Sei sulla pagina 1di 37

TERMO DE RESPONSABILIDADE E AVISOS LEGAIS

Todos os direitos são reservados a empresa CONQUISTACOMUNICAÇÃO SOCIOAMBIENTAL©.


Distribuição digital restrita a assinantes. Nenhuma parte deste livro pode ser reproduzida ou
transmitida livremente de alguma forma sem o consentimento prévio do seu autor. Se por
ventura houver interesse na publicação de uma análise ou material relacionado ao livro, entre
em contato via e-mail em contato@conquista.eco.br.

O autor deste livro não se responsabiliza direta ou indiretamente pela utilização de qualquer um
dos exercícios ou informações nele contidos. Estes são baseados em experiências pessoais e
profissionais deste autor, bem como da experiência adquirida através de testemunhos de outros
profissionais de língua portuguesa e estrangeira. O objetivo deste livro é o de ensinar todos os
passos e métodos de criação de sistemas de compostagem doméstica de sucesso, sem que na
realidade se possa comprometer com esse resultado.

Este livro pode fazer referência a informações, produtos ou serviços que são controlados por
outras pessoas que não o autor deste livro. Estas informações e serviços em sites de terceiros
são criadas e mantidas pelos autores de tais sites e, portanto, o autor da presente obra não se
responsabiliza pelas informações, serviços e produtos fornecidos pelos mesmos. De maneira
semelhante, imagens utilizadas que não foram produzidas pelo autor foram retiradas de sites
de busca e entendidas como de livre acesso, podendo fazer referência a trabalho de terceiros
sempre respeitando os seus direitos autorais.

É recomendado a todos os leitores deste livro fazerem sua pesquisa própria no que consta
decisões sobre implementar soluções sustentáveis em seus lares ou empreendimentos. Este
é o melhor caminho para o sucesso. Ao ler este guia, você concorda que nem o autor nem
a sua empresa serão responsáveis pelo seu sucesso ou fracasso na aplicação de qualquer
informação aqui contida.

SOBRE O AUTOR

Biólogo, etnobotânico e empreendedor socioambiental, Camilo realizou estudos sobre uso


de plantas por comunidades ribeirinhas na Amazônia, foi cofundador da empresa Amazônia
Socioambiental, foi professor de Metodologia Científica e atualmente é sócio-diretor da empresa
Conquista Comunicação Socioambiental, com sede em Porto Alegre, RS.

FICHA TÉCNICA

Autor: Camilo Pedrollo


Diagramação: Guilhermo Gil
Fotos e conteúdo gráfico: Creative Commons + Acervo próprio
Saiba mais sobre meu curso online clicando em:

https://pedrollo.eco.br/plantando-saude/
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

ÍNDICE CLICÁVEL

1. INTRODUÇÃO

2. O QUE IREMOS TRATAR?

3. PORQUE AS PRAGAS OCORREM?

4. MÉTODOS AGROECOLÓGICOS DE PREVENÇÃO

5. INSETICIDAS NATURAIS

6. COMO COMBATER FORMIGAS

5
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

1. INTRODUÇÃO
Olá Hortelão,

Meu nome é Camilo Pedrollo, sou biólogo e mestre em Botânica. Em 2016


iniciei a minha jornada pelo mundo do Marketing Digital, levando a minha
mensagem para milhares de pessoas através da internet. Minha missão é
estimular pessoas a obter saúde e melhorar sua qualidade de vida, e de que-
bra ajudarem o Planeta com hábitos mais sustentáveis. Eu acredito que a
Horticultura e o Cultivo de Plantas são atividades capazes de catalisar essa
transformação.

Tudo começou quando voltei do meu mestrado em Manaus em 2014. No ano


seguinte comecei a dar cursos presenciais na minha cidade natal, Porto Alegre,
entrando assim no campo da Agricultura Urbana. Ao perceber o grande interesse
do público pelo tema, constatado através da alta procura pelos cursos, que quase
sempre lotavam, percebi que havia aí uma forte oportunidade para empreender e
gerar conteúdo para redes sociais e treinamentos a distância.

Em 2016, como pontapé inicial dessa empreitada na Web,


lancei o eBook “Como Fazer Uma Composteira Domésti-
ca”, inicialmente com distribuição gratuita. O eBook foi um
sucesso tendo recebido mais de 30 mil downloads. Hoje a se-
gunda edição pode ser adquirida por um preço promocion-
al através do link: https://pedrollo.eco.br/como-fazer-com-
posteira-domestica/

6
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

Com a evolução do meu trabalho, lancei o primeiro treinamento completo em


formato EAD (Ensino a Distância) em setembro de 2016. É o curso online Plantan-
do Saúde, com uma proposta única para o mercado brasileiro. Para saber mais
sobre o Plantando Saúde acesse o link: https://pedrollo.eco.br/plantan-
do-saude/

Atualmente o Plantando Saúde está se tornando mais do que um simples


treinamento, mas uma verdadeira comunidade online de Agricultores Ur-
banos e Empreendedores Rurais que se conectaram e realizam uma profunda
troca de conhecimentos e experiências.

Atrelado a isso eu resolvi escrever um novo guia digital, após perceber que muita
gente na comunidade tem dúvidas cruéis em como manejar suas hortas e preve-
nir doenças causadas especialmente por fungos e insetos. Muitas destas pragas
são sazonais e de difícil controle. Quando fui recentemente ao Lami, aqui em
Porto Alegre, com um amigo biólogo que está trabalhando como agricultor, me
assustei com o tamanho do prejuízo que as pragas podem causar no verão úmido
e quente. É claro que isso faz parte do processo e quando plantamos alguma es-
pécie alimentícia em larga escala, e principalmente de forma orgânica, isso acaba
atraindo todo o tipo de herbívoros, causando um desequilíbrio no ecossistema.

A melhor maneira, portanto, de controlar a incidência deste tipo de pragas é res-


tituindo o equilíbrio ecológico no ambiente cultivado. Isso se obtém através da
diversificação da produção, seguindo os princípios da agroecologia. Assim sendo,
os monocultivos em linha, em larga escala, acabam se tornando uma anomalia.
Esse tipo de plantio exige uma interferência mais séria, mais dramática, muitas
vezes através do uso de venenos e insumos agrícolas, fomentando toda a cadeia
da agricultura convencional (em geral transgênica), que envolve problemas ambi-
entais e sérios danos a saúde em nome do capital e da produção em larga escala.

Acredito que a agroecologia, associada a agricultura familiar, é a solução para


diversos problema no nosso País. É por isso que é importante nos munirmos
de conhecimento crítico e científico, para aumentar nossa capacidade de
atuação. Se optarmos por produzir uma parte do nosso próprio alimento, ou
simplesmente plantar por lazer, podemos diminuir as chances de infestação
de pragas nas plantas e conseguir colher produtos de boa qualidade no mo-
mento certo. Existem técnicas de manejo para prevenção e combate a pragas de
insetos e fungos que eu vou te mostrar detalhadamente aqui.

Então vem comigo e boa leitura!

Camilo Pedrollo

7
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

2. O QUE IREMOS TRATAR?


Neste e-book iremos tratar sobre o Controle Orgânico de
Pragas e Doenças em Plantas. A metodologia que vou te en-
sinar é a mesma que utilizo em meu curso online completo
chamado Plantando Saúde, onde preparei um módulo bônus
específico sobre esse tema.

Para começar iremos trabalhar alguns conceitos chave para um melhor entendimento...

Fitopatologia ou patologia vegetal, é a ciência que estuda


as doenças das plantas, nomeadamente as alterações provo-
cadas por, entre outras causas, o ataque de fungos, bactérias,
vírus e outros, assim como plantas parasitas e fatores climáti-
cos. Melhor dizendo, a fitopatologia estuda as circunstâncias de
um ambiente que pode ser razão de algumas doenças, a relação
entre a planta e a doença, os instrumentos de controle da mes-
ma e as ferramentas de prevenção.

Fitopatógeno é a designação dada a um organismo, em geral


um microorganismo, que causa doenças nas plantas ao distur-
bar o metabolismo celular pela secreção de enzimas, toxinas,
fitoreguladores e outras substâncias, ou pela absorção de nutri-
entes da célula para o seu próprio crescimento e metabolismo
(no caso de parasitas). Insetos como, por exemplo, a mosca da
fruta ou o pulgão, agem como vetores desses fitopatógenos,
podendo também provocar danos por si só.

Alguns fitopatógenos podem causar também enfermidades por


crescerem e se multiplicarem nos vasos de condução de seiva (xilema
e floema) da planta. Por essa via bloqueiam o transporte de água e
de nutrientes desde as raízes às folhas ou o fluxo de seiva desde as
folhas ao resto da planta, como é o caso da broca do citrus.
8
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

Acima vemos um detalhe da mosca da fruta, na imagem


abaixo vemos o dano causado em um tomate pela
oviposição da mosca da fruta

9
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

Quando se pensa em produzir alimentos


orgânicos é indispensável que seja realizada
tanto a prevenção, quanto o controle das
pragas em sua horta. Se você esperar que as
pragas apareçam para então tentar controlá-as
pode ser tarde demais!

Na agricultura em um cenário geral, pensando em um ecossistema


e em suas interações, a presença de insetos faz parte do processo
de desenvolvimento das plantas. No entanto, algumas espécies são
benéficas para o agricultor, podendo desempenhar o papel de poliniza-
dores e ainda ser utilizadas no controle biológico de pragas, enquanto
outras espécies podem causar sérios danos as plantas e seus frutos.

10
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

Os organismos fitopatógenos podem ser nematódeos


(danos mostrados na figura abaixo), bactérias, vírus,
protozoários, moluscos e fungos. Alguns insetos agem
como vetores dos fitopatógenos e podem causar danos
ao predar a planta.

Por outro lado, outros insetos podem ser benéficos e até


mesmo fundamentais para o ciclo de vida das plantas,
como as abelhas polinizadoras”

11
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

3. PORQUE AS PRAGAS
OCORREM?

A ocorrência de doenças e pragas depend-


em de três fatores principais:

1. A ocorrência do próprio patógeno, ou seja, a praga, a doença, o


inseto, o fungo e a bactéria;

2. De um hospedeiro, que no caso é a própria planta que você deseja


cultivar na sua horta orgânica;

3. O ambiente, ou seja, pragas e doenças necessitam de um ambiente


propício para seu desenvolvimento.

O conjunto desses três fatores resulta no desenvolvimento de uma praga ou ataque de uma
doença na sua planta. Exemplo: ataque de pulgão na couve- manteiga. Além da presença da
couve e do pulgão, as condições ambientais precisam favorecer a sua reprodução. Em geral os
pulgões gostam de ambientes secos.

12
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

Logo, se a sua couve-manteiga ficar muito seca, ela vai


estar mais susceptível ao ataque de pulgões.
A partir desses conceitos, iremos trabalhar com o objetivo de tornar suas plantas saudáveis e o
seu ambiente estável e controlado, longe de pragas e doenças.
Para isso, seguimos o princípio fundamental de que as plantas “se alimentam” através de suas
raízes e essas devem permanecer vivas e saudáveis para serem capazes de absorver correta-
mente os nutrientes do solo.

Irrigação é fundamental para


uma plantação saudável

O primeiro passo para se ter plantas saudáveis é ofere-


cer uma boa irrigação para seu cultivo. Em casos de má
irrigação ou de excesso de irrigação, as plantas se en-
fraquecem e se tornam suscetíveis ao ataque de pragas e
doenças.

13
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

Em países tropicais como o Brasil, é importante aprender a lidar com o


excesso e com a escassez de água, visto que em períodos de chuva as tem-
pestades podem arruinar as hortas e danificar fisicamente as plantas. Para
isso é preciso observar diversos fatores como relevo, textura e cobertura do
solo e drenagem.

Por outro lado, em períodos de seca prolongada as plantas podem


facilmente desidratar até a morte. Neste segundo caso um sistema de
irrigação automática pode ajudar a manter bem hidratadas hortaliças que
consomem grandes quantidades de água como alface e rúcula.

No caso de plantio em vasos, é importante que sejam preparados com


a correta drenagem. Além do buraco no fundo para que a água escorra e não
acumule, é importante utilizar um material como argila expandida ou restos de
tijolos no fundo, cobrindo em seguida com uma manta de drenagem, para que
as raízes fiquem separadas da argila e não saiam pelo buraco e para evitar a
perda excessiva de nutrientes ao regar o vaso.

Adubação periódica é
muito importante

O segundo passo para se ter plantas saudáveis é oferecer


todos os macro e micronutrientes necessários para o seu
desenvolvimento.

14
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

É preciso, nesse caso, entender as exigências de cada espécie de planta.


Em geral elas precisam de uma adubação mensal e boa quantidade de luz
diária para realizar a fotossíntese. Um bom exemplo para produzir matéria
orgânica de qualidade na sua própria casa é através de um minhocário.
Além de húmus de minhoca você irá obter biofertilizante líquido, ou chá
de minhoca, que além de adubar ajuda no combate de pragas se aplicado
diluído com borrifador sobre as folhas.

Assista esse vídeo para obter dicas de como manejar um minhocário e preparar uma floreira
com a correta drenagem e solo de boa qualidade: CLIQUE AQUI

15
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

Assim como em animais e seres humanos, as plantas também possuem


um sistema imunológico, e caso a sua nutrição esteja comprometida,
elas perderão imunidade e estarão mais suscetíveis a doenças.

QUAIS OS PASSOS PARA


PREVENÇÃO E REMEDIAÇÃO?
Irrigação correta;
Nutrição adequada;
Controle do patógeno.

Existem formas de combater as pragas na horta caso ainda assim elas


ocorram em suas plantas. A grande maioria das técnicas envolvem re-
ceitas simples e com ingredientes acessíveis. Porém, o mais importante
é entender que o controle de pragas e doenças começa na hora do
planejamento da sua horta orgânica.

16
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

17
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

Lembre-se também
de realizar a remoção
manual de galhos e folhas
contaminadas dos locais
de plantio. A poda das
partes das plantas contendo
o fitófago ajuda para o
problema não persistir.
18
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

4. MÉTODOS AGROECOLÓGICOS
DE PREVENÇÃO
Os métodos agroecológicos têm como objetivo compreender a individu-
alidade de cada plantação, ou seja, estudar o ambiente no qual a cultura
está instalada, analisar as propriedades do alimento plantado e, dentro
desses critérios, desenvolver as formas de prevenção de doenças e pragas.

Por que NÃO utilizar agrotóxicos?

Além de fazer mal a saúde, os agrotóxicos e pesticidas acabam


por tornar os insetos cada vez mais resistentes aos seus princípios
ativos, sendo assim, o uso de defensivos químicos após um longo
período de tempo, trará grandes danos para a plantação.

19
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

O planejamento sistêmico propõe técnicas como as de utilização de sementes


mais resistentes e de instalação de barreiras físicas e mecânicas para evitar o
aumento descontrolado de insetos na agricultura.

Equilíbrio do ecossistema

A busca pelo equilíbrio do ecossistema não é, necessariamente, a eliminação


de pragas e doenças como um todo. Os métodos orgânicos buscam manter os
insetos, fungos e bactérias presentes na agricultura, porém, em quantidade re-
duzida, evitando sua reprodução exagerada, afinal, para a agricultura orgânica
a interação de todos organismos vivos com o ambiente é essencial. É funda-
mental buscar esse equilíbrio do ecossistema na sua horta orgânica para obter
os resultados esperados.

20
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

Inimigos Naturais

O controle biológico é uma das formas naturais de solucionar problemas com pra-
gas em grandes e pequenas plantações. A técnica tem como base o uso de inimigos
naturais das pragas, fazendo com que o equilíbrio seja adquirido sem a intervenção
química e da maneira mais natural possível.

Os organismos utilizados para o controle biológico variam de acordo com a neces-


sidade da plantação. Cada planta necessita de um combatente específico, que não
prejudique seu desenvolvimento e que consiga erradicar a presença de insetos ou
doenças.

Referência: Para saber mais, procure pelo


‘Guia para o reconhecimento de inimigos
naturais de pragas agrícolas’ da EMBRA-
PA.

21
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

Plantas repelentes cultivadas

Algumas plantas são naturalmente repelentes pois são desagradáveis aos insetos
- moscas, mosquitos e pernilongos - e até às pragas comuns dos jardins - pulgões,
cochonilhas e lagartas diversas. Para conseguir este efeito bastará você ter algu-
mas dessas plantas repelentes em lugares estratégicos do seu jardim e da sua
casa. Alguns exemplos de plantas repelentes:

1) Tagetes sp. – cravo-de-defunto


Diversas espécies do gênero Tagetes, família Asteraceae, plantas conhecidas popularmente no
Brasil como cravo-de-defunto, atuam como repelentes naturais em hortas orgânicas.

Associado a propriedade de repelente natural de insetos, muitas plantas possuem a proprie-


dade de se relacionar melhor (plantas companheiras) ou pior (plantas antagônicas) com as
outras espécies de plantas. A maioria das plantas se dão bem com o cravo-de-defunto, exceto
feijão e vagem.

22
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

2) Cymbopogon nardus – citronela

A citronela, conhecida cientificamente como Cymbopogon nardus ou Cymbopogon winterianus,


é uma planta medicinal com propriedades repelentes para insetos, aromatizadora, bactericida
e calmante, sendo muito utilizada na confecção de cosméticos.

3) Matricaria recutita – camomila

A camomila é uma planta herbácea conhe-


cida desde a antiguidade, pelos egípcios,
gregos e romanos, devido às suas proprie-
dades medicinais, cosméticas, ornamen-
tais e aromáticas. A camomila exerce papel
repelente de insetos e ácaros e torna-se
uma excelente companheira para outras
plantas.

23
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

4) Tropaeolum majus - capuchinha


Essa planta aromática de origem da América Central vem sendo muito cultivada em quintais
pelo Brasil. Além de espantar insetos, tem um bom potencial como planta companheira em
culturas específicas como melão e abóbora. Entendida como uma Planta Alimentícia Não Con-
vencional (PANC), é um importante nutracêutico pela presença de substâncias da classe dos
Glicosinolatos, que previnem o câncer.

Foto 15: Capuchina.

24
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

5. INSETICIDAS NATURAIS
Óleo de Neem
O óleo de Neem é um óleo vegetal feito através da extração dos óleos essenciais das sementes
e dos frutos do Neem (Azadirachta indica).

Seu uso foi descoberto na Índia, onde é utilizado até


os dias atuais na fabricação de diversos produtos, des-
de cosméticos até de remédios. É um produto de fácil
acesso, o que garante sua expansão constante no mer-
cado mundial de insumos agrícolas.
O oléo de Neem se tornou vantajoso para o produtor caseiro e rural por apresentar diferentes
aplicabilidades, agindo como bactericida e inseticida e também atuando no controle os nema-
toides, quando aplicado em forma de torta de neem, associado com torta de mamona.

O óleo também pode ser usado juntamente às práticas de controle biológico de pragas.
Apesar de ser um produto natural que não traz malefício de forma direta ao ambiente,
devemos lembrar que ele não atua de forma seletiva contra o inseto inimigo. Ou seja, da
mesma forma que ele elimina as pragas, ele também mata outros insetos, estes que por
vezes, podem proteger sua horta orgânica na forma de inimigos naturais. Portanto, é pre-
ciso parcimônia na aplicação de inseticidas naturais. Mesmo que sejam naturais, ainda
assim são inseticidas poderosos.

O óleo de Neem consegue suprir a necessidade de um composto químico, deixando o alimento


livre de quaisquer toxinas presentes nos insumos agrícolas sintéticos e, portanto, tornando-o
mais saudável.
Vantagens do óleo de Neem:

- Atrapalha o Crescimento da
Praga
- Evita a Reprodução das Pra-
gas
- Inibe o Sistema Hormonal
- Permite o cultivo orgânico
- Uso em excesso pode ser
prejudicial
25
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

Se você adquirir o óleo concentrado, dilua em água e borrife sobre as


plantas pesteadas. A aplicação deve ser realizada seguindo as indi-
cações, na concentração correta e respeitando-se a periodicidade indi-
cada, a fim de não promover um desequilíbrio no ambiente da sua horta
orgânica.

Além disso, é importante aplicar o oléo de Neem numa periodicidade


mínima de duas semanas e optar sempre por períodos em que a luz do sol
não incida diretamente na plantação.

O custo do óleo é relativamente baixo quando compara-


do com todas as suas vantagens, portanto, se você optar
por comprar o óleo do Neem, certamente estará fazendo
um bom negócio!

Calda de pimenta
A calda de pimenta é um inseticida natural caseiro feito a partir de extrato de pimenta e alho
muito utilizado na agricultura orgânica no combate da mosca branca e do pulgão.
A produção do inseticida é um processo simples e barato, que envolve
ingredientes e materiais de fácil acesso, o custo de produção é cerca de
50% abaixo do valor de comércio de sua versão industrial.

Ingredientes:
• 200g de alho;
• 200g de pimenta do reino;
• 2L de álcool comum;
• 10ml de Detergente Neutro;
• Água.

Materiais:
• 2 Garrafas PET vazias 2 litros;
• Medidor;
• Funil;
• Etiqueta (para identificar data de produção);
• Balança;
• Liquidificador;
• Peneira;
• Balde.

26
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

Modo de Fazer:

1. Adicione 200g de alho à 1 litro de álcool, bata no liq-


uidificador até a mistura ficar homogênea;

2. Utilizando o funil, coloque a solução em uma das gar-


rafas vazias e reserve por 7 dias em um ambiente escuro;

3. Adicione 200g de pimenta do reino à 1 litro de álcool,


bata no liquidificador até a mistura ficar homogênea;

4. Após o período de 7 dias, coe 100ml de cada solução


e misture-as em um balde com água, coando primeiro a
solução de pimenta do reino e em seguida a solução de
alho;

5. Em seguida acrescente 10ml do detergente neutro e


mexa até a mistura ficar uniforme;

6. Coloque a solução em um pulverizador e complete


com até 20L de água.

Como Utilizar:

É recomendado pulverizar a calda natural nas plantas nos períodos de menor incidência do sol,
como no começo da manhã e o final da tarde, evitando que o produto evapore rapidamente e
não tenha tempo de agir com eficiência na plantação.

27
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

6. COMO COMBATER FORMIGAS


As formigas frequentemente estão entre as pragas mais difíceis de se
combater, podendo causar sérios danos à produção. Cerca de 75% do
custo e tempo gastos com o controle das pragas florestais é representado
por esses insetos, para o caso de reflorestamentos. Mas elas não estão
presentes apenas em maciços florestais: os produtores rurais e pessoas
nas cidades já devem ter se deparado com esses organismos em suas
hortas orgânicas.

O primeiro passo para que nós possamos fazer o con-


trole (controle ao invés de combate das formigas), é con-
hecer as formigas que estão atacando.

Existem várias classificações, porém as mais comuns são as formigas


cortadeiras (saúva) e as formigas lava pé.

28
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

Como podemos controlar as formigas saúva e a lava pé?

Uma forma simples de controlar a formiga saúva é por meio de barreiras físicas, ou
seja, identificar onde estão os formigueiros, saber o caminho (trieiro) por onde as
formigas estão acessando sua plantação e colocar algumas barreiras, que podem
ser com garrafas pet, por exemplo.

Outra forma física de controle é identificar o local dos formigueiros e colocar água
quente em seu interior. O importante é avaliar a sua situação, pode ser que você
jogue água quente no formigueiro, mas que este seja composto por “panelas”, ca-
sas, sub casas e a casa matriz. Dessa maneira não será possível eliminar o for-
migueiro por completo.

É de conhecimento popular aplicar também um balde de água com sabão em pó


sobre o buraco principal de acesso das formigas ao formigueiro. O uso de preparos
caseiros para o combate às formigas (mesmo que utilizando alguma substância
química, como no uso do sabão em pó) corresponde portanto a maneira mais eficaz
e barata de se controlar a existência de formigas.
29
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

É importante reforçar mais uma vez que em sistemas


agroecológicos, de alta diversidade biológica, espe-
ra-se que haja um equilíbrio na existência de formigas
e predadores de formigas. É assim que se estabelece
um sistema em equilíbrio e de baixa entropia.

A entropia é a segunda lei da termodinâmica que diz respeito aos níveis de or-
ganização de sistemas complexos. Para um sistema permanecer em equilíbrio é
preciso de algum nível de desprendimento de energia. Se esse desprendimento de
energia ultrapassar um determinado nível em qualquer ponta do sistema, o mesmo
tenderá ao caos. Esse é um dos princípios intrínsecos da Permacultura, uma disci-
plina intimamente relacionada com a Agroecologia.

O que é permacultura?
Permacultura é um sistema de planejamento para
a criação de ambientes humanos sustentáveis e
produtivos em equilíbrio e harmonia com a na-
tureza. Surgiu da expressão em inglês “Perma-
nent Agriculture” criada por Bill Mollison e David
Holmgren na década de 1970. Hoje propõe uma
“cultura permanente”, ou seja uma cultura que
visa a nossa permanência neste planeta em har-
monia com a natureza.

Então, voltando às formigas, no caso de uma infestação em seu gramado


perto de casa, se você optar por jogar água quente só naquela primeira panela não
irá adiantar e o formigueiro pode até por um tempo ficar desativado nessa pequena
panela, mas o principal, onde estará a rainha, onde está o alimento, continua ativo
com outras panelas, com outros locais e depois de um tempo as formigas retor-
narão.

30
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

‘Sabendo que este tipo de formigas “fazendeiras” cortam as fol-


has e leva isso para baixo do formigueiro para criar fungos, também
é possível realizar o controle das formigas pelo controle do fungo.
Na falta de alimentos, as formigas identificam uma crise de alimento
(algum problema) e fazem a migração, ou seja, alteram o local de seu
formigueiro. Isso pode demorar um pouco, cerca de 15 dias, mas é
eficiente.

E como controlar o fungo no formigueiro? Existem algumas plantas


que combatem esses fungos e as formigas podem carrega-las para baixo:
uma delas é o gergelim. As formigas cortam suas folhas e carregam para
dentro dos formigueiros, resultando em controle dos fungos. Outra planta
é Tephrosia candida, uma leguminosa pouco conhecida no Brasil (tem as
folhas parecidas com a de angico, para quem conhece planta do cerra-
do); atualmente, existem iscas certificadas para a agricultura orgânica (bio
isca), que tem cheiro de citrus como a convencional, mas são compostas
apenas de Tephrosia candida, logo, a planta que as formigas irão levar
para o formigueiro fará o controle.

Para o controle das formigas lava pé, no entanto, não


basta seu controle por si só, estas buscam locais também
atacados por pulgões e ácaros, porque servem de alimen-
to. Portanto, deve-se realizar um manejo integrado, elimi-
nando também os pulgões e ácaros, por meio do Óleo de
Neem, por exemplo.

31
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

32
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

REFERÊNCIAS CIENTÍFICAS

Este guia foi baseado em uma série de informações científicas caute-


losamente pesquisadas através de guias como o da Embrapa; o e-book
controle de pragas, doenças e ervas daninhas da Imgrower, de autoria
de Thiago Tade Campos; consultas diretas a engenheiros agrônomos e a
minha experiência pessoal de mais de 10 anos dedicados a vivências, cur-
sos, oficinas, palestras e mutirões agroecológicos.

AGRADECIMENTOS

Gostaria de agradecer aos meus pais por todo apoio nessa minha jorna-
da profissional. Agradeço especialmente aos profissionais que vem se
empenhando ao longo dos dois últimos anos para construir juntamente
comigo o projeto Plantando Saúde: Guilhermo Gil, Jean Paiva, André San-
tos, Rafael Liedke e a minha querida amiga Luiza Momo pela revisão de
texto e ortografia.

33
COMO PREVENIR PRAGAS E DOENÇAS EM PLANTAS DE FORMA ORGÂNICA

E muito obrigado a VOCÊ por ler meu Guia Digital (e-Book) sobre con-
trole de Doenças e Pragas de Plantas, e até a próxima!!!

Camilo Pedrollo

34
Para ficar por dentro das minhas promoções e lançamentos basta você
acompanhar meus e-mails e me seguir nas mídias sociais!

Assine meu canal no Youtube clicando aqui.

Curta a minha fanpage clicando aqui.