Sei sulla pagina 1di 3

A forma com que a militância de esquerda distorce a realidade é medonha, símbolo de uma

mente criminosa e de onde nós chegamos. A liberdade de aviltar a oposição no caso uma
verdadeira oposição revela muito do que carregam em seus interesses. Basta lembrar que
estamos falando de pessoas, que comprovem seu estado na forma que distorcem as
coisas, isto têm revelado duas formas a propagação do medo e a transformação do crime
como algo possível em prol dos seus propósitos. Não existe um ponto moral e ético no seio
desta, e isso fica revelado na forma como atuam descaradamente. Na farsa de tentar fazer
a inscrição de um condenado e preso para as disputas presidenciais, nos discursos dentro
dos comitês que aparecem no mainstream, na tentativa de criminalizar a justiça quando
rompe com seus projetos de poder.
Nada escapou a este movimento esta seita, como disse “Antonio Palocci”, de defender o
crime a relativizar a prática dos criminosos.

Não é atoa que o Brasil amarga péssimos resultados, mas a mentalidade deles
transformam o produto da realidade na ilusão desenhada pela ideologia. Neste deserto
moral tudo é possível e toda inversão é necessária, nada é poupado nem as crianças nem a
memória nem os valores que a sociedade carrega porque desde o passado se
comprovaram necessário provados pelo tempo, pelo mundo e pelo povo. Qualquer coisa
pode ser possível e justificável em prol da utopia destes...até mesmo a defesa do crime e o
ataque criminoso.
O que nos assusta agora hoje não é somente toda atitude e ação destes, mas que uma
parcela dos brasileiros de alguma forma acata isso, o problema do crime é ele em si e sua
propagação a forma que toma e segue. Em uma sociedade sã existem dispositivos que
produzem repulsa, um instrumento que diante de certas atitudes nos leva a rejeição e
desaprovação, basicamente todo mundo sabe e entende isso percebendo na atitude do
outro a retaliação a rejeição mesmo que velada o que leva o sujeito da ação que promoveu
tal situação a repensar sua prática, mas hoje estão tão distantes da realidade e
desconexamente dispostos a lutar por um objetivo em que lançam mão de qualquer padrão
moral se desconectaram de uma sociedade sã e vivem como se estivesse em uma
sociedade inversamente doente e incapaz, em que seus atos corretos ao modo deles
devem nos orientar. No passado acusar alguém poderia até levar a penalidades sérias, mas
hoje apesar de tudo a sociedade ainda sabe avaliar um ato sujo de um nobre…”eles não”.
Outra parcela que manifesta bem isso, pelos seus atos revelam a profundidade da sujeira
que envolve e escuridão que permeia a esquerda e seus interesses. Uma quantidade de
artistas se articularam em protestos, mas grande parte deles são modelos que não passam
de panos sujos trapos morais, na qual grande parte se beneficia de um governo sujo que
alimenta bem seus aríetes, que convocados para mais uma insanidade acabam em si
mesmos revelando que movimento seria esse. Grande parte dos brasileiros assistiram há
um tempo atrás um vídeo manifestando a questão do aborto, afetando a pessoa que a
cristandade carrega como ícone e representação feminina com desrespeito e dúvida entre
os atores estava nada mais nada além que Alexandre Borges, que também veio aparecer
mais tarde com um travesti no colo em que uma mulher filmando afirma que irão “dar um
teco” “(cheirar)...atualmente fazendo parte do movimento em prol do chamado da esquerda
atrizes saíram ao mainstream dentre elas a grande maioria sofreu uma grande rejeição
popular através de “deslikes”, mas como são figuras que dependem de consumo da
simpatia popular, algumas retiraram seu apoio do cenário...mas quem eram elas? Debora
Secco “declarou que deseja que nossos filhos fique longe de um certo candidato dizendo
que ele não tem moral” que moral ela teria? não vou entrar aqui na questão de quem fez ou
faz papel de quem, por mais que eu veja ao meu parâmetro como errado, existem
liberdades a serem exercidas, mesmo contra minha opinião...na qual eu condeno quando
feito com dinheiro público ou sistema para imposição de comportamento ou doutrinação,
agora se o cinema tem uma linha de consumidores maiores e ela responde a isso
problemas particulares dela. Nem vou falar sobre um tal processo que anda circulando nas
redes sociais a respeito desta...A questão é quem são essas pessoas que desejam atacar
uma outro ou porque o fazem? Também vale se perguntar se elas se dão ao trabalho de
atuar nesse espectro por opinião própria ou em função de interesses de uma emissora que
tem decretado por um certo candidato que assumindo o executivo haverá mudanças nos
financiamentos desta..Ou a indústria que promove a desconstrução dos valores que se vê
prejudicada em um futuro caso este certo candidato alcance a chefia do executivo.
A luta é real, estamos falando de partidos que atuam de forma velada em apoio a regimes
como o Venezuelano, em ligação com facções na deteriorização da justiça, e conversão de
cláusulas da constituição como direito à vida que tem impedido a legalização do aborto.
Brasileiros só existe um Brasil talvez como eu a grande parte dos brasileiros não possam
sair caso este país alcance uma situação como a da Venezuela, ou mesmo que o desejo
destas militâncias se concretize ou cheguem as vias do choque de fato de forma direta.
Brasileiros protejam o que nos resta...resgatem o que foi perdido!