Sei sulla pagina 1di 15

Declaração de Escopo

DECLARAÇÃO DE ESCOPO
SCOPE STATEMENT
Preparado por Maximus Software LTDA Versão 1.1
Aprovado por Alexandre Almeida /09/2010

I - Time da equipe de gerência do Projeto


Alexandre Almeida Patricia Lima Otavio Yukishigue Laécio Silva
Analista Gerente do Projeto Analista de requisitos Analista de Escopo
Luã Fagundes Eduardo Radicchi Pedro Henrique
Analista Sênior Desenvolvedor Desenvolvedor

II - Time dos participantes do projeto (cliente)

Eduardo Carvalho Alexandre Henrique Otavio Yukishigue Laécio Silva


Diretor Geral Diretor Financeiro Coordenador de TI Coordenador da
Farmácia
Flávia Santos Maria Fernandes Fernanda Santos Luã Fagundes
Colegiado Gestor Médico Enfermeiro UTI Enfermeiro Farmácia
Pedro Henrique
Diretor da Farmácia

III - Objetivo do projeto FARMAINFOR

Objetiva-se com este projeto é a modernização do sistema de controle e gerenciamento da


farmácia do Hospital Mater Day.
Com a implantação de um software para integrar o sistema da farmácia aos demais sistemas
utilizados nas diversas áreas da Instituição, disponibilizando recursos em formato Web para que os
profissionais possam fazer provisão de medicamentos e instrumentos para procedimentos, irá gerar
aumento da qualidade na prestação dos serviços oferecidos pela farmácia, que deverá funcionar de forma
ágil e célere.

IV - Justificativa do projeto FARMAINFOR

Hoje, a farmácia do Hospital Mater Day trabalha com um sistema antigo, individualizado, sem
comunicação com os outros sistemas do Hospital. O sistema não controla o estoque, a entrada e saída de
medicamentos e similares, a validade dos medicamentos, nem a Farmácia de alto custo, entre outros
serviços prestados.
Atualmente o Hospital Mater Day executa uma media de 1.300 atendimentos e procedimentos
(fornecimento de medicamento e instrumental para procedimentos cirúrgicos), fornecimento de
medicamentos a pacientes internados, na Urgência e Emergência do hospital. Os pedidos são enviados por
telefones ou entregues pessoalmente o que torna a prestação do serviço morosa e burocrática, devido à
falta de integração dos sistemas de gerenciamento do hospital.
Com a implantação do Software para gerenciamento e controle da farmácia espera-se agilizar a
prestação do serviço de atendimento aos usuários internos e externos, com a disponibilização de serviço via
internet, interligado com outras áreas do hospital, controlar o estoque de medicamentos e
conseqüentemente diminuir os custos operacionais.

V- Descrição detalhada do Software de controle e gerenciamento do Hospital Mater Day

O software controlará e gerenciará todos os procedimentos gerados pela farmácia do Hospital


Mater Day. Por meio de uma interface prática a fim de simplificar o uso do software pelos funcionários.
Todos os setores deverão estar interligados via internet ou intranet, através de uma interface web,
Proporcionando uma maior disponibilidade do serviço, desse modo minimizando a quantidade de erros e
atrasos. Cada usuário deverá ser autenticado através de logins e senhas e cadastro setorial e perfil de
usuários, disponibilizando relatórios, para maior controle estatístico e quantitativo de entrada e saída dos
medicamentos, objetivando o aprimoramento de todos os setores envolvidos e interessados na distribuição

1/15
Declaração de Escopo

dos medicamentos, instrumentos e equipamentos estocados na farmácia do hospital.


O sistema possuirá uma interface para atualizações online garantindo assim credibilidade da
informação no que se refere à disponibilidade dos medicamentos e materiais, para todas as solicitações
possam ser atendidas.
Sempre que necessário os funcionários da farmácia terão mecanismo de envio automático de
requisições para reposições dos medicamentos, instrumentos entre outros ao coordenador do setor,
gerando assim automaticamente a atualização do estoque.
Para tanto o sistema será dividido nos seguintes módulos:

Módulo: Manter Controle de Estoque


Os estoques são considerados itens primordiais quando o objetivo é a redução de custos, devido a
sua relevância no ciclo operacional do hospital. No Brasil, a taxa básica de juros fixada pelo governo e os
juros de mercado são significativos, fazendo com que os custos de manutenção de estoques sejam mais
elevados em relação aos países desenvolvidos, portanto, altas taxas de juros sinalizam a urgência na busca
de níveis de estoques mais baixos.

Principais Preocupações

A farmácia depende de uma logística bastante complexa quanto ao abastecimento e distribuição


de medicamentos.
Os estoques da farmácia são caracterizados por ciclos de demandas e de ressuprimentos, com
flutuações significativas e altos graus de incerteza, fatores críticos diante da necessidade de manter
medicamentos em disponibilidade na mesma proporção de sua utilização.
Como há uma grande demanda de pedidos e um controle de armazenamento que é feito de
maneira arcaica, acarreta a demora na localização dos medicamentos alocados na farmácia. Implicando
assim no atraso ao atendimento dos pedidos e nos demais procedimentos que necessitam desse serviço.
A organização do estoque é fundamental para garantir a continuidade no tratamento de pacientes
com doenças crônicas, pacientes que precisam ter um tratamento rigoroso e continuo, não podendo haver a
falta dos medicamentos utilizados, sob pena das conseqüências serem fatais.
Devido ao grande numero de solicitações que são tratadas e gerenciadas manualmente sem apoio
de um sistema, as ações de controle, manutenção e gerenciamento são lentas causando atrasos na entrega
do pedido de medicamentos e conseqüentemente no recebimento de produtos.

Solução Atual
O controle é feito de forma manual, logo a distribuição fica prejudicada com atrasos nas entregas
aos diversos setores do hospital.
O procedimento atual não conta com um sistema de armazenamento contendo características dos
medicamentos nem o local adequado no quais devem ser alocados.
O controle de estoque é feito todos os dias manualmente pelos funcionários da farmácia, com
esse sistema de controle de estoque muitos medicamentos que estão com baixa quantidade, acabem
passado despercebidos devido à grande quantidade de medicamentos que devem ser conferidos
diariamente.
Ocorre também perda de medicamentos, pois os funcionários do setor não têm uma informação
precisa da quantidade daquele medicamento que o estoque possui, caso ele tenha sido guardado em outro
local o usuário com a informação de que o estoque ainda possui medicamentos desse gênero poderá
encontrá-lo evitando perdas.

Solução Proposta

O controle de estoque será realizado por meio de registros na entrada de medicamentos com a
Nota Fiscal de compra e sua devida especificação.
O controle de saída deverá mostrar especificação, data de validade, lote, laboratório, quantidades
etc. O sistema contemplará também o acompanhamento de processo de entrada até a utilização do
estoque, ocasionando assim o uso dos medicamentos que estão mais próximo do vencimento, havendo o
emprego do medicamento e instrumentos de forma sistemática.
O Sistema controlará a entrada e saída dos medicamentos da farmácia, os mesmos serão
cadastrados de forma única, para cada espécie de medicamento ou instrumentos cirúrgicos, que através de
2/15
Declaração de Escopo

suas especificações e indicações serão guardados e armazenados. Depois do medicamento cadastrado no


sistema, será indicado onde deverá ser alocado, seguindo a estrutura abaixo:

Nome do remédio;
Fabricante;
Registro Sanitário do produto;
Nome do Responsável técnico;
Data de validade do lote;
Lote;
Quantidade;
Laboratório;
Tarja;
Posologia;
Fins;
Modo que deve ser armazenado (temperatura, iluminação, umidade...);

E quando dada a saída do medicamento, será lançado automaticamente no sistema o déficit do


quantitativo no estoque geral.
O Software fará o controle dos medicamentos em estoque, para cada medicamento haverá um
número ideal e um número mínimo para se ter no estoque. Tendo em vista que um determinado
medicamento alcançou a sua quantidade mínima, o software enviará um e-mail para Coordenador da
Farmácia, já com um modelo de pedido de medicamento preenchido, para sua aprovação e posterior
encaminhamento ao laboratório, solicitando a quantidade necessária daquele medicamento.
Será desenvolvido módulo de solicitações dos produtos, que conterá campo com todos os
medicamentos e equipamentos, para somente o usuário selecionar qual deverá ser pedido, contendo
espaço para digitar informações complementares, como por exemplo, uma dosagem específica, a
quantidade dos mesmos.
O sistema será desenvolvido de forma única para todos os passos, que será integrado a todos os
procedimentos, o médico cadastrará e entregará a receita ao paciente dentro do sistema FARMAINFOR,
que encaminhará automaticamente o pedido para os enfermeiros e técnicos da farmácia, que ao receberem
o pedido já processarão as informações e quando o paciente chegar à enfermaria, o seu medicamento já
estará esperando, depois o enfermeiro finalizará o atendimento pelo próprio sistema.

Módulo: Manter Tipos de Medicamentos

Principais Preocupações
Devido à grande quantidade de medicamentos que são manipulados, é preciso que haja uma
classificação bem detalhada de acordo com sua prescrição, dosagem entre outros.

Solução Atual
No momento, não há nenhuma classificação por tipo de medicamento na farmácia.

Solução Proposta
Será desenvolvido um módulo que receberá detalhes do medicamento classificado o tipo de
remédio dentre suas diversas classificações, conforme tabela abaixo, acostada ao anexo I deste
documento.
Será disponibilizada uma lista de medicamentos via WEB, para auxiliar os médicos no momento da
prescrição, já com a informação se a farmácia possui este medicamento em estoque.

CLASSIFICAÇÃO
QUANTO À ORIGEM MEDICAMENTOS EFEITOS
Natural Organotrópicos Efeito Terapêutico
Mineral Etiotrópicos Efeitos secundários
Vegetal Vacinas Reações adversas
Síntese
3/15
Declaração de Escopo

Semi-Sintese Anticoncepcionais Efeitos Tóxicos


Vitaminas Efeitos locais
Insulina Efeitos sistêmicos
Bactericidas Efeitos sinérgicos
Bacteriostáticos Efeitos antagônicos
Analgésicos
Antiinflamatórios
Formas sólidas Formas Líquidas Medicamentos tópicos:
Comprimidos Xaropes Loções
Comprimidos ação prolongada Soluções Cremes
Comprimidos com revestimento Suspensões Pomadas
entérico Emulsões Pós
Pastilhas Elixires Géis
Cápsulas inturas Aerossóis
Pós Pensos transdérmicos
Medicamentos administrados Medicamentos administrados Vias de Administração
por via parentérica através das mucosas
-Ampolas Rectal Vias entéricas
-Frasco herméticos Vaginal Vias parentéricas
-Frascos duplos Nariz Aplicação tópica ou local
-Seringas pré-cheias Olhos
-Recipientes para soluções de Ouvidos Outras vias administração:
grande volume Inalação ou Oral Intratecal (intraraquidiana)
Ampolas Intraperitoneal
-Recipiente de vidro, com uma Intra-óssea
preparação medicamentosa para Epidural
utilização numa só dosagem. Intra-cardíaca
-Recipientes de vidro com um Endotraqueal
medicamento para uma ou mais
administrações. Forças condicionantes:
-Fármaco em solução ou pó estéril -Forças iônicas
que precisa ser reconstituído -Forças covalentes
antes da administração -Força por pontes de hidrogênio
Frascos duplos -Forças de Van der Waals
-Recipientes de vidro com dois
compartimentos (um contém o
soluto e outro o solvente)
-Medicamentos pré-preparados
-Seringas de insulina
-Heparina de baixo peso molecular
Recipientes para soluções de
grande volume

Interações farmacocinéticas: Método de conservação de


medicamentos termolábeis:
-Alteração na absorção intestinal -manter em temperatura
-Alteração do pH ambiente (entre +15° e +30°
-Formação de complexos graus Celsius), longe de luz e
-Alteração da motilidade umidade
-Alterações na distribuição -manter em temperatura entre
-Alterações no metabolismo +4° e +8° graus Celsius.
-Estimulação do metabolismo -Manter em câmara fria, numa
-Inibição do metabolismo temperatura ideal de -20 graus
-Alterações na excreção urinária Celsius.

4/15
Declaração de Escopo

Módulo: Manter Cadastro de Medicamentos

Principais Preocupações
Há uma grande variedade de medicamentos utilizados na farmácia do Hospital e devido a isso,
existe a necessidade de um maior controle dos medicamentos quanto à marca, principio ativo, preço e
laboratório.

Solução Atual
Os medicamentos são comprados por solicitação dos médicos, não há um controle de preço.

Solução Proposta
Serão desenvolvidas tabelas que farão o controle dos medicamentos quanto a preço, fabricante,
marca laboratório e principio ativo. Haverá também um controle de similaridade, medicamentos similares
com mesmo principiam ativos e dosagem, mas com apenas preços e laboratórios diferentes.

Denominação Genérica
Forma Farmacêutica
Dosagem
Uso(s) / Aplicações
Forma
Data de Fabricação
Data de Validade
Lote
Quantidade máxima de empilhamento
Peso (kg)
Valor

Módulo: Manter Cadastro de Fabricantes

Principais Preocupações
Criar um banco de dados no qual os funcionários (médico, enfermeiros, assistentes, estoquista
entre outro), possam localizar e classificar os medicamentos de acordo com o laboratório de origem de cada
um.

Solução Atual
Não há classificação por laboratório.

Solução Proposta
Criar um cadastro de controle de laboratórios, que registre os fornecedores de cada medicamento
ou material, possibilitando assim um maior controle e agilizando o contato com os laboratórios, conforme
tabela abaixo:

CADASTRO DE LABORATÓRIOS
ENDEREÇO CARACTERÍSTICAS
RAZÃO SOCIAL: -ESPÉCIE DO ESTABELECIMENTO:
(DISTRIBUIDOR OU FABRICANTE)
TIPO DE SOCIEDADE: -HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO:

5/15
Declaração de Escopo

NOME COMERCIAL: -RESPONSÁVEL TÉCNICO:

CNPJ: -NOME:

AUTORIZAÇÃO OU LICENÇA DE INSCRIÇÃO NO CONSELHO REGIONAL DE


FUNCIONAMENTO FARMÁCIA: Nº /UF
ANVISA, SES/UF OU SMS/UF NÚMERO DE
INSCRIÇÃO NO INSS
REGISTRO NA JUNTA COMERCIAL -FARMACÊUTICO RESPONSÁVEL PELA
OPERAÇÃO
REPRESENTANTE LEGAL: DO PROGRAMA:

NOME: NOME:

CPF: INSCRIÇÃO NO CONSELHO REGIONAL DE


FARMÁ-
CIA: Nº /UF
ENDEREÇO: LOGRADOURO:

NUMERO ESTABELECIMENTO BANCÁRIO: INDICAR O


COMPLEMENTO: CONVENIADO
, AGÊNCIA INDICADA PARA RECEBIMENTO DE
BAIRRO: DEPÓSITOS:

MUNICÍPIO: /UF DENOMINAÇÃO (SE HOUVER):

CEP: CÓDIGO DO BANCO:

DDD TELEFONE DDD FAX ENDEREÇO COMPLETO:

ENDEREÇO ELETRÔNICO:
ENDEREÇO ELETRÔNICO DO RESPONSÁVEL:

Módulo Cadastro de Pacientes e Usuários

Principais Preocupações
Manter um registro atualizado, de modo a proporcionar um histórico de todos os procedimentos
adotados a esse paciente.

Solução Atual
Hoje, não há como verificar quais os medicamentos e procedimentos adotados e recebidos por
quaisquer pacientes.

Solução Proposta

O Sistema irá importar a base de dados do sistema de cadastramento do hospital através do


número de prontuário de cada paciente, ao importar estes dados o mesmo ira preencher os campos da
tabela abaixo automaticamente, caso algum campo não seja preenchido ou o dado não contar na base de
dados do hospital o software disponibilizará acesso para inclusão ou alteração dos dados.
Dentro do cadastro de pacientes, haverá um campo de preenchimento obrigatório de inclusão de
todos os procedimentos oferecidos pela farmácia na utilização de medicamentos, desse modo poderão ser
classificados e descriminados tais como: a paciente Maria, no dia xxx, recebeu a medicação xxxx, de forma
via venosa, necessitando repouso de 30 minutos, sendo observada pelo enfermeiro xxxxx, que ao final do
procedimento registrou que não houve nenhuma reação adversa ao paciente.
Desse modo todos os pacientes terão um histórico completo de quais medicações foram
ministradas.

6/15
Declaração de Escopo

Usuário PRONTUARIO PROCEDIMENTO


Login do Usuário: Numero do Prontuário: Data dos Procedimentos:
Senha:
Perfil:
DADOS PESSOAIS: DADOS PESSOAIS: -Medicamentos Prescritos
-Detalhes dos medicamentos
- Nome Completo - Nome Completo (utilizar a tabela de classificação
- Nome da Mãe - Nome da Mãe do item, mater tipo de
- Nome do Pai - Nome do Pai medicamentos)
- Sexo - Sexo -Detalhes para ministrar o
- Raça/Cor - Raça/Cor medicamento
-Usuário que preparou a
- Nacionalidade - Nacionalidade medicação
- Data de Nascimento - Data de Nascimento dd/mm/aaaa -alergias a medicamentos
DD./mm/aaaa - UF de Nascimento -reações adversas
- UF de Nascimento - Município de Nascimento
- Município de Nascimento - Nome do Município
- Nome do Município - Escolaridade
- Escolaridade - CPF
- CPF - CERTIDÃO/TIPO ou RG
- CERTIDÃO/TIPO ou RG (Identidade)
(Identidade)
- Identidade
- Identidade - Data de Emissão da Identidade
- Data de Emissão da Identidade - UF da Identidade
- UF da Identidade - Órgão Expedidor
- Órgão Expedidor
Perfil 1 Perfil 2 Perfil 3
-Setor Alocado -Setor Alocado -Setor Alocado
- Autorização para solicitar (sim ou - Autorização para solicitar (sim ou - Autorização para solicitar (sim ou
não) não) não)
- Tipo de medicamento pode ser - Tipo de medicamento pode ser - Tipo de medicamento pode ser
solicitado solicitado solicitado
-Autorização para solicitar -Autorização para solicitar -Autorização para solicitar
materiais materiais materiais

Módulo: Manter Controle de Agendamentos

Principais Preocupações

Demora a preparação dos medicamentos e materiais quando solicitados a farmácia.

Solução Atual
O agendamento é feito manualmente.

Solução Proposta

Sistema de aprovisionamento de medicamentos e instrumentos cirúrgicos possibilitará o


agendamento prévio, estarão disponíveis todos os materiais necessários e requisitados para atender
previamente deste uma consulta a um procedimento cirúrgico.

PREVISÃO DE MEDICAMENTOS

7/15
Declaração de Escopo

Dados do solicitante: Tipo de Procedimento


-Logan -Medicamentos
-Senha -Materiais
-Local para Entrega
-Data
-Hora
-Observações
Acordo de Nível de serviço
-Prazo para atendimento na Farmácia
-Prazo para atendimento na Urgência
-Prazo para atendimento na Emergência
-Prazo para atendimento na UTI
-Prazo para atendimento na CTI
-Prazo para atendimento na Maternidade
-Prazo para atendimento na Previsão de
Medicamentos

Módulos: Manter Métodos e Prescrições

Principais Preocupações

Burocracia para preenchimento de fichas ocasionando demora na prescrição de medicamentos.


Técnicos, enfermeiros e médicos perdem tempo preenchendo manualmente as fichas.

Solução Atual

O médico após receitar ao paciente cadastra o pedido no receituário, entrega uma guia de
procedimentos que será levada pelo próprio paciente ao guichê de atendimento para avaliação e
autorização da mesma, após esse processo, a guia é cadastrada e conferida no sistema de atendimento e
validações (sistema que gera relatórios), no terceiro passo, o paciente será encaminhado para a enfermaria,
onde entrega a guia para algum enfermeiro, que até agora não sabia que havia um paciente a caminho,
enfim quarto passo, o enfermeiro de posse da guia, entrega na farmácia do hospital e aguarda os técnicos
da farmácia, localizar os medicamentos prescritos na guia e a devolvera juntamente com os medicamentos
prescritos, agora de posse dos medicamentos e da guia, os enfermeiros prepararão na dosagem descrita na
guia e aplicarão no paciente, após a aplicação, os enfermeiros preencherão a guia e entregarão ao guichê
de atendimento para finalização do atendimento.

Solução Proposta

O médico registrará no sistema a medicação a ser prescrita para o paciente, lançará a dosagem,
princípios ativos e indicação do tratamento.
Após a confirmação do pedido, serão enviadas duas notificações simultaneamente, uma para
estoque e outra para a enfermaria. No estoque será providenciada a medicação e posterior reposição, na
enfermaria o preparo das substâncias que serão encaminhadas pelo estoque e posteriormente
administração do medicamento ao paciente.
O enfermeiro fará o controle através do prontuário da paciente onde todas as informações serão
registradas.
Dessa maneira os enfermeiros informarão qual o horário da aplicação, se a aplicação está de
acordo com a solicitação do médico e se houve possíveis reações adversas e ao final informará se a
medição foi utilizada, para após essa aprovação o estoque receberá a informação que o produto foi utilizado
assim regando a baixa daquele medicamento.

8/15
Declaração de Escopo

Módulo: Manter Relatório Gerencial

Principais Preocupações

Registrar as ações que são realizadas pela farmácia, compra troca, utilização e todos os
procedimentos que são realizados por está farmácia.

Solução Atual
As solicitações de compra tramitam entre os setores via documentos internos, não havendo
qualquer controle da demanda e da real necessidade.

Solução Proposta
O sistema gera automaticamente um relatório mensal das atividades realizadas pela farmácia,
disponibilizando essas informações através de uma pagina Web para os gestores com o perfil previamente
determinado. Disponibilizar o relatório em modo CUBO. (todas as informações ficam disponíveis no sistema
e o usuário escolhe quais informações ele deseja no relatório)
Assim disponibilizando para os gestores do Hospital Mater Day. Uma informação precisa, que
contém todas as atividades executados pela farmácia.
O sistema também faz operações automáticas de solicitações de compras enviadas ao setor
financeiro de acordo com a necessidade do estoque.

RELATÓRIO GERENCIAL
Entradas (todos os dados dos módulos) Saídas
-Manter controle de Estoque -Disponibilizar um ícone de cada classe cadastrado
-Manter Tipo de Medicamentos no banco em modulo, para que o usuário possa
-Manter Cadastro de Medicamentos marcar as informações que devem aparecer em seu
-Manter Cadastro de laboratórios relatório.
-Manter Cadastro de Usuários é Paciente
-Manter Controle de Agendamentos
-Manter Métodos de Prescrição

VI - Entregas do projeto

1. Termo de Abertura;
2. Declaração de Escopo;
3. Estrutura Analítica do Projeto - EAP;
4. Protótipo para teste com usuários;
5. Implantação do software com módulos a serem descritos posteriormente;
6. Documentos técnicos elaborados para cada fase específica do projeto;
7. Treinamento e capacitação dos usuários do software.

VII - Orçamento do projeto

Módulos Orçamentários Custo por módulos


Levantamento de Requisitos R$ 30.000,00
Elaboração do Projeto R$ 50.000,00
Desenvolvimento R$ 83.000,00
Teste R$ 15.000,00
Implantação R$ 45.000,00

9/15
Declaração de Escopo

Transferência da Tecnologia R$ 23.000,00


Gerencia de Projetos R$ 75.000,00
TOTAL R$ 321.000,00

VIII - Plano de entregas e marcos do projeto

Entrega Descrição Término

Fase em que todos os documentos são gerados pelo


Fase de Documentação
gerente do projeto e aprovados pelos stakeholders.

Fase em que será desenvolvido o software, atendendo


todas as necessidades explícitas na documentação,
em Oito módulos que serão entregues em quatro
partes: Módulos 1e 2 - Parte 01 do desenvolvimento,
Fases de
Módulos três e 4 - Parte 02 do Desenvolvimento,
Desenvolvimento (Oito
Módulos cinco e seis – Parte 03 do Desenvolvimento e
módulos de entregas)
Módulo sete e 9 – Parte 04 do desenvolvimento, os
módulos estão descritos no item V - Descrição
detalhada do Software de controle e gerenciamento do
Hospital Mater Day
Será disponibilizado um protótipo do software, para
Fase de teste (protótipo)
que o cliente faça criticas e sugestões.

Fase de implantação de Fase em que hardware será implementado, atendendo


hardware todos os requisitos mínimos de suporte do software.

Fase em que será testado o software em


Fase de homologação funcionamento, para assim detectar possíveis
problemas, que serão sanados após sua identificação

IX - Premissas

Responsabilidades do Hospital Mater Day

I- Cumprir os compromissos financeiros assumidos com a empresa contratada;


II - Fornecer e colocar à disposição da empresa contratada, todos os elementos e informações que se
fizerem necessários à prestação dos serviços;
III - Permitir o livre acesso dos empregados da empresa contratada, às dependências do Hospital Mater
Day, nas áreas relevantes ao desenvolvimento do projeto, com prévia autorização do responsável pela
interação com a equipe do projeto.
IV - Conferir toda a documentação gerada e apresentada durante a execução dos serviços, efetuando o
seu atesto quando estiver em conformidade com os requisitos levantados para execução deste projeto.

Responsabilidades da Contratada

I- Entregar um software que esteja de acordo com toda a legislação específica para o setor.

10/15
Declaração de Escopo

II - Responsabilizar-se por todas as obrigações estabelecidas na legislação específica de acidentes de


trabalho, quando, em ocorrência da espécie, forem vítimas os seus empregados no desempenho dos
serviços, ainda que acontecido nas dependências do Hospital Mater Day.
III - Responsabilizar-se por qualquer prejuízo causado ao Hospital Mater Day, a seus prepostos ou a
terceiros, provocados por ação ou omissão da empresa contratada, em decorrência de falhas ou
imperfeições na execução dos serviços.
Treinamento

I- Na fase de implantação, a contratada, ministrará treinamento aos funcionários que utilizarão o


software nas instalações do Hospital Mater Day.
II - A contratada entregará à equipe de TI do Hospital Mater Day o material didático, em mídia
eletrônica, em formato HTML, ilustrado com imagens, para reprodução.
III - O contratante disponibilizará o recurso material físico (sala, cadeiras, projetor multimídia e telão)
além de coffee break, para realização do treinamento.
IV - Todo treinamento e sua documentação deverão ser aprovados pelo Hospital Mater Day e depois de
aprovado serão entregues ao representante do Hospital Mater Day como parte do acervo documental.

Infraestrutura:

I- Toda infraestrutura de Hardware é de responsabilidade do Hospital Mater Day, que deverá seguir as
recomendações fornecidas pela empresa contratada.
II - Atualizar parque tecnológico de infraestrutura de Hardware para que comporte a instalação da
solução desenvolvida pelo software.
III - A empresa contratada informará os requisitos mínimos de Hardware.
IV - Fornecer toda a infraestrutura necessária (local físico, mobiliário, tomadas elétricas e pontos de
acesso a rede) para instalação e funcionamento dos equipamentos e software.

X- Restrições

Segurança da Informação

Os integrantes do quadro de funcionários da prestadora dos serviços assinarão o Termo de


Compromisso (adendo a este documento) no qual se submeterão à manutenção do sigilo referente às
informações que os mesmos vierem a ter acesso.
Financeira

Não ultrapassar a verba disponível para o projeto R$ 350.000,00 (duzentos e cinqüenta mil reais)
que corresponde a 5% do faturamento anual do Hospital Mader Day

Prazo
Prazo final de entrega previsto para 01/12/2011, solução instalada e testada por um prazo no
mínimo de três meses, acompanhada por um analista técnico da empresa contratada, disponível 08 horas
por dia de segunda-feira a sexta-feira e plantão de urgência no período da madrugada e finais de semana.
11/15
Declaração de Escopo

Caso o cronograma atrase por mais de 15 dias, deverá ser comunicado imediatamente de forma
oficial a diretoria do Hospital Mater Day e marcado reunião Extraordinária no prazo Máximo de 24 horas
para análise de impacto.

Escopo
Qualquer alteração no projeto deverá ser apresentada em reuniões de ponto de controle para que
sua viabilidade seja analisada e aprovada pelo gerente do projeto e a diretoria do Hospital Mater Day.

Tecnologia

Toda solução deverá ser desenvolvida em Software Livre.

XI - Exclusão Especifica

I- O sistema controlará apenas remédios administrados internamente, não tendo como


responsabilidade medicamentos administrados fora das dependências do hospital;
II - Para cada ponto de controle será marcada reunião com a diretoria do Hospital Mater Day,
com 15 dias de antecedência, no ambiente próprio do hospital, que serão avaliadas e aprovadas às
decisões referentes ao andamento do projeto, no caso de não comparecimento da diretoria, o projeto
continuará e futuros ônus serão de responsabilidade da contratante.
III - Serão importados os dados dos clientes da base de dados existentes no hospital referente
aos pacientes.
IV - Seguir política de segurança, normas e padrões de sistemas de TI

XII - Riscos

Análise de Riscos
A meta principal desta análise de riscos é identificar os riscos inerentes ao Projeto de Sistema de
Controle e Gerenciamento do Hospital Mater Day. Os riscos identificados serão qualificados e ficará a eles
atribuído o impacto ocasionado em sua ocorrência e os métodos de tratamento dos incidentes.

Riscos do processo

Custo:
- Surgimento de novos custos não previsto no plano de gerenciamento de custos (N3);
- Redução inesperada do orçamento destinado ao projeto (N3);
- Não efetuar o pagamento do projeto na fase de Encerramento (N3).

Tempo:
- Não finalizar no tempo previsto (N1);
- Atividades ultrapassando a duração planejada (N1);

Escopo:

- Substituição de membros da equipe do projeto (N2);de informática do hospital.

12/15
Declaração de Escopo

- Mudança da visão do projeto pela direção (N3);


Probabilidade Gravidade

N1 = Maior probabilidade. Maior gravidade (impacto) + +

N2 = Maior probabilidade. Menor gravidade + -

N3 = Maior gravidade. Menor probabilidade - +

N4= Menor gravidade. Menor probabilidade - -

Análise dos Riscos do Processo

Ação Preventiva Ação de Contingência


Risco
Ação Responsável Ação Responsável

Elaboração de Plano
Rever o Plano
Surgir novos custos de Custos com base Contratada Contratada
Financeiro do Escopo
N3 em pesquisas com
do Projeto
fornecedores.
Rever os impactos nos
Reduzir Orçamento Menção real e clara
Contratada planos e solicitar Contratada
Destinado do orçamento total
redução de escopo ou
N3 para o projeto.
custo
Não efetuar o
Paralisar a
pagamento do Contratada Cumprir as penalidades Contratada
Construção do
projeto previstas no contrato.
Software
N3
Acompanhar
Não finalizar no Remanejamento do
freqüentemente o Contratada
tempo previsto tempo em outras tarefas Contratada
tempo de cada
N1 não críticas.
tarefa.
Remanejamento do
Ultrapassar duração Consultar e
tempo em outras tarefas
prevista para cada acompanhar o Contratada Contratada
ou utilizar as folgas de
atividade responsável pela
outras atividades não
N1 tarefa.
critica.
Manter Banco de
Substituir membros Dados com
Contratada Cumprir as penalidades Contratada
da equipe Profissionais
previstas no Contrato.
N2 Qualificados para
Substituição Rápida.
Mudar visão do Submeter o Projeto
projeto pela direção aprovação dos Contratada Replanejar o projeto Contratada
N3 Responsáveis.

2 Riscos do serviço
Aquisições:
- Atraso na entrega dos equipamentos pelo fornecedor (N3);
- Fornecedor não possuir equipamentos para pronta-entrega (N3);
- Equipamentos apresentarem defeitos (N3);

13/15
Declaração de Escopo

Qualidade:
- Projeto não atender as expectativas (N4);
- Equipe do projeto despreparada tecnicamente (N3);
- Equipamentos com funcionamento na prática abaixo do esperado (N3);

Probabilidade Gravidade

N1 = Maior probabilidade. Maior gravidade (impacto) + +

N2 = Maior probabilidade. Menor gravidade + -

N3 = Maior gravidade. Menor probabilidade - +

N4= Menor gravidade. Menor probabilidade - -

Análise dos Riscos do Serviço

Ação Preventiva Ação de Contingência


Risco
Ação Responsável Ação Responsável

Atrasar entrega dos Especificar no Contrato os


Requalificar
equipamentos pelo prazos de entrega, Contratada fornecedor e/ou multá- Contratada
fornecedor instalação e configuração
lo.
N3 dos equipamentos.
Fornecedor sem Especificar no Contrato os
Requalificar
equipamentos para o prazos de entrega, Contratada fornecedor e/ou multá- Contratada
ato instalação e configuração
lo.
N3 dos equipamentos.
Equipamentos com Especificar no Contrato os Acionar a troca do
defeitos critérios de aceitação e Contratada equipamento junto ao Contratada
N3 tratamento de incidentes. fornecedor.
Conhecer as
necessidades do Hospital
Projeto não atender Mater Day e avaliar Cumprir as
as expectativas precisamente as fases de Contratada penalidades previstas Contratante
N4 Gerencia do Projeto - no contrato.
Iniciação e Análise do
cenário
Realizar Previa Seleção
Substituir Membro da
Equipe sem preparo da Equipe do Projeto e Contratada Contratada
Equipe que Não
técnico Testar Seus
Produzir o Esperado
Conhecimentos.
Especificar no Contrato de
Solicitar ao fornecedor
aceitação dos
Equipamentos com que os equipamentos
equipamentos baseado Contratada
funcionamento alocados estejam em Contratada
em informações técnicas e
abaixo do esperado conformidade, multá-
levantamentos junto aos
lo conforme Contrato.
fornecedores

XIII - Atividades Estratégicas de Aceitação do Projeto


Preparação do Ambiente

14/15
Declaração de Escopo

Verificar hardware
Verificar Software de apoio (Windows, Office, broffice, Adobe etc.)
Critério de atividades

Levantamento de Requisitos

Especificar quais os requisitos necessários para o bom funcionamento do software,

Critério de Aceitação
Avaliar se os equipamentos estão compatíveis com o que foi requisito.

Recomendações

Caso a infraestrutura solicitada não seja atendida de acordo com as necessidades solicitas para a
implantação do software, o técnico recomendará que a responsabilidades seja do Hospital em
implementar tal requisito.

Data Modificado por Descrição da mudança


23/08/2010 Patricia Alves Criação da Declaração de Escopo
01/09/2010 Alexandre Henrique Criação da Analise de Risco

Porfírio Carlos – Professor SENAC [Assinatura] Data

15/15