Sei sulla pagina 1di 216

Primeiro Conselho de Nicéia (325 dC)

Por favor, ajude a apoiar a missão do Novo Advento e obtenha o conteúdo


completo deste site como um download instantâneo. Inclui a Enciclopédia
Católica, os Padres da Igreja, a Summa, a Bíblia e muito mais - tudo por
apenas US $ 19,99 ...

O Credo Niceno

O Sínodo em Nice expôs este Credo. Este é o título nos Atos do IIId
Conselho. Labbe,Conc ., Tom. iii., 671.} ->

A Ectese do Sínodo em Nice.

Cremos em um só Deus , o Pai Todo-Poderoso, criador de todas as coisas


visíveis e invisíveis; e em um só Senhor Jesus Cristo , o Filho de Deus , o
unigênito de seu Pai, da substância do Pai , Deus de Deus , Luz de Luz, muito
Deus de muito Deus , gerado ( γεννηθέντα ), não feito, sendo de uma
substância ( ὁμοούσιον , consubstantialem) com o pai. Por quem todas as
coisas foram feitas, tanto as que estão no céu como na terra. Quem para
nós homens e para nossa salvação desceu do céu e foi encarnado e foi feito
homem. Ele sofreu e no terceiro dia ele ressuscitou e subiu ao céu. E ele virá
novamente para julgar tanto o rápido como o morto. E acreditamos no Espírito
Santo . E todo aquele que disser que houve um tempo quando o Filho de
Deus não foi ( ν ποτε ὅτε οὐκ ἦν ), ou que antes de ser gerado, ele não era, ou
que ele era feito de coisas que não eram, ou que ele é de uma substância
ou essência diferente [do Pai] ou que ele é uma criatura, ou sujeito a mudança
ou conversão [ τρεπτὸν em grego; convertibilemem latim] - tudo o que
assim dizem, a Igreja Católica e Apostólica anatematiza- os.

Os cânones

Canon 1
Se alguém na doença foi submetido por médicos a uma operação cirúrgica, ou
se ele foi castrado por bárbaros, que ele permaneça entre o clero ; mas, se
alguém em saúde sadia castrou a si mesmo, é conveniente que tal pessoa, se
já estiver inscrito no clero , cesse [de seu ministério] e, a partir de então, tal
pessoa não seja promovida. Mas, como é evidente que isso é dito daqueles que
intencionalmente fazem a coisa e presumem se castrar, então, se alguns foram
feitos eunucos pelos bárbaros, ou por seus senhores, e caso contrário seriam
considerados dignos, tais homens o Cânon admite. para o clero .

Canon 2

VISTO que, seja por necessidade, seja pela urgência dos indivíduos, muitas
coisas foram feitas contrariamente ao cânon eclesiástico, de modo que os
homens que acabaram de se converter do paganismo à fé , e que foram
instruídos por pouco tempo, são levados diretamente a a pia espiritual, e assim
que foram batizados , são levados ao episcopado ou ao presbiterato , pareceu-
nos certo que, no futuro, nada disso será feito. Pois para o próprio catecúmeno
há necessidade de tempo e de uma prova mais longa depois do batismo . Pois o
dito apostólico é claro: não é noviço; para que, levantando-se com orgulho ,
caia em condenação e na armadilha do diabo . Mas se, com o passar do tempo,
qualquer pecado sensual for descoberto sobre a pessoa, e ele deve ser
condenado por duas ou três testemunhas, deixe-o cessar do cargo clerical. E
quem quer que transgredir estas promulgações, colocará em perigo a sua
própria posição clerical, como uma pessoa que presume desobedecer ao grande
Sínodo.

Canon 3

O grande Sínodo proibiu rigorosamente qualquer bispo , presbítero , diácono ou


qualquer um dos clérigos , para ter uma subintroducta que morasse com ele,
exceto apenas uma mãe, irmã ou tia, ou apenas pessoas que estão além de
qualquer suspeita.

Canon 4
É de todo modo apropriado que um bispo seja nomeado por todos os bispos da
província; mas se isso for difícil, seja por necessidade urgente ou por distância,
pelo menos três deles devem se reunir, e os sufrágios dos [ bispos ] ausentes
também devem ser dados e comunicados por escrito, então a ordenação deve
ocorrer. Mas em todas as províncias a ratificação do que é feito deve ser
deixada para o metropolita.

Canon 5

Quanto aos membros do clero ou dos leigos , que foram excomungados nas
diversas províncias, que a provisão do cânon seja observada pelos bispos, que
prevê que as pessoas expulsas por alguns não sejam readmitidas por
outros. No entanto, deve-se investigar se eles foram excomungados por meio
do cativeiro, do contencioso ou de qualquer disposição desagradável
do bispo . E que este assunto pode ter a devida investigação, é decretado que
em cada província os sínodos serão realizados duas vezes por ano, a fim de que
quando todos os bispos da província estiverem reunidos, tais questões possam
ser cuidadosamente examinadas, aqueles que confessadamente se ofenderam
contra o seu bispo , podem ser vistos por todos como justos
por causa excomungados, até que pareça adequado para uma assembléia geral
dos bispos pronunciar uma sentença mais branda sobre eles. E que esses
sínodos sejam realizados, o anterior à Quaresma, (para que o puro Presente
seja oferecido a Deus depois de toda a amargura ter sido eliminada), e que o
segundo seja realizado por volta do outono.

Canon 6

Que os antigos costumes do Egito , da Líbia e de Pentápolis prevaleçam, que o


Bispo de Alexandria tenha jurisdição sobre todos eles, já que o costume é
também do Bispo de Roma . Da mesma forma, em Antioquia e nas outras
províncias, que as Igrejas conservem seus privilégios. E isto é para ser
universalmente entendido, que se alguém for feito bispo sem o consentimento
do Metropolita, o grande Sínodo declarou que tal homem não deveria ser
um bispo . Se, no entanto, dois ou três bispos, por amornatural à contradição,
se opuserem ao sufrágio comum dos demais, sendo razoável e de acordo com a
lei eclesiástica , então a escolha da maioria prevaleça.
Canon 7

Uma vez que o costume e a tradição antiga prevaleceram de que o Bispo


de Aília [ isto é , Jerusalém] deveria ser honrado, que ele, salvando sua
dignidade devida à Metrópole, tenha o próximo lugar de honra .

Canon 8

No que diz respeito àqueles que se chamam Cathari, se eles vierem à


Igreja Católica e Apostólica, o grande e santo Sínodo decreta que os que são
ordenados continuarão como estão no clero . Mas antes de tudo é necessário
que eles professem por escrito que observarão e seguirão os dogmas da
Igreja Católica e Apostólica; em particular, que eles se comunicarão
com pessoas que foram casadas duas vezes , e com aqueles que caíram em
perseguição tiveram um período [de penitência] colocado sobre eles, e um
tempo [de restauração] fixado para que em todas as coisas eles seguiriam
os dogmas da Igreja Católica . Por onde quer que, seja nas aldeias ou nas
cidades, todos os ordenados são apenas estes, permaneçam no clero e no
mesmo nível em que são encontrados. Mas se eles vierem onde há
um bispo ou presbítero da Igreja Católica , é manifesto que o Bispo
da Igreja deve ter a dignidade do bispo ; e aquele que foi nomeado bispo por
aqueles que são chamados Cathari terá o posto de presbítero , a menos que
pareça adequado para o Bispo admitir que ele participe da honra do título. Ou,
se isto não for satisfatório, então o bispoproverá para ele um lugar como
Chorepiscopus, ou presbítero , a fim de que ele seja evidentemente visto como
sendo do clero , e que possa não haver dois bispos na cidade.

Canon 9

Se quaisquer presbíteros tiverem sido promovidos sem exame, ou se após o


exame tiverem feito a confissão do crime, e os homens que atuam violando o
cânon puserem as mãos sobre eles, não obstante sua confissão, tal cânon não
admite; para a IgrejaCatólica exige que [apenas] seja inculpável.

Canon 10
Se alguém que tiver prescrito tiver sido ordenado pela ignorância , ou mesmo
com o conhecimento prévio dos ordenadores, isso não prejudicará o cânon
da Igreja ; porque quando forem descobertos, serão deposto .

Canon 11

Quanto aos que caíram sem compulsão, sem o estrago de sua propriedade,
sem perigo ou coisas semelhantes, como aconteceu durante a tirania de Licínio,
o Sínodo declara que, embora não tenham merecido clemência, serão tratados
com misericórdia.Tantos quantos foram comunicantes, se se arrependerem de
coração, passarão três anos entre os ouvintes; por sete anos eles serão
prostradores; e por dois anos eles se comunicarão com as pessoas
em orações , mas sem oblação.

Canon 12

Tantos quantos foram chamados pela graça , e mostraram o primeiro zelo ,


tendo deixado de lado seus cintos militares, mas depois retornaram, como
cães, ao seu próprio vômito (de modo que alguns gastaram dinheiro e por meio
de presentes recuperaram suas estações militares); deixe que estes, depois de
terem passado o espaço de três anos como ouvintes, sejam por dez anos
prostradores. Mas em todos esses casos é necessário examinar bem seu
propósito e como é o arrependimento deles. Para tantos quanto evidenciarem
suas conversões por atos , e não pretensão, com medo , e lágrimas, e
perseverança, e boas obras, quando tiverem cumprido seu tempo designado
como ouvintes, podem comunicar-se adequadamente em orações ; e depois
disso o bispopode determinar ainda mais favoravelmente sobre eles. Mas
aqueles que tomam [o assunto] com indiferença, e que pensam que a forma de
[não] entrar na Igreja é suficiente para sua conversão, devem cumprir o tempo
todo.

Canon 13

No que diz respeito ao afastamento, a antiga lei canônica ainda deve ser
mantida, a saber, que, se alguém estiver à beira da morte, ele não deve ser
privado do último e mais indispensável Viático. Mas, se alguém deve ser
restaurado à saúde novamente, que recebeu a comunhão quando sua vida
estava desesperada, que ele permaneça entre aqueles que se comunicam
apenas em orações . Mas, em geral, e no caso de qualquer pessoa que esteja
morrendo, que esteja pedindo para receber a Eucaristia , que o Bispo, após o
exame feito, lhe dê.

Canon 14

No que respeita aos catecúmenos que caducaram, o santo e grande Sínodo


decretou que, depois de terem passado três anos apenas como
ouvintes, rezarão com os catecúmenos .

Canon 15

Devido às grandes perturbações e discórdias que ocorrem, é decretado que o


costume que prevalece em certos lugares contrários ao cânon deve ser
totalmente eliminado; para que nem o bispo , o presbítero nem
o diácono passem de cidade em cidade. E se qualquer um, após este decreto
do santo e grande Sínodo, tentar qualquer coisa, ou continuar em qualquer
curso, seus procedimentos serão totalmente nulos, e ele será restaurado
à Igreja para a qual ele foi ordenado bispo ou presbítero .

Canon 16

Nem presbíteros , nem diáconos , nem quaisquer outros inscritos entre o clero ,
que, não tendo o temor de Deus diante de seus olhos, nem considerando o
Cânon eclesiástico , devem remover de maneira imprudente de sua própria
igreja, devem ser recebidos por qualquer outra igreja. ; mas todas as restrições
devem ser aplicadas para restaurá-las às suas próprias paróquias; e, se não
forem, devem ser excomungados . E se alguém ousar sub-repticiamente levar a
cabo e na sua própria Igreja ordenar um homem pertencente a outro, sem o
consentimento do seu próprio bispo , de quem embora ele estivesse inscrito na
lista de clérigos que ele separou, deixe a ordenação ser vazia.

Canon 17
PORQUANTO muitos inscritos entre o Clero, seguindo a cobiça e a luxúria ,
esquecem-se da Escritura divina , que diz: Ele não deu seu dinheiro sobre
a usura , e emprestando dinheiro, pergunte o centésimo da soma
[como juros mensais], O santo e grande Sínodo considera justo que, após este
decreto, alguém seja encontrado recebendo usura , quer ele o realize por
transação secreta ou de outra forma, exigindo o todo e a metade, ou usando
qualquer outro artifício para o lucro imundo. ele será deposto do clero e seu
nome será eliminado da lista.

Canon 18

Chegou ao conhecimento do santo e grande Sínodo que, em alguns distritos e


cidades, os diáconos administram a Eucaristia aos presbíteros , ao passo que
nem o cânon nem o costume permite que aqueles que não têm o direito de
oferecer devem dar o Corpo de Cristo para os que oferecem. E isso também se
tornou conhecido , que certos diáconos agora tocam a Eucaristia mesmo antes
dos bispos . Que todas essas práticas sejam totalmente abolidas e que
os diáconos permaneçam dentro de seus próprios limites, sabendo que são os
ministros do bispo e os inferiores dos presbíteros . Deixe-os receber
a Eucaristia de acordo com sua ordem, depois dos presbíteros , e deixe que
o bispo ou o presbítero administrem a eles. Além disso, não deixe
os diáconos se sentar entre os presbíteros , pois isso é contrário ao cânon e à
ordem. E se, após este decreto, alguém se recusar a obedecer ,
seja deposto do diaconado .

Canon 19

Com relação aos Paulistas que fugiram para a Igreja Católica , foi decretado
que eles devem ser rebatizados; e se algum deles, que no passado tenha sido
contado entre seus clérigos , for considerado irrepreensível e sem reprovação,
que sejam rebatizados e ordenados pelo Bispo da Igreja Católica ; mas se o
exame descobrir que são impróprios, devem ser deposto . Da mesma forma, no
caso de suas diaconisas e, geralmente, no caso daqueles que foram inscritos
entre seus clérigos , deixe a mesma forma ser observada. E nós entendemos
por diaconisas que assumiram o hábito, mas que, uma vez que não têm
imposição de mãos, devem ser contadas apenas entre os leigos .
Canon 20

PORQUANTO há certas pessoas que se ajoelham no Dia do Senhor e nos dias de


Pentecostes, portanto, para que todas as coisas possam ser uniformemente
observadas em todos os lugares (em todas as paróquias), parece bom para
o santo Sínodo que a oração seja feita para Deus de pé.

A Carta Sinodal

À Igreja de Alexandria , pela graça de Deus, santa e grande; e para nossos


bem-amados irmãos, o clero ortodoxo e leigos em todo o Egito , e Pentápolis, e
Líbia, e toda nação debaixo do céu, o santo e grande sínodo, os bispos reunidos
em Nicéia, desejam saúde no Senhor.

PORQUANTO o grande e santo Sínodo, que foi reunido à Sobrinha através


da graça de Cristo e do nosso mais religioso soberano Constantino, que nos
uniu das nossas várias províncias e cidades, considerou questões que dizem
respeito à fé da Igreja , parecia seja necessário que certas coisas sejam
comunicadas de nós a você por escrito, para que você possa ter os meios
de saber o que foi debatido e investigado, e também o que foi decretado e
confirmado.

Em primeiro lugar, então, na presença de nosso mais religioso soberano


Constantino, foram feitas investigações sobre a impiedade e a transgressão
de Ário e seus seguidores; e foi unanimemente decretado que ele e sua
impiedosa opinião deveriam ser anatematizados , junto com as palavras e
especulações blasfêmicas em que ele se entregava, blasfemando contra o Filho
de Deuse dizendo que ele é de coisas que não são, e que antes de ser gerado
ele não era, e que houve um tempo quando ele não foi, e que o Filho de Deus é
por seu livre arbítrio capaz de vício e virtude ; dizendo também que ele é uma
criatura. Todas estas coisas o sínodo sagrado tem anatematizado , nem mesmo
suportando ouvir sua doutrina ímpia e loucura e palavras blasfemas . E das
acusações contra ele e dos resultados que tiveram, vocês já ouviram ou ouvirão
os detalhes, para que não pareçamos oprimir um homem que de fato recebeu
uma recompensa adequada por seu próprio pecado . Até agora, de fato, sua
impiedade prevaleceu, e até destruiu Theonas de Marmorica e Secundes de
Ptolemais; pois eles também receberam a mesma sentença do resto.
Mas quando a graça de Deus libertou o Egito daquela heresia e blasfêmia e
das pessoas que ousaram perturbar e dividir entre um povo até então em paz,
restou o assunto da insolência de Melécio e daqueles que foram ordenados por
Deus. ele; e a respeito desta parte do nosso trabalho, nós amados irmãos,
agora, informamos sobre os decretos do Sínodo. O Sínodo, então, estava
disposto a lidar gentilmente com Melécio (pois em estrita justiça ele não
merecia clemência), decretou que ele deveria permanecer em sua própria
cidade, mas não tinha autoridade para ordenar, ou para administrar assuntos,
ou para fazer nomeações. ; e que ele não deveria aparecer no país ou em
qualquer outra cidade para este propósito, mas deveria desfrutar o título nu de
sua posição;mas que aqueles que foram colocados por ele, depois de terem
sido confirmados por uma imposição de mãos mais sagrada, serão admitidas à
comunhão nestas condições: que ambos terão a sua posição e o direito de
oficiar, mas que eles devem sejam todos os inferiores de todos aqueles que
estão matriculados em qualquer igreja ou paróquia, e foram nomeados pelo
nosso mais honrosocolega Alexandre. Para que estes homens não tenham
autoridade para fazer nomeações de pessoas que possam ser agradáveis a
eles, nem para sugerir nomes, nem para fazer qualquer coisa, sem o
consentimento dos bispos da Igreja Católica e Apostólica, que estão servindo
sob nossa responsabilidade. o mais sagrado colega Alexander; enquanto
aqueles que, pela graça de Deus e através de suas orações , não foram
encontrados em nenhum cisma , mas pelo contrário estão sem lugar na
Igreja Católica e Apostólica, devem ter autoridade para fazer nomeações e
nomeações de pessoas dignas entre o clero. e em suma fazer todas as coisas
de acordo com a lei e a ordenança da Igreja . Mas, se acontecer que algum
dos clérigos que estão agora na Igreja morram, aqueles que foram recebidos
ultimamente devem suceder ao ofício do falecido; sempre desde que pareçam
dignos e que o povo os eleger, e que o bispo de Alexandria concorde na eleição
e a ratifique. Esta concessão foi feita para todo o resto; mas, devido à sua
conduta desordenada desde o início, e à precipitação e precipitação de seu
caráter, o mesmo decreto não foi feito concernente ao próprio Melécio, mas
que, na medida em que ele é um homem capaz de cometer novamente os
mesmos distúrbios, nenhuma autoridade nem privilégio deve ser concedido a
ele.

Estas são as particularidades que são de especial interesse para o Egito e para
a Igreja mais sagrada de Alexandria ; mas se na presença de nosso mais
honrado senhor, nosso colega e irmão Alexander, qualquer outra coisa tiver
sido decretada por cânon ou outro decreto, ele mesmo a transmitirá em
detalhes, tendo sido ele tanto um guia quanto um colega de trabalho. o que foi
feito.

Além disso, proclamamos as boas novas do acordo relativo à santa Páscoa ,


que este particular também tem através das vossas orações foi justamente
resolvido; de modo que todos os nossos irmãos do Oriente que antes seguiam o
costume dos judeuspassaram a celebrar a referida festa mais sagrada
da Páscoa ao mesmo tempo com os romanos e a si mesmos e com todos
aqueles que observaram a Páscoa desde o princípio.

Portanto, regozijando-nos nestes resultados saudáveis, e em nossa paz e


harmonia comuns, e no corte de toda heresia , recebamos com maior honra e
com mais amor nosso colega seu bispo Alexandre, que nos alegrava com sua
presença, e que em tão grande idade sofreu tão grande fadiga que a paz pode
ser estabelecida entre você e todos nós. Ore também por todos nós, para que
as coisas que foram consideradas aconselháveis permaneçam firmes; pois eles
foram feitos, como acreditamos , ao bem-agradável de Deus Todo - Poderoso e
de seu Filho Unigênito, nosso Senhor Jesus Cristo e do Espírito Santo , a quem
seja glóriapara sempre. Amém
Primeiro Concílio de Constantinopla (381 dC)

Por favor, ajude a apoiar a missão do Novo Advento e obtenha o conteúdo


completo deste site como um download instantâneo. Inclui a Enciclopédia
Católica, os Padres da Igreja, a Summa, a Bíblia e muito mais - tudo por
apenas US $ 19,99 ...

Credo

Cremos em um só Deus , o Pai Todo-Poderoso, criador do céu e da terra e de


todas as coisas visíveis e invisíveis. E em um só Senhor Jesus Cristo , o
unigênito Filho de Deus, gerado de seu Pai antes de todos os mundos, Luz de
Luz, muito Deus de muito Deus , gerado não feito, sendo de uma substância
com o Pai , por quem todas as coisas foram feitas . Quem por nós homens e
pela nossa salvação desceu do céu e foi encarnado pelo Espírito Santo e
pela Virgem Maria , e foi feito homem, e foi crucificado também para nós
sob Pôncio Pilatos . Ele sofreu e foi sepultado, e no terceiro dia ressuscitou de
acordo com as Escrituras , subiu ao céu e sentou-se à direita do Pai. E ele
voltará com glória para julgar tanto os vivos como os mortos. Cujo reino não
terá fim. ( Eu )

E [ cremos ] no Espírito Santo , o Senhor e Doador da Vida, que procede


do Pai , que juntamente com o Pai e o Filho é adorado e glorificado , que falou
pelos profetas . E acreditamos em uma igreja santa , católica e apostólica. Nós
reconhecemos um único batismo para a remissão de pecados , [e] nós
esperamos a ressurreição dos mortos e a vida do mundo vindouro. Amém

Carta do mesmo Santo Sínodo ao imperador mais piedoso

Teodósio, o Grande, ao qual são anexados os cânones

promulgados por eles

Para o imperador mais religioso, Teodósio , o Santo Sínodo dos Bispos reuniu-
se em Constantinopla em diferentes províncias.
Começamos nossa carta à sua piedade com gratidão a Deus , que estabeleceu
o império de sua piedade pela paz comum das igrejas e pelo apoio
da verdadeira fé. E, depois de render a devida gratidão a Deus , como no
dever, colocamos diante de vossa piedade as coisas que foram feitas no Santo
Sínodo. Quando, então, havíamos nos reunido em Constantinopla, segundo a
carta de sua piedade, antes de tudo renovamos nossa unidade de coração uns
com os outros, e então pronunciamos algumas definições concisas, ratificando a
Fé dos Padres Nicéia e anatematizando as heresias que surgiram,
contrariamente a isso. Além dessas coisas, nós também moldamos certos
Cânones para a melhor ordenação das Igrejas , tudo o que nós incluímos nesta
nossa carta. Por isso, pedimos a vossa piedade para que o decreto do Sínodo
seja ratificado, até o fim de que, como honraram a Igreja por meio de sua carta
de citação, você deve definir o seu selo para a conclusão do que foi
decretado. Que o Senhor estabeleça seu império em paz e retidão e o
prolongue de geração em geração; e que ele acrescente ao seu poder terreno a
fruição do reino celestial também. Que Deus, pelas orações ( εὐχαῖς τῶν ἁγίων )
dos santos, mostre favor ao mundo, para que você seja forte e eminente em
todas ascoisas boas como um imperador mais verdadeiramente piedoso e
amado por Deus .

Cânones dos Cento e Cinqüenta Padres que se reuniram em

Constantinopla durante o Consulado dos Ilustres Homens,

Flávio Euácio e Flavius Evagrius no VII dos Idos de Julho.

Os bispos de diferentes províncias reunidos pela graça de Deus em


Constantinopla, sob a convocação do mais religioso imperador Teodósio ,
decretaram o seguinte:

Canon 1

A Fé dos Trezentos e Dezoito Padres reunidos em Nice, na Bitínia, não deve ser
posta de lado, mas deve permanecer firme. E
toda heresia será anatematizada , particularmente a dos Eunomianos ou
[ Anomæans, Arians ou ] Eudoxians, e aquela
dos Semiarianosou Pneumatomachi , e a dos Sabellians, e aquela dos
Marcellians, e aquela dos Photinians , e a dos apolinarianos .

Canon 2

Os bispos não devem ir além de suas dioceses para igrejas que estão fora de
seus limites, nem causar confusão nas igrejas; mas que o bispo de Alexandria,
de acordo com os cânones, administre sozinho os assuntos do Egito ; e que
os bispos do Oriente administrem sozinhos o Oriente, preservando os privilégios
da Igreja em Antioquia , mencionados nos cânones de Nice; e que os bispos da
diocese asiática administrem apenas os assuntos asiáticos; e os bispos pônticos
somente o Pôntico importam; e os bispostrácios são apenas assuntos trácios. E
não permita que os bispos ultrapassem suas dioceses para a ordenação ou
quaisquer outras ministrações eclesiásticas , a menos que sejam convidados. E
o supramencionado cânon concernente às dioceses sendo observado, é
evidente que o sínodo de todas as províncias administrará os assuntos daquela
província particular como decretado em Nice. Mas as Igrejas de Deus nas
nações pagãs devem ser governadas de acordo com o costume que prevaleceu
desde os tempos dos Padres.

Canon 3

Em relação a Máximo, o cínico, e à desordem que aconteceu em Constantinopla


por conta dele, decretou-se que Maximus nunca foi e não é agora um
bispo; que aqueles que foram ordenados por ele não têm ordem alguma
do clero ; desde que tudo o que foi feito em relação a ele ou por ele, é
declarado inválido.

Canon 4

(Provavelmente adotado em um Conselho realizado em Constantinopla no ano


seguinte, 382. Vide . Introdução sobre o número dos Cánones.)

Em relação ao tomo dos Bispos do Ocidente, também recebemos os que estão


em Antioquia que confessam a unidade da Deidade do Pai e do Filho e
do Espírito Santo .
Canon 5

Aqueles que, de heresia, recorrem à ortodoxia e à porção daqueles que estão


sendo salvos, recebemos de acordo com o seguinte método e
costume: arianos e macedônios, e sabatinos, e novacianos, que se chamam
Cathari ou Aristori, e Quarto. Decimans ou Tetradites, e Apollinarians , nós
recebemos, ao dar uma renúncia escrita [de seus erros ]
e anathematize cada heresia que não está de acordo com a Santa, Católica , e
Apostólica Igreja de Deus . Então, eles são primeiramente selados ou ungidos
com o óleo sagrado na testa, olhos, narinas, boca e ouvidos; e quando os
selamos, dizemos: O selo do dom do Espírito Santo . Mas Eunomians, que
são batizados com apenas uma imersão, e Montanists , que são aqui chamados
Phrygians e Sabellians, que ensinam a identidade do Pai e do Filho, e fazem
várias outras coisas maliciosas, e [os partidários de] todas as outras heresias -
por Há muitos aqui, particularmente entre aqueles que vêm do país dos
gálatas: - todos estes, quando desejam se voltar para aortodoxia , recebemos
como pagãos . No primeiro dia nós os fazemos cristãos ; no
segundo, catecúmenos ; no terceiro, nós os exorcizamos respirando três vezes
na face e nos ouvidos; e assim os instruímos e os obrigamos a passar algum
tempo na Igreja e a ouvir as Escrituras ; e depois nós os batizamos .

Concílio de Éfeso (431 dC)

Por favor, ajude a apoiar a missão do Novo Advento e obtenha o conteúdo


completo deste site como um download instantâneo. Inclui a Enciclopédia
Católica, os Padres da Igreja, a Summa, a Bíblia e muito mais - tudo por
apenas US $ 19,99 ...

Sessão I

Extratos dos Atos

[ Antes da chegada dos Legados papais .]

O Sínodo de Nicéia estabeleceu esta fé :


Nós acreditamos em um só Deus , etc.

Quando este credo foi recitado, Pedro, o Presbítero de Alexandria, e primerius


dos notários disseram:

Temos em nossas mãos a carta do mais sagrado e


reverendíssimo arcebispo Cirilo, que ele escreveu ao mais reverendo Nestório ,
cheio de conselhos e conselhos, por causa de sua aberração da fé correta . Vou
ler isto se a sua santidade [isto é, o santo Sínodo] o ordena ... A carta começou
da seguinte forma:

Καταφλυαροῦσι μὲν, ὡς ἀκούω, κ.τ.λ.

A Epístola de Cirilo a Nestório ("Intelligo quosdam

meæ")

Para o mais religioso e amado de Deus , o companheiro ministro Nestório ,


Cirilo envia saudação ao Senhor.

Ouvi dizer que alguns estão falando precipitadamente da estimativa em que eu


mantenho sua santidade , e que este é freqüentemente o caso, especialmente
nos momentos em que as reuniões são realizadas para aqueles que têm
autoridade. E talvez pensem em fazê-lo para dizer algo agradável a você, mas
falam sem sentido, porque não sofreram injustiça nas minhas mãos, mas foram
expostas por mim apenas para seu proveito; este homem como opressor dos
cegos e necessitados, e como quem feriu a sua mãe com a espada. Outra
porque ele roubou, em conluio com a empregada que o aguardava, o dinheiro
de outra pessoa, e sempre trabalhou sob a imputação de crimes semelhantes
aos que ninguém desejaria que um de seus inimigos mais amargos
carregasse.Eu levo em conta as palavras de tais pessoas, pois o discípulo não
está acima do seu Mestre, nem estenderei a medida do meu cérebro estreito
acima dos Padres, pois não importa que caminho de vida se busque é
dificilmente escapar sorrisos dos malvados , cujas bocas estão cheias de
maldição e amargura, e que finalmente devem prestar contas ao Juiz de todos.

Mas volto ao ponto que especialmente eu tinha em mente. E agora eu peço a


você, como um irmão no Senhor , que proponha a palavra de ensino e a
doutrina da fé com toda a exatidão para o povo, e considere que a concessão
de escândalo a um mesmo dos menos daqueles que acreditam em Cristo ,
expõe um corpo à insuportável indignação de Deus . E de quão grande
diligência e habilidade há necessidade quando a multidão dos entristecidos é
tão grande, para que possamos administrar a palavra de cura da verdade para
aqueles que a buscam. Mas isso nós realizaremos da maneira mais excelente se
entregarmos as palavras dos santosPadres e formos zelosos em obedecer
a seus mandamentos, provando a nós mesmos, se estamos na fé segundo o
que está escrito, e conformando nossos pensamentos ao seu direito. e
ensinamento irrepreensível.

O santo e grande Sínodo diz, portanto, que o Filho Unigênito, nascido segundo
a natureza de Deus Pai , muito Deus de Deus , Luz de Luz, por quem o Pai fez
todas as coisas, desceu e foi encarnado, e foi fez o homem, sofreu e
ressuscitou no terceiro dia e subiu ao céu. Estas palavras e estes decretos
devemos seguir, considerando o que se entende pela Palavra de Deus sendo
encarnado e feito homem. Pois não dizemos que a natureza da Palavra foi
mudada e se tornou carne, ou que foi convertida em um homem completo,
consistindo de alma e corpo; mas sim que a Palavra tendo pessoalmente unido
a si mesma a carne animada por uma alma racional, se tornou inefável e
inconcebível se tornou homem, e foi chamada o Filho do Homem , não
meramente como querendo ou tendo prazer em ser assim chamada, nem por
conta de tomar para si uma pessoa, mas porque as duas naturezassendo
reunidas em uma verdadeira união, há de um só Cristo e um Filho; pois a
diferença das naturezas não é tirada pela união, mas sim a divindade e a
humanidade tornam perfeito para nós o único Senhor Jesus Cristo por sua
união inefável e inexprimível.Então, aquele que teve uma existência antes de
todas as eras e nasceu do Pai , é dito que nasceu de acordo com a carne de
uma mulher , não como se sua natureza divina tivesse seu início
de existência na santa Virgem , pois precisava não qualquer segunda geração
depois da do Pai (pois seria absurdo e insensato dizer que aquele
que existiu antes de todas as eras, coeterno com o Pai , precisava de um
segundo começo de existência ), mas desde então, para nós e para
nossa salvação , ele pessoalmente uniu a si mesmo um corpo humano , e saiu
de uma mulher , desta maneira é dito que ele nasceu depois da carne; pois ele
não nasceu primeiro um homem comum da Santíssima Virgem , e então a
Palavra desceu e entrou nele, mas a união sendo feita no próprio ventre, diz-se
que ele suporta um nascimento após a carne, atribuindo a si mesmo o
nascimento de sua própria carne. Por conta disso, dizemos que ele sofreu e
ressuscitou; não como se Deus o Verbo sofresse em sua própria natureza
riscas, ou o furo dos cravos, ou quaisquer outras feridas, pois a natureza Divina
é incapaz de sofrer, na medida em que é incorpórea, mas desde que aquilo que
se tornara seu próprio corpo sofreu assim, diz-se também que ele sofre por
nós; pois quem é em si mesmo incapaz de sofrer estava em um corpo
sofredor. Da mesma maneira também concebemos respeitando sua
morte; porque a Palavra de Deus é por natureza imortal e incorruptível, e vida
e vivificante; já que, no entanto, seu próprio corpo, como Paulo diz,
pela graça de Deus prova a morte para todo homem, diz-se que ele sofreu a
morte por nós, não como se tivesse alguma experiência de morte em sua
própria natureza (por seria loucura dizer ou pensar assim), mas porque, como
acabei de dizer, sua carne provou a morte. De igual modo, sua carne sendo
levantada novamente, é mencionada como sua ressurreição, não como se ele
tivesse caído em corrupção (Deus não permita), mas porque seu próprio corpo
foi ressuscitado novamente. Nós, portanto, confessamos um Cristo e Senhor,
não como adoradores. um homem com a Palavra (para que esta expressão com
a Palavra não sugira à mente a idéia de divisão), mas adorando-o como um e o
mesmo, visto que o corpo da Palavra, com o qual ele se assenta com o Pai ,
não é separado da própria Palavra, não como se dois filhos estivessem
sentados com ele, mas um pela união com a carne. Se, no entanto, rejeitarmos
a união pessoal como impossível ou imprópria, cairemos no erro de falar de
dois filhos, pois será necessário distinguir, e dizer, que aquele que foi
propriamente homem foi honrado com a denominação de Filho. e aquele que é
propriamente a Palavra de Deus tem por natureza tanto o nome como a
realidade da Filiação. Não devemos, portanto, dividir o único Senhor Jesus
Cristo em dois Filhos.Tampouco vai valer a uma fé sadia para sustentar, como
alguns fazem, uma união de pessoas ; pois a Escritura não disse que a Palavra
uniu a si mesmo a pessoa do homem , mas que ele foi feito carne. Esta
expressão, no entanto, o Verbo se fez carne , nãopode significar nada além de
que ele comeu carne e sangue como nós; ele fez o nosso próprio corpo, e saiu
homem de uma mulher, não rejeitando a sua existência como Deus , ou a sua
geração de Deus, o Pai , mas mesmo em tomar para si carne restante o que ele
era. Isto a declaração da fé correta proclama em todo lugar. Esse foi o
sentimento dos santos Padres; portanto, eles se aventuraram a chamar
a Santíssima Virgem , a Mãe de Deus , não como se a natureza da Palavra ou
sua divindade tivesse seu princípio da Santíssima Virgem , mas por causa dela
nasceu aquele corpo santo com uma alma racional, ao qual o Dizem que a
palavra estar unida nasceu de acordo com a carne. Portanto, estas coisas vos
escrevo agora, por amor de Cristo , rogando-te como irmão e testificando-o
diante de Cristo e dos anjos eleitos, para que ambos pensem e ensinem estas
coisas conosco, para que a paz da As igrejas podem ser preservadas e o vínculo
de concórdia e amor continua ininterrupto entre os Sacerdotes de Deus .

Extratos dos Atos (Continuação)

E depois que a carta foi lida, Cirilo, o bispo de Alexandria, disse: Este santo e
grande Sínodo ouviu o que escrevi ao mais religioso Nestório , defendendo a fé
correta . Acho que em nenhum aspecto me afastei da verdadeira afirmação
da fé , isto é, do credo estabelecido pelo santo e grande sínodo anteriormente
reunido em Nice. Portanto, desejo a vossa santidade [isto é, o Concílio] para
dizer se, com razão e sem censura, e de acordo com o santo sínodo, escrevi
estas coisas ou não.

[ Vários bispos deram sua opinião, todos favoráveis a Cirilo; depois destas
opiniões individuais, os Atos continuam (col. 491):]

E todos os demais bispos, na ordem de seu posto, depuseram às mesmas


coisas, e assim acreditaram , segundo os Padres haviam estabelecido, e como a
Epístola do Santíssimo Arcebispo Cirilo a Nestório, o bispo, declarou.

Palladius, o bispo de Amasea, disse: A próxima coisa a ser feita é ler a carta do
mais reverendo Nestório , da qual o mais religioso presbítero Pedro fez
menção; para que possamos entender se concorda ou não com a exposição dos
pais nicenos.

E depois que esta carta foi lida, Cirilo, o bispo de Alexandria, disse: O que
parece bom para este sínodo sagrado e grande em relação à carta que
acabamos de ler? Parece também consonante com a fé estabelecida
pelo Santo Sínodo reunido na cidade de Nice?

[ Os bispos , então como antes, expressam individualmente sua opinião e,


finalmente, os Atos continuam (col. 502):]

Todos os bispos gritaram juntos: Quem


não anatematizar Nestório, seja anátema . Tal a fé certa anatematiza ; tal um
o santoSínodo anathematizes . Quem se comunica
com Nestório, seja anátema ! Anatematizamos todos os apóstolos de Nestório :
todos anatematizamos Nestório como um herege : que todos os que se
comunicam com Nestório sejam anátemas , etc., etc.
Juvenal, o bispo de Jerusalém disse: “Leia a carta do santíssimo e reverendo
Ceilestino, arcebispo da Igreja de Roma, que ele escreveu sobre a fé .

[ A carta do Cælestine foi lida e nenhuma opinião foi expressa ]

Pedro, o presbítero de Alexandria, e primicórdio dos notários disseram:


Completamente de acordo com as coisas que acabamos de ler estão aquelas
que sua santidade Cirilo, nosso mais piedoso bispo , escreveu, que agora tenho
à mão, e lerá se sua piedadeassim ordenar.

[ A carta foi lida, começando assim :]

Τοῦ Σωτῆρος ἡμῶν λέγοντος ἐναργῶς, κ.τ.λ.

A Epístola de Cirilo a Nestório ("Cum salvator noster")

Ao mais reverendo e amante de Deus, Nestório , Cirilo e o Sínodo reuniram-se


em Alexandria , na Província do Egito , Saudando no Senhor.

Quando nosso Salvador diz claramente: Aquele que ama pai ou mãe mais do
que a mim não é digno de mim; e quem ama filho ou filha mais do que a mim
não é digno de mim, o que é ser de nós, de quem a vossa Santidade exige nós
te amamos mais do que Cristo, o Salvador de todos nós? Quem pode nos
ajudar no dia do julgamento, ou que tipo de desculpa encontraremos para
mantermos o silêncio por tanto tempo, com respeito às blasfêmias feitas por
você contra ele? Se você se ferisse sozinho, ensinando e mantendo tais coisas,
talvez fosse menos importante; mas escandalizou grandemente toda a Igreja e
lançou no meio do povo o fermento de uma estranha e nova heresia . E não
àqueles que lá [isto é, em Constantinopla] apenas; mas também para todos os
lugares [os livros de sua explicação foram enviados]. Como podemos, por mais
tempo, nessas circunstâncias, fazer uma defesa para nosso silêncio, ou como
não seremos forçados a lembrar que Cristo disse: Não pense que vim enviar
paz à terra: não vim para enviar a paz, mas uma espada. Pois cheguei a
colocar um homem em desacordo contra seu pai e a filha contra sua mãe.Pois,
se a fé for ferida, perca-se a honra devida aos pais , tão rígidos e
cambaleantes, que até a lei do amor terno para com os filhos e irmãos seja
silenciada, que a morte seja melhor para os piedosos do que vivos; para que
eles possam obter uma ressurreição melhor, como está escrito.
Eis, portanto, como nós, juntamente com o santo sínodo que se reuniu na
grande Roma, presidido pelo santíssimo e reverendíssimo irmão e companheiro
ministro, Celestino, o Bispo, também testemunho por esta terceira carta a
você, e aconselho-o a abstenham-se destes dogmas travesso e distorcidos, que
vocês mantêm e ensinam, e recebem a fé correta , transmitida às igrejas desde
o princípio através dos santos Apóstolos e Evangelistas, que eram testemunhas
oculares e ministros da Palavra. E se a sua santidade não tem uma mente para
isto de acordo com os limites definidos nos escritos de nosso irmão de
abençoada memória e o reverendo companheiro ministro Celestino, Bispo
da Igreja de Roma, esteja bem assegurado então que você não tem muito com
a gente , nem lugar ou posição ( λόγον ) entre
os sacerdotes e bispos de Deus . Pois não é possível negligenciarmos as igrejas
assim perturbadas, e o povo escandalizar-se, e a fé correta ser posta de lado, e
as ovelhas espalhadas por você, que devem salvá-las, se, na verdade, formos
adeptos da fé correta , e seguidores da devoção dos santos pais. E estamos em
comunhão com todos aqueles leigos e clérigos expulsos ou deposto por
sua santidade por causa da fé ; pois não é certo que aqueles que
decidiram acreditar corretamente, sofram por sua escolha; porque eles fazem
bem em se opor a você. Isso mesmo você mencionou em sua epístola, escrito
ao nosso santíssimo e companheiro bispo Celestino da grande Roma.

Mas não seria suficiente para sua reverência confessar conosco apenas o
símbolo da fé, estabelecido há algum tempo pelo Espírito Santo no grande
e santo Sínodo convocado em Nice: pois você não o sustentou e interpretou
corretamente, mas sim Perversamente; mesmo que você confesse com a sua
voz a forma das palavras. Mas, além disso, por escrito e por juramento , você
deve confessar que você também anatematiza os seus dogmas poluídos
e profanos , e que você manterá e ensinará aquilo que todos nós, bispos ,
professores e líderes do povo tanto do Oriente quanto do Ocidente. ,
aguarde. O santo santo de Roma e todos nós concordamos com a epístola
escrita à sua Santidade da Igreja de Alexandria como sendo correta e
inocente. Nós adicionamos a estas nossas próprias cartas e aquilo que é
necessário para você segurar e ensinar, e o que você deve ter o cuidado de
evitar. Agora esta é a Fé da Igreja Católica e Apostólica à qual todos os Bispos
Ortodoxos, tanto do Oriente como do Ocidente, concordam:

Cremos em um só Deus , o Pai Todo-Poderoso, Criador de todas as coisas visíveis e


invisíveis, e em um só Senhor Jesus Cristo , o Filho Unigênito de Deus , gerado por seu
Pai, isto é, da substância do Pai; Deus de Deus , Luz de Luz, muito Deus de muito Deus ,
gerado, não feito, sendo de uma substância com o Pai , por quem todas as coisas foram
feitas, tanto aqueles no céu e aqueles na terra.Quem para nós, homens e para
nossa salvação , desceu e foi encarnado, e foi feito homem. Ele sofreu e ressuscitou no
terceiro dia.Ele ascendeu aos céus, de onde virá para julgar tanto os vivos como os
mortos. E no Espírito Santo : Mas aqueles que dizem, Houve uma época em que ele não
estava, e, antes que ele fosse gerado, ele não estava, e que ele foi feito daquilo que antes
não era, ou que ele era de alguma outra substância ou essência ; e que o Filho de
Deus era capaz de mudança ou alteração; aqueles que a Igreja Católica e
Apostólica anatematiza .

Seguindo em todos os pontos as confissões dos Santos Padres que eles fizeram
(o Espírito Santo falando nelas), e seguindo o escopo de suas opiniões, e indo,
por assim dizer, da maneira real, nós confessamos que a Palavra Unigênita de
Deus , gerado da mesma substância do Pai , Verdadeiro Deus do Deus
Verdadeiro, Luz da Luz, através de quem todas as coisas foram feitas, as coisas
no céu e as coisas na terra, descendo para a nossa salvação , tornando-se
sem reputação ( καθεὶς ἑαυτὸν εἰς κένωσιν ), foi encarnado e fez o homem; isto
é, tomando carne da Santíssima Virgem , e tendo-a feito desde o ventre
materno, ele se sujeitou ao nascimento por nós, e saiu homem de
uma mulher , sem rejeitar aquilo que ele era; mas embora ele assumisse carne
e sangue, ele permaneceu o que era, Deus em essência e em verdade . Nem
dizemos que sua carne foi transformada na natureza da divindade, nem que a
natureza inefável da Palavra de Deus foi deixada de lado pela natureza da
carne; pois ele é imutável e absolutamente imutável, sendo sempre o mesmo,
de acordo com as Escrituras . Pois embora visível e criança em panos, e até
mesmo no seio de sua Virgem Mãe, ele preencheu toda a criação como Deus , e
foi um companheiro governante com aquele que o gerou, pois a Divindade é
sem quantidade e dimensão, e não pode tem limites.

Confessando a Palavra para ser feito um com a carne segundo a substância,


nós adoramos um Filho e Senhor Jesus Cristo : nós não dividimos o Deus do
homem, nem o separamos em partes, como se as duas naturezas estivessem
mutuamente unidas nele somente através de uma partilha de dignidade e
autoridade (pois isso é uma novidade e nada mais), nem damos
separadamente à Palavra de Deus o nome de Cristo e o mesmo nome
separadamente para um diferente nascido de uma mulher ; mas
nós conhecemos apenas um Cristo, a Palavra de Deus Pai com sua própria
carne. Pois como homem ele foi ungido conosco, embora seja ele mesmo que
dá o Espírito àqueles que são dignos e não em medida, de acordo com as
palavras do bendito evangelista João.

Mas nós não dizemos que a Palavra de Deus habitou nele como em um homem
comum nascido da Santíssima Virgem , para que Cristo não seja considerado
um homem portador de Deus; porque embora a Palavra habite entre nós,
também se diz que em Cristo habitara toda a plenitude da divindade
fisicamente ; mas nós entendemos que ele se tornou carne, não apenas como
se diz que ele habita nos santos , mas nós definimos que aquele tabernáculo
nele estava de acordo com a igualdade ( κατὰ τον ἴσον ἐν αὐτῷ τρόπον ). Mas
sendo feito um κατὰ φύσιν , e não convertido em carne, ele fez sua habitação
de tal maneira, como podemos dizer que a alma do homem faz em seu próprio
corpo.

Um é, portanto, Cristo, tanto Filho como Senhor, não como se um homem


tivesse atingido apenas uma tal conjunção com Deus, que consiste em uma
unidade de dignidade ou de autoridade. Pois não é a igualdade de honra que
une as naturezas; pois então Pedro e João, que eram de igual honra uns com
os outros, sendo ambos apóstolos e discípulos sagrados [teriam sido um, e],
ainda assim os dois não são um. Tampouco entendemos que a maneira de
conjunção seja justa, pois isso não é suficiente para a unicidade natural ( πρὸς
ἕνωσον φυσικήν ). Ainda não de acordo com a participação relativa, como
também estamos unidos ao Senhor, como está escrito , somos um só Espírito
nele. Em vez disso, depreciamos o termo de junção ( συναφείας ) como não
tendo suficientemente significado a unidade. Mas nós não chamamos a Palavra
de Deus o Pai , o Deus nem o Senhor de Cristo , para que nós abertamente
cortemos em dois o único Cristo, o Filho e Senhor, e caiamos sob a acusação
de blasfêmia , fazendo dele o Deus e Senhor de ele mesmo. Pois a Palavra de
Deus , como já dissemos, foi feita hipostaticamente uma em carne, mas ele é
Deus de todos e ele governa a todos; mas ele não é o escravo de si mesmo,
nem o seu próprio Senhor. Pois é tolice, ou melhor, ímpio, pensar ou ensinar
assim. Pois ele disse que Deus era seu Pai, embora ele fosse Deus por natureza
e de sua substância. No entanto, não somos ignorantes de que, enquanto
permanecesse Deus , ele também se tornou homem e sujeito a Deus , de
acordo com a lei adequada à natureza da masculinidade. Mas como ele poderia
se tornar o Deus ou Senhor de si mesmo?Conseqüentemente, como homem, e
com respeito à medida de sua humilhação, diz-se que ele está igualmente
conosco sujeito a Deus ; assim ele se tornou debaixo da Lei, embora como
Deus ele falasse a Lei e fosse o Legislador.
Temos também cuidado com o modo como dizemos sobre Cristo: Eu adoro o
Uno vestido por conta do Uno, e por causa do Invisível, eu adoro o Olhar. É
horrível dizer assim: O assumido e o assumido têm o nome de Deus . Pois o
dito disto divide novamente Cristo em dois, e coloca o homem separadamente
por si mesmo e Deus também por si mesmo. Pois este provérbio nega
abertamente a Unidade segundo a qual um não é adorado no outro, nem Deus
existe junto com o outro; mas Jesus Cristo é considerado como Único, o Filho
Unigênito, para ser honrado com uma adoração junto com sua própria carne.

Confessamos que ele é o Filho , gerado de Deus Pai e Deus unigênito; e


embora, de acordo com sua própria natureza, ele não estivesse sujeito ao
sofrimento, ele sofreu por nós na carne, de acordo com as Escrituras , e
embora impassível, ainda em seu Corpo Crucificado, ele próprio fez os
sofrimentos de sua própria carne; e pela graça de Deus provou a morte por
todos: deu o seu próprio corpo a ele, embora fosse por natureza a vida e a
ressurreição, a fim de que, tendo vencido a morte pelo seu poder inexprimível,
primeiro em sua própria carne, ele pode se tornar o primogênito dos mortos e
as primícias dos que dormem. E para que ele pudesse abrir caminho para que
a natureza do homem alcançasse a incorrupção, pela graça de Deus (como
acabamos de dizer), ele experimentou a morte por todos os homens, e depois
de três dias ressuscitou, tendo saqueado o inferno . Assim, embora se diga que
a ressurreição dos mortos foi através do homem, ainda assim entendemos que
o homem tem sido a Palavra de Deus , e o poder da morte foi solto através
dele, e ele virá na plenitude do tempo como o Único. Filho e Senhor,
na glória do Pai , a fim de julgar o mundo em justiça, como está escrito.

Pois quando como Deus fala de si mesmo: Quem me viu viu o Pai , e eu e meu
Pai somos um, consideramos sua inefável natureza divina segundo a qual ele é
Um com seu Pai através da identidade da essência - A imagem e impressionar e
brilho de sua glória . Mas quando não desprezou a medida de sua humanidade,
ele disse aos judeus : Mas agora você procura me matar, um homem que lhe
disse a verdade . Novamente, não menos do que antes, reconhecemos que ele
é a Palavra de Deus de sua identidade e semelhança com o Pai e das
circunstâncias de sua humanidade. Pois, se é necessário acreditar que sendo
por natureza Deus , ele se fez carne, isto é, um homem dotado de
uma alma razoável, que razão pode ter certos de que se envergonhar dessa
linguagem sobre ele, que lhe é conveniente como homem? ? Pois se ele
rejeitasse as palavras adequadas a ele como homem, quem o compeliu a se
tornar homem como nós? E como ele se humilhou para uma
humilhação voluntária ( κένωσιν ) para nós, para que causa pode alguém
rejeitar as palavras adequadas a tal humilhação? Portanto, todas as palavras
que são lidas nos Evangelhos devem ser aplicadas a uma pessoa, a uma
hipóstase da Palavra Encarnada. Porque o Senhor Jesus Cristo é Um, de acordo
com as Escrituras , embora ele seja chamado de Apóstolo e Sumo Sacerdote da
nossa profissão, como oferecendo a Deuse ao Pai a confissão de fé que nós
fazemos a ele, e através dele a Deus até o Pai e também ao Espírito
Santo ; todavia dizemos que ele é, segundo a natureza, o Unigênito de Deus . E
não a homem algum diferente dele atribuímos o nome do sacerdócio e a coisa,
pois ele se tornou o Mediador entre Deus e os homens, e um reconciliador para
a paz, tendo se oferecido como um cheiro suave a Deus e ao Pai. Por isso
também ele disse: Sacrifício e oferta você não faria; mas um corpo me
preparou: em holocaustos e sacrifícios pelo pecado, você não teve
prazer. Então disse eu: Eis aqui venho (no volume do livro está escrito de mim)
para fazer a tua vontade, ó Deus. Pois, por nossa causa, ele ofereceu seu corpo
como um aroma de cheiro doce, e não para si mesmo; pois que oferenda
ou sacrifício era necessário para si mesmo, quem, como Deus, existia acima de
todos os pecados ? Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus , de modo
que nos tornamos inclinados a cair, e a natureza do homem caiu em pecado ,
mas não assim ele (e, portanto, ficamos aquém de sua glória ). Como então
pode haver mais dúvidas de que o verdadeiro Cordeiro morreu por nós e por
nossa causa? E dizer que ele se ofereceu para si e para nós, não poderia de
modo algum escapar da acusação de impiedade. Pois ele nunca cometeu uma
falta, nem pecou . Que oferecimento então ele precisava, não
tendo pecado pelo qual sacrifícios são justamente oferecidos? Mas quando ele
falou sobre o Espírito , ele disse: Ele me glorificará. Se pensarmos
corretamente, não dizemos que o Cristo Único e o Filho que necessitam
da glória de outro receberam a glória do Espírito Santo ;pois nem maior do que
ele nem acima dele é o seu Espírito, mas porque ele usou o Espírito Santo para
mostrar a sua própria divindade em suas obras poderosas, portanto, é dito que
ele foi glorificado por ele, como se qualquer um de nós dissesse sobre sua força
inerente, por exemplo, ou seu conhecimento de qualquer coisa, eles
me glorificaram . Pois embora o Espírito seja a mesma essência , ainda assim
pensamos nele por si mesmo, como ele é o Espírito e não o Filho; mas ele não
é diferente dele; pois ele é chamado o Espírito da verdade e Cristo é a Verdade,
e ele é enviado por ele, assim como, além disso, ele é de Deus e do Pai.Quando
o Espírito operou milagres através das mãos dos santos apóstolos depois
da Ascensão de Nosso Senhor Jesus Cristo no céu, ele o glorificou . Porque
se acredita que aquele que trabalha através do seu próprio Espírito é Deus
segundo a natureza. Por isso ele disse: Receberá a minha, e a ti mostrará. Mas
nós não dizemos isto como se o Espírito fosse sábio e poderoso através de
alguma partilha com outro; porque ele é todo perfeito e não precisa de nada de
bom. Como, portanto, ele é o Espírito do Poder e Sabedoria do Pai (isto é, do
Filho), ele é evidentemente Sabedoria e Poder.

E desde que a santa Virgem produziu corporavelmente Deus fez um com carne
de acordo com a natureza, por esta razão também a chamamos Mãe de Deus ,
não como se a natureza da Palavra tivesse o começo de sua existência da
carne.

Pois no princípio era o Verbo, e o Verbo era Deus , e o Verbo estava


com Deus , e ele é o Criador dos séculos, coeterno com o Paie Criador de
tudo; mas, como já dissemos, desde que ele uniu a si
mesmo a natureza hipostaticamente humana de seu ventre, também ele se
sujeitou ao nascimento como homem, não como necessitando necessariamente
em sua própria natureza nascimento no tempo e nestes últimos tempos do
mundo, mas a fim de que ele possa abençoar o começo de nossa existência , e
aquilo que enviou os corpos terrestres de toda a nossa raça à morte, pode
perder seu poder para o futuro ao nascer de uma mulherna carne. E isto: Em
tristeza tu dares filhos, sendo removido através dele, ele mostrou a verdade do
que foi falado pelo profeta , Forte morte os tragou, e novamente Deus enxugou
toda lágrima de todos os rostos. Por esta causa também dizemos que ele
participou, tendo sido chamado, e também abençoado, o casamento
em Caná da Galiléia , com seus santos Apóstolos de acordo com a
economia. Fomos ensinados a guardar essas coisas pelos santos apóstolos e
evangelistas, e todas as Escrituras inspiradas por Deus, e
nas verdadeiras confissões dos santos Padres.

Para todos estes a vossa reverência também deve concordar, e dar atenção,
sem qualquer malícia. E o que é necessário a vossa reverência
deve anatematizar nós temos subjugado a nossa epístola.

Os doze anátemas de São Cirilo contra Nestório

1
Se alguém não vai confessar que o Emanuel é muito Deus , e que, portanto, a
Santa Virgem é a Mãe de Deus ( Θεοτόκος ), na medida em que na carne ela
levou a Palavra de Deus feito carne [como está escrito: A Palavra foi feita
carne ] seja anátema .

Nestório : Se alguém disser que o Emanuel é Deus verdadeiro , e não Deus


conosco, isto é, que ele se uniu a uma natureza semelhante à nossa, que
assumiu da Virgem Maria , e habitou nela; e se alguém chama Maria a mãe
de Deus, a Palavra , e não a mãe daquele que é Emanuel ; e se ele sustenta
que Deus, a Palavra , se transformou na carne, que ele apenas assumiu a fim
de tornar visível a sua divindade, e ser encontrado na forma como um homem ,
seja anátema .

Se alguém não confessar que a Palavra de Deus, o Pai, está unida


hipostaticamente à carne, e que com essa carne própria, ele é um só Cristo
tanto Deus como homem ao mesmo tempo: seja anátema .

Nestório : Se alguém afirma que, na união do Logos com a carne, a Essência


divina se movia de um lugar para outro; ou diz que a carne é capaz de receber
a natureza divina e que foi parcialmente unida à carne; ou atribui à carne, em
razão de sua recepção de Deus , uma extensão ao infinito e ilimitado, e diz
que Deus e o homem são um e o mesmo na natureza; deixe que ele
seja anátema .

Se alguém após a união [hipostática] dividir as hipóstases no único Cristo,


unindo-se a elas somente por aquela conexão, que acontece de acordo com a
dignidade, ou mesmo autoridade e poder, e não por uma união ( συνόδῳ ), que
é feita por união natural ( ἕνωσιν φυσικὴν ): seja anátema .

Nestório : Se alguém disser que Cristo , que é também Emanuel , é Um, não
[simplesmente] em conseqüência de conexão , mas [também] em natureza , e
não reconhece a conexão ( συνάφεια ) das duas naturezas , a do Logos e da
presumida masculinidade, em um só Filho, como ainda continuando sem se
misturar; deixe que ele seja anátema .
4

Se alguém dividir entre duas pessoas ou subsistências aquelas expressões


( φωνάς ) que estão contidas nos escritos evangélicos e apostólicos, ou que
foram ditas a respeito de Cristo pelos santos, ou por si mesmo, e deve aplicar
algumas a ele quanto a um homem separado da Palavra de Deus , e aplicar os
outros para a única Palavra de Deus Pai , com base no fato de que eles estão
aptos para serem aplicados a Deus: seja anátema .

Nestório : Se alguém atribui as expressões dos Evangelhos e das cartas


apostólicas, que se referem às duas naturezas de Cristo , a uma só dessas
naturezas, e até mesmo atribui sofrimento à Palavra divina, tanto na carne
como na divindade; deixe que ele seja anátema .

Se alguém ousar dizer que o Cristo é um homem de Theophorus (isto é,


portador de Deus) e não que ele é muito Deus , como um único Filho através
da natureza, porque o Verbo se fez carne , e tem uma parte na carne e sangue
como nós fazemos: seja anátema .

Nestório : Se alguém se arrisca a dizer que, mesmo após a suposição


da natureza humana , há apenas um Filho de Deus , a saber, aquele que é
assim na natureza ( naturaliter filius = Logos ), enquanto ele (desde a
assunção da carne ) é certamente Emmanuel ;deixe que ele seja anátema .

Se alguém ousar dizer que a Palavra de Deus Pai é o Deus de Cristo ou o


Senhor de Cristo , e não deve confessá-lo, ao mesmo tempo, tanto Deus como
o homem , pois segundo as Escrituras , o Verbo se fez carne. : deixe-o
ser anátema .

Nestório : "Se alguém, depois da Encarnação, chamar outra pessoa além de


Cristo, a Palavra, e se arriscar a dizer que a forma de um servo é igualmente
com a Palavra de Deus , sem princípio e incriado, e não que seja feita por ele
como sua natural Senhor e Criador e Deus , e que ele prometeu levantá-lo
novamente nas palavras: Destrua este templo, e em três dias eu vou edificá-lo
novamente , que ele seja anátema ".
7

Se alguém disser que Jesus, como homem, só é energizado pela Palavra de


Deus , e que a glória do Unigênito é atribuída a ele como algo que não é
propriamente dele: que seja anátema .

Nestório : Se alguém disser que o homem que foi formado pela Virgem é o
Unigênito, que nasceu do seio do Pai , antes que a estrela da manhã fosse
o Salmo 108: 3 , e não confessa que obteve a designação de Unigênito por
causa de sua conexão com ele que na natureza é o Unigênito do Pai; e, além
disso, se alguém chamar outro que o Emanuel Cristo, seja anátema .

Se alguém ousar dizer que o homem assumido ( ἀναληφθέντα ) deve ser


adorado junto com Deus a Palavra , e glorificado junto com ele, e reconhecido
juntamente com ele como Deus , e ainda como duas coisas diferentes, uma
com a outra ( para isso Juntamente com é adicionado [ ou seja ,
pelos nestorianos ] para transmitir este significado); e não preferiria com uma
adoração adorar o Emanuel e pagar-lhe uma glorificação, como [está
escrito] O Verbo se fez carne : seja anátema .

Nestório : Se alguém disser que a forma de um servo deve, por si só, isto é,
em referência à sua própria natureza, ser reverenciada, e que é o governante
de todas as coisas, e não, que [meramente] por causa de sua conexão com a
natureza sagradae em si mesma universal do unigênito, é para ser
reverenciada; deixe que ele seja anátema .

Se alguém disser que o único Senhor Jesus Cristo foi glorificado pelo Espírito
Santo , de modo que ele usou através dele um poder que não pertence ao seu
e dele recebeu poder contra os espíritos impuros e poder para
operar milagres diante dos homens e não deve confessar que foi o seu próprio
Espírito através do qual ele trabalhou esses sinais divinos; deixe que ele
seja anátema .

Nestório : Se alguém disser que a forma de servo é de natureza semelhante


ao Espírito Santo , e não que deva sua união com a Palavra que existiu desde a
concepção, a sua mediação, pela qual opera curas milagrosas entre
os homens e possui o poder de expulsar demônios ; deixe que ele
seja anátema .

10

QUEM quer que diga que não é a própria Palavra divina, quando ele se fez carne
e se tornou homem como somos, mas outro que ele, um homem nascido de
uma mulher , mas diferente dele ( ἰδικῶς ἄνθρωπον ), que se tornou nosso
Grande Sumo Sacerdote e Apóstolo; ou se alguém disser que se ofereceu
em sacrifício por si mesmo e não por nós, ao passo que, sem pecado , ele não
precisou oferecer nem sacrificar : seja anátema .

Nestório : Se alguém sustentar que a Palavra, que é desde o princípio, se


tornou o sumo sacerdote e apóstolo de nossa confissão, e se ofereceu para nós,
e não prefere dizer que é a obra de Emanuel ser um apóstolo ; e se alguém de
tal maneira divide o sacrifícioentre aquele que uniu [a Palavra] e aquele que
estava unido [a masculinidade] referindo-se a uma filiação comum, isto é, não
dando a Deus aquilo que é de Deus, e ao homem aquilo que é do
homem; deixe que ele seja anátema .

11

QUEM não deve confessar que a carne do Senhor dá a vida e que pertence
à Palavra de Deus, o Pai como seu próprio, mas deve fingir que pertence a
outra pessoa que está unida a ele [isto é, a Palavra] apenas de acordo honrar e
que serviu como morada para a divindade; e não confessaremos, como
dizemos, que a carne dá vida, porque é a da Palavra que dá vida a todos:
seja anátema .

Nestório : "Se alguém sustenta que a carne que está unida a Deus, a Palavra, é
pelo poder de sua própria natureza vivificante, enquanto o próprio Senhor
diz: É o Espírito que vivifica, a carne nada aproveita." , seja ele anátema . [Ele
acrescenta, Deus é um Espírito, João 4:24 . Se, então, alguém sustenta que
Deus, o Logos , de uma maneira carnal, em sua substância, se tornou carne, e
persiste nisso com referência a o Senhor Cristo, que depois de sua
ressurreição, disse aos seus discípulos : “ Tratem-me e vejam, porque o
espírito não tem carne nem ossos, como você me vê tendo Lucas 24:39 ; seja
ele anátema ”.
12

QUALQUER que não reconhecer que a Palavra de Deus sofreu na carne, que ele
foi crucificado na carne, e que também na mesma carne ele provou a morte e
que ele se tornou o primogênito dos mortos, pois, como ele é Deus , ele é a
vida e é ele quem dá a vida: seja anátema .

Nestório : Se alguém, ao confessar os sofrimentos da carne, atribui isso


também à Palavra de Deus quanto à carne em que apareceu, e assim não
distingue a dignidade das naturezas; deixe que ele seja anátema .

Extratos dos Atos (Continuação)

[ Nenhuma ação é registrada nos Atos como tendo sido tomada. Um relato
verbal foi feito por alguns que tinham visto Nestóriodurante os últimos três
dias, que eles estavam sem esperança de qualquer arrependimento de sua
parte. Sobre a moção de Flaviano, bispo de Filipos, várias passagens dos
Padres foram lidas; e depois disso, algumas seleções dos escritos
de Nestório .Uma carta de Capreolus, Arcebispo de Cartago , foi lida em
seguida, desculpando sua ausência; depois da leitura da carta, que não faz
referência direta a Nestório , mas reza o Sínodo para que nenhuma novidade
seja tolerada, os Atos procedem . (Col. 534).]

Cyril, o bispo da Igreja de Alexandria , disse: Como esta carta do mais


reverendo e piedoso Capreolus, bispo de Cartago , que foi lido, contém uma
expressão de opinião mais lúcida, que seja inserida nos Atos. Pois deseja que
os antigos dogmas da fé sejam confirmados, e que as novidades, concebidas de
modo absurdo e impiamente criadas, sejam reprovadas e proscritas.

Todos os bispos gritaram ao mesmo tempo: Estes são os sentimentos ( φωναί )


de todos nós, estas são as coisas que todos dizemos - a realização disto é o
desejo de todos nós.

[ Imediatamente segue a sentença de deposição e as assinaturas. Parece quase


certo que algo caiu aqui, provavelmente toda a discussão do XII de
Cirilo. Anathematisms .]

Decreto do Conselho Contra Nestório


( Encontrado em toda a Concilia em grego com versões em latim .)

Como, além de outras coisas, o ímpio Nestório não obedeceu à nossa citação e
não recebeu os santos bispos que foram enviados por nós a ele, fomos
obrigados a examinar suas doutrinas ímpias. Descobrimos que ele tinha
realizado e publicado doutrinas ímpias em suas cartas e tratados, bem como
em discursos que ele entregou nesta cidade, e que foram
testemunhados. Compelido pelos cânones e pela letra ( ἀναγκαίως
κατεπειχθέντες ἀπό τῶν κανόνων, καὶ ἐκ τὴς ἐπιστολῆς, κ.τ.λ. ) Do nosso
mais santo pai e companheiro de servo -Coestestine, o bispo romano , nós
viemos, com muitos lágrimas, a esta dolorosa sentença contra ele, a saber, que
o nosso Senhor Jesus Cristo , a quem ele blasfemou , decreta pelo santo Sínodo
que Nestório seja excluído da dignidade episcopal e de
toda a comunhão sacerdotal .

Sessão II

Extratos dos Atos

Os bispos mais piedosos e amados por Deus, Arcádio e Projectus, como


também o mais amado de Deus, Filipe, presbítero e legado da Sé Apostólica ,
entraram e tomaram seus lugares.

Filipe, o presbítero e legado da Sé Apostólica, disse: “Abençoamos a santa e


adorável Trindade que nossa humildade foi considerada digna de assistir ao
seu santo Sínodo. Há muito tempo atrás ( πάλαι ) nosso mais sagrado e
abençoado papa Cœlestine, bispo da Sé Apostólica , através de suas cartas
àquele homem santo e mais piedoso , Cirilo, bispo de Alexandria, julgou
a causa e o caso atuais ( ὥρισεν ) que cartas foram mostradas a
sua santa assembléia. E agora, novamente, para a corroboração
da fé católica ( καθολικῆς ), ele enviou através de nós cartas para todas as suas
santidades, as quais você irá lecionar ( κελούσατε) para ser lido com reverência
( πρεπόντως ) e ser registrado nos minutos eclesiásticos .

Arcadius, um bispo e legado da Igreja Romana, disse: Que agrade sua bem-
aventurança dar ordem para que as cartas do Santo e Cenerino, bispo da Sé
Apostólica , que foram sagradas e sempre mencionadas, sejam veneradas.
trazido por nós, seja lido, a partir do qual a sua reverência será capaz de ver
que cuidado ele tem por todas as Igrejas.

Projectus, um bispo e legado da Igreja Romana disse: Que agrade, etc. [ O


mesmo que Arcadius disse textualmente!]

E depois o mais sagrado e amado de Deus, Cirilo, bispo da Igreja de


Alexandria , falou como é o próximo em ordem contido;Siricius, notário
da Santa Igreja Católica ( καθολικῆς ) de Roma leu.

Cirilo, o bispo de Alexandria disse: “Que a carta recebida do mais sagrado e


completamente abençoado Cocolestino, bispo da Sé Apostólica de Roma, seja
lida para o santo Sínodo com honra apropriada.

Siricius, notário da santa Igreja Católica ( καθολικῆς ) da cidade de Roma,


a leu.

E depois que foi lido em latim, Juvenal, o bispo de Jerusalém disse: Que os
escritos do mais sagrado e abençoado bispo da grande Roma, que acabaram de
ser lidos, sejam anotados na ata.

E todos os bispos mais reverendos rezaram para que a carta pudesse ser
traduzida e lida.

Filipe, o presbítero da Sé Apostólica e Legado disse: O costume foi


suficientemente cumprido, para que os escritos da Sé Apostólicafossem
primeiro lidos em latim. Mas agora que a sua santidade exigiu que fossem lidos
em grego também, é necessário que odesejo da sua santidade seja
satisfeito; Nós tomamos cuidado para que isso seja feito, e que o latim seja
transformado em grego.Dê ordem, portanto, para que seja recebido e lido em
sua santa audição.

Arcadius e Projectus, bispos e legados disseram: Como a sua bem-aventurança


ordenou que os escritos que trouxemos deveriam ser levados
ao conhecimento de todos, pois dos nossos santos irmãos bispos não há poucos
que não entendem o latim, portanto a carta tem sido traduzido para o grego e
se você comandar, deixe que seja lido.

Flaviano, o bispo de Filipos disse: Que a tradução da carta do santíssimo e


amado de Deus , bispo da Igreja Romana, seja recebida e lida.

Pedro, o presbítero de Alexandria e primerício dos notários, diz o seguinte:


A carta do Papa Cœlestine ao Sínodo de Éfeso

Cœlestine, o bispo do santo Sínodo reuniu-se em Éfeso, irmãos amados e muito


desejosos, saudando no Senhor.

Um Sínodo de sacerdotes dá testemunho da presença do Espírito Santo . Pois


é verdade que lemos, visto que a Verdade não pode mentir, a saber, a
promessa do Evangelho ; Onde dois ou três estão reunidos em meu nome, aí
estou eu no meio deles. E desde que isto é assim, se o Espírito Santo não está
ausente de um número tão pequeno, quanto mais podemos acreditar que ele
está presente quando uma multidão tão grande de santos está reunida! Todo
concílio é sagrado por causa de uma veneração peculiar que é devida; pois em
todo conselho desse tipo a reverência que deveria ser dada àquele conselho
mais famoso dos Apóstolos, do qual lemos, deve ser levada em conta. Nunca o
Mestre, a quem eles tinham recebido para pregar, faltava a isto, mas sempre
esteve presente como Senhor e Mestre; e nunca foram aqueles que ensinaram
desertados por seu professor. Pois aquele que os enviara era seu
professor; Aquele que havia ordenado o que devia ser ensinado, era seu
professor; Aquele que afirma que ele mesmo é ouvido em seus Apóstolos, foi
seu professor. Este dever de pregar foi confiado a todos os sacerdotes do
Senhor em comum, pois por direito de herança somos obrigados a assumir essa
solicitude, seja qual for o homem que pregar o nome do Senhor em vários
lugares em seu lugar, pois ele lhes disse: ensine todas as nações. Vocês,
queridos irmãos, devem observar que recebemos uma ordem geral: pois ele
quer que todos nós desempenhemos esse ofício, que ele confiou em comum a
todos os apóstolos. Precisamos seguir nossos predecessores. Vamos todos,
então, empreender seus trabalhos, já que somos os sucessores em
sua honra . E nós mostramos nossa diligência em pregar as mesmas doutrinas
que eles ensinaram, ao lado da qual, de acordo com a admoestação do
Apóstolo, somos proibidos de acrescentar qualquer coisa. Pois o ofício de
guardar o que está comprometido com a nossa confiança não é menos digno do
que o de entregá-lo.

Eles semearam a semente da fé . Este será o nosso cuidado para que a vinda
de nosso grande pai da família , a quem seguramente esta plenitude dos
apóstolos é designada, possa encontrar frutos incorruptos e muitos
desdobráveis. Pois o vaso de eleição nos diz que não é suficiente plantar e
regar a menos que Deus dê o aumento. Devemos, portanto, empenhar-nos em
comum para manter a fé que desceu até nós hoje, através da sucessão
apostólica. Porque esperamos que andemos de acordo com o apóstolo. Por
enquanto, não nossa aparência ( espécie ), mas nossa fé é questionada. Armas
espirituais são aquelas que devemos tomar, porque a guerra é uma das
mentes, e as armas são palavras; assim seremos fortes na fé do nosso
rei. Agora, o beato apóstolo Pauloadverte que todos devem permanecer no
lugar em que ele pediu que Timóteo permanecesse. O mesmo lugar, portanto,
a mesma causa , coloca sobre nós o mesmo dever. Vamos agora também fazer
e estudar o que ele então ordenou que fizesse. E que ninguém pense de outra
maneira, e que ninguém dê ouvidos a fábulas estranhas, como ele próprio
ordenou. Sejamos unânimes, pensando a mesma coisa, pois isso é
conveniente: não façamos nada por contenda, nada por vã glória : sejamos em
todas as coisas de um mesmo espírito , de um só coração, quando a fé que é
uma só. é atacado. Que todo o corpo sofra e lamente em comum
conosco. Aquele que deve julgar o mundo é levado a julgamento; Aquele que é
para criticar a todos, é o próprio objeto de crítica, aquele que nos redimiu é
obrigado a sofrer a calúnia . Caros Irmãos, cingem-se com a armadura
de Deus . Você sabe que capacete deve proteger nossa cabeça, o que
amamentar nosso peito. Pois esta não é a primeira vez que os
campos eclesiásticosrecebem você como governantes. Que
ninguém duvide que, pelo favor do Senhor, que faz com que dois sejam um,
haverá paz e que as armas serão deixadas de lado, desde que a própria causa
se defende.

Vamos olhar mais uma vez para estas palavras do nosso Doutor, que ele usa
com referência expressa aos bispos , dizendo: Cuida de vós e de todo o
rebanho, sobre o qual o Espírito Santo vos colocou como bispo , para que
governeis a igreja de Deus , que ele comprou com seu sangue.

Nós lemos que aqueles que ouviram isto em Éfeso, o mesmo lugar em que
sua santidade se uniu, foram chamados dali. A eles, portanto, a quem esta
pregação da fé era conhecida , também eles devem ser conhecidos por sua
defesa da mesma fé .Mostremos-lhes a constância de nossa mente com essa
reverência que é devida a assuntos de grande importância; que coisas a paz
guardou por um longo tempo com compreensão piedosa .

Que se anuncie a você o que as coisas foram preservadas intactas dos


apóstolos; pois as palavras de oposição tirânica nunca são admitidas contra o
Rei dos Reis, nem o negócio da verdade pode ser oprimido pela falsidade .
Exorto-vos, irmãos mais abençoados, que somente o amor seja considerado em
que devemos permanecer, segundo a voz do apóstolo João,
cujas relíquias veneramos nesta cidade. Que a oração comum seja oferecida
ao Senhor . Pois podemos formar uma idéia do que será o poder da presença
divina na intercessão unida de tal multidão de sacerdotes , considerando como
o mesmo lugar foi movido para onde, como lemos, os Doze uniram suas
súplicas. E qual era o propósito daquela oração dos apóstolos? Era para que
eles pudessem receber graça para falar a palavra de Deus com confiança, e agir
através do seu poder, ambos dos quais eles receberam pelo favor de Cristo
nosso Deus. E agora o que mais deve ser pedido pelo seu santo conselho,
exceto que você pode falar a Palavra do Senhor com confiança? O que mais do
que ele lhe daria graça para preservar o que ele lhe deu para pregar? Sendo
cheio do Espírito Santo , como está escrito, você pode estabelecer
aquela verdade que o próprio Espírito lhe ensinou, embora com várias vozes.

Animado, em resumo, por todas estas considerações (pois, como o Apóstolo


diz: eu falo com eles que conhecem a lei, e falo sabedoria entre eles que são
perfeitos ), permaneçam firmes na fé católica , e defendam a paz
do povo. Igrejas , pois assim se diz, tanto para os passados, presentes e
futuros, pedindo e preservando as coisas que pertencem à paz de Jerusalém.

Por nossa solicitude, enviamos nossos santos irmãos e


companheiros sacerdotes , que são unos conosco e são os homens mais
aprovados, Arcedius e Projectus, os bispos e nosso presbítero , Filipe, para que
possam estar presentes no que é feito. e pode levar a cabo as coisas que já
foram decretadas para nós ( quaa nobis antea statuta sunt, exequantur ).

Para a execução da qual não temos dúvidas de que a sua santidade assentirá
quando for visto que o que foi decretado é para a segurança de toda a
igreja. Dado o viij dos idos de maio, no consulado de Bassus e Antiochus.

Extratos dos Atos

E todos os bispos mais reverendos ao mesmo tempo gritaram. Este é um


julgamento justo . Para Cœlestine, um novo Paul ! Para Cyril um
novo Paul ! Para Cœlestine, o guardião da fé ! Para Cœlestine de uma mente
com o sínodo! Para Cœlestine todo o Sínodo oferece seus agradecimentos! Um
Cœlestine! Um cirilo! Uma fé do Sínodo! Uma fé do mundo!
Projectus, o mais reverendo bispo e legado, disse: Deixe
sua santidade considerar a forma ( τύπον ) dos escritos do santo e venerável
papa Cœlestine, o bispo , que exortou a sua santidade (não como se estivesse
ensinando o ignorante , mas como lembrando aqueles que sabem ) que aquelas
coisas que ele tinha há muito tempo definido, e agora achei certo lembrá-lo,
você poderia dar o comando para ser levado ao máximo, de acordo com o
cânon da fé comum, e de acordo com o uso da Igreja Católica.

Firmus, o bispo de Cæsarea na Capadócia disse: A Santa Sé Apostólica


e sagrada do Cœlestine, anteriormente deu uma decisão e tipo ( τύπον ) nesta
matéria, através dos escritos que foram enviados aos mais amados bispos ,
para sagacidade para Cirilo de Alexandria, e para Juvenal de Jerusalém, e para
Rufus de Tessalônica, e para as igrejas sagradas , tanto de Constantinopla
como de Antioquia . Isso também temos seguido e (já que o limite estabelecido
para a emenda de Nestório já se foi, e muito tempo se passou desde a nossa
chegada à cidade de Éfeso, de acordo com o decreto do
mais piedoso imperador, e por isso não demorou muito tempo) de modo que o
dia fixado pelo imperador foi passado, e desde Nestorius embora citado não
tinha aparecido) levamos em prática o tipo ( τύπον ), tendo pronunciado contra
ele um julgamento canônico e apostólico .

Arcadius, o bispo e legado mais reverendíssimo, disse: Embora nossa


navegação fosse lenta, e ventos contrários nos impedissem especialmente, de
modo que não sabíamos se deveríamos chegar ao lugar destinado, como
esperávamos, mas pela boa providência de Deus. Por isso, desejamos pedir a
sua bem-aventurança que ordene que nos ensinem o que já foi decretado pela
sua santidade .

Filipe, presbítero e legado da Sé Apostólica disse: Nós oferecemos nosso


agradecimento ao santo e venerável Sínodo, que quando os escritos de
nosso santo e abençoado papa foram lidos para você, os santos membros por
nossas [ ou suas] vozes sagradas , vocês se juntaram à sagrada cabeça
também por suas aclamações sagradas . Porque a vossa bem-aventurança não
é ignorante,pois a cabeça de toda a fé , cabeça dos apóstolos, é abençoada
pelo apóstolo Pedro. E desde então a nossa mediocridade, depois de ter sido
agitada e muito atormentada, chegou, pedimos que você dê ordem para que
diante de nós sejam colocadas as coisas que foram feitas neste santo Sínodo
antes da nossa chegada; a fim de que, de acordo com a opinião de nosso
abençoado papa e desta presente santa assembléia, nós também possamos
ratificar sua determinação.

Theodotus, o bispo de Ancyra, disse: O Deus do mundo inteiro manifestou


a justiça do julgamento pronunciado pelo santo Sínodo pelos escritos
do bispo mais religioso Cœlestine, e pela vinda de sua santidade . Pois você
tornou manifesto o zelo do santíssimo e reverendo bispo Cerestino e seu
cuidado pela fé piedosa . E desde que muito razoavelmente sua reverência está
desejosa de aprender o que foi feito a partir das atas dos atos concernentes à
deposição de Nestório, sua reverência estará plenamente convencida
da justiça da sentença, e do zelo do santo Sínodo, e da sinfonia. da fé que o
mais piedoso e santo bispo Cœlestine proclamou com grande voz, é claro,
depois de sua plena convicção, o restante será acrescentado à presente ação.

[ Nos Atos seguem duas curtas cartas do Cœlestine, uma para o Imperador e
outra para Cirilo, mas nada é dito sobre elas, ou como elas chegaram lá, e
assim termina abruptamente o relato desta sessão .]

Sessão III

Extratos dos Atos

Juvenal, o bispo de Jerusalém, disse a Arcádio e Projecto os bispos mais


reverendos, e a Filipe o mais reverendo presbítero ;Ontem, enquanto
este santo e grande sínodo estava em sessão, quando a sua santidade estava
presente, exigiu, após a leitura da carta do mais santo e abençoado bispo da
Grande Roma, Cocolestine, que as atas feitas nos Atos com respeito ao
depoimento de Nestório, o herege deveria ser lido. E então o Sínodo ordenou
que isto fosse feito. Sua santidade será boa o suficiente para nos informar se
você as leu e entendeu o poder delas.

Filipe, o presbítero e legado da Sé Apostólica, disse: A partir da leitura dos


Atos, descobrimos que coisas foram feitas em seu santosínodo em relação
a Nestório . Descobrimos a partir das atas que todas as coisas foram decididas
de acordo com os cânones e com a disciplina eclesiástica . E agora também nós
procuramos de sua honra , embora possa ser inútil, que o que as coisas foram
lidas em seu sínodo, o mesmo deve agora ser novamente lido para nós
também; para que possamos seguir a fórmula ( τύπῳ ) do papa
mais sagrado Cœlestine (que cometeu esse mesmo cuidado para nós), e da
sua santidade também, e pode ser capaz de confirmar ( βεβαιώσαι ) o
julgamento.

[ Arcadius tendo secundado o movimento de Filipe, Memnon dirigiu os atos a


serem lidos, o que foi feito pelo primitério dos notários .]

Filipe, o presbítero e legado da Sé Apostólica, disse: Não há dúvida , e de fato


tem sido conhecido em todas as épocas, que o santoe mais abençoado Pedro, o
príncipe ( ἔξαρχος ) e chefe dos Apóstolos, pilar da fé , e fundação ( θεμέλιος )
da Igreja Católica , recebeu as chaves do reino de nosso Senhor Jesus Cristo , o
Salvador e Redentor da raça humana , e que a ele foi dado o poder de perder e
amarrar pecados : até hoje e para sempre ambas as vidas e juízes em seus
sucessores. O santo e mais abençoado papa Cœlestine, de acordo com a devida
ordem, é seu sucessor e ocupa seu lugar, e nós enviamos para suprir seu lugar
neste santosínodo, que os imperadores mais humanos e cristãos ordenaram a
reunir, tendo em mente e vigiando continuamente a fé católica .Pois ambos
guardaram e agora mantêm intacta a doutrina apostólica que lhes foi
transmitida desde seus avós mais piedosos e humanos e pais da
memória sagrada até os dias de hoje, etc.

[ Não há mais referência no discurso às prerrogativas papais .]

Arcadius, o bispo e legado mais reverendivo da Sé


Apostólica, disse: Nestório nos trouxe uma grande dor ... E, por sua própria
vontade, tornou-se um estrangeiro e um exilado de nós, seguindo as sanções
impostas desde o início. pelos santos Apóstolos, e pela Igreja Católica (pois eles
ensinaram o que receberam de nosso Senhor Jesus Cristo ), seguindo também
os tipos ( τύποις ) de Cœlestine, o mais sagrado papa da Sé Apostólica , que
condescendeu em nos enviar como seus executores deste negócio, e também
seguindo os decretos do Santo Sínodo [nós damos isto como nossa conclusão]:
Que Nestório saiba que ele está privado de toda dignidade episcopal, e é um
estrangeiro de toda a Igreja e da comunhão de todos. seus sacerdotes .

Projectus, bispo e legado da Igreja Romana disse: Mais claramente da leitura,


etc .... Além disso eu também, pela minha autoridade como legado da Santa Sé
Apostólica , definir, sendo com meus irmãos um executor ( ἐκβιβαστὴς ) do
supramencionada sentença, de que o anterior Nestório é um inimigo
da verdade , um corruptor da fé , e como culpado das coisas de que foi
acusado, foi removido do grau de honra episcopal e, além disso, da comunhão
de todos os ortodoxos. sacerdotes .

Cirilo, o bispo de Alexandria disse: As profissões que foram feitas por Arcádio e
Projecto, os bispos mais santos e piedosos , como também por Filipe, o mais
religioso presbítero da Igreja Romana, manifestam-se ao santo Sínodo.Pois eles
fizeram a sua profissão no lugar da Sé Apostólica , e de todo o santo sínodo
dos bispos amados e santos do Ocidente. Por isso, que aquelas coisas que
foram definidas pelo mais sagrado Corelestino, o bispo amado por Deus , sejam
efetivadas, e que o voto lançado contra Nestório, o herético ,
pelo santo Sínodo, que se reuniu na metrópole de Éfeso, seja aceito
universalmente; para isso, acrescente aos atos já preparados os procedimentos
de ontem e de hoje, e mostre-os à sua santidade , de modo que por sua
assinatura de acordo com o costume, o seu acordo canônico com todos nós
pode ser manifesto.

Arcadius, o bispo e legado mais reverendo da Igreja Romana, disse: De acordo


com os atos deste santo Sínodo, nós necessariamente confirmamos com nossas
assinaturas suas doutrinas.

O Santo Sínodo disse: Desde Arcádio e Projecto os bispos e legados mais


reverendos e mais religiosos e Filipe, o presbítero e legado da Sé Apostólica ,
disseram que são da mesma opinião que nós, só resta, que eles redimem a sua
promete e confirma os atos com suas assinaturas, e então deixa que as atas
dos atos sejam mostradas a eles.

[ Os três então assinaram .]

Sessão VII (Os Cânones)

O santo e ecumênico Sínodo reuniu-se em Éfeso, por decreto de nossos


imperadores mais religiosos, aos bispos , presbíteros , diáconos e a todo o povo
de todas as províncias e cidades:

Quando nos reunimos, segundo o decreto religioso [dos imperadores], na


metrópole de Éfeso, certas pessoas , um pouco mais de trinta, retiraram-se de
entre nós, tendo para o líder do seu cisma João, bispo de Antioquia. . Seus
nomes são os seguintes: primeiro, o dito João de Antioquia na Síria , João de
Damasco, Alexandre de Apamea, Alexandre de Hierápolis, Himério
de Nicomédia , Fritilas de Heráclia, Helládio de Tarso, Maximino de Anazarbus,
Teodoro de Marcianópolis, Pedro de Trajanoopolis, Paul de Emissa, Polychronius
de Heracleopolis, Euthyrius de Tyana, Meletius de Neocæsarea, Theodoretde
Ciro, Apríceo de Calcedônia, Macário de Laodicéia Magna, Zósys de Esbus,
Salmo de Corycus na Cilícia, Hesíquio de Castabala na Cilícia, Valentim de
Mutloblaca, Eustáquio de Parnaso, Filipe de Teodósia, Daniel, Dexiano e Juliano,
e Cirilo, e Olímpio, e Diógenes, Polio, Teófanes da Filadélfia , Trajano de
Augusta, Aurelius de Irenopolis , Mysæus de Aradus, Helladius de Ptolemais.
Estes homens, não tendo nenhum privilégio de comunhão eclesiástica com base
em uma autoridade sacerdotal , pela qual poderiam ferir ou beneficiar
qualquer pessoa.; já que alguns deles já haviam sido deposto; e desde que se
recusaram a se unir em nosso decreto contra Nestório , ficou manifestamente
evidente para todos os homens que todos eles estavam promovendo as
opiniões de Nestório e Celestius; O Santo Sínodo, por um decreto comum,
depôs-os de toda a comunhão eclesiástica e privou-os de todo o
seu poder sacerdotal pelo qual poderiam ferir ou beneficiar qualquer pessoa .

Canon 1

Considerando que é necessário que aqueles que foram detidos no santo Sínodo
e permaneceram em seu próprio distrito ou cidade, por qualquer
razão, eclesiásticos ou pessoais, não devem ser ignorantes dos assuntos que
foram decretados; portanto, notificamos a vossa santidade e caridade que, se
algum Metropolita de uma Província, abandonando o santo e o Sínodo
Ecumênico, se uniu à assembléia dos apóstatas , ou se unirá ao mesmo futuro;
ou, se ele adotou, ou adotará daqui em diante, as doutrinas de Celestius, ele
não tem poder algum para fazer qualquer coisa em oposição aos bispos da
província, uma vez que ele já é expulso de todos os eclesiásticos.comunhão e
incapaz de exercer o seu ministério; mas ele mesmo estará sujeito em todas as
coisas àqueles mesmos bispos da província e aos
vizinhos metropolitanos ortodoxos , e será degradado de sua posição episcopal.

Canon 2

Se algum bispo provincial não esteve presente no santo Sínodo e se juntou ou


tentou juntar-se à apostasia; ou se, depois de subscrever o depoimento
de Nestório , voltaram para a assembléia de apóstatas ; esses homens, de
acordo com o decreto do santoSínodo, devem ser deposto do sacerdócio e
degradados de seu posto.

Canon 3

Se algum clero da cidade ou do país foi inibido por Nestório ou seus seguidores
do exercício do sacerdócio , por causa de sua ortodoxia , nós declaramos que
eles deviam ser restaurados ao seu nível apropriado. E, em geral, proibimos
todo o clero que adere ao Sínodo Ortodoxo e Ecumênico de qualquer forma a se
submeter aos bispos que já apostataram ou, posteriormente, apostarão .

Canon 4

Se algum clero cair, e publicamente ou privadamente pretender manter as


doutrinas de Nestório ou Celestius, é declarado pelo santo Sínodo que estes
também devem ser deposto .

Canon 5

Se alguém foi condenado por más práticas pelo santo Sínodo ou por seus
próprios bispos ; e se, com sua habitual falta de discriminação, Nestório (ou
seus seguidores) tentou, ou tentará, a seguir, uncanonicamente, restaurar
essas pessoas à comunhão e ao seu posto anterior, declaramos que elas não
serão beneficiadas por isso, mas permanecer deposto, no entanto.

Canon 6

Da mesma forma, se alguém, de alguma forma, deve tentar pôr de lado as


ordens feitas pelo Santo Sínodo em Éfeso, o santoSínodo decreta que, se
forem bispos ou clérigos, perderão o seu ofício; e, se leigos , eles
serão excomungados .

Canon 7
Quando estas coisas tinha sido lido, o Santo Sínodo decretou que é ilegal para
qualquer homem para trazer para a frente, ou para escrever ou compor uma
(diferente ἑτέραν Fé) como um rival ao estabelecido pelos santos Padres
reunidos com o Espírito Santoem Nicéia.

Mas aqueles que se atreverem a compor uma fé diferente , ou a apresentá-la


ou oferecê-la a pessoas desejando recorrer ao reconhecimento da verdade ,
seja do paganismo ou do judaísmo , ou de qualquer heresia , serão deposto ,
se forem bispos ou clérigos; bispos do episcopado e clérigos do clero ; e se
forem leigos , serão anatematizados .

E, do mesmo modo, se algum, se bispos , clérigos ou leigos , devem ser


descobertos para manter ou ensinar as doutrinas contidas na Exposição
introduzida pelo Presbítero Carlos sobre a Encarnação do Filho Unigênito de
Deus , ou o Abominável e Abominável As doutrinas profanas de Nestório , que
são subjugadas, serão submetidas à sentença deste Sínodo sagrado e
ecumênico. De modo que, se for um bispo , ele será removido de seu bispado e
degradado; se for um clérigo , do mesmo modo ele será tirado do clero ; e se
for um leigo, ele será anatematizado , como foi dito antes.

Canon 8

Our brother bishop Rheginus, the beloved of God , and his fellow beloved of
God bishops , Zeno and Evagrius, of the Province of Cyprus , have reported to
us an innovation which has been introduced contrary to
the ecclesiastical constitutions and the Canons of the Holy Apostles , and which
touches the liberties of all. Wherefore, since injuries affecting all require the
more attention, as they cause the greater damage, and particularly when they
are transgressions of an ancient custom; and since those excellent men, who
have petitioned the Synod, have told us in writing and by word of mouth that
the Bishop of Antioch has in this way held ordinations in Cyprus ; therefore the
Rulers of the holy churches in Cyprus shall enjoy, without dispute or injury,
according to the Canons of the blessed Fathers and ancient custom, the right of
performing for themselves the ordination of their excellent Bishops. The same
rule shall be observed in the other dioceses and provinces everywhere, so that
none of the God beloved Bishops shall assume control of any province which
has not heretofore, from the very beginning, been under his own hand or that
of his predecessors. But if any one has violently taken and subjected [a
Province], he shall give it up; lest the Canons of the Fathers be transgressed;
or the vanities of worldly honourser trazido sob pretexto de sagrado ofício; ou
perdemos, sem saber , pouco a pouco, a liberdade que Nosso Senhor Jesus
Cristo , o Libertador de todos os homens , nos deu pelo seu próprio Sangue.

Portanto, este sínodo sagrado e ecumênico decretou que em todas as


províncias, os direitos que até então pertenciam a ele, serão preservados, de
acordo com os antigos costumes vigentes, inalterados e ilesos: todo Metropolita
que tenha permissão para tomar. para sua própria segurança, uma cópia
desses atos. E se alguém apresentar uma regra contrária ao que é aqui
determinado, este Sínodo sagrado e ecumênico decretará por unanimidade que
não terá efeito.

Carta do mesmo Santo Sínodo de Éfeso ao Sínodo

Sagrado de Pamphylia sobre o Eustáquio que havia sido

seu metropolita

Porquanto a Escritura divinamente inspirada diz: “ Façam todas as coisas com


conselhos, é especialmente seu dever que tiveram o ministério sacerdotal a
eles reservado examinar com toda a diligência quaisquer que sejam os
assuntos a serem transacionados. Para aqueles que assim gastarão suas vidas,
acontecerá que ambos estão estabelecidos no [gozo] de uma esperança
honesta a respeito do que lhes pertence, e que eles são levados, como por uma
brisa favorável, em coisas que eles desejam: de modo que, na verdade , o
ditado [da Escritura ] tem muita razão [para recomendá-lo]. Mas há momentos
em que o luto amargo e intolerável desce sobre a mentee tem o efeito de
amarrá-lo cruelmente, de modo a levá-lo para longe da busca do que é
necessário, e persuadi-lo a considerar que seja de serviço que é, em sua
natureza, travesso. Algo deste tipo, temos visto suportado pelo mais excelente
e mais religioso Bispo Eustáquio. Pois está em evidência que ele foi ordenado
canonicamente; mas tendo sido muito perturbado, como ele declara, por certas
partes, e tendo entrado em circunstâncias que não previra, portanto, embora
totalmente capaz de repelir as calúnias de seus perseguidores, ele, no entanto,
através de uma extraordinária inexperiência, recusou-se a lutar. com as
dificuldades que o afligem, e de alguma forma sabemosnão estabeleceu um ato
de resignação. No entanto, quando lhe foi confiado
o cuidado sacerdotal , coube-lhe aderir-se a ele com energia espiritual e, por
assim dizer, despir-se para lutar contra os problemas e alegremente suportar o
suor pelo qual negociara. Mas visto que ele provou ser deficiente em
capacidade prática, tendo se deparado com esta desgraça antes da
inexperiência do que da covardia e indolência, sua santidadenecessariamente
ordenou nosso irmão mais excelente e mais religioso e companheiro bispo ,
Theodore, como o supervisor de a igreja; pois não era razoável que
permanecesse em viuvez e que as ovelhas do Salvador passassem o tempo
sem pastor. Mas quando ele veio a nós chorando, não contendendo com o bispo
Theodore mais antigo por sua Sé ou Igreja, mas enquanto isso buscando
apenas por sua posição e título como bispo , todos nós sofremos com o velho
em sua dor, e considerando o seu choro como o nosso, apressamo-nos em
descobrir se o [Eustáquio] havia sido submetido a um depoimento legal, ou se,
em verdade, ele havia sido condenado por qualquer uma das acusações
absurdas alegadas por certos partidos que derramaram fofocas ociosas contra a
sua reputação. E, de fato, aprendemos que nada desse tipo havia acontecido,
mas sim que sua renúncia havia sido imputada ao dito Eustátio, em vez de uma
acusação [regular]. Portanto, não culpamos a sua santidade por ser obrigado a
ordenar em seu lugar o supremo bispo Theodore. Mas, visto que não era
propriamente contradizer muito o caráter pouco prático do homem, embora
fosse bastante necessário ter pena do mais velho que, em tão avançada idade,
estava agora tão longe da cidade que lhe dera nascimento. e das moradas de
seus pais, nós declaramos judicialmente e decretamos, sem qualquer oposição,
que ele terá tanto o nome como a hierarquia e a comunhão
do episcopado.. Apenas nesta condição, porém, que ele não ordenará, e que ele
não tomará e ministrará a uma Igreja de sua própria autoridade individual; mas
que [ele deve fazê-lo] somente se tomado como assistente, ou quando
designado, se assim for possível, por um irmão e outro bispo , de acordo com a
ordenança e o amorque está em Cristo . Se, no entanto, você determinar algo
mais favorável a ele, seja agora ou no futuro, isso também será agradável ao
Santo Sínodo.

A Carta do Sínodo ao Papa Celestino

O Santo Sínodo, que pela graça de Deus estava reunido em Éfeso, a metrópole,
ao santíssimo e nosso co-ministro Celestino, saúde no Senhor.

O zelo de sua santidade pela piedade e seu cuidado pela fé correta , tão gratos
e altamente agradáveis a Deus, o Salvador de todos nós, são dignos de toda
admiração. Pois é seu costume, em assuntos tão grandiosos, julgar todas as
coisas, e a confirmação das Igrejas que você fez com os seus próprios
cuidados. Mas já que é certo que todas as coisas que aconteceram sejam
levadas ao conhecimento de sua santidade , nós estamos escrevendo por
necessidade [para informá-los] que, pela vontade de Cristo, o Salvador de
todos nós, e de acordo com o ordens do mais piedosoe imperadores amantes
de Cristo, nós nos reunimos na Metrópole dos Efésios de muitas e distantes
regiões, estando em mais de duzentos bispos . Então, de acordo com os
decretos dos imperadores amantes de Cristo pelos quais fomos reunidos,
fixamos a data da reunião do santo Sínodo como a Festa do Santo Pentecostes,
todos concordando com ela, especialmente como estava contida nas cartas. dos
imperadores que se alguém não chegasse na hora marcada, ele estava ausente
sem boa consciência , e era indesculpável tanto diante de Deus quanto
do homem . O mais reverendo bispo de Antioquiaparou atrás; não em singeleza
de coração, nem porque a duração da jornada fez o impedimento, mas
escondendo em sua mente seu plano e seu pensamento (que era tão
desagradável para Deus ), [um plano e pensamento] que ele deixou claro
quando não muito tempo depois ele chegou a Éfeso.

Portanto, adiamos a assembléia [do concílio] depois do dia designado do Santo


Pentecostes durante dezesseis dias inteiros; Enquanto isso, muitos
dos bispos e clérigos foram acometidos de doenças e muito sobrecarregados
com as despesas, e alguns até morreram. Um grande dano estava sendo feito
ao grande Sínodo, como sua santidade facilmente percebe. Pois ele usou
perversamente um atraso tão longo que muitos de distâncias muito maiores
chegaram antes dele.

No entanto, depois de dezesseis dias se passarem, alguns dos bispos que


estavam com ele, a saber, dois metropolitanos, o único Alexandre de Apamea e
o outro Alexandre de Hierápolis, chegaram diante dele. E quando reclamamos
da chegada tardia do reverendo bispo João, não uma vez, mas muitas vezes,
nos foi dito, Ele nos deu o mandamento de anunciar a sua reverência, que se
alguma coisa acontecer atrasá-lo, não adiar o Sínodo , mas para fazer o que
era certo. Depois de ter recebido esta mensagem - e como foi manifesto, bem
como de seu atraso a partir dos anúncios que acabamos de fazer para nós, que
ele se recusou a comparecer ao Conselho, seja por amizade a Nestório , ou
porque ele tinha sido um clérigo. de uma igreja sob seu domínio, ou em relação
a petições feitas por alguns a seu favor - o Santo Conselho sentou-se na
grande igreja de Éfeso, que leva o nome de Maria.
Mas quando todos com zelo se uniram, somente Nestório foi encontrado
desaparecido do concílio, então o santo Sínodo enviou-lhe admoestação de
acordo com os cânones pelos bispos , uma primeira, segunda e terceira
vez. Mas ele cercou sua casa com soldados, se colocou contra
as leis eclesiásticas , nem se mostrou, nem deu satisfação por
suas blasfêmias iníquas .

Depois disso, leram-se as cartas que lhe foram escritas pelo mais sagrado e
mais reverendo bispo da Igreja de Alexandria , Cirilo, que o Santo Sínodo
aprovou como sendo ortodoxo e sem falhas ( ὀρθῶς καὶ ἀλήπτως ἔχειν ), e em
nenhum ponto de acordo seja com as Escrituras divinamente inspiradas, seja
com a fé proferida e exposta no grande sínodo dos santos Padres, que se
reuniu há algum tempo em Nice, na Bitínia, assim como a sua santidade, tendo
justamente examinado, deu testemunho .

Por outro lado, lia-se a carta de Nestório , que foi escrita ao já


mencionado santo e reverendo irmão nosso e companheiro de ministro, Cirilo, e
o Santo Sínodo era de opinião que as coisas que eram ensinadas nela eram
totalmente alienígena da fé apostólica e evangélica , doente de muitas e
estranhas blasfêmias .

Suas exposições mais impiedosas foram igualmente lidas, e também a carta


escrita a ele por sua santidade , na qual ele foi devidamente condenado como
alguém que escreveu blasfêmia e inseriu visões irreligiosas ( φωνᾶς ) em sua
exegese particular, e depois disso uma sentença justa de deposição foi
pronunciada contra ele; especialmente esta frase é justa, porque ele está tão
distante de ser penitente, ou de uma confissão dos assuntos nos quais
ele blasfemava , enquanto ainda tinha a Igreja de Constantinopla, que mesmo
na própria metrópole dos efésios, ele entregou um sermão para
certos bispos Metropolitical , homens que não eram ignorantesmas aprendido e
temente a Deus, no qual ele era corajoso o bastante para dizer: Eu não
confesso um Deus de dois ou três meses de idade , e ele disse outras coisas
mais ultrajantes do que isso.

Portanto, como uma heresia ímpia e pestilenta , que perverte nossa religião
mais pura ( θρησκείαν ) e que derruba desde a fundação toda a economia
do mistério [ie a Encarnação], nós a derrubamos, como dissemos acima. Mas
não foi possível, ao que parece, que aqueles que tinham
o amor sincero de Cristo e fossem zelosos no Senhor não experimentassem
muitas provações. Pois esperávamos que o mais reverendo
João, bispo de Antioquia , tivesse elogiado o cuidado e a piedade do Sínodo e
que, por acaso, ele teria culpado a lentidão da obra de Nestório.deposição. Mas
todas as coisas se revelaram contrárias à nossa esperança. Para ele foi
encontrado para ser um inimigo, e um mais guerreiro, para o santo Sínodo, e
até mesmo para a fé ortodoxa das igrejas , como essas coisas indicam.

Pois assim que chegou a Éfeso , antes mesmo de sacudir a poeira da viagem,
ou de mudar de roupa de viajante, reuniu aqueles que se haviam aliado
a Nestório e que proferiram blasfêmias contra sua cabeça, e que só não
ridicularizou glória de Cristo , e reunindo-se como um colégio para si, eu
suponho, trinta homens, tendo o nome de bispos (alguns dos quais eram sem
sedes, vagando e sem dioceses , outros haviam sido deposto por muitos anos
por causas sérias de suas metrópoles, e com estes foram Pelagianse os
seguidores de Celestius, e alguns daqueles que foram expulsos da Tessália), ele
tinha a presunção de cometer uma peça de iniqüidade que nenhum homem
jamais havia feito antes. Por si mesmo, ele elaborou um papel que chamou de
depoimento, e insultou e censurou o santíssimo e reverendíssimo
Cirilo, bispo de Alexandria, e o mais reverendo Memnon, bispo de Éfeso, nosso
irmão e colega ministro, -nos saber nada sobre isso, e nem mesmo aqueles que
foram, assim, injuriando sabia que estava sendo feito, nem por que razão eles
tinham presumido para fazer isso. Mas ignorando a ira de Deus por tal
comportamento, e ignorando o eclesiásticoCânones, e esquecendo que eles
estavam se apressando a destruição por tal curso de ação, sob o nome de
uma excomunhão , eles então ultrajaram todo o Sínodo. E colocando esses atos
deles nos quadros de avisos públicos, eles os expuseram a serem lidos por
aqueles que escolheram fazê-lo, colocando-os do lado de fora dos teatros, para
que pudessem fazer um espetáculo de sua impiedade. Mas nem mesmo esse
era o limite de sua audácia; mas como se tivessem feito algo de acordo com os
cânones, eles ousaram trazer o que tinham feito aos ouvidos
dos imperadores mais devotos e amantes de Cristo. As coisas estão nesta
condição, o mais sagrado e reverendo Cirilo, bispo de Alexandria e o mais
reverendo bispo Memnonda cidade de Éfeso, ofereceu alguns livros compostos
por eles mesmos e acusando o reverendo Bispo João e aqueles que com ele
tinham feito isso, e conjurando nosso santo Sínodo que João e aqueles com ele
deviam ser convocados de acordo com os cânones, para que eles poderiam se
desculpar por seus atos ousados, e se eles tivessem alguma queixa para fazer
eles poderiam falar e provar, pois em seu depoimento escrito, ou melhor, folha
de abuso, eles fizeram essa afirmação como um pretexto, Eles
são Apollinarians , e Arians , e Eunomians, e, portanto, foram deposto por
nós. Quando, portanto, aqueles que haviam suportado sua injúria estavam
presentes, nós novamente necessariamente nos reunimos na grande igreja,
sendo mais de duzentos bispose por um primeiro, segundo e terceiro chamado
em dois dias, convocamos João e seus companheiros ao Sínodo, a fim de que
pudessem examinar aqueles que haviam sido ultrajados, e pudessem dar
explicações, e contar as causas que os levaram a redigir a sentença de
deposição; mas ele não se atreveu a vir.

Mas era certo que ele, se pudesse realmente provar que


os homens santos antes mencionados eram hereges , ambos deveriam vir e
provar a verdade daquilo que, aceito como um crime verdadeiro e indubitável,
induziu a sentença temerária contra eles. Mas sendo condenado por sua
própria consciência, ele não veio. Agora, o que ele planejara era isso. Pois ele
pensava que, quando aquela injúria sem fundamento e injusta fosse abolida, o
voto justo do Sínodo, que ela lançaria contra o herético Nestório, seria
igualmente dissolvido. Sendo justamentevexados, portanto, determinamos
infligir, de acordo com a lei, a mesma penalidade sobre ele e aqueles que
estavam com ele, o que ele contrariava a lei que havia pronunciado contra
aqueles que haviam sido condenados sem culpa alguma. Mas, embora de
maneira mais justa e de acordo com a lei, ele teria sofrido essa punição ainda
na esperança de que, pela nossa paciência, sua temeridade pudesse ser
conquistada, reservamos isso à decisão de sua santidade . Enquanto isso,
privamo-los da comunhão e tiramos deles todo o poder sacerdotal , para que
eles não sejam capazes de fazer mal por suas opiniões. Para aqueles que assim
ferozmente, cruelmente e sem canonismo, estão acostumados a correr para tão
medonhos e perversoscoisas, como não era necessário que elas fossem
despojadas dos poderes que [eles de fato] não possuíam, de serem capazes de
fazer mal.

Com nossos irmãos e companheiros ministros, tanto Cirilo o bispo quanto


Memnon, que haviam suportado a reprovação em suas mãos, estamos todos
em comunhão, e depois da precipitação [de seus acusadores] nós dois temos e
realizamos a liturgia em comum, todos juntos celebrando o Synaxis, tendo feito
de nenhum efeito o seu jogo por escrito, e tendo assim mostrado que faltava
toda validade e efeito. Pois foi mera injúria e nada mais. Para que tipo de
sínodo poderiam trinta homens, alguns dos quais foram marcados com o selo
da heresia , e alguns sem ver e expulso [de suas dioceses ]? Ou que força
poderia ter em oposição a um sínodo reunido de todo o mundo? Pois estavam
sentados conosco os bispos mais reverendosArcádio e Projectus, e com eles o
mais sagrado presbítero Felipe, todos os quais foram enviados por
sua santidade , que nos deu a sua presença e preencheu o lugar da Sé
Apostólica ( τῆς ἀποστολικῆς καθέδρας ). Deixe então a sua santidade se irritar
com o que aconteceu. Mas se a licença fosse concedida àqueles que
desejassem derramar a reprovação sobre as sés maiores, e assim ilegalmente e
não canonicamente dar sentença ou antes de proferir insultos contra aqueles
sobre os quais eles não têm poder, contra aqueles que por religião suportaram
tais grandes conflitos, por causa da qual agora também piedade brilha através
das orações de sua santidade[se, eu digo, tudo isso deveria ser tolerado], os
assuntos da Igreja cairiam na maior confusão. Mas quando aqueles que
ousarem fazer tais coisas tiverem sido castigados corretamente, toda
perturbação cessará, e a reverência devida aos cânones será observada por
todos.

Quando havia sido lido no santo Sínodo o que havia sido feito tocando o
depoimento dos mais pelagianos e célereus, de Célestio, e Pelágio, e Juliano, e
Présidio, e Florus, e Marcelino, e Orontius, e aqueles inclinados a gostar erros ,
nós também julgamos correto ( ἐδικαιώσαμεν ) que as determinações de
sua santidade concernentes a elas permaneçam fortes e firmes. E todos nós
éramos da mesma mente , mantendo-os depostos. E para que saibais na
íntegra todas as coisas que foram feitas, enviamos-te uma cópia dos Atos e das
subscrições do Sínodo. Nós rezamos que você, amado e muito desejado, pode
ser forte e consciente de nós no Senhor.

Definição contra os messalianos ímpios que também

são chamados Euchetæ e Entusiastas

Quando os bispos mais piedosos e religiosos , Valerian e Amphilochius vieram


até nós, eles propuseram que deveríamos considerar em comum o caso dos
Messalianos, que são os Euchetes ou Entusiastas, que estavam florescendo na
Panfília, ou por qual outro nome este mais contaminando heresia é chamado. E
quando estávamos considerando a questão, o bispo mais religioso e
religioso Valeriano nos apresentou um cronograma sinódico que havia sido
elaborado sobre eles na grande cidade de Constantinopla, sob Síninio de
abençoada memória: O que lemos nele foi aprovado por todos. , bem composto
e como uma apresentação devida do caso. E pareceu bom para todos nós, e
para os maisos bispos piedosos Valeriano e Amphilochius e todos os
mais piedosos bisposdas províncias da Panfília e Licaônia, para que todas as
coisas contidas naquele mapa sinódico fossem confirmadas e não fossem de
modo algum rescindidas; também que a ação tomada em Alexandria também
pode ser feita firme, de modo que todos aqueles que em toda a província são
da heresia Messaliana ou Entusiástica , ou suspeitos de serem contaminados
com aquela heresia , sejam clérigos ou leigos , podem se unir; e se eles
devem anatematizar por escrito, de acordo com os decretos pronunciados no
referido sínodo [seus erros], se eles são clérigos, podem permanecer assim; e
se forem leigos , poderão ser admitidos à comunhão. Mas se eles se recusarem
a anatematizar , se eles forem presbíteros ou diáconos ou em qualquer
outro grau eclesiástico , sejam expulsos do clero e de seu grau, e também da
comunhão; se eles forem leigos, sejam anatematizados .

Além disso, os condenados por essa heresia não podem mais ser autorizados a
ter o governo de nossos mosteiros , para que o joio não seja semeado e
aumentado. E damos ordem para que os bispos mais piedosos Valeriano e
Amphilochius, e o restante dos bispos mais reverendos de toda a província
prestem atenção para que este decreto seja efetivado. Além disso,
parecia bom que o livro imundo desta heresia , que é chamado
de Asceticon, fosse anatematizado , como composto por hereges , uma cópia
da qual o mais religioso e piedosoValerian trouxe com ele. Da mesma forma,
qualquer coisa saboreando sua impiedade, que pode ser encontrada entre o
povo, seja anátema .

Além disso, quando eles se juntam, deixe-se recomendar por eles, por escrito,
coisas úteis e necessárias para a concórdia, a comunhão e o arranjo
( dispositionem vel dispensationem ). Mas, caso surja alguma dúvida em
relação ao presente assunto, e se for difícil e ambíguo, o que não for aprovado
pelos bispos mais piedosos Valeriano e Amphilochius, e os outros bispos
em toda a província, eles devem discutir todas as coisas. por referência ao que
está escrito. E se os bispos mais piedosos dos Lycianos ou dos Lycaonians
devem ter sido passados; no entanto, não deixe um metropolita ser deixado de
fora de qualquer província que ele possa ser. E que essas coisas sejam
inseridas nos Atos, de modo que, se alguma delas precisar, elas encontrem
como também expor essas coisas mais diligentemente a outras pessoas.

Decreto do Sínodo na matéria de Euprépio e Cirilo


A petição dos mais piedosos bispos, Euprépio e Cirilo, que é apresentada nos
documentos que eles ofereceram, é honesta. Portanto, dos cânones sagrados e
das leis externas , que têm do costume antigo a força da lei, não se faça
inovação nas cidades de Europa, mas, de acordo com os costumes antigos, elas
serão governadas pelos bispos pelos quais foram anteriormente. governado.
Pois uma vez que nunca houve um metropolita que tivesse poder de outra
forma, nem daqui em diante haveria qualquer desvio do antigo costume.

Concílio de Calcedônia (451 dC)

Por favor, ajude a apoiar a missão do Novo Advento e obtenha o conteúdo


completo deste site como um download instantâneo. Inclui a Enciclopédia
Católica, os Padres da Igreja, a Summa, a Bíblia e muito mais - tudo por
apenas US $ 19,99 ...

(Extratos dos Atos)

Sessão I

Paschasinus, o bispo e legado mais reverendo da Sé Apostólica , levantou-se no


meio com seus colegas mais reverendos e disse: Recebemos instruções nas
mãos do bispomais abençoado e apostólico da cidade romana, que é a cabeça
de todos as igrejas , cujas instruções dizem que Dióscoro não deve ter um
assento nesta assembléia, mas que se ele tentar tomar seu lugar, ele deve ser
expulso. Esta instrução devemos realizar; se agora a sua santidade assim o
ordena, deixe-o ser expulso ou então partimos.

Os juízes mais gloriosos e o senado completo disseram: Que acusação especial


prefere ao bispo mais reverendo Dioscorus?

Paschasino, o bispo mais reverendo e legado da Sé Apostólica , disse: Desde


que ele veio, é necessário que a objeção seja feita a ele.
Os mais gloriosos juízes e todo o Senado disseram: De acordo com o que foi
dito, deixe a acusação sob a qual ele mente, seja especificamente feita.

Lucêncio, o bispo mais reverendo tendo o lugar da Sé Apostólica , disse: Deixe-


o dar uma razão para o seu julgamento. Pois ele se comprometeu a condenar
alguém sobre quem não tinha jurisdição. E ele se atreveu a realizar um sínodo
sem a autoridade da Sé Apostólica , coisa que nunca aconteceu e nem pode
acontecer.

Paschasino, o bispo mais reverendo, ocupando o lugar da Sé Apostólica , disse:


Não podemos ir contra os decretos do bispo mais abençoado e apostólico
[ Papa para o bispo em latim], que governa a Sé Apostólica , nem contra os
cânones eclesiásticos. nem as tradições patrísticas.

Os juízes mais gloriosos e o senado completo disseram: É apropriado que você


estabeleça especificamente o que ele se desviou.

Lucêncio, o venerável bispo e ocupando o lugar da Sé Apostólica , disse: Não


permitiremos que um mal tão grande seja feito a nós e a você, pois aquele que
veio a ser julgado deve sentar-se [como alguém para julgar] .

Os gloriosos juízes e todo o Senado disseram: Se você é o juiz, não deve se


defender como se fosse ser julgado.

E quando Dióscoro, o bispo mais religioso de Alexandria, a pedido dos juízes


mais gloriosos e da assembléia sagrada ( τῆς ἱερᾶς συγκλήτου ), sentou-se no
meio, e os mais reverendos bispos romanos também se sentaram em seus
devidos lugares, e silêncio,Eusébio , o mais reverendo bispo da cidade
de Dorylæum , entrando no meio, disse:

[ Ele então apresentou uma petição, e os Atos do Latrocínio foram


lidos. Também os Atos do Concílio de Constantinopla sob Flavian contra
Eutyches (col. 175).]

E quando eles foram lidos, os juízes mais gloriosos e a imensa assembléia


( ὑπερφυὴς σύγκλητος ) disseram: O que dizem os mais
reverendos bispos do santo sínodo atual? Quando ele assim expôs a fé ,
Flavian, da sagrada memória, preservou a religião ortodoxa e católica, ou ele,
de algum modo, errou em relação a ela?
Paschasinus o bispo mais reverendo, representando a Sé Apostólica ,
disse; Flaviano da abençoada memória tem mais holly e expôs perfeitamente
a fé . Sua fé e exposição concordam com a epístola do homem mais abençoado
e apostólico, o bispo de Roma.

Anatolius, o mais reverendo arcebispo de Constantinopla, disse: O abençoado


Flaviano estabeleceu belamente e ortodoxamente a fé de nossos pais.

Lucêncio, o bispo mais reverendo e legado da Sé Apostólica , disse; Uma vez


que a fé de Flaviano de abençoada memória concorda com a Sé Apostólica e a
tradição dos pais, é justo que a sentença pela qual ele foi condenado
pelos hereges seja devolvida a eles por este santíssimo sínodo.

Máximo, o mais reverendo bispo de Antioquia na Síria , disse: O Arcebispo


Flaviano, de abençoada memória, expôs a féortodoxamente e de acordo com o
mais amado de Deus e o mais sagrado Arcebispo Leão. E isso todos nós
recebemos com zelo .

Thalassius, o bispo mais reverendo de Cesaréia na Capadócia disse; Flaviano da


abençoada memória falou de acordo com Cirilo de abençoada memória.

[ E assim, um após o outro, os bispos expressaram suas opiniões. A leitura dos


atos do Concílio de Constantinopla foi então continuada .]

E neste ponto da leitura, Dióscoro, o mais reverendo Arcebispo de Alexandria


disse, eu recebo o de dois; os dois que eu não recebo ( τὸ ἐκ δύο δέχομαι · τὸ
δύο, οὐ δέχομαι ). Eu sou forçado a ser descarado, mas o assunto é aquele que
toca minha alma .

[ Depois de algumas observações, a leitura continuou e o restante dos atos do


Latrocínio de Éfeso foi completado. Os juízes então adiaram para o dia seguinte
o decreto sobre a fé, mas insinuaram que Dióscoro e seus associados deviam
sofrer o castigo pelo qual condenaram injustamente Flaviano. Isto reuniu-se
com a aprovação de todos os bispos, exceto os de Illyrica, que disseram: Todos
nós erramos , vamos todos ser perdoados. (col. 323.)]

Os juízes mais gloriosos e todo o senado disseram; Que cada um


dos bispos mais reverendíssimos do sínodo atual apresse-se a expor como ele
crê, escrevendo sem qualquer receio , mas colocando o temor de Deus diante
de seus olhos; sabendo que o nosso mais divino e piedoso senhor acredita de
acordo com a ectesia de trezentos e dezoito padres santos em Nice, e de
acordo com a ectesia de cento e cinquenta depois deles, e de acordo com as
epístolas canônicas e as ectases dos santos pais Gregório, Basílio, Atanásio,
Hilário, Ambrósio, e de acordo com as duas epístolas canônicas de Cirilo, que
foram confirmadas e publicadas no primeiro Concílio de Éfeso, e em nenhum
momento ele se afasta da fé do mesmo. Para o reverendo mais reverendo da
Roma Antiga, Leão, parece ter enviado uma carta a Flaviano de abençoada
memória, com referência à dúvida incrédula de Eutiques, que estava surgindo
contra a Igreja Católica .

Fim do primeiro Actio.

Sessão II

Quando todos estavam sentados diante dos trilhos do altar mais sagrado , os
mais soberbos e gloriosos juízes e o grande ( ὑπερφυὴς ) senado disseram; Em
uma reunião anterior, a questão foi examinada sobre a condenação do mais
reverendo bispoFlaviano de abençoada memória e Eusébio, e ficou patente para
todos vocês com que justiça e exatidão o exame foi realizado: e
ficou provado que eles foram cruelmente e indevidamente condenado. O
caminho que devemos seguir neste assunto tornou-se claro após suas
deliberações. Agora, porém, a questão a ser investigada, estudada e decidida é
como a verdadeira fé deve ser estabelecida, que é o fim principal para o qual
este Conselho foi montado. Como sabemos, você deve prestar contas a Deus
de forma estrita, não apenas por suas próprias almas em particular, mas
também pelas almas de todos nós que desejamos ser ensinados todas as coisas
que dizem respeito à religião, e que toda ambigüidade seja levados embora,
pelo acordo e consentimento de todos os santos pais, e pela sua exposição e
doutrina unidas; apressar-se, portanto, sem qualquer medo de agradar ou
desagradar, para estabelecer ( ἐκθέσθαι ) a fé pura, para que aqueles que
parecem não acreditar com todo o resto, podem ser levados à unidade através
do reconhecimento da verdade . Pois desejamos que você saiba que o senhor
mais divino e piedoso de todo o mundo e nós mesmos mantemos
a fé ortodoxa estabelecida pelos 318 e pelos 150 santos pais, e o que também
foi ensinado pelo restante do mais santo e glorioso pais, e de acordo com isso é
nossa crença.

Os bispos mais reverendos choraram; Qualquer outro estabelecimento ( ἔκθεσιν


ἄλλην ) que ninguém faça, nem iremos tentar, nem nos atreveremos a
estabelecer [qualquer coisa nova] ( ἐκθεσθαι ). Para os pais ensinados e em
seus escritos são preservados, o que as coisas foram estabelecidas por eles, e
mais do que isso, podemos dizer nada.

Cecropius, o bispo mais reverendo de Sebastopol disse: Os assuntos relativos a


Eutyches foram examinados, e o santo arcebispode Roma deu uma forma
( τύπον ) que seguimos e à sua carta todos nós [isto é, aqueles em sua
vizinhança] nos inscrevemos .

Os bispos mais reverentes choraram: Estas são as opiniões de todos nós. As


exposições ( ἐκτεθέντα ) já feitas são suficientes: não é lícito fazer qualquer
outra.

Os mais gloriosos juízes e grande senado disseram: Se agrada sua reverência,


que o mais sagrado patriarca de cada província, escolhendo uma ou duas de
sua província e indo para o meio, e juntos considerando a fé , dê a conhecer a
todos o que é acordado.Assim, se, como desejarmos, todos forem de uma
só mente , toda a ambigüidade poderá ser removida: mas se alguns tiverem
opiniões contrárias (o que não acreditamos ser o caso), poderemos saber quais
são suas opiniões.

Os bispos mais reverendos gritaram, não fazemos nova exposição por


escrito. Esta é a lei [ie do Terceiro Sínodo] que ensina que o que foi
apresentado é suficiente. A lei quer que nenhuma outra exposição seja
feita. Deixe as declarações dos pais permanecerem rápidas.

Florentius, o bispo mais reverendo de Sardes , disse, uma vez que não é
possível para aqueles que seguem o ensinamento do santo Sínodo de Nice, que
foi confirmado justamente e piedosamente em Éfeso, elaborar subitamente
uma declaração de fé de acordo com o fé dos santos Padres Cirilo e Celestino, e
da carta do Santíssimo Leão, rezamos a sua magnificência para nos dar tempo,
para que possamos chegar à verdade com um documento apropriado, embora
No que nos diz respeito, quem subscreveu a carta do Santíssimo Leão, nada
mais é necessário.

Cecropius, o mais reverendo bispo de Sebastopol, disse: A fé foi bem definida


pelos 318 santos pais e confirmada pelos santos pais Atanásio, Cirilo, Celestino,
Hilário, Basílio, Gregório e agora mais uma vez pelo mais sagrado Leão:
e oramos para que as coisas que foram decretadas pelos 318 santos pais e pelo
mais santo Leão sejam lidas.
Os juízes mais gloriosos e o grande Senado disseram: Que se leia as exposições
( ἐκτεθέντα ) dos 318 padres reunidos em Nice.

Eunômio, o bispo mais reverendo de Nicomédia, leu um livro [a exposição


da fé dos 318 padres. ]

A exposição de fé do Conselho realizada em Nice.

No consulado de Paul e Julian etc.

Nós acreditamos em um só Deus , etc.

Mas aqueles que dizem etc.

Os bispos mais reverendos gritaram; Essa é a fé ortodoxa ; isso todos


nós acreditamos : nisto fomos batizados ; Nisto batizamos : Bem-aventurado
Cirilo: esta é a verdadeira fé : esta é a santa fé : é a fé eterna: nisto
fomos batizados : nisto batizamos : todos cremos assim: assim acredita Leão,
o Papa ( ὁ πάπας ): Cirilo assim acreditava : o papa Leão interpretou isso.

Os mais gloriosos juízes e o grande senado disseram: Que se leia o que foi
estabelecido pelos 150 santos pais.

Aécio, o reverendo diácono de Constantinopla, leu em um livro [o credo dos


150 pais. ]

A santa fé que os 150 pais estabeleceram como consonante ao santo e grande


Sínodo de Nice.

Nós acreditamos em um só Deus , etc.

Todos os bispos mais reverentes gritaram: Esta é a fé de todos nós: todos


nós acreditamos .

O reverendo arquidiácono, Aécio disse: Permanece a carta de Cirilo


de sagrada e abençoada memória, em algum momento bispoda grande cidade
Alexandria, que ele escreveu a Nestório , que foi aprovado por todos
os santos bispos reunidos no primeiro Concílio em Éfeso condenar o
mesmo Nestório , e que foi confirmado pela subscrição de todos. Há também
outra carta do mesmo Cirilo, de abençoada memória, que ele escreveu a João,
de abençoada memória, bispo da grande cidade de Antioquia , que também foi
confirmada. Se assim for ordenado, vou ler estes.
Os mais gloriosos juízes e o grande senado disseram: Que as letras de Cirilo de
abençoada memória sejam lidas.

Aetius, o arquidiácono da cidade imperial Constantinopla, leu.

Para o reverendo e mais religioso padre Nestório , Cirilo envia saudação ao


Senhor.

[ Καταφλυαροῦσι μὴν κ.τ.λ. Lat. Obloquuntur quidem, etc. Esta carta é


encontrada entre os atos do Concílio de Éfeso .]

Da mesma forma, o mesmo arquidiácono Aécio leu [a carta do


mesmo Santo Cirilo de abençoada memória a João de Antioquiasobre a paz].

[ Esta carta começa , Εὐφραινέθωσαν οἱ οὐρανοὶ κ.τ.λ .; e no Latim Lætentur


cæli.]

A carta de Cirilo a João de Antioquia .

( Encontrado em Labbe e Cossart , Concilia, Tom. IV., Col. 343 e col. 164; e em
Migne , Pat. Græc., Tom. LXXVII. [Cyrilli Opera, Tom. X.], col. 173 . é a letra
que muitas vezes é denominada Ephesine Creed. )

Cirilo a meu senhor, amado irmão e companheiro ministro João,


cumprimentando no Senhor.

Que os céus se regozijem , e que a terra se alegra porque a parede do meio da


separação foi tirada, e a tristeza foi silenciada, e todo tipo de diferença de
opinião foi removida; Cristo, o Salvador de todos nós, tendo concedido paz a
suas igrejas, através de nossa chamada a isto por nossos reis mais devotos e
amados de Deus, que são os melhores imitadores da piedade de seus
ancestrais em manter firme a fé correta em suas almas. Imóvel, porque eles
principalmente dão a sua mente para os assuntos das igrejas sagradas , a fim
de que eles possam ter a notável glória para sempre e mostrar o seu reino mais
renomado, a quem também o próprio Cristo dos poderes distribui
coisas boas com mão abundante e dá para prevalecer sobre seus inimigos e
lhes concede a vitória. Pois ele não mente dizendo: Como eu vivo, diz o
Senhor, os que me honram , honrarei . Pois quando meu senhor, meu amado
de Deus , ministro e irmão Paul , chegamos a Alexandria , ficamos cheios
de alegria e, naturalmente, com a chegada de um homem como um mediador,
pronto para trabalhe além da medida para que ele possa superar
a inveja do diabo e curar nossas divisões, e que removendo as ofensas
espalhadas entre nós, coroaria sua Igreja e a nossa com harmonia e paz.

Da razão do desentendimento é supérfluo falar. Considero mais útil pensar e


falar de coisas adequadas ao tempo da paz. Ficamos, portanto, muito
satisfeitos em nos encontrar com aquele homem distinto e mais piedoso , que
talvez esperasse não ter uma pequena luta, persuadindo-nos de que é
necessário formar uma aliança para a paz da Igreja e afastar o riso dos
heterodoxos. e para este fim, atenuar os aguilhões da teimosia do diabo . Ele
nos encontrou prontos para isso, de modo que absolutamente não precisamos
de trabalho para nos ser concedidos. Porque nos lembramos das palavras do
Salvador; A minha paz te dou, a minha paz deixo convosco. Nós fomos
ensinados também a dizer em orações : Ó Senhor, nosso Deus, dá-nos a paz,
porque tu nos deste todas as coisas. De modo que, se alguém deve participar
da paz fornecida por Deus , não lhe falta nada de bom. Que, na verdade, a
discordância das Igrejas aconteceu de forma desnecessária e inoportuna, agora
estamos plenamente satisfeitos com o documento trazido por meu senhor, o
mais piedoso bispo Paulo , que contém uma confissão irrepreensível de fé , e
isso ele afirmou. ter sido preparado, pela sua santidade e pelos Bispos amados
por Deus lá. O documento é o seguinte, e é colocado literalmente nesta nossa
epístola.

Com relação à Virgem Mãe de Deus , pensamos e falamos; e da maneira da


encarnação do Filho Unigênito de Deus , necessariamente, não por meio de
acréscimo, mas por causa da certeza, como recebemos desde o princípio
das Escrituras divinase da tradição dos santos pais, nós falará brevemente, não
acrescentando nada à Fé estabelecida pelos santos Padres em Nice. Pois, como
dissemos antes, basta para todo conhecimento de piedade e refutação de
toda falsa doutrina de hereges . Mas nós falamos, não presumindo o
impossível; mas com a confissão de nossa própria fraqueza, excluindo aqueles
que desejam nos apegar àquelas coisas que
transcendem a consideração humana .

Confessamos, portanto, nosso Senhor Jesus Cristo , o Filho Unigênito de Deus ,


perfeito Deus e homem perfeito de uma almarazoável e carne
consistente; gerado antes dos tempos do Pai, de acordo com a sua Divindade, e
nos últimos dias, para nós e para a nossa salvação , de Maria, a
Virgem, segundo a sua humanidade, da mesma substância com o seu Pai
segundo a sua Divindade e da mesma substância conosco de acordo com sua
humanidade; pois aí se tornou uma união de duas naturezas . Portanto,
confessamos um só Cristo, um só Filho, um só Senhor.

De acordo com essa compreensão dessa união não misturada, confessamos que
a Santa Virgem é a Mãe de Deus ; porque Deus o Verbo encarnou e se tornou
Homem, e desta concepção ele uniu o templo tirado dela consigo mesmo.

Pois sabemos que os teólogos fazem algumas coisas do ensino evangélico e


apostólico sobre o Senhor comum como pertencentes a uma pessoa, e outras
coisas que eles dividem quanto às duas naturezas , e atribuem os dignos a
Deus por conta da Divindade de Cristo e os humildes por conta de sua
humanidade [para sua humanidade].

Sendo estas as vossas vozes santas e encontrando-nos pensando o mesmo


com elas ( Um Senhor, Uma Fé, Um Batismo ), glorificamos a Deus o Salvador
de todos, parabenizando uns aos outros que as nossas igrejas e as vossas têm
a Fé que concorda com Deus. Escrituras inspiradas e as tradições de
nossos santos Padres.

Desde que eu soube que alguns daqueles acostumados a encontrar defeitos


estavam zumbindo por aí como vespas e vomitando palavras miseráveis contra
mim, como se eu dissesse que o corpo santo de Cristo foi trazido do céu, e não
da Santíssima Virgem , eu pensei necessário dizer algumas palavras sobre isso
para eles:

Ó tolos, e apenas sabendo como deturpar, como você foi levado a tal
julgamento, como você caiu em uma doença tão tola? Pois é necessário, sem
dúvida, necessário, entender que quase toda a oposição a nós em relação à fé ,
surgiu da nossa afirmação de que a santa Virgem é Mãe de Deus . Mas se do
céu e não dela nasceu o corpo santo do Salvador de todos, como então ela é
entendida como Mãe de Deus ? Então, o que ela trouxe, a não ser que ela
trouxe o Emanuel de acordo com a carne? Eles devem ser ridicularizados e
balbuciar coisas sobre mim. Pois o bendito profeta Isaías não está em dizer :
Eis que a Virgem conceberá e dará à luz um Filho, e chamará seu nome
de Emanuel , que sendo interpretado é Deus conosco. Verdadeiramente
também o santoGabriel disse à Santíssima Virgem: Não tema, Maria, porque
encontrou graça diante de Deus . E eis que tu conceberás no teu ventre, e
darás à luz um filho, e chamarás o seu nome Jesus. Ele salvará o seu povo dos
seus pecados .
Pois quando dizemos que nosso Senhor Jesus Cristo desceu do céu, e de cima,
nós não dizemos isso como se de cima e do céu fosse a sua Carne Santa, mas
sim seguindo o divino Paulo , que distintamente declara: o primeiro homem é
da terra, terra; o segundo homem é o Senhor do céu.

Lembramo-nos também, o próprio Salvador, dizendo: Ninguém subiu ao céu,


senão o que desceu do céu, o Filho do homem .Embora ele tenha nascido de
acordo com sua carne, como acabamos de dizer, da Santa Virgem , ainda
assim Deus, a Palavra, veio do alto e do céu. Ele não se fez de
nenhuma reputação , e tomou sobre ele a forma de um servo, e foi chamado
o Filho do Homem , ainda permanecendo o que ele era, isto é, Deus. Pois ele é
imutável e imutável segundo a natureza; considerado já como um com sua
própria carne, ele é dito ter descido do céu.

Ele também é chamado o homem do céu, sendo perfeito em sua divindade e


perfeito em sua humanidade, e considerado como em uma pessoa. Pois um é
o Senhor Jesus Cristo , embora a diferença de suas naturezas não seja
desconhecida, a partir da qual dizemos que a união inefável foi feita.

Sua santidade concederá silêncio àqueles que dizem que uma crasis, ou
mistura ou mistura ocorreu entre a Palavra de Deus e a carne? Pois é provável
que certas também fofocem sobre mim como tendo pensado ou dito tais coisas.

Mas eu estou longe de qualquer pensamento como esse, e eu também os


considero loucos que acham que uma sombra de mudança poderia ocorrer com
relação à Natureza da Palavra de Deus . Pois ele permanece aquilo que ele
sempre foi, e não foi mudado, nem jamais pode ser mudado, nem ele é capaz
de mudar. Pois todos nós confessamos, além disso, que a Palavra de Deusé
impassível, ainda que quando ele dispensa mais sabiamente este mistério , ele
parece atribuir a si mesmo os sofrimentos suportados em sua própria
carne. Para o mesmo propósito, o todo-sábio Pedro também disse quando
escreveu sobre Cristo como tendo sofrido na carne, e não na natureza de sua
divindade inefável. Para que se acreditasse que ele era o Salvador de todos,
por uma apropriação econômica para si mesmo, como acabamos de dizer, ele
assumiu os sofrimentos de sua própria carne.

Gosto disto é a profecia pela voz do profeta , como dele, dei as costas aos
feridos e as minhas faces aos que arrancavam os cabelos; não escondi a minha
face da vergonha e da cuspida. Deixe a sua santidade ser convencida, e não
deixe ninguém duvidar de que nós seguimos os ensinamentos dos santos pais,
especialmente do nosso abençoado e celebrado Padre Atanásio, depreciando o
menor afastamento dela.

Eu poderia ter acrescentado muitas citações deles também estabelecendo


minhas palavras, mas isso teria acrescentado ao tamanho da minha carta e
poderia se tornar cansativo. E nós permitiremos que a Fé definida, o símbolo da
Fé estabelecido pelos nossos santos Padres que se reuniram há algum tempo
em Nice, não seja abalado por ninguém. Nem permitiríamos a nós mesmos ou
aos outros, alterar uma única palavra dos que foram apresentados, ou
acrescentar uma sílaba, lembrando o ditado: não remova o antigo marco que
seus pais estabeleceram, pois não foram eles que falaram, mas o próprio
Espírito. de Deus e do Pai , que também procede dele, e não é alheio ao Filho ,
segundo a sua essência . E isso as palavras dos santos iniciadores
nos mistériosconfirmam para nós. Pois nos Atos dos Apóstolos está escrito: E
depois que chegaram à Mísia, eles tentaram entrar na Bitínia;mas o Espírito
de Jesus não os sofreu. E o divino Paulo escreveu: Assim, os que estão na
carne não podem agradar a Deus.Mas você não está na carne, mas no Espírito ,
se é assim que o Espírito de Deus habita em você. Agora, se alguém não tem o
Espírito de Cristo , ele não é dele.

Quando alguns daqueles que estão acostumados a se desviarem da direita,


torcem meu discurso para seus pontos de vista, peço asua santidade para não
se admirar; mas esteja bem certo de que os seguidores de
toda heresia reúnem as ocasiões do seu errodas Escrituras inspiradas por Deus,
corrompendo em suas mentes malignas as coisas corretamente ditas através
do Espírito Santo , e atraindo sobre suas próprias cabeças a chama
inextinguível.

Desde que aprendemos que certos, depois de tê-lo corrompido, expuseram a


epístola ortodoxa do nosso mais ilustre Padre Atanásio ao Abençoado Epicteto,
para assim ferir muitos; Portanto, pareceu aos irmãos ser útil e necessário que
nós enviássemos a sua santidade uma cópia dela de algumas transcrições
antigas corretas que existem entre nós. Despedida.

Sessão II (Continuação)

E quando essas cartas [a carta de Cirilo a Nestório Καταφλυαροῦσι e sua carta


a João de Antioquia Εὐφραινέσθωσαν] foram lidas, os bispos mais reverentes
gritaram: Todos nós acreditamos assim: Papa Leão assim
acredita: anátema para aquele que divide e para aquele que confunde: essa é
a fé do arcebispo Leão: Leão acredita: Leão e Anatólio acreditam : todos
nós acreditamos nisso.Como Cirilo acredita em nós, todos nós: eterna seja a
memória de Cirilo: como as epístolas de Cirilo ensinam tal é a nossa mente , tal
tem sido a nossa fé : tal é a nossa fé : esta é a mente do Arcebispo Leão, então
ele acredita então ele escreveu.

Os mais gloriosos juízes e o grande senado disseram: Que seja lida também a
epístola do mais digno Leão, Arcebispo de Roma Antiga, a Cidade Imperial.

Beroniciano, o mais devoto escriturário do consistório sagrado, leu em um livro


que lhe foi entregue por Aécio, Arquidiácono da Santa Igreja de Constantinopla,
a encíclica ou sinodal do santo Leão, o Arcebispo, escrito a Flaviano, Arcebispo
de Constantinopla.

O Tomo de São Leão.

(Labbe e Cossart, Concilia , Tom. IV., Col. 343; também Migne, Pat. Lat ., Tom. LIV. [Leão.
M. Opera , Tom. I.] col. 756.)

Leão [o bispo ] ao seu querido irmão Flávio.

Tendo lido a carta do seu Afeto, cuja chegada tardia nos surpreende, e tendo passado
pelo registro dos procedimentos dos bispos , temos agora, finalmente, uma visão clara do
escândalo que se levantou entre os bispos . você, contra a integridade da fé ; e o que a
princípio parecia obscuro foi agora elucidado e explicado. Por esse meio, Eutiques, que
parecia ser merecedor de honra sob o título de Presbítero, agora se mostra extremamente
impensado e tristemente inexperiente, de modo que também podemos aplicar as
palavras do profeta . Ele se recusou a entender para agir bem. ele meditou a injustiça em
sua cama. O que, de fato, é mais injusto do que receber pensamentos ímpios e não ceder
a pessoas mais sábias e mais instruídas? Mas nessa loucura eles caem, quando
impedidos por alguma obscuridade de apreender a verdade , recorrem, não às palavras
dos Profetas, não às cartas dos Apóstolos, nem à autoridade dos Evangelhos , mas a si
mesmos; e tornar-se professores do erro , só porque eles não
foram discípulos da verdade . Pois que aprendizado ele recebeu das páginas sagradas do
Novo e do Antigo Testamento , que não compreende tanto o início do Credo? E aquilo
que, em todo o mundo, é proferido pelas vozes de todos os requerentes de regeneração,
ainda não é compreendido pela mente desse homem idoso. Se, então, ele não sabia o que
deveria pensar sobre a encarnação da Palavra de Deus , e não estava disposto, por uma
questão de obter a luz da inteligência, a fazer uma busca laboriosa por toda a extensão
das Sagradas Escrituras , ele deveria pelo menos ter recebido com atenção diligente que a
Confissão geral comum a todos, em que todo o corpo dos fiéis professam crer em DeusPai
Todo-Poderoso, e em Jesus Cristo seu único Filho nosso Senhor, que nasceu do Espírito
Santo e a Virgem Maria . Por quais três cláusulas os motores de quase todos
os hereges são destruídos. Pois quando se crê que Deus é o Todo - Poderoso e
o Pai, está provado que o Filho é eterno junto a si mesmo, não diferindo em nada do Pai ,
porque nasceu como Deus de Deus , Todo-poderoso do Todo-Poderoso, Coeterno do
Eterno; não mais tarde no tempo, não inferior em poder, não diferente dele em glória , não
separado dele em essência , mas o mesmo Filho Unigênito e Eterno de um Pai
Eterno nasceu do Espírito Santo e da Virgem Maria . Esse nascimento no tempo não
diminuiu de modo algum o nascimento divino e eterno; mas despendeu-se inteiramente no
trabalho de restaurar o homem que havia sido enganado; para que ela possa superar a
morte e, por seu poder, destruir o demônio que tinha o poder da morte. Pois não
poderíamos ter vencido o autor do pecado e da morte, a menos que aquele que não
pudesse ser contaminado pelo pecado , nem detido pela morte, tivesse tomado sobre si a
nossa natureza e a tornado sua. Pois, de fato, ele foi concebido do Espírito Santo dentro
do ventre de uma Virgem Mãe, que o concebeu como ela o havia concebido, sem perda
da virgindade . Mas se ele (Eutyches) não foi capaz de obter uma verdadeira concepção
desta fonte pura da fé cristã, porque por sua própria cegueira ele obscureceu para si o
brilho de uma verdade tão clara, ele deveria ter se submetido ao ensinamento do
evangelista; e depois de ler o que Mateus diz, O livro da geração de Jesus Cristo , o Filho
de Davi, o Filho de Abraão , ele também deveria ter buscado instrução da pregação do
Apóstolo; e depois de ler na Epístola aos Romanos, Paulo , servo de Jesus Cristo ,
chamou um apóstolo, separado para o evangelho de Deus , o qual ele tinha prometido
antes pelos profetas nas Sagradas Escrituras , concernente a seu Filho, que foi feito para
ele da semente de Davi segundo a carne, ele deveria ter dado algum estudo devoto nas
páginas dos Profetas; e achando que a promessa de Deus disse a Abraão , em sua
semente todas as nações serão abençoadas, a fim de evitar qualquer dúvida quanto ao
significado apropriado desta semente, ele deveria ter atendido às palavras do
Apóstolo, a Abraão e à sua semente promessas feitas. Ele não diz "e às sementes", como
no caso de muitos, mas como no caso de um "e à sua semente", que é Cristo . Ele
também deveria ter apreendido com seu ouvido interior a declaração de Isaías: Eis que
uma Virgem conceberá e dará à luz um Filho, e eles chamarão seu nome de Emanuel ,
que é, sendo interpretado, Deus conosco; e deveria ter lido com fé as palavras do
mesmo profeta : Nascemos um filho para nós, um filho foi dado, cujo poder está sobre os
seus ombros; e chamarão o seu nome Anjo do grande conselho, Maravilhoso,
Conselheiro, Forte Deus , Príncipe da Paz, Pai da era vindoura. E ele não deveria ter
falado abertamente no sentido de que a Palavra era em tal sentido feita carne, que o Cristo
que foi trazido do ventre da Virgem tinha a forma de um homem , e não tinha um corpo
realmente derivado do corpo de sua mãe. . Possivelmente, sua razão para pensar
que nosso Senhor Jesus Cristo não era de nossa natureza era esta - que o Anjo que foi
enviado para a bem-aventurada e sempre Virgem Maria disse: O Espírito Santo virá sobre
você, e o poder do Altíssimo o cobrirá. e, portanto, também aquele santo que nascer de ti
será chamado Filho de Deus ; como se, porque a concepção da Virgem foi causada por
um ato divino, portanto a carne daquele que ela concebeu não era da natureza de quem o
concebeu. Mas não devemos entender essa geração, inigualavelmente maravilhosa e
maravilhosamente inigualável, no sentido de que a novidade do modo de produção
eliminou o caráter adequado desse tipo. Pois foi o Espírito Santo que deu fecundidade à
Virgem, mas foi de um corpo que um corpo real foi derivado; e quando a Sabedoria estava
construindo para si uma casa, o Verbo se fez carne , e habitou entre nós, isto é, naquela
carne que ele assumiu de um ser humano , e que ele animou com o espírito da vida
racional.

Por conseguinte, embora a distinção entre natureza e substâncias fosse preservada, e


ambas se encontrassem em uma pessoa, a baixeza era assumida pela majestade,
fraqueza pelo poder, mortalidade pela eternidade ; e, para pagar a dívida de nossa
condição, a natureza inviolável estava unida ao passível, de modo que, como remédio
apropriado para nossos males, um e o mesmo Mediador entre Deus e o homem , o
Homem Jesus Cristo , pudesse de um elemento ser capaz de morrer e também do outro
ser incapaz.Portanto, na natureza inteira e perfeita do próprio homem nasceu muito Deus ,
inteiro no que era dele, inteiro no que era nosso. Por nós queremos dizer o que o Criador
formou em nós no começo e o que ele assumiu para restaurar; pois daquilo que o
enganador introduziu e o homem, assim enganado, admitiu, não havia vestígio no
Salvador; e o fato de ele ter assumido uma parte de nossas enfermidades não o tornou
participante de nossas transgressões. Ele assumiu a forma de um servo sem a
contaminação do pecado , enriquecendo o que era humano , não prejudicando o que era
divino: porque esse esvaziamento de si mesmo, pelo qual o Invisível se fazia visível, e o
Criador e Senhor de todas as coisas quiseram ser um entre mortais, foi uma inclinação
para baixo na compaixão, não uma falha de poder. Assim, o mesmo que, permanecendo
na forma de Deus , fez o homem, foi feito homem na forma de um servo. Pois cada uma
das naturezas conserva seu caráter adequado sem defeito; e como a forma de Deus não
tira a forma de um servo, a forma de um servo não prejudica a forma de Deus . Pois desde
que o diabo se gloriava no fato de que o homem, enganado por seu ofício, era destituído
de dons divinos e, sendo destituído de sua dotação de imortalidade , havia sido submetido
à sentença dolorosa de morte e que ele mesmo, em meio a suas misérias, tinha
encontrado uma espécie de consolo em ter um transgressor como seu companheiro, e
que Deus , de acordo com as exigências do princípio da justiça , havia mudado sua própria
resolução em relação ao homem , a quem ele havia criado em tão alta posição
de honra ; havia necessidade de uma dispensa de conselho secreto, a fim de que
o Deus imutável, cuja vontade não pudesse ser privada de sua própria benignidade,
cumprisse por um mistério mais secreto seu plano original de bondade para conosco, e
aquele homem que tinha levados à faltas pela perversa sutileza do diabo , não devem
perecer ao contrário do propósito de Deus. Consequentemente, o Filho de Deus ,
descendo de sua cadeira no céu, e não se afastando da glória do Pai , entra neste mundo
inferior, nascido após uma nova ordem, por um novo modo de nascimento. Depois de um
novo pedido; porque quem em sua própria esfera é invisível, tornou-se visível no
nosso; Aquele que não podia ser encerrado no espaço, quis ser fechado; continuando a
ser antes dos tempos, ele começou a existir no tempo; o Senhor do universo permitiu que
sua infinita majestade fosse ofuscada e assumiu a forma de um servo; o impassível Deus
não desdenhava ser passível de homem e imortal para ser submetido às leis da morte.E
nascido por um novo modo de nascimento; porque a virgindade inviolada,
embora ignorante da concupiscência, supria a matéria de sua carne. O que foi assumido
da mãe do Senhor era natureza, não culpa; nem a maravilha da natividade de nosso
Senhor Jesus Cristo, nascida do ventre de uma Virgem, implica que sua natureza é
diferente da nossa. Para o mesmo que é muito Deus , também é muito homem; e não há
ilusão nesta união, enquanto a humildade do homem e a elevação da Divindade se
encontram. Pois assim como Deus não é alterado pela compaixão [exposta], assim
o homem não é consumido pela dignidade [concedida]. Para cada forma , os atos que
pertencem a ela, em comunhão com o outro; a Palavra, isto é, realizando o que pertence à
Palavra, e a carne desempenhando o que pertence à carne; um desses brilha
em milagres , o outro sucumbe a ferimentos. E como a Palavra não se afasta da igualdade
com o Pai em glória , assim a carne não abandona a natureza de nossa espécie. Pois,
como devemos sempre estar dizendo, ele é um e o mesmo, verdadeiramente Filho de
Deus e verdadeiramente Filho do Homem . Deus , na medida em que no princípio era o
Verbo, e o Verbo estava com Deus , e o Verbo era Deus. Homem, na medida em
que o Verbo se fez carne , e habitou entre nós. Deus , na medida em que todas as coisas
foram feitas por ele, e sem ele nada foi feito. Homem, na medida em que ele foi feito de
uma mulher , feita sob a lei. A natividade da carne é uma manifestação
da natureza humana ; A gravidez da Virgem é uma indicação do poder Divino.A infância do
Bebê é exibida pela humilhação de panos: a grandeza do Altíssimo é declarada pelas
vozes dos anjos . Aquele a quem Herodes impiamente projeta matar é como a
humanidade em seus inícios; mas aquele a quem os magos se alegram de adorar de
joelhos é o Senhor de todos. Agora, quando ele veio para o batismo de João, seu
precursor, para que o fato de que a Divindade fosse coberta com um véu de carne deve
ser ocultado, a voz do Pai falou em trovão do céu, Este é o meu amado Filho , em quem
eu sou bem satisfeito. Assim, aquele que, como homem, é tentado pela sutileza do diabo ,
é o mesmo a quem, como Deus , os anjos pagam um serviço desumano. Fome, sede,
cansaço e sono é evidentemente humano . Mas, para satisfazer cinco mil homens com
cinco pães, e dar à mulher samaritana aquela água viva, para atrair o que pode assegurar-
lhe que beba dela de sempre sedenta; andar na superfície do mar com pés que não
afundam e, repreendendo a tempestade para derrubar as ondas elevadas, é
inquestionavelmente Divino. Como então - para passar por muitos pontos - não pertence à
mesma natureza chorar com sentimentos de compaixão por um amigo morto e, depois que
a massa de pedra foi removida do túmulo onde ele havia dormido por quatro dias, por uma
voz. de comando para elevá-lo à vida novamente; ou pendurar na madeira e fazer tremer
todos os elementos depois que a luz do dia se transformara em noite; ou ficar paralisado
de pregos e abrir as portas do paraíso para a fé do ladrão; por isso, não é da mesma
natureza dizer que eu e o Pai somos um e dizer que o Pai é maior do que eu. Pois embora
no Senhor Jesus Cristo haja uma pessoa de Deus e do homem , ainda que por meio da
qual Atribui-se a ambos é uma coisa, e aquele pelo qual a glória atribui a ambos é
outro; porque do que nos pertence tem aquela masculinidade inferior ao Pai; enquanto do
Pai ele tem igual divindade com o Pai. Assim, por conta dessa unidade da Pessoa que
deve ser entendida como existindo em ambas as naturezas, lemos, por um lado,
que o Filho do Homem desceu do céu, na medida em que o Filho de Deus se fez carne
daquela Virgem. de quem ele nasceu; e por outro lado, diz-se que o Filho de Deus foi
crucificado e sepultado, na medida em que ele sofreu isso, não em sua verdadeira
Divindade; em que o Unigênito é coeterno e consubstancial ao Pai, mas na fraqueza
da natureza humana . Por isso, todos nós, no mesmo Credo, confessamos
que o Filho Unigênito de Deus foi crucificado e sepultado, de acordo com aquela
declaração do Apóstolo, pois se eles tivessem conhecido , eles não teriam crucificado o
Senhor da Majestade.

Mas quando nosso próprio Senhor e Salvador estava com suas perguntas instruindo
a fé dos discípulos , ele disse: Quem dizem os homens que eu sou o Filho do Homem ? E
quando eles mencionaram várias opiniões de outros, ele disse: Mas quem você diz que eu
sou? isto é, eu que sou o Filho do Homem , e quem você vê na forma de um servo, e na
realidade de carne, quem você diz que eu sou? Ao que o abençoado Pedro, inspirado
por Deus , e prestes a beneficiar todas as nações por sua confissão, disse: Tu és o Cristo ,
o Filho do Deus vivo. Não imerecido, portanto, ele foi declarado abençoado pelo Senhor, e
derivou da Rocha original aquela solidez que pertencia tanto a sua virtude quanto a seu
nome, que através da revelação do Pai confessou o mesmo para ser tanto o Filho de
Deuscomo o Cristo; porque uma dessas verdades, aceitas sem o outro, não traria
benefícios à salvação , e era igualmente perigoso crer queo Senhor Jesus Cristo fosse
apenas Deus e não homem, ou simplesmente homem e não Deus. Mas depois da
ressurreição do Senhor - que foi na verdade a ressurreição de um corpo real, para
nenhuma outra pessoa foi ressuscitada novamente do que aquele que havia sido
crucificado e morreu - o que mais foi realizado durante esse intervalo de quarenta dias do
que fazer a nossa fé inteira e clara de todas as trevas? Pois enquanto ele conversava com
seus discípulos , e habitava com eles, e comia com eles, e se permitia ser tratado com
cuidado e curiosidade por aqueles que estavam sob a influência da dúvida , para esse fim
ele veio aos discípulos quando o portas foram fechadas, e por sua respiração deu-lhes
o Espírito Santo , e abriu os segredos da Sagrada Escritura depois de conceder-lhes a luz
da inteligência, e novamente em sua própria pessoa mostrou-lhes a ferida no lado, as
impressões das unhas e todas as demonstrações de carne da Paixão, dizendo: Eis minhas
mãos e meus pés, que sou eu mesmo; manuseie-me e veja, pois um espírito não tem
carne nem ossos, como você me vê: que as propriedades do Divino e
da natureza humana possam ser reconhecidas como permanecendo nele sem causar
divisão, e que poderíamos assim saber que a Palavra não é o que a carne é, como
confessar que o único Filho de Deusé Palavra e carne. Em qual mistério da fé estes
Eutiques devem ser considerados como infelizes, não tendo domínio, que não reconhece
nossa natureza de existir no Filho Unigênito de Deus , seja por meio da humildade da
mortalidade, seja da glória da ressurreição.Tampouco foi intimidado pela declaração do
bendito apóstolo e evangelista João, dizendo: Todo espírito que confessa que Jesus
Cristoveio em carne é de Deus ; e todo espírito que dissolve a Jesus não é de Deus , e
este é o Anticristo . Agora, o que é dissolver Jesus , mas separar a natureza humana dele,
e tornar nulo pelas invenções desavergonhadas aquele mistério pelo qual fomos salvos
somente?Além disso, estando no escuro quanto à natureza do corpo de Cristo , ele
precisa estar envolvido na mesma cegueira sem sentido em relação à sua paixão
também. Pois se ele não acha que a crucificação do Senhor é irreal, e não duvida que ele
realmente aceitou o sofrimento, até a morte, em prol da salvação do mundo; como ele
acredita em sua morte, que ele reconheça sua carne também, e não duvide que aquele a
quem ele reconhece como tendo sido capaz de sofrer também é o Homem com um corpo
como o nosso; já que negar sua verdadeira carne é também negar seus sofrimentos
corporais. Se então ele aceita a fé cristã , e não afasta seus ouvidos da pregação
do Evangelho , deixe-o ver qual era a natureza que estava transfixada com pregos e
pendurada na madeira da cruz; e que ele entenda de onde foi, depois que o lado do
Crucificado foi perfurado pela lança do soldado, o sangue e a água correram, para que
a Igreja de Deus pudesse ser refrescada tanto com uma pia quanto com uma taça. Que
ele ouça também o abençoado Apóstolo Pedro quando ele declara, que a santificação pelo
Espírito acontece através da aspersão do sangue de Cristo , e que ele não dê uma mera
leitura superficial às palavras do mesmo Apóstolo, Sabendo que você era não redimidos
com coisas corruptíveis, como a prata e o ouro, pelo teu modo de vida recebido pela
tradição de vossos pais, mas com o precioso sangue de Jesus Cristo como de um
Cordeiro sem defeito e sem mancha. Que ele também não resista ao testemunho do beato
João, o apóstolo, e o sangue de Jesus, o Filho de Deus,nos purifica de todo pecado . E
novamente, esta é a vitória que supera o mundo, até mesmo a nossa fé ; e quem é aquele
que vence o mundo, mas aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus ? Este é aquele que
veio pela água e pelo sangue, até Jesus Cristo ; não só na água, mas na água e no
sangue; e é o Espírito que dá testemunho , porque o Espírito é a verdade . Pois há três
que dão testemunho - o Espírito , a água e o sangue; e os três são um. Isto é, o Espírito de
santificação e o sangue da redenção e a água do batismo ; quais três coisas são uma, e
permanecem indivisas, e nenhuma delas é separada da conexão com as outras; porque
a IgrejaCatólica vive e progride por esta fé , que Cristo Jesus não devemos crer que
existam homens sem verdadeira divindade, nem divindade
sem verdadeira masculinidade. Mas quando Eutiques, ao ser interrogado em seu exame
dele, respondeu, confesso que nosso Senhor era de duas naturezas antes da união, mas
depois da união confesso uma natureza; Surpreende-me que uma profissão tão absurda e
perversa como esta não tenha sido repreendida por uma censura de qualquer um dos
seus juízes, e que um enunciado extremamente tolo e extremamente blasfemo tenha sido
ignorado, como se nada tivesse sido ouvido. poderia ofender: vendo que é tão ímpio dizer
que o Filho Unigênito de Deus era de duas naturezas antes da Encarnação, pois é
chocante afirmar que, desde que o Verbo se fez carne, houve nele apenas uma
natureza. Mas antes que Eutiques pensasse que o que ele disse era correto, ou era
tolerável, porque não foi refutado por nenhuma afirmação sua, exortamos a sua sincera
solicitude, querido amado irmão, a ver isso, se pela inspiração misericordiosa de Deus o
caso for trazido. para uma questão satisfatória, o homem imprudente e inexperiente se
purifica também dessa noção pestilenta dele; visto que, como o registro do processo
mostrou claramente, ele havia começado a abandonar sua própria opinião quando, ao ser
levado a um canto por suas palavras autoritárias, se declarou pronto para dizer o que não
havia dito antes, e dê a sua adesão àquela fé da qual ele anteriormente se manteve
indiferente. Mas quando ele não consentiria em anatematizar o dogma ímpio que você
entendeu, irmão, que ele continuou em sua própria descrença, e mereceu receber
sentença de condenação. Por isso, se ele se entristece sinceramente e com um bom
propósito, e compreende, mesmo que tarde demais, quão apropriadamente a autoridade
episcopal foi colocada em ação, ou se, a fim de obter plena satisfação, ele condenará
você, e sob sua própria mão, tudo o que ele tem mantido errado, sem compaixão, em
qualquer medida, que pode ser mostrado a ele quando ele foi acertado, será digno de
culpa, por nosso Senhor, o verdadeiro e bom Pastor, que entregou sua vida por suas
ovelhas, e que vieram para salvar as almas dos homens e não para destruí-las, querem
imitar sua própria bondade amorosa; de modo que a justiça deve realmente restringir
aqueles que pecam , mas a misericórdia não deve rejeitar aqueles que são
convertidos. Pois então, de fato, a verdadeira fé é defendida com os melhores resultados,
quando uma opinião falsa é condenada até mesmo por aqueles que a seguiram. Mas para
que todo o assunto possa ser piedosa e fielmente cumprido, nomeamos nossos irmãos,
Júlio, Bispo e Reatus, Presbítero (do título de São Clemente) e também meu filho Hilaro,
Diácono, para nos representar; e com eles associamos a Dulcício, nosso notário, de cuja
fidelidade temos boa prova : confiando que a assistência divina estará com você, para que
aquele que se desviou possa ser salvo condenando sua própria opinião infundada. Que
Deus te mantenha em boa saúde, querido amado irmão. Dado nos idos de junho, no
consulado dos homens ilustres, Asterius e Protogenes.

[A seguir foi lida uma longa catena de citações dos Pais sustentando o
ensinamento do Tomo . (L. e C., Conc ., Tom. IV., Cols. 357-368.)]

Sessão II (Continuação)

Depois da leitura da epístola precedente, os bispos mais reverendos gritaram:


Esta é a fé dos pais, esta é a fé dos apóstolos. Então todos nós acreditamos ,
assim os ortodoxos acreditam . Anátema para quem não acredita assim. Pedro
falou assim através de Leão. Então, ensinou os apóstolos. Piedosa
e verdadeiramente Leão ensinou, assim ensinou Cirilo. Eterna seja a memória
de Cirilo.Leão e Cirilo ensinaram a mesma coisa, um anátema para quem
não acredita assim. Essa é a verdadeira fé . Aqueles de nós que
são ortodoxos, assim, acreditam . Essa é a fé dos pais. Por que essas coisas
não foram lidas em Éfeso [isto é, no sínodo heréticorealizado lá]? Essas são as
coisas que Dioscorus escondeu.

[ Algumas explicações foram feitas pelos bispos ilírios e as respostas foram


consideradas satisfatórias, mas ainda assim foi pedida a demora de alguns dias,
e alguns bispos pediram perdão geral a todos os que haviam sido
impedidos. Essa proposição causou grande confusão, no meio da qual a sessão
foi dissolvida pelos juízes . (Col. 371.)]

Sessão III
[ Os representantes imperiais parecem não ter estado presentes, e depois de
Aécio, o Arquidiácono de Constantinopla, ter aberto a Sessão ,]

Paschasinus o bispo de Lilybæum, na província da Silícia, e ocupando o lugar do


mais sagrado Leão, arcebispo da Sé Apostólica da antiga Roma, disse em latim
o que se interpreta é o seguinte: É bem conhecido para este amado de Deus.
Sínodo, que as cartas divinas foram enviadas ao papa bendito e apostólico
Leão, convidando-o a dignar-se para estar presente no santo sínodo. Mas desde
costume antigo não sancionou isto, nem a necessidade geral do tempo pareceu
permitir isto, nossa pequenez no lugar dele mesmo ele τὰ τῆς ἁγίας συνόδου
επέτρεψε , e então é necessário que tudo que é trazido em discussão deveria
ser examinado pela nossa interferência ( διαλαλιᾶς ). [O latim lê onde eu
coloquei o grego do texto ordinário, assim, ordenou a nossa pequenez para
presidir em seu lugar sobre este santo conselho. Portanto, que o livro
apresentado por nosso irmão mais amado de Deus, e pelo bispo Eusébio seja
recebido, e lido pelo amado arquidiácono e primerício dos notários, Aécio.

E Aécio, o arquidiácono e primerício dos notários, pegou o livro e leu o


seguinte.

[A seguir segue a petição de Eusébio e pós nonnulla quatro petições dirigidas


a Arcebispo ecumênico e patriarca eclesiástico e santíssimo de Leonardo, e
ao santo e ecumênico Sínodo reunido em Calcedônia, etc., etc .; Os dois
primeiros por diáconos de Alexandria, o terceiro por um
quondam presbitério da diocese e o quarto por um leigo também de
Alexandria. Depois disso Dióscoro foi novamente convocado e, como ele não
veio, a sentença foi dada contra ele, que foi comunicada a ele em uma carta
contida nos atos. (L. e C., Conc ., Tom. IV., Col. 418.) Os Bispos expressaram
suas opiniões na maioria das vezes um por um, mas os Legados Romanos
falaram juntos, e em seu discurso ocorre o seguinte (Col. 426 :)]

Portanto, o mais santo e abençoado Leão, arcebispo da grande e velha Roma,


através de nós, e através deste presente santoSínodo, juntamente com o triplo
bendito e todo glorioso Pedro Apóstolo, que é a rocha e fundamento
da Igreja Católica , e o fundamento da fé ortodoxa , despojou-o
do episcopado e alienou-lhe toda a dignidade hierática. Portanto, deixe que
este santo e grande sínodo condene o Dioscoro antes mencionado às
penalidades canônicas.
[Os bispos , então, um por um, falaram em favor do depoimento de Dióscoro,
mas geralmente com base em sua recusa em aparecer quando três vezes
invocado.]

E quando todos os santos bispos falaram sobre o assunto, eles assinaram o


seguinte.

A Condenação Enviada pelo Sínodo Sagrado e Ecumênico a Dioscoro.

O santo e grande e ecumênico Sínodo, que pela graça de Deus segundo a constituição de
nosso mais piedoso e amado de Deus, os imperadores se reuniram em Calcedônia na
cidade de Bitínia, no martírio do santíssimo e vitorioso Mártir Euphemia a Dióscoro.

Nós sabemos que no décimo terceiro dia do mês de outubro você foi deposto
do episcopado e se tornou um estranho a toda ordem eclesiástica ( θεσμοῦ ) pelo santo e
sínodo ecumênico, por causa de sua desconsideração dos cânones divinos, e da sua
desobediência a este sínodo sagrado e ecumênico e por causa dos outros crimes de que
foi considerado culpado, pois, mesmo quando chamado a responder aos seus acusadores
três vezes por este sínodo santo e grande, segundo os cânones divinos, você não veio.

Sessão IV

Os mais magníficos e gloriosos juízes e o grande Senado disseram:

Que o reverendo concílio declare agora o que parece bom em relação à fé ,


visto que as coisas que já foram eliminadas se manifestaram. Paschasinus e
Lucentius, os bispos mais reverendos, e Boniface, o mais reverendo presbítero ,
legados da Sé Apostólica através daquele homem reverendo,
o bispo Paschasinus disse: Enquanto o santo e abençoado Sínodo Ecumênico
mantém firme e segue a regra da fé ( fidei regulam nos Atos latinos), que foi
estabelecido pelos pais em Nice, também confirma a fé estabelecida pelo
Sínodo dos 150 pais reunidos em Constantinopla, a pedido do grande Teodósio
da abençoada memória. Além disso, a exposição de sua fé , do ilustre Cirilo de
abençoada memória exposta no Concílio de Éfeso (no qual Nestório foi
condenado) é recebida. E em terceiro lugar, os escritos daquele homem
abençoado, Leão, Arcebispo de todas as igrejas , que condenaram
a heresia de Nestório e Eutyches, mostram qual é a verdadeira fé . Da mesma
forma, o santo Sínodo mantém essa fé , isto segue - nada mais pode
acrescentar nem pode tirar nada.
Quando isto foi traduzido para o grego por Beroniciano, o devoto secretário do
consistório divino, os bispos mais reverendos gritaram: Então todos
nós cremos , então fomos batizados , então nós batizamos , então
nós acreditamos , então agora cremos .

Os mais gloriosos juízes e o grande senado disseram: Visto que vemos que os
Santos Evangelhos foram colocados ao lado de vossa santidade , cada um
dos bispos aqui reunidos declare se a epístola do mais
abençoado arcebispo Leão está de acordo com a exposição do 318 pais
reunidos em Nice e com os decretos dos 150 pais depois reunidos na cidade
real.

[ A essa pergunta os bispos responderam um a um, até que 161 opiniões


separadas foram dadas, quando os demais bispos foram convidados pelos
juízes imperiais a dar seus votos em um corpo (coluna 508).]

Todos os bispos mais reverendos gritaram: Todos nós concordamos,


todos cremos assim; somos todos da mesma mente. Então nos importamos,
então acreditamos , etc., etc.

Sessão V

Paschasinus e Lucentius os bispos mais reverendos e Boniface um presbítero ,


vigários da Sé Apostólica de Roma, disse: Se eles não concordarem com a letra
desse homem apostólico e abençoado, o Papa Leão, dê instruções para que nos
sejam dadas as nossas cartas de afastamento e que um sínodo seja realizado lá
[isto é, no Ocidente].

[ Um longo debate se seguiu sobre se o decreto elaborado e apresentado


deveria ser aceito. Esta parece ter sido a mente da maioria dos bispos . Por fim,
os comissários propuseram uma comissão de vinte e dois para se encontrar
com eles e se reportar ao conselho, e o Imperador impôs isso com a ameaça de
que, caso contrário, todos deveriam ser mandados para casa e um novo
conselho chamado no Ocidente. Mesmo isso não os fez ceder (col. 560.)

Os bispos mais reverendos gritaram: Muitos anos para o imperador! Ou deixe a


definição [ou seja, a apresentada nesta sessão] ficar ou vamos. Muitos anos
para o imperador!
Cecropius, o bispo mais reverendo de Sebastopol, disse: Pedimos que a
definição seja lida novamente e que aqueles que discordam dela, e não
assinem, possam cuidar de seus negócios; pois damos nosso consentimento a
essas coisas que foram tão belamente elaboradas e não fazemos críticas.

Os bispos mais abençoados da Ilíria disseram: Que aqueles que contradizem se


manifestem. Aqueles que contradizem são nestorianos . Aqueles que
contradizem, deixem-nos ir a Roma .

Os mais magníficos e mais gloriosos juízes disseram: Dioscorus reconheceu que


aceitava a expressão de duas naturezas , mas não que existiam
duas naturezas . Mas o mais sagrado arcebispo Leão diz que há
duas naturezas em Cristo imutáveis, inseparavelmente, unidas de maneira
inconfundível no único Filho unigênito nosso Salvador. Qual você seguiria, o
mais sagradoLeão ou Dioscoro?

Os bispos mais reverendos gritaram: Nós acreditamos como Leão. Aqueles que
contradizem são eutiquianos. Leão justamente expôs a fé .

Os mais magníficos e gloriosos juízes disseram: Acrescente então à definição,


de acordo com o julgamento do nosso pai mais santo, Leão, que existem
duas naturezas em Cristo unidas de maneira imutável, inseparável e sem
confusões.

[ O Comitê então se sentou no oratório do santíssimo mártir Euphemis e depois


relatou uma definição de fé que ensinando a mesma doutrina não foi o Tomo de
Leão (col. 562).]

A Definição de Fé do Concílio de Calcedônia .

O santo , grande e ecumênico sínodo, reunido pela graça de Deus e o comando de


nossos imperadores mais religiosos e cristãos , Marciano e Valentiniano, Augusti, em
Calcedônia, a metrópole da província de Bithynian, no martírio do santo e
vitorioso Euphemia mártir , decretou o seguinte:

Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo , ao fortalecer o conhecimento da Fé em


seus discípulos , para o fim de que ninguém possa discordar de seu próximo sobre as
doutrinas da religião, e que a proclamação da verdade possa ser apresentada igualmente
a todos os homens. disse: A minha paz te deixo, a minha paz te dou. Mas, uma vez que
o maligno não desiste de semear o joio entre as sementes da piedade, mas inventa algum
dispositivo novo contra a verdade ; portanto, o Senhor, provendo, como ele sempre fez,
para a raça humana , levantou este piedoso , fiel eSoberano zeloso , e convocou a ele de
todas as partes os principais governantes do sacerdócio ; de modo que, a graça de Cristo,
nosso Senhor comum, nos inspira, podemos rejeitar toda praga da falsidade das ovelhas
de Cristo e alimentá-las com as ternas folhas da verdade . E isso nós fizemos com um
consentimento unânime, afastando doutrinas errôneas e renovando a fé infalível dos
Padres, publicando a todos os homens o Credo dos Trezentos e dos Dezoito, e ao seu
número acrescentando, como seus pares, os Padres que recebeu o mesmo resumo de
religião. Tais são os cento e cinquenta santosPais que depois se reuniram na grande
Constantinopla e ratificaram a mesma fé . Além disso, observando a ordem e toda forma
relacionada à fé , que foi observada pelo santo sínodo anteriormente realizado em Éfeso ,
do qual Celestino de Roma e Cirilo de Alexandria, de sagradamemória, eram os líderes,
nós declaramos que a exposição de a fé correta e irrepreensível feita pelos Trezentos e os
dezoito santos e santos Padres, reunidos em Nice no reinado de Constantino
de memória piedosa , será preeminente: e que essas coisas serão também de força, que
foram decretadas pelo Cento e cinquenta santosPadres em Constantinopla, pelo
desenraizamento das heresias que haviam surgido e pela confirmação da
mesma fé católica e apostólica nossa.

O Credo dos trezentos e dezoito Padres em Nice.

Nós acreditamos em um só Deus , etc.

Item , o Credo dos cento e cinquenta padres santos que estavam reunidos em
Constantinopla.

Nós acreditamos em um só Deus , etc.

Esta fórmula sábia e salutar da graça divina bastava para o


perfeito conhecimento e confirmação da religião; pois ensina a [doutrina]
perfeita a respeito do Pai, do Filho e do Espírito Santo , e apresenta a
Encarnação do Senhor aos que a recebem fielmente. Mas, uma vez que
as pessoas que promovem a pregação da verdade , através de
suas heresias individuais, deram origem a balbucios vazios; alguns deles
ousando corromper o mistério da encarnação do Senhor por nós e recusando
[usar] o nome de Mãe de Deus ( Θεοτόκοςem referência à Virgem, enquanto
outros, trazendo confusão e mistura, e concebendo ociosamente que
a natureza da carne e da Divindade é uma só, sustentando que a natureza
divina do Unigênito é, por mistura, capaz de sofrimento; portanto,
este sínodo atual , santo , grande e ecumênico, desejando excluir todo artifício
contra a Verdade, e ensinando o que é imutável desde o princípio, decretou,
desde o princípio, que a fé dos Trezentos e Dezoito Padres será preservada. . E
por causa dos que contendem contra o Espírito Santo , confirma a doutrina
posteriormente entregues relativas à substância do Espírito pelo Cento e
Cinquenta santoPais que se reuniram na cidade imperial; qual doutrina eles
declararam a todos os homens , não como se eles estivessem introduzindo algo
que faltava em seus antecessores, mas a fim de explicar através de
documentos escritos sua fé sobre o Espírito Santo contra aqueles que estavam
procurando destruir sua soberania. E, por conta daqueles que tomaram a mão
para corromper o mistério da dispensação [ie a Encarnação] e que
descaradamente fingem que aquele que nasceu da santa Virgem Maria era um
mero homem, recebe as cartas sinodais do Beato. Cirilo, Pastor da Igreja de
Alexandria , dirigido a Nestórioe os orientais, julgando-os adequados, para a
refutação da loucura frenética de Nestório , e para a instrução daqueles
que desejam o santo ardor pelo conhecimento do símbolo salvador . E, para a
confirmação das doutrinas ortodoxas , foi justamente acrescentada a estas a
carta do Presidente da grande e antiga Roma, o mais abençoado
e santoArcebispo Leão, dirigida ao arcebispo Flaviano de abençoada memória,
para a remoção de as falsas doutrinas de Eutiques, julgando-as agradáveis à
confissão do grande Pedro e, por assim dizer, um pilar comum contra os
incrédulos. Porque se opõe àqueles que se renderiammistério da dispensação
em um Duad of Sons; repele da sagrada assembléia aqueles que ousam dizer
que a divindade do Unigênito é capaz de sofrer; resiste àqueles
que imaginam uma mistura ou confusão das duas naturezas de Cristo; afasta
aqueles que imaginam que sua forma de servo é celestial ou alguma substância
diferente da que foi tirada de nós, e anatematiza aqueles que tolamente falam
de duas naturezas de nosso Senhor antes da união, concebendo que após a
união lá foi apenas um.

Seguindo os santos Padres, ensinamos com uma só voz que o Filho [de Deus]
e nosso Senhor Jesus Cristo devem ser confessados como uma e a mesma
[Pessoa], que ele é perfeito em Deus e perfeito na humanidade, muito Deus e
muito homem , de uma almarazoável e corpo [ humano ] consistindo,
consubstancial ao Pai, como tocando sua divindade, e consubstancial conosco
ao tocar sua masculinidade; feito em todas as coisas como nós, exceto
o pecado ; gerado de seu pai antes dos mundos de acordo com sua divindade;
mas nestes últimos dias para nós homens e para nossa salvação nascida [no
mundo] da Virgem Maria , a Mãe de Deusde acordo com sua masculinidade.
Este e o mesmo Jesus Cristo , o Filho Unigênito [de Deus] devem ser
confessados em duas naturezas , inconfundivelmente, imutável, indivisível,
inseparavelmente [unida], e sem que a distinção de naturezas seja tirada por
tal união. , mas sim a propriedade peculiar de cada natureza sendo preservada
e unida em uma pessoa e subsistência, não separadas ou divididas em
duas pessoas , mas um e o mesmo Filho e unigênito, Deus a Palavra , nosso
Senhor Jesus Cristo , como o Os profetas do tempo antigo falaram sobre ele, e
como o Senhor Jesus Cristo nos ensinou, e como o Credo dos Pais nos
entregou.

Estas coisas, portanto, tendo sido expressas por nós com a maior exatidão e
atenção, o santo Sínodo Ecumênico define que ninguém deve sofrer para
apresentar uma fé diferente ( ἑτέραν πίστιν ), nem escrever, nem juntar, nem
excogite, nem o ensine aos outros. Mas aqueles que ousam tanto reunir
outra fé , ou apresentar, ensinar ou entregar um Credo diferente ( ἕτερον
σύμβολον ) para desejar converter-se ao conhecimento da verdade ,
dos gentios , judeus ou qualquer heresia. seja o que for, se forem bispos ouos
clérigos são deposto , os bispos do episcopado e os clérigos do clero ; mas se
forem monges ou laicos : sejam anatematizados .

Após a leitura da definição, todos os Bispos mais religiosos gritaram: É a fé dos


pais: que os metropolitanos a subscrevam imediatamente: deixem-nos
imediatamente, na presença dos juízes, subscrevê-lo: deixe aquilo que tem
sido bem definidos não têm demora: esta é a fé dos Apóstolos: por isso todos
nós estamos: assim todos cremos .

Sessão VI

[ O Imperador estava presente pessoalmente e dirigiu-se ao Conselho e depois


sugeriu legislação sob três cabeças, cujos rascunhos foram lidos .]

Após esta leitura, as capitulas foram entregues pelo nosso príncipe mais
sagrado e piedoso ao mais amado de Deus Anatolius, arcebispo da realeza real,
que é Nova Roma, e todos os bispos mais amados gritaram: Muitos anos para o
nosso imperador e Imperatriz, o piedoso , o cristão . Que Cristo a quem você
serve mantenha você. Essas coisas são dignas da fé . Para o padre, o
imperador. Você endireitou as igrejas , vencedor de seus inimigos, professor
da fé . Muitos anos para a imperatriz piedosa , a amante de Cristo . Muitos
anos para ela que é ortodoxa. Que Deus salve seu reino. Você derrubou
os hereges , manteve a fé . Que o ódio esteja longe do seu império e que o seu
reino durma para sempre!

Nosso mais sagrado e piedoso príncipe disse ao santo sínodo: Para


a honra do santo mártir Euphemia e de sua santidade , decretamos que a
cidade de Calcedônia, na qual se realizou o sínodo da santa fé , tenha as
honras. de uma metrópole, no nome só dando-lhe essa honra , preservando-
se a dignidade própria da cidade de Nicomédia .

Todos gritaram, etc., etc.

Decreto sobre a Jurisdição de Jerusalém e Antioquia

Sessão VII

Os mais magníficos e gloriosos juízes disseram: ... O arranjo chegou através do


acordo do mais sagrado Maximus, o bispo da cidade de Antioquia , e do
mais sagrado Juvenal, o bispo de Jerusalém, como a atestação de cada um
deles. eles declaram, permanecerão firmes para sempre, através de nosso
decreto e da sentença do santo sínodo; a saber, que
o santíssimo bispoMaximus, ou melhor, a mais sagrada igreja de Antioquia ,
terá sob sua jurisdição as duas Fenícias e a Arábia; mas o
mais sagradoJuvenal, bispode Jerusalém, ou melhor, a Igreja mais santa que
está sob ele, terá sob seu próprio poder as três Palestinas, todas as
pragmáticas imperiais e cartas e penalidades sendo eliminadas de acordo com a
ordem do nosso mais sagrado e piedosopríncipe.

Os Ballerini, em suas anotações para as Obras de São Leão (Migne, Pat. Lat .,
LV., Col. 733 e segs .), Citam fragmentos dos Atos deste conselho, que, se
podem ser confiáveis, mostram que esta questão dos direitos de Antioquia e
Jerusalém foi tratada novamente em uma sessão posterior (em 31 de outubro)
e determinada da mesma forma. Esses fragmentos foram geralmente recebidos
como genuínos e foram inseridos por Mansi (Tom. Vii., 722 C.) em
sua Concilia .

O Decreto com relação ao Bispo de Éfeso.

Sessão XII
Os juízes mais gloriosos disseram: Desde a proposição do amado arcebispo da
realeza real Constantinopla, Anatólio, e do mais reverendo bispo Paschasino,
ocupando o lugar de Leão, o mais amado arcebispo da velha Roma, que ordena
isso porque ambos deles [isto é, Bassiano e Estevão] agiram sem canonismo,
nenhum deles deveria governar, nem ser chamado bispo da santíssimaigreja de
Éfeso, e visto que todo santo sínodo ensinava que uncanonicamente eles
haviam realizado essas ordenações, e concordado com o discursos
dos bispos mais reverendos; o mais reverendo Bassiano e o mais reverendo
Estevão serão removidos da santa igreja de Éfeso; mas gozarão da dignidade
episcopal, e das receitas da igreja santíssima antes mencionada , para seu
alimento e consolação, receberão anualmente duzentos pedaços de ouro; e
outro bispo será ordenado de acordo com os cânones da igreja mais santa .

E todo o sínodo sagrado gritou: Esta é uma frase justa . Este é


um esquema piedoso . Essas coisas são justas de se ver.

O bispo mais reverendo Bassianus disse: Ore para ordenar que o que foi
roubado de mim seja restaurado.

Os juízes mais gloriosos disseram: Se alguma coisa pertencente ao mais


reverendo bispo Bassianus foi pessoalmente tirada dele, seja pelo mais
reverendo bispo Estêvão, ou por qualquer outra pessoa , isto será restaurado,
após prova judicial , por aqueles que tomaram afastou-a ou fez com que ela
fosse tirada.

Decreto com relação a Nicomedia

Sessão XIII

Os juízes mais gloriosos disseram [depois que a leitura das cartas imperiais foi
terminada]: Essas cartas divinas nada dizem a respeito do episcopado , mas
ambas se referem à honra pertencente às cidades metropolitanas. Mas as
cartas sagradas de Valentiniano e Valente da memória divina, que conferiam
direitos metropolitanos à cidade de Nice, previam cuidadosamente que nada
fosse tirado de outras cidades. E o cânon dos santos padres decretou que
deveria haver uma metrópole em cada província. Qual é, portanto, o prazer
do santo santo neste assunto?
O santo santo gritou: Que os cânones sejam mantidos. Deixe os cânones serem
suficientes.

Atticus, o bispo mais reverendo da antiga Nicopolis em Épiro, disse: O cânon


assim define que um metropolitano deve ter jurisdição em cada província e
deve constituir todos os bispos que estão nessa província. E este é o significado
do cânon. Agora o bispo de Nicomédia , já que desde o início esta era uma
metrópole, deveria ordenar todos os bispos que estão naquela província.

O santo sínodo disse: É isso que todos nós desejamos, todos nós rezamos , que
isso seja observado em toda parte, isso é agradável a todos nós.

João, Constantino, Patrick [Pedro] e os demais bispos mais reverendos da


diocese pôntica [através de João, que era um deles] disseram: Os cânones
reconhecem o mais antigo como o metropolitano. E é evidente que o bispo mais
religioso de Nicomédia tem o direito da ordenação, e desde que as leis (como a
sua magnificência tem visto) honraram Nice com o nome apenas de metrópole,
e assim fez seu bispo superior ao resto do mundo. bispos da província
em honra apenas.

O santo sínodo disse: Eles ensinaram de acordo com os cânones, belamente


eles ensinaram. Nós todos dizemos as mesmas coisas.

[ Aécio, Arcebispo de Constantinopla, em seguida, fez um apelo para salvar os


direitos do trono da cidade real .]

Os juízes mais gloriosos disseram: O mais reverendo o bispo de Nicomédia terá


a autoridade metropolitana sobre as igrejas da província da Bitínia, e Nice só
terá a honra de hierarquia metropolitana, submetendo-se de acordo com o
exemplo dos outros bispos de a província de Nicomédia . Pois tal é o prazer do
Santo Sínodo.

Sessão XV

Os 30 cânones do Santo e Quarto Sínodo, de Calcedônia.

Canon 1
Julgamos certo que os cânones dos Santos Padres, feitos em todo sínodo até
agora, devem permanecer em vigor.

Antes da realização do Concílio de Calcedônia , na Igreja Grega, os cânones de


vários sínodos, que eram mantidos anteriormente, foram reunidos em uma
coleção e fornecidos com números contínuos, e tal coleção de cânones, como
vimos, ficou antes o Sínodo de Calcedônia. Como, no entanto, a maioria dos
sínodos cujos cânones foram recebidos na coleção, por exemplo , os de
Neocæsarea, Ancyra, Gangra, Antioquia , certamente não eram Concílios
Ecumênicos, e foram até certo ponto de autoridade duvidosa, como o Sínodo
Antioceno de 341 , a confirmação do Sínodo Ecumênico foi-lhes agora dada, a
fim de elevá-los à posição de regras eclesiásticas universalmente e
incondicionalmente válidas . É admiravelmente notado pelaImperador
Justiniano , em seu 131º romance, cap. j .; Nós honrar os decretos doutrinais
dos quatro primeiros Concílios como fazemos Sagrada Escritura , mas os
cânones dado ou aprovado por eles como nós fazemos as leis .

Parece impossível determinar exatamente quais conselhos estão incluídos nesta


lista, o Conselho em Trullo removeu completamente essa ambigüidade em seu
segundo cânon.

Canon 2

Se algum Bispo ordenar por dinheiro, e colocar à venda uma graça que não
possa ser vendida, e por dinheiro ordenar um bispo , ou chorepiscopus ,
ou presbíteros , ou diáconos , ou qualquer outro daqueles que são contados
entre o clero ; ou se pela luxúria ele deve nomear por dinheiro um mordomo,
ou advogado, ou prosmonarius, ou qualquer um que esteja no rol
da IgrejaDeixe aquele que é condenado por isso perder sua própria posição; e
quem quer que seja ordenado, não se beneficie da ordenação ou promoção
adquirida; mas que ele seja removido da dignidade ou acusação que obteve por
dinheiro. E se alguém for encontrado negociando tais transações vergonhosas e
ilegais, que ele também, se ele for um clérigo , seja deposto de sua posição, e
se ele for um leigo ou monge , seja anatematizado .

De acordo com Van Espen , no entanto, quem aqui se apoia em Du Cange,


por prosmonarios ou mansionarius, da mesma maneira que por oiconomos, um
mordomo da propriedade da igreja deveria ser entendido.
Canon 3

Chegou ao [ conhecimento ] do santo Sínodo que alguns dos que estão


matriculados no clero , através da luxúria , se tornam aliados das posses de
outros homens, e fazem contratos relativos a assuntos seculares, estimando
levianamente o serviço de Deus.e escorregar para as casas
das pessoas seculares , cuja propriedade eles empreendem por meio
da cobiça para administrar. Portanto, o grande e santo Sínodo decreta que
doravante nenhum bispo , clérigo ou mongedeve contratar bens, ou se envolver
em negócios, ou ocupar-se em compromissos mundanos, a menos que ele seja
chamado pela lei para a tutela de menores, do qual não há escapatória; ou a
menos que o bispo da cidade lhe dedique o cuidado dos negócios eclesiásticos ,
ou de órfãos ou viúvas semajuda e de pessoas que necessitam especialmente
da ajuda da Igreja, através do temor de Deus . E se qualquer um transgredir
estes decretos, ele será submetido a penas eclesiásticas .

Canon 4

Que aqueles que verdadeiramente e sinceramente levam a vida monástica


sejam contados dignos de se tornarem honra ; mas, visto que
certas pessoas, usando o pretexto do monaquismo, causam confusão tanto nas
igrejas quanto nos assuntos políticos, percorrendo promiscuamente as cidades
e, ao mesmo tempo, procurando estabelecer mosteiros para si; decretou-se
que ninguém em qualquer lugar construísse ou encontrasse um mosteiro ou
oratória contrária à vontade do bispo da cidade; e que os monges de todas as
cidades e distritos estejam sujeitos ao bispo e adotem um curso tranqüilo de
vida, e se entreguem apenas ajejum e oração permanecendo
permanentemente nos lugares em que foram separados; e não se meterão
em assuntos eclesiásticos nem em assuntos seculares, nem deixarão seus
próprios mosteiros para participar de tais atividades; a não ser que, de fato,
devam a qualquer momento, por necessidade urgente, ser nomeado
pelo bispo da cidade. E nenhum escravo será recebido em
qualquer mosteiro para se tornar um monge contra a vontade do seu mestre. E
se alguém transgredir este nosso julgamento, nós decretamos que ele
será excomungado , para que o nome de Deus não seja blasfemado . Mas
o bispoda cidade deve fazer a provisão necessária para os mosteiros .
Hefele : Como o cânon anterior, este foi apresentado pelo imperador Marciano
na sexta sessão, e depois como número um, e o sínodo aceitou o cânon
proposto pelo imperador quase que verbalmente. A ocasião para este cânon
parece ter sido dada por monges de tendências eutiquianas, e especialmente
pelos sírios de Barsumas, como aparece na quarta sessão. Ele e
seus mongeshaviam se retirado da jurisdição de seus bispos , suspeitos de
nestorianismo , quando os eutiquianos se retiraram .

Canon 5

Com relação aos bispos ou clérigos que se deslocam de cidade em cidade, é


decretado que os cânones promulgados pelos Santos Padres ainda conservarão
sua força.

É suposto por Hefele que os bispos estavam pensando no caso de Bassian, que,
na décima primeira sessão (29 de outubro), alegou que ele havia sido
violentamente expulso da sé de Éfeso. Estevão, o verdadeiro bispo , respondeu
que Bassian não havia sido ordenado para aquela sé , mas o invadira e
foi justamente expulso. Bassian voltou a reunir sua consagração original para a
sé de Evasa até a brutalidade; que ele nunca tinha visitado Evasa, que,
portanto, sua nomeação para Éfeso não era uma tradução. Em última análise, o
Conselho cortou o nó, ordenando que um novo bispodeve ser eleito, Basalan e
Stephen reter o título episcopal e receber subsídios das receitas da Sé (Mansi,
vii. 273 e segs .)

Canon 6

Nenhum presbítero , diácono , nem qualquer um da ordem eclesiástica deve ser


ordenado em geral, nem a menos que a pessoa ordenada seja particularmente
designada para uma igreja em uma cidade ou vila, ou para um martírio, ou
para um mosteiro . E se alguém foi ordenado sem acusação, o santo Sínodo
decreta, para o opróbrio do ordenador, que tal ordenação seja inoperante, e
que tal não deve ser realizado em parte alguma para oficiar.

HEFELE .

É claro que nosso cânon proíbe as chamadas ordenações absolutas e exige que
todo clérigo, no momento de sua ordenação, seja designado para uma igreja
definida. O único titulo que é aqui reconhecido é o que mais tarde
foi conhecido como titulus beneficii . Como vários tipos deste título,
encontramos aqui (a) a nomeação para uma igreja na cidade; (b) para uma
igreja da aldeia; (c) que para a capela de um mártir ; (d) a nomeação como
capelão de um mosteiro . Para o correto entendimento do último ponto, deve
ser lembrado que os primeiros monges não eram clérigosmas logo o costume
foi introduzido em cada convento maior, de ter pelo menos
um monge ordenado presbítero , para que ele pudesse providenciar o serviço
divino no mosteiro .

Brilhante.

Pela palavra μαρτυρίῳ ( martírio ) entende-se uma igreja ou capela erguida


sobre o túmulo de um mártir . Assim, o Conselho Laodicene proíbe os clérigos
de visitarem os mártires dos hereges (can. Ix.). Então Gregório de Nissa fala
do martírio dos Santos Mártires ( Op . Ii., 212); Crisóstomo de um martírio, e
Palladius de mártires perto de Antioquia ( em Act. Apost. Hom ., Xxxviii.
5; Dial. , P. 17), e Palladius do martírio de São João em Constantinopla ( Dial. ,
P. 25 ). Veja Sócrates, iv. 18, 23, noo martírio de São Tomás em Edessa e o da
SS. Pedro e Paulo em Roma ; e vi. 6, sobre o martírio de St. Euphenia em
Calcedônia em que o Conselho realmente se reuniu. No sentido distinto de um
testemunho visível, a palavra foi aplicada à igreja da ressurreição em Jerusalém
(Eusébio, Vit. Con ., Iii. 40, iv. 40; Mansi, vi. 564; Cirilo, Catech ., Xiv. 3), e ao
próprio Santo Sepulcro ( Vit. Con ., Iii. 28). Igrejas levantadas
sobre os túmulos dos mártires foram chamadas no memorty martyrum do
Ocidente , veja o Cod. Afric., Lxxxiii. (compare Agostinho, De Cura pro Mortuis ,
VI.).

Canon 7

Decretamos que aqueles que já foram inscritos no clero , ou que tenham sido
feitos monges , não aceitarão nenhuma acusação militar nem qualquer
dignidade secular; e se pretenderem fazê-lo e não se arrependerem de tal
maneira que se voltem novamente àquilo que escolheram pela primeira vez
pelo amor de Deus , serão anatematizados .

Canon 8
Que o clero dos pobres, mosteiros e martírios permaneçam sob a autoridade
dos bispos em todas as cidades, de acordo com a tradição dos santos Padres; e
que ninguém arrogantemente rejeite o governo de seu próprio bispo ; e se
algum deles violar esse canon de qualquer forma e não estiver sujeito a seu
próprio bispo , se forem clero , sejam sujeitos a censura canônica e, se
forem monges ou leigos , sejam excomungados .

Canon 9

Se algum clérigo tiver um assunto contra outro clérigo , ele não deixará
seu bispo e fugirá para tribunais seculares; mas deixe que ele primeiro abra o
assunto diante de seu próprio Bispo, ou deixe o assunto ser submetido a
qualquer pessoa que cada uma das partes possa, com o consentimento do
Bispo, selecionar. E se alguém violar esses decretos, sujeite-se a penalidades
canônicas. E se um clérigo tiver uma queixa contra o seu ou qualquer
outro bispo , que seja decidido pelo sínodo da província. E se
um bispo ou clérigoDeveria ter uma diferença com o metropolitano da
província, que ele recorresse ao Exarca da Diocese, ou ao trono da Cidade
Imperial de Constantinopla, e ali seja tentado.

Canon 10

Não será permitido que um clérigo seja ao mesmo tempo matriculado nas
igrejas de duas cidades, isto é, na igreja em que ele foi primeiro ordenado, e
em outro para o qual, porque é maior, ele removeu da luxúria da honra vazia .
E aqueles que o fizerem serão devolvidos à sua própria igreja na qual foram
originalmente ordenados, e lá somente eles ministrarão. Mas, se alguém foi
removido de uma igreja para outra, ele não deve interferir nos assuntos de sua
antiga igreja, nem com os mártires, almshouses e albergues que pertencem a
ela. E se, após o decreto deste grande e sínodo Sínodo, alguém ousar fazer
alguma dessas coisas agora proibidas, o Sínodo decreta que ele será degradado
de sua posição.

Aqui surge uma nova instituição, da qual houve muitos casos. Juliano tinha
dirigido hospícios pagãos ( ξενοδοχεῖα ) para ser estabelecido
no modelo cristão ( Epist . Xlix.). O Basiliad em Cæsarea era
um ξενοδοχεῖον bem como um πτωχεῖον ; continha καταγώγια τοῖς ξένοις , bem
como para os viajantes, e aqueles que precisavam de ajuda por causa da
doença, e Basil distinguia várias classes de pessoas envolvidas em ministrações
de caridade, incluindo aquelas que escoltavam o viajante em seu caminho
( τοὺς παραπέμποντας , Epist . xciv . Jerônimo escreve para Pammachius:Ouvi
dizer que você fez um "xenodochion" no porto de Roma e acrescenta que ele
mesmo construiu um diversorium para peregrinos em Belém ( Epist . Xvi., 11,
14). Crisóstomo lembra aos seus auditores em Constantinopla que há uma
habitação comum consagrados pela Igreja , e chamado de xenon ( em Act.
Hom ., Xlv. 4). Seu amigo Olympias era generoso com a xenotrophia ( Hist.
Lausiac , 144). Houve um xenodochion perto da igreja do assentamento
monástico em Nitria ( ib.7). Ischyrion, em seu memorial lido na sessão
tridimensional de Calcedônia, reclama de seu patriarca Dioscorus por ter
aplicado mal os fundos deixados por uma senhora caridosa no Egito , e diz que
ele próprio havia sido confinado por Dióscoro em um xenônio para leprosos (
Mansi, vi. 1013, 1017). Justiniano menciona xenodochia em Cod., I. 3, 49 e
seus guardas em Novell., 134, 16. Gregório, o Grande, ordena que os relatos
de xenodochia sejam auditados pelo bispo ( Epist . Iv., 27). Carlos, o Grande,
prevê a restauração da senodochia decadente (Capitul. De 803; Pertz, Leg., I.
110); e AlcuínoExorta seu pupilo, o arcebispo Eanbald, a pensar onde, na
diocese de York, ele poderia estabelecer xenodochia, id est, hospitalia ( Epist.
L. ).

Canon 11

Decretamos que os pobres e os que necessitem de assistência viajem, após


exame, com cartas meramente pacíficas da igreja, e não com cartas elogiosas,
visto que as cartas recomendáveis devem ser dadas apenas a pessoas que
estão abertas a suspeitas.

Canon 12

Chegou ao nosso conhecimento que certas pessoas , contrárias


às leis da Igreja , tendo recorrido a poderes seculares, por meio de rescritos
imperiais dividiram uma Província em duas, de modo que há,
consequentemente, dois metropolitas em uma província; portanto,
o santo Sínodo decretou que, no futuro, tal coisa não será tentada por
um bispo , visto que aquele que a empreender será degradado de sua
posição. Mas as cidades que já foram honradas por meio de cartas imperiais
com o nome de metrópole, e os bispos encarregados delas, tomarão o título,
todos os direitos metropolitanos sendo preservados para
o verdadeiro Metrópole.

Canon 13

Clérigos estranhos e desconhecidos, sem cartas elogiosas de seu próprio bispo,


são absolutamente proibidos de oficiar em outra cidade.

Canon 14

Visto que em certas províncias é permitido aos leitores e cantores casar,


o santo Sínodo decretou que não será lícito a qualquer um deles tomar uma
esposa heterodoxa. Mas aqueles que já geraram filhos de tal casamento, se já
tiveram seus filhos batizados entre os hereges , devem trazê-los para a
comunhão da Igreja Católica ; mas se eles não os batizaram , não podem, no
futuro, batizá-los entre os hereges , nem os dar em casamento a um herege , a
um judeu ou a um pagão , a menos que a pessoa se case com
os ortodoxos.criança prometerá vir para a fé ortodoxa . E se alguém transgredir
este decreto do santo sínodo, sujeite-o à censura canônica.

Canon 15

Uma MULHER não receberá a imposição de mãos como uma diaconisa


com menos de quarenta anos de idade, e somente depois de examinar o
exame. E se, depois de ter colocado as mãos sobre ela e continuar por algum
tempo a ministrar, ela desprezará a graçade Deus e se entregará em
casamento, ela será anatematizada e o homem unido a ela.

Canon 16

Não é lícito para uma virgem que se dedicou ao Senhor Deus , nem para
os monges , para casar; e se eles forem encontrados para ter feito isso,
sejam excomungados . Mas nós decretamos que em todo lugar o bispo terá o
poder de indulgência para com eles.
Canon 17

As paróquias periféricas ou rurais devem, em todas as províncias, permanecer


sujeitas aos bispos que agora têm jurisdição sobre elas, particularmente se
os bispos as governarem de maneira pacífica e contínua pelo espaço de trinta
anos. Mas se dentro de trinta anos houve ou há alguma disputa a respeito
deles, é lícito para aqueles que se sentem ofendidos por trazer sua causa antes
do sínodo da província. E se alguém for injustiçado por seu metropolita, que a
questão seja decidida pelo exarca da diocese ou pelo trono de Constantinopla,
como dito anteriormente. E se alguma cidade foi ou será novamente erigida
pela autoridade imperial, que a ordem das paróquias eclesiásticas siga o
exemplo político e municipal.

Canon 18

O crime de conspiração ou união é totalmente proibido até mesmo pela lei


secular, e muito mais deve ser proibido na Igreja de Deus . Portanto, se
algum deles , clérigos ou monges , deve ser detectado em conspirar ou se unir,
ou traçar planos contra seus bispos ou clérigos , eles devem ser destituídos de
sua própria posição.

Canon 19

Considerando que chegou aos nossos ouvidos que nas províncias os Sínodos
Canônicos dos Bispos não são mantidos, e que, nesse sentido,
muitos assuntos eclesiásticos que precisam de reforma são negligenciados;
portanto, de acordo com os cânones dos santos Padres, o santo Sínodo decreta
que os bispos de todas as províncias se reúnam duas vezes no ano juntos, onde
o bispo da Metrópole aprovará, e então resolverão quaisquer assuntos que
possam ter surgido. E os bispos que não comparecerem, mas permanecerem
em suas próprias cidades, embora estejam bem de saúde e livres de qualquer
assunto inevitável e necessário, receberão uma admoestação fraternal.

Canon 20
Não será lícito, como já decretamos, que os clérigos que oficiam em uma igreja
sejam designados para a igreja de outra cidade, mas se apegarão àquilo em
que foram considerados dignos de ministrar; aqueles, no entanto, sendo
excetuados, que foram motivados por necessidade de seu próprio país, e
portanto foram removidos para outra igreja. E se, após este decreto,
qualquer bispo receber um clérigo pertencente a outro bispo , é decretado que
tanto o recebido como o recebedor serão excomungados até que o clérigo que
tenha removido retorne à sua própria igreja.

Canon 21

CLÉRIGOS e leigos trazendo acusações contra bispos ou clérigos não estão a ser
recebido vagamente e sem exame, como acusadores, mas o seu próprio
personagem deve primeiro ser investigada.

Canon 22

Não é lícito aos clérigos, após a morte de seu bispo , apoderar-se do que lhe
pertence, como foi proibido também pelos antigos cânones; e aqueles que o
fizerem estarão em perigo de degradação de sua própria posição.

Canon 23

Chegou à audiência do Santo Sínodo que certos clérigos e monges , não tendo
autoridade de seu próprio bispo , e algumas vezes, de fato, sob sentença
de excomunhão por ele, se dirigem à Constantinopla imperial, e permanecem lá
por um longo tempo. tempo, levantando distúrbios e incomodando
o estado eclesiástico , e virando as casas dos homens de cabeça para baixo.
Portanto, o Santo Sínodo determinou que tais pessoas sejam primeiro
notificadas pelo Advogado dos santosIgreja de Constantinopla para partir da
cidade imperial; e se continuarem desavergonhadamente nas mesmas práticas,
serão expulsos pelo mesmo Advogado, mesmo contra a vontade deles, e
retornarão aos seus próprios lugares.

Canon 24
OS MOSTEIROS , que já foram consagrados com o consentimento do bispo ,
permanecerão como mosteiros para sempre, e a propriedade que lhes pertence
será preservada e nunca mais se tornarão habitações seculares. E aqueles que
permitirem que isso seja feito estarão sujeitos apenalidades eclesiásticas .

Canon 25

VISTO que alguns dos metropolitanos, como ouvimos, negligenciam os rebanhos


que lhes foram cometidos e atrasam as ordenações dos bispos, o santo Sínodo
decidiu que as ordenações dos bispos ocorrerão dentro de três meses, a menos
que uma necessidade inevitável deva algum tempo exigir o prazo de atraso a
ser prolongado. E se ele não fizer isso, ele estará sujeito
a penalidades eclesiásticas , e a renda da igreja viúva será mantida em
segurança pelo mordomo da mesma Igreja.

Canon 26

PORQUANTO ouvimos que em certas igrejas os bispos administravam os negócios


da igreja sem administradores, parecia bom que toda igreja que tivesse
um bispo tivesse também um mordomo de seu próprio clero , que administraria
os negócios da igreja sob a sanção de seu próprio bispo ; para que a
administração da igreja não fique sem testemunha ; e que assim os bens da
igreja não sejam desperdiçados, nem se faça censurar ao sacerdócio ; e se ele
[isto é, o bispo] não fizer isso, ele será submetido aos cânones divinos.

Canon 27

O santo Sínodo decretou que aqueles que forçosamente carregam


as mulheres sob pretexto de casamento, e os ajudantes ou ajudantes de tais
violadores, serão degradados se forem clérigos, e se
os leigos forem anatematizados .

Canon 28

SEGUINDO em todas as coisas as decisões dos santos Padres, e reconhecendo o


cânon, que acabou de ser lido, dos Cem e Cinqüenta Bispos amados-de-Deus
(que se reuniram na cidade imperial de Constantinopla, que é a Nova Roma,
em Na época do imperador Teodósio da felicidade da memória), também
realizamos e decretamos as mesmas coisas com relação aos privilégios da
mais sagrada Igreja de Constantinopla, que é a Nova Roma. Pois os Padres
deram justamente privilégios ao trono da antiga Roma, porque era a cidade
real. E os Cinquenta e Cinqüenta Bispos mais religiosos, atuados pela mesma
consideração, deram privilégios iguais ( ἴσα πρεσβεῖα ) ao mais sagradoo trono
de Nova Roma, justamente julgando que a cidade que é honrada com a
Soberania e o Senado, e desfruta de privilégios iguais com a antiga Roma
imperial, deveria em assuntos eclesiásticos também ser ampliada como ela é, e
posicionar-se depois dela; de modo que, na Pontic, a asiática, e os
trácios dioceses , apenas e tais os metropolitas bispos também das dioceses
acima designados como estão entre os bárbaros, deve ser ordenado sacerdote
pelo mencionado mais santo trono da mais santa Igreja de Constantinopla;
cada metropolita das dioceses acima mencionadas , juntamente com
os bisposda sua província, ordenando o seu própriobispos , como foi declarado
pelos cânones divinos; mas que, como foi dito acima, os metropolitas das
dioceses acima mencionadas deveriam ser ordenados pelo arcebispo de
Constantinopla, depois que as eleições apropriadas foram realizadas de acordo
com o costume e lhe foram comunicadas.

Canon 29

É um sacrilégio degradar um bispo ao posto de presbítero ; mas, se forem por


justa causa removidas das funções episcopais, tampouco devem ter a posição
de um presbítero; e se eles foram deslocados sem qualquer acusação, eles
serão restaurados à sua dignidade episcopal.

E Anatolius, o mais reverendo Arcebispo de Constantinopla, disse: Se aqueles


que supostamente foram removidos da dignidade episcopal para a ordem
do presbítero , foram de fato condenados por quaisquer causas suficientes,
claramente eles não são dignos da honra de um presbítero . Mas, se tiverem
sido forçados a ingressar no nível inferior sem justa causa , serão dignos, se
parecerem inocentes, receber novamente a dignidade e o sacerdócio do
episcopado.

E todos os bispos mais reverendos gritaram:


O julgamento dos pais está certo. Nós todos dizemos o mesmo. Os Padres
decidiram justamente. Deixe a sentença dos arcebispos prevalecer.

E os juízes mais magníficos e gloriosos disseram:

Que o prazer do Santo Sínodo seja estabelecido para sempre.

Da Quarta Sessão do mesmo Santo Sínodo, tendo referência à questão


dos Bispos Egípcios .

Os mais magníficos e gloriosos juízes e todo o Senado disseram:

Canon 30

Desde que os bispos mais religiosos do Egito adiaram para o presente a


assinatura da carta do Santíssimo Arcebispo Leão, não porque se opõem
à Fé Católica , mas porque declaram que é costume na diocese egípcia não
fazer tal coisa. sem o consentimento e a ordem de seu Arcebispo, e pedir para
ser dispensado até a ordenação do novo bispo da metrópole de Alexandria,
pareceu-nos razoável e gentil que esta concessão lhes fosse feita,
permanecendo em seu hábito oficial. na cidade imperial até que o Arcebispo da
Metrópole de Alexandria seja ordenado.

E o mais religioso bispo Paschasino, representante do trono apostólico


para Roma ], disse:

Se a sua autoridade sugere e ordena que qualquer indulgência seja mostrada a


eles, que eles dêem garantias de que eles não partirão desta cidade até que a
cidade de Alexandria receba um bispo.

E os juízes mais magníficos e gloriosos , e todo o Senado, disseram:

Deixe a sentença do mais sagrado Paschasinus ser confirmada.

E, portanto, que eles [isto é, os Bispos mais religiosos dos egípcios ]


permaneçam em seu hábito oficial, seja dando títulos, se puderem, ou sendo
obrigados pela obrigação de um juramento .

HEFELE .
Este parágrafo, como o anterior, não é um cânone apropriado, mas uma
repetição verbal de uma proposta feita na quarta sessão pelos comissários
imperiais, aperfeiçoada pelo legado Paschasinus e aprovada pelo Sínodo. Além
disso, esse chamado cânon não é encontrado nas coleções antigas e foi
provavelmente acrescentado aos vinte e oito cânones da mesma maneira e
pelas mesmas razões do precedente.

Brilhante.

O conselho poderia insistir com toda a simplicidade no dever de ouvir antes de


condenar (ver no Canon XXIX.); contudo, nessa ocasião, o bispo depois
do bispo deu vazão ao absolutismo insensível, a única desculpa para isso
consiste no fato de que as afrontas do Latrocínio estavam frescas em suas
mentes, e que três dos suplicantes egípcios , a quem eles estavam tão ansiosos
para aterrorizar. ou esmagamento, tinha realmente apoiado Dioscorus no
trágico 8 de agosto de 449. Não era da natureza humanaesquecer isso; mas o
resultado é uma mancha na história do Concílio de Calcedônia .

Sessão XVI

Paschasinus e Lucentius, os bispos mais reverendos , ocupando o lugar da Sé


Apostólica , disseram: Se sua magnificência assim o ordena, temos algo para
colocar diante de você.

Os juízes mais gloriosos , disseram: Diga o que você deseja. O


mais sagrado Paschasino, o bispo , ocupando o lugar de Roma, disse: Os
governantes do mundo, cuidando da santa fé católica , pela qual seu reino
e glória são aumentados, se dignaram a definir isto, para que a unidade através
de um a paz santa pode ser preservada através de todas as igrejas. Mas com
um cuidado ainda maior, sua clemência é concedida para prover o futuro, de
modo que nenhuma discussão possa surgir novamente entre os bispos de
Deus., nem quaisquer cismas, nem qualquer escândalo. Mas ontem, depois que
suas excelências e nossa humildade foram embora, diz-se que foram feitos
certos decretos, que consideramos feitos ao contrário dos cânones, e contrários
à disciplina eclesiástica . Solicitamos que sua magnificência ordene que essas
coisas sejam lidas, que todos os irmãos saibam se as coisas feitas são justas
ou injustas .
Os juízes mais gloriosos disseram: Se alguma coisa fosse feita depois da nossa
partida, que fosse lida.

E antes da leitura, Aécio, o Arquidiácono da Igreja de Constantinopla, disse: É


certo que as questões que tocam a fé receberam uma forma adequada. Mas é
costume nos sínodos, depois de definidas as coisas que são as mais
importantes de todas, que outras coisas também necessárias devem ser
examinadas e postas em forma. Temos, quero dizer, a mais sagrada Igreja de
Constantinopla tem manifestamente coisas para serem atendidas. Pedimos ao
senhor bispo ( κυρίοις τοις ἐπισκοποις ) de Roma , que se unisse a nós nesses
assuntos, mas eles recusaram, dizendo que não receberam instruções sobre o
assunto. Referimos o assunto à sua magnificência e você pede ao santo Sínodo
que considere este ponto. E quando sua magnificência foi adiante, como o caso
era de interesse comum, os bispos mais sagrados , levantando-se, rezaram
para que aquilo pudesse ser feito. E eles estavam presentes aqui, e isso foi
feito de maneira não oculta e secreta, mas no devido tempo e de acordo com
os cânones.

Os juízes mais gloriosos disseram: Que os atos sejam lidos.

[ O cânon (número XXVIII ), foi então lido, e as assinaturas, em todas as 192 ,


incluindo os bispos de Antioquia , Jerusalém e Heráclea, mas não Thalassius de
Cæsarea que posteriormente concordou. Apenas uma semana antes
de 350 assinaram a definição de fé . Quando o último nome foi lido, um debate
surgiu da seguinte forma . (Col. 810.).]

Lucêncio, o bispo e legado mais reverendo da Sé Apostólica , disse: Em


primeiro lugar, que sua excelência perceba que ela foi realizada contornando
os santos bispos, de modo que eles foram forçados a assinar os cânones ainda
não escritos, dos quais eles fez menção. [ O grego lê um pouco diferente ( eu
segui o latim como é suposto pelos críticos serem mais puros do que o grego
que temos agora ): Sua excelência percebeu quantas coisas foram feitas na
presença dos bispos , a fim de que ninguém pode ser forçado a assinar os
cânones acima mencionados; definindo por necessidade.]

Os bispos mais reverendos gritaram: Ninguém foi forçado.

Lucêncio, o bispo e legado mais reverendivo da Sé Apostólica , disse: É


manifesto que os decretos dos 318 foram postos de lado, e que só se menciona
os dos 150, que não se encontram em lugar algum. os cânones sinódicos, e que
foram feitos como eles reconhecem oitenta anos atrás. Portanto, se eles
desfrutaram desse privilégio durante esses anos, o que procuram agora? Se
eles nunca o usaram, por que procurá-lo? [ O grego lê : É manifesto que os
presentes decretos foram adicionados aos decretos do 318 e aos dos 150
depois deles, decretos não recebidos nos cânones sinódicos, estas coisas que
eles pretendem ser definidos. Se, portanto, nestes tempos eles usaram este
benefício, o que eles buscam agora que, de acordo com os cânones, não
usaram?]

Aécio, o arquidiácono da Igreja mais sagrada de Constantinopla, disse: Se,


sobre esse assunto, eles receberam algum comando, que sejam levados
adiante.

Bonifácio, presbítero e vigário da Sé Apostólica , disse: O papa mais abençoado


e apostólico, entre outras coisas, nos deu este mandamento. E ele leu no
mapa: As regras dos santos pais, sem precipitações, serão violadas ou
diminuídas. Deixe a dignidade de nossa pessoa de todos os modos ser
guardada por você. E se algum, influenciado pelo poder de sua própria cidade,
deve comprometer-se a fazer usurpações, aguente-o com firmeza adequada.

Os juízes mais gloriosos disseram: Que cada parte cite os cânones.

---------------------------------

Paschasinus, o mais reverendo bispo e representante, leu: Cânone Seis dos


318 santos pais, A Igreja Romana sempre teve a primazia. Portanto, que
o Egito se sustente para que o bispo de Alexandria tenha autoridade sobre
todos, pois esse também é o costume em relação ao bispo de Roma . Assim
também em Antioquia e nas outras províncias as igrejas das cidades maiores
têm a primazia. [ No grego 'deixe a primazia ser mantida nas igrejas.' uma
sentença que eu não entendo, a menos que isso signifique que, para a
vantagem das igrejas, os direitos primatiais de Antioquia devem ser
defendidos. Mas tal sentimento se esperaria encontrar mais no latim que no
grego .] E uma coisa é abundantemente clara, que se qualquer um tiver sido
ordenado bispo contrariamente à vontade do metropolita, este grande sínodo
decretou que tal um não deveria ser bispo . Se, entretanto, o juízo de todos os
seus [companheiros] for razoável e de acordo com os cânones, e se dois ou
três dissentirem por sua própria obstinação, então o voto da maioria
prevalecerá. Por um costume prevaleceu, e é uma tradição antiga, que
o bispo de Jerusalém seja honrado, que ele tenha sua conseqüente honra , mas
os direitos de sua própria metrópole devem ser preservados.

Constantino, o secretário, leu em um livro entregue por Aécio, o


arquidiácono; Cânone Seis dos 318 santos Padres. Que os antigos costumes
prevaleçam, os do Egito , de modo que o bispo de Alexandria tenha jurisdição
sobre todos, já que este também é o costume em Roma . Da mesma forma
em Antioquia e no resto das províncias, deixe o posto ( πρεσβεῖα ) ser
preservado para as igrejas. Pois é absolutamente claro que, se alguém
contrário à vontade do metropolitano for ordenado bispo , tal o grande sínodo
decretado não deve ser um bispo . Se, no entanto, pelo voto comum de todos,
fundado sobre a razão, e de acordo com os cânones, dois ou três movidos por
sua própria obstinação, fizerem oposição, deixe-se o voto da maioria.

A mesma secretária leu no mesmo códice a determinação do Segundo


Sínodo. Essas coisas que os bispos decretaram que se reuniram
pela graça de Deus em Constantinopla a partir de províncias distantes ... e
os bispos não devem ir a igrejas que estão fora dos limites de suas dioceses ,
nem confundir as igrejas , mas de acordo com os cânones o bispo de
Alexandria assumirá somente os negócios do Egito , e os bispos do Oriente
governarão somente a diocese oriental, as honras devidas à Igreja de
Antioquia serão guardadas de acordo com os cânones de Nicéia, e
os bispos asiáticos cuidarão de somente a diocese da Ásia e as de Pontus os
negócios de Pontus e os da Trácia apenas os assuntos da Trácia. Mas
os bispos não entrarão sem outra diocese para a ordenação, ou qualquer outra
função eclesiástica . E o supramencionado cânon concernente
às dioceses sendo observado, é evidente que o sínodo de todas as províncias
administrará os assuntos daquela província particular como decretado em
Nice. Mas as igrejas de Deus nas nações pagãs devem ser governadas de
acordo com o costume que prevaleceu desde os tempos dos Pais.O bispo de
Constantinopla, no entanto, terá a prerrogativa de honra depois do bispo de
Roma , porque Constantinopla é a nova Roma.

---------------------------------

Os juízes mais gloriosos disseram: Que os santíssimos bispos asiáticos e


pônticos que assinaram o tomo que acabamos de ler digam se deram suas
assinaturas de seu próprio julgamento ou foram compelidos por qualquer
necessidade. E quando estes entraram no meio, o mais reverendo Diógenes,
o bispo de Cyzicum , disse: Eu chamo Deus para testemunhar que eu assinei o
meu próprio julgamento. [ E assim por diante, um após o outro .]

O resto gritou: Nós assinamos de bom grado.

Os juízes mais gloriosos disseram: Como é manifesto que a assinatura de cada


um dos bispos foi dada sem qualquer necessidade, mas por vontade própria,
que os santíssimos bispos que não assinaram digam algo.

Eusébio, o bispo de Ancyra, disse: Estou prestes a falar, mas só para mim.

[ Seu discurso é uma explicação pessoal de sua própria ação em relação à


consagração de um bispo para Gangra .]

Os juízes mais gloriosos disseram: Do que foi feito e apresentado de cada lado,
percebemos que a primazia de todos ( πρὸ πάντων τὰ πρωτεῖα ) e
a honra principal ( τὴν ἐξαίρετον τιμὴν ) de acordo com os cânones, deve ser
mantida por o arcebispo mais amado por Deus da Velha Roma, mas
o arcebispo mais reverendo da cidade real Constantinopla, que é a nova Roma,
é desfrutar da honrada mesma primazia e ter o poder de ordenar os
metropolitanos no asiático. Dioceses pônticas e trácias, desta maneira: que
sejam eleitos pelo clero , e substancial ( κτητόρων ) e os homens mais distintos
de cada metrópole e, além disso, por todos os bisposmais reverendos da
província, ou a maioria deles, e que ele seja eleito quem os acima mencionados
considerarão digno do episcopado metropolitano e que ele deveria ser
apresentado por todos aqueles que o elegeram ao mais santo arcebispo da
realeza de Constantinopla, que ele poderia ser perguntado se ele [ou seja, o
Patriarca de Constantinopla] quisesse que ele deveria ser ordenado, ou por sua
comissão na província onde ele recebeu o voto para
o episcopado . Os bispos mais reverendos das cidades comuns devem ser
ordenados por todos os bispos mais reverendos da província ou pela maioria
deles, o metropolitano tendo o seu poder de acordo com o cânone estabelecido
dos pais, e fazendo com relação a tais ordenações sem comunicações ao
mais santoarcebispo da realeza real. Assim, a questão nos parece estar de
pé. Deixe o Santo Sínodo conceder para ensinar sua visão do caso.

Os bispos mais reverendos gritaram: Esta é uma frase justa . Então todos nós
dizemos. Essas coisas nos agradam a todos. Esta é uma
determinação justa . Estabelecer a forma proposta de decreto. Este é um
voto justo . Tudo foi decretado como deveria ser.Nós te imploramos para nos
deixar ir. Pela segurança do Imperador, vamos embora. Nós todos
permaneceremos nesta opinião, todos nós dizemos as mesmas coisas.

Lucêncio, o bispo , disse: A Sé Apostólica ordenou que todas as coisas fossem


feitas em nossa presença [ Esta frase é lida em latim: A Sé Apostólica não deve
ser humilhada em nossa presença. Eu não sei porque Canon Bright em suas
notas sobre Canon XXVIII.seguiu esta leitura ]; e, portanto, o que quer que
tenha sido feito ontem ao preconceito dos cânones durante nossa ausência,
suplicamos a vossa alteza que ordene que seja rescindido. Mas se não, deixe a
nossa oposição ser colocada em minutos, e oredeixe-nos saber claramente
[ Lat . que possamos saber o que devemos reportar àquele bispo mais
apostólico que é o governante de toda a igreja, para que ele possa agir em
relação à indignidade feita à sua Sé e ao cenário em nada da cânones.

[João, o bispo mais reverendo de Sebaste, disse: Todos nós permaneceremos


da opinião expressada por sua magnificência. ]

Os juízes mais gloriosos disseram: Todo o sínodo aprovou o que propusemos.

Segundo Concílio de Constantinopla

Por favor, ajude a apoiar a missão do Novo Advento e obtenha o conteúdo


completo deste site como um download instantâneo. Inclui a Enciclopédia
Católica, os Padres da Igreja, a Summa, a Bíblia e muito mais - tudo por
apenas US $ 19,99 ...

Sessão I - Extratos dos Atos

[ Carta do Imperador que foi lida para os Padres .]

No Nome de Nosso Senhor Deus Jesus Cristo . O imperador Flávio Justiniano,


alemão, gótico, etc., e sempre Augusto, aos mais abençoados bispos e
patriarcas, Eutíquio de Constantinopla, Apolinário de Alexandria, Domnino de
Theopolis, Estêvão, Jorge e Damião, os bispos mais religiosos que ocupam o
lugar daquele homem de bem-aventurança singular, Eustochius, o Arcebispo e
Patriarca de Jerusalém, e os outros bispos mais religiosos parando nesta cidade
real das diferentes províncias.

[ A seguir, a carta condensada, incluindo o resumo de Hefele . História dos


Conselhos, vol. IV, p. 298.]

O esforço de meus predecessores, os imperadores ortodoxos , sempre visou o


estabelecimento de controvérsias que surgiram respeitando a fé pelo chamado
dos Sínodos. Por essa razão, Constantino reuniu 318 Padres em Nice, e estava
presente no Concílio, e ajudou aqueles que confessaram o Filho a serem
consubstanciais com o Pai. Teodósio, 150 em Constantinopla, Teodósio, o mais
novo, o Sínodo de Éfeso, o imperador Marciano, os bispos de Calcedônia. No
entanto, depois da morte de Marciano, irromperam controvérsias a respeito do
Sínodo de Calcedônia em vários lugares, o imperador Leão escreveu a todos
os bispos de todos os lugares, para que todos pudessem declarar sua opinião
por escrito a respeito desse santo Concílio. Logo depois, no entanto, surgiram
novamente os adeptos de Nestório e Eutiques, e causaram grandes divisões, de
modo que muitas Igrejas romperam a comunhão umas com as outras. Quando,
agora, a graça de Deus nos elevou ao trono, consideramos como nosso
principal negócio unir as Igrejas novamente e trazer o Sínodo de Calcedônia,
junto com os três anteriores, para a aceitação universal. Nós ganhamos muitos
que anteriormente se opunham ao Sínodo; outros, que perseveraram em sua
oposição, banimos e restauramos a unidade da Igreja novamente. Mas
os nestorianos querem impor sua heresia à Igreja ; e, como não podiam
usar Nestório para esse fim, apressaram-se a introduzir seus erros através
de Theodore of Mopsuestia , o professor de Nestório , que
ensinava blasfêmias ainda mais graves do que as dele. Ele afirmava, por
exemplo , que Deus, a Palavra, era um e Cristo, outro. Para o mesmo
propósito, eles fizeram uso daqueles escritos impiedosos de Teodoreto que
foram dirigidos contra o primeiro Sínodo de Éfeso, contra Cirilo e seus Doze
Capítulos, e também a carta vergonhosa que dizem que Ibas escreveu. Eles
sustentam que esta carta foi aceita pelo Sínodo de Calcedônia, e assim seria
livre de condenação Nestório e Teodoro que foram elogiados na carta. Se
fossem bem sucedidos, não se poderia mais dizer que o Logos era feito
homem, nem Maria a chamou de mãe ( genetrix ) de Deus . Nós, portanto,
seguindo os santos Padres, primeiramente pedimos que você, por escrito,
desse seu julgamento sobre os três capítulos ímpios mencionados, e você
respondeu e confessou com alegria a verdadeira fé . No entanto, depois da
condenação que vem de você, ainda há alguns que defendem os Três
Capítulos , portanto, nós o convocamos para a capital, para que você possa
aqui, em assembléia comum, colocar novamente sua visão à luz do
dia. Quando, por exemplo, Vigilius , Papa da Velha Roma, veio para cá, ele, em
resposta às nossas perguntas, repetidamente anatematizou por escrito os Três
Capítulos , e confirmou sua firmeza nessa visão por muito, mesmo pela
condenação de seus diáconos , Rusticus. e Sebastian. Nós ainda possuímos
suas declarações em suas próprias mãos.Então ele emitiu seu Judicatum , no
qual ele anatematizou os Três Capítulos , com as palavras Et quoniam , etc.
Você sabe que ele não apenas depôs Rusticus e Sebastian porque eles
defenderam os Três Capítulos , mas também escreveu para
Valentiniano, bispode Scythia, e Aureliano, bispo de Arles, que nada poderia ser
empreendido contra o Judicatum . Quando você veio depois, a convite, foram
trocadas cartas entre você e Vigilius para uma reunião em comum. Mas agora
ele alterara sua visão, não teria mais um sínodo, mas exigia que apenas os três
patriarcas e um outro bispo (em comunhão com o Papa e os três bispos a seu
redor) decidissem o assunto. Em vão enviamos vários comandos para ele
participar do sínodo. Ele rejeitou também nossas duas propostas, seja para
convocar um tribunal para decisão, ou para realizar uma assembléia menor, na
qual, além dele e seus três bispos , todos os outros patriarcas deveriam ter
lugar e voz, com três a cinco bispos de sua diocese. Nós declaramos ainda que
nos apegamos aos decretos dos quatro Concílios, e em todos os sentidos
seguem os santos Padres, Atanásio, Hilário, Basílio, Gregório , o Teólogo ,
Gregório de Nissa, Ambrósio, Teófilo, João (Crisóstomo) de Constantinopla. ,
Cirilo, Agostinho, Proclo, Leão e seus escritos sobre a verdadeira fé . Como, no
entanto, os hereges estão decididos a defender Teodoro de
Mopsuéstia e Nestório com suas impiedades, e sustentam que aquela carta
de Ibas foi recebida pelo Sínodo de Calcedônia, assim o exortamos a direcionar
sua atenção para os escritos impiedosos de Teodoro, e especialmente ao seu
credo judaico, que foi apresentado em Éfeso e Calcedônia, e anatematizado por
cada sínodo com aqueles que tanto o possuíam ou mantinham; e também
exortamos você a considerar o que os santos Padres escreveram sobre ele e
suas blasfêmias , bem como o que nossos predecessores promulgaram, como
também o que os historiadores da Igreja estabeleceram a respeito dele. Você
verá daí que ele e suas heresias já foram condenados e que, portanto, seu
nome há muito tempo foi retirado dos dípticos da Igreja de
Mopsuestia. Considere a absurda afirmação de que os hereges não deveriam
ser anatematizados após suas mortes; e nós o exortamos ainda mais a seguir
nesta questão a doutrina dos santos Padres, que condenaram não apenas
os hereges vivos, mas também anatematizaram depois de sua morte aqueles
que haviam morrido em sua iniqüidade, assim como aqueles que haviam
sido injustamente condenados, depois de sua morte. e escreveu seus nomes
nos dípticos sagrados; que ocorreu no caso de João e de Flaviano de
memória piedosa , ambos bispos de Constantinopla. Além disso, exortamos
você a examinar a escrita de Teodoreto e a suposta carta de Ibas , na qual
a encarnação da Palavra é negada, a expressão Mãe de Deus e o santo Sínodo
de Éfeso rejeitado, Cirilo chamou de herege , e Teodoro e Nestóriodefenderam
e elogiado. E como eles dizem que o Concílio de Calcedônia recebeu esta carta,
você deve comparar as declarações deste Concílio relativas à fé com o conteúdo
da carta ímpia. Finalmente, nós pedimos que você acelere o assunto. Pois
aquele que, quando perguntado sobre a fé correta , adia sua resposta por um
longo tempo, não faz mais do que negar a fé correta . Pois, ao questionar e
responder sobre coisas que são de fé , não é ele quem é encontrado primeiro
ou segundo, mas aquele que está mais pronto com uma correta confissão, que
é aceitável a Deus . Que Deus os mantenha, muitos santos e religiosos, por
muitos anos.Dado IV. Nonas de maio, em Constantinopla, no vigésimo sétimo
ano do reinado do senhor imperial Justiniano, o perpétuo Augusto e no décimo
segundo ano depois do consulado do mais ilustre Basílio.

Sessão VII - Extratos dos Atos

( Do manuscrito de Paris encontrado em Hardouin Concilia , Tom. III., 171 e


segs .; Mansi, Tom. Ix., 346 e segs. Esta fala não é encontrada na íntegra em
qualquer outra ms. O Ballerini [ Hefele observa] levantar objeções à
genuinidade dos acréscimos [em Noris. Opp. , Tom. IV., 1037], mas Hefele não
considera as objeções de um momento sério. [ Hist. dos Conselhos , Vol. IV, p.
323, nota 2.] Todos os mss concordam que O mais glorioso papa do palácio
sagrado, Constantino, foi enviado pelo imperador mais piedoso , e quando ele
entrou no Concílio falou o seguinte: Certum est vestræ beatitudini, quantum,
etc. O resto do discurso difere nos diferentes manuscritos. Eu sigo o de Paris. )

Você sabe quanto cuidado o imperador mais invencível sempre teve que a
disputa levantada por certas pessoas com respeito aos Três Capítulos deveria
ter uma terminação ... Para este propósito ele requereu o Vigilius mais religioso
para montar com você e tirar um decreto sobre este assunto de acordo com
a fé ortodoxa. Embora, portanto, Vigilius tenha freqüentemente condenado
os Três Capítulos por escrito, e fez isso também de boca em boca na presença
do Imperador, e dos juízes mais gloriosos e de muitos membros deste sínodo, e
sempre esteve pronto para ferir com anátema os defensores de Theodore de
Mopsuestia , e a carta que foi atribuída a Ibas , e os escritos de Teodoreto que
ele apresentou contra a fé ortodoxa e contra os doze capítulos do sagradoCirilo:
ainda assim ele se recusou a fazer isso em comunhão com você e seu sínodo.

Ontem Vigilius enviou Servus Dei, um subdiácono mais reverendo da Igreja


Romana, e convidou Belisarius, Cethegus, assim como Justinus e Constantine,
os cônsules mais gloriosos , bem como os bispos Theodore, Ascidas, Benignus e
Focas, para procurá-lo queria dar através deles uma resposta ao
imperador. Eles vieram, mas rapidamente voltaram e informaram o
mais piedoso senhor, que havíamos visitado Vigilius , o bispo mais religioso, e
que ele havia nos dito: Nós o chamamos por este motivo, para que você
possa saber o que foi feito em os dias passados. Para este fim, escrevi um
documento sobre os três capítulos contestados, dirigidos ao imperador
mais piedoso , rezo para que seja bom o suficiente para lê-lo e levá-lo à sua
serenidade. Mas quando ouvimos isso e vimos o documento escrito para a sua
serenidade, dissemos a ele que não poderíamos de maneira nenhuma receber
qualquer documento escrito ao imperador mais piedoso sem sua oferta. Mas
você tem diáconos para correr com mensagens, por quem você pode
enviar. Ele, no entanto, disse-nos: Agora você sabe que eu fiz o
documento. Mas nós, bispos , lhe respondemos: Se a sua bem-aventurança
está disposta a reunir-se conosco e com os santíssimos patriarcas e com
os bisposmais religiosos, e tratar dos Três Capítulos e dar, em uníssono com
todos nós, uma forma adequada da fé ortodoxa , como os Santos Apóstolos e
os santos Padres e os quatro Concílios fizeram, nós o manteremos como nossa
cabeça, como pai e primata.Mas se a sua santidade elaborou um documento
para o Imperador, você tem corredores de recados, como já dissemos; envie
por eles. E quando ele ouviu essas coisas de nós, ele enviou o Servo Dei, o
subdiácono, que agora aguarda a resposta da sua serenidade. E quando sua
piedade tinha ouvido isso, ele ordenou através dos homens acima mencionados
religiosos e gloriosos , o subdiácono antes do nome para levar de volta esta
mensagem para o mais religioso Vigilius : Convidamo-lo ( você ) para se reunir
com os patriarcas mais abençoados e outros bispos religiosos, e com eles em
comum para examinar e julgar os Três Capítulos .Mas desde que você se
recusou a fazer isso, e você diz que só você escreveu um pouco sobre os três
capítulos ; se você os condenou, de acordo com as coisas que você fez antes,
nós já temos muitas declarações assim e não precisamos mais; mas se você
escreveu agora algo contrário a estas coisas que foram feitas por você antes,
você se condenou pela sua própria escrita, desde que você se afastou da
doutrina ortodoxa e defendeu a impiedade. E como você pode esperar que
recebamos esse documento de você?

E quando esta resposta foi dada pelo imperador mais piedoso , ele não enviou
através do mesmo diácono qualquer documento escrito por ele mesmo. E tudo
isso foi feito sem escrever como também para sua bem-aventurança.

[ Ele então, de acordo com todos os mss., Apresentou certos documentos para
serem lidos, no ms. impresso por Labbe e Cossart, Tom. V. col. 549 e
segs. Estes são menos do que em Paris, o que também contém o seguinte logo
após a leitura dos documentos e depois que o Concílio declarou que
eles provaram o zelo do imperador pela fé .]

Constantino, o mais glorioso Quelstor, disse: Enquanto eu ainda estou presente


em seu santo conselho por causa da leitura dos documentos que lhes foram
apresentados, eu diria que o mais piedoso Imperador enviou um minuto
( formam ), para seu Santo Sínodo, sobre o nome de Vigilius , para que não
seja mais inserido nos dípticos sagrados da Igreja , por causa da impiedade que
ele defendeu. Nem o deixe ser recitado por você, nem retido, nem na igreja da
cidade real, nem em outras igrejas que são confiadas a você e aos
outros bispos no Estado cometido por Deus ao seu governo. E quando você
ouvir esse minuto, novamente você perceberá o quanto o Imperador mais
sereno se importa com a unidade das igrejas sagradas e com a pureza
dos santosmistérios .

[A carta foi então lida.]

O Santo Sínodo disse: O que pareceu bom para o Imperador mais piedoso é
congruente com os trabalhos que ele tem pela unidade das igrejas. Vamos
preservar a unidade para ( ad ) a Sé Apostólica da Igreja mais sagrada da
Roma antiga, realizando todas as coisas de acordo com o teor do que foi
lido. De proposita vero quæstione de quod jam promisimus procedat.

A Sentença do Sínodo

Nosso Grande Deus e Salvador Jesus Cristo , ao aprendermos com


a parábola no Evangelho , distribui talentos para cada homem de acordo com
sua habilidade, e no momento oportuno exige um relato do trabalho feito por
cada homem. E se aquele a quem apenas um talento foi cometido é condenado
porque não trabalhou com ele, mas apenas o manteve sem perda, a quanto
maior e mais horrível julgamento deve estar sujeito, que não só é negligente
com relação a si mesmo, mas até lugares uma pedra de tropeço e causa de
ofensa no caminho dos outros? Visto que é manifesto a todos os fiéis que,
sempre que surja alguma dúvida sobre a fé , não apenas o próprio homem
ímpio é condenado, mas também aquele que, quando tem o poder de corrigir a
impiedade nos outros, negligencia fazê-lo.

Nós, portanto, a quem foi cometido para governar a igreja do Senhor, temendo
a maldição que paira sobre aqueles que executam negligentemente a obra do
Senhor, apressem-se a preservar a boa semente da fé pura do joio da
impiedade que está sendo semeada o inimigo.

Quando, portanto, vimos que os seguidores de Nestório estavam tentando


introduzir sua impiedade na igreja de Deus através do ímpio Theodore, que
era bispo de Mopsuestia, e através de seus escritos impiedosos; e além disso
através daquelas coisas que Teodoreto impiamente escreveu, e através da
epístola má que se diz ter sido escrita por Ibas para Maris o Persa, movida por
todas essas visões nós nos levantamos para a correção do que estava
acontecendo, e nos reunimos neste cidade real chamado lá
pela vontade de Deus e a licitação do imperador mais religioso.

E porque aconteceu que o Vigilius mais religioso que parou nesta cidade real,
esteve presente em todas as discussões com respeito aos Três Capítulos , e os
condenou muitas vezes oralmente e por escrito, no entanto depois deu o seu
consentimento por escrito para estar presente em o Conselho e examinar junto
conosco os Três Capítulos , que uma definição adequada da fé correta poderia
ser estabelecida por todos nós. Além disso, o imperador mais piedoso , de
acordo com o que parecera bom entre nós, exortou-o a nos encontrarmos
juntos, porque é gracioso que o sacerdócio , depois de uma discussão comum,
imponha uma fé comum. Por causa disso, pedimos sua reverência para cumprir
suas promessas escritas; pois não era certo que o escândalo em relação a
esses três capítulos fosse mais longe, e a Igreja de Deus fosse perturbada por
isso. E para este fim nós trouxemos à sua lembrança os grandes exemplos
deixados pelos Apóstolos, e as tradições dos Padres. Pois embora
a graça do Espírito Santo abundasse em cada um dos apóstolos, de modo que
nenhum deles precisava do conselho de outro na execução de sua obra, ainda
assim eles não estavam dispostos a definir sobre a questão então levantada
tocando a circuncisão de os gentios , até serem reunidos, confirmaram suas
próprias diversas declarações pelo testemunho das divinas Escrituras .

E assim eles chegaram unanimemente a esta frase, que escreveram


aos gentios : Pareceu bom para o Espírito Santo e para nós, não colocar sobre
você nenhum outro fardo que estas coisas necessárias, que você se abstenha
das coisas oferecidas aos ídolos , e do sangue e das coisas estranguladas e da
fornicação.

Mas também os Santos Padres, que de tempos em tempos se reuniram nos


quatro concílios sagrados , seguindo o exemplo dos antigos, têm por meio de
uma discussão comum, dispostos por um decreto fixo as heresias e questões
que surgiram, como era Certamente sabemos que, por discussão comum,
quando a questão em disputa foi apresentada por cada lado, a luz
da verdadeexpulsa as trevas da falsidade .

Tampouco há outra maneira pela qual a verdade possa se manifestar quando


há discussões sobre a fé , visto que cada um necessita da ajuda de seu
próximo, como lemos nos Provérbios de Salomão: Um irmão ajudando seu
irmão será exaltado como uma cidade murada; e ele será forte como um reino
bem fundado; e novamente em Eclesiastes ele diz: Dois são melhores que
um; porque eles têm uma boa recompensa pelo seu trabalho.

Assim também o próprio Senhor diz: Em verdade vos digo que, se dois de vós
concordarem sobre a terra como algo que eles devem procurar, eles a
receberão de meu Pai que está nos céus. Pois onde quer que dois ou três
estejam reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.

Mas quando frequentemente ele tinha sido convidado por todos nós, e quando
os juízes mais gloriosos tinham sido enviados a ele pelo imperador mais
religioso, ele prometeu dar a sentença nos Três Capítulos ( sententiam
proferre ): E quando ouvimos essa resposta, tendo em mente a admoestação
do apóstolo, que cada um deve dar conta de si mesmo a Deus e temer o
julgamento que paira sobre aqueles que escandalizam um, até mesmo dos
menos importantes, e saber quanto mais penoso deve ser ofender tão
completamente Cristão um Imperador, e para o povo, e para todas as
Igrejas; e recordando ainda o que foi dito por Deus a Paulo : Não temas, mas
fala, e não silencia, porque eu estou contigo e ninguém te pode fazer
mal. Portanto, estando reunidos, antes de tudo confessamos brevemente que
temos a fé que nosso Senhor Jesus Cristo , o Deus verdadeiro , entregou aos
seus Santos Apóstolos, e através deles às igrejas sagradas , e que aqueles que
depois deles foram santos pais e médicos, entregues às pessoas a eles
creditadas.

Confessamos que mantemos, preservamos e declaramos às sagradas igrejas


aquela confissão de fé que os 318 santos Padres
mais extorquentemente apresentaram, que estavam reunidos em Nice, e que
transmitiram o sagrado matema ou credo. Além disso, os 150 reunidos em
Constantinopla manifestaram nossa fé , que seguiu a mesma confissão de fé e
a explicou. E o consentimento dos 200 santos pais reuniu-se para a
mesma fé no primeiro Concílio de Éfeso. E que coisas foram definidas pelos 630
reunidos em Calcedônia para a única e mesma fé , que ambos seguiram e
ensinaram. E todos aqueles que de tempos em tempos foram condenados
ou anatematizados pela Igreja Católica , e pelos supracitados quatro Conselhos,
confessamos que os consideramos condenados e anatematizados . E quando
fizemos assim a profissão de nossa fé , começamos o exame dos Três
Capítulos , e primeiro trouxemos a questão de Teodoro de Mopsuéstia ; e
quando todas as blasfêmias contidas em seus escritos se manifestaram,
ficamos maravilhados com a longanimidade de Deus , que a língua e a mente
que haviam moldado tais blasfêmiasnão foram imediatamente consumidas pelo
fogo divino; e nós nunca teríamos sofrido o leitor das blasfêmias
anteriormentemencionadas para prosseguir, temendo [como fizemos] a
indignação de Deus somente por seu registro (como cada blasfêmiaultrapassou
seu antecessor na magnitude de sua impiedade e moveu de sua fundação a
mente de o ouvinte) se não tivéssemos visto que os que se gloriavam em
tais blasfêmias precisavam da confusão que viria sobre eles através de sua
manifestação. De modo que todos nós, movidos com indignação por
essas blasfêmias contra Deus , tanto durante como depois da leitura,
irromperam em denúncias e anatematismos contra Teodoro, como se ele
estivesse vivo e presente. Ó Senhor, seja misericordioso, nós choramos, nem
mesmo demônios ousaram dizer tais coisas contra você.

Intolerável língua! Ó depravação do homem! Oh aquela mão alta ele ergueu


contra o seu Criador! Pois o infeliz homem que
prometera conhecer as Escrituras , não se lembrava das palavras do profeta
Oséias: Ai deles! Pois fugiram de mim: tornaram-se famosos porque eram
ímpios ao me tocarem; eles falavam iniqüidades contra mim e, quando os
julgavam, falavam as coisas violentas contra mim. Por isso cairão na armadilha
por causa da maldade de suas próprias línguas. Seu desprezo se converterá em
seu próprio seio: porque transgrediram meu convênio e agiram impiamente
contra minhas leis .

Para essas maldições, o ímpio Theodore está justamente sujeito. Para as


profecias concernentes a Cristo, ele rejeitou e apressou-se a destruir, tanto
quanto ele tinha o poder, o grande mistério da dispensação para
nossa salvação ; tentando de muitas maneiras mostrar as palavras divinas
como sendo nada além de fábulas, para a alegria dos gentios, e desprezando os
outros anúncios proféticos feitos contra os ímpios, especialmente o que o divino
Habacuc disse daqueles que ensinam falsamente , ai daquele que Dá a sua
bebida ao próximo, que põe a tua garrafa nele e embriaga-te para que possas
ver a sua nudez, isto é, as suas doutrinas cheias de trevas e completamente
estranhas à luz.

E por que devemos adicionar mais alguma coisa? Para qualquer um pode tomar
em suas mãos os escritos do ímpio Theodore ou os capítulos ímpios que de
seus escritos impiedosos foram inseridos por nós em nossos atos, e encontrar a
incrível loucura e as coisas detestáveis que ele disse. Pois temos medo de
prosseguir e mais uma vez lembrar dessas infâmias.

Também lemos para nós o que havia sido escrito pelos santos Padres contra
ele, e sua insensatez que excedia a de todos os hereges e, além disso, as
histórias e as leis imperiais, revelando sua impiedade desde o começo, e depois
de todas essas coisas. os defensores de sua impiedade, glorificando-se dos
ferimentos proferidos por ele contra seu Criador, disseram que não era
correto anatematizá- lo depois da morte, embora soubéssemos a tradição
eclesiástica concernente aos ímpios, que mesmo após a morte
os hereges são anatematizados ; no entanto, julgamos necessário, a respeito
disso, também fazer um exame, e foram encontrados nos atos como
vários hereges haviam sido anatematizados após a morte; e de muitas
maneiras nos foi manifestado que aqueles que estavam dizendo isto não se
importavam com o julgamento de Deus , nem com os anúncios apostólicos,
nem com a tradição dos Padres. E gostaríamos de perguntar-lhes o que eles
têm a dizer ao Senhor ter dito de si mesmo: Todo aquele que acreditenele não
é julgado; mas quem não acreditou nele já é julgado, porque não crê no nome
do unigênito Filho de Deus e dessa exclamação do Apóstolo: Embora nós ou
um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além daquele que vos pregamos,
seja anátema : como já dissemos, agora eu digo novamente: Se alguém lhe
pregar outro evangelho além do que você recebeu, seja anátema .
Pois quando o Senhor diz: ele já é julgado, e quando o
apóstolo anatematiza até os anjos , se eles ensinam algo diferente do que
temos pregado, como pode até mesmo aqueles que ousam todas as coisas,
presumir que essas palavras se referem apenas aos vivos? ? Ou eles
são ignorantes , ou não é mais que eles fingem ser ignorantes , que o
julgamento do anátema nada mais é do que o da separação de Deus? Para o
ímpio, embora ele não tenha sido verbalmente anatematizado por ninguém, ele
é anatematizado , separando-se da verdadeira vida por sua impiedade.

Pois o que eles têm para responder ao Apóstolo novamente quando ele diz: Um
homem que é um herético rejeite depois da primeira e segunda
correções. Sabendo que tal homem é perverso e peca , e é condenado por ele
mesmo.

De acordo com as palavras que Cirilo de abençoada memória, nos livros que
escreveu contra Theodore, diz o seguinte: Devem ser evitados aqueles que
estão ao alcance de tais crimes terríveis quer estejam entre os rápidos ou
não. Pois é necessário sempre fugir daquilo que é doloroso e não ter respeito
de pessoas , mas considerar o que é agradável a Deus . E novamente o mesmo
Cirilo de santa memória, escrevendo a João, bispo de Antioquia , e ao sínodo
reunido naquela cidade a respeito de Teodoro que era anatematizado junto
com Nestório , diz assim: Era necessário, portanto, manter um festival
brilhante, pois toda voz que concordou com as blasfêmias de Nestório , foi
expulso, não importa de quem. Por que procedeu contra todos aqueles que
detinham essas mesmas opiniões ou tinham uma vez os manteve, o que é
exatamente o que nós e sua santidade dissemos: Nós anatematizamosaqueles
que dizem que há dois Filhos e dois Cristos. Pois um é aquele que é pregado
por nós e você, como já dissemos, Cristo, o Filho e Senhor, unigênito como
homem, de acordo com as palavras do mais instruído Paulo . E também em sua
carta a Alexandre e Martiniano e João e Paregorius e Maximus, presbíteros e
padres monásticos, e aqueles que com eles estavam conduzindo a vida
solitária, ele assim diz: O santo santo de Éfeso, reunido de acordo com
a vontade de Deus contra a perfídia nestoriana com uma sentença justa e
aguda condenou junto com ele as palavras vazias daqueles que depois
deveriam abraçar ou que tinham no passado abraçado as mesmas opiniões com
ele, e que presumiam dizer ou escrever qualquer coisa, colocando sobre eles
uma condenação igual. Por isso, naturalmente, que quando alguém foi
condenado por esse vazio profano do discurso, a sentença não deve vir contra
apenas um, mas (por assim dizer) contra todas as suas heresias ou calúnias ,
que proferem contra as doutrinas piedosas do Cristo. adorando dois Filhos e
dividindo o indivisível, e trazendo o crime de adoração do homem
( antropolatria ), tanto para o céu como para a terra. Para nós,
a santa multidão dos espíritos superiores adora um só Senhor Jesus
Cristo . Além disso, várias cartas de Agostinho, da maior parte da memória
religiosa, que brilhavam resplandecentes entre os bispos africanos, foram lidas,
mostrando que era bastante correto que
os hereges fossem anatematizados após a morte. E esta tradição eclesiástica ,
os outros bispos mais reverendos da África preservaram: e a santa Igreja
Romana também anatematizou certos bispos após a sua morte, embora eles
não tenham sido acusados de cair da fé durante suas vidas: e de cada um nós
tenha a evidência em nossas mãos.

Mas desde que os discípulos de Theodore e de sua impiedade, que são tão
manifestamente inimigos da verdade , tentaram apresentar certas passagens
de Cirilo da memória sagrada e de Proclo, como se tivessem sido escritas em
favor de Teodoro, é oportuno para ajustar-lhes as palavras do profeta quando
ele diz: Os caminhos do Senhor estão certos e os justos andam nele;mas
os ímpios serão fracos neles. Para estes, recebendo mal as coisas que foram
bem e oportunamente escritas pelos santosPadres, e dando desculpas em
seus pecados , cite estas palavras. Os pais não parecem entregar Theodore
de anátema , mas sim como economicamente usando certas expressões por
conta daqueles que defenderam Nestório e sua impiedade, a fim de afastá-los
desse erro , e levá-los à perfeição e ensiná-los a condenar não só Nestório ,
o discípulo da impiedade, mas também seu professor Theodore. Assim, nestas
mesmas palavras de economia os Padres mostram sua intenção neste ponto,
que Teodoro deve ser anatematizado , como tem sido abundantemente
demonstrado por nós em nossos atos a partir dos escritos de Cirilo e Proclo da
memória sagrada com respeito à condenação de Teodoro e sua impiedade. E tal
economia é encontrada na Escritura divina : e é evidente que o
apóstolo Paulo fez uso disso no início de seu ministério, em relação àqueles que
haviam sido criados como judeus , e circuncidou Timóteo, que por essa
economia e condescendência ele pode levá-los à perfeição. Mas depois ele
proibiu a circuncisão, escrevendo assim aos gálatas: Eis que eu, Paulo , vos
digo que, se fordes circuncidados, Cristo não aproveita nada. Mas descobrimos
que aquilo que os hereges costumavam fazer, os defensores de Theodore
também haviam feito. Para cortar certas coisas que os santos Padres tinham
escrito, e colocar com eles e misturar certas coisas falsas, eles tentaram por
uma carta de Cirilo de santo memória, como se de um testemunho dos Padres,
libertar de anátema, o já mencionado ímpio Theodore: em que muito
passagens a verdade foi demonstrada, quando as partes que haviam sido
cortadas foram lidas em sua ordem correta, e a falsidade foi completamente
evidenciada pela colação do verdadeiro . Mas, em todas estas coisas, os que
falaram tais vaidades, confiaram na falsidade , como está escrito, confiam
na falsidade e falam vaidade; eles concebem a dor e trazem a iniquidade,
tecendo a teia de aranha. Quando havíamos assim considerado Theodore e sua
impiedade, tomamos o cuidado de recitar e inserir em nossos atos algumas
dessas coisas que haviam sido impiedosamente escritas por Teodoreto contra
a fé correta e contra os Doze Capítulos de São Cirilo e contra o Primeiro.
Concílio de Éfeso, também certas coisas escritas por ele em defesa dos ímpios
Teodoro e Nestório , para a satisfação do leitor; que todos possam saber que
estes foram justamente expulsos e anatematizados .Em terceiro lugar, a carta
que teria sido escrita por Ibas para Maris, o persa, foi levada para exame, e
descobrimos que ela também deveria ser lida. Quando foi lido imediatamente,
sua impiedade se manifestou a todos.E foi correto fazer a condenação e
o anatematismo dos supracitados três capítulos , pois até aquela época havia
alguma dúvida sobre o assunto. Mas porque os defensores desses ímpios,
Theodore e Nestorius , estavam planejando de alguma forma para confirmar
essas pessoas e sua impiedade, e estavam dizendo que essa carta ímpia, que
elogiava e defendia Theodore e Nestorius e sua impiedade, havia sido recebida.
pelo santo Concílio de Calcedônia achamos necessário mostrar que o sagradoo
sínodo estava livre da impiedade contida naquela carta, para que ficasse claro
que aqueles que dizem tais coisas não o fazem com o favor
desse santo conselho, mas que através de seu nome podem confirmar sua
própria impiedade. E foi mostrado nos atos que em épocas
anteriores Ibas tinha sido acusado por causa da própria impiedade contida
nesta carta; a princípio por Proclo, de santo memória, o bispo de
Constantinopla, e depois por Teodósio, de memória piedosa , e por Flaviano,
que foi ordenado bispo em sucessão a Proclo, que delegou o exame do assunto
a Photius, bispo de Tiro.e a Eustathius, bispo da cidade de Beyroot. Depois
disso, o mesmo Ibas , sendo considerado culpado, foi expulso de seu bispado .
Tal era o estado do caso, como alguém poderia presumir dizer que aquela carta
ímpia foi recebida pelo santo conselho de Calcedônia e que o santo conselho de
Calcedônia concordou com ela por toda parte? No entanto, a fim de que
aqueles que assim caluniam o santo concílio de Calcedônia não tenham mais
oportunidade de fazê-lo, ordenamos recitar as decisões dos santos Sínodos, a
saber, de primeiro Éfeso e de Calcedônia a respeito das epístolas. de Cirilo de
abençoada memória e de Leão, dememória piedosa , em algum momento Papa
da Velha Roma. E como havíamos aprendido com isso que nada escrito por
qualquer outra pessoa deveria ser recebido a menos que tivesse
sido provado concordar com a fé ortodoxa dos santos Padres, interrompemos
nossos procedimentos para também recitar a definição da fé que foi
estabelecida. pelo conselho sagrado de Calcedônia, para que possamos
comparar as coisas na epístola com este decreto. E quando isso foi feito, ficou
perfeitamente claro que o conteúdo da epístola era totalmente oposto aos da
definição.

Pois a definição concordou com a fé única e imutável estabelecida também


pelos 318 santos Padres, como pelos 150 e por aqueles que se reuniram no
primeiro sínodo em Éfeso. Mas aquela carta ímpia, por outro lado, continha
as blasfêmias dos heregesTheodore e Nestorius , e os defendia, e os chamava
de médicos, enquanto chama os hereges dos santos Padres .

E isto nós manifestamos a todos, que não tínhamos a intenção de omitir os


Padres da primeira e segunda interlocuções, que os seguidores de Teodoro
e Nestório citaram ao seu lado, mas estes e todos os outros foram lidos e seu
conteúdo Examinamos, descobrimos que o supracitado Ibas não podia ser
recebido sem ser obrigado a anatematizar Nestório e seus ensinamentos
ímpios, defendidos naquela epístola. E isto o resto dos bispos religiosos do
supracitado Concílio Sagrado fez tão bem quanto aqueles dois cujas
interlocuções certos tentaram usar.

Para isso, eles observaram no caso de Teodoreto , e exigiram que


ele anatematizasse as coisas de que era acusado. Se, portanto, eles estavam
dispostos a permitir a recepção de Ibas de outra maneira a menos que ele
condenasse a impiedade contida em suas cartas, e subscritasse a definição
de fé adotada pelo Concílio, como eles poderiam tentar entender que esta carta
ímpia era recebido pelo mesmo santo conselho? Porque somos ensinados que
comunhão tem justiça com injustiça. E que comunhão tem luz com as trevas? E
qual concordância tem Cristo com Belial ? Ou que parte tem aquele
que acredita com uminfiel ? E que acordo tem o templo de Deus com ídolos ?

Tendo assim detalhado tudo o que foi feito por nós, novamente confessamos
que recebemos os quatro sínodos sagrados , isto é, o niceno, o
constantinopolitano, o primeiro de Éfeso e o de Calcedônia, e ensinamos e
ensinamos tudo que eles definiram respeitando a fé única . E nós consideramos
aqueles que não recebem essas coisas alienígenas da Igreja Católica . Além
disso, nós condenamos e anatematizamos , juntamente com todos os
outros hereges que foram condenados e anatematizados pelos
quatro sínodos sagrados supracitados , e pelos santos católicos. e Igreja
Apostólica, Theodore que foi bispo de Mopsuestia, e seus escritos ímpios, e
também aquelas coisas que Theodoret impiamente escreveu contra a fé
correta , e contra os Doze Capítulos do Santo Cirilo, e contra o primeiro Sínodo
de Éfeso, e também aqueles que ele escreveu em defesa de Theodore
e Nestorius . Além desses, também anatematizamos a ímpia Epístola
que, segundo dizem, Ibas escreveu a Maris, o persa, que nega que Deus, a
Palavra, foi encarnado da santa Mãe de Deus e sempre da Virgem Maria e
acusa Cirilo de sagrada memória. quem ensinou oa verdade , como
um herege , e dos mesmos sentimentos com Apolinário , e culpa o primeiro
Sínodo de Éfeso a depor Nestório sem exame e investigação, e chama os Doze
Capítulos do Santo Cirilo de ímpios e contrários à fé correta , e defende
Theodorus. e Nestório , e seus dogmas e escritos impiedosos . Nós,
portanto, anatematizamos os Três Capítulos mencionados anteriormente, isto
é, o ímpio Theodore de Mopsuestia , com seus escritos execráveis, e aquelas
coisas que Theodoretescreveu impiedosamente, e a carta ímpia que é dita ser
de Ibas , e seus defensores, e aqueles que escreveram ou escrevem em defesa
deles, ou que ousam dizer que estão corretos, e que defenderam ou tentaram
defender sua impiedade com os nomes dos santos Padres, ou do santo Concílio
de Calcedônia . Portanto, estando estas coisas resolvidas com toda a exatidão,
nós, tendo em mente as promessas feitas a respeito da santaIgreja, e quem
disse que as portas do inferno não prevaleceriam contra ela, isto é, as línguas
mortíferas dos hereges ; lembrando também o que foi profetizado a respeito de
Oséias, dizendo:Desposar-te-ei comigo em fidelidade, e conhecerás o
Senhor e ,juntamente com o diabo , o pai da mentira, a língua desenfreada
dos hereges que perseveraram na sua impiedade até à morte e os seus escritos
mais ímpios, dirão -los, Eis que, como você acender um fogo, e fazer com
que a chama do fogo para crescer forte, você deve andar na luz do seu fogo, e
as chamas que você acender. Mas nós, tendo o mandamento de exortar o povo
com a doutrina correta, e de falar ao coração de Jerusalém, isto é, à Igreja de
Deus , apressa-te a semear em justiça e a colher o fruto da vida; e acendendo
para nós mesmos a luz daCom o conhecimento das Sagradas Escrituras e a
doutrina dos Padres, consideramos necessário compreender em certa Capitula,
tanto a declaração da verdade quanto a condenação dos hereges e de
sua maldade .
O Capitula do Conselho

Se alguém não confessar que a natureza ou essência do Pai , do Filho e


do Espírito Santo é uma, como também a força e o poder; [se alguém não
confessar] uma Trindade consubstancial, uma divindade a ser adorada em três
subsistências ou pessoas: seja anátema . Porque há um só Deus, o Pai de
quem são todas as coisas, e um só Senhor Jesus Cristo, pelo qual são todas as
coisas, e um só Espírito, em quem todas as coisas existem.

Se alguém não confessar que a Palavra de Deus tem duas natividades, a de


toda a eternidade do Pai , sem tempo e sem corpo; a outra nestes últimos dias,
descendo do céu e sendo feita carne da santa e gloriosa Maria, Mãe de Deus e
sempre virgem , e nascida dela: seja anátema .

Se alguém disser que a Palavra de Deus, que opera maravilhas, é uma [Pessoa]
e o Cristo que sofreu outra; ou dirá que Deus, a Palavra, era com a mulher
nascida de Cristo, ou estava nele como uma pessoa em outra, mas que ele não
era um e o mesmo nosso Senhor Jesus Cristo , a Palavra de Deus , encarnado e
feito homem, e que seus milagres e os sofrimentos que ele mesmo sofreu na
carne não eram da mesma [pessoa]: seja anátema .

Se alguém disser que a união da Palavra de Deus ao homem era apenas de


acordo com a graça ou energia, ou dignidade, ou igualdade de honra , ou
autoridade, ou relação, ou efeito, ou poder, ou de acordo com um bom prazer
neste sentido que Deus, a Palavra, estava satisfeito com um homem , isto é,
que o amava por si mesmo, como diz o sem sentido Theodorus, ou [se alguém
finge que essa união existe apenas] no que diz respeito à semelhança do nome,
como os nestorianos compreendem, que também chamam a Palavra de
Deus Jesus e Cristo , e até concedem ao homem os nomes de Cristo e do Filho,
falando claramente de duas pessoas.e somente designando falsamente uma
Pessoa e um Cristo quando a referência é a sua honra , ou a sua dignidade, ou
a sua adoração; se alguém não reconhecer como os Santos Padres ensinam,
que a união de Deus, a Palavra, é feita com a carne animada por
uma alma razoável e viva , e que tal união é feita sintética e hipostaticamente,
e que, portanto, há apenas uma Pessoa, a saber: nosso Senhor Jesus Cristo ,
um da Santíssima Trindade : seja anátema . De fato, a palavra união ( τῆς
ἑνώςεως) tem muitos significados, e os partidários de Apolinárioe Eutiques
afirmam que essas naturezas se confundem entre si e afirmaram uma união
produzida pela mistura de ambas. Por outro lado, os seguidores de Teodoro e
de Nestório, regozijando-se na divisão das naturezas, ensinaram apenas uma
união relativa. Entretanto, a Santa Igreja de Deus , condenando igualmente a
impiedade de ambos os tipos de heresias , reconhece a união de Deus com a
carne sinteticamente, isto é, hipostaticamente. Pois no mistério de Cristo, a
união sintética não apenas preserva, sem confusões, as naturezas que estão
unidas, mas também não permite a separação.

Se alguém entende a expressão uma única Pessoa de nosso Senhor Jesus


Cristo neste sentido, que é a união de muitas hipóstases, e se ele tenta assim
introduzir no mistério de Cristo duas hipóstases, ou duas Pessoas, e, depois de
ter introduzido duas pessoas falam de uma pessoa apenas por
dignidade, honra ou adoração, como tanto Theodorus
quanto Nestorius escreveram insanamente; se alguém caluniar o santo Concílio
de Calcedônia , fingindo que fez uso desta expressão [uma hipóstase] neste
sentido ímpio, e se ele não reconhecerá antes que a Palavra de Deusestá unida
com a carne hipostaticamente, e que portanto há apenas uma hipóstase ou
uma única Pessoa, e que o sagrado Concílio de Calcedônia professou neste
sentido a única Pessoa de nosso Senhor Jesus Cristo : seja anátema . Pois
desde que um da Santíssima Trindade foi feito homem, a saber: Deus a
Palavra , a Santíssima Trindade não foi aumentada pela adição de outra pessoa
ou hipóstase.

6
Se alguém não pedir uma verdadeira aceitação, mas somente numa falsa
aceitação, a santa , gloriosa e sempre virgem Maria, a Mãe de Deus , ou a
chamará assim apenas num sentido relativo, acreditando que ela só tem uma
homem simples e que Deus a palavra não era encarnado dela, mas que
a encarnação de Deus a Palavra resultou somente do fato que ele se uniu
àquele homem que nasceu dela; se caluniar o Santo Sínodo de Calcedônia
como se tivesse afirmado que a Virgem era Mãe de Deus segundo o ímpio
sentido de Teodoro; ou se alguém a chamar de mãe de um homem
( ἀνθρωποτόκον) ou a Mãe de Cristo ( Χριστοτόκον ), como se Cristo não
fosse Deus , e não confessar que ela é exatamente e verdadeiramente a Mãe
de Deus , porque aquele Deus o Verbo que antes de todas as eras foi gerado do
Pai estava nestes últimos dias feitos carne e nascidos dela, e se alguém não
confessar que, neste sentido, o Santo Sínodo de Calcedônia reconheceu que ela
é a Mãe de Deus : seja anátema .

Se alguém usando a expressão, em duas naturezas , não confessa que nosso


único Senhor Jesus Cristo foi revelado na divindade e na humanidade, de modo
a designar por essa expressão uma diferença das naturezas das quais uma
união inefável é inconfundivelmente feita. , [uma união] em que nem
a natureza da Palavra foi mudada para a da carne, nem a da carne para a da
Palavra, pois cada um permaneceu que era por natureza, a união sendo
hipostática; mas tomará a expressão com respeito ao mistério de Cristo em um
sentido de modo a dividir as partes, ou reconhecer as duas naturezas no
único Senhor Jesus , Deus a Palavrafeito homem, não se contenta em tomar de
uma maneira teórica a diferença das naturezas que o compõem, diferença essa
que não é destruída pela união entre eles, pois um é composto dos dois e os
dois estão em um, mas fará uso do número [dois] para dividir as naturezas ou
fazer delas Pessoas propriamente ditas: seja anátema .

Se alguém usa a expressão de duas naturezas , confessando que foi feita uma
união da divindade e da humanidade, ou a expressão que a única natureza fez
carne de Deus, a Palavra , e não deve entender as expressões que
os santos Padres ensinaram, a saber: o da natureza divina e humana , fez-se
uma união hipostática, da qual um é o Cristo; mas a partir dessas expressões
tentará introduzir uma natureza ou substância [feita por uma mistura] da
Divindade e da humanidade de Cristo; deixe-o ser anátema. Pois, ensinando
que a Palavra unigênita estava unida hipostaticamente [à humanidade], não
queremos dizer que houve uma confusão mútua entre as naturezas, mas sim
que cada [natureza] permanecesse o que era, entendemos que a Palavra
estava unida. para a carne. Portanto, há um Cristo, tanto a Deus como
ao homem , consubstancial ao Pai no tocante à sua divindade e consubstancial
a nós quanto à sua masculinidade. Portanto, eles são igualmente condenados
e anatematizados pela Igreja de Deus , que divide ou separa o mistério da
dispensação divina de Cristo , ou que introduz confusão nesse mistério .

Se alguém tomar a expressão, Cristo deve ser adorado em suas


duas naturezas , no sentido de que deseja introduzir assim duas adorações,
uma em relação especial a Deus, a Palavra, e a outra como pertencente ao
homem; ou se alguém se livrar da carne [que é da humanidade de Cristo ], ou
misturar a divindade e a humanidade, falará monstruosamente de uma única
natureza ou essência ( φύσιν ἤγουν οὐσαν ) das unidas (naturezas) e assim
adorar a Cristo, e não venera, por uma adoração, Deus a Palavrafeita homem,
junto com sua carne, como a Santa Igreja ensinou desde o princípio:
seja anátema .

10

Se alguém não confessar que nosso Senhor Jesus Cristo que foi crucificado na
carne é verdadeiro Deus e o Senhor da Glória e um da Santíssima Trindade :
seja anátema .

11

Se alguém não anatematiza Ário , Eunômio, Macedónio, Apolinário , Nestório ,


Eutiques e Orígenes , bem como os seus escritos ímpios, como também todos
os outros hereges já condenados e anatematizados pela Santa Igreja Católica e
Apostólica, e pelos supramencionados quatro Santos Sínodos. e [se alguém
também não anatematizar ] todos aqueles que mantiveram e mantiveram ou
que, em sua impiedade, persistem em manter até o fim a mesma opinião que
os hereges que acabamos de mencionar: seja anátema .

12

Se alguém defender o ímpio Theodore de Mopsuestia , que disse que a Palavra


de Deus é uma pessoa, mas que outra pessoa é Cristo, vexado pelos
sofrimentos da alma e dos desejos da carne, e separados pouco a pouco acima
do que é inferior, e tornar-se melhor pelo progresso em boas obras e
irrepreensível em seu modo de vida, como um mero homem foi batizado em
nome do Pai , e do Filho , e do Espírito Santo , e obtido por
este batismo do graça do Espírito Santoe tornou-se digno de Filiação, e ser
adorado em relação à Pessoa de Deus, a Palavra (assim como alguém adora a
imagem de um imperador) e que ele se tornou, após a ressurreição, imutável
em seus pensamentos e totalmente sem pecado. . E, novamente, esse mesmo
ímpio Theodore também disse que a união de Deus com o Verbo é semelhante
àquela que, de acordo com a doutrina do Apóstolo, existe entre um homem e
sua esposa, Os dois estarão em uma só carne. O mesmo [Theodore] ousou,
entre numerosas outras blasfêmias , dizer que, depois da ressurreição, o
Senhor soprou sobre seus discípulos , dizendo: Recebe o Espírito Santo., ele
realmente não lhes deu o Espírito Santo , mas que ele soprou sobre eles
apenas como um sinal. Ele igualmente disse que a profissão de fé feita por
Tomé quando ele, após a ressurreição, tocou as mãos e o lado do Senhor, a
saber: Meu Senhor e meu Deus , não foi dito em referência a Cristo , mas que
Tomé , maravilhado com o milagre da ressurreição, agradeceu a Deus que
havia ressuscitado a Cristo. E além disso (o que é ainda mais escandaloso),
este mesmo Theodore em seu Comentário sobre os Atos dos Apóstolos
compara Cristo a Platão , Maniqueu, Epicuro e Marcion.e diz que cada um
desses homens, tendo descoberto sua própria doutrina, dera seu nome a
seus discípulos , que eram chamados de platonistas, maniqueus, epicuristas e
marcionitas, assim como Cristo, tendo descoberto sua doutrina, havia dado o
nome de cristãos a sua doutrina. discípulos . Se, então, alguém defender este
Teodoro e seus escritos impiedosos, nos quais ele vomita
as blasfêmias mencionadas acima, e incontáveis outras pessoas além de nosso
Grande Deus e Salvador Jesus Cristo , e se alguém não anatematiza a ele ou a
seus escritos impiedosos, bem como todos aqueles que o protegem ou
defendem, ou que afirmam que sua exegese é ortodoxa, ou quem escreve a
favor dele e de suas obras ímpias, ou aqueles que compartilham as mesmas
opiniões, ou aqueles que os compartilharam e ainda continuam até o fim
nesta heresia : seja ele anátema .

13

Se alguém defender os escritos ímpios de Teodoreto , dirigidos contra


a verdadeira fé e contra o primeiro santo santo de Éfeso e contra São Cirilo e
seu XII. Anathemas, e [defende] o que ele escreveu em defesa do ímpio
Theodore e Nestorius , e de outros tendo as mesmas opiniões que os citados
Theodore e Nestorius , se alguém os admite ou sua impiedade, ou deve dar o
nome de ímpios a os doutores da Igreja que professam a união hipostática
de Deus a Palavra ; e se alguém não anatematizarestes escritos ímpios e
aqueles que mantiveram ou detêm esses sentimentos, e todos aqueles que
escreveram contrariamente à fé verdadeira ou contra São Cirilo e seu XII.
Capítulos, e que morrem em sua impiedade: seja anátema .

14

Se alguém defender essa carta que Ibas teria escrito a Maris o Persa, na qual
ele nega que a Palavra de Deus encarnada de Maria , a Santa Mãe de Deus e
sempre virgem, foi feita homem, mas diz que uma mera o homem nasceu dela,
a quem ele estiliza um templo, como se a Palavra de Deus fosse uma pessoa e
o homem outra pessoa; em que carta ele também repreende São Cirilo como
um herege , quando ele ensina a fé correta dos cristãos , e o acusam de
escrever coisas como os ímpios Apolinário. Além disso, ele participa do Primeiro
Conselho de Éfeso, afirmando que há Nestório sem a discriminação e sem
exame. A suprema epístola encarna o XII. Capítulos de Circulação de Memória,
Ímpios e Contrários de Séria e Defender Theodore e Nestorius e seus
conhecimentos e escritos impiedosos. Se alguém, portanto, deve defender uma
epístola acima mencionada e não deve anatematizarele e aqueles que o
defendem e dizem que é certo ou que uma parte dele é correta, ou se alguém
defenderá aqueles que escreveram ou escreverão em seu favor, ou em defesa
das impiedades contidas nele, como bem como aqueles que pretendem
defendê-lo ou as impiedades que ele contém em nome dos Santos Padres ou do
Santo Sínodo de Calcedônia, e permanecerão nessas ofensas até o fim:
seja anátema .
Os anátemas contra o Orígenes

Se alguém afirma a pré fabuloso existência de almas , e deve valer a


restauração monstruosa que segue a partir dele: que ele seja anátema .

Se alguém disser que a criação ( τὴυ παραγωγὴν ) de todas as coisas razoáveis


inclui apenas inteligências ( νόας ) sem corpos e completamente imateriais, não
tendo nem número nem nome, de modo que haja unidade entre todos eles por
identidade de substância, força e energia, e pela sua união
e conhecimento de Deus a Palavra ; mas que já não desejam a visão de Deus ,
eles se entregaram a coisas piores, cada um seguindo suas próprias
inclinações, e que eles tomaram corpos mais ou menos sutis, e receberam
nomes, pois entre os Poderes celestes há uma diferença. de nomes como
também há uma diferença de corpos; e daí alguns se tornaram e são chamados
de querubins, outrosSerafins e Principados e Poderes e Dominações e Tronos e
Anjos, e tantas outras ordens celestiais quanto possa haver: seja anátema .

Se alguém disser que o sol, a lua e as estrelas também são seres razoáveis, e
que eles só se tornaram o que são porque se voltaram para o mal :
seja anátema .

Se alguém disser que as criaturas racionais, nas quais o amor divino esfriara,
foram ocultas em corpos densos como o nosso e foram chamadas de homens,
ao passo que as que alcançaram o menor grau de maldade compartilharam
corpos frios e obscuros e Se torne e chame demônios e espíritos malignos :
seja anátema .
5

Se alguém disser que uma condição psíquica ( ψυχικὴν ) veio de um estado


angélico ou arcan- celélico , e além disso que
uma condição demoníaca e humana veio de uma condição psíquica, e que de
um estado humano eles podem se tornar novamente anjose demônios , e que
cada ordem das virtudes celestes é toda daquelas abaixo ou daquelas acima, ou
daquelas acima e abaixo: seja anátema .

Se alguém disser que há uma dupla raça de demônios , dos quais um inclui
as almas dos homens e o outro os espíritos superiores que caíram nisso, e que
de todo o número de seres razoáveis há apenas um que permaneceu inabalável
no amor e contemplaçãode Deus , e que esse espírito se tornou Cristo e o rei
de todos os seres racionais, e que ele criou todos os corpos que existem no
céu, na terra e entre o céu e a terra; e que o mundo que tem em si mesmo
elementos mais antigos que ele mesmo, e que existe por si mesmo, a saber:
secura, umidade, calor e frio, e a imagem ( ιδέαν) ao qual foi formada, foi
assim formada, e que a Santíssima e consubstancial Trindade não criou o
mundo, mas que foi criada pela inteligência operante ( οῦς δημιρυργός ) que é
mais antiga que o mundo, e que se comunica para o seu ser: seja anátema .

Se alguém disser que Cristo , de quem se diz que ele apareceu na forma
de Deus , e que ele esteve unido antes de todo tempo com Deus a Palavra , e
se humilhou nestes últimos dias até a humanidade, tinha (de acordo com a sua
expressão) pena das várias quedas que apareceram nos espíritos unidos na
mesma unidade (da qual ele mesmo faz parte), e que para restaurá-los ele
passou por várias classes, teve corpos diferentes e nomes diferentes, tornou-se
tudo para todos, um Anjo entre os Anjos, um Poder entre os Poderes, vestiu-se
nas diferentes classes de seres racionais com uma forma correspondente a essa
classe e, finalmente, tomou carne e sangue como os nossos e se tornou homem
para homens; [se alguém diz tudo isso] e não professa queDeus a Palavra se
humilhou e se tornou homem: seja anátema .
8

Se alguém não reconhecer que Deus a Palavra , da mesma substância com o


Pai e o Espírito Santo , e que se fez carne e se fez homem, um da Trindade, é
Cristo em todos os sentidos da palavra, mas [afirmará] que ele é tão somente
de uma maneira imprecisa, e por causa do rebaixamento ( κενώσαντα ), como
eles o chamam, da inteligência ( νοῦς ); se alguém afirmar que essa
inteligência se uniu ( συνημμένον ) a Deus, a Palavra , é o Cristo
no verdadeiro sentido da palavra, enquanto o Logos é chamado apenas de
Cristo por causa dessa união com a inteligência, e e converso que a inteligência
é apenas chamado Deus por causa do Logos : seja anátema .

Se alguém disser que não foi o Logos Divino que fez o homem tomando um
corpo animado com um ψυχὴ῾ λογικὴ e νοερὰ , que ele desceu ao inferno e
subiu ao céu, mas fingirá que é o Ν ῦ ῦ which que fez isso,
que of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of
of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of of ofῦ

10

Se alguém disser que depois da ressurreição o corpo do Senhor foi etéreo,


tendo a forma de uma esfera, e que tais serão os corpos de todos depois da
ressurreição; e que depois que o próprio Senhor tiver rejeitado
seu verdadeiro corpo e depois que os outros que se levantam tiverem rejeitado
o deles, a natureza de seus corpos será aniquilada: seja anátema .

11

Se alguém disser que o julgamento futuro significa a destruição do corpo e que


o fim da história será irrelevante, e que depois disso não haverá mais nenhuma
questão, mas apenas espírito ( νοῦς ): seja anátema .

12
Se alguém disser que as Potestades celestiais e todos os homens e
o Diabo e espíritos malignos estão unidos com a Palavra de Deus em todos os
aspectos, como o ½ which which which which is que é chamado por eles e que
está na forma de Deus , e que humilhou em si como dizem; e [se alguém
disser] que o reino de Cristo terá um fim: seja anátema .

13

Se alguém disser que Cristo [ie, os Ν ῦ ῦ ] is] não é de modo algum diferente
de outros seres racionais , nem substancialmente nem por sabedoria nem por
seu poder e poder sobre todas as coisas, mas que todos serão colocados à
destra de Deus , assim como aquele que é chamado por eles Cristo [o Ν ῦῦς ],
como também eles estavam na pré- existência fingida de todas as coisas:
seja anátema .

14

Se alguém disser que todos os seres racionais um dia estarão unidos em um,
quando as hipóstases, assim como os números e os corpos, terão desaparecido,
e que o conhecimento do mundo por vir levará consigo a ruína dos mundos, e a
rejeição de corpos como também a abolição de [todos] nomes, e que haverá
finalmente uma identidade do γνῶσις e do hypostasis; Além disso, neste
pretenso apocalipse , os espíritos só continuarão a existir, como na pré-
existência fingida: seja anátema .

15

Se alguém disser que a vida dos espíritos ( νοῶν ) será como a vida que estava
no princípio enquanto os espíritos ainda não caíram ou caíram, de modo que o
fim e o começo serão semelhantes, e que o fim será a verdadeira medida do
começo: seja anátema .

Os anátemas do imperador Justiniano contra Orígenes

1
Quem quer que diga ou pense que as almas humanas preexistiam, isto é, que
elas haviam sido anteriormente espíritos e poderes sagrados , mas que,
saciadas com a visão de Deus , haviam se voltado para o mal e assim
o amor divino havia morrido. out ( ἀπψυγείσας ) e eles tinham, portanto,
tornar-se almas ( ψυχάς ) e tinham sido condenados a punição em corpos,
será anátema .

Se alguém diz ou pensa que a alma do Senhor pré- existia e estava unida
a Deus a Palavra antes da Encarnação e Concepção da Virgem, seja anátema .

Se alguém diz ou pensa que o corpo de nosso Senhor Jesus Cristo foi formado
pela primeira vez no ventre da santa Virgem e que depois estava unido a Deus,
a Palavra e a alma preexistente, seja anátema .

Se alguém diz ou pensa que a Palavra de Deus se tornou semelhante a todas as


ordens celestes, de modo que para o querubim ele era um querubim, para o
serafim um serafim: em resumo, como todos os poderes superiores,
seja anátema .

Se alguém diz ou pensa que, na ressurreição, os corpos humanos se levantarão


de forma esférica e, ao contrário de nossa forma atual, será anátema .

Se alguém disser que o céu, o sol, a lua, as estrelas e as águas que estão
acima dos céus têm alma e são seres sensatos, seja anátema .
7

Se alguém diz ou pensa que Cristo, o Senhor, em um tempo futuro, será


crucificado por demônios, como foi para os homens, seja anátema .

Se alguém diz ou pensa que o poder de Deus é limitado, e que ele criou tanto
quanto pôde, seja anátema .

Se alguém disser ou achar que a punição de demônios e de homens ímpios é


apenas temporária e um dia terá um fim, e que ocorrerá uma restauração
( ἀποκατάστασις ) de demônios e de homens ímpios, seja anátema .

Anátema a Orígenes e àquele Adamantius, que estabeleceu essas opiniões


juntamente com sua doutrina perversa e execrável e perversa e para quem
quer que seja que pense assim, ou defenda essas opiniões, ou de qualquer
forma a qualquer momento, presumirá protegê-las.

A Epístola Decretal do Papa Vigilius na Confirmação do Quinto

Sínodo Ecumênico

Por fim, o papa Vigilius resignou-se ao conselho do Conselho e, seis meses


depois, escreveu uma carta ao Patriarca Eutíquio, na qual confessou que estava
querendo caridade na divisão de seus irmãos. Ele acrescenta que não se deve
ter vergonha de se retratar, quando se reconhece a verdade e apresenta o
exemplo de Agostinho. Ele diz que, depois de ter melhor examinado o assunto
dos Três Capítulos , ele os considera dignos de condenação. Reconhecemos
para nossos irmãos e colegas todos aqueles que os condenaram, e anulamos,
por escrito, tudo o que foi feito por nós ou por outros para a defesa dos três
capítulos.
O manuscrito do qual esta carta foi impressa foi encontrado na Biblioteca Real
de Paris por Peter de Marca e por ele publicado pela primeira vez, com uma
tradução em latim e com uma dissertação. Ambos com o texto grego são
encontrados em Labbe e Conciliade Cossart, Tom. V. col. 596 e segs . também
no Patr de Migne . Lat . Tom. LXIX, col. 121 e segs . Algumas dúvidas foram
expressas sobre sua genuinidade e Hardouin acredita que o jesuíta erudito
Garnerius, em suas anotações sobre o Breviário do Diácono
Leberatus, provou seu caráter suppositivo. Mas os eruditos geralmente não têm
essa opinião, mas aceitam a carta como genuína.

Vigilius ao seu amado irmão Eutychius.

Ninguém ignora os escândalos que o inimigo da raça humana suscitou em todo


o mundo: de modo que ele fez cada um com um objetivo iníquo em vista,
lutando de alguma forma para cumprir seu desejo de destruir a propagação
da Igreja de Deus. em todo o mundo, não só em seu próprio nome, mas
também no nosso e nos de outros, para compor diversas coisas, tanto em
palavras como em escrita; em tanto que ele tentou nos dividir que, junto com
nossos irmãos e companheiros bispos , estão parando nesta cidade real, e que
defendem com igual reverência os quatro sínodos, e sinceramente persistem na
mesma e mesma fé daqueles quatro sínodos. por seus sofismas e maquinações,
ele tentou separar-se deles; de modo que nós, que éramos e somos da mesma
opinião quando tocamos a fé , nos separamos em discórdia, sendo
o amor fraterno desprezado.

Mas visto que Cristo, nosso Deus , que é a verdadeira luz, a quem as trevas
não compreendem, removeu toda a confusão das nossas mentes, e assim
lembrou a paz ao mundo inteiro e à Igreja , para que as coisas que devem ser
definidas por nós tenham foram cumpridos de forma saudável através da
revelação do Senhor e da investigação da verdade .

Portanto, meus queridos irmãos, quero dizer que, em comum com todos vocês,
nossos irmãos, recebemos em todos os aspectos os quatro sínodos, isto é, o
niceno, o constantinopolitano, o primeiro efésico e o calcedônico; e nós os
veneramos com a mente devota e os vigiamos com toda a nossa mente. E se
houver alguém que não siga estes santos sínodos em todas as coisas que
definiu sobre a fé , julgamos que são estrangeiros para a comunhão
da Santa e da Igreja Católica .
Portanto, por causa do nosso desejo de que vocês, meus irmãos, saibam o que
fizemos neste assunto, nós os divulgamos por esta carta. Pois ninguém
pode duvidar de quantas discussões foram levantadas por conta dos Três
Capítulos , isto é, sobre Theodore, algum dia bispo de Mopsuestia, e seus
escritos, bem como sobre os escritos de Theodoret , e sobre aquela carta que é
dita foram escritos por Ibas para Maris o persa: e quão diversas foram as
coisas faladas e escritas sobre estes três capítulos . Agora, se em toda a sã
sabedoria dos negócios exige que haja uma retratação do que foi proposto após
o exame, não deveria haver vergonha quando o que foi omitido pela primeira
vez é tornado público depois de descoberto por um estudo mais aprofundado
da verdade .[E se for este o caso em assuntos ordinários] quanto mais nas
lutas eclesiásticas o mesmo ditame da razão do som deve ser
observado? Especialmente desde que é manifesto que nossos Padres, e
especialmente o bendito Agostinho, que era em verdade muito ilustre
nas Escrituras Divinas , e um mestre na eloquência romana, retratou alguns de
seus próprios escritos, e corrigiu algumas de suas próprias palavras, e
acrescentou: o que ele havia omitido e depois descobriu. Nós, liderados por seu
exemplo, nunca desistimos do estudo das questões levantadas pela
controvérsia em relação aos Três Capítulos mencionados anteriormente, nem
nossa busca por passagens nos escritos de nossos Pais que eram aplicáveis ao
assunto.

Como resultado desta investigação, tornou-se evidente que nas palavras


de Theodore of Mopsuestia (que são faladas contra todas as mãos) existem
muitas coisas contrárias à fé correta e aos ensinamentos dos santos Padres; e
por isso mesmo esses mesmos santos Padres partiram para a instrução dos
tratados da Igreja que haviam escrito contra ele.

Entre outras blasfêmias dele, encontramos que ele disse abertamente


que Deus, a Palavra, era uma [pessoa] e Cristo, outra [pessoa], que se
atormentava com as paixões da alma e com os desejos da carne, e que pouco a
pouco avançou. de um estágio mais baixo para um superior de excelência pela
melhoria ( προκοπῇ , per profectum operum ) de suas obras, e tornou-se
irrepreensível em sua maneira de viver. E mais adiante ele ensinou que era um
mero homem que foi batizado em Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo ,
e que ele recebeu através de seu batismo a graça do Espírito Santo , e mereceu
sua adoção; e, portanto, que Cristo poderia ser venerado da mesma forma que
a imagem do Imperador é venerada como sendo a persona ( εἰς πρόσωπον )
de Deus, a Palavra . E ele também ensinou que [somente] depois de sua
ressurreição ele se tornou imutável em seus pensamentos e totalmente
impecável.

Além disso, ele disse que a união da Palavra de Deus foi feita com Cristo, como
o Apóstolo diz que a união é feita entre um homem e sua esposa: os dois serão
uma só carne; e que depois de sua ressurreição, quando o Senhor soprou sobre
seus discípulos e disse: Recebe o Espírito Santo , ele não deu a eles o Espírito
Santo . Em semelhante estirpe de palavrões, ele se atreveu a dizer que a
confissão que Tomé fez, quando tocou as mãos e o lado do Senhor após a
ressurreição, dizendo: Meu Senhor e meu Deus , não se aplicava a Cristo (pois
Theodore não reconheceu a Cristo). ser Deus); mas que Tomé deu glória a
Deus, cheio de admiração pelo milagre da ressurreição, e assim disse estas
palavras.

Mas o que é ainda pior é que, ao interpretar os Atos dos Apóstolos, Teodoro faz
com que Cristo goste de Platão , Maniqueu e Epicuro , e Marciano, dizendo:
Assim como cada um deles foi o autor de seus próprios ensinamentos
peculiares, e Eles chamaram seus discípulos de nomes próprios,
platonistas, maniqueístas , epicuristas e marcionitas, assim
como Cristo inventou dogmas e chamou seus seguidores cristãos de si mesmos.

Portanto, toda a Igreja Católica saiba que de maneira justa e irrepreensível


chegamos às conclusões contidas nesta nossa constituição. Por isso,
condenamos e anatematizamos Theodore, ex- bispo de Mopsuestia, e seus
escritos impiedosos, juntamente com todos os outros hereges , que (como é
manifesto) foram condenados e anatematizados pelos quatro sagrados Sínodos
supracitados, e pela Igreja Católica : também os escritos de Teodoreto que se
opõem à fé correta , e são contra os Doze Capítulos de São Cirilo, e contra o
primeiro Concílio de Éfeso, que foram escritos por ele em defesa de Teodoro
e Nestório .

Além disso, anatematizamos e condenamos a carta ao herege persa Maris, que


se diz ter sido escrito por Ibas , que nega que Cristo, a Palavra, foi encarnado
da santa Mãe de Deus e sempre virgem Maria, e se fez homem, mas declara
que um mero homem nasceu dela, e este homem estiliza um templo, de modo
que nós somos dados para entender que Deus a Palavra é uma [Pessoa] e
Cristo outra [Pessoa]. Além disso, calunia São Cirilo, o mestre e arauto
da fé ortodoxa , chamando-o de herege e acusando-o de escrever coisas
semelhantes a Apolinário ; e isso denuncia o primeiro Sínodo de Éfeso,
condenando Nestório sem deliberação ou investigação; declara igualmente os
doze capítulos de São Cirilo como ímpios e contrários à fé correta ; e além disso
defende Theodore e Nestorius , e seus ensinamentos e escritas ímpios.

Portanto, anatematizamos e condenamos os supracitados Três Capítulos , a


saber, o ímpio Teodoro de Mopsuéstia e seus escritos impiedosos; E tudo o
que Teodoreto impiamente escreveu, assim como a carta que teria sido escrita
por Ibas , na qual estão contidas as blasfêmias profanas acima
mencionadas. Da mesma forma, estamos sujeitos a um anátema que, a
qualquer momento, acreditará que esses capítulos devem ser recebidos ou
defendidos; ou tentará subverter esta presente condenação.

E mais adiante definimos que eles são nossos irmãos e


companheiros sacerdotes que sempre guardam a fé correta estabelecida por
esses sínodos mencionados anteriormente, e devem ter condenado os Três
Capítulos mencionados acima, ou até mesmo condená-los agora.

E, além disso, anulamos e evacuamos por esta presente definição escrita de


tudo o que foi dito por mim ( a mim ) ou por outros em defesa dos
supracitados Três Capítulos .

Longe de ser da Igreja Católica que alguém deva dizer que todas
as blasfêmias acima relacionadas, ou aquelas que mantiveram e seguiram tais
coisas, foram recebidas pelos quatro sínodos antes mencionados ou por
qualquer uma delas. Pois é muito claro que ninguém foi admitido
pelos santos Padres mencionados anteriormente e especialmente pelo Concílio
de Calcedônia , sobre quem havia qualquer suspeita, a menos que ele primeiro
tivesse repelido as blasfêmias acima mencionadas e todas semelhantes a elas,
ou outra pessoa havia negado e condenado a heresia ou blasfêmias de que era
suspeito.

Inscrição

Que Deus te preserve em saúde, irmão mais honrado . Datado


VI. Identidade. Dez. No vigésimo segundo ano de nosso senhor, o imperador
Justiniano , eterno Augusto, o décimo segundo ano depois do consulado do
ilustre Basílio.
Terceiro Concílio de Constantinopla

Por favor, ajude a apoiar a missão do Novo Advento e obtenha o conteúdo


completo deste site como um download instantâneo. Inclui a Enciclopédia
Católica, os Padres da Igreja, a Summa, a Bíblia e muito mais - tudo por
apenas US $ 19,99 ...

Sessão I - Extratos dos Atos

[ Depois de uma história da assembléia do Concílio, os Atos começam com a


fala dos Legados do Papa, como segue :]

Senhor mais benigno, de acordo com os Sacra para o nosso mais sagrado Papa
da majestade instruída por Deus, fomos enviados por ele aos
mais sagrados passos da sua serenidade confirmada por Deus, levando conosco
sua sugestão ( ἀναφορᾶς ,suggestione ) como bem como a outra sugestão do
seu Sínodo, igualmente dirigida a sua piedade divinamente preservada pelos
veneráveis bispos a ela submetidos, que também oferecemos à sua fortaleza
coroada por Deus. Desde então, durante os últimos quarenta e seis anos, mais
ou menos, certas novidades em expressão, contrárias à fé ortodoxa, foram
introduzidas por aqueles que foram em várias vezes bispos desta, sua cidade
real e preservada por Deus, para sagacidade: Sergius, Paul , Pyrrhus, e Peter,
como também por Cyrus, uma vezarcebispo da cidade de Alexandria, bem
como por Theodore, que era bispo de uma cidade chamada Pharan, e por
alguns outros seus seguidores, e uma vez que estas coisas, em menor grau,
trouxeram confusão à Igreja em todo o mundo, pois ensinaram
dogmaticamente que havia apenas uma vontade na dispensação da Encarnação
de Nosso Senhor Jesus Cristo , uma da Santíssima Trindade e uma operação; e
já que muitas vezes seu servo, nossa sé apostólica, lutou contra isso, e
então orou contra ela, e de maneira alguma conseguiu, até agora, afastar de
tal opinião depravada seus defensores, nós suplicamos a seu Deus-
fortalezacoroada, que tal como compartilhar essas visões da igreja
mais sagrada de Constantinopla pode nos dizer, qual é a fonte desta nova
linguagem de emaranhado.

[ Resposta dos monotelistas feita a pedido do imperador :]


Nós não trouxemos nenhum novo método de discurso, mas ensinamos tudo o
que recebemos dos santos Sínodos Ecumênicos, e dos santos Padres
aprovados, bem como dos arcebispos desta cidade imperial, a saber:
Sérgio, Paulo , Pirro, e Pedro, como também de Honório que foi o Papa da
Velha Roma, e de Ciro que foi o Papa de Alexandria, isto é, com referência à
vontade e operação, e assim nós acreditamos , e assim nós acreditamos , então
nós pregamos; e, além disso, estamos prontos para defender e defender
essa fé .

A Carta de Agatho, Papa da Velha Roma, ao Imperador, e a

Carta de Agatho e de 125 Bispos do Sínodo Romano, dirigida

ao Sexto Concílio

( Leia na Quarta Sessão, 15 de novembro, a pedido de George, Patriarca de


Constantinopla e seus Sufragâneos .)

Nota Introdutória

(Bossuet, Defensio Cler. Gal . Lib. VII., Cap. Xxiv.)

Todos os padres falaram um por um, e só depois do exame foram aprovadas as


cartas de Santo Agatho e todo o Concílio Ocidental.Agatho , de fato, e os bispos
ocidentais aplicaram seus decretos assim ['Nós dirigimos pessoas de nossa
humildade ao seu valor protegido de Deus , que oferecerá a você o relatório de
todos nós, isto é, de todos os Bispos do Norte ou Regiões Ocidentais, nas quais
também resumimos a confissão de nossa Fé Apostólica, ainda] não como
aqueles que desejavam discutir sobre estas coisas como sendo incertas, mas,
sendo certo e imutável para vê-las em uma breve definição, [ Suplicando-lhe
suplicantemente que, pelo favor de sua majestade sagrada, você ordene que
essas mesmas coisas sejam pregadas a todos e que tenham força com todos.
”Sem dúvida, portanto, tanto quanto naqueles leigos, eles definiram o
assunto. A questão era se as outras Igrejas em todo o mundo concordariam, e
uma questão tão grande só ficou clara após o exame episcopal. Mas as
expressões altas, magníficas, mas verdadeiras , que Santo Agatho usara de sua
Sé, a saber, que repousando sobre a promessa do Senhor, nunca se desviou do
caminho da verdade , e que seus Pontífices, os predecessores de Agatho , que
foram encarregados na pessoa de Pedro de fortalecer seus irmãos, já haviam
cumprido aquele ofício, isto os Padres do Conselho ouvem e recebem. Mas não
menos eles examinam o assunto, eles investigam os decretos dos Romanos
Pontífices, e, após a investigação realizada, aprovam os decretos de Agatho ,
condenam os de Honório: uma certa prova de que eles não
entenderam as expressões de Agatho como se fosse necessário receber sem
discussão todos os decretos romanos até mesmo fidedignos , na medida em
que são submetidos ao exame supremo e final de um Conselho Geral: mas
como se essas expressões tomadas como um todo, no seu todo, sejam válidas
na sucessão plena e completa de Pedro, como já dissemos muitas vezes, e em
seu devido lugar, dirá mais amplamente.

A carta do papa Agatho

( Encontrado em Migne, Pa . Lat., Tom . LXXXVII., Col. 1161; L. e C., Tom. VI.,
Col. 630.)

Agatho bispo e servo dos servos de Deus para os mais devotos e serenos
vitoriosos e conquistadores, nossos mais amados filhos e amados de Deus e
de nosso Senhor Jesus Cristo , o Imperador Constantino, o Grande , e para
Heráclio e Tibério, Augusto.

Enquanto contemplava as várias ansiedades da vida humana , e enquanto


gemia com veemência, chorando diante do único Deusverdadeiro , na oração
para que ele pudesse transmitir à minha alma vacilante o conforto de sua
divina misericórdia, e pudesse levantar-me pela sua mão direita das
profundezas de tristeza e ansiedade, eu reconheço com gratidão meus mais
ilustres senhores e filhos, que seu propósito [de manter um Concílio] me
proporcionou profundo e maravilhoso consolo. Pois foi muito piedoso e
emanado de sua tranqüilidade mais mansa, ensinada pela benignidade divina
para o benefício da comunidade cristã confiada divinamente a sua guarda, que
seu poder imperial e clemência pudessem ter o cuidado de investigar
diligentemente as coisas de Deus ( através de quem reis reinar, que é ele
mesmo o Rei dos reis e Senhor dos senhores) e pode buscar a verdade de
sua féimaculada, uma vez que foi transmitida pelos apóstolos e pelos Padres
Apostólicos, e ser zelosamente afetados para comandar que em todas as
igrejas a tradição pura ser realizada. E que ninguém pode ser ignorante desta
sua intenção piedosa , ou suspeitar que tenhamos sido forçados pela força, e
não consentimos livremente em levar a efeito os decretos imperiais que tocam
a pregação de nossa fé evangélica que foi endereçada a nossa o predecessor
Donus, um pontífice da memória apostólica, através do nosso ministério foi
enviado e inteiramente aprovado por todas as nações e povos; por esses
decretos, o Espírito Santo, por sua graça,ditou à língua da pena imperial, a
partir do tesouro de um coração puro, como as palavras de um conselheiro não
de um opressor, defendendo-se, não olhando com desprezo os outros; não
afligindo, mas exortando; e convidando àquelas coisas que são de Deusem bom
senso, porque ele, o Criador e Redentor de todos os homens , que ele tinha
vindo na majestade de sua divindade no mundo, poderia ter mortais
aterrorizados, preferiu descer através de sua inestimável clemência. e
humildade para o estado de nós que ele criou e, portanto, para nos redimir,
que também espera de nós uma confissão voluntária da verdadeira fé .

E isso é que o abençoado Pedro, o príncipe dos Apóstolos, ensina: Alimenta o


rebanho de Cristo, que está no meio de vós, não por obrigação, mas de bom
grado, exortando-o segundo Deus . Portanto, encorajado por estes decretos
imperiais, ó senhores mais humildes de todas as coisas, e aliviado das
profundezas da aflição e elevado à esperança de consolação, eu comecei,
refrescado um pouco por uma melhor confiança, para obedecer a prontidão
com as coisas que Há algum tempo atrás, foi ordenado pelos Sacra de sua mais
tenra fortaleza , e estou tentando obedecer para encontrar pessoas , tais como
nossos tempos deficientes e a qualidade desta obediente província permitir, e
aconselhar-se com meus bispos companheiros de serviço, bem aproximando o
sínodo destaSé Apostólica , como concernente ao nosso próprio clero , os
amantes do Império Cristão , e depois, concernente aos servos religiosos
de Deus , que eu poderia exortá-los a seguir rapidamente os passos da sua
mais piedosa Tranqüilidade. E não fosse a grande bússola das províncias em
que o conselho de nossa humildade se situou ter causado tão grande perda de
tempo, nossa servidão, há algum tempo, poderia ter cumprido
com obediência estudiosa o que até agora mal foi feito. Por enquanto, das
várias províncias, um conselho tem se reunido a nosso respeito e, embora
tenhamos sido capazes de selecionar algumas pessoas daquela mesma cidade
romana imediatamente sujeitas ao seu poder mais sereno, ou daqueles que
estão próximos, obrigado a esperar de províncias distantes, nas quais a palavra
da fé cristã era pregada por aqueles enviados pelos predecessores da minha
pequenez; e assim transcorreu um grande espaço de tempo: e eu passo por
minhas dores corporais em conseqüência das quais a vida para uma pessoa
perpetuamente sofredora não é possível nem agradável. Portanto, a
maioria dos senhores e filhos cristãos , de acordo com o mais piedoso jussio de
sua clemência protegida por Deus, temos tido o cuidado de enviar, com a
devoção de um coração de oração (da obediência que lhe devemos, não porque
confiamos em o conhecimento [superabundante] daqueles a quem enviamos a
vocês), nossos companheiros servos aqui presentes, Abundantius, John e John,
nossos reverendíssimos irmãos bispos , Theodore e George, nossos mais
amados filhos e presbíteros , com nosso filho mais amado, John , um diácono ,
e com Constantino, um subdiácono desta mãe espiritual santa , a Sé
Apostólica , bem como Theodore, o legado presbitério da Santa Igreja de
Ravenna e os servos religiosos de Deus os monges . Pois, entre
os homens colocados entre os gentios , e ganhando o pão de cada dia pelo
trabalho corporal com considerável distração, como poderia
um conhecimento das Escrituras , em sua plenitude, ser encontrado a menos
que tenha sido canonicamente definido por nossos predecessores santos e
apostólicos? os veneráveis cinco concílios, preservamos com simplicidade de
coração, e sem qualquer distorção guardamos a fé que nos vem dos Padres,
sempre desejosos e procurando possuir aquele e maior bem, a saber: que nada
seja diminuído das coisas canonicamente definidas e que nada seja mudado
nem acrescentado a ele, mas que essas mesmas coisas, tanto em palavras
quanto em sentido, sejam guardadas intocadas? A esses mesmos comissários,
também demos o testemunho de alguns dos santos Padres, a quem
esta Igreja Apostólica de Cristo recebe, juntamente com seus livros, para que,
tendo obtido do poder de seu cristianismo mais benigno o privilégio de sugerir,
pudessem fora destes esforços para dar satisfação, (quando a sua mansidão
imperial deve ter assim ordenado) quanto ao que esta Igreja Apostólica
de Cristo , sua mãe espiritual e mãe do seu império de Deus, crê e prega, não
em palavras de eloquência mundana , que não estão no comando de homens
comuns, mas na integridade da fé apostólica, em que tendo sido ensinado
desde o berço, oramos para que possamos servir e obedecer ao Senhor do céu,
o Propagador do seu império cristão , mesmo até o fim. Conseqüentemente,
nós concedemos a eles a faculdade ou autoridade com sua mais tranqüila força,
para proporcionar satisfação com simplicidade sempre que sua clemência
ordenar, sendo imposta a eles como uma limitação que eles presumem não
adicionar, tirar ou mudar qualquer coisa; mas que eles expuseram essa
tradição da Sé Apostólica com toda a sinceridade, como foi ensinado pelos
pontífices apostólicos, que foram nossos predecessores. Para esses delegados
nós humildemente imploramos com os joelhos tortos da mente sua clemência
sempre cheia de condescendência, que de acordo com a mais benigna e mais
augusta promessa do Sacra imperial, sua Tranqüilidade Cristã pode considerá-
los dignos de aceitação e pode se dignar a dar uma audição favorável às suas
sugestões mais humildes . Assim, a mais piedosa Piedade encontre os ouvidos
do Todo-Poderoso Deus abertos às suas orações e ordene que eles retornem
aos seus ilesos em sua retidão de nossa fé Apostólica, bem como na
integridade de seus corpos. E assim a majestade celestial pode restaurar o
governo benigno de seu governo através dos trabalhos mais heróicos e
inconquistáveis de sua clemência fortalecida por Deus,
toda a comunidade cristã , e ele pode subjugar nações hostis ao seu poderoso
cetro, para que haja satisfação de desta vez para toda alma e para todas as
nações, porque o que você se dignou a prometer solenemente por suas cartas
mais augustas sobre a imunidade e segurança daqueles que vieram ao
Conselho, você cumpriu em todos os aspectos. Não é a sabedoria deles que nos
deu confiança para fazer ousar enviá-los à sua presença piedosa ; mas nossa
pequenez obedientemente cumpriu com o que sua benignidade imperial, com
uma ordem graciosa, exortou a. E resumidamente, intimaremos a sua piedade
divinamente instruída, qual a força da nossa fé apostólica, que recebemos
através da tradição apostólica e da tradição dos pontífices apostólicos, e a dos
cinco sínodos gerais sagrados , através dos quais os fundamentos
da A Igreja Católica de Cristo foi fortalecida e estabelecida; este é então o
status [e a tradição regular] de nossa fé evangélica e apostólica, a saber, que
ao confessarmos a santa e inseparável Trindade, isto é, o Pai , o Filho e
o Espírito Santo , para ser uma só divindade, de uma natureza e substância
ou essência , assim também professaremos que ela tem uma vontade natural,
poder, operação, dominação, majestade, potência e glória . E o que quer que
seja dito da mesma Santíssima Trindade, essencialmente em número singular,
entendemos que nos referimos à natureza única das três Pessoas
consubstanciais, tendo sido assim ensinado pela lógica canônica. Mas quando
fazemos uma confissão a respeito de uma das mesmas três Pessoas
da Santíssima Trindade , do Filho de Deus , ou de Deus a Palavra , e
do mistério de sua adorável dispensação segundo a carne, afirmamos que todas
as coisas são duplas o um e o mesmo nosso Senhor e Salvador Jesus
Cristo segundo a tradição evangélica, isto é, confessamos suas
duas naturezas , a saber, a divina e a humana , das quais e na qual ele, mesmo
depois da maravilhosa e inseparável união. subsiste. E confessamos que cada
uma de suas naturezas tem sua propriedade natural e que o divino tem todas
as coisas que são divinas, sem pecado algum. E nós reconhecemos que cada
um (das duas naturezas ) de um e mesmo encarnado, isto é, humanizado
( humanati ) Palavra de Deus está nele sem confusões, inseparável e
imutavelmente, inteligência somente discernindo uma unidade, para evitar
o erro de confusão. Pois nós igualmente detestamos a blasfêmia da divisão e da
comunhão.Pois quando confessamos duas naturezas e duas vontades naturais,
e duas operações naturais em nosso único Senhor Jesus Cristo, não afirmamos
que elas são contrárias ou opostas umas às outras (como aquelas que erram do
caminho da verdade e acusam o apostólico Mesmo que essa impiedade dos
corações dos fiéis!), nem como separados ( per se separados) em
duas pessoas ou subsistências, mas dizemos que como o mesmo nosso Senhor
Jesus Cristo tem duas naturezas assim também ele tem duas vontades e
operações naturais, a saber, o divino e o humano : a vontade e a operação
divinas que ele tem em comum com o Pai coessado desde toda a eternidade :
o humano que ele recebeu de nós, tomado com a nossa natureza no
tempo. Esta é a tradição apostólica e evangélica, que a mãe espiritual do seu
mais feliz império, a Igreja Apostólica de Cristo , detém.

Esta é a expressão pura da piedade . Esta é a profissão verdadeira e imaculada


da religião cristã , não inventada pela astúcia humana , mas que foi ensinada
pelo Espírito Santo através dos príncipes dos apóstolos. Esta é a firme e
irrepreensível doutrina dos santos Apóstolos, a integridade da
sincera piedade da qual, enquanto é pregada livremente, defende o império de
sua Tranquilidade na comunidade cristã , e exulta [a defenderá, a tornará
estável; e exultante], e (como nós confiamos firmemente) demonstrá-lo cheio
de felicidade . Acredite em seu mais humilde [servo], meus maiores senhores e
filhos cristãos , que estou derramando essas orações com minhas lágrimas, ou
sua estabilidade e exultação [ na exaltação grega ]. E estas coisas eu (embora
indigno e insignificante) ouso aconselhar através do meu amor sincero, porque
a sua vitória concedida por Deus é a nossa salvação, a felicidade da sua
Tranquilidade é a nossa alegria , a inofensividade da sua bondade é a
segurança da nossa pequenez. E, portanto, rogo-lhe com um coração contrito e
rios de lágrimas, com a mente prostrada, digna-se a estender a mão direita
para a doutrina apostólica que o cooperador de seus trabalhos piedosos , o
abençoado apóstolo Pedro , entregou. não seja escondido debaixo do alqueire,
mas que seja pregado em toda a terra mais estridente do que uma corneta:
porque a verdadeira confissão da qual Pedro foi declarado abençoado pelo
Senhor de todas as coisas, foi revelada pelo Pai do céu, pois ele recebeu
do Redentor de si mesmo, por três elogios, o dever de alimentar as ovelhas
espirituais da Igreja ; sob cujo escudo protector, esta Igreja apostólica nunca
se desviou do caminho da verdade em qualquer direcção de erro , cuja
autoridade, como a do Príncipe de todos os Apóstolos, de
toda a Igreja Católica e dos Sínodos Ecuménicos, abraçou fielmente e seguido
em todas as coisas; e todos os veneráveis Padres abraçaram sua doutrina
apostólica, através da qual eles, como os luminares mais aprovados
da Igreja de Cristo , brilharam; e os santos ortodoxos médicos a veneraram e
seguiram, enquanto os hereges a perseguiram com falsas criminações e
com ódio depreciativo. Esta é a tradição viva dos apóstolos de Cristo , que a
sua Igreja ocupa em toda parte, que é principalmente amada e fomentada, e
deve ser pregada com confiança, que concilia com Deus através de sua
verdadeira confissão, que também torna louvável a Cristo. o Senhor, que
mantém o império cristão de sua clemência, que dá vitórias de longo alcance à
sua fortaleza mais piedosa do Senhor do Céu, que o acompanha na batalha e
derrota seus inimigos; que protege de todos os lados como uma muralha
inexpugnável o seu império de Deus, que lança o terror em nações opostas, e
as fere com a ira divina, que também nas guerras celestialmente dá palmas
triunfais sobre a queda e sujeição do inimigo, e sempre guardas sua mais fiel
soberania segura e alegre em paz. Pois esta é a regra da verdadeira fé , que
esta mãe espiritual do seu império mais tranqüilo, a Igreja Apostólica
de Cristo , tem tanto em prosperidade quanto em adversidade, sempre mantida
e defendida com energia; o qual, será provado , pela graça do Deus Todo-
Poderoso , nunca se desvia do caminho da tradição apostólica, nem ela foi
depravada cedendo a inovações heréticas , mas desde o princípio ela recebeu
a fé Cristã de seus fundadores, os príncipes dos Apóstolos de Cristo , e
permanece sem mácula até o fim, de acordo com a promessa divina do Senhor
e Salvador ele mesmo, que ele proferiu nos Santos Evangelhosao príncipe de
seus discípulos : dizendo: Pedro, Pedro, eis, Satanás desejou ter-te para que te
peneirasse como trigo; mas eu orei por você, que (sua) fé não falhe. E quando
você estiver convertido, fortaleça seus irmãos. Deixe sua tranqüila Clemência,
portanto, considerar, pois é o Senhor e Salvador de todos, cuja fé é, que
prometeu que a fé de Pedro não deveria falhar e exortou-o a fortalecer seus
irmãos, como é conhecido a todos que os pontífices Apostólicos, predecessores
de minha pequenez sempre fizeram isso com confiança: de quem também
nossa pequenez, desde que recebi este ministério por designação divina, deseja
ser o seguidor, embora desigual para eles e o menor de todos. Pois ai de mim,
se eu negligenciar a pregar a verdade do meu Senhor, que eles pregaram
sinceramente. Ai de mim, se eu cobrir com o silêncio a verdade que me é dado
dar aos trocadores, isto é, ensinar ao povo cristão e imbuí-lo. O que direi no
futuro exame pelo próprio Cristo, se eu corar (o que Deus o proíbe!) De pregar
aqui a verdade de suas palavras? Que satisfação poderei dar por mim mesmo,
que pelas almas que me foram confiadas, quando ele exige um relato rigoroso
do ofício que recebi? Quem, então, meus senhores e filhos mais clementes e
mais pios , (falo tremendo e prostrado em espírito) não seria movido por
aquela admirável promessa, que é feita aos fiéis: Quem confessar-me diante
dos homens, ele também o farei. confessar diante do meu pai que está no
céu ? E qual dos infieis não será aterrorizado por aquela ameaça mais severa,
na qual ele protesta que ele será cheio de ira , e declara que Quem me negar
diante dos homens, ele também eu negarei diante de meu Pai, que é no
céu ? De onde também abençoou Paulo , o apóstolo dos gentios , adverte e
diz: Mas, ainda que nós, ou um anjo do céu, vos pregue outro evangelho do
que temos evangelizado para vós, seja anátema . Como, portanto, tal
extremidade de castigo ultrapassa os corruptores, ou supressores
da verdade pelo silêncio, ninguém fugiria de uma tentativa de reduzir
a verdade da fé do Senhor? Portanto, os predecessores da memória apostólica
da minha pequenez, aprendidos na doutrina do Senhor, desde que os prelados
da Igreja de Constantinopla têm tentado introduzir na
Imaculada Igreja de Cristouma inovação herética , nunca cessaram de exortá-
los e avisá-los. com muitas orações , que deveriam, pelo menos por meio do
silêncio, desistir do erro herético do dogma depravado, para que, com isso, não
façam o começo de uma ruptura na unidade da Igreja , afirmando uma vontade
e uma única operação. duas naturezas no único Jesus Cristo nosso Senhor:
uma coisa que os arianos e os apolionistas, os eutiquianos, os Timotheans,
os Acephali , os Theodosians e os Gaianitæ ensinaram, e toda loucuraherética ,
seja daqueles que confundem, ou daqueles que dividir o mistério da encarnação
de Cristo . Aqueles que confundem o mistério da Santa Encarnação, na medida
em que dizem que há uma natureza da divindade e da humanidade de Cristo ,
afirmam que ele tem uma vontade, como de uma e (uma) operação
pessoal. Mas aqueles que dividem, por outro lado, a união inseparável, unem
as duas naturezas que reconhecem que o Salvador possui, não no entanto em
uma união que é reconhecida como hipostática; mas blasfemo juntam-se a eles
por concórdia, através do afeto da vontade, como duas subsistências, isto é,
duas pessoas. Além disso, a Igreja Apostólica de Cristo , a mãe espiritual do
seu império fundado por Deus, confessa um Jesus Cristonosso Senhor existente
de e em duas naturezas , e ela sustenta que suas duas naturezas , a saber, o
divino e o humano , existem em ele inconformado mesmo depois de sua união
inseparável, e ela reconhece que cada uma dessas naturezas de Cristo é
perfeita nas propriedades de sua natureza, e ela confessa que todas as coisas
pertencentes às propriedades das naturezas são duplas, porque o mesmo nosso
Senhor Jesus Cristo ele mesmo é um Deus perfeito e um homem perfeito, de
duas e duas naturezas : e depois de sua maravilhosa encarnação, sua
divindade não pode ser pensada sem sua humanidade, nem sua humanidade
sem sua divindade. Consequentemente, portanto, de acordo com a regra
da santa Igreja Católica e Apostólica de Cristo , ela também confessa e prega
que há nele duas vontades naturais e duas operações naturais. Pois se alguém
quer dizer uma vontade pessoal, quando na santa Trindade se diz que são três
Pessoas, seria necessário que se afirmassem três vontades pessoais e três
operações pessoais (o que é absurdo e verdadeiramente profano). Uma vez
que, como a verdade da fé cristã afirma, a vontade é natural, onde a natureza
única da santa e inseparável Trindade é mencionada, deve ser
consistentemente entendido que existe uma vontade natural e uma operação
natural. Mas quando na verdade confessamos que na única pessoa de nosso
Senhor Jesus Cristo,o mediador entre Deus e os homens, há
duas naturezas (isto é, o divino e o humano ), mesmo depois de sua admirável
união, assim como confessamos canonicamente as duas naturezas de uma e da
mesma pessoa, assim também confessamos suas duas vontades naturais e
duas operações naturais. Mas que a compreensão desta verdadeira confissão
pode tornar-se clara para a mente da sua piedade da doutrina do Antigo e
do Novo Testamento inspirada por Deus, pois a sua clemência é
incomparavelmente mais capaz de penetrar no significado das Sagradas
Escrituras do que a nossa pequenez apresentá-lo em palavras fluentes), nosso
próprio Senhor Jesus Cristo , que é verdadeiro e perfeito Deus , e verdadeiro e
perfeito homem, em seus santos Evangelhos mostra em alguns
casos as coisas humanas , em outros, divinas, e ainda em outros ambos juntos
, fazendo uma manifestação a respeito de si mesmo, a fim de instruir seus fiéis
a acreditar e pregar que ele é ao mesmo tempo verdadeiro Deus
e verdadeiro homem.Assim como o homem, ele ora ao Pai para tirar a taça do
sofrimento, porque nele nossa natureza humana estava completa, exceto
o pecado , Pai, se é possível, que esse cálice passe de mim; no entanto, não
como eu vou, mas como você vai. E em outra passagem: Não a minha vontade,
mas a sua ser feita. Se desejamos conhecer o significado de qual testemunho,
conforme explicado pelos santos e aprovados Padres,
e verdadeiramente compreender o que minha vontade e a sua significam, o
abençoado Ambrósio em seu segundo livro ao Imperador Graciano , de
abençoada memória, nos ensina o significado desta passagem, nestas palavras,
dizendo: Ele então, recebe a minha vontade, ele toma a minha tristeza, eu
confio com tristeza quando falo da cruz , a minha é a vontade, a qual ele
chama de sua, porque ele carrega a minha tristeza homem, ele falou
como homem e, portanto, ele diz: "Não como eu quero, mas como você vai." A
minha é a tristeza que ele recebeu de acordo com o meu carinho.Veja,
mais piedoso dos príncipes, quão claramente aqui este Santo Padre estabelece
que as palavras que nosso Senhor usou em sua oração , não minha
vontade, pertencem à sua humanidade; através do qual também é dito, de
acordo com os ensinamentos do beato Paulo, o apóstolo dos gentios ,
ter obedecido até a morte, e até mesmo a morte da cruz. Por isso, também nos
é ensinado que ele era obediente a seus pais , que deve ser piamente
entendido como se referindo à sua obediência voluntária , não de acordo com
sua divindade (pela qual ele governa todas as coisas), mas segundo sua
humanidade, pela qual ele espontaneamente submeteu-se aos seus pais . São
Lucas Evangelista, da mesma forma, testemunha a mesma coisa, dizendo como
o mesmo nosso Senhor Jesus Cristo orou de acordo com sua humanidade ao
Pai, e disse: Pai, se é possível que o cálice passe de mim; não obstante, não
seja feita a minha vontade, mas a sua, - que passagem Atanásio, o Confessor
de Cristo , e Arcebispo da Igreja de Alexandria , em seu livro
contra Apolinário o herege , sobre a Trindade e a Encarnação, também
entendendo os desejos de ser dois, Assim explica: E quando ele diz, Pai, se é
possível, que este cálice passe de mim, todavia não se faça a minha vontade,
mas a tua, e novamente: O espírito está pronto, mas a carne é fraca; ele
mostra que há duas vontades, a única humana que é a vontade da carne, mas
a outra divina. Para sua vontade humana , fora da fraqueza da carne estava
fugindo da paixão, mas sua vontade divina estava pronta para isso. Que
explicação mais verdadeira poderia ser encontrada? Pois como é possível não
reconhecer nele duas vontades, a saber, um humano e um divino, quando nele,
mesmo depois da união inseparável, existem duas naturezas de acordo com as
definições dos sínodos? Pois também João, que se apoiou no peito do Senhor,
seu amado discípulo , mostra o mesmo autodomínio nestas palavras: Eu desci
do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade do Pai que me
enviou. E novamente: Esta é a vontade daquele que me enviou, que de tudo o
que ele me deu eu não devo perder nada, mas deve levantá-lo novamente no
último dia. Mais uma vez ele apresenta o Senhor como disputando com
os judeus , e dizendo entre outras coisas: não busco a minha própria vontade,
mas a vontade daquele que me enviou. Sobre o significado de que palavras
divinas abençoaram Agostinho, um médico muito ilustre, assim escreve em seu
livro contra Maximino, o ariano . Ele diz: Quando o Filho diz ao Pai: 'Não o que
eu quero, mas o que você quer,' o que você aproveita, que você trouxe suas
palavras em sujeição e diz, Ele mostra verdadeiramente que sua vontade
estava sujeita ao seu Pai, como se negássemos que a vontade do homem
estivesse sujeita à vontade de Deus ? Para isso o Senhor disse isto em
sua natureza humana , qualquer um verá rapidamente quem estuda
atentamente este lugar do Evangelho . Pois aí ele diz: 'A minha alma está
profundamente triste até a morte'. Pode isto ser dito da natureza da Palavra
Única? Mas, ó homem, que pensa em fazer gemer a natureza do Espírito
Santo , por que você diz que a natureza da Palavra Unigênita de Deus não pode
ser triste? Mas, para evitar que alguém argumente dessa maneira, ele não diz
"estou triste"; (e mesmo se ele tivesse dito isso, poderia apenas ter sido
entendido de sua natureza humana ), mas ele diz: "Minha alma está triste",
que alma ele tem como homem; no entanto, também nisso ele disse: 'Não o
que eu quero' ele mostrou que queria algo diferente do que o Pai fez, o que ele
não poderia ter feito a não ser em sua natureza humana , já que ele não
introduziu nossa enfermidade em sua natureza divina. , mas
transfiguraria a afeição humana .Pois, se ele não tivesse sido feito homem, a
única Palavra não poderia de modo algum dizer ao Pai : 'Não o que eu
quero'. Pois nunca seria possível para essa natureza imutável algo diferente do
que o Pai desejava. Se você fizesse essa distinção, ó Arianos , você não
seria herético .

Nesta disputa, este venerável Pai mostra que quando o Senhor diz o seu
próprio, ele quer dizer a vontade de sua humanidade, e quando ele diz não
fazer sua própria vontade, ele nos ensina não principalmente a buscar nossas
próprias vontades, mas que através da obediência nós devemos nos submeter.
nossas vontades para a vontade divina. De tudo o que é evidente que ele tinha
uma vontade humana pela qual ele obedeceu a seu Pai , e que ele tinha em si
mesmo este mesmo ser humano imaculado de todo pecado ,
como verdadeiro Deus e homem . Que coisa Santo Ambrósio também assim
trata em sua explicação de São Lucas Evangelista.

[ Depois disso segue-se uma catena de citações patrísticas que eu não achei
que valesse a pena produzir na íntegra. Depois de Santo Ambrósio, ele cita São
Leão, depois São Gregório Nazianzen e depois Santo Agostinho . (L. & C., col.
647.)]
A partir de que testemunhos está claro que cada uma dessas naturezas que o
médico espiritual enumerou aqui tem sua própria propriedade natural, e que a
cada uma delas uma vontade deve ser designada. Pois uma natureza angélica
não pode ter uma vontade divina ou humana , nem a natureza humana pode
ter uma vontade divina ou angélica. Pois nenhuma natureza pode ter qualquer
coisa ou qualquer movimento que se refira a outra natureza, mas apenas àquilo
que é naturalmente dado pela criação. E como esta é a verdade da questão, é
certamente claro que precisamos confessar que em nosso Senhor Jesus
Cristo existem duas naturezas e substâncias, a saber, o Divino e o humano ,
unidos em sua única subsistência ou pessoa, e que nós ainda confessamos que
existem nele duas vontades naturais, a saber: o divino e o humano , pois sua
divindade, no que diz respeito à sua natureza, não pode ser dita possuir uma
vontade humana , nem se acredita que sua humanidade tenha naturalmente
uma vontade divina: E novamente, nenhuma destas duas substâncias de Cristo
deve ser confessada como estando sem uma vontade natural; mas sua
vontade humana foi elevada pela onipotência de sua divindade, e sua vontade
divina foi revelada aos homens através de sua humanidade. Portanto, é
necessário referir-se a ele como Deus, coisas que são divinas, e como homem,
coisas como são humanas; e cada um deve ser verdadeiramente reconhecido
através da união hipostática de um e o mesmo nosso Senhor Jesus Cristo , que
o mais verdadeiro decreto do Concílio de Calcedônia estabelece - [ Aqui segue a
citação .] A mesma coisa também o santo sínodo que foi reunido juntos em
Constantinopla no tempo do imperador Justiniano de agosto memória, ensina
no sétimo capítulo de suas definições. [ Aqui segue a citação. Além disso, é
necessário que conservemos fielmente o que aqueles Veneráveis Sínodos
ensinaram, para que nunca tiremos a diferença de natureza como resultado da
união, mas confessamos um Cristo, verdadeiro e perfeito Deus e
também verdadeiro e perfeito homem, propriedade de cada natureza sendo
mantida intacta. Portanto, se em nenhum aspecto a diferença das naturezas de
nosso Senhor Jesus Cristo foi tirada, é necessário que preservemos essa
mesma diferença em todas as suas propriedades. Para quem ensina que a
diferença não é tirada de qualquer maneira, declara que ela deve ser
preservada em todas as coisas. Mas quando os hereges e os seguidores
dos hereges dizem que há apenas uma vontade e uma operação, como essa
diferença é reconhecida? Ou onde está a diferença que foi definida por
este santo Sínodo preservado?Embora se afirme que há nele apenas uma
vontade (o que é absurdo), aqueles que fazem essa afirmação precisam dizer
que essa vontade é humana ou divina, ou composta de ambos, misturada e
confusa, ou (de acordo com o ensino de todos os hereges ) que Cristo tem uma
vontade e uma operação, procedendo de sua natureza única e composta (como
eles sustentam). E assim, sem qualquer dúvida , a diferença de natureza é
destruída, que os sínodos sagrados declararam ser preservados em todos os
aspectos, mesmo após a admirável união. Porque, embora eles ensinassem que
Cristo era um, sua pessoa e substância um, ainda por causa da união das
naturezas que foi feita hipostaticamente, eles também decretaram que
deveríamos claramente reconhecer e ensinar a diferença daquelas naturezas
que estavam unidas nele. depois do admirável sindicato. Portanto, se as
propriedades das naturezas no mesmo nosso Senhor Jesus Cristo foram
preservadas por causa da diferença [das naturezas], é congruente que nós
devemos com plena fé também confessar a diferença de suas vontades e
operações naturais, a fim de para que se mostre que seguimos em todos os
aspectos sua doutrina, e podemos admitir na Igreja de Cristo nenhuma
novidade herética .

E embora existam numerosas obras dos outros santos Padres, todavia,


juntamos a esta nossa humilde exposição alguns poucos testemunhos dos
livros que estão em grego, por causa do fastidioso.

[ Aqui segue uma catena de passagens dos pais gregos, a saber : São Gregório
Teólogo , São Gregório Nyssen, São João bispo de Constantinopla, São
Cirilo, bispo de Alexandria. (L. e C., col. 654.)]

Desses testemunhos verdadeiros também é demonstrado que esses veneráveis


pais predizem no mesmo e único Senhor Jesus Cristo duas vontades naturais, a
saber: um divino e um humano , pois quando São Gregório Nazianzen diz: A
vontade daquele homem que é entendido como o Salvador , ele mostra que a
vontade humana do Salvador foi divinizada por meio de sua união com a
Palavra e, portanto, não é contrária a Deus . Da mesma forma, ele prova que
ele tinha uma vontade humana , embora deificada, e essa mesma ele tinha
(como ensina no que se segue), bem como sua vontade divina, que era uma e
a mesma com a do Pai. Portanto, se ele tinha uma vontade divina e deificada,
ele também tinha dois testamentos. Pois o que é divino por natureza não tem
necessidade de ser deificado; e o que é deificado não é verdadeiramente divino
por natureza. E quando São Gregório Nyssen, um grande bispo , diz que
a verdadeira confissão do mistério é que deve ser entendido uma
vontade humana e outra uma vontade divina em Cristo , o que ele nos pede
para entender quando ele diz que uma e outra vontade , exceto que existem
manifestamente duas vontades?

[ Em seguida, ele começa a comentar sobre a passagem citada de São


João, depois sobre a de São Cirilo de Alexandria. Depois disso, siga citações
de Santo Hilario, Santo Atanásio, Santo Denis, o Areopagita, Santo Ambrósio,
São Leão, São Gregório Nyssen, São Cirilo de Alexandria, que serão
comentadas em seguida em sua ordem. Ele então prossegue : (L. & C., col.
662.)]

Não faltam passagens mais reveladoras em outros dos veneráveis padres, que
falam claramente das duas operações naturais emCristo , para não
mencionar São Cirilo de Jerusalém , São João de Constantinopla, ou aqueles
que depois conduziram os laboriosos conflitos em defesa. do venerável concílio
de Calcedônia e do Tomo de São Leão contra os hereges de cujo erro surgiu a
afirmação desse novo dogma : João, bispo de Cipólolis, Eulóbio, bispo de
Alexandria, Eufrégio e Anastácio. Élder, os mais dignos governantes da igreja
de Theopolis e, acima de tudo, aquele emulador da fé verdadeira e apostólica,
o imperador Justiniano de memória piedosa, cuja retidão de fé exaltava o
Estado cristão tanto quanto sua sincera confissão agradava a Deus. E a sua
memória piedosa é considerada digna de veneração por todas as nações, cuja
retidão da fé foi difundida com louvor em todo o mundo pelos seus mais
augustos éditos: um destes, a saber, aquele dirigido a Zoilo, o patriarca de
Alexandria, contra o heresia do Acephali para satisfazê-los da retidão
da fé apostólica, oferecemos ao seu cristianismo mais tranquilo, enviando-o
juntamente com este papel de nossa humildade através dos mesmos
portadores. Mas, para que essa declaração não seja considerada penosa por
causa de sua extensão, inserimos nesta declaração de nossa humildade apenas
alguns dos testemunhos dos Santos Padres, especialmente [quando
escrevemos àqueles] em quem o cuidado e a disposição de todo o mundo como
em uma base firme são reconhecidos para descansar; já que isto é
completamente incomparável e grande, que o cuidado de
todo o Estado Cristão ser deixado de lado por um pouco
de amor e zelo pela verdadeira religião, sua augusta e mais religiosa clemência
deveria desejar compreender mais claramente a doutrina da
pregação apostólica . Pois dos diferentes pais aprovados,
a verdade da fé ortodoxa tornou-se clara, embora o tratamento seja curto. Pois
os pais aprovados consideravam supérfluo discorrer longamente sobre o que
era evidente e claro para todos; pois quem, mesmo sendo indiferente, não
percebe o que é evidente para todos? Pois é impossível e contrário à ordem da
natureza que deve haver uma natureza sem uma operação natural: e mesmo
os hereges não se atreviam a dizer isso, embora todos eles estivessem à
caça da astúcia humana e de astutas perguntas contra o
homem. ortodoxia da fé e argumentos agradáveis às suas depravações.

Como então pode ser agora afirmado o que nunca foi dito
pelos santos pais ortodoxos , nem mesmo foi presunçosamente inventado
pelos hereges profanos, a saber: a das duas naturezas de Cristo , o divino e
o humano , as propriedades de cada um deles? são reconhecidos como sendo
preservados em Cristo , que alguém em mente sã deveria declarar que havia
apenas uma operação? Já que existe um, deixe-os dizer se é temporal
ou eterno , divino ou humano , incriado ou criado: o mesmo que o do Pai ou
diferente daquele do Pai. Se, portanto, é um, aquele e o mesmo devem ser
comuns à divindade e à humanidade (o que é um absurdo), portanto, enquanto
o Filho de Deus , que é ao mesmo tempo Deus e homem ,
forjou as coisas humanas na terra, da mesma forma também Papai trabalhou
com ele de acordo com sua natureza (naturaliter, φυσικῶς ); pois o que o Pai
faz, o Filho também faz o mesmo. Mas se (como é a verdade ) os
atos humanos que Cristo fez devem ser referidos apenas à sua pessoa como
o Filho , o que não é o mesmo que o do Pai; em uma natureza Cristo trabalhou
um conjunto de obras, e no outro outro, de modo que, de acordo com sua
divindade, o Filho faz as mesmas coisas que o Pai faz; e da mesma forma, de
acordo com sua humanidade, que coisas são próprias da masculinidade,
aquelas mesmas, ele como homem, porque ele
é verdadeiramente Deus e homem . Por essa razão, nós
corretamente acreditamos que essa mesma pessoa, já que ele é um, tem duas
operações naturais, a saber, o divino e o humano , um incriado e o outro
criado, como verdadeiro e perfeito Deus e como verdadeiro e perfeito homem.
o mesmo e o mesmo, o mediador entre Deus e os homens, o Senhor Jesus
Cristo . Portanto, da qualidade das operações, reconhece-se uma diferença de
ofensa ( ἀπρόσκοπος ) das naturezas que se unem em Cristo através da união
hipostática. Agora vamos citar algumas passagens dos escritos execráveis
dos hereges odiados por Deus , [O significado desta passagem é
suficientemente claro, mas o texto é levemente corrupto], cujas palavras
e declarações nós igualmente abominamos, para a demonstração daquelas
coisas que nossos inventores do novo dogma seguiram ensinando que em
Cristo há apenas uma vontade e uma operação.
[ Siga as citações de Apolinário , Severo, Teodósio de Alexandria. (L. & C., col.
667.)]

Eis, a maioria dos senhores e filhos piedosos , pelos testemunhos


dos santos Padres, como por raios espirituais, a doutrina da Igreja Católica e
Apostólica tem sido ilustrada e as trevas da cegueira herética , que está
oferecendo erro aos homens por imitação, tem sido revelado. Agora é
necessário que a nova doutrina siga alguém, e pela autoridade de quem ela é
apoiada, notemos.

[ Aqui seguem as citações de Ciro de Alexandria, Teodoro de Pharon, Sérgio de


Constantinopla, Pirro, Paulus seu succes sor , Pedro seu sucessor . (L. e C., col.
670.)]

Deixe então a sua clemência fundada por Deus com o olho interno da
discriminação, que para a orientação do povo cristão que você foi considerado
digno de receber pela Graça de Deus , observe qual dos médicos você acha que
o povo cristão deve seguir, a doutrina da qual um deles deve abraçar para ser
salvo; pois eles condenam a todos, e cada um deles o outro, conforme as
várias e instáveis definições em seus escritos afirmam às vezes que há uma
vontade e uma operação, às vezes que não há nem uma nem duas operações,
às vezes uma vontade e operação, e novamente duas vontades e duas
operações, da mesma forma uma vontade e uma operação, e novamente nem
uma nem duas, e outra pessoa uma e duas.

Quem não odeia e se enfurece, e evita tais erros cegos, se tem algum desejo
de ser salvo e procura oferecer ao Senhor, ao vir uma fé correta ? Portanto, a
Santa Igreja de Deus , a mãe do seu maior poder cristão , deve ser liberta e
libertada com toda a sua força (por meio da ajuda de Deus) dos erros de tais
mestres e da retidão evangélica e apostólica da fé ortodoxa , que foi
estabelecido sobre a pedra firme desta Igreja do abençoado Pedro, o Príncipe
dos Apóstolos, que por sua graça e guarda permanece livre de todo erro , [que
a fé eu digo] todo o número de governantes e sacerdotes , do clero e do povo,
por unanimidade deve confessar e pregar conosco como
a verdadeira declaração da tradição apostólica, a fim de agradar a Deus e
salvar suas próprias almas .

E essas coisas nos esforçamos para inserir no tratado de nossa humildade, pois
fomos afligidos e gememos sem cessar que errostão graves devem ser aceitos
pelos bispos da Igreja , que são zelosos em estabelecer suas próprias opiniões
peculiares em vez de a verdade da fé , e pensamos que a nossa sincera
admoestação fraterna tem a sua origem num desprezo por eles. E, de fato, os
predecessores apostólicos da minha humildade admoestaram, imploraram,
criticaram, suplicaram, repreenderam e exercitaram todo tipo de exortação
para que a recente ferida recebesse um remédio, não movido por
uma mente cheia de ódio (Deus é minha testemunha ) a euforia de jactar-se,
nem pela oposição de contenda, nem por um desejo vago de encontrar alguma
falha em seus ensinamentos, nem por meio de qualquer coisa parecida com
o amor à arrogância, mas por zelo pela retidão da verdade e pela regra. da
confissão do puro Evangelho , e para a salvação das almas , e para a
estabilidade do estado cristão , e para a segurança daqueles que governam o
Império Romano. Nem cessaram de suas admoestações após a longa duração
desse erro domesticado, mas sempre exortados e registrados, e com caridade
fraterna, não por malícia ou ódio pertinente (longe do
coração cristão se regozijar com a queda do outro, quando o Senhor de todos
ensina, eu não desejo a morte de um pecador, mas que ele se converta e
viva, e que se alegra com um pecador que se arrepende de mais de noventa e
nove pessoas justas: que desceram do céu para a terra para entregar a ovelha
perdida, inclinando o poder de sua majestade), mas desejando-a com braços
espirituais estendidos, e exortando a abraçá-los retornando à unidade
da fé ortodoxa , e aguardando sua conversão à completa retidão
da féortodoxa : que eles talvez não se tornem alienígenas da nossa comunhão,
isto é, da comunhão do abençoado Pedro, o Apóstolo, cujo ministério, nós
(embora indignos) exercemos, e pregamos a fé que ele transmitiu, mas que
eles não devem Junte-se a nós, ore a Cristo, o Senhor, o sacrifício imaculado,
pela estabilidade de seu império mais forte e sereno.

Nós acreditamos , os senhores mais piedosos [singulares no latim] de todas as


coisas, que não tem sido deixada nenhuma ambigüidade possível que possa
impedir o reconhecimento daqueles que seguiram os inventores do novo
dogma . Pois a doçura do entendimento espiritual com que as palavras dos Pais
estão cheias tornou-se evidente aos olhos de todos; e o fedor dos hereges , a
ser evitado por todos os fiéis , tornou-se notório. Tampouco permanece
desconhecido que os inventores do novo dogmademonstraram ser os
seguidores dos hereges , e não os andadores nas pegadas dos santos Padres:
portanto, quem quiser colorir qualquer erro do que quer que seja, é condenado
pela luz de truth , as the Apostle of the Gentiles says, For everything that does
make manifest is light, for the truth ever remains constant and the same,
but falsehood is ever varying, and in its wanderings adopting things mutually
contradictory.Por causa disso, os inventores do novo dogma demonstraram ter
ensinado coisas mutuamente contraditórias, porque não estavam dispostos a
ser seguidores da fé evangélica e apostólica . Portanto, desde que
a verdade brilhou pelas observações de sua piedade inspirada por Deus , e a
falsidade que foi exposta atingiu o desprezo que ela merecia, permanece que
a verdade coroada pode brilhar vitoriosamente através dos piedosos favores de
sua coroa de Deus. clemência; e que o errode novidade com seus inventores e
com aqueles que seguem sua doutrina, podem receber a punição devido a sua
presunção, e ser expulso do meio dos prelados ortodoxos para
a profanação herética de sua inovação, que na Igreja Santa , Católica e
Apostólica de Cristo, eles se esforçaram para introduzir e para manchar com o
contágio da profanação herética, o corpo indivisível e sem manchas
da Igreja.[de Cristo]. Pois não é justo que o injurioso prejudique os inocentes,
nem que as ofensas de alguns devam ser visitadas no inofensivo, pois mesmo
que neste mundo a misericórdia condenada se estenda, ainda assim aqueles
que são assim poupados ceifam para aquela poupadora não. benefício no juízo
de Deus , e por aqueles que os poupam não há pouco perigo para a sua
compaixão ilícita.

Mas nós acreditamos que Deus Todo-poderoso reservou para os dias felizes de
sua gentileza a alteração destas coisas, que enchendo na terra o lugar
e zelo de nosso próprio Senhor Jesus Cristo , que concedeu para coroar seu
governo, você pode julgar julgamento justo por sua verdade evangélica e
apostólica : pois embora ele seja o Redentor e Salvador da raça humana, ele
sofreu danos e até mesmo o abateu, e inspirou o império de sua fortaleza ,
para que você seja digno de seguir a causa de sua fé(como a eqüidade exigia, e
como a determinação dos Santos Padres e dos Cinco Sínodos Gerais decretou),
e que você deveria vingar, através de sua tutela, os desdém de sua fé , a
injúria feita ao seu Redentor e Colega reinando, assim cumprindo
magnanimamente com clemência imperial que a profética declaração com que
Davi, o rei e profeta, falou a Deus , dizendo: O zelo de sua casa me comeu. Por
isso, tendo sido exaltado por um zelo tão agradável a Deus , ele foi considerado
apto para ouvir aquela palavra abençoada proferida pelo Criador de todos
os homens , eu encontrei Davi, um homem segundo o meu coração, que fará
toda a minha vontade.E a ele também foi prometido nos Salmos : Eu encontrei
Davi, meu servo, com o meu santo óleo o ungi: minha mão o ajudará e meu
braço o consolará, de modo que a mais piedosa majestade de
sua clemência cristã pode trabalhar para promover a causa de Cristo com
ardente zelo em prol da remuneração, e possa tornar todos os atos de seu
império mais poderoso, felizes e prósperos, que armazenaram sua promessa
nos Santos Evangelhos , dizendo: Busquem primeiro o reino de Deus e todas
estas coisas vos serão acrescentadas.Para todos - para quem chegou
o conhecimento das cabeças sagradas [éditos imperiais]- têm oferecido
inumeráveis ações de graças e elogios incessantes ao defensor de seu mais
poderoso domínio, sendo cheios de admiração pela grandeza de sua clemência,
em que você tem De maneira tão benigna, exponha a gentil intenção de sua
augusta magnanimidade; pois, na verdade , como os mais piedosos e mais
justos príncipes, você se dignou a tratar as coisas divinas com
o temor de Deus , tendo prometido toda imunidade àquelas pessoas enviadas a
você por nossa pequenez.

E estamos confiantes de que o que a sua piedosa clemência prometeu, você é


poderoso para realizar, a fim de que o que foi prometido e prometido a Deus
pela filantropia religiosa além de seu poder cristão , possa ser realizado com a
ajuda de sua onipotência.

Portanto, que o louvor de todas as nações cristãs , a memória eterna e


a oração freqüente sejam derramadas diante do Senhor Cristo, cuja é a causa ,
para sua segurança, e seus triunfos, e sua completa vitória, que as nações
dos gentios sejam impressionadas pelo terror da majestade celestial, pode
humildemente depositar seus pescoços sob o cetro de sua mais poderosa regra,
para que o poder de seu reino mais piedoso possa continuar até que
a alegria incessante do reino eterno seja bem-sucedida nesse reinado temporal.
Tampouco se poderia encontrar nada mais provável para elogiar a clemência de
sua fortalezainvencívelpara a majestade divina, que aqueles que erram da
regra da verdade sejam repelidos e a integridade de nossa féevangélica e
apostólica seja estabelecida e pregada em todos os lugares.

Além disso, os filhos e senhores mais piedosos e instruídos por Deus, se o


Arcebispo da Igreja de Constantinopla escolher manter e pregar conosco esta
regra de doutrina apostólica das Sagradas Escrituras , dos veneráveis sínodos,
dos Padres espirituais, é imutável. Segundo a sua compreensão evangélica,
através da qual a forma da verdade foi estabelecida por nós através da
assistência do Espírito , haverá grande paz para aqueles que amam o nome
de Deus , e não haverá escândalo de dissensão, e isso acontecerá, que está
registrado nos Atos dos Apóstolos, quando através da graçado Espírito Santo o
povo chegou ao reconhecimento do cristianismo , todos nós seremos de um
coração e de uma mente. Mas se (que Deus o proíba!) Ele preferirá abraçar a
novidade mas ultimamente introduzida por outros; e se enredará com doutrinas
que são alheias à regra da verdade ortodoxa e da nossa fé apostólica , para
recusar o que, como prejudicial às almas, elas adiaram, apesar da exortação e
admoestação de nossos predecessores na Sé Apostólica , até os dias de hoje. ,
ele mesmo deveria saberQue tipo de resposta ele terá que dar para tal
desprezo no exame divino de Cristo perante o juiz de todos, que está no céu, a
quem, quando chega ao juízo, também nós mesmos estamos prestes a dar
conta do ministério de Deus? pregando a verdade que nos foi confiada, ou para
a tolerância de coisas contrárias à religião cristã : e que nós possamos, como
humildemente oro, preservar livre e inconscientemente, com simplicidade e
pureza, inteiras e imaculadas, a regra Apostólica e Evangélica. da fé
correta como a recebemos desde o começo. E que seja a sua mais augusta
serenidade, pela afeição e reverência que você tem pela fé católica e
apostólica, receba a recompensa perfeita de seus trabalhos piedosos do nosso
próprio Senhor Jesus Cristo , o governante com você do seu império cristão ,
cuja verdadeira confissão você deseja preservar sem mácula, porque nada em
qualquer aspecto foi negligenciado ou omitido por sua clemência coroada por
Deus. , que poderia ministrar à paz das igrejas , desde que a integridade
da verdadeira fé fosse mantida: desde que Deus , o Juiz de todos, que dispõe o
fim de todos os assuntos que julgar mais convenientes, procura a intenção da
igreja. coração, e aceitará um zelo pela piedade . Portanto eu vos exorto, ó
maisImperador piedoso e clemente, e junto com minha pequenez,
todo homem cristão o exorta de joelhos com toda a humildade, a todas as
bondades agradáveis a Deus e admiráveis benefícios imperiais que a
condescendência celestial concedeu para conceder à raça humana através de
seu Deus. aceito cuidado, isto também ordenaria, para a redintegração da
perfeita piedade , oferecer um sacrifício aceitável a Cristo, o Senhor, seu
governante, concedendo total impunidade, e livre faculdade de expressão a
cada um que desejasse falar, e instar um palavra em defesa da féque ele
acredita e detém, para que seja mais claramente reconhecido por todos que
sem terror, sem força, sem ameaça ou aversão, qualquer um que deseje falar
pela verdade da fé católica e apostólica , tenha sido proibido ou repelido , e que
todos unanimemente possam glorificar a sua majestade imperial ( divinam ),
em todo o espaço de suas vidas por um bem tão grande e tão inestimável, e
possam derramar incessantes orações a Cristo, o Senhor, para que seu império
mais forte seja preservado e intocado. exaltado. A assinatura. Que a graça do
alto mantenha o seu império, a maioria dos senhores piedosos , e coloque sob
seus pés o pescoço de todas as nações.
A Carta de Agatho e do Sínodo Romano de 125 Bispos que

deveria servir como Instrução aos Legados enviados para

assistir ao Sexto Sínodo.

( Encontrado em Labbe e Cossart , Concilia, Tom. VI., Col. 677 et seqq., E em


Migne , Pat. Lat. Tom. LXXXVII., Col. 1215 e seg. [ Este último texto, que é de
Mansi, I seguiram ].)

Aos mais piedosos senhores e mais serenos vitoriosos e conquistadores, nossos


próprios filhos amados de Deus e de nosso Senhor Jesus Cristo , Constantino, o
grande imperador, e Heráclio e Tibério, Augusto, Agatho , o bispo e servo dos
servos de Deus , juntamente com todos os sínodos sujeitos ao conselho da Sé
Apostólica .

[ A Carta abre com uma série de elogios ao Imperador, muito em estilo e


matéria, como a introdução da carta anterior. Eu não achei que valesse a pena
traduzir isso, mas comecei na parte doutrinal, que é dada ao leitor na
íntegra . (Labbe e Cossart, col. 682.)]

Nós acreditamos em Deus Pai todo-poderoso, criador do céu e da terra, e de


todas as coisas visíveis e invisíveis; e no seu Filho unigênito, que foi gerado por
ele antes de todos os mundos; muito Deus de Muito Deus , Luz de Luz, gerado
não feito, sendo de uma substância com o Pai , que é da mesma substância que
o Pai; por ele foram feitas todas as coisas que estão no céu e na terra; e
no Espírito Santo , o Senhor e quem dá a vida, que procede do Pai , e
juntamente com o Pai e o Filho , é adorado e glorificado ; a Trindade na
unidade e Unidade na trindade; uma unidade tanto quanto a essênciaestá em
causa, mas uma trindade de pessoas ou subsistências; e assim
confessamos Deus o Pai , Deus o Filho e Deus o Espírito Santo ; não três
deuses, mas um Deus , o Pai , o Filho e o Espírito Santo : não uma subsistência
de três nomes, mas uma substância de três subsistências; e
dessas pessoas uma é a essência , ou substância ou natureza, isto é, uma é a
divindade, uma a eternidade , uma o poder, uma o reino, uma a glória, uma a
adoração, uma a vontade essencial e a operação da mesma Santíssima e
inseparável Trindade, que criou todas as coisas, fez disposição deles, e ainda os
contém.
Além disso, confessamos que um da mesma Santíssima Trindade
consubstancial, Deus a Palavra , que foi gerado do Pai antes dos mundos, nos
últimos dias do mundo para nós e para nossa salvação , desceu do céu, e foi
encarnado do Santo. Espírito , e de nossa Senhora, a santa , imaculada,
sempre virgem e gloriosa Maria, verdadeiramente e propriamente a Mãe de
Deus , isto é, segundo a carne que nasceu dela; e foi verdadeiramente feito
homem, o mesmo sendo muito Deus e muito homem. Deus de Deus seu Pai,
mas homem de sua Virgem Mãe, encarnado de sua carne com um razoável e
inteligentealma : de uma substância com Deus o Pai , como tocar sua
divindade, e consubstancial a nós como tocar sua masculinidade, e em todos os
pontos como nós, mas sem pecado . Ele foi crucificado por nós sob Pôncio
Pilatos , ele sofreu, foi sepultado e ressuscitou; subiu ao céu e está assentado à
direita do Pai , e ele virá novamente para julgar tanto os vivos como os mortos,
e do seu reino não haverá fim.

E este mesmo Senhor nosso, Jesus Cristo , o unigênito Filho de Deus ,


reconhecemos subsistir e, em duas substâncias, de maneira inconfundível,
imutável, indivisível e inseparável, a diferença das naturezas não sendo de
modo algum levada pela união. , mas antes as propriedades de cada natureza
sendo preservadas e concordando em uma pessoa e uma só subsistência, não
dispersas ou divididas em duas pessoas, nem confundidas em uma natureza
composta; mas nós confessamos um e o mesmo Filho unigênito, Deus a
Palavra , nosso Senhor Jesus Cristo , não um em outro, nem um acrescentado
ao outro, mas ele mesmo o mesmo em duas naturezas- isto é, na divindade e
na humanidade, mesmo depois da união hipostática: pois nem a Palavra se
transformou na natureza da carne, nem a carne foi transformada
na natureza da Palavra, pois cada qual permaneceu como era por natureza. .
Nós discernimos pela contemplaçãosomente a distinção entre as naturezas
unidas nele das quais é inconfundivelmente, inseparável e imutável; porque um
é de ambos, e através de um ambos, porque há juntos tanto a altura da
divindade como a humildade da carne, cada natureza preservando depois da
união seu próprio caráter próprio sem qualquer defeito; e cada forma agindo
em comunhão com o outro, o que é próprio para si. A Palavra trabalhando o
que é próprio da Palavra, e a carne o que é próprio da carne; dos quais um
brilha com milagres , o outro se curva abaixo dos ferimentos. Portanto, quando
confessamos que ele realmente tem duas naturezas ou substâncias, a saber: a
divindade e a masculinidade, inconfundivelmente, indivisível e imutável [unida],
assim também a regra dea piedade nos instrui que ele tem duas vontades
naturais e duas operações naturais, como perfeito Deus e homem perfeito, um
e o mesmo nosso Senhor Jesus Cristo . E esta tradição apostólica e evangélica
ea autoridade dos Santos Padres (a quem o Santo Apostólica e Católica Igreja e
os Sínodos veneráveis recebem), tem claramente nos ensinou.

[ A carta continua dizendo que esta é a fé tradicional , e é aquela que foi


estabelecida num conselho sobre o qual o Papa Martin presidiu, e que aqueles
que se opõem a essa fé se desviaram da verdade , alguns de um jeito, e alguns
noutro. Em seguida, pede desculpas pelo atraso no envio
das pessoas ordenadas pelo Sacra imperial, e procede assim: (Labbe e Cossart,
col. 686; Migne, col. 1224).]

Em primeiro lugar, um grande número de nós está espalhado por uma vasta
extensão de país até a costa do mar, e a duração de sua jornada
necessariamente levou muito tempo. Além disso, estávamos na esperança de
poder juntar à nossa humildade o nosso servo e irmão bispo , Theodore,
o arcebispo e filósofo da ilha da Grã-Bretanha, com outros que foram mantidos
lá até hoje; e para adicionar a estes vários bispos deste conselho que têm suas
vê em diferentes partes, que os nossos humildesa sugestão [isto é, a definição
doutrinária contida nas cartas] poderia proceder de um conselho de ampla
influência, a fim de que, se apenas uma parte estivesse ciente do que estava
sendo feito, pudesse escapar à atenção de uma parte; e especialmente porque
entre os gentios , como os longobardos e os sclavi, como também os francos,
os franceses, os godos e os britânicos, sabe -se que muitos de nossos
companheiros de serviço não cessam curiosamente de perguntar o assunto,
para que eles possam saber o que está sendo feito na causa da fé Apostólica :
quem, como eles podem ser de vantagem, desde que eles mantenham
a verdadeira féconosco, e pensamos em uníssono conosco, assim eles são
achados problemáticos e contrários, se (que Deus possa proibir!) eles tropeçam
em qualquer artigo da fé . Mas nós, embora mais humildes , ainda lutamos com
todo o nosso poder para que a comunidade de seu império cristão seja mais
sublime do que todas as nações, pois nela foi fundada a Sé de São Pedro, o
príncipe dos Apóstolos. Pela autoridade da qual
todas as nações cristãs veneram e adoram conosco, através da reverência do
próprio beato Apóstolo Pedro. ( Este é o latim, que me parece ser corrupto, o
grego diz o seguinte : A autoridade de que para a verdade , todo
oAs nações cristãsjunto conosco nos adoram e reverenciam, de acordo com
a honra do abençoado Pedro Apóstolo. )
[ A carta termina com orações por constância e bênçãos sobre o Estado e o
Imperador, e espera a difusão universal e a aceitação da verdade .]

Sessão VIII - Extratos dos Atos

[ O Imperador disse ]

Deixe George, o mais sagrado arcebispo desta cidade preservada por Deus, e
deixe Macarius, o venerável arcebispo de Antioquia , e deixe o sínodo sujeito a
eles [ie, seus sufragâneos] dizer, se eles se submeterem à força ( εἰ στοιχοῦσι
τῇ δυνάμει ) das sugestões enviadas pelo mais sagrado Papa Agatho da Roma
Antiga e pelo seu Sínodo.

[ A resposta de George, com a qual todos os seus bispos , muitos deles, falando
um por um, concordaram, exceto Teodoro de Metilene ( que entregou seu
consentimento no final da Décima Sessão ).]

Examinei diligentemente toda a força das sugestões enviadas à vossa


mais piedosa Fortitude, assim como Agatho , o mais sagradoPapa da Velha
Roma, como por seu sínodo, e examinei as obras dos santos e aprovados
Padres, que são colocado no meu venerável patriarcado, e descobri que todos
os testemunhos dos santos e aceitos Padres, contidos nessas sugestões,
concordam e não diferem em particular dos santos e aceitos Padres. Por isso
dou minha submissão a eles e assim professo e acredito .

[ A resposta de todos os outros bispos sujeitos à Sé de Constantinopla . (Col.


735.)]

E nós, o mais piedoso Senhor, aceitamos o ensinamento da sugestão enviada à


vossa mais gentil fortaleza pelo mais sagrado e abençoado Agatho , Papa da
Velha Roma, e daquela outra sugestão que foi adotada pelo conselho a ele
submetido, e seguindo a Nesse sentido, nós nos importamos, por isso
professamos, e assim acreditamos que em nosso único Senhor Jesus Cristo ,
nosso verdadeiro Deus , existem duas naturezas inconfundidas, imutáveis,
indivisíveis e duas vontades naturais e duas operações naturais; e todos os que
ensinaram e que agora dizem que há apenas uma vontade e uma operação nas
duas naturezas do nosso único SenhorJesus Cristo, nosso verdadeiro Deus ,
nós anatematizamos .
[ A exigência do imperador para Macarius . (Col. 739.)]

Deixe Macarius, o Venerável Arcebispo de Antioquia , que agora ouviu o que foi
dito por este sínodo sagrado e ecumênico [exigindo a expressão de sua fé ],
responda o que lhe parece bom.

[ A resposta de Macário .]

Eu não digo que há duas vontades ou duas operações na dispensação


da encarnação de nosso Senhor Jesus Cristo , mas uma vontade e uma
operação teatral.

Sessão XIII - A Sentença Contra os Monotelistas

O Santo Concílio disse: Depois de termos reconsiderado, de acordo com a


nossa promessa que tínhamos feito à vossa alteza, as cartas doutrinais de
Sérgio, um dos patriarcas desta cidade real protegida por deus, a Ciro, que era
então bispo de Phasis e Honório algum tempo Papa da Velha Roma, assim como
a carta deste último ao mesmo Sérgio, descobrimos que estes documentos são
bastante estranhos aos dogmas apostólicos , às declarações
dos santos Concílios, e a todos os Padres aceitos, e que eles seguem os falsos
ensinos dos hereges ; portanto, nós inteiramente os rejeitamos e os execramos
como prejudiciais à alma. Mas os nomes daqueles homens cujas doutrinas nós
execramos também devem ser lançados da santa Igreja de Deus , a saber, a de
Sérgio algum tempo bispo desta cidade real preservada por Deus que foi a
primeira a escrever sobre essa doutrina ímpia; também a de Ciro de
Alexandria, de Pirro, Paulo e Pedro, que morreram bispos desta cidade
preservada por Deus, e tinham a mesma mentalidade com eles; e a de
Theodore algum dia bispo de Pharan, todos os quais o mais sagrado e triplo
abençoado Agatho , Papa da Velha Roma, em sua sugestão ao nosso
mais piedosoe o senhor e o poderoso Imperador, preservados por Deus,
rejeitaram, porque eram contrários à nossa fé ortodoxa , e todos os que
definimos devem ser submetidos a um anátema . E com estes nós definimos
que deve ser expulso da santa Igreja de Deus e anathematized Honório que foi
algum tempo Papa da Velha Roma, por causa do que encontramos escrito por
ele para Sergius, que em todos os aspectos ele seguiu seu ponto de vista e
confirmou a sua doutrinas ímpias. Examinamos também a carta sinodal de
Sophronius da memória sagrada , algum tempo Patriarca da Cidade Santa de
Cristo nosso Deus , Jerusalém, e encontrei de acordo com a verdadeira fé e
com os ensinamentos apostólicos e com os dos santos Padres aprovados. Por
isso, recebemos-na como ortodoxa e salutar para a Santa Igreja Católica e
Apostólica, e decretamos que é certo que o seu nome seja inserido nos dípticos
das Igrejas Sagradas.

Sessão XVI - Extratos dos Atos

[ As Aclamações dos Padres .]

Muitos anos para o imperador! Muitos anos para Constantino, nosso grande
imperador! Muitos anos para o rei ortodoxo! Muitos anos para o nosso
imperador que faz a paz! Muitos anos para Constantino, um segundo
marciano! Muitos anos para Constantino, um novo Theodosius! Muitos anos
para Constantino, um novo Justiniano! Muitos anos para o guardião
da fé ortodoxa ! Ó Senhor, preserva a fundação das igrejas! Ó Senhor,
preserva o guardião da fé !

Muitos anos para Agatho , Papa de Roma! Muitos anos para George, Patriarca
de Constantinopla! Muitos anos para Teófano, Patriarca de Antioquia ! Muitos
anos para o conselho ortodoxo ! Muitos anos para o Senado ortodoxo !

Para Teodoro de Fara, o herege , anátema !


Para Sergius, o herege , anátema !
Para Ciro, o herege , anátema !
Para Honório, o herege , anátema !
Para Pirro, o herege , anátema !
Para Paul o herege , anátema !
Para Pedro, o herege , anátema !
Para Macarius o herege , anátema !
Para Stephen, o herege , anátema !
Para Polychronius o herege , anátema !
Para Apergius de Perga o herege , anátema !
Para todos os hereges , anátema ! Para todos os que estão do lado
dos hereges , anátema !
Que a fé dos cristãos aumente e longos anos para o Conselho ortodoxo e
ecumênico!
A definição de fé

( Encontrado em Atos, Sessão XVIII ., L. e C., Concilia , Tom. VI., Col. 1019.)

O santo , grande e ecumênico Sínodo que foi reunido pela graça de Deus , e o
decreto religioso do mais religioso e fiel e poderoso Soberano Constantino,
nesta cidade protegida e real de Constantinopla, Nova Roma, no Salão do
palácio imperial, chamado Trullus, decretou o seguinte.

O Filho unigênito, e Palavra de Deus o Pai , que se fez homem em todas as


coisas como nós, sem pecado , Cristo, nosso verdadeiro Deus , declarou
expressamente nas palavras do Evangelho , eu sou a luz do mundo; aquele que
me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. E novamente, a minha
paz deixo contigo, a minha paz te dou. Nosso mais gentil Soberano, o defensor
da ortodoxia e opositor da doutrina do mal , sendo reverentemente conduzido
por esta divinamente proferida doutrina da paz, e tendo convocado esta
nossa santae Assembléia Ecumênica, uniu o julgamento de toda a Igreja .
Portanto, este nosso santo e sínodo ecumênico, tendo expulso o erro ímpio que
havia prevalecido por um certo tempo até agora, e seguindo de perto o
caminho reto dos santos e aprovados Padres, deu piedosamente seu total
assentimento aos cinco sínodos sagrados e ecumênicos ( isto é, a dos
318 santos Padres que se reuniram em Nice contra o furioso Ário , e o seguinte
em Constantinopla dos 150 homens inspirados por Deus contra Macedônio, o
adversário do Espírito , e o ímpio Apolinário , e também o primeiro.
dentroÉfeso de 200 homens veneráveis reuniu-se
contra Nestorius, o judaizante ; e que em Calcedônia de 630 Padres inspirados
por Deus contra Eutyches e Dióscoro odiava de Deus ; e além destes, até o
último, que é o Quinto Sínodo Sagrado reunido neste lugar, contra Teodoro de
Mopsuestia , Orígenes , Dídimo e Evagrio, e os escritos de Teodoreto contra os
Doze Capítulos do celebrado Cirilo, e a Epístola que foi dito ser escrito
por Ibaspara Maris o persa), renovando em todas as coisas os antigos decretos
da religião, e afugentando as doutrinas ímpias da irreligião. E este
nosso santo e sínodo Ecumênico inspirado por Deus fixou seu selo ao Credo que
foi apresentado pelos 318 Padres, e novamente religiosamente confirmado
pelos 150, que também os outros sínodos sagradoscordialmente receberam e
ratificaram pela remoção de cada heresia destruidora de almas .

O Credo Niceno dos 318 santos Padres.


Nós acreditamos , etc.

O Credo dos 150 Santos Padres reuniu-se em


Constantinopla. Nós acreditamos , etc.

O Santo e Sínodo Ecumênico diz ainda, este credo piedoso e ortodoxo da graça
divina seria suficiente para o pleno conhecimento e confirmação
da fé ortodoxa . Mas como o autor do mal , que, no princípio, aproveitou a
ajuda da serpente, e por ela trouxe o veneno da morte sobre a raça humana ,
não desistiu, mas da mesma forma agora, tendo encontrado instrumentos
adequados para trabalhando sua vontade (queremos dizer Theodorus, que foi
Bispo de Pharan, Sergius, Pyrrhus, Paule Pedro, que eram arcebispos desta
cidade real, e além disso, Honório, que era o papa da Roma mais velha, Ciro
Bispo de Alexandria, Macário que ultimamente bispo de Antioquia e Estêvão
seu discípulo ), os empregou ativamente para levantar toda a Igreja os
tropeços de uma vontade e uma operação nas duas naturezas de Cristo
nosso verdadeiro Deus , um da Santíssima Trindade ; disseminando assim, em
termos novos, entre o povo ortodoxo , uma heresia semelhante à louca e ímpia
doutrina do ímpio Apolinário, Severo e Temístios, e esforçando-se para destruir
a perfeição da encarnação do mesmo nosso Senhor Jesus Cristo ,
nosso Deus , representando blasfemamente sua carne dotada de
uma alma racional como desprovida de vontade ou operação. Cristo , portanto,
nosso Deus , levantou nosso fiel Soberano, um novo Davi, tendo-o encontrado
um homem segundo seu próprio coração, que, como está escrito, não permitiu
que seus olhos dormissem nem suas pálpebras dormissem, até que ele tenha
encontramos uma perfeita declaração de ortodoxia por este nosso Deus
recolhido e santoSínodo; pois, de acordo com a frase falada por Deus , onde
dois ou três estão reunidos em meu nome, eu estou no meio
deles, o sínodo sagrado e ecumênico atual recebendo fielmente e saudando
com as mãos erguidas também a sugestão que pelo o mais sagrado e
abençoado Agatho , Papa da Roma antiga, foi enviado ao nosso mais piedoso e
fiel Imperador Constantino, que rejeitou pelo nome aqueles que ensinaram ou
pregaram uma vontade e uma operação na dispensação
da encarnação de nosso Senhor Jesus Cristo que é nosso muito deustambém
adotou outra sugestão sinodal que foi enviada pelo Concílio sob o
mesmo santíssimo Papa, composto por 125 Bispos, amados por Deus , à sua
tranquilidade instruída por Deus, como consonante ao santo Concílio de
Calcedônia e ao Tomo. do mais sagrado e abençoado Leão, Papa da mesma
Roma antiga, dirigido a São Flaviano, que também este Conselho chamou de
Pilar da fé correta ; e também concorda com as Epístolas Sinodais que foram
escritas pelo Beato Cirilo contra o ímpio Nestório e dirigidas aos Bispos
Orientais. Seguindo os cinco concílios ecumênicos sagrados e os santose Padres
aprovados, com uma voz definindo que nosso Senhor Jesus Cristo deve ser
confessado ser muito Deus e muito homem, um dos santos e consubstancial e
vivificante Trindade, perfeito em Divindade e perfeito em humanidade, muito
Deus e muito homem, de uma alma razoável e corpo humano subsistindo;
consubstancial ao Pai, como se tocasse sua divindade e consubstancial conosco
ao tocar sua masculinidade; em todas as coisas como nós, o pecado só é
excetuado; gerado de seu Pai antes de todas as eras de acordo com sua
divindade, mas nestes últimos dias para nós homens e para
nossa salvação feito homem do Espírito Santo e da Virgem Mariaestrita e
propriamente a Mãe de Deus segundo a carne; um e o mesmo Cristo, nosso
Senhor, o unigênito Filho de duas naturezas inconfundivelmente, imutável,
inseparavelmente indivisível para ser reconhecido, as peculiaridades de
nenhuma das duas naturezas serem perdidas pela união, mas sim preservadas
as propriedades de cada natureza, concorrendo em uma Pessoa e em uma
subsistência, não separados nem divididos em duas pessoas, mas um e o
mesmo Unigênito Filho de Deus , a Palavra, nosso Senhor Jesus Cristo ,
conforme os Profetas da antiguidade nos ensinaram e como o próprio Senhor
Jesus Cristo nos instruiu. e o Credo do SantoOs pais nos entregaram; definindo
tudo isso, também declaramos que nele existem duas vontades naturais e duas
operações naturais, indivisíveis, inconvertíveis, inseparáveis, inconfundidas, de
acordo com o ensinamento dos santos Padres. E estas duas vontades naturais
não são contrárias uma à outra (Deus me livre!) Como
os hereges ímpios afirmam, mas sua vontade humana segue e que não é como
resistir e relutar, mas sim como sujeita à sua vontade divina e onipotente . Pois
era correto que a carne fosse movida, mas sujeita à vontade divina, de acordo
com o mais sábio Atanásio. Porque, assim como a sua carne é chamada e é a
carne de Deus, a Palavra , assim também a vontade natural da sua carne é
chamada e é a devidaVontade de Deus, a Palavra, como ele mesmo diz: Eu
desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade do Pai que me
enviou! onde ele chama sua própria vontade, a vontade de sua carne, na
medida em que sua carne também era sua. Porque, assim como
sua carne sagrada e imaculada não foi destruída porque foi deificada, mas
continuou em seu próprio estado e natureza ( ὄρῳ τε καὶ λόγῳ ), assim também
sua vontade humana , embora deificada, não foi suprimida, mas preservada de
acordo com o ditado de Gregory Theologus : Sua vontade [isto é, o do
Salvador] não é contrário a Deus, mas completamente deificado.

Glorificamos duas operações naturais indivisivelmente, imutavelmente,


inconfusedly, inseparavelmente no mesmo nosso Senhor Jesus
Cristo nosso verdadeiro Deus , isto é uma operação divina e
uma humana operação, de acordo com o pregador divina Leo, que mais
claramente afirma o seguinte: Para cada forma ( μορφὴ ) faz em comunhão
com o outro o que lhe pertence, a Palavra, isto é, fazer aquilo que pertence à
Palavra, e a carne que pertence à carne.

Pois não admitiremos uma operação natural em Deus e na criatura, pois não
exaltaremos na essência divina o que é criado, nem derrubaremos a glória da
natureza divina no lugar adequado à criatura.

Reconhecemos os milagres e os sofrimentos como de uma mesma pessoa, mas


de uma ou outra natureza da qual ele é e na qual ele existe, como Cirilo
admiravelmente diz. Preservando, portanto, a inconfundibilidade e
indivisibilidade, fazemos brevemente toda essa confissão, acreditando
que nosso Senhor Jesus Cristo é um da Trindade e depois
da encarnação nosso verdadeiro Deus , dizemos que suas
duas naturezas brilhavam em sua subsistência em que ele tanto realizava
os milagres e suportou os sofrimentos através de toda a sua conversa
económica ( δἰ ὅλης αὐτοῦ τῆς οἰκονομκῆς ἀναστροφῆς), e que não apenas na
aparência, mas de fato, e isto em razão da diferença de natureza que deve ser
reconhecida na mesma Pessoa, pois embora unidas ainda, cada natureza
deseja e faz as coisas apropriadas a ela e que indivisivelmente e
inconfundivelmente. Por conseguinte, confessamos duas vontades e duas
operações, concorrendo nele de maneira mais adequada para
a salvação da raça humana .

Portanto, com toda diligência e cuidado formulados por nós, definimos que não
seja permitido a ninguém apresentar, escrever, compor, pensar ou ensinar
uma fé diferente . Todo aquele que pretender compor uma fé diferente , ou
propor, ensinar ou entregar àqueles que desejam ser convertidos
ao conhecimento da verdade , dos gentios ou judeus , ou de qualquer heresia ,
qualquer Credo diferente; ou para introduzir uma nova voz ou invenção da fala
para subverter essas coisas que agora foram determinadas por nós, todas elas,
se forem bispos ou clérigos, sejam depostoos Bispos do Episcopado,
os clérigos do clero ; mas se forem monges ou leigos, sejam anatematizados .
O Prosphoneticus ao Imperador

[ Este discurso começa com muitos elogios ao imperador, especialmente por


seu zelo pela verdadeira fé .]

Mas porque o adversário Satanás não permite descanso, ele levantou os


próprios ministros de Cristo contra ele, como se estivesse armado e carregando
armas, etc.

[ Os vários hereges são então nomeados e como foram condenados pelos cinco
conselhos anteriores .]

Sendo assim, era necessário que o seu amado de Cristo, a majestade, reunisse
toda essa santa e numerosa assembléia.

Depois disso sendo inspirado pelo Espírito Santo , e todos concordando e


consentindo juntos, e dando nossa aprovação à carta doutrinal de nosso papa
mais abençoado e exaltado, Agatho , que ele enviou à sua força, como também
concordando com a sugestão do santo Sínodo. de cento e vinte e cinco pais
mantidos debaixo dele, nós ensinamos que um da Santíssima Trindade , nosso
Senhor Jesus Cristo , estava encarnado, e deve ser celebrado em duas
naturezas perfeitas, sem divisão e sem confusão. Pois, como a Palavra, ele é
consubstancial e eterno com Deus, seu pai; mas como carne da imaculada
Virgem Maria, a Mãe de Deus, ele é homem perfeito, consubstancial conosco e
feito a tempo. Declaramos, portanto, que ele é perfeito em Deus e que o
mesmo é perfeito também na masculinidade, de acordo com a tradição
primitiva dos pais e a definição divina de Calcedônia.

E como reconhecemos duas naturezas , também reconhecemos duas vontades


naturais e duas operações naturais. Pois não ousamos dizer que nenhuma
das naturezas que estão em Cristo em sua encarnação é sem vontade e
operação: para não tirar as propriedades dessas naturezas, também tiramos as
naturezas das quais são as propriedades. Pois não negamos a vontade natural
de sua humanidade, nem sua operação natural: para que também não
neguemos qual é a principal coisa da dispensação para nossa salvação , e para
que não atribuamos paixõespara a divindade. Para isso, eles estavam tentando
introduzir recentemente a detestável novidade de que nele há apenas uma
vontade e uma operação, renovando a malignidade de Ário , Apolinário ,
Eutiques e Severo. Pois deveríamos dizer que a natureza humana de nosso
Senhor é sem vontade e operação, como poderíamos afirmar com segurança a
humanidade perfeita? Pois nada mais constitui a integridade
da natureza humana , exceto a vontade essencial, através da qual a força
do livre-arbítrio é marcada em nós; e este também é o caso da operação
substancial. Pois como podemos chamá-lo de perfeito na humanidade se ele de
nenhuma maneira sofreu e agiu como homem? Para como como a união de
dois a natureza preserva para nós uma subsistência sem confusão e sem
divisão; Assim, esta subsistência, mostrando-se em duas naturezas ,
demonstra como próprias as coisas que pertencem a cada uma.

Por isso, declaramos que nele existem duas vontades naturais e duas
operações naturais, procedendo comumente e sem divisão: mas nós
expulsamos da Igreja e corretamente sujeitos ao anátema todas as novidades
supérfluas, bem como seus inventores: a saber, Teodoro de Fara, Sérgio
e Paulo , Pirro e Pedro (que eram arcebispos de Constantinopla), além disso,
Ciro, que possuía o sacerdócio de Alexandria, e com eles Honório, que era o
governante ( Roma ) de Roma, como ele os seguiu nessas coisas. Além destes,
com a melhor das causas que anathematize e depor Macário, que
era bispo deAntioquia e seu discípulo Estêvão (ou melhor, devemos dizer
mestre), que tentaram defender a impiedade de seus antecessores e, em
suma, agitaram o mundo inteiro, e por suas cartas pestilentas e por suas
instituições fraudulentas, devastaram multidões em todas as direções. Da
mesma forma, também o velho Polychronius, com uma inteligência infantil, que
prometeu que ressuscitaria os mortos e que, quando não se levantassem, era
ridicularizado; e todos os que ensinaram, ou ensinam, ou presumirão ensinar
uma vontade e uma operação no Cristo encarnado ... Mas o mais alto dos
apóstolos lutou conosco: pois tínhamos ao nosso lado seu imitador e o sucessor
em sua visão, que também havia estabelecido em sua carta o mistério da
palavra divina (θεολογίας ). Pois a antiga cidade de Romaentregou-lhe uma
confissão de caráter divino, e um mapa do pôr do sol levantou o dia
dos dogmas , e fez a escuridão se manifestar, e Pedro falou através de Agatho ,
e você, ó rei autocrático, de acordo com o divino decreto, com o Omnipotent
Sharer do seu trono, julgado.

Mas, ó benigno e amante da justiça, faça esse favor em troca daquele que lhe
outorgou poder; e dar, como um selo ao que foi definido por nós, a sua
ratificação imperial por escrito, e assim confirmá-los com os habituais decretos
e constituições piedosos , que ninguém pode contradizer as coisas que foram
feitas, nem levantar qualquer nova questão. Para a certeza, Ó serena
majestade, que não falsificamos nada definido pelos Concílios Ecumênicos e
pelos pais aprovados, mas os confirmamos. E agora todos nós clamamos com
uma mente e uma voz, ó Deus , salve o Rei! etc etc.

[ Em seguida, siga numerosos elogios ao imperador e orações por sua


preservação .]

Carta do Conselho a Santo Agatho

Uma cópia da carta enviada pelo Santo e Ecumênico Sexto Concílio a Agatho , o
mais abençoado e santíssimo papa da Velha Roma.

O concílio sagrado e ecumênico, que pela graça de Deus e a piedosa sanção do


mais piedoso e fiel Constantino, o grande imperador, foi reunido nesta cidade
real e preservada por Deus, Constantinopla, a nova Roma, no Secretum de
o palácio imperial ( θείου , sacri) chamado Trullus, ao papa mais sagrado e
mais abençoado da Roma Antiga, Agatho , saúde no Senhor.

Doenças graves pedem ajuda maior, como você sabe , mais abençoado [pai];
e, portanto, Cristo, nosso Deus verdadeiro , que é o criador e poder governador
de todas as coisas, deu a um médico sábio, a saber, a
sua santidade reconhecida por Deus , para expulsar pela força o contágio
da peste herética pelos remédios da ortodoxia e para dar força de saúde para
os membros da igreja. Portanto, para você, como para o bispo da primeira sede
da Igreja Universal, deixamos o que deve ser feito, desde que você de bom
grado toma por seu firme fundamento a firme rocha da fé , como sabemos por
termos lido sua verdadeira verdade.confissão na carta enviada por sua
beatitude paterna ao imperador mais piedoso : e reconhecemos que esta carta
foi divinamente escrita ( perscriptas ) como pelo Chefe dos Apóstolos, e através
dela nós expulsamos a seita herética de muitos erros que tiveram
recentemente surgiu, tendo sido instado a fazer um decreto por Constantino,
que reina divinamente, e maneja um cetro mais sagaz. E com a sua ajuda, nós
derrubamos o erro da impiedade, tendo como um cerco à doutrina nefasta
dos hereges . E, em seguida, rasgando em pedaços as fundações de
sua heresia execrávele, atacando-os com braços espirituais e paternos, e
confundindo suas línguas para que eles não falassem consistentemente uns
com os outros, nós derrubamos a torre construída por esses seguidores
dessa heresia mais ímpia ; e nós os matamos com anátema , como prescrito
sobre a fé e como pecadores, pela manhã fora do arraial do tabernáculo
de Deus , a fim de nos exprimirmos segundo a maneira de Davi, de acordo com
a sentença já dada concernente a eles em seu carta, e seus nomes são estes:
Theodore, bispo de Pharan, Sergius, Honório, Ciro, Paulo , Pirro e Pedro. Além
disso, além destes, nós justamente submetemos
aoanátema de hereges também aqueles que vivem em sua impiedade que
receberam, ou, para falar mais precisamente, na impiedade
dessas pessoas odiadas , Apolinário , Severo e Themestius, a saber, Macário,
que era o bispo da grande cidade de Antioch (e ele também despojado
merecidamente das vestes de seu pastor por conta de sua impenitência sobre
a ortodoxa fé e sua teimosia obstinada), e Stephen, seu discípulo em loucura e
seu professor em impiedade, também Polychronius, que era inveterado em
sua herético doutrinas, respondendo assim ao seu nome; e finalmente todos
aqueles que impenitentemente ensinaram ou ensinam, ou agora possuem ou
mantiveram doutrinas semelhantes.

Até agora, tristeza, tristeza e muitas lágrimas têm sido a nossa parte. Pois não
podemos rir da queda de nossos vizinhos, nem exultar de alegria por
sua loucura desenfreada , nem ficamos exultantes por podermos cair ainda
mais gravemente por causa disso; não assim, ó cabeça venerável e sagrada,
nos foi ensinado que nós, que detemos Cristo, o Senhor
do universo , somos benignos e amantes do homem no mais alto grau; pois ele
nos exorta a imitá-lo em seu sacerdócio tanto quanto possível, como se torna
o bem , e a obter o padrão de seu governo pastoral e conciliatório. Mas
também para verdadeO arrependimento do Imperador mais Sereno e de nós
mesmos os exortou de várias maneiras, e conduzimos todo o assunto com
grande religiosidade e cuidado. Nem fomos movidos a fazê-lo por causa do
ganho, nem pelo ódio , como você pode facilmente ver pelo que as coisas
foram feitas em cada sessão, e relatadas nas atas, que são aqui enviadas para
a sua bem-aventurança: e você Compreendam dos vigários de sua santidade ,
Teodoro e Jorge, presbíteros amados de Deus , e de João, o diácono mais
religioso , e de Constantino, o mais venerável subdiácono.Todos eles são seus
filhos espirituais e nossos bem amados irmãos. Assim também ouvirás as
mesmas coisas das enviadas pelo vosso sínodo santo , os santos bispos que,
com eqüidade e retidão, de acordo com a vossa disciplina, decretaram
connosco no primeiro capítulo da fé .

Assim, iluminados pelo Espírito Santo , e instruídos por sua doutrina, nós
expulsamos as doutrinas vis da impiedade, tornando suave o caminho certo
da ortodoxia , sendo em todos os sentidos encorajados e ajudados ao fazê-lo
pela sabedoria e poder de nossa maioria. o imperador piedoso e sereno
Constantino. E então um dos nossos números, o santíssimo præsul desta
Constantinopla reinante, em primeiro lugar concordando com
as composições ortodoxas enviadas por você ao imperador mais piedoso como
em todos os aspectos agradáveis ao ensinamento dos Padres aprovados e dos
Deuses. instruídos os Padres e dos cinco concílios universais santos , todos nós,
com a ajuda de Cristo,Deus , facilmente realizado o que estávamos nos
esforçando depois. Porque, assim como Deus era o motor, Deus também
coroou nosso conselho.

Então, a graça do Espírito Santo brilhou sobre nós, mostrando o seu poder,
através de suas orações assíduas , para o desenraizamento de todas as ervas
daninhas e toda árvore que não produziu bons frutos, e dando ordem para que
eles fossem consumidos pelo fogo. E todos nós concordamos tanto no coração e
na língua, como na mão, e colocamos, pela assistência do Espírito que dá vida,
uma definição, limpa de todo erro , certa e infalível; não 'removendo os marcos
antigos', como está escrito (Deus nos livre!), mas permanecendo firmes nos
testemunhos e autoridade dos santos e aprovados pais, e definindo isso, a
partir de duas e em duas naturezas.(a saber, a divindade e a humanidade) da
qual ele é composto e no qual ele existe, Cristo, nosso Deus verdadeiro, é
pregado por nós e é glorificado inseparável, imutável, inconscientemente e
indivisivelmente; apenas assim também predicamos dele duas operações
naturais, indivisivelmente, incontroversa, inconfundivelmente,
inseparavelmente, como foi declarado em nossa definição sinodal. Estes
decretos concordaram com a majestade do nosso imitador copiador de Deus e
os subscreveu com suas próprias mãos. E, como já foi dito, rejeitamos e
condenamos a heresia mais impiedosa e não substancial que afirmava apenas
uma vontade e uma operação no Cristo encarnado, nosso verdadeiro Deus.e,
ao fazê-lo, pressionamos a multidão que confunde e se divide, e extinguiu a
tempestade inflamada de outras heresias , mas expusemos claramente
convosco a luz brilhante da fé ortodoxa , e rezamos
a sua santidade paterna. para confirmar nosso decreto pelo
seu honorável rescrito; através do qual confiamos em boa esperança em Cristo
que sua bondade misericordiosa concederá livremente ao Estado romano,
comprometida com o cuidado de nosso imperador mais clemente, a
estabilidade; e adornará com jugos diários e vitórias sua mais serena
clemência; e que, além das boas coisas que ele nos concedeu aqui, ele
estabelecerá o seu Deus honradosantidade diante de seu tremendo tribunal
como alguém que sinceramente confessou a verdadeira fé , preservando-a
imaculada e mantendo boa proteção sobre os rebanhos ortodoxos confiados a
ele por Deus .

Nós e todos os que estão conosco saúdam todos os irmãos em Cristo que estão
com a sua bem-aventurança.

O Edito Imperial Postado no Terceiro Átrio da Grande Igreja

Perto do Que É Chamado Dicymbala

Em nome de nosso Senhor e Mestre Jesus Cristo , nosso Deus e Salvador,


o Imperador mais piedoso , o Constantino pacífico e amante de Cristo, um
Imperador fiel a Deus em Jesus Cristo , a todas as pessoas que amam a Cristo
que vivem neste Deus- cidade preservada e real.

[ O documento é muito longo, Hefele dá o epítome a seguir, o que é suficiente


para o leitor comum, que se lembrará de que é um Edito do Imperador e não é
algo procedente do conselho .]

Epitome de Hefele ( Hist. Dos Conselhos , Vol. V., P. 178).

A heresia de Apolinário , etc., foi renovada por Teodoro de Fara e confirmada


por Honório, em algum momento Papa da Velha Roma, que também se
contradisse. Também Ciro, Pirro, Paulo , Pedro; mais recentemente. Macarius,
Stephen e Polychronius haviam difundido o monotelismo . Ele, o Imperador,
convocara, portanto, este santo e ecumênico Sínodo, e publicou o presente
édito com a confissão de fé , a fim de confirmar e estabelecer seus decretos.
(Segue-se aqui uma extensa confissão de fé , com provas para a doutrina de
duas vontades e operações.) Ao reconhecer os cinco Sínodos Ecumênicos
anteriores, ele tambémanatematizou todos os hereges de Simão Mago , mas
especialmente o originador e patronos da nova heresia , Theodore e Sérgio;
também o Papa Honório, que era seu adepto e patrono em tudo, e confirmou
a heresia ( τὸν κατὰ πάντα τούτοις συναιρέτην καὶ σύνδρομον καὶ βεβαιωτὴν τῆς
αἱρέσεως , além disso, Cyrus, etc., e ordenou que ninguém doravante deveria
ter uma fé diferente , ou Aventure-se para ensinar uma vontade e uma
energia.No outro senão a fé ortodoxa poderia homens ser salvo.Quem
não obedeceu o édito imperial deve, se ele fosse
um bispo ou clérigoser deposto ; se funcionário, punido com confisco de bens e
perda do cinturão ( ζώνη ); se uma pessoa privada, banida da residência e
todas as outras cidades.

Segundo Concílio de Nicéia

O Divino Sacra Enviado pelos Imperadores Constantino e Irene

ao Santíssimo e Santíssimo Adriano, Papa da Velha Roma.

( Encontrado em Labbe e Cossart , Concilia, Tom. VII., Col. 32. )

Aqueles que recebem a dignidade do império, ou a honra do sacerdócio


principal de nosso Senhor Jesus Cristo , devem prover e cuidar das coisas que
lhe agradam, e governar e governar as pessoas comprometidas com seus
cuidados de acordo com sua vontade e bom prazer.

Portanto, ó Santíssimo Cabeça [ Caput ] , cabe a nós e a você, que sabemos


de maneira irrepreensível as coisas que são dele, e que nelas nos exercitamos,
já que dele recebemos a dignidade imperial, e você a dignidade do sacerdócio
principal .

Mas agora para falar mais ao ponto. Sua bem-aventurança paterna sabe o que
foi feito em tempos passados nesta nossa cidade real contra as veneráveis
imagens, como aqueles que reinaram imediatamente antes de nós os
destruíram e os submeteram a desgraça e injúria: (Que não lhes seja
imputada, pois tinha sido melhor para eles se não tivessem colocado as mãos
sobre a Igreja!) - e como eles seduziram e trouxeram à sua própria opinião
todas as pessoas que vivem nessas partes - sim, mesmo todo o Oriente, da
mesma maneira, até o tempo em que Deus nos exaltou a este reino, que
buscam sua glória na verdade , e retém o que foi transmitido por seus
apóstolos junto com todos os outros mestres. De onde agora, com coração puro
e religião não fingida, temos, juntamente com todos os nossos súditos e nossos
mais instruídos teólogos, conferências constantes a respeito das coisas que se
relacionam com Deus , e por seus conselhos determinaram convocar um
Conselho Geral. E nós suplicamos sua bem-aventurança paterna, ou melhor, o
Senhor Deus suplica, quem quer que todos os homens sejam salvos e cheguem
ao conhecimento da verdade , que você se entregue a nós e não faça demora,
mas suba para ajudar nos na confirmação e estabelecimento da antiga tradição
de imagens veneráveis. É, de fato, obrigação de sua santidade fazer isso, pois
você sabe como está escrito - Conforto, consolo meu povo, vocês, sacerdotes ,
diz o Senhor, e os lábios do sacerdote manterão o conhecimento , e a lei sairá.
da sua boca, porque ele é o anjo do Senhor dos Exércitos. E novamente, o
divino apóstolo, o pregador da verdade , que, de Jerusalém e ao redor
da Ilíria , pregou o Evangelho , assim ordenou - Alimenta com disciplina o
rebanho de Cristo que ele comprou com seu próprio sangue. Como então você
é o verdadeiro sumo sacerdote ( primus sacerdos ) que preside no lugar e na sé
do santo e superlaudível Apóstolo Pedro, deixe que sua bem-aventurança
paterna venha a nós, como dissemos antes, e acrescente sua presença a todos
aqueles outros sacerdotes que serão reunidos aqui, para que assim
a vontade do Senhor seja cumprida. Pois, como somos ensinados
nos Evangelhos, nosso Senhor diz - Quando dois ou três são reunidos em meu
nome, aí estou eu no meio deles - deixe que sua bem-aventurança paterna e
sagrada seja certificada e confirmada pelo grande Deus e Rei de todos. , nosso
Senhor Jesus Cristo , e por nós, seus servos, que se você subir até aqui, será
recebido com toda honra e glória , e tudo o que for necessário para você será
concedido. E novamente, quando a definição ( capítulo ) for completada, a
qual, pelo bom prazer de Cristo, nosso Deus, esperamos que seja feita,
tomamos sobre nós a provisão para você de todas as facilidades de retorno
com honra e distinção. Se, no entanto, a sua bem-aventurança não puder
comparecer (o que dificilmente podemos imaginar , sabendo qual é o
seu zelo pelas coisas divinas), pelo menos, oremos para selecionar homens de
entendimento, tendo com eles cartas de sua santidade , para que sejam
presente aqui na pessoa de sua bem-aventurança sagrada e paterna. Então,
quando eles se encontram com os outros sacerdotes que estão aqui, a antiga
tradição de nossos santos pais pode ser confirmada sinodicamente, e
toda má planta de joio pode ser extirpada, e as palavras de nosso Senhor e
Salvador Jesus Cristo podem ser cumpridas, que as portas do inferno não
prevalecerão contra ela. E depois disso, não pode haver mais cisma e
separação na única Santa Igreja Católica e Apostólica, da qual Cristo,
nosso verdadeiro Deus, é a Cabeça.

Nós temos Constantino, amado em Cristo , o mais santo bispo de Leontina em


nossa amada Sicília , com quem sua bem-aventurança paterna está bem
familiarizada, em nossa presença; e, tendo falado com ele cara a cara, enviou-
o com este nosso presente venerável jussio para você. A quem, depois de ter
visto você, imediatamente descartar que ele pode voltar para nós, e nos
escrever por ele sobre a sua vinda - o tempo que podemos esperar será gasto
em sua jornada e vindo até nós. Além disso, ele pode manter com ele o
mais santo bispo de Nápoles e subir junto com ele. E, como a sua viagem será
através de Nápoles e Sicília,nós damos ordens ao Governador da Sicília sobre
isso, que ele tome o devido cuidado de ter todas as preparações necessárias
feitas para a sua honra e descanso, o que é necessário para que seu paterno
bem-aventurança pode vir até nós. Dado no dia iv antes dos calendários de
setembro, a sétima indicação, da Cidade Real.

O Sacra Imperial

Leia na primeira sessão.

( Encontrado em Labbe e Cossart , Concilia, Tom. VII., Col. 49. )

Constantino e Irene - Soberanos dos Romanos na Fé, aos santíssimos Bispos,


que, pela graça de Deus e pelo comando de nossa piedosa Soberania, se
reuniram no Concílio de Nicéia .

A Sabedoria que é verdadeiramente de acordo com a natureza de Deus e do Pai


- nosso Senhor Jesus Cristo , nosso verdadeiroDeus - que, por sua mais divina
e maravilhosa dispensação na carne, nos libertou de todo erro idólatra : e, ao
assumir ele nossa natureza, renovou o mesmo pela cooperação do Espírito ,
que é da mesma natureza consigo mesmo; e tendo ele mesmo se tornado o
primeiro Sumo Sacerdote, você tem contado homens santos , dignos da mesma
dignidade.

Ele é aquele bom Pastor que, carregando sobre seus próprios ombros aquele
homem caído em ovelhas, o trouxe de volta a suas próprias dobras peculiares -
isto é, o partido dos poderes angelicais e ministradores Efésios 2: 14-15 , e nos
reconciliou em si mesmo e tendo tirado o muro da divisão, quebrou a inimizade
através de sua carne e nos concedeu uma regra de conduta tendendo à
paz; portanto, pregando a todos, ele diz no Evangelho : Bem-aventurados os
pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus Mateus 5: 9 . De que
bem-aventurança, confirmando a exaltação da adoção de filhos,
nossa piedosasoberania, desejando acima de tudo ser tornada participante,
sempre aplicou a maior diligência para dirigir toda a nossa Comunidade
Romana aos caminhos da unidade e concórdia; e, mais especialmente, temos
sido solícitos com relação à regulamentação correta da Igreja de Deus e, em
todos os sentidos, muito ansiosos para promover a unidade do sacerdócio . Por
essa razão os Chefes da Ordem Sacerdotal do Oriente e do Norte, do Oeste e
do Sul, estão presentes na pessoa de seus Bispos Representantes, que têm
com eles respectivamente as respostas escritas em resposta à Epístola Sinodal
enviada do mais sagradopatriarca; para tal foi desde o início a regulação
sinodal da Igreja Católica , que, desde uma extremidade da terra até a outra,
recebeu o Evangelho . Por causa disso, nós temos, por boa vontade e
permissão de Deus , feito com que vocês, seus santossacerdotes, se reúnam -
vocês que estão acostumados a dispensar seu Testemunho
no sacrifício incruento - que sua decisão possa estar de acordo com as
definições. dos antigos concílios que decretaram corretamente, e que o
esplendor do Espírito pode iluminá-lo em todas as coisas, pois, como nosso
Senhor ensina, nenhum homem acende uma vela e a coloca debaixo do
alqueire, mas no castiçal, para iluminar para todos que estão na casa; mesmo
assim, você deve fazer tal uso dos vários regulamentos que foram
piedosamente transmitidos a nós de antigamente pelos nossos Pais, para que
todas as Igrejas Sagradas de Deus possam permanecer em ordem pacífica.

Quanto a nós, tal era o nosso zelo pela verdade - tal desejo sincero pelos
interesses da religião, nosso cuidado pela ordem eclesiástica , nossa ansiedade
de que as regras e ordens antigas mantivessem sua base - que, embora
totalmente engajadas em conselhos militares - toda a nossa atenção estava
ocupada em cuidados políticos - no entanto, tratando todos esses assuntos
como sendo de menor importância, não permitiríamos nada que interferisse na
convocação do seu santíssimo conselho. A cada um é dada a máxima liberdade
de expressar seus sentimentos sem a menor hesitação, para que o assunto sob
investigação possa ser mais amplamente discutido e a verdade possa ser mais
corajosamente falada, para que todas as dissensões sejam banidas da Igreja e
todos nós pode estar unido nos laços da paz.

Pois, quando o mais sagrado Patriarca Paulo , pela vontade divina, estava
prestes a ser libertado dos bandos de mortalidade e a trocar sua peregrinação
terrestre por um lar celestial com seu Mestre Cristo, ele abdicou do Patriarcado
e tomou sobre ele a vida monástica. e quando perguntamos a ele: Por que você
fez isso? Ele respondeu: Porque temo que, se a morte me surpreender ainda
no episcopado desta cidade real e defendida pelos céus, eu tenha que levar
comigo o anátema de toda a Igreja Católica , que me consigna àquela
escuridão exterior que é preparado para o diabo e seus anjos ; pois eles dizem
que um certo sínodo foi realizado aqui para a subversão de imagens e imagens
que a Igreja Católica detém, abraça e recebe, em memória das pessoas que
eles representam. Isso é o que distrai minha alma - isso é o que me faz
ansiosamente perguntar como posso escapar do julgamento de Deus - uma vez
que entre tais homens fui educado e com tal sou o número. Assim que ele falou
assim na presença de alguns de nossos mais ilustres nobres, ele expirou.

Quando nossa Piedosa Soberania refletiu sobre esta terrível declaração


(e verdadeiramente , mesmo antes deste evento, havíamos ouvido falar de
questionamentos similares de muitos ao redor), nós nos aconselhamos sobre o
que deve ser feito; e determinamos, após madura deliberação, que quando um
novo patriarca fosse eleito, deveríamos nos esforçar para levar esse assunto a
alguma conclusão decisiva. Portanto, tendo convocado aqueles
que sabíamos serem mais experientes em assuntos eclesiásticos e tendo
chamado a Cristo nosso Deus , consultamos aqueles que eram dignos de serem
exaltados à cátedra do Sacerdócio desta cidade real e preservada por Deus; e
todos eles com um só coração e alma deram seu voto a favor de Tarásio -
aquele que agora ocupa a Presidência Pontifícia. Tendo, portanto, enviado para
ele, colocamos diante dele nossas deliberações e nosso voto; mas de modo
algum consentiria, nem de modo algum cederia ao que fora determinado. E
quando perguntamos: Por que ele recusou assim o seu consentimento? - a
princípio ele respondeu evasivamente, Que o jugo do Sacerdócio principal era
demais para ele. Mas nós, sabendo que isso era um mero
pretexto cobiçando sua falta de vontade de nos obedecer , não desistiríamos de
nossa importunação, mas persistiríamos em pressionar a aceitação da
dignidade do Sacerdócio-Chefe sobre ele. Quando ele descobriu quão urgente
estávamos com ele, ele nos disse a causa de sua recusa. É (disse ele) porque
eu percebo que a Igreja que foi fundada na rocha, Cristo nosso Deus , é
rasgada e rasgada por cismas, e que somos instáveis em nossa confissão, e
que os cristãos no Oriente, do mesma fé conosco, declinar a comunhão conosco
e uni-los aos do Ocidente; e por isso somos alienados de todos, e cada dia
é anatematizado por todos: e, além disso, devo exigir que um Conselho
Ecumênico seja realizado, no qual devem ser encontrados Legados do Papa de
Roma e dos principais Sacerdotes do Oriente. . Nós, portanto, entendendo
completamente estas coisas, o apresentamos à companhia reunida dos
Sacerdotes - de nossos mais ilustres príncipes - e de todo o nosso
povo cristão ; e então, na presença deles, ele repetiu para eles tudo o que ele
tinha nos dito; que, quando ouviram, receberam-no com alegria e sinceramente
pediram a nossa soberania piedosa e pacífica que um Conselho Ecumênico
fosse reunido. Para isso, pedimos nosso consentimento caloroso; porque, para
falar a verdade , é pela boa vontade e sob a direção do nosso Deus que nos
reunimos juntos. Portanto, como Deus , desejoso de estabelecer seu próprio
conselho, reuniu-se para esse propósito de todas as partes do mundo, eis que
os Evangelhos agora estão diante de você e clamando
claramente, juiz justo ; permaneçam firmes como defensores da religião e
estejam preparados com mão firme para eliminar todas as inovações e novas
invenções. E, como Pedro, o chefe do colégio apostólico, feriu o escravo louco e
cortou o seu ouvido judeu com a espada, assim da mesma maneira você
maneja o machado do Espírito , e toda árvore que dá fruto de contenda, de
contenda , ou inovação recém-importada, seja renovada através do transplante
através das palavras da sã doutrina, ou baixa com censura canônica, e a envie
para os fogos do futuro Geena, para que a paz do Espírito possa sempre
proteger todo o corpo da Igreja , compactado e unido em um, e confirmado
pelas tradições dos Padres; e assim pode todo o nosso estado romano desfrutar
da paz, bem como da Igreja .

Nós recebemos cartas de Adriano , a maioria Papa Santo da Roma antiga, por
seus Legados - a saber, Pedro, o arquiduprador Deus-amado, e Pedro, o
Presbítero e Abade amados por Deus - que estarão presentes em conselho com
vocês; e nós ordenamos que, de acordo com o costume sinodal, estes sejam
lidos na audiência de todos vocês; e que, tendo escutado isto com o silêncio, e
além disso as Epístolas contidas em dois octavos enviadas pelo Sumo
Sacerdote e outros Sacerdotes das dioceses orientais por João, o
mais piedoso Monge e Chanceler do trono Patriarcal de Antioquia , e Tomás,
Sacerdote e Abbot, que também estão presentes junto com você, você pode
por estes entender quais são os sentimentos da Igreja Católica neste ponto.

Extratos dos Atos

Sessão 1

(Labbe e Cossart, Concilia , Tom. VII., Col. 53.)

[ Alguns bispos que haviam sido enganados pelos iconoclastas vieram, pedindo
para serem recebidos de volta. O primeiro deles foi Basil of Ancyra .]

O bispo Basílio de Ancyra leu o seguinte a partir de um livro: Visto


que a legislação eclesiástica canonicamente foi transmitida do tempo passado,
desde o princípio dos santos apóstolos, e de seus sucessores, que eram
nossos santos pais e mestres, e também de os seis sínodos sagrados e
ecumênicos, e dos sínodos locais que foram reunidos no interesse
da ortodoxia , para que aqueles que voltam de qualquer heresia para
a fé ortodoxa e para a tradição da Igreja Católica possam negar sua
própria heresia e confessar a fé ortodoxa .

Por isso eu, Basílio, bispo da cidade de Ancyra, proponho estar unido
à Igreja Católica , e a Adriano o mais sagrado Papa da Velha Roma, e
a Tarasius o mais abençoado Patriarca, e às mais sagradas sedes apostólicas, a
saber Alexandria , Antioquia e a Cidade Santa , assim como a todos os sumos
sacerdotes e sacerdotes ortodoxos , fazem esta confissão escrita da minha fé ,
e eu a ofereço a vocês quanto àqueles que receberam o poder pela autoridade
apostólica. E nisto também peço perdão de sua santidade divinamente reunida
para meu atraso neste assunto. Pois não estava certo que eu tivesse ficado
para trás na confissão da ortodoxia , mas surgiu de toda a minha falta de
conhecimento e da mente indolente e negligente no assunto. Portanto, o
bastante eu peço a sua bem-aventurança para conceder-me
indulgência aos olhos de Deus .

Eu creio , portanto, e faço minha confissão em um só Deus , o Pai Todo-


Poderoso, e em um só Senhor Jesus Cristo , seu Filhounigênito, e no Espírito
Santo , o Senhor e Doador da Vida. A Trindade , uma em essência e outra em
majestade, deve ser adoradae glorificada em uma só divindade, poder e
autoridade. Confesso todas as coisas referentes à encarnação da Santíssima
Trindade , nosso Senhor e Deus, Jesus Cristo , como os Santos e os
seis Sínodos Ecumênicos transmitiram. E eu rejeito e anatematizo todo
balbucio herético , como eles também os rejeitaram. Eu peço
pelas intercessões ( πρεσβείας ) de nossa imaculada Senhora, a Santa Mãe de
Deus , e aquelas das sagradas e celestiais potências e de todos os santos .

E recebendo suas relíquias sagradas e honradas com toda a honra ( τιμῆς ), eu


os saúdo e venero com honra ( τιμητικῶς προσκυνέω ), esperando ter uma
participação em sua santidade . Da mesma forma também as imagens
veneráveis ( εἰκόνας ) da encarnação de nosso Senhor Jesus Cristo , na
humanidade que ele assumiu para nossa salvação ; e da nossa imaculada
Senhora, a santa Mãe de Deus ; e dos anjos como Deus ; e
dos Santos Apóstolos, Profetas, Mártires e de todos os Santos - as imagens
sagradas de todos estes, saúdo e venero - rejeitando e anatematizando com
toda a minha alma e mente o sínodo que se reuniu por teimosia e loucura , e
que se denominou o Sétimo Sínodo, mas que por aqueles que pensam com
precisão foi chamado legalmente e canonicamente um pseudo-sínodo, como
sendo contrário a toda a verdade e piedade , e audaciosa e temerariamente
contra a legislação eclesiástica divinamente transmitida, sim, mesmo
impiamente gritou e zombou das imagens sagradas e veneráveis, e ordenou
que fossem tiradas das sagradas igrejas de Deus ; sobre qual assembléia
presidiu Teodósio com o pseudônimo de Éfeso, Síninio de Perga, com o
sobrenome Pastillas, Basílio da Pisídia, falsamente chamado tricaccabus; com
quem o infeliz Constantino, o então Patriarca, foi levado ( ἐματαιώθη ) ao erro .

Assim confesso estas coisas e a estas concordo e, portanto, na simplicidade de


coração e na rectidão da mente , na presença de Deus , fiz
os anatematismos ligados.

Anátema aos caluniadores dos cristãos , isto é, aos quebradores de imagens .

Anátema para aqueles que aplicam as palavras da Sagrada Escritura que foram
faladas contra ídolos , para as imagens veneráveis.

Anátema para aqueles que não saúdam as imagens sagradas e veneráveis.

Anátema para aqueles que dizem que os cristãos recorrem às imagens quanto
aos deuses.

Anátema para aqueles que chamam as imagens sagradas ídolos .

Anátema para aqueles que conscientemente se comunicam com aqueles que


insultam e desonram as imagens veneráveis.

Anátema para aqueles que dizem que outro que Cristo nosso Senhor nos
libertou dos ídolos .

Anátema para aqueles que rejeitam os ensinamentos dos santos Padres e a


tradição da Igreja Católica , tomando como pretexto e fazendo os seus próprios
argumentos de Ário , Nestório , Eutiques e Dióscoro, a menos que sejamos
evidentemente ensinados pelo Antigo e o Novo. Testamentos, não devemos
seguir os ensinamentos dos santos Padres e dos santos Sínodos Ecumênicos e a
tradição da Igreja Católica .

Anátema para aqueles que ousam dizer que a Igreja Católica tem a qualquer
momento sancionado ídolos .
Anátema para aqueles que dizem que a criação de imagens é uma invenção
diabólica e não uma tradição de nossos santos Padres.

Esta é a minha confissão [de fé ] e para estas proposições eu dou o meu


consentimento. E eu pronuncio isto com todo o meu coração, e alma e mente.

E se a qualquer momento pela fraude do diabo (que Deus possa proibir!) Eu


voluntariamente ou involuntariamente me oponho ao que agora tenho
professado, posso ser anátema do Pai , do Filho e do Espírito Santo , e
do Igreja Católica e toda ordem hierárquica de um estranho.

Eu me guardarei de toda aceitação de suborno e do lucro imundo de acordo


com os cânones divinos dos santos Apóstolos e dos Padres aprovados.

Tarasius , o mais sagrado Patriarca, disse: Toda esta reunião sagrada


rende glória e graças a Deus por esta confissão sua, que você fez
à Igreja Católica .

O Santo Sínodo disse: Glória a Deus, que faz um que foi cortado.

[ Theodore, bispo de Myra, leu a mesma confissão e foi recebido. O


próximo bispo que pediu para ser recebido, leu o seguinte:(col. 60)]

Teodósio, o humilde cristão , ao santo e sínodo ecumênico: Confesso e


concordo ( συντίθεμαι ) e recebo e saúdo e venero em primeiro lugar a
imaculada imagem de nosso Senhor Jesus Cristo , nosso verdadeiro Deus , e
a santa imagem de quem o deu sem semente, a santa Mãe de Deus , e sua
ajuda e proteção e intercessões a cada dia e noite como pecadora em meu
auxílio eu peço, pois ela tem confiança em Cristo nosso Deus , como nasceu
dela. Da mesma forma recebo e venero as imagens dos santos e dos mais
louváveis apóstolos, profetas e mártires e dos pais e cultivadores
do deserto . Não, de fato, como deuses (Deus me livre!) Peço a todos com todo
o meu coração que orem por mim a Deus , para que ele me conceda através de
suas intercessões encontrar misericórdia em suas mãos no dia do juízo, pois
nisto estou. mas mostrando com mais clareza a afeição e o amor da
minha almaque eu tenho desde o princípio. Também eu venero, honro e saúdo
as relíquias dos santos, daqueles que lutaram por Cristo e receberam dele
sua graça para curar doenças, curar enfermidades e expulsar demônios, como
a Igreja cristã recebeu. dos santosApóstolos e Padres até mesmo para nós
hoje.
Além disso, estou muito satisfeito por haver imagens nas igrejas dos fiéis ,
especialmente a imagem de nosso Senhor Jesus Cristoe da Santa Mãe de
Deus , de todo tipo de material, tanto ouro e prata e de todas as cores, assim
que sua encarnação pode ser apresentada a todos os homens . Da mesma
forma, pode-se pintar a vida dos santos, dos profetas e dos mártires, para que
suas lutas e agonias sejam apresentadas em breves palavras, para suscitar e
ensinar o povo, especialmente os não-merecidos.

Pois se as pessoas saírem com luzes e incenso para encontrar os laurata e as


imagens dos imperadores, quando forem enviadas para cidades ou regiões
rurais, eles certamente não honrarão a tabuinha coberta de cera, mas o próprio
imperador. Quanto mais é necessário que nas igrejas de Cristo nosso Deus , a
imagem de Deus nosso Salvador e de sua imaculada Mãe e de todos os santose
abençoados pais e ascetas sejam pintados? Como também São Basílio
diz: Escritores e pintores expuseram os grandes feitos da guerra ; um por
palavra, o outro por seus lápis; e cada um desperta muitos para a coragem . E
novamente o mesmo autor. Quantas dores você já tomou para encontrar um
dos santos que estava disposto a ser seu importuno intercessor para o
Senhor?E Crisóstomo diz: A caridade dos santos não é diminuída por sua
morte, nem termina com a saída da vida, mas depois de sua morte eles ainda
são mais poderosos do que quando estavam vivos, e muitas outras coisas sem
medida. . Por isso, peço-te, ó teus santos! Eu chamo por
você. Eu pequei contra o céu e à sua vista. Recebe-me como Deus recebeu o
homem luxuoso, e a prostituta e o ladrão. Procura-me, como Cristo procurou a
ovelha que foi perdida, que ele carregou em seus ombros; para que
haja alegria na presença de Deus e dos seus anjos sobre a minha salvação e
arrependimento, através da sua intervenção, ó santos senhores! Que aqueles
que não veneram as imagens sagradas e veneráveis sejam anátema ! Anátema
para aqueles que blasfemam contra as imagens honrosas e veneráveis! Para
aqueles que ousam atacar e blasfemar as veneráveis imagens e chamá-las
de ídolos , anátema ! Para os caluniadores do cristianismo , isto é, os
iconoclastas, anátema ! Àqueles que não ensinam diligentemente a todas as
pessoas que amam a Cristo a venerar e saudar as imagens veneráveis,
sagradas e honradas de todos os santos que agradaram a Deus em suas várias
gerações, anátema ! Para aqueles que têm uma mente duvidosa e não
confessam com todo o coração que veneram as imagens sagradas, anátema !
Sabbas, o mais reverendo hegumenus do mosteiro do Studium , disse: De
acordo com os preceitos apostólicos e os Sínodos Ecumênicos, ele é digno de
ser recebido de volta.

Tarasius , o mais sagrado Patriarca, disse: Aqueles que anteriormente eram


os caluniadores da ortodoxia , agora se tornaram os defensores da verdade .

[ Perto do final desta sessão , (col. 77)]

João, o bispo e legado mais reverendo dos sumos sacerdotes orientais disse:
Esta heresia é a pior de todas as heresias . Ai dos iconoclastas ! É a pior
das heresias , pois subverte a encarnação ( οἰκονομίαν ) do nosso Salvador .

Sessão 2

[ As cartas papais foram apresentadas pelos Legados. Primeiro foi lido isso para
Constantino e Irene, mas não em sua totalidade, se podemos confiar
em Anastácio, o Bibliotecário , que dá o que ele diz ser o texto original em
latim. Aqui segue uma tradução deste e do grego, também uma tradução da
passagem latina completamente omitida, (como nos dizem) com o
consentimento dos Legados romanos .]

Parte da Carta do Papa Adriano .

[ Como foi escrito pelo papa .]

(Migne, Pat. Lat ., Tom. XCVI., Col. 1217.)

Se perseverar na Fé ortodoxa em que você começou, e as imagens sagradas e


veneráveis forem, por seus meios, erguidas novamente naquelas partes, como
pelo Senhor, o Imperador Constantino da memória devota e a bem-aventurada
Helena, que promulgou a ortodoxa Fé, e exaltou a santa Igreja Católica e
Apostólica Romana sua mãe espiritual, e com os outros imperadores ortodoxos
a veneraram como a cabeça de todas as Igrejas, assim sua clemência, que é
protegida de Deus , recebe o nome de outro Constantino, e outra Helen,
através de quem, no princípio, a Santa Igreja Católica e Apostólica derivou sua
força, e como a sua própria fama imperial é espalhada por triunfos, de modo a
ser brilhante e profundamente fixada em todo o mundo. Mas quanto mais, se
seguindo as tradições da fé ortodoxa , você abraça o julgamento da Igreja do
abençoado Pedro, chefe dos apóstolos, e, como antigamente seus
predecessores, os santos imperadores agiam, assim também você, venerando-
a com honra. , ame de todo o coração o seu Vigário, e se a sua majestade
sagrada segue por preferência a sua fé ortodoxa , segundo a nossa santa Igreja
Romana. Possa o próprio chefe dos apóstolos, a quem o poder foi dado por
nosso Senhor Deus para atar e remir pecados no céu e na terra, ser muitas
vezes seu protetor, e atropelar todas as nações bárbaras sob seus pés, e em
todos os lugares torná-lo vencedores. Para deixar a autoridade sagrada abrir as
marcas de sua dignidade, e quão grande veneração deve ser mostrada a sua,
a mais alta Sé , por todos os fiéis do mundo. Porque o Senhor pôs Aquele que
carrega as chaves do reino dos céus como o principal sobre todos e por Ele é
honrado com este privilégio, pelo qual as chaves do reino dos céus são
confiadas a ele. Ele, portanto, que era o preferido com uma honra tão exaltada,
foi considerado digno de confessar aquela Fé sobre a qual a Igreja de Cristo é
fundada. Uma abençoada recompensa seguiu-se àquela confissão abençoada,
pela pregação da qual a santa Igreja universal foi iluminada, e dela as outras
Igrejas de Deus derivaram as provas da Fé. Para o abençoado Pedro, o chefe
dos apóstolos, que primeiro se sentou na Sé Apostólica , deixou o comando de
seu apostolado e cuidado pastoral para seus sucessores, que devem sentar-se
em seu santuário para sempre. E esse poder de autoridade, que ele recebeu do
Senhor Deus nosso Salvador, ele também concedeu e entregou por ordem
divina aos Pontífices, seus sucessores, etc.

[ Como lido em grego ao Conselho .]

(Migne, Pat. Lat ., Tom. XCVI., Col. 1218.)

Se a antiga ortodoxia for aperfeiçoada e restaurada por seus meios nessas


regiões, e os ícones veneráveis forem colocados em seu estado original, vocês
serão participantes do Senhor Constantino , Imperador de antigamente, agora
na guarda Divina, e da Imperatriz Helena, que fez conspícuo e confirmou a
fé ortodoxa , e exaltou ainda mais a sua santa mãe, a Igreja católica, romana e
espiritual, e com os imperadores ortodoxos que governaram depois deles, e
assim também o seu nome mais piedoso e protegido pelo céu será estabelecido
como a de outro Constantino e outra Helena, sendo renomados e louvados por
todo o mundo, por quem a santa Igreja Católica e Apostólica é restaurada. E
especialmente se você seguir a tradição da fé ortodoxa da Igreja do santoPedro
e Paulo , os principais apóstolos, e abraçar o seu vigário, como os imperadores
que reinaram antes de você de idade tanto honrou seu vigário, e amou-o com
todas as suas coração: e se a sua majestade sagrada honrar a
mais sagrada Igreja Romana dos principais Apóstolos, a quem foi dado poder
por Deus a própria Palavra para soltar e ligar os pecados no céu e na terra. Pois
eles estenderão seu escudo sobre o seu poder, e todas as nações bárbaras
serão colocadas debaixo de seus pés: e onde quer que você vá, eles farão de
você vencedores. Pois os próprios sagrados e principais Apóstolos, que
estabeleceram a Fé Católica e a Fé Ortodoxa , estabeleceram como uma lei
escrita que todos os que depois deles são sucessores de seus assentos devem
manter sua Fé e permanecer nela até o fim.

[ A parte que nunca foi lida para o Conselho .]

(Encontrado em L. e C., Concilia , Tom. VII., Col. 117.)

Nós nos perguntamos muito que em seus mandamentos imperiais, dirigidos ao


Patriarca da cidade real, Tarásio , nós o encontrássemos lá chamado Universal:
mas não sabemos se isto foi escrito por ignorância ou cisma , ou
a heresia dos ímpios . Mas dali em diante aconselhamos a vossa majestade
mais misericordiosa e imperial, que ele não seja de modo algum chamado
Universal em seus escritos, porque parece ser contrário às instituições dos
cânones sagrados e aos decretos das tradições dos santos Padres. Pois ele
nunca poderia ter ficado em segundo lugar, exceto pela autoridade de
nossa santa Igreja Católica e Apostólica, como é claro para todos. Porque se ele
for chamado Universal, acima da santa Igreja Romana que tem um posto
anterior, que é a cabeça de todas as Igrejas de Deus , é certo que ele se
mostra como um rebelde contra os santos Concílios e um herege . Pois, se ele é
universal, ele é reconhecido por ter o primado mesmo sobre a Igreja de nossa
Sé, que parece ridículo para todos os cristãos fiéis: porque em todo o mundo o
posto principal e poder foi dado ao abençoado Apóstolo Pedro pelo Redentor do
próprio mundo; e através do mesmo Apóstolo, cujo lugar nós indignamente
mantemos, a santa Igreja Católica e Apostólica Romana ocupa o primeiro
posto, e a autoridade do poder, agora e para sempre, de modo que se alguém,
que nós acreditamos quenão, o tenha chamado, ou assentes ao seu ser
chamado Universal, que ele saiba que é alienado da fé ortodoxa e um rebelde
contra a nossa santa Igreja Católica e Apostólica.

[ Depois que a leitura foi terminada (col. 120)]

Tarasius, o mais sagrado patriarca, disse: Vocês mesmos receberam essas


cartas do mais sagrado Papa, e vocês as levaram ao nosso imperioso devoto ?
Pedro e Pedro, os presbíteros mais amados de Deus que ocupavam o lugar
de Adriano , o mais sagrado papa de Roma, disseram: Nós mesmos recebemos
tais cartas de nosso pai apostólico e as entregamos aos senhores piedosos .

João, o mais magnífico Logothete, disse: Que este é o caso também


é conhecido pelos sicilianos, o amado de Deus Theodore, o bispo de Catanea , e
o diácono mais reverenciado Epiphanius que está com ele, que ocupa o lugar
do arcebispo da Sardenha. Para ambos, a pedido de
nossos piedosos imperadores, fomos a Roma com o mais
reverendo apocrisário de nosso mais sagradopatriarca.

Teodoro, o amado bispo de Catanéia , em pé no meio, disse: O


imperador piedoso , por seu honorável jussio, mandou Leo, o mais
amado presbítero (que junto comigo é escravo de sua santidade ), com o
preciosa carta de sua mais sagrada majestade; e aquele que reverencia
nossa santidade [ sic em grego, seu, em latim], sendo o governador
( στρατηγὸς ) da minha província da Sicília , enviou-me a Roma com
o piedoso jussio de nossos imperadores ortodoxos .

E quando fomos embora, anunciamos a fé ortodoxa dos imperadores piedosos .

E quando o mais abençoado Papa ouviu isso, ele disse: Desde que isso
aconteceu nos dias de seu reinado, Deus ampliou seu domínio piedoso sobre
todos os reinos anteriores. E esta sugestão ( ἀναφορὰν ) que foi lida, ele enviou
aos nossos reis mais piedosos, juntamente com uma carta para a
sua santidade e com os seus vigários que estão aqui presentes e presidindo.

Cosmas, o diácono , o notário e o camareiro ( Cubuclesius ) disseram: E outra


carta foi enviada pelo mais sagrado Papa da Velha Roma a Tarásio , nosso
mais sagrado e cúmplice Patriarca. Que seja eliminado como
sua santa assembléia deve dirigir.

O Santo Sínodo disse: Que seja lido.

[ Então foi lida a carta de Adriano para Tarásio de Constantinopla , que termina
dizendo que nosso amado proto- presbítero da Santa Igreja de Roma, e Pedro,
um monge , um presbítero e um abade, que foram enviados por nós. Para os
mais tranquilos e piedosos imperadores, pedimos-lhes que os julguem dignos
de toda a bondade e cortesia humana por causa de São Pedro, coropeu dos
apóstolos, e por nós, para que, por isso, possamos oferecer-lhe Nossos sinceros
agradecimentos. A carta está sendo terminada (col. 128),]
Pedro e Pedro, os mais reverendíssimos presbíteros e representantes do
mais sagrado Papa da Velha Roma, disseram: "Que o Santíssimo Tarasius ,
Patriarca da cidade real, diga se concorda com as cartas do mais sagrado Papa
da Velha Roma". ou não.

Tarasius o mais santo patriarca disse: O divino apóstolo Paulo , que foi
preenchido com a luz de Cristo , e que nos gerou através do evangelho, por
escrito aos Romanos, elogiando o seu zelo pela verdadeira fé que eles tiveram
em Cristo, nossa verdadeira Deus , assim, disse: Sua fé foi para todo o
mundo. É necessário seguir este testemunho , e aquele que contradiz isso é
sem bom senso.Portanto, Adriano , o governante da Velha Roma, desde que ele
era um participante dessas coisas, assim deu testemunho , escreveu
expressamente e verdadeiramente aos nossos imperadores religiosos e à nossa
humildade, confirmando admiravelmente e maravilhosamente a antiga tradição
da Igreja Católica . E nós também, tendo examinado tanto por escrito, como
por inquisição, e silogisticamente e por demonstração, e tendo sido ensinados
pelos ensinamentos dos Padres, assim confessou, assim confesse, e assim
confessará; e será rápido, e permanecerá, e permanecerá firme no sentido das
letras que acabaram de ser lidas, recebendo as representações representadas
de acordo com a tradição antiga de nossos santos pais; e estes nós veneramos
com afeto firme, como feito em nome de Cristo nosso Deus , e de nossa
Senhora imaculada a Santa Mãe de Deus , e dos Santos Anjos , e de todos os
santos, mais claramente dando nossa adoração e fé. para o único
Deus verdadeiro .

E o Santo Sínodo disse: Todo o Santo Sínodo assim ensina.

Pedro e Pedro, os presbíteros e legados amados por Deus da Sé Apostólica ,


disseram: “Que o santo Sínodo diga se recebe as cartas do mais sagrado Papa
da Velha Roma.

O Santo Sínodo disse: Nós seguimos, nós recebemos, nós os admitimos.

[ Os bispos, em seguida, dão um a um os seus votos, todos no mesmo


sentido .]

Sessão 3

(Labbe e Cossart, Concilia , Tom. VII., Col. 188.)


Constantino, o mais sagrado bispo de Constantia, em Chipre , disse: "Eu,
indigno de ser, acho que a carta que acaba de ser lida, enviada do Oriente
para Tarásio, o mais sagrado arcebispo e patriarca ecumênico, não está sentido
mudado daquela confissão de fé que ele mesmo tinha feito antes, a estes eu
consinto e me torno de uma mente , recebendo e saudando com honra as
imagens sagradas e veneráveis. Mas a adoração da adoração eu reservo
sozinha à Trindade superubstancial e vivificante. E aqueles que não são tão
conscientes, e não tão ensinados, eu os expulso da santa Igreja Católica e
Apostólica, e os firo com anátema , e os entrego aos que negam
a encarnação e a economia corpórea Cristo nosso verdadeiro Deus.

Sessão 4

[ Entre numerosas passagens dos Padres, leu-se um de um sermão de São


Gregório Nyssen no qual ele descreve uma pintura representando o sacrifício de
Isaac e conta como ele não poderia passar sem lágrimas. ]

Os príncipes mais gloriosos disseram: Veja como nosso pai se entristeceu com
a história retratada, mesmo assim chorou.

Basílio, o mais sagrado bispo de Ancyra, disse: Muitas vezes o pai lera a
história, mas talvez não tivesse chorado; mas quando ele viu a pintura, ele
chorou.

João, o monge mais reverendo e presbítero e representante dos sumos


sacerdotes orientais, disse: Se para tal médico a imagem foi útil e gerou
lágrimas, quanto mais no caso do ignorante e simples trará compunção e
benefício.

O Santo Sínodo disse: Vimos em vários lugares a história de Abraão pintada


como o pai diz.

Teodoro, o mais sagrado bispo de Catanea , disse: Se o santo Gregório,


vigilante em divina cogitação, foi levado às lágrimas ao ver a história
de Abraão , quanto mais uma pintura da encarnação de nosso Senhor Jesus
Cristo , que para nós foi feito homem, move os beholders para o seu lucro e às
lágrimas?

Tarasius, o mais sagrado Patriarca, disse: Não devemos chorar quando vemos
uma imagem do nosso Senhor crucificado?
O Santo Sínodo disse: Nós deveras - pois nisso encontraremos perfeitamente a
profundidade do abatimento do Deus encarnado por nós.

[ Post nonnulla uma passagem é lida de Santo Atanásio na qual ele descreve
os milagres trabalhados em Berytus, após o qual se encontra o seguinte (col.
224)]

Tarasius , o mais sagrado Patriarca, disse: Mas talvez alguém diga: Por que as
imagens que realizamos não operam milagres ? Ao que respondemos, como o
Apóstolo disse, os sinais são para aqueles que não crêem , não para
os crentes . Pois aqueles que se aproximaram dessa imagem eram
incrédulos. Por isso, Deus lhes deu um sinal através da imagem, para atraí-los
à nossa fé cristã .Mas uma geração má e adúltera, que busca um sinal e
nenhum sinal, deve recebê-lo.

[ Depois de várias outras citações, foi lido o Canon do Concílio em Trullo como
um cânone do Sexto Sínodo (col. 233).]

Tarasius , o mais sagrado Patriarca, disse: Há certos afetados com a doença


da ignorância que são escandalizados por estes cânones [viz. do Sínodo
Trullan] e dizer: E você realmente acha que eles foram adotados no Sexto
Sínodo? Agora, que todos saibam que o santo Sexto Sínodo estava reunido em
Constantinopla a respeito daqueles que disseram que havia apenas uma
energia e vontade em Cristo . Estes anatematizaram os hereges e, tendo
exposto a fé ortodoxa , foram para suas casas no décimo quarto ano de
Constantino. Mas depois de quatro ou cinco anos, os mesmos pais se reuniram
sob Justiniano, filho de Constantino, e estabeleceram os cânones mencionados
anteriormente. E não deixe ninguém duvidar deles. Pois aqueles que
subscreveram sob Constantino foram os mesmos que aqueles que, sob
Justiniano, assinaram o quadro atual, como pode manifestamente ser
estabelecido a partir da semelhança imutável de sua própria caligrafia. Pois era
certo que aqueles que haviam aparecido em um sínodo ecumênico também
deveriam estabelecer cânones eclesiásticos . Eles disseram que nós deveríamos
ser conduzidos como (pela mão) pelas imagens veneráveis à lembrança
da encarnação de Cristo e de sua morte salvadora, e se por eles somos levados
à realização da encarnação de Cristo nosso Deus , o que espécie de opinião que
devemos ter deles que quebrar as imagens veneráveis?

[ No final da sessão, depois que vários anatematismos foram pronunciados, foi


lido o seguinte, ao qual todos os bispos seinscreveram (col. 317).]
Cumprindo o preceito divino de nosso Deus e Salvador Jesus Cristo ,
nossos santos Padres não esconderam a luz do conhecimentodivino dado por
ele a eles sob um alqueire, mas eles colocaram no candelabro do ensino mais
útil, de modo que pudesse dar luz para todos na casa - isto é, para aqueles que
nascem na Igreja Católica ; Por acaso, ninguém daqueles que confessam
piamente ao Senhor poderiam bater com o pé na pedra da doutrina
do mal herético . Pois eles expulsaram todo erro de hereges e cortaram o
membro podre se ele estivesse incuravelmente doente. E com um ventilador
eles purgaram o chão. E o bom trigo, isto é, a palavra que nutre e fortalece o
coração do homem , eles depositaram no celeiro da Igreja Católica ; mas
jogando fora a palha da máopinião herética, eles a queimaram com fogo
inextinguível. Por isso também este sínodo sagrado e ecumênico se reuniu pela
segunda vez nesta ilustre metrópole de Nice, pela vontade de Deus e a pedido
de nossos piedosos e mais fiéis imperadores, Irene uma nova Helena e um
novo Constantino, seu Deus. Os filhos protegidos, tendo considerado por sua
leitura os ensinamentos de nossos aprovados e abençoados
Padres, glorificaram o próprio Deus, de quem lhes foi dada sabedoria para
nossa instrução e para o aperfeiçoamento da Igreja Católica e Apostólica: e
contra aqueles que não acrediteis como eles fizeram, mas tentaram ofuscar
a verdade por meio de sua novidade, eles entoaram as palavras do salmo: Oh!
quanto mal fizeram seus inimigos em seu santuário;e glorificaram- se dizendo:
Não há mais um professor, e eles não saberão que tratamos com malícia a
palavra da verdade . Mas nós, em todas as coisas, mantendo as doutrinas e
preceitos dos mesmos nossos Pais portadores de Deus, fazemos proclamação
com uma boca e um coração, sem acrescentar nada, nem tirar nada daquelas
coisas que nos foram entregues por eles. Mas nessas coisas somos fortalecidos,
nessas coisas somos confirmados. Assim confessamos, assim ensinamos, assim
como os seis sínodos sagrados e ecumênicos decretaram e
ratificaram. Cremos em um só Deus Pai Todo-Poderoso, criador de todas as
coisas visíveis e invisíveis; e em um só Senhor Jesus Cristo , seu Filho unigênito
e Palavra, através de quem todas as coisas foram feitas, e no Espírito Santo , o
Senhor e doador de vida, consubstancial e coeternal com o mesmo Pai e com
seu Filho que não teve começando.A Trindade não construída, indivisível,
incompreensível e não circunscrita; ele, totalmente e sozinho, deve ser adorado
e reverenciado com adoração; uma divindade, um senhorio, um domínio, um
reino e dinastia, que sem divisão é repartido com as pessoas, e é equipado
para a essência separadamente. Pois confessamos que um dos
mesmos santos e consubstancial Trindade, nosso Senhor Jesus
Cristo, o verdadeiro Deus , nestes últimos dias foi encarnado e feito homem
para nossa salvação , e tendo salvo nossa raça através de
sua encarnação salvadora, e paixão e ressurreição, e ascensão ao céu; e nos
livrou do erro dos ídolos ;como também o profeta diz, não um embaixador,
nem um anjo , mas o próprio Senhor nos salvou. Ele também seguimos,
adotamos sua voz e clamamos em voz alta; Nenhum Sínodo, nenhum poder
dos reis, nenhum acordo odiado por Deus livrou a Igreja do erro dos ídolos ,
como o conciliabulum judaizante loucamente sonhou, o que delirou contra as
imagens veneráveis; mas o próprio Senhor da glória , o Deus encarnado,
salvou-nos e arrebatou-nos do engano idólatra . Portanto, seja para ele
a glória , para que seja graças, para ele seja eucaristia, para ele seja louvor,
para ele seja magnificência. Pois a sua redenção e a sua salvação por si só
podem salvar perfeitamente, e não a de outros homens que vêm da terra. Pois
ele mesmo cumpriu por nós, sobre quem os confins da Terra vieram através da
economia de sua encarnação , as palavras ditas de antemão pelos
seus profetas , porque ele habitou entre nós, e entrou e saiu entre nós, e
expulsou o nomes de ídolos da terra, como foi escrito. Mas nós saudamos as
vozes do Senhor e de seus Apóstolos, através das quais fomos ensinados
a honrar em primeiro lugar a que é correta e verdadeiramente a Mãe de Deus e
exaltada acima de todos os poderes celestes; também os poderes sagrados e
angélicos; e os abençoados e totalmente louvados Apóstolos, e
os gloriosos Profetas e os triunfantes Mártires que lutaram por Cristo , e
os Santos e Divinos Médicos, e todos os homens santos ; e buscar por suas
intercessões, como capazes de nos render em casa com o Deus todo-real de
todos, contanto que guardemos seus mandamentos e nos esforcemos para
viver virtuosamente. Além disso, saudamos a imagem da Cruz honrosa e
vivificante e das relíquias sagradas dos santos; e nós recebemos as
imagens sagradas e veneráveis: e as saudamos, e as abraçamos, de acordo
com as antigas tradições da santa Igreja Católica de Deus , isto é, dos
nossos santosPadres, que também receberam essas coisas e as estabeleceram
em todas as igrejas mais sagradas de Deus e em todo lugar de seu
domínio. Estas honrosas e veneráveis imagens, como já foi dito, honramos e
saudamos e reverentemente reverenciamos: a saber, a imagem
da encarnação de nosso grande Deus e Salvador Jesus Cristo , e a de nossa
imaculada Senhora a santa Mãe de Deus , de quem ele gostava de se tornar
carne, e de nos salvar e livrar de toda a idolatria ímpia; também as imagens
dos anjos sagrados e incorpóreos, que como os homens apareciam para os
justos. Igualmente também as figuras e efígies dos apóstolos divinos e
louvados, também dos profetas que falam em Deus e dos mártires em luta e
dos homens santos . Para que, através de suas representações, possamos ser
levados de volta à memória e à lembrança do protótipo e ter uma participação
na santidade de algum deles.

Assim, aprendemos a pensar nessas coisas, e fomos fortalecidos por


nossos santos Padres, e fomos fortalecidos por seu ensinamento divinamente
transmitido. E graças a Deus pelo seu dom inefável, que ele não nos
abandonou no final, nem a vara do ímpio entrou na sorte dos justos, para que
os justos não pusessem suas mãos, isto é, suas ações reais, até maldade . Mas
ele faz bem àqueles que são bons e sinceros de coração, como o salmista Davi
melodiosamente cantou; com quem também cantamos o resto do salmo:
Quanto àqueles que se converterem para a sua própria maldade , o Senhor os
conduzirá com os malfeitores; e a paz estará sobre o Israel de Deus .

[ As assinaturas seguem imediatamente e encerram os atos desta sessão (col.


321-346).]

Sessão 6

(Labbe e Cossart, Concilia , Tom. VII., Col. 389.)

Léo, o mais renomado secretário, disse: O santo e bendito Sínodo sabe como
na última sessão examinamos vários ditos dos hereges abandonados por Deus,
que haviam feito acusações contra a santa e imaculada Igreja dos cristãos para
a instalação das imagens sagradas. . Mas hoje temos em nossas mãos
a blasfêmia escrita desses caluniadores dos cristãos , isto é, a definição
absurda, facilmente respondida e autocontradora ( ὅρον ) do pseudosyllogus,
em todos os aspectos concordando com a opinião ímpia de os hereges odiados
por Deus. Mas não apenas nós, mas também a refutação artística e mais
drástica, que o Espírito Santohavia supervisionado. Pois estava certo que essa
definição deveria se tornar um triunfo por contradições sábias, e deveria ser
despedaçada com fortes refutações. Isto também nos submetemos de modo
a conhecer o seu prazer em relação a isso.

O Santo Sínodo disse: Que seja lido.

João, o diácono e chanceler [da mais sagrada grande igreja de


Constantinopla, em Lat. apenas ] ler.
[ João, o diácono , então leu a refutação ortodoxa , e Gregório, o bispo de
Neocerasarea, a definição do conselho falso, o que leu a declaração herética e a
outra a resposta ortodoxa .]

A definição

O santo e ecumênico Sínodo, que pela graça de Deus e do


mais piedoso comando dos imperadores amados e ortodoxos , Constantino e
Leão, reuniam-se agora na cidade-residência imperial, no templo da santa e
inviolada Mãe de Deus e da Virgem Maria, de sobrenome Blachernæ, decretou o
seguinte.

Satanás enganou os homens, para que eles adorassem a criatura em vez do


Criador. A lei mosaica e os profetas cooperaram para desfazer essa ruína; mas
para salvar a humanidade completamente, Deus enviou seu próprio Filho, que
nos desviou do erro e da adoração de ídolos , e nos ensinou a adoração
a Deus em espírito e em verdade . Como mensageiros de sua doutrina
salvadora, ele nos deixou seus Apóstolos e discípulos , e estes adornavam
a Igreja , sua Noiva, com suas gloriosas doutrinas. Este ornamento
da Igreja, os santos Padres e os seis Concílios Ecumênicos, preservaram
invioláveis. Mas os demi-urgos de maldade antes mencionados não podiam
suportar a visão desse adorno, e gradualmente trouxeram de volta
a idolatria sob a aparência do cristianismo . Como então Cristo armou seus
Apóstolos contra a antiga idolatria com o poder do Espírito Santo , e os enviou
para todo o mundo, assim ele despertou contra a nova idolatria seus servos
nossos fiéis Imperadores, e dotou-os com a mesma sabedoria do Espírito
Santo Impelidos pelo Espírito Santo eles não podiam mais ser testemunhas
da Igreja sendo assolada pelo engano de demônios , e convocados a
assembléia santificada dos bispos amados por Deus, para que eles pudessem
instituir em um sínodo um exame bíblico na cor enganosa de as imagens
( ὁμοιωμάτων ) que atraem o espírito do homem da elevada adoração
( λατρείας ) de Deus à baixa e adoração material ( λατρείαν ) da criatura, e que
eles, sob orientação divina, podem expressar sua visão sobre o assunto.

O nosso santo sínodo reuniu-se, e nós, os seus 338 membros, seguimos os


decretos sinodais mais antigos e aceitamos e proclamamos com alegria
os dogmas proferidos, principalmente os dos seis sínodos
ecumênicos sagrados . Em primeiro lugar, o grande sínodo ecumênico
e sagrado reuniu-se em Nice, etc.

Depois de examinarmos cuidadosamente os seus decretos sob a orientação


do Espírito Santo , descobrimos que a arte ilegal de pintar seres
vivos blasfemava a doutrina fundamental da nossa salvação - ou seja, a
encarnação de Cristo , e contradizia os seis sínodos sagrados . Estes
condenaram Nestório porque ele dividiu o Filho e a Palavra de Deus em dois
filhos, e do outro lado, Ário , Dióscoro, Euticos e Severo, porque eles
mantinham uma mistura das duas naturezas do único Cristo .

Portanto, julgamos correto mostrar com toda a exatidão, em nossa presente


definição, o erro de tais coisas e venerá-las, pois é a doutrina unânime de todos
os santos Padres e dos seis Sínodos Ecumênicos, que ninguém
pode imaginar qualquer tipo de separação ou mistura em oposição à união
insondável, inexprimível e incompreensível das duas naturezas na única
hipóstase ou pessoa. O que aproveita, então, a loucura do pintor, que
do amor pecaminoso ao ganho retrata aquilo que não deve ser retratado - isto
é, com suas mãos poluídas ele tenta moldar aquilo que só deve
ser acreditado no coração e confessado com a boca. ? Ele faz uma imagem e
chama de Cristo. O nome Cristo significa Deus e
o homem . Conseqüentemente, é uma imagem de Deus e do homem e,
conseqüentemente, ele tem em sua mente tola, em sua representação da carne
criada, a representação da divindade que não pode ser representada, e assim
misturou o que não deve ser misturado. Assim, ele é culpado de uma
dupla blasfêmia - a única em fazer uma imagem da Divindade, e a outra
misturando a Divindade e a humanidade. Os que caem na mesma blasfêmiaque
veneram a imagem, e a mesma desgraça repousa sobre ambos, porque
eles erram com Arius , Dioscorus e Eutyches , e com
a heresia do Acephali . Quando, no entanto, eles são culpados por se
comprometerem a descrever a natureza divina de Cristo , que não deve ser
retratada, eles se refugiam na desculpa: Nós representamos apenas a carne
de Cristo que vimos e manuseamos. Mas isso é um erro nestoriano . Pois deve-
se considerar que essa carne era também a carne de Deus, a Palavra , sem
qualquer separação, perfeitamente assumida pela natureza divina e tornada
totalmente divina. Como poderia agora ser separado e representado à
parte? Assim é com a alma humana de Cristo que medeia entre a divindade do
Filho e a dulness da carne. Como a carne humana é ao mesmo tempo carne
de Deus a Palavra , assim é a alma humana também alma de Deus a Palavra ,
e ambos ao mesmo tempo, a alma sendo deificada assim como o corpo, e a
Divindade permaneceu indivisa mesmo na separação da alma do corpo em sua
paixão voluntária . Pois onde está a alma de Cristo , há também a sua
divindade; e onde está o corpo de Cristo , também está sua divindade. Se
então, em sua paixão, a divindade permaneceu inseparável destes, como os
tolos se arriscam a separar a carne da divindade e a representam por si só
como a imagem de um simples homem? Eles caem no abismo da impiedade,
uma vez que eles separam a carne da Deidade, atribuem a ela uma
subsistência própria, uma personalidade própria, que eles representam, e assim
introduzem uma quarta pessoa na Trindade. Além disso, eles representam
como não sendo feitos divinos, aquilo que foi feito divino ao ser assumido pela
divindade. Quem, então, faz uma imagem de Cristo , ou descreve a Divindade
que não pode ser descrita, e a mistura com a masculinidade (como
os Monofisitas ), ou ele representa o corpo de Cristocomo não feito divino e
separado e como uma pessoa à parte, como os nestorianos .

A única figura admissível da humanidade de Cristo , no entanto, é pão e vinho


na Santa Ceia. Esta e nenhuma outra forma, este e nenhum outro tipo, ele
escolheu representar sua encarnação . Pão que ele pediu para ser trazido, mas
não uma representação da forma humana , para que a idolatria não pudesse
surgir. E como o corpo de Cristo é feito divino, assim também esta figura do
corpo de Cristo , o pão, é feita divina pela descida do Espírito Santo ; torna-se
o corpo divino de Cristo pela mediação do sacerdoteque, separando a oblação
daquilo que é comum, a santifica.

O costume maligno de atribuir nomes às imagens não vem


de Cristo, dos apóstolos e dos santos Padres; nem deixam para trás
nenhuma oração pela qual uma imagem deva ser santificada ou feita qualquer
outra coisa além da matéria comum.

Se, no entanto, dizem alguns, podemos estar certos em relação às imagens


de Cristo , por causa da misteriosa união das duas naturezas , mas não é certo
proibirmos também as imagens do todo imaculado e sempre glorioso. Mãe de
Deus , dos profetas , apóstolos e mártires , que eram meros homens e não
consistiam em duas naturezas ; podemos responder, antes de mais nada: se as
pessoas se afastarem, não haverá mais necessidade delas. Mas também vamos
considerar o que pode ser dito contra isso em particular. O
cristianismo rejeitou todo o paganismo e, portanto, não
apenas os sacrifícios pagãos , mas também a adoração pagãdas imagens. Os
santos vivem eternamente com Deus , embora tenham morrido. Se alguém
pensa em chamá-los de volta à vida por uma arte morta, descoberta
pelos pagãos , ele se torna culpado de blasfêmia . Quem se atreve a tentar com
a arte pagã pintar a Mãe de Deus , que é exaltada acima de todos os céus e
santos? Não é permitido aos cristãos , que têm a esperança da ressurreição,
imitar os costumes dos adoradores de demônios , e insultar os santos, que
brilham em tão grande glória , por matéria morta comum.

Além disso, podemos provar nossa visão pela Sagrada Escritura e pelos
Padres. Na primeira é dito: Deus é um Espírito: e aqueles que o adoram devem
adorá-lo em espírito e em verdade ; e não farás para ti imagem de escultura,
ou qualquer semelhança de alguma coisa que está no céu, ou na terra
embaixo; em que conta Deus falou aos Israelitas no Monte, do meio do fogo,
mas não mostrou nenhuma imagem.Além disso: Eles mudaram a glória do
Deus incorruptível em uma imagem semelhante ao homem corruptível, ... e
serviram a criatura mais do que o Criador. [ Várias outras passagens, ainda
menos importantes, são citadas .]

O mesmo é ensinado também pelos santos Padres. [ O Sínodo apela a uma


passagem espúria de Epifânio e a uma inserida nos escritos de Teodotico de
Ancyra, um amigo de São Cirilo; a enunciados - de modo algum
impressionantes - de Gregório de Nazianzum, da SS. Crisóstomo, Basílio,
Atanásio de Amphilochius e Eusébio Pamphili, de sua Carta à Imperatriz
Constantia, que lhe pedira uma gravura de Cristo .]

Apoiados pelas Sagradas Escrituras e pelos Padres, nós declaramos


unanimemente, em nome da Santíssima Trindade , que serão rejeitados,
removidos e amaldiçoados da Igreja Cristã toda a semelhança que é feita de
qualquer material e cor, seja qual for o mal. arte de pintores.

Quem no futuro ousar fazer tal coisa, ou venerá-la, ou instalá-la em uma


igreja, ou em uma casa particular, ou possuí-la em segredo, deve,
se bispo , presbítero ou diácono , ser deposto ; se monge ou leigo ,
ser anatematizado e tornar-se passível de ser julgado pelas leis seculares como
adversário de Deus e inimigo das doutrinas transmitidas pelos Padres. Ao
mesmo tempo, ordenamos que nenhum membro de uma igreja se arrisque, sob
o pretexto de destruir o erro em relação às imagens, para impor as mãos sobre
o sagradoembarcações para alterá-las, porque são adornadas com figuras. O
mesmo é fornecido em relação às vestes de igrejas, panos e tudo o que é
dedicado ao serviço divino. Se, no entanto, o titular de uma igreja desejar ter
tais vasos e vestes da igreja alterados, ele deve fazer isso somente com o
consentimento do santo Patriarca Ecumênico e a pedido de
nossos piedosos Imperadores. Assim também nenhum príncipe ou oficial
secular deve roubar as igrejas, como alguns fizeram nos tempos antigos, sob o
pretexto de destruir imagens. Tudo isso ordenamos, acreditando que falamos
como o apóstolo, pois também acreditamos que temos o espírito de Cristo ; e
como nossos antecessores que acreditavama mesma coisa falou o que eles
definiram sinodicamente, então nós acreditamos e portanto falamos, e
estabelecemos uma definição do que nos pareceu bomseguir e de acordo com
as definições de nossos Pais.

(1) Se alguém não confessar, de acordo com a tradição dos Apóstolos e Padres,
no Pai , no Filho e no Espírito Santo uma divindade, natureza e substância,
vontade e operação, virtude e domínio, reino e poder em três subsistências.
isto é, em suas pessoas mais gloriosas , seja anátema .

(2) Se alguém não confessar que um da Trindade foi feito carne,


seja anátema .

(3) Se alguém não confessar que a Santa Virgem é verdadeiramente a Mãe de


Deus, seja anátema .

(4) Se alguém não confessar um Cristo tanto Deus como homem ,


seja anátema .

(5) Se alguém não confessar que a carne do Senhor é vivificante, porque é a


carne da Palavra de Deus , seja anátema .

(6) Se alguém não confessar duas naturezas em Cristo , seja anátema .

(7) Se alguém não confessar que Cristo está assentado com Deus o Pai em
corpo e alma , e assim virá para julgar, e que ele permanecerá Deus para
sempre, sem qualquer grosseria, seja anátema .

(8) Se alguém se aventura a representar a imagem divina ( χαρακτήρ ) da


Palavra depois da Encarnação com cores materiais, seja anátema !

(9) Se alguém se arrisca a representar em figuras humanas , por meio de cores


materiais, em razão da encarnação , a substância ou pessoa
( ousia ou hypostasis ) da Palavra, que não pode ser retratada, e não confessa
que mesmo depois a Encarnação ele [ie, a Palavra] não pode ser descrita, seja
ele anátema !

(10) Se alguém se aventura a representar a união hipostática das


duas naturezas em uma figura, e a chama de Cristo, e
assim representa falsamente a união das duas naturezas , seja anátema !

(11) Se alguém separar a carne unida à pessoa da Palavra, e se esforçar para


representá-la separadamente em uma figura, seja anátema !

(12) Se alguém separa o único Cristo em duas pessoas , e se esforça para


representar Aquele que nasceu da Virgem separadamente, e assim aceita
apenas uma união relativa ( σχετική ) das naturezas, seja anátema .

(13) Se alguém representa em uma figura a carne deificada por sua união com
a Palavra, e assim a separa da Deidade, seja anátema .

(14) Se alguém se esforçar para representar por cores materiais, Deus a


Palavra como um simples homem, que, embora tendo a forma de Deus , ainda
assumiu a forma de um servo em sua própria pessoa, e assim se esforça para
separá-lo de sua Deus divina inseparável, de modo que ele introduz uma
quaternidade na Santíssima Trindade , seja anátema .

(15) Se alguém não confessar a Santa Eterna Virgem Maria , verdadeira e


propriamente a Mãe de Deus, ser superior a toda criatura visível ou invisível, e
não com fé sincera buscar suas intercessões como de alguém que confia nela.
acesso ao nosso Deus , desde que ela o deu, seja anátema .

(16) Se alguém devem esforçar-se para representar as formas dos Santos em


fotos sem vida com cores materiais que não são de nenhum valor (por esta
noção é vão e introduzido pelo diabo ), e não em vez representar
suas virtudes como imagens vivendo em si mesmo , seja anátema .

(17) Se alguém negar o lucro da invocação dos santos, seja anátema .

(18) Se alguém negar a ressurreição dos mortos, e o julgamento, e a


condenação condigna a todos, tormento sem fim e felicidade sem fim,
seja anátema .

(19) Se alguém não aceitar este nosso Sétimo Sínodo Sagrado e Ecumênico,
seja anátema do Pai e do Filho e do Espírito Santo , e dos sete santos Sínodos
Ecumênicos!
[ Então segue a proibição de fazer ou ensinar qualquer outra fé , e as
penalidades por desobediência. Depois disso siga as aclamações .]

Os divinos reis Constantino e Leão disseram: Que o sínodo sagrado e


ecumênico diga, se com o consentimento de todos os santos bispos a definição
que acabamos de ler já foi apresentada.

O santo santo gritou: Assim todos nós cremos , todos somos da mesma mente.
Temos todos com uma voz e voluntariamente inscritos. Esta é a fé dos
apóstolos. Muitos anos para os imperadores! Eles são a luz da ortodoxia !
Muitos anos para os imperadores ortodoxos ! Deus preserve seu império! Vocês
agora mais firmemente proclamaram a inseparabilidade das
duas naturezas de Cristo ! Você baniu toda a idolatria ! Você destruiu
as heresias de Germano [de Constantinopla], George e Mansur [ μανσουρJoão
Damasceno. Anátema para Germanus, o dual-minded, e adorador de
madeira! Anátema a George, seu associado, ao falsificador da doutrina dos
Padres! Anátema para Mansur, que tem um nome maligno e opiniões
sarracenas! Para o traidor de Cristo e o inimigo do Império, para o mestre da
impiedade, o pervertedor das Escrituras, Mansur, anátema ! A Trindade depôs
esses três!

O decreto

( Encontrado em Labbe e Cossart , Concilia. Tom. VII., Col. 552. )

O santo e grande Sínodo Ecumênico, que pela graça de Deus e


pela vontade dos Imperadores piedosos e amantes de Cristo, Constantino e
Irene, sua mãe, se reuniram pela segunda vez em Nice, a ilustre metrópole da
Bitínia, em A Santa Igreja de Deus, chamada Sophia, seguindo a tradição
da Igreja Católica , definiu o seguinte:

Cristo, nosso Senhor, que nos concedeu a luz do conhecimento de si mesmo, e


nos redimiu das trevas da loucura idólatra , tendo abraçado a
Santa Igreja Católica sem mancha ou defeito, prometeu que assim a
preservaria; deu a sua palavra para este efeito aos
seus discípulos sagrados, quando ele disse: Lo! Eu estou contigo sempre, até o
fim do mundo, que prometi que ele fez, não somente a eles, mas também a
nós que cremos em seu nome por meio de sua palavra. Mas alguns, não
considerando este presente, e tendo se tornado inconstante através
da tentação do inimigo astuto, caíram do fé correta ; para, retirando-se as
tradições da Católica Igreja , eles se desviaram da verdade e como diz o
provérbio: Os lavradores se desviaram em sua própria criação e se reuniram
em suas mãos nada, porque certos padres , sacerdotes em nome somente, não
na verdade, ousara falar contra o ornamento dos monumentos sagrados
aprovado por Deus, de quem Deus clama em voz alta através
do profeta : Muitos pastores corromperam minha vinha, eles poluíram minha
porção.

And, forsooth, following profane men, led astray by their carnal sense, they
have calumniated the Church of Christ our God , which he has espoused to
himself, and have failed to distinguish between holy and profane, styling the
images of our Lord and of his Saints by the same name as the statues of
diabolical idols . Seeing which things, our Lord God (not willing to behold his
people corrupted by such manner of plague) has of his good pleasure called us
together, the chief of his priests , from every quarter, moved with a
divine zeal and brought hither by the willdos nossos príncipes, Constantino e
Irene, para o fim de que as tradições da Igreja Católica possam receber
estabilidade por nosso decreto comum. Por isso, com toda a diligência, fazendo
um exame e análise profunda, e seguindo a tendência da verdade , diminuímos
nada, acrescentamos nada, mas nós preservar inalteradas todas as coisas que
pertencem ao Católica Igreja , e seguindo as seis Sínodos Ecumênicos,
especialmente a que se reuniu nesta ilustre metrópole de Nice, como também
aquela que depois se reuniu na Cidade Real protegida por Deus.

Nós acreditamos ... a vida do mundo por vir. Amém

Nós detestamos e anatematizamos Ário e todos os que compartilham de sua


opinião absurda; também Macedonius e aqueles que o seguem são Foes of the
Spirit ( Pneumatomachi ). Confessamos que Nossa Senhora, Santa Maria , é
adequada e verdadeiramente a Mãe de Deus , porque ela era a Mãe segundo a
carne de uma Pessoa da Santíssima Trindade , a saber, Cristo nosso Deus ,
como o Concílio de Éfeso já definiu. quando expulsou da igreja o
ímpio Nestóriocom seus colegas, porque ele ensinou que havia duas pessoas
[em Cristo]. Com os Padres deste Sínodo confessamos que aquele que
encarnou da Imaculada Mãe de Deus e sempre Virgem Maria tem
duas naturezas , reconhecendo-o como perfeito Deus e perfeito homem, como
também o Concílio de Calcedônia promulgou, expulsando do divino Átrio
[ αὐλῆς ] como blasfema , Eutyches e Dioscorus; e colocando na mesma
categoria Severus, Peter e um número de outros, blasfemando em várias
modas. Além disso, com estes anatematizamos as fábulas de Orígenes, Evágrio
e Dídimo, de acordo com a decisão do Quinto Concílio realizado em
Constantinopla. Afirmamos que em Cristo haver duas vontades e duas
operações de acordo com a realidade de cada natureza, como também o Sexto
Sínodo, realizado em Constantinopla, ensinado, expulsando Sérgio, Honório,
Cyrus, Pirro, Macário, e aqueles que concordam com eles e todos aqueles que
não estão dispostos a ser reverentes.

Para tornar nossa confissão curta, mantemos inalteradas todas as tradições


eclesiásticas transmitidas a nós, seja por escrito ou verbalmente, uma das
quais é a elaboração de representações pictóricas, de acordo com a história da
pregação do Evangelho , uma tradição útil em muitos Respeito, mas
especialmente nisso, que a encarnação da Palavra de Deus seja mostrada como
real e não meramente fantástica, pois estas têm indicações mútuas e
sem dúvida têm também significações mútuas.

Nós, portanto, seguindo o caminho real e a autoridade divinamente inspirada


de nossos Santos Padres e as tradições da Igreja Católica (pois, como
todos sabemos , o Espírito Santo habita nela), definimos com toda certeza e
precisão que, assim como a figura da cruz preciosa e vivificante, assim também
as imagens veneráveis e sagradas , bem como na pintura e mosaico como de
outros materiais adequados, devem ser estabelecidas nas santas igrejas
de Deus , e nos vasos sagrados e nas vestes e em enforcamentos e em quadros
tanto em casas como no esquecimento, a saber, a figura de nosso Senhor Deus
e Salvador Jesus Cristoda nossa imaculada Senhora, a Mãe de Deus ,
dos honrados Anjos, de todos os santos e de todas as pessoas piedosas . Pois,
de modo muito mais freqüente, como são vistos na representação artística, os
homens são muito mais facilmente erguidos para a memória de seus protótipos
e para um desejo depois deles; e a estes deve ser dada a devida saudação
e honrosa reverência ( ἀσπασμὸν καὶ τιμητικὴν προσκύνησιν ),
não exatamente aquela verdadeira adoração da fé ( λατρείαν ) que pertence
somente à natureza divina; mas a estes, quanto à figura da Cruz preciosa e
vivificante e ao Livro dos Evangelhos e ao outroobjetos sagrados , incenso e
luzes podem ser oferecidos de acordo com o antigo costume piedoso . Pois
a honra que é paga à imagem passa para aquilo que a imagem representa, e
aquele que reverencia a imagem reverencia nela o sujeito representado. Pois
assim o ensinamento de nossos santos Padres, que é a tradição
da Igreja Católica , que de um extremo ao outro da terra recebeu o Evangelho ,
é fortalecido. Assim, seguimos Paulo , que falou em Cristo , e toda a divina
Companhia Apostólica e os santos Padres, retendo as tradições que recebemos.
Então nós cantamosprofeticamente os hinos triunfais da Igreja , Alegra-te
muito, ó filha de Sião; Grita, ó filha de Jerusalém. Regozije-se e seja feliz com
todo o seu coração. O Senhor tirou de você a opressão de seus adversários;
você é resgatado da mão de seus inimigos. O Senhor é um rei no meio de
você; não mais verás o mal , e a paz te seja para sempre.

Aqueles, portanto, que ousam pensar ou ensinar de outra maneira, ou


como hereges ímpios para desprezar as tradições da Igrejae inventar alguma
novidade, ou então rejeitar algumas daquelas coisas que a Igreja recebeu ( por
exemplo , o Livro dos Evangelhos , ou a imagem da cruz , ou os ícones
pictóricos, ou as sagradas relíquias de um mártir ), ou maldosamente e
agudamente para inventar qualquer coisa subversiva das tradições legítimas
da Igreja Católica ou para usar comummente os vasos sagrados ou os
veneráveis mosteiros. se são bispos ou clérigos, ordenamos que
sejam deposto ; se religiosos ou laicos , que eles sejam cortados da comunhão.

[ Depois de tudo assinado, as aclamações começaram (col. 576).]

O Santo Sínodo gritou: Então todos nós acreditamos , todos nós somos tão
conscientes, todos nós damos nosso consentimento e assinamos. Esta é
a fé dos Apóstolos, esta é a fé dos ortodoxos , esta é a fé que firmou o mundo
inteiro. Acreditando em um só Deus , para ser celebrado na Trindade,
saudamos as imagens honradas ! Aqueles que não o fazem, sejam anátema .
Aqueles que não pensam assim, sejam levados para longe da Igreja . Para nós
seguimos a legislação mais antiga da Igreja Católica . Nós mantemos as leisdos
pais. Nós anathematize aqueles que acrescentar nada ou tirar nada
da Católica Igreja. Nós anathematize a novidade introduzida dos maldizentes
de cristãos . Nós saudamos as imagens veneráveis. Colocamos
sob anátema aqueles que não fazem isso. Anátema para aqueles que
pretendem aplicar às imagens veneráveis as coisas ditas na Sagrada
Escritura sobre os ídolos . Anátema para aqueles que não saúdam
as imagens sagradas e veneráveis. Anátema para aqueles que chamam as
imagens sagradas ídolos . Anátema para aqueles que dizem que
os cristãosrecorrer às imagens sagradas quanto aos deuses. Anátema para
aqueles que dizem que qualquer outro nos libertou dos ídolos, exceto a Cristo
nosso Deus. Anátema para aqueles que ousam dizer que a qualquer momento
a Igreja Católica recebeu ídolos .
Muitos anos para os imperadores, etc., etc.

Os cânones

Canon 1

Que os cânones sagrados estão em todas as coisas a serem observadas.

O padrão para aqueles que receberam a dignidade sacerdotal é encontrado nos


testemunhos e instruções estabelecidas nas constituições canônicas, que
recebem com um feliz mente , cantai ao Senhor Deus nas palavras do David
inspirado por Deus, dizendo: I Tiveram tão grande deleite no modo de seus
testemunhos como em toda sorte de riquezas. Tu ordenaste a justiça como
testemunhas para sempre. Conceda-me compreensão e eu viverei. Agora, se a
palavra da profecia nos manda guardar os testemunhos de Deus para sempre e
viver por eles, é evidente que eles devem permanecer inabaláveis e sem
mudança. Portanto , Moisés , o profeta de Deus , fala desta maneira:Para eles,
nada deve ser acrescentado, e deles nada deve ser tirado. E o apóstolo divino
se gloria neles, que coisas que os anjos desejam examinar e, se
um anjo pregar para você qualquer coisa além daquilo que você recebeu,
seja anátema . Visto que estas coisas são assim, estando assim bem
testificados para nós, nos regozijamossobre eles como o que achou grande
despojo, e pressionamos em nosso íntimo com alegria os divinos cânones,
prendendo todos os preceitos do mesmo, completos e sem mudança. , se eles
foram estabelecidos pelas trombetas sagradas do Espírito, os renomados
Apóstolos, ou pelos Seis Concílios Ecumênicos, ou por Conselhos locais reunidos
para promulgar os decretos dos ditos Concílios Ecumênicos, ou por
nossos santos Padres. Para todos estes, sendo iluminados pelo mesmo Espírito,
definiram tais coisas como eram convenientes. Conseqüentemente aqueles que
eles colocaram sob anátema , da mesma forma anatematizamos ; aqueles que
eles depuseram, nós também depomos; aqueles a quem eles excomungaram ,
nós também excomungamos; e aqueles a quem entregaram para a punição,
estamos sujeitos à mesma pena. E agora deixe sua conversa ser
sem cobiça , grita Paul o divino apóstolo, que foi arrebatado ao terceiro céu e
ouviu palavras indescritíveis.
Epítome Antigo: Nós de bom grado abraçamos os Cânones Divinos, a saber:
aqueles dos Santos Apóstolos , dos Seis Sínodos Ecumênicos, como também
dos sínodos locais e de nossos Santos Padres, como inspirados por um e o
mesmo Espírito Santo . A quem eles anatematizam ,
também anatematizamos ; quem eles depõem, nós deporemos; a quem eles
cortaram, nós cortamos; e quem eles sujeitos a penalidades, nós também tão
sujeito.

Canon 2

Que aquele que deve ser ordenado bispo deve ser firmemente resolvido a
observar os cânones, caso contrário ele não será ordenado.

Quando recitamos o saltério, prometemos a Deus: meditarei em seus estatutos


e não esquecerei suas palavras. É salutar que todos os cristãos observem isso,
mas cabe especialmente àqueles que receberam a dignidade sacerdotal. Por
isso decretamos que todo aquele que é elevado à categoria
do episcopado deve conhecer o saltério de cor, para que dele possa advertir e
instruir todo o clero que está sujeito a ele. E o diligente exame deve ser feito
pelo metropolita, quer ele seja zeloso em ler com diligência, e não apenas de
vez em quando, os sagrados cânones, o santo Evangelho.e o livro do divino
apóstolo e todas as outras divinas Escrituras; e se ele vive de acordo com os
mandamentos de Deus e também ensina o mesmo ao seu povo. Para o tesouro
especial ( οὐσία ) do nosso sumo sacerdócio é os oráculos que foram
divinamente entregues para nós, que é a verdadeira ciência da Escritura
divina , como diz Dionísio, o Grande. E se a sua mente não estiver preparada, e
mesmo contente, para fazer e ensinar, que ele não seja ordenado. Porque, diz
o profeta Deus , rejeitou o conhecimento ; eu também o rejeitarei, para que
não seja sacerdote para mim.

Epítome Antigo: Quem quer que seja um bispo deve conhecer o Saltério de cor:
ele deve entender completamente o que ele lê, e não meramente superficial,
mas com cuidado diligente, isto é, os Cânones Sagrados, o Santo Evangelho , o
livro do Apóstolo e toda a Escritura Divina. E se ele não tiver tal conhecimento ,
ele não deve ser ordenado.

Canon 3
Que não cabe aos príncipes escolher um bispo.

Que toda eleição de um bispo , presbítero ou diácono , feita por príncipes, seja
nula, de acordo com o cânon, que diz: Se algum bispo que fizer uso dos
poderes seculares, por seus meios, obtiver jurisdição sobre qualquer igreja, ele
será deposto e também excomungado , junto com todos os que permanecem
em comunhão com ele. Pois aquele que é elevado ao episcopado deve ser
escolhido pelos bispos , como foi decretado pelos santos pais de Nice no cânon
que diz: É mais apropriado que um bispo seja ordenado por todos os bispos.na
província; mas se isso é difícil de organizar, seja por necessidade urgente, seja
por causa da duração da jornada, três bispos pelo menos se reuniram e deram
seus votos, aqueles que também estão ausentes, tendo consentido por cartas,
a ordenação deve ocorrer. A confirmação do que assim se faz deve, em cada
província, ser dada pelo metropolitano.

Epítome Antigo: Toda eleição feita por um magistrado secular é nula.

Canon 4

Que os bispos se abstenham de receber todos os presentes.

O arauto da Igreja, Paulo , o divino Apóstolo, estabelecendo uma regra


( κανόνα ) não apenas para os presbíteros de Éfeso, mas para toda a
companhia do sacerdócio , fala assim explicitamente,
dizendo: Não cobicei ouro, vestimenta nem ouro. Mostrei-te todas as coisas,
como é que, tão laborioso, deves apoiar os fracos; porque ele achava mais
abençoado dar. Portanto, nós sendo ensinados por ele decreto, que sob
nenhuma circunstância, um bispo por causa do lucro sujo inventar desculpas
fingidas para pecados , e ouro exato ou prata ou outros presentes
dos bispos , clero ou mongesquem está sujeito a ele. Pois diz o apóstolo: " Os
injustos não possuirão o reino de Deus , e os filhos não devem ajeitar-se para
os pais , mas os pais para os filhos". Se, então, alguém for encontrado, que por
uma questão de exigir ouro ou qualquer outro presente, ou que por sentimento
pessoal, tenha sido suspenso do ministério, ou mesmo excomungado ,
qualquer membro do clero sujeito à sua jurisdição, ou que tenha fechado
qualquer um dos templos veneráveis, de modo que o serviço de Deus não pode
ser celebrado nele, derramando sua loucuramesmo sobre as coisas insensíveis,
e assim mostrando-se sem entendimento, ele será submetido à mesma punição
que criou para os outros, e seu problema retornará à sua própria cabeça, como
um transgressor do mandamento de Deus e dos preceitos apostólicos. Para
Pedro, o chefe supremo ( ἡ κερυφαία ἀκρότης ) dos Apóstolos
comanda, Alimenta o rebanho de Deus, que está entre vós, assumindo a
supervisão dele, não por restrição, mas de bom grado; não por lucro imundo,
mas de mente pronta; nem como sendo senhores sobre o clero ( τῶν
κλήρων [herança do deus AV]); mas sendo exemplos para o rebanho. E quando
o chefe dos pastores aparecer, você receberá uma coroa de glória que não se
apagará.

Epítome Antigo: Decretamos que nenhum bispo deve extorquir ouro ou prata,
ou qualquer outra coisa de bispos , clérigos ou monges sujeitos à sua
jurisdição. E se alguém, através do poder do ouro ou de qualquer outra coisa
ou através de seus próprios caprichos, for encontrado para ter impedido
qualquer um dos clérigos que estão sujeitos a ele, a partir da celebração
dos ofícios sagrados , ou deve ter calado um venerável templo para que a
adoração sagrada de Deus não pudesse ser realizada nele, ele estará sujeito à
lex talionis. Pois o apóstolo Pedro diz: “Alimenta o rebanho de Deus , não por
necessidade, mas de bom grado, e de acordo com Deus.; não por causa do
lucro imundo, mas com uma mente pronta; não exercendo domínio sobre
o clero , mas sendo um exemplo para o rebanho.

Canon 5

Que aqueles que se lançam sobre clérigos porque foram ordenados na igreja
sem trazer um presente a eles, devem ser publicados com uma multa.

É um pecado até a morte quando os homens continuam incorrigivelmente em


seus pecados , mas eles pecam mais profundamente, que orgulhosamente se
erguem se opõem à piedade e sinceridade, contando mais riquezas do
que obediência a Deus , e não se importando com seus preceitos canônicos.
O Senhor Deus não é encontrado entre esses, a menos que, por ter sido
humilhado por sua própria queda, eles voltem a uma mente sóbria. Cabe a eles
preferirem se voltar para Deus com um coração contrito e orar por perdão e
perdão de um pecado tão grave , e não mais se gabar em um profanopresente.
Porque o Senhor está perto dos entes de coração contrito. No que diz respeito,
portanto, àqueles que se orgulham de que por causa de seus benefícios de ouro
foram ordenados na Igreja , e descansando confiantes
nesse costume maligno (tão alheio a Deus e inconsistente com todo
o sacerdócio ), com um olhar orgulhoso e aberto vilify boca com palavras
abusivas aqueles que por conta do rigor de sua vida foram escolhidos
pelo Espírito Santoe foram ordenados sem qualquer presente de dinheiro,
decretamos, em primeiro lugar, que eles ocupem o lugar mais baixo em sua
ordem; mas se eles não se alterarem, sejam sujeitos a uma multa. Mas se
parecer que alguém fez isto [isto é, dado dinheiro], a qualquer momento como
preço pela ordenação, que seja tratado de acordo com o Cânon Apostólico que
diz: Se um bispo obteve posse de sua dignidade por meio de de dinheiro (a
mesma regra se aplica também a um presbítero ou a um diácono ) que ele
seja deposto e também aquele que o ordenou, e que ele seja totalmente
excluído da comunhão, assim como Simão Mago foi por mim Pedro. Para o
mesmo efeito é o segundo cânon do nosso santoPais de Calcedônia, que diz: Se
algum bispo dá a ordenação em troca de dinheiro e põe à venda o que não
pode ser vendido, e ordena por dinheiro um bispo ou chorepiscopus ,
ou presbítero , ou diácono , ou qualquer outro daqueles que são contado entre
o clero ; ou quem por dinheiro deve nomear alguém para o escritório de -
conomusadvogado ou paramonário; ou, em uma palavra, que tenha feito
qualquer outra coisa contrária ao cânon, por causa do lucro imundo - aquele
que se comprometeu a fazer algo desse tipo, tendo sido condenado, correrá o
risco de perder seu diploma. E aquele que foi ordenado não obterá nenhuma
vantagem da ordenação ou promoção assim negociada; mas deixe-o
permanecer estranho à dignidade e responsabilidade que ele alcançou por meio
do dinheiro. E se alguém parecer ter agido como intermediário em um tráfico
tão vergonhoso e sem deus, ele também, se for clérigo , será removido de seu
grau; se ele for um leigo ou um monge , seja excomungado .

Epítome Antigo: Parece que, tal como a glória no fato de que eles devem sua
posição à sua liberalidade em ouro para a Igreja , e que contemplam aqueles
que foram escolhidos por causa de suas virtudes e foram nomeados sem
qualquer generosidade, devem receber o menor lugar em sua ordem. E se eles
continuarem em seus caminhos, sejam punidos. Mas aqueles que fizeram tais
presentes de modo a obter ordenações, deixam que tais sejam expulsos da
comunhão, como Simão Mago foi por Pedro.

Canon 6

No que diz respeito à realização de um Sínodo local na hora marcada.


Visto que há um cânon que diz, duas vezes por ano em cada província, as
investigações canônicas devem ser feitas nas reuniões dos bispos ; mas por
causa das inconveniências que aqueles que se reuniam tinham que se submeter
a viagens, os santos padres do Sexto Concílio decretaram que uma vez por
ano, sem considerar o lugar ou a desculpa que poderia ser imposta, um
conselho deveria ser realizado e as coisas que estão errados. Este canon agora
renovamos. E se algum príncipe for encontrado impedindo que isso seja feito,
que ele seja excomungado . Mas se algum dos metropolitas não tomar cuidado
para que isso seja feito, ele estará livre de constrangimento ou medoou outra
desculpa razoável, que ele seja submetido às penalidades canônicas. Enquanto
o Concílio está empenhado em considerar os cânones ou assuntos que dizem
respeito ao Evangelho , cabe aos Bispos reunidos, com toda a atenção e grave
pensamento, guardar os mandamentos divinos e vivificantes de Deus , pois,
para eles, há grande recompensa; porque a nossa lâmpada é o mandamento, e
a nossa luz é a lei, e a prova e a disciplina são o caminho da vida, e o
mandamento do Senhor que está brilhando traz à luz os olhos. Não é permitido
a um metropolitano exigir qualquer uma das coisas que os bispos trazem
consigo, seja um cavalo ou qualquer outro presente. Se ele for condenado por
fazer algo desse tipo, ele deve restaurar quatro vezes.

Epítome Antigo: Sempre que não é possível um sínodo se encontrar de acordo


com o decreto formulado há muito tempo, duas vezes em cada ano, pelo
menos deixe-o ser realizado uma vez, como pareceu bom para o Sexto
Sínodo. Se algum magistrado proibir tal reunião, que ele seja expulso: e
um bispo que não se preocupe em montá-lo, estará sujeito à punição. E quando
o sínodo for realizado, deve parecer que o Metropolita tirou qualquer coisa de
qualquer bispo , deixe-o restaurar em quatro vezes.

Canon 7

Que para as igrejas consagradas sem qualquer depósito das relíquias dos
santos, o defeito deve ser feito.

Paulo, o divino apóstolo, diz: Os pecados de alguns estão abertos de antemão,


e alguns deles seguem depois. Estes são os seus principais pecados , e
outros pecados seguem estes. De acordo com os passos da heresia dos
tradutores dos cristãos , seguiu-se outras iniquidades. Pois assim como tiraram
das igrejas a presença das veneráveis imagens, do mesmo modo elas puseram
de lado outros costumes que agora devemos reviver e manter de acordo com a
lei escrita e não escrita. Nós decreto, portanto, que relíquias sejam colocadas
com o serviço costumeiro em tantos templos sagrados como
foram consagrados.sem as relíquias dos mártires. E se algum bispo deste
tempo em diante for encontrado consagrando um templo
sem relíquias sagradas , ele será deposto , como um transgressor das tradições
eclesiásticas .

Epítome Antigo: Que as relíquias dos Santos Mártires sejam colocadas em


igrejas que foram consagradas sem elas, e isto com
as orações costumeiras . Mas quem consagrar uma igreja sem estes
será deposto como transgressor das tradições da Igreja .

Canon 8

Que os hebreus não devem ser recebidos a menos que tenham sido convertidos
com sinceridade de coração.

Uma vez que certos, errando nas superstições dos hebreus, pensaram em
zombar de Cristo, nosso Deus , e fingindo ser convertido à religião de Cristo, o
negam e, em particular e secretamente, guardam o sábado e observam outros
costumes judaicos, nós decretamos que tais pessoas não sejam recebidas em
comunhão, nem em orações , nem na Igreja ; mas que sejam abertamente
hebreus segundo a religião deles, e não levem seus filhos ao batismo , nem
comprem, nem possuam um escravo. Mas se algum deles, fora de um coração
sincero e na fé, se converte e faz profissão com todo seu coração,
desmerecendo seus costumes e observâncias, e para que outros possam ser
convencidos e convertidos, tal deve ser recebido e batizado , e seus filhos da
mesma forma; e ensine-lhes que se guardem indiferente às ordenanças dos
hebreus. Mas se eles não fizerem isto, não sejam de modo algum recebidos.

Epítome Antigo: Hebreus não devem ser recebidos a menos que sejam
manifestamente convertidos com sinceridade de coração.

Canon 9

Que nenhum dos livros contendo a heresia dos tradutores dos cristãos deve ser
escondido.
Todos os dispositivos infantis e delírios loucos que foram falsamente escritos
contra as imagens veneráveis, devem ser entregues ao Episcopium de
Constantinopla, para que eles possam ser trancados com
outros livros heréticos . E se alguém for encontrado escondendo tais livros, se
ele for um bispo ou presbítero ou diácono , seja deposto ; mas se ele for
um monge ou leigo , seja anátema .

Epítome Antigo: Se alguém achar que escondeu um livro escrito contra as


imagens veneráveis, se ele estiver na lista do clero, seja deposto ; se
um leigo ou monge deixá-lo ser cortado.

Canon 10

Que nenhum clérigo deveria deixar sua diocese e entrar em outro sem
o conhecimento do bispo.

Como alguns membros do clero , interpretando erroneamente as constituições


canônicas, deixam sua própria diocese e se deparam com outras dioceses ,
especialmente nesta cidade real protegida por Deus, e tomam sua morada com
príncipes, celebrando liturgias em seus oratórios , não é permitido receber
tais pessoas em qualquer casa ou igreja sem a licença do seu próprio Bispo e
também do Bispo de Constantinopla. E se qualquer funcionário fizer isso sem
tal licença, e assim continuará, seja deposto . Com relação àqueles que fizeram
isso com o conhecimentodos supracitados Bispos, não lhes é lícito assumir
responsabilidades mundanas e seculares, pois isso é proibido pelos sagrados
cânones. E se alguém for descoberto ocupando o cargo daqueles que são
chamados Meizoteroi; deixe-o deitar ou ser deposto do sacerdócio . Que ele
seja o instrutor dos filhos e outros da família, lendo para eles as Escrituras
Divinas , pois para este fim ele recebeu o sacerdócio .

Epitome Antigo: Um clérigo que depois de deixar sua própria paróquia se


instalou em outro distante de seu próprio bispo e do bispode Constantinopla,
não será recebido nem em casa nem em igreja. E se perseverar no seu
caminho, será deposto . Mas se eles fizerem isto com um conhecimento do que
dissemos, eles não receberão uma posição secular; ou se eles os receberam,
cessarão deles. E se recusarem, serão deposto .

Canon 11
Esse Œconomi deveria estar nos palácios episcopais e nos mosteiros .

Já que temos a obrigação de guardar todos os cânones divinos, devemos por


todos os meios manter em sua integridade aquela que diz que osconomi devem
estar em cada igreja. Se o metropolitano nomeia em sua Igreja um
" conomus" , ele se sai bem; mas se não o fizer, é permitido ao bispo de
Constantinopla por sua própria autoridade ( ἰδίας ) escolher um congresso para
a Igreja do Metropolita. Uma autoridade semelhante pertence aos
metropolitanos, se os Bispos que estão sujeitos a eles não desejarem nomear
as comunidades em suas igrejas. A mesma regra também deve ser observada
em relação aos mosteiros .

Epítome Antigo: Se o Metropolita não eleger um conomus da metrópole, o


patriarca o fará. Se o bispo não o fizer, o metropolitanodeve; pois assim
pareceu bom aos pais reunidos em Calcedônia. A mesma lei deve ser mantida
em mosteiros .

Canon 12

Que um bispo ou hegemonia não deva alienar nenhuma parte da propriedade


suburbana da igreja.

Se bispo ou hegumenos é encontrado alienar qualquer parte das terras


agrícolas do bispado ou mosteiro nas mãos dos príncipes seculares, ou entregá-
los a qualquer outra pessoa, tal ato é nulo de acordo com o cânone
dos santos Apóstolos, que diz: Vamos o bispo cuida de todos os bens da Igreja
e administre-o de acordo com os olhos de Deus . Não é lícito a ele apropriar-se
de qualquer parte, ou conferir a suas relações as coisas que pertencem
a Deus.. Se forem pobres, sejam ajudados entre os pobres; mas não sejam
usados como pretexto para contrabandear a propriedade da Igreja. E, se for
exigido que a terra seja apenas uma perda e não produza lucro, o lugar não
está, por essa razão, a ser dado aos governantes seculares, que estão na
vizinhança; mas que seja dado aos clérigos ou lavradores. E se eles tiverem
recorrido a ofícios desonestos, de modo que o governante tenha comprado a
terra do lavrador ou clérigo , tal transação será igualmente nula, e a terra será
restaurada à bispado ou ao mosteiro . E o bispo ou hegumenos fazendo isto
será despejado , o bispo de seu bishoprick e o hegumenos de seumosteiro ,
como aqueles que desperdiçaram o que não reuniram.
Epitome Antigo: De acordo com o que pareceu bom para os Santos Apóstolos ,
qualquer ato de alienação dos bens de uma diocese ou de um mosteiro feito
pelo bispo , ou pelo superior do mosteiro , será nulo. E o Bispo ou Superior que
tenha feito isso será expulso.

Canon 13

Que eles são dignos de condenação especial que transformam os mosteiros em


casas públicas.

Durante a calamidade que foi levada a efeito nas Igrejas , por causa de
nossos pecados , algumas das casas sagradas, por exemplo, palácios
e mosteiros dos bispos , foram tomadas por certos homens e tornaram-se
hospedarias públicas. Se aqueles que agora os detêm escolherem devolvê-los,
para que possam ser restaurados ao seu uso original, bem e bem; mas se não,
e essas pessoas estão na lista sacerdotal, nós ordenamos que sejam deposto ;
se forem monges ou leigos , que sejam excomungados , como aqueles que
foram condenados pelo Pai , pelo Filho e peloEspírito Santo , e atribuído o seu
lugar onde o verme não morre eo fogo não se apaga, porque se colocam contra
a voz do Senhor, que diz: Não faça da casa de meu Pai uma casa de
mercadoria.

Epítome Antigo: Aqueles que fazem bens comuns diocesanos ou monásticos, a


menos que restaurem ao bispo ou superior as coisas pertencentes à diocese
ou mosteiro , todo o procedimento será nulo. Se forem pessoas nas Ordens
Sagradas, serão deposto , mas se forem leigos ou monges , serão expulsos.

Canon 14

Que ninguém sem ordenação deva ler no ambão durante a sináxia.

Que existe uma certa ordem estabelecida no sacerdócio é muito evidente para
todos e, para guardar diligentemente, as promoções do sacerdócio são muito
agradáveis a Deus . Visto que, portanto, vemos alguns jovens que receberam
a tonsura clerical , mas que ainda não receberam a ordenação do bispo , lendo
no ambão durante a sináxis e, ao fazê-lo, violando os cânones, proibimos que
isso seja feito (doravante, e que esta proibição seja observada também entre
os monges . É permitido a cada hegumenos em seu próprio mosteiro ordenar
um leitor, se ele próprio tivesse recebidoimposição de mãos por um bispo para
a dignidade de hegumenos, e é conhecido por ser um presbítero . Chorepiscopi
pode igualmente, de acordo com o costume antigo e com a autorização do
bispo , nomear os leitores.

Epítome Antigo: Ninguém lerá do ambon a menos que tenha sido ordenado
pelo bispo . E isso estará em vigor também entre os monges . O superior de
um mosteiro , se tiver sido ordenado pelo bispo , pode ordenar um leitor, mas
apenas em seu próprio mosteiro . Um chorepiscopus também pode fazer
um leitor .

Canon 15

Que um funcionário não deve ser colocado sobre duas igrejas.

De agora em diante, nenhum clérigo será nomeado sobre duas igrejas, para
este sabor de mercadorias e lucro imundo, e é totalmente alheio
ao costume eclesiástico . Ouvimos pela simples voz do Senhor que Nenhum
homem pode servir a dois senhores, pois ou ele odiará um e amará o outro, ou
então se apegará a um e desprezará o outro. Cada um, portanto, como diz o
Apóstolo, no chamado em que ele foi chamado, no mesmo deve permanecer, e
em uma única igreja para dar assistência. Pois nos assuntos da Igreja , o que
se ganha através do lucro imundo é totalmente separado de Deus.. Para
satisfazer as necessidades desta vida, existem várias ocupações, por meio das
quais, se alguém assim desejar, que ele obtenha as coisas necessárias para o
corpo. Pois diz o Apóstolo: Estas mãos têm ministrado às minhas necessidades
e aos que estavam comigo. Ocupações desse tipo podem ser obtidas na cidade
protegida por Deus. Mas nos lugares do país fora, por causa do pequeno
número de pessoas, deixe uma dispensaser concedida.

Epítome antigo: daqui em diante em Constantinopla um clérigo não pode servir


duas igrejas. Mas nos arredores isso pode ser permitido devido à escassez de
homens.

Canon 16

Que não se torne um em ordens sagradas para vestir roupas caras.


Toda a bufonaria e decks do corpo doente se tornam o
grau sacerdotal . Portanto, os bispos e clérigos que se vestem com roupas
alegres e vistosas devem se corrigir, e se não se emendarem, devem ser
submetidos a castigos. Assim também aqueles que se ungem com
perfumes. Quando a raiz da amargura surgiu, foi derramado
na Igreja Católica a poluição da heresia dos tradutores dos cristãos . E, como
os que foram profanados por ela, não apenas detestavam as imagens
retratadas, mas também desprezavam todo o decoro, sendo excessivamente
loucos contra aqueles que viviam gravemente e religiosamente; de modo que
neles se cumpriu o que está escrito: O serviço de Deus é abominável ao
pecador. Se, portanto, alguém for encontrado ridicularizando aqueles que estão
vestidos com roupas pobres e graves, sejam corrigidos por punição. Pois desde
os primeiros tempos todo homem em ordens sagradas usava roupas modestas
e graves; e, na verdade, o que quer que seja usado, não tanto por
necessidade, como por causa da aparência exterior, sabores do dandismo,
como diz Basílio, o Grande . Nem se vestiu de trajes bordados de seda, nem
pôs muitos ornamentos coloridos na orla das suas vestes; porque ouviram dos
lábios de Deus que os que vestem roupas suaves estão nas casas dos reis.

Epitome Antigo: Os bispos e clérigos se arraigando em roupas esplêndidas e


ungidos com perfumes devem ser corrigidos. Se persistirem, devem ser
punidos.

Canon 17

Que ele não será autorizado a iniciar a construção de um oratório, que não tem
meios para terminá-lo.

Certos monges deixaram seus mosteiros porque desejavam governar e, não


desejando obedecer , estão se comprometendo a construir oratórios , mas não
têm meios para terminá-los. Agora quem quer que se comprometa a fazer algo
desse tipo, que seja proibido pelo bispo do lugar. Mas se ele tiver os meios para
terminar, deixe que o que ele desenhou seja concluído. A mesma regra deve
ser observada em relação a leigos e clérigos .

Epitome antigo: Quem quiser construir um mosteiro , se ele tem os meios para
terminá-lo, deixe-o começar o trabalho, e deixe-o chegar a uma conclusão. Mas
se não, deixe-o ser proibido pelo bispo do lugar. A mesma lei se aplica
a leigos e monges .
Canon 18

Que as mulheres não devem viver em casas de bispos , nem em mosteiros de


homens.

Não ofenda os que estão fora, diz o divino apóstolo. Agora, para
as mulheres morarem nas casas dos bispos ou nos mosteiros, é motivo de
grave ofensa. Quem, portanto, é conhecido por ter uma escrava ou mulher livre
no palácio episcopal ou em um mosteiropara a execução de algum serviço, que
ele seja repreendido. E se ele continuar a retê-la, seja deposto . Se acontecer
de as mulheres estarem nos bairros suburbanos, e o bispo ou hegumenos
desejarem ir até lá, desde que o bispo ou hegumenos esteja presente, que
nenhuma mulher , naquele tempo, continue seu trabalho, mas que ela se
entregue a algum outro lugar. até que o bispo [ou hegumenos ] tenha partido,
para que não haja motivo de queixa.

Epítome Antigo: Não é apropriado que as mulheres sejam mantidas em casas


episcopais ou em mosteiros . Se alguém ousar fazê-lo, será reprovado; mas se
ele persistir, ele será deposto . Nenhuma mulher pode servir ou mesmo
aparecer onde um bispo ou superior de um monastério está presente, mas
deixe-a manter-se afastada até ele partir.

Canon 19

Que os votos daqueles em ordens sagradas e de monges e de freiras devem ser


feitos sem a exação de presentes.

A abominação do lucro imundo tem feito tais incursões entre os governantes


das igrejas , que alguns daqueles que se chamam homens
e mulheres religiosos, esquecendo os mandamentos do Senhor, foram
completamente desencaminhados e, por causa do dinheiro, receberam aqueles
que para a ordem sacerdotal e a vida monástica. E, portanto, o primeiro passo
daqueles que foram recebidos como ilegais, todo o procedimento é tornado
nulo, como diz Basílio, o Grande . Porque não é possível que Deus seja servido
por meio de Mamom . Se, portanto, alguém for encontrado fazendo algo desse
tipo, se ele for um bispo ou hegumenos , ou um do sacerdócio , deixe que ele
deixe de fazê-lo por mais algum tempo, ou então deixe-o ser deposto , de
acordo com o segundo cânon do Santo. Conselho de Calcedônia . Se o agressor
for uma abadessa, deixe-a ser enviada para longe de seu mosteiro e colocada
em outra em posição subordinada. Da mesma maneira é um hegumenos a ser
tratado, que não tem a ordenação de um presbítero . Com relação ao que foi
dado pelos pais como um dote para seus filhos, ou
que as próprias pessoas contribuíram de suas próprias propriedades, com a
declaração de que tais dons foram feitos a Deus , nós decretamos, que
as pessoas em cujo nome os presentes foram feitos, continuar a viver
no mosteiro ou não, os presentes devem permanecer com o mosteiro de acordo
com a sua primeira determinação; a menos que haja motivo para reclamação
contra o superior.

Epitome Antigo: Quem por dinheiro admite aqueles que vêm para a Ordem
Sagrada ou para a vida monástica, se ele for bispo ou superior de
um mosteiro ou qualquer outro em ordens sagradas, cessará ou
será deposto . E o superior de um mosteiro de mulheres será expulso [se o
tiver feito] e será entregue à submissão. O mesmo acontecerá com um superior
de monges , se ele não for sacerdote . Mas as posses trazidas por aqueles que
entram, deixam-nas permanecer, quer as pessoas permaneçam ou não, desde
que o superior não seja culpado.

Canon 20

Que a partir de agora, nenhum mosteiro duplo será erguido; e sobre


os mosteiros duplos já existentes .

Nós decretamos que a partir de agora, nenhum mosteiro duplo será


erguido; porque isso se tornou uma ofensa e causa de queixa para muitos. No
caso das pessoas que, com os membros de sua família, propõem deixar o
mundo e seguir a vida monástica, deixem os homens entrar em
um mosteiro para homens e as mulheres em
um mosteiro para mulheres ; porque isso é bem agradável
a Deus . Os mosteiros duplos que já existem , devem observar o governo de
nosso santo Padre Basílio, e devem ser ordenados por seus
preceitos, monges e freiras não devem habitar juntos no mesmo mosteiro , pois
vivendo juntos o adultérioencontra a sua ocasião. Nenhum monge terá acesso a
um convento; nem será permitida a entrada de uma freira para entrar em
um mosteiro a fim de conversar com alguém. Nenhum monge deve dormir em
um mosteiro para mulheres , nem comer sozinho com uma freira . Quando a
comida é trazida pelos homens para as canonesses , deixe a abadessa
acompanhada por uma das freiras idosas, receba-a do lado de fora dos
portões do mosteiro das mulheres . Quando um monge deseja ver uma de suas
parentes, que podem estar no convento, converse com ela na presença da
abadessa, e isso em poucas palavras, e então deixe-o rapidamente partir.

Epitome Antigo: Mosteiros não devem ser duplos ,


nem monges e monjas vivem no mesmo edifício, nem devem conversar
juntos.Além disso, se um homem leva qualquer coisa para uma canoness ,
deixe-o esperar e entregue a ela, e deixe-o ver seu parente na presença de seu
superior.

Canon 21

Que os monges não deixem seus mosteiros e entrem nos outros.

Um monge ou freira não deve deixar o mosteiro ao qual ele ou ela está ligado,
e se dirigir aos outros. Mas se alguém fizer isso, ele deve ser recebido como
a. Não é, contudo, apropriado que ele seja feito membro do mosteiro , sem o
consentimento dos seus hegumenos .

Epítome Antigo: Não é permitido a um monge ou freira deixar sua própria casa
e entrar em outra; mas se ele (ou ela) entrar, deixe (ele ou ela) ser recebido
como a; mas que ele (ou ela) não seja admitido de maneira alguma e não
receba hospitalidade contrária à vontade do superior.

Canon 22

Que quando acontece que os monges comam com mulheres , devem observar
dar graças, abstenção e discrição.

Entregar todas as coisas a Deus e não servir às nossas vontades é um grande


ganho. Pois diz o divino apóstolo, quer você coma ou beba, faça tudo para
a glória de Deus . E Cristo, nosso Deus, nos ordenou em seus Evangelhos ,
para cortar o começo dos pecados ; pois não só o adultério é repreendido por
ele, mas até mesmo o movimento da mente em direção ao ato
de adultérioquando ele diz: “ Quem quer que a mulher deseje cobiçar ela, já
cometeu adultério com ela em seu coração. Nós que fomos assim ensinados,
portanto, devemos purificar nossas mentes. Agora, embora todas as coisas
sejam lícitas, todas as coisas não são convenientes, como nos foi ensinado pela
boca do apóstolo. É necessário que todos os homens comam para que possam
viver. E para aqueles a quem a vida consiste em casar e gerar filhos, e na
condição do estado laico, não há nada de impróprio em homens
e mulheres comendo juntos, só que eles dêem graças ao doador da
comida; mas se há os entretenimentos do teatro, isto é, canções satânicas
acompanhadas das inflexões de harpas, vêm sobre eles, através destas coisas,
a maldição do profeta , que assim fala: Ai dos que bebem vinho com harpa e
salteadores, mas não olham para as obras do Senhor, nem consideram as
obras de suas mãos. Sempre que pessoas desse tipo são encontradas entre
os cristãos , que elas modifiquem seus caminhos; mas se eles não o fizerem,
deixe-os ultrapassar as penalidades que foram decretadas nos cânones por
nossos predecessores. Com respeito àqueles cuja vida é livre de cuidado e
aparte dos homens, isto é, aqueles que resolveram perante o Senhor Deus para
levar o jugo solitário, eles deveriam sentar-se sozinhos e em silêncio. Além
disso, também é totalmente ilegal que aqueles que escolheram a
vida sacerdotal para comer em privado com as mulheres , a menos que seja
com homens e mulheres tementes a Deus e discretos, para que até mesmo sua
festa pode ser transformada em edificação espiritual. A mesma regra deve ser
observada com parentes .Novamente, se acontecer que
um monge ou padre durante uma jornada não tenha com ele o que é
absolutamente necessário para ele, e, por causa de suas necessidades
urgentes, pense bem em se transformar em uma pousada ou em casa de
alguém, ele é permitido fazer, vendo que a necessidade obriga.

Epítome Antigo: Não há objeção a mulheres leigas comendo com homens: não
é certo, no entanto, para homens que escolheram a vida solitária, comer em
particular com mulheres ; a não ser que por acaso, juntamente com
eles, temam a Deus e a homens e mulheres religiosos. Mas ao viajar,
um monge ou qualquer um em ordens sagradas, não levando as provisões
necessárias com ele, pode entrar em uma casa pública.

A Carta do Sínodo ao Imperador e à Imperatriz

(Labbe e Cossart, Concilia , Tom. VII., Col. 577.)


Aos nossos príncipes mais religiosos e mais serenos, Constantino e Irene sua
mãe. Tarasius , o indigno bispo de sua cidade real protegida por Deus, a nova
Roma e todo o santo Concílio que se reuniu com o prazer de Deus e sob o
comando da majestade de Cristo na famosa metrópole de Nice, o segundo
conselho a montar nesta cidade.

Cristo nosso Deus (que é a cabeça da Igreja ) foi glorificado , príncipes mais
nobres, quando o seu coração, que ele segura em suas mãos, deu aquela boa
palavra nos convidando a nos reunirmos em seu nome, a fim de fortalecermos
nossa mantenha a verdadesegura, imutável e dada por Deus contida
nos dogmas da Igreja. Como as vossas cabeças foram coroadas de ouro e de
pedras mais brilhantes, do mesmo modo foram as vossas mentes adornadas
com os preceitos do Evangelho e os ensinamentos dos Padres. E sendo
os discípulos e companheiros, por assim dizer, daqueles cujos sons saíram por
toda a terra, vocês se tornaram os líderes no caminho da piedade de todos os
que levavam o nome de Cristo , estabelecendo claramente a palavra
da verdade , e dando um exemplo brilhante de ortodoxia e piedade ; de modo
que você foi para os fiéis como tantas lâmpadas acesas. A Igrejaque estava
pronta para cair, você sustentou com suas mãos, fortalecendo-a com sã
doutrina, e trazendo para a unidade de um julgamento correto aqueles que
estavam em desacordo. Portanto, podemos dizer com ousadia que foi através
de você que o bom prazer de Deus trouxe o triunfo da piedade e encheu nossa
boca de alegria e nossa língua de alegria . E estas coisas nossos lábios
proferem com um decreto formal. Pois o que é mais glorioso do que manter os
interesses da Igreja; e o que mais é mais calculado para provocar
nossa alegria ?

Certos homens levantaram-se, tendo a aparência de piedade, na medida em


que estavam revestidos da dignidade do sacerdócio , mas negavam o poder; e
assim merecendo a si mesmos a acusação de serem
apenas sacerdotes da Babilônia . Desse modo, a palavra profética declarara
antes que os iníquos dos sacerdotes da Babilônia saíam da lei. Mais do que isso,
eles se uniram em um desértico, como o que Caifás realizou, e se tornaram
propagadores de doutrinas ímpias. E tendo uma boca cheia de maldição e
amargura, eles pensaram em ganhar o domínio por meio de palavras
abusivas. Com uma linguagem caluniosa e uma caneta de caráter semelhante,
e objetando aos próprios termos usados pelo próprio Deus , eles inventaram
contos maravilhosos, e então passaram a estigmatizar como idólatras
o sacerdócio real e a nação santa , mesmo aqueles que haviam
colocado Cristo e por sua graça haviam sido mantidos a salvo da loucura
dos ídolos . E tendo uma mente voltada para o mal , eles levaram em
mãos açõesilegais, pensando em suprimir totalmente a representação das
imagens veneráveis. Assim, como muitos ícones foram criados em trabalhos de
mosaico, eles escavaram, e aqueles que estavam em cera pintada,
arranharam; transformando assim a beleza graciosa dos templos sagrados em
completa desordem. Entre as ações desse tipo, deve-se notar especialmente
que as imagens colocadas em tábuas em memória de Cristo, nosso Deus e de
seus santos, foram entregues às chamas. Finalmente, em uma palavra, tendo
profanado nossas igrejas, eles os reduziram a total confusão. Então
alguns bispos se tornaram os líderes dessa heresia e onde antes havia paz, eles
fomentavam conflitos entre o povo; e em vez de trigo semeou joio nos campos
da Igreja. Eles misturaram vinho com água e deram o rascunho aos que os
cercavam. Embora fossem lobos árabes , eles se escondiam sob roupas de
ovelhas e, por raciocínio ilusório contra a verdade, procuravam elogiar sua
mentira. Mas durante todo o tempo eles chocaram ovos de aspas e teceram
uma teia de aranha, como diz o profeta ; e aquele que comia de seus ovos,
tendo esmagado um deles, achava que ele estava confuso, com um basilisco
dentro dele, e dando um cheiro mortal.

Em tal estado de coisas, com uma mentira ocupada destruindo a verdade ,


você, os príncipes mais graciosos e nobres, não permitiu preguiçosamente tão
grave praga, e esse erro destruidor de almas anseia por continuar no seu
dia. Mas movidos pelo Espírito divino que habita em vocês, vocês se impõem
com todas as suas forças para exterminá-lo, e assim preservam a estabilidade
do governo da Igreja, e igualmente concordam entre seus súditos; de modo
que todo o seu império possa ser estabelecido em paz, de acordo com o nome
[Irene] que você carrega. Você corretamente argumentou, que não era para
ser pacientemente suportado, que enquanto em outros assuntos nós
poderíamos ser de uma mente e viver em concórdia, mas no que deveria ser a
principal preocupação de nossa vida, a paz das Igrejas , havia entre nós
contenda e divisão. E isso também, quando Cristo é a nossa cabeça, devemos
ser membros uns dos outros e um só corpo, por nosso mútuo acordo
e fé . Conseqüentemente, você comandou nosso santo e numeroso conselho
para se reunir na metrópole de Nice, a fim de que, depois de ter livrado
a Igrejada divisão, pudéssemos restaurar a unidade dos membros separados, e
ter o cuidado de rasgar e destruir totalmente o grosseiro manto da falsa
doutrina , que eles teceram de fibras de espinho, e desdobrar novamente o
justo manto da ortodoxia .
E agora, tendo cuidadosamente traçado as tradições dos Apóstolos e Padres,
somos ousados para falar. Tendo apenas uma mente pela inspiração do
mais Santo Espírito , e estando todos unidos em um só, e entendendo a
tradição harmoniosa da Igreja Católica , estamos em perfeita harmonia com as
sinfonias estabelecidas pelos seis concílios sagrados e ecumênicos; e
consequentemente temos anátemados a loucura de Ário , o frenesi de
Macedônio, a compreensão sem sentido de Appolinário, a adoração
de Nestório , a mistura irreverente das naturezas concebidas por Eutyches e
Dióscoro, e a hidra de muitas cabeças que é sua companheira. . Nós
também aniquilamos os contos ociosos de Orígenes , Dídimo e Evagrio; e
a doutrina de alguém será mantida por Sérgio, Honório, Ciro e Pirro, ou melhor,
nós anatematizamos sua própria vontade maligna . Finalmente, ensinados
pelo Espírito , de quem atraímos água pura, temos, de comum acordo e uma
só alma , aniquilados com a esponja dos dogmas divinos a heresia recém-
concebida, digna de ser classificada com as que acabamos de mencionar, que
brotou depois deles, proferiu um absurdo tão vazio sobre os ícones sagrados. E
os inventores desse vaidoso, mas revolucionário balbuciar, nós lançamos longe
dos limites da Igreja.

E como as mãos e os pés são movidos de acordo com as direções da mente ,


da mesma forma, nós, tendo recebido a graça e a força do Espírito , e tendo
também a assistência e cooperação de sua autoridade real, temos uma só voz.
declarado como piedadee proclamado como verdade : que os ícones sagrados
de nosso Senhor Jesus Cristo devem ser mantidos e retidos, visto que ele era
muito homem; também aqueles que expõem o que é historicamente narrado
nos Evangelhos ; e aqueles que representam nossa Senhora imaculada,
a santa Mãe de Deus ; e também aqueles dos Santos Anjos (pois eles se
manifestaram em forma humanaàqueles que eram considerados dignos da
visão deles), ou de qualquer um dos santos. [Também decretamos] que os
bravos feitosdos santos sejam retratados em tábuas e nas paredes, e
nos vasos e vestes sagrados , como tem sido o costume
da santa IgrejaCatólica de Deus desde os tempos antigos; Esse costume era
considerado como tendo força de lei no ensino tanto daqueles
líderes sagrados que viviam nas primeiras eras da Igreja , como também de
seus sucessores, nossos reverendos Padres. [Nós também decretamos] que
essas imagens devem ser reverenciadas ( προσκυνενν ), isto é, saudações
devem ser oferecidas a elas. A razão para usar a palavra é que ela tem uma
significação dupla. Pois κυνεῖν na velha língua grega significa
tanto saudar como beijar .E a preposição προς dá-lhe a ideia adicional de forte
desejo em relação ao sujeito; como por exemplo,
temos φέρω e προσφέρω , κυρῶ e προσκυρῶ , e assim também
temos κυνέω e προσκυνέω . Qual última palavra implica saudação
e amor forte; por aquilo que alguém ama, ele também reverencia ( προσκυνεῖ )
e o que ele reverencia que ele ama muito, como o costume cotidiano, que
observamos para aqueles que amamos , testemunha , e em que ambas as
idéias são praticamente ilustradas quando dois amigos se encontram. A palavra
não é usada apenas por nós, mas também é encontrada nas Escrituras
Divinas pelos antigos. Pois está escrito nas histórias dos Reis, E Davi se
levantou e caiu sobre seu rosto e reverenciou ( προσεκυνήσε ) Jônatas três
vezes e beijou-o em 1 Reis 20:41 . E o que é que o Senhor no Evangelho diz
sobre os fariseus ? Eles amam os quartos superiores em festas e saudações
( ἀσπασμοὺς ) nos mercados. É evidente que, por saudações aqui, ele significa
reverência ( προσκύνησιν ), pois os fariseus, sendo muito orgulhosos e
julgando-se justos, estavam ansiosos por serem reverenciados por todos, mas
não [meramente] por serem beijados. Pois receber saudações deste último tipo
saboreava muito humilde humildade, e isso não era do agrado dos
fariseus . Temos também o exemplo de Paulo, o divino Apóstolo, como Lucas
nos Atos dos Apóstolos relata: Quando chegamos a Jerusalém, os irmãos nos
receberam de bom grado, e no dia seguinte Paulo nos acompanhou a Tiago, e
todos os presbíteros estavam presentes. E quando ele tinha saudado
( ἀσπασάμενος ) eles, ele declarou particularmente o que Deus havia operado
entre os gentios por seu ministério em Atos 21: 17-19 . Pela saudação aqui
mencionada, o apóstolo evidentemente pretendia render aquela reverência
de honra ( τιμητικὴν προσκύνησιν ) que mostramos uns aos outros, e da qual
ele fala quando diz a respeito de Jacob, que ele reverenciava ( προσεκύνησεν )
o topo de seu bastão Hebreus 11:21 Com estes exemplos concorda o
que Gregory de sobrenome Theologus diz: Honor Belém , e reverência
( προσκυνήσον ) a manjedoura .

Ora, quem daqueles que entendem correta e sinceramente as Escrituras


Divinas , alguma vez supuseram que esses exemplos que citamos falam da
adoração em espírito ( τῆς ἐν πνεύματι λατρείας )? [Certamente ninguém jamais
imaginou], exceto, talvez, algumas pessoas totalmente desprovidas de sentido
e ignorantes de todo conhecimento das Escrituras e do ensino dos
Padres.Certamente Jacob não adorava ( ἐλάτρευσεν ) o topo de sua equipe; e
certamente Gregory Theologus não nos oferece para adorar ( λατρεύειν )
a manjedoura ? De jeito nenhum.
Mais uma vez, ao oferecer saudações à Cruz vivificante, nós juntos
cantamos: Nós reverenciamos ( προσκυνῶμεν ), sua cruz, ó Senhor, e também
reverenciamos ( προσκυνῶμεν ) a lança que abriu o lado vivificante de sua
bondade. Isto é claramente uma saudação, e é assim chamado, e seu caráter é
evidenciado por tocarmos as coisas mencionadas com nossos
lábios. Admitimos que a palavra προσκύνησις é freqüentemente encontrada
nas Escrituras Divinas e nos escritos de nossos sábios e santos Padres para a
adoração em espírito ( ἐπὶ της ἐν πνεύματι λατρείας ), uma vez que, sendo uma
palavra de muitas significações, ela pode ser usada para expressar esse tipo de
reverência que é serviço. Como também há a veneração
de honra , amor e medo . Neste sentido, é que nós veneramos a sua gloriosa e
mais nobre majestade. Assim também há outra veneração que vem somente
do medo , assim Jacó venerou Esaú . Então há a veneração de gratidão,
como Abraão reverenciava os filhos de Heth , pelo campo que ele recebeu deles
por um enterro para Sara sua esposa. E finalmente, aqueles que procuram
obter algum presente, veneram aqueles que estão acima deles, como Jacó
venerou o faraó . Portanto, porque este termo tem esses muitos significados,
as Escrituras Divinas nos ensinam, Você deve venerar o Senhor seu Deus , e
somente ele servirá, diz simplesmente que a veneração deve ser dada a Deus,
mas não adiciona apenas a palavra ; pois a veneração ser uma palavra de
significado amplo é um termo ambíguo; mas prossegue dizendo que você
servirá ( λατρεύσεις ) somente a ele, pois somente a Deus renderemos latria .

As coisas que nós decretamos, sendo assim bem apoiadas, é confessadamente


e além de toda pergunta aceitável e agradável diante de Deus , que as imagens
de nosso Senhor Jesus Cristo como homem, e aquelas da mãe imaculada de
Deus , a eternidade a virgem Maria , e dos honrados Anjos e de todos os
santos, deve ser venerada e saudada. E se alguém assim não acredita , mas se
compromete a debater o assunto e é mal afetado com respeito à veneração
devido às imagens sagradas, tal um nosso conselho
ecumênico santo (fortificado pela operação interior do Espírito de Deus , e por
as tradições dos Padres e da Igreja ) anatematizadas. Agora anátema é nada
menos que completa separação de Deus . Pois, se alguém é briguento e não
aceita obedientemente o que foi decretado, eles apenas chutam as feridas e
ferem suas próprias almas em sua luta contra Cristo . E ao apreciar os insultos
que são oferecidos à Igreja , eles mostram claramente que são aqueles que
loucamente fazem guerra à piedade e, portanto, devem ser considerados como
na mesma categoria com os hereges dos velhos tempos, e seus companheiros
e irmãos na iniqüidade.
Nós enviamos nossos irmãos e companheiros sacerdotes , Bispos amados por
Deus, junto com alguns dos Hegumenoi e clero , para que possam dar um
relatório completo de nossos procedimentos aos seus ouvidos
piedosos. Na prova e confirmação do que decretamos, e também para a
garantia de sua majestade mais religiosa, submetemos provas dos Padres,
alguns dos muitos que reunimos em ilustração da verdade brilhante.

E agora pode o Salvador de todos nós, que reina com você ( συμβασιλεύων
ὑμῖν ) e que tem o prazer de conceder sua paz às Igrejas através de você,
preservar seu reino por muitos anos, e também seu conselho, príncipes e
exército fiel, e toda a propriedade do império; e também te dê a vitória sobre
todos os teus inimigos. Pois é ele quem diz: Vivo eu, diz o Senhor, os que me
glorificam, glorificarei. Ele é também aquele que cingiu você com força, e ferirá
todos os seus inimigos, e fará seu povo se alegrar .

E faça, ó cidade, o novo Sion, regozije-se e seja feliz; você que é a maravilha
do mundo inteiro. Pois embora Davi não tenha reinado em você, não obstante
seus príncipes piedosos aqui presidem sobre seus assuntos como David teria
feito. O Senhor está no meio de você; Que seu nome seja abençoado para todo
o sempre. Amém