Sei sulla pagina 1di 91

I - Em Busca Da Visão De Deus

1. Sobre “O Espírito De 1%”

A Teoria Da Descida Dos Céus


Tanto a Segunda Vinda de Cristo como o Advento do Messias não será uma descida dos Céus,
em corpo carnal. Significa que um Espírito Divino específico descendo do Céu, se aloja no corpo
físico de ser humano que fora escolhido. “Miroku Guensho” significa que o espírito de Miroku vai
nascer em baixo, ou seja, que nascerá na sociedade humana, de nível inferior. Também existe o
termo Taizo Miroku, que se refere ao período que permanece no ventre interno no budismo, mas
na realidade ele já nasceu. Uma vez que Miroku já nasceu, o Mundo Búdico entrou no período de
destruição. No sutra que se refere ao nascimento de Miroku está escrito que ele nascerá após a
destruição do budismo.
Há mais de trinta anos atrás, quando me encontrei com o famoso padre da época, ele contou-me
algo realmente fantástico. Disse-me ele que o fim do Mundo referido na Bíblia, seria a morte de
toda a humanidade, mas que essa seria uma morte provisória e que mil anos depois, Jesus Cristo
iria descer do Céu em corpo carnal e ressuscitar a humanidade inteira. Eu não consegui acreditar
nessa teoria tão sem fundamento, mas isso se deve ao fato de ter sido interpretado ao pé da letra
as palavras da Bíblia.

TENSHO KOTAIJIN - IZUNOME NO OOKAMI - MIROKU OOMIKAMI


Interlocutor: Sobre a Providência de Tensho Kotaijin e de Izunome no Ookami... Sobre Izunome
no Ookami não consta nem mesmo no Kojiki...*
Meishu-Sama: Antigamente não podia falar sobre o Izunome no Ookami. Portanto, não havia
uma clara referência. Tensho Kotaijin é Deus do Sol e a sua posição é superior, mas a sua atuação
é limitada. Izunome no Ookami é Fogo e Água e, no mundo búdico ele é Kannon. Somando-se
nele a atuação da Terra transforma-se em Miroku. Tensho Kotaijin é o primeiro Poder. Izunome
no Ookami é o segundo e Miroku Oomikami é o terceiro, pela formação da trilogia torna-se
completo.
Interlocutor: Miroku Oomikami tem o poder da terra, isto é, acredito que ele surgirá com um
corpo físico...
Meishu-Sama: É, é sim.
(Gokowaroku 18/5/1948)

MIROKU OOMIKAMI - JEOVÁ - MESSIAS


Interlocutor: Após a retirada do Kunitokotati no Mikoto, será que as pessoas da linhagem do
fogo vieram vivendo sem contrair máculas?
Meishu-Sama: Vou evitar de falar sobre Kunitokotati no Mikoto. Como as forças aliadas estão
muito atentas ao Xintoísmo do Japão é melhor não falar sobre Kunitokotati no Mikoto ou
Amaterassu Ookami. O que você está indagando não tem nenhuma relação com a vida cotidiana
atual. As forças aliadas estão querendo tornar cristãos os japoneses a fim de que o Japão não faça
mais guerras. Até agora o Xintoísmo, ligando o Amaterassu Ookami ao Imperador, veio
colaborando com a guerra. Por isso, os Estados Unidos não gosta disso. Não se simpatizam com
as divindades do Xintoísmo.
O pensamento sobre o país divino existente até agora está errado. Não pode pensar que só o
Japão é um País divino. Deus irá salvar imparcialmente a humanidade e jamais somente o Japão.
Talvez tenha surgido pergunta coma esta tanto na nossa Igreja coma no exterior.

1
Por isso, podemos pensar que Miroku Oomikami é Jeová, é Messias e é a mesma pessoa que
Tentei. O Shisseissenten-Rosso da China, por exemplo, é realmente exemplar.
(Gokowaroku 28/10/1948 )

MIROKU OOMIKAMI
Interlocutor: Qual é a relação entre Miroku Oomikami e Miroku Bossatsu que consta no Sutra
Lotus?
Meishu-Sama: Miroku Bossatsu é um discípulo de Sakyamuni. Miroku Oomikami vai surgir
doravante neste mundo.
A profecia de Sakyamuni que diz que Miroku Bossatsu vai surgir depois de 5.670.000.000 anos,
se refere a Miroku Oomikami.
(Gokowaroku n. 1 18/11/1948 )

A BOLA DE LUZ
Interlocutor: O senhor afirmou: “Em meu ventre existe uma Bola de Luz”. Essa bola é algo
material ou apenas espiritual?
Meishu-Sama: Bem, é muito difícil fazer essa explicação. Essa bola é a Cintamani. Em suma, é
uma luz que Deus envia através do Elo Espiritual e não se pode afirmar que algo que se
assemelha a Imagem de Deus; é a própria Luz. Mas na verdade é uma coisa boa que o ser
humano deve usar, através dela surge o poder divino. O Poder de Kannon é algo assim.
Entretanto, até agora não havia quem usasse essa bola. Como ainda não havia chegado o tempo,
não podia usá-la. Durante o período da Era da Noite, predominava o elemento água, portanto
essa Bola estava envolvida por esse elemento. Com a chegada da Era do Dia, o elemento água
começou a reduzir; na mesma proporção, a Luz da Bola começou a se intensificar. Esse ponto é
deveras difícil de entender.
Interlocutor: Então, em termos do Mundo Material, o Grão Mestre seria o principal e a Bola
secundária?
Meishu-Sama: Também não se pode afirmar que seja assim. Ora sou o principal, ora o
secundário e vice-versa. Na antigüidade, houve uma luta para apoderar-se da Bola. Entre Deus e
Satanás, sabe? E uma vez ela ficou sob o poder de Satanás. Freqüentemente vemos figuras de
dragão com uma bola, não é mesmo? É aquele dragão que apoderou-se da bola. Aquele foi um
fato que ocorreu no período da Era da Noite.
Interlocutor: Já que o poder não se manifesta sem passar pelo corpo físico, O Supremo Deus
encarna-se no Grão Mestre e faz surgi-lo. Poderíamos pensar assim?
Meishu-Sama: Quanto a isso, no momento, fico em apuros, se me dizem tais coisas. Se afirmo
que é isso, começará a juntar tanta gente e ficarei tão atarefado que nem poderei mais trabalhar.
Com o Cristo também ocorreu o mesmo; recebendo o poder de Jeová desenvolveu o trabalho. E
ele dizia que era filho de Deus e que havia nascido sob a ordem de Jeová, sabe?
Bem de modo geral é isso. As pessoas comuns fazem de tudo para parecerem importantes mas,
no meu caso não sei quanto tenho me esforçado para não me mostrar importante. Pois, se reunir
de uma só vez , uma multidão, eu não poderei desenvolver o meu trabalho. ë preciso escrever o
máximo possível sobre tudo, sobre as coisas como os mistérios do Universo. Por isso, no
momento, estou me esforçando o máximo em escrever. Creio que necessitarei ainda do ano que
vem inteiro para concluir. Então, a coisa será séria. Essa será a época.
Desde a antigüidade, costuma-se falar em “Wakô-Dojin” que significa atenuante e “ocultando a
sua inteligência e viver entre o povo na sociedade “mundana”. Em suma, é este o meu sentido(...)
(Gokowa-roku n. 12 3/6/1949 )

O ESPÏRITO DE 1%

2
Interlocutor: O senhor afirma que “O mundo dos Pinheiros” da Igreja Oomotokyo, “O Pavilhão
da Doçura”da Igreja Tenrikyo, “A Agricultura Justa”da Nitiren, etc., referem-se ao “Paraíso
Terrestre”. Portanto, gostaria de pedir que nos ensine sobre o significado de cada uma delas,
palavra por palavra.
Meishu-Sama: A Igreja Oomoto faz a explicação do mundo utilizando-se de pinheiro, bambu e
ameixeira. E diz que até agora era o Mundo do Bambu. Em todas as ocasiões a Oomotokyo
expõe o ensinamento: “Chegará o reino de Deus em que desabrochará com a ameixeira e será
governado com o Pinheiro”. O pinheiro dá uma flor bem discreta e o ano inteiro conserva-se
verde, sem mudar a sua cor, não é? Segundo ela , significa que virá um mundo imutável assim, e
esse será o Mundo de Deus. Ou seja, até agora era o Mundo de Buda e como o Buda é a
encarnação de Deus, significa o seu retorno ao estado original. E, a expressão “desabrochar com
a ameixeira”, provém do fato de que a Semente do Senhor é Umeboshi, a ameixa salgada. Sinto
que nisso há uma interpretação um tanto forçada, mas a ameixa salgada é azeda, não é? Por isso
dizem que a Semente do Senhor é a ameixa salgada.
A semente da ameixa é chamada de Itirim-no-mitama, Espírito de 1%. Significa que ao chegar nos
99%, surge o Espírito de 1% e ocorre a reviravolta. O poder de Satanás é 99% e o de Deus é
100%. Isto é, Deus só tem a mais 1%. Fala-se com essa força de 1%, o Satanás sofrerá uma
mudança súbita; isso é interessante, não é? O Sutra Kannon é o de 25 nível dentre os 28
existentes no Sutra Hoke. E este significa flor. A flor cai e fica o fruto. Esse fruto é o Sutra
Kannon. E como o cinco é fogo, significa o início do Mundo do Dia.
O Espírito de 1% é que manifestará uma grande força.
Por volta dos anos de 1930 ou 1931 aconteceram fatos interessantes. Era na época em eu ainda
seguia fervorosamente a Igreja Oomoto. Uma pessoa trouxe-me uma moeda da era Tenpo(1830-
1844 ), uma moeda de prata de 50 “sen” (*)e 1 “rin” (**). Naquele momento eu senti deveria ter
algum significado e ao observar com atenção, vi que moeda de prata era do ano de 1871. A
moedaTenpo de ligava a Fundadora da Igreja Oomoto que havia nascido na era Tenpo. A moeda
de prata era do mesmo ano em que havia nascido o Deguti Onissaburo. E quanto a moeda de 1
“rin, soube que representava a minha pessoa. Realmente, Deus realiza várias ciosas, não?
Pouco tempo depois um amigo me disse que no Restaurante Tyuo, do bairro de Maru-no-uti,
havia uma associação que se chamava Manguetsu-kai e dizendo que seria de muito proveito
incentivou-me a ir. A Manguetsu-kai se reunia, mensalmente no dia 15, na ordem alfabética
japonesa. Quando eu participei, já estavam na 47 rodada, de modo que era a vez da turma do su.
O presidente da reunião chamava-se Kimura Takataro, um antropólogo que tem publicado livros
da história do povo japonês. Naquele dia, reuniram-se 26 pessoas. Eram pessoas de classes
sociais diversas, haviam educadores, jornalistas, cientistas, artistas etc. O fato de ter participado
justamente nesta reunião da turma do su(Senhor, Principal )da Reunião Manguetsu(Lua Cheia ),
achei que havia algo de misterioso. Terminada a reunião, cheguei em casa por volta das 21:00
horas. No dia seguinte, lendo o jornal, soube que exatamente por volta das 21:00 horas, do dia
anterior, havia ocorrido um incêndio no bairro de Mikawajima. As casas atingidas eram lojas de
fogos de artifícios, que na época eram chamadas de “tamaya”(casa de bola ). Era um lugar onde
estavam concentradas as “tamaya”; dentre as quais 47 explodiram.
Então, a lua cheia da Su e a casa de bola por serem redondos, há uma relação. Mikawajima é o
local onde fica o templo dos meus ancestrais, o qual se chama Templo Kannon-Ji. Este incendiou-
se por causa de um terremoto. Na ocasião, o bonzo fugiu levando consigo muitas coisas mas no
final só restou aquilo que ele trouxe para mim.
De qualquer forma, naquela ocasião me foram mostrados vários mistérios. Isto significa que eu
nasci quando a lua se tornou totalmente redonda.
(Gokowa roku n. 11 )
Interlocutor: Gostaria de perguntar sobre o significado do ponto (.)do Omamori(Luz Divina ).
Meishu-Sama: Significa a descida do céu do Espírito mais elevado, do Espírito de Deus para
salvar o homem.
Na Igreja Oomoto dizem que é o Espírito de 1%. Que até agora era o Mundo dos 99% e com a
descida do céu do Espírito de 1% torna-se 100%. E que , um Mundo assim, é o de Deus; isso é
3
realmente muito interessante, não é? E isso é o correto. Por isso inseri o ponto (.)no Ohikari. A
explicação do ponto(.)não é nada fácil, sabe? Portanto, um outro dia falarei sobre isso mais
detalhadamente.
(Gokowaroku n.17 )

O Espírito de 1% - 5.6.7
Interlocutor: Qual é o significado da frase: “O céu é 6, o Mundo Intermediário é 6 e a Terra é 6,
que consta no ensinamento da Oomoto?
Meishu-Sama: Bem... Em suma era o Mundo da Noite, sabe? O céu era noite e a terra também
era noite. ë um adágio interessante, não? Não é falsa a afirmação de que o Espírito de 1% desce
do céu e este se torna 5 e a terra 7.
O Espírito de 1% é algo interessante. Antigamente, há cerca de 20 anos atrás, na época em que eu
ainda estava na religião Oomoto, ganhei de uma certa pessoa moedas antigas. Era uma moeda de
1 “rin” (1%), uma da Era Tenpo e uma de prata. A moeda de prata era do ano de 1871. E,
observando melhor, a fundadora da Oomoto é nascida na Era Tenpo. E o Seishi-Sama(N.T.: Sr.
Deguti Onissaburô )nasceu em 1871, que se relaciona com a moeda de prata. A de 1 “rin”
relaciona-se comigo; ficou exatamente assim. Acreditando que naquela ocasião Deus é quem
havia me esclarecido sobre isso, guardei-as com todo cuidado e carinho.
No ensinamento da Oomoto está escrito: “99% e 1%”. O Satanás teve um sucesso de 99%. Com
1% vamos virar a situação. A medicina é 99%.Creio no mundo inteiro não há quem não acredite
na medicina. Mas eu consegui virar essa situação com 1%. É realmente 99% e 1%.
Interlocutor: É a primeira vez que ocorre o Espírito de 1%, desde que surgiu a Terra?
Meishu-Sama: Não, não é. É a segunda vez. Por isso, nos ensinamentos da Oomoto consta “a
segunda abertura da porta do céu”. Por isso, em tudo está sendo tomada a forma da segunda vez.
Tudo será pela segunda vez. A atuação de 1% anterior não era verdadeira, por isso fracassou. A
verdadeira é a segunda.
(Gossuiji-roku n. 35/10/1951 )

O SUPREMO DEUS ESTAVA OCULTO


No Mundo Espiritual não é possível aproximar-se das pessoas de nível elevado. Como acontecia
com senhores feudais da antigüidade, só se consegue chegar perto mantendo uma certa distância.
No Mundo Material por mais eminente que seja qualquer pessoa pode chegar perto dela, mas no
Mundo Espiritual não é assim, e aí é que está a diferença. Se bem que, no atual Mundo Material,
está liberdade está exagerada. Está indiscriminada demais. Mas isso também tem um profundo
significado, sabe?
Era mundo da noite, por isso o Supremo Deus estava oculto. Isto é, o Deus da Linhagem do
Fogo (Sol)estava escondido. Por isso, as coisas não estavam bem claras. Por isso e pelo
ocultamento do Supremo Deus não estava bem definida a distinção entre os homens. Por isso,
acabou ficando assim. Quando se tornar o Mundo do Dia, devido a isso os homens também
ficarão gradativamente mais ajustados. Mas não é por isso que deve ser exageradamente restrito
como fé existentes até agora. Aquilo também não é bom. Realmente ao mesmo tempo que é livre,
deve-se fazer todas as coisas da forma correta e disciplinadamente. Tem esse sentido, sabe?
(Mioshie-shu n. 627/1/1952 )

O PODER DO (.) - O PAI DO CÉU


Por isso como eu estou escrevendo agora - sobre a Cultura do (.)até agora só existia a
circunferência. Mas o ponto do centro é a origem. No mundo de até agora, não era manifestado o
Poder do Senhor.
Isto é, o Supremo Deus-que em termos humanos é, o pai - não havia surgido. Somente os
gerentes. Por isso, os “Deus” de até agora, eram gerentes de Deus. Tanto o Jesus como o
4
Sakyamuni eram gerentes. Jesus dizia: “Pai do Céu”; e Pai do Céu significa Supremo Deus. Por
tanto, o importante centro estava totalmente escondido. Só se via a circunferência e só podia se
ver até esse ponto. Mas a Igreja Messiânica possui o Poder do Supremo Deus. Trata-se do ponto
do centro. Por isso, se compreender claramente que se trata do poder que soluciona a base de
todas as calamidades humanas, poderão entender esse poder em termos gerais.
(Mioshie-shu n. 85/3/1951)

A SEGUNDA VINDA DE CRISTO


Naquela época havia uma Igreja Cristã chamada Holyness, dirigida por um indivíduo chamado
Shigueharu Nakata. Seis dirigentes dessa Igreja, foram presos e, por causa de torturas e
maltratos, dois deles morreram na prisão. Na realidade, é como se tivessem sido assassinados. O
Sr. Nakata também adoeceu e acabou morrendo.
Qual foi a causa disso? É que eles eram partidários da “Segunda Vinda de Cristo” e eles
acreditavam nisso. Diziam que a Segunda Vinda de Cristo seria no país de ouro, que no caso é o
Japão. Haviam muitos partidários da Segunda Vinda de Cristo que afirmavam que ele deveria
aparecer no Japão. Havia uma pessoa de Oosaka que afirmava que o local de manifestação era
sem dúvida, em Oosaka. Acreditando que ele teria surgido em Oosaka, andou até procurando o
Cristo, sabe?
Certa pessoa da Igreja Holynes fora indagado: “Se Cristo surgisse, que, afinal, seria o mais
importante: O Imperador ou o Cristo?” E ele respondeu: No Japão, o Imperador é, sem dúvida, o
mais importante, mas em termos mundiais, devemos considerar o Cristo acima, pois ele salvará
toda a humanidade”. Essas palavras foram motivo de punição. Naquela época, os militares do
Japão acreditavam que o Imperador iria realizar o Hakko-iti-u a unificação do mundo. Portanto, a
afirmação de que o Cristo é mais importante que o Imperador era uma questão muito séria. Só
por isso eles tiveram que encerrar suas atividades, sabe? Parece que recentemente, eles
recomeçaram suas atividades de forma bem restrita; mas foi realmente uma fato lamentável. O Sr.
Nakata Shigueharu era uma pessoa admirável e o que ele dizia era correto, sabe? Entre as Igrejas
Cristãs a que mais me interessou foi a Igreja Holyness. Ouvi dizer que em algum lugar foi
instalada uma Igreja denominada Holyness.
Interlocutor: Meishu-Sama, na região de Kansai, Quioto e Oossaka, a Igreja Segunda Vinda de
Cristo está bem próspera.
Meishu-Sama: Deve ser mesmo. Se fizer pesquisa do cristianismo realmente a fundo. chega-se a
esse ponto, sabe?
Por esse motivo,...como o assunto desviou-se totalmente, esqueci-me do assunto que tratávamos.
Ah, é, era sobre a frente e o verso. Por esse motivo, não era possível falar claramente, sabe?
Razão pela qual os meus livros também; por exemplo, o primeiro livro sobre “A Medicina do
Futuro”, foi escrito de forma muito vaga; houve portanto a frente e o verso.
No Japão também, no início, na antigüidade, na época inicial do budismo, quando por exemplo, o
Xintoísmo tinha ainda muito poder, por não poder falar a verdade - não se tratava de frente e
verso, só faziam explicações opostas. O budismo esotérico Shingon daquela época, era assim. O
budismo esotérico, no seu verdadeiro princípio secreto afirma que Sakyamuni está acima dos sete
reis. Diz que ele se posiciona acima dos sete reis. Isso era uma grande irreverência para o
Imperador da época; pelo fato de estar acima do Imperador. Na Igreja Oomoto havia um
pesquisador que, por dizer que Sakyamuni estava acima dos sete reis, foi intimado e duramente
atormentado pela polícia. Pareça que ele teve muita dificuldade para se justificar, mas conseguiu
livrar-se de forma hábil dizendo que isso coisa da religião - do Mundo Espiritual. Por isso, não era
possível transmitir através de palavras ou escritas. Portanto, como se baseava na percepção, não
diziam a verdade, mas coisas próximas da verdade e faziam as pessoas perceberem (...)
Mudando de assunto, nos ensinamentos da Religião Oomoto estão escritas coisas muito boas:
“Não é uma providência tão simples que se pode entender pela visão humana. Ela é extremamente
profunda”. E “A pessoa que pensa que entende o Mundo Divino é que realmente o entendeu”.
Por quê? Porque a interpretação baseada no pensamento humano é a coisa mais temível. Como se
5
trata de um Plano muito grande e profundo, que visa a criação de um novo mundo civilizado que
salva a humanidade. Por isso é algo que jamais se pode entender pelo raciocínio humano.
Mas, nem por isso, posso falar claramente sobre isso. Pois dependo da chegada da época, do
tempo certo.
Desde o início, tenho procurado explicar de forma mais próxima possível, mas como a sua
profundidade é grande, vou fazê-lo de acordo com o avanço do tempo.
Todas as pessoas querem entender o fundo do fundo, os pontos profundos, os pontos misteriosos.
Por isso, querer simplesmente entender não há problema, mas o mais problemático é querer
discernir o bem e o mal num nível superficial através de sua pequena inteligência. Se conseguisse
entender, se equipararia a Deus, por isso, o lógico é não entender; a melhor atitude é esperar
obedientemente pela chegada do tempo certo.
(Mioshie-shu n.117/6/1952)

A RESPEITO DO ESPÍRITO DA PALAVRA “KIRISSUTO”(CRISTO)


E, Cristo também profetizou - sobre a Segunda Vinda de Cristo. Está determinado que ele surgirá
no país de ouro, isto é, no Japão.
O Cristo aqui referido trata-se de Jesus. Cristo e Jesus são duas pessoas diferentes, sabe? Eu já
falei sobre isso antes, mas ao analisar baseado no espírito da palavra, podemos entender
claramente.
Ki siginifica Kami(Deus ). No espírito da palavra Ki, há uma união entre o espírito e a matéria. A
condensação da palavra Kami resulta em Ki. Pois Kami(Deus )é Ka(Fogo )e Mi (água ). Da união
do Ka(Fogo )e do Mi(Água )resulta-se Ki. Por isso, o termo Ki é o mais nobre. Usa-se o
tratamento Kimi para referir-se ao Imperador; por ser nobre. E o termo nobre pode ser lido Ki,
não é?
O termo Ri é constituído de duas partes e significa espírito e matéria que atuam verticalmente; e
pelo espírito da palavra Ri pode ser também Ru e significa redemoinho. O sentido de redemoinho
é expandir-se e tornar-se mundial.
Su significa uma pessoa. E Su significa também unificar. Pela ordem alfabética i-ro-ha, o Su vem
por último. Foi Deus quem fez, sabe?
O termo, como disse agora, Kirissuto(Cristo )tem esse sentido e por isso não se trata de Jesus.
Cristo surgiu bem antes de Jesus, portanto quando se fala na segunda vinda, significa aquele é
quem virá. Jesus é filho que nasceu entre José e Maria. ë uma História inventada o fato de que ela
foi fecundada pelo Espírito Divino. Não existe uma tolice dessas.
Por isso, até agora, nem Cristo nem Sakyamuni tinham o Poder. Em suma, porque ambos não se
uniram - sendo parciais não tinham força. Na Bíblia consta que Cristo manifestava, de certa
forma, milagres. Mas os milagres manifestados atualmente pelos fiéis da Igreja Messiânica, são do
mesmo nível dos que foram realizados pelo Cristo. Ontem à noite recebi e li o relatório de mesa
redonda sobre milagres. Acho que era da turma do Showa-Kai. Os milagres relatados por todos
eles eram tal qual a que Cristo manifestava. Aí podemos observar realmente a manifestação do
Poder. Pois Cristo era sozinho. Entre seus discípulos não havia quem realiza-se esses tipos de
milagres. Por isso, em comparação com o Cristianismo, existe essa diferença.
Falei, agora, sobre o Poder mas, esse Poder, em suma, trata-se do poder de 1%. Isto é, o mundo,
ou melhor, todas as coisas entrarão num beco sem saída chegando-se ao 99%. E aí o Poder de
1%; com a manifestação desse poder, ocorrerá uma grande mudança. Haverá uma reviravolta.
Vou pedir para alguém ler sobre “99% e 1%”.
(Mioshie-shu n.5 25/12/52 )

A SEMENTE É O CENTRO - EU SOU O CENTRO DO MUNDO


Como podem ver, o protótipo de Hakone, do Paraíso Terrestre ficou praticamente pronto.
Principalmente o Museu de Belas Artes ficou pronto de acordo com a nossa expectativa por isso

6
eu estou muito satisfeito. Originalmente, a Igreja Messiânica Mundial, no sentido de Construir o
Paraíso Terrestre, irá construir, primeiramente o seu Protótipo.
O Plano do Mundo, ou seja,a Providência Divina é algo muito interessante. É tal como a semente
de uma fruta. Seja uma ameixa ou um pêssego, a sua polpa significa o mundo e a semente, o
centro. No momento não posso dizer claramente sobre esse centro, mas no centro da semente
existe a origem da semente. É assim, e para mudar o mundo de várias formas, é preciso que mude
a parte menor que é a semente.
Assim, tal como quando se joga uma pedra num lago, formam-se círculos concêntricos. Dessa
forma, para transformar o mundo em Paraíso, deve mudar de diversas formas a parte
extremamente pequena - o centro do centro. Mudar de diversas formas significa a Construção do
Paraíso Terrestre.
E a pessoa que vai construir o Paraíso Terrestre, sou eu. Por isso, eu sou o extremo centro do
mundo.
E esse centro é o ponto(. ). É o ponto(. )no centro da circunferência, é o formato do universo. A
circunferência é o universo, é a parte principal, é o ponto(. ). E este corresponde ao meu trabalho
de salvação. É algo extremamente misterioso, por isso, seria interessante se expusesse
minuciosamente a respeito, mas o tempo ainda não atingiu essa maturidade. Estou aguardando
sua chegada. Realmente, as coisas de Deus são profundas.
Assim sendo, construir o Paraíso Terrestre é como se jogasse uma pedra num lago e formasse
círculos concêntricos que vão se expandindo cada vez mais até que o mundo se transforme em
Paraíso. Por isso, mesmo que seja pequeno, que seja só isso, tem um significado extremamente
grande. Por isso, logo após o dia 15 de junho, ocorrerá juntamente uma mudança. Hakone, como
sempre digo, representa o Mundo Espiritual. E Atami, o Mundo Material. Por isso, depois deste,
o Paraíso Terrestre de Atami ganhará impulso. E quando o Paraíso Terrestre de Atami ficar
pronto, ocorrerá uma mudança de âmbito mundial. Será uma mudança bem visível. No momento,
está ocorrendo espiritualmente e por isso não se pose perceber nítida a claramente. Ocorrerá uma
mudança gradativa, o que é algo infalível(... )
Entretanto, não adianta alegrarmo-nos falando apenas de coisas boas pois coma ainda não
chegamos até esse nível, não podemos nos descuidar. Isto, porque, em suma, trata-se de
purificação. Não apenas em forma de doenças do corpo humano, mas ocorrerá purificação do
mundo. No momento, nós estamos realizando o trabalho de construção do Paraíso, mas em
termos mundiais, um trabalho de grande destruição. Isto, como se pode ver nos jornais diários.
Existe o aspecto em que estamos realizando planos de grandes envergaduras que nos leva a
pensar: como vamos destruir. A construção e a destruição; observando-as em termos mundiais, a
destruição se processará proporcionalmente à construção.
É como uma flor. Juntamente com o surgimento do pistilo as pétalas vão caindo. Assim, o
despetalar é a destruição e a formação do pistilo é a construção. E o pistilo vai crescendo cada
vez mais. Realmente é o cair das flores e a formação dos frutos. Se observarem atentamente
doravante os acontecimentos, com base nessa consciência, poderão entender de modo geral.
(Mioshie-shu n.11 16/06/1952 )

ESTADO DE UNIÃO COM DEUS - INTRODUÇÃO DO ESPÍRITTO NO “OHIKARI”


Pretendo apresentar, talvez na próxima vez o texto sobre “Omamori”(N.T. : na época o
“Ohikari”recebia essa denominação)que estou escrevendo agora.; quando caligrafo a letra Hikari,
realizo-a numa folha do tamanho de papel ofício, em sete segundos. Outro dia, disseram-me que
era urgente, por isso escrevi 500 folhas em 50 minutos. Nas outras religiões, quando se caligrafam
os protestos, normalmente a pessoa toma banho, veste-se a rigor e, pede permissão
reverenciando-se diante do altar.
Entretanto, como estamos agora numa época de calor, fico nu da cintura para cima, pois ficar só
de cuecas não fica bem. Para mim, o fato de só ficar escrevendo e letra Hikari é muito monótona,
por isso faço a caligrafia ouvindo rádio. Mesmo assim sou ligeiro, por isso três pessoas têm me

7
ajudado. Às vezes, enquanto caligrafo com a mão direita, seguro o cigarro com a mão esquerda.
Por isso nem parece que eu estou caligrafando os “Omamori”.
Após caligrafados, os “Omamori” são dobrados e separados em pacotes de 30 unidades cada.
Depois introduzo o espírito, o que é um tanto trabalhoso. Até que não faço uso da força, mas
chego a me cansar bastante. por isso, não posso introduzir em grandes quantidades de uma só
vez. Para cada introdução de espírito são feitos três pacotes. Para realizar introdução em 90, levo
cerca de 15 minutos, uma vez que são 5 minutos para cada pacote. E isso é o máximo. Mais do
que isso, fico cansado. Só com isso, entretanto, manifesta-se uma força maior que a do raio X e
por isso é algo difícil de explicar teoricamente.
Até agora, nessas ocasiões, faziam pedidos de oração a Deus, mas pelo fato do ser humano se
encontrar afastado de Deus, preciso proceder dessa maneira.
Entretanto, como o Deus está em meu ventre, o fato de eu proceder dessa forma se deve que
utiliza o meu corpo como seu instrumento. Por isso, nesses casos, o meu braço é como se fosse
um pincel. A outra parte principal ligada ao pincel e a tinta carvão é algo semelhante ao meu
braço. Assim sendo, não é necessário fazer mais nada, basta escrever para que através do braço a
“Luz” impregne o papel.
Por esse motivo, o que os fundadores das religiões vieram fazendo, até hoje, era completamente
diferente. e por isso, mesmo o Jesus Cristo adotou a forma de fazer pedidos ao Pai do Céu, isto é
a Jeová, ao Zeus, a Deus etc., mas eu não preciso fazer isso.
Estou no “Estado de União com Deus” referido desde antigamente. Deus e o homem não estão
separados, estão unos. Por isso não adoto essa forma. É por isso que eu não reverencioDeus. Ao
invés de reverenciar, faço com que me reverenciem.
Até agora nada disse sobre isso porque as pessoas interpretam de forma equivocada. Vão dizer
que sou um indivíduo megalomaníaco e louco. Para os fiéis que têm ima compreensão correta não
há problema, mas por ser algo transcendental os terceiros interpretam de forma equivocada. Mas
isso é uma coisa que as pessoas passam a entender após se tornarem fiéis firmes, por isso evito
falar. Mas, a explicação é feita como disse agora.
(Mioshie-shu n.24 17/7/1953)

O PONTO CENTRAL (.) DO “SU “ (.) - AS MANCHAS SOLARES A ORIGEM DO


PODER DO JOHREI - O SUPREMO DEUS
A cada dia, a cada mês, no Mundo Espiritual, está ocorrendo transformações. Isto é realmente,
muito interessante.
Só posso falar sobre a parte fundamental que são as manchas solares e a origem do Poder. As
manchas solares são o centro do poder que domina o universo. É dali que surgi o poder.
E o ponto central(. )do “Su” são as manchas solares. Isso é fantástico. Por isso, a origem do
poder do Johrei está nas manchas solares. Por isso, podemos dizer também que é interessante.
Os cientistas também estão pesquisando as manchas solares desde antigamente, mas por estar
longe demais certamente não compreenderão. Certa vez, vi pelo telescópio do Museu Científico a
existência de várias manchas, grandes e pequenas. A união dessas manchas formam o ponto
central(. ), por mais que pensem, os cientistas certamente não conseguirão entender o que são as
manhas.
A Era do Dia significa a ocorrência de transformações das manhas. O calor do sol é uma energia
emanada das manchas solares. O poder do fogo é muito maior nas manchas que estão em outras
partes do sol.; é algo realmente misterioso.
E o representante das manchas é o Supremo Deus. É daí que vem a Luz para o meu corpo. Por
isso, não é nada difícil curar doenças (...)
Só que, em breve as pessoas começaram a ter o desejo de entender Deus, a todo custo, e, quando
isto ocorrer não haverá problema algum.
Isto porque, as energias do sol a das manchas solares no Mundo Espiritual, vão ficar muito fortes.
Na ciência fala-se a cada onze anos as manchas aparecem mais nitidamente e isto significa que
elas se abrem dessa forma, assim a cada onze anos e ficam nítidas.
8
Nada está estabilizado. Isto é, todas as coisas realizam um movimento de respiração. O Sol
também realiza a respiração, a cada onze anos. A respiração ocorre pela dilatação e contração.
Tudo é assim. O Sol, a Lua, e até mesmo a Terra realiza o movimento de respiração; com isso
ocorrem diversas mudanças. As estações como Primavera, Verão, Outono e Inverno são também
pequenos movimentos de respiração. É uma respiração que ocorre uma vez por ano, mas existem
os grandes movimentos de respiração que são feitos uma vez a cada 11, a cada cem e a cada mil
anos. Esta conversa está parecendo mais uma conferência universitária de filosofia ou de
astrologia, mas, talvez seja uma conferência da Universidade Divino Espiritual. Não há
necessidade de saber além disso, mas, de forma geral, é isso.
(Mioshie-shu n.24 25/7/1953 )

MANCHA SOLAR - O CENTRO DO GRANDE UNIVERSO


Existe algo mais profundo que os gases. Isto é, o Espírito. Chama-se Mundo Espiritual e está
dividido em diversos níveis. Assim, existem espíritos de vários níveis: superiores, médios e
inferiores. A parte fundamental do espírito é a “Luz”. E a parte fundamental da Luz é o Sol. E a
parte fundamental da Luz do Sol são as manchas solares. Elas são, em suma, como o núcleo da
semente do Grande Universo. Entretanto, isso é absolutamente incompreensível pela astrologia.
Parece existir uma só, mas há várias manchas. Através do telescópio podemos constatar isso.
Certa vez, eu vi num desses aparelhos do Museu Científico. São diversos e estão espalhados mas
aos olhos humanos parecem estar unidos, e isso é a mancha solar. Essa mancha é algo fabuloso. É
ela que rege o Sol. É o centro do Sol. Por isso, o ponto central do Su é a mancha solar. Assim,
através do Johrei a doença é curada, a sua luz vem da mancha solar.
(Mioshie-shu n.24 26/7/1953 )

A LUZ ATINGE
Publicaremos no próximo número do jornal “Eiko” quanto o Poder de Deus é maravilhoso; as
experiências de fé do Havaí também são maravilhosas.
Irão surgir sucessivos milagres que não ficarão aquém dos ocorridos no Japão. Em Los Angeles
também houve milagres maravilhosos, cuja publicação provavelmente será no próximo número do
jornal “Eiko”.
Isso significa que mesmo eu estando aqui no Japão, a Luz está chegando até aquele lugar. Isso
significa que o Poder de Deus é indiferente na questão de distância. Em suma, a Verdade é que ela
supera o tempo e o espaço. Portanto, neste caso, significa estar superando o espaço; é como se
estivesse acontecendo nas vizinhanças. O mesmo acontece com o tempo: é questão de instantes.
Por isso, em breve, os americanos e até os africanos passarão a receber graças imediatas ao
fazerem pedidos; dessa forma será preciso salvar o mundo inteiro.
(Mioshie-shu n. 2526/8/1953 )

A BOLA DE LUZ IRÁ CRESCER RAPIDAMENTE


O que estou realizando é uma importante providência por isso, se a ordem estiver distorcida um
pouco que seja, logo a pessoa é punida. Os fiéis mais antigos sabem muito bem sobre isso; é
muito interessante.
A Bola de Luz que existe em meu ventre já cresceu bastante. Ela tende a crescer rapidamente e
quando ela atingir o mundo todo, será o Mundo de Miroku.
Antes de crescer até esse ponto, as pessoas inúteis serão liquidadas. Por ora, ela é do tamanho
deste salão(obs. Templo da Luz do Sol ), mas irá crescer rapidamente.
Isso significa que, com o aumento do elemento fogo, a purificação ficará verdadeiramente forte.
Assim sendo, a distinção entre o Beme o Mal se processará naturalmente. Observando o mundo,
ciente disso, daqui a dois ou três anos, poderão compreender com maior clareza.
(Mioshie-shu n. 26 24 9/ 1953 )
9
A SEGUNDA ABERTURA DO PORTAL DE ROCHA DO CÉU
A referida pessoa que sempre entra em transe, disse recentemente, algo interessante, portanto vou
pedir para que leiam agora.
(Relatório )
À medida que o tempo se aproxima, começam a surgir diversas coisas. Sobre isso, escrevi até
agora, nas poesias, de modo genérico, sem aprofundar-me muito.
Ontem, uma mulher que incorporou o Jesus Cristo veio receber Johrei. Ao lhe ministrar, a
Maria(N.T. : Santa Maria, Mãe de Jesus )incorporou nela, e muito contente, agradeceu-me
repetidas vezes dizendo que o seu filho Jesus, havia sido salvo. E ela não conseguia conter-se de
alegria.
Dessa forma, o Mundo Espiritual começou a sofrer grandes mudanças. Quando isso se refletir
posteriormente na matéria, será uma época de magnífica expansão. Finalmente, estamos próximos
do dia da apresentação.
Por ora, os acontecimentos se detém ao Mundo Espiritual e são incompreensíveis aos olhos e
ouvidos do homem, mas é certo que o tempo se aproxima.
O fato de que o Mundo Espiritual irá mudar amplamente, significa que haverá o aumento do
elemento Fogo. Como ocorre o aumento, aproxima-se a cena do aumento do número de doentes
tal como a má colheita do ano passado(neste ano não seria apenas má colheita e sim, más pessoas,
não? ). A propagação do cultivo natural também foi muito boa em todos os lugares e, com bons
resultados, tende a ser bem aceito; em breve a medicina também sofrerá mudanças. Se isso
acontecer será ótimo, pois assim ocorreram mudanças radicais. Como o Mundo Espiritual
começou a mudar, tem acontecido muitas coisas interessantes (...)
É preciso que todos fiquem sabendo o seguinte: Nos ensinamentos da Igreja Oomoto está escrito:
“Por ser esta a Segunda Abertura do Portal de Rocha do Céu”.
Isso significa que numa época bem antiga, aconteceu um fato como este no mundo.
Nesta oportunidade, pela minha manifestação, esta será a segunda abertura do Portal de Rocha,
em suma, significa que se tornará o Mundo do Dia. Portanto todas as coisas estão ocorrendo pela
segunda vez. Isso tem acontecido muito também com os membros. Não obtendo bons resultados
no que foi feito pela primeira vez, realiza-se novamente e isso toma o aspecto de segunda vez.
Comigo isso tem acontecido constantementte. Posso dizer que quase não há exceção.
(Gossuiji-roku n.30 1/4/1954 )

A PROVIDÊNCIA DO SUPREMO DEUS


Por isso, as diversas providências realizadas pelo Supremo Deus estão longe de serem
compreendidas pelo raciocínio humano. São realmente profundas, amplas e extraordinárias. É por
isso que há nos ensinamentos da Igreja Oomoto: “Quem pensa que não entendeu as coisas do
Mundo Divino é que conseguiu entendê-las”. A providência é incompreensível a esse ponto. Por
isso, o que os homens definem de diversas formas como bom ou ruim, bem ou mal, são
demasiado superficiais. Por isso, na maioria das vezes acontece o contrário (...)
Por isso, o significado realmente profundo não foi explicado até agora, por nenhuma pessoa e
também isso não podia ser do conhecimento do homem. Realmente chegou o momento certo;
chegou o tempo certo de comunicar essas coisas.
A minha função é de comunicar isso.
INTERLOCUTOR: É um assunto relacionado a Deus, mas será que poderíamos interpretar que
uma parte do espírito de Meishu-Sama manifestou-se dessa forma, nessa época?
MEISHU-SAMA:Sim, pode pensar assim.
Por isso, significa que chegou um momento extraordinário. No que foi lido há pouco, havia a
afirmação:“Desta vez sim será o verdadeiro nó da época”. Mas é isso mesmo. Trata-se do nó da
Época do Mundo. O dia 11 de fevereiro é o marco da era do Japão, mas desta vez é o marco da
Era Mundial. Então, corrigindo as coisas erradas de até agora, o mundo, desta vez, será mais
diferente. por isso, as pessoas que se tornaram fiéis da Igreja Messiânica Mundial são os
pioneiros.
10
(Gossuiji-roku n.30 1/4/1954 )

O DIA 15 DE JUNHO DE 1950 - SEGUNDO NASCIMENTTO - DESPETALAR DA


FLOR E FORMAÇÃO DO FRUTO
Como o momento se aproxima, Deus realiza coisas imprevisíveis. Por isso, os membros da Igreja
Messiânica Mundial compreendem de um modo geral mas os que não são, não podem mesmo
compreender nada.
Assim, ultimamente têm aparecido diversos fatos espirituais. Na vez passada, falei sobre os
encostos de Jesus e outros eminentes fundadores de religiões. Esses aconteceram com a moça de
Quioto mas desta vez foi uma moça de Atami que também manifestou encostos de espíritos que
lhe disseram diversas coisas sobre isso, as quais coincidem com as da moça de Quioto. Como
existem pontos novos, vou pedir para que seja feita a leitura.
(Relatório )
Através disso vemos que Jesus diz coisas características dele, como a forma com que a Bíblia foi
escrita e por isso acho interessante. É muito parecido com os pontos impertinentes da Bíblia.
Por isso, até agora não havia surgido um ser humano que possuía a Lua. São João sofreu sob o
solo durante 2750 anos porque não existia a Luz. E sem receber Luz as pessoas não são salvas.
As divindades e os budas também estão querendo receber Luz e por isso a coisa está
impressionante no Mundo Espiritual.
E sobre a minha próxima ida à Nara, os deuses dragão de cada mar, lagos e lagoas estão
encostando seguidamente nas pessoas e vieram relatórios disso. Assim, eles estão desejando Luz.
No que foi lido agora, falava-se em Deus que não é Deus e eu acho isso muito interessante. Na
realidade o Deus que era adorado até agora como tal, não era Deus de verdade. Por isso, a
expressão Deus que não é Deus é muito bem colocada. Por isso, a música Noite Feliz, um salmo
Jesus, elogia tanto Jesus que ele chega até a sofrer.
Então ensinei a letra, mas o que acho interessante é que, como eu sempre vinha dizendo, quando
o Templo Messiânico ficar pronto, pretendo cantar nos Cultos e em outras ocasiões, o “Messias”
da autoria de Hendel e também colocar uma orquestra e até preparei um box de orquestra abaixo
do palco, mas como seria inconveniente cantá-la num idioma estrangeiro como o de Hendel,
precisaria colocá-la em japonês.
Eu pretendia compô-la, mas seria errado eu fazê-lo. Pois não sou eu quem canto mas que sou
cantado... Por isso, no ato de louvar, eu estaria louvando a mim mesmo e por isso queria uma
letra apropriada mas não há uma pessoa que pudesse fazê-la adequadamente. Entretanto, Jesus a
fez para mim e realmente está ótima. Então, estou tranqüilo. A letra dessa música é muito boa. É
simples e expressa muito bem o sentimento de louvor. Por isso pretendo adotá-la.
Dessa forma, daqui por diante, aqueles deuses que não são deuses começarão a trabalhar bastante
e por isso, não se sabe que coisas poderão acontecer. Finalmente, entramos na cena principal.
Essa foi uma manifestação de que a partir deste ano será a frente (em relação ao verso).
Existe mais uma coisa interessante. Outro dia, no Havaí, quando estava sendo realizada uma aula
de Iniciação em inglês, havia cerca de 40 pessoas, dentre as quais pouco mais de 10 eram
estrangeiros. Entre eles havia um americano que se tornou fiel recentemente, o qual disse algo
muito interessante que peço para lerem. É um trecho do relatório do Sra. Higuti.
Correspondência do Havaí (Obs; Eiko numero 257)
“O Santo que vai salvar o mundo será o oitavo” que foi dito agora, consta numa lenda. No
budismo, considera-se que Sakyamuni é o oitavo mas isso foi elaborado de forma conveniente
para o budismo.
Sakyamuni não é “oito”. Ele é sete, é sétimo. Isto porque, sendo 5 6 7 Miroku, ele é
Miroku 7. Ele é uma pessoa sempre e somente regida pelo 7. Por isso, como a Terra é 7, ele é o
Miroku da Terra.
Eu sou Izunome e por isso sou “8”. O Izunome em termos numéricos é 5 e 3, e por isso
fica 8. E o número 8 corresponde ao Monte Fuji. Por isso, ao escrever o número, temos o
formato do Monte Fuji.
11
E eu sou o fundador do povo Yamato e a origem do povo Yamato é nas proximidades da
atual região de Suruga. (Na verdade é em cima do Monte Fuji, mas...)É no sopé do Monte Fuji.
Por isso, antigamente, o Monte Fuji era considerado como o verdadeiro monte de Deus e no seu
topo ainda hoje é cultuada a deusa Konohana hime e, nesse sentido, eu tenho grande afinidade
com o Monte Fuji.
E, como já falei daquela vez, num sonho, eu estava olhando a paisagem de cima do Monte
Fuji e foi naquele momento que eu tive o meu Segundo Nascimento.
Depois que saí eu falei sobre o Cair da Flor e a formação do Fruto, o que significa que a
“semente se alojou”. A partir daí, o meu Poder e diversas outras coisas ficaram diferentes.
E foi depois disso que abriu de fato. Por isso, naquela hora, a Igreja Messiânica havia
desmoronado por completo. Parecia que já não havia mais jeito mas esse era o aspecto do cair da
flor. Falei muito sobre isso na época e assim, a oitava pessoa, mencionada agora também é uma
coisa certa.
Cerca de uma semana atrás, o casaldos Estados Unidos trouxe uma pessoa principal que
desenhou o Stars and Stripes e conversamos diversas coisas. Eu pretendia ter um encontro de 5
ou 10 minutos mas ao começar a conversa, estava tão interessante que conversei por mais de uma
hora. (...)Ela estava muito admirada dizendo: “Até hoje eu vi e ouvi diversas pessoas no mundo
mas todas eram da relação de um para um ou só tinham Ensinamentos. Nunca tinha ouvido a
conversa de alguém que superasse Sakyamuni ou Jesus Cristo. Mas, formar muitos discípulos que
realizam milagres como os de Cristo é algo que nunca vi nem ouvi. Fiquei surpreso nesse ponto”.
E, de fato, disse coisas dignas de um americano. “Eu não posso fazer comentários ou
críticas sobre Meishu-Sama. Para se comentar sobre alguém, é pre..............
e quando Amaterassu Omikami abre uma fresta do portal e olha para fora,
repentinamente....................a pega e puxa pela mão. Aí, sob o nome de 5 deuses acompanhantes,
ela aparece no mundo protegida por 5 deuses masculinos. Obviamente isso é uma fábula mas
surgiu um modelo igual. Naquela hora, creio que algumas pessoas já sabem, a senhora de
entregas, uma viúva já perto dos 50 anos aprendia dança por gostar muito. E ouvi dizer que na
noite anterior ela chamou grande número de pessoas e dançou bastante, e então pensei que
finalmente ia acontecer a abertura do portal. E foram 5 os diretores da Igreja que foram puxados
para lá. Inicialmente eram 4 e eu achei estranho mas no final o Sr. Shibui foi puxado e assim ficou
5. Então os 5 deuses acompanhantes ficam as cinco pétalas da ameixeira.
No ensinamento da Oomoto está escrito “A flor da ameixeira que se abre ao mesmo tempo nos
três mil mundos, o dragão dourado do nordeste...Chegou o Mundo Divino que abre com a
ameixa e governa o Pinheiro”. A ameixa tem um importante significado.
A “flor princesa do irmão mais velho”, na verdade se deveria escrever “flor do irmão mais velho”.
É diferente de. Ela é a cerejeira e portanto a ação do mundo búdico. A flor do irmão mais velho é
a ameixa porque floresce antes de todas. As outras são irmãos mais novos. A cerejeira é irmã mais
nova, é do lado feminino.
Então a flor da ameixa desabrocha, cai e dá frutos e o fruto da flor da ameixa é chamada de
“semente do senhor” e é o. E, na poesia desta vez saiu um pouco sobre a semente do senhor. A
flor da semente do senhor desabrocha e exala seu perfume para os quatro cantos. Essa poesia
estava no meio dos salmos do Culto de ontem e é por isso.
E, naquela época, eu escrevi “Cair das Flores e Formação dos Frutos” e dei a todos. Foi nesse
sentido. Isto é, ela canta o sentido de que a flor da ameixa cai e então se forma o fruto. Isso é um
assunto muito misterioso. Quem fez o papel denaquela hora, foi o advogado chamado Motizuki.
Foi ele quem me puxou.
Nessa hora, pela primeira vez, o espírito de Amaterassu Omikami se alojou no meu ventre. E ele
agora tende a crescer cada vez mais. Já está bem grande. E com isso a Luz vai ficando mais forte
e também maior. E a purificação também fica forte. Entretanto, não sou eu quem faço assim. É
Deus que o faz.
Assim, a letra poder (=tikara)é constituída de ti que é espírito e kara que é corpo (karada)o que
significa também vazio. Como nele entra o ti=espírito, então trata-se de um ser humano vivo.
Então, só com a combinação do espírito e do corpo é que surge o poder.
12
E su é o mundo. Até agora, o mundo era vazio, nele ainda não havia entrado a alma. Não possuía
o conteúdo, que é a parte mais importante. Sakyamuni disse algo muito inteligente. Que “este
mundo é provisório”. E realmente é um mundo provisório. Não é verdadeiro. É algo aproveitável
para o momento. No livro “Criação da Civilização” já lido em outra ocasião explico isso dizendo
que “até agora tudo era provisório. Não era verdadeiro”. Sakyamuni disse: “O budismo é a
Verdade aparente”. Verdade aparente é como a verdade, não a verdadeira, é a provisória e não a
autêntica. No budismo usa-se a expressão Jisso Shin’nyo (aspecto real da verdade aparente), mas
isso é sem nexo. O certo é “Shin’nyo Jisso”.
Jisso se refere àquilo que contém de fato a alma. Então primeiro surge o Shin’nyo (verdade
aparente)e depois que ela termina toma o Jisso (aspecto real).
Depois que o mundo de Buda terminar, o mundo vira o mundo do aspecto real, o Mundo de
Deus.
No Ensinamento da Oomoto está escrito: “Até agora era o Mundo de Buda, mas saibam que o
Poder Búdico é diferente de Poder Divino”. Assim, até agora, era o Poder Búdico, o Poder da
Lua.
Agora é o Poder Divino, o Poder de Deus. E Deus (Kami)é constituído de ka e mi que
respectivamente são Fogo e Água. Por isso, significa Vertical e Horizontal e conseqüentemente o
Poder Verdadeiro. Portanto, o Poder Búdiconãoera um poder verdadeiro. A letra Buda (?)é
constituída pelo (?)(ninben = família dos homens)porque o seu poder é humano. Essa letra é
muito difícil de ser entendida mas a outra parte, a letra (?)é a letra (?)(arco). Foram colocados
dois traços na letra arco. E arco diz respeito à Lua. Fala-se muito na lua com formato de arco e o
formato do arco é o formato da Lua. Por isso, dissecando o arco, ele toma o mesmo aspecto da
Lua. Quanto a letra Deus (?=kami)é constituída de (?)(shimesu hen= família do “mostrar”)e o (?),
o qual não é falar. É (?)com (?)(dez)e atravessa a parte superior e inferior. Por isso, ligando-se
vertical e horizontalmente vai mostrar isso para o mundo. Deus é sempre e somente (?)(dez). O
(?)do emblema também tem esse significado.
UMA ALMA INVISÍVEL AOS OLHOS
SE TORNA PESSOA RECEBENDO A BÊNÇÃO DA NATUREZA
A SEMENTE DO SENHOR,
DA FLOR DO IRMÃO MAIS VELHO,
COM A CHEGADA DA PRIMAVERA,
DÁ FLORES E PERFUMA OS QUATRO CANTOS.
(Mioshie-shu no. 2316/6/53)

Vinda do Messias
“Fala-se sobre a Vinda do Messias, não? Pois o Messias nasceu. Não são apenas palavras; é a
realidade mesmo. Eu próprio fiquei surpreso. E não se trata de renascer, mas de nascer
novamente. É esquisito nascer depois de velho, mas o mais interessante é que minha pele ficou
delicada como a pele de um bebê e, além disso, como podem constatar, surgiram-me estes cabelos
pretos. Ao vê-los, o barbeiro disse que parecem cabelo de criança. Os fios brancos forma sumindo
gradativamente e só nasciam fios pretos.(...)
Esse Messias tem a posição mais elevada na hierarquia do mundo. No Ocidente, ele é considerado
o Rei dos Reis. Assim, a minha vinda se reveste da maior importância, pois, graças a ela, a
humanidade será salva”.
(Luz do Oriente, 3o.Vol. pág 224)

2. SOBRE O “MESSIAS”/ “SALVADOR”

13
A “BOLA DE LUZ” - A INTELIGÊNCIA DIVINA E A EXECUÇÃO DO PODER
INVISÍVEL
(...)
Afinal, por que eu nasci neste mundo? A primeira metade da minha vida foi muito comum.
Entretanto, uma vez que me tornei religioso tudo se transformou. Isto porque, não sei o que é,
mas, mirando a minha pessoa, algo como uma bola invisível, foi atirada. E essa bola se alojou em
meu ventre. Isso aconteceu cerca de 30 anos atrás. O interessante é que essa Bola parece ter um
cordão. E alguém a puxa ou afrouxa livremente. Ao mesmo tempo, a minha liberdade me foi
tirada. Quando penso em fazer algo, o cordão me puxa e não deixa que eu faça. Em
compensação, ele me puxa para lados inesperados e sou levado para essa direção. É realmente
misterioso. Eu sou como um boneco que é manipulado por um mestre de marionetes.
E não é só. A partir daquela época eu entendo diversas coisas que até então não sabia. No início
não era tanto, mas a medida que o tempo avança, isso se torna mais intenso. Tempos atrás, ouvi
dizer que o conhecimento adquirido pelo estudo se chama inteligência humana e o conhecimento
adquirido sem o conhecimento chama-se inteligência divina e então, achei que se tratava desta
última. Com certeza trata-se da inteligência divina. Assim que me deparo com alguma coisa, logo
compreendo a causa e o resultado. A ponto de não ter tempo para refletir. E o misterioso é que
isso se limita a questões necessárias. Recebo perguntas dos fiéis e as respostas saem de imediato
pela minha boca. Nessas horas é interessante, pois sou ensinado pelas minhas próprias palavras.
Sobretudo nos assuntos sobre a saúde do ser humano, que é mais importante, soube da forma
completa em todos os aspectos. Quem já leu as minhas explicações sobre minha medicina há de
concordar com isso. E não me limito a isso. Quando observo todos os setores da civilização
contemporânea, só posso pensar que a Medicina, por exemplo, seja de nível primário. Até a
política, a economia, a educação, me parecem ser realizadas por moleques de primeiro grau. Só o
setor artístico é que me parece um pouco melhor. Falar tais coisas parece muita mania de
grandeza mas como estou na posição de Deus não posso falar nenhuma mentira e por isso,
gostaria que os leitores pensassem que se tratam de verdades. E, o mais importante de tudo é que
me foi concedido o método para executar um poder invisível e estou curando por completo
infinito número de pessoas através de grande número de fiéis. Isso é do conhecimento de todos e
a sua cura também é tão maravilhosa que se considerarmos a Medicina com o valor 1, não seria
exagero dizer que a minha equivale a 100.(...)
(Eiko, nº 116 extraído de “Era da Civilização Religiosa 8/8/1951)

QUEM É O SALVADOR?
Acho o título acima bem inusitado, e sem dúvida os leitores pensarão da mesma forma. A
propósito dele, pretendo fazer uma análise psicológica da minha pessoa. Gostaria, porém, de
deixar claro que se trata de uma análise objetiva do meu interior e que não há nada inventado ou
fictício. Portanto, espero que leiam com esse espírito.
A palavra Messias, ou seja, Salvador, é muito usada no mundo inteiro, sem distinção de tempo e
lugar, tanto no Ocidente como no Oriente. Com exceção de uma parcela de pessoas religiosas, a
grande maioria considere que a vinda ou o nascimento do Salvador tão esperado, possuidor de
poder sobre-humano não passa de um grande sonho, ou uma grande esperança utópica. É verdade
que já apareceram pessoas que, se auto-proclamavam Messias, mas, com o passar do tempo,
acabaram desaparecendo, donde se conclui que ainda não surgiu o verdadeiro Salvador.
Devo confessar que não gosto de afirmar que sou o Salvador, mas por outro lado também não
posso dizer que não o seja. Sendo algo tão sério, inédito em toda a história da humanidade, a
vinda do Salvador é um assunto que não pode ser discutido de maneira leviana. Contudo, não se
pode também afirmar que se trate apenas de um sonho, nem deixar de acreditar na sua viabilidade,
pois a Segunda Vinda de Cristo, a Vinda do Messias e o Nascimento de Miroku foram previstos
por grande profetas e santos.

14
Há muito tempo venho pensando na condição número um que deve ser preenchida pelo Salvador.
Antes de tudo, ele deve ter força para livrar as pessoas das doenças. Por conseguinte, além de
conceder-lhes o método absoluto para obterem plena saúde e completarem o tempo de vida que
lhes foi predestinado, ele deve possuir força para a concretização desse objetivo. Essa é a
qualificação fundamental do Salvador.
É óbvio que a saúde do corpo deve acompanhar a saúde do espírito. Cristo disse que de nada
adianta o homem ganhar o mundo se vier a perder a vida. Parece-nos que essa afirmativa
evidencia a verdade acima. Assim, as religiões e os líderes religiosos que não possuem força para
eliminar as doenças da humanidade, têm valor limitado. Eu sempre abracei essa tese, e certo dia,
mais de dez anos após entrar na vida da fé, obtive conhecimento sobre o princípio fundamental
das doenças e a sua solução. Ah, ninguém poderá imaginar o espanto e a alegria que senti naquela
hora, pois nunca ninguém fizera uma descoberta tão importante! Se a comparamos com as
grandes descobertas ou as grandes invenções, estas não chegariam a seus pés.
Realmente, eu sou uma pessoa que nasceu com um destino misterioso.
(A outra face da doença - 20/10/1948)

A REALIDADE É SUPREMA (OS FATOS FALAM MAIS ALTO)


Sabendo desse fato ninguém poderá deixar de acreditar na possibilidade do ideal absurdo de
sermos capazes de construir um lugar isento de doença, miséria e conflito, o Paraíso Terrestre.
Conseqüentemente, o trabalho que estamos realizando no momento, na verdade, não é religioso.
Pois, ao se falar em religião, tende-se a imaginar as religiões tradicionais, e em caso de se
apreender a realidade de nossa Igreja, isso até atrapalha. Isto é, para falar a verdade, é uma
grande obra de salvação, inédita. Pois frente à grande transição do mundo, se não surgir esta
grande salvação, será difícil evitar o perigo para a humanidade. Então, deus escolheu a mim,
como executor desta grande obra. Não digo que sou o Messias mas hoje posso afirmar que Deus
irá manifestar o poder do Messias através de mim.
Entretanto, qualquer religião, desde os tempos antigos, durante um certo período sempre é mal
interpretada, fato este que podemos evidenciar nas histórias das religiões. Eu também não fugi à
regra. Sempre há quem interprete mal,mas cada vez mais aumenta o número dos que me apoiam.
Conseqüentemente, só me resta agir conforme o desígnio de Deus e seguir o transcorrer do
tempo, entregando-me nas mãos de Deus.
?????(A outra face daDoença20/12/1949)

SOBRE OS MEUS NOMES


O Sr. Hongo (?)escreveu diversas coisas pelo aspecto psicológico sobre apalavra discípulo, que
vez por outra eu uso para designar os fiéis. Achei isso muito interessante e vou escrever um
pouco a respeito. Atualmente, estou centralizado na atuação de Komyo Nyorai, e podem pensar
que essa palavra tem o mesmo sentido que os dez grande discípulos freqüentemente mencionado
por Sakyamuni, por estar na mesma posição que Shaka Nyorai e Amida Nyorai. E também porque
falando em termos de discípulo é mais fácil de se entender, pois pode-se confundir as pessoas que
ministram Johrei em caráter exclusivoe os fiéis comuns.
Como diz o referido senhor, anteriormente, eu era chamado de Grão Mestre. Na época,a minha
atuação era de Bossatsu de KanzeonBossatsu e por isso era adequado, mas depois que virei
Nyorai, mudei para o nome de Meishu (Senhor da Luz).Jikan significa que eu estou realizando o
trabalho de Kannon. Akemaro, que utilizo como nome para compor as waka etc, foi escolhido
pelo seguinte: a data de nascimento do Príncipe Herdeiro é 23 de dezembro de 1933, e o dia e
mês são o mesmo do meu nascimento. Nunca me esquecerei, no dia 23 de dezembro de 1933, a
incentivo dos membros, fiz a primeira comemoração do meu aniversário, desde que havia nascido.
Assim, em comemoração ao nome do príncipe que havia sido anunciado como Akihito, escolhi o
nome de Akemaro. Como nome mais humorístico uso Karassu Aho, o que também tem uma
passagem. No início da Era Meiji ()havia em Ossaka, um mestre de Kanku chamado Assanebo
15
Kiraku. Ele era um mestre muito reconhecido na época e o seu segundo sucessor era o mestre
Deguti Onissaburo da Igreja Oomoto, o qual, sob o nome de Assanebo Kanraku, incentivava
muito o kanku entre os membros. Eu também me tornei seu discípulo e por gostar, me esforcei
bastante. Em compensação ganhei o nome de terceiro sucessor Assanebo Kiguetsu (Kiguetsu
dorminhoco).Como já é do conhecimento geral pelo Warai no Izumi (coletânea de poesias)eu me
tornei júri e por algum tempo incentivei dezenas de meus discípulos a praticarem o kanku.
Entretanto, nessa época eu era muito dorminhoco e, no desejo de me tornar madrugador, mudei o
nome para o atual Akegarassu Aho (Pássaro madrugador). Aí, misteriosamente passei a acordar
cedo e continuo até hoje. Não podemos mesmo negligenciar o misterioso uso do espírito das
palavras.
E Deus me dá nomes de acordo com a minha posição espiritual e devido ao trabalho executado,
por isso, daqui para frente, pode ser que meu nome mude ou não. E, pensando bem, o espírito da
palavra Meishu é muito próxima de Messias e por isso, acho que talvez possa ficar com o nome
de Messias.
(Eiko no. 121 12/9/1951)

MEISHU
A Igreja Messiânica Mundial, na época da Associação Kannon, não curava tanto assim. A cura
feita por mim era quase igualà que hoje os senhores realizam, sabe? Isso porque o Sol ainda não
havia surgido. A cada ano o Sol aparece mais e por isso surgem milagres.Por isso, com o passar
do tempo a cura será melhor e também haverá mais milagres. Em contrapartida a parte da
linhagem da Lua será cada vez mais o oposto. Eu disse que todos os japoneses serão fiéis e é isso
mesmo. Pois não há quem adore a Lua quando o Sol Sobe. Mas não é por isso que a Lua
desapareceu por completo. Pois ela existe. Antes, a Lua era principal. Agora o Sol é principal,
pois sem a Lua - sem a água - o fogo não arde.
A letra Mei (?), sabe... Meishu tem esse significado. E Meiji também. De Meiji (??)para Showa
(??)e eu nasci em Meiji.
(Gossuiji-roku no. 6 1/7/1951)

PORQUE FICOU IGREJA MESSIÂNICA MUNDIAL


(...)
O budismo é a Lua, e esta é a luz da noite. Por isso, uma vez que Kanzeon Bossatsu é Buda, sua
atuação é da Lua da Noite e ele não conseguia manifestar o Poder absoluto, devido à época.
Conseqüentemente, uma vez que finalmente será o Mundo do Dia, a atuação de Buda se apaga
aqui e vira a atuação de Deus. E é natural que esse, como já disse, é o motivo de termos nos
tornado Igreja Messiânica Mundial.
Mesmo que a atuação seja a de Deus, como já disse acima, é diferente do xintoísmo existente
desde a antigüidade no Japão. Uma vez que o xintoísmo é algo limitado, sendo uma religião do
povo japonês, hoje, quando tudo se tornou mundial, ele perdeu o sentido, e foi por esse motivo
que ele enfraqueceu após o término da Segunda Guerra Mundial. Por isso, o Supremo Deus não
discrimina povo e nem país. Ele salva toda a humanidade de modo que cheguemos a uma época
muito grata. Então é preciso ter um nome adequado. Sendo assim, o nome da Igreja Messiânica
Mundial é o mais adequado mas como ela é soletrada em ideogramas japoneses é muito oriental e
sem graça. E por isso, colocamos a leitura Messias. Com isso, juntando tanto o Oriente como o
Ocidente, é mundial. E especialmente a palavra Messias se liga a Cristo, sendo ótimo como
denominação do apreço dos povos civilizados.
E ouve-se dizer que Messias e Juízo Final têm uma ligação íntima e inseparável e é
profundamente significativo que tenha o mesmo sentido do Fim da Noite e do Início do Dia que
pregamos.
Se Kanzeon Bossatsu toma a atuação de Deus, que diferenças ocorrem? É um assunto do maior
interesse para os fiéis. Como sempre digo, a salvação indiscriminada para o bem e o mal passam a
16
não sê-lo e bem e mal separados claramente. Isso significa que a proteção do bem fica ainda
maior e o mal, diferentemente do que acontecia até agora serápunido rigorosamente. Devemos
avançar bem consciente disso. E para tanto, devemos ler os Ensinamentos o máximo possível.
Uma vez que Deus vai construir o Paraíso Terrestre de perfeita Verdade, Bem e Belo que é o
seuideal, Ele precisa corrigir de uma vez por todas as pessoas de coração impuro.
(Tijô Tengoku, no. 14 “20/3/1950)

SOBRE O ESPÍRITO DA PALAVRA MESSIAH


INTERLOCUTOR: Gostaria de saber sobre o espírito da palavra MESSIAH.
MEISHU-SAMA: Messiah é uma palavra hebraica e por isso é um difícil de interpretá-la em
japonês. Seu significado é o Senhor da Salvação do Mundo, Senhor da Salvação. Os cristãos
acreditam que Cristo é o Senhor da Salvação, mas na verdade é o Senhor da Redenção.É bem
diferente de Senhor da Salvação.
Ele é a pessoa que redimiu os pecados de todos os homens que, representando os pecados,
sacrificou sua vida e foi perdoado. Mas o Senhor da Salvação do Mundo não está na posição de
ser perdoado e sim perdoar. Vou falar sobre isso quando chegar a oportunidade (for propício)
INTERLOCUTOR: O Mundo Espiritualé regido por Ookuni Nushino Mikoto (????)e o Mundo
Material, por Kunitokotati-no-Mikoto. Quem rege o Mundo Divino?
MEISHU-SAMA: Kunitokotati-no-Mikoto não rege. Ele está realizando a Grande Purificação
mas não posso falar além disso. O Mundo Espiritual é Ookuni Nushino Mikoto. O Deus regente
do Mundo Divino vai ser definido, ainda.
INTERLOCUTOR: O Supremo Deus seria tudo isso em termos globais?
MEISHU-SAMA: Sim. É. É o (??????). Esse não muda. Mas ainda não surgiu a regência de um
Deus com individualidade. Por isso, até nas religiões, nenhuma dominou o mundo.
(Gokowa-roku28/9/1948)

JESUS É CRISTO?
INTERLOCUTOR: A frase que consta no Novo Testamento: “
Acredito que nela, cada frase dita por Jesus tem um importante significado. Gostaria que o senhor
orientasse sobre isso.
MEISHU-SAMA: O perguntou: “Você é filho de Deus?” E Jesus respondeu: “É exatamente
como você diz. Daqui a algum tempo vocês...” A Bíblia tem textos muito confusos. Pode-se
interpretar de ambas as formas. A Bíblia foi escrita pelos discípulos de Jesus e ainda por cima foi
traduzida do hebraico para o inglês e depois para o japonês e por isso também deve ter pontos
que não têm o sentido perfeito. “Aquele que governa vocês, este, se sentará do lado direito e por
isso, vem depois do esquerdo, o que significa que é o que vem em segundo, depois do
Onipotente. É a atuação da Lua, da mulher. O onipotente é Jeová e o que se coloca à direita é
Jesus. Como ele desce em cima das nuvens, é a Vinda do Messias.
INTERLOCUTOR: Quando falamos sobre a Obra Divina, aos fiéis do cristianismo, e mesmo que
a pessoa não seja fiel, mas tenha lido a Bíblia, ele fala que nela...
MEISHU-SAMA:Dizem que somos os anti-cristo, não é?
INTERLOCUTOR: Sim. E isso geralmente nos atrapalha muito. Se o senhor pudesse nos dizer
alguma coisa para que possamos desfazer a dúvidadeles quanto a esse respeito.
MEISHU-SAMA: Não adianta. Não adianta tentar desfazer a dúvida. Por mais que você se
esforce em explicar, não entenderão. Quanto mais explicar, mais eles pensarão que somos o anti-
cristo, uma falsidade extremamente hábil. Enquanto não chegar o tempo certo, não adianta. Além
do mais, se naquela época tivesse surgido o Salvador, os meios de transporte eram precários e as
pessoas estavam muito distantes umas das outras. E mesmo que se tentasse, era impossível salvar
o mundo inteiro.

17
Agora, os meios de transportes se desenvolveram de forma extrema e a comunicação entre os
países é imediata. O Mundo tende a se transformar um sóe há até propostas de se formar uma
federação mundial.
Pensando por esse aspecto, creio que podem ter uma idéia geral.
(Gokowa-roku no. 128/1/1949)

CRISTO, SAKYAMUNI, MESSIAS, KANNON SÃO DEUSES COM ASPECTO


HUMANO
INTERLOCUTOR: Em seu poema vamos escrito: “Cristo, Sakyamuni, Messias, Kannon, são
deuses com aspecto humano”.
Quando Deus vai nascer sob a forma humana Ele vira o Espírito Primordial dessa pessoa, ou se
aloja nela através de encosto?
MEISHU-SAMA: Nesses casos, Ele vira o Espírito Primordial. Por isso, é um Deus encarnado.
Pode-se pensar assim. Há casos em que Deus encosta mas isso não tem continuidade, e ao
terminar o que era necessário, Ele vai embora. E por isso é diferente do caso em que Ele nasceu
de verdade.
(Gokowa-roku no.1013/5/1949)

REALIZANDO TRABALHO À ALTURA DO MESSIAS


Até agora, quando o médico dá uma injeção, a maioria melhora um pouco mas em breve
aparecerão muitos casos em que ao se aplicar uma injeção a pessoa morre imediatamente. Aío
próprio médico começará a ter medo de aplicar os métodos. Então chegará uma época em que
todos começarão a procurar se não existe algum meio. Aí será fácil.
Quando as coisas ficarem assim, nós precisaremos ter uma organização e uma estrutura
completamente prontas. Pensando bem, no momento, mesmo que apareçam muitas pessoas que
digam ter o desejo de serem salvas, não conseguiremos atendê-las e por isso, de nada adianta.
Por isso, eu por exemplo, tenho disfarçado bastante. Se disser de verdade que sou Messias, - O
Cristo - pessoas do mundo inteiro irão se juntar e não poderei trabalhar. Não poderia nem
escrever “A Criação da Civilização”. Por isso, Deus está realizando as coisas de forma bem
adequada.
Feito isto, será assim. Depois, assim. Ele avisa de forma precisa e por isso estou bem ciente. Deus
faz as coisas com muita habilidade.
Em breve, escreverei uma tese mundial. pretendo escrever que não sou o messias. Depois, vendo
o meu trabalho, vendo os efeitos reais de messias que é o de salvar o mundo, aí poderei ser o
Messias.
Se realizar o trabalho a altura do Messias, posso dizer que o seja, mas falar desde o início que sou
assim ou assado, não adiantaria em nada. Há uma frase muito inteligente que diz que as coisas
dignas se misturam às banais. Já estamos chegando bem perto, sabe?
(Gossuiji-rokuno. 35/10/1951)

KANNON MESSIAS (DA SALVAÇÃO DO MUNDO)


Indo desta vez a Nara, entendi que o Prícipe Shotoku é Kannon. O Príncipe foi mesmo eu. Soube
disso. A porta do Palácio do Sonho se abriu bem na hora - é certeza que isso só aconteceuma vez
por ano - e naquele momento, o espírito de Kannon, bem, entrou em mim. E o que fiquei sabendo
é que estava esperando o momento até agora.
Isto porque Nara é a origem do budismo, foi dali que o budismo teve início. Por isso,e
perguntando diversas coisas sobre os templos de Nara, vemos que ainda não haviam surgido
religiões. A isso a filosofia budista chamou de religião primitiva, sabe? Em seguida, surgiu o
budismo montanhesco. E só depois é que se formou o budismo de seitas.

18
Por isso a religião da Era Nara é centralizada de um modo geral em Kannon. Existem Amida,
Sakyamuni, vários, Yakushi Nyorai também é Kannon, sabe? Quase todos eram centralizados em
Kannon.
Em suma, o Príncipe Shotoku é um pequeno modelo do Kannon de Mil Braços. E o que estou
realizando agora é a ação do Kannon de Mil Braços. Por isso, faço diversas coisas de forma
ilimitada. Até agora, o Kannon da Salvação do Mundo (Messias)estava no Pavilhão do Sonho e
soube que nele, o Príncipe Shotoku sempre fazia seus escritos, vivia lá como se fosse sua
residência. E ele se chama Pavilhão do Sonho - o nome sonho que é interessante.
Isto é com certeza, o sonho daquela época do Príncipe Shotoku finalmente está para se
concretizar. Normalmente é muito difícil se colocar um nome como Sonho. Costuma-se colocar
um nome mais direto, que possui algum significado, não é?
E lá está escrito Kannon da Salvação do Mundo. Nos documentos literários, consta Kannon da
Salvação do Mundo, cuja leitura em japonês é Gusse Kannon.
E fui eu quem chamou de Messiah, e por isso é bem interessante ter ido desta vez. Existe um
significado. O fato de ter ido bem no dia em que isso já estava decidido. Pela programação,
deveria ter ido no dia seguinte, mas como a atividade do dia terminou logo, ficou decidido ir até o
Templo Horyu. Visitaríamos o Templo e o restante seria deixado para o seguinte. Mas se
tivéssemos deixado para o dia seguinte não teríamos visto o Kannon da Salvação do Mundo
(Messiah). Realmente, estava decidido assim.
No nome Nara, pelo espírito da palavra, NA é terra e RAé expansão. É igual a Gora. Nara, então,
significa que a terra se expande. Pois Sakyamuni é o Miroku do Solo, não é? Pois Terra é 7. É o
Miroku do 7. Por isso a construção do Paraíso Terrestre em Quioto, se dá pelo fato de que
Hakone é 5, Atami é 6 e Quioto é 7, tendo esse significado de Miroku. (...)
INTERLOCUTOR: Sendo assim, a fé centralizada em Meishu-Sama pode ser interpretada como
uma adoração centralizada no Kannon da Salvação do Mundo. (Messiah)
MEISHU-SAMA: Não. O nome Kannon ainda constitui um disfarce e por isso não surge o Poder
verdadeiro. Pois é Deus quem faz a Providência, sabe? No Kannon da Salvação do Mundo
(Messiah)a que me referi, o Príncipe Shotoku que é esse Kannon.
Agora, finalmente chega a hora e inicia-se a atividade. Como ele fez o Buda, para começar a
atividade, precisa transformá-lo do Deus original - fazer com que trabalhe para nós, a Igreja
Messiânica Mundial. Faz essas coisas.
Messias é o nome de ser humano. Deus, o Supremo Deus, é Jeová.
(Gossuiji-roku no. 91/5/1952)

PRÍNCIPE SHOTOKU - KANNON MESSIAS


Desta vez, em Nara, aconteceu algo muito significativo. No Templo Horyu existe um pequeno
santuário chamado Pavilhão do Sonho. Não sei se poderia chamá-lo de santuário, nele há algumas
obras de arte e uma Imagem de Kannon. E as suas portas se abrem alguns dias por ano. Bem
naquele dia ela estava aberta e chegando lá encontrei mesmo uma Imagem de Kannon do tamanho
de um ser humano com uma plaqueta escrita Kannon da Salvação do Mundo.
No Budismo pronuncia-se Gusse Kannon. Nos documentos literários constam algumas coisas a
respeito. E quem colocou o nome de Messias, nele, fui eu. Escreve-se Gusse Kannon (pode ser
lido também como Kyussei Kannon)que é Kannon da Salvação do Mundo (Messias). Fitando a
imagem, uma energia espiritual inexplicável entrou em mim causando-me uma sensação muito
agradável que me deixou alegre a ponto de quase chorar. O Espírito de Kannon entrou em mim,
sabe? E isso tem um grande significado.
Pois no Príncipe Shotoku estava encostado o Kannon de Mil Braços. Então, tinha aatuação do
Kannon de Mil Braços. Só que, devido à época, a atuação era pequena. Bem, talvez, ao invés de
Kannon de Mil Braços fosse Kannon de Cem Braços.
Então, até que ele próprio surgisse de verdade no Japão, Kannon precisava divulgar o budismo no
Japão e salvá-lo com isso. Aí, fez o Príncipe Shotoku trabalhar e iniciar o budismo. Por isso, Nara
é a origem do budismo. E no lugar chamado Nara não existem religiões com nomes diversos. No
19
budismo existem religiões com nomes diversos. No budismo existem a religião Shin e outras mas
isso é algo que ocorreu com a transformação dos templos nessas formas, mas na verdade, em
Nara não existe o que se chama de fundador. Por isso, são um budismo primitivo. O verdadeiro
budismo primitivo. Posteriormente surgiram pessoas como Honen, Kukai, Denkyo e Shinran que
se tornaram fundadores que formaram seitas. Existe também o budismo montanhesco. Da
montanha Takano e Hiei, não? Nessa época, havia o budismo popular. Em suma, é o budismo
mundano. Por isso, Nara pertence ao puro budismo primitivo, é a origem dele.
E quem iniciou o budismo foi o Príncipe Shotoku, não é? Ele teve a atuação do Kannon de Mil
Braços. E depois permaneceu do Pavilhão do Sonho do Templo Horyu durante 1200 a 1500 anos.
Para divulgar o budismo, o Príncipe Shotoku se utilizou da arte. Em suma, ele construiu o
Pavilhão das Sete Torres. Por isso, ele se empenhou em diversas coisas e não só nas artes. Ele
elaborou também a Constituição dos 17 Artigos. Em termos de constituição, o início se deu com
o Príncipe Shotoku. Portanto, ele também possuía grandes conhecimentos políticos. Entretanto,
de qualquer forma decidiu-se iniciar o budismo através da arte. Por isso, as belas-artes budistas
daquela época forma muito intensas. Équase uma obra sobre-humana ter-se construído algo tão
magnífico naquela época, algo tão surpreendente como a grande estátua de Buda.
E no meu caso, é como se eu tivesse ampliado isso em termos mundiais. O fato de eu iniciar a
Messiânica através da arte é como ampliar o que o Príncipe Shotoku realizou - tornando isso
mundial, sabe? E o que estou realizando agora é, em suma, a atuação do Kannon de Mil Braços.
Por isso, a Associação da época inicial foi assim, não foi? A sua formação se deu em outubro de
1934, não? Formamos a Associação Kannon e na ocasião desenhei a figura do Kannon de Mil
Braços. Eu seguro diversas coisas nas mil mãos. Mas isso não significa que vou colocá-las no
bolso. Mas que todas as coisas vão ser salvas. Salvar, é impossível sem que se tenha livre controle
delas, em suma, é preciso que haja obediência, sabe? E conseguindo segurá-las posso manuseá-las
livremente e, portanto, salvá-las como quiser.
Eu já sabia disso de uma forma geral mas indo desta vez ao Pavilhão do Sonho, pude entender
ainda mais claramente. Isto é, o que o Príncipe Shotoku realizou, sabe? Ele encostou em mim,
sabe? Por isso, de fato, ele passou a trabalhar para a Messiânica. Por isso, o espírito já não está
mais lá no Pavilhão do Sonho.
Por isso, pode ser que em breve o pavilhão fique sempre aberto.
Assim, os assuntos de Deus estão todos definidos perfeitamente até no ano e na hora. Se é assim,
poderíamos retrucar dizendo que Ele poderia fazer logo as coisas, mas não é bem assim É mesmo
de acordo com o tempo que as coisas vão ficando assim. Realmente, “Deus é ordem”. É o mesmo
que acontece com a flor que precisa desabrochar para dar o fruto. Por mais que Deus queira
mostrar coisas bonitas a todos, no ano novo a cerejeira jamais desabrocha, não é verdade?
Esse tempo e essa ordem jamais podem ser modificados.
O Pavilhão do Sonho foi construído para o Príncipe Shotoku trabalhar e ele trabalhou nele. O
Pavilhão do Sonho foi construído ali, comemorando isso. Em suma, o centro de Nara é o Templo
Horyu e fala-se que o centro dele é o Pavilhão do Sonho. Por isso, o centro do budismo, no
Japão, é o Pavilhão do Sonho. Podemos dizer que ele é o centro, não é?
(Mioshie-shu no. 107/5/1952)

MESSIAS - A LUZ QUE ALCANÇA O MUNDO INTEIRO


INTERLOCUTOR: O Responsável pela difusão de uma localidade, na hora do Johrei, viu algo
semelhante a uma névoa tomar forma humana e lhe dizer; “Eu sou ancestral dessas terras há dois
mil anos. O que estão fazendo é excelente mas não podem fazê-lo sem permissão. Gostaria ao e
nos que dessem uma satisfação”. E então ele foi imediatamente rezar ao que começou a aumentar
o número de doentes a serem atendidos. Qual a maneira de se rezar nessas ocasiões?
MEISHU-SAMA: Não há método nenhum. Basta ir e fazer o pedido e licença dizendo: “a partir
de hoje, pretendo desbravar estas terras e por isso peço sua proteção”. Isso é ótimo. Eu tenho
vontade de fazer isso mas como assim fica parecendo xintoísmo, nada dizia. Mas às vezes também
dizia.
20
INTERLOCUTOR: Trata-se do Espírito Guardião do local?
MEISHU-SAMA: É o padroeiro da região. Isso é verdade. Inicialmente ele vem no formato
redondo. E quando assume a forma humana, o redondo se desfaz.
INTERLOCUTOR: Seria uma Luz?
MEISHU-SAMA: É diferente também da luz. Eles estão na qualificação de divindade. Quando é
uma divindade bastante elevada, possui muita Luz. Normalmente é uma fumaça branca. Algo
como uma névoa. Quando se chega à altura do Ubussuna possui uma luz tênue. Quando em
seunome é incluída a palavra “Deus”, possui uma luz tênue. Quanto melhor for a divindade, mais
a luz fica forte. Quando-se trata do Ubussuna no Kami, possui a luz apenas do próprio local.
Tratando-se do deus do espírito do país, a abrangência é bem ampla. Quando são do nível de
Amaterassu Okami, Sussano no Mikoto, possuem luz do tamanho do Japão ou da Coréia.
E a Luz que alcança o mundo todo é do Deus Messias que está em mim.E ela será para o mundo
inteiro. Por isso, chamamos Igreja Messiânica e Associação Komanji. Esta é muito grandiosa pois
possui o nome do deus. Shiseisenteroso que é um nome mundial. Shiseisentenroso é Kuni Toko
Tati no Mikoto. Por isso, o Deus que está comigo possui a Luz mais forte. o nome de Senhor
Hikari (Luz)por exemplo, não fui eu quem coloquei. Foi o jornal Shizuoka.
INTERLOCUTOR: Eles dizem Senhor Hikari e nunca falam sem colocar o pronome de
tratamento “senhor” .
MEISHU-SAMA: Estão usando tratamento de respeito. Pois de fato, Deus é quem faz tudo...
(Gossuiji-roku no. 121/8/52)

MOSTAR A REALIDADE DA SEGUNDA VINDA DE CRISTO COM O PODER DO


SENHOR DA SALVAÇÃO DO MUNDO
MEISHU-SAMA: Agora estou escrevendo para o “Livro da Revolução da Medicina” e escrevi:
“Não digo que sou o Senhor da Salvação e nem o Segundo Cristo. Se descobrirem isso nos
futuros trabalhos que vou realizar, podem muito bem acreditar depois disso”. Até agora, muitas e
muitas vezes foram levantadas placas que diziam ser os tais, mas nenhum prestava e por isso, as
pessoas não acreditam nisso. E o natural é não acreditarem.
Mas se na realidade mostrarmos os atos da Segunda Vinda de Cristo, com o poder do Senhor da
Salvação, as pessoas terão de acreditar. E está bom assim.
INTERLOCUTOR: Isso deve ser causado pelas toxinas medicinais mas se receberem o Ohikari e
os dois bilhões de pessoas do mundo se submeterem, só de pensar nesse poder, creio que não é
necessário mais nada.
MEISHU-SAMA: Isso mesmo. “Milagres como os de Cristo até os meus discípulos realizam e
por isso, no Japão, já nasceram centenas de milhões de Cristos”. Escrevi isso também. Entretanto,
um dia todos entenderão isso. Afinal tudo depende do tempo.
(Gossuiji-rokuno. 17 1/2/53)

MEU TRABALHO - UM MISTÉRIO


Eu escrevo com pincel a letra Hikari (Luz)e, colocando-a no peito é possível realizar milagres
como os de Cristo. Daí é fácil entender o valor de Jesus.
Por isso,para falar a verdade, Sakyamuni e Jesus chegam apenas a ser meninos perto de mim.
Entretanto, se escreve isso, as pessoas suspeitam e acabam não confiando mais e por isso, tenho
procurado não escrever, mas se souberem da verdade, será incrível. Em primeiro lugar, o Paraíso
Terrestre de Atami já foi preparado há milhares de anos seja nas suas pedras e no formato do seu
terreno e sendo, assim. É algo misterioso.
Existem muitas coisas que ainda não falo mas são todas surpreendentes. Por isso, Deus tem
realizado diversos trabalhos fazendo coisas erradas, pessoas ruins e pessoas boas, mas sem fazer
esse tipo de coisa não há desenvolvimento e é por isso que são feitas. E o que o Sakyamuni disse
“Tudo é um vazio” é uma verdade. Nesse ponto ele conseguiu realmente expressar-se com
clareza.
21
Naquela época, falava-se muito isso.
(Gossuiji-rokuno. 271/12/53)

SOBRE O PROJETO DO TEMPLO MESSIÂNICO


Nas cartas de anteontem havia um assunto interessante: era uma conversa entre a pessoa do
escritório e o Sr. Tsutino da construtora. Vamos colocá-la no próximo número do Eiko.
Isto também me surpreendeu: a altura do teto do templo foi vistoriado por um doutor da
construtora, não sei se pelo desenho ou ao vivo. E ele disse que a medida de alto a baixo está
exata, sem o menor erro. Dizem que para ajustá-la os arquitetos levam dois meses mas eu calculei
em cerca de cinco minutos. Experimentei fazer a altura com uma maquete e, achando que o teto
deveria ser mais ou menos por aqui, decidi que eram tantos metros. E eu não fiquei fazendo
constas nem nada. Decidi achando que aquela altura seria boa, só pelo golpe de vista. E para os
arquitetos é algo tão difícil de calcular. O mesmo aconteceu com a espessura dos pilares. Quando
vi as amostras achei que a que tinhacerca de 95 cm de diâmetro seria adequadae ordenei que
fizessem com essa e desta vez, disseram que a sua espessuraé exata para a construção. Eles
devem fazer os cálculos pelo peso etc.então, na carta estava escrito que eles estavam muito
surpresos.
É o mesmo que acontece com uma pessoa que por mais que se trate com o médico não se cura
mas que com o Johrei, só de se fazer um pouco assim, fica curado. Acho que a lógica é a mesma.
Por isso, daqui para frente, irá ficando pronto e o nome será Paraíso Terrestre de Atami, fiquem
sabendo... Paraíso Terrestre de Hakone, Paraíso Terrestre de Atami, Paraíso Terrestre de Quioto e
assim por diante. Gradativamente vão surgindo Paraísos Terrestres em todos os lugares.
A casa que fica no alto da Colina do observatório foi denominada de Palácio de Cristal. A altura,
o formato do telhado, tudo foi feito por mim e diz-se que essa obra é muito difícil para os
construtores.
(Mioshie-shuno.2925/12/1953)

O TEMPLO MESSIÂNICO E A TORRE DE CINCO ANDARES DO TEMPLO HORYU


A respeito da construção do Templo Messiânico, conversaram o Sr. da construtora e o Sr. Sakemi
do escritório. Como havia assuntos interessantes no que disse o Sr. Tsutino vou pedir para que
leiam e depois farei o comentário.
(Carta: Visitando o Sr. Tsutino, responsável pela obra do templo Messiânico)
Obs: Eiko no. 242
O que me lembrei a respeito disso é que a torre de cinco andares do Templo Horyu era exata. Ela
foi construída pelo Príncipe Shotoku e seja na medida e em tudo mais, a torre ficou pronta pelas
ordens do Príncipe, que eram dadas de acordo com o que ele sentia. E diz-se que mesmo os
construtores de hoje não conseguem fazer uma medida tão exata como aquela. Quando fui lá no
ano passado olhei sobretudo a torre de cinco andares e ela realmente é exatíssima. Seja na altura,
na medida de cada andar, no formato do telhado, não há o que contestar.
Isto porque o Príncipe Shotoku foi uma encarnação minha. É por isso que as coisas que eu faço
são muito parecidas com as do Príncipe. Lá existe o Pavilhão do Sonho e nele está a estátua de
Gusse Kannon (Kannon da Salvação do mundo). Ela indica ocultamente que “em breve eu serei
assim, nascerei assim”. O Pavilhão do Sonho era a sala de estar do Príncipe Shotoku. Então, para
deixar como lembrança, fez o Gusse Kannon e ele se tornou um buda de segredos que
normalmente não pode ficar exposto.
As medidas do Templo Messiânico estarem exatas assemelham-se muito a isso. O Príncipe
Shotoku difundiu o budismo no Japão, centralizado em Nara. Ele criou a arte budista em Nara e a
iniciou.
Eu vou tornar mundial o que era de âmbito nacional do Príncipe Shotoku. Naquela época, o
budismo era uma religião nova. O Japão, até esta época era xintoísta.
Por isso, para iniciar a nova religião que é a Igreja Messiânica Mundial, apliquei asbelas-artes.
22
(Mioshie-shuno. 2926/12/53)

3. SOBRE A QUALIFICAÇÃO DIVINA - A PROVIDÊNCIA DIVINA

SOBRE OOKAMI - KAMI - MIKOTO(?)- MIKOTO(?)


INTERLOCUTOR: Qual a diferençaentre Ookami, Kami, Mikoto(?a)e Mikoto(?b)?
MEISHU-SAMA: O ser humano mais elevado é chamado de Mikoto(?b)é normalmente coloca-se
esse título após a morte.
Mikoto (?a)é colocado no ser humano que, em vida, tinha posição. Fica acima de Mikoto (?b).
Por exemplo, pertence a essa classificação Sussanoo-no Mikoto. Quando um deus nasce sob a
forma humana também usa Mikoto (?a).
Ookami - trata-se do Supremo Deus e quando se fala só Kami é um deus comum.
O Supremo Deus não tem um corpo mas tem os deuses de sua expressão.
Nada, nos assuntos de Deus, pode ser pensado de forma definida. Tudo é flexível e desimpedido.
Um deus como Kunitokotati-no- Mikoto pode ser chamado de Ookami. Só para servir de
referência, digo que no caso do ser humano, o que está acima de tudo é MARO (pronome
pessoal); em seguida MARU (redondo); depois, na ordem: o O (macho, masculino),O (homem)e
O (marido).
(Oshie no Hikari 20/5/1951)

SOBRE A PARTÍCULA DO ESPÍRITO DIVINO E A PERSONIFICAÇÃO


INTERLOCUTOR: Sobre a partícula do Espírito Divino e a personificação.
MEISHU-SAMA: A partícula do espírito é a divisão do espírito. No ser humano ela não ocorre,
mas Deus divide o espírito em quantas partes desejar. Nos templos, em caso de se assentar um
mesmo deus em diversos lugares chamam isso de partícula do espírito de Deus mas na verdade
também há deuses que são da linhagem direta ou de linhagens próximas.
Entretanto, Amano Minaka Nushi no OOkami, Takami Mussubi no Kami, Kamumi Mussubi no
Kami por exemplo, não o são. Izanagui no Mikoto, Izanami no Mikoto, Amaterassu Oomikami
por exemplo, são deuses que surgiram uma vez neste mundo com um corpo humano e por isso
foram sagrados dividindo as unhas e cabelos.
O mais importante na personificação é que os Budas são todos personificações de Deus e durante
o Mundo da Noite, o mundo era de Buda e todos os deuses foram personificados em budas.
Amaterassu Ookami em Daihi Nyorai; Tsukiyomi-no-Mikoto em Amida Nyorai; Wakahime
Guimi-no-Mikoto em Shaka Nyorai. Portanto, a extinção do budismo significa que os budas irão
retornar à qualificação divina original.
Na oração Zenguen-Sandji consta: “Kanzeon Bossatsu desceu à Terra, surgiu como Komyo
Nyorai, transformou-se em Ooshin Miroku”. E Kannon é o Deus Izunome, é a personificação do
Deus Miroku (Miroku Oomikami). Consequentemente, surgirá o dia em que o nome Kannon
desaparecerá. No Mundo Espiritual ele praticamente já não existe.
(Oshie no Hikari20/5/1951)

A RESPEITO DE KUNITOKOTATI-NO-MIKOTO
INTERLOCUTOR: Como é o Deus do Mundo Espiritual?
MEISHU-SAMA: É o Deus que rege o Mundo Espiritual. Antes era o Enma Daio. É
Kunitokotati-no-Mikoto. Este deus, há cerca de dezenas de anos atrás, foi designado por
Ookuninushi-no-Mikoto para reger o Mundo Espiritual e atualmente está trabalhando no Mundo
Material. Está me protegendo. Quando não entendo algo, pergunto a ele e ele me ensina de forma
bem simples.
É um deus de muito poder e nenhum demônio é páreo para este deus.
23
O Poder Kannon tem origem no Poder de Kunitokotati-no-Mikoto. Ele é também o deus do
julgamento.
(Oshie no Hikari 20/5/1951)

A ATUAÇÃO DE KUNITOKOTATI-NO-MIKOTO (I)


INTERLOCUTOR: Ouvi dizer que a figura original de Kannon é Kunitokotati-no-Mikoto e
gostaria que nos ensinasse sobre essa relação entre eles.
MEISHU-SAMA: Kunitokotati-no-Mikoto é um Deus muito rigoroso e justo, não permite
nenhuma falha, e há muito tempo nasceu sob forma humana e depois da morte se tornou Enma
Daio. Enma Daio rege as punições, é bastante severo e salva os que se transformaram em espírito,
retirando-lhes as impurezas. É assim que ele salva o inferno, sabe?
E no mundo búdico ele surgiu como Kannon. Kannon salva o bem e o mal indiscriminadamente e
jamais reprime o pecado. Por isso os fiéis de Kannon jamais devem reprimir os pecados das
pessoas, pois caso contrário não estariam de acordo com a Vontade de Kannon. Pois, salvar o
bem e o mal indiscriminadamente sem reprimir os pecados é a Grande Misericórdia Búdica, não?
Kunitokotati-no-Mikoto impõe penas mas se o ser humano se tornar bom, ele não pune. Ele não
terá mais serviço. Bem, seria como se demitir da promotoria pública geral.
(Gokowa-roku no.15)

A ATUAÇÃO DE KUNITOKOTATI-NO-MIKOTO (II)


INTERLOCUTOR: O Deus Kakuryo é o regente do Mundo Espiritual, entre os mundos divino,
espiritual e material? E o mundo obscuro (yukai)indica o plano intermediário e o plano infernal?
MEISHU-SAMA: A letra yu pode ser usada em dois sentidos. Ela pode ser usada em yumeikai
(mundo indefinido, obscuro), ou usada em yuchou - domínios de Enma, o inferno, não é? Não
achando outra letra adequada, tenho empregado a forma de falar Yuguenkai. Em suma, pelo fato
de ser misterioso e minucioso, é uma letra que expressa muito bem o clima do Mundo Espiritual.
Por isso, o Yukai é mais usado para o lado do Mundo Infernal mas também não indica só o
Mundo Infernal.
E Kakuryo-no-Ookami rege diretamente o Yukai e, conseqüentemente, a parte do Mundo
Material é de forma indireta. E Enma Daio era o Kakuryo-no-Ookami. Se bem que a figura
original de Enma Daio seja Kunitokotati-no-Mikoto, sabe?
Entretanto, Kunitokotati-no-Mikoto passou a realizar os trabalhos do Mundo Material - isso é
coisa recente, sabe? E Ookuni-Nushi-no-Mikoto está servindo de sucessor. Ookuni-Nushi-no-
Mikoto é um Deus extremamente calmo. Seria mais ou menos um deus de segunda classe.
Kunitokotati-no-Mikoto é um deus de primeira classe e possui um poder maravilhoso.
Mesmo agora, eles não fizeram a transferência total do cargo. Kunitokotati-no-Mikoto continua
regendo uma parte.
Quando chegar o Mundo de Miroku, Ookuni-Nushi-no-Mikoto será suficiente, mas como agora
ainda estão atuando os espíritos satânicos do Mundo Perverso é preciso que seja Kunitokotati-no-
Mikoto mesmo.
Nem mesmo os chefões do Mundo Perverso são páreo para Kunitokotati-no-Mikoto, eles o
temem de forma extrema.
(Gokowa roku no.17)

KUNITOKOTATI-NO-MIKOTO - IZUNOME OOKAMI - MIROKU OOMIKAMI (I)


Anteriormente, Kunitokotati-no-Mikoto tinha o poder do mundo nas mãos mas na noite do
solstício de primavera (setsubun, 3 de fevereiro)se transformou no Deus Dourado do Nordeste
que foi preso no Kimon (nordeste).

24
Kunitokotati-no-Mikoto se transforma em Izunome Ookami. Kunitokotati-no-Mikoto, no Mundo
Espiritual, se transforma em Enma Daio e realiza a função de punir, mas como as pessoas são
muito coitadas pela sua severidade, ele fica metade Enma Daio e metade Kannon.
Deus é rigoroso mas Buda é a piedade e por isso Izunome Ookami, no mundo búdico, virou
Kannon. Em suma, é a misericórdia indiscriminada para o bem e para o mal. A teoria de que os
budas e bossatsu se transformam nos deuses deixando sua terra de origem para salvar o povo
também estava errada até agora. O sentido é que ele retorna ao Japão e salva os homens.
Deus se divide espiritualmente (...)
A atuação do Izunome Ookami é assim. Izu = fogo, Mizu = água. Não se fala mi-izu? É o
contrário. Fogo e água viram Luz. Durante a noite não existe o fogo verdadeiro. É a luz da Lua,
não? Fala-se que o Sol possui 60 vezes mais a claridade da Lua e é por isso que mesmo cultuando
Kannon, até agora só se obtinha um pouco de graças.
Izu, Mizu é 5, 3. Mesmo assim ainda é insuficiente e, acrescentando-se a Força do Solo, fica
Poder do Sol, Luz e Terra.
Até agora era Miroku - duas forças. Durante a noite, os três mundos eram praticamente água.
Eram 6, 6, 6. Mas agora vai ficar 5, 6, 7. O 6 do céu desce para a terra e acrescenta-se o poder do
Solo.
É o poder indestrutível. É o poder absoluto. Todas as coisas serão controladas livremente. A bola
de Mani no xintoísmo é uma bola perfeita, não é? Daqui para frente, as coisas são mais
misteriosas e por isso explicarei em outra oportunidade, de acordo com a época.
Eu iniciei este trabalho em 1928. Fiz curas até 1934, 6 anos depois e por mais 6 anos, até 1940,
fiz em Kaminogue e, por mais 6 anos até 1946 é a obra de alicerce. O meu aprimoramento
terminou. Desde o ano passado, virou a época de Miroku (Sol, Lua, Terra).
Do Mundo Espiritual o Poder de Miroku Oomikami atua nas pessoas por meio do meu corpo. Os
três anos seguintes são a obra de alicerce do Mundo Material e terminada esta obra, será mundial.
O amuleto com o (?)mo meio no Ohikari significa que desceu do Céu para a Terra. Não está nas
orações? Que Komyo Nyorai (fogo e água)se manifesta em Oshin Miroku (Miroku Flexível). Ele
atua de acordo com a pessoa, em termos mais abrangentes age de modo a estar de acordo com o
mundo. Não adianta tentar mostrar a ostentação. É preciso agir de acordo com a sociedade em
questão. Caso contrário seria tratado por louco, como aconteceu com(?).
Sol. Lua e Terra também têm três níveis. Para o Mundo Material é Komyo Nyorai e Kannon.
Precisaria explicar a fundo, mas ainda não é a hora.
(Gokowa-roku 28/2/1948)

KUNITOKOTATI-NO-MIKOTO - IZUNOME OOKAMI - MIROKU OOMIKAMI (II)


INTERLOCUTOR: O Primeiro céu, na constituição do Mundo Espiritual, ainda não estava
formado quando o senhor escreveu a respeito?
MEISHU-SAMA: Isso mesmo.
INTERLOCUTOR: Qual é o trabalho de Kunitokotati-no-Mikoto, na ocasião?
MEISHU-SAMA: É o trabalho de julgar. Ficando pronto, a atuação de Kunitokotati-no-Mikoto
fica diferente. A atuação da conclusão chama-se Miroku (5, 6, 7).
INTERLOCUTOR: No Ensinamento sobre as considerações espirituais, a linhagem de Banko
Shin’no seria da linhagem do Sol?
MEISHU-SAMA: Seria da sub-linhagem do Sol..
INTERLOCUTOR: Qual a relação entre Kunitokotati-no-Mikoto e Izunome no Kami?
MEISHU-SAMA: Em suma, seria descendente de Kunitokotati-no-Mikoto. E, em termos de
posição, Izunome no Kami seria superior. (Deu o exemplo de pai e filho)E ele próprio faz a
inspeção. pois é filho de Kunitokotati-no-Mikoto, não? A fundadora da Igreja Oomoto
incorporou Kunitokotati-no-Mikoto, sabe?
Existem as épocas. O Deus chamado Kunitokotati-no-Mikoto é o Criador. Na época da criação, o
Grande Kunitokotati-no-Mikoto criou todas as coisas. Em seguida tomou a forma humana e
nessa condição é chamado simplesmente de Kunitokotati-no-Mikoto. Nessa época nasceu o deus
25
chamado Sussano-no-Mikoto. Só que esse deus foi depois de Izanagui-no-Mikoto e Izanami-no-
Mikoto, pois estes são descendentes de Kunitokotati-no-Mikoto. Amaterassu Tennou estava
totalmente escondido.
(Gossuiji roku no. 6 1/5/1951)

A RELAÇÃO ENTRE MEISHU-SAMA, KANNON-SAMA E KUNITOKOTATI-NO-


MIKOTO
INTERLOCUTOR: QUAL A RELAÇÃO ENTRE MEISHU-SAMA, KANNON-SAMA E
KUNITOKOTATI-NO-MIKOTO
MEISHU-SAMA: Não há relação nenhuma. Somos iguais. De acordo com as circunstâncias, a
função é mudada. É exatamente como um ator. Pode assumir o papel de mulher, de homem, de
bom ou ser mau. Só que no caso de Deus, é um mal para o bem. Eu também sou bastante odiado.
Pelos farmacêuticos, médicos, sou odiado porque os contradigo. Comparando-me a um malvado
sou um super-malvado.
(Gossuiji roku no. 29 1/3/1949)

AGORA, KUNITOKOTATI-NO-MIKOTO VAI COMEÇAR A TRABALHAR


Outra coisa que gostaria de falar é que desta vez o Sr. Ookussa, o Sr. Matsui e o Sr. Suzuki
Shogo - atual membro do congresso - creio que os senhores os conheçam bem. Eles três fizeram
um tipo de turnê no nordeste. A primeira palestra foi em Ohara-cho, uma cidade do estado de
Aomori, que em termos de Japão fica no extremo norte. Começaram por lá. Disseram-me que foi
um sucesso. A cidade é pequena e vieram cerca de mil pessoas.
Agora, Deus começou a divulgar de forma propriamente dita. Pois como sempre digo, o Leste e o
Norte são o espírito, não é? E digo também que, se daí nos direcionarmos para o Sul e para o
oeste sempre seremos bem sucedidos. É nesse sentido. E eu vim do leste para o oeste. escrevo
muito sobre isso. O leste do Japão é Tóquio, o leste de Tóquio é Assakussa e o leste de Assakussa
é Hashiba. Nasci aí e depois fui vindo cada vez mais para o oeste. E, à medida que vim vindo para
o oeste, o meu trabalho foi crescendo. Também passei a ser conhecido socialmente. Então, para
que a Messiânica seja realmente divulgada, o certo é começar pelo extremo nordeste.
Aí vamos dizer assim, Deus irá trabalhar. Este deus é Kunitokotati-no-Mikoto, o Deus dourado
do nordeste. É ele quem irá atuar. Então, seria mesmo começar do extremo nordeste. Depois, ir-
se-ia cada vez mais para o oeste. Também realizaremos turnês de palestras. A divulgação será
nessa ordem. Essa é a verdadeira forma de divulgação. Até agora eram coisas do alicerce.
As coisas foram organizadas com o acontecimento do ano passado e agora iremos realizar na
ordem verdadeira. O método de Deus é mesmo fora de série. Num lugar tão distante, no estado
de Aomori - nunca nem tinha ouvido falar naquela cidade. E aí os fiéis são fervorosos como
nunca; é realmente surpreendente.
As religiões existentes até agora, surgiram todas do oeste. As que surgiram do leste são a Nitiren
e a Messiânica, somente.
(Mioshie-shu no. 21 1/7/1951)

SOL E LUA - IZUNOME (I)


Por isso, no momento, estou escrevendo a “Cultura de (?)”, sabe? Até agora era só isso(? ).
Entrando o ponto, fica cultura de (?). Até agora estavam feito loucos para matar a bactéria da
tuberculose, para que não surgissem criminosos. Mas essas coisas são só a (?). O (?)acaba com a
origem da bactéria. Por isso, a bactéria não nasce. No caso dos maus e dos infelizes é só dar um
jeito na origem que não surgem mais pessoas más. Essa é a Cultura do (?). É a cultura do centro,
sabe? Até agora estava vazio. Era só a matéria e não tinha ponto. E a Messiânica, em suma, é o
centro. É o poti. Pois vai-se realizar a salvação com o poti. A letra (?)(Sol, Dia)é o (?)(poti). Que
tem o (?)como coisa principal. Por isso o Mundo do Dia - a cultura do Dia tem esse sentido. A
26
cultura de (?)- ou seja, a (?)é a atuação da Lua. E (?)é a atuação do Sol. Então fica Sol e Lua. A
(?)é a atuação horizontal e o (?)á atuação vertical.
Por isso, a palavra Meishu (?)quer dizer que é o Senhor do Sol e Lua. Isso é Izunome. O Sol (?)é
Izu e a Luz (?)é Mizu. Fogo e Água é Izunome.
(Gossuiji-roku no.8 1/3/1952)

SOL E LUA - IZUNOME (II)


Eu falo sobre Izunome e Izunome é exatamente o Sol e a Lua. Então, no Mei (?)de Meishu
(?)coloca-se o Sol (?)e a Lua (?). Pelas letras, o Sol é composto de 4 traços e a Lua também. 4
mais 4 são 8, e 8 é 5 e 3. Fogo e Água, o que significa Izunome. Por isso, pode-se compreender
só pelo espírito da palavra e pela interpretação das letras.
O Monte Fuji também é conhecido pelo nome de Monte (?)(oito - senhor). Então, como Mei (?)é
(?)(oito), o Monte Fuji fica Mei (?), e o (?)(su - senhor)é o (?)dos arredores. isso significa que
inicia-se com o (?)(oito)e será governado. Por isso, o Monte Fuji tem esse significado, o que é
surpreendente. Realmente, ele é o verdadeiro centro do mundo. Por isso, em letras se escreve Fuji
(? = não dois), o que significa que não existem dois. Só existe um. Então, eu escrevi o Monte Fuji
no sinete. Até a gora, o Monte Fuji estava escondido nas nuvens. Com o meu surgimento, as
nuvens vão se desfazendo.
(Gossuiji-roku no. 18 1/3/1953)

A RELAÇÃO COM A IGREJA OOMOTO


O mundo é bom porque a justiça jamais é esmagada. Se a justiça não vencesse mesmo que fosse
só um pouco, o mundo seria destruído. É algo incrível. Até Jesus Cristo, mesmo com o seu corpo
destruído, manifestou poder suficiente de mover o mundo porque ele era correto.
Por isso, o ser humano precisa ter a justiça - e ela não pode ser apenas formalmente. A intensidade
da convicção de levar a justiça até o fim é o valor do ser humano. Quanto mais forte essa
convicção, mais valor tem a pessoa. Sem ela, o ser humano de princípios calculistas é um ser
humano só por fora. É uma pessoa sem fibra. Poderíamos até dizer que atualmente a maioria das
pessoas são assim. A questão é a fibra do ser humano.
Tempos atrás, quando eu era fiel da Igreja Oomoto, um indivíduo veio a mim com um pequeno
punhal. Nessa época eu fazia “Öhineri” e “Omamori”. Ele veio me dizer para que deixasse de
fazê-los. Isso tinha se tornado um problema da Igreja Oomoto como um todo.
E com razão. Pois até o líder espiritual dizia: “Eu não tenho capacidade de fazê-lo”. O terceiro
líder - o filho. Agora tornou-se o terceiro líder e só ele pode fazer os “Omamori”e “Ohineri”. Isso
está escrito nos Ensinamentos da Oomoto. Está nos testamentos. E por isso o líder espiritual
dizia: “Eu não tenho capacidade para fazê-lo”.
Só que, como eu os estava fazendo, isso se tornou um problema. Não se pode permitir a Okada,
um simples fiel, fazê-lo. E esse indivíduo, com punhal na mão veio me dizer: “Vai parar? Caso
contrário vou eliminá-lo. Responda! ”E eu lhe disse: “Não posso parar”. Aí ele me encarou. Eu
era uma ameaça. De repente, ele se contorceu com dores. Perguntando-lhe o que acontecia, ele
disse que sentia uma dor de barriga insuportável. Foi por um triz. Dizendo-lhe que o curaria,
deitei-o e o curei. Aí ele se transformou por completo.
E me disse: “Vamos juntos até o líder espiritual perguntar-lhe pessoalmente se pode fazer os
“Omamori” e “Ohineri”. Então, no dia seguinte fomos juntos a Kameoka, até o líder espiritual, e
ele disse: “O Sr. Okada é assim, assim. será que não poderia dar-lhe a permissão?”
E a resposta do líder espiritual foi muito interessante. Eu fiquei pensando no que ele iria dizer e
foi o seguinte: “Isso não pode ser feito por um fiel. Nem eu posso fazê-lo e o Terceiro Líder é
quem está fazendo. Mas se o senhor o fizer de modo mais discreto não há problema. Se o fizer
abertamente, eu serei incriminado e ficarei em apuros. Daqui para frente, todos irão querer e por
isso pode fazê-lo, mas de modo discreto”. Por isso, quando eu ia lá, sempre me acompanhava na
hora de vir embora. Como não é costume acompanhar um fiel e dizer que iria me acompanhar era
27
desconcertante - pois sempre havia quatro ou cinco pessoas por perto - ele me acompanhava
dizendo: “Eu estava pensando em ir dar uma volta neste momento, por isso, vamos sair juntos”.
Ou: “Tenho um compromisso em X lugar e estava para sair agora mesmo”. (...)
INTERLOCUTOR: Na época em que eu estava na Igreja Oomoto eu era muito cheio de lógicas
e tinha pensamentos esquisitos. Num Culto, o líder espiritual incorporou um tigre e um urso e
ficou dois dias imóvel, acamado. Como achei que se tratava de Deus, pensei se existia algo tão
absurdo assim.
MEISHU-SAMA: É mesmo. Fui eu quem o curou. Ele não conseguia falar e achei que aquilo não
era bom. Então, tratando-o espiritualmente ele passou a falar novamente em cerca de duas horas.
Com isso fiquei em grande apuros. Fui à entrevista e o curei.
Realmente a Igreja Oomoto é uma religião que surgiu para me lançar. Em suma, a fundadora, em
termos de budismo, seria Sakyamuni. O líder espiritual, Amida. E são Sakyamuni e Amida que
geram Kannon. E eu seria o filho. Por isso eu nasci mesmo da Igreja Oomoto. E eles seriam meu
pai e minha mãe. Isso é misterioso.
Por isso a fundadora é Izu e o líder espiritual, Mizu, e eu sou Izunome.
Algo que engloba e funde os dois caracteres de Izu e Mizu. E seria isso. Tanto a Fundadora como
o líder espiritual eram muito brilhantes nas demais coisas mas não tinham Poder. Também não
tinham poder na questão relativa à cura de doenças.
Isto porque o poder surge com a união do espírito e matéria. Com a composição vertical e
horizontal, surge o poder. E isso sou eu.
Ti é espírito e kara é matéria (tikara - poder). Com a identidade espírito e matéria, surge o poder.
Em suma, Izunome é poder. Por isso, até hoje, não havia surgido no mundo, uma pessoa que
tivesse o Poder.
E basta que esse poder vá se expandindo mundialmente. Por isso, Kannon seria isso. O Poder de
Kannon é exatamente a identidade entre homem e mulher, fogo e água, vertical e horizontal.
Então, só porque se fala em Poder Kannon, não é que existam o Poder de Amida, poder de
Sakyamuni ou Poder de Jesus Cristo.
E o Poder não tem limites. É algo infinito. Por isso, ultimamente, os fiéis realizam milagres iguais
aos de Jesus Cristo e, portanto, na questão do poder, Jesus Cristo só tinha o poder equivalente ao
de um discípulo meu.
Quanto ao Poder, nem mesmo os mais ilustres bonzos do Japão chegam aos pés dos meus fiéis.
Nem Kobo Daishi ou Honen Shonin, nesse aspecto, conseguiam curar as doenças fazendo assim
(Johrei).
Entretanto, mesmo que o número de fiéis chegue aos milhares e bilhões, eles conseguirão fazê-lo
se tiverem no peito o que eu escrevi e, portanto, podemos dizer que o “Meu Poder” é infinito.
INTERLOCUTOR: Foi falado hoje na reunião de diretoria que ultimamente o Poder tem se
intensificado e, recebendo esse poder, ocorrem milagres. No entanto, as aulas de iniciação estão
muito fracas em freqüência. Será que existe algum motivo espiritual ou seria porque os ministros
não estão de acordo com a Providência?
MEISHU-SAMA: Não é isso. Para Deus está bem assim. Já falei sobre o cair das flores e a
formação dos frutos, não falei? Até que o fruto se forme, leva tempo. A flor é rápida, não é?
quando surge o botão, logo se abre. Já o fruto, hoje, parece igual ao de ontem. As coisas são
assim. Em suma, é a forma pela qual o fruto se forma, e por isso está bem. Fique atento. Logo
será maravilhoso.
(Gossuiji-roku no.14 1/10/1952)

NASCE O SOL
Por isso, entre os fundadores do budismo de até agora, Nitiren Shonin foi o primeiro a adotar o
método do Sol e por isso se chama Nitiren (niti - sol, dia). Até então, todos pertenciam à
linhagem da Lua. Então Nitiren Shonin foi o primeiro de métodos do Sol no budismo. O Sol está
incluído na Lua (?). Por isso, na letra Lua (?), extraindo-se a parte de baixo, fica (?). Dessa forma,
o início da religião foi a setecentos anos atrás. O fato de Nitiren Shonin ter surgido há 700 anos
28
significa que surgiu o Sol no mundo búdico. O Mundo Espiritual é constituído de diversos níveis
e o Sol surgiu no nível acima de todos, e a partir da Era Meiji, o Sol finalmente começa a surgir.
Já escrevi que Tokugawa era da linhagem de Sussanoo-no-Mikoto e ele é da linhagem da Lua.
Por isso, o fato de se ter entrado na Era Meiji, significa que o mundo começou a clarear. Depois,
vem a Era Taisho e, chegando na Era Showa, finalmente surge o Sol no Mundo Material.
Surgir o Sol significa nascer o Sol. E, nascer o Sol, significa frutificar. Nasce o fruto.
Por isso, podemos entender muito bem que tudo tende a correr exatamente de acordo com o
programa de Deus.
(Mioshie-shu no. 14 25/9/1952)

O CHEFE DO POVO YAMATO - PROTEÇÃO DO DEUS DO SOL


Pretendo ir anunciando de acordo com o tempo a respeito do que existe de maravilhoso entre os
japoneses. O mais maravilhoso de todos é o povo Yamato. A inteligência cultural desse povo é
realmente magnífica. E estava oculta até agora. Isto porque, desde a época do Imperador Shinmu,
ocorreram muitas guerras de modo que os tempos de paz eram muito curtos. E depois havia a
disputa de poder. Por causa dessas coisas ela estava soterrada.
Eu sou o chefe do povo Yamato. Por isso, daqui para frente, finalmente começará a surgir o povo
Yamato, o qual pertence à linhagem do Sol.
O mundo até agora, era da Lua, da Noite e, enquanto a Lua estava no céu, o Sol estava do lado
de trás da Terra e por isso era escuro. Agora, o Sol, finalmente, surge, e a escuridão da Lua se
esconde.
O povo do dia é o povo Yamato. E o centro dele sou eu. Por isso, o deus do Sol está protegendo.
Então, surge o elemento fogo e as doenças são curadas. Até agora não era possível curar as
doenças fazendo assim. (Johrei). Isto porque a luz era da Lua. A luz da Lua e 1/60 da luz do Sol e
por isso, nas religiões existentes até agora, mesmo que as doenças fossem curadas, era na
proporção de 1/60. O que antes era uma noite escura, com o surgimento do Sol, a luz da Lua se
apaga. Por tratar-se da lua do Sol, significa que a doença é curada 60 vezes mais. Portanto, o fato
de melhorar tanto é muito natural, não há nada de estranho nisso.
(Mioshie-shuno.1516/10/1952)

PODER DIVINO - PODER DO FOGO, DA ÁGUA (FOGO, ÁGUA, LUZ) PODER DO


SOL - PODER DO (.)
Só que o que não existia até agora era o Poder de Deus, o “Poder Divino”. Não é que inexistia
totalmente, era tênue (fraco). Não podia ser manifestado com vigor. Isso, por causa do Mundo da
Noite. Ou seja, a luz da Lua, em termos de luminosidade, é 1/60 a luz da Lua e por isso era muito
fraca. E agora, finalmente, com a chegada do tempo, está se passando para o Poder do Fogo, o
Poder do Sol. A isso se dá o nome de Mundo do Dia.
Então, a doença é curada com o Johrei porque é o “Poder do Sol”. Até agora não existia esse
poder de curar a doença, como a Igreja Messiânica faz. Pois, o poder da Lua, como podem ver,
não possuía o poder de curar a doença de verdade e também, o fato de não se ter descoberto o
fundamento da doença era porque não possuía poder e a luz também era fraca. Isto é, não era
possível enxergar.
Esse é o fundamento. Se entenderem isso, entenderão facilmente que as doenças são curadas com
o Johrei. E os fiéis da Igreja Messiânica realizam diariamente milagres iguais aos de Jesus Cristo.
Através desse único fato podemos ver que o seu Poder é grandioso.
Por isso, até agora, a religião não era capaz de salvar de verdade. Atualmente, são as entidades de
cada religião que estão sendo salvas. Mesmo no caso do budismo não é ele que está salvando seus
fiéis. As divindades dele é que estão sendo salvas pelos fiéis. Com isso não estou querendo falar
mal e sim, a verdade. isto porque, no mundo das trevas, a luz da Lua é suficiente. É por isso que
uma pessoa que está caminhando numa rua escura, nas trevas, consegue andar em segurança com
a luz da Lua.
29
Com o surgimento gradativo do Sol, a luz da Lua vai enfraquecendo até que acabe e por isso,
como está ficando muito claro no Mundo Espiritual, a luz da Lua já não adianta mais, e é isso que
está sendo evidenciado.
Por isso, afinal, para executar o poder do Fogo, eu surgi e pela primeira vez, me foi atribuído esse
poder. Em suma, é o “Poder”.
A propósito, “Poder” e “Luz” são a mesma coisa. Isto é, a fusão do Fogo e Água constitui a Luz
e também o Poder.
Por isso, a letra Poder (?)é muito bem formada. O vertical e o horizontal, o fogo e a água se
compõem na letra (?)e a ela se liga uma linha curva com um espirro no final. E como as letras
foram feitas por Deus, são muito bem feitas.
Entendo as letras e o espírito das palavras, entendemos diversos mistérios do Universo. Pretendo
escrever a respeito dessas coisas mas não consigo. Vejo que Deus tem mesmo coisas que não
pode deixar que sejam reveladas.
O vertical vem primeiro, o horizontal vem e se liga, faz uma curva e dá uma espirrada e isso
manifesta o ritmo centrífugo.
Por isso, como disse antes, tendo este modelo do Paraíso Terrestre como centro, inicia-se uma
atividade centrífuga, é o Verdadeiro Poder. Em suma, podemos dizer que a Igreja Messiânica
(Mundial)é a Religião do Poder.
E esse poder é o autêntico “Poder Divino”. É o poder do Fogo e da água unidos vertical e
horizontalmente.
Ka é fogo e mi água. Por isso, é a Força de Kami (Deus).
Nunca houve, no mundo, uma pessoa que tivesse executado esse poder.
E pelo espírito da palavra, a conversão espiritual de Shin (Deus), fica Su (Senhor)e, portanto,
Shinriki (Poder Divino)pode ser dito como Su no Tikara (Poder do Senhor).
O (?)se escreve o tyon dentro da circunferência. O ponto é o fogo e a circunferência é a água. A
mancha solar seria ponto. Os cientistas estão pesquisando as manchas solares mas como elas são
o que disse há pouco, nós não necessitamos de pesquisa alguma.
O tyon da manchas solares são algo incrível. Ou seja, são a alma do universo.
No caso de uma fruta seria a semente.
E no mundo, até agora, não existia o tyon. Era só a circunferência. Em suma, era vazio.
E finalmente eu vou colocar o tyon no mundo. A terra Divina é o tyon. É o poti. Nesse sentido,
ela é muito importante. Hoje, que é o seu início, tem um grande significado.
(Mioshie-shuno.2315/6/1953)

O NASCIMENTO DE AMATERASSU OOMIKAMI


E o dia 15/06 é a data de nascimento de Amaterassu Oomikami e data de nascimento significa que
o Sol nasce. Isto está nos meus livros.
Quando fui ao Templo Nihon de Boso, era o dia 15 de junho de 1931 e esse, em suma é o dia do
nascimento do Sol no Japão. E ele é o alvorecer do mundo. Na ocasião também aconteceram
diversos fatos misteriosos.
E três meses e três dias depois, no dia 18 de setembro, aconteceu o incidente da Manchúria. Este
incidente da Manchúria tem um sentido enorme e em breve vou escrever a respeito.
O nome do templo: Templo Nihon também é o nascimento do Sol e dali saiu o Sol. Por isso, o
nome também é Templo Nihon. E não existe outro. Além desse, o nome do Monte Kenkon e esta
letra significam “Céu e Terra”. Por isso aquele templo tinha um significado incrível. E aconteceu
um fato extremamente misterioso. Ainda não escrevi sobre ele mas como já está quase na época
de poder escrevê-lo, o farei em breve.
Três anos atrás, no julgamento de Shizuoka, enquanto estava detido na delegacia, houve um fato
misterioso. Explicando rapidamente isso, fui levado no dia 29 de maio e ao perguntar a Deus até
quando ficaria ali, disse que era por 18 dias e, fazendo as contas, seria até o dia 15/06.
Nesse dia, aconteceu algo muito misterioso. Isto é, Amaterassu Ookami nasceu. Vou falar só um
pouco. O interessante daquele momento é que a Sra. Utigui, fornecedora e entregadora de
30
marmitas, uma pessoa muito gorda e que cuidou de mim. Essa pessoa estava aprendendo dança e
dançou bastante na noite anterior. No dia seguinte falou muito convencidamente sobre o seguinte:
o modelo que está no Kojiki: que na hora da abertura do portal da rocha, Amanouzume-no-
Mikoto dançou e por ter levantado demais o pé viu-s o seu sexo e ela ouviu muitos deuses darem
bastante risada. Amaterassu Oomikami abriu uma fresta do portal da rocha e então, mais que
depressa, Tajikaraono-Kami o pegou pela mão e ele apareceu fora do portal.
No dia 14 de junho de manhã, eu tive um sonho. E como já disse antes, foi que subi no Monte
Fuji e isso tem relação. Depois - hoje também está presente o Sr. Shibui - e naquele momento os
que puxaram foram cinco pessoas. E, na hora da abertura do portal, dizendo Itsutomono-o (cinco
acompanhantes masculinos), cinco deuses masculinos a acompanharam. Existe ainda muitas
coisas mas aconteceu esse modelo da abertura do portal.
E hoje fazem exatamente três anos. Realmente, as coisas de Deus estão relacionadas à coisas
extremamente misteriosas e por isso é interessante. Por isso, daqui para frente, à medida que o
ritmo vai se ampliando, isso aparece de forma concreta.
E o ritmo, no início é pequeno, vai crescendo cada vez mais e se tornando mundial. Seja como
for, é maravilhoso. E também interessante. Os fiéis também, se observarem o mundo com essa
consciência, entenderão.
(Mioshie-shuno.23 15/6/1953)

KUNITOKOTATI-NO-MIKOTO VAI REALIZAR A PARTIR DE HOJE O


JULGAMENTO NO MUNDO MATERIAL - ESSE ÓRGÃO É A IGREJA MESSIÂNICA
MUNDIAL
Dizem que hoje, justamente com o início da primavera (4/2), é o dia 1o. do antigo calendário (o
calendário lunar). Fala-se em dia do início da primavera e sempre acho que é cedo. Seja como for,
o deste ano tem um grande significado. Ainda não posso anunciar o que é, mas ontem e hoje,
aconteceram coisas maravilhosas. Um dia, falarei mas se trata do modelo de Deus.
Isto porque no setsubun (solstício da primavera)existe uma atividade que vem desde os tempos
antigos de afastas as catástrofes do diabo como diz o ditado: “felicidade para dentro, diabo para
fora”. Por causa disso, nos templos, costuma-se jogar soja do lado de fora da casa. Entretanto,
como já disse em outra oportunidade, isso é totalmente sem nexo.
O diabo é uma divindade muito eminente. É a divindade chamada Deus Dourado do Nordeste,
Kunitokotati-no-Mikoto. No salmo de hoje constava o nome de Tokotati-no-Mikoto e esse nome
é uma abreviatura que usei para cantar Kunitokotati-no-Mikoto. Também incluí o nome de “Deus
do Nordeste”. Assim, considera-se que o início das coisas se deu na Era dos Deuses mas não é.
Não foi uma época tão remota assim.
Considera-se ainda que seja há três mil anos e nessa época já se estava no mundo dos humanos.
Houve um período em que o Deus Kunitokotati-no-Mikoto tinha domínios em termos mundiais.
Entretanto, por ser um deus muito severo e não perdoar o que estava errado - podemos sabê-lo
vendo os Ensinamentos da Igreja Oomoto. Em suma, por ser rigoroso demais, nenhum deus
suportou mais e o prenderam, achando que só assim teriam sossego.
O deus que o aprisionou se chamaAmanowakahiko-no-Kami. Ele é muito conhecido pelo nome
de Amanojaku. O que era Amanowakahiko ficou Amanojaku para a posteridade. Ou seja, é um
deus não condescendente, com caráter de ir contra tudo. Então, aprisionaram o Deus
Kunitokotati-no-Mikoto no Ushitora (nordeste). E chamavam essa direção de Kimon (Portão do
Diabo), e o desgraçavam e odiavam. Se o ser humano faz coisas erradas, acaba não gostando de
divindades corretas como ele e por isso as coisas ficam assim. Então, faziam diversas coisas
dizendo que é para afastar o Kimon.
Assim, considera-se que ficou aprisionado durante três mil anos. E esse Deus incorporou em
Deguti Naoko, fundadora da Igreja Oomoto, no ano 25 da Era Meiji, e ficou muito bravo. fez uso
da palavra de Deguti Naoko para ficar bravo.

31
A sua primeira manifestação foram estas palavras: “Chegou a época do Ushitora-no-Konjin (Deus
Dourado do Nordeste), da flor da ameixeira que desabrocha ao mesmo tempo nos três mil
mundos. Chegou a hora do país divino que se inicia com a ameixeira e governa com o pinheiro. O
Japão é o país divino. Este mundo não vai para frente se Deus não tomar conta. O bambu
representa os países estrangeiros”. Como gritou com um vozeirão, acharam que ela estava louca e
foi levada para a polícia, ficando detida de 20 a 30 dias. esse foi o início da Igreja Oomoto.
A divindade chamada Ushitora-no-Konjin foi aprisionada e o seu corpo físico não mais existe,
mas o espírito foi para o Mundo Espiritual e lá é Enma Daio. Enma Daio é a divindade que julga
o bem e o mal, os crimes e os pecados. tem a função de julgar/punir. Só de se falar em Enma Daio
todos ficaram apavorados. Mas ele, na realidade é um deus correto e honesto. por isso, mesmo
partindo para o Mundo Espiritual, um ser humano ruim o vê com um rosto terrível. É o que
afirmou um espírito. Quando se trata de uma pessoa de coração bom, o vê com um rosto muito
afetuoso, bondoso e respeitoso. Isso é interessante.
Por isso, nos ensinamentos da Oomoto está escrito: “O Ushitoran-no-Konjin vai surgir do
nordeste como Enma deste mundo”. Enma deste mundo significa que ele vai realizar o julgamento
do Mundo Espiritual para o Mundo Material. Como se diz que “vai surgir neste mundo”, ele vai
surgir no Mundo Material e julgar as pessoas vivas. Consta ainda nos Ensinamentos da Oomoto:
“Até agora era uma proteção oculta. Agora será uma proteção aberta. Isso significa que tudo vai
tomar características materiais.
E quando isso acontece? Aproximadamente no ano 25 da Era Meiji avançou-se um degrau do
Mundo Espiritual para o Mundo Material. O Mundo Espiritual também é constituído de três
níveis e aproxima-se gradativamente, um nível de cada vez.
E, terminando o último nível, surge diretamente no Mundo Material a partir de hoje.
Sendo assim, hoje é o primeiro dia do Juízo Final. É assustador, mas isso é apavorante se temos
pensamentos ruins ou se temos máculas. Se, ao contrário, nós tivermos um sentimento
verdadeiramente correto, excelente, é motivo de gratidão. Até agora éramos judiados pelos maus
e passaremos a não sê-lo. Por isso, para os bons, isso é ótimo.
Nos mesmos Ensinamentos consta ainda: “Agora vou separar o bem e o mal”. Eu tenho escrito
isso o tempo todo. Ultimamente, começaram a aparecer de modo estupendo diversos casos de
corrupção. Creio que não existem exemplos, até agora, de terem surgido tantos casos corruptos
assim. Creio que isso também mostra que o referido julgamento se aproximou.
Com o surgimento do Ushitora-no-Konjin, o Mundo Espiritual clareia porque ele é uma divindade
da linhagem do Fogo (Sol/Dia)e possui uma Luz muito forte.
Por isso, as coisas que estavam sendo escondidas, subterfugiadas, aparecem. Tornam-se visíveis.
E por isso aparecem essas coisas. Outra coisa. A partir deste ano irão aumentar ainda mais as
doenças. E, juntamente com isso, as toxinas medicinais vão ficando evidentes. Como já disse
anteriormente, demos um passo na Era do Pavor.
Com isso, a expansão da Igreja Messiânica torna-se intensa, expande-se bastante. Começamos a
entrar nessa fase e por isso vale a pena trabalhar. Até agora, vivíamos pressionados, mas essa
força de pressionar vai enfraquecer. Isso no sentido de que, se antes precisávamos falar 10 ou 20
vezes para que as pessoas entendessem, agora entenderão se falarmos 5 ou 6 vezes.
Entretanto, as coisas de Deus não aparecem de forma repentina ficando logo visíveis. Isto é, vão
avançando quase que imperceptivelmente. Este ano, o ano que vem, o outro, e assim por diante, a
cada ano vai ficando mais rápido e também mais evidente.
Seja como for, é certo que a partir deste ano Deus apareceu no palco e por isso a Igreja
Messiânica irá ser bastante conhecida mundialmente a partir deste ano. Finalmente ela subirá ao
palco.
Como é mesmo igual a uma peça, é a introdução. Isso consta nos Ensinamentos da Oomoto:
“agora é a grande peça dos três mil mundos e por isso, existem papéis de bom e papéis de mau”.
Os Ensinamentos da Oomoto são muito bem escritos. (...)
E há mais uma coisa. Como disse há pouco, se o grande general que aprisionou o Ushitora-no-
Konjin é Amanowakahiko-no-Mikoto, este deus é satânico e diabólico e nada honesto. É
chamado de “O contra” e distorce tudo. Como o seu grupo veio dominando o mundo o tempo
32
todo, o sentimento humano acabou ficando deturpado dessa forma. Por isso, as coisas sempre
ficam ao contrário. Se uma pessoa é elogiada dizendo que é boa, já fica desleixada e, se ao
contrário, ficam estranhamente ao avesso, dizendo: “É porque me elogiam demais...não precisam
dizer assim de forma tão persistente pois eu sei muito bem”. Têm demais, essa mania.
Principalmente entre os japoneses, ela é numerosa. Isso significa que são muitos os da linhagem
de Amanowakahiko-no-Mikoto. Por isso está escrito nos Ensinamentos da Igreja Oomoto. A
obediência / condescendência é o melhor”. Isso porque os seres humanos não são nada
condescendentes. Pelo que podemos ver e ouvir, os americanos, por exemplo, são muito
condescendentes. Por isso entram em acordo Os japoneses, nesse ponto são muito diferentes. Os
partidos políticos anglo-saxões são só dois ou três. Seja como for, na questão de partido político,
religião ou qualquer outra coisa, o Japão é o país que os possui em maior número. E isso se deve
mesmo ao caráter dos japoneses que são do contra, não são condescendentes, não entram em
acordo.
Entretanto, em termos espirituais, os japoneses são mais elevados. Os mais abalizados. Por isso,
mesmo na ministração de Johrei - e em breve passarão a ministrar Johrei nas pessoas do mundo
inteiro - os japoneses são os que melhor curam. Pois seu espírito é o mais forte... Com isso o
Japão é o país mais visado por Satanás. Por isso, se os japoneses melhorarem, o mundo inteiro irá
melhorar. Ele é como a semente do mundo(...)
Por isso, no nível espiritual, os japoneses estão muito acima do normal. Os outros povos estão
todos abaixo. Entretanto, o japonês que adora uma pessoa de lá acaba caindo para um nível
inferior.
Por isso, a expressão: “Deus também está penalizado”, é no sentido de que o Ushitora-no-Konjin,
que é o Deus mais elevado, cai em nível inferior, e os deuses de ramificação fazem o que bem
entendem, se vangloriando lá em cima.
E isso, que durou 3 mil anos, finalmente está aparecendo através do órgão que é a Igreja
Messiânica Mundial. A partir deste ano, finalmente a Igreja Messiânica Mundial começará a ser
conhecida mundialmente. Deus traçou o plano exatamente assim e por isso pode-se saber que
assim será.
E hoje é o primeiro dia. Por isso, se observarem com essa intenção, poderão entender muito bem.
E a conclusão do templo Messiânico neste ano, coincide plenamente com o fato de que vai
ocorrer essa mudança, essa transição material. Como sempre digo, Atami é a parte material e por
isso, as coisas vão aparecer materialmente.
“Este plano não deve ser anunciado e, ao mesmo tempo, não pode ser anunciado -
diz Tokotati-no-Kami”
“Ushitora-no-Konjin reprime o mundo como se tivessem deixado
uma tigela na beira do poço”
(Mioshie-shuno.31,4/2/1954)

TER NAS MÃOS O DOMÍNIO DO MUNDO KUNITO - KOTATI-NO-MIKOTO


Ontem foi o dia do início da primavera (4/2)e anteontem foi o Setsubun. Este tem muita relação
com a Igreja Oomoto. A divindade que iniciou a Igreja Oomoto foi Kunitokotati-no-Mikoto. Ele é
chamado de Ushitora-no-Konjin, onde foi aprisionado.
Ele ficou oculto durante três mil anos e, nesse período, no Mundo Espiritual tornou-se Enma
Daio. E agora, como consta nos Ensinamentos da Oomoto, “Ushitora-no-Konjin surgiu como
Enma neste mundo e vai realizar a reformulação, a reconstrução do mundo”. É isso.
A esse respeito, existem dois Ensinamentos da Oomoto. O primeiro, que já disse no início:
“Chegou o mundo do Ushitora-no-Konjin, da flor da ameixeira que desabrocha de uma só vez nos
três mil mundos”, e, o segundo: “Agora chegou o momento da soja torrada brotar e por isso,
Deus também está contente”.
No setsubun, costuma-se jogar soja pela janela, e isso é feito pelo fato de que o Deus chamado
Amewakahiko-no-Mikoto, o grande comandante dos demônios, disse na ocasião : “Quando a soja
torrada der flores, apareça novamente. Até lá vou confiná-lo de modo a não sair”. Por isso, fala-se
33
que o fato de jogar soja tem esse significado. Não é difícil acreditar nisso. E, a esse respeito,
dizendo os Ensinamentos da Oomoto: “Agora vai chegar a hora de dar flores na soja torrada” e,
por isso, significa que a soja torrada deu flores. E isso começou a acontecer no ano 25 da Era
Meiji.
Anteontem, no dia do setsubun, aconteceu um grande mistério, um milagre para mim. É que, a
partir de agora, finalmente Kunitokotati-no-Mikoto vai aparecer. “Chegou o mundo do Ushitora-
no-Konjin, da flor da ameixeira que desabrocha de uma só vez nos três mil mundos”, significa que
ele vai dominar o mundo. Até então, era no Mundo Espiritual, mas agora vai aparecer no Mundo
Material. E o modelo disso aconteceu anteontem.
Deus realiza tudo com modelos e mostra o modelo. Por isso, o modelo manifestado anteontem é
algo pelo qual eu me empenhava há três anos. Ele veio se adiando e apareceu claramente
anteontem. Estou contente e também acho que podemos comemorar bastante.
E qual será o resultado disso? Como se trata de Enma, é o Deus do julgamento.
isto ;e, tem a função de separar o bem do mal, de fazer prosperar o bem e decair o mal. E isso vai
aparecer claramente daqui para frente. Nesse aspecto, vai mudar bastante. O mundo, e
principalmente o Japão...Pois, em termos espirituais, o Japão é a origem... Por isso, em suma, o
Mundo Espiritual vai clarear. Clarear, significa que o elemento fogo aumenta e a partir deste ano,
as doenças vão começar a aumentar pouco a pouco. E, diversos fatos ruins e segredos começam a
aparecer. Ultimamente têm aparecido aqui e ali, diversos casos de corrupção, o que era raro até
então. Eu acredito que isso já é um prenúncio. Assim, quando chegar determinada época, também
aumentarão as doenças...e parece que vai ser de uma só vez. Por isso, quando as coisas ficarem
assim, como sempre digo, ficaremos muito atarefados e então, devemos estar preparados desde
já. Até os fiéis, se ficarem bobeando ou não estarem de acordo com o que diz Deus, serão
repreendidos severamente. E isso já está começando a aparecer. Isso, todos os senhores sabem,
não é mesmo?
No Ensinamento da Oomoto está escrito: “Quando Deus fica rigoroso, o povo se acalma”. Isso é
muito interessante. Portanto, se o ser humano ficar com ostentações ou não for obediente por
causa do seu egoísmo, será atingido. Isso vai ficar cada vez mais intenso. Assim, as coisas estão
diferentes de antes. Especialmente porque até o fim do ano que vem, o Paraíso Terrestre de Atami
será concluído e então, isso ficará evidente em termos materiais. Como ainda está em vias de
conclusão, as coisas não chegaram a esse ponto, estão quase chegando. O Paraíso Terrestre de
Atami também é um modelo. Deus mostra tudo através de modelos e por isso, precisamos estar
sempre atentos a eles. Em suma, os modelos é que se desenvolvem.
Assim a Igreja Oomoto tem um significado muito grande. É a preparação do meu trabalho. Existe
a expressão budista “Três sessões de Miroku” e também “O alvorecer das três sessões de
Miroku” ou “Toca o sino das três sessões de Miroku”. Miroku são três: o Miroku do Sol, o da
Lua e o da Terra.
E o ponto central do Miroku é o espírito de Izunome. A fundadora da Igreja Oomoto é o espírito
de Izunome, ou seja, o vertical. Seria o pai. Deguti Onissaburo, o líder espiritual, seria o espírito
da mãe. Por isso, fala-se que existem homens femininos e mulheres masculinas. É mulher mas é
homem, ou é homem mas é mulher. Assim, o espírito e a matéria são diferentes. Eu seria a pessoa
que nasceu do pai, a fundadora , com a mãe, o líder espiritual.
Por isso, eu sou Izunome, o centro da união do vertical e o horizontal. A fundadora é vertical e
por isso é o espírito. O líder espiritualé horizontal e por isso, é a matéria. E com a união do
espírito e matéria surge o Poder.
O Poder vem da identidade espírito e matéria. É com união do espírito e matéria que surge o
Poder. Entretanto, as pessoas eminentes como Sakyamuni ou Jesus Cristo não tinham união, eram
só uma das partes. Sakyamuni é vertical e Jesus Cristo horizontal. Por isso não possuíam poder.
E no poder, a questão que está em primeiro lugar é a cura da doença. Esse poder que sai daqui
(palma da mão), invisível, um tipo de espírito, chama-se elemento Fogo. Em suma é o poder da
união do espírito e matéria. Por isso, quando se começa a entender essas coisas, tudo fica
claramente compreensível. Até agora, mesmo as pessoas bastante eminentes não curavam as
doenças fazendo assim porque não tinham poder. Isso ocorria porque o espírito e o corpo não
34
estavam ligados. E também porque o tempo ainda era prematuro. A esse respeito, vou falar aos
poucos de modo a entenderem claramente.
Até agora, Deus não permitia que isso fosse evidenciado mas finalmente os tempos mudaram. Por
isso, daqui para frente, aos poucos, vou explicá-las claramente. Assim entenderão melhor diversas
coisas.
(Mioshie-shuno.315/2/1954)

DEUSES DA LINHAGEM DO FOGO (DIA) - SEPARAÇÃO DO BEM E MAL


O setsubun (3 de fevereiro)deste ano tem um grande significado. Para mim, também aconteceu
um grande milagre o qual ainda não posso revelar mas um dia vou falar do que se trata.
O significado do setsubun tem muita relação com a Igreja Oomoto. Num tempo bem antigo, na
Era dos Deuses, não uma época vaga, mas que era habitada por seres humanos com qualificações
divinas, ou melhor, algo como o Mundo do Dia da vez anterior.
O Deus que comandava o mundo nessa épocas chamava Kunitokotati-no-Mikoto. Ele era um
Deus muito severo e por ter adotado a política de não permitir nada errado, grande número de
deuses - todos os deuses - não suportaram mais tanta exigência e começaram a surgir
manifestações e, como resultado de movimentos que eram favoráveis à suadestituição e seu
aprisionamento, ele acabou aprisionado.
Então, ele foi preso num ponto do Ushitora - entre o leste e o norte. E, para que ele não mais
aparecesse no mundo, torraram soja e, na hora, lhe disseram: “Quando der flores na soja frita,
pode sair”. Pois não há motivos para que soja torrada dê flores... E o aprisionaram tendo isso
como condição. Assim, o tornaram um deus muito ruim.
Isso consta no Ensinamento da Igreja Oomoto: “Dizendo que sou um deus mau, um deus da
maldição, me aprisionaram”. E aí elaboraram a lenda de que no Kimon fica um deus ruim e por
isso a mudança ou realização de algo para a sua direção era motivo de temor. E ensinaram as
pessoas que para tudo, o Kimon era temível. E isso continua até hoje. As pessoas detestam o
Kimon.
Entretanto, a verdade é bem outra. Ele é um deus magnífico, muito bom. Só que por ser correto
demais, acabou caindo nessa situação. Mas o fundamento de tudo isso é que na ocasião chegou o
Mundo da Noite.
Como Kunitokotati-no-Mikoto é um deus da linhagem do Fogo (Sol), no Mundo da Era Noite
era preciso que se aposentasse. E isso, em princípio consta que são por três mil anos, segundo os
Ensinamentos da Oomoto. E, como finalmente passaram-se 3 mil anos, agora, com a chegada do
tempo, surge no mundo... A respeito do seu surgimento existem diversas teorias. No Ensinamento
da Oomoto fala-se na grande peça dos três mil mundos. A linhagem do Deus que o aprisionou...
O seu comandante era o deus chamado Amewakahiko-no-Mikoto - fala-se muito que é
amanojaku - do contra. Esse deus é o comandante e diversos deuses se filiaram ao seu partido.
Na época em que foi aprisionado, aposentou-se levando poucos subordinados mas depois de
perder a vida, foi para o Mundo Espiritual e durante três mil anos ficou sendo Enma Daio.
No Ensinamento da Oomoto está escrito: “Agora vou surgir como Enma deste mundo e realizar a
reforma, a reconstrução do mundo”. Isso significa que ele vai realizar o julgamento.
Até então, ele julgava os espíritos das pessoas que morriam, pertencentes ao Mundo Espiritual,
mas agora vai julgar pessoas vivas. isso, em suma, significa que o mal não mais será permitido. E
por isso foi formada a Igreja Oomoto. Eu me tornei fiel da Igreja Oomoto e compreendi essas
diversas coisas - tanto as coisas aparentes como as do lado oculto - as coisas espirituais, e por
isso desliguei-me da Oomoto e fundei a Igreja Kannon que se transformou na Igreja Messiânica.
Bem no início dos Ensinamentos da Igreja Oomoto está escrito: “Chegou o Mundo do Ushitora-
no-Konjin, da flor da ameixeira que floresce de uma só vez nos três mil mundos. Chegou a hora
do país divino. Este é um mundo que precisa da proteção de Deus”.
Flor da ameixeira que floresce de uma só vez nos três milmundos mostra que a ameixeira é algo
extremamente importante. E o Ushitora-no-Konjin, no Mundo Espiritual é Enma Daio, e no
Mundo Material é Kanzeon Bossatsu.
35
Kanzeon Bossatsu é a Princesa Flor do Irmão Mais Velho e esta a atua no Mundo Divino, é o
Deus Izunome. Existe a Princesa Flor do Irmão Mais Velho e Konohanasakuya-Hime. A Princesa
Flor do Irmão Mais Velho também é chamada só de Flor do Irmão Mais Velho e corresponde à
ameixeira. A ameixeira floresce antes de todas e por isso é a Flor do Irmão Mais Velho. Já a
Konohanasakuya-Hime corresponde à cerejeira. Nesse caso a sua atuação é no mundo búdico e
Konohanasakuya-Hime é Kannon-Sama. No monte Fuji ~e cultuada Konohanasakuya-Hime.
Quando lá se vai, é costume adquirir o seu desenho, a qual segura um galho de cerejeira. A
Konohanasakuya-Hime do monte Fuji está assentada bem no seu topo.
Fica do lado direito da entrada do topo. É o templo Kussushi e Kyutoryu-Gonguen (dragão de
nove cabeças)é o guardião de Konohanasakuya-Hime. É protegida pelo dragão. Esse é o deus
dragão que encostou em mim pela primeira vez. Então Konohanasakuya-Hime é a cerejeira e
corresponde à atuação do mundo búdico. Por isso, a Princesa Flor do Irmão mais Velho
corresponde à atuação do Mundo Divino.
Como Konohanasakuya-Hime é da atuação do mundo búdico, surgiu inicialmente na Índia. Por
isso, no budismo é a cerejeira e é por esse motivo.
Portanto o setsubun deste ano é o ponto de partida do aparecimento do Ushitora-no-Konjin surgir
finalmente como Enma deste mundo. Por isso, o julgamento de agora vai ficar rigoroso.
Entretanto, não vai ser assim desde o início. Deus faz as coisas devagar, ou seja, a coisa vai se
desenvolvendo gradativamente. Talvez por esse motivo, começaram a surgir vários casos de
corrupção ao mesmo tempo, e podemos interpretar que esse tipo de coisa seja também uma
manifestação disso.
O interessante é que no dia de setsubun ocorreu um grande milagre e ontem, um pequeno
milagre. Isto porque um comerciante me trouxe um quadro em rolo antigo. É uma obra da era
Guen, da China, e foi desenhada há cerca de 400 anos e é a figura de Enma Daio. Seus seguidores
estão ao seu redor e está muito bem desenhado, mas como o seu invólucro está danificado, vou
consertá-lo e logo expô-lo no museu de belas-artes de Hakone, e esse foi um pequeno milagre. Eu
nunca tinha visto um desenho de Enma.
Por esse motivo, o Plano de Deus avançou um passo E o setsubun deste ano possui esse
significado.
E qual o resultado disso? Em suma é a separação do bem e do mal. Significa que o bem vai
vencendo e o mal perdendo. Isso quer dizer que a Igreja Messiânica Mundial vai se expandindo.
Não há motivos para que uma religião tão boa e tão maravilhosa que fique no lengalenga. Precisa
crescer bastante. Entretanto, o crescimento ser demorado mostra que o mal está segurando. Por
isso, entendendo isso, sentindo isso, tornando-se fiel e mesmo pensando que é preciso fazer com
que as pessoas se tornem fiéis também, as pessoas ainda ficam no lero-lero, porque, de um lado,
existem espíritos que atrapalham. Os espíritos que atrapalham irão enfraquecendo cada vez mais
daqui para frente e então as coisas irão normalmente. Esse é o significado do setsubun.
(Mioshie-shu no.316/2/1954)

A PINTURA DE ENRA-O
Vou falar um pouco mais sobre o setsubun deste ano. Já falei a respeito, mas o setsubun é de uma
época antiga, quando o deus chamado Kunitokotati-no-Mikoto dominava o mundo. Por se tratar
dessa época, não se sabe se seria mesmo o mundo inteiro, mas em princípio, é certo que ele
dominava um grande território centralizado no Japão.
E os deuses eram humanos. Só que os humanos dessa época tinham o espírito bastante elevado.
Essa época era aproximadamente no final do Mundo do Dia, e com o passar de longo tempo, o
ser humano se maculou e se sujou por causa do Mundo da Noite e ficou com um nível
espiritualmente baixo.
Por isso, costuma-se falar em 7 épocas (gerações)dos Deuses do Céu e 5 épocas (gerações)dos
Deuses da Terra. A Era dos deuses do Céu era a dos deuses do Céu... Em termos de xintoísmo,
fala-se na linhagem de Amatsu (céu)e linhagem de Kunitsu (país). Em deus de Amatsu e deus de
Kunitsu, trata-se da linhagem Ama (céu).
36
Em geral o povo japonês é da linhagem do céu. Na época em que pertenciam à linhagem do céu,
o último imperador, chamado Amaterassu é quem governava. E, como já disse em outra
oportunidade, o imperador fugiu do Japão e só a imperatriz ficou. É ela Amaterassu Ookami. A
coisa é assim, mas, anteriormente, o deus chamado Kunitokotati-no-Mikoto é quem governava.
Esse deus era muito severo, ou seja, era muito correto e muito honesto e só permitia o que fosse
extremamente certo Por causa disso - isso também consta no xintoísmo - grande número de
deuses entraram em acordo e o aprisionaram. E considera-se que isso tenha acontecido na noite
do setsubun.
comandante dos deuses que o aprisionaram é o deus Amewakahiko-no-Mikoto. E considera-se
que foi aprisionado na direção do nordeste para não mais aparecer no mundo.
E como foi aprisionado no nordeste, ficou com o nome de Ushitora-no-Konjin
Kunitokotati-no-Mikoto, o Ushitora-no-Konjin. Na noite do setsubun, joga-se soja pela janela.
Isso porque lhe foi dito: “quando a soja torrada florescer, pode sair. Caso contrário vou aprisioná-
lo pela eternidade”. E depois, jogaram soja torrada. Considera-se que isso seria por três mil anos.
Finalmente, passados três mil anos, Kunitokotati-no-Mikoto aparece novamente neste mundo. E
o órgão formado para isso é a Igreja Oomoto.
Por isso, nos ensinamentos da Igreja Oomoto, a fundadora proclamou: “Chegou o Mundo
do Ushitora-no-Konjin, da flor da ameixeira que desabrocha de uma só vez nos três mil mundos.
Chegou o Mundo Divino que inicia-se com a ameixeira e governa com o pinheiro. O Japão é um
país divino. Este é um mundo que precisa da proteção de Deus”.Ela gritou inicialmente em voz
alta. E, sendo tratada como louco, foi presa pela polícia. Isso aconteceu no dia 1 o. de janeiro do
ano 25 da era Meiji.
Por isso, fala-se que inicia-se com a ameixeira. A flor da ameixeira tem 5 pétalas. Fala-se
que ela simboliza os 5 grandes continentes. Por isso, a flor da ameixeira que desabrocha de uma
só vez tem o sentido de que o mundo se desenvolve de uma só vez.
E, no setsubun deste ano, finalmente o Ushitora-no-Konjin irá aparecer. Isto é, irá
aparecer depois de ter ficado oculto até agora por três mil anos. E a Igreja Oomoto foi instituída
porque o Mundo Espiritual ficou assim. E agora, o Mundo Material é que ficou. Tive o aviso de
que isso ficou assim neste setsubun. Um dia falarei a respeito pois no momento não posso fazê-lo.
Não poderei comentar durante aproximadamente um ano. Também é um milagre relacionado à
ameixeira. É algo que vim preparando há 3 ou 4 anos. Assim, uma coisa é que virá a tona, e
também, como consta no Ensinamento da Igreja Oomoto: “desta vez surgirá como Enma deste
mundo”.
Isto porque quando ficou oculto, foi para o Mundo Espiritual e se transformou em Enma
Daio. Enma Daio é do julgamento do Mundo Espiritual. É o que aqui chamam de promotor geral,
juiz do supremo tribunal. É a posição mais elevada de juiz.
Mas como se fala que “surgiu como Enma deste mundo”, agora irá realizar o julgamento
material. Esse é o julgamento. O interessante nisso é que no dia do início da primavera, um
marchand de Quioto me trouxe a pintura de Enma Daio. Então, eu a comprei pensando: “Ah,
Deus está querendo dizer que finalmente Kunitokotati-no-Mikoto vai atuar como Enma do
Mundo Material”. É uma pintura da era Guen da China e está escrito Enra-O, mas na China,
Enma Daio é chamado de Enra-O Nas escritas de Yoshida Shoin também
consta: .............................................. Oko quer dizer senhor feudal. E também no Japão, falava-
se em termos de Enra-O . E ele estava com dois ou três subordinados (vassalos). Em breve vou
expô-lo no museu de belas-artes.
Deus mostra tudo com modelos e por isso avisou através deste quadro de Enra-O
Aconteceu isso. No dia do início da primavera eu não sabia a respeito desse quadro mas disse que
a partir deste setsubun a purificação seria bem intensa e estava mesmo certo. Assim, a partir deste
ano, novamente o Mundo Espiritual vai clarear bastante. Clareando, o lado do bem será bem
favorável mas em contrapartida, o lado do mal ficará muito apertado. Ultimamente apareceram
diversos casos de corrupção e até hoje não havia exemplos de aparecerem assim, seguidamente,
de uma só vez. Isso, com certeza também é uma manifestação disso. Podemos interpretar assim.
(Misohie-shuno. 31,7/2/1954)
37
4. MEISHU-SAMA E A SALVAÇÃO EM RELAÇÃO A DEUS, BUDA,
DEUS DRAGÃO

A SALVAÇÃO DO MUNDO DIVINO


Quando fui a Quioto, os deuses dos santuários daquela região - mais de quarenta divindades
encostaram e faziam diversos pedidos a Meishu-Sama, agradeciam etc. - cada qual com o seu
pedido. Isso é mesmo verdade.
Por tratar-se de um fenômeno do Mundo Espiritual, as pessoas não percebem. Quando vou a
algum lugar, não são os fiéis que ficam alvoroçados. Os deuses que estão no Mundo Espiritual é
que ficam mais ainda. Os deuses que estão nas proximidades se reúnem querendo receber graças.
Entre eles muitos são os que vêm por vir e depois, surpresos, passam a ajudar com devoção.
Por isso esses trabalhos em relação ao Mundo Espiritual são bem mais numerosos. Tenho feito os
registros disso e creio que poderei levá-los ao conhecimento de todos em duas ou três reuniões.
(Mioshie-shu n o. 425/11/1951)

O DEUS MAIS ELEVADO


Tem uma coisa que ultimamente me impressiona muito Existem coisas que eu falo de modo
simplório mas que são extremamente importantes. Por isso, quem as ouve acaba se esquecendo e
as coisas não vão bem para ela. Questionando melhor, vemos que existem esses pontos.
Isto é, os fundadores de religiões são do tipo de entrarem em transe ou melhor, são do método de
fazerem indagações a Deus. “Indagando a Deus, recebi essa orientação”. Eles pensam que falando
assim, as pessoas ficam bastante agradecidas. E quem os ouve também grava bem o que foi dito
achando que se trata de uma ordem ou advertência de Deus.
Entretanto, como eu estou sempre falando de modo descontraído, as pessoas não recebem esse
estímulo forte - vamos dizer assim, essa sensação de sentir-se agradecida, por ouvir as palavras de
Deus. Isso é muito freqüente.
O que também costuma acontecer desde os tempos antigos é o fiel entrar em transe e dizer
que Deus está falando tal coisa. E existem pessoas que acreditam. Entretanto, em tais casos trata-
se de deuses, mas de níveis inferiores. Por isso um dia acabam se revelando. Mas as pessoas se
deixam enganar momentaneamente.
O meu Deus - é estranho falar assim, mas para ser mais claro sou diferente dos
Fundadores e de outraspessoas desse tipo. Sou diferente no nível que ocupo.
Jesus Cristo, por exemplo disse que nasceu pela vontade do Pai do Céu, ou que Jeová
disse determinadas coisas, não é? O fundador da Tenri-kyo e da Igreja Oomoto também dizem
que Deus falou assim, assado. E ficam reverenciando esse Deus incessantemente.
Eu não reverencio. Isto porque o Deus que está em meu ventre - ou melhor tudo que eu
digo e faço é diretamente por Deus e por isso não há razão para reverenciá-lo. Não há
necessidade de reverenciar.
O Deus que está em meu ventre é o Supremo Deus e por isso é natural que seja adorado,
mas não existe nenhum Deus que eu precise adorar. Pois são todos de nível inferior.
Basta que eu aja da forma como penso pois isso constitui a ação do Supremo Deus. É por
isso que não tenho coisas do tipo de entrar em transe. Eu não reverencio a Imagem da Luz Divina
por esse motivo. Isso não existe em nenhum outra religião do passado.
Tanto Sakyamuni como Jesus Cristo e Maomé adoravam a Deus, recebiam orientações
etc. Mas eu não tenho necessidade de fazer isso e por isso na questão relativa ao poder também,
quando escrevo as palavras elas atuam. Em verdade é normal que antes de se escrever as palavras
se entoe orações vestindo-se a rigor e após realizar o pedido de permissão a Deus. E isso é feito
por quase todos os fundadores de religiões quando vão fazer talismãs, protetores, etc.

38
Eu escrevo as palavras seminu. E está bem assim, não sendo preciso também ficar falando
coisas enfadonhas, sabe? Gostaria que soubessem disso. Por isso, mesmo que em outros lugares
apareçam coisas como transes, isso não chega a ser importante.
Até agora eu não dizia nada a esse respeito porque não tinha muita vontade, mas se não o
fizesse as pessoas sentiriam gratidão demais pelos casos de encosto e foi por isso que falei a
respeito.
(Mioshie-shun o. 95/4/1952)

SENHOR DO PERDÃO
Ontem eu falei a respeito dos transes e há pessoas que acharam a palestra muito boa. Eu
não adoro a Deus. Em qualquer religião, todos os fundadores sempre adoram a Deus. Eu não
faço isso.
Isto porque o Deus que está comigo é do nível mais elevado e então não há necessidade
de adorar nenhum. Pois todos estão abaixo. Outra coisa. Fala-se muito em fazer indagações a
Deus ou receber comunicados de Deus - o que deixa as pessoas bastante agradecidas.
Eu digo de modo simples, como se fossem coisas comuns. E todos se descuidam e
encaram de modo leviano, sabe? Por isso acabam se esquecendo ou se descuidando. Aí, quando
acontece alguma coisa é que percebem que já haviam recebido tal advertência de Meishu-Sama.
Que já havia sido mencionado nos Ensinamentos. É o que acontece com qualquer um.
É que eu não pergunto a Deus para transmitir o que me foi dito. O que sai de minha boca
é o que o próprio Deus diz. É assim, pois trata-se do Supremo Deus, sabe? Por isso eu não fico
fazendo pedidos ou perguntas a Deus. Isso não acontece.
Assim, para escrever os talismãs, normalmente, qualquer fundador de religião, nesse caso
entoa uma oração vestido a rigor.
No meu caso tal não ocorre. No verão, por exemplo, eu os escrevo seminu, de pernas
cruzadas. E quem vê isso não sente gratidão. Para mim, assim está bem. Pois é o próprio Deus
que escreve e por isso não tem jeito.
Eu não falava sobre essas coisas até agora. Mas é bom que todos tomem ciência disso.
Para dar um outro exemplo, os fiéis realizam diversos milagres, e estes, iguais aos
realizados por Jesus Cristo, são manifestados diariamente. Se sobrasse tempo eu queria ler esses
milagres mas desisti por falta de tempo. Entretanto, são milagres muito superiores aos milagres de
Jesus Cristo. São milagres que estão totalmente fora de lógica(...)
Portanto, se os meus discípulos realizam milagres iguais aos de Jesus, isso significa que ele
também é discípulo meu. Se não entenderem isso claramente, os fiéis do cristianismo, por
exemplo, interpretarão errado.
Pois, outra coisa que desejo falar é que Jesus Cristo é o Senhor da Redenção. O Redentor,
no caso de uma empresa, equivaleria ao um superintendente. Se na empresa ocorressem diversos
erros, o superintendente, como representante, iria até o presidente pedir perdão. Um redentor
seria algo assim. Carregaria para si os pecados de todos os povos e, no lugar deles é crucificado.
Além do redentor, existe o presidente, ou seja, é preciso que haja o Senhor que perdoa.
Eu sou o senhor do perdão. Por isso, nesse ponto existe uma diferença extrema, tão
grande quanto o que há entre um senhor e seu súdito. Já queria ter falado sobre essas coisas mas
como se trata de algo muito distante das coisas mundanas, não falava para não ser mal
interpretado. As pessoas não messiânicas iriam dizer: Meishu-Sama é um megalomaníaco doido
varrido e por isso nada falei. Entretanto, a época já está ficando favorável e por isso resolvi dizer.
Sabendo também dessas coisas, poderão entender mais nitidamente diversas outras, não é?
Vou parar por aqui.
(Mioshieshu n o. 96/4/1952)

DIRETAMENTE DE DEUS - JEOVÁ

39
É preciso também saber o seguinte. Desde os tempos antigos, os fundadores de religião
costumam perguntar tudo a Deus, não é? Aí recebem a declaração e dizem que Deus falou
determinada coisa, não? Quem ouve isso fica muito agradecido. Sente gratidão.
Entretanto, eu não faço essas coisas. Falo de modo simples em cada circunstância e por
isso minhas palavras não mostram ser merecedoras de gratidão, sabe?
Por isso, as pessoas tendem a negligenciá-las e deixa escapar muita coisa. Aí, quando
acontece algo, é que vão perceber que já ouviram coisa semelhante. No início, dificilmente
pensam assim. Por isso existem muitas pessoas que não agem conforme o que eu digo, sabe?
E isso acontece porque eu não tenho necessidade de perguntar a Deus. O Deus que está
em meu ventre é o mais elevado.
Pois, o que eu digo e faço é o mesmo que o próprio Deus realizá-los, sabe? Isto é a coisa
direta.
Entretanto, os fundadores das religiões existentes até agora eram todos indiretos. Até
mesmo Jesus Cristo dizia que nasceu pelo desígnio de Jeová, que era o Pai do Céu etc. mas ele
era indireto.
Já o Deus que está em mim é igual a Jeová. E por isso eu não reverencio Deus.
Em qualquer religião, de qualquer lugar, por ocasião dos Cultos, o fundador reverencia
respeitosamente Deis, não é? Eu não faço isso.
Isto porque não existe um Deus que eu deva reverenciar. Se existem deuses todos são
inferiores a mim. Por isso os deuses podem até me reverenciar.
É por isso que seja para escrever um talismã, eles fazem a higiene pessoal, vestem-se a
rigor e o escrevem com todo respeito, mas eu, no verão, por exemplo, escrevo seminu.
Eu passo por todas as coisas de modo normal seja qual for ela. Pois não há necessidade de
dificultar as coisas. E é por isso que se torna possível pensar esse ponto de modo oposto. Sou
visto do contrário. Sou mal-interpretado, sabe? Mas eu acho que quanto a isso não tem
importância se passarem a entender aos poucos. Por isso e não me importo com mal-entendidos
passageiros.
Eu não falava muito sobre essas coisas porque seria como fazer as pessoas acharem que
sou um deus encarnado e não gosto muito.
Por isso, as pessoas freqüentemente negligenciam o que eu digo e muitos são os erros
decorrentes daí, de modo que achei melhor deixar falado.
Então, bem conscientes disso, poderão entender claramente se compararem as outras
religiões e fundadores.
Um exemplo bem visível é que os milagres de Jesus são muito famosos. Mas os meus
discípulos realizam de modo imenso milagres iguais aos de Jesus, não é? E existem até milagres
maiores.
Se tivesse tempo gostaria de lê-los, sabe? Poderíamos dizer que são mais do que simples
milagres. Vou colocá-los no jornal e, como não há tempo para lê-los agora, não vou fazê-lo(...)
Por isso, este milagre, por exemplo, nem Jesus - como na época não existia luz elétrica e
outras coisas, era inevitável - mas é um milagre superior ao de Jesus. Jesus e todos os outros
casos que mencionei há pouco são um poder indireto. No meu caso é um poder direto e isso pode
ser comprovado só de observar esses fatos.
(Mioshie-shun o. 97/4/1952)

TRABALHO DE SUPREMO DEUS - A SALVAÇÃO DO MUNDO BÚDICO E DO


MUNDO DIVINO
Seja como for, terá início ma grande limpeza mundial. A esse respeito, espíritos budistas têm
encostado na esposa de um senhor chamado Taga e dizem sempre: “Peça perdão, por mim, a
Meishu-Sama”. Isso é verdade.
Diversos iniciadores e fundadores de seitas budistas - entre os quais há os que já se esperava e
tambémos que esperava - têm aparecido dizendo que finalmente o mundo búdico vai acabar e o
que fizeram até agora achando ser bom foi um grande erro. Por isso, pedindo perdão querem ter a
40
permissão de ajudar nesta Obra Divina do Paraíso Terrestre, na Obra Divina do Mundo do Dia.
Vou colocar o artigo e respeito disso na próxima “Tijo Tengoku”.
Ultimamente diversos deuses aparecem muito para comemorar e festejar. Amaterassu Oomikami
também veio para comemorar. Depois foi Tsukiyomi-no-Mikoto e Izanagui-no-Mikoto etc.
Amaterassu Oomikami, no Japão, é considerado o Deus mais elevado mas não é o Supremo
Deus. É o Deus do Sol.
O Universo não é constituído apenas pelo Sol. Existe a Lua, a Terra e o Supremo Deus controla
tudo.
E como eu estou executando o trabalho do Supremo Deus, até os deuses mais eminentes como os
citados vão trabalhar bastante para a Igreja Messiânica daqui para frente.
Eles têm dito muitas coisas com esse significado de modo que vai mesmo se iniciar em termos
materiais.
Em termos materiais significa no lado mais profundo do Mundo Material. O verdadeiro início no
Mundo Material será depois de se reunir o 5, 6 e 7.
E o primeiro estágio disso vai se iniciar agora . O segundo estágio é Atami. Quando o Paraíso
Terrestre de Atami for concluído será realmente em termos materiais.
Como sempre digo, aqui (Terra Divina)corresponde ao Mundo Espiritual. É o Mundo Espiritual
do Mundo Material. E Atami é o Mundo Material do Mundo Material.
(Mioshie-shunº. 1427/9/1952)

A LUZ DO ORIENTE
O que vou dizer é algo que já queria ter dito há tempos, mas não o fiz porque enquanto não chega
o momento certo não posso contar tudo claramente. Como esse momento chegou vou falar hoje,
pela primeira vez.
Num tempo bem primitivo, no ocidente começou a se falar na “Luz do Oriente”, com certeza no
cristianismo.
E a “Luz do Oriente” vem sendo transmitida de pessoa para pessoa. “Luz do Oriente” tem sido
algo muito vago e até agora não se entendia muito bem do que se tratava.
Hoje, pretendo falar a respeito dessa “Luz do Oriente”. Ela diz respeito a mim. (...)
O xintoísmo do Japão é da linhagem do Imperador Shinmu, de (????), em Kyushu.
Posteriormente a isso é da linhagem de Izumo. Desse modo, todas as religiões vieram do oeste. A
única que surgiu do leste, no budismo, é a Nitiren. Como sempre digo, os ensinamentos do
budismo são todos da noite, da Lua. E dentre eles, só um, a religião Nitiren é chamada de
budismo do Sol. E ele iniciou essa pregação no Monte Kyossumi, de Awa. E ele nasceu aí. O
templo Tanjo, em Awa, recebeu esse nome em comemoração ao nascimento de Nitiren Shonin.
No dia 15 de junho de 1931 eu fui ao templo Nihon, do Monte Kenkon, em Awa, levando 30
pessoas. Naquele momento o alvorecer chegou pela primeira vez . Fala-se isso mas bem antes.
Nitiren Shonin pregou pela primeira vez o “Myohorenguekyo” bem próximo ao Monte Kenkon. A
igreja Nitiren diz que foi há 650 e também há 700 anos. Mas fazem 700 anos que ele começou a
pregar o “Myohorenguekyo” e 650 anos desde que morreu. Já nessa época havia surgido o Sol no
mundo búdico. Teve início o primeiro passo do Mundo do Dia.
E a “Luz do Oriente”, em suma, é o Sol. Mundo do Dia significa o mundo iluminado pelo Sol.
Existe uma bola de luz aqui em mim(no centro da barriga). Essa bola é a “Luz do Oriente”. Como
disse há pouco, do leste vai indo cada vez mais para o oeste ou então subindo no centro do
céu...Desse modo, o mistério da “Luz do Oriente” se desfaz aqui. Sarar fazendo assim, sai daqui.
Significa que está sendo irradiada Luz para o peito.(...)
Para tanto, em mim existe a Bola de Luz.... Os ocidentais compreendem melhor se falar em Jeová,
por isso, deixei escrito também que a doença é curada através dessa Bola de Luz atribuída por
Jeová. Pois caso contrário, a coisa não fica para valer.
O assunto agora seria sobre Jesus e na Bíblia ele fala diversas vezes que “vai fazer a
salvação através do Espírito do pai do Céu”. Por isso Jesus Cristo seria o filho de Jeová.

41
Já o meu poder é um poder direto. Jesus seria, para mim, um filho. O que os fiéis estão realizando
agora tão intensamente é o que Jesus realizava. Outro dia, por exemplo, uma pessoa que não
enxergava há oito anos, passou a enxergar perfeitamente com apenas 2 minutos, o que será
colocado no próximo “Eiko”. Outra pessoa que não ficava em pé há cerca de 13 anos conseguiu
se levantar com 20 minutos e no dia seguinte, conseguiu ficar em pé e andar. Aconteceram essas
coisas e o que consta na Bíblia, que Jesus realizou , o cego enxergou e o aleijado andou, está
sendo realizado pelos meus discípulos.
Com esses fatos não há outro jeito senão acreditar porque o que eu disse não tem erro.
Desse modo, de agora em diante, cada vez mais Deus irá realizando a Obra de Salvação por
diversos métodos. E eu sou o seu órgão executor.
Só com o espírito o mundo não pode ser salvo. Como o mundo é feito de matéria, é preciso que
um ser humano vivo advogue.
E estou incumbido de fazer esse trabalho. Por isso, à medida que o tempo passa, isso vai
aparecendo de forma concreta.
(Mioshie-shun o. 1518/10/1952)

A ATUAÇÃO DE IZANAGUI NO MIKOTO


Ao se fazer um pedido, as pessoas costumam fazê-lo a “Komyo Nyorai” e a “Meishu-Sama”,
mas só “Meishu-Sama” é suficiente. Isto porque eu tenho a atuação de Komyo Nyorai Sama. Eu
sou a origem e por isso basta pedir apenas à origem.
Outra coisa. Até agora eu não falava as coisas de modo muito claro e por isso, de acordo com o
tempo irei esclarecendo diversas coisas e todos precisam saber os seguinte.
O trabalho que estou realizando no momento é o momento é o trabalho de Izanagui no
Mikoto.
Existe uma frase no Kojiki que diz: “A coluna do céu foi virada por ambos os deuses”.
Inicialmente Izanamai no Mikoto, a deusa esposa virou para a direita. Só que assim o mundo não
foi muito bem, em suma, ela falhou. Aí Izanagui no Mikoto disse: “Está vendo só? Eu disse que
não podia virar para a direita mas você virou e as coisas ficaram assim. Agora, eu vou virar para a
esquerda”. E assim Izanagui no Mikoto girou para a esquerda o mundo. Isto porque girar para a
direita é centrípeto, é matéria precede espírito. E quando Izanagui no Mikoto girou para a
esquerda o mundo ele adotou o método verdadeiro. É como a atual medicina, é centrípeta e
portanto, matéria precede espírito. É a medicina que gira para a direita.
Agora , o “Johrei” que faz do “espírito” o principal é girar para a esquerda. E o trabalho
que estou realizando é o de Izanagui no Mikoto.
Outro dia, Amaterassu Oomikami escostou na esposa do Sr. Taga e se referiu a mim como
“Supremo Deus”. Ela veio para comemorar algo de bom que aconteceu. Disse: “Gostaria de pedir
ao Supremo Deus para comemorar”. E por fim: “Quero pedir a proteção do Supremo Deus”. Ela
encostou de fato.
Na sociedade, pensa-se que Amaterassu Oomikami ;e uma deusa muito elevada mas ela é
filha de Izanagui no Mikoto e Izanami no Mikoto. Isso consta também na história da Era dos
Deuses.
Então, Amaterassu Oomikami é filha de Izanagui no Mikoto. Por isso, em termos mais
compreensíveis é minha filha. E Amaterassu Oomikami não tem poder de salvar verdadeiramente
as pessoas.
Tsuki Yomi no Mikoto também veio comemorar. Um dia publicarei na revista “Paraíso
Terrestre”mas como ainda é cedo, estou pensando em fazê-lo no Ano Novo. Para salvar é preciso
o Deus da Lua e o Deus do Sol juntos. A luz surge da perfeita união do Sol e da Lua.
Tanto o Sol como a Lua possuem luz, mas o verdadeiro poder da luz só surge com a
perfeita união de ambas.
Por isso, a Luz do Johrei que sai de mim é a Luz do Sol e da Lua juntos. O “myo” do
nome Komyo Nyorai é constituído de (?)(sol)e (?)(lua)e portanto a Luz do Sol e da Lua
constituem o verdadeiro Poder.
42
(Mioshie-shu n o. 16,15/11/1952)

IZANAGUI NO MIKOTO - O REPRESENTANTE DO SUPREMO DEUS


As pessoas costumam fazer os pedidos e cumprimentar Komyo Nyorai Sama e Meishu-
Sama, mas basta fazê-los somente a Meishu-Sama e portanto seria bom agir assim.
Embora isso não tenha sido para menos, pois não havia dito a verdade. Komyo Nyorai
Sama é o meu representante Como é muito difícil eu ir toda hora na presença dos fiéis, faço com
que Komyo Nyorai Sama seja enviando e agraciado - seja cultuado. Tenham essa intenção...
(fiquem cientes...)Por isso em casos corriqueiros, basta pedir a Komyo Nyorai Sama.
E, dependendo do caso, quando for um sofrimento insuportável ou de perigo e urgência, é
bom fazer o pedido diretamente a Meishu-Sama. Pois eu, em suma, sou o fabricante. Creio que
ficaria fácil de entender se pensarem que é no sentido de pedir para falar diretamente com o
fabricante.
Outra coisa. O trabalho que estou realizando no momento é o de Izanagui no Mikoto. Isso
consta no Kojiki. “Girar a coluna do céu”. A coluna foi girada. E Izanami no Mikoto a girou para
a direita. É o movimento centrípeto. A direita avança e a esquerda recua. Entretanto, por causa
disso, as coisas não foram bem. O mundo não se organizou e finalmente Izanami no Mikoto ajuda
a seu esposo.
Aí Izanagui no Mikoto disse: “Está vendo? Eu disse desde o começo que não se devia
girar para a direita mas de tanto você insistir eu permiti. É preciso mesmo ser para a esquerda.
Então, deixe que agora eu faço por você”. E girou para a esquerda.
Realmente, o espírito precede a matéria. A medicina curar com aparelhos e outras coisas é
ação centrípeta. Curar com o Johrei é ação centrífuga e portanto, o método de Izanagui no
Mikoto.
E Izanagui no Mikoto é o representante de Deus. Por isso seu poder é extremamente
forte. Outro dia Izanami no Mikoto encostou na esposa do Sr. Taga e dizia: “Eu estava muito
errada. Por isso, daqui para frente vou ajudaar o máximo”.
No mundo atual considera-se Amaterassu Oomikami a deusa mais importante de todas
mas outro dia ela se manifestou e estava se referindo a mim como “Supremo Deus”. Ela disse:
“Gostaria de pedir toda proteção sua”. E isso é verdade.
Como consta na História da Era dos Deuses, Amaterassi Oomikami nasceu de Izanagui no
Mikoto e Izanami no Mikoto.
Por isso, Amaterassu Oomikam seria minha filha. A filha mais velha. O que nasceu em
seguida foi Sussano no Mikoto.
O Deus chamado Sussano no Mikoto, como também consta em meus livros, é o ancestral
da cultura material, dos judeus, mas não é bem isso. Também pode-se dizer isso mas o povo
israelita é filho de Sussano no Mikoto e ele corresponde ao povo judeu.
A cultura material que temos hoje é a cultura judia. Em suma, ela foi construída por
Sussano no Mikoto.
Então, Jesus é descendente de Sussano no Mikoto. Por isso, Jesus tem por ancestral um
deus que nasceu de Izanagui no Mikoto, ele nasceu depois, e portanto é muito natural que meus
discípulosonsigam realizar milagres da altura de Jesus Cristo.
Seria muito interessante contar mais detalhes sobre essas coisas, mas pretendo escrevê-los
aos poucos.
(Mioshie-shun o. 1617/11/1952)

A SALVAÇÃO DO MUNDO BÚDICO (I)


O objetivo com que vou a Quioto desta vez tem um significado um pouco diferente. O
mundo búdico começou a mudar bastante, ou seja aproxima-se o momento da “destruição do
budismo”. É o próprio Sakyamuni, criador do budismo quem diz que o Buda (budismo)será
destruído, e por isso não há erro. E o momento dessa “destruição do budismo” já está bem diante
43
dos nossos olhos. E por isso no momento, diversos budas eminentes do mundo búdico t6em o
intenso desejo de serem salvos. Esse é o primeiro objetivo.
Saga, pelo espírito da palavra é saka. Abreviando sha fica sa. E em Saga, existe um templo
muito famoso de Sakyamuni que desde os tempos antigos é chamado de “Shaka-Sama de Saga”.
O nome que coloquei lá em Saga é “Vila Primavera-Outono”, e do lado direito, fica o templo
Shaka. E do lado esquerdo fica Amida. No ano retrasado, esse foi o primeiro templo que visitei
em viagem a Quioto e, no Honen-In existe uma grande Amida como imagem principal.
Por isso a Vila Primavera-Outono fica bem no meio de Sakyamuni e de Amida. Então, a
Vila Primavera-Outono constitui Kannon e, do lado direito e esquerdo respectivamente, ficam
Sakyamuni e Amida. Esse é autêntico (?)(três divindades Mida). Isso constitui a “trilogia”.
E eu realizo a atuação de Kannon. Sakyamuni seria minha mãe e Amida, meu pai. Por isso
se fala que Sakyamuni é uma mulher transviada. E por isso é mulher. E Kannon é o filho.
Isso ainda contém diversos significados mas não posso falar detalhadamente, mas a grosso
modo é isso.
Sakyamuni construiu o budismo e estava salvando até agora, mas agora sempre digo, o
budismo é o ensinamento da noite. Durante o mundo da noite era o budismo e agora finalmente
ficando dia, surge o sol. E isso significa que o budismo se extinguirá .
Por isso os discípulos de Sakyamuni... na Índia e na China,budismo também existe, mas de
modo geral, atualmente ele só restou no Japão. Consequentemente os ilustres bonzos do Japão
existentes desde os tempos antigos foram para o Mundo Espiritual e até agora, realizaram a
salvação da noite, mas finalmente, com a chegada do tempo, essas pessoas precisam mudar o seu
pensamento.
Isto porque buda é um disfarce de Deus. Buda disfarçado. Disfarça-se de Buda e, para
salvar deixa de ser buda, querendo fazer o trabalho de Deus.
Querem ser deuses mas os budas possuem muitos pecados. Ist porque, para falar a
verdade - e isso é um assunto um pouco profundo mas vou falar porque os presentes são todos
membros. Foram os budas que criaram o pecado.
É um tipo diferente do pecado dos maus. É o pecado de boas intenções. Isto porque o
budismo de até agora estava ensinando erros, mentiras. Isso foi inevitável mas Sakyamuni dizia:
“A mentira também é um meio”, e por ter vindo ensinando mentiras o ser humano não era salvo
de verdade, ou seja, não alcançava o estado de paz e iluminação. Isso acontecia porque não
ensinava a verdade, mas isso foi inevitável por ser a Era da Noite.
E à medida que se entra na Era do Dia, para ensinar a verdade, é o que eu estou
escrevendo e ensinando.
E, então eles querem ajudar a Igreja Messiânica. Mas se não eliminarem o pecado de ter
empregado mentiras até agora, não podem trabalhar para a Igreja Messiânica.
E por isso desejam intensamente e me dizem: “Por favor, peço que me salve logo”.
“Quero que me ajude”. “Quero trabalhar assim”.
De um modo geral, os Budas estão concentrados em Quioto e Nara, cada qual em seus
respectivos templos.
Nos templos existem diversas esculturas, estátuas e pinturas e é neles que o espírito dos
budas se assentam. Isto é, eles se transformam no assento deles. Por isso, para falar a verdade, é
um desrespeito enorme apreciá-los como obras de arte. É um desperdício.
Então, vou retirar o espírito dos budas que estão nas imagens.
E retirando-os daí que eles podem trabalhar. Pois são como uma casa do corpo físico dos
budas.
O trabalho que vou realizar, agora em Saga é esse. Por isso, purificando todos os pecados
cometidos até agora pelos budas, eles vão se transformar em deuses e trabalhar bastante para a
Igreja Messiânica. Assim, as imagens vão ficar vazias. E então não haverá problema em mostrá-
las e deleitar grande número de pessoas. (...)
Dessa forma na questão de “salvar” ainda existe o cristianismo. Pela ordem, é preciso
começar pelo Japão. E para começar pelo Japão, o budismo é o alvo. Depois vem o xintoísmo,
mas este é irrelevante. Seria estranho dizer que será salvo aproveitando a oportunidade, mas
44
como não possui poder, está claro que irá ser salvo sem problemas. É preciso salvar primeiro o
budismo e depois o cristianismo.
O melhor lugar para salvar o cristianismo é nos Estados Unidos. Se os Estados Unidos for
salvo, a Europa será bem mais fácil. No cristianismo existe também o protestantismo mas ele é
bem pequeno. O catolicismo é a questão, Por isso, em breve ele também será salvo.
O livro “Salvar os Estados Unidos” não é no sentido apenas de salvar os estados Unidos
na questão da medicina, mas também da religião. (...)
Hoje, falei sobre o objetivo de minha ida à Quioto e a questão de “salvar o mundo búdico”
mas, como sempre digo, Quioto será o 7 do 5, 6, 7. À medida que o 7 for ficando pronto, a
atuação irá se tornando verdadeiramente de “três em um”. Por isso o poder aumentará bastante.
Eis porque ficou muito bom de se trabalhar.
(Mioshie-shu nº. 218/4/1953)

A SALVAÇÃO DO MUNDO BÚDICO (II)


Os espíritos de nível elevado de superiores, mestres e bonzos que existem desde tempos antigos,
bem como diz o encosto da senhora Taga, estão muito apressados no Mundo Espiritual. Isto
porque à medida que o Mundo Espiritual vai se tornando claro começaram a compreender
perfeitamente a “destruição do budismo”. Em geral, Buda é uma transformação de Deus. Isso
porque enquanto o mundo se encontrasse na era de Buda não seria possível como Deus, por isso
foi mandado para que se retirasse e esperasse o tempo certo ou trabalhasse como Buda. Então, o
“Yatari Otome” cinco homens e três mulheres, por não gostar de ser Buda disse que seria o deus
dragão e esperaria o tempo. Transformou-se em Hatidai Ryuou e esperou pelo tempo. Recebeu o
nome de Sakyamuni e foi preso por ele. Como é um nome indiano é estranho e difícil de
memorizar.
Esse deuses dragões se esconderam ao redor dos mares do Japão, ou melhor, moraram aí durante
3 mil anos aproximadamente. E agora, finalmente, com a destruição do Budismo se tornarão
Deus, isto é, voltarão a identidade original.
Mais uma coisa. Os deuses que trabalharam como Buda mencionados agora querem se tornar
deuses rapidamente, e as pinturas e esculturas existentes em Quioto tomarão os seusdevidos
lugares. Estão encostados neles. E até hoje protegiam as pessoas que vinham para orar.
Entretanto, dizem que protegiam, como o poder de Buda é fraca como a luz da lua não podia
conceder muitas graças. Teria que ser com a luz do Deus do Sol. E a luz do Sol só pode ser
irradiada quando se tornar Deus que faz esse trabalho. Portanto, “agora” é o momento de Buda
se transfomar em Deus.
O primeiro Deus entre os oito dragões é o Deus Dragão Izunome. Ele estava escondido na lagoa
Oomi Biwa. E os outros deuses dragões estavam em diversas baías perto do continente. Estavam
também no mares entre Etsugo e Sato; nas baías de Suruga e Isse, e também durante esse tempo
estavam protegendo o Japão. Era esse o motivo. (corte).
E agora, o fato de ter visitado todos os templos foi para avisar esses budas principais que
“finalmente voces serão salvos”; era esse o significado.
Portanto, o “objetivo de Deus” se torna de várias coisas o objetivo de duas ou três coisas. E o
espírito desses budas serão salvos, se tornarão deuses e as pinturas e esculturas de budas ficarão
vazias, dessa forma, como obras de arte, serão expostas em museus para serem apreciadas. Se
não for dessa forma, o espírito que estiver habitando sofrerá muito.
(Miosie-shu -no. 201 16 de abril de 1953)

A SALVAÇÃO DO MUNDO BÚDICO (III)


Seja como for, mesmo os inúmeros sacerdotes, de qualquer forma, são pessoas que não
cometeram maus atos, são pessoas que divulgaram a compaixão búdica, por isso é preciso salvá-
los.

45
Mais uma coisa. Em cada Templo existem várias estátuas de buda e cada uma delas, em todas,
está encostado o espírito de bonzos cultos e famosos que acumularam aprimoramentos no Mundo
Espiritual. Mas, falar apenas que está encostado, como existem diversos como Kannon,
Sakyamuni, Amida; exemplificando Sakyamuni, Amida, Kannon, Shotoku-Taishi são Kannon.
Depois temos Fuken Bossatsu, Monju Bossatsu e outros, e dessa forma, fervorosos na fé, bonzos
que se aprimoraram espiritualmente encostam neles. E dão proteção.
Por isso, esculturas maravilhosas possuem esses espíritos. E até agora essas estátuas e pinturas de
buda eram consideradas obras de arte, por isso era muito sofredor. Então é preciso retirar esse
espírito. (...)
E sobre isso agora, os diversos bonzos de nível elevado e bonzos famosos de nome tal, mestre
fulano, beltrano do zen-budismo, estão bastante apressados. Isso foi escrito na revista “Tijo
Tengoku”, pelo encosto do espírito divino da senhora Taga, dessa forma, aí esses bonzos que
antes eram deuses, durante o mundo da noite se transformarão em, budas e serão salvos.
Entretanto, agora, com a destruição do budismo voltarão a ser o deus de antes. Daqui para frente
trabalharão como deus e não poderão trabalhar mais como buda.
Isso porque a origem de buda é o nome do deus da lua Tsuki-Yomi-No-Mikoto. Ele é a frente de
Sussanoo-no-Mikoto. A lua possui a época em que brilha e a época da escuridão e quando ela
brilha tem o nome de Tsuki-Yomi-No-Mikoto, quando se esconde torna-se Sussanoo-no-Mikoto.
Dessa forma, o buda é da linhagem de Tsuki-Yomi-no-Mikoto portanto, é Lua. E quando torna-se
dia a lua se apaga e aí, de qualquer maneira, se não entrar para o lado de Deus, não se consegue
trabalhar. Então, é onde é preciso voltar à forma de Deus.
Porém, os budas que realizaram a salvação no Mundo Búdico até agora possuem máculas. O fato
de possuir máculas é porque o Ensinamento de Buda não era o verdadeiro, por isso, de um lado
tem o mérito de ter salvo as pessoas com a compaixão, mas em troca, por outro lado fizeram
muitas pessoas cometerem erros. É preciso que Deus lhes retire esse pecado.
Então, estão apressados para “ser purificado por mim”, para “receber Johrei”. Então salvarei os
espíritos que estão nas estátuas de Buda de Quioto e Nara. E como um dos companheiros do lado
de Deus, é engraçado falar assim, mas, entrando para o grupo de Deus, irão trabalhar bastante.
Dessa forma, as estátuas búdicas ficarão vazias e como obras de arte farão brilhar o mérito dos
artistas que as esculpiram. Através da arte irão divertir muitas pessoas e por meio disso, dessa
vez, os artistas ficarão muito contentes. Pretendo realizar um trabalho nesse sentido em Saga,
Quioto. E indo para lá não significa que falei isso imediatamente, pois mesmo agora essas pinturas
e esculturas búdicas estão chegando até mim, naturalmente, por isso estou fazendo aos poucos e
indo para Quioto trabalharei realmente.
E agora, então, é o “tempo” da transição “da extinção do budismo para o mundo de Deus, será o
mundo de Deus”.
`Portanto, é a “salvação” dessa época de transição. Se não fizer dessa maneira, não se consegue
salvar a humanidade.
No final das contas, quer dizer que espiritualmente, esses deuses estão dominando, por isso,
salvando o budismo, em seguida é preciso salvar o cristianismo. O cristianismo também,
historicamente possui muitos discípulos célebres por isso, é preciso salvar também essas pessoas.
Em seguida também o maometismo. Essas 3 grandes religiões.
Salvando-os espiritualmente é que depois os homens serão verdadeiramente salvos; essa é a
ordem e Deus trabalha conforme essa ordem.
Sendo assim, o fato de ter ido essa vez para lá significa que esse é o primeiro passo. Esse tipo de
coisa não foi nada explicado pelas religiões existentes até hoje, e não ter sido explicado significa
que ainda não tinha chegado essa época, era sem dúvida a época de salvação através do budismo,
portanto não tinha outro jeito.
Eu tenho a missão de realizar “o trabalho do limite dessa transição”, por isso posso dizer essas
coisas.
(Mioshie-shu No. 21 - 17 de abril de 1953)

46
MOSTRAR ATRAVÉS DA VERDADE
Ultimamente, no Mundo Espiritual tem aparecido muitas coisas diferentes. Isso porque à medida
que se torna dia no MundoEspiritual o espírito ficou agitado. Aos poucos veio compreendendo
claramente o que é a Igreja Messiânica e desejando serem salvos e também que possam ser
utilizados me fazem pedidos através de diversos meios. E encostam no espírito da pessoas com
quem têm afinidade e conversam, fazem diversas coisas. Ultimamente, vários espíritos encostaram
em moças jovens que são membros e fizeram a comunicação.
Outro dia, pessoas que estão tendo êxito no Mundo Material como Molotov, Eisen Hower,
Môtakuto, Nero e outros, esses espíritos encostaram e pedem perdão a mim pelos seus pecados,
fazendo pedidos para ajudar no futuro e como aconteceu issso, essa parte sobre as pessoas do
Mundo Material publicarei tudo na revista “Tijo Tengoku”, portanto, ao ler poderão entender.Está
escrito realmente de maneira minuciosa. O que aconteceu depois disso foi muito interessante e
além disso importante, por isso farei com que leiam agora. (relatório)
Esse “Meishu” (Senhor da Luz)que existe aqui dentro é um representante meu. E ele trabalha
como meu representante e existem alguns deuses que são meus subalternos. E quando tem
alguma coisa importante aparecem como sendo a minha pessoa, Portanto, não tem importância
pensar que sou eu. E sobre o Fundador da Tenri-Kyo já falei uma vez; mas, quando eu estava na
penitenciária do Estado de Shizuoka chamei vários espíritos e quando falei sobre várias coisas,
conversei também com o fundador da Tenri-Kyo. Ele disse: “salve-me”, eu respondi “está bem”,
estava falando coisas desse tipo.
As coisas estão assim. Portanto, o Deus que habita em mim é o de nível mais alto. Por
isso, eu nunca orei a Deus, já disse isso antes, mas isso porque não existe um Deus superior a
mim e assim não tem outro Deus a quem possa orar. É esse o motivo pelo qual eu não oro a
Deus.
Essas coisas, conforme a época aparecem claramente, entretanto, não quero dizer por mim
mesmo que sou o “Senhor da Salvação”, ou coisas desse tipo.
Isto é, mostro através de fatos. Através dos fatos “realmente”, e com o poder e oresultado “é
verdade”, faço-os compreender, esse é o método verdadeiro.
Relacionado a isso vou contar um fato. No dia 22, um dia antes do Culto, a esposa jovem de um
homem que trabalha diretamente comigo, desde o ano passado que estava perturbada
mentalmente e eu a curei completamente. Porém, como ainda restava um pouco havia uns
nódulos em volta do pescoço, disse-lhe para que viesse de vez em quando e estava ministrando-
lhe Johrei 2 a 3 vezes por mês.
E nesse dia 22, ao levantar a mão para ministrar Johrei, ela começou a chorar derramando
lágrimas que escorriam sem parar e não conseguia falar. Passado um tempo perguntei; era Cristo.
E Cristo que durante muito tempo estava sofrendo bastante, estava encostado nessa senhora e
como recebeu Johrei sarou. Era a angústia do ferimento quando ele foi crucificado. Esse
ferimento sarou completamente e estava muito agradecido. Eram lágrimas de alegria.
Além disso, o fato de ter encontrado com o seu mais saudoso “Pai do Céu”, não existe alegria
maior, disse ele, eram esses dois os motivos de suas lágrimas de alegria. Desse modo, até mesmo
uma pessoa como ele não conseguiu curar um ferimento como esse do corpo.Por esse motivo
daqui em diante, no estrangeiro, acredito que Cristo fará um grande trabalho. Os membros da
nossa Igreja compreendem isso perfeitamente, mas se os cristãos e budistas ouvirem isso pensarão
que foram possuídos pelo espírito de raposa. Acredito que irão pensar que aquele a quem
adoravam era isso? Mas, logo entenderão.
O motivo disso é que Cristo, Sakyamuni, Maomé não curavam a doença assim (levantando a
mão), e além disso não formaram pessoas que curam a doença desse jeito, portanto, através disso,
através desse poder poderão imaginar.
E eu não quero falar de mim mesmo coisas grandiosas, por isso não fico falando, mas, aos
poucos, de acordo com a época essas coisas vão sendo provadas e não será mais possível deixar
de se entender.
(Mioshie-shu no.32 - 27 de março de 1954)

47
O OITAVO SANTO - LUZ E A SALVAÇÃO ATRAVÉS DO JOHREI
Ontem, aconteceu uma coisa engraçada. No Culto da Primavera passada eu falei que os números
que até agora eram 5,6,7 lê-se Miroku, passarão a ser 3,6,9 também lê-se Miroku. E, os
participantes do Culto ontem somaram 369 pessoas. Depois do Culto da Primavera ontem foi o
primeiro Culto, por isso, o fato desse número ter aparecido aí, podemos compreender que,
realmente, Deus é livre.
Deus faz muito dessas coisas e esse é o lado brincalhão dele. Isto é, essa é a força de Deus. “Ele
realiza qualquer coisa sem pestanejar”, é o que nos mostra. Portanto, a participação de vocês no
Culto está bem determinado por Deus; hoje é fulano, essa vez será beltrano.
E outro dia falei sobre uma jovem senhora que estvava com o encostro de Cristo. Eu tinha lhe
pedido que escrevesse sobre o que acontecera até agora e como ela escreveu vou lê-lo.(Relatório)
Não contém nenhuma brincadeira, é tudo verdade.
Dentro desse relatório existe diversos significados, mas o que mais senti fome foram as palavras
de Cristo, terrivelmente impertinentes e o interessante era que parecia estar ouvindo a bíblia. A
bíblia foi escrita pelos discípulos mas dá para notar que era essa a maneira de falar quando Cristo
dava seus conselhos.
E o mais engraçado é a frase “Deus que não é Deus”, esse é um modo de falar muito engraçado.
Realmente, até hoje se falava Deus, mas na verdade não era Deus. Era o representante de Deus
ou o seu discípulo. Era nesse sentido.
Por isso Cristo também não disse: “Eu sou Deus”. Ele disse: finalmente surgiu o tão esperado
Senhor da Salvação. Entretanto, na realidade, não é o Senhor da Salvação. Então, ao contrário,
para não cometer esse erro deixou se crucificar, tem também esse significado. E isso é igual tanto
para o homem como para Deus, mas Deus principalmente é rígido, por isso se não estiver de
acordo é um sofrimento.
E como acabei de ler agora; a canção que me exalta muito faz sofrer, por isso a canção para ser
cantada eu escrevi e fiz com que falassem. Está bem escrito. Estou pensando em utilizá-lo no
Prédio Messiânico. A música é de Hendel (Senhor da Salvação - Messias)e estou querendo usar
essa letra.
Aqui realmente existe um grande significado. Eu compus e todos vão cantar. Isso é uma mentira.
Isto é, o Deus que existe em mim mesmo é que compôs e o fato de exaltar está fora de lógica.
Então, entre as pessoas que irão cantar, o mais inteligente compôs e todos cantam, esse é o modo
verdadeiro. Isso é racional.
Cristo, querendo que cantassem dessa maneira escreveu a letra. Está muito bem expressado. O
sentimento que exalta Deus está realmente bem expressado. Pretendo transformar isso em letra.
Bem, poupou meu trabalho.
O livro de orações também, eu escrevi tudo, mas não é correto eu escrever coisas do tipo de ter
recebido graças e estar agradecido. Bem, é como se tivesse escrito no lugar dos membros, e não
tinha outro jeito por isso escrevi, mas o certo seria como acabei de falar agora.
E sobre o que foi escrito acima, é o mesmo caso daquela senhora de Quioto, que outro dia estava
com o encosto de Cristo e vários outros.
Tóquio e Quioto são cidades bem distantes uma da outra, e encontro uma pessoa desconhecida
com quem nunca conversei, do mesmo modo, isso também é interessante.
Depois disso ainda apareceram vários espíritos. Ë bem interessante. Os deuses dragões que
habitam o mar, lagoa e lagos das regiões da Europa e África, cada um deles pediram perdão e se
prontificaram em trabalhar bastante, fizeram pedidos desse tipo e vários outros.
Tanto Deus como Buda também, todos os espíritos desejam a Luz em primeiro lugar. Portanto,
como acabei de ler, Maomé também deseja muito a Luz. E também os deuses dragões que
apareceram depois e diversos deuses e budas têm o desejo de se banharem ao menos um pouco na
Luz.
Isso porque até o presente, entre os homens, não havia uma pessoa que tivesse a Luz de Deus.
Então, pessoas como João estiveram no inferno durante 2.750 anos. E até mesmo Cristo, pessoas
como ele não puderam ser salvas.
A causa é a Luz. Não puderam ser banhadas pela Luz.
48
Entretanto, eu apareci, o Mundo Espiritual tornou-se claro e ficou possível banhar-se na Luz, por
isso puderam ser salvos. Portanto, a lógica é simples.
Isto é, através dos pecados e máculas... Porém, é engraçado falar de pecado em relação àquele
Deus, mas Cristo foi crucificado porque na encarnação anterior praticou um grande pecado e
sendo crucificado pagou pelo pegado. Por isso foi crucificado. E só com isso não pode ser salvo
totalmente. Então, depois de sofrer durante muito tempo,ao se encontrar com a Luz, o pecado em
forma de máculas se dissolve e desaparece. E aí é salvo. Por isso é que deseja a Luz.
E mais uma coisa. “Se não eliminar o pecado agora, ele restará para sempre”. O pecado de
natureza leve se apaga com o surgir da era do dia, mas quase não existem pessoas com pecados
leves, todos são pesados. É como vocês que recebem Johrei, mas possuem toxinas aos montes,
não é só um tiquinho assim.
“As pessoas com pecados de natureza pesada não conseguem eliminar eternamente”. É preciso
nesse momento banhar-se logo na luz e ser salvo e por isso estão impacientes e apressados. Isso
porque o Mundo Espiritual está para se tornar dia rapidamente. Portanto, as pessoas que
tomaram conhecimento disso estão bem, mas aquelas que não sabem são realmente coitadas.
E uma coisa interessante que mandarei ler depois, é que dentre os diversos deuses dragões tem
um que diz: “Eu tenho a função de destruir e me empenharei nisso.” Aqui ao falar em destruição
não se refere ao mal.Se refere a uma limpeza. A limpeza é que é a destruição, As coisas ruins
serão destruídas, será feita uma arrumação , é esse o sentido. No momento da limpeza geral,
aquilo que estiver quebrado e o que não tiver mais utilidade será destruído e jogado no monte de
lixo; existe um deus dragão com essa função. Sou o deus dragão com a função de destruir e
portanto farei isso de corpo e alma. Dessa forma virá o tempo da destruição. De que maneira
ocorrerá a destruição é um mistério. Agora a bomba de hidrogênio está sendo um problema e
creio que será de grande utilidade. Se não fosse feita uma coisa como aquela talvez não pudesse
ser feita a limpeza da Terra...
De qualquer maneira, para se salvar dessa grande limpeza é preciso receber Luz e acabar com as
impurezas., por isso as pessoas que se tornaram membros da Igreja Messiânica; essa felicidade é
uma coisa grandiosa. Isso também compreenderão aos poucos. Portanto, o fato de Cristo,
Maomé e outros terem se salvado é como falei anteriormente sobre aquela senhora, enquanto lhe
ministrava Johrei, Cristo e outros acabaram sendo salvos.
Portanto seja como for, os espíritos estão provando quanto o Johrei é esplêndido.
Dentro da comunicação vinda do Havaí tem umaparte interessante e mandarei ler.
“Comunicação do Havaí no. 18” (vide Eiko no. 257)
Isso aconteceu na hora do estudo de Inglês. Eram 40 pessoas a participarem do estudo de Inglês,
sendo 10 americanos, e dentre eles uma pessoa que parecia futuramente se tornar muito
prestativa.
Essa pessoa dizia: “Meishu-Sama é o oitavo santo”. Esse “oitavo santo” é mencionado em
fábulas desde tempos antigos. Na religião budista esse “oitavo santo” se refere a Sakyamuni, mas
Sakyamuni é o sétimo. Acredito que da parte da religião budista falaram isso para valorizar
Sakyamuni.
O que essa pessoa falou é que está correto.
(Mioshie-shu no. 33 - 6/4/1954)

O PODER QUE DOMINA O MAL - A LUZ DE JEOVÁ


Outro dia, o presidente Eisen Hower, creio que foi no dia primeiro desse mês, fez uma
declaração. “a bomba de hidrogênio é realmente perigosa. Entretanto, conforme o objetivo com
que a pessoa utiliza pode se tornar uma coisa perigosa, mas também não há necessidade de temer
tanto”, disse isso dirigindo-se ao mundo. É realmente como ele disse. Se utilizar como arma será
um enorme terror como foi falado anteriormente. Quantos danos causará a humanidade..., não se
trata apenas disso, é algo tão terrível que pode-se dizer que é a extinção quase total da
humanidade. Entretanto, não há problema se não for utilizada como armamento de guerra. E ao

49
utilizar como um instrumento de guerra, entre o bem e o mal acaba-se utilizando para o mal, por
isso proporciona desgraças à humanidade. O bom seria utilizar para o bem.
Então, se não for para utilizar para o mal é só retirar o pensamento, a concepção de mal do
homem. Entretanto, não se consegue retirar totalmente, basta que o lado do bem vença o mal.
Como sempre digo, o ideal é que a proporção do bem para o mal seja de 6 para 4. É o controle
sobre o mal. Dá medo porque não se tem esse poder de controle. Isto é, ao invés de dizer que a
bomba de hidrogênio é terrível, mais terrível é não poder controlar o mal do homem.
Como fazer para adquirir o poder de transformar o mal em bem. Aí reside o valor, a vida da
religião. Portanto, ao invés de fortalecer o mal, é necessário uma força que enfraqueça o mal.
Essa é a missão da religião. Porém, não apareceu uma religião com esse poder. Por não ter
surgido essa religião que o mal não foi cortado, ao contrário, fez o máximo e aí desenvolveu-se a
bomba de hidrogênio, tornando-se um perigo. Se não tiver o poder de enfraquecer o mal, a
função da religião, começa aqui, a se tornar um sério problema.
Olhando dessa forma questiona-se a existência de uma religião com esse poder. Eu respondo que
existe, Existe uma. Pode parecer presunção, mas é a Igreja Messiânica Mundial. Uma religião que
tira a força do mal, uma religião que controla o mal, uma religião que enfraquece o mal, não
existe outra além da Igreja Messiânica.
Então, de que forma essa Igreja Messiânica consegue fazer isso? Consegue com a Luz. Ou seja,
uma religião que possui Luz, um Fundador ou religioso que possui Luz não apareceu até hoje na
face da Terra. O fato de não ter aparecido pode ser compreendido através de que? Esse também é
um assunto extremamente longo e um pouco difícil de acreditar. Entretanto, como é um fato
verdadeiro eu preciso falar. Os membros da Igreja compreendem, mas a pessoa que não é ao
ouvir poderá dizer: “Aquela pessoa que fala uma coisa grande daquela ou é vigarista ou está
maluco”. Mas isso é verdade.
E isso acontece porque, ultimamente, Cristo, Sakyamuni, Maomé todas as pessoas célebres vêm
me pedir: “Salve-me”.
Citando um exemplo, esses dias, Cristo encostou em uma jovem senhora e outro dia ministrei-lhe
Johrei, e enquanto ministrava-lhe Johrei derramava lágrimas em abundância, e realmente, era uma
atitude de repleta gratidão, Durante muito tempo sofreu bastante no Mundo Espiritual.
Entretanto, “Pude ser salvo desta vez e estou agradecido. Não caibo em mim de tanta felicidade”.
Dizia isso soluçando em prantos. Não consegui conversar durante um bom tempo e fiquei
esperando.
Isso aconteceu duas vezes e ao lhe perguntar , respondeu-me que quando Cristo encostava sentia
a agonia da crucificação e como na estátua do Cristo crucificado onde ele está com o pescoço
dobrado, ela também dobra o pescoço. É como se o pescoço estivesse sendo apertado por alguma
coisa, parecia muito agoniante. Isso, sem dúvida é muito sofrido porque foi crucificado. Esse
sofrimento não é retirado totalmente. O fato de não poder ser retirado se deve à falta de Luz.
Essa senhora ficou ruim da cabeça no ano passado e eu a curei. E como ainda tinha solidificações
disse-lhe para vir de vez em quando, e assim de vez em quando ministrava-lhe Johrei. Então, não
se sabe quando Cristo encostou e sem perceber ele ficou bom.
Em seguida a Maria apareceu duas a três vezes e estava muito agradecida por seu filho ter sido
salvo. Depois surgem outros ordenadamente.
José também apareceu e estava sofrendo no Mundo Espiritual durante 2.750 anos, mas foi salvo e
estava muito agradecido.
Ultimamente encostou um discípulo de Cristo chamado Jacó, que por sinal bem inteligente.
Dessa forma, encostaram Maomé, Koshi, Sakyamuni; do Japão Kôbo e Shinran. Vêm encostar
um em seguida do outro.
E ao lhes perguntar o que desejam eles dizem que querem receber Luz. E ao ministrar um pouco
de Johrei eles recebem Luz por isso se salvam. Portanto, à procura de Luz, parece que eles vêm
do mundo inteiro. Recebendo Luz consegue-se controlar o mal.
Por esse motivo, essas pessoas inteligentes, não são bem pessoas, nem deuses; esses santos dizem
que vão trabalhar bastante para a Igreja Messiânica. Até hoje queriam trabalhar, mas como tinham
impurezas, máculas, não podiam trabalhar e agora como essas máculas foram retiradas, vão poder
50
trabalhar bastante e todos estão animados. Portanto, esses 800 deuses trabalharão em grupo e
poderão compreender perfeitamente como será possível realizar uma grande expansão pelo
mundo inteiro.
Além desses, vários outros apareceram mas aos poucos sairão na revista “Tijô Tengoku”.
Dessa maneira, espíritos mortos, espíritos vivos, os dois são o Deus da Igreja Messiânica, é
engraçado dizer isso, mas é o Jeová da Igreja Católica.
E também existe uma pessoa chamada “Luz do Oriente”, e através disso todos passam por uma
limpeza e trabalham limpos e purificados.
Só as pessoas que são bem inteligentes é que têm conhecimento disso e estão esperando pelo
“Paraíso” previsto por Cristo e por várias outras profecias. Finalmente, o esperado, o verdadeiro,
a obra que transformará o Mundo em Paraíso teve início e é agora o momento de nos reunirmos
para realizá-la. Portanto, parece ser algo misterioso mas não é.
É apenas uma coisa lógica que estava para vir e veio e chegou o tempo. Por essa razão vocês
receberam uma parte de Luz e irão adquirir a confiança de que certamente salvarão as pessoas e
ficarão satisfeitos por compreender que até mesmo as coisas que não existiam até hoje se deve a
isso.
Esse conhecimento, daqui para frente, ao se empenhar no trabalho, e também as diversas
explicações, em apropriada ocasião servirá de grande força para fazer compreender o seu
semelhante. Como falei anteriormente, o local chamado “tyukyo” é um local muito importante
também para Deus. Ë o centro entre oeste e o leste e eu usei a palavra tyukyo, mas o trabalho que
estou fazendo é o trabalho de Izunomê e portanto é o trabalho do leste e oeste. É o trabalho desse
centro, O distintivo da Igreja Messiânica é em forma de cruz e o centro está em vermelho porque
representa o Japão, É o mundo do sai. A cor amarela, na verdade representa o ouro. Representa a
Igreja Messiânica e a cruz, o traço horizontal representa a Cultura Espiritual. Tem o significado
de unir o horizontal e o vertical. Basicamente significa unir os Estados Unidos e o Japão.
(Mioshie-shu no. 33 - 2 de abril de 1954)

O TRABALHO DO DEUS SUPREMO - ULTRA RELIGIÃO - O PODER DO JOHREI


O problema que está sendo considerado número um no mundo inteiro, como é do conhecimento
de todos é a bomba de hidrogênio. A bomba de hidrogênio também, sem dúvida alguma, é obra de
Deus, mas por que uma coisa terrível, sinistra como aquela foi construída? Falarei por alto sobre
isso.
(...)
No dia 1o. de abril Eisen Hower disse: “A bomba de hidrogênio não se limita apenas em ser
perigosa. Conforme o objetivo com que for utilizada fica determinado se é ou não é perigosa”, e
realmente é verdade. Ou seja, a bomba de hidrogênio em si é perigosa se for utilizada para a
guerra com o objetivo de matar a humanidade ou destruir todas as coisas, caso contrário não há o
que temer.
Pelo contrário, se for utilizada para a felicidade da humanidade torna-se uma coisa muito boa.
Sendo assim depende da vontade de quem vai utilizar.
Com essa vontade, utilizar a bomba de hidrogênio na guerra para fazer a destruição, basicamente
falando é uma ação do mal. Como é um objetivo que deseja cumprir o seu próprio desejo, mesmo
matando o ser humano e destruindo tudo, é um mal. É impossível retirar todo esse mal do ser
humano, mas limitar esse mal a um certo grau é o problema básico.
Por causa da bomba de hidrogênio, o mundo inteiro está agora falando freqüentemente em
“administração conjunta dos países fortes”, e “firmação de tratados”, mas aquilo é só para
remediar. No final das contas obteve-se sucesso com o problema de uma certa época ou de um
certo grau porque existe um limite, mas não foi uma solução definitiva e por isso não se pode
ficar completamente tranqüilo.
Ao invés disso, o que se pode ficar completamente tranqüilo é quanto a questão do sentimento do
homem. A questão do espírito. Sendo assim, de que forma solucionar o básico que é o espírito?
Não existe outra coisa além da religião. Portanto, quanto mais importante se torna a bomba de
51
hidrogênio, mais a religião será procurada pela humanidade. Porém, não despertam para isso. A
religião é considerada uma coisa imprestável, uma produção da ciência e por isso não tem outro
jeito senão utilizar como conselho. Entretanto, o fato de ser considerada dessa maneira é porque
entre as religiões existentes até hoje não houve nenhuma com poder de controlar o mal. Falando a
verdade não era religião. Não é bem assim. A religião não tinha esse poder. Então, é necessário
que surja outra coisa nova, isto é, algo acima de uma religião.
Ao falar em ultra-religião, afinal o que é isso? Como todos sabem é a Igreja Messiânica. Não
existe outra além da Igreja Messiânica. E Deus disse que a “renovação do espírito” do homem,
que esse trabalho será executado pela Igreja Messiânica, e é missão dos senhores membros fazer
com que a humanidade do mundo inteiro compreenda esse fato. Ao ouvir falar em bomba de
hidrogênio achamos que não existe afinidade conosco, mas como acabei de expor agora é
bastante necessária e será daqui para frente. (...)
Como sempre digo, os Estados Unidos é representante da Cultura Horizontal e o Japão da
Cultura Vertical, e unindo essas duas culturas entramos finalmente na fase de concretização.
Conforme está no distintivo da Igreja Messiânica, o vertical e o horizontal se unem; o vertical é o
Japão e o horizontal os Estados Unidos, o círculo vermelho do centro é o mundo do dia e pode-
se dizer também que é a nascente do Sol, o Japão.
O centro é de cor amarela e na verdade representa o ouro. Esse centro representa a Igreja
Messiânica. O ouro tem um significado profundo como esse. Falarei sobre isso depois, e dessa
forma, o distintivo e o símbolo da Igreja Messiânica. Ele está mostrando que possui aquela
missão.
Quero falar sobre mais um assunto (preciso falar sobre isso de qualquer maneira e além disso é
muito engraçado), os membros irão entender e acreditar, mas os não-membros, sem dúvida,
pensarão que é um auto-elogio.
Isso porque ao vir dessa vez para Nara, os deuses dragões de cada montanha, os respeitosos
deuses do templo Shintoísta e Nyorai to Templo Budista, os espíritos dos deuses e budas, e
também o deus dragão protetor e os deuses transformados em deus dragão, todos eles ficaram
muito contentes e hoje, estão comemorando no Mundo Espiritual. Isso mais tarde será publicado
na revista “Tijo Tengoku”, e antes o tempo estava bom, era uma saudação. Estava chovendo, mas
começou a parar.
Bem na hora em que vinha para Nara, o Sol começou a brilhar. Aquilo era um cumprimento. Hoje
era um dia determinado para chover, mas para demonstrar bem o sentimento de boas vindas do
deus dragão, não existe outra maneira além do bom tempo e por isso pensei: “mexeram os
pauzinhos”.
Ùltimamente, diversos deuses e budas como Cristo, Mamomé, Sakyamuni e José tem aparecido.
Um pouco antes de vir aqui também, Maria e Cristo apareceram e encostaram naquela senhora de
sempre, e contentes de verdade, as palavras que pronunciavam eram dos mais diversos elogios.
Realmente o sentimento de alegria estava transbordando. Os outros deuses e budas também eram
da mesma forma/
Seja como for, todos estavam esperando por mim há mais de 100, 1000 anos atrás. Por isso, os
deuses dragões de cada região de Nara estavam contentes e disseram que apareceriam para
cumprimentar quando eu viesse aqui, mas como são espíritos é difícil de lidar. Apenas eu sinto
pois não têm forma, mas sei que não é engano.
Por esse motivo, daqui para frente, a Igreja Messiânica terá esplêndidos acontecimentos. Sendo
assim, os senhores também ficarão atarefados e como sempre digo, creio que é necessário
arregaçar as mangas.
Dessa forma, o Mundo Espiritual, em grande parte, está quase que totalmente transformado no
Mundo de Miroku e daqui em diante irá se refletir no Mundo Material. O engraçado desse meio é
Malenkov. Ao invés de dizer que tem relação com o assunto anterior, ele é básico, e a turma de
Malenkov, Molotov também estão dizendo que até agora eles estavam errados. (Esses são
espíritos de pessoas encarnadas. Existem espíritos de pessoas encarnadas e de pessoas
desencarnadas, e o espírito de pessoas encarnadas podem ser chamadas livremente).

52
Chamei muitos deles quando estava na penitenciária de Shizuoka. Nessa hora também chamei
Stalin, mas ele não tinha jeito. Os outros diziam “farei assim”, ou “esperarei pelo tempo certo”,
mas Stalin estava irredutível. Stalin havia caído no Inferno de nível mais baixo e precisava ficar lá
mais de mil anos. Dessa forma, no mundo aumentará a força do bem que controlará o mal,
aumentará pessoas com esse espírito, por isso, até mesmo Stalin acabará dizendo “não dá mais” e
renovará o seu sentimento, mas será um dos últimos.
Finalmente entraremos no verdadeiro Paraíso Terrestre, na esfera do “Mundo de Miroku”. Daqui
para frente as verdades vão surgir uma após outra, portanto entraremos finalmente no palco
verdadeiro.
E depois, esse assunto é engraçado e está como “Luz do Oriente”. No final das contas, para
salvar as pessoas, não somente as pessoas, até mesmo os espíritos, para salvar tudo é preciso Luz
em primeiro lugar. Os espíritos vêm à procura de Luz. “Quero receber Luz”, dizendo assim eles
vêm à procura. Serão salvos com a Luz.
Até mesmo Cristo sofreu bastante até agora. Quando Cristo encosta ela dobra o pescoço e dobra
igual ao desenho do crucifixo. É como se nesse momento tivesse sido amarrado por alguma coisa
ou então morreu e caiu no chão e alguma coisa subiu em cima. É muito sofrimento. As dores da
hora da crucificação cessaram mas o pescoço torto ainda não melhorou completamente. No
começo doía bastante, mas isso sarou e Cristo estava muito agradecido. Maria também por ser
seu filho, estava muito contente por ele ter sido salvo.
O tempo acabou por isso vou parar por aqui, e o que acabei de falar agora é um assunto sério,
portanto, se a fé não estiver bem firme não dá para acreditar. Se uma pessoa que não tem fé ouvir
irá rir achando que é bobagem, mas é verdade. Vocês não são assim. Daqui em diante isso irá
aparecer em formas, por isso vai ser difícil fazer com que acreditem até um certo ponto.
Até hoje não sei quantos bilhões de pessoas reverenciaram Cristo e Sakyamuni e fui eu quem os
salvou, mas poderão dizer “não pode aparecer uma pessoa assim, deve estar biruta”. Vocês
normalmente têm conhecimento de que chegando ao ponto de achar que “é isso”, o “espírito se
solidifica completamente”, portanto, através disso, a força dessa pessoa torna-se forte.
Dessa forma, sem dúvida, como meu representante, manifestando grandiosamente a força
conseguirá realizar o trabalho. Portanto, reflita bem sobre o que eu disse agora e trabalhe
bastante.
(Mioshie-shu no.33 - 12/4/1954)

A SALVAÇÃO DO DEUS DRAGÃO (I)


O fato de ter ido essa vez para Nara é porque Nara é onde mais existe os espíritos de deuses e
budas. No Japão, pode-se dizer que Nara é o local onde estão concentrados. E todos estão como
deuses dragões. E esses deuses dragões que originariamente eram deuses e budas, nasceram uma
vez como ser humano, e ao receber a minha Luz os pecados e máculas são retirados, por isso os
deuses dragões são promovidos.
Então, os deuses dragões querem muito que eu vá para isso. E por isso fui. E por isso até mesmo
o tempo, misteriosamente foi bom. De manhã no momento da partida era uma chuva terrível, mas
30 minutos antes de chegar em Nara o tempo abriu e até o Sol apareceu. Terminado o meu
trabalho e enquanto descansava no Hotel Nara começou a chover novamente. Os deuses dragões
estavam mostrando que dessa maneira, trabalharam fervorosamente na minha recepção.
Dessa forma, na palestra que fiz no auditório público de Nara reuniram 3.000 pessoas. O
auditório comportou 2.000 pessoas e o restante mais de 1.000 pessoas encheram o jardim.
Portanto, se chovesse seria desastroso, mas um pouco antes de começar fez Sol e o jardim secou,
correndo tudo muito bem.
Por esse motivo, o objetivo principal de Nara é no meio das montanhas, o Templo Murôdi, que
fica há mais ou menos 147 milhas da cidade.
Logo no início apareceu o deus dragãodesse local dizendo que como eu viria essa vez, fez a
limpeza da região para deixar purificado. Teve um grande incêndio na montanha e vários alqueires
foram queimados, tebdo um prejuízo de 6 milhões, o que se pode ver que foi bem grande. E foi
53
em vários lugares. Para as pessoas que sofreram as conseqüências do incêndio foi lamentável, mas
esse é também um meio de purificação.
E também quando fui ao Templo Murôdi, o superior desse templo que também supervisiona o
Templo Nagatani de Yamato, é um dos mais célebres do grupo Hôzan da religião Shingon. E ele
também, querendo encontrar-se comigo a qualquer custo, apesar de estar viajando voltou
exclusivamente para isso, contou o deus dragão.
Então, perguntando sobre o local onde é cultuado o deus dragão, disseram que é numa montanha
bem ao lado do Templo Murôdi. Chama-se deus dragão Zenjyo. É o deus dragão mais superior
desse local. Realmente, para proteger um templo grande e famoso é porque mesmo entre os
deuses dragões, possui qualificação para tanto. Por causa do ritual para chamar a chuva, o
fundador do Templo Murôdi brigou com o outro e ganhou, quer dizer, ganhou porque esse deus
dragão trabalhou.
O deus dragão é muito rigoroso. Por causa disso, se não for alguém de nível superior a ele que
lhe pede alguma coisa, ele não obedece.
Com o ritual para chamar a chuva teve muito lucro e tem vezes que apesar de um grande número
de pessoas rezarem, não se obtém lucro porque, se entre eles não tiver um de personalidade
divina ele não obedece. Se tiver uma pessoa que seja de nível superior a ele não tem como deixar
de obedecer e, essas coisas conforme o nível está bem determinado. Principalmente no mundo do
deus dragão isso é bem rigoroso.
(mioshie-shu no. 33 - 15/4/1954)

A SALVAÇÃO DO DEUS DRAGÃO (II)


E os deuses dragões também são transformações de seres humanos. Por isso conseguem utilizar a
linguagem do homem e possuem sentimentos e inteligência como o homem. E a salvação dele
consiste em fazer reencarnar na forma humana os que caíram no Inferno. Foram para o Inferno
porque acumularam pecados a essa altura, e encontrando-se com a Luz esse pecado desaparece e
desaparecendo, o seu nível sobe espiritualmente. Isso significa que alcançou o nível de homem.
A salvação da Igreja Messiânica não se limita apenas ao homem, o Mundo Espiritual também é
salvo. Sem dúvida que, sendo o Mundo Espiritual a base, o mundo dos seres humanos não será
salvo se o mundo espiritual não for salvo. Porém, as ciersas religiões existentes até hoje não
conseguiram isso. Não conseguiu sequer salvar o homem. Isso porque, o Espírito precede a
Matéria, então se o espírito não for salvo a matéria não se salva. Se só a matéria é salva e
continua sofrendo bastante é uma salvação aparente, e não serve porque não é básica. (...)
A regeneração do Kinmô-Kyubi é muito importante. Ou seja, ele faz as pessoas se degradarem. É
o chefe número um. Creio que esse problema de corrupção que houve agora teve a participação
ativa do Kinmô-Kyubi. Apesar de falar assim, todos são da família e existem mais de um milhão.
Eles visam o ponto vital e fazem da pessoa um prisioneiro. E, utilizando dinheiro fazem subornos.
A prostituta está bem abaixo dele. Por isso, a regeneração do Kinmô-Kyubi, isto é, esse aspecto
ficará muito melhor.
Isso se deve ao fato de estar próximo o Mundo de Miroku e porque o Mundo Espiritual tornou-
se claro. Eles temem, em primeiro lugar a Luz. E o mundo até hoje não tinha a chamada Luz, era
o mundo da noite, por isso praticaram o que queriam em grande escala, mas finalmente, a Luz
chegou e o pior dos bandidos não tem outra alternativa a não ser renovar o sentimento. Não dá
mais para fazer como antes.
Ainda não li sobre isso, e parece que há 2,3 dias atrás Stalin começou a renovar bastante o seu
sentimento. O local em que ele se encontra tornou-se um pouco mais claro. Ele está no nível mais
baixo do Inferno e disse o seguinte: “Até hoje fiz muitas coisas erradas e queria ser perdoado. Me
sinto um pouco aliviado mas ainda sofro, por isso quero ser perdoado o quanto antes”. Falta mais
um passo para renovar seu sentimento. Acho isso muito bom. Sendo assim, o ideal comunista, em
futuro próximo ficará em pedaços. Sobre isso eu havia falado que, após a morte de Stalin
infalivelmente, o comunismo acabaria secando, e realmente, como eu predisse, está sendo cada
vez mais rápido.
54
(Mioshie-shu no.33 - 16/4/1954)

5. SUPLEMENTO - “INVOCAR MEISHU-SAMA


Esse é um assunto muito comum. Vai para o Mundo Espiritual e lhe é mostrado o Paraíso, e
depois se salva. Isso está bem claro e farei com que leiam agora.
Ensinamento seguinte ao PROLONGAMENTO DA VIDA (vide revista Eikô no.142)
Essa pessoa tinha chegado ao seu tempo de vida. Isto é, estava marcado para morrer nesse dia. E
morreu apenas aparentemente. Por isso coloquei o título como “prolongamento da vida”. A vida
dessa pessoa foi prolongada por Deus. Pessoas assim quando realizam seus assuntos pessoais
morrem de repente. Foi lhe concedido o prolongamento da vida para realizar assuntos de Deus.
Para isso é que obteve o prolongamento. Não é para fazer a fortuna pessoal.
Nesse meio - não sei em que seria bom pensar - é feito uma referência a isso, mas é engraçado.
Nesse momento, se pensasse em “Meishu-Sama”, seria salvo mais rapidamente. Entrei em
pânico, mas mesmo em pânico pedir a “Meishu-Sama”, se não surgir esse sentimento não tem
jeito.
(Mioshie-shu no. 6 - 16/1/1952)

6 - EXTRAÍDO DOS POEMAS DE MEISHU-SAMA


Michael, Messias e Jeová também são nomes das diferentes manifestações de Kannon.
(Luz do Oriente no. 2 - 5/2/1935)
Sakyamuni e Jesus também não sabiam da Providência Divina do Deus Izunomê que
guardavam em suas mãos.
(Luz do Oriente no.3 - 23/2/1935)
Cristo e Jeová também, Goto e Messias, Deus também, todos são nomes de Kannon do ocidente.
(Komyo Sekai no. 4 - 25/7/1935)
Creio que a Segunda Vinda de Cristo esperada por muitos e o aparecimento de Messias e Miroku
são a mesma coisa
(Coletânea de Salmos 1/7/1948)
O tão esperado poder de Messias. É o mesmo poder
que eu manifesto
Cristo e Sakyamuni
Messias e Kannon também
são formas humanas de Deus.
(Tijô Tengoku no.4 - 25/5/1949)
O saudoso Deus Amatsu Enviou Messias para purificar
a face da Terra.
(Akemano Kin-ei shu 30/11/1949)
O grande misericordioso Kanzeon Bossatsu
humildemente, passou a ter o nome
de Messias.
Desce Messias limpando a nuvem escura
que encobre o mundo
derrotando Jeová.
A Segunda Vinda de Cristo,
A vinda do Salvador
E o nascimento de Miroku têm o mesmo significado.
Olha a coragem de Messias
que se levanta, com humildade,
despojando-se das vestimentas que usava.
Aleluia, aleluia
55
é o momento do Messias, Senhor da Salvação
vir a esse mundo, que alegria.
(Tijô Tengoku no. 14- 20/3/1950)
Messias manifesta o poder de separar
O Bem e o Mal
É uma obra respeitosa
Retirando a vestimenta de Kannon
é o grande momento de
se manifestar como Messias.
(Tijô Tengoku no.15 - 20/4/1950)
Da nuvem de gloriosa Luz
desce o Grande Messias
a terra queimada num instante,
em Paraíso se transforma.
(Culto do Natalício 23/12/1950)
Kannon, Messias,
Miroku, Komyo Nyorai,
os nomes diferem mas
Deus é um só.
(Culto da Primavera 4/2/1950)
Messias não é o Senhor da Redenção
dos pecados do mundo todo,
é o Senhor do Perdão.
Cristo e Sakyamuni
são apenas mensageiros
até a hora do nascimento de Messias.
(Culto da Primavera 5/2/1951)
Saibam que o nome do Grande Messias
É o sagrado nome daquele
que irá fazer a última salvação do mundo.
A Obra Divina que irá salvar
a dia de todos os povos
é, sem dúvida, a mais sagrada obra que existe.
Nas vozes de viva
a alegria de receber
o Grande Messias que desce
da nuvem gloriosa.
O Deus Messias tão aguardado por
Cristo, Sakyamuni, Maomé
desceu do céu.
É preciso fazer soar o alarme
do tão esperado nascimento de Messias
Para despertar as pessoas.
(Coletânea de Salmos edição revisada 28/5/1951)
Cristo nasceu como Senhor da Redenção,
Messias nasceu como Senhor da Salvação.
(Coletânea de Salmos edição revisada 28/5/1951)
O mistério da Segunda Vinda de Cristo
não será desfeito enquanto não chegar
o momento da vinda de Messias
Está programado que
Cristo se tornará o Messias

56
que surgirá no fim do mundo.
(15/06/1951)
O poder que transformará a Cultura do Mal
em Cultura do Bem
Será o poder de Messias.
Com o surgimento do Messias dos seres dos 3 Mundos
Vozes de alegria inaudíveis
ecoarão pelo mundo.
(Tijô Tengoku no. 28 25/9/1951)
O senhor do poder que salvará
a preciosa vida humana
é Messias, não existe outro.
(Culto do Natalício 23/12/1951)
Não existe outro poder além de Messias
para salvar esse mundo
cheio de animais com forma humana.
(Eikô no. 157 21/5/1952)
Não existe outro caminho nesse grandioso universo
para escapar ao julgamento
além de agarrar-se a Messias.
Para ultrapassar com facilidade
à crise do mundo, é preciso entrar
no portão de Messias.
(Tijô Tengoku no.40 25/7/1952)
Mudar o Mundo do Mal para
o Mundo do Bem e salvar o mundo
é a admirável obra de Messias
Vejam como é sagrada a obra
de Messias, que no final
irá manifestar uma poderosa força.
A obra de Messias
é a Luz do Oriente
aguardada ansiosamente por milhares de anos
(Eiko no. 181 5/11/1952)
Quando a Luz de Messias
irradiar todos os cantos da terra
será a era de Deus.
(Tijô Tengoku no.43 25/12/1952)
Inteligente é aquele que se agarra a Messias
que tem a vida de muitas pessoas
em suas mãos
(Eikô no.190 7/1/1953)
O poder que salvará as divindades e budas
e todas as pessoas
é o supremo poder de Messias.
Messias, Cristo e
também Miroku tão esperados
descerão do céu.
(Tijô Tengoku no.48 25/5/1953)
Se eu manifestar o Poder que tenho guardado
os três mil mundos irão estremecer.
(Tijô Tengoku no.53 25/10/1953)
57
Agora, eu me transformo em Messias
e vou acabar com a agonia sem fim do inferno.
(Tijô Tengoku no.54 25/11/1953)
Um infinito número de divindades e budas
vêm a mim agora à procura de salvação.
A Obra Divina que salvará
a humanidade, irá primeiro
salvar as divindades e budas.
Com a visão estreita de um orifício
é impossível entender a minha obra.
Grandiosas palavras de que
irei salvar toda a humanidade
não são ouvidas pelo povo.
Quando chegar a hora da punição
de Deus, nem mesmo os influentes
homens célebres escaparão.
Mesmo que Deus manifeste sua
sagrada figura
não será percebida aos olhos comuns.
Agora ainda está tranqüilo
mas o movimento do Mundo Espiritual
torna-se marcante dia após dia.
À medida que a minha Luz vai
se intensificando os deuses do mal
ficam atordoados e em pânico cambaleiam.
Quando o mundo se tornar cristalino
tudo que estiver oculto
virá à tona.
Os deuses do mal que durante
muito tempo agiram à vontade
finalmente se curvaram.
Qualquer divindade e buda também
diante de mim se curvam e
pedem perdão pelos seus pecados.
Os santos que durante muito tempo
foram adorados na história
também vêm em busca de salvação.
Exaltado com a grandiosa Luz
agora é o momento do dragão negro
se arrepender e regenerar.
Não descuide, pois mesmo invisível aos olhos
a hora do julgamento
se aproxima dia a dia.
O deus rigoroso
aparecerá nesse mundo como Enma
e será o momento de punir
os pecados do mundo.
Jeová desceu do céu para perdoar
os pecados cometidos por todas as
divindades e budas.
(Tijô Tengoku no.59 15/6/1954)

58
II - BUSCANDO A VISÃO SOBRE KYOSHU - OS
ENSINAMENTOS

1. O TRONO DE KYOSHU - CHEFE DA IGREJA - HIERARQUIA DIVINA

O SIGNIFICADO E A MISSÃO DO NASCIMENTO DA IGREJA MESSIÂNICA


MUNDIAL
CONTRIBUIR PARA A SALVAÇÃO DA HUMANIDADE E PARA A PAZ MUNDIAL
- JIKAN KYOSHU (MEISHU-SAMA) FALA SOBRE O SEU ESPÍRITO DA INSTITUIÇÃO
DA IGREJA
Agora, as entidades religiosas Nippon Kannon Kyodan e Nippon Miroku Kyo se dissolvem em
caráter progressivo e, sob um elevado ideal, são instituídas novamente como entidade religiosa
Igreja Messiânica Mundial e aqui, a nossa Igreja chega ao novo ponto de partida da história. (...)
No anexo de Atami, onde paira esta euforia histórica, no começo da primavera, o repórter ouviu
familiarmente de Jikan Kyoushu, o significado e a missão da declaração da instituição. Do lado de
fora da janela do Saguão do Sol, gabinete do novo Kyoshu, as cerejeiras prematuras já começam
a desabrochar, cheias de novas esperanças.
- abaixo, o resumo da entrevista -
P: Qual é a diferença entre instituição e reforma?
R: Desta vez, tratou-se de uma instituição e também de uma reforma. Liga-se às duas mas em
termos de missão, a instituição seria a mais correta.
P: Então, com que significado a Instituição nasceu?
R: Tudo isso foi pela Vontade Divina e não surgiu pela minha vontade como missionário.
Podemos acreditar que entramos nesta nova fase, devido à conveniência de Deus.
P: Como essa conveniência se manifestou para a sensibilidade espiritual do senhor?
R: (...)Conseqüentemente, a nossa Igreja tem Kanzeon Bossatsu como símbolo da fé mas gostaria
de falar que a direção da sua missão é bem diferente da que tinha até então. O mesmo acontece
com Miroku Ookami.. Em termos mais compreensíveis, Kanzeon Bossatsu era um Buda
disfarçado mas assumiu a sua atuação original de Deus, e o certo seria dizer que a sua posição
subiu muito mais do que tinha até então. Por conseguinte, podemos encarar que o seu Poder de
salvação aumentou muitas vezes mais.
P: Qual o motivo do Grande Mestre ter-se tornado Kyoshu, desta vez?
R: Só apareci como representante de Deus.
P: Gostaria de saber da nova doutrina da nova Igreja.
R: Tendo por ideal máximo a salvação de toda a humanidade,e em especial, esclarecendo a
diferença do bem e mal, queremos destruir o mal e ajudar bastante o bem. Essa é a Vontade de
Deus. (...)
(Kyussei no. 48 4 de fevereiro de 1950)

DOUTRNA DA IGREJA MESSIÂNICA MUNDIAL


Nós, messiânicos, cremos em Deus, Criador do Universo. Cremos que, desde o início da Criação,
Deus objetivou estabelecer o Céu na Terra e tem atuado continuamente para a concretização
deste objetivo. Com tal propósito, fez do ser humano o Seu instrumento para servir ao bem-estar
da humanidade, condicionando a ele todas as demais criaturas e coisas. Cremos, portanto, que a
história humana do passado constitui estágios preparatórios, degraus para se alcançar o Céu na
Terra. Para cada época, Deus envia o Seu mensageiro e as religiões necessárias, cada qual com
sua missão.

59
Cremos que, no presente, quando o mundo vagueia em tão caótica situação, Deus enviou o
Mestre Meishu-Sama, fundador da Igreja Messiânica Mundial, coma suprema missão de realizar
o Seu Sagrado objetivo de salvar toda a humanidade. Por conseguinte, visando à concretização
do Mundo Ideal, de eterna paz, perfeitamente consubstanciado na Verdade-Bem-Belo,
empenhamo-nos em fazer sempre o melhor, erradicando a doença, a pobreza e o conflito, as três
grandes desgraças que assolam este mundo.
(Alicerce do Paraíso, 11 de março de 1950)

A PALAVRA SU
Eu sempre aconselho manter a ordem em tudo, e a transcrição da palavra “SU” (chefe, senhor,
dono)nos sugere a mesma idéia. Ela é transcrita da seguinte forma: (). Vamos analisá-la.
Os três traços horizontais significam: Céu, homem e terra; ou Sol, Lua e terra; ou os números
sagrados 5,6,7; ou Deus, espírito e matéria. Esses traços são completados por outro, vertical, que
os atravessa no meio, e em cima de todos há um sinal.
A Política, a Economia, a Educação, a Religião, ou qualquer outra atividade humana, tudo, em
suma, deve observar essa hierarquia. Se assim não for, nada poderá correr bem. Mas, até hoje,
tudo que existe geralmente está separado, situando-se no plano vertical ou no plano horizontal.
Uma das maiores conseqüências disso nós observamos no antagonismo entre o pensamento
fundamental do Oriente e do Ocidente.
Finalmente chegou o tempo de cruzar os pensamentos e as atividades, como os traços e planos da
palavra analisada, isto é, o tempo de seguir o exemplo da palavra “Su”, cujo significado, como já
vimos, é “senhor”, “chefe”, “dono”.
Observemos que no meio da palavra forma-se uma cruz()e relembremos que o traço de cima
representa o Céu, e o de baixo a Terra. Isso quer dizer que o mundo dos homens está entre o Céu
e a Terra; por essa razão ele tem forma de cruz. É essa a realidade do Paraíso Terrestre, ou Reino
de Deus. A palavra que designa Deus (“Kami”)tem a mesma significação. “KA”()significa “fogo”;
“MI”()significa “água”. O fogo arde verticalmente, e a água corre horizontalmente. Unindo “KA”
e “MI”, obtemos “KAMI”, ou seja, Deus, cujo trabalho é unir, atar. Agora chegou o momento em
que Deus quer unir o que está separado, porque está próximo o Reino dos Céus.
Os católicos fazem o sinal da cruz sobre o peito. A significação é idêntica ao símbolo dos
budistas()e tem a mesma explicação. Na cruz búdica, entretanto, as pontas estão curvadas, o que
significa que após o cruzamento, a cruz começa a girar.
Pelo exposto, a Política também precisará estar estruturada em três camadas, para uma boa
atuação. Se assim não for, haverá distúrbios e incompreensão, o que gerará conflitos. A cruz que
se observa na palavra “SU” liga perfeitamente a parte de cima e a de baixo; assim, a classe média,
entre o povo, tem a função de harmonizar as classes alta e baixa. Acima de todos, temos o
Presidente ou o Primeiro Ministro para governar. Desse modo, tudo que obedecer à forma da
palavra “SU”()correrá bem, sem interrupções ou obstáculos, inclusive na administração de firmas
ou de sociedades civis.
Obedecendo-se a essa ordem hierárquica, estará concretizado o mundo ideal, ou seja, o Mundo
de Miroku - mundo da Luz.
(Alicerce do Paraíso, 3 de setembro de 1949)

EU SOU A RAIZ
Por exemplo, uma árvore tem os galhos por ter o tronco, e a ordem seria salvar o tronco e, em
seguida, os grandes galhos, os pequenos galhos e as folhas. Por isso, mesmo que se tente salvar as
folhas depois do trono estar salvo, não dá certo porque a ordem está errada.
Entre as pessoas da Igreja Messiânica Mundial eu sou a raiz e as pessoas da diretoria seriam mais
para os grandes galhos; o tronco ainda não posso dizer quem é. Com os grandes galhos sendo
salvos é que os galhos pequenos vão sendo salvos. Tentar salvar as folhas deixando-os de lado
está em ordem errada e por isso elas não são salvas.
60
(GosuijiRoku no. 22 - 01/07/53)

SATANÁS QUEBRA A ORDEM E OBSTRUI A MINHA LUZ


O Mundo Espiritual não é uma bagunça. Ele é constituído de forma bem rigorosa e por isso, pela
Lei do Espírito precede a Matéria, quando a ordem está errada, a influência vem na mesma
proporção, e então passamos apuros e as coisas não vão como desejamos. Sentimos algo
desagradável.
Por isso, como estou falando assim de um lugar alto, é mais fácil de falar, e os senhores, por sua
vez, também conseguem ouvir bem, mas se fosse o inverso seria esquisito.
Por isso, Deus é ordem, Deus é muito exigente na questão da ordem. Quando oramos diante do
altar budista, grande número de ancestrais vêm até ali e a ordem entre eles é perfeita. Os
ancestrais mais velhos ficam no andar superior, depois, quanto mais novo, mais abaixo ficam.
Pais, filhos, irmão e parentes se enfileiram em perfeita ordem. Por isso, também no lar, em muitos
casos, é melhor não bagunçar a ordem entre pais, filhos e irmãos. Agindo assim, sempre as coisas
vão de forma agradável e harmônica.
Quando acontecem diversas coisas como brigas e discussões, a ordem de se sentar à mesa ou
outras coisas não estão na ordem correta. Existe o local certo onde o pai se senta, o primogênito,
o segundo filho. Então, na hora das refeições, se a ordem estiver correta, será agradável. Mas se a
ordem estiver errada, acontecem brigas durante a refeição ou fatos desagradáveis. Essas coisas
parecem insignificantes mas são importantes.
Entretanto, no Mundo Espiritual existem muitos demônios e espíritos de oposição, os quais
sempre estão tentando quebrar a ordem. Isso se reflete no aspecto material e acontecem diversas
coisas.
Eu sou alvo constante de Satanás. Entretanto, como ele teme a Luz, não consegue se aproximar,
mas fica agindo de longe. Quando acontece alguma coisa, logo percebo que isso é obra de
Satanás e então mudo a ordem de forma inesperada.
Para ser mais preciso, pensam que tal coisa pode influenciar e tentam me colocar para baixo. Mas
como isso não é um fato visível é algo realmente delicado.
Com isso a minha Luz perde um pouco os seus vestígios e na mesma proporção a vida de Satanás
é prolongada. Eles sabem que já não têm muito tempo de vida, mas como ainda possuem o poder
na condição de demônios, querem prolongar esse poder mesmo que seja por mais um dia. E então
atrapalham a minha Luz. Os diversos acontecimentos que surgiram até agora foram todos desse
tipo. Com isso, a vida deles é prolongada por um momento. Entretanto, eu estou ficando cada vez
mais forte e no final eles irão perecer. Aí então, será o Mundo de Miroku.
(Mioshie-shu no.26 5 de setembro de 1953)

TRANSGREDINDO A ORDEM NO MUNDO MATERIAL, O MUNDO ESPIRITUAL


FICA DESORDENADO
Fala-se que “Deus é Ordem”, sabe? Por não respeitar a ordem, o mundo de hoje está muito
conturbado. As pessoas não sabem dessas coisas. Por isso, se aqui não ficar pronto, Atami não irá
ficar também. E já comprei, aqui, um lugar onde futuramente será a grande Sede Original, mas
para isso também existe uma ordem. Depois que aqui ficar pronto, Atami será concluída e em
seguida, novamente aqui (sede original). Depois ficará pronto em Odawara, talvez, Quioto fique
primeiro, mas será nessa ordem. Essa é uma ordem a grosso modo.
Entre as pessoas, a nível individual, também, existe uma ordem. Por isso, na questão de ordem, eu
sou muito exigente. O mesmo acontece com o Johrei. Devemos primeiro ministrar nas pessoas
com doenças graves e depois nas menos graves. Ou então, na ordem de chegada. Ministrar
primeiro para os idosos entre os que já chegaram. E, em se tratando de homens e mulheres,
ministrar primeiro para o homem. Agindo assim, a cura é melhor.

61
Quando se transgride a ordem no Mundo Material, o Mundo Espiritual fica desordenado. E como
isso se reflete no Mundo Material, forçosamente as coisas não fluem bem. Por isso, quando se vai
realizar algo, deve-se prestar atenção para a ordem.
Como sempre digo, dependendo do objetivo do momento, as coisas de Deus devem ser feitas em
primeiro lugar. Quando se vai à casa de Deus, não devemos fazê-lo depois de cumprir outros
afazeres. Pois assim, os assuntos humanos ficam antes, o que seria considerar os de Deus
inferiores. Nessas ocasiões é até melhor não ir mais à Casa de Deus.
A esse respeito, existe um fato insignificante, mas vou relatar. Certa vez, quando eu estava para
sair da porta, a tia passou à minha frente. Eu entrei no carro e ela também mas quando
começamos a andar, o clima era muito desagradável.
Então, quando chegamos a Izussam, voltamos até Minakuti e retornamos uma vez a casa. Depois,
novamente saímos rumo à Tóquio. Se fosse daquele jeito mesmo, naquela hora, o carro poderia
ter dado algum defeito. Isso porque o Mundo Espiritual fica desajustado. Entretanto, não se pode
exagerar, mas é bom que se tenha consciência disso ao menos nas coisas importantes.
(Mioshie-shu no.1 28 de agosto de 1951)

PROTESTANTISMO E CATOLICISMO
Gostaria de falar algo sobre o Cristianismo. É sobre a diferença de opinião entre os protestantes
que são do princípio de não ter Igrejas e os católicos que são do princípio de ter Igrejas. O
princípio de não ter Igreja é como a própria palavra diz: não ter necessidade de Igrejas e avançar
unicamente com a Bíblia. Em contraposição, o princípio de ter Igrejas, diz que após a Ascensão
de Jesus, as Igrejas foram formadas primeiro e a Bíblia foi publicada depois e por isso a Igreja é
um fator importante. Gostaria de manifestar minha visão a favor e contra. Existe um motivo para
este problema, mas vou interpretá-lo pelo aspecto espiritual.
No Mundo Espiritual, segundo a Lei de Identidade Espírito-Matéria, a regra é a identidade
espírito-matéria. Ou seja, quando o espírito quer atingir determinado objetivo, às vezes, precisa
utilizar-se da matéria. Por exemplo. Quando se deseja convidar buda ou Deus e receber suas
bênçãos, é preciso construir uma Igreja ou Santuário, num lugar mais puro possível, instalar um
Altar, uma Imagem de Deus ou de Buda, oferecer incenso, bandejas com comida, saquê e fazer o
pedido muito respeitosamente. Com isso uma divindade ou buda elevada irá descer ou se assentar.
Em casos de emergência, seja onde e quando for, ao fazer o pedido, o espírito da divindade ou de
buda, instantaneamente se aproxima e nos protege. Entretanto, no caso dos protestante que não
fazem intermédio da matéria, orando para o espaço, a sua sinceridade se comunica ao espírito
divino e com isso recebem uma certa proteção, mas de acordo com a teoria da concordância,
inevitavelmente a sua proteção é fraca. A esse respeito, vou escrever sobre a relação entre o
espírito e a matéria.
No Mundo Espiritual, a começar pelo espírito das divindades e budas, os espíritos de seres
humanos e de animais, e de todos os demais encostam em algo material. Por exemplo: Jesus
Cristo, na cruz., as diversas divindades e budas nas letras, espelhos, desenhos, esculturas, etc. Os
espíritos de seres humanos geralmente encostam em letras, espíritos de animais em corpos
humanos ou letras e se for Inari, em algo com forma de raposa, em quadros; deuses, dragões em
coisas com formato de cobra, em pedras, etc. Em tais casos, espíritos de divindades e budas
elevados têm muito a ver com a personalidade do autor e é por isso que desde os tempos antigos
as pinturas e esculturas de bonzos ilustres, intelectuais e pessoas famosas eram consideradas
valiosas.
Também pode acontecer o seguinte; quando um espírito do exterior vem para o Japão, o espírito
não consegue atravessar o espaço por si só. Isto porque os limites do movimento do espírito são
demarcados pelo seu nível e, sem outra alternativa, encostam em algo material. Os espíritos dos
comunistas por exemplo, geralmente encostam nos livros de Marx e ficam enfileirados nas
paredes dos auditórios das universidades. Foi o que ouvi de uma pessoa que viu espiritualmente
essas figuras. Os espíritos da China também, vêm encostando-se em objetos. Da mesma forma, os
espíritos do Japão também vão para o exterior encostando-se em objetos. E, quanto mais elevado
62
o nível do espírito de uma divindade, mais ampla é a esfera de sua circulação, sendo que aquele
que alcança o globo terrestre inteiro, é a mais elevada divindade.
(Shinko Zatsuwa 5 de setembro de 1948)

RESPEITE A ORDEM
O conhecido adágio “Deus é Ordem” deve ser lembrado como algo que exerce vital importância
sobre tudo que existe.
Em primeiro lugar, observando o movimento de todas as coisas do Universo, verificamos que
tudo se desenvolve dentro de perfeita harmonia. Tomemos como exemplo as estações do ano.
Elas se repetem infalivelmente todos os anos, seguindo a mesma ordem: primavera, verão, outono
e inverno. As flores desabrocham nesta seqüência: ameixeiras, cerejeiras, glicínias, íris... Assim, a
Natureza nos ensina a ordem. Se o homem a desconhecer ou for indiferente a ela, nada lhe
correrá bem. Os obstáculos serão freqüentes, resultando em confusão. Até hoje, no entanto, a
maioria dos homens não têm respeitado a ordem, o que se pode desculpar pelo fato de não ter
havido quem lhes ensinasse as más conseqüências desse desrespeito.
Vou expor, resumidamente, o que todos devem saber sobre o tema em questão.
Todos os fenômenos do Mundo Material são reflexos do Mundo Espiritual; ao mesmo tempo, os
fenômenos do Mundo Material também se refletem no Mundo Espiritual. A ordem é o caminho e
também a Lei. Perturbar a ordem, significa desviar-se do caminho; violar a Lei é faltar à
civilidade.
Na vida cotidiana, existem ordens que o homem deve respeitar. Entre os membros de uma família
há diferenças de comportamento. Para nos sentarmos numa sala, por exemplo, devemos
considerar com lugar de honra a parte mais elevada, onde se colocam objetos de adorno; faltando
essa parte, o lugar de honra é o local mais afastado da entrada. Quando os membros de uma
família ocupam os devidos lugares, sentando-se o pai próximo ao lugar de honra, depois a mãe, o
primogênito, a primogênita, o segundo filho, a segunda filha, etc., cria-se um ambiente
harmonioso. O desrespeito à Lei não trará boas conseqüências, mesmo num regime democrático.
Suponhamos uma ponte sobre um rio, a qual só dá passagem para uma pessoa de cada vez. Se
várias pessoas tentarem atravessá-la ao mesmo tempo, haverá confusão e todos se precipitarão no
rio. É absolutamente necessário que as pessoas atravessem uma de cada vez, ou seja, é preciso
que haja ordem.
Outro exemplo: quando recebemos visitas, as poltronas e o lugares variam de, velhos e crianças.
O essencial é a posição, o mesmo acontecendo com os cumprimentos Se isto for observado, tudo
correrá em perfeita harmonia e não se causarão impressões desagradáveis. Também há diferença
de atitudes e diálogos entre moços, velhos e crianças. O essencial é causar sempre boa impressão
ao próximo.
Em algumas famílias, os pais dormem no térreo, reservando o andar de cima para os filhos e
empregados, Isso é um erro: nessas famílias, os filhos e os empregados tornar-se-ão
desobedientes. Também a esposa deixará de ser dócil e submissa, quando dormir mais próximo ao
lugar de honra do que o marido.
Falemos agora sobra as imagens religiosas.
Quem entroniza Deus ou Buda no térreo e dorme no andar superior, está colocando-os abaixo do
homem. É preferível deixar de entronizá-los, porqueO mesmo se aplica ao Altar dos
Antepassados. Será uma grave ofensa colocar os descendentes acima dos antepassados, pois os
fenômenos terrestres se refletem no Mundo Espiritual, destruindo a harmonia que deve ser
mantida entre os dois mundos.
Este princípio também se aplica ao país e à sociedade. O maior problema é o conflito existente no
setor industrial, entre patrões e operários. A administração da produção efetuada por estes
últimos é o que há de mais reprovável, porque se afasta completamente da ordem.
Exemplifiquemos com uma indústria. Para administrá-la e desenvolvê-la, é preciso manter a
ordem em tudo. O presidente deve assumir a direção geral; os membros da diretoria devem
participar dos planos de maior importância; os técnicos se ocuparão com sua especialidade; os
63
operários se esforçarão dentro do seu setor de trabalho. Se todos se unirem assim, em forma de
pirâmide, a empresa não deixará de prosperar. Todavia, se a administração for efetuada pelos
operários, a pirâmide virará de cabeça para baixo, provocando, infalivelmente, a sua queda. Desse
modo, o conflito entre patrões e operários ocasione a destruição de ambas as classes, o que
representa uma grande tolice. É necessário, portanto, que a administração seja feita
pacificamente, através do entendimento entre as duas classes, e respeitando-se a ordem. Não há
outro meio para estabelecer a felicidade de ambas.
Creio que o primeiro passo para a prosperidade consiste em eliminar do mundo industrial a
desagradável palavra “conflito”. O comunismo surgiu devido à administração excessivamente
egoísta dos capitalistas, que vinham explorando a classe operária. Hoje, entretanto, ele caiu no
extremismo, em conseqüência das reações que causou no mundo industrial, motivando o declínio
das indústrias e da produção. Espero que tomem consciência disso o quanto antes, que despertem
para o espírito de auxílio mútuo e se esforcem para a construção de um novo mundo. Eis o
sentido das minhas palavras: “Respeite a ordem”.
A realização de atividades foi sempre conhecida pelo termo “keirin” (administrar, gerir), o que,
em última análise, significa “girar a roda”. Os líderes correspondem ao eixo de uma roda. Quanto
mais centralizado ele está, melhor ela gira. A percepção do seu girar é pequena perto do eixo e vai
aumentando no sentido da periferia. Quanto mais afastado do centro está o eixo, mais difícil é o
girar da roda.
De acordo com o exposto, isso significa o seguinte: o centro é ocupado por poucas pessoas; o
número destas aumenta à medida que a distância em relação ao centro vai se tornando maior. O
trabalho mais pesado, num automóvel, cabe aos pneus, que constituem a parte externa e têm
contato direto com o chão. Por aí, devem perceber o que vem a ser a ordem. Portanto, para que a
empresa progrida, basta que os líderes permaneçam no interior, trabalhando apenas com a
inteligência e distribuindo as ordens.
(Alicerce do Paraíso, 25 de janeiro de 1949)

ORDEM
Diz um antigo ditado: “Deus é ordem”. Há, também, um provérbio chinês que afirma: “Entre
marido e mulher existem diferenças, e há ordem hierárquica entre velhos e jovens”. Concordo
plenamente com ambos.
Ë surpreendente a desordem que reina ultimamente na sociedade. Quando as coisas não correm
normalmente, a causa é a falta de ordem, principalmente tratando-se de problemas humanos.
Ordem e educação estão estreitamente relacionadas e isso exige especial atenção. Observemos a
Grande Natureza. Nela tudo segue uma ordem predeterminada, o ano está dividido em quatro
estações - primavera, verão, outono e inverno; os dias alternam-se com as noites; as plantas se
desenvolvem obedecendo a uma ordem: as flores da cerejeira jamais desabrocham antes das flores
da ameixeira.
Podemos citar vários exemplos.
Não adianta fazer romaria as divindades depois de tratar de qualquer assunto, pois, nesse caso, a
divindade foi posta em segundo plano. O mesmo se deve dizer em relação à ministração ou
recebimento de Johrei. Quando se obedece a Lei da Ordem, o resultado é notável.
Tenho observado freqüentemente pessoas que constroem casas assobradadas e reservam para
seus filhos os aposentos do primeiro andar, ficando com os do térreo. Com esse procedimento, os
filhos tendem a desobedecer aos pais, pois ocupam uma posição superior. O mesmo se dá no caso
de patrão e empregado. É preciso muito cuidado nesses assuntos.
Pode parecer insignificante, mas a disposição das pessoas à mesa tem grande influência. Em
ordem de importância, o chefe de família deve ocupar o lugar de honra; a esposa, o segundo;
depois virão sucessivamente o primogênito, o segundo filho, a primeira filha, etc. O ambiente se
faz harmonioso quando os lugares são determinados de acordo com a ordem. Do contrário,
surgem fatos desagradáveis. Muitas vezes participei de reuniões cujo ambiente carregado podia

64
ser logo percebido por quem chegasse. Verifiquei que geralmente isso acontecia quando a
disposição dos lugares não obedecia à ordem.
Para se estabelecerem os lugares, devem ser considerados de ordem inferior aqueles que ficam
próximos à entrada, e de honra, os que estão mais afastados. Sabemos que o lugar de maior honra
é o que fica em frente ao “toko-no-má”. Portanto, quando se tratar de ordem nas reuniões, é
preciso levar em consideração o “toko-no-má” e a entrada. Tudo o mais deve ser decidido com
bom senso.
Relacionando o lado direito e o lado esquerdo, vemos que este é o mais importante, pois
representa a parte espiritual; o lado direito a ele se sobordina, pois representa a parte material
(note-se que o braço direito é o mais utilizado).
(Alicerce do Paraíso, 30 de agosto de 1949)

OBEDIÊNCIA AO CAMINHO PERFEITO


A essência da fé, em última análise, é a obediência ao “DORI” (Caminho Perfeito).O termo
“DORI” é constituído de “DO” e “RI”: “DO” é o mesmo que “MITI”, ou seja, caminho; “RI”
significa lógica.
Não existe palavra tão significativa quanto “MITI”.Pela ciência do espírito das palavras “MI” é
água, matéria, e “TI” é sangue, espírito: “MI” também significa negativo, e “TI”, positivo.
Na representação gráfica da palavra “MITI” entra a letra que, isoladamente representa a palavra
“KUBI” (pescoço), e o sinal chamado “SHINNYU”, que indica ligação.O pescoço é a parte mais
importante do corpo.Podemos viver mesmo que nos cortem os braços ou as pernas, mas, se nos
cortarem o pescoço, morreremos.É muito expressivo aquilo que se costuma dizer quando uma
pessoa é despedida do emprego: “Cortaram-lhe o pescoço”.O acréscimo do referido sinal a uma
letra tão importante, torna extremamente significativa a palavra “MITI”.
Caminho é também o meio pelo qual as coisas se ligam.Os meios de transporte, as ondas elétricas,
os raios luminosos, o deslocamento das pessoas de um lugar para outro, tudo depende do
caminho.Até o sol, a Lua e as estrelas possuem uma órbita definida, isto é, um caminho.Sendo
assim, ele é a base de todas as coisas e, conseqüentemente, podemos concluir como é errado
desviar-nos dele.
A seguir explicarei o sentido espiritual da palavra “RI”.Ela faz parte da seqüência de “RA” (a
seqüência é RA-RI-RU-RE-RO), que significa espiral e cuja expressão concreta toma a forma de
redemoinho.Este possui um centro, dependendo do qual se produzem movimentos de expansão
ou de contração.Se o movimento for da esquerda para a direita, torna-se centrípeto; se for da
direita para a esquerda, torna-se centrífugo.Exemplifiquemos.
O centro de nossa Igreja é Gora, na cidade de Hakone.“Go” significa cinco (5), e também fogo;
“Ra” é redemoinho.Isso quer dizer que o espírito do fogo se expande em movimentos
centrífugos.O desenho chamado “tomoê” encerra um significado que é realmente um profundo
mistério: todo movimentos para a esquerda transforma-se em movimento para a direita.
O sentido espiritual das sílabas da seqüência RA-RI-RU-RE-RO caracteriza a atividade do dragão
(“RYUJIN”).O termo “RYU” e “JIN”, é constituído de “RYU” e “JIN”, e “RYU” por sua vez, é
constituído de “RI” e “U”.Quando o dragão está imóvel, toma a forma de redemoinho.O
engraçado é que a maioria das pessoas cujo nome tem uma das sílabas RA-RI-RU-RE-RO,
apresentam características de dragão.Observando-as, podemos constatar isso.
Se eu continuasse explicando essas coisas, não acabarei nunca, por isso vou me deter na palavra
“RI”.Ela é formada pela junção de duas letras, que sozinhas, representam palavras cujo sentido é,
respectivamente, rei()e povoado().A primeira compõe-se de três linhas horizontais paralelas,
sendo que da linha superior, a qual representa o Céu e o Fogo, parte uma linha vertical; esta
atravessa a linha mediana, que representa o Interregno e a Água, e termina na linha inferior, que
representa a Terra e o Solo.A letra com que representamos a palavra que significa povoado()é
constituída, por sua vez, de duas outras que, isoladas, representam palavras que significam,
respectivamente, arrozal em campo alagado()e solo().A primeira, originariamente era uma cruz
dentro de um círculo; a segunda é expressa da mesma forma que o número 11 em algarismos
65
japoneses, ou seja, uma cruz sobre uma linha.O número 11 também tem o sentido de unificação;
portanto, “RI” é a ação básica de todas as coisas e tem o sentido de PERFEIÇÃO.
O nome da Igreja TENRIKYO também é um bom nome.“RIHO” (lei)é uma palavra muito usada
e, a propósito, vou explicar o sentido espiritual de “HO”.“HO” é fogo, e “O” está incluído no
“HO”; isto quer dizer que o fogo arde continuamente por ação da água.Graficamente, “HO” é
constituído de duas palavras cujo sentido é: anular a ação da água.Como esta corre
horizontalmente, há o perigo de gerar desordem; portanto, anulada sua ação, fica apenas o
vertical, o que significa a imobilidade absoluta.Daí se conclui que não podemos infringir o “HO”,
que é a lei.
Se juntarmos tudo isso, entenderemos o profundo significado do “DORI”.Em resumo, podemos
dizer que o “DORI” (Caminho Perfeito)é Deus.Obedecer a ele é obedecer a Deus.O homem, em
quaisquer circunstâncias que esteja, deve sempre respeitá-lo, obedecer-lhe e jamais desviar-se
dele.
(Alicerce do Paraíso, 20 de novembro de 1950)

REUNIÃO DE SOFRIMENTOS, DESTRUIÇÃO DO CAMINHO - CAMINHO DA LEI,


EDUCAÇÃO
Este título, obviamente, é uma expressão budista mas o seu sentido adapta-se
perfeitamente aos nossos dias e por isso vou explicá-lo.
Reunião de sofrimentos, destruição do caminho, é, como diz a própria expressão, quando se
juntam os sofrimentos, ou seja, quando os sofrimentos são muitos, perdemos o Caminho de
vista.Qualquer pessoa, quando tem sofrimentos demais cai no desespero, e, além disso, como não
existe outra alternativa, acaba fazendo coisas que estão fora do Caminho.Sempre se diz que
existem dois tipos de ladrão.Aquele que é realmente ruim e o que pratica o roubo por
necessidade, com o coração apertado por saber que é algo ruim.Até entre as mulheres vadias,
existem as que o fazem por prazer, sem que tenham necessidade, e as que o fazem contra a
vontade, por estarem em apertos, o que se encaixa no mesmo caso acima.
O comunismo aproveita-se desses pontos fracos para a sua propaganda.Por isso a política ideal é
não fazer pessoas que ficam em dificuldade, que sofrem.Além de diminuir os crimes e preservar a
ordem social, esse é o método mais fundamental.Bem expressa isso a frase: Se tiveres vida estável
terão firmeza de espírito.O ideal de nossa Igreja, eliminar a doença, a pobreza e o conflito, não é
nada mais do que isso.Sendo assim, antes de mais nada a base é a saúde e por isso, a chave da
solução do problema é aumentar o número de pessoas saudáveis.
Quanto ao Caminho da Lei - Educação, também cai perfeitamente na atualidade.Caminho da Lei,
nem seria preciso falar, é o Caminho, a Lei e, caminho é corresponder ao Caminho Perfeito.É por
afastar-se do Caminho Perfeito que acontecem as desavenças entre as pessoas, a desarmonia no
lar e o distúrbio da ordem social.A Lei não diz respeito apenas à lei elaborada pelos homens mas
também à Lei de Deus.Ela á invisível mas jamais pode ser transgredida.É preciso saber que todos
os infortúnios humanos são apenas por se ter transgredido a Lei de Deus.Essas sanções são muito
mais temíveis que as da Lei dos homens, sem falar que não podemos em absoluto, fugir a
elas.Obviamente também existe a pena de morte, que acontece na forma de morte por catástrofes,
doenças, etc., as quais são todas penas de morte por ter-se infringido a Lei de Deus.E para tudo
existe uma lei.Isto é, a lei é o padrão, a ordem de todas as coisas.Em termos mais compreensíveis,
o que o ser humano deve fazer e pensar estão determinados.Por exemplo: o político como tal, o
educador, o religioso, o artista, o funcionário público, o comerciante, o médico, o homem, a
mulher; para qualquer pessoa existe uma determinada lei, do que deve e do que não deve fazer.E
é respeitando-a que a pessoa vai prosperando progressivamente.É nesse sentido que se fala desde
a antiguidade, o ditado: Não transgrida a lei.
No que diz respeito à Educação, nenhuma palavra se adapta melhor ao homem
contemporâneo.Nesse ponto estão muito abaixo das pessoas de antigamente.Todo dia, encontro
com grande número de pessoas e poderia dizer que entre dez, nenhuma está de fato condizente
com a educação.Os fiéis são melhores que as pessoas comuns em saber diferenciar as coisas, mas
66
no caso do relacionamento entre os próprios fiéis, ainda vejo itens insuficientes e por isso,
gostaria que se elevassem ainda mais nesse ponto.
Na vida atribulada da atualidade, porém, não é possível realizar as boas maneiras como se deseja
e por isso, mesmo que não haja outra alternativa, devemos atentar para o fato de que, devido ao
exagero da democracia, muitos são os jovens que têm o pensamento de não discriminar o superior
do mediano e do inferior, o que é problemático.Realmente, o princípio discriminativo como o de
castas que existia antigamente é errado, mas o exagero da igualdade maléfica também é errada.O
que mais me deixa penalizado é o método de ensino escolar.Pelo liberalismo demasiado, ela caiu
na auto-indulgência e freqüentemente se vê a inexistência até da diferença entre mestre e
aprendiz.Nesse ponto é preciso que os mestres reflitam bastante sobre o assunto.É óbvio que à
moda militar também é problemático, mas o abandono total de agora também é.O essencial é não
tender para os extremos, respeitar os limites.O meio ermo é importante e nem é preciso dizer que
o método de ensino precisa ser elevado até aí.Esse é o sentido da educação.Os antigos já
afirmavam isso e por isso os homens da atualidade devem agir de modo a não passarem vergonha.
(Eiko, no. 102, 2 de maio de 1951)

SUPLEMENTO - EXTRAÍDO DO RESUMO DA PALESTRA DA PRIMEIRA AULA


PARA MINISTROS
- Fundador e Chefe da Igreja (Kyoshu)
Mesmo depois de sua ascensão, Meishu-Sama continua, do Mundo Divino, protegendo a Igreja
como seu Fundador.E o trono de Chefe da Igreja, pela Ordem Divina, a atual Kyoshu-Sama está
herdando, e por isso, as providências da Igreja são realizadas através do Chefe da Igreja.Por
exemplo: O Fundador é espírito e a chefe da Igreja está no trono de chefe da Igreja
conjuntamente como corpo e espírito, de modo que as providências reais são todas executadas
pelo chefe da Igreja, acatando a Vontade do Supremo Deus.
- Kyoshu e Igreja
Como diz o Ensinamento: “Deus é ordem”, existe uma rigorosa hierarquia divina: Supremo
Deus=Trono de Kyoshu.É natural que ao Kyoshu - que é o corpo principal da Igreja (entidade)- é
dada pelo Supremo Deus o poder divino necessário para a providência de Igreja, ou seja, o poder
em relação à doutrina, aos ofícios religiosos, e ao poder de decisão sobre todos os outros
assuntos administrativos da Igreja.A Igreja é um órgão de salvação do Supremo Deus e, do ponto
de vista da sua instituição, poderíamos dizer que ela é o corpo material de Meishu-Sama.Por
isso, é preciso discernir a relação entre o que é principal, senhor, e o que é subalterno e se dedicar
à providência de Deus.
(Tijô Tengoku, no. de fevereiro de 1957)

2. PALAVRAS DE NIDAI-SAMA SOBRE O PODER DE KYOSHU


Ouvi dizerem que a minha linha de orientação e a linha de orientação dada por Meishu-Sama são
diferente mas isso é um grande erro.Existe algo que se chama de constituição da Igreja, artigos
imateriais.Isso é algo que existe sem forma, além da organização existente.E, sendo Igreja, esse
artigo sem forma deve ser o Artigo 1º.E qual é ele?O que se dá o nome de Kyoshu - determinado
por Deus e Meishu-Sama - é colocado como cicerone para as coisas públicas desta Igreja.Deus
está permitindo isso.Conseqüentemente, as direções de modo genérico, da Igreja, são dadas por
Deus e Meishu-Sama através da minha boca.Sem essa compreensão, uma pessoa não é fiel desta
Igreja.E também não possui fé verdadeira em Deus.E não há razão para ser diferente.É claro que
não é possível fazer exatamente como era antes, mas a linha que se deve seguir no presente
momento, é transmitida a mim pela Vontade de Deus e Meishu-Sama.Isso existe perfeitamente
numa linha reta.No ápice está Deus; em seguida, Meishu-Sama e logo abaixo, eu.Isso existe
numa linha perfeitamente reta e tudo cai aqui.Através disso, recebo de Deus sem nenhuma falha
as grandes direções a serem tomadas.Não conseguir acreditar nisso é o mesmo que não conseguir

67
acreditar em Deus.E, os detalhes já são do livre arbítrio de todos, de modo que depende do
esforço de todos, mas, antes de mais nada, se uma pessoa não respeitar o reconhecimento do
Kyoshu, não pode ser um membro dela.E se houvesse algum erro, Deus e Meishu-Sama não
haveriam de permitir que ele continuasse.E por isso, pode-se ficar absolutamente
tranqüilo.Quanto às pessoas alheias à Igreja, não importa que digam diversas outras coisas.A
posição é diferente.Entretanto, as pessoas de fé pensarem assim é um grande erro.É preciso ter a
confiança absoluta de que se acreditar até o fim, continuar acreditando, Deus fará o que é
melhor.Eu confio nos senhores e os senhores depositam confiança absoluta em mim.Caso
contrário a Igreja se enfraquecerá bastante.Se não estarmos coincidentes, com uma linha bem
grossa e forte, não conseguiremos realizar um trabalho autêntico.Quero que os membros da Igreja
respeitem firmemente este grandioso Artigo.Quero que acreditem em Deus e se entreguem a
Deus.Em especial neste últimos tempos, diversos espíritos estão trabalhando e por isso quis falar
principalmente às pessoas que estão no círculo interno e gostaria portanto que se ajustassem.
(23 de março de 1959)
Exemplificando com o corpo humano a Sede Geral seria a cabeça da Igreja e possuiria a missão
de unificar. As igrejas seriam as pernas e braços e teriam a missão de se moverem ao comando da
cabeça. E se a Sede Geral fosse considerada como espírito, as igrejas seriam a matéria e o podes
da Igreja só surgiria com a identidade espírito-matéria, de modo que nenhuma poderia falhar. Elas
estão numa relação inseparável como o Céu e a Terra e, para a Igreja, constitui um aspecto
importante de modo que a responsabilidade dos Dirigentes das igrejas são muito pesadas.
E, o mais importante e que Kyoshu e Dirigentes de igrejas estejam sempre ligados intimamente.
Pois, caso contrário, o Ensinamento sobre o tempo progrediria.Como Ensinamentos, os senhores
receberam os livros, mas nele, não existe o que se chama de tempo e por isso é preciso que exista
o ensinamento do Kyoshu que interpreta os Ensinamentos, coordenando as linhas em cada
circunstância. Obviamente as linhas indicadas por mim saem dos Ensinamentos do Fundador.
Conseqüentemente, só com os Ensinamentos não é possível viver de forma nova, acompanhando
o tempo; só mesmo quando ligados ao Kyoshu, surge uma atividade verdadeiramente
prática.Todas as coisas públicas possuem esse formato.
(Palavras dirigidas aos Dirigentes de Igrejas, 9 de julho de 1960)
Embora ainda incompleto, o texto da apostila para difusão pôde ser redigido e distribuído. Nela já
foi colocado repetidamente e acredito que esteja bem claro mas por ser uma questão
especialmente importante, vou expor novamente.
É desnecessário dizer que os numerosos Ensinamentos explanados pelo Fundador, Meishu-Sama,
são a Verdade mais elevada que atravessam o presente e o passado, vivem pela eternidade e são a
base para a construção do Paraíso Terrestre. Por conseguinte, também é óbvio que um ponto
importante na fé é o estudo dos Ensinamentos. E nesse estudo, o que os fiéis da nossa Igreja
precisam fazer é não se esquecer aonde está o poder doutrinário. A palavra “poder doutrinário”
não deve ser usada vulgarmente e gostaria que os membros da diretoria, o Presidente e as pessoas
que assumem ocupações na Igreja, se dedicassem ao estudo tendo bem em mente a posição do
poder doutrinário. Para tornar a Igreja sólida, creio que esse é um ponto especialmente
importante, razão pela qual dei-lhe destaque.
Kyoshu é, como a própria palavra diz, “dono, senhor do ensinamento” e Meishu-Sama, enquanto
estava neste mundo era o Fundador e ao mesmo tempo o Kyoshu.A interpretação dos
Ensinamentos, a compilação, a padronização e amplificação, etc, o responsável máximo de
orientação da doutrinação é o Kyoshu de cada época.Essa é a autoridade que está em
conformidade com a Vontade de Deus, a qual, após a ascensão de Meishu-Sama é transmitida do
Mundo Espiritual à atual Kyoshu da Igreja Messiânica Mundial para desenvolver o seu desejo de
construir o Paraíso Terrestre.A sua vontade se espelha em meu coração e as grandes questões
doutrinárias são dadas através de mim.Por conseguinte, ao se submeter aos estudos dos
Ensinamentos como fiel da nossa Igreja, gostaria que os senhores tivessem ciência de que estão
fazendo os estudos sob o poder doutrinário do Kyoshu.

68
Os Ensinamentos possuem profundidade e amplitude infinitas e por isso podem ser interpretado
de numerosas formas, de acordo com o grau de inteligência da percepção verdadeira de cada
pessoa, ora de modo profundo, ora de modo superficial e por isso se não forem reunidos sob o
poder doutrinário do Kyoshu e se uma orientação padronizada da Sede Geral não for dada, as
interpretações ficarão diversificadas e não poderíamos assegurar que seja inviável a ocorrência de
uma fragmentação.
Na Igreja do passado, diversas pessoas que eram primordiais, deixaram o solo Sagrado e a causa
maior dessa atitude contraventora foi o esquecimento de que o poder doutrinário está no trono de
Kyoshu.No prefácio desta apostila menciono o cuidado que se deve ter no tocante ao estudo dos
Ensinamentos e oro para que possam ter resultados ainda melhores.
(Apostila para difusão-prefácio, agosto de 1959)
Como Meishu-Sama sempre dizia, foi-lhe concedido pelo Supremo Deus a bola de Luz da
Inteligência e com isso ele foi uma pessoa que realizou a grandiosa Obra de Salvação do Mundo
conforme a sua própria vontade e, o misterioso Poder do Johrei, na realidade, tem origem aí.
Essa bola foi-lhe concedida pelo Supremo Deus e portanto não significa que Meishu-Sama seja
exatamente igual ao Supremo Deus.Ele é a manifestação do Poder Virtuoso do Supremo Deus,
estando numa relação de pai e filho.Por isso, como já disse aos senhores na palestra do dia 10 do
mês passado, o supremo Deus é o Deus Ilimitado, absoluto, sem começo e sem fim que construiu
tudo que existe no Céu e na Terra.Em qualquer época, qualquer que seja o santo, existe a
discriminação de elevados ou baixos, mas todos nasceram dessa mesma barriga.Com isso, creio
que a relação do Supremo Deus com Meishu-Sama tinha ficado claro mas outra coisa importante
é que desde que me tornei a Segunda Kyoshu, as bênçãos divinas que os messiânicos recebem são
todas dadas através de mim e pensar assim é o correto.A ordem é Deus - Meishu-Sama - Eu e
depois, os senhores.Até o mais fino (fraco)elo espiritual, chega ao seu destino através de mim (se
bem que se ficarmos presos a isso, tudo se torna muito constrangedor mas por precaução, quero
deixar isso esclarecido para que entendam essa regra para que a ordem e o controle da Igreja não
sejam transgredidos).
(Gokowa-roku no. 2 - 13, 14, 16 de maio de 1956)
Sem Meishu-Sama vivo, faz-se necessário um corpo físico que represente o Supremo Deus e por
isso Meishu-Sama instalou no Trono de Kyoshu, o corpo material que o representasse.E
Meishu-Sama trabalha vivo dentro de Kyoshu, tal como o Ancestral de um atual chefe de família.
É o mesmo que acontece na casa dos senhores, onde os ancestrais os protegem ocultamente. Lá
de cima, o Supremo Deus está nos protegendo.
Nos tempos em que a fé estava num estágio inicial, Meishu-Sama era a única coluna e,
sem que nada ficasse misturado, ele edificou o grandioso alicerce da Igreja Messiânica Mundial.
No início, toda religião tem por base, uma ardente fé em seu Fundador e como ordem, isso é
natural. Depois, quando o alicerce começa a se solidificar, não á mais possível negligenciar a
época.
As diretrizes fundamentais pregadas por Meishu-Sama só mudam mas quando negligenciamos a
época, estamos nos opondo ao Poder do Tempo (Deus).O que não seguir o tempo não conseguirá
sobreviver. A verdade em si não muda mas a for de se colocá-la vai mudando. O mesmo acontece
com a Igreja Messiânica Mundial. Ao atingir uma época em que, com o alicerce formado vai-se
começar a desenvolver as atividades, ela acabará estando num nível inferior se continuar com a fé
de até então, no Fundador. (...)
O Trono de Kyoshu-Sama é a chave da Igreja. É o ponto mais elevado e não pode ficar vago nem
por um dia sequer. É preciso que algo que seja corpo físico esteja nele. Por mais ilustre que tenha
sido o antecessor, sem o corpo físico do chefe que governe a casa na realidade, nada pode ser
feito. Entretanto, mesmo parecendo que o chefe atual está agindo, a mão do antecessor está
sendo acrescida ocultamente e mesmo na segunda, terceira ou mais gerações, o poder não se
desgasta. Mas se da parte dos senhores faltar uma centralização, união, não se consegue uma
expansão completa. Após a ascensão de Meishu-Sama, quando estou diante do Altar, uma pessoa
viu por cinco ou seis vezes eu me tornar Meishu-Sama e voltar a ser eu mesma, mas nada disse

69
com receio de que todos rissem dela achando que estava em transe. Outra pessoa viu em sonho,
antes da ascensão de Meishu-Sama Ele dizer que sua esposa o sucederia e por isso não haveria
problema.
Ao mesmo tempo em que Meishu-Sama falece, tudo dele é herdado pelo Kyoshu seguinte e todo
pedido feito a Meishu-Sama era na condição de Kyoshu.
Na relação do antecessor com o atual chefe, os assuntos da casa são resolvidos através do atual
chefe e nele está contida a grande forma do antecessor.Assim é a hierarquia divina.
O trono de Kyoshu é um só, e aquele que o ocupa, possui o poder divino.Por isso, todos os
pedidos chegam a Deus através dele.Essa é a lei, a regra de Deus.O que acontece é que isso não é
percebido no Mundo Material.Essa hierarquia divina já havia mudado no Mundo Divino, mas
levou tempo para chegar até os senhores.Pela Identidade Espírito-Matéria, inevitavelmente chega
uma gora em que é preciso dizer aquilo que foi decidido no Mundo Espiritual.
Entretanto, se o pensamento de todos estiverem divididos, as ordens de Meishu-Sama também
não podem ser dadas e levou mais de um ano até que o pensamento dos senhores se firmasse e foi
realmente indesculpável ter gastado mais de um ano para fazer essa preparação.Isso levou tanto
tempo porque Meishu-Sama era por demais grandioso. (...)
O tempo tem muito a ver com a questão e, tendo por base os Ensinamentos de Meishu-Sama é
empregá-lo ajustando-se ao tempo.Acatando esse espírito juntamente com o tempo, vestindo
roupas adequadas a cada época desempenha-se a função de salvar essa época.Ficando por trás,
Meishu-Sama executa isso.
Depois da ascensão de Meishu-Sama, ele desapareceu? Não, ele está bem aqui, a sua parte
invisível está aqui no “Trono de Kyoshu”.Está ligado a esse lugar.
Meishu-Sama está encostado bem em mim e educando os senhores.
Para dar um exemplo: se aqui houvesse uma grande piscina, ela seria o Paraíso Terrestre
construído por Meishu-Sama onde, enchendo uma banheira com água quente e fria que vem do
supremo Deus, nos coloca num banho gostoso.Meishu-Sama está muito satisfeito vendo os
senhores embebidos num clima paradisíaco.Ele construiu coisas assim no mundo para deleitar
grande número de pessoas.
Meishu-Sama foi quem girou o botão para controlar a água quente e a água fria e deixou o
banho na temperatura adequada.E quem gira o botão, depois dele, é o Segundo Kyoshu, o
terceiro.
A água quente e fria é do Supremo Deus.E quem faz o banho foi Meishu-Sama.
No palco, Meishu-Sama seria meu conselheiro, meu supervisor.O segundo Kyoshu sai no palco e
faz o papel de dançar.E Meishu-Sama me ajudaria de diversas formas me apoiando nas bases para
que eu pudesse dançar bem.
(Gokowa-roku - Resumo da palestra no Curso para Ministros - Setembro/1956)
Gravando no coração estas palavras que Meishu-Sama pronunciou antes de sua ascensão:
“Agora vamos entrar na Obra Divina da linha mestra”, vim, desde a minha posse, dedicando-me
principalmente nesse ponto, a fim de seguir a linha mestra da religião.Entre os discípulos, porém,
houve aqueles que se foram interpretando de forma pequena, o sentido da linha mestra.Em suma,
isso foi o resultado por terem interpretado de forma muito shojo os Ensinamentos de Meishu-
Sama.
Atualmente, após a sua ascensão, o Espírito de Meishu-Sama sempre está me acompanhando e
aquilo que eu digo é, em suma, o que Meishu-Sama diz, e a direção que eu indico é que Ele
indica.E aqueles que não conseguem mesmo acatar isso, Meishu-Sama forçosamente corta a
corda que O liga a eles, de modo que eles deixam naturalmente a nossa Igreja, mas tenho orado
muito para que isso não aconteça.Por causa de uma fé mal interpretada de alguns, acaba-se
fazendo vacilar a fé pura de muitos e como não se troca muitos por um, a providência tomada é
inevitável mas eu gostaria que tivessem entendido antes que se chegasse a tal ponto.
A linha mestra (ponto principal)da religião, a que me referi agora constitui em colocar e executar
a doutrina, com base nos princípios básicos da religião.Em poucas palavras, a salvação do espírito
deve ser sempre a questão principal.Isso é algo que fica claro por si mesmo ao se ler a fundo os
Ensinamentos de Meishu-Sama sem se ater às letras e frases.O objetivo último de Meishu-Sama,
70
logicamente está na salvação do espírito do ser humano, que é o ponto principal da religião - o
que é mais do que óbvio - mas, como de certa forma as coisas têm um percurso, uma ordem, no
caso da fé, não existe ninguém que entenda a Vontade divina assim que se converte e, por isso, no
período inicial, a fé que visa a receber graças é a principal, e pode ser mesmo assim.Entretanto, à
medida que a fé avança normalmente, a pessoa já não fica satisfeita só com isso e sente vontade
de tocar a essência da fé, elevando-se ainda mais.E gostaria que tendo o objetivo de Deus como
seu próprio objetivo, os senhores se esforçassem para concretizar a Vontade de Deus.
(Tijô Tengoku, no. 84 - 1/7/1956)
A religião é a expressão sentimental do Supremo Deus e por isso, quando entendemos
verdadeiramente o sentimento de Deus, inevitavelmente surge em nós o sentimento de amor e
carinho, algo irrefreável, impossível de se alcançar só com a razão.Tal como um bebê que logo
aprende o rosto da mãe enquanto vive olhando para ela, mamando em seu seio, no caso da fé
acontece o mesmo.Por estar o Supremo Deus num lugar muito distante e elevado, faz-se
necessário o Kyoshu que intermeie de modo que os fiéis, se aproximando do Kyoshu e
transmitindo o carinho humano através do Kyoshu também humano, vão aumentando o fervor
com que adoram o Supremo Deus.Por isso, eu acredito que devemos procurar oportunidade para
que o Kyoshu e os fiéis se aproximem cada vez mais.
(Gokowa-roku no. 1 Eiko no. 372)
Meishu-Sama disse que possuía em si, um Bola de Luz.Isso, os senhores já sabem e é
verdade.Entretanto, ele disse apenas que possuía essa Bola de Luz e não disse que foi ele que a
fez e colocou em seu corpo.Os feixes de Luz dessa Bola estavam mesmo é em Deus, e afluíam
abundantemente para Meishu-Sama.E, o tanto que Meishu-Sama usava era suprido, saindo
infinitamente.Obviamente, após a ascensão de Meishu-Sama, eu recebi essa bola e estou
outorgando as Imagens da Luz Divina, os Ohikari, e o Johrei através dessa Bola.E mesmo nas
sucessivas gerações essa Bola de Luz será outorgada ao trono de Kyoshu da nossa Igreja.Por
isso, o poder não diminuirá em nada.Isso é algo lógico.A Luz Divina absoluta é algo infinito, o
restante, muda.
(Gokowa-roku - Para os Ministros - Filial da Região Kanto, 17/5/60)
Desde que Meishu-Sama determinou que fosse a Segunda Kyoshu, não consigo deixar de pensar
que seus elos espirituais mais grossos passam por mim; que daí são dados os Ensinamentos e que
Meishu-Sama vive em mim.Isto porque tempos atrás em sonhei que carregava e aquecia na
minha roupa, um bebê despido.Na mesma época, a caminho para o Sepulcro em Hakone, após o
Culto de 10 dias de falecimento, o Sr. Yamaguti, que servia Meishu-Sama como seu motorista,
me contou no carro um sonho que teve ao alvorecer: “Na mesma hora em que abriu-se uma
rachadura no Sepulcro de Meishu-Sama, como se ele estivesse se partindo em dois, de cima para
baixo, um bebê bem gordinho estava bem no alto do sepulcro, chorando alto em direção do céu,
mexendo as pernas e os braços.Era um bebê muito, mas muito saudável.Foi um sonho
interessante”.Ele coincidia com o meu sonho onde eu carregava o bebê e então, percebi e passei a
ter a certeza de que o Espírito de Meishu-Sama está no Céu mas uma parte dele ainda ia, através
de mim, dar continuidade à Obra Divina na Terra.
(Gokowa-roku no.1 - 10/4/1955)

3. DAS PALAVRAS DE KYOSHU-SAMA

I - A IMPORTÂNCIA DO ESTABELECIMENTO DA VISÃO DE KYOSHU

1. O FATO DE TERMOS ENTRADO NUMA ÉPOCA EM QUE KYOSHU-SAMA PODE


TOMAR A FRENTE

71
O que se chama de Kyoshu é, vamos dizer assim, o verdadeiro líder.E o desenvolvimento normal
da Obra Divina é permitido quando, posicionando-se no centro, ele recebe a vontade de Deus e
esta vai sendo conduzida imparcialmente.
Até hoje, porém, não era uma época onde o Kyoshu ficava à frente.De certa forma, até o
centenário de Meishu-Sama, a igreja precisava ir somando diversas forças em direção aos
aspectos materiais, chamado conclusão do Solo Sagrado.Por esse motivo, os membros da
comissão executiva ficavam à frente e o Kyoshu ficava na parte de trás.Seja como for,
conseguimos receber o Centenário daquela forma grandiosa e tudo aconteceu dentro da
Providência.
E, finalmente, com a conclusão do Solo Sagrado, o poder Divino começou a se manifestar
grandiosamente.Entretanto, esse poder Divino que se manifesta surge passando por onde?Isso é
essencial.Até agora, surgia através da Comissão Executiva.Existiam pontos em que foi forçoso
tomar esse aspecto.Mas agora, chegou o momento em que essa Igreja deve mudar bastante para
uma Igreja onde a vontade Divina aflui através do Kyoshu.Pode-se dizer que os diversos
acontecimentos estão exigindo que o curso da Igreja mude bastante.
(7 de novembro de 1984)

2. OFATO DE QUE A VISÃO DE KYOSHU CONTINUOU INCOMPLETA ATÉ HOJE


“O que é Kyoshu”.Nidai-Sama nos ensinou precisamente sobre seu poder doutrinário e nem é
preciso repeti-lo aqui.Nidai-Sama, durante sete anos, estabeleceu a Visão de Deus e a Visão de
Kyoshu e edificou os alicerces da Igreja.Essa visão de Deus foi cumprida fielmente e continua até
hoje.Entretanto, a Visão de Kyoshu, infelizmente veio até hoje de forma distorcida, de modo
incompleto. (...)
eu creio que o problema está na visão de Kyoshu do corpo diretivo, dos Ministros que estão entre
o Kyoshu e os membros.Sob o belo nome de proteger o Kyoshu, tudo ficou centralizado na
Comissão Executiva e o Kyoshu era puramente uma mera existência formal.
(23 de dezembro de 1984)

II - SOBRE O TRONO DE KYOSHU

1. O TRONO DE KYOSHU - PODER OUTORGADO PELA VONTADE DE DEUS


Agora, finalmente foi corrigida a hierarquia divina na Obra Divina e as sinceras ofertas de
gratidão dos membros e os resultados do Servir tomaram o caminho ascendente.
Obviamente, a manifestação da Luz também está diferente.Meishu-Sama e Kyoshu-Sama e os
senhores já estão ligados, renasceu uma fé cheia de vida e daí têm surgido muitas graças, não é?
Dias atrás, um fiel do Estado de Hyogo enviou-me uma carta bem longa que formava um maço
grosso de papel, onde contava que cada Johrei ministrado fazia acontecer graças.Doenças difíceis
que até então não tinham recurso vão melhorando seguidamente com um, dois ou três Johrei.Era
uma carta que me fez pensar se poderia mesmo acreditar no seu conteúdo.
E depois, as pessoas de países longínquos como o Brasil, o Peru e a Tailândia vieram recebendo
numerosos milagres, realmente maravilhosos, ao levarem seu pensamento a Kyoshu-Sama.
Quando penso nisso, não acredito de modo algum que seja pelo meu poder humano.Eu mesma,
nada mudei,Só fui erguida para o Trono de centralização em Kyoshu.E o fato de ter conseguido
realizar uma Obra divina incrível nos Estados Unidos e no Brasil me faz pensar que o Trono de
Kyoshu é o poder atribuído conforme a Vontade de Deus.
(9 de novembro de 1985)

2. O DESENVOLVIMENTO DO RITMO DO DIA (MUDANÇA DO MUNDO DIVINO)


- Ficou evidente a qualificação divina de Meishu-Sama
- Estabelece-se a centralização no Trono de Kyoshu

72
Por que novamente se colocou o caminho de centralização em Kyoshu?Graças ao avanço do
ritmo do dia.
É pelo ritmo do Dia ter avançado mais ainda, nesta oportunidade, que a Luz está se manifestando
ainda mais forte, a qualificação divina de Meishu-Sama ficou evidente e também nasceu a graça
de se estabelecer a centralização no Trono de Kyoshu.E que também foi corrigida a postura dos
diversos erros do passado.E, em relação ao Johrei ministrado pelos fiéis, também têm nascido
seguidamente graças maravilhosas.E creio que devemos deixar bem distinto que tudo está
acontecendo pela mudança do Mundo Divino, porque o ritmo do Dia começou a mudar. (...)
Para transmitir corretamente, pela eternidade, o Solo Sagrado, a Igreja, que é o corpo de
Meishu-Sama, faz-se necessário um trono que seja o centro e aí o Kyoshu humano sentar-se
nele.
Acho que seria bom se pensassem no emblema da Igreja Messiânica Mundial.Esta linha vertical,
no centro da linha vertical, no cruzamento do vertical e horizontal está o Kyoshu.Para cima liga-
se a Meishu-Sama, a Deus e, para baixo, liga-se aos fiéis.
Quando oro para Meishu-Sama, estou orando na dianteira dos fiéis.E quando estou ministrando
Johrei aos senhores, estou na dianteira da Luz de Meishu-Sama.E, ligando-se da mesma forma
ao Kyoshu, os fiéis também tomam a mesma atitude.
Na hora que estão ministrando Johrei aos fiéis, eles ligam-se ao Kyoshu, a Meishu-Sama e a
Deus, num trabalho conjunto.E quando estão orando, ligam-se à figura de Kyoshu e a Deus.Tanto
os senhores como o Kyoshu são um fiel.Um fiel messiânico que tem unicamente por missão o
trabalho em conjunto com Meishu-Sama.
É alvissareiro ter-se erigido a centralização em Kyoshu nesse sentido.
Na primeira Instituição, Meishu-Sama, no Estado de União com Deus, estava em pé.Agarrando-
se a Ele, recebia-se forças.Mas na terceira, quarta, quinta geração é diferente.
A Segunda Instituição não é assim.O Kyoshu é que se coloca.É um Kyoshu aparado pelo que os
senhores dizem.Se os senhores disserem que por ser um Kyoshu determinado por Deus, por ser
uma missão, sofrer é natural, incumbir-se disso é natural - se empurrarem com um pensamento
frio assim e se agarrarem dizendo que querem receber Luz de Kyoshu-Sama, é demais para o
Kyoshu humano.
É com os senhores me empurrando para cima, com um sentimento humano caloroso me dizendo:
obrigado Kyoshu-Sama, por a senhora colocar-se nessa posição de incumbência, tomando a nossa
frente na liderança, embora sendo um ser humano igual a todos nós, que surge o sentimento de
missão e posso ter a permissão de me empenhar com afinco, aproximando-me de Meishu-Sama,
ministrando Luz e distribuindo graças.Quero que os senhores estejam bem cientes disso.
Não se trata de uma fé centralizada no homem, neste caso em mim.Gostaria de que tivessem uma
fé em relação ao trono chamado Kyoshu.Na terceira, quarta ou quinta geração, seja quem for que
o ocupe, é oferecendo uma fé que o tem como centro que a Luz de Deus é verdadeiramente
irradiada.
(9 de novembro de 1985)

3. A SEGUNDA INTITUIÇÃO DA IGREJA


- A DIFUSÃO MUNDIAL PELA CENTRALIZAÇÃO NO JOHREI
O centro da união da Igreja foi estabelecido, e no cinqüentenário da Fundação da Igreja foi dada a
segunda largada, não é mesmo?Agora, creio que a Obra Divina de Meishu-Sama irá ser
desenvolvida numa dimensão que nem podemos imaginar.
O princípio fundamental da igreja Messiânica está da difusão mundial.É a Igreja Messiânica
Mundial.Não podemos continuar com as disputas sem fim.É preciso que sob o Kyoshu todos os
fiéis - se bem que são ainda poucos.Mesmo assim, é algo incrível, mas com este número é muito
difícil se realizar a difusão mundial.
É preciso mais ainda, receber o poder do Johrei de Meishu-Sama, atrair para o solo Sagrado,
muitas pessoas que são salvas pelo Johrei e, com uma força engrandecida, partir para a difusão
mundial.E a sua largada vai finalmente ser dada.É a hora dessa segunda instituição.Gostaria que
se conscientizassem disso.
73
E o centro desse Kyoshu, o centro dessa Segunda Instituição é o Johrei.Tudo, inclusive a
purificação desta feita, veio sendo realizado com boas intenções.E, sem que nos déssemos conta,
fomos levados para a Obra Divina de divisão.Eu acredito que isso se deve à afinidade da
alma.Obedecendo à afinidade da alma, vamos, sem nos dar conta, sendo conduzidos para as
direções inesperadas.Purificar a alma é o mais importante e aí reside a necessidade do Johrei.
Meishu-Sama também fala sobre a causa e o efeito.Fala-se em afinidade, afinidade-missão.A
causa é algo muito importante.Purificando a causa, boas afinidade serão ligadas a ela.E também
surgirão aí, bons resultados.Purificar a causa é realmente importante.Pessoas que professam
outros tipos de fé costumam dizer: “A messiânica é feliz em ter o Johrei, não?”Os Ensinamentos e
práticas da fé de outras religiões são maravilhosas.Mas lhes falta uma coisa que é purificar a
origem.E então, no final, se deparam com barreiras.
Na Igreja Messiânica Mundial existe o Johrei que purifica a causa.E isso é gratificante.A vontade
de ministrá-lo a todas as pessoas é o princípio fundamental mais importante da Igreja Messiânica
Mundial e é uma Obra Divina que só a Igreja Messiânica Mundial pode realizar. (...)
A Salvação do Mundo com o Johrei.Esse é um caminho longo que exige um fôlego muito grande,
impossível de se realizar só com uma ou duas gerações.Entretanto, é o caminho absoluto que se
liga ao Paraíso Terrestre, e a purificação, para tal finalidade, é imprescindível.Acredito que a vida
religiosa da Igreja Messiânica Mundial existe quando ela se eleva a cada purificação.
É colocando sempre o Johrei no centro da vida da fé e das nossas diversas atividades e insistindo
nisso, que existe a Segunda Instituição, o caminho que se liga diretamente a Meishu-Sama e
também o caminho para a difusão mundial.Esse é o meu pensamento.
(9 de novembro de 1985)

4. A CENTRALIZAÇÃO EM KYOSHU É DECORRÊNCIA DA VONTADE DE DEUS


- SINAL DE ACELERAÇÃO DO RITMO DO DIA -
Durante longo tempo, desejei que chegasse o dia em que o Kyoshu fosse o centro.Entretanto, por
diversos motivos o Kyoshu continuou de fora e acabei me resignando.E agora, com esta
purificação, esse desejo se concretizou pelas mãos dos senhores.E com isso eu tive a permissão
de subir nele.
Assim, surgiram alguns fiéis que acataram de forma religiosa o fato do Kyoshu ter ocupado o
centro, e daí nasceram diversos milagres.E, de repente, isso foi se alastrando na forma de que
Kyoshu-Sama e Meishu-Sama se tornassem um corpo só.De um lado, isso fez flamejar a parte
religiosa, mas também fez surgir revoltas, mal-entendidos e problemas que não deveriam existir.
A esse respeito, quero dizer que o importante para a Igreja Messiânica Mundial é a hierarquia
divina.Na Igreja, após o falecimento de Meishu-Sama, o Kyoshu é a pessoa que herda a sua linha
de sangue.Seguir esse Kyoshu e realizar a Obra Divina.Isso é normal.É o método que menos gera
problema e resolve as coisas de forma harmoniosa.E Meishu-Sama diz que esse é o método que
mais fortalece as graças.
Comentando sobre os católicos e protestantes, Meishu-Sama diz que os católicos - que seguem o
papa - recebem uma Luz mais forte.Também não é errado os protestantes se ligarem ao Pai do
Céu através da Bíblia.Mas a luz emanada é mais fraca.Assim diz Meishu-Sama.
Em nossa Igreja, porém, o sistema de Kyoshu foi estabelecido mas, a partir de uma certa época, o
Kyoshu se tornou um símbolo e a diretoria executiva passou a ser o destaque e isso foi um
decorrência natural.
Quando isso começou a desmoronar, o Kyoshu, que era símbolo, passa a ser o destaque e isso
também é uma decorrência natural. Nesse curso natural a hierarquia divina foi corrigida de acorde
com o tempo, e a centralização no Kyoshu nasceu disso.Não foi pela força humana.
Isso foi também uma decorrência da Vontade divina.Encarar isso de forma religiosa e não com
argumentos é, no momento, o mais importante.
O Kyoshu que herdou espiritual e materialmente a Obra Divina de Meishu-Sama, vai estar à
frente e vai desenvolver a Obra Divina daqui em diante.Que bom! A Igreja tomou a sua forma
verdadeira.Os fiéis que assim pensarem ficaram radiantes de alegria e, ao ministrar Johrei,
surgiram milagres.Essa é a verdadeira figura da fé.
74
Eu acho que se formou a coerência e me alegro por isso.Essa intuição é correta.Foi nesse lugar
correto que a Luz de Deus afluiu e pode-se receber graças.
Surgir milagres onde houve a coerência - esse é um sinal da aceleração do ritmo do dia - fato
muito gratificante, não? Realmente, a fé é sentimento.
Que gratificante é a Kyoshu ligada diretamente a Meishu-Sama.Vamos pedir permissão para
fazer os pedidos chamando por Kyoshu-Sama.Isso é realmente ótimo.
Entretanto, Meishu-Sama é Deus e Kyoshu-Sama é um ser humano.Os pedidos devem ser
dirigidos a Meishu-Sama.Isso também é ótimo.Ambas as formas são corretas.
O importante é que a hierarquia divina seja cumprida e não haverá erro se o nosso sentimento
final chegar a Meishu-Sama, com o pensamento de que tudo provém de Meishu-Sama.As
formas das graças são muitas.Cada qual ligando-se a mim pela forma que achar mais gratificante,
ligando-se a Meishu-Sama e recebendo graças reais - isso é o que me deixa mais contente.
(23 de dezembro de 1985)

5. O QUE É O TRONO DE KYOSHU


- É o centro que desenvolve a Providência
- É o trono que unifica e dá continuidade à Obra Divina
O importante não é o Kyoshu humano.O importante é o trono de Kyoshu.Para que a Igreja
Messiânica cumpra os Ensinamentos de Meishu-Sama, assegure o solo Sagrado e, para
desenvolver, sem distorções, as atividades, a providência da Obra Divina da Igreja faz-se
necessário um centro.E ele é o trono de Kyoshu.O trono que unifica todas as atividades da Obra
Divina é o trono de Kyoshu e é com a administração centralizada nele que uma Obra Divina
inabalável terá continuidade pela quarta, quinta, sexta ou mais gerações.
(16 de novembro de 1985)

III - O QUE É KYOSHU

1. Kyoshu-Sama é a pessoa que possui juntas a linhagem de sangue e a linhagem de


espírito.
Em que será que os senhores devem crer e adorar de verdade?Não seria no Kyoshu, que recebe
os Ensinamentos de Meishu-Sama sob um forte elo espiritual.Não seria submeter-se a esse
Kyoshu que recebeu com a incumbência de Meishu-Sama, e, apesar da incapacidade e
incompetência, está nessa posição oferecendo tudo de si?Não é que a diretoria executiva é
incumbida por respeitar a vontade Divina que aflui sob a oração de Kyoshu, que possui juntas a
linhagem de sangue e a linhagem espiritual? Não seria porque a diretoria, compartilhando das
alegrias, que os senhores acreditam e se submetem a ela, confiando suas preciosas vidas?Está
chegando a época em que a linha verdadeira da Igreja vai ser corrigida.
(7 de novembro de 1984)

2. É IMPORTANTE O PENSAMENTO DE VENEREÇÃO A KYOSHU-SAMA


O Kyoshu é, vamos dizer assim, a Imagem da Luz Divina, viva, da Igreja.No santuário está
entronizada a imagem de Miroku Oomikami e nela estão assentados os Espíritos Divinos de Deus
e Meishu-Sama que sempre estão nos protegendo.Em seqüência, na forma de corpo vivo,
oferecendo a sinceridade de suas dedicações está o Kyoshu.Meishu-Sama costumava dizer: se
uma pessoa recebe a Imagem mas não tem onde colocá-la, e a deixa guardada num canto do
armário, se o tratamento dado é esse, por mais que se trate da Imagem da Luz Divina, o poder de
Deus não é gerado.Só quando é entronizada solenemente do altar e oferecido o sentimento de fé,
pela manhã e à noite, é que Deus vai atuando.Assim, respondeu ele à pergunta feita por um
fiel.Da mesma forma, deixando o Kyoshu enfiado no armário, ele não serve para nada.Colocando-
o no devido lugar e com os senhores devotando a ele a sinceridade da fé, o poder de Meishu-

75
Sama, de Deus, irá afluir abundantemente, através do Kyoshu.Se a postura dos senhores for
corrigida, as graças a serem recebidas fluirão abundantemente através do Kyoshu.
Através deste acontecimento, sinto profundamente na pele o quanto ficou mais fácil para Meishu-
Sama atuar através do Kyoshu.Se fosse possível realizar a Obra Divina apenas venerando os
Ensinamentos e Meishu-Sama, que se encontra no Céu, não haveria necessidade de existirem a
Igreja e nem o Kyoshu.Por que existe, na Igreja, o solo Sagrado?Por que existe a organização
chamada Igreja?E por que nela se instalou o Kyoshu?
Meishu-Sama compôs:
“Embora a salvação da humanidade seja obra Sua, Deus a realiza através do homem”.
“O país que mantém a civilidade (educação)e a ordem é a ‘Terra da Paz’ anunciada por Deus”.
A Obra Divina avança com vigor e a Igreja é harmônica porque nele se posiciona o Kyoshu como
comunicante dos Ensinamentos e da fé de Meishu-Sama.O Solo Sagrado é motivo de gratidão
porque existe o Kyoshu vivo que recebe a vontade de Meishu-Sama.O Kyoshu é uma existência
sumária da Obra Divina, não apenas na terceira geração, mas que prospera pela quarta, quinta,
sexta e assim por toda a eternidade.E eu acredito que quando a postura de dedicação para com
ela se ligar desde o presidente, diretores, ministros e até os fiéis, a Obra Divina irá flamejar alto.
(28 de março de 1985)

3. O QUE É KYOSHU
O que representa o Kyoshu, para os senhores?Sinto intensamente que é muito maior o número de
pessoas, principalmente entre as pessoas mais jovens, que só tem uma compreensão a nível de que
o Kyoshu é como o alto pico do Fuji que basta ser belo e adorado de longe.
(21 de dezembro de 1984)

4. O QUE É KYOSHU
Vou dizer o que é Kyoshu...Por que será que o Kyoshu é necessário na Igreja?Senhores, fala-se
que a administração da Igreja deve ser feita sem ego.Mas eliminar o ego é difícil, sabe?Os
senhores têm família, mantêm diversas relações na sociedade e também têm medo de perder seu
emprego.Também têm vontade de proporcionar uma vida cada vez mais segura aos seus filhos, à
sua família.É natural que anseiem por sucessos que estão à sua altura.Por mais que se fale para
não se ter ego é impossível eliminá-lo completamente.E essas coisas existem, mesmo naqueles
que estão do lado administrativo.
Mas e no caso de Kyoshu?O Kyoshu tem sua vida inteira garantida pela Igreja.Não precisa pensar
em alcançar o sucesso, de se preocupar com os familiares.Basta se preocupar com os fiéis e com
o progresso da Obra Divina.Não tem outras preocupações.Por isso, não precisa agradar ninguém
e nem fazer partidos.Só precisa levar o seu sentimento a Deus e estar atento se não está fora dos
Ensinamentos e se está cuidando dos fiéis com olhos verdadeiramente despojados de
egoísmo.Essa é a posição de Kyoshu, não é?
A posição de Kyoshu é a de falar as coisas claramente aos senhores, que facilmente erram.
Estando em posições, onde as pessoas tendem a se sujar a correr para ambições.
(31 de outubro de 1984)

IV - COMO DEVE SER A CONSIDERAÇÃO E RESPEITO AO KYOSHU

1. Existem dois tipos de consideração e respeito ao Kyoshu


Creio que existem realmente dois tipos de consideração e respeito ao kyoshu.Colocar o Kyoshu
como símbolo, como enfeite, e a administração assumir o papel principal.O outro é ter como um
símbolo, também e orientador máximo da fé, mas que, como ministrante da Vontade Divina
posiciona-se entre Meishu-Sama e os fiéis.De cima, recebe a Vontade Divina e de baixo tem a
permissão de ministrar a sinceridade dos fiéis numa posição sem ego, e vai sublimando as graças

76
numa posição pura.E, nas adversidades funciona como poder absoluto da fé, sob a qual fica a
diretoria executiva que se ocupa da administração.
Em suma, é o sistema de fé centralizada no Kyoshu, em continuidade a Meishu-Sama e Nidai-
Sama.Obviamente, os tempos progrediram.Mesmo cumprindo a ordem e a educação, deve ser
sempre democrático.Dar vida à força dos fiéis e à dos senhores ministros.Um sistema de fé cheio
de alegria onde o Kyoshu, os ministros e fiéis formem um só corpo e todos participem com
vivacidade da Obra Divina.Esse sistema é do segundo tipo, a forma de consideração e respeito ao
Kyoshu do tipo espírito precede a matéria.Em outras palavras, poderíamos dizer que o primeiro é
do tipo matéria precede o espírito e o segundo do tipo espírito precede a matéria.Qual é melhor?
Creio que isso é evidente por si mesmo.
(22 de dezembro de 1984)

2. O ESTABELECIMENTO DA VISÃO DE KYOSHU DO TIPO ESPÍRITO PRECEDE A


MATÉRIA SERVE DE BASE PARA A SEGUNDA INSTITUIÇÃO
No modo de ser da submissão ao Kyoshu, creio existirem dois tipos.Um deles é colocar como um
símbolo de enfeite e a administração assumir o principal.O outro é de ver como um mesmo
símbolo, mas em termos religiosos que se posiciona entre Meishu-Sama e os fiéis, como um
mediador da Vontade Divina, que, respeitando essa vontade, questiona a vontade do povo e
administra dando vida ao conhecimento de todos.Podemos dizer que o primeiro é o sistema de fé
centralizado numa administração do tipo matéria precede o espírito e o segundo, um sistema de fé
centralizado numa fé do tipo espírito precede a matéria.Creio que está bem nítido qual é melhor,
mas a escolha é de cada um dos senhores.Eu não pretendo dizer façam assim ou assado.Eu
acredito que o cinqüentenário que virá no próximo ano é um novo ponto de partida a se iniciar
sob o estabelecimento de verdadeira centralização na fé escolhida por vontade própria e de uma
visão de Kyoshu do tipo espírito precede a matéria.
É com a correção do Caminho, que a Luz poderá atravessar e abrir-se-á a Obra Divina de uma
Igreja cheia de energia.Creio que será a partir do próximo ano que renascerá uma Obra Divina
abundante de graças e milagres da qual os pesados sofrimentos do passado também serão
retirados e desde o Kyoshu até o último fiel - os ministros e fiéis com um só sentimento -
participam.E creio que a Segunda Instituição da Igreja terá início verdadeiramente a partir do real
posicionamento da Kyoshu no centro, após passar por vinte anos de provações.
Obviamente, isso será gerado dentro de uma incrível purificação.E talvez seja inevitável que
surjam pessoas que serão descartadas.As pessoas que desejam e acham boa a centralização na
organização, a matéria precede o espírito, pertencem a essa linha espiritual e por isso nada
forçarei.Aqueles que mesmo se esforçando ainda não compreenderem, não tem jeito.Eu desejo
me incumbir da Obra Divina a partir de hoje juntamente com as pessoas que entenderam de
verdade e as pessoas que, verdadeiramente centralizadas no Kyoshu, querem oferecer renovada
fé.
(21 de dezembro de 1984)

3. SOBRE O ERRO EM CONSIDERAR LEVIANAMENTE O KYOSHU


Hierarquia Divina, hierarquia espiritual.O Kyoshu está nela.Não é pretensão demais ter um
sentimento que consegue falar que o Kyoshu - sentado há vinte anos - está sendo enganado?
Tratam-se de ministros que se dedicam há mais de 10, 30, 40 anos, desde a época de Meishu-
Sama.Por isso seria mais prudente não falar tais coisas.
(Reunião de responsáveis pelas casas de difusão - 23 de dezembro de 1984)

4. SOBRE A FORMA DE SER DA CENTRALIZAÇÃO NO KYOSHU


A Obra Divina estar centralizada no Kyoshu não significa que o Kyoshu irá tomar a frente de
tudo, dizendo façam assim, façam assado.A Igreja, que já assumiu proporções grandes assim, vive
uma época diferente da de Meishu-Sama.A sua administração é toda deixada a cargo da diretoria
executiva.Só que ela vai administrando a Igreja ouvindo a opinião do Kyoshu e tendo sempre a

77
alegria do Kyoshu por padrão do próprio discernimento.Por isso, nesse sentido, precisam ser dois
corpos num só.E seja qual for o assunto, é preciso levar ao conhecimento do Kyoshu os relatórios
importantes e, desempenhar as respectivas responsabilidades discernindo se está de acordo com a
vontade do Kyoshu e conseqüentemente de Deus e Meishu-Sama.Eis a função do Kyoshu.Por
isso, tomar atitudes negligenciando a vontade do Kyoshu é negá-lo.Há pouco alguém falou em
traidor.Realmente, seja qual for o motivo, tomar atitudes sem o consentimento do Kyoshu só
pode ser traição.
(31 de outubro de 1984)

5. OS MINISTROS E A DIRETORIA ESTAVAM DISTORCENDO A VISÃO DE


KYOSHU
O problema ocorreu nos ministros e diretores que estão no meio, ligando o Kyoshu e os
senhores.Podemos dizer que existem dois tipo de consideração e respeito ao Kyoshu.O modo de
colocá-lo como símbolo, um enfeite e tendo a administração como corpo principal.E essa era a
figura da centralização no Kyoshu, até hoje.A outra é onde, apesar de ser um mesmo símbolo,
posiciona-se entre Meishu-Sama e os fiéis, ministra imparcialmente a Vontade Divina - de cima -
e de baixo, a sinceridade dos fiéis, recebe as graças.Um Kyoshu como centro do sistema da Obra
Divina que num momento crítico consegue manifestar a função de poder religioso e ao qual se
submete a administração.
Até agora, a figura era mais para a do tipo de consideração e respeito ao Kyoshu de caráter
matéria precede o espírito.Daqui para frente será a figura de consideração e respeito de caráter
espírito precede a matéria.É tão evidente que nem é preciso dizer qual é a melhor.O
cinqüentenário da Fundação da Igreja é esse novo caminhar sob o estabelecimento da visão de
Kyoshu de autêntico caráter de espírito precede a matéria, de centralização na fé.
(23 de dezembro de 1984)

6. QUAL É A DIFERENÇA ENTRE A CENTRALIZAÇÃO NO KYOSHU DE ATÉ


AGORA E A QUE TEM INÍCIO A PARTIR DE AGORA?
Vez por outra me perguntam sobre o que é centralização em Kyoshu, não é mesmo?Os fiéis em
especial, falam: “nós viemos centralizados no Kyoshu.Qual é a diferença entre a centralização no
Kyoshu de até agora e a que começa a partir de agora?”Em termos reais é difícil falar claramente
o que seja.Como Deus abriu esse caminho, acredito que enquanto caminharmos sem vacilações
nessa direção, aparecerá o sinal do que é.
Eu acredito que no futuro, entenderemos: “Ah, isso que é a nossa centralização no Kyoshu!”
(28 de março de 1985)

7. O BARÔMETRO DO RENASCIMENTO É A ELEVAÇÃO DO SENTIMENTO


RELIGIOSO EM RELAÇÃO AO FATO DE QUE “O KYOSHU SE POSICIONOU NO
CENTRO”
De fato, desde então, através da viagem missionário à região Tyubu e a Estado de Guifu, estão
chegando relatórios de graças, como nunca aconteceu antes.Crises de casais, sofrimentos pela
suspensão escolar, oposição aos convites, etc., muitas coisas puderam ser solucionadas.Graças
com doenças, fetos sentados, dores da bacia, pessoas que sofriam com essas coisas melhoraram
da noite para o dia através daquela viagem missionária.No Estado de Guifu, já na preparação para
o Congresso, muitos milagres foram recebidos e no dia, mais de mil relatórios de graças foram
colocados no Altar.
Além disso, tantas outras seguidas graças foram recebidas na mesma intensidade em que
pensavam que o Kyoshu é o centro da Obra Divina.
Não é argumento.Quero que pensem que o aumento do sentimento religioso que se aquece ao
lembrar que o Kyoshu se colocou no centro é o barômetro da renovação.
A Bola de Luz que existe no ventre de Meishu-Sama, o trono de Kyoshu está ligada a
ela.Finalmente, passado o tempo necessário, agora é o momento dos céus para manifestar os eu

78
verdadeiro brilho.Já estão surgindo muitas pessoas que captam abundantemente essa Luz e estão
recebendo graças.
Gostaria que os senhores apreendessem firmemente a novidade do que é essa centralização no
Kyoshu, e daí recebem graças, recebam milagres e iniciem a caminhada na Obra Divina, daqui
para a frente.Esse é o meu desejo.
Com a Segunda Instituição, Meishu-Sama novamente surge neste mundo.Através do corpo vivo
do Kyoshu, Meishu-Sama desenvolve a Segunda Instituição e manifesta o seu poder.E é assim
que irão crescer os resultados para a criação da verdadeira civilização.
Por favor, senhores, em meio à Luz que aumenta cada vez mais, gostaria que percebessem a
grandiosidade do poder que recebemos com a mudança do Mundo Espiritual, dentro das
atividades de difusão desempenhadas pelos senhores com afinco.E, para finalizar, gostaria que
sentissem que Deus está apressado.
(12 de maio de 1985)

V - A OBRA DIVINA E KYOSHU-SAMA

1. NA OBRA DIVINA DO MUNDO MATERIAL, KYOSHU-SAMA É O CENTRO


O corpo principal da providência da Obra Divina de salvação do mundo no Mundo Espiritual é
Meishu-Sama e, no Mundo Material é o Kyoshu da época.
(1 a 2 de outubro de 1984 - Reunião dos responsáveis pelas casas de difusão)

2. NEGLIGENCIAR A VONTADE DO KYOSHU É NEGLIGENCIAR MEISHU-SAMA


A plataforma está bagunçada, não é?Seja pelo motivo que for, onde existe a fé na negligência à
vontade do Kyoshu?O Poder Divino proveniente de Meishu-Sama do Mundo Divino, segue
contíguo nas veias do Segundo, Terceiro Kyoshu e assim sucessivamente.Isso é uma doutrina
fundamental da Igreja.Negligenciar a vontade do Kyoshu da época é o mesmo que negligenciar
Meishu-Sama.Por mais que pronunciem o nome de Meishu-Sama, é inevitável que pareçam não
ter um pingo de fé.
(21 de dezembro de 1984)

3. SALVAGUARDAR O TRABLHO DE MEISHU-SAMA É SALVAGUARDAR O


TRABALHO DO KYOSHU
Meishu-Sama disse que quando a fé se torna profunda e a pessoa tem o sentimento verdadeiro
de dar a própria vida para salvaguardar o trabalho de Deus, o trabalho que eu faço, não haverá
brecha para penetração de Satanás.Salvaguardar o trabalho de Meishu-Sama é, atualmente,
salvaguardar o trabalho do Kyoshu.Se uma pessoa pensa só em obedecer, ouvir as palavras de
Meishu-Sama, mesmo que ele já tenha retornado ao Mundo divino, então, é até melhor que ela
vá para o Mundo Espiritual.A época e as pessoas estão em movimento.Uma vez que se está vivo
não seria natural ter o sentimento de receber a missão através do corpo vivo do Kyoshu da
época?E Meishu-Sama falou sobre isso nos Ensinamento.E, tendo o sentimento de dar a vida
para salvaguardar o trabalho desse Kyoshu é que o Solo Sagrado vai prosperando cada vez mais
com o passar do tempo e a fé dos fiéis pode estar tranqüila, sem que a Igreja venha a se
fragmentar.É sentimento de lealdade verdadeira, é essa atitude desprovida de falsidade em relação
ao trono de Kyoshu que permanecerá pela eternidade, que eu desejo.
(16 de novembro de 1985)

VI - KYOSHU-SAMA E OS MINISTROS

1. Todos os problemas podem ser resolvidos com a fé que empurra Kyoshu-Sama para
o alto

79
Já não adianta ficar só contemplando Kyoshu-Sama.É preciso empurrar o Kyoshu para o
alto.Empurrar o Kyoshu manifestando a força dos senhores.Com isso, o kyoshu se aproxima
ainda mais de Meishu-Sama e pode despejar em abundância, para os senhores, a Luz que emana
de Meishu-Sama.Não se trata de uma fé dependente, de uma fé de enfeite.Todos oferecem e
todos recebem.Se todos unirem suas forças para essa fé, todos os problemas terão solução.
(22 de outubro de 1985)

2. Os ministros devem se dedicar ao Servir de erguer Kyoshu-Sama


O Mundo Espiritual é um.Eu tenho a permissão de estar no lugar mais próximo a Meishu-Sama
mas eu compartilho do mesmo Mundo Espiritual que os senhores.E vou ficando cada vez mais
perto de Meishu-Sama com os senhores me sustentando e empurrando para o alto com uma
força verdadeiramente renovada.E as bênçãos, o poder de Deus recebidos aí, mais perto de
Meishu-Sama, irei novamente derramar sobre os senhores com todo amor.
Por favor, senhores, fixem o olhar na fé de retorno ao centro, e cada qual despertando para suas
respectivas posições e missões, despertem de um simples amor pela Igreja para a grande obra de
verdadeira salvação do mundo e iniciem a caminhada como ministros corretos.
(28 de março de 1985)

3. SOBRE O PAPEL DOS MINISTROS


Enquanto vivia, Meishu-Sama recebia a ajuda de Nidai-Sama e veio expandindo numerosos
feitos magníficos que nos fazem duvidar se eram feitos mesmo por um ser humano.Se formos
supor que Meishu-Sama e Nidai-Sama eram o monte Fuji, creio que posso dizer que nós estamos
no sopé do monte.Pessoas com diversas individualidades rodeiam todo o sopé.E de nada adianta
essas pessoas retrucarem por dizer que são diferentes.Os outros são os outros.Você é você.Creio
que o importante é o esforço para a elevação da fé, respeitando mutuamente as respectivas
individualidades, dando vida.Nas viagens missionárias, vim dizendo que o importante agora é a
compreensão, o carinho, a compaixão, a gratidão e o sentimento de humildade.Realmente, tais
coisas são importantes para religiosos mas em se tratando de nós, ministros e diretores, isso é
insuficiente.É importante ter um trabalho ainda mais espontâneo e assumir de fato a sua própria
missão, função.É preciso ter esse sentimento de missão, ânimo, vontade de se elevar e não há
tempo para se ficar falando isso ou aquilo das pessoas, não é mesmo?Uma vez que se é membro
do corpo diretivo, é preciso absorver e estudar com interesse as qualidade como diretor.Cuidar
também da saúde e que se esforcem ininterruptamente para que os fiéis digam: “Puxa, que
ministro excelente, quanta gratidão tenho por ele”.Sendo assim, irão ter a confiança dos
companheiros, o respeito dos fiéis e, quando pessoas assim sustentarem um Obra Divina
centralizada no Kyoshu, eu também poderei me posicionar.Apesar do sentimento que os fiéis
fizeram crescer nas regiões, se por um acaso ao término da viagem missionária ainda restar uma
situa’~ao onde, como dantes, duas coisas em oposição, não terei vontade de me colocar.Se isso
acontecer, o quanto os fiéis irão se lamentar.É realmente muito pesada a função que cabe aos
senhores.
(14 de junho de 1985)

VII - O QUE É O SISTEMA DA OBRA DIVINA CENTRALIZADA NO KYOSHU

1. O SISTEMA DA OBRA DIVINA CENTRALIZADA NO KYOSHU NÃO É COLORIR


A IGREJA DE UMA SÓ COR
O cruzamento de Izunome é realmente a base da Igreja Messiânica Mundial, não é? Entre os seres
humanos há os que gostam do vertical e também os que gostam do horizontal.É preciso que tudo
seja horizontal ou que tudo seja vertical.Dizer isso é realmente demonstração de um sentimento
muito pequeno.Reconhecer tanto o vertical como o horizontal, e ambos, juntos, dependendo das
circunstâncias, também podem formar grupos.Entretanto, se, vamos dizer assim, cada grupo

80
colocar todo o seu empenho em ir aumentando o sentimento da missão que lhes foi atribuída, se
receberem com responsabilidade, a força de ambas irão se unir no esforço mútuo e só então a
atividade de Izunome irá repercutir de forma grandiosa.O Kyoshu fica em cima disso.O sistema
de Obra Divina centralizada no Kyoshu jamais significa colorir com um só cor.Respeitando a
individualidade que cada qual possuir e ir reconhecendo-a - não para dizer isso ou aquilo dos
outros - se houver essa energia e se a utilizá-la por completo para a elevação de si mesmo, este é
o descortinar de uma Obra Divina Mundial que irá se realizar sob essa união harmoniosa.Quero
que pensem assim.
(15 a 17 de junho de 1985)

2. A OBRA DIVINA REPLETA DE MILAGRES E GRAÇAS COMEÇA A PARTIR DO


POSICIONAMENTO DO KYOSHU NO CENTRO DA OBRA DIVINA
Neste ano do cinqüentenário, ao qual chegamos sob a revolução religiosa de uma visão de
Kyoshu do tipo enfeite, do passado, para uma visão de Kyoshu que recebe o poder de verdade,
iniciam-se todos os tipos de planos para que a Luz alcance o mundo, são derrubados os diversos
caminhos tortuosos nos quais os senhores sofreram no passado e renasce a alegria daquela obra
divina de antes, repleta de milagres e graças.
Eu tenho a convicção de que tudo nasce a partir do posicionamento no nome e na realidade, do
Kyoshu no centro.
Realmente, esta purificação com essa finalidade foi verdadeiramente rigorosa.Após a purificação,
vem a construção.Para tanto, existem coisas que precisam ser eliminadas.Aqueles que não
conseguem abandonar de modo algum a visão de Kyoshu do tipo matéria precede o espírito, terá
mesmo que ir para essa linhagem espiritual.Eu creio que isso é suscetível de acontecer.
(22 de dezembro de 1984)

3. SE NÃO HOUVER A ATUAÇÃO DO 1%, NÃO É POSSÍVEL CONSTITUIR O


SISTEMA DE OBRA DIVINA CENTRALIZADA NO KYOSHU
O poder do homem, por mais esforço que se faça só chega a 99%. É pedindo a Deus o 1%
restante, que as coisas se constituem. O Solo Sagrado, também, com a sinceridade dos senhores
está 99% pronto, não é? Para que ele fique completo é preciso que agora busquemos o pode
de1%. E é ele o estabelecimento do sistema de Obra Divina centralizado no Kyoshu, que nasceu
da grande purificação. Sob este sistema os senhores, retornando ao Solo Sagrado de forma
renovada e venerando Meishu-Sama como único salvador, conseguindo tornar por intermédio
em fiéis em uma só linha, sem superiores e subalternos e tendo os ensinamentos em primeiro
plano, respeitando a posição da organização, tendo uma estreita relação tanto vertical como
horizontalmente, derem o passo para a Obra Divina de renovação, penso que irá nascendo uma
atividade mundial adequadamente centrípeta ou centrífuga, onde alcança a luz de Deus com vigor.
(4 e 5 de fevereiro de 1985)

4. A DECISÃO DE KYOSHU-SAMA
- Sobre o registro do presidente e a reforma estatuária -
Se fosse com de costume, eu faria a visita mensal ao Santuário da Divina Luz no dia 30. Mas
agora existem reuniões nos dias 29 e 30 e não posso fazer a visita nesse dia. Por isso, eu havia
pedido para um representante faze-lo. Entretanto, no mês passado, eu não pude ir e mais uma vez
pedi a um representante. E era por demais indesculpável pedir um representante por dois meses
seguidos.
Com o sentimento de que desta vez iria impreterivelmente, fui no dia 28, anteontem.
Orei a Meishu-Sama: por favor, Deus, conceda-me proteção. Abra a última chave. Porque razão
o registro não sai se todos estão se esforçando tanto e desejando tanto?
Se a causa disso está em meu sentimento, está no meu sentimento de querer desistir, não há outra
coisa a fazer: eu vou assumir. Por isso conceda-me proteção.

81
Essa figura do presidente Matsumoto, que, como discípulo do Rev. Kawai, recebendo do seu
verdadeiro sentimento, mudou 180 graus para a centralização no Kyoshu e está se esforçando.
Não consigo mais ficar olhando esse sofrimento do Sr. Matsumoto.
Se não acontecer a reforma, não é possível a purificação. E sema purificação como haverá de
ficar o significado da segunda instituição, do cinqüentenário da fundação da Igreja, que iniciamos
com o desejo de estabelecer o sistema de Obra Divina centralizado no Kyoshu.
Entendi que não é hora de ficar falando que quero desistir ou de outros sentimentos pessoais. Vou
à luta. Por favor, faça com o registro se efetive. Com a efetivação do registro a reforma também
irá adquirir forças por si mesma e se erigirá claramente o significado cinqüentenário da fundação,
da segunda instituição de Meishu-Sama. Por favor, conceda-me proteção.
Assim, como disse a pouco, Sr. Presidente, a graça foi concedida. Não posso deixar de sentir que
é realmente Meishu-Sama que está atuando, encaminhando ocultamente. E não posso deixar de
pensar que essa graça foi justamente concedida porque o presidente está sempre em comunicação
comigo, unido num só sentimento.
Ao ser mostrada uma proteção assim, é possível dizer que não há ligação direta com Meishu-
Sama?
(.......)
Firmei de verdade o propósito de centralização do Kyoshu diretamente ligado a Meishu-Sama. E
acatei profundamente o sentimento do Rev. Iwamatsu que fala sobre o significado dos 66 anos, de
que aos 66 anos, a Era do Solo completa um estágio.
Assim, senhores, tenho um desejo meu para fazer aos senhores: por favor, com a reforma do
estatuto que está em conformidade com o meu sentimento, gostaria que tornassem esse ano
significativo.(.....)
Agora, quando uma Era termina e estamos para entrar numa nova era, vamos desafiar o novo
estatuto. Lançar desafios às dificuldades e aos números desconhecidos, creio, é estar de acordo
com a vontade de Meishu-Sama que disse: “Sejam sempre homens do presente”. Eu que
desafiando o novo estatuto, nos serão permitidas atividades e elevação cheias de vidas e que esse
é o caminho que se liga a solução dos diversos problemas dos fiéis e a vitalidade da Igreja.
(30 de novembro de 1985)

SUPLEMENTO 1 - SOBRE A PURIFCAÇÃO DA IGREJA

I - COMO ENCARAR A PURIFICAÇÃO DA IGREJA

(1) O CINQUENTENÁRIO DA FUNDAÇÃO DA IGREJA E A PURIFICAÇÃO DA


IGREJA
Receber uma purificação assim no cinqüentenário da fundação se deve justamente ao fato do
sentimento de Meishu-Sama está respirando grandiosamente desta Igreja, e nunca como este ano
senti tão forte o grande amor de Meishu-Sama, que constantemente está nos protegendo. Uma
Igreja onde pulsa o sentimento de Meishu-Sama. Sentindo essa felicidade, estou determinada a
purificar por inteiro essa purificação e iniciar a Obra Divina de Renovação.
(23 de dezembro de 1984)

(2) A PURIFICAÇÃO DA IGREJA (FOI UMA PURIFICAÇÃO QUE)VEM DA


TRANSIÇÃO DA NOITE PARA O DIA
Meishu-Sama afirmou claramente que tudo procede da transição da noite para o dia .
É justamente por ter existido Meishu-Sama , que aprendeu com os olhos espirituais o mistério do
ciclo de que o mundo espiritual está mudando da Era da Noite para a Era do Dia, que nós
podemos estar sob a salvação do Johrei; que mesmo nesse mundo conturbado, podemos viver o
dia-a-dia sem duvidar da esperança do futuro e também através de diversas salvações, que

82
purificamos as atividades e máculas da Era da Noite e, purificados, somos a um estado de
felicidade, dia após dia.
“Com o elemento fogo que vai aumentando,
as pessoas e a sociedade vão sendo purificadas
para o paraíso terrestre”.
Acredito que, para os fiéis da Igreja Messiânica Mundial, é realmente muito importante a
consciência de que tudo acontece dentro do aumento do elemento fogo.
A luz do alvorecer que a cada ano aumenta a partir do dia de hoje, ou seja, Meishu-Sama
também se referiu a intensificação do elemento fogo como ritmo do dia. Ele disse que quando
acertamos corretamente a postura sob esse ritmo do dia, todas as coisas vão mudando sua forma
da destruição para a criação, do complexo para o simples, da divisão para a união.
(15 a 17 de junho de 1984)

(2) O PROCESSO DA PURIFICAÇÃO É INTEIRAMENTE DO PLANO DE DEUS


O início do incidente, e, para solucioná-lo, creio que houve diversos problemas. Entretanto, se
cada dum não passasse por esse caminho, não obteria esse resultado. Se em algum lugar, alguns
dos responsáveis tivessem posturas corretas, não teria acontecido esse problema e o sistema
antigo teria continuado. Foi por enrugar e enrugar diversos problemas até aqui que nasceu a
figura de hoje. Quando penso nisso, adquiro profunda convicção de que os diversos problemas
que aconteceram até hoje foram todos do plano de deus.
(27de setembro de 1984)

(3) FOI UMA PURIFICAÇÃO PARA O ESTABELECIMENTO DO PODER


DOUTRINÁRIO DO KYOSHU
Como Nidai-Sama diz, o grande poder de Kyoshu deve retornar perfeitamente ao Kyoshu. E a
grande purificação que ocorreu desta vez foi uma advertência de Meishu-Sama para que isso
acontecesse. Dentro de uma distorcida visão de Kyoshu durante quatorze anos, o sofrimento e a
resistência do Kyoshu até hoje, foi depois disso chegar aos extremos, que se recebeu a grande
purificação desta feita. Foi de dentro dessa confusão do dia-a-dia, em tentar resolvê-la, que eu
consegui colher a proteção absoluta de Deus que estar por trás disso a corrigir o caminho,
tentando reavivar o sentimento de fé, cheia de vida, da época inicial da fundação da Igreja. E,
também, a importante missão em relação ao kyoshu - não apenas a mim, ao terceiro, ao quarto,
ao quinto e assim infinitamente.
(Reunião dos responsáveis por casas de difusão, 23 de dezembro de 1984)

(5) AVERDADEIRA CAUSA DA PURIFICAÇÃO DA IGREJA FOI A CORREÇÃO DA


VISÃO DE KYOSHU
O meu pensamento é que para as coisas se organizarem, faz-se necessária a época da formação.
Pensando a quem cabe a responsabilidade dessa feita, na Igreja, nem é preciso dizer que o
fundamento está mesmo na diretoria executiva. Entretanto, quando penso no caminho que essa
diretoria executiva veio percorrendo até hoje, vejo que não havia outro jeito senão tomar esse
rumo. A Igreja Messiânica Mundial era muito frágil. Além disso, carregando um grande problema,
visto os próprios ensinamentos, e para desenvolver as atividades sem que ocorram catástrofes, é
preciso fortalecer a postura de proteção. Com isso, só na terceira geração, foi formado o estatuto,
chamado de sistema de símbolo de Kyoshu, e até hoje se protegeu o Kyoshu dos inimigos
externos, conseguindo obter os resultados atuais.
Por isso, o problema, aqui, foi o de ter percebido tarde de mais que isso não teria efeito para
sempre. Creio que é possível afirmar isso sem erro.
E essa oportunidade existiu bem no ano do centenário. Entretanto, sem ainda despertar, aquele
novo sistema da primavera do centenário, acabou sendo lançado com as linhas fundamentais
erradas mesmo, e eu que aí já estava escondido o broto de hoje, de modo que constitui a
purificação atual, que deveríamos passar de manhã e a noite.

83
(27 de setembro de 1984)

(6) SOBRE A VONTADE DIVINA CONTIDA NAS PROFUNDEZAS DA


PURIFICAÇÃO DA IGREJA
Com a unificação, o Solo Sagrado foi concluído. Entretanto, por trás disso, a cada ano, o Solo
Sagrado foi ficando desajeitado. Uma diretoria executiva distanciada de Kyoshu. Diretores do
tipo assalariado que aparentemente são submissos, mas interiormente, contrários - obviamente
nem todos. Seja no Solo Sagrado ou em outras localidades, a situação era dolorosa e
insuportável. O fato de surgir uma oportunidade para que essas coisa vão sendo corrigidas rumo
ao cinqüentenário, penso que foi uma grande graça, impossível de se realizar com a força humana.
“É realmente extraordinário. Se a prece for correta, Deus não deixará de atendê-la.”
Preocupar-se com a Igreja, preocupar-se com o Solo Sagrado, pensar nos membros. Finalmente
chegou a época em que o desejo desses anos todos das pessoas vai ser atendido. E eu senti uma
alegria íntima.
(21 de março de 1994)
Falasse o que fosse, não ecoava em nenhum lugar. A tristeza dessa situação de beco-sem-saída. O
estado era tal que parecia ser um crime eu estar na posição de Kyoshu. Pensei até que a minha
missão já havia acabado e, para terminar com essa situação eu pensei que não havia outro jeito
senão planejar um rejuvenescimento, movimentando essa atmosfera parada da Igreja, dando um
choque, entregando tudo ao meu sucessor no cinqüentenário, por esse estar felizmente já
determinado, e contei em segredo esse meu pensamento ao presidente Nakamura.
Os senhores devem pensar que é muita falta de responsabilidade da minha parte, mas devido a
situação eu, comigo mesma, estava aliviada.
Aí, repentinamente aconteceu aquele incidente. Ao me dizerem; “Abriu-se uma janela na Igreja.
Daqui para frente será possível ter o sistema de fé centralizado no Kyoshu”, eu pensei: Ah! Era
isso? Deus estava me protegendo ocultamente? Então a minha missão ainda não havia terminado?
E ao mesmo tempo, senti uma alegria invadir o meu corpo. E isso se transformou naquela poesia:
“Deus existe misteriosamente e não abandona aqueles que
suportam resistentemente e se empenham”
A qual fez com que os senhores se surpreendessem.
(1 e 2 de outubro de 1984- Reunião dos responsáveis por casas de Difusão)
Foi uma coisa inevitável para que se abrisse a parte material. Entretanto, na realidade, isso foi
uma coisa que negligencia extremamente o caráter humano e aí existia o sofrimento e a resistência
inexpressivel do Kyoshu até hoje.
Essa grande purificação recebida no momento em que se chegou ao extremo dos extremos. E
desse sofrimento eu senti que por trás disso estava o plano e a proteção de Deus que está
tentando fazer a Igreja renascer aquele sentimento de fé, cheio de vida, da época inicial da
fundação da Igreja e também a importante missão daqui para frente em relação a Meishu-Sama,
Nidai-Sama e a todos os Kyoshu dessa linhagem de sangue que irá continuando do terceiro,
quarto, quinto.
(22 de dezembro de 1984)
Entretanto, pensando bem, podemos dizer que isso é uma purificação justamente por ser a Igreja
da luz. Estou acatando que isso não é nada mais que uma provação de Deus para fazer a nossa fé
avançar ainda mais, frente ao cinqüentenário(...)
“parece estar se desmoronando, mas na verdade é o ritmo do dia
que chega a uma união ainda mais sólida.”
Assim, mesmo que pareça que estar desmoronando, o ritmo do Dia sempre resgata e, ao
contrário, transforma numa figura mais sólida.
Creio que este é o momento em que devemos reconstruir novamente o pensamento de
centralização no homem, para a centralização em Deus, da centralização no Solo Sagrado para o
ritmo do Dia, de retorno ao centro.
(15 e e17 de junho de 1984)

84
II - A POSTURA PARA A PURIFICAÇÃO DA IGREJA

(1) SOBRE A CONVICÇÃO DE KYOSHU-SAMA EM RELAÇÃO À PURIFICAÇÃO


DA IGREJA
É importante aprender de verdade o que significa essa purificação. O que é o espírito precede a
matéria da igreja Messiânica Mundial? O que existe de fundamental do teísmo e no ateísmo?
Sem colocar a hierarquia divina ensinada por Meishu-Sama é possível realizar a destruição do
ateísmo mencionado por ele? Quando apreendemos o suficiente essa ess6encia do fundamento da
Obra Divina, vemos que isso é impossível edificar um poder da Obra Divina grande a ponto da luz
de Deus alcançar o mundo a partir do próximo ano. E essa é a minha convicção em relação a esta
purificação.
(22 de dezembro de 1984)

(2) ENQUANTO A PURIFICAÇÃO DA IGREJA NÃO ATINGIR OS 99% NÃO SERÁ


SOLUCIONADA
A purificação desta feita também foi gerada por Deus. Mas isso significa que devemos entregar o
caso em suas mãos e ficar olhando de braços cruzados. Realmente, é preciso que até os 99%
vejamos como devemos encarar, que esforços fazer para corresponder à Vontade de Deus. É
importante que cada pessoa pense nessas coisas. E o 1% restante, deixar a cargo de Deus. E
como símbolo do trabalho desse 1% existe o Kyoshu. A questão final, entregar ao Kyoshu. Com
isso, tudo vai indo de forma harmoniosa, feliz e adequadamente.
(4 e 5 de fevereiro de 1985)

(3) É PRECISO RESTABELECER AS FERIDAS SENTIMENTAIS QUE OS FIÉIS


RECEBERAM
Vou orar de coração para que com as escusas sinceras das pessoas da Sede Geral, as feridas que
os fiéis receberam sejam restabelecidas por completo e peço também para que juntos, iniciem a
caminhada para o caminho da renovação.
(1-3 de outubro de 1984)

(4) A PURIFICAÇÃO SE PROLONGA PORQUE OS MINISTROS AINDA NÃO


RENACERAM O SUFICIENTE.
Pensando seriamente, por que é tão demorada assim? Mas, afinal, para falar a verdade é porque o
nosso renascimento ainda não é o suficiente. Nas visitas aqui e ali, os fiéis estão muito
entusiasmados e me receberam com um ardor magnífico. Entretanto, por trás disso, ainda enxergo
algo que impossibilita união completa . Com certeza, ainda resta, no coração de cada um,
diversos apegos do passado, egos, características de auto-proteção e também, sentimentos de
dependência e outras coisas que ainda não foi possível retirar. Se pensam que tudo está bem
porque as viagens missionárias transcorrem normalmente, estão muito enganados. Para fazer com
que isso seja percebido Deus está custando a permitir a solução do problema para nos advertir. E
se assim é, devemos agradecer por essa situação e desenvolver ainda mais o próprio sentimento
de renascimento e harmonia. Esse é o meu pensamento. Isso não é incriminar ninguém. Eu
também, da mesma forma, ainda não consegui me tornar Kyoshu de verdade. Eu ainda não me
tornei um recipiente capaz de corresponder a esse sentimento que todos oferecem a mim de
centralização no Kyoshu. Ainda é preciso renascer e crescer muito mais. E por isso, eu estou
procurando ficar mais alerta.
(14 de junho de 1985)

(5) É PRECISO QUE O RENASCIMENTO COMECE PELAS PESSOAS QUE DEDICAM


SUA PROFISSÃO À IGREJA
Realmente, sinto com grande intensidade que será que a rigorosa purificação deste ano todo, não
foi uma provação para cada um, devido as circunstâncias?
85
Toda vez que penso na gravidade da purificação que recebemos o ano passado, vejo que a
reconstrução da nossa fé, também pela responsabilidade que nos cabe, não deve ser mais ou
menos. Mesmo que se diga em despojamento, não é nada fácil retirar as roupas que vestimos. Os
diretores, ministros, os ministros profissionais, os funcionários e as pessoas que oferecem suas
profissões à Igreja é que precisam, antes de todos, com um sentimento de renascer
verdadeiramente, se dedicar ao aprimoramento da fé para rever a fé e reconstruí-la, não é?
Obviamente, os senhores fiéis também acompanhariam essa postura e, se além de nos darem
broncas e incentivos, avançarem mais ainda para uma correta fé, tendo isso como afinidade da
elevação da fé de cada um, creio que não nada mais gratificante.
(1 de janeiro de 1985)

(6) ENQUANTO OS MEMBROS ESTIVEREM NUM NÍVEL INFERIOR, A


PURIFICAÇÃO DA IGREJA NÃO SERÁ RESOLVIDA
Se pensarmos porque a purificação da igreja também não termina, vemos que isso é a prova que
nós ainda estamos num nível inferior, e creio que devemos te muita vergonha disso. Antes de se
lamentar pelo conflito que é a guerra, a humanidade precisa se lamentar do seu próprio
sentimento e creio que o mesmo se dá conosco. Foi para isso que Meishu-Sama instituiu a Igreja
Messiânica Mundial, e, para eliminar as máculas atribuiu-nos as três colunas da salvação. Sinto
profundamente a gratidão que devemos te por isso. Meishu-Sama diz: “Se as disputas militares
continuarem como estão, inevitavelmente virá uma época em que ocorrerá o choque. Para evitar
isso, só resta purificar o espírito de cada indivíduo. E para tanto é preciso ter um poder espiritual.
E esse poder só existe na Igreja Messiânica Mundial”. E também: “E não é nada estranho gritar
para o mundo todo que não existe outra alternativa senão a igreja Messiânica Mundial”. Só existe
a Igreja Messiânica Mundial. Não existe outra alternativa senão ser salvo com as atividades
centralizadas nas três colunas. Eu acredito que é realmente importante que cada qual se
conscientize disso do fundo do coração, acredite nisso e pratique isso.
(1-2 de agosto de 1985)

(7) É PRECISO CONSOLIDAR UM “EU” QUE SE COLOCA DO LADO DE DEUS


Quanto mais uma Obra Divina grandiosa como essa se inicia, mais forte é atuação de Satanás, que
se opõe a ela. Satanás é assim: se é mandado embora fica a espreita, procurando um lugar para se
apoderar. Até nós, se nos descuidarmos um pouco, logo podemos deixar nos dominar.
Por favor, senhores, fiquem do lado de Deus e não de Satanás. Juntamente com a conclusão do
Solo Sagrado, o poder de Deus vai as fortalecendo com grande intensidade e por isso, vamos,
aqui, consolidar firmemente um “eu” que pode participar com alegria de uma Igreja maravilhosa
que se abre com esse ritmo fortalecido do Dia.
(7 de novembro de 1984)

(8) É PRECISO TER UMA VISÃOI QUE ENXERGA A VERDADEIRA FACE DA


PURIFICAÇÃO
Estamos aqui, precisando colocar a situação num estado de completo esclarecimento de toda a
verdade, e isso também, se mudarmos a visão, ela é uma purificação gratificante, e o fato da
situação ter se movido naturalmente assim não é a vontade de Deus? Por trás desses
acontecimentos, não há duvida de que existe o sentimento de Deus que deseja melhorar a Igreja.
Com isso, estimulando essa renovação, no dia1 de janeiro que vem tudo estará lavado e escorrido
e poderemos entrar no ano com uma figura realmente renovada. Se é possível ter esperanças por
essas coisas que se desejava, creio que é gratificante.
Senhores, entre os poemas de Meishu-Sama temos:
“O homem que consegue vislumbrar o alvorecer
é sinal que possui os olhos da verdade”
No momento, o que está acontecendo na Igreja? Realmente, gostaria que abrissem bem os olhos e
enxergassem a verdade, o alvorecer.

86
(9) É POR EXISTIR A PURIFICAÇÃO QUE EXISTE A ELEVAÇÃO
Realmente, a elevação existe graça à purificação. E a renovação existe por causa do sofrimento.
O conselheiro Iwamatsu, já idoso, diz muito bem quando fala que o caranguejo usa de todas as
suas forças quando vai trocar a casca. Eu creio que sem nos preocuparmos com o sofrimento, é
preciso que todos renasçam despindo a roupagem do ego que acha que a pessoa está bem como é
e, mais uma vez, ficar com um sentimento maleável. Vamos nos tornar seres humanos
verdadeiramente calorosos e que possuem sentimentos de pensar nos outros. Vamos nos
tornartambém seres humanos que ouve com alegria as palavras diretas das pessoas. E vamos nos
tornar seres humanos que possuem o sentimento de amizade e sentimento verdadeiro que se
houve algo ruim, consegue falar de forma direta sobre isso, com coragem. Eu penso que essa foi a
tarefa exigida a cada um dentro da purificação do ano passado.
(1-3 de abril de 1985)

(10) ULTRAPASSAR COM DILIGÊNCIA E OTIMISMO


Na mitologia japonesa também se fala que quando Amaterassu Oomikami estava escondido no
portal da rocha, acabou saindo despropositadamente, ao ser atraída pelos risos dos Deuses,
causados pela dança nua e cômica da deusa ............Realmente o riso é a fonte de luz. E é também
a fonte do calor.
As pessoas que conseguem fazer outros rirem, também conseguem, com certeza, salvar pessoas.
Acho que Meishu-Sama dava muito valor ao riso porque era uma natureza que Deus lhe atribuiu
para cumprir a grande responsabilidade de construir o paraíso terrestre. Ao mesmo tempo, creio
que deveria ser uma alegria e um otimismo que surgiam do seu estado de paz e tranqüilidade
espiritual por ter entregue seu corpo e alma por inteiro, encarando a Obra Divina como missão
divina.
(1-2 de maio de 1985)

SUPLEMENTO II - COMO DEVE SER A PRÁTICA DA FÉ

I - SOBRE OS CUIDADOS A TOMAR NA PRÁTICA DA FÉ

(1) A IGREJA MESSIÂNICA MUNDIAL É UMA RELIGIÃO DA PROVIDÊNCIA


A Igreja Messiânica Mundial é uma religião da providência, não é? É acatando com precisão a
vontade de Deus manifestada em cada circunstância(época, momento)que lhe é permitido
avançar, progredir.
(4 e 5 de fevereiro de 1985)

(2) SOBRE A PROVIDÊNCIA DA TERCEIRA LÍDER ESPIRITUAL


Sempre tenho falado sobre a providência do Solo. A providência do Solo significa colocar a
semente no solo. Pensando em Nidai-Sama, em Meishu-Sama, ele era a flor da ameixeira e ela o
pinheiro, era chamada de bola do pinheiro e era suficiente que se ficasse contemplando a beleza
tanto da flor da ameixeira como do verde do pinheiro. E ambos possuíam poder suficiente para
suprimir as nossas partes insuficientes. Mas a terceira Líder é diferente. É preciso plantar na terra
a semente que extravasou do fruto que surgiu com o cair da flor e cuidá-la com dedicação. É
preciso cultivar. Não se pode ficar pedindo a terceiros. É preciso que a própria pessoa pegue na
enxada, sue, trabalhe e, depois da colheita, distribua aos fiéis. Eu acredito que isso é Era da
providência do Solo. Nesse sentido, sem o esforço para a formação e a elevação da nossa própria
fé, é impossível carregar essa Era do Solo. Minhas forças também são pequenas. É com o
sustento da forte fé dos senhores que o sistema da Obra Divina centralizado no Kyoshu vai se
formando, de modo que gostaria de pedir aos senhores o esforço para juntos se tornarem
verdadeiros religiosos. Gostaria de pedir isso aos senhores.

87
(14 de junho de 1985)

(3) EM QUE SENTIDO FOI DITO QUE A CENTRALIZAÇÃO NO KYODHU É A


CENTRALIZAÇÃO NO JOHREI
Como se fala na centralização no Kyoshu, fica confuso com a centralização em Meishu-Sama. E
o que Meishu-Sama mais desejava? A salvação através do Johrei. Foi por isso que disse que a
centralização no Kyoshu ligado diretamente a Meishu-Sama, em suma, é a centralização no
Johrei.
(22 de dezembro de 1985)

(4) NÃO SENDO DO PRINCÍPIO DO PRAGMATISMO RELIGIOSO, É IMPOSSÍVEL


APRENDER A DIVINA ESPIRITUALIDADE DE MEISHU-SAMA
Ouvir ou ler as palavras de Meishu-Sama pertence ao mundo da cabeça, não se transforma na
força verdadeira.
Como já disse outro dia, creio que só é possível entendê-las quando as praticamos no cotidiano e
as acatamos no mundo empírico. Sobretudo, o que nos faz sentir profundamente o poder de
Meishu-Sama, é mesmo o Johrei, não? O Johrei é que nos faz sentir Meishu-Sama vivamente
trabalhando mesmo hoje, quando ele já ascendeu. Obviamente, só o caso do Johrei mas também
dos Ensinamentos, e de outras coisas, conseguimos entender que o poder de Meishu-Sama está
trabalhando no nosso dia-a-dia, na prática.
(10 de fevereiro de 1985)

(5) UMA FÉ PASSIVA FAZ PERDER A FORÇA PLAMEJANTE


Será que a fé passiva, cultivada durante dez anos dentro do cumprimento do que vem de cima,
centralizado na organização, não faz perder, por si mesma, a força de arder, e a emoção se esfriar
e secar? Será que não se acabou ficando inteiramente com um caráter que não arde? Creio que
aqui, devemos observar friamente uma situação que podemos chamar até de uma crise da fé.
(28 de março de 1985)

(6) NUMA RELIGIÃO QUE ESTÁ VIVA É NECESSÁRIO UM CONTÍNUO DESPOJAR


DAS ROUPAGENS VELHAS
Assim, sendo ajudada pelos três reverendos, sinto me encher de uma plenitude completamente
diferente de antes. No ensinamento de Meishu-Sama está escrito: “Conheça profundamente o
espírito da época”. O fundamento do ensinamentos não muda nem um pouco. O caráter do seu
espírito também não muda mas o aspecto da providência, o aspecto material vai mudando
bastante juntamente com a época, assim é uma religião verdadeiramente viva. Realmente, assim
também a Igreja Messiânica Mundial precisa ir se despojando das velhas roupagens juntamente
com a época. Até hoje, nos experimentos e equívocos, várias vezes nos despojamos junto com a
época. Já terminado o centenário de Meishu-Sama, quando vamos entrar no cinqüentenário da
Igreja, de que forma vamos nos despojar? Chegando no momento de uma expansão mundial,
como vamos organizar a providência? É uma tarefa grande, e quando penso que a grande luta foi
dar esse novo passo, encaro com emoção, o fato de ter-se organizado o novo sistema das
regionais e dos estados, centralizados no concílio da renovação.
(11 de outubro de 1984)

(7) É IMPORTANTE O QUE BROTA NO CORAÇÃO DE CADA UM


Neste ano, o que e como devemos encarar? Ainda não existe nenhum pronunciamento concreto.
Entretanto, no momento, o que se exigi não é a forma, mas o sentimento. Mesmo invisível, com
certeza há alguma coisa brotando dentro do coração de cada um, alguma coisa que está diferente.
Será que esse trabalho mais profundo e invisível não começa a se mover com o início da
primavera e só então vai surgir na forma adequada ao cinqüentenário, a segunda instituição?
Pensando assim, fico apreensiva e esperançosa.

88
(4 a 5 de fevereiro de 1985)

(8) É PRECISO PERCEBER LOGO QUE INCONCIENTEMENTE ESTAMOS NOS


FAZENDO DE CERTOS
Freqüentemente Meishu-Sama dizia: “Vocês tapeam”. As pessoas que era taxada de enganar
ficava desgostosa e por isso se justificava dizendo: “imagine, nunca pensei em fazer isso”. Aí,
Meishu-Sama dizia: “Não, não é isso. Com certeza, vocês não tem a intenção de enganar, mas a
meu ver estão enganando”. Ele costumava falar assim. Inconscientemente se coloca como
correto. Não serão palavras que descobrem o caráter de pessoas assim?
(16 de novembro de 1985)

II - SOBRE A HARMONIA E A REFLEXÃO

(1) A HARMONIA É A JUSTIÇA DA IGREJA


A justiça da Igreja é sempre a harmonia. É aquela harmonia que tem Kyoshu como centro. Quero
que pensem bem nisso.
(22 de dezembro de 1988)

(2) O PROCEDIMENTO NAS CONVERSAS COM BASE NO ESPÍRITO DE


HARMONIA
É preciso que sempre se ajeite as coisas com base no espírito de harmonia. Para isso, é preciso
eliminar o próprio ego, deixar os sentimentos pessoais de lado e fazendo reflexão, comparado-se
com o sentimento de Deus, entender o que o outro diz e dizer o que pensa, perdoar e ser
perdoado, puxar o bem de dentro de ambos, puxar o caráter divino. Com isso, tornar as palavras e
atitudes belas e construir nesse mundo, o paraíso. Essa é a nossa missão. Pessoas com esse
pensamento precisam formar uma entidade e começar a construir um mundo de paz, começando
pelo Japão. Essa sim, é a figura do verdadeiro homem forte. Essa é a nossa missão. Esse espírito
de harmonia é impossível de ser cultivado(..................................)e sem dar nenhum tropeção. O
sentimento de harmonia só brota depois de caímos várias vezes, ficamos todo machucado e
quando conhecemos a dos das pessoas.
(1 e 2 de outubro de 1984- Reunião de responsáveis de Casas de Difusão)

(3) SOBRE A REFLEXÃO


O mérito e o crime são sempre faces de uma só folha. Se só elogiamos os méritos e não
perdoamos os crimes, nada seremos capazes de fazer como seres humanos. Eu acredito que nós
precisamos agradecer o que passou, considerando que foi bom e então, em cima disso, reiniciar,
vendo o que se deve fazer Agora, neste momento.
A linha fundamental da fé de Meishu-Sama é que todos os pecados estão em nós mesmos. O fato
de estar ligado é porque se tem culpa também. Aproveitando a oportunidade, então, se, baseando-
nos na auto-reflexão, pensarmos se o que viemos fazer era correto, se não havia outros métodos,
e se não estava faltando nada, creio que ninguém pode culpar ninguém.
Creio que o que devemos fazer agora é refletir sobre nós mesmos e primeiramente pedir perdão a
Deus pela nossa falha.
(27 de setembro de 1984)

(4) SOBRE O PEDIDO DE PERDÃO


Esta é uma entidade para distribuir a sociedade, a luz do amor de Meishu-Sama, onde nos
tornamos praticantes do amor altruísta e salvamos as pessoas que sofrem. É uma entidade que vai
brilhar na sociedade. Entretanto, nós que recebemos essa missão, também somos seres humanos e
pessoas extremamente fracas. Somos falhos. Sempre pedindo perdão, recebendo a proteção de
Deus, sendo complementados no que falta, estamos servindo assim, dia-a-dia. Se as pessoas

89
assim, mesmo que aconteçam coisas erradas se arrependerem com o sentimento de pedir perdão,
achando que foram mesmo imperdoáveis, Deus não deixará de perdoar. Quanto mais conhecemos
essas dores e conseguimos entender o sentimento das pessoas que sofrem, mais conseguiremos
realizar uma obra de salvação magnífica. Por isso, por mais difícil que seja um problema devemos
desenvolver a Obra Divina, pedindo perdão, perdoando-nos mutuamente e planejando sempre a
harmonia e união. Levando nosso sentimento a esse ponto, em tudo, viemos até hoje, pedindo a
permissão dos senhores, colocando oportunidades de renovação.
(1 de novembro de 1984- Reunião com Responsáveis por Casas de Difusão)

(5) COM FALSA REFLEXÃO E FALSO PEDIDO DE PERDÃO, NÃO SE É PERDOADO


Os senhores devem ter vontade de corrigir as dúvidas e as desconfianças de até agora, de jogar
sua ira em relação as coisas ilógicas, desfazer os maus entendidos, dar justificativas e muitas
outras coisas. E eu acho que é mesmo preciso soltar tudo que existe no coração.
Desta vez, não se fazem necessárias falsas reflexões e falsos pedidos de perdão. Quero que
conversem até não querer mais e quando seus corações ficarem satisfeitos, reiniciem novamente.
(27 de setembro de 1984)

III - SOBRE A UNIFICAÇÃO

(1) SOBRE OS MÉRITOS DA UNIFICAÇÃO


Naquela época (quando se iniciou como religião após a guerra)foi uma jornada jornada iniciada
com algumas dezenas de pessoas. Agora é de algumas centenas de milhares de pessoas. O Kyoshu
está ligado diretamente com Meishu-Sama como se fosse um imã. Com força magnética que vem
do imã de Meishu-Sama sobre o Kyoshu, quero atrair grande numero d pessoas da sociedade e
ampliar enormemente o poder de Meishu-Sama. Obviamente, isso também é uma nova flor que
desabrochou sobre a Obra Divina da unificação, à qual os senhores se dedicaram anulando a si
mesmo. É por existir o passado que existe o dia de hoje e se pensarmos que irá se abrir o amanhã,
a Unificação é exatamente a sua fonte.
(11 de outubro de 1984)

(2) A UNIFICAÇÃO IRÁ SE FORMANDO COM A CENTRALIZAÇÃO NO KYOSHU


Em suma, a proteção recebida até hoje foi uma atuação de Meishu-Sama para se concluir a parte
material. De agora em diante, porém, será uma Obra Divina que se expande mundialmente e
precisamos receber uma luz que supera a luz que recebemos até agora. Isso é como está no
ensinamento lido: que o Kyoshu ligado diretamente a Meishu-Sama que contém o mistério;
seguindo o seu ensinamento da hierarquia divina, da hierarquia espiritual, conseguir se colocar na
verdade no centro. A luz recebida com isso. É com ela que doravante a Obra Divina de expansão
mundial vai ser edificada. Em suma, a edificação da parte espiritual da fé, corresponde a parte das
atividades é a posta daqui para frente. Só quando isso se concretizar, a Obra Divina de Unificação
irá brilhar verdadeiramente na história da Igreja, como grande feito.
(23 de dezembro de 1984)
Realmente o feito da conclusão do museu de belas-artes, mostrando através da união da
totalidade das forças de todos os membros pela Unificação e o centenário de Meishu-Sama que
recebemos com isso foram realmente resultados de maravilho espírito de Unificação. O progresso
ultra-religioso e centrífugo através das atividades da M.O.A é a torre de ouro da unificação
material que brilha na história da Igreja. Entretanto, também é fato real que por trás disso,
surgiram diversas incorreções e distorções. E, com a purificação deste ano, abriu-se um caminho
para que essas coisas fossem desde a raiz, mudadas e corrigidas.
Qual é esse caminho para a correção? É a construção da parte religiosa que corresponda a esse
progresso material. E o fundamento dessa construção da parte religiosa é o sistema da Obra
Divina centralizado no Kyoshu.

90
(23 de dezembro de 1984)

(4) SOBRE O PROCEDIMENTO RELIGIOSO APÓS A UNIFICAÇÃO


Com a unificação, foi concluída a parte material. Daqui para frente, é exigida uma fé na qual o
coração fica verdadeiramente quente, pega fogo, se purifica. Daí surgem milagres. A posição do
Kyoshu que deve ocupar esse centro, e o momento em que o Kyoshu deve se colocar como forte
coluna da fé sucedendo Meishu-Sama e Nidai-Sama na terceira geração, é o cinqüentenário da
Igreja.
(21 de dezembro de 1984)

(5) AS ATIVIDADES RELIGIOSAS DA IGREJA MESSIÂNICA MUNDIAL EAS


ATIVIDADES DA M.O.A.
Ficou bem ampla a mala da Igreja Messiânica Mundial sustentado pelas três colunas que vão
sendo empurradas do fundo do santuário de características religiosas marcantes chamadas Igreja
Messiânica Mundial, rumo à sociedade.
Na mesma proporção, doravante, nós também, de centrípeta, como Igreja Messiânica Mundial,
devemos planejar uma aproximação mais intensa com Deus e os ensinamentos, e de forma
centrífuga, empurra-las para as atividades ultra-religiosas através da M.O.A . e creio que esse
pensamento, essa atitude vigorosa que pesa os dois lados vai ser exigida e esperada.
(1 de janeiro de 1985)

91