Sei sulla pagina 1di 23

Trabalho

Trabalho
• Não é uma propriedade.
Trabalho
• Potência
Trabalho
• Expansão e compressão
Trabalho
• Expansão e compressão em processos reais
Trabalho
• Expansão e compressão em processos de
quase equilíbrio
Trabalho
• O trabalho depende do processo e não apenas
dos estados final e inicial.
Trabalho
• Exemplo:
Um gás em um conjunto cilindro-pistão passa
por um processo de expansão cuja relação
entre pressão e volume é dada por:

A pressão inicial é de 3 bar, o volume inicial é


de 0,1m3 e o volume final é de 0,2m3.
Determine o trabalho do processo em kJ, no
caso de: a)n=1,5; b)n=1,0; c)n=0.
Trabalho

Exercício: Calcule o trabalho, em kJ para um processo em duas etapas


que consiste em uma expansão com n=1,0 de p1=3bar, V1=0,1m3 até
V=0,15m3, seguido por uma expansão com n=0, de V=0,15m3 até
V2=0,2m3.
R= 22,16kJ
Calor
• Não é uma propriedade.
Modos de transmissão de calor
• Condução  transferência de energia de uma região
de temperatura mais alta para uma região de
temperatura mais baixa dentro de um meio físico ou
entre dois meios em contato físico direto.
Modos de transmissão de calor
• Radiação  processo de transmissão de calor por
meio de ondas eletromagnéticas, não necessita
de um meio para que ocorra.
Modos de transmissão de calor
• Convecção  Processo de troca de energia por movimento
dos constituintes de um sistema, podendo ser:
– Convecção natural  movimento dos constituintes ocorre
devido a uma diferença de densidade.
– Convecção forçada  é usado um agente externo para o
movimento.
• Experimento de Joule
A Primeira Lei da Termodinâmica
• A primeira lei da termodinâmica
• Chamada "lei da conservação da energia“.
• Inclui os efeitos de transferência de calor e a
variação de energia interna.
A Primeira Lei da Termodinâmica
• “A energia não pode ser criada ou destruída .
Só se pode mudá-la de uma forma para outra,
ou só acrescentá-la a um sistema retirando de
outro lugar (da vizinhança).“
Sistema isolado

E  Q12  W12 E  0

E  Ek  Ep  U  0 U  0
Sistema fechado a V cte.

E  Q12  W12 E  Q12

E  Ek  E p  U  Q12 U  Q12

Sistema fechado a p cte. E  Q12  W12  Q12  pV2  V1 


E  Ek  Ep  U
U  Q12  pV2  V1 
U2  pV2  U1  pV1   Q12  H
• Sistema aberto.
• Nesses sistemas há fluxo de massa pelas
fronteiras, logo:

• O balanço de energia será então:


• Sistema aberto.
• Nesses sistemas há fluxo de massa pelas
fronteiras, logo:

• O balanço de energia será então:


Exemplo. Um sistema inicialmente em repouso sofre um processo no qual recebe uma
quantidade de trabalho igual a 200 kJ. Durante o processo o sistema transfere para o meio
ambiente uma quantidade de calor igual a 30 kJ. Ao final do processo o sistema tem velocidade de
60 m/s e uma elevação de 50 m. A massa do sistema é de 25 kg, e a aceleração gravitacional local
é de 9,78 m/s2. Determine a variação de energia interna do sistema durante o processo, em kJ .
Exemplo. Considere 5 kg de vapor de água contida no interior do conjunto cilindro pistão. O
vapor sofre uma expansão do estado 1 onde P = 5,0 bar e T=240°C para o estado 2 onde P=1,5
bar e T=200°C. Durante o processo 80 kJ de calor são transferidos para o vapor. Uma hélice é
colocada no interior do conjunto através de um eixo para homogeneizar o vapor, a qual
transfere 18,5 kJ para o sistema. O conjunto cilindro pistão está em repouso. Determinar a
quantidade de trabalho transferido para o pistão durante o processo de expansão.
Exercícios
• 1) Um gás se expande de um estado inicial, em que p1=500kPa e
V1=0,1m3, até um estado final em que p2=100kPa. A relação entre
pressão e volume durante o processo é pV=constante. Esboce o processo
em um diagrama p-V e determine o trabalho, em kJ.
• 2) Partindo do repouso, um objeto com massa de 20kg desliza para baixo
em uma rampa de 5m de comprimento. A rampa está inclinada de um
ângulo de 30° a partir da horizontal. Se a resistência do ar e o atrito entre
o objeto e a rampa forem desprezíveis, determine a velocidade do objeto,
em m/s, ao final da rampa. Considere g = 9,81 m/s2.
• 3) 5kg de vapor d’água contidos dentro de um conjunto pistão-cilindro
sofrem uma expansão de um estado 1, onde a energia interna específica
u1=2709,9kJ/kg, até um estado 2, onde u2=2659,6kJ/kg. Durante o
processo, há transferência de calor para o vapor d’água com uma
magnitude de 80kJ. Também um agitador transfere energia para o vapor
d’água através de trabalho numa quantidade de 18,5kJ. Não há variação
significativa na energia cinética ou potencial do vapor. Determine a
energia transferida por trabalho do vapor para o pistão durante o
processo, em kJ.