Sei sulla pagina 1di 3
CARBOXIMETILCELULOSE CMC 3000 INTRODUÇÃO A carboximetilcelulose (CMC) é um derivado de celulose, normalmente

CARBOXIMETILCELULOSE

CMC 3000

INTRODUÇÃO

CARBOXIMETILCELULOSE CMC 3000 INTRODUÇÃO A carboximetilcelulose (CMC) é um derivado de celulose, normalmente
CARBOXIMETILCELULOSE CMC 3000 INTRODUÇÃO A carboximetilcelulose (CMC) é um derivado de celulose, normalmente

A carboximetilcelulose (CMC) é um derivado de celulose, normalmente apresentada na forma sódica

(sal de sódio). É um éter derivado da celulose obtido pela reação da celulose com hidróxido de sódio, originando a álcali-celulose. A celulose é constituída de uma longa cadeia de unidades anidroglucose, sendo

que cada unidade contém três grupos de hidroxilas terminais. Através da substituição do hidrogênio dessas hidroxilas por grupos carboximetil, obtém-se o Carboximetilcelulose Sódico (CMC).

DESCRIÇÃO

O CMC 3000 é um polímero aniônico purificado, altamente solúvel em água, tanto a frio quanto a

quente, na qual forma tanto soluções propriamente ditas quanto géis.

PROPRIEDADES

CMC 3000 possui uma enorme gama de aplicações, com as seguintes propriedades: agente espessante, doador de viscosidade, estabilizante de fluidos, emulsificante, agente tixotrópico, engomante, agente adesivo, agente de suspensão, entre outras.

A propriedade mais importante do carboximetilcelulose sódico é a viscosidade, sendo que por possuir

características tixotrópicas e em certos casos pseudoplásticas (fluido não Newtoniano), sua viscosidade sofre influências de fatores externos, tais como: velocidade de agitação (cisalhamento), tempo de agitação, viscosímetro e temperatura.

de fatores externos, tais como: velocidade de agitação (cisalhamento), tempo de agitação, viscosímetro e temperatura.
INDICAÇÕES O CMC 3000 pode ser usado nas indústrias alimentícias, farmacêuticas e cosméticas. CONCENTRAÇÃO

INDICAÇÕES

O CMC 3000 pode ser usado nas indústrias alimentícias, farmacêuticas e cosméticas.

CONCENTRAÇÃO RECOMENDADA

É usada como coadjuvante no tratamento da obesidade e tratamento de constipação crônica na faixa

de 500mg em cápsulas, 2 a 3 vezes ao dia, antes das refeições, juntamente com dois copos d’água.

E como excipiente em diversas formulações, utilizando qsp.

RECOMENDAÇÕES FARMACOTÉCNICAS

Produto higroscópico isento de aglomerações, inodoro, insípido, possuindo uma ampla faixa de viscosidade, com ótima solubilidade em água fria ou quente.

Nas concentrações nas quais é utilizado não interfere nas propriedades organolépticas do produto a ser adicionado; é fisiologicamente inerte, não é tóxico e não é agente sensibilizante.

O carboximetilcelulose sódico (CMC) apresenta compatibilidade com a maioria dos polímeros e gomas

não iônicas e aniônicas solúveis em água, permitindo inúmeras formulações com fins específicos. Dentre esses polímeros e gomas destacamos: caseína, gelatina, amido, metilcelulose, hidroxietilcelulose, álcool polivinílico, goma arábica, goma adragante, goma karaya, goma guar, pectina, alginato de sódio e resina uréia formaldeído.

INCOMPATIBILIDADES

O carboximetilcelulose sódico (CMC) apresenta incompatibilidades com goma xantana, ácidos fortes,

sais de ferro e outros metais como o alumínio, mercúrio e o zinco.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Informações do fabricante 43.

Batistuzzo, J.A.O., Eto Y., Itaya M

Formulário Médico Farmacêutico. São Paulo, 3ª edição, 2006.

do fabricante 43. Batistuzzo, J.A.O., Eto Y., Itaya M Formulário Médico Farmacêutico . São Paulo, 3ª