Sei sulla pagina 1di 6

Nã Insure

Nã Insure – É considerada a mãe do seguí, pois presenteou o

mundo com este coral, por isso no interior do igbá de Insurè é

todo preenchido com fios de seguí. Quem faz essa Nana tem que

assentar Osalá e Iyemonja. Esta Nana veste azul. Os ajês são

arrumados em volta da sopeira dentro da bacia, a tampa desta

sopeira, é a parte superior do Igbá de Omolú (cuscuzeira)

coberto pelos colares de concha, pois este cuscuzeiro é Awo

(segredo). Essa iyagbá faz oro com Omolu Sururê e Oxumarê e

devem ser arrumados para a mesma.

Os 7 obis ficarão no interior do igbá, sendo 4 sacrificados

antes da matança e 3 sacrificados após a matança.

Igbá Nã Insure

01 sopeira de barro

01 tampo de cuscuzeiro (sem lanças)

07 ajês pequenos (que ficarão em volta da sopeira dentro da

bacia)

07 búzios brancos grandes

07 idés de madeira

07 obis

07 colares de conchas pequenas para cobrir o igbá

07 colares de seguí

07 brajás

07 colares de concha

01 idé grande de madeira

01 okutá

01 aridan

1
Nã Insure

01 fava de Omolu

01 fava de Osalá

01 fava de Iyemanjá

01 fava de Osumare

01 Fava e Nanan

01 bola de efun

01 bola de tabatinga

01 esqueleto de gya

01 ibirin miniatura

01 talha de 03 alças

03 cabaças pequena

corais marinhos diversos para o interior

Modo de fazer: Após lavada em águas de asé, proceda com

arrumação do igbá. Tire a tampa da cabaça, insira o okuta em seu

interior, ponha a cabaça dentro da sopeira, o ide de madeira em

sua base, uma bola de efun no lado direito e uma bola de

tabatinga no lado esquerdo. Arrume o esqueleto da gya em volta

da cabaça com os búzios, ponha o ibirin dentro da cabaça e os

corais em volta da cabaça.

1° Ebó Ikú Nã Insure

01 oberó

01 franja de mariwò

07 talos de cana

01 vela branca

01 osso furado de canela de boi

07 pembas (branco, amarelo, coral, roxa, verde, azul e rosa)

2
Nã Insure

07 acaçás

07 ekurus

07 eguidis

07 vinténs

07 ovos cozidos

vinho licoroso

Esse ebó deverá ser passado em um mangue ou um brejo, a iyawo

ficará de costas para o mesmo e será passado tudo e depositado

no oberó, no termino do Ebó uma Oya irá levar o mesmo para o

meio do mangue, esse ebó deve ser feito a noite e durante o

mesmo entoa-se a seguinte cantiga:

Iyá mi ala ore

A ikú toolosè

Iyá mi ala ore

A ikú toolosè.

2° Ebó de Nã Insure

01 saco de estopa

01 saia de ráfia

07 eguidis

07 acaçás

07 acarajés

07 ekurus

07 ovos

07 búzios

07 folhas de peregun

07 folha de taioba

07 folhas de mostarda

3
Nã Insure

07 folhas de couve

07 folhas de saião

doburu em quantidade

ebô em quantidade

mel

omitoro

afotin

Passar tudo na pessoa, colocar dentro do saco, amarrar a boca do

saco em seguida amarrar em uma árvore aquática no mangue, esse

ebó deverá ser temperado com omitoro, mel e afotin. Durante esse

ebó entoa-se a seguinte cantiga:

Ibrin torodo Kewá lé

Omonilè Kurajo

Nana insure

Omonile Kurajo

E kurajo Kewajo

Afulélé Kurajo

3° Ebó de Nã Insure

01 saco de morim branco

07 varinhas de atori de amora

07 folhas de saião

07 buzios

07 acaçás

07 acaçás de afurá

07 acaçás de batata doce

07 eguidis

4
Nã Insure

07 orobos

07 folhas de mostarda

07 colares de miçangas (cada um de uma cor)

07 conchas shell

07 bolas de canjica

07 bolas de acaçá

07 bolas de batata doce

ebô e doburu em quantidade

feijão fradinho torrado

milho torrado

07 mts de fita ( branca e roxa)

Passar tudo na pessoa, os colares serão tirados e postos dentro

do saco, amarrar as varas com as fitas, enfeitando-as. Amarrar a

boca do saco, atravessando com as varinhas na boca. Esse ebó

deverá ser passada na beira da lagoa e entoada a seguinte

cantiga:

Nan ba Ikú Nan bere Nan

Na ba Ikú Nan nere Nan

Após essa cantiga deverá ser cantado:

Jara um tó

jara um tó Bossirê

Jara um tó Savalu

5
Nã Insure

Oro Nã Insure

No dia do oro pipá de Nã Insure deverá ter do lado direito o

igbá de Omolu em cima de um punhado de uma bacia de barro

contendo terra fértil seca e no lado esquerdo o igbá de Osumare

dentro de uma bacia de ágate contendo agua, então começa-se com

oro n’pá de omolu que comerá dois galos, em seguida com o de

Osumare que comerá dois frangos, o ejé de ambos os animais

ofertados cairão sobre a terra (Omolu) e água (Osumare). Após os

filos de Nã Insure terem comido pega-se um alguidar e mistura um

pouco da terra com agua, formando assim uma lama que será então

besuntada no Igbá de Nã Insure, pois ese camino é muito ligada

aos seus filos e por isso eles comem primeiro que a mãe eatravés

da união dos dois se forma o elemento de Nã Insure. Os 7 obis

sacrificados a Nã Insure ficarão no interior do igbá, sendo 4

sacrificados antes da matança e 3 sacrificados após a matança.

Nã Insure deve usar 04 keles sendo um de palha, um de búzio, um

de miçanga e um de seguís, porem nenhum kele deve ser posto sem

antes passarem por ritos. Todos deveram ser enterrados por 07

dias (com excessão do de palha) em seguida serão lavados em água

de osun, efun, omitoro para em seguida sacrificar um eleye em

cima de todos os keles para então ser posto no pescoço da Iyawo.

No dia do oro pipá de Nã Insurê deveráter 07 defumadores em cada

canto, contendo milho de pipoca, efun, bejerecun ralado, aridan,

sendo indispensável a presença de Omolu, Osumare e Iyemanjá.

Interessi correlati