Sei sulla pagina 1di 112

RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE

TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS


P A L A

AULA 07: BATERIA DE QUESTÕES FGV

SUMÁRIO PÁGINA
1. Resolução de questões 01
2. Lista das questões apresentadas na aula 77
3. Gabarito 111

Olá!
Seja bem-vindo à nossa SÉTIMA aula. Como já finalizamos toda a
teoria exigida no edital, vamos trabalhar neste e no próximo encontro
baterias de questões da FGV, para que você possa simular o seu
desempenho em prova.

Sem demora, vamos começar. Uma boa aula pra todos nós!

1. RESOLUÇÃO DE QUESTÕES
1. FGV – CODEBA – 2016) Fernanda tem cinco filhas. Algumas das filhas
de Fernanda também têm cinco filhas e as outras não têm filha alguma.
No total, Fernanda tem 20 filhas e netas e nenhuma bisneta. O número
de filhas e netas de Fernanda que não têm filhas é
(A) 10.
(B) 12.
(C) 15.
(D) 17.
(E) 18.
RESOLUÇÃO:
Fernanda tem 5 filhas, portanto as netas somam 20 – 5 = 15. Como
as filhas de Fernanda que também são mães possuem 5 filhas cada uma,
fica claro que 3 filhas de Fernanda tem 5 filhas cada uma, totalizando as
3x5 = 15 netas de Fernanda.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Assim, das 5 filhas de Fernanda, 3 também são mães e 2 não tem
filhas. Ao todo, as mulheres que NÃO tem filhas são as 2 filhas de
Fernanda e as 15 netas de Fernanda, totalizando 17.
Resposta: D

2. FGV – CODEBA – 2016) Carlos tem um terreno retangular com 15


metros de largura e 40 metros de comprimento. Amostras feitas no local
indicam que há, em média, três formigas por centímetro quadrado no
terreno de Carlos. O número aproximado de formigas no terreno de
Carlos é
(A) 18 mil.
(B) 180 mil.
(C) 1 milhão e 800 mil.
(D) 18 milhões.
(E) 180 milhões.
RESOLUÇÃO:
A área do terreno é 15 x 40 = 600 metros quadrados, que
correspondem a 600 x 100 x 100 = 6000000 centímetros quadrados.
Sendo 3 formigas por centímetro quadrado, o total de formigas é
aproximadamente de 3 x 6000000 = 18.000.000.
Resposta: D

3. FGV – CODEBA – 2016) A figura mostra a planificação das faces de


um cubo.

Nesse cubo, a face oposta à face X é


(A) A.
(B) B.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) C.
(D) D.
(E) E.
RESOLUÇÃO:
Aqui temos um exercício mental importante, que é a reconstrução
deste cubo. Procure reconstruí-lo deixando o lado C de frente para você.
Neste caso, o “fundo” do cubo será X e o topo será B. Portanto, a face
oposta a X é B.
Resposta: B

4. FGV – CODEBA – 2016) Hércules recebe R$ 65,00 por dia normal de


trabalho e mais R$ 13,00 por hora extra. Após 12 dias de trabalho,
Hércules recebeu um total de R$ 845,00. Sabendo que Hércules pode
fazer apenas uma hora extra por dia, o número de dias em que Hércules
fez hora extra foi
(A) 1.
(B) 3.
(C) 5.
(D) 7.
(E) 9.
RESOLUÇÃO:
Como trabalhou 12 dias, Hércules recebeu 12 x 65 = 780 reais. O
restante foram as horas extras, que somaram 845 – 780 = 65 reais.
Como ele recebe 13 reais por hora extra, o total de horas extras é de 65 /
13 = 5. E, como ele faz apenas uma hora extra por dia, o total de dias
com horas extras é igual a 5.
Resposta: C

5. FGV – CODEBA – 2016) Ao final de 2010, a idade de Ricardo, em


anos, era a metade da idade de sua mãe. A soma dos anos em que eles
nasceram é 3963. Ao final de 2016, a idade de Ricardo, em anos, será
(A) 24.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(B) 25.
(C) 26.
(D) 27.
(E) 28.
RESOLUÇÃO:
Seja R a idade de Ricardo em 2010. A da sua mãe era o dobro
disso, ou seja, 2R. Assim, Ricardo nasceu no ano 2010 – R, e a sua mãe
nasceu em 2010 – 2R. Somando os anos de nascimento, temos 3963:
3963 = 2010 – R + 2010 – 2R
3R = 4020 – 3963
3R = 57
R = 19

Portanto, em 2016 (6 anos depois), Ricardo terá 19 + 6 = 25 anos.


Resposta: B

6. FGV – CODEBA – 2016) Para quaisquer números reais diferentes x e


y, representemos por M(x, y) o maior entre x e y e por m(x, y) o menor
entre x e y. Sejam a, b, c, d, e números reais tais que a  b c d  e . O
valor de M(m(b,d),m(M(a,e),c)) é
(A) a.
(B) b.
(C) c.
(D) d.
(E) e.
RESOLUÇÃO:
Vamos por partes. Veja que m(b,d) é o menor número entre b e d,
que neste caso é b. Ou seja, m(b,d) = b.
Veja ainda que M(a,e) é o maior número entre a e e, que é o
número e. Ou seja, M(a,e) = e. Assim,
m(M(a,e), c) = m(e, c) = c
(pois c é menor que e)

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Assim,
M(m(b,d),m(M(a,e),c)) =
M( b, c) =
c
Resposta: C

7. FGV – CODEBA – 2016) Entre os trabalhadores de uma empresa, há


os que são filiados ao Sindicato A e os que são filiados ao Sindicato B.
Alguns são filiados aos dois Sindicatos e outros a nenhum dos dois. Dos
2
que são filiados ao Sindicato A, também são filiados ao Sindicato B e
3
2
dos que são filiados ao Sindicato B, também são filiados ao Sindicato
5
A. Além disso, o número de trabalhadores da empresa que são filiados a
somente um desses dois Sindicatos é igual ao número daqueles que não
são filiados a nenhum dos dois. A razão entre o número de trabalhadores
que são filiados aos dois Sindicatos e o número total de trabalhadores da
empresa é
1
A)
4
1
B)
5
2
C)
5
3
D)
5
3
E)
10
RESOLUÇÃO:
Vamos chamar de NA e NB os números de filiados dos sindicatos A
2
e B, respectivamente. Dos que são filiados ao Sindicato A, também são
3
2
filiados ao Sindicato B e dos que são filiados ao Sindicato B, também
5

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
são filiados ao Sindicato A. Portanto, o número de pessoas que fazem
parte dos dois sindicatos ao mesmo tempo é de 2NA/3, que também é
2NB/5. Isto é,
2NA/3 = 2NB/5
5NA = 3NB

O número de pessoas filiadas apenas em A é de NA – 2NA/3 =


NA/3. E o número de pessoas filiadas apenas em B é de NB – 2NB/5 =
3NB/5.
Foi dito que o número de trabalhadores da empresa que são filiados
a somente um desses dois Sindicatos é igual ao número daqueles que não
são filiados a nenhum dos dois. Ou seja,
Filiados a nenhum = filiados apenas a A + filiados apenas a B
Filiados a nenhum = NA/3 + 3NB/5 = NA/3 + (5NA)/5 = 4NA/3

O total de trabalhadores é, portanto,


Total = filiados a nenhum + filiados a A + filiados apenas a B
Total = 4NA/3 + NA + 3NB/5
Total = 4NA/3 + NA + 5NA/5
Total = 4NA/3 + NA + NA
Total = 10NA/3

A razão entre o número de trabalhadores que são filiados aos dois


Sindicatos (2NA/3) e o número total (10NA/3) de trabalhadores da
empresa é:
Razão = (2NA/3) / (10NA/3)
Razão = 2 /10
Razão = 1/5
Resposta: B

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
1
8. FGV – CODEBA – 2016) O salário de Pedro é maior do que o salário
3
de Paulo. O salário de Paulo é x% menor do que o salário de Pedro. O
valor de x é
(A) 25.
(B) 27,5.
(C) 30.
(D) 33,3.
(E) 50.
RESOLUÇÃO:
Sejam Pe e Pa os salários de Pedro e Paulo, respectivamente. O
salário de Pedro é 1/3 maior que o de Paulo, ou seja,
Pe = Pa + Pa/3
Pe = 4Pa/3
3Pe = 4Pa
Pa = 3Pe/4
Pa = 0,75 Pe

Ou seja, o salário de Paulo é 75% do salário de Pedro, o que nos


indica que o salário de Paulo é 100% - 75% = 25% menor que o salário
de Pedro.
Resposta: A

9. FGV – CODEBA – 2016) Certo dia, por causa do engarrafamento,


João demorou 4 horas para fazer um percurso que, normalmente, leva
um quinto desse tempo. Normalmente, João faz esse percurso em
(A) 45 minutos.
(B) 48 minutos.
(C) 1 hora e 05 minutos.
(D) 1 hora e 12 minutos.
(E) 1 hora e 20 minutos.
RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Veja que 1/5 de 4 horas corresponde a 1/5 x 4 = 4/5 = 0,8 horas.
Passando para minutos, temos 0,8 x 60 minutos = 48 minutos.
Resposta: B

10. FGV – CODEBA – 2016) Júlio tem 5 irmãs e 6 irmãos. Júlia, uma
das irmãs de Júlio, tem x irmãs e y irmãos. O produto x  y é
(A) 36.
(B) 30.
(C) 28.
(D) 25.
(E) 24.
RESOLUÇÃO:
Veja que nesta família temos ao todo 5 filhas mulheres e 7 filhos
homens (Júlio e seus 6 irmãos). Portanto, se Júlia é uma das filhas, ela
possui x = 4 irmãs e y = 7 irmãos, de modo que x.y = 4.7 = 28.
Resposta: C

11. FGV – CODEBA – 2016) As emissões atmosféricas dos navios


poluem o ar com diversos gases, sobretudo o SO2 (dióxido de enxofre), e
os portos importantes monitoram frequentemente a qualidade do ar por
causa do grande número de navios atracados ou esperando vaga no
porto. Estima-se que, no ano 2000, os navios lançaram na atmosfera 6
milhões de toneladas de SO2 . Porém, espera-se que, em 2020, essa
emissão anual seja 20% menor. Se essa hipótese se concretizar, em 2020
a emissão mensal de SO2 pelos navios será de cerca de (A) 100 mil
toneladas.
(B) 250 mil toneladas.
(C) 400 mil toneladas.
(D) 600 mil toneladas.
(E) 750 mil toneladas.
RESOLUÇÃO:
Para reduzir em 20%, basta multiplicar por 1 – 20%. Ou seja, as
emissões de 2020 serão de:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Emissões anuais 2020 = 6 milhões x (1 – 20%)
Emissões anuais 2020 = 6 milhões x 0,80
Emissões anuais 2020 = 4,8 milhões de toneladas

Portanto, a cada mês as emissões serão de 4,8 milhões / 12 = 0,4


milhões = 400 mil toneladas.
Resposta: C

12. FGV – CODEBA – 2016) Em uma empresa, 25% dos funcionários


que vão de bicicleta para o trabalho levam marmita e 75% dos
funcionários que levam marmita vão de bicicleta para o trabalho. Nessa
empresa, 80 funcionários levam marmita. O número de funcionários que
vão de bicicleta para o trabalho é
(A) 120.
(B) 150.
(C) 160.
(D) 180.
(E) 240.
RESOLUÇÃO:
Veja que 75% dos 80 funcionários que levam marmita vão de
bicicleta para o trabalho, ou seja,
Funcionários que levam marmita E vão de bicicleta = 75% x 80
Funcionários que levam marmita E vão de bicicleta = 0,75 x 80
Funcionários que levam marmita E vão de bicicleta = 60

Esses 60 funcionários que levam marmita E vão de bicicleta


correspondem a 25% do total de funcionários que vão de bicicleta.
Portanto,
60 = 25% x Funcionários que vão de bicicleta
60 / 0,25 = Funcionários que vão de bicicleta
Funcionários que vão de bicicleta = 240
Resposta: E

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
13. FGV – CODEBA – 2016) Um menino queria comprar uma mochila
que custava 84 reais e seu pai teve com ele o seguinte diálogo:
— Pai: Você tem a quantia suficiente para comprar a mochila?
— Filho: Não.
— Pai: Quanto falta?
— Filho: Falta menos do que a metade do que eu tenho.
Nessa ocasião o filho tinha
(A) 28 reais ou menos.
(B) exatamente 42 reais.
(C) mais que 42 e menos que 56 reais.
(D) exatamente 56 reais.
(E) mais que 56 reais.
RESOLUÇÃO:
Se o filho tivesse N reais, então faltavam 84 – N reais para comprar
a mochila. O filho disse que o que falta corresponde a menos da metade
do que ele tem, ou seja,
O que falta < metade do que tem
84 – N < N/2
84 < N + N/2
84 < 3N/2
168 < 3N
56 < N

Ou seja, o filho tem mais de 56 reais.


Resposta: E

14. FGV – CODEBA – 2016) Uma sequência de números inteiros


positivos é formada seguindo três regras. A partir de um número inteiro
positivo, aplica-se a regra adequada a ele para se obter o segundo termo
da sequência. Para cada novo termo obtido, aplica-se a regra adequada a
ele para se obter o termo seguinte. As três regras são:
Regra 1: se o inteiro é menor ou igual a 9, multiplique-o por 7;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Regra 2: se o inteiro é maior do que 9 e par, divida-o por 2;
Regra 3: se o inteiro é maior do que 9 e ímpar, subtraia 5 dele.
Na sequência cujo primeiro termo é 16, tem-se que
(A) o quinto termo é 7.
(B) o sexto termo é 14.
(C) o sétimo termo é 49.
(D) o oitavo termo é 22.
(E) o nono termo é 44
RESOLUÇÃO:
Se o primeiro é 16 (maior que 9 e par), aplica-se a regra 2,
dividindo-o por 2 e obtendo o 2º termo, que é 8. Este é menor ou igual a
9, aplicando-se a regra 1, chegando a 8x7 = 56, que é o 3º termo. Agora
aplicamos a regra 2, obtendo o 4º termo, que é 56 / 2 = 28. Novamente
aplicamos a regra 2, obtendo o 5º termo, que é 28/2 = 14. Novamente
aplicamos a regra 2, obtendo o 6º termo, que é 14/2 = 7. Agora
aplicamos a regra 1, obtendo o 7º termo, que é 7x7 = 49. Temos isso na
letra C.
Resposta: C

15. FGV – CODEBA – 2016) A figura a seguir mostra o desenho do


porto de Salvador.

Pelas informações do desenho é correto estimar que o comprimento do


porto (linha tracejada) seja de

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(A) 150 m.
(B) 250 m.
(C) 350 m.
(D) 450m.
(E) mais do que 500 m.
RESOLUÇÃO:
Use algum objeto para marcar o comprimento da linha tracejada.
Feito isto, posicione este objeto em cima da escala presente no canto
esquerdo inferior da figura, e observe as marcações. Você deve encontrar
uma posição entre 300 e 400m, motivo pelo qual devemos marcar a
alternativa C.
Resposta: C

16. FGV – CODEBA – 2016) Em um certo jogo, há três tipos de carta:


ouro, prata e bronze. Cada duas cartas ouro valem cinco cartas prata e
cada três cartas prata valem quatro cartas bronze. Nesse jogo, três cartas
ouro valem
(A) dez cartas bronze.
(B) nove cartas prata.
(C) doze cartas bronze.
(D) oito cartas prata.
(E) dezesseis cartas bronze.
RESOLUÇÃO:
Sendo O, P e B as cartas de ouro, prata e bronze respectivamente,
temos:
2O = 5P
3P = 4B

Multiplicando a primeira equação por 3, e a segunda por 5, ficamos


com outras duas equações que são equivalentes às anteriores:
6O = 15P
15P = 20B

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Veja que fiz isso para “forçar” o aparecimento do termo 15P nas
duas equações. Assim, com base nas equações acima, podemos escrever
que:
6O = 15P = 20B
6O = 20B
3O = 10B

Esta equação nos diz que três cartas de ouro correspondem a 10


cartas de bronze.
Resposta: A

17. FGV – CODEBA – 2016) As letras da sigla CODEBA foram


embaralhadas e a nova sequência dessas mesmas letras possui as
seguintes propriedades:
• nenhuma das 6 letras ocupa a sua posição inicial.
• as vogais aparecem juntas, na mesma ordem que estavam: O, E, A.
• a 5ª letra não é D.
• a letra B aparece antes da letra C.
É correto concluir que, na nova sequência,
(A) a 3ª letra é E.
(B) a 5ª letra é A.
(C) a 1ª letra é B
(D) a 4ª letra é C.
(E) a 6ª letra é D.
RESOLUÇÃO:
Já sabemos que as letras OEA aparecem juntas e nesta ordem.
Portanto, temos:
... OEA ...

A letra B aparece antes da letra C, ou seja, temos algo assim:


... B ... C ...

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
A primeira letra pode ser o O, B ou D. Se for o O, ficamos com:
OEA...

A quarta letra pode ser o B, a quinta o C, e a quarta o D, ficando:


OEABCD

As opções onde há uma letra antes de OEA não podem ser usadas,
pois neste caso a letra O estaria em sua posição original. Ex.: BOEACD.
Opções onde há duas letras antes de OEA também não servem, pois
neste caso a letra E estaria na sua posição original. Ex.: BCOEAD. E com
E com 3 letras antes de OEA, ficamos com casos onde a letra A
estaria na sua posição original. Ex.: BDCOEA.

Portanto, o único caso que nos atende é OEABCD.


Resposta: E

18. FGV – CODEBA – 2016) Quatro máquinas mantêm uma indústria


em operação, sem interrupções, 24 horas por dia, 7 dias na semana. Das
quatro máquinas, há sempre três em operação e uma em manutenção.
Nos últimos 30 dias, a manutenção foi feita de tal maneira que as quatro
máquinas ficaram em operação o mesmo número de horas. Nos últimos
30 dias, o número de horas que cada máquina ficou em operação foi
(A) 180.
(B) 240.
(C) 360.
(D) 480.
(E) 540.
RESOLUÇÃO:
Veja que a cada dia 1 máquina está em manutenção e 3
trabalhando, ou seja, temos 3/4 das máquinas funcionando. Isto indica
que cada máquina funcionou durante 3/4 do período de 30 dias, ou seja,

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
durante ¾ x 30 = 22,5 dias de 24 horas cada, totalizando 22,5 x 24 = 45
x 12 = 540 horas.
Resposta: E

19. FGV – CODEBA – 2016) No dia 1º de janeiro de 2016, na cidade de


Salvador, o nascente do Sol ocorreu às 5 horas e 41 minutos e o poente
às 18 horas e 26 minutos. O período de luminosidade desse dia foi
(A) 12 horas e 25 minutos.
(B) 12 horas e 35 minutos.
(C) 12 horas e 45 minutos.
(D) 13 horas e 15 minutos.
(E) 13 horas e 25 minutos.
RESOLUÇÃO:
Das 5:41h até as 18:41h teríamos 18 – 5 = 13 horas. Devemos
subtrair 15 minutos para retornar a 18:26h, portanto ficamos com um
intervalo de 12 horas e 45 minutos.
Resposta: C

20. FGV – CODEBA – 2016) Para passar o tempo, um candidato do


concurso escreveu a sigla CODEBA por sucessivas vezes, uma após a
outra, formando a sequência:
C O D E B A C O D E B A C O D E B A C O D ...
A 500ª letra que esse candidato escreveu foi
(A) O
(B) D
(C) E
(D) B
(E) A
RESOLUÇÃO:
Veja que cada “ciclo” é composto por 6 letras (CODEBA). Dividindo
500 por 6, temos o resultado 83 e o resto 2. Ou seja, para chegar na
500ª letra, devemos passar por 83 ciclos completos de seis letras cada, e

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
pegar mais 2 letras do próximo ciclo, que são um C e um O. Ou seja, a
500ª letra é um O.
Resposta: A

21. FGV – CODEBA – 2016) João e Maria estão em uma fila e Maria
está à frente de João. Há 8 pessoas à frente de Maria, e 14 pessoas atrás
dela. Há 7 pessoas atrás de João. O número de pessoas que está à frente
de João é
(A) 13.
(B) 14.
(C) 15.
(D) 16.
(E) 17.
RESOLUÇÃO:
Veja que a fila possui 8 pessoas à frente de Maria, 14 atrás dela, e
mais a própria Maria, totalizando 8 + 14 + 1 = 23 pessoas. Se há 7
pessoas atrás de João, à frente dele teremos 23 – 7 – 1 = 15 pessoas
(veja que subtraí mais 1 unidade, afinal João não está à frente dele
mesmo).
Resposta: C

22. FGV – CODEBA – 2016) Durante três dias, o capitão de um navio


atracado em um porto anotou a altura das marés alta (A) e baixa (B),
formando a tabela a seguir.

A maior diferença entre as alturas de duas marés consecutivas foi


(A) 1,0.
(B) 1,1.
(C) 1,2.
(D) 1,3.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(E) 1,4.
RESOLUÇÃO:
Podemos ir calculando as diferenças entre os valores da tabela.
Veja:
0,3 – 1 = -0,7
1,1 – 0,3 = 0,8
0,2 – 1,1 = -0,9
1,3 – 0,2 = 1,1
0,4 – 1,3 = -0,9
1,4 – 0,4 = 1
0,5 – 1,4 = -0,9
1,2 – 0,5 = 0,7
0,4 – 1,2 = -0,8
1,0 – 0,4 = 0,6

Note que a maior diferença é 1,1.


Resposta: B

23. FGV – MPRJ – 2016) Em uma barraca da feira as abóboras são


todas iguais. Sabe-se que uma abóbora pesa 2 kg mais a terça parte de
uma abóbora. O peso de uma abóbora e meia é:
(A) 3,0 kg;
(B) 3,6 kg;
(C) 4,5 kg;
(D) 4,8 kg;
(E) 5,4 kg.
RESOLUÇÃO:
Seja A o peso de uma abóbora, sabemos que “uma abóbora pesa
2kg a mais que a terça parte de uma abóbora”, isto é,
A = 2 + A/3
A – A/3 = 2
2A/3 = 2

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
A = 3kg

Assim, uma abóbora e meia pesa 1,5 x 3kg = 4,5kg.


Resposta: C

24. FGV – MPRJ – 2016) Em um processo que teve origem no exterior


há a seguinte informação:
- O avião apreendido voou por 2 horas e 15 minutos a uma velocidade de
140 milhas por hora.
Considerando que 3 milhas equivalem a 5 quilômetros, a distância
percorrida por esse avião foi de:
(A) 460 km;
(B) 485 km;
(C) 502 km;
(D) 525 km;
(E) 540 km.
RESOLUÇÃO:
Veja que o avião percorre 140 milhas em 60 minutos (uma hora).
Ele voou por 2h e 15 min, ou seja, por 135 minutos. Podemos fazer a
regra de três:
140 milhas —- 60 minutos
D milhas ——– 135 minutos
140×135 = Dx60
D = 315 milhas

Como 3 milhas correspondem a 5 quilômetros, vejamos a quantos


quilômetros correspondem 315 milhas:
3 milhas ——— 5 km
315 milhas —- N km
3 x N = 315 x 5
N = 525 quilômetros
Resposta: D

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
25. FGV – MPRJ – 2016) Lucas e Marcelo trabalham no mesmo
escritório e ganham R$ 4500,00 e R$ 3600,00, respectivamente. Lucas foi
promovido e ganhou aumento de 20% no seu salário. Dias depois,
Marcelo foi também promovido, passou a desempenhar trabalho
equivalente ao de Lucas e também passou a receber um salário igual ao
dele. A porcentagem de aumento do salário de Marcelo foi de:
(A) 40%;
(B) 50%;
(C) 60%;
(D) 64%;
(E) 72%
RESOLUÇÃO:
Com o aumento de 20%, Lucas passou a ganhar:
Lucas = 4500 x (1+20%) = 4500 x 1,20 = 5400 reais

Para Marcelo chegar ao mesmo salário de Lucas, o seu aumento


deve ser de 5400 – 3600 = 1800 reais. Percentualmente, em relação ao
salário inicial de Marcelo, trata-se de um aumento de 1800 / 3600 = 1 / 2
= 0,50 = 50%.
Resposta: B

26. FGV – MPRJ – 2016) Sobre as atividades fora de casa no domingo,


Carlos segue fielmente as seguintes regras:
- Ando ou corro.
- Tenho companhia ou não ando.
- Calço tênis ou não corro.
Domingo passado Carlos saiu de casa de sandálias. É correto concluir
que, nesse dia, Carlos:
(A) correu e andou;
(B) não correu e não andou;
(C) andou e não teve companhia;
(D) teve companhia e andou;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(E) não correu e não teve companhia.
RESOLUÇÃO:
Temos as premissas:
P1: Ando ou corro.
P2: Tenho companhia ou não ando.
P3: Calço tênis ou não corro.
P4: Carlos saiu de casa de sandálias

Como P4 é uma proposição simples, começamos por ela, afirmando


que Carlos saiu de sandálias. Com isso, em P3 é preciso que não
corro seja verdade, pois “calço tênis” é falso. Deste modo, em P1 é
preciso que ando seja verdade, pois “corro” é falso. E assim, em P2,
vemos que tenho companhia é verdade, uma vez que “não ando” é falso.

Com base nas conclusões sublinhadas, é verdade que Carlos ANDOU


e TEVE COMPANHIA naquele dia.
Resposta: D

27. FGV – MPRJ – 2016) Observe a seguinte sequência formada por


quatro letras do alfabeto:
MPRJ
Afirma-se que uma nova sequência tem a mesma estrutura da sequência
dada quando as distâncias relativas entre as letras é a mesma da
sequência original. Considere as sequências:
1) D G I A
2) Q T V O
3) H K N F
Dessas sequências, possuem a mesma estrutura da sequência original:
(A) somente (1);
(B) somente (2);
(C) somente (3);
(D) somente (1) e (2);

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(E) somente (2) e (3).
RESOLUÇÃO:
Observe que a letra M é a 13ª letra do alfabeto, P é a 16ª, R a 18ª,
e J a 10ª. Ou seja, temos a sequência 13, 16, 18, 10. Considerando as
“distâncias relativas” entre as letras, veja que temos 16 – 13 = 3, 18 –
16 = 2, e 10 – 18 = -8, ou seja, temos a estrutura “3, 2, -8” quando
olhamos apenas as distâncias entre letras consecutivas.
Vejamos como ficam as demais sequências do enunciado:
1) D (4) G (7) I (9) A (1) –> calculando as distâncias, temos 3, 2, -8
(assim como MPRJ)
2) Q (17) T (20) V (22) O (15) –> calculando as distâncias, temos 3,
2, -7 (diferente de MPRJ)
3) H (8) K (11) N (14) F (6) –> calculando as distâncias, temos 3, 3, -
8 (diferente de MPRJ)
Resposta: A

28. FGV – MPRJ – 2016) Trabalham em um escritório 11 pessoas,


sendo que, no assunto futebol, 3 são vascaínos, 2 são tricolores, 2 são
botafoguenses e 4 são flamenguistas.
É correto afirmar que:
(A) em qualquer grupo de 7 dessas pessoas há, pelo menos, um
vascaíno;
(B) em qualquer grupo de 6 dessas pessoas há torcedores de, pelo
menos, três times;
(C) em qualquer grupo de 8 dessas pessoas há, pelo menos, um
flamenguista;
(D) em qualquer grupo de 5 dessas pessoas há, pelo menos, um
botafoguense;
(E) em qualquer grupo de 4 dessas pessoas há, pelo menos, duas
pessoas que torcem pelo mesmo time.
RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Temos 3 vascaínos, 2 tricolores, 2 botafoguenses e 4 flamenguistas.
Está implícito que cada pessoa torce para apenas um time, pois a soma
desses números é 11. Vamos analisar as afirmações:
a) em qualquer grupo de 7 dessas pessoas há, pelo menos, um vascaíno
=> ERRADO. É possível montar um grupo de 7 pessoas com 4
flamenguistas, 2 botafoguenses e 1 tricolor, por exemplo.
b) em qualquer grupo de 6 dessas pessoas há torcedores de, pelo menos,
três times => ERRADO. É possível ter um grupo de 6 pessoas com
torcedores de apenas 2 times: 4 flamenguistas e 2 botafoguenses, por
exemplo.
c) em qualquer grupo de 8 dessas pessoas há, pelo menos, um
flamenguista => CORRETO. Mesmo que a gente pegue os 3 vascaínos, 2
tricolores e 2 botafoguenses, chegamos a apenas 7 pessoas. Para chegar
a 8, é necessário incluir um flamenguista (pelo menos).
d) em qualquer grupo de 5 dessas pessoas há, pelo menos, um
botafoguense => ERRADO. Dá pra montar grupo de 5 pessoas sem
nenhum botafoguense.
e) em qualquer grupo de 4 dessas pessoas há, pelo menos, duas pessoas
que torcem pelo mesmo time => ERRADO. Dá para montar um grupo de
4 pessoas sendo que cada uma torce para um dos 4 times, sem repetição.
Resposta: C

29. FGV – MPRJ – 2016) No plano cartesiano foi construída, a partir da


origem, a linha quebrada mostrada na figura abaixo.

Percorrendo, a partir da origem, e sobre a linha quebrada, um


comprimento de 200 unidades, o ponto final desse percurso será:
(A) (84, 0);
(B) (85, 0);

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) (85, 1);
(D) (86, 1);
(E) (86, 2).
RESOLUÇÃO:
Observe que temos um ciclo formado por 7 unidades (1 horizontal,
1 vertical para cima, 1 horizontal, 1 vertical para cima, 1 horizontal, 2
verticais para baixo). Este ciclo se repete indefinidamente. Para chegar a
200 unidades, quantos ciclos devemos percorrer? Basta dividir 200 por 7,
obtendo o resultado 28 e o resto 4. Isto nos mostra que devemos
percorrer 28 ciclos completos e pegar mais 4 unidades do 29º ciclo, isto
é: um segmento horizontal, um segmento vertical, outro horizontal e
outro vertical. Assim, a 200ª unidade será o segundo segmento vertical
do 29º ciclo. Onde ele está localizado no plano cartesiano?

Repare que cada ciclo avança 3 unidades na horizontal (o primeiro


vai de 0 a 3 unidades no eixo horizontal). Portanto, 28 ciclos nos levam
até a posição 28×3 = 84. A partir daí devemos caminhar na horizontal,
chegando à posição 85, depois na vertical (chegando a coordenada 1 do
eixo vertical), depois na horizontal (chegando na coordenada 86 do eixo
horizontal) e depois na vertical novamente (chegando na coordenada 2 do
eixo vertical).
Chegamos, portanto, na coordenada 86 do eixo horizontal e 2 do
vertical, ou melhor, o ponto (86, 2).
Resposta: E

30. FGV – MPRJ – 2016) Prestando depoimento o depoente declarou:


- Estava no escritório às 10 horas da noite e o telefone tocou.
Após algumas investigações verificou-se que essa declaração do depoente
era falsa.
É correto concluir que o depoente:
(A) não estava no escritório ou o telefone não tocou;
(B) não estava no escritório e o telefone não tocou;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) não estava no escritório ou o telefone tocou;
(D) estava no escritório ou o telefone não tocou;
(E) estava no escritório e o telefone não tocou.
RESOLUÇÃO:
Temos a conjunção “p e q” no enunciado, onde:
p = estava no escritório às 10 horas da noite
q = o telefone tocou

Se isto é falso, então a sua negação é verdadeira. A negação é ~p


ou ~q, onde:
~p = NÃO estava no escritório às 10 horas da noite
~q = o telefone NÃO tocou

Deste modo, a negação pode ser escrita assim:


NÃO estava no escritório às 10 horas da noite OU o telefone NÃO tocou
Resposta: A

31. FGV – MPRJ – 2016) Sejam x e y números inteiros positivos tais


que x/16 = 3/y. O número de pares ordenados diferentes (x,y) que
podem ser
formados é:
(A) 16;
(B) 14;
(C) 12;
(D) 10;
(E) 8.
RESOLUÇÃO:
Temos a igualdade:
x/16 = 3/y
x = 3.16/y
x = 48/y

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Para x e y serem inteiros na igualdade acima, y deve ser um divisor
de 48. Listando os divisores de 48 rapidamente:
1, 2, 3, 4, 6, 8, 12, 16, 24, 48

Portanto, y pode ser qualquer um desses 10 valores, de modo que x


será o valor obtido da divisão 48/y. Temos, ao todo, 10 pares ordenados
possíveis.
Resposta: D

32. FGV – MPRJ – 2016) As somas de três números inteiros, dois a


dois, são, respectivamente, 29, 63 e 68. O maior desses três números
inteiros é:
(A) 60;
(B) 51;
(C) 49;
(D) 44;
(E) 37.
RESOLUÇÃO:
Chamando os números de x, y e z, temos:
x+y = 29
x+z = 63
y+z = 68

Na primeira equação vemos que y = 29 – x, e na segunda vemos


que z = 63 – x. Sustituindo na terceira, temos
y+z = 68
(29-x) + (63-x) = 68
92 – 2x = 68
92 – 68 = 2x
24 = 2x
x = 12

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Deste modo,
y = 29 – x = 29 – 12 = 17
z = 63 – x = 63 – 12 = 51

O maior número é 51.


Resposta: B

33. FGV – MPRJ – 2016) Para viajar aos Estados Unidos, Lucas trocou
x euros por dólares americanos, a uma razão de sete dólares para cada
seis euros. Após gastar 1000 dólares nos Estados Unidos, Lucas verificou
que ainda tinha x/2 dólares americanos. O valor de x é:
(A) 2000;
(B) 1800;
(C) 1750;
(D) 1600;
(E) 1500.
RESOLUÇÃO:
Vemos que:
7 dólares ————- 6 euros
D dólares ———— x euros
7x = 6D
D = 7x/6 dólares

Portanto, com os x euros foi possível obter 7x/6 dólares. Gastando


1000 dólares, sobram 7x/6 – 1000 dólares, que correspondem aos x/2
restantes, ou seja:
7x/6 – 1000 = x/2
7x/6 – x/2 = 1000
7x/6 – 3x/6 = 1000
4x/6 = 1000
2x/3 = 1000
x = 1000.3/2

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
x = 1500 euros
Resposta: E

34. FGV – MPRJ – 2016) O carro de Joana faz 15 km por litro de


gasolina e o carro de Laura faz 10 km por litro de gasolina. Joana e Laura
percorreram exatamente a mesma distância em quilômetros com seus
respectivos carros. No total, a razão entre quilômetros percorridos e o
número de litros de gasolina gastos pelas duas foi igual a:
(A) 11,5;
(B) 12,0;
(C) 12,5;
(D) 13,0;
(E) 13,5.
RESOLUÇÃO:
Vamos resolver primeiramente supondo que as duas percorreram
150 quilômetros. No caso de Joana, ela gastou 150 / 15 = 10 litros. No
caso de Laura, ela gastou 150 / 10 = 15 litros. Note que elas percorreram
300km e, ao todo, gastaram 25 litros. Temos a razão 300 / 25 = 12 (letra
B).
Você também pode resolver supondo que ambas percorreram a
distância D. No caso de Joana, temos:
15km ——- 1 litro
D km —— J litros
15J = 1D
J = D/15 litros

No caso de Laura:
10km —— 1 litro
D km —— L litros
10L = 1D
L = D/10 litros

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Somando os consumos, temos:
D/15 + D/10 = 10D/150 + 15D/150 = 25D/150 litros = D / 6 litros

No total, a distância percorrida foi de D+D = 2D, e o gasto de


combustível foi de D/6 litros, de modo que temos a razão 2D / D/6 = 2D
x 6/D = 12.
Resposta: B

35. FGV – MPRJ – 2016) Em um cofre há muitas moedas de R$ 1,00 e


de R$ 0,50. Pedro vai tirando, uma a uma, as moedas desse cofre. Das
cinco primeiras moedas que ele tirou, três eram de R$ 1,00. Depois ele
tirou mais N moedas e, no total das moedas retiradas, mais de 90% eram
de R$ 1,00. O valor mínimo de N é:
(A) 16;
(B) 18;
(C) 20;
(D) 25;
(E) 27.
RESOLUÇÃO:
Nas 5 primeiras moedas temos 3 de 1 real e 2 de 50 centavos.
Vamos supor que as N moedas tiradas a seguir sejam todas de 1 real.
Assim, ficamos com um total de 5+N moedas retiradas, das quais 3+N
são de 1 real. Para que as de 1 real representem mais de 90% do total:
(3+N) / (5+N) > 90%
(3+N) / (5+N) > 0,90
(3+N) > 0,90 x (5+N)
3+N > 4,5 + 0,90N
N – 0,90N > 4,5 – 3
0,10N > 1,5
N > 1,5 / 0,10
N > 15

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Devem ter sido retiradas mais de 15 moedas (pelo menos 16
moedas).
Resposta: A

36. FGV – MPRJ – 2016) Um determinado mês com 31 dias tem a


mesma quantidade de sextas-feiras, de sábados e de domingos. Entre os
sete dias da semana, o número daqueles que podem ser o primeiro dia
desse mês é:
(A) 2;
(B) 3;
(C) 4;
(D) 5;
(E) 6.
RESOLUÇÃO:
Um mês de 31 dias tem 4 semanas completas e mais 3 dias. Assim,
dos sete dias da semana, quatro se repetirão exatamente 4 vezes e
três se repetirão 5 vezes (os três primeiros dias do mês).
Uma possibilidade que temos é o mês começar na sexta. Assim,
teremos 5 sextas, 5 sábados e 5 domingos, além de 4 repetições dos
demais dias.
Outra opção é o mês começar na segunda, de modo que teremos 5
segundas, terças e quartas, e teremos 4 repetições dos demais dias
(incluindo as sextas, sábados e domingos).
Outra opção é o mês começar na terça, de modo que teremos 5
terças, quartas e quintas, e teremos 4 repetições dos demais (incluindo
sexta/sábado/domingo).
Esses são os 3 casos que nos atendem. Se o mês começar na
quarta, teremos 5 quartas, quintas e sextas, e 4 repetições dos demais
dias. Assim, note que não teremos a mesma quantidade de sextas,
sábados e domingos.
Resposta: B

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
37. FGV – MPRJ – 2016) Miguel pagou atrasado a conta de seu cartão
de crédito. Por esse motivo, a operadora do cartão cobrou, entre multa e
juros, um total de 15% sobre o valor original da conta, totalizando R$
920,00. O valor original da conta do cartão de crédito de Miguel era:
(A) R$ 720,00;
(B) R$ 756,00;
(C) R$ 782,00;
(D) R$ 790,00;
(E) R$ 800,00.
RESOLUÇÃO:
Seja C o valor original da conta. Com o acréscimo de 15%,
chegamos a 920. Ou seja,
Valor original x (1 + 15%) = Valor pago
C x (1+15%) = 920
C x (1,15) = 920
C = 920 / 1,15
C = 800 reais
Resposta: E

38. FGV – Analista IBGE – 2016)


– Sem A, não se tem B
– Sem B, não se tem C
Assim, conclui-se que:
a) A é suficiente para B e para C
b) B é necessário para A e para C
c) C é suficiente para A e para B
d) A e B são suficientes para C
e) B é necessário para A e suficiente para C
RESOLUÇÃO:
A frase “sem A não se tem B” nos mostra que é necessário ocorrer
A para que possa ocorrer B. Ou seja, A é uma condição NECESSÁRIA para
B.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
A frase “sem B não se tem C” nos mostra que é necessário ocorrer
B para que possa ocorrer C. Deste modo, B é uma condição NECESSÁRIA
para C.
Em uma condicional p–>q, sabemos que q é condição necessária
para p. Assim, com as informações acima, podemos montar duas
condicionais:
B A (A é necessária para B)
C B (B é necessária para C)

Por outro lado, em uma condicional p q, sabemos que p é condição


suficiente para q. Assim, com as condicionais que montamos acima,
vemos que C é suficiente para B, e B é suficiente para A. Podemos ainda
escrever C B A, ou mesmo C A , o que nos mostra que C também é
suficiente para A.
Assim, C é condição suficiente para B e também para A.
Resposta: C

39. FGV – Analista IBGE – 2016) Em uma caixa há doze dúzias de


laranjas, sobre as quais sabe-se que:
I – há pelo menos duas laranjas estragadas
II – dadas seis quaisquer dessas laranjas, há pelo menos duas não
estragadas
Sobre essas doze dúzias de laranjas é deduz-se que:
a) Pelo menos 96 estão estragadas
b) No mínimo 140 não estão estragadas
c) Exatamente duas estão estragadas
d) No máximo 96 estão estragadas
e) Exatamente 48 não estão estragadas
RESOLUÇÃO:
Com as informações fornecidas, repare que no máximo 4 laranjas
podem estar estragadas. Afinal, se tivermos 5 laranjas estragadas (por
exemplo), podemos correr o risco de pegar todas essas 5 ao formar um

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
grupo de seis quaisquer, e com isso o nosso grupo de seis laranjas terá 5
laranjas estragadas e somente 1 não estragada, o que desrespeita a
afirmação II (em qualquer grupo de 6 laranjas devemos ter pelo menos 2
não estragadas).
Isso nos mostra que temos no máximo 4 laranjas estragadas, o que
também permite concluir que temos no mínimo 140 laranjas não
estragadas (lembre-se que o total é de doze dúzias, ou 12×12 = 144
laranjas).
Resposta: B

40. FGV – IBGE – 2016) Um segmento de reta de comprimento C é


dividido em cinco partes iguais, e a segunda e a quarta partes são
retiradas. A seguir, cada uma das partes restantes é também dividida em
cinco partes iguais, e as segundas e as quartas partes são retiradas. A
soma dos comprimentos das partes restantes é:
9C
(A)
25
8C
(B)
25
6C
(C)
25
4C
(D)
5
3C
(E)
5
RESOLUÇÃO:
Na primeira divisão em 5 partes, cada pedaço fica com tamanho
C/5. Tirando 2 dessas partes, ficamos com apenas 3, ou seja, com 3C/5.
Dividindo cada uma das partes restantes (que medem C/5 cada)
em 5 pedaços, ficamos com C/5/5 = C/25 em cada parte pequena. Ao
todo nós tiraremos 6 pedaços de comprimento C/25 (as segundas e
quartas partes dos 3 segmentos de C/5 que haviam sobrado).
Assim, ficamos com:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Comprimento final = 3C/5 – 6.C/25
Comprimento final = 15C/25 – 6C/25
Comprimento final = 9C/25
Resposta: A

41. FGV – IBGE – 2016) Considere a sequência infinita


IBGEGBIBGEGBIBGEG...
A 2016ª e a 2017ª letras dessa sequência são, respectivamente:
(A) BG;
(B) GE;
(C) EG;
(D) GB;
(E) BI.
RESOLUÇÃO:
Veja que a nossa sequência é formada por ciclos iguais a: IBGEGB.
Estes ciclos têm 6 letras consecutivas. Dividindo 2016 por 6, temos o
resultado 336 e resto zero. Ou seja, para chegar na 2016ª letra devemos
passar por exatamente 336 ciclos de 6 letras como este. A 2016ª letra é a
última letra do 336º ciclo, ou seja, uma letra B. E a 2017ª letra será um
I, que é a primeira do 337º ciclo. Ficamos com BI.
Resposta: E

42. FGV – IBGE – 2016) O pentágono ABCDE tem área de 125 m2.
Esse pentágono foi ampliado a partir do vértice A, como mostra a figura a
seguir, transformando-se no pentágono APQRS cujos lados PQ, QR e RS
são, respectivamente, paralelos aos lados BC, CD e DE do pentágono
original.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Se AB = 10 m e BP = 2 m, a área da região sombreada na figura é, em


m2 :
(A) 55;
(B) 64;
(C) 72;
(D) 75;
(E) 80.
RESOLUÇÃO:
Veja que o lado AB media 10 e foi aumentado para AP, que mede
10+2, ou seja, 12. Tivemos um aumento de 20% no lado AP. Compare o
triângulo ABC com o triângulo APQ. Eles são semelhantes. Como o lado
do segundo é 20% maior que o lado do primeiro, podemos dizer que
tanto a altura como a base do segundo são ambas 20% maior que as do
primeiro.
Sendo H a altura e B a base do triângulo ABC, sua área é (B x H) /
2. No triângulo APQ temos altura 1,2H e base 1,2B, ficando a área (1,2H
x 1,2B) / 2 = 1,44 x B x H/2. Note que a área aumentou em 44%. O
mesmo acontece nos outros triângulos que podemos ver na figura.
Assim, se a área do pentágono original é 125, esta área deve ser
aumentada em 44%. Como 44% de 125 é 44% x 125 = 55, este é o
aumento da área.
Resposta: A

43. FGV – IBGE – 2016) Uma pirâmide regular é construída com um


quadrado de 6 m de lado e quatro triângulos iguais ao da figura abaixo.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

O volume dessa pirâmide em m3 é aproximadamente:


(A) 84;
(B) 90;
(C) 96;
(D) 108;
(E) 144.
RESOLUÇÃO:
Chame de C um ponto no centro do quadrado da base. Chame de P
um ponto em um vértice deste quadrado, e de K a ponta da pirâmide.
Repare que o triângulo KPC é um triângulo retângulo com catetos CK (que
é a altura da pirâmide), CP (que é metade da diagonal do quadrado da
base), e PK, que é o lado do triângulo.
Veja que PK = 10, e CP é 3. √2, pois como o quadrado tem lados
medindo 6 a sua diagonal mede 6. √2, de modo que metade desta
diagonal é 3. √2. Pelo teorema de Pitágoras, podemos encontrar a
medida CK:
CK2 + CP2 = PK2
CK2 + (3. √2)2 = 102
CK2 + 9.2 = 100
CK2 + 18 = 100
CK2 = 82
CK = √82
Assim, a pirâmide tem base cuja área é 62 = 36, e altura igual a
√82, de modo que o seu volume é:
V = Área da base x altura / 3
V = 36 x √82 / 3

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
V = 12 x √82
V = 12 x 9,1
V = 109,2
Resposta: D

44. FGV – IBGE – 2016) Lucas foi a uma feira de jogos levando 45
cartas vermelhas e 45 cartas azuis. Em um quiosque ele pode trocar duas
cartas vermelhas por uma carta dourada e uma carta azul. Em outro
quiosque ele pode trocar três cartas azuis por uma carta dourada e uma
carta vermelha. Lucas fez todas as trocas possíveis para conseguir o
máximo de cartas douradas. O número de cartas douradas que Lucas
conseguiu com as trocas foi:
(A) 59;
(B) 60;
(C) 61;
(D) 62;
(E) 63.
RESOLUÇÃO:
Quiosque 1:
2V = D + A
Quiosque 2:
3A = D + V
Temos 45 cartas vermelhas e 45 azuis. Como 2 cartas vermelhas
que dão 1 dourada e 1 azul, com 44 cartas vermelhas consigo 22
douradas e 22 azuis. Veja que assim sobra 1 carta vermelha, mas ficamos
com 22 douradas e 22 azuis. Unindo essas 22 azuis com as 45 azuis que
já tínhamos, ficamos com 67 azuis. Como 3 azuis nos dão uma dourada e
uma vermelha, com 66 azuis conseguimos 22 douradas e 22 vermelhas.
Ficamos, portanto, com 22 douradas e 1 vermelha da primeira
troca, e mais 22 douradas, 22 vermelhas e 1 carta azul da segunda.
Somando tudo, temos 44 douradas, 23 vermelhas e 1 azul.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Das 23 vermelhas, podemos levar 22 no primeiro quiosque e trocar
por 11 douradas e 11 azuis, ficando com: 1 vermelha, 55 douradas e 12
azuis.
As 12 azuis podem ser trocadas no segundo quiosque por 4
douradas e 4 vermelhas, ficando: 5 vermelhas, 59 douradas.
4 das 5 vermelhas podem ser levadas no primeiro quiosque e
trocadas por 2 douradas e 2 azuis, ficando: 61 douradas, 1 vermelha, 2
azuis.
Note que essas 2 azuis não podem mais ser trocadas no quiosque 2.
Ficamos, portanto, com 61 moedas douradas.
Resposta: C

45. FGV – IBGE – 2016) Uma loja de produtos populares anunciou,


para a semana seguinte, uma promoção com desconto de 30% em todos
os seus itens. Entretanto, no domingo anterior, o dono da loja aumentou
em 20% os preços de todos os itens da loja. Na semana seguinte, a loja
estará oferecendo um desconto real de:
(A) 10%;
(B) 12%;
(C) 15%;
(D) 16%;
(E) 18%.
RESOLUÇÃO:
Seja 100 o preço inicial do produto. Ele foi aumentado em 20%,
chegando a 100 x (1+20%) = 100 × 1,20 = 120 reais. Este preço sofreu
desconto de 30%, chegando a 120 x (1 - 30%) = 120 × 0,70 = 84 reais.
Veja que o preço inicial era 100 e caiu para 84, ou seja, houve uma
queda de 16 reais. Percentualmente, esta queda foi de 16 / 100 = 16%.
Resposta: D

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
46. FGV – IBGE – 2016) As meninas Alice, Beatriz e Celia brincam na
balança. Alice e Beatriz juntas pesam 100 kg, Alice e Celia juntas pesam
96 kg e Beatriz e Celia juntas pesam 108 kg. Beatriz pesa:
(A) 48 kg;
(B) 50 kg;
(C) 52 kg;
(D) 54 kg;
(E) 56 kg.
RESOLUÇÃO:
Sendo A, B e C os pesos de cada menina, temos:
A + B = 100
A + C = 96
B + C = 108
Na primeira equação, podemos escrever que A = 100 – B.
Substituindo na segunda, ficamos com:
(100 – B) + C = 96
100 – 96 = B – C
4=B–C
C=B–4
Substituindo na terceira, temos:
B + C = 108
B + (B – 4) = 108
2B = 112
B = 56
Resposta: E

47. FGV – IBGE – 2016) A distância da Terra ao Sol é de 150 milhões


de quilômetros e esse valor é chamado de “1 unidade astronômica”
(1UA). A estrela Sírius, a mais brilhante do céu, está a 81 trilhões de
quilômetros do Sol. A distância de Sírius ao Sol em UA é:
(A) 5.400;
(B) 54.000;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) 540.000;
(D) 5.400.000;
(E) 54.000.000.
RESOLUÇÃO:
Escrevendo 81 trilhões, temos 81.000.000.000.000 de quilômetros.
Veja que 150 milhões de quilômetros são 150.000.000. Assim, o número
de UA que representa a distância do Sol à estrela Sirius é:
N = 81.000.000.000.000 / 150.000.000
N = 81.000.000 / 150
N = 8.100.000 / 15
N = 2.700.000 / 5
N = 540.000 quilômetros
Resposta: C

48. FGV – IBGE – 2016) Sobre os números inteiros w, x, y e z, sabe-se


que w > x > 2y > 3z Se z  2, o valor mínimo de w é:
(A) 6;
(B) 7;
(C) 8;
(D) 9;
(E) 10.
RESOLUÇÃO:
Temos que w > x > 2y > 3z. Se z = 2, sabemos que:
2y > 3z
2y > 3.2
2y > 6
y>3

Como y é maior que 3, ele deve ser no mínimo igual a 4, pois são
números inteiros. Se tivermos y = 4, vemos que:
x > 2y
x > 2.4

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
x>8

Como x é inteiro, deve ser no mínimo 9. Assim, assumindo x = 9,


temos:
w>x
w>9

Portanto, w deve ser no mínimo igual a 10.


Resposta: E

49. FGV – IBGE – 2016) Duas grandezas positivas X e Y são tais que,
quando a primeira diminui de 1 unidade, a segunda aumenta de 2
unidades. Os valores iniciais dessas grandezas são X = 50 e Y = 36. O
valor máximo do produto P = X.Y é:
(A) 2312;
(B) 2264;
(C) 2216;
(D) 2180;
(E) 2124.
RESOLUÇÃO:
Os valores iniciais são X = 50 e Y = 36. Quando X diminui uma
unidade, Y aumenta 2 unidades.
Portanto, se diminuirmos a grandeza X em n unidades, Y será
aumentado em 2n unidades, passando para:
X = 50 – n
Y = 36 + 2n

O produto XY fica:
P = X.Y
P = (50 – n) . (36 + 2n)
P = 50 × 36 + 100n – 36n – 2n2
P = 1800 + 64n – 2n2

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Veja que P é uma função de segundo grau, cujo máximo é:


Máximo = – delta / 4a
Máximo = – (642 – 4.(-2).1800) / 4.(-2)
Máximo = (642 – 4.(-2).1800) / 8
Máximo = (4096 + 14400) / 8
Máximo = 2312
Resposta: A

50. FGV – IBGE – 2016) Uma senha de 4 símbolos deve ser feita de
forma a conter dois elementos distintos do conjunto {A, B, C, D, E} e dois
elementos distintos do conjunto {0, 1, 2, 3, 4, 5}, em qualquer ordem.
Por exemplo, a senha 2EC4 é uma das senhas possíveis. Nesse sistema, o
número de senhas possíveis é:
(A) 2400;
(B) 3600;
(C) 4000;
(D) 4800;
(E) 6400.
RESOLUÇÃO:
Para escolher 2 dos 5 elementos do primeiro conjunto, o número
de formas é C(5,2)= 5×4/2 = 10. Para escolher 2 dos 6 elementos do
segundo, temos C(6,2) = 6×5/2 = 15.
Escolhidos os 4 elementos, devemos permuta-los, obtendo 4! = 24
permutações possíveis.
Deste modo, o total de senhas possíveis é de 24 x 10 x 15 = 3600.
Resposta: B

51. FGV – MRE – 2016) João olhou as dez bolas que havia em um saco
e afirmou: “Todas as bolas desse saco são pretas”. Sabe-se que a
afirmativa de João é falsa. É correto concluir que:
(A) nenhuma bola desse saco é preta;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(B) pelo menos nove bolas desse saco são pretas;
(C) pelo menos uma bola desse saco é preta;
(D) pelo menos uma bola desse saco não é preta;
(E) nenhuma bola desse saco é branca.
RESOLUÇÃO:
Para ser mentira que todas as bolas são pretas, basta encontrar
uma bola que NÃO seja preta. Assim, podemos concluir que:
“alguma bola não é preta”
ou
“existe bola que não é preta”
ou
“pelo menos uma bola não é preta”
Temos esta última opção na alternativa D.
Resposta: D

52. FGV – MRE – 2016) Em um supermercado uma embalagem com


certa quantidade de frios fatiados estava com a etiqueta abaixo sem a
informação R$/kg.

O preço aproximado de 1,0kg desse produto é:


(A) R$20,50;
(B) R$21,10;
(C) R$21,80;
(D) R$22,30;
(E) R$22,90.
RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Podemos montar a seguinte regra de três:
0,160 kg ------------- 3,66 reais
1,0 kg --------------- N reais

0,160 x N = 1,0 x 3,66


N = 3,66 / 0,16
N = 366 / 16
N = 183 / 8
N = 91,5 / 4
N = 22,875 reais por quilograma
Resposta: E

53. FGV – MRE – 2016) Considere a sentença: “Corro e não fico


cansado”. Uma sentença logicamente equivalente à negação da sentença
dada é:
(A) Se corro então fico cansado.
(B) Se não corro então não fico cansado.
(C) Não corro e fico cansado.
(D) Corro e fico cansado.
(E) Não corro ou não fico cansado.
RESOLUÇÃO:
No enunciado temos uma conjunção “p e ~q” onde p = corro e ~q
= não fico cansado. Sabemos que “p e ~q” é a negação da condicional
pq. Portanto, uma forma de escrever a negação de “p e ~q” é
justamente escrever a condicional pq, onde:
q = fico cansado

Assim, pq seria:


Se corro, então fico cansado
Resposta: A

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
54. FGV – MRE – 2016) Em certo ano, o dia 31 de dezembro caiu em
um domingo e, em um reino distante, o rei fez o seguinte
pronunciamento: “Como as segundas-feiras são dias horríveis, elas estão
abolidas a partir de hoje. Assim, em nosso reino, cada semana terá
apenas 6 dias, de terça-feira a domingo. Portanto, como hoje é domingo,
amanhã, o primeiro dia do ano novo, será terça-feira.” O ano novo não foi
bissexto. Então, nesse reino distante, o dia de Natal (25 de dezembro)
desse ano caiu em:
(A) uma terça-feira;
(B) uma quarta-feira;
(C) uma quinta-feira;
(D) uma sexta-feira;
(E) um sábado.
RESOLUÇÃO:
Veja que agora temos semanas de 6 dias, sendo que o primeiro dia
do ano (1º de janeiro) é uma terça-feira.
O ano tem 365 dias, pois não é bissexto. Substituindo os dias
posteriores ao natal (26, 27, 28, 29, 30 e 31 de dezembro), ficamos com
365 – 6 = 359 dias.
Dividindo esses 359 dias por 6, obtemos o resultado 59 e o resto 5.
Isto significa que, de 1º de janeiro a 25 de dezembro, teremos 59
semanas completas de seis dias cada (começando sempre em uma terça,
assim como 1º de janeiro, e terminando no domingo seguinte), e mais 5
dias: terça, quarta, quinta, sexta, SÁBADO.
Portanto, o dia 25 de dezembro é um sábado.
Resposta: E

55. FGV – MRE – 2016) Lucas é artesão, fabrica vassouras e, certo


dia, levou 40 vassouras para vender na feira. Ele começou vendendo cada
vassoura por 12 reais e, perto do final, baixou o preço para a metade,
terminando o dia com todo o seu estoque vendido, arrecadando 336
reais. O número de vassouras que Lucas vendeu pelo preço mais alto foi:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(A) 12;
(B) 14;
(C) 15;
(D) 16;
(E) 18.
RESOLUÇÃO:
Seja N o número de vassouras vendidas por 12 reais. Como o total
é de 40 vassouras, então aquelas vendidas pela metade do preço (6
reais) são as 40 – N vassouras restantes. O total arrecadado (336
reais) é dado pelas multiplicações dos preços pelas respectivas
quantidades vendidas, ou seja:
336 = 12xN + 6x(40 – N)
336 = 12N + 240 – 6N
336 – 240 = 6N
96 = 6N
N = 96 / 6 = 48 / 3 = 16

Portanto, Lucas vendeu 16 vassouras pelo preço mais alto (12


reais).
Resposta: D

56. FGV – MRE – 2016) Considere três caixas A, B e C. Na caixa A há


dez bolas brancas, na caixa B há doze bolas pretas e na caixa C há oito
bolas azuis. Inicialmente, retiram-se seis bolas da caixa A, que são
colocadas na caixa B. A seguir, retiram-se aleatoriamente oito bolas da
caixa B, que são colocadas na caixa C. Por último, retiram-se
aleatoriamente seis bolas da caixa C, que são colocadas na caixa A. Ao
final desse processo, é correto concluir que:
(A) na caixa A há, no mínimo, quatro bolas azuis;
(B) na caixa A há, no máximo, oito bolas brancas;
(C) na caixa B há, no máximo, dez bolas pretas;
(D) na caixa B há, no mínimo, quatro bolas brancas;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(E) na caixa C há, no máximo, quatro bolas azuis.
RESOLUÇÃO:
Vamos reconstituir os passos do enunciado, analisando as
possibilidades existentes. Inicialmente temos na caixa A dez bolas
brancas, na caixa B doze bolas pretas e na caixa C oito bolas azuis.
Retirando seis bolas da caixa A e colocando em B, ficamos com:
A = 4 brancas
B = 12 pretas + 6 brancas
C = 8 azuis

A seguir, retiram-se aleatoriamente oito bolas da caixa B, que são


colocadas na caixa C. Veja que essas 8 bolas podem ser 2 pretas e 6
brancas, 3 pretas e 5 brancas, 4 pretas e 4 brancas, etc, ou até mesmo 8
pretas.
Por último, retiram-se aleatoriamente seis bolas da caixa C, que são
colocadas na caixa A. Note que as cores das bolas que vão de C para A
dependem do passo anterior (passagem de B para C).

Vejamos as alternativas de resposta:

(A) na caixa A há, no mínimo, quatro bolas azuis;  ERRADO. É possível


que as bolas que as 6 passaram de C para A na etapa final tenham vindo
de B, não sendo nenhuma delas azul.

(B) na caixa A há, no máximo, oito bolas brancas;  ERRADO. Veja que A
pode receber de volta até mesmo as 6 bolas brancas que haviam saído
dela inicialmente, podendo retornar a 10 bolas brancas. Basta que as 6
brancas que foram de A para B passem de B para C e depois de C para A.

(C) na caixa B há, no máximo, dez bolas pretas;  CORRETO. Precisamos


tirar 8 bolas de B para C. Como só vieram 6 bolas brancas de A para B,
entre as 8 bolas que vão de B para C deve ter pelo menos 2 pretas, o que
reduziria a quantidade de bolas pretas em B de 12 para 10. Este é o
máximo de bolas pretas que podemos ter em B após a transferência.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(D) na caixa B há, no mínimo, quatro bolas brancas;  ERRADO, é
possível que todas as 6 brancas que vieram de A para B permaneçam em
B.

(E) na caixa C há, no máximo, quatro bolas azuis.  ERRADO, é possível


que todas as bolas azuis de C permaneçam lá, e que as 6 bolas
transferidas de C para A sejam parte daquelas vindas de B para C.
Resposta: C

57. FGV – MRE – 2016) Em uma reunião, as únicas pessoas presentes


são políticos de três partidos: PA, PB e PC. Para cada três políticos do
partido PA há dois políticos do partido PB e, para cada cinco políticos do
partido PB, há quatro políticos do partido PC. Nessa reunião, a razão entre
o número de políticos do partido PB e o número total de políticos é:
(A) 10/33
(B) 11/34
(C) 12/35
(D) 13/36
(E) 14/37
RESOLUÇÃO:
Para cada três políticos do partido PA há dois políticos do partido
PB:
PA ---------------- 3
PB ---------------- 2
2PA = 3PB
PA = 3PB/2

Para cada cinco políticos do partido PB, há quatro políticos do


partido PC:
PB ------------- 5
PC ------------- 4
4PB = 5PC

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
PC = 4PB/5

O total de políticos é:
Total = PA + PB + PC
Total = 3PB/2 + PB + 4PB/5
Total = 15PB/10 + 10PB/10 + 8PB/10
Total = 33PB/10

Nessa reunião, a razão entre o número de políticos do partido PB e


o número total de políticos é:
Razão = PB / Total
Razão = PB / (33PB/10)
Razão = 1 / (33/10)
Razão = 10/33
Resposta: A

58. FGV – DPE/RO – 2015) João recebeu seu salário, gastou dele 40%
nas despesas habituais e, do restante, 30% foram colocados na caderneta
de poupança. A quantia que restou representa, do salário total, a
porcentagem de:
(A) 18%;
(B) 30%;
(C) 36%;
(D) 40%;
(E) 42%.
RESOLUÇÃO:
Suponha que o salário de João é de 100 reais. Ele gastou 40%, isto
é, 40 reais, com as despesas, sobrando 60 reais. Deste restante, ele
colocou 30% na poupança. Assim, ele poupou:
30% x 60 =
0,30 x 60 =
18 reais

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Deste modo, a quantia que restou foi de 60 – 18 = 42 reais. Em
relação ao salário total, essa quantia corresponde a:
P = 42 / 100 = 0,42 = 42%
Resposta: E

59. FGV – DPE/RO – 2015) Em uma cozinha há dois potes vazios


diferentes A e B, sendo que o primeiro pesa 400g e o segundo pesa 540g.
A cozinheira Elisa distribuiu 1kg de farinha, uma parte em cada pote, de
forma que os potes com farinha ficaram com o mesmo peso. A
quantidade de farinha que o pote A contém é de:
(A) 140g;
(B) 370g;
(C) 430g;
(D) 570g;
(E) 620g.
RESOLUÇÃO:
Veja que 1kg corresponde a 1000g de farinha. Se colocarmos “A”
gramas no pote A, a quantia colocada no pote B será o restante, ou seja,
1000 – A gramas. Com isso, os dois potes devem ficar com o mesmo
peso:
pote A + farinha do pote A = pote B + farinha do pote B
400g + A = 540g + (1000g – A)
400g + A = 540g + 1000g – A
A + A = 540g + 1000g – 400g
2A = 1140g
A = 570g
Resposta: D

60. FGV – DPE/RO – 2015) Quatro amigos foram de Porto Velho para
Ariquemes no carro de um deles e combinaram dividir igualmente a
despesa com a gasolina. Saíram com o tanque cheio e, no destino,
encheram o tanque de novo para verificar a quantidade de gasolina que

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
foi gasta. Feita a divisão da despesa, um dos amigos percebeu que tinha
esquecido a carteira e só pôde contribuir com os R$ 5,00 que tinha no
bolso. Com isso, cada um dos outros três teve que dar mais R$ 3,50 para
completar o total da despesa. A despesa total com a gasolina foi de:
(A) R$ 62,00;
(B) R$ 64,00;
(C) R$ 66,00;
(D) R$ 68,00;
(E) R$ 70,00.
RESOLUÇÃO:
Vamos chamar de Q a quantia que cada um dos quatro amigos
deveria pagar pelo combustível. Assim, o total que deveria ser pago é de
4xQ. Como um amigo pagou apenas 5 reais, os demais tiveram que pagar
Q + 3,50 reais. Ao todo, o pagamento foi:
5 + 3 x (Q + 3,50) =
5 + 3Q + 3×3,50 =
15,50 + 3Q

Esse pagamento deve ser igual ao valor devido inicialmente (4Q),


ou seja:
15,50 + 3Q = 4Q
15,50 = 4Q – 3Q
15,50 = Q

Assim, originalmente cada amigo deveria ter pago 15,50 reais. O


total a ser pago era de 4×15,50 = 62 reais.
Resposta: A

61. FGV – DPE/RO – 2015) Considere a afirmação: “Nenhum pintor é


cego”.
A negação dessa afirmação é:
(A) Há pelo menos um pintor cego.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(B) Alguns cegos não são pintores.
(C) Todos os pintores são cegos.
(D) Todos os cegos são pintores.
(E) Todos os pintores não são cegos.
RESOLUÇÃO:
Para provar que essa afirmação é falsa, basta encontrarmos um
pintor que seja cego. Por isso, a negação dessa afirmação pode ser
escrita assim:
“Algum pintor é cego”
“Existe pintor que é cego”
“Pelo menos um pintor é cego”

Temos uma variação disso na alternativa A.


Resposta: A

62. FGV – DPE/RO – 2015) Ana, Bia, Clara e Dulce possuem alturas
diferentes e fizeram uma fila em ordem crescente das alturas. Sabe-se
que:
• Dulce é mais baixa que Clara, que não é a mais alta.
• Ana é mais baixa que Bia, mas não é a mais baixa.
• Ana não está entre Bia e Clara.
É correto afirmar que:
(A) Ana é mais baixa que Dulce;
(B) Clara é mais alta que Bia;
(C) Dulce é mais alta que Clara;
(D) Bia é mais baixa que Ana;
(E) Ana é mais baixa que Clara.
RESOLUÇÃO:
Vamos colocar as mulheres, da esquerda para a direita, em ordem
crescente de altura.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
A primeira informação é: ” Dulce é mais baixa que Clara”. Assim,
podemos escrever:
… Dulce … Clara …

As reticências servem para indicar que, naqueles espaços, pode


haver outras pessoas.

Continuando, vemos que “Ana é mais baixa que Bia”. Ou seja:


… Ana … Bia …

Temos ainda: “Ana não está entre Bia e Clara”.


Sabemos que Clara não é a mais alta. Assim, é preciso que pelo
menos Bia seja mais alta que ela. Podemos escrever:
… Dulce … Clara … Bia …
Como Ana não é mais alta que Bia, ela não pode ocupar a posição
da direita no esquema acima. E como Ana não está entre Bia e Clara, ela
só tem duas possibilidades: estar logo antes ou logo depois de Dulce.
Entretanto, sabemos que Ana não é a mais baixa, de modo que Dulce
deve ser a mais baixa. Ficamos com a ordem:
Dulce – Ana – Clara – Bia
Resposta: E

63. FGV – DPE/RO – 2015) O avô de João fará 90 anos e no dia do


aniversário, como presente, João dará ao seu avô exatamente 90
bombons. Os bombons preferidos do avô de João são vendidos em caixas
com 6 bombons e em caixas com 8 bombons. O menor número possível
de caixas de bombons que João poderá comprar é:
(A) 10;
(B) 11;
(C) 12;
(D) 13;
(E) 14.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
RESOLUÇÃO:
Para dar o menor número possível de caixas, devemos usar o
máximo de caixas de 8 bombons que pudermos. Dividindo 90 por 8,
temos o resultado 11 e o resto 2. Assim, caso usemos 11 caixas de 8
bombons, restarão 2 (que não é múltiplo de 6, portanto não forma caixas
de 6 bombons). Se usarmos 10 caixas de 8 bombons, temos 10×8 = 80,
sobrando 10 bombons (que também não é múltiplo de 6). Se usarmos 9
caixas de 8 bombons, temos 9×8 = 72, sobrando 18 bombons, que
podem ser acomodados em 3 caixas de 6 cada.
Assim, o menor número de caixas é 9 + 3 = 12.
Resposta: C

64. FGV – TJ/PI – 2015) Francisco vendeu seu carro e, do valor


recebido, usou a quarta parte para pagar dívidas, ficando então com R$
21.600,00. Francisco vendeu seu carro por:
(A) R$ 27.600,00;
(B) R$ 28.400,00;
(C) R$ 28.800,00;
(D) R$ 29.200,00;
(E) R$ 29.400,00.
RESOLUÇÃO:
Sendo V o preço de venda do carro, sabemos que ¼ foi usado para
pagar dívidas, sobrando ¾ de V, ou seja:
3V/4 = 21.600
V = 21.600 x 4 / 3
V = 7.200 x 4
V = 28.800 reais
Resposta: C

65. FGV – TJ/PI – 2015) Em um prédio há três caixas d’água


chamadas de A, B e C e, em certo momento, as quantidades de água, em
litros, que cada uma contém aparecem na figura a seguir.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Abrindo as torneiras marcadas com x no desenho, as caixas foram


interligadas e os níveis da água se igualaram. Considere as seguintes
possibilidades:
1. A caixa A perdeu 300 litros.
2. A caixa B ganhou 350 litros.
3. A caixa C ganhou 50 litros.
É verdadeiro o que se afirma em:
(A) somente 1;
(B) somente 2;
(C) somente 1 e 3;
(D) somente 2 e 3;
(E) 1, 2 e 3.
RESOLUÇÃO:
Veja que ao todo tínhamos 700 + 150 + 350 = 1200 litros nas três
caixas. Assim, ao igualar, cada uma fica com 1200 / 3 = 400 litros.
Para isto, repare que a caixa A deve perder 300 litros (700 – 300 =
400), a caixa B deve ganhar 250 (250 + 150 = 400) e a caixa C deve
ganhar 50 (50 + 350 = 400).
Podemos marcar a alternativa C.
Resposta: C

66. FGV – TJ/PI – 2015) Um grupo de 6 estagiários foi designado para


rever 50 processos e cada processo deveria ser revisto por apenas um
dos estagiários. No final do trabalho, todos os estagiários trabalharam e
todos os processos foram revistos. É correto afirmar que:
(A) um dos estagiários reviu 10 processos;
(B) todos os estagiários reviram, cada um, pelo menos 5 processos;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) um dos estagiários só reviu 2 processos;
(D) quatro estagiários reviram 7 processos e dois estagiários reviram 6
processos;
(E) pelo menos um dos estagiários reviu 9 processos ou mais.
RESOLUÇÃO:
Note que a divisão de 50 processos por 6 estagiários nos dá o
resultado 8 e o resto 2. Ou seja, se dividirmos igualmente os processos
entre os estagiários, cada um vai trabalhar 8 processos, e ainda sobram 2
processos que precisam ser distribuídos. Assim, obrigatoriamente algum
deles receberá 9 ou mais processos. Repare que neste caso fizemos a
divisão mais igualitária possível. Se a divisão for menos igualitária, isto é,
algum estagiário fizer MENOS que 8 processos, isso só reforça o fato de
que algum outro terá que fazer 9 ou mais processos. Podemos amrcar a
alternativa E.
Analisando mais detalhadamente as opções:
(A) um dos estagiários reviu 10 processos;  ERRADO, pois podemos ter
4 pessoas com 8 processos e 2 com 9 processos.

(B) todos os estagiários reviram, cada um, pelo menos 5 processos; 


ERRADO pois podemos ter algum estagiário que reviu apenas 1 processo,
por exemplo, e os demais processos serem distribuídos para os demais.

(C) um dos estagiários só reviu 2 processos;  ERRADO pois é possível


que todos os estagiários revejam quantidades diferentes de 2 processos
(por exemplo, 4 reverem 8 processos e 2 reverem 9, como vimos antes).

(D) quatro estagiários reviram 7 processos e dois estagiários reviram 6


processos;  ERRADO, desta forma não totalizamos 50, pois 4x7 + 2x6 =
40.
Resposta: E

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
67. FGV – TJ/PI – 2015) A figura abaixo mostra uma pista circular de
ciclismo dividida em 5 partes iguais pelos pontos A, B, C, D e E.

Os ciclistas Marcio e Paulo partem simultaneamente do ponto A,


percorrendo a pista em sentidos opostos. Marcio anda no sentido horário
com velocidade de 10km/h, Paulo no sentido anti-horário com velocidade
de 15km/h, e eles se cruzam várias vezes. Marcio e Paulo se cruzam pela
terceira vez no ponto:
(A) A;
(B) B;
(C) C;
(D) D;
(E) E.
RESOLUÇÃO:
Veja que a velocidade de Paulo é 50% maior que a de Márcio, ou
seja, ele anda uma distância 50% maior que a de Márcio no mesmo
intervalo de tempo.
Notando que eles partem do ponto A, Márcio anda no sentido
horário e Paulo no anti-horário, vamos reproduzir a movimentação de
Márcio e ver qual a movimentação correspondente de Paulo (que deve ser
sempre 50% a mais).
Portanto, quando Márcio chegar no ponto E, Paulo já estará no meio
entre os pontos B e C. Quando Márcio chegar em D, Paulo chegará em D
também (primeiro encontro deles). Continuando, quando Márcio chegar
em C, Paulo chegará na metade entre E e A. Quando Márcio chegar em B,
Paulo chegará em B também (segundo encontro). Quando Márcio chegar
em A, Paulo chegará na metade entre C e D. Quando Márcio chegar em E,
Paulo chegará em E também, caracterizando o terceiro encontro.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Resposta: E

68. FGV – TJ/PI – 2015) A figura abaixo mostra a planta de um salão.


Os ângulos A, B, C, D e E são retos e as medidas assinaladas estão em
metros.

A área desse salão em m2 é:


(A) 81;
(B) 86;
(C) 90;
(D) 94;
(E) 96.
RESOLUÇÃO:
Veja que dividi a figura em 2 retângulos e um trapézio. Os
retângulos medem 4x6 e 4x8, e o trapézio tem base maior 8, base menor
2 e altura 5.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Assim, somando as áreas temos:
Área total = 4x6 + 4x8 + (8+2)x5/2
Área total = 24 + 32 + 25
Área total = 81
Resposta: A

69. FGV – TJ/PI – 2015) Cada um dos 160 funcionários da prefeitura


de certo município possui nível de escolaridade: fundamental, médio ou
superior. O quadro a seguir fornece algumas informações sobre a
quantidade de funcionários em cada nível:

Sabe-se também que, desses funcionários, exatamente 64 têm nível


médio. Desses funcionários, o número de homens com nível superior é:
(A) 30;
(B) 32;
(C) 34;
(D) 36;
(E) 38.
RESOLUÇÃO:
Como 64 tem nível médio, e já sabemos que 30 homens tem nível
médio, então as mulheres com esta formação são 64 – 30 = 34 mulheres.
Faltam agora os homens com nível superior. Basta lembrar que a
soma total é de 160 funcionários. Chamando os homens com nível
superior de H, temos:
15 + 13 + 30 + 34 + H + 36 = 160
H = 160 – 128
H = 32
Resposta: B

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
70. FGV – TJ/PI – 2015) A partir do ano de 1852, quando a cidade de
Teresina foi fundada, certa igreja resolveu promover, de 7 em 7 anos,
uma festa em homenagem a Nossa Senhora do Amparo, a padroeira da
cidade. Essa festa ocorre, então em 1859, 1866, e assim por diante,
estabelecendo uma tradição.
Mantendo-se a tradição, a próxima festa será realizada em:
(A) 2017;
(B) 2018;
(C) 2019;
(D) 2020;
(E) 2021.
RESOLUÇÃO:
Dividindo 1852 por 7 obtemos o resultado 264 e o resto 4. Se você
dividir 1859, 1866 etc por 7 obterá este mesmo resto, afinal estamos
somando de 7 em 7 anos.
Portanto, podemos notar que as festas acontecem em anos cuja
divisão por 7 deixa resto igual a 4. Dividindo 2017 por 7, temos resultado
288 e resto 1. Para termos resto igual a 4, precisamos somar mais 3
anos, chegando a 2020, que é nossa resposta.
Somente para confirmar, divida 2020 por 7 e você verá que o resto
obtido será igual a 4 mesmo.
Resposta: D

71. FGV – TJ/PI – 2015) Francisca tem um saco com moedas de 1


real. Ela percebeu que, fazendo grupos de 4 moedas, sobrava uma
moeda, e, fazendo grupos de 3 moedas, ela conseguia 4 grupos a mais e
sobravam 2 moedas.
O número de moedas no saco de Francisca é:
(A) 49;
(B) 53;
(C) 57;
(D) 61;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(E) 65.
RESOLUÇÃO:
No caso de 4 moedas, formamos “Q” grupos e sobra 1 moeda, de
modo que:
Total de moedas = 4xQ + 1
No caso de 3 moedas, formamos 4 grupos a mais, ou seja, Q+4
grupos, e sobram 2 moedas, portanto:
Total de moedas = 3x(Q+4) + 2

Como o total de moedas é o mesmo em ambos os casos:


4Q + 1 = 3(Q+4) + 2
4Q + 1 = 3Q + 12 + 2
4Q – 3Q = 14 – 1
Q = 13

O total de moedas é:
Total de moedas = 4Q + 1 = 4x13 + 1 = 53
Resposta: B

72. FGV – TJ/PI – 2015) Uma loja em liquidação oferece todos os seus
produtos com um desconto de 30%. Nessa loja, um produto que custava
inicialmente R$ 240,00 está sendo vendido por:
(A) R$ 72,00;
(B) R$ 144,00;
(C) R$ 168,00;
(D) R$ 172,00;
(E) R$ 210,00.
RESOLUÇÃO:
Reduzir um valor em 30% consiste simplesmente em multiplicar
este valor por 1 – 30%. Ou seja,
Preço final = 240 x (1 – 30%) = 240 x (1 – 0,30)
Preço final = 240 x 0,70 = 24 x 7 = 168 reais
Resposta: C

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
73. FGV – TJ/PI – 2015) Odete tem algumas manias, entre as quais,
sapatos e uma preferência por números ímpares. Assim, ela resolveu
etiquetar sua coleção de pares de sapatos usando a sequência dos
números naturais ímpares. O primeiro par de sapatos foi etiquetado com
o número 1 e o último par de sapatos que ela comprou recebeu o número
47. A quantidade de pares de sapatos que Odete possui é:
(A) 47;
(B) 25;
(C) 24;
(D) 23;
(E) 22.
RESOLUÇÃO:
Para entender como trabalhar este caso, imagine uma quantidade
menor. Suponha que o primeiro número tivesse sido 1 e o último fosse 7.
Neste caso Odete teria quatro pares de sapatos: 1, 3, 5 e 7.
Se você fizer 7 – 1 = 6, temos a diferença entre o primeiro e o
último número. Como somente os ímpares são contados, devemos dividir
este valor por 2, obtendo 3. Note que ainda precisamos somar 1 unidade
para chegar em 4 pares de sapatos. Isto acontece quando precisamos
incluir tanto o primeiro como o último número do intervalo (1 e 7
respectivamente).
Assim, para termos do 1 ao 47, basta fazermos 47 – 1, obtendo 46,
dividir este valor por 2, obtendo 23, e somar 1 unidade, obtendo 24 pares
de sapatos.
Resposta: C

74. FGV – TJ/PI – 2015) A figura a seguir mostra um salão poligonal


ABCDEF, onde os ângulos internos nos vértices A, B, C, D e F são retos e
as medidas indicadas estão em metros.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

O perímetro e a área desse salão são, respectivamente:


(A) 105 m e 44 m2
(B) 44 m e 105 m2
(C) 120 m e 36 m2
(D) 36 m e 120 m2
(E) 120 m e 44 m2.
RESOLUÇÃO:
Note que podemos “cortar” a sala em 2 retângulos:

Um retângulo tem 7x3 = 21m2 e o outro tem 7x12 = 84m2,


totalizando uma área de 21 + 84 = 105m2. O perímetro é dado por:
AB + BC + CD + DE + EF + FA =
12 + 10 + 7 + 3 + (12 – 7) + 7 =
44m
Resposta: B

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
75. FGV – TJ/PI – 2015) Dois médicos atendem 24 pacientes em 6
horas. Mantidas as proporções, três médicos atendem 24 pacientes em:
(A) 9 horas;
(B) 8 horas;
(C) 6 horas;
(D) 4 horas;
(E) 3 horas.
RESOLUÇÃO:
Temos as seguintes informações:

Médicos Horas
2 6
3 N

Veja que nem representei a coluna dos pacientes, afinal a


quantidade deles não muda. Note que quanto MAIS médidos, MENOS
horas são necessárias. Devemos inverter uma coluna:
Médicos Horas
2 N
3 6

Fazendo a regra de três:


2x6 = 3xN
N = 4 horas
Resposta: D

76. FGV – TJ/PI – 2015) Em uma determinada empresa, metade de


seus funcionários vai para casa de ônibus, um quinto vai de carro, um
oitavo vai de bicicleta e os demais vão a pé. A fração dos funcionários que
vai para casa a pé equivale a:
4
(A)
5

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
3
(B)
15
7
(C)
15
3
(D)
40
7
(E)
40
RESOLUÇÃO:
Sendo F a quantidade de funcionários, temos:
Total = ônibus + carro + bicicleta + pé
F = F/2 + F/5 + F/8 + pé
F – F/2 – F/5 – F/8 = pé

Podemos escrever todas as frações do lado esquerdo com o


denominador igual a 40. Ficamos com:
40F/40 – 20F/40 – 8F/40 – 5F/40 = pé
7F/40 = pé
Portanto, vão à pé 7/40 dos funcionários.
Resposta: E

77. FGV – TJ/PI – 2015) Pedro caminha qualquer distância em um


quarto do tempo que seu filho Junior leva para caminhar a mesma
distância. Pedro e Junior partem simultaneamente do ponto O, em
direções opostas, caminhando na pista retangular mostrada a seguir, na
qual O e C são, respectivamente, os pontos médios de EA e DB. As
dimensões da pista retangular, em metros, são EA = 13 e AB = 7.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Quando Pedro e Junior se encontrarem pela primeira vez, eles estarão
mais perto do ponto:
(A) A;
(B) B;
(C) C;
(D) D;
(E) E.
RESOLUÇÃO:
Note que Pedro anda 4 vezes mais rápido que Junior, portanto a
distância que Pedro terá percorrido quando eles se encontrarem será 4
vezes maior que aquela percorrida por Junior. Chamando de J a distância
percorrida por Junior, Pedro terá percorrido 4J. Note ainda que a soma
das distâncias percorridas deve ser igual ao perímetro do retângulo, ou
uma volta completa a figura. Este perímetro é de 13 + 7 + 13 + 7 =
40m. Assim,
Distância de Pedro + Distância de Junior = Perímetro
4J + J = 40
5J = 40
J = 40/5
J = 8 metros
Veja que Junior terá percorrido 8 metros. Isto significa que ele terá
saído do ponto inicial (metade do lado EA) e percorrido 13 / 2 = 6,5
metros até o ponto A, e mais 8 – 6,5 = 1,5m em direção ao ponto B.
Assim, fica claro que Junior estará mais próximo ao ponto A (1,5m
do ponto A) quando eles se encontrarem.
Repare que neste mesmo momento Pedro terá percorrido 4x8 =
32m no outro sentido, chegando na mesma posição.
Resposta: A

78. FGV – TJ/PI – 2015) Para estimar o valor da diferença A – B,


Tales diminuiu o valor de A de um pequeno valor positivo e aumentou o

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
valor de B do mesmo pequeno valor, subtraindo então os resultados
encontrados.
A estimativa obtida por Tales foi obrigatoriamente:
(A) zero;
(B) igual a A - B;
(C) igual a B - A;
(D) menor que A - B;
(E) maior que A - B.
RESOLUÇÃO:
Seja “p” o valor positivo usado por Tales. Se ele diminuiu este valor
de A, ficamos com A-p. E se ele somou este valor em B, ficamos com
B+p. Subtraindo esses dois resultados, temos:
(A-p) – (B+p) =
A–p–B–p=
A – B – 2p

Portanto, note que o valor encontrado nesta operação é igual à


subtração original (A – B) subtraída de 2p. Ou seja, é um valor MENOR do
que o de A – B.
Resposta: D

79. FGV – TJ/PI – 2015) Teófilo pagou sua fatura do cartão de crédito
com atraso. Por esse motivo, foram cobrados 12% de juros e Teófilo
pagou o total de R$ 672,00. Se Teófilo tivesse pago sua fatura sem
atraso, o valor seria:
(A) R$ 591,36;
(B) R$ 600,00;
(C) R$ 602,54;
(D) R$ 610,00;
(E) R$ 612,64.
RESOLUÇÃO:
Aqui podemos equacionar:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Valor pago = Valor original x (1 + 12%)
672 = Valor original x 1,12
Valor original = 672 / 1,12 = 67200 / 112 = 33600 / 56
Valor original = 16800 / 28 = 8400 / 14 = 4200 / 7
Valor original = 600 reais
Resposta: B

80. FGV – TJ/PI – 2015) Em um caixote há 10 dúzias de laranjas, pelo


menos 2 laranjas estão verdes e, entre quaisquer 6 laranjas desse
caixote, pelo menos 2 estão maduras. É correto afirmar que nesse caixote
há:
(A) no mínimo 116 laranjas maduras;
(B) no máximo 116 laranjas maduras;
(C) no mínimo 116 laranjas verdes;
(D) no máximo 116 laranjas verdes;
(E) exatamente 116 laranjas verdes.
RESOLUÇÃO:
Temos 10 x 12 = 120 laranjas. Escolhendo qualquer grupo de 6
laranjas é preciso que pelo menos 2 estejam maduras. Portanto, é preciso
que pelo menos 116 laranjas sejam maduras, pois se tivermos menos que
isso (115 laranjas maduras e 5 verdes, por exemplo), corremos o risco de
pegar uma amostra com menos de 2 laranjas maduras (podíamos pegar
uma amostra com as 5 verdes e apenas 1 madura, por exemplo).
Como pelo menos 2 laranjas estão verdes, então podemos ter 2
verdes e 118 maduras, 3 verdes e 117 maduras, ou 4 verdes e 116
maduras.
Das opções de resposta, a única 100% correta é a letra A: temos
PELO MENOS 116 laranjas maduras (e não “exatamente” ou “no máximo”
116 maduras).
Resposta: A

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
81. FGV – TJ/PI – 2015) Em um saco A há somente fichas vermelhas e
em um saco B há somente fichas amarelas, sendo 7 fichas em cada saco.
Retiram-se 3 fichas do saco A, que são então colocadas no saco B.
Depois, retiram-se aleatoriamente 3 fichas do saco B, que são então
colocadas no saco A.
É correto concluir que ao final do procedimento descrito:
(A) há no máximo 4 fichas vermelhas no saco A;
(B) há exatamente 4 fichas vermelhas no saco A;
(C) há exatamente 4 fichas amarelas no saco B;
(D) o número de fichas amarelas no saco A é menor do que o número de
fichas vermelhas no saco B;
(E) o número de fichas vermelhas no saco A é igual ao número de fichas
amarelas no saco B.
RESOLUÇÃO:
Veja que tiramos 3 fichas vermelhas do saco A e colocamos em B,
que ficou com 10 fichas neste momento (7 amarelas e 3 vermelhas).
Então retiramos 3 fichas de B e colocamos em A. Note que essas fichas
retiradas de B podem ser as 3 vermelhas, pode ser uma mistura entre
vermelhas e amarelas, ou podem ser as 3 amarelas.
Repare ainda que, neste processo, para cada ficha vermelha que
terminou dentro do saco B temos uma ficha amarela que terminou dentro
do saco A, afinal ambos os sacos terminaram com a mesma quantidade
de moedas.
Vejamos os itens:
(A) há no máximo 4 fichas vermelhas no saco A;  ERRADO. Podemos ter
até mesmo as 7 moedas vermelhas de volta no saco A no final do
processo.

(B) há exatamente 4 fichas vermelhas no saco A;  ERRADO. Pode haver


até 7, como disse antes.

(C) há exatamente 4 fichas amarelas no saco B;  ERRADO. Podem ter


ficado até mesmo as 7 amarelas no saco B.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(D) o número de fichas amarelas no saco A é menor do que o número de
fichas vermelhas no saco B;  ERRADO. Para cada ficha amarela que
terminou no saco A, temos uma ficha vermelha que foi parar no saco B,
pois ambos os sacos terminam com a mesma quantidade de fichas.

(E) o número de fichas vermelhas no saco A é igual ao número de fichas


amarelas no saco B.  CORRETO. Como eu disse, para cada ficha
vermelha que for parar em B temos uma ficha amarela que foi parar em
A, de modo que teremos composições similares em ambos os sacos (em A
predominando vermelhas e em B predominando amarelas).
Resposta: E

82. FGV – TJ/PI – 2015) Em uma urna há somente bolas brancas,


bolas pretas e bolas vermelhas. Para cada bola branca há três bolas
pretas e para cada duas bolas pretas há cinco bolas vermelhas. A razão
entre a quantidade de bolas pretas e a quantidade total de bolas na urna
é:
3
(A)
10
4
(B)
19
5
(C)
21
6
(D)
23
7
(E)
25
RESOLUÇÃO:
Seja B o número de bolas brancas na urna. Então o número de
bolas pretas é 3 vezes isso, ou seja, 3B. Como para cada 2 pretas temos
5 vermelhas, e chamando de P e V as bolas pretas e vermelhas, temos:
P = 3B
P/V = 2/5
5P = 2V

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
5.(3B) = 2V
V = 7,5B

Portanto, se temos B bolas brancas, temos 3B bolas pretas e 7,5B


bolas vermelhas, totalizando B + 3B + 7,5B = 11,5B bolas. Destas bolas
sabemos que 3B são pretas, portanto a razão entre as pretas e o total é:
Razão = pretas / total
Razão = 3B / 11,5B
Razão = 3 / 11,5
Razão = 6 / 23
Resposta: D

83. FGV – TJ/PI – 2015) Considere a sequência TJPITJPITJPITJ... onde


as quatro letras TJPI se repetem indefinidamente. Desde a 70ª até a 120ª
letras dessa sequência, a quantidade de letras P é:
(A) 12;
(B) 13;
(C) 14;
(D) 15;
(E) 16.
RESOLUÇÃO:
Vamos descobrir qual é a 70ª letra da sequência? Como temos
ciclos de 4 letras, podemos começar dividindo 70 por 4, o que nos dá o
resultado 17 e o resto 2. Portanto, para chegar na 70ª letra devemos
passar por 17 ciclos completos de TJPI e mais 2 letras do próximo ciclo,
um T e um J. Ou seja, a 70ª letra é um J, de modo que a 71ª será o
primeiro P dentro do intervalo a ser considerado nesta questão.
Da 71ª (primeiro P) até a 120ª posição, quantos ciclos de 4 letras
teremos? Como as duas extremidades (71ª e 120ª letras) fazem parte do
intervalo a ser considerado, não basta simplesmente subtrair 120 – 71 =
49, é preciso somar mais 1 unidade, chegando a 50 letras.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Dividindo 50 letras por 4, temos o resultado 12 e o resto 2. Assim,
temos 12 ciclos completos de 4 letras (agora começando em P, que é a
71ª letra, ou seja, ciclos PITJ), e mais duas letras: um P e um I.
Portanto, ao todo temos 13 letras P, sendo 12 ao longo dos ciclos
completos e mais uma no final.
Resposta: B

84. FGV – TCE/SE – 2015) Em uma oficina há um pote com 18


parafusos e 22 porcas. Todos os parafusos têm o mesmo peso, todas as
porcas têm o mesmo peso e o peso total de todas as peças é de 214g.
Quando uma porca é colocada em um parafuso, o peso do conjunto é de
11g. O peso de um parafuso é de:
(A) 4g;
(B) 5g;
(C) 6g;
(D) 7g;
(E) 8g.
RESOLUÇÃO:
Sendo PO o peso de uma porca e PA o peso de um parafuso,
podemos dizer que:
PO + PA = 11g
22xPO + 18xPA = 214g

Na primeira equação podemos isolar PO, ficando com: PO = 11 –


PA. Substituindo na segunda, ficamos com:
22x(11 – PA) + 18xPA = 214
22×11 – 22PA + 18PA = 214
242 – 4PA = 214
242 – 214 = 4PA
28 = 4PA
PA = 28 / 4 = 7g
Resposta: D

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
85. FGV – TCE/SE – 2015) Após executar 60 tiros, Billy obteve 55% de
acertos. Com mais 15 tiros, ele aumentou sua porcentagem de acertos
para 56%. Desses últimos 15 tiros, Billy acertou:
(A) 3;
(B) 6;
(C) 9;
(D) 12;
(E) 15.
RESOLUÇÃO:
Billy havia acertado 55% de 60 tiros, isto é, 55% x 60 = 0,55 x 60
= 33 tiros. Como ele deu mais 15 tiros, ao todo foram 15 + 60 = 75 tiros,
dos quais ele acertou 56%. Assim, ao final dos tiros o total de acertos foi
de 56% x 75 = 0,56 x 75 = 42 tiros.
Assim, o número de acertos nesses 15 últimos tiros foi de 42 – 33 =
9.
Resposta: C

86. FGV – TCE/SE – 2015) Em uma urna há apenas bolas brancas,


bolas pretas e bolas vermelhas. Exatamente 17 bolas não são brancas, 29
não são pretas e 22 não são vermelhas. O número de bolas na urna é:
(A) 32;
(B) 34;
(C) 36;
(D) 38;
(E) 40.
RESOLUÇÃO:
Sendo B, P e V o número de bolas brancas, pretas e vermelhas,
podemos dizer que:
P + V = 17 (pois 17 bolas não são brancas, devendo ser pretas ou
vermelhas)
B + V = 29 (pois 29 não são pretas)
B + P = 22 (pois 22 não são vermelhas)

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Na primeira equação podemos escrever: P = 17 – V. Na segunda, B
= 29 – V. Fazendo a substituição de P e de B na terceira equação, ficamos
com:
B + P = 22
(29 – V) + (17 – V) = 22
46 – 2V = 22
46 – 22 = 2V
24 = 2V
V = 24 / 2 = 12 bolas vermelhas
Assim,
P = 17 – V = 17 – 12 = 5 bolas pretas
B = 29 – V = 29 – 12 = 17 bolas brancas
Ao todo temos 17 + 5 + 12 = 34 bolas.
Resposta: B

87. FGV – TCE/SE – 2015) Em uma empresa de Aracaju, 45% dos


funcionários são mulheres. Do total de funcionários, 55% são de Aracaju
e os demais são do interior do estado. Além disso, 60% dos que são do
interior do estado são homens. Entre as mulheres, a porcentagem
daquelas que são do interior é:
(A) 35%;
(B) 40%;
(C) 45%;
(D) 50%;
(E) 55%.
RESOLUÇÃO:
Suponha um total de 1000 funcionários. Como 45% são mulheres,
podemos dizer que 45% x 1000 = 450 são mulheres, e obviamente os
demais 550 são homens.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Como 55% são de Aracaju, podemos dizer que 55% x 1000 = 550
são desta cidade. Os demais 450 são do interior.
Sabemos que 60% dos 450 do interior são homens, isto é, 60% x
450 = 270 são homens do interior. Assim, as mulheres do interior são
450 – 270 = 180.
Temos um total de 450 mulheres, sendo que 180 delas são do
interior. Percentualmente, as mulheres que são do interior representam:
P = 180 / 450 = 0,40 = 40% do total de mulheres
Resposta: B

88. FGV – TCE/SE – 2015) Considere a afirmação:


“Se hoje é sábado, amanhã não trabalharei.”
A negação dessa afirmação é:
(A) Hoje é sábado e amanhã trabalharei.
(B) Hoje não é sábado e amanhã trabalharei.
(C) Hoje não é sábado ou amanhã trabalharei.
(D) Se hoje não é sábado, amanhã trabalharei.
(E) Se hoje não é sábado, amanhã não trabalharei.
RESOLUÇÃO:
Temos uma proposição condicional p–>q no enunciado, onde:
p = hoje é sábado
q = amanhã não trabalharei

Sua negação é dada por “p e ~q”, onde:


~q = amanhã trabalharei

Portanto, podemos escrever a negação “p e ~q” assim:


Hoje é sábado e amanhã trabalharei
Resposta: A

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
89. FGV – TCE/SE – 2015) O aniversário da cidade de Aracaju é o dia
17 de março que, em 2015 caiu em uma terça-feira. Como o próximo ano
será bissexto, o mês de fevereiro terá um dia a mais. Portanto, o dia 17
de março de 2016 cairá em:
(A) uma segunda-feira;
(B) uma quarta-feira;
(C) uma quinta-feira;
(D) uma sexta-feira;
(E) um domingo.
RESOLUÇÃO:
Cada ano normal tem 365 dias, que corresponde a 52 semanas de 7
dias cada e mais 1 dia. Assim, a cada ano normal passamos 1 dia da
semana para frente. Portanto, esperaríamos que 17 de março do ano
seguinte fosse uma quarta, pois em 2015 foi uma terça. Entretanto, como
o ano seguinte é bissexto, devemos colocar um dia a mais em fevereiro, o
que leva 17 de março de 2016 para uma quinta-feira.
Resposta: C

90. FGV – TCE/SE – 2015) Duas tartarugas estavam juntas e


começaram a caminhar em linha reta em direção a um lago distante. A
primeira tartaruga percorreu 30 metros por dia e demorou 16 dias para
chegar ao lago. A segunda tartaruga só conseguiu percorrer 20 metros
por dia e, portanto, chegou ao lago alguns dias depois da primeira.
Quando a primeira tartaruga chegou ao lago, o número de dias que ela
teve que esperar para a segunda tartaruga chegar foi:
(A) 8;
(B) 9;
(C) 10;
(D) 12;
(E) 15.
RESOLUÇÃO:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Percorrendo 30 metros por dia, o tempo gasto é de 16 dias. Logo, a
distância total percorrida é de 30 x 16 = 480 metros. Caso a segunda
tartaruga percorra apenas 20 metros por dia, ela gasta 480 / 20 = 24
dias para chegar.
Portanto, o número de dias que a primeira teve que esperar é 24 –
16 = 8.
Resposta: A

Fim de aula! Até a próxima!

Instagram: @ProfArthurLima

Facebook: ProfArthurLima

YouTube: Professor Arthur Lima

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

1. FGV – CODEBA – 2016) Fernanda tem cinco filhas. Algumas das filhas
de Fernanda também têm cinco filhas e as outras não têm filha alguma.
No total, Fernanda tem 20 filhas e netas e nenhuma bisneta. O número
de filhas e netas de Fernanda que não têm filhas é
(A) 10.
(B) 12.
(C) 15.
(D) 17.
(E) 18.

2. FGV – CODEBA – 2016) Carlos tem um terreno retangular com 15


metros de largura e 40 metros de comprimento. Amostras feitas no local
indicam que há, em média, três formigas por centímetro quadrado no
terreno de Carlos. O número aproximado de formigas no terreno de
Carlos é
(A) 18 mil.
(B) 180 mil.
(C) 1 milhão e 800 mil.
(D) 18 milhões.
(E) 180 milhões.

3. FGV – CODEBA – 2016) A figura mostra a planificação das faces de


um cubo.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Nesse cubo, a face oposta à face X é
(A) A.
(B) B.
(C) C.
(D) D.
(E) E.

4. FGV – CODEBA – 2016) Hércules recebe R$ 65,00 por dia normal de


trabalho e mais R$ 13,00 por hora extra. Após 12 dias de trabalho,
Hércules recebeu um total de R$ 845,00. Sabendo que Hércules pode
fazer apenas uma hora extra por dia, o número de dias em que Hércules
fez hora extra foi
(A) 1.
(B) 3.
(C) 5.
(D) 7.
(E) 9.

5. FGV – CODEBA – 2016) Ao final de 2010, a idade de Ricardo, em


anos, era a metade da idade de sua mãe. A soma dos anos em que eles
nasceram é 3963. Ao final de 2016, a idade de Ricardo, em anos, será
(A) 24.
(B) 25.
(C) 26.
(D) 27.
(E) 28.

6. FGV – CODEBA – 2016) Para quaisquer números reais diferentes x e


y, representemos por M(x, y) o maior entre x e y e por m(x, y) o menor
entre x e y. Sejam a, b, c, d, e números reais tais que a  b c d  e . O
valor de M(m(b,d),m(M(a,e),c)) é
(A) a.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(B) b.
(C) c.
(D) d.
(E) e.

7. FGV – CODEBA – 2016) Entre os trabalhadores de uma empresa, há


os que são filiados ao Sindicato A e os que são filiados ao Sindicato B.
Alguns são filiados aos dois Sindicatos e outros a nenhum dos dois. Dos
2
que são filiados ao Sindicato A, também são filiados ao Sindicato B e
3
2
dos que são filiados ao Sindicato B, também são filiados ao Sindicato
5
A. Além disso, o número de trabalhadores da empresa que são filiados a
somente um desses dois Sindicatos é igual ao número daqueles que não
são filiados a nenhum dos dois. A razão entre o número de trabalhadores
que são filiados aos dois Sindicatos e o número total de trabalhadores da
empresa é
1
A)
4
1
B)
5
2
C)
5
3
D)
5
3
E)
10

1
8. FGV – CODEBA – 2016) O salário de Pedro é maior do que o salário
3
de Paulo. O salário de Paulo é x% menor do que o salário de Pedro. O
valor de x é
(A) 25.
(B) 27,5.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) 30.
(D) 33,3.
(E) 50.

9. FGV – CODEBA – 2016) Certo dia, por causa do engarrafamento,


João demorou 4 horas para fazer um percurso que, normalmente, leva
um quinto desse tempo. Normalmente, João faz esse percurso em
(A) 45 minutos.
(B) 48 minutos.
(C) 1 hora e 05 minutos.
(D) 1 hora e 12 minutos.
(E) 1 hora e 20 minutos.

10. FGV – CODEBA – 2016) Júlio tem 5 irmãs e 6 irmãos. Júlia, uma
das irmãs de Júlio, tem x irmãs e y irmãos. O produto x  y é
(A) 36.
(B) 30.
(C) 28.
(D) 25.
(E) 24.

11. FGV – CODEBA – 2016) As emissões atmosféricas dos navios


poluem o ar com diversos gases, sobretudo o SO2 (dióxido de enxofre), e
os portos importantes monitoram frequentemente a qualidade do ar por
causa do grande número de navios atracados ou esperando vaga no
porto. Estima-se que, no ano 2000, os navios lançaram na atmosfera 6
milhões de toneladas de SO2 . Porém, espera-se que, em 2020, essa
emissão anual seja 20% menor. Se essa hipótese se concretizar, em 2020
a emissão mensal de SO2 pelos navios será de cerca de (A) 100 mil
toneladas.
(B) 250 mil toneladas.
(C) 400 mil toneladas.
(D) 600 mil toneladas.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(E) 750 mil toneladas.

12. FGV – CODEBA – 2016) Em uma empresa, 25% dos funcionários


que vão de bicicleta para o trabalho levam marmita e 75% dos
funcionários que levam marmita vão de bicicleta para o trabalho. Nessa
empresa, 80 funcionários levam marmita. O número de funcionários que
vão de bicicleta para o trabalho é
(A) 120.
(B) 150.
(C) 160.
(D) 180.
(E) 240.

13. FGV – CODEBA – 2016) Um menino queria comprar uma mochila


que custava 84 reais e seu pai teve com ele o seguinte diálogo:
— Pai: Você tem a quantia suficiente para comprar a mochila?
— Filho: Não.
— Pai: Quanto falta?
— Filho: Falta menos do que a metade do que eu tenho.
Nessa ocasião o filho tinha
(A) 28 reais ou menos.
(B) exatamente 42 reais.
(C) mais que 42 e menos que 56 reais.
(D) exatamente 56 reais.
(E) mais que 56 reais.

14. FGV – CODEBA – 2016) Uma sequência de números inteiros


positivos é formada seguindo três regras. A partir de um número inteiro
positivo, aplica-se a regra adequada a ele para se obter o segundo termo
da sequência. Para cada novo termo obtido, aplica-se a regra adequada a
ele para se obter o termo seguinte. As três regras são:
Regra 1: se o inteiro é menor ou igual a 9, multiplique-o por 7;
Regra 2: se o inteiro é maior do que 9 e par, divida-o por 2;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Regra 3: se o inteiro é maior do que 9 e ímpar, subtraia 5 dele.
Na sequência cujo primeiro termo é 16, tem-se que
(A) o quinto termo é 7.
(B) o sexto termo é 14.
(C) o sétimo termo é 49.
(D) o oitavo termo é 22.
(E) o nono termo é 44

15. FGV – CODEBA – 2016) A figura a seguir mostra o desenho do


porto de Salvador.

Pelas informações do desenho é correto estimar que o comprimento do


porto (linha tracejada) seja de
(A) 150 m.
(B) 250 m.
(C) 350 m.
(D) 450m.
(E) mais do que 500 m.

16. FGV – CODEBA – 2016) Em um certo jogo, há três tipos de carta:


ouro, prata e bronze. Cada duas cartas ouro valem cinco cartas prata e
cada três cartas prata valem quatro cartas bronze. Nesse jogo, três cartas
ouro valem
(A) dez cartas bronze.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(B) nove cartas prata.
(C) doze cartas bronze.
(D) oito cartas prata.
(E) dezesseis cartas bronze.

17. FGV – CODEBA – 2016) As letras da sigla CODEBA foram


embaralhadas e a nova sequência dessas mesmas letras possui as
seguintes propriedades:
• nenhuma das 6 letras ocupa a sua posição inicial.
• as vogais aparecem juntas, na mesma ordem que estavam: O, E, A.
• a 5ª letra não é D.
• a letra B aparece antes da letra C.
É correto concluir que, na nova sequência,
(A) a 3ª letra é E.
(B) a 5ª letra é A.
(C) a 1ª letra é B
(D) a 4ª letra é C.
(E) a 6ª letra é D.

18. FGV – CODEBA – 2016) Quatro máquinas mantêm uma indústria


em operação, sem interrupções, 24 horas por dia, 7 dias na semana. Das
quatro máquinas, há sempre três em operação e uma em manutenção.
Nos últimos 30 dias, a manutenção foi feita de tal maneira que as quatro
máquinas ficaram em operação o mesmo número de horas. Nos últimos
30 dias, o número de horas que cada máquina ficou em operação foi
(A) 180.
(B) 240.
(C) 360.
(D) 480.
(E) 540.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
19. FGV – CODEBA – 2016) No dia 1º de janeiro de 2016, na cidade de
Salvador, o nascente do Sol ocorreu às 5 horas e 41 minutos e o poente
às 18 horas e 26 minutos. O período de luminosidade desse dia foi
(A) 12 horas e 25 minutos.
(B) 12 horas e 35 minutos.
(C) 12 horas e 45 minutos.
(D) 13 horas e 15 minutos.
(E) 13 horas e 25 minutos.

20. FGV – CODEBA – 2016) Para passar o tempo, um candidato do


concurso escreveu a sigla CODEBA por sucessivas vezes, uma após a
outra, formando a sequência:
C O D E B A C O D E B A C O D E B A C O D ...
A 500ª letra que esse candidato escreveu foi
(A) O
(B) D
(C) E
(D) B
(E) A

21. FGV – CODEBA – 2016) João e Maria estão em uma fila e Maria
está à frente de João. Há 8 pessoas à frente de Maria, e 14 pessoas atrás
dela. Há 7 pessoas atrás de João. O número de pessoas que está à frente
de João é
(A) 13.
(B) 14.
(C) 15.
(D) 16.
(E) 17.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
22. FGV – CODEBA – 2016) Durante três dias, o capitão de um navio
atracado em um porto anotou a altura das marés alta (A) e baixa (B),
formando a tabela a seguir.

A maior diferença entre as alturas de duas marés consecutivas foi


(A) 1,0.
(B) 1,1.
(C) 1,2.
(D) 1,3.
(E) 1,4.

23. FGV – MPRJ – 2016) Em uma barraca da feira as abóboras são


todas iguais. Sabe-se que uma abóbora pesa 2 kg mais a terça parte de
uma abóbora. O peso de uma abóbora e meia é:
(A) 3,0 kg;
(B) 3,6 kg;
(C) 4,5 kg;
(D) 4,8 kg;
(E) 5,4 kg.

24. FGV – MPRJ – 2016) Em um processo que teve origem no exterior


há a seguinte informação:
- O avião apreendido voou por 2 horas e 15 minutos a uma velocidade de
140 milhas por hora.
Considerando que 3 milhas equivalem a 5 quilômetros, a distância
percorrida por esse avião foi de:
(A) 460 km;
(B) 485 km;
(C) 502 km;
(D) 525 km;
(E) 540 km.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
25. FGV – MPRJ – 2016) Lucas e Marcelo trabalham no mesmo
escritório e ganham R$ 4500,00 e R$ 3600,00, respectivamente. Lucas foi
promovido e ganhou aumento de 20% no seu salário. Dias depois,
Marcelo foi também promovido, passou a desempenhar trabalho
equivalente ao de Lucas e também passou a receber um salário igual ao
dele. A porcentagem de aumento do salário de Marcelo foi de:
(A) 40%;
(B) 50%;
(C) 60%;
(D) 64%;
(E) 72%

26. FGV – MPRJ – 2016) Sobre as atividades fora de casa no domingo,


Carlos segue fielmente as seguintes regras:
- Ando ou corro.
- Tenho companhia ou não ando.
- Calço tênis ou não corro.
Domingo passado Carlos saiu de casa de sandálias. É correto concluir
que, nesse dia, Carlos:
(A) correu e andou;
(B) não correu e não andou;
(C) andou e não teve companhia;
(D) teve companhia e andou;
(E) não correu e não teve companhia.

27. FGV – MPRJ – 2016) Observe a seguinte sequência formada por


quatro letras do alfabeto:
MPRJ
Afirma-se que uma nova sequência tem a mesma estrutura da sequência
dada quando as distâncias relativas entre as letras é a mesma da
sequência original. Considere as sequências:
1) D G I A

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
2) Q T V O
3) H K N F
Dessas sequências, possuem a mesma estrutura da sequência original:
(A) somente (1);
(B) somente (2);
(C) somente (3);
(D) somente (1) e (2);
(E) somente (2) e (3).

28. FGV – MPRJ – 2016) Trabalham em um escritório 11 pessoas,


sendo que, no assunto futebol, 3 são vascaínos, 2 são tricolores, 2 são
botafoguenses e 4 são flamenguistas.
É correto afirmar que:
(A) em qualquer grupo de 7 dessas pessoas há, pelo menos, um
vascaíno;
(B) em qualquer grupo de 6 dessas pessoas há torcedores de, pelo
menos, três times;
(C) em qualquer grupo de 8 dessas pessoas há, pelo menos, um
flamenguista;
(D) em qualquer grupo de 5 dessas pessoas há, pelo menos, um
botafoguense;
(E) em qualquer grupo de 4 dessas pessoas há, pelo menos, duas

29. FGV – MPRJ – 2016) No plano cartesiano foi construída, a partir da


origem, a linha quebrada mostrada na figura abaixo.

Percorrendo, a partir da origem, e sobre a linha quebrada, um


comprimento de 200 unidades, o ponto final desse percurso será:
(A) (84, 0);
(B) (85, 0);

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) (85, 1);
(D) (86, 1);
(E) (86, 2).

30. FGV – MPRJ – 2016) Prestando depoimento o depoente declarou:


- Estava no escritório às 10 horas da noite e o telefone tocou.
Após algumas investigações verificou-se que essa declaração do depoente
era falsa.
É correto concluir que o depoente:
(A) não estava no escritório ou o telefone não tocou;
(B) não estava no escritório e o telefone não tocou;
(C) não estava no escritório ou o telefone tocou;
(D) estava no escritório ou o telefone não tocou;
(E) estava no escritório e o telefone não tocou.

31. FGV – MPRJ – 2016) Sejam x e y números inteiros positivos tais


que x/16 = 3/y. O número de pares ordenados diferentes (x,y) que
podem ser
formados é:
(A) 16;
(B) 14;
(C) 12;
(D) 10;
(E) 8.

32. FGV – MPRJ – 2016) As somas de três números inteiros, dois a


dois, são, respectivamente, 29, 63 e 68. O maior desses três números
inteiros é:
(A) 60;
(B) 51;
(C) 49;
(D) 44;
(E) 37.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
33. FGV – MPRJ – 2016) Para viajar aos Estados Unidos, Lucas trocou
x euros por dólares americanos, a uma razão de sete dólares para cada
seis euros. Após gastar 1000 dólares nos Estados Unidos, Lucas verificou
que ainda tinha x/2 dólares americanos. O valor de x é:
(A) 2000;
(B) 1800;
(C) 1750;
(D) 1600;
(E) 1500.

34. FGV – MPRJ – 2016) O carro de Joana faz 15 km por litro de


gasolina e o carro de Laura faz 10 km por litro de gasolina. Joana e Laura
percorreram exatamente a mesma distância em quilômetros com seus
respectivos carros. No total, a razão entre quilômetros percorridos e o
número de litros de gasolina gastos pelas duas foi igual a:
(A) 11,5;
(B) 12,0;
(C) 12,5;
(D) 13,0;
(E) 13,5.

35. FGV – MPRJ – 2016) Em um cofre há muitas moedas de R$ 1,00 e


de R$ 0,50. Pedro vai tirando, uma a uma, as moedas desse cofre. Das
cinco primeiras moedas que ele tirou, três eram de R$ 1,00. Depois ele
tirou mais N moedas e, no total das moedas retiradas, mais de 90% eram
de R$ 1,00. O valor mínimo de N é:
(A) 16;
(B) 18;
(C) 20;
(D) 25;
(E) 27.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
36. FGV – MPRJ – 2016) Um determinado mês com 31 dias tem a
mesma quantidade de sextas-feiras, de sábados e de domingos. Entre os
sete dias da semana, o número daqueles que podem ser o primeiro dia
desse mês é:
(A) 2;
(B) 3;
(C) 4;
(D) 5;
(E) 6.

37. FGV – MPRJ – 2016) Miguel pagou atrasado a conta de seu cartão
de crédito. Por esse motivo, a operadora do cartão cobrou, entre multa e
juros, um total de 15% sobre o valor original da conta, totalizando R$
920,00. O valor original da conta do cartão de crédito de Miguel era:
(A) R$ 720,00;
(B) R$ 756,00;
(C) R$ 782,00;
(D) R$ 790,00;
(E) R$ 800,00.

38. FGV – Analista IBGE – 2016)


– Sem A, não se tem B
– Sem B, não se tem C
Assim, conclui-se que:
a) A é suficiente para B e para C
b) B é necessário para A e para C
c) C é suficiente para A e para B
d) A e B são suficientes para C
e) B é necessário para A e suficiente para C

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
39. FGV – Analista IBGE – 2016) Em uma caixa há doze dúzias de
laranjas, sobre as quais sabe-se que:
I – há pelo menos duas laranjas estragadas
II – dadas seis quaisquer dessas laranjas, há pelo menos duas não
estragadas
Sobre essas doze dúzias de laranjas é deduz-se que:
a) Pelo menos 96 estão estragadas
b) No mínimo 140 não estão estragadas
c) Exatamente duas estão estragadas
d) No máximo 96 estão estragadas
e) Exatamente 48 não estão estragadas

40. FGV – IBGE – 2016) Um segmento de reta de comprimento C é


dividido em cinco partes iguais, e a segunda e a quarta partes são
retiradas. A seguir, cada uma das partes restantes é também dividida em
cinco partes iguais, e as segundas e as quartas partes são retiradas. A
soma dos comprimentos das partes restantes é:
9C
(A)
25
8C
(B)
25
6C
(C)
25
4C
(D)
5
3C
(E)
5

41. FGV – IBGE – 2016) Considere a sequência infinita


IBGEGBIBGEGBIBGEG...
A 2016ª e a 2017ª letras dessa sequência são, respectivamente:
(A) BG;
(B) GE;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) EG;
(D) GB;
(E) BI.

42. FGV – IBGE – 2016) O pentágono ABCDE tem área de 125 m2.
Esse pentágono foi ampliado a partir do vértice A, como mostra a figura a
seguir, transformando-se no pentágono APQRS cujos lados PQ, QR e RS
são, respectivamente, paralelos aos lados BC, CD e DE do pentágono
original.

Se AB = 10 m e BP = 2 m, a área da região sombreada na figura é, em


m2 :
(A) 55;
(B) 64;
(C) 72;
(D) 75;
(E) 80.

43. FGV – IBGE – 2016) Uma pirâmide regular é construída com um


quadrado de 6 m de lado e quatro triângulos iguais ao da figura abaixo.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
O volume dessa pirâmide em m3 é aproximadamente:
(A) 84;
(B) 90;
(C) 96;
(D) 108;
(E) 144.

44. FGV – IBGE – 2016) Lucas foi a uma feira de jogos levando 45
cartas vermelhas e 45 cartas azuis. Em um quiosque ele pode trocar duas
cartas vermelhas por uma carta dourada e uma carta azul. Em outro
quiosque ele pode trocar três cartas azuis por uma carta dourada e uma
carta vermelha. Lucas fez todas as trocas possíveis para conseguir o
máximo de cartas douradas. O número de cartas douradas que Lucas
conseguiu com as trocas foi:
(A) 59;
(B) 60;
(C) 61;
(D) 62;
(E) 63.

45. FGV – IBGE – 2016) Uma loja de produtos populares anunciou,


para a semana seguinte, uma promoção com desconto de 30% em todos
os seus itens. Entretanto, no domingo anterior, o dono da loja aumentou
em 20% os preços de todos os itens da loja. Na semana seguinte, a loja
estará oferecendo um desconto real de:
(A) 10%;
(B) 12%;
(C) 15%;
(D) 16%;
(E) 18%.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
46. FGV – IBGE – 2016) As meninas Alice, Beatriz e Celia brincam na
balança. Alice e Beatriz juntas pesam 100 kg, Alice e Celia juntas pesam
96 kg e Beatriz e Celia juntas pesam 108 kg. Beatriz pesa:
(A) 48 kg;
(B) 50 kg;
(C) 52 kg;
(D) 54 kg;
(E) 56 kg.

47. FGV – IBGE – 2016) A distância da Terra ao Sol é de 150 milhões


de quilômetros e esse valor é chamado de “1 unidade astronômica”
(1UA). A estrela Sírius, a mais brilhante do céu, está a 81 trilhões de
quilômetros do Sol. A distância de Sírius ao Sol em UA é:
(A) 5.400;
(B) 54.000;
(C) 540.000;
(D) 5.400.000;
(E) 54.000.000.

48. FGV – IBGE – 2016) Sobre os números inteiros w, x, y e z, sabe-se


que w > x > 2y > 3z Se z  2, o valor mínimo de w é:
(A) 6;
(B) 7;
(C) 8;
(D) 9;
(E) 10.

49. FGV – IBGE – 2016) Duas grandezas positivas X e Y são tais que,
quando a primeira diminui de 1 unidade, a segunda aumenta de 2
unidades. Os valores iniciais dessas grandezas são X = 50 e Y = 36. O
valor máximo do produto P = X.Y é:
(A) 2312;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(B) 2264;
(C) 2216;
(D) 2180;
(E) 2124.

50. FGV – IBGE – 2016) Uma senha de 4 símbolos deve ser feita de
forma a conter dois elementos distintos do conjunto {A, B, C, D, E} e dois
elementos distintos do conjunto {0, 1, 2, 3, 4, 5}, em qualquer ordem.
Por exemplo, a senha 2EC4 é uma das senhas possíveis. Nesse sistema, o
número de senhas possíveis é:
(A) 2400;
(B) 3600;
(C) 4000;
(D) 4800;
(E) 6400.

51. FGV – MRE – 2016) João olhou as dez bolas que havia em um saco
e afirmou: “Todas as bolas desse saco são pretas”. Sabe-se que a
afirmativa de João é falsa. É correto concluir que:
(A) nenhuma bola desse saco é preta;
(B) pelo menos nove bolas desse saco são pretas;
(C) pelo menos uma bola desse saco é preta;
(D) pelo menos uma bola desse saco não é preta;
(E) nenhuma bola desse saco é branca.

52. FGV – MRE – 2016) Em um supermercado uma embalagem com


certa quantidade de frios fatiados estava com a etiqueta abaixo sem a
informação R$/kg.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

O preço aproximado de 1,0kg desse produto é:


(A) R$20,50;
(B) R$21,10;
(C) R$21,80;
(D) R$22,30;
(E) R$22,90.

53. FGV – MRE – 2016) Considere a sentença: “Corro e não fico


cansado”. Uma sentença logicamente equivalente à negação da sentença
dada é:
(A) Se corro então fico cansado.
(B) Se não corro então não fico cansado.
(C) Não corro e fico cansado.
(D) Corro e fico cansado.
(E) Não corro ou não fico cansado.

54. FGV – MRE – 2016) Em certo ano, o dia 31 de dezembro caiu em


um domingo e, em um reino distante, o rei fez o seguinte
pronunciamento: “Como as segundas-feiras são dias horríveis, elas estão
abolidas a partir de hoje. Assim, em nosso reino, cada semana terá
apenas 6 dias, de terça-feira a domingo. Portanto, como hoje é domingo,
amanhã, o primeiro dia do ano novo, será terça-feira.” O ano novo não foi
bissexto. Então, nesse reino distante, o dia de Natal (25 de dezembro)
desse ano caiu em:
(A) uma terça-feira;
(B) uma quarta-feira;
(C) uma quinta-feira;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(D) uma sexta-feira;
(E) um sábado.

55. FGV – MRE – 2016) Lucas é artesão, fabrica vassouras e, certo


dia, levou 40 vassouras para vender na feira. Ele começou vendendo cada
vassoura por 12 reais e, perto do final, baixou o preço para a metade,
terminando o dia com todo o seu estoque vendido, arrecadando 336
reais. O número de vassouras que Lucas vendeu pelo preço mais alto foi:
(A) 12;
(B) 14;
(C) 15;
(D) 16;
(E) 18.

56. FGV – MRE – 2016) Considere três caixas A, B e C. Na caixa A há


dez bolas brancas, na caixa B há doze bolas pretas e na caixa C há oito
bolas azuis. Inicialmente, retiram-se seis bolas da caixa A, que são
colocadas na caixa B. A seguir, retiram-se aleatoriamente oito bolas da
caixa B, que são colocadas na caixa C. Por último, retiram-se
aleatoriamente seis bolas da caixa C, que são colocadas na caixa A. Ao
final desse processo, é correto concluir que:
(A) na caixa A há, no mínimo, quatro bolas azuis;
(B) na caixa A há, no máximo, oito bolas brancas;
(C) na caixa B há, no máximo, dez bolas pretas;
(D) na caixa B há, no mínimo, quatro bolas brancas;
(E) na caixa C há, no máximo, quatro bolas azuis.

57. FGV – MRE – 2016) Em uma reunião, as únicas pessoas presentes


são políticos de três partidos: PA, PB e PC. Para cada três políticos do
partido PA há dois políticos do partido PB e, para cada cinco políticos do
partido PB, há quatro políticos do partido PC. Nessa reunião, a razão entre
o número de políticos do partido PB e o número total de políticos é:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(A) 10/33
(B) 11/34
(C) 12/35
(D) 13/36
(E) 14/37

58. FGV – DPE/RO – 2015) João recebeu seu salário, gastou dele 40%
nas despesas habituais e, do restante, 30% foram colocados na caderneta
de poupança. A quantia que restou representa, do salário total, a
porcentagem de:
(A) 18%;
(B) 30%;
(C) 36%;
(D) 40%;
(E) 42%.

59. FGV – DPE/RO – 2015) Em uma cozinha há dois potes vazios


diferentes A e B, sendo que o primeiro pesa 400g e o segundo pesa 540g.
A cozinheira Elisa distribuiu 1kg de farinha, uma parte em cada pote, de
forma que os potes com farinha ficaram com o mesmo peso. A
quantidade de farinha que o pote A contém é de:
(A) 140g;
(B) 370g;
(C) 430g;
(D) 570g;
(E) 620g.

60. FGV – DPE/RO – 2015) Quatro amigos foram de Porto Velho para
Ariquemes no carro de um deles e combinaram dividir igualmente a
despesa com a gasolina. Saíram com o tanque cheio e, no destino,
encheram o tanque de novo para verificar a quantidade de gasolina que
foi gasta. Feita a divisão da despesa, um dos amigos percebeu que tinha

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
esquecido a carteira e só pôde contribuir com os R$ 5,00 que tinha no
bolso. Com isso, cada um dos outros três teve que dar mais R$ 3,50 para
completar o total da despesa. A despesa total com a gasolina foi de:
(A) R$ 62,00;
(B) R$ 64,00;
(C) R$ 66,00;
(D) R$ 68,00;
(E) R$ 70,00.

61. FGV – DPE/RO – 2015) Considere a afirmação: “Nenhum pintor é


cego”.
A negação dessa afirmação é:
(A) Há pelo menos um pintor cego.
(B) Alguns cegos não são pintores.
(C) Todos os pintores são cegos.
(D) Todos os cegos são pintores.
(E) Todos os pintores não são cegos.

62. FGV – DPE/RO – 2015) Ana, Bia, Clara e Dulce possuem alturas
diferentes e fizeram uma fila em ordem crescente das alturas. Sabe-se
que:
• Dulce é mais baixa que Clara, que não é a mais alta.
• Ana é mais baixa que Bia, mas não é a mais baixa.
• Ana não está entre Bia e Clara.
É correto afirmar que:
(A) Ana é mais baixa que Dulce;
(B) Clara é mais alta que Bia;
(C) Dulce é mais alta que Clara;
(D) Bia é mais baixa que Ana;
(E) Ana é mais baixa que Clara.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
63. FGV – DPE/RO – 2015) O avô de João fará 90 anos e no dia do
aniversário, como presente, João dará ao seu avô exatamente 90
bombons. Os bombons preferidos do avô de João são vendidos em caixas
com 6 bombons e em caixas com 8 bombons. O menor número possível
de caixas de bombons que João poderá comprar é:
(A) 10;
(B) 11;
(C) 12;
(D) 13;
(E) 14.

64. FGV – TJ/PI – 2015) Francisco vendeu seu carro e, do valor


recebido, usou a quarta parte para pagar dívidas, ficando então com R$
21.600,00. Francisco vendeu seu carro por:
(A) R$ 27.600,00;
(B) R$ 28.400,00;
(C) R$ 28.800,00;
(D) R$ 29.200,00;
(E) R$ 29.400,00.

65. FGV – TJ/PI – 2015) Em um prédio há três caixas d’água


chamadas de A, B e C e, em certo momento, as quantidades de água, em
litros, que cada uma contém aparecem na figura a seguir.

Abrindo as torneiras marcadas com x no desenho, as caixas foram


interligadas e os níveis da água se igualaram. Considere as seguintes
possibilidades:
1. A caixa A perdeu 300 litros.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
2. A caixa B ganhou 350 litros.
3. A caixa C ganhou 50 litros.
É verdadeiro o que se afirma em:
(A) somente 1;
(B) somente 2;
(C) somente 1 e 3;
(D) somente 2 e 3;
(E) 1, 2 e 3.

66. FGV – TJ/PI – 2015) Um grupo de 6 estagiários foi designado para


rever 50 processos e cada processo deveria ser revisto por apenas um
dos estagiários. No final do trabalho, todos os estagiários trabalharam e
todos os processos foram revistos. É correto afirmar que:
(A) um dos estagiários reviu 10 processos;
(B) todos os estagiários reviram, cada um, pelo menos 5 processos;
(C) um dos estagiários só reviu 2 processos;
(D) quatro estagiários reviram 7 processos e dois estagiários reviram 6
processos;
(E) pelo menos um dos estagiários reviu 9 processos ou mais.

67. FGV – TJ/PI – 2015) A figura abaixo mostra uma pista circular de
ciclismo dividida em 5 partes iguais pelos pontos A, B, C, D e E.

Os ciclistas Marcio e Paulo partem simultaneamente do ponto A,


percorrendo a pista em sentidos opostos. Marcio anda no sentido horário
com velocidade de 10km/h, Paulo no sentido anti-horário com velocidade
de 15km/h, e eles se cruzam várias vezes. Marcio e Paulo se cruzam pela
terceira vez no ponto:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(A) A;
(B) B;
(C) C;
(D) D;
(E) E.

68. FGV – TJ/PI – 2015) A figura abaixo mostra a planta de um salão.


Os ângulos A, B, C, D e E são retos e as medidas assinaladas estão em
metros.

A área desse salão em m2 é:


(A) 81;
(B) 86;
(C) 90;
(D) 94;
(E) 96.

69. FGV – TJ/PI – 2015) Cada um dos 160 funcionários da prefeitura


de certo município possui nível de escolaridade: fundamental, médio ou
superior. O quadro a seguir fornece algumas informações sobre a
quantidade de funcionários em cada nível:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
Sabe-se também que, desses funcionários, exatamente 64 têm nível
médio. Desses funcionários, o número de homens com nível superior é:
(A) 30;
(B) 32;
(C) 34;
(D) 36;
(E) 38.

70. FGV – TJ/PI – 2015) A partir do ano de 1852, quando a cidade de


Teresina foi fundada, certa igreja resolveu promover, de 7 em 7 anos,
uma festa em homenagem a Nossa Senhora do Amparo, a padroeira da
cidade. Essa festa ocorre, então em 1859, 1866, e assim por diante,
estabelecendo uma tradição.
Mantendo-se a tradição, a próxima festa será realizada em:
(A) 2017;
(B) 2018;
(C) 2019;
(D) 2020;
(E) 2021.

71. FGV – TJ/PI – 2015) Francisca tem um saco com moedas de 1


real. Ela percebeu que, fazendo grupos de 4 moedas, sobrava uma
moeda, e, fazendo grupos de 3 moedas, ela conseguia 4 grupos a mais e
sobravam 2 moedas.
O número de moedas no saco de Francisca é:
(A) 49;
(B) 53;
(C) 57;
(D) 61;
(E) 65.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
72. FGV – TJ/PI – 2015) Uma loja em liquidação oferece todos os seus
produtos com um desconto de 30%. Nessa loja, um produto que custava
inicialmente R$ 240,00 está sendo vendido por:
(A) R$ 72,00;
(B) R$ 144,00;
(C) R$ 168,00;
(D) R$ 172,00;
(E) R$ 210,00.

73. FGV – TJ/PI – 2015) Odete tem algumas manias, entre as quais,
sapatos e uma preferência por números ímpares. Assim, ela resolveu
etiquetar sua coleção de pares de sapatos usando a sequência dos
números naturais ímpares. O primeiro par de sapatos foi etiquetado com
o número 1 e o último par de sapatos que ela comprou recebeu o número
47. A quantidade de pares de sapatos que Odete possui é:
(A) 47;
(B) 25;
(C) 24;
(D) 23;
(E) 22.

74. FGV – TJ/PI – 2015) A figura a seguir mostra um salão poligonal


ABCDEF, onde os ângulos internos nos vértices A, B, C, D e F são retos e
as medidas indicadas estão em metros.

O perímetro e a área desse salão são, respectivamente:

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(A) 105 m e 44 m2
(B) 44 m e 105 m2
(C) 120 m e 36 m2
(D) 36 m e 120 m2
(E) 120 m e 44 m2.

75. FGV – TJ/PI – 2015) Dois médicos atendem 24 pacientes em 6


horas. Mantidas as proporções, três médicos atendem 24 pacientes em:
(A) 9 horas;
(B) 8 horas;
(C) 6 horas;
(D) 4 horas;
(E) 3 horas.

76. FGV – TJ/PI – 2015) Em uma determinada empresa, metade de


seus funcionários vai para casa de ônibus, um quinto vai de carro, um
oitavo vai de bicicleta e os demais vão a pé. A fração dos funcionários que
vai para casa a pé equivale a:
4
(A)
5
3
(B)
15
7
(C)
15
3
(D)
40
7
(E)
40

77. FGV – TJ/PI – 2015) Pedro caminha qualquer distância em um


quarto do tempo que seu filho Junior leva para caminhar a mesma
distância. Pedro e Junior partem simultaneamente do ponto O, em
direções opostas, caminhando na pista retangular mostrada a seguir, na
qual O e C são, respectivamente, os pontos médios de EA e DB. As
dimensões da pista retangular, em metros, são EA = 13 e AB = 7.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

Quando Pedro e Junior se encontrarem pela primeira vez, eles estarão


mais perto do ponto:
(A) A;
(B) B;
(C) C;
(D) D;
(E) E.

78. FGV – TJ/PI – 2015) Para estimar o valor da diferença A – B,


Tales diminuiu o valor de A de um pequeno valor positivo e aumentou o
valor de B do mesmo pequeno valor, subtraindo então os resultados
encontrados.
A estimativa obtida por Tales foi obrigatoriamente:
(A) zero;
(B) igual a A - B;
(C) igual a B - A;
(D) menor que A - B;
(E) maior que A - B.

79. FGV – TJ/PI – 2015) Teófilo pagou sua fatura do cartão de crédito
com atraso. Por esse motivo, foram cobrados 12% de juros e Teófilo
pagou o total de R$ 672,00. Se Teófilo tivesse pago sua fatura sem
atraso, o valor seria:
(A) R$ 591,36;
(B) R$ 600,00;

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
(C) R$ 602,54;
(D) R$ 610,00;
(E) R$ 612,64.

80. FGV – TJ/PI – 2015) Em um caixote há 10 dúzias de laranjas, pelo


menos 2 laranjas estão verdes e, entre quaisquer 6 laranjas desse
caixote, pelo menos 2 estão maduras. É correto afirmar que nesse caixote
há:
(A) no mínimo 116 laranjas maduras;
(B) no máximo 116 laranjas maduras;
(C) no mínimo 116 laranjas verdes;
(D) no máximo 116 laranjas verdes;
(E) exatamente 116 laranjas verdes.

81. FGV – TJ/PI – 2015) Em um saco A há somente fichas vermelhas e


em um saco B há somente fichas amarelas, sendo 7 fichas em cada saco.
Retiram-se 3 fichas do saco A, que são então colocadas no saco B.
Depois, retiram-se aleatoriamente 3 fichas do saco B, que são então
colocadas no saco A.
É correto concluir que ao final do procedimento descrito:
(A) há no máximo 4 fichas vermelhas no saco A;
(B) há exatamente 4 fichas vermelhas no saco A;
(C) há exatamente 4 fichas amarelas no saco B;
(D) o número de fichas amarelas no saco A é menor do que o número de
fichas vermelhas no saco B;
(E) o número de fichas vermelhas no saco A é igual ao número de fichas
amarelas no saco B.

82. FGV – TJ/PI – 2015) Em uma urna há somente bolas brancas,


bolas pretas e bolas vermelhas. Para cada bola branca há três bolas
pretas e para cada duas bolas pretas há cinco bolas vermelhas. A razão
entre a quantidade de bolas pretas e a quantidade total de bolas na urna

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
é:
3
(A)
10
4
(B)
19
5
(C)
21
6
(D)
23
7
(E)
25

83. FGV – TJ/PI – 2015) Considere a sequência TJPITJPITJPITJ... onde


as quatro letras TJPI se repetem indefinidamente. Desde a 70ª até a 120ª
letras dessa sequência, a quantidade de letras P é:
(A) 12;
(B) 13;
(C) 14;
(D) 15;
(E) 16.

84. FGV – TCE/SE – 2015) Em uma oficina há um pote com 18


parafusos e 22 porcas. Todos os parafusos têm o mesmo peso, todas as
porcas têm o mesmo peso e o peso total de todas as peças é de 214g.
Quando uma porca é colocada em um parafuso, o peso do conjunto é de
11g. O peso de um parafuso é de:
(A) 4g;
(B) 5g;
(C) 6g;
(D) 7g;
(E) 8g.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
85. FGV – TCE/SE – 2015) Após executar 60 tiros, Billy obteve 55% de
acertos. Com mais 15 tiros, ele aumentou sua porcentagem de acertos
para 56%. Desses últimos 15 tiros, Billy acertou:
(A) 3;
(B) 6;
(C) 9;
(D) 12;
(E) 15.

86. FGV – TCE/SE – 2015) Em uma urna há apenas bolas brancas,


bolas pretas e bolas vermelhas. Exatamente 17 bolas não são brancas, 29
não são pretas e 22 não são vermelhas. O número de bolas na urna é:
(A) 32;
(B) 34;
(C) 36;
(D) 38;
(E) 40.

87. FGV – TCE/SE – 2015) Em uma empresa de Aracaju, 45% dos


funcionários são mulheres. Do total de funcionários, 55% são de Aracaju
e os demais são do interior do estado. Além disso, 60% dos que são do
interior do estado são homens. Entre as mulheres, a porcentagem
daquelas que são do interior é:
(A) 35%;
(B) 40%;
(C) 45%;
(D) 50%;
(E) 55%.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A
88. FGV – TCE/SE – 2015) Considere a afirmação:
“Se hoje é sábado, amanhã não trabalharei.”
A negação dessa afirmação é:
(A) Hoje é sábado e amanhã trabalharei.
(B) Hoje não é sábado e amanhã trabalharei.
(C) Hoje não é sábado ou amanhã trabalharei.
(D) Se hoje não é sábado, amanhã trabalharei.
(E) Se hoje não é sábado, amanhã não trabalharei.

89. FGV – TCE/SE – 2015) O aniversário da cidade de Aracaju é o dia


17 de março que, em 2015 caiu em uma terça-feira. Como o próximo ano
será bissexto, o mês de fevereiro terá um dia a mais. Portanto, o dia 17
de março de 2016 cairá em:
(A) uma segunda-feira;
(B) uma quarta-feira;
(C) uma quinta-feira;
(D) uma sexta-feira;
(E) um domingo.

90. FGV – TCE/SE – 2015) Duas tartarugas estavam juntas e


começaram a caminhar em linha reta em direção a um lago distante. A
primeira tartaruga percorreu 30 metros por dia e demorou 16 dias para
chegar ao lago. A segunda tartaruga só conseguiu percorrer 20 metros
por dia e, portanto, chegou ao lago alguns dias depois da primeira.
Quando a primeira tartaruga chegou ao lago, o número de dias que ela
teve que esperar para a segunda tartaruga chegar foi:
(A) 8;
(B) 9;
(C) 10;
(D) 12;
(E) 15.

P A L
RACIOCÍNIO LÓGICO QUANTITATIVO P IBGE
TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS
P A L A

01 D 02 D 03 B 04 C 05 B 06 C 07 B
08 A 09 B 10 C 11 C 12 E 13 E 14 C
15 C 16 A 17 E 18 E 19 C 20 A 21 C
22 B 23 C 24 D 25 B 26 D 27 A 28 C
29 E 30 A 31 D 32 B 33 E 34 B 35 A
36 B 37 E 38 C 39 B 40 A 41 E 42 A
43 D 44 C 45 D 46 E 47 C 48 E 49 A
50 B 51 D 52 E 53 A 54 E 55 D 56 C
57 A 58 E 59 D 60 A 61 A 62 E 63 C
64 C 65 C 66 E 67 E 68 A 69 B 70 D
71 B 72 C 73 C 74 B 75 D 76 E 77 A
78 D 79 B 80 A 81 E 82 D 83 B 84 D
85 C 86 B 87 B 88 A 89 C 90 A

P A L