Sei sulla pagina 1di 4

DEVOCIONAL

TEMA: ESPIRITUALMENTE, VOCE É FILHO DE QUEM?


TEXTO-BASE:
Jo 8:31 – Dizia, pois, Jesus aos judeus que nele creram: Se vós permanecerdes na minha palavra,
verdadeiramente sois meus discípulos;
32 e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
33 Responderam-lhe: Somos descendentes de Abraão, e nunca fomos escravos de ninguém;
como dizes tu: Sereis livres?
34 Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado
é escravo do pecado.
35 Ora, o escravo não fica para sempre na casa; o filho fica para sempre.
36 Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.
DESENVOLVIMENTO:
O entendimento da questão da filiação espiritual está intimamente relacionado ao significado
de ser discípulos de alguém.
Discípulo significa “aquele que segue”, da mesma forma os filhos seguem os passos de seus
pais.
Jo 8:31a – Dizia, pois, Jesus aos judeus que nele creram:
Outra versão da Palavra diz “Disse, pois, Jesus aos judeus que haviam crido nele...”, ou seja,
Jesus estava diante de pessoas que já haviam crido Nele, no entanto haviam retrocedido. Suas
palavras demonstravam que não eram cristãos verdadeiros, mas sim cristãos nominais.
Literalmente, haviam deixado de segui-lo e o Mestre passou a ensinar-lhes alguns requisitos a
serem atendidos por aqueles que desejassem ser cristãos verdadeiros.
1. DISCÍPULOS DE JESUS SÃO OBEDIENTES À PALAVRA DE DEUS:
Jo 8:31b – Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sois meus discípulos;
1.1. RESULTADO - CONHECIMENTO PROGRESSIVO DA VERDADE:
Jo 8:32 – e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
Discípulos verdadeiros de Jesus são aqueles que buscam conhecer a doutrina do Mestre e
obedecê-la, colocando-a em prática em suas vidas.
Jo 17:17 - Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade.
Em João 14:6, a Bíblia nos ensina que Jesus é a personificação da verdade divina. Por esta
razão, quanto mais você conhecer da Palavra de Deus, mais intimidade com Jesus você terá.
Jo 15:7 - Se vocês permanecerem em mim, e as minhas palavras permanecerem em vocês, pedirão o
que quiserem, e lhes será concedido.
2Jo 1.9 - Todo aquele que não permanece no ensino de Cristo, mas vai além dele, não tem Deus;
quem permanece no ensino tem o Pai e também o Filho.

Essa íntima associação com Jesus não é uma verdade filosófica, mas a verdade que conduz
à salvação.
1.2. RESULTADO - LIBERTAÇÃO DO JULGO DO PECADO:
Jo 8:32 – e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
Repita: A MAIORIA DAS PESSOAS DESCONHECE AS CONSEQUENCIAS DO PECADO PARA
SUAS VIDAS.
Jo 8:33 – Responderam-lhe: Somos descendentes de Abraão, e nunca fomos escravos de ninguém;
como dizes tu: Sereis livres?
Em nossa sociedade a maioria das pessoas se diz cristã, até freqüenta alguma igreja, porém,
pela falta de conhecimento da Palavra de Deus, não entende as conseqüências do pecado e as
implicações do mundo espiritual em suas vidas.
Repita: O PECADO NOS ESCRAVIZA, CONTROLA, DOMINA E LIMITA.
Is 59:2 - mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados
esconderam o seu rosto de vós, de modo que não vos ouça.
Com base nas promessas que haviam sido feitas a Abraão (Gn 17:16; 22:17,18), os judeus
reivindicavam liberdade do domínio estrangeiro e a capacidade de dominarem as mesmas, crendo que
isso lhes sobreviria como resultado natural de seu destino nacional.
Ao expressarem tal afirmação haviam desconsiderado os períodos de servidão aos egípcios,
babilônicos e aos sírios, além do poderio romano que estava sobre eles naquele momento, o que
demonstrava o profundo orgulho nacional daquele povo. Recusavam-se a reconhecer qualquer
modalidade de servidão, ou mesmo achavam que a servidão em que se achavam era algo meramente
temporário, que logo haveria de passar.
Alguns acham que só porque nasceram em um lar evangélico já são salvos.
Os judeus recusaram reconhecer que eram escravos, achavam que eram livres. Da mesma
forma, até hoje a maioria se proclama livre. Porém, não entende a questão da submissão espiritual.
Rm 6:16 - Não sabem que, quando vocês se oferecem a alguém para lhe obedecer como escravos,
tornam-se escravos daquele a quem obedecem: escravos do pecado que leva à morte, ou
da obediência que leva à justiça?
Repita: VOCE É ESCRAVO DE QUEM VOCE ESTÁ OBEDECENDO, OU AO PECADO OU A
CRISTO.
Considerando que seus interlocutores não entenderam sua primeira afirmação (ou não
quiseram entender), Jesus fez mais uma declaração, porém, agora de maneira mais detalhada.
Jo 8:34 – Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete
pecado é escravo do pecado.
O ser humano é uma criatura decaída. Por conta disso, nasce com a propensão de fazer o
que é errado diante de Deus. Ex.: Crianças mentem sem serem ensinadas.
O homem nasce escravo de suas paixões, da vontade nossas personalidades, a qual o
conduz para o pecado.
O pecador não consegue livrar-se do pecado por esforços próprios. Ex.: Vícios, ambição,
avareza, desejos, etc.
Jesus estava lhes ensinando que independente aonde o homem nasce, ou naquilo que ele
crê, ainda assim podem vir a ser escravos do pecado da pior espécie.
Rm 7:18 - Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; com efeito o
querer o bem está em mim, mas o efetuá-lo não está.
19 Pois não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse pratico.
20 Ora, se eu faço o que não quero, já o não faço eu, mas o pecado que habita em mim.
Rm 7:24 - Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?
25 Graças a Deus, por Jesus Cristo nosso Senhor! De modo que eu mesmo com o
entendimento sirvo à lei de Deus, mas com a carne à lei do pecado.
Jo 8:36 - Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.
Repita: JESUS VEIO PARA NOS LIBERTAR DAS CADEIAS DO PECADO.
Rm 8:2 - porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da
morte.
Gl 5:1 - Foi para a liberdade que Cristo nos libertou. Portanto, permaneçam firmes e não se deixem
submeter novamente a um jugo de escravidão.
2. NOSSAS AÇÕES REVELAM DE QUEM SOMOS DISCÍPULOS E FILHOS:
Jo 8:37 - Bem sei que sois descendência de Abraão; contudo, procurais matar-me, porque a minha
palavra não encontra lugar em vós.
38 Eu falo do que vi junto de meu Pai; e vós fazeis o que também ouvistes de vosso pai.
Aqueles judeus incrédulos estavam influenciados por satanás. Havia alguma forma de contato
espiritual entre eles.
Jo 8:39 – Responderam-lhe: Nosso pai é Abraão. Disse-lhes Jesus: Se sois filhos de Abraão, fazei as
obras de Abraão.
40 Mas agora procurais matar-me, a mim que vos falei a verdade que de Deus ouvi; isso Abraão
não fez.
41 Vós fazeis as obras de vosso pai. Replicaram-lhe eles: Nós não somos nascidos de
prostituição; temos um Pai, que é Deus.
Por conta da influência maligna e da total ignorância com relação as coisas de Deus, a
maioria das pessoas não entende a questão da filiação espiritual. Da mesma forma que os judeus, a
maioria insiste em dizer que é FILHO DE DEUS.
2.1. OS FILHOS DE DEUS AMAM A JESUS:
Jo 8:42 - Respondeu-lhes Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, vós me amaríeis, porque eu saí e vim de
Deus; pois não vim de mim mesmo, mas ele me enviou.
1Jo 5:1 - Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo é nascido de Deus, e todo aquele que ama o Pai
ama também o que dele foi gerado.
2.2. OS FILHOS DE DEUS OUVEM E COMPREENDEM A MENSAGEM DE JESUS:
Jo 8:43 - Por que não compreendeis a minha linguagem? é porque não podeis ouvir a minha palavra.
Esses “descendentes de Abraão” estavam tão convencidos de suas idéias preconcebidas,
que de fato não escutavam o que Jesus dizia.
Esta é mais uma das conseqüências da queda, mesmo que ouça, o homem natural é incapaz
de compreender a Palavra de Deus.
1 Co 2:14 - Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são
loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
Lc 11:28 - Mas ele respondeu: Antes bem-aventurados os que ouvem a palavra de Deus, e a
observam.
1Jo 4.6 - Nós viemos de Deus, e todo aquele que conhece a Deus nos ouve; mas quem não vem de
Deus não nos ouve. Dessa forma reconhecemos o Espírito da verdade e o espírito do erro.
3. OS FILHOS REPRODUZEM AS CARACTERISTICAS DOS PAIS:
Jo 8:44 - Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida
desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele
profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira.
45 Mas porque eu digo a verdade, não me credes.
46 Quem dentre vós me convence de pecado? Se digo a verdade, por que não me credes?
47 Quem é de Deus ouve as palavras de Deus; por isso vós não as ouvis, porque não sois de
Deus.
O relacionamento que os judeus tinham com Satanás agora é declarado explicitamente.
Jesus excluiu com clareza a idéia da paternidade universal de Deus. O problema deles era
basicamente espiritual, não intelectual.
Se você que estudou e entendeu as características para identificar sua paternidade ficou
entristecido, há uma palavra de conforto para você:
a) DIFERENTEMENTE DA PATERNIDADE FÍSICA, A ESPIRITUAL PODE SER MUDADA:
Jo 1:12 - Mas, a todos quantos o receberam, aos que crêem no seu nome, deu-lhes o poder de se
tornarem filhos de Deus;
Ser membro da família de Deus se dá somente por meio da graça — dom de Deus (Ef 2.8,9).
Nunca é uma realização humana, conforme frisa o v. 13; mesmo assim, a dádiva depende da
aceitação do homem, como deixam claro as palavras “receberam” e “creram”.
b) ENQUANTO HÁ VIDA, PODEMOS MUDAR NOSSA ATITUDE E HONRAR NOSSO PAI:

CONCLUSÃO:
ESPIRITUALMENTE, VOCE É FILHO DE QUEM?
1. DISCÍPULOS DE JESUS SÃO OBEDIENTES À PALAVRA DE DEUS:
1.1. RESULTADO - CONHECIMENTO PROGRESSIVO DA VERDADE:
1.2. RESULTADO - LIBERTAÇÃO DO JULGO DO PECADO:
2. NOSSAS AÇÕES REVELAM DE QUEM SOMOS DISCÍPULOS E FILHOS:
2.1. OS FILHOS DE DEUS AMAM A JESUS:
2.2. OS FILHOS DE DEUS OUVEM E COMPREENDEM A MENSAGEM DE JESUS:
3. OS FILHOS REFLETEM AS QUALIDADES DE SEU PAI.

Pr. Edmar Roberto dos Santos Mota


Ministério Palavra & Poder

Interessi correlati