Sei sulla pagina 1di 33

CADERNO pE QU,ESTàES

,
EXERCITO BRASILEIRO

ESCOLA DE INSTRUÇÃO ESPECIALIZADA


BERÇO DA. ESPECIALIZAÇÃO l~O EXÉRCITO

CONCURSO DE ADMISSÃO
AO CURSO DE HABILITAÇÃO
AO QUADRO AUXILIAR DE OFICIAIS

2016
INSTRUÇÕES

Para a realização desta prova, você recebeu este Caderno de Questões e um Cartão de Respostas,
que deverá ser verificado e assinado. NÃO DOBRE, NÃO SUJE, NÃO RASGUE e NÃO AMASSE
este material.

CADERNO DE QUESTÕES:
Verifique se este caderno contém 70 (setenta) questões objetivas (múltipla escolha), com 05
alternativas.
Para cada questão objetiva existe APENAS UMA resposta correta.
O candidato deverá responder todas as questões com caneta esferográfica de tinta AZUL ESCURA
OU PRETA, utilizando-se obrigatoriamente do cartão de resposta (CR) para as questões objetivas.
O CR será o único documento válido para a correção.
Confira todo o CADERNO DE QUESTÕES e o CR. Em caso de alguma irregularidade, informe ao
fiscal de prova imediatamente, para que seja lançada nas alterações.
Cuidado ao preencher o CR, NÃO HAVERÁ SUBSTITUiÇÃO em caso de preenchimento incorreto.
Os prejuízos advindos de marcações incorretas serão de inteira responsabilidade do candidato.
O CR deverá ser assinado.
Durante a realização da prova não será admitida qualquer espécie de consulta.
Os candidatos só poderão sair após decorridos 90 (noventa) minutos, contados do início da prova.
O tempo total de prova é de 05 (cinco) horas.
O candidato só poderá levar o caderno de questões caso permaneça até o encerramento da prova.

IMPORTANJE: EM NENHUMA HIPÓTESE será permitida a SUBSTITUIÇAo DO seu CR. i

ATENÇÃO: Comunique ao Fiscal, antes do início da prova, qualquer irregularidade encontrada no I'

material. Não serão aceitas reclamações posteriores.

l-=--~~-=---=:--=--=---=---~- -=--._ iiiiiiiiiiiiiii


__ iiiiiiiiiiiiiii ._.~ ~ . iiiiiiiiiiiiiii
__ .. ~ ~J
...
Prezado candidato.

Leia todos os textos e as questões com atenção. Distribua com equilíbrio as cinco horas de
que dispõem para realizar os 70 itens desta prova.

Boa sorte!

TEXTO I
O Pecado
LÍlna Barreto

1 Quando naquele dia São Pedro despertou, despertou risonho e de bom humor. E, tenninados
2 os cuidados higiênicos da 111anhã,ele se foi à competente repartição celestial buscar ordens do
3 Suprenlo e saber que almas chegariam na próxima leva.
4 Em uma mesa longa, larga e baixa, um grande livro aberto se estendia e, debruçado sobre ele,
5 todo entregue ao serviço, um guarda-livros punha em dia a escrituração das allnas, de acordo conl as
6 mortes que Anjos mensageiros e noticiosos traziam de toda extensão da terra. Da pena do
7 encarregado celeste escorriam grossas letras, e de quando em quando ele nludava a caneta para
8 nlelhor talhar utn outro caráter caligráfico.
9 Assim páginas ia ele enchendo, enfeitadas, iluminadas enl os mais preciosos tipos de letras.
10 Havia no emprego de cada Uln deles, unla certa razão de ser e entre si guardavam tão feliz
11 disposição que encantava o ver uma página escrita do livro. O nome era escrito eUl bastardo, letra
12 forte e larga; a filiação em gótico, tinha um ar religioso, antigo, as faltas, em bastardo e as
13 qualidades enl ronde arabescado.
14 Ao entrar São Pedro, o escriturário do Eterno, voltou-se, saudou-o e, à reclanlação da lista
15 d'almas pelo Santo, ele respondeu com algum enfado (enfado do ofício) que viesse à tarde buscá-la.
16 Aí pela tardinha, ao findar a escrita, o funcionário celeste (Uln velho jesuíta encanecido no
17 tráfico de açúcar da América do Sul) tirava Ulna lista explicativa e entregava a São Pedro a fitn de se
18 preparar convenientemente para receber os ex-vivos no dia seguinte.
19 Dessa vez ao contrário de todo o sempre, São Pedro, antes de sair, leu de antemão a lista; e
sa sua leitura foi útil, pois que se a não fizesse talvez, dali etn diante, para o resto das idades -
20
21 t ~
uem sabe? - o Céu ficasse de todo estragado. Leu São Pedro a relação: havia muitas almas, muitas
22 mesmo, delas todas, à vista das explicações apensas, Ulna lhe assanhou o espanto e a estranheza. Leu
23 novamente. Vinha assim:
24
P. L. C., filho de ..., neto de ..., bisneto de ... - Carregador, quarenta e oito anos. Casado. Casto.
25 Honesto. Caridoso. Pobre de espírito. Ignaro. Bom como São Francisco de Assis. Virtuoso como
26 São Bernardo e nleigo como o próprio Cristo. É um justo.
27 Deveras, pensou o Santo Porteiro, é uma ahna excepcional; conlO tão extraordinárias
28 qualidades betn merecia assentar-se à direita do Eterno e lá ficar, per saecula saeculorum, gozando a
29 glória perene de quem foi tantas vezes Santo ...
30 _ E por que não ia? Deu-lhe vontade de perguntar ao serático burocrata.
31 _ Não sei, retrucou-lhe este. Você sabe, acrescentou, sou mandado ...
_ Veja bem nos assentamentos. Não vá ter você se enganado. Procure, retrucou por sua vez o
32
33 velho pescador canonizado.
Acompanhado de dolorosos rangidos da mesa, o guarda-livros foi folheando o enorme
34
Registro, até encontrar a página própria, onde com certo esforço achou a linha adequada e com o
35
36 dedo afinal apontou o assentanlento e leu alto:
_ Esquecia-me ... Houve engano. É! Foi bonl você falar. Essa alma é a de um negro. Vai
37
38 para o purgatório.
Revista Souza Cruz, Rio, agosto 1924.
In.: Os melhores contos. São Paulo: Martin Claret, 2012
--_.__ ._._ .._----------------------------------

Questão 01)< rr
"Aí pela tardinha, ao findar a escrita, o funcionário celeste (um velho jesuíta encanecido no
tráfico de açúcar da América do Sul) tirava uma lista explicativa e entregava a São Pedro a £inl de se
preparar convenientemente para receber os ex-vivos no dia seguinte" (1. 16, 17 e 18). Com relação à
figura de linguagenl utilizada no fragn1ento sublinhado, destaca-se o uso do (a):

A. eufemismo.

B. paradoxo.

C. metonínlia.

D. metáfora.
~ antítese.

Questão 02

Pela leitura do texto "O Pecado", pode-se inferir que

e~r-l;b~o~m~e~Ju',
J não va Ie-a.a-fp~elf1n~a~s~' s1Jl Q)..,.....lp:l(Q:lii.s.s-In12ã~Q~S~eHC~O=Hn~s5ee~g'Uureel:ornre~iTIn"õo~dTIo5Cc
lSl

U.-o~eglos têltI que lutar Inuiro para alcançar o reino do céu.


lII. o autor, por meio do hunl0r, denuncia o preconceito racial, vinculando a negritude ao
pecado.
IV. o seráfico celestial demonstra o preconceito que tinha contra negros, quando não pemlite
que um deles goze a glória dos céus.

Estão corretos:

---
.'A-. --l-I ""-e-+lrI =ap=-e::":nas.

B. II e IH aperíâS.

~ ~I::l~:a:::;.&-
E.~.

Questão 03 ')( ~

Em " ... havia muitas almas, llluitas mesnlO, delas todas, à vista das explicações apensas, uma
lhe assanhou o espanto e a estranheza." (1. 21 e 22), o verbo haver pode ser substituído por:

A. existem.

B. existiam.
C. existissem.

~ existia.

E. existe.

2
Questão 04 ~_ f)
Em "Dessa vez ao contrário de todo o sempre, São Pedro, antes de sair, leu de antemão a lista;
e~ sua leitura foi útil ..." (1. 19 e 20), o uso do pronome essa se justifica porque refere-se a algo
que:
~ ainda será apresentado.
B. já foi apresentado.
C. indica o tempo presente.
D.
E. está próxit:a.Q <.la f3cssoa éIUC fala.

Questão 05
Leia:

L "Havia, no emprego de cada um deles, uma certa razão de ser ..."


lI. "São Pedro falou: Não emprego mais nenhum escriturário relapso."

o ~s palavras destacadas nos períodos acima mantêm entre si wna relação de:

V A. sifiGllÍmia. embora não apresenlew o mesmo efeito de sentido. .


B. homonímia perfeita, pois os sentidos e a pronúncia são próximos.
C. paronímia, haja vista a proximi~ prQnúncia-e da escrita entte elas.
~ homografia, já que apresentam escrita igual, mas pronúncia e sentidos diferentes.
E. 1'0 ermo e n1aISa

TEXTO II

Zuenir Ventura

Episódios como o das babás discriminadas em clubes sociais e o da criança negra que foi destratada e
quase expulsa de uma concessionária da BMW no Rio demonstram que o racismo, apesar de resolvido
legalmente, já que é crime, ainda constitui um problema no dia a dia das relações interpessoais, onde
às vezes se manifesta explicitamente.
O sociólogo Florestan Femandes dizia que o brasileiro tem preconceito de ter preconceito. Em outras
palavras, o Brasil seria. um país com racismo, mas sem racistas, como revela uma pesquisa em que
870/0 das pessoas entrevistadas afirmaram haver racismo, mas só 40/0 se confessaram racistas.
Muitos alegam que se trata de "racisn10 cordial", bem diferente do que existe nos EUA, por exemplo.
Seria mesmo cordial ou, ao contrário, é velado, camuflado, que quando flagrado se disfarça, alegando
engano ou má interpretação?
Na tal loja da Barra, o gerente de vendas viu o menino de 7 anos assistindo a televisão enquanto os
pais adotivos, brancos, escolhiam um carro. Sem saber que pertenciam à mesma fan1í1ia, não teve
dúvida. Na certa era um moleque de rua que ia pedir dinheiro, incomodar os clientes.
"Aqui não é o lugar para você, saia", ordenou. Na nota en1 que tenta se justificar, a en1presa diz que
não foi bem assim, que houve por parte do casal "um mal-entendido".
Porém, a mãe Priscilla garante que não, que foi um ben1 entendido gesto de racismo: "Se fosse uma
criança branca, ele mandaria sair da loja?"
3
No facebook, para onde o casal levou seu protesto e lançou a campanha "Preconceito racial não é nlal-
entendido", a reação foi imediata. Cerca de 16 111 i I intemautas se manifestaram com mensagens de
apOlO.
Tomara que a proporção seja essa: que para UI11aloja que pratica o racismo haja milhares de pessoas
contra.
Porém, pior ainda do que essas atitudes explícitas, que pelo n1enos despertam repulsa, é a situação
social, econômica e cultural da população não branca no país. Tratadas com naturalidade, as
desigualdades raciais no campo da saúde, da educação e do mercado de trabalho são tão iníquas que
em alguns casos parecem saídas da novela "Lado a lado", um retr~to fiel e competente da luta contra a
intolerância racial e religiosa após a abolição da escravatura e no começo da República.
Apenas um exemplo: o risco de morte por doenças infecciosas {"hoje 430/0 maior entre as crianças
negras com menos de um ano de idade do que entre as brancas. Isso equivale a expulsar da cidadania,
senão da vida, toda uma geração de negros.
Disponível em: http://oglobo.globo.c0111. Acesso em: 02-04-2016

Questão 06 V
Das infornlações extraídas do texto lI, a única que revela um fato é:

A. Oi3rasilelro tem f3reeefleeito de ~Cci~"---'


~ D.Jo--Btasil,.o prohleUl-ª_g9 racismo já está resolvido legalmente.
c.-"~asil, O racb:;mo é:~~eordial".
D. As desigualdades raciais nos vários cmnpos SOCIaIS não podem ser tratadas conl

naturalidade.
E. A novela "Lado a lado" é Ul11retrato fiel e competente da luta contra a intolerância racial e

religiosa.

Questão 07

Observe as assertivas sobre o texto Il.

L Ocorreu à màl-entendido no episódio com uma criança negra que foi expulsa de uma
concessionária de c~~
~. Os pais da criança negra expulsa lançaram uma campanha contra o preconceito numa rede
social. .
-0rir. Pessoas que cometem racismo podem sofrer processo criminal.
IV. O racisnlo camuflado pernlite que ações racistas ocorram por engano.

Estão corretos:

A. I e III apenas.

ji' II e III apenas.


C. IIT e IV apenas.
D. lI, III e IV apenas.

E. I, H e IH apenas.
4
TEXTO III

Questão 08

Analise as assertivas sobre o texto 111.

W. O texto revela os distintos pontos de vista das personagens diante do preconceito.


n. A resposta de Susanita, no últin10 quadrinho, confim1a sua afirmação de que não é racista.
t9{II. A vírgula, na prin1eira fala de Mafalda, tem por objetivo separar o vocativo.
IV. Por se tratar de urn diálogo, observa-se a alten1ância de posição entre emissor e receptor da
mensagem.

Estão corretos:

A. I e III apenas.
B. II e III apenas.
C. III e IV apenas.
D. II, III e IV apenas.
~ I, III e IV apenas.

TEXTO IV

O açúcar
Ferreira Gullar

O branco açúcar que adoçará meu café


nesta manhã de lpanema
não foi produzido por mim
nen1 surgiu dentro do açucareiro por milagre.

Vejo-o puro
e afável ao paladar
con10 beijo de moça, água
na pele, flor
que se dissolve na boca. Mas este açúcar
não foi feito por mim.

Este açúcar veio


da mercearia da esquina e tampouco o fez o Oliveira,
dono da mercearia.
5
Este açúcar veio
de uma usina de açúcar em Pernambuco
ou no Estado do Rio
e tampouco o fez o dono da usina.

Este açúcar era cana


e veio dos canaviais extensos
que não nascem por acaso
no regaço do vale.

( ...)

Em usinas escuras,
homens de vida amarga
e dura
produziram este açúcar
branco e puro
com que adoço meu café esta manhã em Ipanema.
(Ferreira Gullar. Toda Poesia. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1980, p. 227-8)

Questão 09 Y
Na frase: "Este açúcar veio da mercearia da esquina e tampouco o fez o Oliveira, dono da
mercearia.", a vírgula se justifica porque:

A. separa o aposto.
B. separa adjunto adverbial
~'isola palavras ou expressões da mesnla função sintática.
D. separa o vocativo.
E. substitui termos.

Questão 10 ''X
Na frase: "Este açúcar era cana! e veio dos canaviais extensos/ que não nascem por acaso/ no
regaço do vale.", as fo ffil as verbais destacadas apresentam-se, respectivamente, nos tempos e modos:

A. pretérito perfeito do indicativo/ presente do indicativo/ presente do subjuntivo.


J B. pretérito imperfeito do indicativo! presente do indicativo/ presente do indicativo.
~. pretérito mais-que-perfeito do indicativo! pretérito perfeito do indicativo/ presente do
subjuntivo.
D. pretérito imperfeito do subjtmtivo/ futuro do presente do indicativo/ futuro do subjuntivo.
E. pretérito perfeito do indicativo! presente do indicativo/ futuro do subjuntivo.

6
PROV A DE GEOGRAFIA

Questão 11 E:-.'jJ
Nos anos 90, os projetos de integração regional e fornlação de blocos econômicos passam a ser
uma realidade. Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai formam, a partir de 10 de janeiro de 1995, uma
zona de livre comércio - o Mercosul. Sobre esse bloco regional, podenl0s afirmar que:

I _ o Mercosul procura estabelecermna zona de livre c0111ércio por meio de eliminação de


barreiras à circulação de mercadorias no interior do bloco.
II - em um segundo estágio o Mercosul procura a fornlação de uma união aduaneira, pela
adoção da Tarifa Externa Comum (TEC), ou seja, de unla tarifa alfandegária unificada a ser cobrada de
produtos importados de fora do bloco.
III - foi por meio do Protocolo de Ushuaia, de 1998, que introduziu-se a "cláusula
democrática" no Tratado de Assunção.

Está(ão) correta(s):

lt? Apenas a afirmativa l.


B. Apenas a afirmativa IIL
C. As afinnativas I e n.
D. As afirmativas II e TIL
E. As afirmativas l, II e IIl.

Questão 12

A atividade econômica que permitiu a acumulação de capitais que serviram para implantar toda
a infra-estrutura necessária ao impulso da atividade industrial brasileira foi o (a):

A. Fumo.

~ Café.
C. Algodão.
D. Cacau.
V
E. Borracha.

Questão 13

Observe o diagrama e analise os itens a seguir:

7
-----------------------------------

L O crescimt:J4s metrópoles brasileiras teve seu círculo concêntrico organizado a partir do


centro em direçã~~e~iferias, fato que agravou, consideravelmente, até os dias atuais, a mobilidade
da população.
lI. Em países pobres, as ~riferias tiveram seus círculos concêntricos organizados
territorialmente enl grupos comunitário e bairros afastados dos grandes centros e próximos dos pólos
modais de transporte público.
lI!. Somente após a década de 1950, o planejatnE(flto urbano das grandes metrópoles brasileiras
foi organizado, considerando-se os postos de trabalho ~ituados eln locais próximos às moradias dos
trabalhadores.
IV. Os núcleos nletropolitanos possuem seus círculos concêntricos organizados a partir das
periferias para os grandes centros urbanos. Essa dinânlica no espaço geográfico brasileiro dificultou a
Inobilidade diária da populaçã.o.
V. As cidades de Belo ori onte. fundada eln 1897, Goiânia, fundada enl 1933 e Brasília de
1960 constituem cidades planeja s brasileiras; portanto, não apresentanl nenhum problema estrutural
urbano e de mobilidade diária d po llação.

Está CORRETO o que se afirma enl:

A.I.
J::):-fr-
~ e IH.
I). li, IH, IV e Y-:-

. E. I, lI, lU, IV e v...

Questão 14 E: '~

Observe a figura do Projeto do Plano Piloto de Brasília e assinale a alternativa correta sobre o
processo histórico de transferência da capital brasileira enl diferentes momentos.

Fonte: figura adaptada. disponível em:


https:/ /www.google.com.br/search ?q=figura+brasi Iia+plano+pi loto

8
A. J\!o século XX, o país teve a sua capital trans~ rida r duas vezes: no primeiro momento,
de Salvador'para o Rio de Janeiro e, no segundo, par rasília. Nas duas ocasiões, isso ocorreu
como resultado de movimentos emancipacionistas de 12 ra política.
B. A transferência da capital brasileira, de Salvador para o Rio de Janeiro, resultou,
principalmente, do processo de independência políttca em 1822, como conotação de elemento
subversivo da ordem colonial.
.~ A transferência da capital para Brasília traduziu a plataforma política do nacionalismo
desenvolvimentista de Getúlio Vargas e concretizou as estratégiaCdas elites políticas e econômicas
brasileiras ~m distanciar a administração federal das grandes aglomerações urbanas do sudeste e,
portanto, das pressões políticas dos diversos setores sociais.
D. A ocupação histórica humana e econômica d<:( PJ;mo Piloto de Brasília permitiu a redução
das disparidades socioeconômicas existentes entre ~diferentes regiões brasileiras e tanlbém
daquelas no interior da própria capital federal.
E. O Plano Piloto de Brasília, projeto do urbanista Lúcio Costa, teve inspiração nos princípios
da Carta de Atenas elaborada no IV Congresso Internacional de Arquitetura Moderna (CIAM) em
1933.

Questão 15

No Brasil, segundo dados do IBGE, em 2009, os maiores percentuais de população não naturaL
em relação à população total, foranl encontrados nas Regiões Centro Oeste e l'Jorte do país. Essa
distribuição espacial dos migrantes indica que há uma forte atração nos municípios localizados em
áreas:

A. de maior parque industrial .


•. de expansão recentes das fronteiras agropecuárias. e---.
C. de grandes densidades demográficas.
D. com semelhanças religiosas.
E. com semelhançaspolíticQ-partidárias.

Questão 16

Atualmente, o que se verifica na nlédia mundial é uma queda dos índices de natalidade e
mortalidade, embora em alguns países as taxas ainda se mantenham muito elevadas. Essa queda está
relacionada principalmente ao êxodo rural e suas consequências no comportamento demográfico.

Marque a opção que apresenta os fatores que contribuíram para a queda da taxa de natalidade:

I) Menor casto para se crÍm;..J.llU fi!~


lI) Acesso a métodos anticoncepcionais.
III) A mulher no mercado de trabalho.

A. I

B.lI
~1I e UI.
D. I e II
E. I, II e III
9
Questão 17

Observe a figura abaixo e assinale à alternativa correta sobre a dinâmica populacional brasileira.

Fonte: figura adaptada.

I - ~treitamento da base da pirâmide etária brasileira e o alargamento do vértice acarretaram


o que está representado na figura acin1a.

II - O fato do Brasil estar iniciando a transição demográfica com projeções para apresentar em
2020 uma taxa inferior à reposição da população, influenciou o que está representado na figura acima.

UI - A urbanização, os custos elevados na fOffi1açãodos filhos, a decisão familiar de lilnitação


do número de filhos e o aumento da expectativa de vida da população brasileira contribuíram para o
que se verifica na figura acima.

Está(ão) correta( s):

A. apenas a afirmativa r.
B. apenas a afi rmati va II.
GCas afirmativas I e IIl.
D. as afirmativas II e 1II.
E. as afirmativas I, 11 e 111.

Questão 18 -9 'L.'
Assinale a alternativa correta sobre a dinâmica da metropolizacão brasileira.

~ O crescimento demográfico das grandes cidades e dos núcleos urbanos dos seus arredores
gerou processo de conurbação.
10
lI. Os processos de conurbação conduziram a metropolizacão a uma nova etapa, que se
caracteriza pela configuraçã,? de amplas regiões urbanizadas, constituídas ao redor de uma
riletró.f)ole ou..como "corredores urbanos"de cidades medias.
lII. As onze principais regiões metropolitanas estão constituídas em torno das maiores capitais estaduais
do país.
Está( ão) correta( s) :

A. apenas a afirmativa L
B. apenas a afim1ati va lI.
~ as afirmati vas I e UI.
D. as afim1ativas 1, II e IH.
E. as afirmativas IIe HI.

Questão 19

Observe a figura abaixo e assinale a alternativa correta sobre os con1plexos regionais brasileiros.

Fonte:IBGE. Atlas geográfico escolar e livro didático da bibliografia.

I - A proposta de divisão do país enl conlplexos regionais procura captar a estruturação do


território que foi produzida por esse processo histórico.

II - A divisão do país en1 complexos regionais elaborada em 1967 pelo geógrafo Pedro Pinchas
Geiger, assenta-se sobre os mesmos critérios daqueles que haviam orientado os técnicos do IBGE na
delimitação das cinco macrorregiões brasileiras.

III - A delimitação dos complexos regionais é moldada pelos limites político-administrativos das
unidades da federação.

Está(ão) correta(s):

'1.. apenas a afirmativa r. ~


B. apenas a afirmativa lI.
C. as afirmativas I e II!."
D. as afirmativas I, II e III.
E. as afirmativas II e IIl.
11
Questão 20

"A economia industrial transformou radicalmente as relações entre o campo e a cidade. Somente
as cidades podiam oferecer condições necessárias para o nascimento da indústria moderna:
concentração geográfica de força de trabalho e mercado consumidor, além do uso comum das infra-
estruturas necessárias ao funcionan1ento das fábricas, como os sistemas de distribuição de energia e
abastecimento de água".
Fonte: Geografia para o ensino médio de Demetrio Magnoli . São Paulo. Editora Atual. 2012
Com base no fragmento do texto acima, analise as mudanças nas relações entre campo e cidade, após o
advento da indústria moderna:

0- Nas economias modernas, o consun10 urbano de alitnentos e as demandas industriais de


matérias-primas moldam a produção agrícola.
~ff\ As tecnologias industriais repercutiram profundan1ente sobre a agricultura, substituindo a
forç~ trabalho humana pela força mecânica.
In - Os avanços tecnológicos garantiram un1 enorme salto de eficiência e produtividade, n1as não
eliminaran1 os condicionamentos naturais.
. IV A produção agropecuária constitui um setor econômico dominado pelas grandes empresas
que concentrarn-se, geralmente, na comercialização e industrialização de alilnentos.

Está(ão) correta( s):

A. apenas a afinnativa I.

B. apenas a afirmativa lI.


C. as afirmativas I e lI.
~ as afirmativas I, Il e lI!.
E. as afirmativas II e IV.

PROV A DE HISTÓRIA DO BRASIL

Questão 21

A implantação do sistema de Governo-Geral, em 1548, não representou a extinção do anterior


modelo administrativo descentralizado das Donatárias. Assinale a alternativa diretamente relacionada
com o governo Tomé de Souza.

A. Incorporação do reino português à Coroa espar¥la pela morte do Rei D. Sebastião em

AI cácer-Qui bir.
/J . B. FU~d~ÇãO de ~ãO Paulo de Piratininga e da cidade de. São Sebastião do Rio de Janeiro.
~ ~ Cnaçao do BIspado do Salvador, o pnmeIro do BraSIl.
D. Assinatura do Tratado de Madrid, ~belecendo os liInites naturais previstos no Tratado de Tordesilhas

de 1494.
E. Os franceses expulsos desistiram de contest~erania lusitana no Brasil.

12
Questão 22 Ar ¥
A abertura.dos portos do Brasil, logo após a chegada de D. João VI, foi responsável pela entrada
no país de uma grande quantidade de mercadorias inglesas, que passaram a dOIninar o mercado
brasileiro.
Essa situação decorreu da (o):

AL assinatura de tratados COIn a Inglaterra, que permitiram a importação desses produtos.

)t. estrutura industrial brasileira, que se baseava na produção de alimentos e tecidos.


C. montageln de Ulna rede ferroviária, que facilitou a distribuição dos produtos ingleses no

mercado brasileiro.
D. desenvolvimento urbano acentuado, q~~carretou o aUlnento da demanda por produtos

sofisticados.
E. part.icipação ativa de portu~favor do Bloqueio Continental, que permitiu que os produtos

importados pudessem ser f~i~dOS no Brasi l.

Questão 23 h
Durante operíodoem que a Corte esteve instalada no Rio de Janeiro, a Coroa Portuguesa dedicou
especial atenção à política externa na região do Prata, daí resultando:

A. a constituição da aliança com a Argentina e o Uruguai visando atacar o Paraguai.

B. '} incorporação da Banda Otientarao BIasi}, carn o Honre de Plovíncia Cisplatina.


C. a formação das Províncias Unidas do Rio da Prata, com destaque para a Argentina.
~nto das tendências monarquistas no Rio Grande do Sul, dando origem à Guerra dos

Farrâpos. ->

~ a coalizão contra Juan Manuel de Rosas que foi obrigado a abdicar de pretensões sobre

Uruguai. )(

Questão 24

A respeito da independência do Brasil, pode-se afinnar que:

A. consubstaneiorros ideais propostos na--8_ador.


íJ ~. mstituiu a monarquia como fomla de governo, a pactir-de.amp1o--fHevimento-põpular.
C/c. propôs, a partir das idéias liberais das elites políticas, a extinção do tráfico de escravos,

contrariando os interesses da Inglaterra.


D. provocou, a partir da Constituição de 1824, profundas transforn1ações nas estruturas econômicas e

sociais do País.
~ implicou na adoção da forma monárquica de governo e preservou os interesses básicos da

aristocracia rural escravista.

13
Questão 25 fJ
o período da Hístória do Brasil, compreendido entre 1889 e 1930, é denominado por muitos
historiadores de República Velha. Neste período, diversas revoltas e movimentos sociais ocorreram.
Leia atentamente as seguintes afinnativas sobre essas revoltas e movimentos sociais:
51VV1
1_ A Revolta da Chibata denunciava o rígido código disciplinar da marinha que punia as faltas
graves com chibatadas, além da má alimentação e dos miseráveis soldos que os marinheiros recebiam.
SIM
Il _ A Guerra do Contestado (1912-1916) ocorreu na fronteira entre Paraná e São Paulo.

III _ João Maria foi o principal líder da Revolta de Canudos, a qual reuniu milhares' de pessoas,
entre elas sertanejos que não possuíam terras.

IV _ A Revolta da Vacina ocorreu no Rio de Janeiro en1 virtude do excesso de ações tomadas em
nome da modernização e das péssin1as condições de vida de grande parte da população, que teve como
estopim a obrigatoriedade da vacina contra a varíola. s) ~
Assinale a alternativa correta:

y. A. Apenas a proposição IV é verdadeira.


B. Apenas as proposições I e II são verdadeiras.
( Apenas as proposições I, II e IV são verdadeiras.,
D. Apenas as proposições I e IV são verdadeiras.
E. Apenas as proposições I, II e III são verdadeiras.

Questão 26
o texto abaixo é um trecho do discurso de UH1Presidente da República apresentando os pontos
principais do seu programa de governo: ,

"'Concessão de anistia ... difusão intensiva de ensino público ... Instituir o Ministério do Trabalho
destinado a superintender a questão social, o amparo e a defesa do proletariado urbano e rural.
Promover sem violência a extinção progressiva do latifúndio, protegendo a organização da pequena
propriedade, protegendo a transferência de lotes de terra de cultura ao trabalhador agrícola,
estimulando-o a construir, com suas próprias n1ãos, elTIterra própria, o edifício de sua prosperidade."
(IN: Discursos Selecionados do Presidente da República. Brasília: Fundação Alexandre de
Gusmão, 2010, p. 54)

o discurso acima é do presidente:

A. Eurico Gaspar Dutra com a redemocratização en1 1946.


Jânio Quadros, após a sua posse en1 1961.
Getúlio Vargas, na posse do Governo Provisório em 1930.
~
D. João Goulart, ao implantar as reformas de base.
E. Juscelino Kubitschek, ao anunciar o seu plano de metas.

14
Questão 27

Durante o periodo Regencial um político conhecido como "Caran1uru" defenderia:

A. a proclan1ação da República.

B. o fin1 da Monarquia.
C. a revogação da Constituição de 1824.

D. a volta de D. Pedro I ao trono do Brasil.


K. a maioridade de D. Pedro II.

Questão 28 p Y
A Revolta de Filipe dos Santos (1720), em Minas Gerais, resultou, entre outros n10tivos, da(o):

~PiSÓdiO do Capão da Traição em que vários mineiros foram mortos pelos paulistas.

B. disseminação das idéias oriundas dos filósofos do Ilu111inismo francês.

/ C. tentativa de um levante de escravos visando a fuga das Ininas.


~,a ~.~criação das Casas de Fundação e das Moedas, a fim de controlar a produção aurífera.

E. introlnissão dos jesuítas no ativo comércio dos paulistas na região das minas.

Questão 29
O período da história do Brasil conhecido como "Estado N ovo"(193 7-1945), pode ser
caracterizado:
A. pe~lo~r~@~to~m!+U=o~tla...d.deeJmt:nQG~c~ra~c~iaa-aaf3R1e~'
s"trrtTI:t Lrrdtirro>ss"1anffiõoiSscdtee:1grrO)\Vree:nnm10~sf(d=tilInLarttnorMiãm1S's.

B. c a
----
ia o no DIP e na constituição de 1940 .

.iJ Ç. pela democracia consolidada com a constituição conhecida como "polaca".

L/.,. pela instalação de uma ditadura com Vargas no poder.


E. pelo deseI1vol vTmentIs1l1otraziãopor Juscelino Kubitschek.

Questão 30
Uma medida de impacto tomada pelo governo provlsono, a partir de janeiro de 1890, foi a
reforma financeira cujo objetivo era estimular o crescimento econôlnico, principalmente, a expansão
da indústria. Para isso, o governo pennitiu que bancos instalados em alguns estados pudessem emitir
grande quantidade de moeda para implantar novas indústrias e pagar os salários dos trabalhadores. O
nome desta reforma financeira foi o:

A. monetarismo.
B. creditismo.

J::J ..,9' mercantilismo.


~. encilhamento.
E. bulionismo.

"FIM DA la PARTE DA PROVA"


Continua ...
15
Questão 31
o Boletim Interno é o documento em que o Cn1t U publica todas as suas ordens, as ordens das
autoridades superiores e os fatos que devam ser do conhecimento de toda a Unidade. O BI é dividido
em qu~tro partes. Qual das alternativas abaixo NÃO faz parte desta divisão:

A. Serviços Diários

e;. B. Instrução

~::~~:~~:::~:n:dmirllstrativos

E. Justiça e Disciplina

Questão 32
Assinale a alternativa correta em relação ao Boletim Interno

~ Serão publicados no Boletim os assuntos que tenham sido translnitidos à Unidade em caráter
N'\'1J sigiloso ou quaisquer referências a esses mesmos assuntos ou quaisquer referências a esses
mesmos assuntos.
B. No BI deve estar present~s inclusive todas as ocorrências ou os assuntos não relacionados com
o serviço do Exército. tJw

&
. 'I:... O BI conterá, especialmente as ordens e decisões do Cmt U, mesmo que já tenham sido
, executadas. SnV\
D. O BI deverá ser public.aào diariamente, inclusive nos sábados, dOlningos e feriados, mesmo não
tendo expediente. rv1W
E. O desconhecimento do BI justifica a falta ou o não cumprin1ento de ordens.

Questão 33 L
Con1 relação ao serviço de escala de oficial de dia, assinale a alternativa correta.

@ Em unidades que não sejam corpo de tropa, os tenentes e aspirantes-a-oficial e, a juízo do Cmt
U, os oficiais do QAO, os adidos e os excedentes, exceto os oficiais que estiverem em função
privativa de capitão ou de posto superior, o aprovísionador e os do Serviço de Saúde.
B. Nos corpos de tropa, concorrerão à escala os tenentes e os aspirantes-a-oficial das Armas, dos
Quadros e Serviços e, a juízo do Cmt U, os adidos e os excedentes, exceto os oficiais que
estiverem em função privativa de capitão ou de posto superior e o aprovisionador;
C. Em unidades que não sej am corpo de tropa, concorrerão à escala os tenentes e os aspirantes-a-
oficial das Armas, dos Quadros e Serviços e, ajuízo do Cmt U, os adidos e os excedentes,
exceto os oficiais )Iue estiveren1 em função privativa ,de capitão ou de posto superior e o
aprovisionador; i\)~
D. Em unidades que não s~erpo de tropa, os tenentes e aspirantes-a-oficial, os oficiais do
QAO e, a juízo do Cmt. os adidós e os excedentes, exceto os oficiais que estiverem em
função privativa de capitã o e posto superior, o aprovisionador e os do Serviço de Saúde.
E. Em unidades qu não jam corpo de tropa, os tenentes e aspirantes-a-oficial, os oficiais do
QAO e, a juízo do mt U, os adidos e os excedentes, exceto os oficiais que estiverem em
função privativa d ca 'tão ou de posto superior, o aprovisionador e o oficial de munições.

16
Questão 34 r:P-_\~~~
O Oficial de Dia é, fora. do expediente, o representante do Cmt U. Assinale a alternativa que não
contém atribuição do oficial de dia:

A. Assegurar, durante o .seú' serviço, o exato cumprimento de ordens da unidade e das disposições
regulamentares relativas ao serviço diário.
~ Providenciar para que sejam executados, a tempo, os toques regulamentares, de lllOdo que todas
as formaturas ou demais atos que exijam toques se realizem no momento oportuno.
C. Estar ciente da entrada, permanência e saída de quaisquer pessoas estranhas à Unidade.
D. Baixar à enfermaria ou em outra instalação de saúde as praças que adoeceren1 fora do horário
de expedi ente
E. Assistir a todas as refeições dos cabos e soldados, ficando responsável pela disciplina no
refeitório.'

Questão 35 A- V
Sobre o Serviço de Escala de Oficial de Dia é incorreto afirmar que:

A. O Of Dia ministrará a instrução a seu encargo en1 sua SU ou na Unidade, quando esta não exija
o uso de seu armamento do serviço, cabendo-lhe avisar ao Adj e ao Cmt Gd o local preciso em
que a qualquer momento poderá ser encontrado;
~ só permitir a entrada de civil no quartel depois de inteirado de sua identidade, motivo de sua
presen.ça e do conhecimento da pessoa com quem deseja entender-se, mesmo assinl,
devidamente acompanhado, quando julgar essa medida necessária;
C. derenninªr às SU, na ausência dos respectivos Cnlt ou de autoridade superior da Unidade, em
casos ext~àõrdi_nários, a apresentação de praças para o serviço urgente não previsto nas ordens
do con1ando;
D. receber qt:mlqu~r autoridade civil ou militar de categoria igualou superior à do Cmt U e
acg~presença deste ou do oficial de maior posto que se achar no quartel;
E. não consentir que praças presas conservem em seu poder objetos proibidos e outros com que
p<5SSam-danificar a~isões;

Questão 36
Acerca das Substituições Temporárias entre oficiais, é incoueto afirmar que:

O .-A. Quando não existirem oficiais em número suficien. te COlll as condições exigidas, para atender,
~/) sem acumular, às substituições que se impuserem, o Cmt, Ch ou Dir, respeitada a precedência
S rwJ hierárquica e a Arma, o Serviço ou Quadros previstos para o desempenho do cargo, designará
um oficial para responder pelas funções;
J" ~X OS oficiais do QAO não concorrerão às substituições temporárias de Cmt;
C. Quando um oficial for promovido e não houver incompatibilidade hierárquica para a sua
permanência na situação em que se encontrar, não será exonerado ou dispensado do cargo ou
S.tVV'l comissão que exerce, não será excluído do estado efetivo da OM a que pertence e não será
. substituído no cargo, a menos que venha a ser movimentado para outra OM;
D. Qualquer cargo para o desempenho do qual é exigida, pelo QCP da OM, determinada
habilitação, só pode ser assumido por oficial que possua a habilitação pertinente; caso o oficial
não a possua, só poderá responder pelas funções;
E. Os oficiais do QAO não concouem às substituições que acarretem o exerCÍcio de funções
privativas de postos inexistentes no seu quadro.
17
Questão 37 G X
O controle diário de material bélico, particularmente o de armamento, constitui-se na série de
medidas implementadas pela Unidade para verificar, rigorosamente, as quantidades, o destino e a
segurança requerida do material. Assinale a alternativa~obre as medidas de controle de
armamento:
~ Abertura das reservas, no intervalo entre a revista diária e o término do expediente, ~>9menteem
casos de extrema excepcionalidade e na presença do C01t SU.
B. Existência de dupla segurança de cada reserva, sendo uma delas de responsabilidade 'do Oficial
de Dia, entre a revista diária e o início do expediente seguinte.
C. Permitida a guarda e a permanência de arn1as particulares de militares, residentes ou não no
aquartelamento, no interior das reservas de armamento da SUo
D. Controle e a guarda pelo Oficial, das armas portadas por n1ilitares isolados que chegarem de
retomo ao quatfel, entre a revista diária e a abertura das reservas para o início do expediente
seguinte.
E. Elaboração de procedimento a ser dotado quando parte ou a totalidade da SU retomar de
atividades exten1as, após o término do expediente.

Questão 38
O Comando do Exército está estruturado em 7 áreas específicas. A primeira área é definida como
órgãos de assessoramento superior. Compõem essa área: <

~ Alto-Comando do Exército e Conselho Superior de Economia e Finanças;


B. Gabinete do Comandante do Exército e Alto-Comando do Exército~
C. Secretaria-Geral do Exército e Gabinete do COluandante do Exército;
D. Gabinete do Comandante do Exército e Centro de Comunicação Social do Exército; N}i;
E. Secretaria-Geral do Exército e Alto-COlnando do Exército. W

Questão 39
Constitui-se o mais alto escalão de enquadran1ento das OM, subordinado diretamente ao
Comandante do Exército, cOlnpetindo-lhe o preparo e o emprego operacional da F Ter articulada na
área sob sua jurisdição.

~. Comando de Operaçõ~s Terrestres;


~Comando Militar de Area;
C. Divisão de Exército;
~\

D. Região Militar;
E. Força tarefa conjunta;

18
Questão 40
Assinale a. a}ternativa ql~e aponta o responsável pelos encargos relativos à coordenação e ao
controle da"s ~t1~ldades relacIonadas com pessoal, BI, justiça e disciplina, protocolo e arquivo da
correspondencla Interna e pagamento do pessoal da Unidade:

A. S2

13. S3

./
C.84

)J1. SI
1j
E. Fiscal Administrativo

Que~tão 41
As penas disciplinares de inlpedimento, detenção ou prisão NÃO podenl ultrapassar:

~ 30 dias

B. 20 dias

C.15dias

D. 35 dias
£I. 10 dias

Questão 42
Caberá ao Conselho de Disciplina:

'
~. Apurar se o Guarda-Marinha, o Aspirante-a-Oficial e as praças com estabilidade assegurada
são incapazes de permanecerem como luilitares da ativa;
é incapaz de permanecer

O
hl1gar se opfic.ial como militar da ativa;
C. Julga~, em inst~cia w;ica, os processos oriundos do Conselho de Justificação, nos casos
, especrficos ,elTI leI espeCIfica;
D,~os ntilitares as penas correspondentes aos cnmes por eles'-c-o-m-e-t-'-id~o--s;
E. ,.' .. a e .funcional, pecuniária, disciplinar ou penal, concluindo pela
incompáf1bI1ldade do niilitar COIUo cargo ou pela incapacidade para o exercício das funções
milimre{à ele jnerentes .....

Questão 43

O direito de recorrer na esfera administrativa, quando se julgar prejudicado ou ofendido por

e;
lQuer
ato administrativo ou disciplinar de superior hierárquico, prescreverá:

. em 10 (dez) dias corridós, a contar d~ recebimento da ~o_municação oficial, quanto' a ato que

decorra de inclusão em quota compulsona ou de composIçao de Quadro de Acesso;

'" em 120 (cento e vinte) dias;


C. em 100 (cem) dias;
D. em 60 (sessenta) dias;

E. em 80 (oitenta) dias;
19
Questão 44
Excedente é a situação transitória a que~ auton1atican1ente, passa o militar que:

O ~.
V~. Como desertor, ter se apresentado voluntariamente;
~er sido julgado incapaz definitivamente após 01 (um) ano contínuo de tratamento;
~ E promovido indevidamente;
D. Ter sido julgado incapaz enquanto tralnita processo de reforma;
E. Ficou exclusivamente a disposição da Justiça Comum.

Questão 45 Pt X
O S Ten Carlos foi «xcluí@ do serviço ativo das Forças Armadas e consequentemente desligado
da Escola de Instrução Especializada (OM de vinculação) devido ao seguinte motivo:

A. Demissão;
~ Por ter sido non1eado para qualquer cargo público civil temporário, não-eletivo, inclusive da
administração indireta;
C. Por ter-se candidatado a cargo eletivo, desde que conte 5 (cinco) ou mais anos de serviço;
D. Por ter sido julgado incapaz definitivamente, enquanto tramita o processo de reforma;
E. Por haver ultrapassado 6 (seis) 111esescontínuos na situação de convocado para funcionar como
Ministro do Superior Tribunal Militar.

Questão 46
O 1° Sgt Rodolfo, da Escola de Instrução Especializada que se encontra agregado, retornou a
supracitada OM ao cessar a sua licença para tratar de saúde de pessoa da família. O ato pelo qual o
militar agregado retoma ao respectivo Corpo, Quadro, Arma ou Serviço tão logo cesse o motivo que
determinou sua agregação é denominado:
Deserção;

Ú . Reversão;
C. Agregação;
D. Térn1ino de Licenciamento do serviço ativo;
E. Reabilitação.

Questão 47

O 2° Ten Jorge, da tUffi1ade formação da AMAN de 2014, apresentou-se na EsIE eln 23 FEV 15.

..
En1 15 JAN 16, solicitou demissão a pedido mediante apresentação de requerimento. Com relação ao
pagamento de indenização é COlTetoafirmar:

e< N.ã~erá pagamento de indenização das despesas feitas pela União, pois neste caso o militar
possui menos de 5 (cinco) anos de oficialato;
B. Não haverá pagament0.)l)n wdenização das despesas feitas pela União, pois o militar concluiu
curso de formação cOln~áção
~averá
7"preparação
superior a 2 (dois) anos;
pagamento de indenização con1 indenização das despesas feitas pela União, com a sua
e formação, pois o militar possui n1enos de 5 (cinco) anos de oficialato;
D. Haverá pagamento de indenização, pois não decorreu o prazo de 3 (três) anos após a conclusão
de curso ou estágio de duração igualou superior a 6 (seis) meses e igualou Íl)ferior a 18
(dezoito) meses;
E. Não haverá pagamento de iP4~:q.ização,pois não decolTeu o prazo de 5 (cinco) anos, para curso
ou estágio de duração supe~ 18 (dezoito) ll1eses.

20
~ acordo com o Estatuto dos Militares:

I 8/ É vedado o uso por organização civil de designações que possam sugerir sua vinculação às Forças
Armadas;
~, ~ A reabilitação do militar será efetuada de acordo con1 a legislação que trata do serviço lnilitar, se
tiver sido excluído ou licenciado a ben1 da disciplina;
fj~ m. A deserção do militar acarreta interrupção do serviço n1ilitar, con1 a conseqüente demissão
ex oflicia para o oficial, ou a exclusão do serviço ativo, para a praça;
~V H-I. É considerado extraviado o militar na ativa que, no desempenho de qualquer serviço, em
Viage~, emampanha ou em caso de calamidade pública, tiver paradeiro ignorado por mais de 8 (oito)
dias;
", Agregação é a situação na qual o militar da ativa deixa de ocupar vaga na escala
hierárquica de seu Corpo, Quadro, Arma ou Serviço, nela pennanecendo sen1 número.

Estão corretas as afirmativas:

~;
B. Somente a lU;
4-0 )ti, II, III e V;
-J D.I,IIeV;
~

Sgt Paulo teve seu cargo considerado como vago, segundo o Estatuto dos Militares, indique
a única alternativa que NÃO se enquadra na situação do referido militar.

A. O 10 Sgt Paulo faleceu.

)( 1- O 10 Sgt Paulo foi feito prisioneiro.

C. O 10 Sgt Paulo ausentou-se para realizar curso fora da Força por 4 (quatro) n1eses.
D. O 10 Sgt Paulo foi considerado extraviado.

E. O 10 Sgt Paulo foi considerado desertor.

Questão 50

Indique com V as proposições verdadeiras e com F as Falsas. São considerados dependentes do


militar:

(~) Filho menor de 24 (vinte e quatro) anos.


(V) Filha solteira, desde que não receba remuneração.
( V) Filho Estudante menor de 24 (vinte e quatro) anos desde que não receba remuneração.
O CY) A sogra viúva desde que não receba remuneração.
(/'!) Sobrinho, quando menor ou inválido, sen1 outro arrin1o.
NUW\.U
ri:. ~ , V 4j
E F
,,p.,-
B.-V,~,F,V

J{.~,(~~>V ,~, V
Il. V ,..J;:., V, F, v.-

21
Questão 51 B X
A providência praticada por um agente e da qual decorre alteração no patrimônio (aquisições ou
vendas, recebimentos ou fornecimentos, cargas ou descargas, etc.)". Conforme o Art. 2° do RAE, a
definição acima refere-se a qual conceito básico?

11. Ato Administrativo


B. Fato Administrativo
C. Atividade Administrativa
D. Encargo
E. Atribuições

Questão 52

Tendo como base os conceitos básicos do Regulamento Administrativo do Exército, associe as


colunas com as suas respectivas definições.

1- Função
Il- Gestão
III - Órgão Provedor
IV - Patrimônio

( ) Incumbido da execução das atividades de suprimento, ll1anutenção e controle de materiais de


interesse do Exército.
( ) Tempo de permánência do agente em un1 cargo; gerência ou administração de recursos
(humanos, financeiros, materiais); ação do agente como adnlinistrador. .
( ) conjunto de todos os bens, valores, direitos e obrigações vinculadas a uma organização e
pecuniariamente mensuráveis.
( ) exercício das atribuições, deveres e responsabilidades inerentes a um cargo.

A. I, IV, II e III
B. UI, lI, I e IV
C..III, I, II e IV
li. IlI, lI, IV e I
E. I, lI, IV e III

Questão 53 ~ Y
Agente da Administração é aquele que participa da administração do patrimônio público. Na
Unidade Administrativa, eles podem ser classificados como Agente diretor, Agentes executores diretos
e Agentes executores indiretos. São exemplos de Agentes executores diretos e Agentes executores
indiretos, respectivamente:

~Comandante de J'u~dade e Oficial de Dia

B. Encarregado do Setor Fin~~ e Encarregado do Setor J?'~ovisionamento


A rY
C. Encarregado de Depósi~\~ncarregad_o do Setor de Pessoal

D. Encarregado do Setor de Aprovisionamento e Encarregado do Setor de Pessoal

E. Encarregado do Setor de Pessoal e Comandante de Subunidade


22
Questão 54

Em relação às atribuições dos Agentes da Administração da Unidade Adn1inistrativa, é correto


)firmar que:

~'A. Cabe ao Encarregado do Setor Financeiro supervisionar todas as atividades administrativas da UA.
~, B. Cabe ao Encarregado do Setor de Material orientar e supervisionar o recebimento e o exame de
~ material destinado a UA.
~ C. Cabe ao Encarregado do Setor de Material organizar as prestações de contas da UA, de acordo
com a legislação específica em vigor. .

e; ~.~. Cabe ao Encarregado do Setor de Material receber todo o material de rancho e zelar pela sua
guarda e conservação.
Cabe ao Fiscal Administrativo coordenar a publicação, em Boletim Interno, do movimento
geral de entrada e saída do material pennanente e de COnSUlTIO, para fins de alteração no
patrimônio da UA.

Questão 55

Faça a associação de acordo com as respectivas competências dos seguintes agentes da


administração da Unidade Administrativa.

I - Encarregado do Setor de Material


II - Encarregado do Setor de Aprovisionamento
HI - Encarregado do Setor de Finanças
IV - Agente Diretor

(IV) Supervisionar todas as atividades adn1inistrativas da UA.


( ) Efetuar todos os pagamentos regulares detenninados pelo Ordenado r de Despesas, utilizando
rede bancária, de acordo com os regulamentos e instruções específicas.
( 1) Fazer pedidos de aquisição de material ou prestação de serviços, subn1etendo-os ao Fiscal
Administrativo.
(ti) Receber todo o material do rancho e zelar pela sua guarda e conservação.

A. IV, II, I e IH
B. IV, I, II e III
C. III, IV, II e I
)l. IV, IH, I e H

E. I, lI, III e IV

23
Questão 56 A
HO Encarregado do Setor de Material é o responsável pela execução das atividades de aquisição,
alienação de material e de contratação de obras e serviços da DA, bem como pela administração do
material, a seu cargo, segundo a legislação em vigor." ( Art. 35 do RAE)
Com base no disposto acima, assinale V(verdadeiro) ou F(falso), ao que diz respeito às
competências do Encarregado do Setor de Material.

(\fi A gestão e contabilidade do material a seu cargo, mantendo em ordem e em dia a respectiva
escrituração, de acordo com a legislação e modelos em vigor.

(V) Distribuir às frações e dependências da UA o material mandado fornecer mediante ordem em


boletim ou pedido regulamentar, após o luesn10 ter sido submetido ao Fiscal Administrativo.

( p) Organizar as prestações de contas da UA, de acordo com a legislação específica em vigor.

( ) Receber, guardar, conservar nas n1elhores condições e distribuir víveres e a forragem de


conformidade com as tabelas em vigor .

.....-e-: V-V -~ V
B. V=f V:c-F

~ ~(&ffJJ/.

Questão 57
ê/
Em relação aos Bens Patrimoniais, assinale a alternativa incorreta:

~ Material permanente é todo artigo, equipamento ou conjunto operacional ou administrativo,


que tem durabilidade prevista superior a 1 (um) ano e que em razão de seu uso perde sua
identidade física.
B. Material de consumo é todo item, peça, artigo ou gênero alimentício, que se destina à
~icação, transformação, utilização ou en1prego imediato e, quando utilizado, perde suas
características individuais e isoladas e que, quando em depósito ou almoxarifado, deve ser
escri turado.
& Bens móveis são os que poden1 ter movill1ento ou que podem ser removidos por força alheia.
~ens imóveis é o solo com superfície e tudo quanto o homem incorporar permanentemente ao
mesmo, de modo que não se possa retirar sem distribuição, modificação ou dano.
B .;. variação patrimonial é decorrente da inclusão em carga, descarga, relacionamento ou
(/desrelacionamento de bens patrimoniais da U A.

24
Questão 58 Ir, )( ~
r~ E7'relação ao Suprimento, assIna!e a alternativa correta:

'd--<~. - ~ível de suprimento é a quantidade de material que deve ser mantida em estoque em
deterrnrdo Órgão Provedor ou na OM. Ele pode ser classificado como máximo, médio e mínimo.

~ - A guia de fornecimento ou de remessa, além de outros dados infornlativos julgados


necessários pelos Órgãos Gestores, deverá conter: descrição padronizada do material, quantidade,
unidade de medida, preços (unitário e total) e valor tota! da guia.

~uprimento de material, pelos Órgãos Provedores, pode ser automático ou eventual.

~s assertivas rI e III estão corretas


B. Sonlente a assertiva II está correta
C. As assertivas I e II estão corretas
D. As assertivas I e III estão corretas
1t Todas as assertivas estão corretas
Questão 59

Sobre a cOlnissão de recebimento e exame de nlaterial é correto afirmar:

A. A comissão de recebinlento e exanle de material será constituída por quatro oficiais.


B. A comissão de recebimento e exame de material terá prazo de 10 (dez) dias para apresentar ao
Fiscal Administrativo o termo ou parte de recebimento.
C. O tenno ou parte de recebimento e exame de materia! não poderá ser prorrogado pelo Agente
Diretor, nlediante solicitação fundamentada .
.O~ A conlissão de recebimento e exame de material poderá ser assessorada por especialistas ou
l/~'técnicos, civis ou militares, julgados necessários.
E. A comissão de recebimento e exanle de material terá prazo de 5(cinco) dias para apresentar ao
Fiscal Administrativo o termo ou parte de recebimento.

Questão 60

A gesca!&â- de material é ordenada pelo Agente Diretor, enl face dos termos das conlissões,
pareceres do Fiscal Administrativo e relatórios de sindicância ou inquéritos. Os motivos gerais para
descarga de material são, exceto:

A. Extravio.
V B~urto ou Roubo.
~ Inservibilidade para o fim a que se destina, mesmo sendo sua recuperação possível e
economicamente viável.
D. Transferências.
E. Recolhimentos.
25
Questão 61 f} ~
O capitão Florêncio, Cmt SU, em virtude de emergência familiar, deslocou-se às pressas para
outra Guarnição e não pôde dar solução das PARTES DISCIPLINARES de sua SU no prazo máxiIno
estabelecido. Qual medida administrativa deve ser adotada pela OM?

A. \publicar o motivo em boletim interno e, neste caso, o prazo será prorrogado para trinta dias úteis

B. solicitar prorrogação do prazo por mais oito dias corridos


C. solicitar prorrogação do prazo por mais trinta dias corridos
JiI.. publicar o motivo etn boletim interno e, neste caso, o prazo será prorrogado para oito dias úteis
E. solicitar prorrogação do prazo pelo período que estiver afastado

Questão 62

De acordo com o RDE, transgressão disciplinar é toda ação praticada pelo militar contrária aos
preceitos estatuídos no ordenan1ento jurídico pátrio ofensiva à ética, aos deveres e às obrigações
n1ilitares, mesmo na sua manifestação elementar e siInples, ou, ainda, que afete a honra pessoal, o
pundonor militar e o decoro da classe. Sendo. assitn, analise as assertivas abaixo e confor.l~1esejam V
(verdadeiras) ou F (falsas), marque a resposta correta.

(\j) Quando a conduta praticada estiver tipificada em lei con10 crime ou contravenção penal, não
se caracterizará transgressão disciplinar.
( ~) As responsabilidades nas esferas cível, crin1inal e administrativa são independentes entre si e
não podem ser apuradas concomitantelnente.
( V ) As responsabilidades cível e adnlinistrativa do militar serão afastadas no caso de absolvição
criminal, com sentença transitada em julgado, que negue a existência do fato ou da sua autoria.
( ~) No concurso de transgressão disciplinar e crime, quando forem da mesma natureza, esta é
absorvida por aquele e aplica-se somente a pena relativa à transgressão.

A. V - V -F- V
B. F- V -F- V

1ilV-F-V-F
D.F-F- V- V
E. V - V -F- V

Questão 63

V
O soldado João cometeu uma transgressão leve e foi punido com 15 dias de IMPEDIMENTO
DISC1PLINAR.

Está correta tal punição?

A. sim, pois o impedimento disciplinar é até quinze dias


B. não, pois o impedimento disciplinar não pode ultrapassar oito dias
'li não, pois o impedimento disciplinar não pode ultrapassar dez dias
D. sim, pois o impedimento disciplinar é até vinte dias
E. não, pois o impedimento disciplinar não pode ultrapassar doze dias

26
Questão 64

De acordo com o Art 52 do RDE, o militar que se julgue, ou julgue subordinado seu, prejudicado,
ofendido ou injustiçado por superior hierárquico telll o direito de recorrer na esfera disciplinar. Um dos
recursos possíveis é o pedido de reconsideração de ato. Contados a partir do dia imediato ao que tomar
conhecimento, oficialmente, da publicação da decisão da autoridade em boletim interno, o militar
punido tem quantos dias para requerer a reconsideração de ato?

A. sete dias
B. cinco dias
C. três dias úteis
lt cinco dias úteis
E. sete dias úteis

Questão 65

Ô soldado Joel que estava DETIDO DISCIPLINARMENTE por quatro dias a contar de 20 de
março, foi escalado no dia 22 de março para o serviço de patrulha (serviço externo) do dia 23 de
lnarço.

o Soldado em tela foi escalado corretamente? e---


~ Não, pois o detido disciplinarmente não concorre ao serviço externo.
B. Sim, pois o detido disciplinarmente pode cunlprir algumas missões externas.
C. Sim, pois a detenção é a obrigação do transgressor em não afastar-se da OM, sem prejuízo de
qualquer serviço.
D. Sim, pois o detido disciplinarmente deve comparecer a todos os atos de serviço e instrução.
E. Não, pois será posto em liberdade na parada diária do dia seguinte.

Questão 66

De acordo com o RDE, a aplicabilidade da punição disciplinar deve obedecer algunlas nornlas.
Considerando esse aspecto, analise as assertivas abaixo e conforme sejam V (verdadeiras) ou F
(falsas), nlarque a resposta correta.

(V Quando ocorrerem circunstâncias atenuantes e agravantes, a punição disciplinar será aplicada


confo~, preponderem essas ou aquelas.
( V) Por uma única transgressão não deve ser aplicada mais de uma punição disciplinar.
( ~) A punição disciplinar exime o punido da responsabilidade civil.

A. F-F - F
B. V - F- F
~
Jft.V-V-F •
-E.V F V

27
Questão 67

Um companheiro julgou-se prejudicado na esfera disciplinar após ter recorrido de sua punição e
não ter logrado êxito. Você sugeriu, após análise do processo, que ele recorresse com o RECURSO
DISCIPLINAR. A quem esse recurso deve ser dirigido?

- ~ autoridade imediatamente superior à que tiver proferido a decisão


() B. autoridade que tiver proferido a primeira decisão
C/ C. autoridade supenor à que tiver profendo a segunda deCIsão
D. autoridade superior à que tiver proferido a decisão
E. qualquer autoridade superior

Questão 68 4 )(
De acordo com o RDE, um dos tópicos de uma nota de punlçao é o enquadratnento, o qual
caracteriza a transgressão, acrescido de outros detalhes relacionados com o comportamento do
transgressor, para as praças, e com o cumprimento da transgressão disciplinar. Conforme o que deve
ser mencionado no enquadramento, analise as assertivas abaixo e conforme sejanl V (verdadeiras) ou F
(falsas), marque a resposta correta.

(0) A descrição clara e precisa do fato, bem como o nÚlnero da relação do Anexo I no qual este
se enquadra.
( ~ ) A referência aos artigos, parágrafos, incisos, alíneas e núnleros das leis, regularnentos,
convenções, nornlas ou ordens que forem contrariados ou contra os quais tenha havido omissão, no
caso de transgressões a outras normas do ordenanlento jurídico.
(\h A classificação da transgressão.
(f')Os artigos, incisos e alíneas das circunstâncias atenuantes ou agravantes, inclusive
comentários ofensivos ou deprimentes, ou causas de exclusão ou de justificação.

A.ty - V -\3-\5
B. f) V ~ V
':íI.\V - F - ~ -w
--D.F F V ¥:-
E. v -V-F V-

Questão 69

O soldado Joel ingressou no COMPORTAMENTO MAU sem COlneter crime. Selecione para o
soldado José o motivo que levou o Sd Joel a ingressar no COMPORTAMENTO MAU.

\\ Quando, no período de ~ ano de efetivo serviço tenha sido punido com mais de duas prisões
O -.rtisciplinares.
~. Quando, no período de um ano de efetivo serviço tenha sido punido com duas prisões
disciplinares.
C. Quando, no período de Ul11ano de efetivo serviço tenha sido punido com até duas prisões
disciplinares.
D. Quando, no períO~d um ano de efetivo serviço tenha sido punido com duas prisões
disciplinares e uma a ência.
E. nd, no perío o de um ano de efetivo serviço tenha sido punido com duas prisões
discO ares e Uln inlpedimento.
28
Questão 70

o Sargento Gotnes Sousa, militar da reserva retTIunerada, foi observado cometendo transgressão
disciplinar tipificada no Regulamento Disciplinar do Exército próximo à sua residência, na região do
bairro de Realengo, cidade do Rio de Janeiro. Quem é o responsável para aplicar a punição ao militar
supracitado?

A. O Comandante do Exército.
B. O Chefe do Estado-Maior da 10 DE.
~ O COlllandante Militar do Leste.
D. O Comandante da Organização Militar mais próxinla.
E. O COlllandante de sua últi1l1aOrganização Militar, enquanto na ativa.

"FIM DA za PARTE DA PROVA"


FIM DA PROVA!!!

29
30
31
32