Sei sulla pagina 1di 22

IAO

É
O
VERDADEIRODEUS
Por:
Luis Bernardo
Palacio Acosta
Bodhisattwa de
V.M. THOTH-MOISÉS

IAO
ÉO
VERDADEIRO DEUS

Verdadeiro e mais antigo nome de Deus: "IAO" é escrito em um fragmento encontrado em


Qumran, classificada sob os nomes "4q120 (4QpapLXXLevb) 4QSeptuagint Leviticusb"

IAW = IAO

E n este texto grego velho da Septuaginta, encontrados em Qumran, o Livro de Levítico Moisés
(Levítico 4: 27), que datam do primeiro século antes da era cristã, o nome de Deus está escrito:
"IAW" (IAO ).

Este pequeno, ainda, mais precioso e valioso fragmento do livro de Levítico Moisés,
encontrado em uma das cavernas ao redor Qumran (em Cave 4: 4q120, fragmento de 20, 4 ),
por as margens do Mar Morto, Quem escreveu o Nome Inefável de Deus "IAW" (IAO), é outra
prova inquestionável de que o Nome de Deus do Profeta Moisés é IAO ...
"JESUS CRISTO,
DEUS DE DEUS, IAW"

E l autor do livro " Os gnósticos e seus restos mortais" , afirma a ter em sua posse um Abraxas
Gem, que tinha a seguinte legenda:

Este mesmo autor, explica que esta lenda da gema Abraxas, gnóstica, em seu poder, deve ser
lida da seguinte forma:

A interpretação anterior, em caracteres gregos, tem claramente o seguinte significado:

"JESUS CRISTO,
DEUS DE DEUS, IAW (IAO)"

E l autor de "Os gnósticos e seus restos mortais" ( "Os gnósticos e seus


remanescentes"), continua explicando, besides-, referindo-se a legenda na parte gem Abraxas
na sua posse, que:

"Esta inscrição inclui as letras IH colocadas visivelmente no centro, o que provavelmente


representa [...] as letras hebraicas Yod He [YH] [...] ou Primeira Emanação da Divindade ..."

Em nome da verdade, declaramos e testificamos que nosso Senhor Jesus Cristo, Deus de Deus,
IAO, é o Filho Unigênito do Pai Celestial e a "Primeira Emanação do Divino".

O DEUS ANUBIS
O DEUS IAO DO EGIPTO

" ... os gnósticos, na maioria, imagens e símbolos da mitologia egípcia antiga emprestados
(especialmente os relacionados com Agathodaemon, o Solar IAO Deus e Guia das Almas, o
cabeça de chacal deus Anúbis .. .) " (Da peça "Os gnósticos e seus restos".)

L ou que não deve ser surpreendente, já que o mesmo profeta Moisés, "foi ensinado ... em
toda a sabedoria dos egípcios, e era poderoso em palavras e atos", como atesta o livro "Os
Atos dos apóstolos ", capítulo 7, verso 22.

Nosso Senhor Jesus Cristo também esteve no Egito, até sua juventude, como afirma o apóstolo
Mateus, em seu Evangelho, onde ele diz:

"... de modo que o que o Senhor disse através do profeta seria cumprido, quando ele disse:
Fora do Egito eu chamei meu filho ..." (Mateus, 2: 15).

"O que o Senhor disse através do profeta" é o que está escrito pelo profeta Oséias:

"... quando Israel era jovem [na'ar], eu o amava e do Egito eu chamava Meu filho." (Oséias 11:
1).]
O Zohar, interpretando esotericamente as palavras anteriores do profeta Oséias, e aplicando-
as ao profeta Moisés, explica-as da seguinte maneira:

"E quando ela não podia mais esconder [de Moisés]." (Êxodo, 2: 3) Durante todo o tempo sua
comunhão com o Santo, Bendito seja Ele, não foi manifestada. Mas, em seguida, "Moisés
falou, e Deus lhe respondia por uma voz" (Êxodo XIX, 19.) "Ela tomou para ele uma arca de
juncos": com ele a arca contendo a "tábuas da aliança" foi prenunciado: E o manchado de lodo
e betume, com o que é novamente prefigurado a Arca que tinha uma capa dentro e uma capa
do lado de fora. R. Judah disse que isto era simbólico da Torá na qual o Santo, Bendito seja Ele,
estabelecia regras severas na forma de preceitos, positivos e negativos. "E ela colocou a
criança dentro." (Êxodo, 2: 3) Isso prefigura Israel, de quem está escrito: "Quando Israel era
criança, eu o amava" (Oséias XI, 1). (O Zohar, Volume III, Seção "Shemot").

O autor de "The Gnostics and Their Remains", referindo-se a algumas gemas ou jóias gnósticas
esculpidas com figuras e palavras, diz, referindo-se a uma delas com a imagem de Deus Anúbis,
que:

" ... o Anubis de Apuleio, [...] deve ter possuído um par de cabeças humanas e caninas e ele é
figurativo, segurando caduceu e palma em certas jóias [gnóstica] [...] Essas mesmas expressões
eles me induziriam a acreditar na [...] verdadeira figura de Deus Abraxas, e deve ser lembrado
que essa imagem era o "Deus Supremo", e ele, como sabemos, era o IAO do Egito.

"O tipo de figuras Abraxas são principalmente concebidos na antiga iconografia da religião
egípcia [...] De todos estes tipos de tomadas desde que o mais frequente e mais importante é a
cabeça do chacal Anubis (às vezes o dobro cabeça, sobrepondo o ser humano a sua própria), e
carregando o caduceu de Hermes para denotar suas almas ofício condução, não [...] através
das sombras do submundo! mas ao longo do caminho planetário seu descanso final no
Pleroma. Assim, o evangelho gnóstico "Pistis-Sophia" (§ 20), descrevendo o Salvador depois de
receber a sua roupa leve, inscrita com as cinco palavras de poder e com os nomes de todos os
domínios [Poderes firmamento] encontrado em Sua Ascensão, faz chegar primeiro ao Portão
do firmamento,em seguida, o Deus da esfera, então a esfera do Destino, e, finalmente, para as
doze grandes Aeons: todos cujos poderes quando eles olharam para os seus próprios nomes
escritos no manto vibrou com medo e começaram a cantar hinos a Ele. Este Anubis-
Hermes aparece às vezes acenando com um galho de palmeira para proclamar Sua Vitória
sobre os Poderes do Mal; ou que preside sobre o psychostasia . "pesando a alma", a cena
normalmente pintados na morte egípcia Ritual Na última personagem que ele [Anubis]
Retratado aqui é o Cristo, o juiz dos vivos e dos mortos ; [...]. em antigos gemas grego Hermes
é muitas vezes representado inclinado para a frente, com o caduceu na mão, e sua virtude
mística ajudar uma alma a emergir das profundezas da terra, uma estranha coincidência em
forma, provavelmente originalmente , com a pintura do Salvador medieval que tira almas do
Purgatório ... "

"Hermes [Anubis] neste caráter particular psychopompos [Condutor de Almas] foi


grandemente usados por Naassênios (Ophitas) como representante profética do Salvador na
maior profissão. Eles realizaram Hermes [Anubis] almas principais através da escuridão no
Elysium como Cristo conduz a mente dos iluminados, por ignorância, o conhecimento
[gnosis] em seu sentido especial das palavras . "
"Este duplo caráter de Anubis é muito curiosamente expressa pela figura em uma jóia que
pertence a mim, para o observador casual apresenta o mais ortodoxo dos tipos, Bom Pastor
carregando um cordeiro em seus ombros, inclinando-se sobre sua equipe, seus lombos cingido
com cinto [...] " (Do trabalho" Os Gnósticos e Seus Restos ").

"E eu vos dei a


conhecer o teu nome
e o tornarei conhecido até mesmo "
(João 17: 25-26)

"17 Essas palavras proferiu Jesus, levantando os olhos ao céu e disse: Pai, é chegada a hora;
glorifica a teu Filho, para que também
2 seu filho pode te glorificará: Como tens dado -lhe poder sobre toda a
três carne, dê a vida eterna a todos que lhe deu. e vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o
único Deus verdadeiro,
4 e Jesus Cristo, a quem enviaste Eu glorifiquei-te.
5 terra, tendo consumado a trabalho que você me deu para fazer, agora, Pai, glorifique-me
ao seu lado, com essa glória
6Eu tive com você antes do mundo ser. Eu manifestei o seu nome aos homens que você me
deu do mundo; Eram teus, e
7 deu-lhes para mim, e eles guardaram a tua palavra. Agora você
aprendeu que todas as coisas que você me deu vêm de você; porque as palavras que você
me deu, eu lhes dei; e eles as receberam e verdadeiramente conheceram que saí de ti, e
creram que
9 tu me enviaste. Eu oro por eles; Ore não para o mundo,
10 mas por aqueles que me deste; porque eles são seus, e tudo o que é meu é seu, e o seu é
meu; e eu fui glorificado neles. E não mais
11 eu estou no mundo; mas estes estão no mundo, e eu vou para você. Pai santo, aos que
me deste, guarda-os em teu nome, para que sejam um, assim como nós. Quando eu estava
com
12 deles no mundo, eu os mantive em seu nome; a quem me deste, eu os guardei, e nenhum
deles se perdeu, senão o filho da perdição, para que a Escritura se cumprisse. Mas
agora eu vou para você; e falo isso no mundo, para que eles possam ter minha alegria
realizada em si mesmos. Eu te dei sua palavra; e o
mundo os odiou, porque eles não são do mundo, assim como eu não sou do mundo. Eu não
rezo para que você os tire do mundo, mas
15 que os guardes do mal. Eles não são do mundo nem são
16 do mundo. Santifique-os em sua verdade; Sua palavra é
17 verdade. Como você me enviou para o mundo, enviei
18 para o mundo. E por eles eu me santifico, para que
também eles sejam santificados na verdade. Mas eu não oro
20 somente por estes, mas também por aqueles que acreditarão em mim através de suas
palavras, para que todos sejam um; como
21Tu, Pai, em mim e eu em vós, que também sejam um em nós; para que o mundo acredite
que você me enviou . 22 A glória que me deste, eu lhes dei, para que sejam um, como nós
somos um. Eu neles, e você em mim, para que eles
sejam perfeitos na unidade, para que o mundo saiba que você me enviou, e que você os amou
como me amou. Pai, aqueles que me deste, quero que você esteja
comigo onde eu estou, para que eles possam ver a minha glória que você me deu; porque você
me amou desde antes da fundação do mundo. Pai justo, o mundo não tem
25conhecido, mas eu te conheço, e eles sabem que você me enviou. E eu terei dado a
conhecer o seu nome e irá declarar
26 -lo conhecido, de que o amor com que me amaste esteja neles, e eu neles ". (João 17: 1-
26).

E l Nome do Pai "o único Deus verdadeiro", o "Tetragrammaton" YHVH, o Deus Verdadeiro, o
Ancião dos Dias, o Nome do Pai , o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo é Jeu, cuja pronúncia
sagrado é IAO .

"1057.- Esta é a verdade que está escrito em Deuteronômio 39 IV." E você bem sabe, hoje,
você deve chamar de volta para seu coração que o Tetragrama [YHWH], é o ... o verdadeiro
Deus; em cima no céu e na terra abaixo lá é nenhuma outra ".
1058.- Quando o Tetragrammaton [YHWH], é o Ancião dos Dias. ... Este é o, bendito seja o
Seu nome para sempre, e através das Epochs of the Times. " (Simeon ben Yojai em" A Grande
Assembléia Sagrada "Ha Idra Rabba Qadisha", "Capítulo XLIII").

826.- ... Santo Nome de Ancião dos Dias, o Ancião dos antigos A ... " (" A Grande Assembléia
Sagrada "Idra Rabba Qadisha Ha", "Capítulo XXXV").

Nos "Livros de Jeú", Jesus, o Cristo nosso Senhor, o Filho Unigênito do Pai, declara que:

" O Deus Verdadeiro será chamado JEÚ ", "... Jeú, o verdadeiro Deus, este é o seu
nome." (Livro I de Jeú ou "O Livro do Grande Logos correspondente aos Mistérios").

Em "La Pistis Sophia", nosso Senhor Jesus Cristo chama JEÚ "o Pai de meu Pai":

"139. [...] Jesus, isto é, Aberamentho, disse:" Para o pai do meu Pai, isto é, jeu [Yew ou leu] é
o fornecedor de todos os Arcontes, e os deuses e Poderes , surgiu a partir do campo de
tesouro luz ... "(" Pistis Sophia "Capítulo 139) [Jeu é chamado a partir da luz pura da primeira
árvore do tesouro da luz:" Jeu, o Guardião da luz, vem primeiro da genuína Luz da Primeira
Árvore. "(Pistis Sophia", Capítulo 86.)

JEÚ ou IEÚ é IAW (IAO).

IAO é a pronúncia sagrado "Nome Inefável" do Santo Tetragrammaton é o Ancião dos Dias,
nosso Interior e Celestial, o antigo dos Antigos poucos, o Pai Único e Verdadeiro Deus "em
cima no céu e na terra abaixo não há outro ".

***

E l papiro encontrado entre os pergaminhos essênios de Qumran (ver imagem acima, a


do início deste artigo), nas margens do Mar Morto, classificados como "4QpapLXXLevb" tem
escrito o nome de Deus em letras gregas "ΙΑW" (IAO) , de alguns textos do livro de "Levítico" 3:
12 e 4: 27.
Este manuscrito de papiro foi encontrado na caverna 4 de Qumran e foi escrito, de acordo com
dados científicos, no século I antes de nossa era cristã.

"4q120" ( "4QpapLXXLevb") representa uma versão antiga do alfabeto grego contém a


transliteração do Sagrado tetragrama hebraico, na forma da Sagrada Trigramma
grega IAW [IAO], em vez de tradução ( "Senhor" como "kuvrio" ) de manuscritos cristãos
posteriores da Septuaginta ou Bíblia da LXX ("Setenta").

Outros textos de Levítico 3: 12 e 4: 27, de datas ainda posteriores, usam o termo "Senhor" (em
inglês "Senhor"), como na "Tradução inglesa da Bíblia da Septuaginta grega", e na "King James
Versão da Bíblia ":

"Capítulo 3 - 12 E se a oferta dele for dos bodes, então a trarei perante o Senhor."

"Capítulo 4 - 27 E se uma alma do povo da terra se recusar, fazendo algo contrário a qualquer
dos mandamentos do Senhor, o que deve ser feito, e transgredir, ..." (" Bíblia da Septuaginta
grega ", Levítico 3: 12; 4:27).

"E se a sua oferta for uma bode, apresentá-lo-á perante o SENHOR."

"E se qualquer um dos povos comuns sem pela ignorância, enquanto ele faz [alguma contra]
qualquer um dos mandamentos do SENHOR [sobre as coisas] que não deve ser feito, e ser
culpado; ... "(Levítico, 3: 12; 4:27; Bíblia King James Version").

A "Versão da Septuaginta ao espanhol" por G. Jünemman ", em Levítico 3: 12 e 4: 27, também


se traduz com a palavra" Senhor ".

O Santo Nome IAW (IAO) é mais original do que os "kurios" tradução ( "Senhor") das traduções
posteriores de "Septuaginta , " como o nome de Deus IAW [IAO], que é escrito no fragmento
de papiro da Septuaginta encontrado em Qumran ( "4QpapLXXLevb") é mais velho do que
"Kurios".

"Há evidências em um manuscrito de que eles pronunciaram o Tetragrammaton como IAHU


ou IAHO ..." ( Veja Elephantine Papyri em "The Intérpretes Dictionary of the Bible") ... "

Portanto, os termos "Deus", "Senhor", "kuvrios" ( "Kyrios"), textos do Livro do Levítico, cópias
ou novas versões da Septuaginta datado do final do primeiro século dC adiante Christian e
outros posteriores versões da Bíblia, começou a substituir o nome Sagrado tetragrama
hebraico "YHVH" ( "IEVE"), expressa na Sagrada Trigramma grega "IAW" [IAO], pelo termo
grego "Kyrios" o que significa "Senhor", tal como indicado nos fragmentos do Setenta ou
"Bíblia da LXX", encontrado em Qumran ( "4QpapLXXLevb"); e são apenas termos aplicados
por tradutores e intérpretes ao mais arcaico, verdadeiro e sagrado Nome de Deus, e isso é ...
"IAO" !!!

A tabela a seguir ilustra em breve sobre algumas cronologias transliterações do Santo Nome
"IAO" do século I4 antes da era cristã, até os séculos XX e XXI da era cristã:

Transliteração Fonte Data


Yahô, Yahou Escavações de Soleb, Egito Século XIV a. de C.

Yaho, ou "Ya'u o Deus


Elefantina Egípcios Papyri Egipto Século V a. de C.
do céu"

IAO Qumrán LXX, 4Q120 Primeiro século a. de C.

IAO Diodoro da Sicília Primeiro século a. de C.

Yaho'el Apocalipse de Abraão Séculos I-II EC.

IAO, YEU, IEU Valentino, Pistis Sophia Séculos II-III EC.

YEU Livros de Yeú Séculos II-III EC.

Iao Ireneo, Ophitas Século II EC.

IAOU Clemente de Alexandria 150-212 EC.

AwOUhEl Papiro grego

IAh Origens 250 CE.

IAw Epifania 380 CE.

IAHO San Jerónimo 347-420 CE.

Aproximadamente, 430
IAO Macrobius
EC.

Iao Teodoreto Século V CE.

IAO Livro Hebraico de Enoque Séculos V-VI EC.

Iaw Codex Marchalianus Século VI CE.

Friedrich Schiller "A Missão de


Yao Século XVIII, ano 1789
Moisés"

IAO VMHP Blavatsky Século 19, ano 1897

Arnoldo Krumm-Heller VM
IAO Século 20, ano 1931
"Huiracocha"
Nosso Venerável e Amado Mestre
IAO Século XX
Samael Aun Weor

O Santo Nome "IAO" conhecido pelo profeta Moisés é mais velho, porque não há evidências
arqueológicas que já era conhecido no momento do pai do faraó Amenhotep III Faraó
Amenhotep IV ou Akhenaton.

Uma inscrição egípcia da época faraó Amenhotep III (1390-1352 aC), o pai do faraó Akhenaton,
se refere ao "Shasu de Yhw '", mostrando que o Deus IAO, Yhw, Yaho, Yahou, era adorado
entre as tribos de o Shasu ou Beduíno naquele tempo.

No templo de Amon em Soleb (Nubia), Sudão, foram encontradas algumas esculturas da época
do faraó Amenhotep III e Amenhotep (século 14 antes da era cristã), pai do faraó Amenhotep
IV ou Akhenaton. Em uma dessas esculturas há um hieróglifo egípcio que tem o Divino e
tetragrama sagrado YHVH ... O Santo Nome de Deus Yahou (IAO), adorado pela "Shasu" ou
beduínos do deserto.

YAHO'EL
EO
"NOME INEFÁVEL"
E n o "Livro hebreu de Enoch" está escrito que "Yaho'el", que significa "Yaho-Deus" - é um dos
nomes que Deus, o Santo One , bendito seja Ele , o trouxe para Metatron, o Anjo O rosto do
Senhor

"48 D 1 Setenta nomes têm Metatron, que o Santo tomou, abençoado seja Ele, do Seu próprio
nome e os colocou Nele." Tais nomes são: Yaho'el Yah, ... ", etc. ("Livro Hebraico de Enoque",
48D, 1.)

"Yaho'el", aparece como o primeiro e principal dos nomes de Deus, dado por Deus, a Metraton
...

Em" ... uma tradição muito antiga, conectada com o anjo Yaho'el (...), mencionado no
Apocalipse de Abraão [I-II séculos CE], no seu cap. 10 estados que é o nome divino
(tetragrama). "

"Como Metatron tem o Tetragrammaton (cf. Ex. XXIII. 21," Meu nome está nele) "assim Yahoel
[em" O Apocalipse de Abraão capítulo X] é possuidor do poder do Nome Inefável. O nome
Yahoel é evidentemente um [Nome de] Tetragrammaton [YHVH] ... "

"X ... eu sou chamado Yahoel por Aquele que move tudo lá comigo na sétima expansão ao
longo do firmamento, um poder sob o Nome Inefável que habita em mim ..." (de "O Apocalipse
de Abraão ", X).

YAHO, YAHU, YA'U


O DEUS DO CÉU
dos judeus do quinto século
(aC), estabelecido
em Elefantina, Egito

E n uma série de "papiros sírios do século V" antes da era cristã, (que abrange praticamente
todo o século V aC., De 494 até 400 aproximadamente momento em que o Egito foi governado
por os persas), ou seja, papiros sírios pré-cristãos, textos judeus da Palestina, Pré-Rabínico,
Documentos tempo Ezra, traduzido do aramaico, a partir de uma colônia de judeus que se
estabeleceram no sul do Egito em Elefantina e Siena ( publicado pela "A. Cowley", Oxford,
1923), e de viver "em igualdade de condições com os egípcios" (coexistindo pacificamente com
pessoas de outras nacionalidades , babilônios, persas, egípcios, árabes, etc.,) sabe que o Deus
Nacional dos judeus de Elefantina, é chamado nestes manuscritos antigos,como:

"Ya'u [Yahu] o Deus", (Papyri aramaico n º 30).


"Ya'u [Yahu] o Deus do Céu" (
Papiro aramaico nº 27), "Ya'u [Yahu] o Senhor do Céu" (Papiro Aramaico nº 30).

O autor explica que os judeus assentados em Elefantina, no Egito, adoravam "o Deus nacional,
a quem eles chamam de Ya'u". Ele também explica que o Templo de Elefantina não era
meramente uma sinagoga ou uma casa de reunião simples, mas uma dignidade considerável
construção, com um altar em que queimou os sacrifícios eram oferecidos a Deus Yahu (IAO).
No papiro aramaico nº 31, fala-se da reconstrução do "Templo do Deus Yahu ... e dos
sacrifícios" que serão "oferecidos no altar de Deus Yahu ...":

"22 e os judeus todos eles, cidadãos de Yeb, dizem o seguinte: Se parece bom para seus
senhores,
pense nisso ...
23 permita-nos construí-lo. Olhe para seus simpatizantes e amigos que estão aqui. ..
24 quanto ao templo do Deus Yahu para construí-lo na fortaleza de Yeb como ...
25 e vamos oferecer o sacrifício no altar de
Deus Yahu em seu * favor, e vamos
orar ...
26e todos os judeus que estão aqui, se você fizer isso para que este templo seja
reconstruído ... "(Aramaic Papyri" No. 31. Uma Duplicata de No. 30. Mesma data. (Sachau, p.
23.) "

Para os judeus do século V antes da era cristã, fundada em Elefantina, no Egito, o Supremo
Deus do céu, ele foi chamado com o nome "Ya'u" (Yahu), cuja pronúncia segredo é "OAHI",
"IAO" que ele não deveria se pronunciar em vão ...

A forma do nome de Deus, no Egito, de acordo com o Papiros de Elefantina, era, como vimos
"YAU" (yod, aleph omega), que quando transliterado para o grego toma a forma "IAW" (iota,
omega alfa ).

"As letras elefantinas representam as comunicações entre Jerusalém e o Egito, e portanto é


plausível que os judeus de Jerusalém fossem como os judeus da colônia Elefantina usando o
nome YAU, e quando um grupo deles foi para o Egito foi traduzido como IAW. "

"YAO: Y-HA-HO"
em
"A Missão de Moisés",
de Friedrich Schiller
e
Beethoven

E n seu "Ensaio", intitulado "A Missão de Moisés , " Friedrich Schiller "o Poeta da Liberdade",
cuja inspiração poética de sua Ode à liberdade, inspirado por sua vez para o grande músico-
poeta LV Beethoven em seu grandioso e sublime "Nona Sinfonia", referindo-se à "causa
suprema de todas as coisas, um primeiro poder da natureza, o Ser de todos os seres , " a Iao
Moisés diz:

"Sob um velho estátua de Isis, um ler as palavras: " Eu sou, o que é, " e sob uma pirâmide em
Sais, encontra-se a inscrição mais antiga e mais notável: " Eu sou tudo, o que é, o que foi e
tudo o que será; nenhum mortal levantou meu véu ". Nenhum foi autorizado a ir para dentro
do templo de Serápis, que não têm o nome Iao - ou I-ha-ho , um nome que soa como o mesmo
[ YHVH ] dos hebreus - - no peito ou na testa, e nenhum nome foi pronunciado com mais
reverência no Egito do que este nome Iao. No hino que o Hierofante, ou padre Mestre do
Templo, canta aqueles que estão passando por iniciação, esta foi a primeira elucidação dada a
natureza da divindade: "Ele é único e existe de Si mesmo, e esta singularidade todas as coisas
devem ser seu ser ". [...] "Ele [Moisés] modelou seu Iao no Deus de seus pais ..."

LV Beethoven tinha escrito de próprio punho, e emoldurado com vidro, e tê-los na frente dele
constantemente em sua mesa, como uma relíquia e um grande tesouro diante de seus olhos,
estas palavras da Deusa Isis, citados por Schiller em " Die Sendung Moses "(" A Missão de
Moisés "):

"Eu sou o que é."


"Eu sou tudo o que é, o que foi e o que será, nenhum mortal levantou meu véu"
"Ele é Único em Si Mesmo,
e para esta Unidade todas as coisas devem ser".

"Religiosidade" de Beethoven pode ser expresso nas palavras acima da Deusa Isis-Minerva-
Neith de Sais, no Egito Templo e citados por Schiller em "A Missão de Moisés" ... e escrito com
sua própria mão, e tal Deve ter sido assim, por causa da constante veneração que ele deu
àquelas Palavras Sagradas ...

Isso significa que Beethoven sabia Ensaio de Schiller "Die Sendung Moses" ou "A Missão de
Moisés" ... E este trabalho tomou as palavras que ele escreveu, emolduradas e
constantemente tinha antes, como diante de um altar de Santo ...

Beethoven, portanto, reverenciado e amado da Deusa Isis-Minerva-Neith, sua Divina Mãe


Kundalini, seu próprio eu interior, divino, especialmente que é "o que é, o que sempre foi e
sempre será "... E ao" Um em Si mesmo "quem é o Pai, e a quem" todas as coisas devem o seu
ser "... E, ambos, a Mãe e o Pai, são" Um "(Ejad), "Oneness" ... IAO ...

IAO = BACO

"... encontramos IAO expressamente reconhecido como o título do Deus Supremo ..."

"Neste mesmo título Iao , sem dúvida, reside a origem da persuasão universal dos antigos que
a YHVH de judeus cujo nome foi expressa mais tarde em letras Griegas- não era outro
senão Bacchusegípcia ..." ( "Os gnósticos e seus restos "," O nome IAO ", de Charles William
King [1887]")

"... está provado que o Deus dos judeus não era nem mais nem menos que o pagão Baco ou
Dionísio ... O nome ... (... Iao ) é, segundo Teodoreto, aquele que secretamente se aplicava ao
deus dos mistérios Fenícios (168) e o Criador da cosmogonia caldéia ". (HP Blavatsky, "Isis
revelado", Volume III.)

"Está escrito com carvões ardentes no livro da vida durante a Idade de Ouro da Lazio e
Liguria, o Rei Divino Janus ou Saturno (IAO, Baco, Jeová IOD-Heve) , reinou sabiamente sobre
essas pessoas santas Todas as tribos das árias, embora de tempos e origens muito diferentes ".

"Então, ó meu Deus! ... como em tempos semelhantes de outros povos da Arcádia antiga,
pode-se dizer que os felizes JINAS e os homens viviam juntos." (De "O Mistério da Flor de
Ouro" do nosso Venerável e Amado Mestre Samael Aun Weor.)
BEETHOVEN
"BACCHUS ENCARNADO"

"A música é uma revelação maior do que toda a sabedoria e filosofia, é o vinho de uma nova
procriação, e estou Bacchus [Bacchus] Apertando este vinho gloriosa para os homens e os
torna beber -lo com o espírito. " [("Ludwig van Beethoven", citado em "Marion M Scott,
Beethoven (1934)"].

"A música é uma entrada incorpórea no mundo superior do Conhecimento, que compreende a
Humanidade, mas que a humanidade não entende ..."

E n referência à Sétima Sinfonia, de Beethoven, em uma ocasião, falando de si mesmo, disse:

" Estou Bacchus encarnado , para dar à humanidade o vinho [Música] para afogar mágoas de
sua dor ... [Todos] para vislumbrar o segredo da minha música está livre da miséria ao redor do
mundo."

Em uma escultura que representa Beethoven, há um texto gravado que diz:

" Eu sou Baco que aperta o delicioso néctar para os homens ."

Um escritor descreveu o fim (Allegro con brio) da Sétima Sinfonia de Beethoven, como:

"... um triunfo de ... Baco". Este movimento está cheio de bom humor e energia incessante ... "

O "Vivace", o "Scherzo" e "Finale" da "Sinfonia n º 7", de Beethoven é chamado:

"uma sorte do triunfo de Baco".

Na peça "Beethoven His Spiritual Development", está escrito:

[Tradução] "Em 28 de maio de 1810, Elizabeth Brentano, uma jovem mulher é descrita como
tendo sido muito bonito, Goethe escreveu uma carta descrevendo seu encontro com
Beethoven. No decurso da sua carta, ela afirma ... uma conversa com Beethoven atribuindo-
lhe as seguintes observações: "Quando eu abrir meus olhos Eu soluçava, porque o que eu vejo
é contrário à minha religião, e eu tenho a desprezar o mundo que não sabe que a música é
uma revelação maior do que toda a sabedoria e filosofia o vinho que inspira a novos processos
generativos, e eu sou o Bacchus apertando este vinho gloriosa para os homens e torna -
los espiritualmente bêbado ... "

" Quando eles voltar a ser sóbrio, eles tomam o mar tudo o que eles trouxeram com eles,
todos eles podem trazer para a terra seca . Eu não tenho um único amigo, eu tenho que viver
sozinho. Mas eu sei que Deus está mais perto Eu gosto de outros artistas, associo-me a Ele sem
medo, sempre o reconheci e compreendi ... Aqueles que o compreendem devem libertar-se de
todas as misérias que os outros se arrastam. "

"A música, verdadeiramente, é o mediador entre a vida intelectual e a vida sensual".


"Fale com Goethe de mim. Diga a ele para ouvir as minhas sinfonias e ele vai dizer que estou
certo em dizer que a música é a entrada incorpóreo para o mundo mais elevado de
conhecimento compreendendo a humanidade, mas a humanidade não pode compreender."

Beethoven estava trabalhando em sua "Décima Sinfonia", que ele não alcançou. Em um
esboço que Beethoven fez, ele incluía "um Festival Báquico", isto é, um Festival relacionado ao
Deus Baco, à embriaguez espiritual com o sublime vinho da Música. Eu transcrevo os seguintes
textos em inglês, referindo-me aos esboços da "Décima Sinfonia" de Beethoven, onde
Beethoven se refere ao Deus Baco:

"Um memorando sobre o tema do Symphony X aparece no esboço-livros da parte dos últimos
do ano 1818. É o seguinte:" A orquestra (violinos, etc.) para ser aumentada dez vezes, durante
os últimos movimentos, o vozes para entrar um por um. Ou o Adagio se repetir de alguma
forma nos últimos movimentos. No Allegro, no festival Bacchic "(Beethoven, de George
Alexander Fischer").

Quando LV Beethoven disse: "Eu sou Bacchus [Bacchus] Apertando este vinho gloriosa para os
homens e os faz beber o espírito ...." "Eu sou Bacchus encarnado, para dar à humanidade o
vinho [de music] para afogar mágoas de sua dor ... "" ... Eu sou o Bacchus apertando este vinho
gloriosa para os homens e torna-los espiritualmente bêbado ... Quando eles retornam para ser
sóbrio, eles tomam o mar durante todo o o que eles trouxeram com eles, todos eles podem
trazer para a terra seca ... "foi, na verdade, dizendo que ele era a pessoa ou veículo físico de"
Bodhisattva "de Deus Iao, Baco, Osiris, que como Bacchus ou Moisés leva os homens "mar"
vermelho paixão para liderar a embriaguez sublime e puro báquico sua divinal Music for the
Road "a terra seca "..." a Via Seca "da Alquimia no Deserto Iniciático da Existência ...

IAO É
O DEUS SUPREMO
DE TODOS OS DEUSES

"Diodoro da Sicília [historiador grego que viveu no primeiro século antes da era cristã],
listando as diferentes leis da antiguidade, diz: 'Entre os judeus Moses afirmou que Deus
chamou IAO lhe deu suas leis" (i. 94). E este é elucidada pela observação de Clemente de
Alexandria, o Tetragrama hebraico ou Nome Mystic, ΙΑΟΥ é pronunciado [ IAOU ], que significa
"que é e será." [San] Jerome VIII dos Salmos diz: "O Nome do Senhor" entre os hebreus é de
quatro letras, Yod, He, Vau, He, é propriamente o nome de Deus, e deve ser lido como OAHI ...
O autor do 'Tratado sobre Interpretações' diz: "", que explica suficientemente o poder
poderoso ligado a esta fórmula pelo autor inspirado da Pistis Sophia ..." ("The Gnostics and
Their Remains".)

"... Iao é o deus supremo de todos os deuses , no inverno, Hades, Zeus começa na primavera,
o sol no verão, e no outono, a esplêndida IAO " Clique para mais 1 18,19-20 Macrobius [*],
The Saturnalia, tr. PV Davies (NY: Columbia U. Press, 1969), p. 131. "

* O Saturnalia (título original: Saturnalia) é uma obra literária de Ambrosius Teodósio


Macrobius, escritor romano e gramático, composto de 430 anos de nossa era cristã.
A INTERPRETAÇÃO
DE IAO
POR NOSSO SENHOR
JESUS CRISTO

"E Jesus fez invocação voltando-se para os quatro pontos cardeais com seus discípulos, que
estavam vestidos com roupas de linho, e disse: " IAO IAO IAO " , cuja interpretação é esta:
iota, porque o Pleroma surgiu, alfa, porque ele vai voltar novamente para si mesmo, ômega,
porque a consumação de toda a integridade será realizada ". ("Pistis Sophia", capítulo 136,
"Pós-dados: uma parte dos volumes do Salvador").

JESUS É
O ALFA E O OMEGA
(Apocalipse 22:13).

I = Iesus
A = Alpha
O = Omega

JESUS CRISTO
É O SENHOR
[Kurios, IAO]

"2:1 POR tanto, si hay alguna consolación en Cristo; si algún refrigerio de amor; si alguna
comunión del Espíritu; si algunas entrañas y misericordias,
2:2 Cumplid mi gozo; que sintáis lo mismo, teniendo el mismo amor, unánimes, sintiendo una
misma cosa.
2:3 Nada hagáis por contienda ó por vanagloria; antes bien en humildad, estimándoos
inferiores los unos á los otros:
2:4 No mirando cada uno á lo suyo propio, sino cada cual también á lo de los otros.
2:5 Haya, pues, en vosotros este sentir que hubo también en Cristo Jesús:
2:6 El cual, siendo en forma de Dios, no tuvo por usurpación ser igual á Dios:
2:7 Sin embargo, se anonadó á sí mismo, tomando forma de siervo, hecho semejante á los
hombres;
2:8 Y hallado en la condición como hombre, se humilló á sí mismo, hecho obediente hasta la
muerte, y muerte de cruz.
2:9 Por lo cual Dios también le ensalzó á lo sumo, y dióle un nombre que es sobre todo
nombre;
2:10 Para que en el nombre de Jesús se doble toda rodilla de los que están en los cielos, y de
los que en la tierra, y de los que debajo de la tierra;
02:11 E toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor [Kurios, IAO], para a glória de Deus
o Pai " (De" A Epístola de São Paulo aos Filipenses , "2: 1-11).

E estudiosos mong, há alguns que têm sugerido que o título de "Alpha e Omega" o livro do
Apocalipse está relacionada com a forma grega IAW do Divino Nome IAO.
Deus: 'Eu sou o Alfa eo Ômega' (1,8)
Jesus: "Eu sou o primeiro eo último" (1:17, cf. 2.8)
Deus: 'Eu sou o Alfa eo Ômega, o princípio eo fim "( 21,6)
Jesus: 'Eu sou o Alfa eo Ômega, o primeiro eo último, o princípio eo fim "(22.13).

"IAO
É O NOME DE DEUS
ENTRE OS
CRISTÃOS DO EVANGELHO"

"O Grande Mestre Huiracocha diz na Igreja Gnóstica, o seguinte:" Diodoro disse: Sabei
que dentre todos os deuses, o mais elevado é IAO "" Aides é inverno; Zeus começa na
Primavera; Helios no verão. e cair de volta à atividade IAO, que trabalha constantemente. ""
IAO é Jovis Pater, é Júpiter, a quem chamam os judeus não Yahweh certo. "" IAO oferece o
vinho substancial de vida, enquanto Júpiter é um escravo sol. " (Ensinamentos do nosso
Venerável e Amado Mestre Samael.)

" estudos recentes confirmaram que o Deus Javé ou Javé [Senhor ou Javé] dos judeus é
realmente um mal demônio quem os judeus têm intencionalmente confundidos com YHVH. ..
"(Do livro "The Gnostic Church" do Dr. Arnold Krum Heller, VM Huiracocha.).

"... Diodorus declara que" entre os judeus diz-se que Moisés chamou o deus IAO "(HP
Blavatsky).

"... a luz solar ideal, ... foi a influência espiritual que emana do Deus supremo, Iao, a luz apenas
concebível pela mente, ..." (HP Blavatsky, "Isis Unveiled").

" ... nós sabemos hoje que o nome IHOH (...) é para ser lido Iahoh ou AHI e não Jeová . O Iah
dos hebreus é obviamente o Iacchos (Baco) dos Mistérios , que esperavam suas almas
libertação, e indistintamente foi chamado Dionísio, Iacchos, Iahoh e Iah ". (HP Blavatsky, "Isis
revelado").

O IAO
OU
YAHO MINOR

E n "O Pistis Sophia" nosso Senhor Jesus Cristo, falando com os seus apóstolos no Monte das
Oliveiras no mundo causal, dá-lhes ensinando como dentro do corpo de João Batista, eles
foram incorporados dois aspectos: em primeiro lugar, "a força que tinha recebido o menor
IAO, o Bom, que está no meio, aquele que tem o poder para proclamar diante de mim e
preparar o caminho, e batizar com o perdão de água dos pecados ..."; eo segundo, "o espírito
de Elias" ... "Desta forma, o poder do IAO menos, o que está no meio, e o espírito do Profeta
Elias, estavam ligados a do corpo de João Batista"

"É a encarnação de João Batista." E aconteceu então, quando cheguei a do meio dos
governantes das eras, que olhou para o mundo da humanidade, por ordem do Primeiro
Mistério. Eu encontrei Elizabeth, mãe de João Batista, antes de ter concebido, e plantadas em
que a força tinha recebido menor IAO, o Bom, que está no meio, aquele que tem o poder para
proclamar diante de mim e preparar o caminho, e batizar com água do perdão dos pecados ".

"Essa força, portanto, está no corpo de João."

"Como João foi Elias em uma encarnação passada."


"Além disso, em vez do espírito dos governantes que este havia designado para entreter, eu
encontrei o espírito de Elias nas eras da esfera e tomou-lo de lá, e tomou o seu espírito,
levando-o à Virgem de luz, e ela deu-lhe aos seus receptores; eles o levaram para a esfera dos
governantes e despejaram-no na barriga de Elizabeth. Desta forma, o poder do IAO inferior,
que está no meio, e o espírito do profeta Elias, estavam ligados ao corpo de João Batista. Por
este motivo você dudasteis em outra época, quando eu disse, "John disse, eu não sou o
Cristo", e você me disse: "Está escrito que: Quando o Messias vier, Elias virá antes dele e
preparar o seu caminho." No entanto, quando você me disse isso, eu respondi: "Elias
verdadeiramente veio e preparou todas as coisas como está escrito, e elas fizeram por ele o
que deveriam." E quando eu percebi que não tinha entendido o que falei relacionado com o
espírito de Elias está ligada a João Batista, respondi abertamente: "Se você aceitar João
Batista: ele é o Elias que eu falei para vir".("Pistis Sophia").

Nosso Senhor Jesus Cristo diz claramente que no corpo de João Batista, estavam atadas, ou
encravados, "o poder do IAO menos, o que está no meio, eo espírito do Profeta Elias" ...

Quando o próprio João, o Batista, foi perguntado se ele era Elias, ele respondeu "Eu não sou":

"Este é o testemunho de João, quando os judeus lhe enviaram de Jerusalém sacerdotes e


levitas 20 perguntar-lhe: Quem és tu confessou, e 21 não negou, mas confessou:. Eu não sou o
Cristo E perguntaram-lhe ¿ ? o que então ? és tu Elias disse, eu não sou. és tu o profeta E
ele respondeu: não disseram:?. quem és tu para nos dar 22 resposta aos que nos enviaram ? o
que você diz sobre si mesmo? ele disse: Eu sou a voz do que clama no deserto: Faça reta o
caminho do Senhor 23 [*]como disse o profeta Isaías. E aqueles que foram enviados 24 eram
dos fariseus. E eles perguntaram-lhe, e 25 disseram-lhe: Por que, então, você batiza, se você
não é o Cristo, nem Elias, nem o profeta? João lhes respondeu dizendo: Eu batizo 26 com
água; mas entre vós há um que não conheceis. Este é o que vem depois de mim, aquele que é
27 antes de mim, de quem não sou digno de desatar a alça do calçado. Estas coisas
aconteceram na Betábara, do outro lado do Jordán 28, onde Juan estava batizando. "(O Santo
Evangelho segundo San Juan, 1: 19-28).

Mas nosso Senhor Jesus Cristo testemunha, nos Evangelhos, como em "Pistis Sophia , " que em
João Batista, o profeta Elias se encarnou ... Então, por João Batista, perguntado se ele era
Elias, "ele confessou, e não negou, mas confessou ..." Eu não sou " ? a explicação é que,
naquela época falou pela boca de João Batista, e não o profeta Elias que estava reencarnado
mas "o poder do menor IAO, " que também foi reencarnado nele, e que é precisamente "a voz
do que clama no deserto ..." endireitar "o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías ... ",
e aquele que batiza" com água ", ... que se refere a Moisés ...

[*] "Enquanto ele está escrito." No deserto: Preparai -vos o caminho da [YHVH],
fazer endireitai no ermo uma estrada para o nosso Deus "15 Este é o estudo da lei [o estudo
da Torá] , que ordenou pela mão de Moisés, para agir de acordo com tudo o que é revelado
de era para era ... " (Dos Essênios de Qumran, Regra da Comunidade, Col. VIII.)

No "Sefer Hekalot" ( "Livro de Palácios"), "3 Enoch" ou "Hebrew Livro de Enoch" ( "que, apesar
da sua data de final de composição, contém material suficiente derivada a partir da literatura
henóquica "" escrito na Babilônia "...), um dos nomes que o Espírito um , bendito seja ele , isto
é, Deus, o Pai, o Ancião dos Dias, deu Metatron, é o" menor IAO " ou "filho mais novo":

"Disse R. Yismael 12 de janeiro:" Ele me disse Metatron, o príncipe de presença:


Porque o Santo One , bendito seja Ele , me amou com um amor maior do que todos os seres
celestes, feito para mim um vestido de glória na todos os tipos de luzes foram fixados, e eu me
vesti-lo. 2 me deu um manto de honra, em que todos os tipos de beleza, esplendor, brilho e
majestade foram corrigidos. 3 fez para mim uma coroa real, que ainda eram quarenta e nove
pedras comparável com o balão aparência leve e cujo brilho viajou os quatro cantos do
firmamento do Arabot, os sete céus e os quatro cantos do mundo, e cingiu a minha cabeça. 5
Ele me chamou a "IAO [Yaho] menor " diante de toda a corte celeste, como já foi dito,"
porque o meu nome está nele "(Ex 23,21)".("Livro Hebraico de Enoque", 12: 1-5).

O "IAO menor" Eu estava reencarnado em João Batista, é, portanto, o "menor IAO" anjo
Metatron, cujo nome ( "IAO") é também o nome de Deus, pois é dito: "Para minha O nome
está nele ”(Êx 23,21).

(*) "Scholem, ... data o livro [o" Livro Hebraico de Enoque "] entre o quinto e sexto séculos,
embora ele note que muito do material contido nele é antigo e importante ..."

"IAO É
O NOME DE DEUS"
"A
SUPREMA ENCARNAÇÃO DOS LOGOTIPOS"

"Yahweh ou Yahweh" não é o nome de Deus, mas o nome de "um demônio mau"

" IAO é o nome de Deus entre os Gnósticos, e é a única maneira de expressar essas forças
divinas dentro de nós. Ele é o Adam Kadmon , e, ao mesmo tempo, o Ignis (alma de fogo),
Aqua (substância de água) Origo (causa origem). "

"... Para Deus nós imaginamos objetivamente, com a semelhança de terra ser e tem de tentar
conceber um supra-Deus, assim como os gnósticos, que deram o nome de IAO, a encarnação
suprema do Logos ."

"Diodoro diz em um de seus versos. Sabei que entre todos os deuses, o mais alto é IAO .
Aides, é inverno. Zeus começa na primavera. Helios no verão. E no outono, retorna à atividade
IAO, quem trabalha constantemente ".

" IAO, é Jovis-Pater, é Júpiter, a quem eles chamam os judeus sem direito JAHVE [YAHWEH]".
"IAO, oferece o substancial VINHO DA VIDA enquanto Júpiter é um escravo do SOL." "Estudos
recentes confirmaram que o deus Javé ou Javé [Senhor ou Javé] dos judeus é realmente um
mal demônio quem os judeus têm intencionalmente confundidos com YHVH, mas não tem
nada a ver com o outro."

"YHVH é nada mais do que o poder dinâmico das vogais IEOUA, como mantra, enquanto Javé é
o nome de um demônio que lutou com Jesus na montanha e lutar com ele para o governo do
nosso mundo." (Do livro "The Gnostic Church" do Dr. Arnold Krum Heller, VM Huiracocha.).

E n um livro antigo, conhecido como "O Apocalipse de Elias" (*), Elias (Elias) e Enoque
(Moisés), como as duas testemunhas de Apocalipse, a luta contra "Insolente" contra "o Filho
de iniqüidade "" inimigo de todos os santos "" inimigo do que está nos céus e que é na terra ''
um inimigo do trono e anjos ':' o diabo "é digamos, o "Anticristo" do Apocalipse, "Belial",
"Yahweh".

(*) O texto grego do Apocalipse de Elias (mais tarde traduzido para o copta) foi escrito no
terceiro século da nossa era cristã, ou antes, e "é a obra de um autor que reformou o material
compósito no primeiro século antes de nossa Eu era cristão de um judeu com conhecimento
essênio que vivia no Egito. "

Ele caiu no grave erro de confundir o nome sagrado do Santo Tetragrammaton (YHVH) com o
seu "Antítese" "Senhor ... Injustice", o "gênio do mal".

Em um documento de primitivo cristianismo gnóstico, escrito em no início do século II dC,


intitulado "Livro secreto de João" ( "Apócrifo Johannis", "irmãos de Jaldabaoth", "69"), está
escrito:

"... ELOHIM É A FEIRA,


YAVÉ É O UNJUST ..."

"Yahweh" é "Belial",
o Anticristo, a antítese do Cristo.

DEIXE O CRISTO VIVO!


DOWN YAVÉ!

DEIXE O CRISTO VIVO!


DOWN YAVÉ!

DEIXE O CRISTO VIVO!


DOWN YAVÉ!

N ur Senhor Jesus Cristo, Jesus Cristo é "Elohim" nosso Deus, "Fair", o Filho unigênito do Pai
no Céu Absoluto; e sua antítese é o "Anticristo", "Senhor" ou "Belial", "o gênio do mal",
"Injustice", "insolente" o Filho da iniqüidade "" inimigo de todos os santos " "Inimigo do que
está no céu e do que está na terra", "inimigo dos tronos e dos anjos".
"... Diodorus declara que" entre os judeus diz-se que Moisés chamou o deus IAO "(HP
Blavatsky).

"O valor numérico ou cabalístico do nome Abraxas se referem diretamente a título persa do
deus" Mitra", Regente do ano, adorado desde os primeiros tempos, sob a denominação de Iao
(43). (HP Blavatsky).

"..." O nome muito antiga de Deus, Yaho, escrito em IAW grega, que parece, para além da sua
derivação, ter sido um nome místico antiga da divindade suprema dos semitas. Assim será
disse a Moisés quando ele estava iniciado Hor-EB- a caverna sob a direção de Jethro, o queneu
(ou Kindred) de Midiã. sacerdote em uma antiga religião dos caldeus, os restos estão entre os
Neo, o maior Divino, assentado sobre os sete céus, representando o princípio espiritual da
Luz ... e também concebida como Demiurgo (13), foi chamado IAW, que era como o hebraico
Yaho misteriosa e indizível, e cujo nome foi comunicada aos Iniciados. fenícios tinha um
Deus Supremo cujo nome era triliteral e secreto, e este foi Iaw " (14).(HP Blavatsky)

Um eminente estudioso escreveu o seguinte:

"O nome de Deus, revelado a Moisés no fogo de Zarzal, introduz uma nova era na vida
religiosa da humanidade. Ele quebra toda a dependência do homem aos ídolos de carne,
sangue, madeira, ferro ou bronze todos sojuzgamiento qualquer mágica, mito ou ideologia que
seja. o nome de IHVH Elohim é impronunciável, transcendente e inefável como o mistério do
seu ser. Este nome é o fundamento essencial não só de Mosaism mas toda a revelação bíblica
da idade idade. o ensinamento dos profetas, Yeshua, os apóstolos, e mais tarde Muhammad
eo Alcorão, encontra-se neste nome que marca uma ruptura radical com o mundo dos ídolos.
YHVH é o nome inefável estar presente em tudo Sendo, Criador transcendente e onipresente
Ele também é uma Memória,a memória do universo da qual ele é o guardião e, mais
particularmente,Aquele que encontra seu povo de Israel (que por sua vez é) nas solidões
ululantes dos desertos do Misrayim, que Yahou, que Elohim Montanhas adorado pelo shasu,
beduínos, antepassados prováveis dos hebreus, como eles possuem do Tetragrama
Sacral. Jean Leclant descobriu seu testemunho desde a época de Amenhotep III . "

"Eles fazem o meu povo


esquecer o meu nome ...
O profeta ... com quem a
minha palavra é, conte a
minha verdadeira palavra ..."

E l profeta Jeremias adverte dos profetas objetivo falsa de provocar as pessoas a esquecer o
verdadeiro nome de Deus:

"23:25 Tenho ouvido o que os profetas disseram, que profetizam mentiras em meu nome,
dizendo: Sonhei, sonhei.
23:26 Quanto tempo isso deve ser no coração dos profetas que profetizam mentiras, e que
profetizam do engano do seu coração?
23:27 quais cuidam fazer com que o meu povo a esquecer o meu nome pelos seus sonhos que
cada um conta sua vizinha, como seus pais se esqueceram do meu nome por causa de Baal
23:28 O profeta com quem ele tem um sonho conte um sonho, e quem quer que seja minha
palavra, diga-me minha verdadeira palavra, o que a palha tem a ver com o trigo ?, diz
YHVH. (Jeremias 23: 25-28)

"44:11 Você tornar-nos como ovelhas para alimento, e tens espalhados nos entre as nações.
44:12 Você ter vendido seu povo para nada, e não colocou uma oferta sobre os preços.
44:13 Você fazer-nos por opróbrio aos nossos vizinhos, por escárnio e zombaria aqueles que
nos rodeiam.
44:14 nos por provérbio entre as nações, a cabeça balançando nas aldeias.
44:15 minha confusão está diante de mim, e me cobrir a vergonha do meu rosto,
44:16 para a voz de que afronta e desonra ., por causa do inimigo e vingador
44:17 Tudo isso veio em cima de nós, e nós não esquecemos de você, e não perdeu a sua
aliança.
44:18 O nosso coração não voltou, nem os nossos passos se afastaram dos teus caminhos.
44:19 Quando nós quebrado no lugar de dragões, e nos cobriu com a sombra da morte,
44:20 Se nos tivéssemos esquecido do nome do nosso Deus, e estendido para fora nossas
mãos para Deus alienígena ,
44:21 Porventura não Deus esta ? Porque ele conhece os segredos do coração " (Salmos 44:
11-21).

"52: 1 Desperta, desperta, veste na tua força, ó Sião; colocar em tuas roupas formosas, ó
Jerusalém, a cidade santa; porque nunca mais do vir-lhe incircunciso eo impuro.
52: 2 Sacode-te do pó, levanta-te e sentar-se, Jerusalém: solta-te das cadeias de teu pescoço,
ó cativa filha de Sião.
52: 3 porque assim diz YHVH para nada foram vendidos, portanto, sem dinheiro você vai ser
resgatados.
52: 4 Pois assim o Senhor YHVH disse: o meu povo desceu para Egito última vez, para
peregrinar lá, e Assur oprimido -los sem causa.
52: 5 e agora o que eu tenho aqui, diz o Senhor, o meu povo foi tomado sem nenhuma e regra
nele sobre eles? eles fazem uivo, diz YHVH, e meu nome é continuamente blasfemado o dia
todo
52: 6Portanto, o meu povo saberá o meu nome por esta causa naquele dia; pois eu mesmo,
que falo, eis que eu estarei presente .
52: 7 Quão formosos sobre os montes são os pés de ele que traz boas notícias, que proclamam
a paz, que traz boas-novas, que proclama a salvação, que diz a Sião: O teu Deus reina!
52: 8 Voz de seus vigias! eles levantarão suas vozes, juntos eles gritarão de alegria; por olho a
olho eles verão que YHVH traz de volta Sião.
52: 9 Cantam louvores, regozijem-se juntos, vossas eras de Jerusalém; porque Deus consolou o
seu povo, Jerusalém remiu.
52:10 e desprendeu o braço da sua santidade diante dos olhos de todas as nações; e todas as
extremidades da terra verão a saúde do nosso Deus.
52:11 Sai daqui, vai, sai de lá, não toca em coisa impura; saia do meio dela; limpe aqueles que
carregam os vasos de YHVH.
52:12 Pois não sairás apressadamente, nem fugirás; porque YHVH irá adiante de você, e o
Deus de Israel vos ajuntará.
52:13 Eis que meu servo será prosperado, ele será exaltado e exaltado, e ele será muito
sublimado.
52:14 Como muitos ficaram espantados com você, tanto foi sua aparência desfigurada dos
homens; e a sua beleza mais do que a dos filhos dos homens.
52:15 e aspergirá muitas nações; os reis fecharão as suas bocas sobre ele; porque eles verão o
que nunca lhes foi dito e entenderão o que nunca ouviram ”(Isaías 52: 1-15).

IAO NOSSO
VERDADEIRO DEUS
e o Bem que
o Profeta Moisés cavou

"O profeta ... com quem minha palavra é, conte minha verdadeira palavra ..."

Dia do Shabbath de 6 de março de 2010.

E stando fora do meu corpo físico conscientemente no meu corpo astral que eu vi, não no
sono, mas em cores vivas experiência, real, o profeta Moisés no deserto olhar angustiado e
muito urgentemente de um lugar onde havia água ...

Vi que o profeta Moisés cavou com as mãos dentro da areia e não encontrou água. Então eu
me aproximei dele e ele olhou para mim ansiosamente, mas com esperança em seus olhos, e
se aproximou de mim com uma pá em sua mão apareceu uma pequena mancha molhada na
areia em que o profeta Moisés começou a cavar rapidamente um poço em o que brotou uma
fonte de água abundante, fresca, pura e cristalina.

Com grande alegria e felicidade eu levantei meus braços para o céu na forma de orar cruz e
agradecendo ao Pai-Mãe Thoth-Minerva interior e celeste pela graça do céu, e do profeta
Moisés imediatamente correu e ficou atrás de mim também aumentando a sua braços na cruz
e fazendo a mesma oração para o céu, para IAO, o nome do nosso verdadeiro Deus.

Eu também vi que minha amada esposa, nossos filhos e o pequeno "céu" estavam comigo ...

Eu fui imediatamente para uma maior proporção chamando em voz alta para todos os
"Comunidade do Deserto", dizendo com grande voz retumbante como o som de um trompete
poderoso, um Shofar poderoso, três vezes o santo nome de Deus

"IAO IAO IAO",

pronunciando cada letra separadamente, e depois três vezes as vogais, cada letra
separadamente,

"AEI AEI AEI",

ouvir a minha voz com o sagrado nome de nosso Deus Verdadeiro IAO, eles virão para beber
muita água pura, fresca e clara no poço que ele havia cavado no deserto com grande amor e
grande sacrifício, o profeta Moisés ...

Vi então que algumas pessoas, homens, mulheres e crianças, vestidas como habitantes do
deserto vestir "o IAO Shasu" rapidamente veio para a frente e alegria para beber a água do
poço cavado o Profeta Moisés.
Eu vi que o poço estava dentro de uma casa nova que vinha crescendo como o profeta Moisés
estava no bem e ao chamar em voz alta e Santo Nome de Iao nossos verdadeiro Deus, homens,
mulheres e crianças deserto , que entrou como eles chegaram em casa para vir para a frente
para beber água do poço cavado o profeta Moisés, o Filho de Thoth, Thoth-Moisés ...

Vi que o profeta Moisés estava sempre com o manto colocado de costas e ombros. Seu cabelo
e barba eram brancos como o cabelo e a barba do Ancião dos Dias. Sua aparência cheia de
força, coragem e grande vitalidade.

Eu vi tudo o que sofreu o profeta Moisés no deserto, mas ele não sucumbiu porque ele
encontrou água e cavaram o poço e fluiu cristalinas, abundante e água pura, e construiu a casa
e reuniu os povos do deserto e deu-lhes o nome IAO nosso verdadeiro Deus, e deu-lhes os
mistérios da cabalística Árvore da vida da Santa Torah, e escreveu-lhes a Lei de Deus em suas
Tabelas corações para conduzi-los no caminho do seu coração ...