Sei sulla pagina 1di 53

PORTUGUÊS

NOTA:
Teltronic, S.A. Unipersonal reserva ou direito a revisar esta documentaçõa e fazer mudanças em seu conteúdo em
qualquer momento, sem a obrigação de notificar a qualquer pessoa ou entidade tais revisões ou modificações.
Ainda que foram feitos todos os esforços possíveis para assegurar a precião da informação aqui contida,eésta não
deve ser interpretada como um compromisso por parte de Teltronic, S.A.Unipersonal

Este equipamento pode ser utilizado enm todos os


estados membros da União Européia com a
obtencão da correspondente licença administrativa.
ÍNDICE:

1.- SOBRE O MANUAL..................................................................................................................................... 1


2.- COMPATIBILIDADE ELETROMAGNÉTICA E SEGURANÇA .................................................................... 2
2.1.- COMPATIBILIDADE ELETROMAGNÉTICA...................................................................................... 2
2.2.- SEGURANÇA DE EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS ...................................................................... 2
2.3.- SEGURANÇA NA UTILIZAÇÃO DA UNIDADE DE DESPACHO DT-410........................................... 2
3.- APRESENTAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS ................................................................................................. 3
3.1.- MODELOS DE EQUIPAMENTO........................................................................................................ 3
3.2.- PAINEL FRONTAL DO EQUIPAMENTO ........................................................................................... 3
3.2.1.- O PAINEL FRONTAL ...................................................................................................................... 3
3.2.2.- OS SÍMBOLOS DO DISPLAY ......................................................................................................... 4
3.2.3.- INDICADORES LED ....................................................................................................................... 5
3.2.4.- LISTA DE CARACTERES EDITÁVEIS ........................................................................................... 6
3.3.- UNIDADE DE DESPACHO DT-410 ................................................................................................... 7
4.- ACESSÓRIOS .............................................................................................................................................. 8
5.- OPÇÕES .................................................................................................................................................... 11
5.1.-OPÇÃO GPS (MDT-400) .................................................................................................................. 11
5.2.- OPÇÃO GSM (MDT-400)................................................................................................................. 11
5.3.- OPÇÃO CIFRA AR TEA2 (MDT-400, DT-410) ................................................................................. 11
5.4.- OPÇÃO ENTRADAS/SAÍDAS PROGRAMÁVEIS (MDT-400).......................................................... 12
6.- LIGADO E DESLIGADO ............................................................................................................................ 13
6.1.- LIGADO ........................................................................................................................................... 13
6.1.1.- CÓDIGOS PIN E PUK................................................................................................................... 13
6.2.- DESLIGADO.................................................................................................................................... 13
7.- SEGURANÇA............................................................................................................................................. 14
7.1.- CÓDIGO PIN ................................................................................................................................... 14
7.2.- AUTENTICAÇÃO............................................................................................................................. 14
7.3.- HABILITAÇÃO / DESABILITAÇÃO REMOTA DO EQUIPAMENTO................................................. 14
7.4.- CIFRA AR TEA2 (OPCIONAL)......................................................................................................... 14
8.- COMO SOLICITAR OS SERVIÇOS DO EQUIPAMENTO ......................................................................... 15
8.1.- SELEÇÃO DE MODO DE TRABALHO ............................................................................................ 15
8.2.- MENU PRINCIPAL .......................................................................................................................... 15
9.- SERVIÇOS DE VOZ (MODO TRUNKING)................................................................................................. 15
9.- SERVIÇOS DE VOZ (MODO TRUNKING)................................................................................................. 16
9.1.- INTRODUÇÃO................................................................................................................................. 16
9.2.- CHAMADA DE GRUPO ................................................................................................................... 16
9.2.1.- LISTA DE SCANER ...................................................................................................................... 16
9.2.2.- INICIAR A CHAMADA DE GRUPO ............................................................................................... 17
9.2.3.- RECEBER A CHAMADA DE GRUPO ........................................................................................... 18
9.2.4.- FINALIZAR A CHAMADA DE GRUPO .......................................................................................... 19
9.3.- CHAMADA BROADCAST................................................................................................................ 19
9.4.- CHAMADA PRIVADA ...................................................................................................................... 19
9.4.1.- SELECIONAR O NÚMERO DE DESTINO .................................................................................... 19
9.4.2.- INICIAR UMA CHAMADA PRIVADA............................................................................................. 20
9.4.3.- RECEBER UMA CHAMADA PRIVADA......................................................................................... 20
9.4.4.- FINALIZAR UMA CHAMADA PRIVADA........................................................................................ 20
9.5.- CHAMADA DE TELEFONE ............................................................................................................. 20
9.5.1.- SELECIONAR O NÚMERO DE DESTINO .................................................................................... 21
9.5.2.- INICIAR UMA CHAMADA DE TELEFONE.................................................................................... 21
9.5.3.- RECEBER UMA CHAMADA DE TELEFONE................................................................................ 21
9.5.4.- FINALIZAR UMA CHAMADA DE TELEFONE............................................................................... 21
9.6. PRIORIDADE DAS CHAMADAS ...................................................................................................... 21
9.7. CHAMADA DE EMERGÊNCIA ......................................................................................................... 22
10.- SERVIÇOS DE DADOS (MODO TRUNKING) ......................................................................................... 23
10.1.- MENSAGENS DE ESTADO........................................................................................................... 23
10.1.1.- ENVIO DE MENSAGENS DE ESTADO ...................................................................................... 23
10.1.2.- RECEPÇÃO DE MENSAGENS DE ESTADO ............................................................................. 23
10.2.- MENSAGENS DE TEXTO ............................................................................................................. 25
10.2.1.- ENVIO DE MENSAGENS DE TEXTO......................................................................................... 26
10.2.2.- RECEBER E LER MENSAGENS DE TEXTO ............................................................................. 28
10.3.- MENSAGENS DE TEXTO IMEDIATAS ......................................................................................... 29
10.4.- SERVIÇO DE PACOTES DE DADOS............................................................................................ 29
10.5.- CONTROLE REMOTO DO EQUIPAMENTO ................................................................................. 29
11.- MENÚ PRINCIPAL ................................................................................................................................... 30
11.1.- AGENDAS ..................................................................................................................................... 30
11.2.- MENSAGENS................................................................................................................................ 31
11.3.- REGISTRO DE CHAMADAS ......................................................................................................... 32
11.4.- MODOS DE OPERAÇÃO .............................................................................................................. 32
11.5.- OPÇÕES DE USUÁRIO................................................................................................................. 33
11.6.- CONFIGURAR ÁUDIO .................................................................................................................. 34
11.7.- MODO DE TRABALHO.................................................................................................................. 34
11.8.- GPS INFO...................................................................................................................................... 34
12.- OUTROS SERVIÇOS ÚTEIS DO EQUIPAMENTO.................................................................................. 36
12.1.- SELEÇÃO DE ACESSÓRIOS DE ÁUDIO DO MENÚ .................................................................... 36
12.2.- MENSAGEM DE “PEDIDO DE LOGGING” .................................................................................... 36
12.3.- MODO DE TRABALHO POR DEFEITO ......................................................................................... 37
12.4.- CONFIGURAÇÃO VEICULAR....................................................................................................... 37
12.5.- LISTA DE EVENTOS CONFIGURÁVEIS....................................................................................... 37
12.6.- TECLAS DE ACESSO RÁPIDO..................................................................................................... 37
12.7.- MODO LOCAL ............................................................................................................................... 37
12.8.- RELÓGIO SINCRONIZADO COM O SISTEMA ............................................................................. 38
12.9.- MENUS DE ACESSO RESTRITO ................................................................................................. 38
12.10.- ACESSO RESTRITO A CHAMADAS ...................................................................................... 38
13.- SERVIÇOS SUPLEMENTAR TETRA (MODO TRUNKING) .................................................................... 39
13.1.- ATRIBUIÇÃO DINÂMICA DE GRUPOS (DGNA) ........................................................................... 39
13.2.- ESCUTA AMBIENTE (AL).............................................................................................................. 40
13.3.- DESVIO DE CHAMADAS (CF) ...................................................................................................... 40
13.4.- CHAMADA DE INCLUSÃO (IC) ..................................................................................................... 42
14.- MODO DIRETO (DMO) ............................................................................................................................ 43
14.- MODO DIRETO (DMO) ............................................................................................................................ 44
14.1.- INTRODUÇÃO............................................................................................................................... 44
14.2.- MUDANÇA DE MODO DE TRABALHO ......................................................................................... 44
14.3.- SERVIÇOS DE VOZ ...................................................................................................................... 45
14.3.1.- CHAMADA DE GRUPO...................................................................................................... 45
14.3.2.- CHAMADA BROADCAST .................................................................................................. 46
14.3.3.- CHAMADA PRIVADA ......................................................................................................... 46
14.3.4.- CHAMADA DE EMERGÊNCIA ........................................................................................... 47
15.- ESPECIFICAÇÕES E HOMOLOGAÇÃO ................................................................................................ 48
15.1.- ESPECIFICAÇÕES ....................................................................................................................... 48
15.2.- HOMOLOGAÇÃO.......................................................................................................................... 49
16. GARANTIA ................................................................................................................................................ 49
1.- SOBRE O MANUAL
!Bem Vindo!
Obrigado por adquirir este equipamento Teltronic MDT-400 ou DT-410.
Os serviços TETRA mais avançados e uma ampla gama de opções e acessórios ajudarão a obter ou máximo
rendimento das comunicações móveis em seu trabalho.
Antes de utilizar este equipamento, leia atentamente este manual e conserve-ou para poder consultá-lo no futuro.
O idioma configurado por defeito no equipamento é Castelhano. Você pode trocar ou idioma no menu Opções de
Usuário, dentro do Menu Principal (pulse para solicitar).
Este manual acompanha cada equipamento MDT-400 e DT-410 um Guia de Referência Rápida e um Guia de
Instalação.

-1-
2.- COMPATIBILIDADE ELETROMAGNÉTICA E SEGURANÇA

2.1.- COMPATIBILIDADE ELETROMAGNÉTICA


O equipamento satisfaz os requerimentos da Diretiva do Conselho 89/336/CEE relativa à compatibilidade
eletromagnética, e também a Diretiva do Conselho 95/54/CE relativa a instalações veiculares. Leve em conta os
seguintes conceitos:
Estas normas garantem os requisitos mínimos estabelecidos pelas resoluções 361/04, 442/06, 238/00 da ANATEL.

2.2.- SEGURANÇA DE EQUIPAMENTOS ELETRÔNICOS


O equipamento foi homologado de acordo com a Diretiva 95/54/CE para garantir a segurança na instalação
veicular, devido à radiação do equipamento de radiocomunicação até os sistemas eletrônicos do veículo: sistemas
de ligação eletrônica, controle de freios (ABS), controle de tração e computadores de a bordo.
Advertimos a possibilidade de sofrer queimaduras se tocar com parte
desnuda do corpo a antena não forrada durante a transmissão do
equipamento de rádio.
Em funcionamento prolongado de transmissão poderá alcançar
temperaturas elevadas na parte posterior do equipamento onde está
situado ou dissipador do amplificador de potência.

2.3.- SEGURANÇA NA UTILIZAÇÃO DA UNIDADE DE DESPACHO DT-410


Não abra a unidade. Não há partes internas de interesse para ou usuário e tirando a tampa, a possibilidade de
descargas elétricas e a outros perigos.
Esta unidade foi projetada para uso em interiores em intervalo de temperaturas entre 0ºC e 50ºC.
Utilize esta unidade em uma zona limpa e seca. Também instale um abrigo de luz solar direta e longe de fontes
de calor.
Não instale a unidade de despacho em áreas úmidas ou com pó. Se derramar algum líquido na unidade, este pode
provocar sérios danos. Se ocorrer consulte com seu Serviço Técnico autorizado.
Não introduza objetos nas fendas da unidade, já que pode tocar partes com alta voltagem que poderiam causar
descargas elétricas, incêndios ou falhas da unidade.
Limpe a unidade com um trapo seco e limpo. Não utilize nunca líquidos nem outros produtos químicos.
Instale a unidade em uma zona ventilada. Não obstrua nem cubra os orifícios de ventilação para evitar aumentos
excessivos de temperatura.
Não coloque objetos pesados sobre a unidade de despacho nem sobre seu cabo de alimentação. Os danos no
cabo poderiam provocar descargas ou incêndios.
Use sempre ou cabo de alimentação indicado para ou equipamento. Para evitar descargas elétricas, use uma
tomada de terra.
Desconecte ou conector da antena em caso de tormenta para evitar que algum raio possa causar danos na
unidade.

-2-
3.- APRESENTAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS

3.1.- MODELOS DE EQUIPAMENTO


Este manual é comum a dois modelos de equipamento: equipamento móvel MDT-400 e unidade de despacho DT-
410.
Os dois modelos utilizam ou mesmo painel frontal que descrevemos abaixo.
O MDT-400 pode ser utilizado também sem frente para aplicações de dados mediante ou protocolo PEI e controle
de audios mediante a interface de 600 ohm. Se seu equipamento tem esta configuração, consulte seu Provedor de
Serviços para conhecer os serviços disponíveis e como solicitá-los.

3.2.- PAINEL FRONTAL DO EQUIPAMENTO

3.2.1.- O PAINEL FRONTAL

1. Conector de microfone Conector para Microfone de mão ou


Micro-altofalantes, Micro-telefone ou
Microfone de mesa (DT-410).
Conector para cabo de programação.
2. Controle de volume Ajuste do nível de volume.
Ajuste nas telas Contraste, Volume
áudio e Volume tons.
3. Tela Display alfanumérico de 4 x 16, linha de
símbolos e linha de ‘soft keys’.
4. Indicador LED STS Indicador do estado de chamada.
5. Indicador LED SVC Indicador de serviço.
6. Tecla ON/OFF Tecla de liga / desliga
7. Teclas de navegação Navegação pelos menus/submenus e
suas opções.
Edição de agendas / mensagens.
8. Teclado alfanumérico Introdução de números e caracteres. (Item
3.2.4)
9. Tecla de emergência Inicia / anula a chamada de emergência.
10. Tecla de função Em combinação com outras teclas permite
acesso rápido a certas funções (Item
12.6).
Mediante pulsação mantida troca de modo
de trabalho (TETRA V+D<-> DMO)
11. Tecla de menu Acesso ao Menu Principal.
12. Soft keys Pressionar para selecionar a
correspondente opção em tela.

-3-
3.2.2.- OS SÍMBOLOS DO DISPLAY
Área de ícones

D GRP F
SVC

STS
Área de texto

Sair Aceitar

Área de soft keys

Indicador de Intensidade do Sinal Recebido (RSSI)


ou nível de cobertura
Rede válida (somente em modo trunking)
Chamada de emergência estabelecida (fixo).
Pisca se está estabelecendo

Chamada estabelecida

Mensagem recebida (fixo). Pisca quando está


enviando uma mensagem.
Modo discreto ativado. Converte uma chamada
entrante semi-dúplex com sinalização direta a
sinalização on/off hook.
Todos os tons desativados

GRP / BRD / PRV / PHN / PBX Modo selecionado (tipo de chamada de voz
selecionado: GRP, PRV, BRD, PHN, PBX).
Posição GPS válida (fixo)
Pisca se a posição GPS não é válida.
Somente aparecerá se a opção GPS está instalada
no equipamento MDT-400.

D Modo Direto (DMO) ativado.


Conexão de Pacotes de Dados. Aparece fixo quando
a conexão está estabelecida. Pisca quando a
transferência de dados está em curso.
Desvio de chamada ativado.

Chamada de inclusão ativada.


F F
Acesso as funções seqüênciais com tecla
Caixa de mensagem recebida
O equipamento funciona em cifra

ABC / abc Tela de edição de texto


Chamada GSM estabelecida (fixo)
Pisca quando se está estabelecendo a chamada
Somente aparecerá se a opção GSM está instalada
e ativada.
Lista de scaner ativada (fixo)
Pisca quando algum dos grupos não se scaneia
corretamente

-4-
3.2.3.- INDICADORES LED
LED SVC
Desligado Equipamento não operativo.
Vermelho Equipamento fora de serviço (sem registro na rede).
Vermelho piscante Equipamento em processo de registro.
Verde Equipamento em serviço (registrado na rede).
Equipamento operativo (DMO).
Laranja piscante Equipamento em modo programação

LED STS
Desligado Nenhuma chamada em curso.
Vermelho Equipamento transmitindo em uma chamada. PTT
pulsado (chamada semi-dúplex) ou até que a
comunicação termine (chamada dúplex, somente em
TMO –modo trunking-).
Vermelho piscante Petição ou fim de transmissão.
Verde Equipamento recebendo uma chamada.
Verde piscante Chamada em curso, ninguém transmitindo.
Laranja Chamada em fase de estabelecimento.

Quando os dois LED (SVC e STS) estão em laranja se trata de uma indicação de Erro. Se isto ocorrer consulte o
seu Provedor de Serviços.

-5-
3.2.4.- LISTA DE CARACTERES EDITÁVEIS
A seguinte tabela mostra os caracteres disponíveis para edição de textos no MDT-400 e DT-410.
Caracteres Tela
Teclas Número de pulsação da tecla
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11
Espaço . 1 , & $ @ # ¿ ? ¡
1 ! : ; _ “ ’
2 ABC A a B b C c 2 Á á À à Â â Ã ã Ä ä Å å Ç ç
3 DEF D d E e F f 3 É é È è Ê ê Ë ë
4 GHI G g H h I i 4 Í í Ì ì Î î Ï ï
5 JKL J j K k L l 5
6 MNO M m N n O Ñ ñ 6 Ó ó Ò ò Ô ô Õ õ Ö ö
ou
7 PQRS P p Q q R r S s 7
8 TUV T t U u V v 8 Ú ú Ù ù Û û Ü ü
9 WXYZ W w X x E e Z z 9
+ - 0 = * ÷ / \ ( ) [
0+ ] { } < >

-6-
3.3.- UNIDADE DE DESPACHO DT-410
A unidade de despacho DT-410 integra o equipamento de rádio com uma fonte de alimentação incorporada e um
alto-falante interno, com o objetivo de otimizar o espaço requerido para instalações fixas.
A unidade de despacho não foi projetada para suportar
grandes pesos, não devem ser colocados sobre ela
objetos pesados.

Seus menus e sua operação são idênticos aos do equipamento móvel MDT-400, com as seguintes excessões:
Se o DT-410 é controlado via PEI (de uma aplicação para PC), somente aparece uma tela que permite duas opções:
Voltar ao controle manual do equipamento, pulsando a soft key ‘MMI’
Habilitar ou desabilitar ou alto-falante interno, selecionando Alto-falante Sim ou Não.
O botão do volume e a tecla liga/desliga permanecem ativados.

Control PEI ac tivad o


d esd e PC

Control p or PEI
Altavoz:
Si
No MM I

Pulse la so ft key 'M MI'


p ara p asar a co ntrol
d esd e el frente

-7-
4.- ACESSÓRIOS
Teltronic indica tanto para uso veicular (MDT-400) como de mesa (DT-410).
Para o correto funcionamento de seu equipamento MDT-400 / DT-410, recomendamos que utilize sempre
acessórios autorizados por Teltronic e que siga as instruções de montagem e uso que se encontram no Guia de
Instalação do MDT-400 / DT-410.
Alguns acessórios são:

-8-
Microfone de mão & Alto-falante exterior Unidade de Controle Remoto (para motocicleta)
Kit de mãos livres Microfone de mesa
Micro-telefone Microcapacetes (para DT-410)
Kit de frente remoto Botão PTT standard, com velcro, tipo flexível ou tipo
pedal.
Kit de conexões PEI

-1-
5.- OPÇÕES
O equipamento MDT-400 / DT-410 pode incorporar uma ampla variedade de opções que adicionam um valor ao uso
de seu equipamento de rádio.
Consulte o Guia de Instalação para obter informação sobre a instalação e conexão.
Abaixo descrevemos as principais opções:

5.1.-OPÇÃO GPS (MDT-400)


O MDT-400 com GPS interno pode transmitir sua posição a uma unidade base.
O envio desta informação pode ser em intervalos periódicos,por distância ou baixa interrogação, dependendo da
programação do equipamento.
Estes dados podem ser visualizados na tela do equipamento através do menu GPS info do Menu Principal.
Veja ou item 11.8 para mais informação sobre a opção GPS.

5.2.- OPÇÃO GSM (MDT-400)


O MDT-400 pode incorporar um módulo GSM interno.
O equipamento trabalha por defeito na rede TETRA.
Quando o equipamento detecta que não é possível operar baixo TETRA, comuta automaticamente a modo GSM
(através de um tempo programável).
Entretanto o equipamento opera em GSM os serviços TETRA seguem ativos: se receber chamadas TETRA estas
são redirecionadas como “usuário chamado ocupado”, as mensagens recebidas se armazenam na memória e
podem ser consultadas ao voltar ao TETRA.
Tão logo o equipamento detecta a recuperação da cobertura TETRA regressa novamente para este modo.
O usuário pode também selecionar o modo GSM mediante menu, solicitando ao submenu Modo de trabalho do
Menu Principal. Nesta tela aparecem as opções V+D, DMO e GSM, não estando permitida a troca direta entre GSM
<-> DMO.
Uma vez transcorrido um tempo de inatividade (programável) na rede GSM, o equipamento volta automaticamente
ao modo de operação TETRA, podendo registrar-se na rede.
Quando o usuário troca de modo TETRA para GSM gera uma indicação acústica e visual. Durante a operação em
modo GSM aparece um ícone indicativo.

Não serviço

Tempo sem
cobertura
(programável)
PRV Pulsar PRV
‘Aceitar’ Modo de trabalho Pulsar
Modo de V+D ‘Aceitar’
Trabalho DMO TETRA
Sair Aceitar Pulsar
GSM
Sair Aceitar
Gsm
‘Sair’

Aviso acústico
troca modo

Para a realização de chamadas, a seleção do destino pode ser feita: tecleando diretamente o número, buscando
alfabéticamente na agenda ou utilizando o remetente de uma mensagem SMS recebida.
Para iniciar a chamada, pulse PTT ou a soft key ‘Chamar’. As chamadas em modo GSM são sempre de tipo dúplex.
Pode enviar e receber mensagens curtas (SMS) de até 160 caracteres, dependendo do cartão SIM instalado.

5.3.- OPÇÃO CIFRA AR TEA2 (MDT-400, DT-410)


Proporciona confidencialidade nas comunicações entre o equipamento rádio e o sistema.
O símbolo aparece em tela quando as comunicações são cifradas.

- 11 -
5.4.- OPÇÃO ENTRADAS/SAÍDAS PROGRAMÁVEIS (MDT-400)
Esta opção dota o equipamento MDT-400 do hardware necessário para permitir uma configuração personalizada
das linhas externas disponíveis no equipamento.
Se o equipamento inclui esta opção, é possível configurar por programação o uso que vai ser dado a cada linha
disponível.
As linhas de entrada e saída poderiam ser configuradas para os seguintes usos:
• Linhas E e M do controle de Interface de linha
• Interface de áudio 600 ohm
• Controle de ignição
• Controle relê externo
• Controle mute
• Eventos pré-definidos (envio de mensagem de estado..)
• PTT, AUX, HANG externos
Se o seu equipamento tem esta opção instalada, consulte seu Provedor de Serviços para conhecer os detalhes
sobre a configuração e posibilidades.

- 12 -
6.- LIGADO E DESLIGADO

6.1.- LIGADO
Para ligar o equipamento, mantenha pulsada a tecla
No caso do DT-410, conecte antes o interruptor principal, situado na parte posterior do equipamento.
Aparecerá uma mensagem de bem-vinda (configurável por programação). Também serão visíveis, durante uns
segundos, a versão de software do equipamento e a direção ou o nome do usuário.
Neste momento, será ativada a solicitação do código PIN, o usuário deverá teclar um número de 4 dígitos.
O equipamento pode estar configurado para começar a trabalhar em modo Trunking (V+D) ou em modo Direto
(DMO).

Se o modo de trabalho por defeito é Trunking (V+D):


O equipamento tentará solicitar a rede (LED SVC em vermelho) e ao encontrar uma rede válida tentará registrar-se
nela (LED SVC vermelho piscando). Quando o registro estiver completo se ouvirá um aviso acústico programável, ou
LED SVC ficará verde e na tela aparecerá a mensagem ‘Em serviço’. Aparecerá no display os símbolos
(indicador de rede válida) e (indicador de nível de sinal).
Depois aparece a tela do tipo de chamada preferida que esteja programado.
O nome do operador da rede aparecerá na tela, no caso de ter programado.

Se o equipamento não puder solicitar uma rede aparecerá no display a mensagem ‘Não serviço’ e o LED SVC ficará
em vermelho.
Mesmo que o equipamento não esteja registrado, é possível solicitar ao Menu Principal, para selecionar o Modo de
trabalho Direto (DMO) sem necessidade de infraestrutura.
Se o modo de trabalho por defeito é Modo Direto (DMO):

O LED SVC aparecerá em verde e o símbolo D (indicador de modo direto ativado) aparecerá na linha de símbolos
do display (linha superior).
Neste modo não aparece o símbolo (indicador de rede válida).
Solicite a tela do tipo de chamada preferida programada.

6.1.1.- CÓDIGOS PIN E PUK


Se a solicitação de PIN está ativada, o equipamento solicitará um código PIN de 4 dígitos. Por razões de
segurança, quando se teclem os números aparecerão quatro asteriscos.
O número de tentativas permitidas para introduzir o PIN correto é de três, mas este valor é configurável por
programação.
Se o usuário não introduz o código PIN correto esgotando o número de tentativas permitido, o equipamento
bloqueará até que se introduza o código pessoal de desbloqueio PUK (código de 10 dígitos). Este código é
proporcionado pelo seu Provedor de Serviços.
Quando introduzir o código PUK (o número de tentativas é ilimitado), existe a possibilidade de manter o PIN anterior
ou trocá-lo.

6.2.- DESLIGADO
Para desligar o equipamento, mantenha pulsada a tecla . O equipamento se apagará mostrando uma
mensagem de desligando e se ouvirá um aviso acústico.
No caso do DT-410 uma vez desligada completamente a frente, poderá iniciar a desconexão do interruptor principal,
situado na parte traseira.

- 13 -
7.- SEGURANÇA
O MDT-400 / DT-410 suporta os seguintes serviços de segurança. Exceto o código PIN, o restante dos serviços
deveram estar habilitados também na rede.

7.1.- CÓDIGO PIN


Se a solicitação de código PIN está habilitada, solicitará ao ligar o equipamento.
Pode ser trocado o código PIN através do MMI (Item 11.5).
7.2.- AUTENTICAÇÃO
O MDT-400 / DT-410 suporta a autenticação do equipamento rádio por parte da infraestrutura. A autenticação
assegura que o usuário que tentar se conectar a rede tem permissão validada.
Somente se realiza em redes que suportam este serviço e baixa solicitação da infraestrutura.
Este serviço requer que o equipamento tenha instalado sua chave correspondente. Para realizar uma troca de chave
deverá contactar seu Provedor de Serviços.

7.3.- HABILITAÇÃO / DESABILITAÇÃO REMOTA DO EQUIPAMENTO


O equipamento MDT-400 / DT-410 permite sua habilitação ou desabilitação da infraestrutura através da interface ar.
Este mecanismo de proteção pode ser utilizado para desabilitar equipamentos que foram separados ou não
cumpriram alguma permissão de acesso.
Esta desabilitação pode ser temporária ou permanente.
A infraestrutura realiza a recuperação de um equipamento deshabilitado temporariamente. No caso de ser
deshabilitado permanentemente, contacte seu Provedor de Serviços para que o equipamento volte a operar.

7.4.- CIFRA AR TEA2 (OPCIONAL)


Este serviço protege a comunicação entre o equipamento rádio e a infraestrutura de possívels escutas não
desejadas. Esta cifra somente se realiza em redes que suportam este serviço. As chaves utilizadas para a cifra
podem ser de tipo estático, isto é, programadas previamente no equipamento, ou dinâmicas, dependendo do
sistema TETRA.
Para realizar uma instalação ou troca de chaves contacte seu Provedor de Serviços.

- 14 -
8.- COMO SOLICITAR OS SERVIÇOS DO EQUIPAMENTO

8.1.- SELEÇÃO DE MODO DE TRABALHO


O MT-400 / DT-410 suporta os seguintes serviços de voz: Chamada de grupo, chamada privada e chamadas de
telefone (telefone e PABX).
A soft key ‘Modo’, situada na parte inferior direita da tela permite eleger o tipo de chamada.
Pode programar a volta automática ao tipo de chamada preferido em alguns segundos (item 12.3).
Consulte o capítulo 9 para obter informação detalhada de como realizar as chamadas de grupo, individuais e de
telefone.

8.2.- MENU PRINCIPAL


Para solicitar o Menu Principal, pulse a tecla .

O Menu Principal está organizado cíclicamente e pode-se solicitar diferentes telas usando as teclas de navegação
.

Mediante as soft keys pode-se ativar ou desativar as opções do menu, solicitar aos submenus e retroceder.
Algumas telas poderiam não aparecer dependendo da configuração de seu equipamento.
Para obter informação do restante de menus do Menu Principal, capítulo 11.
O Menu Principal inclui os seguintes menus:

Use las tec las


d e cursor Muestra el últim o
Pulse la tec la d e
p ara naveg ar tip o de llam ad a
m enú
p o r el m enú selec c io nad o
p ara ac c ed er al
Menú Princ ip al
GRP GRP

Ag end a Modos d e
Trabajo
Salir Acep tar Salir Acep tar

GRP GRP

Mensajes Config urar


Audio
Salir Acep tar Salir Acep tar

GRP GRP

Reg istro de Opciones de


Llam adas Usuario
Salir Acep tar GRP Salir Acep tar

Mod os de
Op eración
Salir Acep tar

- 15 -
9.- SERVIÇOS DE VOZ (MODO TRUNKING)

9.1.- INTRODUÇÃO
O MDT-400 suporta os seguintes tipos de chamadas de voz em modo trunking (V+D):
Chamadas multi-ponto: Chamada de grupo -modo GRP- chamada broadcast ou de difusão -
modo BRD- (esta última somente está habilitada por programação)
Chamadas privadas: Modo PRV (semi-dúplex direta e hook, dúplex)
Chamadas externas: Telefonicas -modo PHN- e chamadas PABX -modo PBX-. Ambas devem
estar habilitadas por programação e precisa ter programado suas direções de saída (gateway)
Para selecionar um modo ou outro utilize a soft key da direita ‘Modo’. O modo selecionado aparece na parte
superior direita da tela, sendo utilizadas as seguintes abreviaturas: GRP (chamada de grupo), BRD (chamada
broadcast), PRV (chamada privada), PHN (chamada de telefone) e PBX (chamada PABX).
A soft key da esquerda serve para trocar entre PHN e PBX e entre GRP e BRD.
Se ou usuário recebe uma chamada que difere do modo selecionado em tela, o equipamento trocará
automaticamente para o modo da chamada entrante.
Ao selecionar um modo, a correspondente agenda aparecerá em tela. As teclas de navegação permitem ao
usuário mover-se para cima e para abaixo entre as posições das agendas.
Para buscar facilmente uma direção na agenda, ative a busca alfabética pulsando
F + e depois pulse a tecla correspondente a inicial do nome. Para desativar este modo, pulse de novo F
+ .

9.2.- CHAMADA DE GRUPO


Selecione o modo GRP com a soft key ‘Modo’.
A chamada de grupo é sempre semi-dúplex com sinalização direta: desencadeia diretamente o grupo selecionado
na tela ao pulsar PTT, e não é possível escutar e falar simultaneamente.
Para a comodidade do usuário, os grupos estão organizados em listas (ou pastas).
Esta organização vem definida por programação.
O usuário seleciona um dos grupos que se moverá somente através dos grupos incluidos na lista. Os grupos estão
em ordem alfabeticamente dentro de cada lista. A lista / grupo selecionado aparece em tela.
Uma vez selecionado um grupo, ou estado do mesmo aparece na tela durante uns segundos. A chamada de grupo
iniciará se o grupo está disponível. Caso contrário, ao pulsar PTT aparecerá a mensagem “Grupo não válido”.
Para a seleção da lista e grupo se encontam nas teclas de navegação . A busca alfabética se aplicará somente
nos grupos incluídos na lista selecionada.
Para trocar de rango, pulse a soft key ‘Rango’.

GRP
< Nombre de Red > Nombre
Policia Rango
>Grupo Trafico Nombre
grupo
Rango Modo
Pulse la soft Pulse la soft key
key '
Salir'para Pulse la 'Aceptar'para
cancelar el soft key aceptar el
cambio de 'Rango' cambio de rango
rango GRP
Bomberos
Policia
Ambulancias
Salir Aceptar

9.2.1.- LISTA DE SCANER


O MDT-400 / DT-410 suporta ou modo de “Scanear grupos prioritários”.
Os grupos prioritários estão sempre ativos –escaneados- no equipamento. Sempre se recebem chamadas destes
grupos, ainda que o grupo não seja o selecionado ou não esteja incluído na lista atual.
Pode atribuir os grupos prioritários tanto por programação como do menu (MMI) por parte do usuário –dependendo
da programação do equipamento-.
É possível configurar grupos escaneados fixos que em nenhum caso pode ser eliminados da lista de grupos
prioritários pelo usuário. Debe ser feito mediante a ferramenta de programação.
Existe um nível “virtual” denominado Nível scan o qual inclui os grupos prioritários.

- 16 -
Estes grupos prioritários seguem pertencendo a seunível programado, pelo qual também se pode selecionar do
mesmo. Para distinguir do restante do grupo do nível, se incluirá uma “p” –de prioritario- diante do nome.
Para realizar uma chamada prioritaria se deverá selecionar o grupo prioritario dentro deste Nível scan. Neste caso,
a chamada se realizará com prioridadee pre-emptive que cortará uma chamada em curso de menor prioridadee nos
equipamentos que tenham este grupo programado.

GRP GRP GRP


< Red > Tráfico < Red >
Rango Aceptar
Tráfico General Rango scan
> Grupo A Rango scan > Grupo A
Disponible Disponible
Rango Modo Salir Aceptar Rango Modo

O scaner de grupos prioritários se define por programação:


Modo Off: O Nível scan está desativado (não aparece na lista de grupos). Somente se recebem chamadas do grupo
selecionado em tela. Não aparece o símbolo .
Modo On: Permite selecionar o Nível scan. Recebe chamada do grupo selecionado e dos grupos prioritários.
Pode editar a lista de scaner programando a opção “Configurável pelo usuário”, podendo acrescentar e apagar
grupos sempre que não sobrepasse o número máximo permitido. O símbolo aparecerá fixo se todos os grupos
do Nível scan se escaneian corretamente. Aparecerá intermitente se algum dos grupos não se scaneia corretamente
(grupo não válido ou retornando para o sistema) ou se foi selecionado a opção “Não grupo” (neste caso não se pode
realizar nem receber chamadas de nenhum grupo).
Símbolo Lista de
escaneo
GRP
< Rede >
Tráfego
p>Grupo A
Disponível
Rango Modo

Se a opção “Configurável pelo usuário” está ativada e não há nenhum grupo escaneado fixo, o usuário poderá trocar
entre os modos On e Off como se indica abaixo:

Do menu ‘Modos de
operação’

PRV PRV
Aceitar Use as teclas
do cursor
Lista Sim para
Escaneo Não selecionar
Sair Aceitar Sair Sair Aceitar Sim ou Não
Sair
Aceitar
Ao menu ‘Modos de
operação’ Escaneo ativado

Este modo de gestão de grupos prioritários é idêntico em DMO, com a particularidade que em modo direto somente
se escanearam os grupos que tenham associada a mesma freqüência que o grupo selecionado.

9.2.2.- INICIAR A CHAMADA DE GRUPO


Uma vez que foi escolhido o modo GRP mediante a soft key ‘Modo’ e foi selecionado o grupo ao que se quer
chamar, mantenha pulsado PTT. Soará um tom indicativo de alerta.
O usuário deve manter pulsado o PTT para falar dentro da chamada, e o restante dos usuários do grupo escutará
diretamente.
O led STS ficará vermelho (transmissão) ou verde (recepção).
O identificador de chamada, ou seu nome se está disponível na agenda, aparecerá na tela.

Entrada tardia em um grupo (Late Entry)

- 17 -
Este serviço permite ao usuário incorporar uma chamada de grupo já em curso. Quer dizer, quando se troca a um
novo grupo se recebe notificação de que existe nele uma chamada em curso e o equipamento se incorpora a
mesma, sem necessidade de nenhumaa ação por parte do usuário.
O serviço deve estar habilitado na infraestrutura.

9.2.3.- RECEBER A CHAMADA DE GRUPO


A chamada de grupo se recebe diretamente, sem nenhuma ação por parte do usuário. O equipamento indicará ao
usuário que foi recebida uma chamada de grupo com um tom curto de alerta e aparecerá na tela o nome do usuário
que está falando em cada momento assim como o nome do grupo.
Dependendo do modo de gestão de grupos que está ativo se receberam chamadas somente do grupo selecionado
ou dos grupos da lista de scaner.
Selecionando o modo Não Grupo (grupo especial disponível na agenda de grupos, somente em V+D), não se
receberam chamadas de nenhum grupo, ainda que esteja ativado o scaner de grupos prioritários.

- 18 -
9.2.4.- FINALIZAR A CHAMADA DE GRUPO
Normalmente, a chamada de grupo será finalizada pela infraestrutura quando esta detecte durante um tempo que
nenhum usuário pede permissão para transmitir.
Também o usuário que iniciou a chamada, e se a infraestrutura o autoriza, poderia finalizar pulsando a soft key
‘Desligar’ ou a tecla AUX do microfone de mão.
Qualquer outro usuário pode abandonar a chamada com o mesmo procedimento, a chamada continuará para o
restante de usuários.

9.3.- CHAMADA BROADCAST


Esta chamada pode ser realizada por todos os usuários do sistema ou a um grupo determinado, e a característica
que a distingue é que somente o usuário solicitante pode falar e o restante somente escutar.
Esta chamada deve estar habilitada por programação, pode ser ativada mediante a soft key BRD na tela de modo
grupo (GRP).

9.4.- CHAMADA PRIVADA


O MDT-400 / DT-410 permite realizar as seguintes chamadas privadas:
Semi-Dúplex com sinalização direta: O usuário solicitante tem permissão para falar
primeiro. Não é possível falar e escutar.
Semi-Dúplex com sinalização “hook”: O destinatário tem que contestar (desligar) primeiro.
Não é possível falar e escutar.
Dúplex: A sinalização é hook (ou chamado deve contestar primeiro). É possível falar e
escutar. Não é necessário pulsar PTT para falar.
Se o tipo de chamada selecionada não está suportada ou habilitada na rede, a chamada poderia ser convertida a
outro tipo compatível (dúplex a semi-dúplex, semi-dúplex hook a semi-dúplex direta, etc.).
Se o Modo Discreto está ativado ( ), uma chamada entrante semi-dúplex com sinalização direta será convertida a
sinalização hook. Para habilitar este modo, vá ao Menu Principal → Modos de Operação → Modo Discreto. Esta
opção deve estar ativada previamente por programação.

9.4.1.- SELECIONAR O NÚMERO DE DESTINO


Há várias formas de selecionar o número de destino para uma chamada privada:
Da agenda de direções privadas
Ao selecionar o modo privado (PRV), a correspondente agenda aparecerá em tela. As teclas de navegação
permitem ao usuário mover-se para cima e para baixo entre as posições das agendas.
Para buscar facilmente uma direção na agenda, ative a busca alfabética pulsando
F + + letra inicial desejada

Introduzir o número mediante o teclado


Ao introduzir o primeiro número o equipamento trocará para modo privado se estava em modo grupo (em modo GRP
não se pode introduzir por teclado a direção).
Introduz um número estando em modo PRV ou PHN, se manterá o modo.
Para apagar, utilize a tecla
Re-chamada
Mediante a pulsação de F + aparece o último número marcado. Mediante as teclas de navegação é possível
mover-se pela lista das últimas chamadas realizadas.
Selecionar um número da lista de chamadas enviadas, recebidas ou perdidas.
Solicitando ao submenu Registro de chamadas do Menu Principal pode repetir uma chamada recentemente
enviada ou responder a uma chamada recentemente recebida ou perdida.
Selecionar um número de uma mensagem de estado
Solicitando ao submenu Mensagens do Menu Principal, se pode ler as mensagens de estado recebidas (opção Ler
das mensagens de estado) e utilizar a direção do remitente (opção Responder de uma mensagem selecionada ou
pulsando PTT ou AUX da tela).
Selecionar um número de uma mensagem de texto

- 19 -
Solicitando ao submenu Mensagens do Menu Principal, se pode ler as mensagens de texto recebidas (opção
Entrada das mensagens de texto) e utilizar a direção do remitente (opção Usar Número nas Opções de uma
mensagem selecionada).

9.4.2.- INICIAR UMA CHAMADA PRIVADA


Uma vez selecionado o modo privado (PRV) e a direção individual que se deseja chamar, a chamada pode iniciar
das seguintes formas:
Semi-Dúplex com sinalização Direta: Inicia pulsando o PTT e o usuário solicitante deve falar
primeiro. Uma vez estabelecida a chamada, o usuário que deseja falar deve manter pulsado o
PTT.
Semi-Dúplex com sinalização Hook: Inicia pulsando o botão AUX do Microfone de Mão. Esta
opção deve estar habilitada por programação. O usuário chamado deve aceitar (desligar) a
chamada primeiro. Uma vez estabelecida a chamada, o usuário que deseja falar deve manter
pulsado o PTT.
Dúplex: Inicia pulsando a soft key ‘Chamar’. Uma vez o usuário chamado aceita a chamada
(desliga) e a chamada fica estabelecida é possível falar e escutar sem ter que pulsar PTT para
falar.

9.4.3.- RECEBER UMA CHAMADA PRIVADA


Para receber uma chamada privada com sinalização direta, esta se recebe diretamente (como se fosse uma
chamada de grupo), escutando um tom beep distintivo, e o led STS se põe em verde indicando recepção. O número
do solicitante (se o nome está na agenda) aparece em tela. Aparecerá a mensagem “Use PTT” ao usuário chamado
quando fique livre o canal para responder.
Para receber uma chamada privada com sinalização Hook (semi-dúplex ou dúplex), se escutará um tom de
chamada (configurável no submenu Configurar Audio do Menu Principal para as chamadas dúplex) e o led STS
aparecerá laranja. Aparecerá a mensagem “Chamada privada” (semi-dúplex) ou “Chamada dúplex privada” (dúplex)
assim como o número do solicitante (e o nome se está na agenda).
Neste tipo de chamadas o usuário chamado pode aceitar o rejeitar a chamada antes de iniciar a mesma. Para
aceitar a chamada pulse a soft key ‘Aceitar’ no PTT.
Se a chamada não completa, há indicação ao usuário das chamadas perdidas.

9.4.4.- FINALIZAR UMA CHAMADA PRIVADA


Para terminar qualquer tipo de chamada privada há duas possibilidades: pulsando a tecla AUX do Microfone de Mão
ou mediante a soft key ‘Desligar’.

9.5.- CHAMADA DE TELEFONE


O MDT-400 / DT-410 permite realizar chamadas de telefone (PSTN e PABX) tanto a fixos como a móveis, são
considerados como chamada privada dúplex.
Existem diferentes agendas para o modo Telefone e para o modo PABX, as quais aparecerá uma vez se selecionar
o correspondente modo PHN/PBX.
Estes tipos de chamada e seus correspondentes gateways telefônicos devem estar previamente programados.
É possível a transmissão de dígitos DTMF durante a chamada se a rede permitir.

- 20 -
9.5.1.- SELECIONAR O NÚMERO DE DESTINO
Os métodos de marcação explicados para as chamadas privadas (exceto a seleção de um número de uma
mensagem de estado) são idênticos para as chamadas de telefone. As possibilidades são:
Selecionando da agenda de direções de telefone
Introduzindo diretamente mediante o teclado (para obter o carácter ‘+’ equivalente a 00,
mantenha pulsada a tecla 0).
Re-chamada
Selecionar um número da lista de chamadas enviadas, recebidas ou perdidas.

9.5.2.- INICIAR UMA CHAMADA DE TELEFONE


Uma vez selecionado o modo Telefone (PHN ou PBX) e o número de telefone que se deseja chamar, a chamada se
inicia pulsando a soft key ‘Chamar’.
Uma vez que o usuário chamado aceita a chamada (desliga) e a chamada fica estabelecida, é possível falar e
escutar sem ter que pulsar PTT para falar (chamada dúplex).

9.5.3.- RECEBER UMA CHAMADA DE TELEFONE


Soará um tom de chamada (configurável no submenu Configurar Áudio do Menu Principal) e o led STS aparecerá
laranja. Aparecerá uma mensagem, “Chamada PSTN” ou “Chamada PABX” na tela, assim como o número do
solicitante (ou o nome se está na agenda).
A chamada spode ser aceita mediante a soft key ‘Aceitar’ ou pulsando PTT.
Há indicação ao usuário na tela das chamadas perdidas se a chamada não completa.

9.5.4.- FINALIZAR UMA CHAMADA DE TELEFONE


Para terminar qualquer tipo de chamada de telefone há duas possibilidades: pulsando a tecla AUX do Microfone de
Mão ou mediante a soft key ‘Desligar’.

9.6. PRIORIDADE DAS CHAMADAS


As chamadas de grupo, privadas e de telefone levam atribuídos uns níveis de prioridade. Os níveis são somente
modificáveis por programação.
Uma chamada entrante realizada com prioridade pre-emptive interromperá qualquer chamada em curso de menor
prioridade.

- 21 -
9.7. CHAMADA DE EMERGÊNCIA
Mediante a pulsação mantida da tecla se inicia a chamada de emergência que tem a máxima prioridade e
cancelará qualquer chamada em curso.
Este tipo de chamada é configurável por programação, podendo ser:
Chamada privada semi-dúplex direta
Chamada de grupo
Chamada broadcast
Chamada de telefone (PSTN, PABX)
Mensagem de estado
Também é possível configurar a chamada de emergência em DMO, podendo configurar o destino de chamada
diferente em V+D e DMO. (item 14.3.4).
O ícone de emergência aparecerá piscando no display.
Se o equipamento não pode estabelecer a chamada ou enviar a mensagem de estado, seguirá tentando a menos
que o usuário cancele a chamada pulsando de novo a tecla de emergência.
Diante de perda de serviço ou equipamento desligado, a chamada de emergência tratará de voltar a estabelecer
quando o equipamento esteja de novo operando, se o parâmetro “Continuar chamada de emergência” está
ativado por programação.
No caso da chamada de emergência ser uma chamada de voz, há um tempo de transmissão inicial automática (por
defeito 5 segundos) para as chamadas semi-dúplex, sem necessidade de pulsar PTT.
Uma vez transcorrido esse tempo, o usuário deverá pulsar PTT para transmitir da forma habitual (se for chamada
semi-dúplex).
Este tipo de chamada também se poderia desencadear mediante a ativação de uma entrada externa (disponível no
conector traseiro) ao qual se pode conectar, um pistão de emergência. Consulte seu Provedor de Serviços sobre da
disponibilidade desta opção.
Códigos especiais de emergência
É possível configurar dois códigos adicionais –códigos de emergência- como o 112, 999 ou outros.
Quando o usuário marca estes códigos por teclado, ou MDT-400 envia a chamada de emergência tal e como está
programada.

- 22 -
10.- SERVIÇOS DE DADOS (MODO TRUNKING)
O MDT-400 / DT-410 suporta os seguintes serviços de dados em modo trunking:

10.1.- MENSAGENS DE ESTADO


O MDT-400 / DT-410 permite enviar os seguintes mensagens de estado a direções individuais e de grupo:

“Chamar a”
“Petição urgente”
“Emergência”
Mensagens pré-definidas pelo usuário por programação

As três primeiras são mensagens standard que pode ativar-se ou não por programação. As restantes são
mensagens cujo código numérico e texto associado define o usuário e se deve introduzir por programação.

10.1.1.- ENVIO DE MENSAGENS DE ESTADO

Envio de mensagens de estado através do Menu Principal


No submenu Mensagens do Menu Principal selecionar a opção “Estado”.
Abaixo selecione “Enviar” ou mensagem que deseja enviar (da lista de mensagens pré-definidos) do tipo de direção
destino (privada ou de grupo).
Para selecionar a direção de destino, selecione da agenda ou introduza mediante o teclado (para direções privadas).
Uma vez selecionado o destino, pulsar a soft key ‘Enviar’.
Quando a mensagem é recebida na infraestrutura está envia uma confirmação ao equipamento, de forma que o
equipamento recebe a mensagem “Mensagem enviada” se foi entregue corretamente a rede ou “Falha no envio” se
não pode ser enviado.
Envio rápido de mensagens de estado
Para enviar uma mensagem de estado de forma rápida a uma direção pré-definida (individual ou de grupo)
pulse F + * + Dígito 1 + Dígito 2. Esta opção tem que estar habilitada por programação.
O número da mensagem se indica com dígito 1 e dígito 2 e corresponde a posição que ocupa a mensagem na lista.
Consultar esta para saber o lugar que ocupa cada uma (menu Mensagens do Menu Principal).

10.1.2.- RECEPÇÃO DE MENSAGENS DE ESTADO


Quando se recebe uma nova mensagem de estado o equipamento comunica ao usuário mediante uma tela
informativa que foi recebida uma mensagem e aparece
o símbolo .
Para ler a mensagem, pulse a soft key ‘Ler’. Aparecerá o texto da mensagem e o identificador do usuário que foi
enviado a mensagem, podendo escolher entre Sair, Apagar e Responder.
Se não deseja ler a mensagem, pulse a soft key ‘Sair’ e a mensagem ficará guardada. O símbolo permanecerá
no display, indicando ao usuário que foi mensagens sem ler.
Se a mensagem recebida não é uma dos programados no equipamento, aparecerá o código numérico recebido.

- 23 -
Selecc ione "Estad o" en
Ind ic a q ue se ha
el sub m enú M ensajes
rec ib id o un
m ensaje

PRV Pulse la Pulse la PRV


M ensaje d e Recib ido: so ft key soft key Leer
estad o 3 Llam adas 'Leer' '
Ac ep tar' Enviar
rec ib id o 1 Texto Borra estados
1 Estad o
Salir Leer Salir Acep tar
Pulse la
Alg ún m ensaje no soft key M uestra
ha sid o leid o '
Salir' inform ac ió n
PRV
sob re el núm ero
d e m ensajes
PRV 5 Mensajes
1 Nuevo alm ac enad os
< Nom b re d e red >

Nom b re01
1234567890 Tiem p o
Llam ar M od o

PRV
Los m ensajes no leid os 5. Desd e: El últim o m ensaje
se g uard arán Ind ica el núm ero 180878 alm ac enad o será el
d esd e el q ue se Llam ar a p rim ero en leerse
envió el m ensaje
Salir Borrar Resp on
Texto d el
m ensaje o
có d ig o
num érico Use las tec las d el
... m as
c urso r
p antallas p ara ver los
d iferentes m ensajes

PRV
1. Desde:
230499
Em erg encia
Salir Bo rrar Resp o n

- 24 -
Para ler mensagens de estado antigas, selecione Estado no submenu Mensagens do Menu Principal, que contem
as seguintes opções: Ler, Enviar e Apagar estados.
Selecione a opção “Ler” se deseja solicitar ao texto da mensagem.
Se deseja apagar todas as mensagens de estado armazenadas selecione a opção “Apagar estados”.

Opciones para los mensajes de


estado.
Leer mensaje de
estado antiguo Pulse la soft
key '
Aceptar'
Enviar un mensaje PRV sobre la opción PRV
de estado Leer Borrar
Enviar Borrados todos
Borrar mensajes Borra estados Tiempo los mensajes
recibidos
Salir Aceptar

Se han borrado todos


los mensajes de
estado

10.2.- MENSAGENS DE TEXTO


O MDT-400 / DT-410 permite enviar mensagens de texto (SDS) a direções individuais, de grupo e de telefone.
Armazenar (por programação) mensagens de texto no equipamento para ser enviados posteriormente.
Também é possível enviar ou modificar uma mensagem antiga ou criar uma nova mediante ou teclado para ser
enviado, como se explica mais adiante.
A longitude máxima das mensagens SDS depende do destino. Quando se envia a uma direção TETRA (individual
ou de grupo), a longitude máxima da mensagem poderá ser de 140 ou de 160 caracteres, dependendo de como se
foi configurado o esquema de codificação por programação (7 ou 8 bits). Se a mensagem SDS se envia a um
número externo (telefone), ou esquema utilizado será sempre de 7 bits, a máxima longitude será de 160 caracteres.
É possível configurar o número do Centro de Serviços e o tipo de informe que se deseja para as confirmações das
mensagens se o serviço está disponível.

- 25 -
Acesso ao submenu de Mensagens de Texto
Selecione a opção “Texto” no submenu Mensagens do Menu Principal para solicitar as diferentes opções sobre os
mensagens de texto.

Opc iones para lo s m ensajes


d e texto

PRV Use las tec las d e


Entrad a c ursor p ara
Salid a selecc ionar
Nuevo
las d iferentes
Config urar
Salir Acep tar op c iones

PRV
Borrar entrad a
Borrar salid a

Pulse la soft key


Salir Acep tar '
Ac ep tar'sob re la
op ción d esead a

10.2.1.- ENVIO DE MENSAGENS DE TEXTO


Há várias ações relacionadas com o envio de mensagens de texto:
Configurar o centro de serviço e os informes de mensagens
Escrever ou modificar uma mensagem
Enviar a mensagem

Configurar o centro de serviço e os informes de mensagens


Selecione a opção “Configurar” no submenu das mensagens de texto.
Para configurar o Centro de Mensagens selecione a opção “Centro serviço” e introduza o número mediante o
teclado.
Para obter o carácter ‘+’ equivalente a 00, mantenha pulsada a tecla 0.
Para apagar, utilize a tecla
Para configurar o tipo de informes que se deseja receber, escolha a opção “Informe”. Há quatro tipos de informes
disponíveis:
Nenhum (não se recebe nenhum informe ao enviar uma mensagem)
Recebido (se recebe um informe quando ou destinatário receba ou mensagem). Estos
informes no se receberam quando se envia a mensagem a um grupo.
Consumido (se recebe um informe quando o destinatário lê a mensagem). Estes informes não
serão recebidos quando se envia a mensagem a um grupo.
Ambos (recebem os informes Recebido e Consumido). Estes informes não serão recebidos
quando se envia a mensagem a um grupo.
Esta funcionalidade suporta o serviço SDS com TL está ativado por programação e se o sistema permite.

Escrever, enviar ou guardar uma mensagem nova


Quando se escreve uma mensagem nova há duas opções: enviar ou guardar.
Para guardar a mensagem, ficará armazenado na lista de mensagens “Saída” e poderá ser enviado mais tarde.
Envia a mensagem uma vez escrita, não ficará armazenado.
Recebe uma chamada mientras ou usuário está escribiendo ou mensagem, este fica retido e o usuário poderá
trabalhar de novo nele quando finaliza a chamada.
Para escrever a mensagem, selecione a opção “Novo” no submenu das mensagens de texto e introduza o texto
mediante o teclado.

- 26 -
Ind ica el tip o d e letra
utilizad o . Para c am b iar
entre m ayúsc ulas y
m inúsculas utilic e la
Pulsar la tec la #
ABC
soft key
Entrad a
Acep tar' El
' texto del
Salid a Introd uzc a el texto
m ensaje debe
Nuevo d el m ensaje c on el
Config urar escribirse aquí tec lado
Salir Acep tar Salir Acep tar
Pulsar la 1 2 3
soft key 4 5 6

Tiem p o '
Acep tar' 7 8 9
Pulsar la 0 #
PRV
soft key *
'
Acep tar'
Guardad o Guard ar
Enviar
Salir Acep tar

- 27 -
Na tela aparece se estão empregando maiúsculas ou minúsculas e para eleger
um tipo ou outro, pulse a tecla # . A tecla apaga a última letra introduzida e as teclas de navegação
e permitem mover o cursor pela mensagem.

Continuando selecione “Enviar” ou “Guardar”.


Seleciona “Enviar” deverá selecionar o tipo de destino (privada, grupo ou telefone). Neste ponto se comprova se a
longitude da mensagem excede da permitida (em função da direção destino) e se é assim, se informa ao usuário.
Para introduzir a direção de destino, selecione da agenda ou introduzir mediante o teclado (para direções privadas e
de telefone).

Enviar uma mensagem guardada


As mensagens guardadas estão armazenadas na lista de mensagens de “Saída” (no submenu das mensagens de
texto). Uma vez dentro desta lista, selecione a mensagem e pulse a soft key ‘Opções’.
As opções são:
Enviar
Modificar
Apagar
Escolha a opção Enviar, selecione a direção e envie a mensagem.
Pode modificar e enviar as mensagens guardadas nas listas de “Entrada” e de “Saída”.
A forma de proceder é similar a os casos anteriores.

10.2.2.- RECEBER E LER MENSAGENS DE TEXTO


Quando se recebe uma nova mensagem de texto ou equipamento comunica o usuário mediante uma tela
informativa que se ha recebida uma mensagem e aparece ou símbolo
Pulse a soft key ‘Sair’ a mensagem se guardará e o símbolo permanecerá no display, indicando ao usuário
que há mensagens sem ler.
Uma vez que se seleciona a opção “Ler”, aparece uma tela com a identificação do usuário que envia a mensagem
(se o nome está disponível na agenda) e a data e hora de envio, se os detalhes foram proporcionados por ou
sistema. Nesta tela aparece o símbolo que indica que o mensagem não foi lido.
Pulse a soft key ‘Ler’ nesta tela para ver ou conteúdo da mensagem.
Use as teclas de navegação para navegar através das diferentes telas se o texto não cabe em uma única
tela. Nestes casos aparecerá o símbolo (»).

Quando se solicita a lista de “Entrada” para ler uma mensagem guardada, aparece o estado da mensagem (ícone
se a mensagem foi lida antes ou se não foi lida).
Esta aparece na seguinte figura:

Seleccion la opción Texto en


Indica que se ha el submenú de Mensajes
recibido un
Parpadea
m ensaje
PRV PRV
Mensaje de Recibido: Entrada
texto
3 Llamadas Salida
recibido
1 Texto Nuevo
Configurar
Salir Leer Salir Aceptar
Pulse la soft
Salir Pulse la
Algunos m ensajes key '
Aceptar'
no han sido leidos soft key sobre la opción
'
Leer' Entrada
No Parpadea
Muesta
PRV PRV inform ación
< Nombre de red > sobre el núm ero
5 Mensajes de m ensajes
Nom bre01 1 Nuevo
alm acenados
1234567890
Llam ar Modo

Los m ensajes no leidos Tiem po


se guardarán
PRV
De:
180878
Hora: HH:MM
DD/MM
Salir Leer

- 28 -
Depois de ler uma mensagem na lista de “Entrada”, estas podem ser reenviadas, apagadas ou editadas e também
usar ou número do remitente para fazer uma nova chamada. Para solicitar estas opções, pulse a soft key ‘Opções’
na tela da mensagem.
10.3.- MENSAGENS DE TEXTO IMEDIATAS
O MDT-400 / DT-410 permite a recepção de mensagens de texto imediatas. A característica deste tipo especial
de mensagens é que seu conteúdo aparece em tela imediatamente ao receber.
Quando se recebe uma mensagem de texto imediata se escuta um tom especial e aparece somente uma tela (64
caracteres) do texto da mensagem para garantir que todo o texto se visualiza de uma vez.
A mensagem permanecerá na tela até que se pulse a soft key ‘Aceitar’ ou se receba um novo de texto imediato.
Uma vez que se pulsa a soft key ‘Aceitar’, a mensagem se apaga, e não fica armzenado no equipamento.
Recebe uma mensagem deste tipo durante uma chamada ou se recebe uma chamada sem fazer a mensagem
anterior, a mensagem aparecerá de novo uma vez que a chamada termina.
Do mesmo modo, se o equipamento perde o serviço, recebe uma mensagem imediata, este aparecerá de novo uma
vez que se recupere o serviço.

10.4.- SERVIÇO DE PACOTES DE DADOS


O equipamento MDT-400 / DT-410 inclui um serviço de pacotes de dados baseado em IP versão 4.

Entretanto o contexto de pacotes de dados está ativado, o símbolo aparece na área de ícones do display.

Para obter mais informação sobre este serviço, consulte a seu Provedor de Serviços.

10.5.- CONTROLE REMOTO DO EQUIPAMENTO


O MDT-400 / DT-410 suporta comandos AT e comandos do modo TNP1 do protocolo PEI para a conexão com
dispositivos externos e o controle remoto do equipamento.
Para obter mais informação sobre estes comandos, consulte a seu Provedor de Serviços.

- 29 -
11.- MENÚ PRINCIPAL
Descrevemos os submenus do Menu Principal e suas opções.

11.1.- AGENDAS
Neste submenu se pode solicitar a todas as agendas do equipamento:
Privada
Grupo
Telefone
PABX
A forma de solicitar as agendas aparece na seguinte figura:

Pulsar
PRV PRV
para acceder al
< Nombre de red > Menú Principal
Agenda
Nombre01
1234567890
Llamar Modo Salir Aceptar

Pulsar la Pulsar la
soft key soft key
'
Aceptar' 'Salir'
Seleccionar el PRV
tipo de agenda Privada Use las teclas del
Grupo cursor
Teléfono para moverse
PABX por el menú
Salir Aceptar

Uma vez selecionada a agenda pulsando a soft key ‘Aceitar’ solicite a lista de opções disponíveis para cada
agenda.
As operações que se pode realizar com cada agenda são similares: Acrescentar / apagar uma direção, consultar o
estado da memória e editar (modificar) uma direção existente (exceto para a agenda de grupo).

- 30 -
Pulsar la
soft key
PRV '
Acep tar' PRV Use las teclas
Privad a Añadir d el c urso r p ara
Grup o Borrar m overse
Teléfono Estad o Mem p or el m enú
PABX Lista Escaneo
Salir Acep tar Pulsar la Salir Acep tar
soft key
'Salir'
PRV
Privad a
Grup o
Teléfono
PABX
Salir Acep tar

Pulsar la
PRV PRV Use las teclas d el
so ft key
Privad a Añadir cursor p ara
'
Ac ep tar'
Grup o Borrar m overse
Teléfono Estad o Mem p or el m enú
PABX M od ificar
Salir Acep tar Salir Acep tar
Pulsar la
soft key
PRV 'Salir'
Privad a
Grup o Reg resa a la
Teléfono
p antalla
PABX
Salir Acep tar anterior

Acrescentar uma direção a agenda


No caso das agendas privada e de telefone, o nome e o número se introduzem mediante o teclado.
Utilize a tecla # para trocar entre maiúsculas e minúsculas.
Na edição do nome, a tecla apaga a última letra introduzida.
Na edição do número, a tecla le permite apagar ou último dígito marcado.
Na agenda de grupos, a opção "Acrescentar” se emprega para habilitar um grupo da lista, de modo que o grupo
possa ser selecionado pelo usuário.
Não é possível criar um novo grupo pelo usuário, os grupos se fixam ao programar o equipamento.

Apagar uma direção da agenda


O processo é similar para todas as agendas. No caso da agenda de grupos, o grupo apagado não desaparece
definitivamente da lista, somente se desabilita, de modo que poderá ser acrescido de novo mais tarde, incluso
depois de haver apagado o equipamento.

Estado da memória
Esta opção mostra ao usuário uma tela informando do espaço ocupado e livre na agenda.

Modificar uma direção da agenda (exceto agenda de grupos)


Selecione a direção que deseja modificar e introduza as trocas mediante o teclado.
Utilize a tecla # para trocar entre maiúsculas e minúsculas.
Na edição do nome, a tecla apaga a última letra introduzida.
Na edição do número, a tecla le permite apagar o último dígito marcado.

Lista de scaner (somente agenda de grupos)


Se a Lista de Scaner está ativa, aparecerá esta opção na agenda de grupos, que permite acrescentar ou apagar
grupos da lista de scaner.
Para obter informação detalhada, consulte o item 9.2.

11.2.- MENSAGENS
Neste submenu se pode solicitar as mensagens de estado e de texto (SDS).
Consulte os itens 10.1 e 10.2 para obter informação detalhada sobre estas mensagens.

- 31 -
11.3.- REGISTRO DE CHAMADAS
Neste menu solicite as seguintes opções: chamadas enviadas, chamadas recebidas, chamadas perdidas. e
apagar todos os registros de chamada.

11.4.- MODOS DE OPERAÇÃO


Este menu oferece as seguintes opções:
Scaner de grupos
Veja o item 9.2 para obter informação detalhada.

- 32 -
Seleção de área
O operador de rede pode organizar as frotas de grupos e definir as zonas nas quais os diferentes equipamentos
podem funcionar.
Esta opção permite ao usuário selecionar a área de trabalho entre “Área local”, “Áreas de 1 a 14” ou “Todas as
áreas”.

Modo discreto
Quando está ativado, aparece o símbolo e uma chamada entrante semi-dúplex com sinalização direta será
convertida a sinalização hook.

Seleção de rede
O MDT-400 / DT-410 permite ao usuário selecionar manualmente a rede de uma lista (ou perfil de migração
manual), se esta opção foi previamente habilitada por programação.
Neste caso, no submenu Modos de Operação do Menu Principal se inclui a opção “Seleção de rede”. Solicite
deste modo a lista de redes programadas para selecionar a rede desejada.
Nesta lista aparece também a rede programada como Rede local.
Quando o equipamento perde o registro por encontrar-se fora da área de cobertura e se detecta uma rede que está
incluida no perfil de migração, aparece ao usuário uma mensagem para aceitar ou não o registro nesta rede.
Na tela aparece o nome da rede na qual se está trabalhando.
A rede selecionada se converte na rede local para o equipamento.

GRP GRP GRP

Aceitar Rede Local


Aceitar
Modos de Seleção de Rede 1
Operação Rede Rede 2
Rede 3
Sair Aceitar Sair Aceitar Sair Aceitar

11.5.- OPÇÕES DE USUÁRIO


As Opções de Usuário que inclui neste menu são as seguintes:

Idioma
Este submenu permite escolher entre os idiomas disponíveis no MDT-400 / DT-410.

- 33 -
Iluminação
As possibilidades são “Sim” (sempre ligação), “Não” (sempre apagado) ou “Auto” (controle automático da iluminação:
liga ao pulsar qualquer tecla ou com eventos entrantes e se apaga em uns segundos).

Contraste
Solicite a uma tela onde se pode trocar o contraste, mediante as soft keys ‘+’ e ‘-‘ ou mediante o controle rotativo.

Código PIN
Mediante esta opção é possível ativar / desativar a solicitação de PIN ao ligar o equipamento, assim como trocar o
código PIN. Para mais informação sobre os serviços de segurança, veja o capítulo 7.
Transmitir número próprio –CLIR- (somente aparecerá esta opção se está ativado por programação).
Permite ao usuário solicitante eleger que não aparece seu identificador quando realiza uma chamada.

11.6.- CONFIGURAR ÁUDIO


Neste menu se incluem as seguintes opções:

Volume de áudio
Utilize as soft keys ‘+’ e ‘–‘ ou o botão rotativo de volume para ajustar ou volume de áudio.
Mediante programação do equipamento se pode definir um volume mínimo.
O volume pode modificar-se mediante o botão rotativo de volume em qualquer momento independentemente da tela
que esteja.

Volume tons
Utilize as soft keys ‘+’ e ‘–‘ ou o botão rotativo de volume para ajustar o volume dos tons.

Tons ativos
Permite selecionar se tons estão ativos ou não (tons de teclado, tons de controle, tons de mensagens e tons de
chamada). Selecione ‘Tons Ativos: Não’, todos os tons estarão desativados.

Tom timbre
Selecione o tipo de timbre que deseja para as chamadas dúplex (privadas, de telefone ou PABX).
Acessórios
Permite selecionar a configuração de acessórios com a que se vai a trabalhar.
Veja o item 12.1 para obter informação detalhada sobre as configurações de acessórios.

11.7.- MODO DE TRABALHO


Este menu permite ao usuário selecionar se trabalha em modo Trunking ou em modo Direto.
No caso de seu equipamento dispor da opção GSM instalada, este submenu permitirá selecionar esta opção.
Para obter mais informação sobre da opção GSM, veja o item 5.2.

11.8.- GPS INFO


Este menu somente aparecerá se a opção GPS está instalada. Na seguinte figura aparece como solicitar esta
informação:

- 34 -
Pu lse la
so ft k ey
G RP G RP U se las tec las d el
'
Ac ep tar'
Latitu d
c urso r p ara
G PS In fo D D º M M .M M M 'N
m o verse p o r
Lo n g itu d
las p antallas
D D D º :M M .M M M '
E
Salir Ac ep tar Pu lse la S alir
so ft k ey
'S alir'
Pu lse la
G RP so ft k ey GRP
Velo c id ad '
Velo c ' Velo c id ad
KKK.M M Km /h KKK.M M Km /h
C urso :D D D .D º C u rso :D D D .D º
D esv.:D D .D º W D esv.:D D .D º W
S alir Velo c Salir Velo c

U se la so ft k ey
'
Velo c 'p ara
G RP c am b iar las
H o ra: u n id ad es (Km /h o m p h )
H H :M M :SS
Fec ha:
D D /M M /AA
S alir

- 35 -
12.- OUTROS SERVIÇOS ÚTEIS DO EQUIPAMENTO

12.1.- SELEÇÃO DE ACESSÓRIOS DE ÁUDIO DO MENÚ


É possível para o usuário selecionar a configuração de acessórios de áudio independentemente da configuração
programada por defeito.
Solicite o submenu Configurar áudio do Menu Principal e escolha a opção “Acessórios”.
Também é possível solicitar esta tela com uma combinação de teclas de acesso rápido: + 9 + 7.
Se o seu equipamento é o móvel MDT-400, poderá escolher entre as seguintes configurações:
Standar: Microfone de mão / Micro-altofalantes / Microfone de mesa & Alto-falante externo
Micro-telefone: Micro-telefone com PTT utilizado para manter chamadas privadas
Kit mãos livres: Microfone ambiente & Alto-falante externo.
Auto: Microfone ambiente & Alto-falante externo & Micro-telefone com PTT. Nesta configuração, o áudio
comutará do kit mãos livres para o microtelefone ao desligar .
Do
m e n u C o n f ig u ra r á u d io

P u lse a
PRV
so f t k e y
PRV
'S a ir’ S ta n d a r
A c e s s ó rio s T e lé fo n o
M ã o s L iv re s
S air A c eitar
A u to
P u lse a S air A c eitar
so f t k e y
‘A c e ita r’

Se o seu equipamento é a unidade de despacho DT-410, poderá escolher entre as seguintes possibilidades:
Standar: idêntica a configuração standard do MDT-400
Micro-telefone: idêntica a configuração microtelefone do MDT-400
Microfones: Microfones & Alto-falante externo
Auto: idêntica a configuração standard do MDT-400

Do
menu Configurar áudio

Pulsar a
PRV
soft key
PRV
'Sair’ Standar
Acessórios Telefone
Capacetes
Pulsar a Auto
Sair Aceitar Sair Aceitar
soft key
'
Aceitar’

No caso de ter selecionado o microtelefone ou os capacetes, através do menu também se poderá ativar ou desativar
o alto-falante externo (opção Alto-falante no submenu Configurar áudio), permitindo assim que a conversação
privada que está mantendo possa ser escutada por outra pessoa.

12.2.- MENSAGEM DE “PEDIDO DE LOGGING”


Esta funcionalidade permite enviar (se está habilitado por programação) uma mensagem ao sistema para realizar
um logging.
Existem duas formas diferentes de realizar um logging:
1. Mediante uma mensagem de estado
O equipamento envia uma mensagem de estado a uma direção variável de 5 dígitos. A mensagem tem que estar
pré-definida por programação.
Quando este serviço está ativo, a primera direção destino deve introduzir logo ao ligar o equipamento e depois de
haver enviado a solicitação de logging, o equipamento pode usar normalmente.
- 36 -
Uma vez que o equipamento está registrado na rede, o usuário pode realizar um novo logging, simplesmente
introduzindo a direção da tela principal e enviando a mensagem (pulsando a soft key ‘Logging’).
2. Mediante uma mensagem SDS tipo 4
O equipamento envia uma mensagem SDS tipo 4 a uma direção individual pre-programada. O conteúdo deste SDS
tem uma parte fixa que se define por programação e uma parte variável que pode introduzir o usuário por teclado.
Mediante a pulsação mantida da tecla F uma tela específica aparecerá para introduzir a sequência numérica
variável.

12.3.- MODO DE TRABALHO POR DEFEITO


É possível, mediante programação, definir um modo de trabalho por defeito (grupo, privada, PSTN ou PABX) e
ativar a opção “Regressar a tipo de chamada preferido”.
Neste caso, o comportamento do equipamento é o seguinte:
Se o usuário navega pelos menus ou inclusive se troca de modo de trabalho (sem realizar nenhuma ação neste
modo), passado um tempo de inatividade programável, o equipamento volta a tela principal e ao modo de trabalho
por defeito.
Depois de haver trocado de modo de trabalho por defeito a outro modo e haver realizado qualquer ação, o
equipamento volta a tela principal passado um tempo de inatividade programável. Uma vez na tela principal e
passado um tempo de inatividade, se recupera o modo de trabalho por defeito.
12.4.- CONFIGURAÇÃO VEICULAR
O MDT-400 fornecido por defeito com esta configuração (consulte com seu Provedor de Serviços para saber se sua
versão de equipamento suporta esta funcionalidade).
Esta configuração permite utilizar ou controle de ignição, controle de mute ou controle de relê externo e a linha AUX
externa.
Para mais informação sobre da configuração veicular em seu equipamento MDT-400, consulte com su Provedor de
Serviços.
12.5.- LISTA DE EVENTOS CONFIGURÁVEIS
Se a opção Entradas/Saídas programáveis está instalada, mediante a ferramenta de programação é possível definir
uma lista de eventos que se pode asociar a estímulos externos como a activação de uma entrada do equipamento
ou a teclas programáveis.
Deste modo é possível associar ou envio de uma mensagem de estado a ativação de uma entrada ou a pulsação
mantida de uma tecla.
Para mais informação sobre da configuração de eventos em seu equipamento MDT-400, consulte o seu Provedor de
Serviços.

12.6.- TECLAS DE ACESSO RÁPIDO.


As combinações de teclas para acesso rápido a funções disponíveis são:
F + * + Dígito 1 + Dígito 2: envio de estados a direção pré-definida
F + : ativa a busca alfabética na agenda
F + : acesso o último número marcado
F mantido: troca de V+D <-> DMO
+ 9 + 9: acesso a tela de informação do equipamento (versão, etc.)
+ 9 + 8: acesso o número de série eletrônica (TEI) do equipamento
+ 9 + 7: acesso rápido a menu Accesórios
Estas combinações definidas no equipamento, é possível programar outras
teclas ( ,, , # ) associe mediante a ferramenta de programação a certos eventos como ou envio de
mensagens de estado.
Para mais informação sobre da configuração de teclas em seu equipamento MDT-400 / DT-410, consulte seu
Provedor de Serviços.

12.7.- MODO LOCAL


Quando a célula na qual se encontra o equipamento está em modo local (modo fall-back) o equipamento da uma
indicação em tela ao usuário. Os serviços disponíveis nestes modos dependeram da rede.

- 37 -
12.8.- RELÓGIO SINCRONIZADO COM O SISTEMA
O MDT-400 / DT-410 aparece em tela a hora em formato hh:mm (se está ativado por programação). A informação
que aparece e envia o sistema, com o que se sincroniza o relógio periodicamente.
Se a rede não envia esta informação, ou o equipamento está fora de cobertura, aparecerá em tela (--:--) no lugar da
hora.
Por defeito, esta função está desabilitada.
GRP
< Nome de Rede >
14:52
Grupo A
Disponível
Modo

12.9.- MENUS DE ACESSO RESTRITO


Para evitar que certas configurações sejam acidentalmente modificadas, algumas funcionalidades podem ser
restringidas mediante programação. Os menus/funcionalidades que podem ser restringidos são:
Agendas
Registro de chamadas
Modos de operação
Acessórios (em Configurar áudio)
Envio de mensagens de estado
Envio de mensagens de texto
12.10.- ACESSO RESTRITO A CHAMADAS
Es possível configurar, por programação, os distintos tipos de chamadas de voz de forma que estén ou no
habilitadas. Os tipos de chamada que se pode restringir são:
Chamadas de grupo
Chamadas semi-dúplex privadas
Chamadas dúplex privadas
Chamadas a PSTN
Chamadas a PABX

- 38 -
13.- SERVIÇOS SUPLEMENTAR TETRA (MODO TRUNKING)
Esta sessão descreve os serviços suplementares que suporta o MDT-400:
Atribuição dinâmica de grupos (DGNA)
Escuta ambiente (AL)
Desvio de chamadas (CF)
Chamada de inclusão (IC)
Dependendo da configuração de seu equipamento e dos serviços suportados pela rede, pode ser que estes serviços
não estejam habilitados em seu equipamento.

13.1.- ATRIBUIÇÃO DINÂMICA DE GRUPOS (DGNA)


A Atribuição Dinâmica de Grupos permite a um usuário receber dinamicamente atribuições / Não atribuições de
grupos.

Atribuição
Quando se recebe uma atribuição de um ou varios grupos, estes são acrescentados a lista de grupos.
Depois de uma atribuição se escuta um tom agudo duplo (beep beep) e aparece a mensagem “Grupo atribuído” em
tela.
Os grupos acrescentados dinamicamente estaram disponíveis em todos os grupos. Em cada rango se pode solicitar
aos grupos estáticos e aos grupos dinâmicos.
Quando se recorre a agenda de grupos, os grupos dinâmicos se distinguem do restante por meio da letra “d” diante
do nome do grupo.

- 39 -
Não atribuição
Ao receber uma indicação de apagar um ou vários grupos, as identidades destes grupos se eliminam da lista de
grupos do equipamento.
Depois de uma não atribuição, se escuta um tom grave duplo (pop pop) e aparece a mensagem “Grupo apagado”
em tela.
Um grupo pode ser apagado da lista de grupos incluso se este for o grupo selecionado. Neste caso, o equipamento
passará ao modo “Não Grupo”.

13.2.- ESCUTA AMBIENTE (AL)


A Escuta Ambiente permite a um centro de controle ou dispatcher escutar um equipamento que não está em uma
chamada ou transferência de pacotes em curso, para saber que está ocorrendo ao redor do equipamento, sem que
este mostre nenhuma indicação visual nem acústica desta chamada.
A chamada de escuta ambiente é um tipo especial de chamada individual.
Para que não haja nenhuma indicação ao usuário de há uma chamada de escuta ambiente ativa, há algumas
situações nas quais se interrumpe e finaliza a chamada (sem nenhuma indicação):
o usuário quer fazer uma chamada
o equipamento recebe uma nova chamada -não de escuta ambiente- (ainda que tenha uma
prioridade mais baixa que a da escuta ambiente)
Há outras situaçõess nas quais não se interrumpe a chamada de escuta ambiente como por exemplo:
o equipamento envia uma mensagem GPS ao centro de controle
o usuário quer enviar uma mensagem de estado ou um texto
o usuário se move através dos menus
o usuário modifica as agendas, mensagens guardadas ou as opções de usuário
o usuário apaga mensagens recebidas ou guardadas, ou registro de chamadas, etc.

Somente pode haver uma chamada de escuta ambiente em cada momento.


Recebe uma chamada de Escuta Ambiente enquanto se está em uma chamada em curso, somente se
interrumperá a chamada atual se a chamada de Escuta Ambiente está feita com prioridade pré-emptive.

13.3.- DESVIO DE CHAMADAS (CF)


O Desvio de Chamadas permite a um usuário redirecionar as chamadas ou mensagens recebidas a outro usuário
(individual, grupo, número de telefone).
Esta redireção não afeta a realização de chamadas por parte do usuário.
Suportam os seguintes tipos de desvio de chamadas:
Desvio de chamadas se está ocupado: As chamadas dirigidas a um usuário ocupado se
desvia a direção especificada.
Desvio de chamadas se não está disponível: As chamadas dirigidas a um usuário que está
fora de serviço da rede (fora da área de cobertura, não registrado na rede, congestionamento
na rede…) se desvia a direção especificada.
Desvio de chamadas se não responde: As chamadas dirigidas a um usuário que não
responde se desvia a direção especificada.
Desvio de chamadas incondicional: Todas as chamadas e mensagens entrantes se desviam
a direção especificada.

Acesso ao Desvio de Chamadas do Menu Principal


Solicite ao submenu Opções de Usuário do Menu Principal e escolha a opção “Desvio”.
Pulse a soft key ‘Opções’ e solicitará a um submenu onde poderam selecionar “Chamadas” ou “Mensagens”.
Nos dois casos poderá escolher entre os diferentes tipos de desvio:
“Se ocupado”
“Se desligado” (desvio se não está disponível).
“Sem resposta”
“Sempre” (desvio incondicional)
- 40 -
E uma vez selecionado o tipo de desvio que se deseja, é possível ativar, desativar e interrogar o estado do serviço:
“Ativar”
“Verificar”
“Anular”

- 41 -
Ativar o serviço
Uma vez escolhida a opção “Ativar” se solicita uma tela na qual aparecerá o símbolo indicativo do Desvio de
Chamadas e onde se pode escolher entre as seguintes opções:
Privada
Grupo
Telefone
Uma vez selecionado o tipo de destino ao qual se quer desviar as chamadas ou mensagens se deverá escolher a
direção.
Aparecerá na tela a mensagem confirmando ou desvio a direção selecionada.

Verificar o serviço
Escolha a opção “Verificar” a tela mostrará o estado do serviço, indicando se está ativado e qual a direção.

Anular o serviço
Com a opção “Anular” se cancelará o serviço previamente ativado mostrando uma tela que confirma o
cancelamento.

Receber uma chamada desviada a minha direção


Se receber uma chamada que está redirigida a meu equipamento, aparecerá primeiro uma tela em modo PRV com a
mensagem “Chamada desviada” e abaixo aparecerá a indicação de chamada entrante com o tipo de chamada e o
identificador do solicitante como em uma chamada normal.

13.4.- CHAMADA DE INCLUSÃO (IC)


A Chamada de Inclusão permite ao usuário, enquanto está em uma chamada em curso (chamada original), fazer
uma segunda chamada a outro usuário (individual ou grupo) e incluir na primeira chamada.
Em uma chamada privada, as duas partes poderiam realizar a chamada de inclusão. Em troca, em uma chamada de
grupo, somente o pode fazer o “proprietário” da chamada (ou quem a iniciou).

- 42 -
Ativação da Chamada de Inclusão
A activação deste serviço somente é possível durante uma chamada em curso.
Para ativar a Chamada de Inclusão durante uma chamada privada, pulse a soft key ‘Opções’ (parte inferior direita
da tela) e aparecerá uma tela na qual aparecem as opções disponíveis durante a chamada.
Uma vez selecionada a “Chamada de Inclusão”, aparece uma tela com as opções “Privada” e “Grupo” e o símbolo
aparece piscando na parte superior.
Selecione o tipo de destino e abaixo aparece uma tela onde se pode escolher a direção da agenda ou introduzir
mediante o teclado.
Pressiona a soft key ‘Incluir’ aparecerá uma tela com a mensagem “Iniciando Inclusão” e passados uns segundos
se regressa a tela da chamada em curso.
Não é possível realizar uma nova inclusão enquanto o equipamento está esperando a confirmação da primeira. Se
tentar, aparecerá a mensagem “Inclusão já em curso”.
O símbolo continua piscando até que a infraestrutura confirme o serviço e a inclusão seja aceita. Neste caso,
aparecerá a mensagem “Inclusão realizada” e o símbolo ficará fixo.
O equipamento troca para modo GRP porque o resultado da inclusão é uma chamada multiponto.
Para realizar a chamada de inclusão da chamada de grupo o processo é similar, com a condição de que o usuário
que invoca este serviço deverá ser o que iniciou a chamada de grupo.
Quando a rede retorna a ativação deste serviço pode ser por diversas causas, e aparecerá uma destas mensagens:
“Chamada de inclusão retornada”
“Serviço não subscrito”
“Não se permitem mais inclusões” (ou limite vem imposto pela rede)
Receber uma chamada de inclusão
Quando se recebe uma chamada de inclusão aparece a mensagem “Inclusão realizada”·e o símbolo na parte
superior abaixo aparece a tela de chamada entrante (GRP) com o identificador do solicitante.

- 43 -
14.- MODO DIRETO (DMO)

14.1.- INTRODUÇÃO
O MDT-400 / DT-410 pode trabalhar sem infraestrutura TETRA usando o modo direto (DMO), permitindo a
comunicação direta entre equipamentos sem nenhuma estação base que estabeleça o vínculo entre ambos.

14.2.- MUDANÇA DE MODO DE TRABALHO


Para trocar de modo de trabalho entre V+D (trunking) e DMO de uma forma rápida faça uma pulsação mantida da
tecla F .

Também é possível trocar de modo mediante o submenu Modo de trabalho do Menu Principal.

Uma vez selecionado ou modo direto, o símbolo D aparecerá na linha superior do display e o símbolo de nível de
sinal e de rede válida localizada desaparecerá.

Pulsar la tecla Pulsar la


de GRP soft key GRP Use las teclas del
menú para acceder '
Aceptar' cursor para
al Menú Principal Modo de V+ D
seleccionar
DMO
Usar las teclas del trabajo el modo de
cursor Pulsar la trabajo
Salir Acep tar Salir Aceptar
para moverse soft key
por el menú 'Salir'

Por favor, espere

D GRP
Policia
> Grupo Tráfico

Rango Modo

- 44 -
14.3.- SERVIÇOS DE VOZ
O MDT-400 suporta os seguintes tipos de chamadas de voz em modo direto (DMO):
Chamada de grupo -modo GRP- e chamada broadcast -modo BRD- (esta última somente se
está programada)
Chamada privada: modo PRV
Para selecionar um modo ou outro utilize a soft key da direita ‘Modo’. O modo selecionado aparece na parte
superior direita da tela, sendo utilizadas as seguintes abreviaturas: GRP (chamada de grupo), BRD (chamada
broadcast), PRV (chamada privada).
No modo Grupo a soft key da esquerda serve para passar de GRP a BRD e vice-versa.
Ao selecionar um modo, a correspondente agenda aparecerá em tela. As teclas de navegação permitem ao
usuário mover-se para cima e para abaixo entre as posições das agendas.
Para buscar facilmente uma direção na agenda por sua inicial, ative a busca alfabética pulsando F +
O restante de serviços incluidos no Menu Principal permanecen idênticos ao modo Trunking.

14.3.1.- CHAMADA DE GRUPO


Cada direção de grupo selecionada na tela está associada a um canal DMO (freqüência) por programação.
Para realizar a chamada, uma vez selecionado o modo de trabalho (GRP), o rango e grupo desejados da agenda,
mantenha pulsado o botão PTT da mesma forma que em uma chamada semi-dúplex em modo trunking.
Para finalizar a chamada pulse ou botão AUX (no microfone de mão) ou pressione a soft key ‘Desligar’.
Dependendo da configuração do equipamento em quanto a gestão de grupos (scaner de grupos) se receberam
chamadas somente do grupo selecionado em tela ou de todos os grupos programados como prioritários (sempre
que os grupos tenham associado o mesmo canal DMO que o grupo selecionado). Para mais informação sobre a
gestão de grupos prioritários, leia o item 9.2.

Entrada tardia em um grupo (Late Entry)


Quando o equipamento troca de canal e detecta que há uma chamada em curso na qual está involucrado, entra em
comunicação.

- 45 -
14.3.2.- CHAMADA BROADCAST
Este tipo de chamada deverá estar ativado por programação.
A chamada broadcast se realiza (uma vez selecionado o modo BRD) sobre o grupo (por tanto canal/freqüência) que
está selecionado em tela neste momento.

D BRD D BRD
Pulsar tec la
PTT SVC [ VERDE]
Llam and o...
Broad cast STS [ NARANJA]

GRP Rang o M od o

Com unic ac ió n
estab lec id a

D BRD

SVC [ VERDE]
ID: 250
STS [ ROJO]
Broadcast
Salir

14.3.3.- CHAMADA PRIVADA


As chamadas individuais se realizam através do canal (freqüência) selecionado pelo grupo que se encontra ativo no
momento de gerar a chamada (último grupo selecionado ao trocar de modo GRP a PRV), de modo que o
equipamento aceitará chamadas individuais entrantes se realiza pelo mesmo canal que esteja associado ao
grupo em tela.
Para realizar a chamada, uma vez selecionado o modo PRV e a direção destino, pressione o botão PTT da mesma
forma que em uma chamada semi-dúplex em modo trunking.
Para finalizar a chamada pulse o botão AUX (no microfone de mão) ou pressione a soft key ‘Desligar’.
A direção destino se pode selecionar da agenda ou introduzir pelo teclado.
Checar presença em chamadas privadas
Para checacr uma presença determina se o destino ao qual vai dirigida a chamada privada está ou não operativo. A
chamada progressará se o usuário chamado está realmente disponível e recebeu a indicação de chamada.
Este serviço deve estar habilitado por programação no MDT-400 e esta funcionalidade deverá ser suportada
também pelo equipamento do usuário chamado.

- 46 -
Pulsar la
so ft key
D PRV '
Cheq ueo ' D PRV
Use las tec las
Cheq.de Presencia:
d el c ursor p ara
John Si
selecc c io nar
1001 No
una o p ción
Cheq ueo Mo d o Salir Acep tar

Pulsar la soft
key 'Salir'p ara Pulsar la soft key ' Ac ep tar'
canc elar la p ara activar el c heq ueo d e
selec c ión p resenc ia

Outros serviços DMO

Manutenção de chamada -tempo de reservado- (chamadas privadas e de grupo)


O parâmetro programável ‘Tempo de reservado’ determina o tempo que uma chamada (privada ou de grupo)
permanece estabelecida depois que o usuário, solta o PTT. Se este tempo é encerrado, a chamada se desconectará
ao soltar o PTT, liberando o canal.
Durante este tempo o LED STS está piscando em verde e permite a todos os equipamentos involucrados na
chamada pulsar PTT para continuar com a conversação.
A finalidade deste tempo é manter o canal ocupado durante toda uma conversação completa para evitar que outro
usuário estabeleça uma chamada diferente.
Configure este tempo como diferente de encerramento, há que levar em conta que todos os equipamentos
participantes em uma chamada deveram suportar a gestão do tempo de reservado.

Identificação do transmissor
Em todas as chamadas aparecerá na tela o identificador (e o nome se está na agenda) do transmissor em cada
momento.

Prioridade das chamadas


É possível escolher entre quatro níveis de prioridade: Baixa, Alta, “Pré emptive” e “Emergency pre emptive” mediante
programação para cada tipo de chamada.
Normalmente, a prioridade “Emergency pre-emptive” se atribui únicamente as chamadas de emergência.

14.3.4.- CHAMADA DE EMERGÊNCIA


Mediante programação se configura a direção a que se quer dirigir a emergência e o tipo de chamada (individual,
grupo…).
Este tipo de chamada tem a máxima prioridade: “Emergency pre emptive”.

Esta chamada se ativará mantendo pulsada a tecla de emergência.


Pode ser realizada uma chamada de emergência enquanto se está em uma chamada para interromper a que está
transmitindo, ou estando em repouso para interromper outra chamada em curso.

- 47 -
15.- ESPECIFICAÇÕES E HOMOLOGAÇÃO

15.1.- ESPECIFICAÇÕES

Equipamento móvel MDT-400


Dimensões (corpo + frente): 61 x 163 x 195 mm
Peso: 1230 gr (corpo) / 1400 gr (corpo + frente)
Alimentação: 12 V, 6 A
Temperatura na operação: -20ºC a 55ºC
Saída de áudio: 4 W nominais sobre 4 ohm, 10% distorsão
Impedância de antena: 50 ohm

Unidade de Despacho DT-410


Dimensões: 110 x 310 x 320 mm
Peso: 3600 gr
Alimentação: 200-240 Vac, 47-63 Hz
Temperatura na operação: 0ºC a 50ºC
Saída de áudio: 5 W, 10% distorsão
Impedância de antena: 50 ohm

- 48 -
15.2.- HOMOLOGAÇÃO
Os equipamentos MDT-400 e DT-410 foram notificados na Direção Geral de Telecomunicações e Tecnologias da
Informação segundo a Diretiva 1999/5/CE, e cumprem todos os requisitos para sua comercialização recorridos na
Diretiva 1999/5/CE:
UNE EN 60950: Segurança Elétrica
EN 300 827, EN 301 489-1 e EN 301 489-18: Compatibilidade Eletromagnética (EMC)
EN 300 394-1: Características radioelétricas
Estas normas garantem os requisitos mínimos estabelecidos pelas resoluções 359/04, 442/06, 238/00 da ANATEL

O equipamento foi homologado de acordo com a Diretiva 95/54/CE para garantir a segurança em uma instalação
veicular, dispondo da correspondente marca ‘e’.

16. GARANTIA

TELTRONIC S.A.U. garante a reposição ou reparação sem encargo dos produtos que apresentem
defeitos provenientes de anomalias, de acordo com as condições gerais de garantia de TELTRONIC
S.A.U.
Sob nenhum conceito TELTRONIC S.A.U. será responsável dos problemas ou danos causados por qualquer
acessório ou elemento auxiliar que não foi homologado ou oferecido por TELTRONIC S.A.U. Tão pouco garantirá o
funcionamento do presente produto junto com um equipamento auxiliar ou acessório que não foi homologado ou
oferecido por TELTRONIC S.A.U.
Em nenhum caso TELTRONIC S.A.U. será responsável dos danos ocasionados por uma instalação efetuada por
pessoa não autorizada por TELTRONIC S.A.U.

- 49 -
- 50 -