sempre.
Passa de doce e suave para algo mais quando o
telefone toca.

Ele amaldiçoa e, em seguida, puxa-o para fora do


bolso quando ele liga o caminhão. Ele coloca o
telefone no ouvido e eu aponto para a estrada.
"Centro da cidade", digo a ele, então ele sabe para
onde estamos indo. Ele acena e sai.

"Não, eu não vou embora hoje", diz ele ao


telefone, fazendo-me pensar se esse era o seu plano,
mas agora ele mudou para mim. "Eu nem chequei
meus e-mails, então não estou preocupado com isso
agora", acrescenta ele um momento depois. "Claro
que estou bem." Desta vez eu posso ouvir que é uma
voz feminina do outro lado da linha. “Isso não é da
conta de ninguém. Eu vou chegar a isso quando
chegar a isso. ” Então ele termina a ligação.
Quando eu dou uma olhada para ele, ele me dá
um sorriso suave com uma piscadela. Ele não é nada
como o homem que estava no telefone momentos
atrás. Eu comecei a notar isso. Ele pode ser duro e
cortante com os outros, mas não comigo.

“Existe algum outro lugar que você deveria estar?


Eu não quero que você tenha problemas ou algo
assim. ”

"Eu prometo que estou bem onde eu quero


estar", ele me diz, fazendo uma vibração bater no
meu estômago. Nós dirigimos para a cidade e eu
tenho que dizer a ele onde me virar algumas vezes.

"Você nunca esteve aqui antes?" Eu pergunto.


Nossa cidade não é grande, e se você esteve aqui
uma vez você deveria saber realmente onde fica o
centro da cidade.

"Sim, algumas vezes", diz ele depois de uma


longa pausa.

“E você não conhece o seu caminho por aqui?


Você é tão ruim com as direções?” Eu provoco.

"Eu normalmente fico no resort aqui."

Meu estômago aperta na lembrança daquele


lugar. É agridoce tê-lo aqui. Tem sido bom para a
cidade, mas ruim para mim porque eles querem
minha terra. E está ficando claro para mim que eles
vão conseguir. Eles vão arrancar o lugar que eu
chamei de lar. Então eu realmente não teria mais
nada da minha família.

Ele olha para mim. "Eu gosto mais do seu lugar


“, ele me diz com um sorriso.

"Obrigado." Eu não digo a ele que se ele voltar


ele provavelmente não vai ficar lá novamente. Eu
sacudo esses pensamentos quando chegamos ao
mercado do fazendeiro. Eu não quero me alongar no
negativo hoje. Eu vou aproveitar esse tempo que
tenho com o Liam.

Eu vou abrir a porta, mas ele me para. "Deixe-


me."

Antes que eu possa responder ele está fora e ao


redor do caminhão, abrindo a porta para mim. Então
ele me puxa para ele, me beijando ali mesmo. Meu
rosto se inflama por um momento. A cidade inteira
saberá disso agora. Mas isso desliza minha mente
enquanto o beijo se aprofunda e eu caio nele,
esquecendo todo o resto.

"Eu preciso pegar a mangueira?" Sammy


pergunta, quebrando o momento. Liam suspira
quando ele se afasta e eu rio.

"Onde você quer as caixas, loirinha?" Ele envolve


seus dedos em torno de uma mecha do meu cabelo,
dando um puxão brincalhão, me fazendo sorrir.

"Lá." Eu aponto para onde nossa barraca já está


montada, junto com nossas mesas. Ele balança a
cabeça e começa a pegar as caixas e levá-las para
nós.

"Eu gosto dele. Ele está em cima de você. É


quente, ”Sammy diz enquanto coloca uma toalha de
mesa estampada com nossos logotipos. Nós pegamos
coisas fora das caixas e montamos nossa tela.

"Você tem algumas coisas no seu carro também?"


Liam pergunta a Sammy.

"Sim, está aí." Ela aponta para seu jipe, mas


deixa cair a mão quando vemos o xerife indo em
nossa direção. Eu vejo que ele está carregando
algumas das coisas do jipe dela já.

“Bom dia, luz do sol”, ele diz para Sammy como


se ela não estivesse lhe dando um olhar mortal.

"Xerife, não é ilegal arrombar o carro de


alguém?" ela joga de volta para ele.

Ele sorri para ela enquanto coloca as coisas dela


na mesa. Ele entra em seu espaço pessoal, sabendo
que ela não vai suportar. “Você ouviu que Minni está
vendendo sua padaria? Colocando-o à venda em
breve.”

"O que?" Sammy suspira.

Liam me puxa para ele enquanto assisto o show


na minha frente. Agora eu entendo porque Sammy
acha o que está acontecendo com Liam e eu tão
divertido.

Sammy queria abrir sua própria padaria, mas


achou que nunca seria possível. Nossa cidade já tem
uma, então nunca funcionaria. Agora parece que ela
pode conseguir o que quer.

"Achei que você talvez quisesse saber." Então


Cyrus se inclina e a beija, chocando a todos nós.

Sammy não o afasta. Na verdade, ela se derrete


nele por um momento. Então, depois de um segundo,
ele se afasta, deixando-a aturdida.

"Eu vou deixar você para isso, luz do sol." Ele


agarra a bainha da camiseta que ela fez e a puxa pela
cabeça dela. Ela ficou de pé lá em um top branco
como o meu com um maiô por baixo.

Ele não diz uma palavra e ela também não,


quando ele anda com a camisa na mão. Sammy
parece atordoado e não posso deixar de rir.

"Há mais alguma coisa que eu possa fazer por


você?" Liam me pergunta com uma risada em sua
voz.
"Café?" Eu sugiro, querendo um momento com
Sammy. Ele beija o topo da minha cabeça antes de
sair para nos encontrar alguns.

"Você poderia abrir sua própria padaria!" Eu a


puxo em meus braços para um abraço. "Não há mais
conversa estúpida sobre ter que se mudar para outro
lugar para abrir um."

"Sim", ela responde, ainda parecia chocada. "Ele


roubou minha camisa", ela finalmente diz, me fazendo
rir.

“Vamos definir este lugar. Nós podemos mostrar


a todos que sabem o quão bom é o seu material,
então você estará loucamente ocupada quando alugar
o lugar de Minni. ” Eu cutuco ela.

"Parece bom demais para ser verdade", ela


suspira. "Eu não quero me antecipar e pensar nisso
como meu antes de realmente acontecer."
"Você vai conseguir", eu tento tranquilizá-la.

"Por que o seu homem está sendo íntimo do


prefeito?" Sammy diz, olhando por cima do meu
ombro.

A súbita mudança de assunto me pega de


surpresa e eu olho para cima para ver Liam
conversando com o prefeito Mark Short. Eles se
parecem com velhos amigos. Eu os assisto por alguns
momentos até eles apertarem as mãos e se
separarem e Liam voltar para a busca de café.

“Primeiro o Amex preto que eu vi esta manhã e


agora isso. Quem é esse cara?" Sammy levanta uma
sobrancelha, mas ela desconfia de tudo e de todos. Eu
tento rejeitá-lo, mas por alguma razão há uma
coisinha no fundo da minha mente que não consigo
colocar em meu dedo.
7

Liam

No momento em que volto com dois cafés, a


mesa das garotas já atraiu uma fila de pessoas. Fiquei
preso na cafeteria porque não pensei em perguntar
como Nicole queria. Mas quando o barista perguntou
para quem era, ele soube imediatamente como ela o
tomava. Isso me irritou sem fim, mas foi agravado
pelas perguntas que recebi depois.
Parecia que todos na cidade estavam na loja me
perguntando por que eu estava comprando café para
"Nikki" e eu era o cara no bar com ela na noite
passada. Evitei perguntas o máximo que pude até que
o sujeito me entregou duas xícaras, me dizendo qual
delas era para ela e que era para Sammy. Eu nem
tinha tido a chance de dizer a ele que estava bebendo
uma bebida antes de ser bombardeada por pessoas,
então ele deve saber que elas estão sempre juntas.

Todos nesta cidade se conhecem e estão todos


olhando para mim como se eu fosse um alienígena de
outro planeta. Estou tentando não ser o idiota com o
qual sei que posso me deparar, porque esta é a
cidade de Nicole e quero que ela goste de mim. Quer
dizer, eu sei o que senti ontem à noite e espero que
ela também saiba. Mas e se todos nesta cidade
disserem que sou o cara mau? E pior, e se alguém
descobrir quem eu realmente era e dizer a ela. Porra,
eu tenho que descobrir uma maneira de dizer a ela.

"Aqui está, loirinha", eu digo, vindo de trás dela e


passando o copo para ela.

"Obrigada", Sammy diz quando ela pega a dela e


depois a coloca para baixo para que ela possa tirar
dinheiro de alguém.

"Vocês ficaram ocupados enquanto eu estava


fora", eu digo, e Nicole olha por cima do ombro para
piscar para mim.

Deus, eu gostaria de poder levá-la ao chão agora


mesmo e enterrar meu rosto entre as pernas dela. Eu
lambo meus lábios, tentando desesperadamente
lembrar o gosto da noite passada. Achei que teria
outra chance esta manhã, mas quando acordei e ela
se foi, me desfiz.

"O que posso fazer para ajudar?" Eu pergunto,


olhando para todas as pessoas esperando para chegar
até eles. Eu realmente não quero falar com eles, mas
faria qualquer coisa para ajudar Nicole.

"Você pode pegar mais algumas caixas do


caminhão?" Ela pergunta, parecendo animada. "Eu
não posso acreditar que já passamos por tantos."

"Ok", eu digo e ando até onde eu estacionei.

O prefeito está do outro lado do mercado dos


fazendeiros agora e espero que ele continue assim.
Mandei minha assistente, Kathy, ligar para ele para
marcar uma reunião, mas estou repensando tudo
agora. Nicole tem meus planos todos disparados e eu
tenho que descobrir qual é o caminho. Quando ele se
aproximou de mim e disse olá, passei o tempo todo
esperando que Nicole não estivesse olhando. Ele
poderia estourar minha bolha cuidadosamente criada
antes que eu tivesse a chance de sair limpo. E se o
que todo mundo está me contando sobre ela é
verdade, esse tipo de engano iria partir seu coração.

Eu pego a última das caixas e as carrego para a


mesa. Eu ajudo a descarregá-los e colocá-los na
mesa, mas parece que tão rápido quanto os coloco,
eles estão sendo recolhidos. E dentro de uma hora a
mesa é limpa.

"Puta merda", sussurra Sammy quando eles têm


que afastar o último dos clientes. "Nicole, nós fizemos
isso", ela exclama e puxa-a em seus braços. "Porra,
garota, talvez isso ajude com os pagamentos e faça
com que aquele maldito dono de hotel sugador de
sangue tire suas garras de você."

Eu paro de quebrar as caixas vazias para olhar


para os dois. Nenhum deles está olhando para mim e
um arrepio corre pela minha espinha.

Nicole se inclina como se ela não quisesse que


ninguém a ouvisse, e eu me concentrei na caixa na
minha mão enquanto meus ouvidos se esforçavam.

“Estou muito feliz com as vendas de hoje, mas


não será suficiente para me manter à tona por muito
tempo. Estou com o estômago revirado, mas vou ter
que vender.”

Isso é o que eu tenho esperado. A razão pela qual


eu vim para esta ilha foi pegar essa propriedade e dar
o fora dela. Mas depois de uma noite com Nicole,
estou repensando tudo isso. O que aconteceu comigo?
Eu sou realmente um bastardo sugador de sangue? E
se eu sou, é possível ser tão completamente mudado
depois de uma noite na cama com uma mulher?

"Acho que apenas dobrá-los ficará bem, Liam",


diz Nicole, pegando-me desprevenida.

Eu olho para baixo em minhas mãos e vejo que


eu cortei a caixa que estava segurando. "Sim, você
provavelmente está certo", eu digo e sorrio para ela.

A luz em seus olhos é tão brilhante que quase me


cega. Como eu poderia pensar em fazer alguma coisa
para apagar? Tem que haver uma solução. Talvez ela
esteja pronta para desistir e isso é uma bênção
disfarçada para ela. Há apenas uma maneira de
descobrir.

"Hey", eu digo, vindo até ela e envolvendo meus


braços em volta de sua cintura. "Por que você não me
mostra ao redor da ilha e me dá o passeio de um
local?"

Ela coloca os braços nos meus ombros e seus


dedos entram no meu cabelo. "Eu adoraria", diz ela,
inclinando-se e me dando um beijo rápido. “Mas eu
tenho que voltar para The Mermaid. Tenho que limpar
os quartos e arrumar a cozinha.”

"Você não tem pessoal para isso?" Por que ela


estaria encarregada de limpar os quartos? Ela não
deveria ter que fazer isso.

Ela ri e balança a cabeça. “Não, sou só eu. E às


vezes Peter fica na recepção para mim. Tenho sorte
de ter bons amigos na ilha para ajudar se algo
quebrar ou precisar de outro par de mãos. Mas eu
faço o trabalho diário, então não há descanso para
mim.”

"Oh", eu digo, tentando esconder minha


decepção.

“Você é bem-vindo para relaxar The Mermaid se


você quiser. A praia lá é a melhor da ilha. ”

Eu sei muito bem como é perfeito, mas não digo


isso a ela.

"Você se importaria se eu acompanhasse?" Eu


não suporto o pensamento dela trabalhando e eu
sentada na praia. Ela deveria ser a única a relaxar.

“Se você quiser, sim. Seria bom ter alguma


companhia em vez de um audiolivro nos meus
ouvidos enquanto trabalho. ”

Ainda é cedo quando voltamos para The Mermaid,


e Sammy se despede. Eu penso em levar Nicole de
volta para o meu quarto e fazer o meu caminho com
ela, mas antes que eu possa deixar a ideia se
enraizar, ela já está correndo por aí e eu tenho que
me mexer rapidamente para acompanhar.

Eu estive no ramo hoteleiro por anos, então eu


conheço todos os detalhes de como eles operam. Não
há um emprego que eu não pense ou não possa
contratar pessoas para fazer. Mas nunca na minha
vida tive que fazer o trabalho nos bastidores. The
Merdeid é pequena, mas Nicole faz tudo sozinha.
Peter oferece a ela uma ajuda, mas ela insiste que
seus estudos são mais importantes. Depois que ela
lhe dá um olhar severo que me faz ficar um pouco
mais ereto, ele concorda e vai para o seu quarto. Se
Nicole pudesse contratar uma empregada ou duas, ela
teria apenas dez por cento das responsabilidades que
tem agora, mas depois de ouvi-la e Sammy
conversarem mais cedo, posso dizer que isso não é
uma possibilidade.

Eu já conheço suas finanças por dentro e por


fora, então não sei por que estou surpreso. Eu acho
que estou decepcionado comigo mesmo que eu nunca
antes pensei sobre a pessoa que dirigia o lugar e o
que eles teriam que fazer para sobreviver. Eu tenho
tudo a ver com o negócio das coisas desde o começo
e nunca parei para imaginar quem minha aquisição
poderia machucar.

Há um momento em que estou ajudando Nicole a


fazer uma cama e estamos rindo sobre qual de nós
conhece a maneira "certa" de fazê-lo, e acho que
estou tendo minha primeira crise de moralidade.
Estou obcecada por esta mulher como nada mais na
minha vida, e não posso, em boa consciência, fazer
qualquer coisa que lhe parta o coração. Então, a única
resposta lógica é fazer tudo ao meu alcance para
fazê-la feliz. E The Merdeid faz isso. Agora eu só
tenho que descobrir como dar a ela isso enquanto
obtendo o que eu quero. Que é ela.

"Você já pensou em sair da ilha?" Pergunto


enquanto empurro o carrinho de roupa pelo corredor e
entro na lavanderia. Fecho a porta atrás de nós
enquanto ela leva o carrinho até as fileiras de
máquinas.

"Não nunca." Ela sorri e depois liga as máquinas


e joga os lençóis com o sabão.

“E se você não tivesse The Mermaid ? Você


gostaria de sair então? Meu peito dói quando penso
sobre o que isso pode significar. E se eu tiver que
deixar este lugar e deixá-la para trás? Eu não posso
morar aqui em tempo integral. Isso seria impossível.

"Isso é realmente uma possibilidade no futuro


próximo." Seu sorriso cai e ela encolhe os ombros.
"Mas não tenho certeza se quero falar sobre finanças."

"Não, eu entendo. Eu estava pensando se você


não teria o hotel se você fosse embora. Talvez visitar
o meu lugar?”

"Você está me pedindo para vir ver a sua casa?"


Ela diz enquanto caminha em minha direção e coloca
as mãos no meu estômago.

"Eu estou perguntando se você iria morar


comigo."

Seus olhos se arregalam de surpresa e ela abre a


boca apenas para fechá-lo um segundo depois. Eu a
agarro pela cintura e coloco-a em cima de uma
máquina de lavar enquanto me movo entre suas
pernas.

“Você não precisa responder agora. Eu vou estar


aqui por um tempo. Mas eu queria saber se você viria
comigo. Quando chegar a hora de eu ir.”

Eu traço um dedo pelo seu pescoço até entre


seus seios.

"Eu gostaria de dizer sim", diz ela enquanto seus


próprios dedos vão para a bainha da minha camisa e,
em seguida, sob ela para tocar minha pele. “Mas
mesmo que eu não tivesse The Mermaid , o que é
uma possibilidade muito real, não poderia deixar a
ilha. É a minha casa. Este lugar é onde eu cresci, mas
as pessoas daqui são minha família. ”

Não há nada de bom que eu possa dizer de volta


para isso, então eu mantenho minha boca fechada.
Em vez disso, me inclino para frente e coloco a alça
da blusa para o lado para poder beijar seu ombro nu.
Eu chego atrás de seu pescoço e desato seu biquíni.
Então eu o puxo para baixo com sua blusa, expondo
seus seios nus.

"Liam", ela respira quando minha boca encontra


seu mamilo e eu chupo nele.

Seus shorts estão soltos, então eu a puxo para a


borda e deslizo-os para o lado junto com seu biquíni.
Eu mergulho dois dedos em sua umidade quando eu
me abro e desfaço meu short. Eu puxo meu pau nu e
deslizo meus dedos antes de empurrar nela. Eu olho
para onde seus shorts são empurrados e meu pau
está desaparecendo dentro dela. Nós não estamos
usando proteção novamente e eu não vou mencionar
isso a ela. E se for assim que eu consigo ficar com
ela? Se eu puder engravidá-la, ela terá que vir
comigo. Ela pode não gostar de ter que sair, mas eu
vou dar a ela tudo o que seu coração deseja.

"Porra, olha como isso é bonito", eu digo, vendo


meu pau grosso revestido em seus sucos.

Ela se abaixa e puxa o material mais para o lado,


expondo seu clitóris para que eu possa esfregá-lo. A
sala está quente e úmida e eu posso sentir uma trilha
de suor escorrendo pelas minhas costas enquanto eu
a fodo em cima desta máquina de lavar roupa. Mas é
tão bom que eu não posso parar e estou pronto para
gozar nela depois de apenas alguns impulsos rápidos.

Eu sinto sua boceta balançar contra mim, e eu sei


que não vou durar o suficiente para tirá-la se eu ficar
assim. Eu puxo para fora e fico de joelhos na frente
dela. Ela grita com a perda do meu pau, mas geme
quando eu coloco minha boca de volta nela. Ela está
tão molhada e pronta e tem o gosto que eu já gozei
nela. Eu me pergunto como ela vai provar quando
estiver grávida?

Quando ela grita eu sei que ela está perto e eu


continuo chupando sua buceta. Eu enterro meu rosto
nele e lambo-a toda enquanto ela atinge o clímax
contra mim e chama meu nome. Quando eu acho que
ela está quase terminando eu me levanto e deslizo
meu pau de volta para ela e começo a me esforçar. Eu
não me incomodo de tirar o short agora porque não
vai demorar nem um segundo para sair. Eu ainda
posso sentir o aperto de sua vagina enquanto seu
clímax termina rolando através de seu corpo. Ela é
tão inchada e molhada lá embaixo. Eu grunho,
empurrando todo o caminho e segurando-o lá. Meu
pau esguicha dentro dela e eu a encho com cada gota
de porra que eu tenho enquanto eu olho para baixo
em seu belo corpo.

Eu estou fraco nas pernas e na minha alma


enquanto eu me dreno para ela. Ela ri timidamente
quando eu a ajudo a amarrar a parte de cima do
biquíni em volta do pescoço e arrumo os seios dela.
Não importa que eu tenha que chupá-los mais uma
vez antes de cobri-los. Eu também estou relutante em
sair de seu calor, mas quando ela me conta sobre um
lugar secreto na praia, ela me levará para mais tarde,
eu lentamente a deixo até que meu pau esteja frio e
solitário. Ela se abaixa e me acaricia, colocando os
dedos cobertos no meu esperma.

"Tenha cuidado", eu aviso quando ela leva os


dedos aos lábios e lambe então.

Eu quero colocá-la de costas de novo, mas em


vez disso, eu coloco a parte de baixo de seu biquíni de
volta no lugar e deslizo seu short por cima. Eles estão
molhados na virilha agora e eu sei que ela vai pensar
em mim a cada passo que ela dá. Quando ela tenta
andar de novo, suas pernas estão um pouco
espalhadas e tudo o que posso pensar é que ela está
se quebrando para mim. Eu quero aquelas longas
pernas abertas e prontas para mim toda vez que meu
pau a ver.

Passamos o resto da tarde na cozinha preparando


refeições e preparando pequenos pratos para os
convidados. Eles não têm um restaurante no local,
mas ela pode preparar refeições quentes a pedido. Há
apenas dois outros hóspedes no hotel, agora que
alguns já saíram. Então, quando terminarmos, ela diz
que acabou de fazer o dia.

Quando terminamos, ela pega uma cesta de


piquenique e diz a Peter que vamos almoçar lá fora.
Passeamos até um carrinho de golfe na parte de trás
do prédio e ela fica ao volante.

"Eu deveria estar preocupado sobre onde você


está me levando?" Eu pergunto, olhando para o
oceano que está bem na nossa frente. "Onde estamos
indo?"

"É um segredo", ela responde e pisca para mim.

Eu pulo e coloco meus braços ao redor dela


enquanto ela sai. Ela nos conduz em torno deste lado
da ilha e através de uma trilha nas árvores que é
grande o suficiente para passarmos.

“Meu avô descobriu esta lagoa depois que ele


comprou a propriedade. Eu não acho que alguém na
ilha saiba sobre isso, exceto eu ”, ela me diz enquanto
as árvores ficam mais espessas e grossas.

"Nem mesmo Sammy?" Eu pergunto e ela


balança a cabeça.

“Eu não sei porque, mas eu sempre me senti


super protetora desse lugar. Como se alguém
soubesse que era aqui a magia poderia se dissipar.
Ela ri e encolhe os ombros. "Isso soa tão bobo
dizendo em voz alta."

"Eu acho que é meio doce", eu digo, sentindo


meu coração apertar. "Por que eu consigo ver?"

Ela olha para mim quando começa a desacelerar


o carrinho. "Você é diferente." Ela olha para longe
timidamente e vejo o rosa em suas bochechas. "Você
é especial."

Juro que quando sair daqui vou dizer-lhe a


verdade. Eu tenho feito tudo errado, mas meu desejo
por ela tira o melhor de mim. Eu tenho que parar de
pensar com o meu pau e ser honesto.

"E a partir daqui vamos a pé", diz ela, pegando a


cesta de piquenique na parte de trás junto com um
cobertor.

Eu os tiro dela e então seguro sua mão enquanto


ela abre caminho através de uma massa de bambus e
palmeiras.

“Não admira que ninguém saiba que isso está


aqui. É tão longe da praia e quase impossível de
chegar” digo, quando chegamos a uma pequena
abertura na folhagem.

Quando ela caminha, eu sigo atrás dela e o que


vejo me tira o fôlego - água azul brilhante que fica
clara até o fundo. Há uma cachoeira à esquerda,
grande o suficiente para ficar embaixo, e está fazendo
a água brilhar ao sol.

Olho para cima quando vejo Nicole tirar os


sapatos na areia branca. Então ela tira a blusa e
shorts, mas não para por aí. Quando ela chega por
trás do pescoço para desamarrar o biquíni, levanto
uma sobrancelha em questão.

“Como eu disse, ninguém além do meu avô e eu


sabíamos desse lugar. Era o nosso segredo. ” Ela
aponta ao redor da área. "Estamos cercados por
penhascos de ambos os lados, então a única maneira
de entrar é a maneira que viemos."

Ela tira o seu top e, em seguida, desliza sua parte


de baixo de seus quadris para revelar sua buceta nua.
Ela dá alguns passos na água e depois se vira,
acenando para mim. Eu faço o mesmo que ela e jogo
minhas roupas no chão e saio para a água com ela.

"Está quente." Eu digo surpreso enquanto


caminhamos até a cintura.

“É uma fonte termal. No inverno é muito bom vir


aqui e mergulhar. No verão, só parece mais quente
porque está muito quente lá fora. ”

"É como estar em uma banheira quente sem os


jatos", eu digo quando eu a puxo para os meus
braços.
"Nós podemos usar a cachoeira para isso", diz
ela, enquanto eu ando em águas mais profundas até
que estamos flutuando sob o sol em água azul clara.
Suas pernas vão ao redor da minha cintura e meu pau
desliza facilmente para ela.

Como eu poderia tirá-la dessa ilha? Como posso


ficar?
8

Nicole

Eu rio quando Liam me joga por cima do ombro e


entra no The Mermaid. Eu não consigo parar de sorrir.
Com tudo o que vem acontecendo na minha vida
ultimamente, hoje tem sido um dos melhores da
minha vida. Inferno, acho que pode ser o melhor dia
da minha vida. Depois de passar o dia com Liam,
estou me acostumando com o que está acontecendo.
Ele é sério sobre mim e quer continuar com isso. Os
pensamentos de uma aventura de fim de semana já
se foram e ele está falando sobre o nosso futuro.

Quando ele alcança a varanda, ele me desliza


para baixo de seu corpo e me coloca de pé. Eu
envolvo meus braços em volta do seu pescoço, não
querendo que ele me deixe ir. Talvez eu deveria estar
olhando para isso de forma diferente. Uma porta está
se fechando e outra está se abrindo. Na verdade, eu
continuo pensando que vou perder tudo da minha
família se esse lugar for tirado de mim, mas talvez eu
comece outro com o Liam.

Eu sei que parece uma loucura. Nós nos


conhecemos há pouco tempo, mas isso parece certo e
eu sei que ele está sentindo isso também. Com o
tempo, vamos nos conhecer melhor, mas sei que ele é
para mim e não vou deixá-lo ir.

"Você realmente quis dizer que você queria que


eu fosse morar com você?"

"Eu quero você comigo em todos os momentos."


Ele se inclina e me beija. Eu amo como ele não
consegue manter seus lábios longe dos meus.

É lento e preguiçoso, como se não precisássemos


decidir nada de imediato. É como se tivéssemos todo
o tempo do mundo. Eu realmente sinto a pressão
subindo de mim e me fazendo sentir mais leve. Ele
mergulhou e levou todas as minhas preocupações.

"Eu só quero ter certeza de que você não estava


perguntando porque você ouviu Sammy e eu hoje",
eu admito.

Não quero que ele se sinta culpado e não quero


caridade. Eu quero que ele pergunte, porque ele não
suporta o pensamento de estar sem mim. Porque é
isso que estou começando a sentir também. Ele tem
uma vida em outro lugar, então como eu poderia
pedir a ele para ficar? The Mermaid não vai ficar aqui
por muito mais tempo. Vai quebrar meu coração
perdê-lo, mas acho que Liam não terá nenhum
problema em me colocar de volta.

“Eu te perguntei porque isso não pode terminar.


Eu acho que nós dois sentimos o que está
acontecendo. O que temos não é nada como eu já
senti, e não quero deixar você ir.” Eu sorrio para ele.
Ouvir isso vai tornar a venda deste lugar muito mais
fácil.

"OK. Eu vou com você. Quero dizer, tenho coisas


para resolver aqui e preciso ter certeza de que Peter
ficará bem, mas eu irei com você. Se você prometer
que vamos visitar aqui o máximo que pudermos.”

Ele olha para mim por um momento e seu rosto é


ilegível.

"Ei, Nikki, você tem uma ligação." Eu olho através


das portas da frente e vejo Peter sentado atrás da
recepção segurando o telefone para mim. Eu deixo
minhas mãos caírem ao redor de Liam e sorrio para
ele.

"Me dê um segundo", digo a Liam e entro no


saguão.

Liam me segue e observa enquanto eu pego o


telefone de Peter.

“Achei que você poderia querer pegar. É o


prefeito ”, Peter me diz.

Eu olho para Liam, cujos olhos se arregalam de


surpresa, lembrando-me que ele estava conversando
com o prefeito hoje.

"Ei, Mark", eu digo, colocando o telefone no meu


ouvido.

“Nikki, eu pretendia parar na sua barraca hoje,


mas me levantei. Eu queria saber se encontraria
amanhã para falar sobre The Mermaid. Fui informado
de algumas coisas e quero esclarecer tudo sobre isso.
” Eu ouço um arrastar de papéis antes que ele
continue. “Sabemos o queoo lugar está passando e
sinto muito por isso, realmente estou, mas, bem, você
sabe o que o Luxury Resort faz por essa ilha. Não há
necessidade de bater a mão que nos alimenta por
aqui. Com o tempo, isso acontecerá de qualquer
maneira. ”

"Sim", eu concordo, porque o que mais há a


dizer? Eu realmente não quero entrar nisso com o
prefeito agora. Além disso, eu já decidi vender.
"Venha amanhã por volta do meio-dia se você quiser
e vamos conversar."

"Vejo você então." Com isso, nós dois


desligamos.
Peter e Liam estão me observando e parecem
preocupados. Eu estendo a mão e pego a mão de
Peter. “Eu não quero que você se preocupe com nada,
eu vou vender The Mermaid. Eu prometo que você
sempre terá um lugar para ficar e estamos colocando
você na faculdade. ”

"Está tudo bem, Nikki", diz ele e me puxa para


um abraço. “Eu não quero que você se preocupe
comigo. Eu vou descobrir. Eu meio que sabia que isso
estava chegando. Quer dizer, eu fico na recepção. Eu
também verifico alguns dos e-mails.”

Liam interrompe antes que eu possa. “Todos nós


vamos descobrir isso. Veja-"

"Sr. Armstrong! Você teve todos nós tão


preocupados ”, uma mulher chora da entrada.

Todos nos voltamos para ver uma mulher de


terno muito quente para esse clima. Seu cabelo preto
está preso em um coque apertado e não há um fio de
cabelo fora do lugar. Ela parece pertencer a uma sala
de reuniões e não estar no saguão The Mermaid. É
quando olho para trás e vejo o xerife Cyrus subindo
as escadas também.

“Ela está em um ataque. Tentou relatar seu


menino da cidade desaparecido. Quando ela me
mostrou uma foto dele eu a trouxe, ”Cyrus diz,
parecendo aborrecido.

"O que eu suspeitaria?" ela geme.

"Kathy", Liam diz em aviso. "Eu falei com você


esta manhã."

Seu corpo está tenso e eu posso dizer que ele


está chateado. É um lado dele que ele mostra para
todos, menos eu. Comigo ele é sempre suave e doce.
Mas quando se trata de todo mundo, ele é direto e sai
frio.
“Com a forma como você soou, pensei que talvez
fosse sequestrado. Para completar, eu não tinha
ouvido outra palavra de você. Você nem abriu um
email de trabalho! ” Ela diz isso como uma acusação.
Como não abrir seus e-mails de trabalho significa que
ele está morto. “Da última vez que ouvi, você queria
sair desse lugar o mais rápido possível. ” Ela se vira
para olhar para mim e levanta uma sobrancelha. Se
olhares pudessem matar, eu estaria morto. "Você já
vai vender o lugar, ou vamos tirá-lo de você?"

O desejo de vomitar aumenta na minha garganta.


Quem é essa mulher para Liam? A sala inteira fica
quieta até que Liam quebra o silêncio.

"Nicole", diz ele, estendendo a mão para mim,


mas eu desvio sua mão.

"Armstrong", eu digo, a palavra sabor amargo na


minha boca. "Como em, Sr. Armstrong, o proprietário
do Luxury Resorts?" Eu pergunto quando tudo começa
a clicar juntos.

Peter faz um assobio no nariz. “Isso explica que o


Amex preto. Espere, ele é o filho da puta que está
enviando todos esses e-mails para vender The
Mermaid?”

Tudo o que posso fazer é acenar com a cabeça,


porque acho que, se eu abrir minha boca novamente,
vou ficar doente. Mas não Peter. Ele está em
movimento antes que eu possa piscar. Ele está sobre
a mesa com o punho no ar e dá um soco em Liam no
queixo. Liam não faz nada. Ele só cambaleia para trás
um passo, mas não retalia. Cyrus corre e agarra
Peter.

“Droga, Peter, acalme-se. Não quero te prender”.

"Eu não vou prestar queixa", diz Liam enquanto


seus olhos ficam presos em mim. Eu olho para longe,
incapaz de suportar a visão dele.

"Saia", digo a ele.

"Loirinha" Sua voz é suave.

"Não me chame assim", eu digo.

"Não se preocupe", eu digo, olhando para a


mulher que acabou de entrar. Pelo que sei, ela é sua
amante ou esposa ou o que seja. É claro que Liam é
um bom mentiroso e eu comprei tudo. Não posso
acreditar que me apaixonei por suas besteiras sobre
morar com ele. Ele me fez sentir como se estivesse
segura. Tudo isso só para me vender. “Envie a oferta.
Eu assinarei os papéis. ” A mulher sorri para mim
como se ela tivesse vencido.

Eu dou alguns passos para trás e Liam tenta me


seguir. Mas tanto Cyrus como Peter bloqueiam seu
caminho.
“Deixe-o ir neste segundo! Você sabe quem ele
é?" A mulher corre.

"Sim, e nós não nos importamos", retruca Cyrus.

"Escute-me. Apenas deixe-me explicar, ” Liam


implora.

Eu balanço minha cabeça enquanto as lágrimas


começam a se formar. Por que essa traição doeu mais
do que perder The Mermaid ?

"Você dormiu com ela?" Kathy assobia e eu posso


ouvir o ciúme claro em sua voz. Ótimo.
Definitivamente um amante. Como se isso já não
estivesse doendo o suficiente.

"Não chore." Ele sai do controle dos caras e


ignora todos os outros enquanto ele luta em direção a
mim. Suas grandes mãos seguram meu rosto. “Por
favor, baby, não chore. Apenas me escute." Eu
empurro de volta dele. Eu odeio o quão suave é o seu
toque. Eu não aguento. Felizmente, Cyrus e Peter
estão lá para puxá-lo de volta.

“Pegue suas coisas e saia. O lugar ainda não é


seu.”

Liam quebra o controle mais uma vez, mas eu


coloco minhas duas mãos para detê-lo.

"Não me toque!" Eu grito. Ele não se move e eu


juro que todo o sangue é drenado de seu rosto. É
então que percebo que as lágrimas se soltaram.

“Eu não posso acreditar que você dormiu com ela.


Como você pode fazer isto comigo? Eu pensei ... ” A
voz de Kathy desaparece. Eu não sei se me sinto mal
por ela ou quero bater nela.

"Por favor. Por favor, apenas vá embora” eu


imploro a ele. Minha voz é tranquila e dolorida.
“Ele está saindo, Nikki. Por que você não vai ao
seu quarto? Vou ligar para Sammy” diz Cyrus em uma
voz gentil.

Liam abre a boca para dizer alguma coisa, mas


Cyrus o interrompe. “Não, ou eu vou te jogar em uma
cela por dias e você realmente não a verá. Dê o fora
daqui e deixe-a se recompor. Você está tornando isso
pior.”

Todo o corpo de Liam afunda e isso me faz quase


acreditar que ele sente algum remorso pelo que fez.
Mas meu coração está se partindo e não consigo
pensar além da dor. Eu dei a ele minha virgindade e
agora me sinto traída.

Eu me viro e caminho para o meu quarto, e o


ouço chamando meu nome por trás de mim. Eu não
me viro. Eu apenas me concentro em ficar longe dele.

“Você está agindo de forma estranha, Liam. Tem


certeza de que está bem? Você claramente não é você
mesmo.” Kathy continua como se nada tivesse
acontecido.

Eu não paro de andar até chegar ao meu quarto,


então eu tiro minhas roupas. Eu preciso tirar o cheiro
dele de mim. Eu tenho que apagá-lo da minha
memória. Talvez isso ajude com a dor.

Quando eu entro no chuveiro, minha mão vai


para o meu estômago. E se ele me engravidou? Um
soluço se forma na minha garganta e eu balanço
minha cabeça. Não, não acredito. Se tudo isso fosse
um plano, ele não teria sido tão imprudente. Talvez
ele não possa ter filhos ou algo assim. Eu choro tanto
que tenho que deslizar para baixo e sentar no chão do
chuveiro. Eu puxo minhas pernas para dentro,
deixando a água quente cair sobre mim, e fecho meus
olhos imaginando se a dor da perda nunca vai me
deixar.
9

Liam

Uma semana depois…

“Eu não estou fazendo isso por você. Eu estou


fazendo isso por ela, ” Sammy diz enquanto ela olha
para mim.

"Eu sei. Eu só quero fazer as coisas certas.”

Ela aperta o queixo como se estivesse tentando


não me amaldiçoar direto para o inferno. Eu não a
culparia se ela fizesse. Eu já me sinto uma merda
completa, então qualquer coisa que ela tenha que me
dar não pode me fazer sentir pior.

"Ela está agindo como se alguém tivesse


morrido", diz ela enquanto olha para longe. “Ela está
pior do que quando perdeu seus avós. Eu não sei
como tirá-la disso.”

Eu estava errado quando pensei que não poderia


me sentir pior. “Eu vou consertar isso. Eu sei que
posso."

Sammy deixa cair a cesta de comida no chão aos


meus pés e se vira para me dar as costas. Ela começa
a se afastar, mas antes que ela pare e solta um longo
suspiro.

“É melhor você fazer melhor. Ou eu vou cortar


seu coração e dar a ela para o Natal.”
"Se ela não me perdoar, eu lhe entregarei a
faca."

Isso faz com que ela olhe para mim por cima do
ombro. "Você realmente ama ela, não é?"

"Sim", digo simplesmente, porque é a verdade. E


eu jurei que é a única coisa saindo da minha boca a
partir de agora - a verdade.

"Ela vai estar aqui em breve", diz ela, em


seguida, percorre as palmeiras e volta para The
Mermaid.

Eu tenho ficado na lagoa desde que Cyrus


marchou comigo para o meu avião e me expulsou da
ilha. Assim que meu avião pousou no continente,
paguei um cara em um barco para me levar de volta à
noite e me deixar do outro lado da ilha. Então eu
caminhei de volta para os altos penhascos que cercam
a lagoa. Nicole estava certa, ninguém ousaria vir
desse jeito, a menos que soubessem para onde
estavam indo e o que estavam procurando. Eu não
tinha muito em termos de suprimentos e precisava de
ajuda para acertar as coisas.

Quando eu cheguei em Sammy enquanto ela


estava entrando em seu carro uma noite ela não
estava feliz comigo. Mas antes que ela pudesse
arranhar meus olhos, contei-lhe meu plano e como eu
ia ganhar Nicole de volta. Não foi fácil. Eu pensei que
ela ia atirar em mim a primeira vez que ela me viu,
mas quando eu expliquei a ela meus planos, ela me
ajudou a colocá-los em ação. Ela me encontrou perto
das palmeiras perto The Mermaid porque eu não ia
contar a ela sobre a lagoa. Este é um local sagrado
para Nicole e eu já tirei muito dela. Eu não poderia
levar esse segredo também.

Pego a cesta que Sammy deixou cair e volto pelas


árvores e ando a milha pelo bambu para chegar à
lagoa. Tudo está finalmente no lugar e agora tudo o
que tenho a fazer é esperar. Eu não conseguia
descobrir uma maneira de levá-la sozinha, onde ela
seria forçada a me ouvir. Então, eu fiz o meu melhor
para ser paciente e esperar por ela. Eu sei em meu
coração que ela está vindo. Eu posso sentir a atração
deste lugar assim como eu sinto o jeito que meu
coração está conectado ao dela. Hoje é o dia.

Fiquei arrasado quando vi Nicole ir embora e eu


sabia que não poderia viver se ela não me amasse. Eu
fiz tudo em meu poder para consertar essa bagunça e
esperançosamente mudar as coisas. Estou nervoso
enquanto corto os dedos dos pés na areia branca e
espero que ela apareça. Eu olho para o pequeno
acampamento que eu tenho vivido na semana
passada e penso sobre o quão difícil tem sido. Mas
não tem sido nada comparado com a dor de sentir
falta de Nicole. Eu viveria aqui pelo resto da minha
vida se ela me perdoasse.

Eu ouço o som de folhas esmagadas e eu prendo


a respiração enquanto espero para vê-la aparecer.
Quando ela entra na luz do sol, estou tão zangado
comigo mesmo que causei a tristeza em seu rosto. Há
círculos escuros sob os olhos e parece que ela perdeu
peso. Eu não imagino que eu esteja melhor, mas a luz
dela se apagou e eu não suporto a visão disso.

Ela caminha até a água, mas não olha para cima


e me percebe ainda. A areia abafa meus passos
quando me aproximo dela, e meus braços anseiam
por estender a mão e puxá-la contra mim. Mas eu
cerro meus punhos ao meu lado para me impedir de
alcançá-la e me aproximar.

"Nicole?" Eu digo suavemente, e ela gira tão


rápido que ela tropeça em seus próprios pés.

Eu tiro fora e a seguro logo antes dela cair, mas o


impulso nos empurra tanto para o equilíbrio quanto
para a água morna. Eu venho para a superfície com
ela embalada em meus braços e sacudo a água do
meu rosto.

"Você está bem?" Eu pergunto, olhando por cima


do corpo dela para ter certeza que ela não se
machucou de alguma forma.

Ela olha nos meus olhos e por um segundo as


nuvens que estavam lá momentos atrás se
levantaram. Seus braços estão em volta do meu
pescoço e ela me aperta até que sua mente alcança o
que está acontecendo.

"Coloque-me para baixo", diz ela enquanto seus


braços caem e ela olha para longe.

"Não", eu respondo, e ela olha para mim em


choque.
“Eu disse para me colocar no chão, Liam. Você
não consegue me fazer mais nada. O que você está
fazendo aqui? Este era meu lugar secreto. ”

"É o nosso lugar secreto, loirinha." Suas


sobrancelhas franzem com raiva pelo apelido. “Você
vai me ouvir. E eu não vou deixar você sair dos meus
braços até que você faça bem. ”

"Bem. Diga o que quer que seja que você tem a


dizer e depois saia daqui. Há memórias dolorosas
suficientes de você neste lugar especial. Eu não
preciso de outro. ”

"Não é assim", eu digo, e ela cruza os braços


como uma criança desafiadora. “Você pode ficar com
raiva de mim, mas vai me ouvir. E se você ainda não
gosta do que eu tenho a dizer, vou nadar de volta ao
continente e nunca mais voltar para cá. ”

Ela não responde, apenas encolhe os ombros


como se ela pudesse se importar menos.

"Eu sinto muito", eu começo, e ela revira os


olhos. “Eu sinto Nicole. Eu nunca quis que isso ficasse
tão fora de controle tão rápido. Eu vim para The
Merdeid na noite em que te conheci para falar com o
dono e convencê-los a vender para mim. Eu nunca
soube quem você era quando te conheci no Red Din. E
então eu fui tão arrastado por você e como eu me
senti que esqueci completamente de assumir o seu
hotel e comecei a tentar descobrir como fazer você se
apaixonar por mim. ”

Ela não olha para mim, mas eu posso ver a raiva


em seu rosto começar a se suavizar.

“Eu não sei de que outra maneira eu posso te


convencer de que é a verdade, mas é. Kathy era
minha secretária e ela me ajudou a programar os
negócios e aquisições ”. Nicole range os dentes ao
mencionar o nome de Kathy, então corro para
tranquilizar sua mente. “Eu nunca, nem de maneira
amigável, a toquei. Ela sempre foi minha funcionária,
mas agora ela não é nada para mim. Ela desrespeitou
você e ultrapassou seu lugar. Eu a demiti no segundo
em que saímos The Mermaid .”

Nicole morde o lábio como se estivesse pensando


nisso.

“Então, com ela se foi, eu tive muito trabalho pela


frente, mas com a ajuda de Sammy tudo acabou.”

Isso chama a atenção dela. “Você viu a Sammy?


O que ela fez?" Seus olhos se estreitam.

“Eu vendi minhas ações de controle em todos os


meus hotéis. Eu mantive meus estoques e
investimentos, mas eu me livrei do meu condomínio
no continente e vendi praticamente tudo que eu
possuía. Exceto por alguns equipamentos de camping”
eu digo, inclinando a cabeça para a cachoeira.

“Você está morando aqui? Por quanto tempo?"

“Desde o segundo que fui forçado a sair daqui


pelo xerife Cyrus.”

Isso faz com que a ponta de seus lábios se


contorça, mas ela imediatamente percebe e se
endireita. “O que me importa se você vendeu tudo e
esteve acampando aqui por uma semana? Isso não
muda nada. ”

“Eu vendi todos os meus hotéis, exceto um. O


Luxury Resort ainda está aqui e ainda está operando
normalmente, mas agora seu novo dono é você, ”eu
digo, e seus olhos se arregalam em choque.

"Eu? Por que eu iria querer o seu hotel? Eu não


posso nem lidar com o que eu tenho que está sendo
encerrado. ”
"É aí que eu entro ", eu digo e corro minha mão
pelas costas. “Se você me contratar, eu gostaria de
gerenciar o Luxury Resort para você. E também
gostaria de administrar The Mermaid. Eu paguei todas
as dívidas que você tinha e transferi tudo para o seu
nome. Agora você tem a garantia de ambos os hotéis
e você pode optar por fazer com eles o que quiser.
Mas o que eu esperava era que você e eu pudéssemos
executá-los juntos. ”

“Por que eu confiaria em você? Você partiu meu


coração, Liam.” Há uma dor real na voz dela, e eu não
suporto isso.

Eu a viro em meus braços para que ela envolva


suas pernas em volta da minha cintura para evitar
que ela afunde, e ela enrola os braços ao redor do
meu pescoço.

“Porque eu amo você, Nicole. Você é isso por


mim. Eu nunca, nunca quis machucar você. Eu estava
obcecado em construir um império e ganhar dinheiro.
Eu queria conquistar o mundo até te conhecer. Então
a única coisa que eu queria fazer era pertencer a
você.”

“E agora, de repente, você desistiu de tudo por


mim? E se você mudar de ideia? E se você se
ressentir de mim por mantê-lo aqui?”

“Eu vendi os hotéis e coloquei tudo em seu nome


para você. Eu criei um fundo inquebrável para que
você nunca tenha que se preocupar com dinheiro
novamente. Eu fiz isso por você. Mas eu voltei por
mim. Eu sou como você disse que eu era, um idiota
egoísta. Eu não posso respirar sem você. Eu não
posso funcionar sem você ao meu lado. Eu não sei
como acordar ou ir dormir sem você em meus braços.
Então sim, é egoísta, mas eu quero estar aqui para
que meu coração volte a bater. Porque sem você
morro por dentro.”

"Liam", ela sussurra como lágrimas formam em


seus olhos. Ela estende a mão e passa os dedos pelo
meu cabelo molhado. "Eu estou assustada."

Suas palavras são honestas, mas me dão o


primeiro vislumbre de esperança que tive desde que a
deixei.

"Eu nunca vou te machucar novamente, e vou


passar o resto da minha vida fazendo as pazes com
você." Eu pressiono minha testa na dela e a seguro
perto. “Eu amo você, Nicole. Por favor, não me mande
embora de novo.”

"Eu também te amo, Liam."

As palavras mal saem da boca e meus lábios


estão nos dela. Parece anos desde que eu a beijei em
vez de dias. Mas a sensação de seu corpo contra o
meu é de sol depois de uma tempestade. As nuvens
estão limpas e a única coisa que sinto é o raio de luz
dela no meu coração.

"Eu senti tanto a sua falta", eu digo enquanto a


carrego para fora da água enquanto a beijo. Meus
lábios se movem para o queixo e depois para o
pescoço antes de eu lamber a concha de sua orelha.
Eu a deito na areia branca e tirei seus shorts jeans
encharcados. "Estou morrendo por você."

Ela arranca a blusa molhada e eu pego de lado os


triângulos de seu biquíni antes de eu estar nela como
um leão faminto. Eu chupo seus mamilos enquanto
desabotoo meu short e puxo meu pau livre. Eu coloco
de lado o biquíni dela enquanto ela luta com os laços
de cada lado e deslizo em sua boceta quente e
molhada porque eu não posso esperar mais um
segundo por isso.
Seus dedos desistem de tentar desfazer os nós e
eu empurro dentro e fora dela. O sol quente bate em
nós enquanto ela envolve suas pernas em volta de
mim e nos agarramos um ao outro. Estamos fazendo
amor, mas é furioso como se estivéssemos famintos
um pelo outro. Ela arranha minhas costas e eu passo
meus dentes ao longo de seu mamilo. Sua boceta me
aperta enquanto eu rosno em cima dela como um
animal que encontrou seu companheiro. E talvez eu
tenha.

"Eu te amo", eu sussurro enquanto minhas mãos


cavam em sua bunda e eu empurro com mais força.
Eu digo isso de novo e de novo porque eu sabia no dia
em que a conheci e eu deveria ter dito a ela naquele
momento.

"Não pare", ela respira quando eu vou mais


fundo. "Eu também te amo."
Eu não posso beijá-la o suficiente ou segurá-la
com força suficiente, e mesmo quando eu sinto a
minha libertação se aproximando, eu sei que não será
suficiente. Eu terei que tê-la novamente logo depois
disso e mesmo assim eu não serei satisfeito. Eu sei
em minha alma que é exatamente onde estamos
destinados a estar. Juntos para sempre.

Seu clímax bate e eu não tenho escolha senão


segui-la ao longo da borda. Sua boceta pulsa e
massageia meu pau como se estivesse me implorando
para preenchê-la. Não tenho dúvidas de que, se ela já
não está grávida, neste momento o nosso bebê é
concebido. Meu corpo está pesado em cima dela, mas
eu tento me segurar enquanto gozo dentro dela e
tento não escurecer. É tão poderoso e tão bom pra
caralho que eu vejo estrelas quando olho para ela. É
impressionante e tenho que recuperar o fôlego para
não desmaiar.
Eu coloco meu peso nos cotovelos e beijo-a
suavemente, mas não saio. Eu não estou nem perto
de terminar. Eu amo a sensação de estar nela sem
pressa e pele na pele. Eu sonhei com ela todas as
noites e todas as coisas que eu faria com ela se eu
tivesse mais uma chance. Eu rasgo suas costas de
biquíni para que não haja nada entre nós.

Nicole ri e eu olho para o rosto sorridente dela.


"Você está me esmagando", diz ela.

Eu envolvo meus braços ao redor dela de volta e


a pego, então eu me levanto e ando de volta para a
água. "Isso é melhor?" Eu pergunto enquanto ela se
move para cima e para baixo no meu pau, enquanto
na lagoa.

“Eu não disse que não gostei disso antes. Mas


isso é bom também ”. Ela me beija de brincadeira, e
então seu estômago ronca tão alto que nós paramos
de nos beijar e rir.

"Eu pedi a Sammy para trazer comida", eu digo,


apontando para a cesta de piquenique.

"Você tinha certeza de que eu te perdoaria?"

"Não. Mas eu gosto de estar sempre preparado”


murmuro, beijando seu pescoço.

"Há muito o que falar", diz ela, mas eu balanço a


cabeça.

“Há tempo para isso depois. Agora, vamos


compensar o tempo perdido.

"Espero que ela tenha trago muita comida", diz


ela com um sorriso.

"Eu também", eu digo, inclinando-me e beijando-


a mais uma vez.
10

Nicole

Já é tarde quando deixamos a lagoa. É incrível


estar de volta em seus braços e saber que tudo vai
ficar bem. Nós ainda temos muito a discutir, mas eu
tenho sido infeliz na última semana sem ele e agora
eu só quero viver no amor.

O sol está se pondo e Liam tem um braço em


volta de mim enquanto voltamos para The Mermaid .
Eu não posso esperar para dizer a Peter que ele não
precisa se mudar e que ele pode ficar o tempo que
quiser. Eu também não posso esperar para falar com
Sammy e dar-lhe uma a bronca por ir atrás das
minhas costas para Liam. Mas tenho que admitir que
seria apenas para provocá-la. Ela estava tão
preocupada comigo e eu sei que me ver passar por
esse desgosto foi provavelmente muito difícil para ela.
Não posso dizer que não teria feito o mesmo por ela
se os papéis fossem invertidos.

"O que você está pensando?" Liam diz quando


ele me puxa para mais perto.

"Apenas como estou feliz que Sammy ajudou


você."

“Eu devo tudo a essa mulher. Ela não é uma que


eu gostaria de atravessar ”, ele admite, e eu balanço
minha cabeça.
Sammy é mal-humorada, mas é porque ela ama
tanto.

Estamos quase no The Mermaid quando vejo um


carro acelerando na curva e entrando no
estacionamento. A pessoa ao volante bate no parque
e a porta do lado do motorista é aberta. Os faróis
estão sobre nós, então é difícil dizer de quem é o
carro, mas acho que sei quem é.

"Que diabos?" Liam diz enquanto ela pisa na


minha frente em uma posição de proteção.

"Isso é Sammy?" Eu digo, dando a volta e


largando a cesta de piquenique. Ela só viria assim se
algo estivesse realmente errado.

Liam pega minha mão e nós dois corremos assim


que ela sai do carro e começa a gritar.

"O que está errado? O que aconteceu?" Eu grito e


ela está correndo para nós.

“Onde está Cyrus? Ele está aqui?" ela grita para


nós.

"Eu não sei. O que está acontecendo?" Sammy


sobe os degraus até The Mermaid e abre a porta. "Por
favor, deixe-o estar aqui."

“Sammy, devagar. Conte-nos o que está


acontecendo ”, diz Liam.

“Eu estava ouvindo o scanner da polícia porque


gosto de ter certeza de que ele está em segurança
quando está de plantão. Alguém telefonou para uma
briga de bar no Red Din e depois alguém ligou e disse
que um turista bêbado tinha uma arma e estava
acenando ao redor.”

"Oh merda", eu sussurro, colocando minhas mãos


sobre a minha boca.
“Cyrus disse que ia checar você antes que ele
estivesse de plantão. Eu estava esperando que eu
pudesse detê-lo antes que ele atendesse a ligação.”

“Tenho certeza que tudo está bem. Ele é um


profissional, ” Liam diz, tentando acalmá-la. “E ele é
um ex-fuzileiro naval. Ele sabe como se comportar. O
Red Din está perto o suficiente para que, se uma
arma disparasse, você pudesse ouvi-la. E mesmo se
ele for atender a ligação, tenho certeza de que tudo
vai ficar bem. ”

Só então três tiros soam e toda a cor escoa do


rosto de Sammy.

"Foda-se", murmura Liam e ele está fora da


porta. Sammy e eu estamos bem atrás dele, mas
Liam grita por cima do ombro enquanto corre. "Vocês
duas ficam no hotel."

Sammy não escuta e corre o mais rápido que


pode. Eu persigo os dois, sem saber o que diabos está
acontecendo. O Red Din é apenas a um bloco, mas
já posso ver uma multidão de pessoas à frente de
nós.

Liam atravessa a multidão, chamando por Cyrus,


e Sammy está quente em seus calcanhares. Quando
ouço o grito de Sammy, é como uma faca no meu
coração, e quando os alcanço os dois estão de pé
sobre um corpo, observando as pessoas realizando
RCP na figura de bruços. Eu corro até Sammy e a
agarro por trás assim que ela tenta se lançar para
frente. Quando olho para baixo, vejo Cyrus no chão
de olhos fechados.

As sirenes tocam à distância e eu sou grato que


os serviços de emergência estão a caminho. Mas
somos uma pequena ilha e só há um hospital geral
aqui. Eu duvido que eles tenham visto uma vítima de
tiro antes. Estou em choque quando todos esses
pensamentos passam pela minha cabeça, mas não
consigo pensar na realidade do que estou vendo.
Cyrus está completamente imóvel enquanto seu peito
está pressionado, mas não consigo ver sangue.

Liam se vira e bloqueia a visão de Sammy e tenta


fazer com que ela volte. "Vamos voltar e dar-lhes
algum espaço", diz ele em voz baixa. "Você precisa se
sentar."

"Não há pulso", dizem os paramédicos


trabalhando em Cyrus.

"Não se atreva a morrer em mim!" Sammy grita


enquanto ela bate em Liam para tirá-lo do caminho.
“Não se atreva a deixá-lo morrer! Maldito seja você,
Cyrus! ”

Ela está chorando agora enquanto ela grita, mas


os caras que estavam trabalhando nele sentam-se
quando a ambulância entra. Suas palavras rasgam o
silêncio de todos ao nosso redor.

“Cyrus, não morra! Volte para mim!" Ela grita


como um soluço como nada que eu já ouvi sai dela.
“Não me deixe, Cyrus! Você não pode me deixar. Eu
te amo!"

De repente, Cyrus abre os olhos e se senta. Os


caras que estavam fazendo CPR nele tentam encobrir
suas risadas. Cyrus olha em volta enquanto Sammy
de repente percebe o que está acontecendo.

"Bem, é sobre a hora em que você admitiu isso",


diz Cyrus, piscando para ela.

Se ele não estivesse morto antes, ele está agora.


Sammy vai assassiná-lo com as próprias mãos.
Epílogo

Nicole

Cinco anos depois…

Eu fico na porta aberta da varanda do nosso


quarto vendo o sol nascer enquanto meu marido
dorme na cama atrás de mim. As ondas lentamente
lavam a praia. Minha mão desce até o minha barriga
muito grávida.

“Obrigado, vovô. Vovó. Você realmente fez com


que eu conseguisse tudo que eu poderia querer, me
dando uma casa aqui. Eu amo você ”, eu sussurro.

Os últimos cinco anos foram um turbilhão. Isso


realmente mostra o quanto a vida pode mudar em um
instante. Ainda é difícil acreditar, às vezes, como
estou feliz. Eu não sabia que esse tipo de felicidade
existia. É surreal.

The Mermaid também mudou. No começo,


decidimos mudar nossa estratégia de marketing para
a The Mermaid e agora está crescendo. O que
também está crescendo é a minha capacidade de
fazer bebês. Com isso, algumas coisas tiveram que
mudar mais uma vez. Nós renovamos o hotel depois
disso, assumindo metade do prédio para a casa da
nossa família.

Enquanto as pessoas estavam mastigando um


pouco para ficar aqui, uma vez que descobriram sobre
isso, eu estava triste que perdemos alguns dos
regulares sendo agendados , para nós meio que
escorregou de volta aos meus velhos modos de fazer
as coisas.

Mas não atingiu nossa casa. Pelo menos por


essa parte de nossas vidas. O principal resort ainda
está ocupado como sempre, mas decidimos que não
precisamos expandir. Poderiamos ganhar mais
dinheiro se o fizéssemos? Claro, mas não era sobre
isso para nós. Se você quisesse fazer uma reserva por
lá, precisava reservar com antecedência. Não era
como se precisássemos do dinheiro. Nós tínhamos
mais do que jamais usaríamos. Vivemos uma vida
simples e é assim que gostamos. Mais ainda para
Liam. Ele se ajustou à ilha com tanta facilidade. Você
pensaria que ele nasceu e cresceu aqui.

Ele gosta mais da vida relaxada do que pensou


que faria. Eu não acho que o homem colocou um
terno em anos. Mesmo quando ele me leva para um
fim de semana na cidade grande, tudo é sempre
casual. Me aquece quando ele me diz o quanto sua
vida mudou para melhor. Que ele nunca soube o quão
solitário ele era até eu entrar em sua vida. Que ele
estava trabalhando tão duro para que ele não tivesse
que se concentrar em mais nada, porque se ele
parasse por um momento a solidão iria começar a
penetrar em sua vida. Ele não tem mais esse
problema.

Até sua mãe se mudou para cá e conseguiu sua


própria pequena casa. Ela e Liam voltaram às raízes
de quem eram antes de ambos perderem o pai de
Liam. Eu estava agradecido. Pelo menos nossos filhos
teriam uma avô. Eu sei o quanto o meu significava
para mim e eu odiaria que nossos filhos não tivessem
esse tipo de amor. É um dos mais doces do mundo,
como um avô ama seus netos.
"Nem pense nisso", Liam resmunga da cama,
sentando-se. Eu me viro e sorrio para ele.

"Eu não ia dar um mergulho." Eu sorrio e


caminho até a cama. Estou de biquíni, mas não tinha
planos de nadar até ele acordar. Ele não gosta que eu
vá nadar sozinha no oceano quando estou grávida, o
que é praticamente o tempo todo neste momento.

Ele se senta, balançando as longas pernas sobre


o lado da cama. Eu passo entre eles. Ele beija minha
barriga. "Minha garotinha te acordou cedo?" Ele
pergunta antes de colocar outro beijo no meu
estômago.

"Não", eu admito. “Só queria ver o sol nascer.


Nós não temos muitos dias quentes restantes. Logo a
ilha será toda nossa novamente ”.

"Minha época favorita do ano." Ele me puxa para


baixo em seu colo.
"A minha também", suspiro. Fico feliz que nossa
garotinha chegue aqui quando a cidade estiver quieta.
Vai ser novo ter uma garotinha. Tudo o que tivemos
até agora são meninos.

"Você quer nadar?" ele pergunta. "Antes de todos


os meninos acordarem?"

Sua grande mão desliza pela minha coxa. "Sim."


Eu me derreto ainda mais nele.

"Ou você quer gozar em vez disso?" Ele me dá


um sorriso arrogante enquanto seu dedo desliza sob a
parte de baixo do meu maiô. Eu gemo um pouco
enquanto ele traça meu clitóris.

"Por que eu não posso ter os dois?" Eu amuo de


brincadeira.

"Você sabe que vai conseguir os dois", ele geme


quando ele nos vira, me colocando de costas sobre os
cobertores macios. Ele desliza pelo meu corpo,
arrastando beijos o caminho todo. Minhas pernas se
abrem para ele.

“Você me acorda quando acordar. Você me ouve,


loirinha? Ele diz contra minha buceta, tendo puxado
meu biquíni para o lado.

"Sim", eu concordo quando ele me dá uma longa


lambida, sabendo que eu concordaria com qualquer
coisa agora com a boca entre as minhas pernas. O
homem realmente sabe como conseguir o que quer de
mim. Desde o primeiro dia em que ele entrou na
minha vida eu pertencia a ele. Inferno, isso é
provavelmente uma mentira. Acho que pertencia a ele
antes mesmo disso. Ele me juntou novamente. Tirou
toda a dor e me fez inteira.

Ele me devora. Não demora muito para que eu


me desfaça por ele. Eu vou puxá-lo para mim, mas
ele me desvia e fica de pé, sorrindo para mim com
tanto amor em seus olhos.

"Dentro de mim." Eu estendo a mão para ele,


mas ele agarra minhas mãos e me puxa para os meus
pés.

“Eu quero você no mar. Uma última vez antes


que a água fique muito fria. ”

Concordo com a cabeça concordando, querendo


isso também. Eu amo fazer amor no mar com ele. Ele
puxa o calção de banho antes de pegar o relógio e
bater no aplicativo para garantir que os monitores das
crianças estejam ligados, caso eles acordem. Vivendo
tão perto do oceano, você nunca pode ser muito
cuidadoso. Sabemos se as portas dos quartos se
abrem ou se emitem um som. Liam instalou o sistema
de segurança praticamente no minuto em que
descobrimos que estava grávida pela primeira vez.
Eu grito quando ele me pega e me leva para o
oceano. A água fria bate na minha pele. Eu mudo,
envolvendo minhas pernas ao redor de sua cintura
enquanto ele vai um pouco mais na água.

Nossas bocas se encontram em um beijo


profundo, mas doce e suave. Nós fazemos amor com
nossas bocas. Não demora muito para que ele esteja
puxando minha parte de baixo para o lado e
deslizando para dentro de mim. Eu gemo quando ele
entra em mim, puxando minha boca para chamar seu
nome.

“É isso aí, loirinha. Dê para mim, ” ele grunhiu


enquanto empurrava dentro e fora de mim. Minhas
unhas cravam nele. Segurando firme enquanto a água
se move ao nosso redor, outro orgasmo se aproxima
rapidamente.

"Eu te amo!" Eu choro quando meu segundo


orgasmo da manhã me atinge e sacode meu corpo.

"Eu também te amo", ele rosna antes de sua boca


cair sobre a minha, me beijando novamente enquanto
cavalgamos nosso prazer. Quando nos afastamos, ele
continua me segurando. Eu descanso minha cabeça
em seu ombro e tento recuperar o fôlego.

"Eu não acho que posso nadar agora." Eu sorrio


contra o pescoço dele. "Na verdade, eu não acho que
posso me mover."

“Ainda bem que você não precisa. Eu tenho você.


Sempre." Eu beijo seu pescoço, relaxando no meu
marido. O homem mais perfeito do mundo. Pelo
menos ele é para mim. Nós nos encaixamos.
Pertencemos

“Você já pensou que estaria vivendo no paraíso


um dia, quando estivesse preso naquelas salas de
reuniões abafadas? ” Eu provoco.
“Você é meu paraíso. Onde quer que você esteja,
contanto que eu tenha você em meus braços, você é
meu paraíso. Eu amo este lugar, mas é você. Sempre
você."

Eu beijo o pescoço dele novamente, amando que


eu sou o paraíso dele.

O FIM!

Interessi correlati