Sei sulla pagina 1di 54

RENATO ALVES

O melhor caminho
para
Memorização
da

BÍblia
(Livro de Dicas)

CLIQUE E OUÇA
Mensagem do PROFESSOR
Renato Alves

H
oje o meu desafio e de todos
nós da equipe Humano
Educação é melhorar a
forma como as pessoas estudam e
memorizam o livro mais importante do
mundo, a Bíblia Sagrada. O Biblicamente
(Curso On-line de Leitura e Memorização
da Bíblia) será lançado nos próximos dias.
Você que está lendo este livro terá direito
a uma EXCLUSIVIDADE: Receber um
super desconto para o lançamento do
curso.

CLIQUE aqui
para participar

Será um imenso prazer contar com sua


colaboração neste projeto para juntos
transformá-lo no primeiro sistema de
estudo e memorização bíblico do mundo.

01
ÍNDICE
CLIQUE NO CAPÍTULO DESEJADO

desvendando crenças
sobre a memorização
03
DICA 01
Procrastinação:
mania de deixar a bíblia para depois
10
DICA 02
Pessoas organizadas
não esquecem
18
DICA 03
Podemos dizer
“amém” à tecnologia?
23
DICA 04
treino e fortalecimento
da memória
27
caro leitor
48
mídias sociais
53

02
desvendando crenças
sobre a memorização

Quando você pensa em memorização, o


que vem à sua mente?
Ao decorrer dos meus 21 anos de trabalho
nesta área já escutei de tudo a respeito do
uso das técnicas de memorização. Desde
pessoas que demonstravam o máximo
interesse até aquelas que torciam o nariz,
com semblantes céticos e perguntavam:

O que
é isso?
Nunca
ouvi falar.

Funciona
mesmo?

Explica.

03
T
odas essas indagações são
normais quando não conhecemos
algo, especialmente quando se
trata de uma fórmula que parece
digamos… um milagre.

Durante muitos séculos os recursos da


memorização foram utilizados por
pessoas que viviam num ambiente onde os
melhores meios de anotar eram através do
entalhe em grandes e pesadas placas de
argila e madeira.

Um dos primeiros registros históricos do


uso da memorização vem de um poeta
chamado Simoníades. A história conta que
minutos depois de uma apresentação, o
templo em que ele se apresentara ruiu e
soterrou dezenas de pessoas. Simoníades
foi capaz não só de dizer o nome de cada
uma das pessoas, mas onde cada uma
delas estava sentada.

04
O
período histórico de formação
da Bíblia situa-se entre 1100 a.C.
a 100 d.C. Se hoje você tem uma
Bíblia ao alcance das mãos, saiba que
durante séculos, antes de existirem os
meios práticos de impressão, nossos
ancestrais tiveram que guardar o
conhecimento na memória e passá-lo
adiante para pessoas que também
possuíam a habilidade de memorização.
Se hoje as pessoas reclamam que não
conseguem guardar um único versículo
na cabeça, naquela época, estima-se,
que as pessoas incumbidas de preservar
viva as palavras sagradas possuíam uma
memória 500 vezes melhor do que a
nossa.

Hoje, estudar a Bíblia tornou-se uma


tarefa fácil. Primeiro porque em quase
todas os lugares que você visita, sempre há
uma Bíblia disponível, especialmente se
você é um cristão. O fato é que
acessibilidade nem sempre é sinônimo de
facilidade no estudo. Por exemplo: Você
consegue lembrar os últimos textos
bíblicos que estudou? De 0 a 10 que nota
você daria para seu processo de
memorização da Bíblia?

05
A
boa notícia é que hoje, assim
como na antiguidade, existem os
processos mnemônicos.
A vantagem é que atualmente eles são
mais sofisticados. Se na antiguidade o
desafio era retirar o conteúdo da memória
e pôr no papel para a posteridade, hoje
milhões de fiéis precisam tirar o conteúdo
do papel e armazená-lo na memória, para
com isso viver verdadeiramente a fé cristã.

A motivação para criar uma Escola de


Memorização Bíblica (Biblicamente),
surgiu durante milhares de palestras que
ministrei pelo Brasil e das centenas de
e n t r ev i s t a s p a r a r á d i o s , j o r n a i s e
emissoras de televisão onde, as pessoas
me pediam dicas sobre como usar a
memória com eficiência nos estudos
bíblicos.

Com a chegada da educação à distância a


missão de resgatar e ensinar memorização
a um grande número de pessoas tornou-se
mais prazeirosa e viável, prova disso é este
livro que você está lendo agora, ele nos
conecta e estreita nosso relacionamento
através da Internet.

06
D
urante 18 anos, o método de
memorização funcional que eu
ensino só esteve disponível em
palestras presenciais. A responsabilidade
e respeito ao tema tornaram meu nome
referência em memorização no Brasil e no
mundo. Eu agradeço aos milhares de
alunos que já participaram dos meus
cursos, e entendo que ser uma referência
só aumenta ainda mais a minha
responsabilidade.

A boa memorização não é um mero jogo


de associação. A boa memorização é
aquela que ajuda as pessoas a encontrar
solução, não só para a memorização da
Bíblia, mas para os diversos problemas de
aprendizagem.

Ao aprender a estudar e memorizar a


Bíblia as pessoas ganham autoconfiança.
A boa memória para assuntos bíblicos é
uma habilidade indispensável para todas
as pessoas que buscam uma saída
inteligente do famoso branco na memória
que pode ocorrer de maneira recorrente
quando tentamos nos lembrar de
versículos, passagens e capítulos da Bíblia.

07
VíDEO SOBRE
BRANCO NA MEMÓRIA

08
agora que você
já conhece o poder da
memorização,

veja a seguir
algumas dicas
que ajudarão a fortalecer
a sua memória
e melhorar seus
estudos bíblicos

09
DICA 01
PROCRASTINAÇÃO:
MANIA DE DEIXAR
A BÍBLIA PARA DEPOIS

10
Você sabe o que é
procrastinação?

Procrastinar é algo que pouco se fala, mas


muito se faz. É aquele hábito de deixar
tudo para depois:

uma tarefa que você


considera chata;

os estudos;

o regime alimentar;

as práticas físicas;

o abandono de um vício e

a leitura da Bíblia.

11
E
nfim, coisas que sabemos que
precisamos fazer, mas que, por
inúmeras razões ficamos adiando;
muitas vezes nos enganando com
desculpas frágeis e, às vezes falsas.

O procrastinador dos estudos bíblicos é


alguém que faz várias coisas ao mesmo
tempo, justamente para não fazer aquilo
que realmente deve ser feito. Quando
pensa de fato no que tem de fazer, sente-
se preso e sem reação.

Procrastinar é um comportamento que


frustra estudantes, seminaristas,
pastores, padres e também profissionais
de todas as áreas. Pessoas que buscam no
estudo da Bíblia o direcionamento da fé,
mas sucumbem a esta mania de deixar o
que é importante para depois. As
consequências disso são danosas,
especialmente a longo prazo, quando,
olhando pra trás, se percebe quanto
tempo foi jogado fora por falta de ação
objetiva.

12
E
nquanto procrastina a pessoa vai
absorvendo estresse por uma
oculta sensação de culpa, sentindo
a sua perda de produtividade e cultivando
vergonha em relação aos demais, por não
conseguir cumprir seus compromissos.

Se você se sente um procrastinador da


leitura bíblica, saiba que existem algumas
recomendações simples para diminuir os
efeitos da procrastinação. Veja a seguir:

1- Reconheça quando está enrolando.


Pode haver mais dor em procrastinar do
que em ler a Bíblia. A autoconsciência é o
primeiro passo para se libertar do
problema.

13
2- Se você acha chato ter que ler a Bíblia,
tente fazer isso no primeiro momento
do dia, assim você não procrastina a
leitura para mais tarde, quando estará
cansado.

3- Experimente a sensação de alívio e o


fortalecimento da autoestima após
estudar uma passagem bíblica. Perceba
que concluiu a tarefa de maneira
positiva, enfrentando-a.

14
4- Para encorajar-se, pense no que vai
deixar de ganhar ou no que pode perder
caso não realize essa atividade. Se puder
escrevê-las e avaliá-las seriamente,
melhor.

5- Se o texto que será lido for muito


longo, divida-o em algumas partes e
trabalhe individualmente, uma a uma,
com um pequeno intervalo entre elas.
Lembre-se de comemorar a cada parte
concluída.

15
6- Quando perceber que está querendo
procrastinar, proponha-se a atuar por
apenas alguns minutos na tarefa que
está tentando evitar. Pode ser que você
perceba que não é tão desagradável
quanto pensava e venha a vencê-lo.

P
ara vencer a procrastinação
mentalize seus objetivos. Pense
com firmeza que seus esforços
serão recompensados e o caminho mais
curto e correto agora é você seguir em
frente!

16
VíDEO SOBRE
procrastinação

17
DICA 02
pessoas organizadas
não esquecem

18
C
aso não saiba, estudamos a
Bíblia nosso cérebro recebe e
processa vários estímulos
enviados pelos nossos sentidos. A visão é
um dos sentidos mais importantes,
porque são os olhos que registram as
palavras impressas nas páginas. O
problema é que durante a leitura não
olhamos apenas para a Bíblia.

Quando estamos acomodados,


estudando num ambiente bagunçado,
cuja mesa possui diversos objetos
espalhados, as chances de desviarmos
nossa atenção são grandes. Parece uma
observação simplista, mas a poluição
visual pode interferir no seu estado de
concentração.

19
P
essoas desorganizadas são mais
esquecidas, isso é fato. Minha
sugestão para que você
mantenha o foco nos estudos é buscar um
local organizado — com o mínimo de
informação visual — para que o foco seja o
mais exclusivo possível naquilo que
realmente interessa, a leitura e o estudo
da Bíblia.

Também tenha cautela com o uso do


celular, pois aquela vontade de dar uma
conferida nas mensagens ou postagens
dos amigos pode ser uma forma de
sabotar os estudos bíblicos.
Se a tentação for mais forte do que você,
então providências mais drásticas deverão
ser tomadas: desligue o celular, deixe em
casa ou guardado no armário para sequer
ouvir ou perceber qualquer sinal de
atualização.

20
Tudo em excesso
faz mal

P
ara ser mais produtivo nos
estudos bíblicos, devemos
também observar outros pontos
no ambiente. Uma cadeira muito
confortável e um ambiente muito
aconchegante, por exemplo, podem tirar
o estudante bíblico daquele “estado de
alerta” necessário para o estudo,
meditação e memorização da Bíblia.

Sabemos que conforto é sempre a melhor


opção, porém, quando o seu objetivo é
manter o foco, o resultado do excesso de
conforto pode ser o pior de todos: cair no
sono.

21
bom lembrar que estudar a Bíblia é

É uma forma de acalmar a mente e


encontrar respostas para os
dilemas do dia a dia e isso exige um pouco
de meditação. Por isso, o nível de cuidados
precisa ser o mesmo de uma atuação
profissional, até mesmo em relação à
postura e à forma de encarar o desafio
diário.

As horas de relaxamento devem ficar


para outro momento.

22
DICA 03
PODEMOS DIZER
“AMÉM” À TECNOLOGIa

23
e xistem milhões de pessoas que
se deixam levar pelas coisas que
absorvem da Internet, pelos
assuntos e links que clicam sem ao menos
visualizar o assunto, enfim, acabam
entrando no temido 'piloto automático'.
Agindo dessa maneira, não percebem a
rotina digital de procrastinação e
consequente atraso pessoal e profissional.

Todo esse envolvimento é acionado de


forma silenciosa e passiva, em comum
acordo com o nosso subconsciente. Se não
ocorre com você, basta olhar para os lados
e certamente irá confirmar a minha
análise. Nunca me conformei com a ideia
institucionalizada de que o ser humano
não utiliza nem 10% da sua capacidade
mental.

24
H
á 12 anos, recebi o título de
Melhor Memória do Brasil,
provando que podemos
treinar a nossa mente para o sucesso em
todos os campos de atuação. Desde então
pesquiso e ministro métodos de
aprendizagem acelerada com aplicação
nos estudos, no trabalho e na Bíblia.

É preocupante o número de pessoas que


deixam de se dedicar aos estudos bíblicos,
ao trabalho, aos relacionamentos e à
família para administrar de maneira um
tanto profissional, quase se igualando a
uma celebridade, seu Instagram, o grupo
de WhatsApp e Facebook.

A tecnologia não é uma vilã, mas a forma


como a utilizamos pode paralisar nossas
vidas, carreiras e projetos futuros.

25
C
omo tudo na vida, é preciso
saberutilizar e tirar o melhor
dessas tecnologias. Pessoas
bem-sucedidas usam a tecnologia com
inteligência, estimulando a mente a
formar novas conexões. Por exemplo, o
aprendizado da Bíblia através de games,
aplicativos e quiz fica muito mais
interessante em uma tela multicolorida.

A maior de todas as vantagens da


tecnologia, a meu ver, é poder escolher
quando, como e onde estudar. Basta ter
acesso a Internet!

Navegando com responsabilidade você


fará viagens incríveis sobre as lindas
histórias da Bíblia durante seus estudos e a
memorização será mais eficiente.

26
DICA 04
TREINO E
FORTALECIMENTO
da memória

27
E
u sou professor, empresário,
escritor com 8 livros publicados,
palestrante com atuação em
todos os estados brasileiros, consultor de
empresas, pesquisador, marido e pai.
Talvez você até tenha se identificado com
essa rotina.

Assim como outros profissionais, todos os


dias temos milhões de coisas para fazer,
deveres e decisões importantes para
tomar. Apesar dessa complicada rotina,
tenho orgulho de dizer que eu não esqueço
de absolutamente nada. Em terra de
esquecidos eu me considero um
privilegiado, porque num mundo de muita
informação, não esquecer nada é uma
habilidade acima da média. Também é
importante dizer que a boa memória que
possuo não é uma consequência genética,
mas resultado de muito preparo e treino.

O que mudaria na sua vida se você tivesse


uma memória ativa, forte e confiável,
capaz de reter as passagens que você leu
na Bíblia?

28
I
magine quão bom seria se você
pudesse lembrar dos versículos,
salmos e detalhes dos livros dos
profetas sem precisar andar com um
monte de bilhetinhos amontoados nos
bolsos. Seria ótimo, concorda?

Imagine seu cérebro como se ele fosse um


músculo que necessita ser exercitado.
Leituras, estudos, diálogos, testes e
desafios de raciocínio lógico são exercícios
que o tornam mais forte e facilitam a
memorização de qualquer coisa.

Uma memória treinada é capaz de reter as


informações corretas e buscá-las
rapidamente quando necessário. Quando
você se debruça nos estudos mnemônicos
você proporciona ao seu cérebro estímulos
fundamentais que fortalecem a sua
memória e compreensão.

29
Aprenda mais rápido
por associação

E
m meu sexto livro, Faça seu
Cérebro Trabalhar para Você,
explico que ao aprendermos algo,
de imediato nosso cérebro se conecta às
informações e estímulos que estão se
aproximando de um conhecimento já
fortificado, como experiências marcantes,
eventos, objetos, músicas, etc. É preciso
entender, portanto, que novos dados e
informações serão mais facilmente
sedimentados em seu cérebro quando
houver uma ligação com aquilo que você já
domina, que tem conhecimento. Por
exemplo, quando alguém diz o número 33,
em que você pensa? Provavelmente vem
na sua memória a lembrança de Jesus,
correto?

Isso acontece porque ao longo da vida


desenvolvemos a memória da idade de
Cristo, por isso, todas as vezes que
recebemos essa informação, a memória,
por associação é automaticamente
ativada.

30
I
magine que você queira memorizar
uma sequência de nomes bíblicos
para fazer uma apresentação. Por
exemplo: Saul, Abel, Gabriel, Rebeca,
Agar, Davi e Abigail. Uma técnica simples
de memorização seria fazer a associação
de cada um desses nomes a uma letra de
uma única palavra criando o acrônimo
SAGRADA.

Para isso basta substituir:

Saul = Santidade = S

Abel = Alegria = A

Gabriel = Grandeza = G

Rebeca = Resposta = R

Agar = Arrependimento = A

Davi = Divindade = D

Abigail = Amor = A

31
A
ssociando conceitos a objetos
fica mais fácil de lembrar. E, claro,
quanto mais diferentes forem as
associações mais fácil é se lembrar delas.

Feitas as associações, basta lembrar da


palavra SAGRADA para conseguir acessar
rapidamente na memória a sequência de
nomes bíblicos que ilustrarão sua
brilhante apresentação. Tal como na
antiguidade, as técnicas de memorização
lhe darão muito mais autoconfiança.

32
Guarde informações
em lugares diferentes

O
utra indicação para fortalecer a
sua memória é treinar seu
cérebro para cruzar caminhos
alternativos em direção à mesma
lembrança. Por exemplo, quando você lê
uma passagem bíblica, a memória visual é
ativada. Se você prestar atenção nesse
processo, terá habilidade para lembrar os
detalhes do local em que as informações
estavam. É exatamente o que acontece
quando você diz: “Me lembro que o trecho
lido estava numa página a esquerda, bem
no alto.”

Isso acontece quando você ativa a


memória visual. Se ao passo em que lê
você também se atentar ao som da sua
voz, então além da memória visual, você
estará estimulando a memória auditiva.

Os dois mecanismos acima ajudam muito


na estimulação cognitiva. Mas ainda
existe um terceiro recurso que pode ser
adicionado ao processo: a memória
cinestésica.

33
M
emória cinestésica é nossa
memória das sensações
corporais. Ela é ativada quando
integramos o corpo no processo de
aprendizagem. Para envolvê-la no
processo de estudo da Bíblia, você pode
tentar fazer a teatralização enquanto
imagina e sente o que se passa na história.

Induzindo os três canais de aprendizagem


(visual, auditivo, cinestésico) você garante
a formação de sinapses em diferentes
áreas do cérebro. A variedade de conexões
pode ser rapidamente acessada quando
você precisar lembrar-se de um conteúdo
estudado na Bíblia.

Veja a seguir um resumo


dos Tipos de Memórias:

34
Visual
“Me lembro que o trecho lido estava numa
página a esquerda, bem no alto.”

Auditiva
“...se ao passo em que lê você também
prestar atenção ao som da sua voz, então
você estará estimulando a memória
auditiva.”

Cinestésica
“...ela é ativada quando envolvemos o
corpo no processo de aprendizagem.”

35
Controle sua atenção
e fortaleça a memorização

V
ocê deve ter noção de que a
concentração é uma função
determinante para formação de
memórias. Existem várias formas de
melhorar a concentração, dentre elas, há
uma que me chama muito a atenção pela
simplicidade e resultado prático.

É uma técnica milenar com origem no


yoga e que eu utilizo com frequência. O
nome dessa técnica é Trataka, que
significa fixar o olhar. A técnica consiste
em fixar o olhar em um ponto durante
determinado tempo. Você pode escolher
qualquer objeto para se concentrar, uma
caneta, uma chave, uma marca na parede
e até mesmo a chama de uma vela.

Técnica
Trataka:

36
O
lhe fixamente para esse objeto
duran te mais ou menos 2
minutos sem piscar os olhos.
Durante o exercício mantenha sua mente
vazia de pensamentos, se lhe ocorrer
algum, não o alimente, apenas deixe-o
passar, isso ajudará a acalmar a mente
agitada e fortalecer a sua concentração.

Em seguida, feche os olhos e tente


reproduzir este objeto em sua mente
durante mais dois minutos. Aumente o
tempo de visualização gradativamente,
conforme ganha habilidade nessa prática
até o tempo máximo de 10 minutos.

O exercício, consiste em não tirar os olhos


do objeto escolhido, perante os inúmeros
acontecimentos ao redor. Não permita
que sua atenção se desvie do ponto em
questão. Quando estiver hábil nesse
exercício você verá como é possível ter
foco na palavra de quem ministra em sua
instituição ou mesmo no estudo Bíblico,
mesmo com barulhos ou distrações ao seu
redor.

37
RESPEITE SEU
RELÓGIO BIOLÓGICO

c erta vez ouvi um especialista


dizer que para acabar com a
insônia bastava deitar na cama,
ligar o abajur, pegar a Bíblia e ler alguns
parágrafos… Nesse cenário em poucos
minutos qualquer cristão sentiria sono na
leitura.

Cientificamente falando, o cérebro,


durante a noite, libera um hormônio
chamado melatonina que basicamente é
responsável por nos induzir ao sono. Para
que essa substância cumpra o seu papel,
basta estarmos relaxados, em um
ambiente de pouca iluminação, dessa
maneira o corpo começa a sentir os efeitos
em minutos.

38
T
er um sono desregulado e
interrupto pode causar perda de
foco e concentração, além de
aumentar significativamente o déficit de
atenção.

Lembre-se que para sua memória


funcionar bem e armazenar informações
sem sobrecargas seu cérebro precisa estar
descansado, a menos que você tenha um
bom motivo para estudar a Bíblia a noite,
por exemplo, por falta de tempo, entenda
que estudar a Bíblia pela manhã é melhor
para o aprendizado, segundo cientistas, a
prática traz resultados exponencialmente
maiores do que ler na parte noturna.

39
RABISQUE PARA MEMORIZAR

E
studos indicam que rabiscar
enquanto estamos absorvendo
informações não-visuais (em
uma aula de estudo bíblico, por exemplo)
faz a capacidade de retenção de nossa
memória aumentar. Esse processo está
relacionado com a nossa memória visual.

Uma pesquisa feita em 2009 mostrou que


pessoas que rabiscavam enquanto ouviam
uma lista de nomes lembravam 29% a
mais dos nomes ouvidos. Essa mesma
regra serve para os textos bíblicos com a
vantagem de estimular também a
memória visual. Minha dica é que da
próxima vez que você for a uma escola
bíblica, leve uma caneta e bloquinho e
rabisque à vontade.

40
F
azendo isso você perceberá que
aquela falta de foco e memória
muitas vezes está relacionada
com a escassez de mecanismos de
memorização.

Ao aprender a usar a memória com


inteligência e diminuir a dependência
eletrônica, seu cérebro se fortalece e você
terá muito mais confiança em seu
processo de memorização.

41
Revise do jeito certo

D
e modo geral, o desempenho
de quem aprende e de quem
ensina são importantíssimos
na dinâmica de estudo bíblico. Mas, por si
só, não garantem a memorização e o
entendimento do conteúdo que está
sendo recebido.

Para fortalecer a memória é necessário


que você esteja disposto a assumir um
papel ativo no processo de aprendizagem.

42
R
evisar, no contexto da memória
funcional que ensino em meus
cursos, não é sinônimo de
decoreba (repetição sistemática de uma
mesma informação), mas de um processo
consistente de formação de memória de
longa duração.

O meu conselho é que você faça uma


revisão posterior daquilo que você estuda,
para com isso formar memórias de longa
duração. Importante: não é a quantidade
de repetições que determina a formação
da memória, mas a revisão feita no
momento adequado.

43
importante que o conteúdo bíblico

É seja revisado periodicamente em


intervalos programados. Este
método - testado e aprovado - irá
contribuir sobremaneira na sedimentação
dos dados em seu hipocampo (o
hemisfério cerebral ligado à memória).

Para isso você usará a repetição espaçada,


que explico detalhadamente a seguir.

44
Repetição Espaçada

M
esmo antes de me preparar
para consolidar o 1º recorde
nacional de memorização,
eu já nutria preferência por alguns
métodos de formação de memórias de
longa duração. Um dos meus métodos
preferidos era a repetição espaçada.

Repetição espaçada consiste em fazer o


cérebro memorizar as informações em
diferentes períodos. Por exemplo:
Digamos que durante uma semana você
estude os livros do apocalipse.

Depois de um longo tempo e energia


investidos nesta tarefa, se você não fizer
nada, em poucos dias esse conhecimento
será apagado de sua memória.

45
I
sso ocorre porque todo aprendizado
exige reforço, sendo que reforço no
contexto da memorização significa
fazer algumas revisões. Portanto, minha
sugestão é que todos os dias, antes de
iniciar os estudos, você faça uma revisão
do que foi estudado no dia anterior. No
final de semana você reserva um tempo
maior para fazer um apanhado de todo
material que foi revisado ao longo dos
dias.

É um exercício fácil para o seu cérebro


recuperar os dados como se eles tivessem
sido gravados várias vezes na mesma
composição, só que em momentos
espaçados.Quanto ao sistema utilizado
para organizar o material que será
revisado, deixo na sequência um vídeo
onde explico três técnicas de revisão
extremamente úteis e fáceis de aplicar.

46
VEJA VíDEO SOBRE
REVISÃO

Outro ponto importante:

N
ada melhor para exercitar a
memória do que ensinar
aquilo que você está tentando
aprender. Assim, após revisar o que você
aprendeu, não perca a oportunidade de
apresentar esse conhecimento à outras
pessoas.

47
Caro Leitor,

S
aber de cor” é uma expressão
muito conhecida no Brasil. O que
poucos sabem é que ela tem sua
origem nos Estados Unidos, derivada da
expressão “know by heart”, que significa
“saber de coração”.

É fazendo o estudo e a leitura diária da


Bíblia que aprendemos sobre a palavra
sagrada. Saber a Bíblia de cor, citar suas
passagens, salmos e versículos não só
confere ao leitor grande habilidade, como
também demonstra que a palavra de Deus
está gravada no coração.

48
T
ransformar a vida das pessoas
através do estudo bíblico tem
sido a missão de milhares de
missionários ao redor do mundo, do
mesmo modo, há 21 anos, escolhi como
missão ajudar o máximo de estudantes a
aprender de forma correta e gravando as
matérias na memória.

Nesses anos tive oportunidade de


conhecer diversos tipos de pessoas, e as
que mais me chamaram a atenção foram
as de fé, homens e mulheres que em sua
simplicidade demonstravam um
conhecimento absoluto da palavra de
Deus. Citavam de memória trechos
inteiros da Bíblia e por isso transmitiam
segurança e conforto em suas palavras.

49
F
oi inspirado nessas pessoas e no
desejo que milhões de cristãos
possuem em conhecer e
memorizar as palavras sagradas que entrei
de cabeça em um novo projeto. O
Biblicamente, Escola de Memorização da
Bíblia, é um projeto que envolve mais de
450 profissionais que de forma direta ou
indireta estão contribuindo para
construção de um sistema sofisticado e
funcional de memorização.

Antes, nosso maior desafio era ensinar


estudantes a estudar de forma correta
para obterem melhores resultados nas
provas. Posso dizer com orgulho que
contribuímos muito com nosso trabalho
no que diz respeito à importância da
memorização na educação.

50
N
a antiguidade, numa época em
que nossos ancestrais não
tinham aonde anotar o
conhecimento que dominavam, a
memória era certamente o cofre mais
seguro.A habilidade de usar técnicas
mnemônicas permitia aos nossos
antepassados desfrutar de uma
memorização 500 vezes melhor do que a
nossa.A boa notícia é que essa habilidade
voltou com toda força, porque, mesmo
com toda tecnologia que dispomos,
sabemos que a memória permanece
sendo a função primordial para nossa
socialização.

O primeiro passo para ter uma memória


forte e ativa você já deu ao fazer a leitura
desse livro. O próximo passo é colocar
todas essas ideias em prática. Fazendo
isso você não deixa essa mensagem cair no
esquecimento e ainda ganha de presente
uma memória muito mais oxigenada e
apta a receber as palavras sagradas que
compõem a Bíblia.

51
A
proveite também e compartilhe
essa mensagem com outras
pessoas.
Talvez você tenha um amigo ou irmão que
esteja sofrendo com esquecimentos, você
pode ser um instrumento de propagação
dessa mensagem. Clique no botão abaixo
e compartilhe.

Um forte abraço :)

Renato Alves
ESCRITOR COM 8 LIVROS, PESQUISADOR COM INOVAÇÕES
NO CAMPO DA APRENDIZAGEM ACELERADA E MEMORIZAÇÃO
3
SEU TRABALHO JÁ IMPACTOU MAIS DE MILHÕES DE
PESSOAS AO REDOR DO MUNDO.

Escola de Memorização Bíblica

CLIQUE PARA
COMPARTILHAR

52
Conecte-se com o jeito novo
de estudar a Bíblia.

(14) 99841-1254

Educação

Renato Alves, Método Estudo e Memorização e Fast Read


são marcas registradas da Humano Editora. É terminantemente
proibida a reprodução e citação de trechos desta obra sem prévia
autorização formalizada. Algumas imagens são meramente ilustrativas.

53