Sei sulla pagina 1di 60

VALVULOPATIAS

VALVULOPATIAS
VALVULOPATIAS

Valvas Cardíacas

Valvas Cardíacas

Patologias Valvares

Insuficiência Mitral

Estenose Mitral

Insuficiência Tricúspide

Estenose Tricúspide

Insuficiência Aórtica

Estenose Aórtica

Insuficiência Pulmonar

Estenose Pulmonar

Valvulopatias Estenose e Insuficiência

Estenose da válvula esta não se abre tanto como deveria e o fluxo sanguíneo proveniente fica parcialmente restringido.

Na Insuficiência da válvula, esta permite uma infiltração quando tem a contração e um pouco de sangue volta para trás, para o interior da

válvula.

VALVULOPATIAS

VALVULOPATIAS

Insuficiência

Mitral

Mitral

Insuficiência Mitral

Definição

Refluxo de sangue para o átrio esquerdo durante a

sístole ventricular, devido a uma incompetência do

mecanismo de fechamento valvar mitral.

Etiologia

Prolapso de Valva Mitral;

Doença Reumática;

Doença Isquêmica do Miocárdio; Endocardite Infecciosa;

Calcificação Anular Senil.

Doença Reumática;  Doença Isquêmica do Miocárdio;  Endocardite Infecciosa;  Calcificação Anular Senil.
Doença Reumática;  Doença Isquêmica do Miocárdio;  Endocardite Infecciosa;  Calcificação Anular Senil.

Insuficiência Mitral

Classificação

Leve

Moderada

Grave

Insuficiência Mitral

Fisiopatologia

Sobrecarga de volume no AE e no VE;

Aumento da complacência AE e VE;

Redução Pós-Carga Ventricular; Aumento da Pré-Carga Ventricular.

Insuficiência Mitral

Aspectos clínicos

Sem sintomas por vários anos

Dispneia;

Ortopnéia;

Dispneia paroxística noturna;

HAP;

EAP; Choque Cardiogênico.

Insuficiência Mitral

Exame Físico:

Pulso Arterial normal ou amplitude aumentada.

Cardiomegalia ( ICC).

Ausculta Cardíaca

Sopro foco mitral. B3.

Insuficiência Mitral

Tratamento:

Medicamentoso.

Cirúrgico:

Valvuloplastia Mitral.

Troca Valvar.

Estenose

Mitral

Mitral

Estenose Mitral

- Definição

Normal: pressão AE = VE no final da diástole.

Estenose Mitral (EM): A condição em que pelas restrição à abertura dos folhetos valvares , há uma redução da área valvar mitral, levando a formação de um gradiente de pressão diastólico entre AE e VE.

, há uma redução da área valvar mitral, levando a formação de um gradiente de pressão
, há uma redução da área valvar mitral, levando a formação de um gradiente de pressão

Estenose Mitral

- Classificação

Medida pela área e gradiente médio de pressão:

Leve. Moderada.

Grave.

Estenose Mitral

- Fisiopatologia Congestão Pulmonar

Tem uma estenose valvar preciso manter fluxo adequado de sangue aumento o gradiente de

pressão transvalvar aumenta a pressão no átrio esquerdo aumenta também a pressão

venocapilar ate certo ponto ocorre a adaptação

desse aumento- esforço físico ( aumento DC e FC), por exemplo- ingurgitamento venoso e

extravasamento capilar congestão- Hipertensão

Arterial Pulmonar.

Hipertensão Arterial Pulmonar

aumento crônico da pressão venocapilar pulmonar leva aumento da PAP pode

desencadear uma vasoconstrição com anos, artérias e arteríolas vão fibrosando- crônica e progressiva parte da HAP se torna

irreversível.

Estenose Mitral

Etiologia:

Cardiopatia Reumática Crônica (95%);

Congênita; Endocardite infecciosa.

Estenose Mitral

Aspectos Clínicos:

dispneia aos esforços;

tosse com hemoptise;

dor torácica;

Rouquidão;

Disfagia;

síndrome de baixo débito. fadiga, cansaço, tontura.

Estenose Mitral

Exame Físico:

Pulso Arterial normal ou amplitude reduzida.

Ausculta Cardíaca:

Hiperfonese B1.

Estalido de abertura.

Estenose Mitral

Tratamento:

Medicamentoso.

Cirúrgico:

Valvuloplastia Percutânea com balão.

Comissurotomia Cirúrgica.

Insuficiência

Insuficiência Tricúspide
Insuficiência Tricúspide

Tricúspide

Insuficiência Tricúspide

Definição:

Fechamento incompleto da valva, que leva a uma regurgitação de sangue do VD para o AD.

Fisiopatologia

Insuficiência Tricúspide
Insuficiência Tricúspide
Insuficiência Tricúspide

Insuficiência Tricúspide

Insuficiência Tricúspide
Insuficiência Tricúspide
Fisiopatologia Insuficiência Tricúspide Regurgitação sangue p/ AD Dilatação AD Fluxo retrógrado Veias cavas Aumento

Regurgitação sangue p/ AD

Insuficiência Tricúspide Regurgitação sangue p/ AD Dilatação AD Fluxo retrógrado Veias cavas Aumento

Dilatação AD

Fluxo retrógrado

Regurgitação sangue p/ AD Dilatação AD Fluxo retrógrado Veias cavas Aumento enchimento diastólico do VD
Regurgitação sangue p/ AD Dilatação AD Fluxo retrógrado Veias cavas Aumento enchimento diastólico do VD
Regurgitação sangue p/ AD Dilatação AD Fluxo retrógrado Veias cavas Aumento enchimento diastólico do VD

Veias cavas

sangue p/ AD Dilatação AD Fluxo retrógrado Veias cavas Aumento enchimento diastólico do VD Dilatação VD
sangue p/ AD Dilatação AD Fluxo retrógrado Veias cavas Aumento enchimento diastólico do VD Dilatação VD

Aumento enchimento

diastólico do VD

Veias cavas Aumento enchimento diastólico do VD Dilatação VD Estase jugular Hepatomegalia Ascite Edema

Dilatação VD

Estase

jugular

Hepatomegalia

Ascite Edema MMII

Insuficiência Tricúspide

Aspectos Clínicos:

Dispneia de esforço;

Ortopnéia (ICC);

Edema de membros inferiores;

Cianose (avançado hipofluxo pulmonar).

Insuficiência Tricúspide

Exames Complementares:

Raio X:

Aumento de AD e VD; Alargamento da veia cava superior; Pouca vascularização pulmonar.

Estenose

Tricúspide

Estenose Tricúspide

Definição:

Abertura incompleta da valva que leva a um aumento da resistência à passagem de sangue

do átrio para o ventrículo direito.

Fisiopatologia

Estenose Tricúspide

Fisiopatologia Estenose Tricúspide  Fluxo diastólico através da valva  Pressão venosa sistêmica Turgência

Fluxo diastólico através da valva

Tricúspide  Fluxo diastólico através da valva  Pressão venosa sistêmica Turgência jugular Estase

Pressão venosa sistêmica

através da valva  Pressão venosa sistêmica Turgência jugular Estase porto- sistêmica Edema MMII

Turgência jugular

Estase porto- sistêmica Edema MMII
Estase porto-
sistêmica
Edema MMII
da valva  Pressão venosa sistêmica Turgência jugular Estase porto- sistêmica Edema MMII Ascite Hepatomegalia
da valva  Pressão venosa sistêmica Turgência jugular Estase porto- sistêmica Edema MMII Ascite Hepatomegalia
Ascite Hepatomegalia
Ascite Hepatomegalia

Ascite

Ascite Hepatomegalia
Ascite Hepatomegalia
Ascite Hepatomegalia

Hepatomegalia

Ascite Hepatomegalia
Ascite Hepatomegalia
Ascite Hepatomegalia
da valva  Pressão venosa sistêmica Turgência jugular Estase porto- sistêmica Edema MMII Ascite Hepatomegalia

Estenose Tricúspide

Aspectos Clínicos:

Desconforto cervical (estase jugular);

Cansaço aos esforços; Ascite;

Dispneia;

Palpitações.

Estenose Tricúspide

Exames Complementares:

Raio X:

Aumento AD. Pobreza vascularização pulmonar.

Eletrocardiograma:

Sobrecarga AD.

Insuficiência

Aórtica

Aórtica

Insuficiência Aórtica

Definição:

Fechamento

incompleto

da

valva

aórtica,

levando à regurgitação de sangue da aorta

para o VE.

Fisiopatologia

Fisiopatologia

Fisiopatologia

Fechamento valvar incompleto

Fisiopatologia Fechamento valvar incompleto Regurgitação para VE Sobrecarga do VE Dilatação do VE Hipertrofia do VE

Regurgitação para VE

Fisiopatologia Fechamento valvar incompleto Regurgitação para VE Sobrecarga do VE Dilatação do VE Hipertrofia do VE

Sobrecarga do VE

Fisiopatologia Fechamento valvar incompleto Regurgitação para VE Sobrecarga do VE Dilatação do VE Hipertrofia do VE

Dilatação do VE

Fisiopatologia Fechamento valvar incompleto Regurgitação para VE Sobrecarga do VE Dilatação do VE Hipertrofia do VE
Hipertrofia do VE

Hipertrofia do VE

Hipertrofia do VE
Fisiopatologia Fechamento valvar incompleto Regurgitação para VE Sobrecarga do VE Dilatação do VE Hipertrofia do VE

Insuficiência Aórtica

Aspectos Clínicos:

Assintomático por longo tempo; Palpitações (amplos batimentos);

Dispneia de esforço;

Cansaço;

Angina.

Insuficiência Aórtica

Exames Complementares:

Raio X:

- Hipertrofia Ventricular Esquerda.

- Aumento Atrial Esquerdo (às vezes). Eletrocardiograma:

- Hipertrofia Ventricular Esquerda.

Ecocardiograma:

- Rápido fechamento diastólico da valva mitral.

- Aumento do VE. - Regurgitação aórtica (tb. no cateterismo).

Estenose

Aórtica

Aórtica

Estenose Aórtica

Definição:

Abertura incompleta da valva, levando a um aumento da resistência à saída de sangue do VE para a Aorta.

Fisiopatologia

Fisiopatologia

Fisiopatologia Estenose aórtica
Fisiopatologia Estenose aórtica
Fisiopatologia Estenose aórtica
Fisiopatologia Estenose aórtica
Fisiopatologia Estenose aórtica
Fisiopatologia Estenose aórtica

Estenose aórtica

Fisiopatologia Estenose aórtica
Fisiopatologia Estenose aórtica
Fisiopatologia Estenose aórtica

Pulso “parvus et tardus”

amplitude diminuída /duração de aumentada

et tardus” amplitude diminuída /duração de aumentada Obstrução saída VE Hipertensão VE Sopro sistólico em
et tardus” amplitude diminuída /duração de aumentada Obstrução saída VE Hipertensão VE Sopro sistólico em

Obstrução saída VE

diminuída /duração de aumentada Obstrução saída VE Hipertensão VE Sopro sistólico em ejeção Hipertrofia
diminuída /duração de aumentada Obstrução saída VE Hipertensão VE Sopro sistólico em ejeção Hipertrofia

Hipertensão VE

Sopro sistólico em ejeção

saída VE Hipertensão VE Sopro sistólico em ejeção Hipertrofia Miocárdio Retardo Difusão Retardo Fluxo

Hipertrofia Miocárdio

Retardo

Difusão

VE Hipertensão VE Sopro sistólico em ejeção Hipertrofia Miocárdio Retardo Difusão Retardo Fluxo Angina pectoris

Retardo

Fluxo

Angina pectoris
Angina pectoris

Estenose Aórtica

Aspectos Clínicos:

Assintomáticos por longos anos.

Angina pectoris (70%):

1º sintoma a aparecer; Principal sintoma.

Síncope pós-esforço.

Vertigem.

Dispneia de esforço (insuf. VE). Palpitação.

Cansaço.

 Síncope pós-esforço.  Vertigem.  Dispneia de esforço (insuf. VE).  Palpitação. Cansaço. 

Estenose Aórtica

Exames Complementares:

Raio X:

- Não há aumento da área cardíaca (início).

- Hipertrofia concêntrica VE (deform. silhueta).

- Dilatação da aorta ascendente.

- Calcificação valvar(às vezes).

Eletrocardiograma:

- Hipertrofia VE (alteração em R e S).

Insuficiência

Pulmonar

Pulmonar

Insuficiência Pulmonar

Definição:

É o fechamento incompleto da valva pulmonar, levando a uma passagem retrógrada de sangue da artéria pulmonar para o ventrículo direito.

Insuficiência Pulmonar

Aspectos Clínicos:

Nos casos graves:

- Dispneia.

- Ascite.

- Tosse.

- Edema.

Insuficiência Pulmonar

Exames Complementares:

Raio X:

- Hipertrofia Ventricular Direita.

- Dilatação da artéria pulmonar.

- Alargamento do hilo pulmonar.

Ecocardiograma:

- Permite avaliar o grau de regurgitação e o

tamanho da cavidade do VD.

Estenose

Pulmonar

Pulmonar

Estenose Pulmonar

Definição:

Abertura incompleta da valva pulmonar, levando a um aumento da resistência à passagem de

sangue do VD para a artéria pulmonar.

Estenose Pulmonar

Aspectos Clínicos:

Estenose Leve.

Estenose Moderada.

Estenose Grave.

Queixas apenas nos casos mais graves:

Cansaço.

Dispneia de esforço.

Crianças:

ICC e Cianose - Se:

PCA (Persistência do Canal Arterial).

CIA (Comunicação Interatrial).

• Crianças:  ICC e Cianose - Se: • PCA (Persistência do Canal Arterial). • CIA

Estenose Pulmonar

Exame Clínico:

Casos Graves:-

Cianose (PCA e/ou CIA).

Taquipnéia, Hepatomegalia.

Sopro de regurgitação tricúspide.

Frêmito sistólico em foco pulmonar.

Ictus de hipertrofia ventricular direita.

Estenose Pulmonar

Exames Complementares:

Raio X:

- Normal ou leve aumento da área cardíaca (VD).

- Diminuição da circulação pulmonar.

Ecocardiograma:

- Espessamento do folheto valvar.

- Hipertrofia ventricular direita.

- Grau de estenose (Doppler).

Tudo que é bom nesse vida

despenteia: pular, dançar,

gargalhar, abraçar, beijar

Por isso, tomara que você viva

sua vida com o cabelo sempre

bagunçado.

dançar, gargalhar, abraçar, beijar Por isso, tomara que você viva sua vida com o cabelo sempre