Sei sulla pagina 1di 29
LICENCIATURA EM MATEMÁTICA – EaD MANUAL DE ESTÁGIO Estágio Supervisionado Observação e Prática: Ensino Médio

LICENCIATURA EM MATEMÁTICA EaD

MANUAL DE ESTÁGIO Estágio Supervisionado Observação e Prática:

Ensino Médio

Carga horária: 100h

Curitiba-PR

2018

MANUAL DE ESTÁGIO Estágio Supervisionado Observação e Prática: Ensino Médio Carga horária: 100h Curitiba-PR 2018
CARTA AO ESTUDANTE “Quando se une a prática com a teoria tem -se a ação

CARTA AO ESTUDANTE

“Quando se une a prática com a teoria tem-se a ação criadora e modificadora da realidade”.

(Paulo Freire)

Prezado(a) estudante,

Parabéns! Você chegou a mais uma etapa de extrema relevância para sua vida profissional: o

Dispõe sobre o estágio de estudantes; altera a redação do art. 428 da Consolidação das Leis do Trabalho CLT, aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, e a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996; revoga as Leis nos 6.494, de 7 de dezembro de 1977, e 8.859, de 23 de março de 1994, o parágrafo único do art. 82 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, e o art. 6o da Medida Provisória no 2.164-41, de 24 de agosto de 2001; e dá outras providências.

e em apoio à Estratégia 15.8 do Plano Nacional de Educação PNE (Lei 13005/2014), a qual destaca

“Valorizar as práticas de ensino e os estágios nos cursos de formação de nível médio e superior dos profissionais da educação, visando ao trabalho sistemático de articulação entre a formação acadêmica e as demandas da educação básica”,

a Escola Superior de Educação do Centro Universitário UNINTER apresenta o manual com as

orientações para a realização do Estágio Supervisionado: Observação e Prática Ensino Médio

e para a elaboração do Relatório de Estágio Supervisionado.

Destaca-se que para a realização de tais atividades é imprescindível a leitura integral do

presente documento.

Bons estudos práticos!

Coordenação Curso Licenciatura em Matemática

Coordenação Núcleo de Pesquisa e Prática Pedagógica

práticos! Coordenação Curso Licenciatura em Matemática Coordenação Núcleo de Pesquisa e Prática Pedagógica
Sumário 1 APRESENTAÇÃO 4 2 OBJETIVOS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO – OBSERVAÇÃO E PRÁTICA: ENSINO MÉDIO

Sumário

1

APRESENTAÇÃO

4

2 OBJETIVOS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBSERVAÇÃO E PRÁTICA: ENSINO MÉDIO

5

3. METODOLOGIA EMPREGADA NA DISCIPLINA

5

4. POR QUE TODOS DEVEM REALIZAR O ESTÁGIO

6

5. ORGANIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBSERVAÇÂO E PRÁTICA:

ENSINO MÉDIO

6

5.

1. Organização inicial

6

5.2

Locais para a realização do estágio supervisionado

7

5.

3 Atividades a Serem Realizadas Durante o Estágio Supervisionado Observação e Prática:

 

Ensino Médio

7

6. ÉTICA/COMO PORTAR-SE DURANTE O ESTÁGIO SUPERVISIONADO

7

7. ROTEIRO PARA A ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

8

7.1

Capa e Folha de Rosto

9

7.2

Sumário

9

7.3

Introdução

9

7.4

Desenvolvimento

10

7.4.1

Identificação da Escola/Instituição Estagiada

10

7.4.2

Concepção Pedagógica da Escola/Instituição

10

7.4.3

Descrição e Análise Reflexiva das Atividades de Estágio Supervisionado

11

7.4.3.1 Caracterização estrutural

11

7.4.3.2 Caracterização dos profissionais que atuam na escola/instituição estagiada

11

7.4.3.3 Caracterização da turma estagiada

12

7.4.3.4 Perfil do Professor observado durante o Estágio Supervisionado

12

7.4.3.5 Descrição das aulas observadas/ministradas

12

7.4.3.6 Descrição das atividades de avaliação ministradas/observadas

13

7.4.4

Plano de Aula

13

ORIENTAÇÕES SOBRE A DOCUMENTAÇÃO DO RELATÓRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBSERVAÇÃO E PRÁTICA: ENSINO MÉDIO

8

17

8.1

Carta de Apresentação

18

8.2

Termo de Compromisso Obrigatório

19

8.3

FICHA DE FREQUÊNCIA E DE DESEMPENHO DE ESTÁGIO

19

8.3

Preenchimento da ficha de frequência do Estágio Supervisionado Observação e prática:

 

Ensino Médio

22

da ficha de frequência do Estágio Supervisionado – Observação e prática:   Ensino Médio 22
4 ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO – OBSERVAÇÃO E PRÁTICA: ENSINO MÉDIO E

4

ORIENTAÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBSERVAÇÃO E PRÁTICA:

ENSINO MÉDIO E PARA A ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

1 APRESENTAÇÃO

Etimologicamente, o vocábulo “estágio” origina-se do Latim medieval stagium, e significa

“residência, morada” 1 . O dicionário eletrônico Houaiss define estágio como “período de prática em

posto, serviço ou empresa para que um médico, um advogado etc. se habilite a exercer bem sua

profissão.

De acordo com a Lei 11.788/2008, Art. 1 o ,

Estágio é ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos que estejam frequentando o ensino regular em instituições de educação superior, de educação profissional, de ensino médio, da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos (Lei 11.788/2008, Art. 1 o ).

Pode-se também compreender o estágio como uma atividade de investigação, compreensão,

reflexão, análise, interpretação e intervenção na realidade, que enriquece e consolida a formação

profissional dos alunos.

O Estágio Supervisionado é um dos componentes curriculares obrigatórios para a obtenção do

diploma no curso de Licenciatura em Matemática, pois trata-se de um elemento relevante para a

formação inicial do Licenciado em Matemática ao aproximá-lo do contexto em que atuará futuramente.

Em nossa instituição o ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO está regulamentado pela

Resolução nº 50/2012 do CEPE, que determina que durante o curso, é necessário o aluno estabelecer

a relação da teoria com a prática para realizar sua formação docente. A atual Lei de Diretrizes e Bases

da Educação Nacional Lei nº 9394/96 determina essa exigência.

Durante o decorrer do curso, o estágio será realizado nos seguintes cenários:

I. Estágio Supervisionado: Observação e Prática Séries Finais do Ensino Fundamental

II. Estágio Supervisionado: Observação e Prática Ensino Médio

1 Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa

II. Estágio Supervisionado: Observação e Prática – Ensino Médio 1 Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa
5 III. Estágio Supervisionado: Observação e Prática – Diferentes Contextos. IV. Estágio Supervisionado:

5

III. Estágio Supervisionado: Observação e Prática Diferentes Contextos.

IV. Estágio Supervisionado: Observação e Prática Projetos.

Para a realização do Estágio Supervisionado: Observação e Prática Ensino Médio é imprescindível a leitura integral deste documento, que apresenta as orientações para a realização do Estágio Supervisionado e para a elaboração de seu relatório.

2 OBJETIVOS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBSERVAÇÃO E PRÁTICA: ENSINO MÉDIO

Investigar a realidade educacional do Ensino Médio por meio de levantamento de dados e

informações sobre a instituição de ensino concedente, inclusive sobre o contexto político e socioeconômico em que está inserida, a fim de se obter uma visão do conjunto das necessidades e problemas do campo de estágio e possibilidades de intervenção.

Analisar os objetivos e as finalidades do ensino de Matemática no Ensino Médio em diferentes tipos de instituições.

Refletir sobre abordagens metodológicas e recursos à aprendizagem para o ensino de Matemática

no Ensino Médio, à luz das orientações curriculares, bem como, da literatura da área de Educação Matemática.

Revisitar alguns conteúdos matemáticos desenvolvidos no Ensino Médio com o objetivo de

evidenciar e integrar conhecimentos da ciência de referência e conhecimentos pedagógicos, favorecendo a construção do conceito de transposição didática.

Analisar estratégias diversificadas de avaliação da aprendizagem Matemática no Ensino Médio,

considerando-a como uma componente orientadora do ato pedagógico.

Elaborar e executar intervenções diversificadas no campo de estágio.

Criar ambiente favorável à construção de identidade profissional do futuro educador, tendo em vista o contexto político e sociocultural em que a prática docente se desenvolve.

3. METODOLOGIA EMPREGADA NA DISCIPLINA

O trabalho a ser desenvolvido na disciplina de Estágio Curricular Supervisionado Observação e Prática: Ensino Médio, a que se refere este documento, deve contemplar um tratamento teórico-prático das questões escolhidas para estudo. Neste processo, o acadêmicoestagiário será constantemente instigado a refletir sobre situações de ensino que lhe dê oportunidade de, aos poucos, conhecer a realidade complexa do ambiente escolar do Ensino Médio em suas diferentes modalidades. Trata-se de buscar a integração dos conteúdos específicos da ciência de referência e da prática pedagógica.

Trata-se de buscar a integração dos conteúdos específicos da ciência de referência e da prática pedagógica.
6 Quanto às inserções no campo de estágio, desenvolver-se-ão em instituições que ofereçam o Ensino

6

Quanto às inserções no campo de estágio, desenvolver-se-ão em instituições que

ofereçam o Ensino Médio regular, conforme carga horária especificada neste documento.

4. POR QUE TODOS DEVEM REALIZAR O ESTÁGIO

Para poder aliar a teoria à prática, no que tange à sua formação profissional e pedagógica;

Porque a atual Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional Lei nº 9394/96 determina essa exigência.

Para os que já atuam na profissão e buscam aperfeiçoamento, certificação e/ou progressão na

carreira, o estágio significa: espaço de formação contínua; reflexão sobre a própria prática; análise de outras práticas a partir das teorias estudadas. Enfim, o estágio para quem já exerce a profissão de professor constitui a oportunidade de investigar, refletir e (re)construir os saberes docentes, em um processo de “formação contínua realimentada por uma teoria que ilumine a prática e uma prática que ressignifique a teoria” (Pimenta e Lima, 2004).

5. ORGANIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBSERVAÇÂO E

PRÁTICA: ENSINO MÉDIO

5. 1. Organização inicial

Ressaltamos que o estágio é uma atividade realizada individualmente. Entretanto, o relatório de estágio pode ser elaborado em grupo. É importante ressaltar que, caso se opte pela realização do relatório de estágio em grupo, o número máximo de participantes será de quatro estagiários. Uma vez definida essa questão, parte-se para a busca pelo local de estágio. Ao se pensar na elaboração do relatório estágio em grupo, alguns pontos precisam ser avaliados:

a. Todos os integrantes podem e têm acesso à instituição escolhida para o estágio?

b. Trabalhar em grupo pode ser um grande desafio. Portanto, a escolha dos colegas para compor uma equipe de estágio deve ser criteriosa. Somente a amizade não pode ser critério de escolha, é preciso considerar se os integrantes conseguirão trabalhar em equipe.

c. Mesmo que o relatório de estágio seja elaborado em grupo, a ficha de frequência é individual.

ATENÇÃO!!! MESMO EM GRUPO, A PARTICIPAÇÃO INDIVIDUAL DE CADA ALUNO É INDISPENSÁVEL NO PROCESSO.

é individual . ATENÇÃO!!! MESMO EM GRUPO, A PARTICIPAÇÃO INDIVIDUAL DE CADA ALUNO É INDISPENSÁVEL NO
7 5.2 Locais para a realização do estágio supervisionado A cada etapa da disciplina Estágio

7

5.2 Locais para a realização do estágio supervisionado

A cada etapa da disciplina Estágio Supervisionado Observação e Prática: Ensino Médio, o

aluno deverá ficar atento aos locais para sua realização.

A Uninter tem convênio com mais de 1500 instituições, procure o seu polo e/ou a coordenação

do curso para conhecer uma lista de locais nos quais poderá estagiar.

5. 3 Atividades a Serem Realizadas Durante o Estágio Supervisionado Observação e

Prática: Ensino Médio

Total da carga horária das atividades de estágio: 100h, distribuídas em:

40h em campo, sendo:

2 horas de atividades nas quais deverá, com apoio do docente do UNINTER (Polo),

entrar em contato com os profissionais da escola e agendar as seguintes atividades:

8 horas para entrevista e verificação de informações pertinentes ao estágio em documentos da escola estagiada (Projeto Pedagógico);

26 horas de inserção no campo de estágio com observação e participação nas aulas de Matemática no Ensino Médio: investigação, levantamento de dados, problematização e análise da realidade educacional no Ensino Médio; desenvolvimento de oficinas e/ou apoio pedagógico aos alunos.

4h para a aplicação do plano de aula elaborado pelo estagiário Direções de classe do 1º ao 3º ano do Ensino Médio (docência).

60h das demais atividades (videoaulas, rádios web, leituras, estudos, elaboração de plano de

aula, elaboração de relatório, etc.)

6. ÉTICA/COMO PORTAR-SE DURANTE O ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Sugere-se que o estagiário se atente aos seguintes pontos:

Respeitar as normas da instituição onde se realizará o estágio;

Ter comprometimento;

Comportar-se com discrição e ética profissional diante de fatos e situações observadas durante o estágio;

Cumprir o seu planejamento de estágio;

profissional diante de fatos e situações observadas durante o estágio;  Cumprir o seu planejamento de
8  Realizar as tarefas que lhe forem solicitadas pela escola/instituição com seriedade e responsabilidade;

8

Realizar as tarefas que lhe forem solicitadas pela escola/instituição com seriedade e

responsabilidade;

Entregar ao órgão competente todos os documentos que lhe forem solicitados, SEM RASURAS;

Manter uma postura ético-profissional no desenvolver do estágio, respeitando horários, assuntos

sigilosos da instituição de ensino e as normas por ela estabelecidas, bem como tratar de forma cortês os superiores, funcionários e clientes da mesma;

Abster-se de utilizar telefones celulares, internet, mensagens telefônicas etc. durante o estágio;

Vestir-se adequadamente, o uso de jaleco é aconselhável.

7. ROTEIRO PARA A ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

O relatório é um documento construído tendo como principal base a coleta dos dados da OBSERVAÇÃO e PRÁTICA.

A formulação do mesmo está contemplada na carga horária das demais atividades voltadas ao estágio

(60 horas). Para tal documento, você deverá respeitar as normas de formatação a seguir:

A formatação do texto a ser entregue é um critério bastante valioso na graduação. Seguir padrões e estruturas acadêmicas faz com que seu trabalho tenha um caráter acadêmico, fundamental para ser compreendido na área universitária.

No Brasil, seguimos a estrutura de textos indicada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas

Técnicas). Será a partir desta padronização que o orientador saberá se os seus trabalhos estão em conformidade com padrões à sua apresentação gráfica.

Assim, devem ser seguidas algumas recomendações referentes ao formato, margens e paginação (NBR 14724, p.2011).

O trabalho acadêmico deve ser em folha “A4”

Recomenda-se o uso de fonte tipo Arial, tamanho 12. Utilizar fontes e tamanhos correspondentes quando do uso de software livre. Com relação às margens, a folha deve apresentar margem de 3cm

à esquerda, 2cm à direita, 3cm na parte superior e 2cm na parte inferior.

O texto deve ser digitado com espaço 1,5.

Os parágrafos devem iniciar a 1,25cm a partir da margem esquerda (ou um TAB do computador).

Os títulos das seções devem ser separados do texto que os precede ou que os sucede por uma entrelinha dupla (um espaço duplo ou dois espaços simples).

Todas as páginas após a folha de rosto e o sumário devem ser numeradas, a partir do número 3 (as páginas referentes à folha de rosto e ao sumário são contatas, porém não numeradas)

a partir do número 3 (as páginas referentes à folha de rosto e ao sumário são
9 ATENÇÃO!!! Seu RELATÓRIO OU MEMORIAL deverá ser postado PREFERENCIALMENTE no formato Word, (extensão .doc

9

ATENÇÃO!!! Seu RELATÓRIO OU MEMORIAL deverá ser postado PREFERENCIALMENTE no formato Word, (extensão .doc ou .docx). No caso de utilizar um software livre, salvar o arquivo no formato RTF. Postagem em outros formatos podem inviabilizar a correção.

ATENÇÃO!!!

Em todo o corpo do texto do memorial, você poderá incluir fotos para ilustrar o que está sendo descrito. Entrentato, os rostos dos alunos não podem aparecer nas fotos. Podem ser fotos da sala de aula ou dos alunos de costas, das atividades ou dos trabalhos desenvolvidos. OBS.: Recomenda-se que o tamanho dos arquivos não exceda 10MB.

Prezado aluno, o seu relatório deverá conter todos os itens apresentados abaixo:

7.1 Capa e Folha de Rosto (modelo no final deste documento)

7.2 Sumário

7.3 Introdução (o título INTRODUÇÃO não pode ser substituído) - A Introdução deve ter no

mínimo, 1 (uma) página e, no máximo, 2 (duas) páginas e deve ser construído em texto

discursivo.

Faça uma breve apresentação do Relatório de Estágio Supervisionado Observação e Prática:

Ensino Médio (inicie essa apresentação explicando como se constitui uma atividade de Estágio

Supervisionado, registrando as suas especificidades de forma sucinta, porém esclarecedora).

Complemente essa apresentação contextualizando o Estágio que foi realizado (quando, onde e por

quem foi realizado);

Indique os objetivos do Estágio Supervisionado Observação e Prática: Ensino Médio (esses

objetivos encontram-se no Plano de Ensino) e os objetivos do presente relatório;

Justifique a importância do Estágio Supervisionado Observação e Prática: Ensino Médio para a

formação profissional do acadêmico em Licenciatura em Matemática;

Descreva a metodologia adotada durante a realização do Estágio Supervisionado Observação e

Prática: Ensino Médio;

Apresente sucintamente os itens que serão trabalhados no Relatório. (Nesta parte apresentam-se

as partes que constituem o texto do relatório.

os itens que serão trabalhados no Relatório. (Nesta parte apresentam-se as partes que constituem o texto
10 7.4 Desenvolvimento – ( o título DESENVOLVIMENTO deve ser substituído por outro que representa

10

7.4 Desenvolvimento (o título DESENVOLVIMENTO deve ser substituído por outro que

representa o trabalho realizado como, por exemplo: A ESCOLA/INSTITUIÇÃO ESTAGIADA) O item desenvolvimento deve ter, no mínimo 5 (cinco) páginas e, no máximo, 10 (dez) páginas (incluindo o plano de aula) e deve ser construído em linguagem discursiva.

7.4.1 Identificação da Escola/Instituição Estagiada (em texto discursivo) - Esse item deve

ter, no máximo, 15 linhas e deve ser construído em linguagem discursiva.

Localização da escola/instituição (rua, número, bairro, CEP, cidade, estado, telefone, site, e-mail);

Horário de funcionamento;

Níveis/etapas e/ou modalidade de atendimento (educação infantil, anos iniciais do ensino fundamental, ensino fundamental II modalidade normal, Ensino Médio, educação profissional);

Número de alunos(as) da escola/instituição;

Número de alunos(as) em processo de inclusão na escola/instituição;

Período de realização do estágio.

EXEMPLO de relatório fazendo uso de linguagem discursiva:

O

Estágio Supervisionado Observação e Prática: Ensino Médio foi realizado na Escola

 

,

situada à rua

,

número

,

no bairro

,

CEP

,

localizada na

cidade de

,

no estado

O contato com a escola pode ser realizado através do telefone (

)

e do e-mail

A escola oferta atendimento no ensino fundamental II e no ensino médio no período matutino,

vespertino e noturno.

A

instituição atende um total de

alunos, desse total

são alunos em processo de

inclusão.

O

estágio foi realizado no período de

de

de

a

de

de

no

período

, sendo observada a turma de

(aqui apontar quais turmas/ etapas / modalidades).

7.4.2 Concepção Pedagógica da Escola/Instituição (em linguagem discursiva) - Esse item

deve ter, no mínimo 1 (uma) página e, no máximo 3 (três) páginas, e deve ser construído em linguagem discursiva.

Por meio de consulta ao Projeto Pedagógico da escola/instituição ou de entrevista com o pedagogo, ou profissional responsável, identificar a concepção do ensino de matemática

ou de entrevista com o pedagogo, ou profissional responsável, identificar a concepção do ensino de matemática
11 adotado pela escola. Verifique se no Projeto Pedagógico da Escola existem reflexões sobre as

11

adotado pela escola. Verifique se no Projeto Pedagógico da Escola existem reflexões sobre as orientações metodológicas para o ensino de Matemática no Ensino Médio presentes nas diretrizes curriculares nacionais (DCNEM) e estaduais (DCE) e na literatura de Educação Matemática, com ênfase nos seguintes recursos: Resolução de Problemas; Modelagem Matemática; Etnomatemática; Uso de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC);Uso de jogos e materiais manipulativos; Investigação nas aulas de Matemática; Recurso à História da Matemática. Por meio de entrevista com o professor observado durante o Estágio Supervisionado, identifique a concepção de ensino que ele adota. Analise as tendências metodológicas para o ensino de Matemática utilizadas, efetivamente, na sala de aula e o estabelecimento de relações com as orientações dos documentos oficiais.

7.4.3 Descrição e Análise Reflexiva das Atividades de Estágio Supervisionado (em

linguagem discursiva) Um dos problemas encontrados por observadores de sala de aula, experientes ou não, é decidir o que seria o foco da atenção. Contudo, os principais constituintes a serem observados na sala de aula são: professores, aluno, espaço físico, materiais, conteúdo administrado pelo professor (a) responsável pela turma estagiada; e metodologia empregada nas aulas.

7.4.3.1 Caracterização estrutural (descrição do local):

Você deverá redigir um texto discursivo descrevendo:

O local tinha um tamanho adequado ao número de alunos? (Considerar o número total de alunos do projeto e o da turma observada)

Quais eram as principais características local? (Principais aspectos a serem considerados:

condições estruturais do prédio, iluminação, ventilação, limpeza, decoração, recursos tecnológicos, distribuição dos alunos, conservação e disposição dos móveis, acústica, climatização).

Que outros aspectos relevantes foram observados quanto à caracterização dos espaços da

escola/instituição do Estágio Supervisionado? (Considerar o número total de alunos do projeto e o da turma observada)

7.4.3.2 Caracterização dos profissionais que atuam na escola/instituição estagiada:

Você deverá redigir um texto discursivo descrevendo:

a formação dos profissionais que atuam no Ensino Médio;

a experiência profissional dos mesmos;

descrevendo:  a formação dos profissionais que atuam no Ensino Médio;  a experiência profissional dos
12  como é a atitude dos mesmos perante os alunos; (Exemplos de aspectos a

12

como é a atitude dos mesmos perante os alunos; (Exemplos de aspectos a serem considerados:

acessibilidade, gentileza, preocupação com o bem-estar, abertura para troca de experiências, atitudes de estímulo à participação, disposição para solução das dúvidas dos alunos, atitude em relação à interação, tratamento igualitário a todos os alunos da turma, estímulo a projeções críticas do aluno referentemente ao conteúdo dado);

as perspectivas dos profissionais sobre o ensino de matemática na sociedade brasileira.

7.4.3.3 Caracterização da turma estagiada:

Você deverá redigir um texto discursivo descrevendo:

o número total de alunos;

o número de alunos do sexo masculino e do sexo feminino;

a atitude dos alunos em relação ao projeto (principais aspectos a serem considerados: interesse, atenção, disciplina);

como é a comunicação dos alunos entre si e com os profissionais;

o perfil socioeconômico dos alunos;

as perspectivas dos mesmos sobre o ensino de matemática.

7.4.3.4 Perfil do Professor observado durante o Estágio Supervisionado

Você deverá redigir um texto discursivo descrevendo:

a formação do professor da turma que o estágio supervisionado foi realizado;

a experiência profissional do professor observado durante o estágio supervisionado;

a atitude do professor em relação à turma; (Exemplos de aspectos a serem considerados:

acessibilidade, gentileza, preocupação com o bem-estar dos alunos, abertura para troca de experiências, atitudes de estímulo à participação dos alunos, disposição para solução das dúvidas dos alunos, atitude em relação à interação entre alunos, tratamento igualitário a todos os alunos da turma);

Se existir algum aluno com necessidades especiais incluso na turma, como é a atitude do professor em relação ao seu atendimento? (Dê exemplos).

7.4.3.5 Descrição das aulas observadas/ministradas

Descreva sinteticamente e de forma cronologicamente organizada, as aulas observadas/ministradas durante o período de Estágio Supervisionado;

Quais os princípios e critérios para a seleção e organização dos conteúdos matemáticos a serem desenvolvidos no Ensino Médio?

e critérios para a seleção e organização dos conteúdos matemáticos a serem desenvolvidos no Ensino Médio?
13  Qual a forma de organização dos planos de aula; há ênfase na conceituação

13

Qual a forma de organização dos planos de aula; há ênfase na conceituação e elaboração de

sequências didáticas?

O professor demonstra por meio de seus encaminhamentos e atitudes, reflexão sobre a importância

da contribuição, para o processo de ensino-aprendizagem de Matemática, da elaboração e expressão da síntese do conhecimento exposta pelo aluno, com ênfase às diferentes representações possíveis.

Qual a forma predominante? Exemplos de formas de exposição de conteúdo: exposição unilateral,

exposição dialogada, utilização de recursos audiovisuais, exposição indireta por meio de recursos lúdicos, exposição direta por meio de recursos lúdicos etc.;

Existe algum aluno que apresenta deficiência, altas habilidades/superdotação ou transtornos globais do desenvolvimento na turma? Como o processo inclusivo está ocorrendo por parte dos professores? Relate o caso.

7.4.3.6 Descrição das atividades de avaliação ministradas/observadas:

Atenção: Se nenhuma atividade de avaliação foi realizada/observada durante o período de Estágio Supervisionado, exclua este item.

É possível perceber, de alguma forma, um processo de discussão e formulação de propostas e

instrumentos de avaliação direcionados ao Ensino Médio, tendo em vista a avaliação como componente

norteadora das ações pedagógicas.

Quantas atividades de avaliação foram realizadas/observadas durante o período de Estágio Supervisionado?

7.4.4 Plano de Aula

Orientações para a elaboração do Plano de Aula Supervisionado Observação e Prática:

Ensino Médio

O Plano de Aula para o Estágio Supervisionado Observação e Prática: Ensino Médio (frisando que estes caracterizam-se por ter tempo de duração início e fim definidos). Para tanto, devem-se observar os itens que compõem o Roteiro do Plano de Aula Estágio Supervisionado Observação e Prática: Ensino Médio, a seguir:

MODELO DE PLANO DE AULA

1)

IDENTIFICAÇÃO

a) Estagiário(a):

b) Escola/instituição:

Ensino Médio, a seguir: MODELO DE PLANO DE AULA 1) IDENTIFICAÇÃO a) Estagiário(a): b) Escola/instituição:
14 c) Disciplina/curso: d) Turma: e) Sala: f) Prof. Regente: g) Horário da aula: 2)

14

c) Disciplina/curso:

d) Turma:

e) Sala:

f) Prof. Regente:

g) Horário da aula:

2) CONTEÚDO:

Indicar o conteúdo abordado na aula planejada pelo estagiário. Ex.: sistema métrico

3) OBJETIVOS

Indicar, no mínimo 2 (dois) e, no máximo, 5 (cinco) objetivos do plano de aula. Os objetivos devem apresentar, de maneira breve e clara, o que se pretende atingir/conseguir por meio das ações que serão propostas. Inicie com um verbo no infinitivo. Ex.:

a)

Identificar a importância da padronização de um sistema de medidas

b)

Entender a importância do sistema métrico para o seu dia a dia;

c)

Utilizar-se do sistema métrico na resolução de situações-problema.

4)

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA DO CONTEÚDO TRABALHADO E METODOLOGIA DE ENSINO ADOTADA.

Nesse item, apresente a fundamentação teórica do conteúdo indicado. Contudo, é preciso lembrar que nesta parte haverá duas bases teóricas a serem apresentadas.

A primeira se referirá ao conteúdo dado. Por exemplo, caso se trabalhe com o sistema métrico, é

preciso apresentar subsídios de autores que tratem do assunto, para descrever suas

especificidades.

A segunda abordagem teórica deverá referir-se à metodologia de ensino adotada para o ensino do

assunto proposto. Por exemplo, pode-se utilizar a resolução de problemas como recurso à aprendizagem. Será preciso então, apresentar os autores da ideia e de que maneira ela será utilizada em aula.

5) DESENVOLVIMENTO DA AULA (introdução, desenvolvimento, avaliação e encerramento da au na forma de texto detalhado).

DA AULA (introdução, desenvolvimento, avaliação e encerramento da au – na forma de texto detalhado).
15 Neste item você deve apresentar uma relação de ações, atividades e/ou exercícios que devem

15

Neste item você deve apresentar uma relação de ações, atividades e/ou exercícios que devem

ser desenvolvidos para atingir os objetivos propostos. Selecionar, no mínimo 3 (três) e, no máximo,

6 (seis) proposições. A aplicação da proposta apresentada deve ser explicada detalhadamente. É,

enfim, uma descrição de cada parte da aula a ser dada.

6)

RECURSOS

Procure indicar os recursos materiais e físicos necessários para o bom desenvolvimento da

aula.

E

7) REFERÊNCIAS

São as fontes utilizadas para a pesquisa e o embasamento teórico do Plano de Aula.

Ex.:

BARBOSA, A. M. (Org.) Inquietações e mudanças no Ensino da Arte. São Paulo: Cortez, 2003.

ILVA, Mônica Caetano Vieira da; URBANETZ, Sandra Terezinha. O estágio no curso de Pedagogia. Curitiba: Ibpex, 2009.

LAGO, Samuel Ramos (ed.) PCNs da leitura à prática. Campina Grande do Sul: Lago. 1998

8) APÊNDICES

Texto ou documento elaborado pelo autor do relatório, cujo objetivo é complementar o texto

apresentado. Nesse item, devem constar as atividades e os documentos que foram utilizados

durante a realização do estágio. Como exemplo de apêndices, podem-se citar os exercícios

elaborados pelo estagiário e que deverão ou deveriam ser aplicados em sala, assim como slides

(quando forem utilizados e elaborados pelo estagiário); cartazes; etc.

9) ANEXOS

Texto ou documento não elaborado pelo autor do relatório, com o objetivo de fundamentar,

comprovar ou ilustrar. Os anexos devem apresentar/conter os documentos produzidos pela

instituição estagiada e indicados/ mencionados no corpo do Plano de Aula como Projeto Pedagógico

da Escola/instituição. Como exemplo de anexos podem-se citar os exercícios feitos pelo professor

responsável pela turma, e que você tenha solicitado para apresentar no relatório, como exemplo da

forma de trabalho do professor; ou ainda os textos que o professor responsável pela turma tenha

levado para sala, convites de atividades realizadas pela escola/instituição, etc.

Obs.: Procure não incluir fotos ou imagens escaneadas, pois tornará seu arquivo “pesado”,

etc. Obs.: Procure não incluir fotos ou imagens esca neadas, pois tornará seu arquivo “pesado”,
16 dificultando, assim, a postagem do arquivo do relatório no AVA. Cada arquivo poderá conter

16

dificultando, assim, a postagem do arquivo do relatório no AVA. Cada arquivo poderá conter até 3

(três) MB.

-------------------------------- (Aqui se encerra o DESENVOLVIMENTO) --------------------------------

7.5 Considerações Finais - (o título CONSIDERAÇÕES FINAIS não pode ser alterado) - Esse item

deve ter, no mínimo, 1 (uma) página e, no máximo, 2 (duas) páginas e deve ser construído em

texto discursivo.

Apresente uma síntese de suas principais observações e/ou intervenções realizadas durante o

Estágio Supervisionado Observação e Prática: Ensino Médio.

Enfatize as ações significativas (positivas) vivenciadas na escola/instituição.

Realize uma reflexão a respeito das contradições decorrentes das condições concretas de

trabalho e da atuação do professor em relação ao referencial teórico que você acessou durante

o desenvolvimento do Estágio (este referencial teórico deve ser pesquisado por você).

Construa uma explanação sobre a contribuição do Estágio Supervisionado Observação e

Prática: Ensino Médio para a sua formação profissional e sobre de que maneira o estágio pode

aproximá-lo da realidade do cotidiano escolar.

7.6 Referências

Apresentar, em ordem alfabética e de acordo com a formatação estabelecida pelas Normas

Acadêmicas do Centro Universitário Internacional UNINTER, as referências utilizadas na produção

escrita deste Relatório. Obs.: Listar apenas as referências que foram citadas no corpo do texto do

Relatório. Na lista de referências podem ser relacionados: livros, sites, textos publicados na internet,

revistas, jornais, documentos internos da instituição pesquisada, entre outros tipos de publicações.

Exemplos de referências:

Revista:

LARROSA, J. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista brasileira de educação,

Espanha n. 19, p. 20-28, Jan/Fev/Mar/Abr. 2002b.

Livro:

AMARILHA, Marly. Alice que não foi ao país das maravilhas: a leitura crítica na sala de aula. Petrópolis, RJ: Vozes, 2006.

ILVA, Mônica Caetano Vieira da; URBANETZ, Sandra Terezinha. O estágio no curso de Pedagogia. Curitiba: Ibpex, 2009.

ILVA, Mônica Caetano Vieira da; URBANETZ, Sandra Terezinha. O estágio no curso de Pedagogia . Curitiba:
17 LAGO, Samuel Ramos (ed.) PCNs da leitura à prática . Campina Grande do Sul:

17

LAGO, Samuel Ramos (ed.) PCNs da leitura à prática. Campina Grande do Sul: Lago, 1998.

SOARES, Magda. Letramento: um tema de Três Gêneros 2ª ed., Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

Texto retirados da internet:

ANDRADE, C. D. A palavra mágica. Disponível em:

<http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/carlos-drumond/a-palavra-magica.php> . Acesso em: 15 de abril de 2013.

7.7 Apêndices

Texto ou documento elaborado pelo autor do relatório, cujo objetivo é complementar o texto

apresentado. Nesse item, devem constar as atividades e os documentos que foram utilizados durante

a realização do estágio. Como exemplo de apêndices, podem-se citar os exercícios elaborados pelo

estagiário e que deverão ou deveriam ser aplicados em sala; os desenhos ou planilhas organizadas

pelo estagiário, assim como slides (quando forem utilizados e elaborados pelo estagiário); cartazes;

etc.

7.8

Anexos

Neste item, você deverá digitalizar o documento “ficha de frequência e ficha de avaliação de

desempenho de estágio supervisionado (a ser preenchida pelo professor-supervisor de

campo)” e postar junto com o relatório. Este documento (ficha de frequência e de

desempenho) original deve ficar com você, para o caso de ser necessário alguma

comprovação.

Para os alunos que realizaram o relatório de estágio em equipe, acrescentar todas as fichas de

frequência em ordem alfabética.

8 ORIENTAÇÕES SOBRE A DOCUMENTAÇÃO DO RELATÓRIO ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBSERVAÇÃO E PRÁTICA: ENSINO MÉDIO (SEM RASURAS)

Os procedimentos realizados pelos alunos durante o Estágio Supervisionado deverão ser

documentados. Seguem abaixo os documentos obrigatórios, os quais estão disponíveis na

disciplina de estágio - AVA:

documentados. Seguem abaixo os documentos obrigatórios, os quais estão disponíveis na disciplina de estágio - AVA
18 8.1 Carta de Apresentação Você deverá formalizar sua apresentação na escola/instituição selecionada a partir

18

8.1 Carta de Apresentação Você deverá formalizar sua apresentação na escola/instituição selecionada a partir da apresentação de uma Carta de Apresentação, a qual está disponível ao final deste manual e no Roteiro de Estudos da disciplina Estágio Supervisionado.

no Roteiro de Estudos da disciplina Estágio Supervisionado. (Imagem apenas ilustrativa – Exemplo - O modelo

(Imagem apenas ilustrativa Exemplo - O modelo de ficha está nos anexos deste documento)

Estágio Supervisionado. (Imagem apenas ilustrativa – Exemplo - O modelo de ficha está nos anexos deste
19 8.2 Termo de Compromisso Obrigatório Este documento deve ser assinado antes do início do

19

8.2 Termo de Compromisso Obrigatório

Este documento deve ser assinado antes do início do estágio pelo profissional responsável pela instituição em que será realizado. O modelo do Termo de Compromisso Obrigatório está disponível ao final deste documento. O documento para preenchimento e impressão você encontra também em Orientação de Estudo. Esse documento preenchido deverá ser postado no AVA no link Trabalhos- Termo de Compromisso. Após postado, se o termo de compromisso estiver com as informações corretas, será validado no próprio AVA pela Central de Estágio. Imprima duas cópias do termo validado: uma cópia é sua e a outra cópia deve ser entregue na instituição de estágio.

outra cópia deve ser entregue na instituição de estágio. (Imagem apenas ilustrativa – Exemplo - O

(Imagem apenas ilustrativa Exemplo - O do termo de compromisso obrigatório está nos anexos deste documento)

8.3 FICHA DE FREQUÊNCIA E DE DESEMPENHO DE ESTÁGIO

ATENÇÃO: O preenchimento da ficha de frequência deve ser manuscrito. Você deverá preencher este documento, que corresponde às atividades desenvolvidas na disciplina Estágio Supervisionado, registrando a carga horária. Atenção:

corresponde às atividades desenvolvidas na disciplina Estágio Supervisionado, registrando a carga horária. Atenção:
20 a) As atividades desenvolvidas na instituição estagiada deverão ser assinadas pelo profissional responsável pela

20

a) As atividades desenvolvidas na instituição estagiada deverão ser assinadas pelo

profissional responsável pela instituição. Lembre-se de pegar o carimbo da escola/instituição, a numeração do CNPJ ou do

Código de Registro da escola/instituição no INEP, ou ainda o número do decreto de designação do diretor. Se o CNPJ não constar no carimbo você deverá acrescentar o número à caneta.

b) As atividades como teleaulas (gravadas), estudos, planejamento e elaboração de material para a realização do estágio, bem como a elaboração do Relatório de Estágio devem ser assinadas pelo tutor ou coordenador do Polo.

c) A parte referente ao desempenho no estágio, deve ser preenchida pelo professor supervisor de campo (professor da sala de aula em que estagiou).

no estágio, deve ser preenchida pelo professor supervisor de campo (professor da sala de aula em
21 (Imagem apenas ilustrativa – Exemplo - O modelo de ficha está nos anexos deste

21

21 (Imagem apenas ilustrativa – Exemplo - O modelo de ficha está nos anexos deste documento)
21 (Imagem apenas ilustrativa – Exemplo - O modelo de ficha está nos anexos deste documento)

(Imagem apenas ilustrativa Exemplo - O modelo de ficha está nos anexos deste documento)

21 (Imagem apenas ilustrativa – Exemplo - O modelo de ficha está nos anexos deste documento)
22 8.3 Preenchimento da ficha de frequência do Estágio Supervisionado – Observação e prática: Ensino

22

8.3 Preenchimento da ficha de frequência do Estágio Supervisionado Observação e prática: Ensino Médio

SUGESTÃO PARA A DISTRIBUIÇÃO DA CARGA HORÁRIA DAS ATIVIDADES DE ESTÁGIO UTILIZAR FICHA DISPONÍVEL EM MATERIAIS COMPLEMENTARES NA PÁGINA DA DISCIPLINA

DATA

HORAS

ATIVIDADES DE ESTÁGIO

LOCAL

QUEM ASSINA

QUEM

ASSINA

--/--/201

1h

Teleaula 1

Telessala do Polo de Apoio Presencial ou local a critério

Coordenador ou tutor do polo.

Aluno(a)

--/--/201

5h

Leitura do Manual de Estágio

Telessala do Polo de Apoio Presencial ou local a critério

Coordenador ou tutor do polo

Aluno(a)

--/--/201

2h

Estudo em equipe e/ou individual para a realização do planejamento das atividades de estágio

Telessala do Polo de Apoio Presencial ou local a critério

Coordenador ou tutor do polo

Aluno(a)

--/--/201

2h

Localização do espaço e solicitação para realizar o estágio

Instituição

Pedagogo(a) ou

Aluno(a)

escolar

diretor(a)

--/--/201

1h

Rádio web

Telessala do Polo de Apoio Presencial ou local a critério

Coordenador ou tutor do polo

Aluno(a)

--/--/201

5h

Estudo em equipe e/ou individual para a realização do planejamento das atividades de estágio

Local a critério do aluno

Coordenador do polo ou tutor do polo

Aluno(a)

--/--/201

5h

Estudo em equipe e/ou individual para a realização do planejamento das atividades de estágio

Telessala do Polo de Apoio Presencial ou local a critério

Coordenador do polo ou tutor do polo

Aluno(a)

 

4h

Docência ou Observação participativa na turma estagiada*

Instituição

Pedagogo(a) ou

Aluno(a)

--/--/201

escolar

diretor(a)

--/--/201

4h

Docência ou Observação participativa na turma estagiada*

Telessala do Polo de Apoio Presencial ou local a critério

Pedagogo(a) ou

Aluno(a)

diretor(a)

 

3h

Atividades supervisionadas (leituras)

Instituição

Coordenador ou tutor do polo

Aluno(a)

--/--/201

escolar

 

4h

Docência ou Observação participativa na turma estagiada*

Instituição

Pedagogo(a) ou

Aluno(a)

--/--/201

escolar

diretor(a)

--/--/201

4h

Docência ou Observação participativa na turma estagiada*

Local a critério do aluno

Pedagogo(a) ou

Aluno(a)

diretor(a)

--/--/201

4h

Docência ou Observação participativa na turma estagiada*

Telessala do Polo de Apoio Presencial ou

Pedagogo(a) ou

Aluno(a)

diretor(a)

participativa na turma estagiada* Telessala do Polo de Apoio Presencial ou Pedagogo(a) ou Aluno(a) diretor(a)
23       local a critério       3h Atividades supervisionadas (leituras)

23

     

local a critério

   
 

3h

Atividades supervisionadas (leituras)

Instituição

Coordenador do polo ou tutor do polo

Aluno(a)

--/--/201

escolar

--/--/201

3h

Atividades supervisionadas (discussões)

Local a critério do aluno

Coordenador do polo ou tutor do polo

Aluno(a)

--/--/201

1h

Rádio web

Local a critério do aluno

Coordenador do polo ou tutor do polo

Aluno(a)

--/--/201

4h

Docência ou Observação participativa na turma estagiada*

Instituição

Pedagogo(a) ou

Aluno(a)

escolar

diretor(a)

--/--/201

3h

Atividades supervisionadas (leitura)

Local a critério do aluno

Coordenador do polo ou tutor do polo

Aluno(a)

--/--/201

5h

Elaboração do Plano de aula

Local a critério do aluno

Coordenador do polo ou tutor do polo

 

--/--/201

1h

Rádio web

Local a critério do aluno

Coordenador do polo ou tutor do polo

Aluno(a)

--/--/201

2h

Docência ou Observação participativa na turma estagiada*

Instituição

Pedagogo(a) ou

Aluno(a)

escolar

diretor(a)

--/--/201

1h

Chat

Local a critério do aluno

Coordenador do polo ou tutor do polo

Aluno(a)

--/--/201

2h

Docência ou Observação participativa na turma estagiada*

Instituição

Pedagogo(a) ou

Aluno(a)

escolar

diretor(a)

 

4h

Entrevista e verificação de informações pertinentes ao estágio em documentos da escola/instituição estagiada (Projeto Pedagógico)

Instituição

Pedagogo(a) ou

Aluno(a)

--/--/201

escolar

diretor(a)

--/--/201

4h

Entrevista e verificação de informações pertinentes ao estágio em documentos da escola/instituição estagiada (Projeto Pedagógico)

Instituição

Pedagogo(a) ou

 

escolar

diretor(a)

--/--/201

1h

Teleaula 2

Telessala do Polo de Apoio Presencial ou local a critério

Coordenador do polo ou tutor do polo

 

--/--/201

5h

Elaboração do Relatório de Estágio

Local a critério do aluno

Coordenador do polo ou tutor do polo

 

--/--/201

5h

Elaboração do Relatório de Estágio

Local a critério do aluno

Coordenador do polo ou tutor do polo

 

--/--/201

5h

Elaboração do Relatório de Estágio

Local a critério do aluno

Coordenador do polo ou tutor do polo

 

TOTAL

100h

       

*Docência ou Observação participativa na turma estagiada deve ser preenchida de acordo com a realidade de cada aluno, devendo repetir tal informação na ficha quantas vezes sejam necessárias para cumprimento da carga horária realizada. ATENÇÃO: O preenchimento da ficha de frequência deve ser manuscrito.

para cumprimento da carga horária realizada. ATENÇÃO: O preenchimento da ficha de frequência deve ser manuscrito
24 Ratificando: passos a serem seguidos 1º) Com uma cópia dos documentos em mãos (carta

24

Ratificando: passos a serem seguidos 1º) Com uma cópia dos documentos em mãos (carta de apresentação, termo de compromisso e ficha de frequência e desempenho de estágio), você vai procurar uma escola/instituição que oferte ensino fundamental anos finais (pública ou particular), na qual seu estágio possa ser realizado. 2º) Agende uma conversa com a diretora ou pedagoga e explique o objetivo do estágio. Preencha o termo de compromisso, colete as assinaturas necessárias e poste no AVA no link Trabalhos-Termo de Compromisso. O termo será validado pela Central de Estágio, no próprio AVA. Imprima sua cópia e a cópia para entregar na instituição de estágio. 3º) Ao ser apresentado(a) ao professor(a) com quem você fará o estágio, reapresente os objetivos do estágio e verifique a possibilidade de realizar a docência. 4º) Apresente o cronograma de visitas e cumpra o previsto. 5º) Não deixe de assinar a ficha de frequência a cada dia e de pedir a assinatura para a pessoa designada a fazê-lo.

Atenção!!! Consulte o cronograma do curso para verificação da data limite para a postagem do

Relatório do Estágio Supervisionado Observação e Prática: Ensino Médio

da data limite para a postagem do Relatório do Estágio Supervisionado – Observação e Prática: Ensino
25 MODELO DO TERMO DE COMPROMISSO O documento para impressão e preenchimento está disponível no

25

MODELO DO TERMO DE COMPROMISSO

25 MODELO DO TERMO DE COMPROMISSO O documento para impressão e preenchimento está disponível no AVA.

O documento para impressão e preenchimento está disponível no AVA. Clique em “Perfil” e selecione “Orientação de Estudo” desta disciplina.

está disponível no AVA. Clique em “Perfil” e selecione “ Orientação de Estudo” desta disciplina.
CARTA DE APRESENTAÇÃO (Nome da cidade, dia, mês e ano) 26 Ilmo(a) Senhor(a), (Atenção: se

CARTA DE APRESENTAÇÃO

(Nome da cidade, dia, mês e ano)

26

Ilmo(a) Senhor(a), (Atenção: se a pessoa a quem a carta for dirigida, for do sexo feminino, elimine os

parênteses e deixe Ilmª Srª: - )

Na condição de Coordenador do Curso de Licenciatura em Matemática EaD - Escola

Superior de Educação - Centro Universitário Internacional UNINTER, formalizo a apresentação do(a)

aluno(a) regularmente matriculado(a) no curso de Licenciatura em Matemática a distância desta

Instituição

de

Ensino

Superior

 

(nome

do estagiário),

com registro acadêmico nº

(RU).

Em nome dos alunos e da Diretoria Acadêmica do Centro Universitário Internacional UNINTER,

agradeço a inestimável colaboração a ser prestada por Vossa Senhoria aos nossos alunos e alunas.

ser prestada por Vossa Senhoria aos nossos alunos e alunas. Professor Mestre Paulo Martinelli Coordenador do

Professor Mestre Paulo Martinelli Coordenador do Curso de Licenciatura em Matemática - EaD Escola Superior de Educação UNINTER

Mestre Paulo Martinelli Coordenador do Curso de Licenciatura em Matemática - EaD Escola Superior de Educação
27 ESTÁGIO SUPERVISIONADO - OBSERVAÇÃO E PRÁTICA: ENSINO MÉDIO - 100 HORAS – Utilizar modelo

27

ESTÁGIO SUPERVISIONADO - OBSERVAÇÃO E PRÁTICA: ENSINO MÉDIO - 100 HORAS

Utilizar modelo disponível em MATERIAIS COMPLEMENTARES na página da disciplina no AVA NÃO deve ser usada impressão frente e verso. Imprimir o número de páginas necessárias para preencher as 100h. Todas as páginas precisam de assinatura do tutor, diretor e carimbo da escola/instituição.

Nome do aluno: RU: Polo de Apoio Presencial: Curso Licenciatura em Matemática Tutor Presencial: Instituição
Nome do aluno:
RU:
Polo de Apoio Presencial:
Curso Licenciatura em Matemática
Tutor Presencial:
Instituição estagiada:
Diretor/Pedagogo:
Esta Ficha de Frequência deve ser manuscrita, obedecendo à ordem cronológica e sem rasuras.
Em cada registro deverá conter a assinatura do aluno e do responsável pela atividade.
O
Tutor é responsável pela assinatura das atividades fora do campo do estágio e cabe ao tutor também
assinar e no final desta ficha.
Ao Professor, Pedagogo ou Diretor da escola/instituição cabe assinar as atividades realizadas no campo de
estágio e ao final desta ficha.²
É
necessário o carimbo da escola/instituição com o código de cadastro no INEP ou CNPJ ou, ainda, Portaria
de Designação do Diretor da escola/instituição onde foi realizado o estágio.
ASSINATURA DO
DATA / HORÁRIO
ANO
ASSINATUR
TUTOR PRESENCIAL¹
TOTAL
ATIVIDADE REALIZADA
OU PEDAGOGO DA
A DO
DIA
MÊS
ENTRADA
SAÍDA
HORAS
INSTITUIÇÃO
ALUNO
DIA
PESQUISADA²
ASSINATURA DO TUTOR
PRESENCIAL
ASSINATURA DO PEDAGOGO
DIRETOR
CARIMBO DA INSTITUIÇÃO ESCOLAR
CNPJ, OU CÓDIGO DO INEP, OU PORTARIA DE DESIGNAÇÃO DO DIRETOR
28

28

28
Modelo de capa
Modelo de capa

CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL UNINTER

NOME DO ALUNO, RU, TURMA

ESTÁGIO SUPERVISIONADO OBSERVAÇÃO E PRÁTICA: ENSINO MÉDIO

CURITIBA

2018

29

Modelo de Folha de Rosto

CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL UNINTER

NOME DO ALUNO, RU, TURMA RELATÓRIO DE ESTÁGIO

de Estágio

Supervisionado Observação e Prática: Ensino Médio do Centro Universitário Internacional UNINTER.

Relatório

CURITIBA

2018

– Observação e Prática: Ensino Médio do Centro Universitário Internacional UNINTER. Relatório CURITIBA 2018