Sei sulla pagina 1di 7

NOME: ______________________________________________________

Simulado PISM – Língua Portuguesa

Valor total: 7,5 pontos NOTA: ____


2º ano
Aplicação: 02/07/2018 // 6º horário (duração 50 minutos)
Professora: Ana Carolina Arrais

AVISOS:

 Suas respostas devem estar escritas obrigatoriamente com caneta esferográfica


azul ou preta.
 Não ultrapasse o espaço que está pautado nas questões.
 A folha de rascunho se encontra ao final da prova, USE-A.
 O tempo de prova será contado no quadro, portanto não precisará perguntar as
horas em voz alta.
 Não será permitido sair de sala durante a aplicação da prova, portando utilize o
banheiro minutos antes e abasteça sua garrafinha de água.
BOA SORTE!

Texto 1

Mito n° 3

“Português é muito difícil”

Essa afirmação preconceituosa é prima-irmã da ideia que acabamos de


derrubar, a de que “brasileiro não sabe português”. Como o nosso ensino da
língua sempre se baseou na norma gramatical de Portugal, as regras que
aprendemos na escola em boa parte não corr espondem à língua que realmente
falamos e escrevemos no Brasil. Por isso achamos que “português é uma
língua difícil”: porque temos de decorar conceitos e fixar regras que não
significam nada para nós. No dia em que nosso ensino de português se
concentrar no uso real, vivo e verdadeiro da língua portuguesa do Brasil é
bem provável que ninguém mais continue a repetir essa bobagem. Todo
falante nativo de uma língua sabe essa língua. Saber uma língua, no sentido
científico do verbo saber, significa conhecer in tuitivamente e empregar com
NOME: ______________________________________________________

naturalidade as regras básicas de funcionamento dela. Está provado e


comprovado que uma criança entre os 3 e 4 anos de idade já domina
perfeitamente as regras gramaticais de sua língua! O que ela não conhece são
sutilezas, sofisticações e irregularidades no uso dessas regras, coisas que só
a leitura e o estudo podem lhe dar. Mas nenhuma criança brasileira dessa
idade vai dizer, por exemplo: “Uma meninos chegou aqui amanhã”. Um
estrangeiro, porém, que esteja começando a aprender p ortuguês, poderá se
confundir e falar assim. Por isso aquela piadinha que muita gente solta quando
vê uma criancinha estrangeira falando — “Tão pequeno e já fala tão bem
inglês [ou outra língua]” — tem seu fundo de verdade: muito pouca gente
conseguirá falar uma língua estrangeira com tanta desenvoltura quanto uma
criança de cinco anos que tem nela sua língua materna! Por quê? Porque toda
e qualquer língua é “fácil” para quem nasceu e cresceu rodeado por ela! Se
existisse língua “difícil”, ninguém no mundo falaria húngaro, chinês ou
guarani, e no entanto essas línguas são faladas por milhões de pessoas,
inclusive criancinhas analfabetas!

(Marcos Bagno In: Preconceito linguístico: o que é, como se faz)

1. De acordo com suas inferências sobre o texto lido, por que é um mito a concepção
de que a língua portuguesa é difícil? Justifique sua resposta com base nos
argumentos do autor.
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________.
NOME: ______________________________________________________

2. Na frase gramaticalmente incorreta citado no texto: “Uma meninos chegou aqui


amanhã”, qual seria uma possível reconfiguração para que ela tenha sentido na
língua portuguesa? Classifique todas as palavras no plano morfológico.

_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________.
NOME: ______________________________________________________

Questões objetivas

Leia com atenção e responda as questões 1, 2 e 3:

Texto 2

1. De que maneira a professora demonstra seu despreparado e preconceito


linguístico contra Chico Bento: (1,0)
a. no momento em que ela corrige Chico Bento respaldando-se exclusivamente na
gramática tradicional.
b. exigindo que, de um dia para outro, Chico Bento aprenda a norma culta da
língua portuguesa.
c. explicando, de maneira calma e compreensiva, as variações linguísticas.
d. perguntando a Chico Bento que nota ele havia tirado.

2. O humor da tirinha é provocado por/pelo:


a. Chico Bento ser um menino criado na roça.
b. fato da professora repetir uma pergunta feita por Chico na maneira formal da
língua.
c. a professora ser mãe de Chico Bento.
d. fato de Chico Bento ficar de castigo por um erro que cometeu.
NOME: ______________________________________________________

3. O uso da expressão “mais” no 3º quadrinho está no sentido de que e qual deveria


ser sua grafia correta:
a. Está no sentido conclusivo e deveria permanecer com a mesma grafia.
b. Está no sentido explicativo e deveria permanecer com a mesma grafia.
c. Está no sentido adversativo e deveria ser grafado como “mas”.
d. Está no sentido aditivo e deveria ser grafado como “mas”.

Leia o texto a seguir e responda as questões 4 e 5.

Texto 3
Por que sentimos calafrios e desconforto ao ouvir certos
sons agudos – como unhas arranhando um quadro-negro?

Esta é uma reação instintiva para protegermos nossa audição. A cóclea (parte interna
do ouvido) tem uma membrana que vibra de acordo com as frequências sonoras que ali
chegam. A parte mais próxima ao exterior está ligada à audição de sons agudos; a região
mediana é responsável pela audição de sons de frequência média; e a porção mais final,
por sons graves. As células da parte inicial, mais delicadas e frágeis, são facilmente
destruídas – razão por que, ao envelhecermos, perdemos a capacidade de ouvir sons
agudos. Quando frequências muito agudas chegam a essa parte da membrana, as células
podem ser danificadas, pois, quanto mais alta a frequência, mais energia tem seu
movimento ondulatório. Isso, em parte, explica nossa aversão a determinados sons
agudos, mas não a todos. Afinal, geralmente não sentimos calafrios ou uma sensação ruim
ao ouvirmos uma música com notas agudas.
Aí podemos acrescentar outro fator. Uma nota de violão tem um número limitado e
pequeno de frequências – formando um som mais “limpo”. Já no espectro de som
proveniente de unhas arranhando um quadro-negro (ou de atrito entre isopores ou entre
duas bexigas de ar) há um número infinito delas. Assim, as células vibram de acordo com
muitas frequências e aquelas presentes na parte inicial da cóclea, por serem mais frágeis,
são lesadas com mais facilidade. Daí a sensação de aversão a esse sons agudos e “crus”.
(Ronald Ranvaud, Ciência Hoje, nº282.)

4. Em São Paulo diz-se “bexigas”, enquanto no Rio de Janeiro diz-se “balões”.

Essa diferença é um exemplo de

a. linguagem coloquial
b. gíria.
c. regionalismo.
d. linguagem erudita.
NOME: ______________________________________________________

5. A partir do seu conhecimento de mundo e capacidade de inferência textual,


assinale a alternativa que melhor se relaciona com o texto 2:

a. Todas as pessoas, independentemente da idade, sentem calafrios ao ouvir um som


agudo.
b. Crianças, por apresentarem um audição ainda em formação, não costumam se
incomodar com sons altos e agudos.
c. Desconforto e calafrio perto de determinados sons agudos é um mecanismo
instintivo do ser humano.
d. Notas agudas de violão causam desconforto a algumas pessoas, daí se explica o
fato de uma pessoa gostar ou não de determinada música.
NOME: ______________________________________________________