Sei sulla pagina 1di 3

RESENHA

Florecer: uma nova compreensão sobre a natureza da


felicidade e do bem-estar (362p.)

Martin E. P. Seligman
Rio de Janeiro, RJ: Objetiva, 2012
Tânia Rudnickia*

O livro Florecer é produto da experiência e conhecimento do prof. Martin Seligman, autor de best-


sellers como Felicidade autentica e Aprenda a ser otimista. Ph.D. em Psicologia nos Estados Unidos, é
referenciado por livros sérios e competentes de diferentes áreas do saber. É um dos fundadores de um
novo ramo da Psicologia, a Psicologia Positiva, um interessante campo de investigação e intervenção.
Historicamente, a preocupação da Psicologia foi investigar doenças, deixando de lado os aspectos
saudáveis dos seres humanos. A partir de 1998, Seligman, assumindo a presidência da American
Psychological Association (APA) iniciou um movimento denominado Psicologia Positiva, cujo objetivo
foi oferecer uma nova abordagem às potencialidades e virtudes humanas, estudando as condições e
processos que contribuem para a prosperidade dos indivíduos e comunidades (Paludo & Koller, 2007).
Assim sendo, ele apresenta uma nova e revolucionária tese sobre o tema da psicologia positiva,
partindo do princípio que sua especialidade deve ir além do alívio ao sofrimento humano, mas também
busca elevar o padrão da qualidade de vida individual e coletiva. Além do papel de tratar psicopatias
e estados psicológicos negativos, a Psicologia também teria importante contribuição a dar para o
desenvolvimento pessoal dos indivíduos, comunidades e nações inteiras (Yunes, 2003).

a Psicóloga; Doutora em Psicologia (PUCRS); Diretora Científica da Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul/SPRGS.
*E-mail: tania.rudnicki@gmail.com

Sistema de Avaliação: Double Blind Review

121
Diaphora | Revista da Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul 12(1) | Jan/Jul | 121-123

Seligman elege como alvo de prioridade o estudo dos acontecimentos até chegar à possibilidade de desvendar
das emoções positivas, ou seja, dos fatores que levam as caminhos e divulgar sua teoria, talvez com o intuito de realizar
pessoas a ter mais felicidade, ao invés de centrar seus estudos um balanço do próprio desempenho como profissional e
nos transtornos mentais, como de praxe na Psicologia. Importa pesquisador, buscando mostrar suas opções ao longo do tempo
ressaltar que pesquisas envolvendo a teoria da Psicologia e os resultados alcançados, além de buscar delineamentos
Positiva são importantes para o conhecimento e a transformação futuros.
da nossa realidade, onde as demandas requerem produção de O autor refere que ao escrever Felicidade Autentica, não
conhecimento científico aplicável, principalmente no que se utilizou o titulo que havia pensado, em função dos editores,
relaciona a área da saúde. Desta forma, a contribuição da mais não ficando satisfeito com este (Seligman, 2011). Aponta que
nova publicação de Seligman, Florecer, responde a peculiaridades a psicologia positiva, do modo como ele a concebe, tem a ver
nacionais, onde o trabalho de psicólogos, no campo relacionado com aquilo que a pessoa escolhe por si mesmo. Refere que
à saúde é relativamente novo e necessita ser mais estudado, frequentemente escolhemos o que nos faz sentir bem, mas
buscando aprimoramento constante nos serviços prestados é muito importante que percebamos que nossas escolhas
(Miyazaki, Domingos & Valério, 2006). frequentemente não tem a ver com o modo como nos sentimos.
Em seu livro Felicidade autentica, assenta a teoria da Psicologia Na teoria da felicidade autentica, a psicologia positiva tem
Positiva sobre três pilares: estudo das emoções positivas, estudo dos a ver com a felicidade em três aspectos: emoção positiva,
traços positivos, principalmente as forças e virtudes, e, finalmente, o engajamento e sentido. E cada um destes elementos é mais
estudo das instituições positivas – democracia, liberdade, família, bem definido e mais mensurável do que a felicidade. Seligman
todos que sustentam as virtudes, as quais, por sua vez, sustentam apontava então que o tema da psicologia positiva era a felicidade
as emoções positivas. O livro Florecer: uma nova compreensão e o critério de sua mensuração era a satisfação com a vida. Na
sobre a natureza da felicidade e do bem-estar (2011) mostra o obra Florecer, pontua que o tema da psicologia positiva é o bem-
amadurecimento dos conceitos e compreensão do campo da estar e, o critério para sua mensuração é o florescimento, sendo
teoria. Nesta obra, o autor permeia a discussão sobre a interface de então, objetivo primordial da Psicologia Positiva, aumentar esse
Felicidade Autentica, aprofundando, com evidentes contribuições do florescimento.
conhecimento dos fenômenos psicológicos presentes no contexto O avanço é inegável, tanto na dimensão do aprimoramento
laboral do autor. quanto na ampliação do conhecimento. Tal mudança reforça a
A obra resenhada conta com um único autor, sendo o livro importância do posicionamento do autor, tendo em vista que,
composto por 10 capítulos, um Anexo, contendo o Teste das no último século, o mundo passou por mudanças radicais,
Forças Pessoais onde é apresentado um exercício para que o precisando, desta forma processar novas informações (Blanco,
leitor possa medir suas forças pessoais, além de dois apêndices, Rojas & de La Corte, 2000; Straub, 2005).
um Agradecimento e o Índice Remissivo. Sua organização segue O livro provoca reflexões a respeito das implicações dos
o modelo biopsicossocial, buscando mostrar formas de agir e aspectos psicológicos relacionados à melhora da qualidade de
interagir na área, visando à integração da Psicologia de uma vida. A teoria do bem-estar é composta por cinco elementos,
forma Positiva e voltada aos aspectos mais positivos da vida. que abrangem aquilo que pessoas livres escolherão sendo
Seligman leva o leitor por âmbitos que concernem à saúde que, para ser assim considerado cada elemento deve possuir
e ao bem-estar, tanto no campo teórico como aplicado. Mostra três propriedades: 1) contribuir para a formação do bem-estar;
a Psicologia Positiva através de uma importante trajetória de 2) muitas pessoas o buscam por ele próprio; 3) é definido e
intervenção: a pesquisa científica, bem como são apresentados mensurado independentemente dos outros elementos.
exemplos práticos que ilustram as possibilidades de intervenção. Cada um dos cinco elementos possui estas três propriedades,
Os capítulos foram escritos permitindo visualizar a sendo eles: emoção positiva, engajamento, sentido,
intervenção sob a ótica do descobrimento licenciado pela relacionamentos positivos e realizações. Desta forma, neste
pesquisa científica. A obra transmite aos profissionais psicólogos, primeiro capitulo o autor analisa cada um destes elementos,
médicos, administradores, coachs, enfermeiros, entre outros, finalizando com o objetivo maior da psicologia positiva na
novos e seguros caminhos por onde empreenderem sua jornada. teoria do bem-estar, qual seja avaliar e produzir o florescimento
É preciso salientar que o primeiro capítulo do livro apresenta um humano, sendo que seu alcance começa pelo questionamento
valioso panorama do percurso do autor, através de uma síntese do que realmente faz a pessoa ser feliz.

122
Diaphora | Revista da Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul 12(1) | Jan/Jul | 121-123

O capitulo 2 mostra, através de pesquisas cientificas, o interessante frisar a metodologia científica com a qual foram
funcionamento de exercícios de psicologia positiva que auxiliam elaborados os argumentos que levaram à fundação dessa nova
no aumento de bem-estar, como a Visita de gratidão, Três bênçãos área. Como Felicidade Autentica este não é um livro que fica só
e exercícios de Forças pessoais. As intervenções psicoterápicas na teoria. Ele fornece exemplos práticos revelando muito sobe
são apresentadas através de fragmentos de relatos de caso. o bem-estar e o crescimento da pessoa. Não poderia deixar de
O capitulo 3 trata sobre medicamento e psicoterapia; cura citar as situações que o autor narra da convivência com seus
versus alivio de sintomas; exercício sobre resposta ativa e construtiva, filhos, mostrando que muitas destas situações despertaram
aprendendo a lidar com as emoções negativas, psicologia aplicada nele o momento “de luz” para diversos aspectos da teoria que
versus psicologia básica. No capítulo 4, o autor discorre sobre explicitava.
a formação em psicologia positiva aplicada (MAPP) em nível
universitário e sobre quem ensinara o bem-estar. Também aborda
a transformação pessoal e profissional trazendo informações sobre a Referências
utilização da Psicologia Positiva pelo coaching. O capitulo 5 trata do Blanco A. A., Rojas, D., & De La Corte, L. (2000). La psicología y su
ensino do bem-estar nas escolas. compromiso con el bienestar humano. In A. A. Blanco (Org.), Psicología
A parte dois do livro trata das formas de florescer. Assim, o y Sociedad (pp. 9-46). Valencia: Real Sociedad Económica de amigos
capitulo 6 trata de uma nova teoria de inteligência, abordando os del País.
temas Garra, Caráter e Realização e suas formas de Avaliação. Os Miyazaki, M. C. O. S., Domingos, N. A. M., & Valério, N. I. (Orgs.).
(2006). Psicologia da Saúde: Pesquisa e Prática. São José do Rio Preto:
capítulos 7 e 8 versam sobre o ensino do bem-estar no exercito THS/Arantes Editora.
norte-americano. Estes estudos estão voltados ao objetivo de Paludo, S. S., &  Koller, S.H. (2007). Psicologia Positiva: uma nova abordagem
que os jovens da próxima geração floresçam. Ao escrever sobre para antigas questões. Paidéia, 17(36), 9-20.
o programa do mestrado em psicologia aplicada (MAPP), na Straub, R. O. (2005). Psicologia da Saúde. Porto Alegre: Artes Médicas.
Universidade da Pensilvânia, trata dos ingredientes da psicologia Yunes, M. A. M. (2003). Psicologia positiva e resiliência: o foco no indivíduo
e na família. Psicologia em Estudo, 8(num. esp.), 75-84.
positiva aplicada, do conteúdo intelectualmente desafiador,
de como é transformador, pessoal e profissionalmente e como
serve de chamamento para alunos e professores. Recebido em dezembro/2011
O capitulo 9 traz sobre a reviravolta na área medica, escreve Revisado em janeiro/2012
Aceito em janeiro/2012
sobre saúde física positiva: a biologia do otimismo. O conteúdo sobre
psicologia da doença traz as origens da impotência aprendida. Relata
algumas pesquisas realizadas entre homens e mulheres e algumas
doenças orgânicas, como a cardiovascular, câncer e sobre a proteção
e bem-estar que o otimismo pode oferecer.
São abordadas teorias e descobertas de pesquisas atuais,
sendo adicionadas tabelas e figuras atualizadas. Para enriquecer
o texto, o autor utiliza exemplos da sua prática pessoal. Suas
pesquisas têm como objetivo construir uma metodologia
em Psicologia Positiva, sendo que os principais temas estão
voltados para a experiência do autor, que aborda as dimensões
do seu trabalho como ciência e profissão, através de narração,
elaboração e reflexões sobre a Psicologia Positiva.
Em suma, encontramos na obra Florecer relevância para
o contexto nacional. Alcança mais adequação na formação
e atuação do psicólogo brasileiro, do que outras produções
redigidas por e para nações já em pleno desenvolvimento social
e econômico.
Esse é mais outro livro que merece ser lido. É um livro de
Psicologia voltado não só para profissionais da área, sendo

123