Sei sulla pagina 1di 3

CENTRO UNIVERSITÁRIO ANHANGUERA DE SÃO PAULO

Polo Campo Limpo

Desafio profissional 3 e 4 semestres

Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos

Vanessa de Jesus Ferreira R.A 1221397635

Administração de cargo, salários e beneficio

Educação corporativa

Gestão do conhecimento

Gestão do desempenho

Tudor: Edrieno Fabio Matias dos Santos

Data: 13/09/18
QUALIDADE DEFICIENCIA MELHORIAS Inovação
Recrutamento
e X X
Seleção
Salários e
Benefícios X X X

Gestão de
Participação X

Depois de uma longa reunião com o Sr. Carlos pude verificar que, mesmo com os processos
adotados para evitar a rotatividade e mesmo com os benéficos adotados para o incentivo de
seus colaboradores o Sr. Carlos estava tendo algumas dificuldades.

Ele adotou o método de recrutamento e seleção com indicação interna, assim podendo
facilitar e agilizar a contratação de novos funcionários.

Mas o Sr. Carlos não estava muito satisfeito com os resultados, pois o clima organizacional
não está satisfatório.

Foi possível verifica que a contratação de membros familiares estava gerando conflitos dentro
da empresa, assim causando um clima organizacional insatisfatório.

Como por exemplo, um momento desligamento ou de advertir um colaborador.

Então ficou acordado com o Sr. Carlos que, a partir daquele momento as contratações seria
feita da seguinte forma:

Continuaríamos aceitando indicações de nossos colaboradores, mas focaríamos no perfil de


cada candidato.

Como habilidade, conhecimento, escolaridade e experiencia de cada candidato e não somente


o grau de parentesco que poderia haver, assim poderíamos sanar o desconforto gerado entre
empregado e patrão.

Outra questão que chamou a atenção foi a de cargos salários e benefícios e a gestão de
participação ou gestão de conhecimento.
Dentro da análise foi possível verificar que não há um plano de carreira nem salários
compatíveis com tempo do colaborador dentro da empresa e sua experiência e conhecimento.

Verificando mais a fundo os currículos de alguns colaboradores foi possível verificar que
alguns até possuíam curso superior, mas que não estava sendo aproveitado dentro da empresa.

Foi sugerido então ao Sr. Carlos a implantação de plano de carreira.

Com isso poderíamos aproveita melhor a mão de obra já disponível na empresa já que o Sr.
Carlos se queixava de trabalho excessivo.

Com a implantação do plano de carreira o Sr. Carlos poderia até tirar férias coisa que ela já
não fazia a um tempo.

Fizemos um levantamento do tempo de trabalho de todos os colaboradores, para ajustarmos


seus salários baseado no tempo de trabalho e cargo exercido dentro da empresa.

Afinal não era justo que um colaborador recém-chegado na empesa receba um salário igual a
de quem já estava a anos.

Essa era uma das queixas dos colaboradores.

Com tudo fizemos todo o levantamento, acrescentamos o plano de carreira, houve promoções
e com isso um salário adequando a cada função.

Foi um trabalho árduo e minucioso para evitar qualquer tipo erro na separação de cada função
e no ajuste do salário correspondente.

Hoje o Sr. Carlos está muito satisfeito com o resultado obtido assim como seus colaboradores
que se sente mais motivados a procura especializações para poder competir por um cargo
melhor e salário melhor.