Sei sulla pagina 1di 18

P R O V A DIAGNÓSTICA 20 18

E nsin o M édio
C aderno de Questões
Língua Portuguesa e Matemática
Nome: Turma:

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES SEGUINTES:

1. Este CADERNO DE PROVA contém 40 questões numeradas de 01 a 40. As questões de 01 a 20 são de LÍNGUA
PORTUGUESA e as questões de 21 a 40 são de MATEMÁTICA.
2. Confira se o CADERNO DE PROVA está completo e se as questões estão na ordem correta. Caso o caderno esteja
incompleto, tenha defeito ou apresente qualquer divergência, comunique ao aplicador para que ele tome as
providências cabíveis.
3. Para cada questão, são apresentadas quatro alternativas. Apenas uma é a resposta correta.
4. O tempo disponível para realização da prova é de quatro horas e trinta minutos.
5. Não é permitido o uso de equipamentos eletrônicos, instrumentos de desenho, calculadoras ou quaisquer fontes de
consulta.
6. Os espaços em branco na prova podem ser utilizados para rascunho.
7. Assine e preencha atentamente o CARTÃO-RESPOSTA. Use caneta esferográfica de tinta azul ou preta.
8. Para efeitos desta avaliação, serão desconsiderados os rascunhos e as marcações assinaladas no CADERNO DE
PROVA. Apenas o CARTÃO-RESPOSTA será considerado, por isso reserve pelo menos 30 minutos para preenchê-
lo.
9. Ao terminar sua prova, chame o aplicador e entregue este CADERNO DE PROVA e o CARTÃO-RESPOSTA.
10. Você poderá deixar o local de prova somente após autorização do aplicador.

2ª SÉRIE

0
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
LÍNGUA PORTUGUESA de 1 a 20

Questão 1 e 19 anos, em colégios particulares de São Paulo, Rio


de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, Paraíba, Pará,
No país, taxa atinge 8,71% em junho Paraná, Alagoas, Ceará e Sergipe, dentre os quais 7.623
(82%) disseram ter espinhas. O levantamento
A taxa de desemprego no Brasil, em junho, ficou em evidenciou que 64% desses entrevistados nunca foram
8,71%. O percentual é ligeiramente menor do que a ao médico em busca de tratamento para espinhas.
taxa de maio que foi de 8,88%. Segundo o Instituto “Apesar de não ser uma doença grave, a acne
Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa compromete a aparência e pode gerar muitas
média dos primeiros seis meses do ano, de 8,63%, dificuldades ligadas à autoestima e à sociabilidade”,
mostrou ser a pior desde que o órgão iniciou sua diz o dermatologista Samuel Henrique Mandelbaum,
pesquisa de emprego mensal, em 1983. presidente da SBD de São Paulo. Outros 43% dos
A indústria de transformação teve o pior entrevistados disseram ter comprado produtos para a
desempenho, com taxa de desemprego de 10,09% no acne sem consultar o dermatologista — as pomadas,
semestre. “Ainda não foi possível reabrir todos os automedicação mais frequente, além de não
postos de trabalho fechados desde novembro do ano resolverem o problema, podem agravá-lo, já que
passado, quando as medidas tomadas pelo governo possuem componentes oleosos que entopem os poros.
para refrear a atividade econômica, em consequência Fernanda Colavitti (adaptado).

da crise na Ásia, tiveram os primeiros impactos no


mercado de trabalho”, diz a coordenadora de Pesquisa Texto II
do IBGE, Shyrlene Ramos de Souza.
Estado de Minas. Caderno de Economia. Belo Horizonte, 1º. ago. 1998, p.17 (adaptado). Perda de Tempo

Na frase “...a taxa média dos primeiros seis meses do Os métodos mais usados por adolescentes e jovens
ano, de 8,63%, mostrou ser a pior desde que o órgão brasileiros não resolvem os problemas mais sérios de
iniciou sua pesquisa de emprego mensal, em 1983”, o acne.
termo sublinhado estabelece, entre as orações, uma 23% lavam o rosto várias vezes ao dia
relação de 21% usam pomadas e cremes convencionais
5% fazem limpeza de pele
(A) temporalidade. 3% usam hidratante
(B) comparação. 2% evitam simplesmente tocar no local
(C) causalidade. 2% usam sabonete neutro
(D) oposição. COLAVITTI, Fernanda. Revista Veja, out. 2001, p. 138 (adaptado).

Questão 2 Comparando os dois textos, percebe-se que eles são

Texto I (A) complementares.


(B) semelhantes.
Sem proteção (C) divergentes.
Jovens enfrentam mal a acne, mostra pesquisa (D) contrários.

Transtorno presente na vida da grande maioria dos Questão 3


adolescentes e jovens, a acne ainda gera muita
confusão entre eles, principalmente no que diz respeito Léxico
ao melhor modo de se livrar dela. É o que mostra uma
pesquisa realizada pelo projeto Companheiros Unidos Vereador em São José da Lage, cidadezinha no norte
contra a Acne (Cucas), uma parceria do laboratório de Alagoas, Ramiro Pereira iniciou uma discussão com
Roche e da Sociedade Brasileira de Dermatologia um colega, em plenário.
(SBD). Foram entrevistados 9.273 estudantes, entre 11 Argumento vai, argumento vem, os ânimos se

1
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
LÍNGUA PORTUGUESA de 1 a 20

exaltam, o nível caiu, conta Cleto Falcão (“Missão começou a mandar escravos para as plantações de
Secreta em Igaci”). cana-de-açúcar no Brasil. O sofrimento da travessia era
Lá pelas tantas, Ramiro disparou: imenso. Arrancados às famílias, acorrentados e levados
—Vossa Excelência é um demagogo! a pé até o litoral, amontoados em barracões para o
—E o que é um demagogo? quis saber o ofendido. embarque, a degradação dos escravos não tinha fim.
—Sei não. Mas deve ser um cabrinha safado assim da Ficavam semanas, meses, acorrentados em porões de
sua marca. navios, lado a lado com doentes e agonizantes, sem
Folha de S. Paulo, 15 maio 1989. saber que destino teriam.
Revista Veja. Especial do Milênio. São Paulo: Editora Abril, ano 31, n. 51, dez.1999, p.110 (adaptado).

O efeito humorístico desse texto decorre


A primeira nação europeia a negociar com os reinos da
(A) do nível deselegante da discussão. África Ocidental foi
(B) da forma como se iniciou a discussão.
(C) do tipo de argumento utilizado pelo vereador. (A) Espanha.
(D) da confusão quanto ao significado de uma palavra. (B) Holanda.
(C) Inglaterra.
Questão 4 (D) Portugal.

Liberdade, ainda que tarde, Questão 6


ouve-se em redor da mesa,
E a bandeira já está viva, Além da Terra, além do Céu
e sobe, na noite imensa.
E os seus tristes inventores Além da terra, além do céu,
já são réus pois se atreveram no trampolim do sem-fim das estrelas,
a falar em Liberdade no rastro dos astros,
(que ninguém sabe o que seja). na magnólia das nebulosas.
MEIRELES, Cecília. Romanceiro da Inconfidência. Rio de Janeiro: Biblioteca Luso-Brasileira, 1972. Além, muito além do sistema solar, até onde
p.451 (adaptado). alcançam o pensamento e o coração,
vamos!
Vamos conjugar
o verbo fundamental, essencial,
O emprego dos parênteses no último verso indica o verbo transcendente, acima das gramáticas
e do medo e da moeda e da política,
(A) um apelo. o verbo sempreamar,
(B) uma denúncia. o verbo pluriamar
(C) uma observação. razão de ser e de viver.
(D) uma advertência. ANDRADE, Carlos Drummond de. Amar se aprende amando. Rio de Janeiro: Record, 1985. p. 16

(adaptado).

Questão 5

Servidão Humana Em relação ao amor, a ideia central do poema ressalta a

A maior migração forçada da História começou (A) transcendência.


lentamente e acompanhou a expansão europeia de (B) complacência.
conquista e comércio. Os primeiros escravos africanos (C) generosidade.
chegaram ao Novo Mundo em 1509, mas foram poucos (D) serenidade.
até 1530, quando Portugal, primeira nação europeia a
negociar com os reinos negros da África Ocidental,

2
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
LÍNGUA PORTUGUESA de 1 a 20

Questão 7 Não lembrava de nada de importante naquele dia,


mas ele piscava dentro de mim. E as horas se passaram
— Veja aquele grupo de árvores naquela mansão de iluminadas pelo intermitente piscar da luzinha
esquina. Haverá nada mais estonteantemente belo, em vermelha dentro de mim. 13 de dezembro! Preciso
tarde bela assim? Não está lindo, lindo? 15tomar um desses tonificantes da memória, vivo em

A “miss” sorriu. parte dela e não posso ter brancos assim, um dia
—Mas sempre foi assim! ... Não está lindo. É lindo. importante e não me lembro por quê.
Disse e foi-se com um gracioso “good-bye”. Somente à noite, quando não era mais 13 de
—Não está, é! ... repeti comigo, procurando penetrar dezembro, ao fechar o livro que estava lendo, de
o sentido da resposta. Só mais tarde o percebi 20repente a luz parou de piscar e iluminou com nitidez a

plenamente. Aquele grupo de árvores varia tanto de cena noturna: eu chegando no prédio em que morava,
aspectos, que é sempre uma expressão de beleza. no Leme, a Kombi que saiu dos fundos da garagem, o
Estava naquele momento vestido com ipês de ouro e homem que se aproximou e me avisou que o
rubis. Depois, com a entrada do inverno, se despiria de comandante do 1º Exército queria falar comigo.
todas as folhas para apresentar uma nova forma de 25 Eram 11 horas da noite, estranhei aquele convite,
beleza, profundamente melancólica, na nudez da nada tinha a falar com o general Sarmento e não
galharia sépia. Depois se recobriria de neve e acreditava que ele tivesse alguma coisa a falar comigo.
branquinha até nos mínimos ramúsculos, teria uma Mas o homem insistiu. E outro homem que saíra da
beleza de sonho. Depois rebentaria em folhas novas e Kombi já entrava dentro do meu carro, com uma
teria a beleza da esmeralda que nasce. Depois o verão 30pequena metralhadora. Naquela mesma hora, a mesma

truculento transformaria as esmeraldas tenras em cena se repetia pelo Brasil afora, o governo baixara o
verdes apopléticos — e teríamos o único tom de beleza AI-5, eu nem ouvira o decreto lido no rádio. Num motel
a que estamos afeitos nos países de “verão eterno”. da Barra, eu estivera à toa na vida, e meu amor me
Tinha razão a “miss”. Não estava. Era ... chamara e eu não vira a banda passar.
LOBATO, Moteiro. América: os Estados Unidos de 1929. São Paulo: Brasiliense, 1932. p. 93 (adaptado). 35 Tantos anos depois, ninguém me chama nem me

convida para falar com o comandante do 1º Exército. O


país talvez tenha melhorado, mas eu certamente piorei.
O fato gerador do conflito no texto é CONY, Carlos Heitor. Folha de S. Paulo, 16 dez. 2001 (adaptado).

(A) a resposta da miss.


(B) a despedida da miss. A fala do motorista (l. 2-4) é exemplo de linguagem
(C) a reflexão da personagem.
(D) a passagem do inverno para o verão. (A) culta.
(B) técnica.
Questão 8 (C) regional.
(D) coloquial.
13 de Dezembro
Questão 9
1 Passei de carro pela Esplanada e vi a multidão.
Estranhei aquilo. O motorista me lembrou: “Hoje é 13 A língua está viva
de dezembro, Dia de Santa Luzia. A igreja dela está
cheia, ela protege os olhos da gente”. Na gramática, como muitos sabem e outros nem
5 Agradeci a informação, mas fiquei inquieto. Bolas, o tanto, existe a exceção da exceção. Isso não quer dizer
13 de dezembro tinha alguma coisa a ver comigo e nada que vale tudo na hora de falar ou escrever. Há normas
com Santa Luzia e sua eficácia nas doenças que ainda sobre as quais não podemos passar, mas existem
não tenho. O que seria?Aniversário de um amigo? Uma também as preferências de determinado autor — regras
data inconfessável, que tivesse marcado um que não são regras, apenas opções. De vez em quando
10 relacionamento para o bom ou para o pior? aparece alguém querendo fazer dessas escolhas uma

3
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
LÍNGUA PORTUGUESA de 1 a 20

regra. Geralmente são os que não estão bem inteirados Nacional) era uma empresa de maior expressão do que
da língua e buscam soluções rápidas nos guias práticos o Lloyd e o Governo bateu pé firme para privatizá-la. E,
de redação. Nada contra. O problema é julgar por uma ironia do destino, foi ela quem arrematou a
inquestionáveis as informações que esses manuais Vale do Rio Doce. Bendita privatização.
contêm, esquecendo-se de que eles estão, na maioria Osvaldo Alves Dantas, empresário

dos casos, sendo práticos deixando para as gramáticas


a explicação dos fundamentos da língua portuguesa. Texto II
[...]
Com informação, vocabulário e o auxílio da A entrega do ouro
gramática, você tem plenas condições de escrever um
bom texto. Mas, antes de se aventurar, considere quem A gente andando entre os trabalhadores, entre o
vai ler o que você escreveu. A galera da faculdade, o nosso povo, vê que a venda da Vale não agrada a
pessoal da empresa ou a turma da balada? As ninguém. O trabalhador sente isso como uma
linguagens são diferentes. violência, uma coisa que não se pode aceitar.
Afinal, a língua está viva, renovando-se sem parar, Perguntem aos norte-americanos se eles querem
circulando em todos os lugares, em todos os momentos vender a NASA.
do seu dia. Estar antenado, ir no embalo, baixar um Vicentinho, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT)

arquivo, clicar no ícone — mais que expressões — são


maneiras de se inserir num grupo, de socializar-se. Sobre os textos, pode-se dizer que
Ivana Traversim, Você S/A, jun. 2003 (adaptado).
(A) ambos defendem o mesmo ponto de vista.
(B) Osvaldo Alves Dantas é a favor da privatização.
A tese da dinamicidade da língua comprova-se pelo (C) a privatização é considerada benéfica por
fato de que Vicentinho.
(D) o tema é abordado de maneira impessoal pelos
(A) a língua se manifesta em variados contextos e autores.
situações.
(B) as regras gramaticais podem transformar-se em Questão 11
exceção.
(C) é possível buscar soluções práticas na hora de Poema tirado de uma notícia de jornal
escrever.
(D) a gramática permite que as regras se tornem João Gostoso era carregador de feira livre e morava no
opções. morro da Babilônia num barracão sem número
Uma noite ele chegou no bar Vinte de Novembro
Questão 10 Bebeu
Cantou
Texto I Dançou
Depois se atirou na Lagoa Rodrigo de Freitas e morreu
Ironia do destino afogado.
BANDEIRA, Manuel. Estrela da vida inteira. Rio de Janeiro: J. Olympio, 1973. p. 117.

O Governo não conseguiu privatizar o Lloyd


Brasileiro. Os funcionários e aquelas mesmas forças No texto, os verbos “chegou”, “bebeu”, “cantou” e
regressivas não o permitiram. “dançou” imprimem o efeito de
Resultado: O Lloyd fechou, os poucos navios que
restam estão enferrujando, e todos nós continuamos (A) sistematização.
sustentando centenas de funcionários em suas casas, (B) sequenciação.
alguns ganhando acima de R$ 15 mil por mês. (C) substituição.
Sorte nossa que a CSN (Companhia Siderúrgica (D) repetição.

4
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
LÍNGUA PORTUGUESA de 1 a 20

Questão 12 informática não para de nos assustar com seus


computadores cada dia mais rápidos, com maior
A Burocracia da Terra capacidade de memória, com programas mais
eficientes.
O modelo agrário brasileiro, embora com inúmeros Uma porcentagem significativa dos lucros dessas
defeitos, possui uma característica que merece ser empresas é destinada à P&D. Nesses departamentos
destacada, elogiada e preservada: a produção existem laboratórios ultramodernos, pistas de testes
agropecuária brasileira é a última atividade econômica (quando é o caso), campos de aplicação experimental,
ainda totalmente nas mãos de brasileiros. Pouco se fala oficinas para montagem de protótipos etc. Neles
disso, mas o fato é que não encontramos trabalham técnicos e cientistas altamente preparados.
multinacionais responsáveis por qualquer parcela Se não houvesse pesquisa, todas as grandes
significativa da produção. Também não encontramos, invenções e descobertas científicas não teriam
no campo, as famigeradas empresas estatais. Embora acontecido.
existam multinacionais proprietárias de terra, o BAGNO, Marcos. Pesquisa na escola: o que é, como se faz. São Paulo: Edições Loyola, 1998. p. 19

percentual rural, na verdade, é o reduto final da livre (adaptado).

iniciativa brasileira. Com a nossa economia cada vez


mais estatizada e desnacionalizada, a agropecuária
permaneceu uma atividade essencialmente de No texto, o autor defende a tese de que
brasileiros.
Revista Veja, 7 ago. 1995 (adaptado). (A) montadoras de carros melhoraram com a
concorrência.
Sobre o texto, pode-se dizer que ele (B) sem pesquisa não há ciência nem tecnologia.
(C) departamentos de pesquisa são a solução.
(A) valoriza a produção agropecuária brasileira. (D) novos medicamentos são mais eficazes.
(B) salienta os problemas da agropecuária brasileira.
(C) destaca o trabalho das multinacionais na zona Questão 14
rural.
(D) sugere maior participação das multinacionais no No mundo dos sinais
campo.
Sob o sol de fogo, os mandacarus se erguem, cheios
Questão 13 de espinhos. Mulungus e aroeiras expõem seus galhos
queimados e retorcidos, sem folhas, sem flores, sem
Importância da pesquisa frutos.
Sinais de seca brava, terrível!
Sem pesquisa não há ciência, muito menos Clareia o dia. O boiadeiro toca o berrante, chamando
tecnologia. Todas as grandes empresas do mundo de os companheiros e o gado.
hoje possuem departamentos chamados “Pesquisa e Toque de saída. Toque de estrada.
Desenvolvimento” (P&D). Lá vão eles, deixando no estradão as marcas de sua
Os departamentos de P&D estão sempre tentando passagem.
dar um passo à frente para a obtenção de novos TV Cultura, Jornal do Telecurso (adaptado).

produtos que respondem melhor às exigências cada


vez maiores dos consumidores ou, simplesmente, que A opinião do autor em relação ao fato comentado está
permitam vencer a concorrência das empresas. em
As indústrias farmacêuticas vivem à procura de
novos medicamentos mais eficazes contra doenças (A) “os mandacarus se erguem”.
velhas e novas (e rezamos para que consigam!). As (B) “aroeiras expõem seus galhos”.
montadoras de automóveis querem produzir carros (C) “Sinais de seca brava, terrível!!”.
mais econômicos, menos poluentes, mais seguros. A (D) “Toque de saída. Toque de estrada.”

5
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
LÍNGUA PORTUGUESA de 1 a 20

Questão 15 jornal, gibi, revista, cartazes de rua e até bula de


10

remédio. Dia 25 de janeiro foi o dia do carteiro. Ele leva


O idioma e a música ao mundo inteiro várias notícias, intimações, saudades,
respostas, mas tudo isso só existe por causa do hábito
Oficinas em bibliotecas públicas de São Paulo da leitura. E aí, vamos participar de um projeto de
ensinam português com apoio da linguagem musical. 15leitura?

As Oficinas Musicais de Língua Portuguesa, Correio Braziliense. Brasília, 31 jan. 2004. p.7 (adaptado).

promovidas pela revista Língua, estão tornando o


aprendizado do idioma uma experiência mais divertida
para crianças e adolescentes. As palestras, que vêm No trecho “Ele leva ao mundo inteiro várias notícias...”
sendo realizadas desde outubro em bibliotecas públicas (l. 11-14), a palavra sublinhada refere-se ao
da capital paulista, tratam de questões importantes da
língua por meio de canções, executadas por um músico (A) pai do homem.
e comentadas em seguida por um professor de (B) carteiro.
português. (C) poeta.
As análises contemplam diversos gêneros musicais (D) livro.
do rap ao samba, passando pela MPB e pelo rock
nacional, acrescentando à aprendizagem uma Questão 17
linguagem mais informal e cotidiana, baseada em
músicas que tocam no rádio e na internet. A rede das oportunidades
O projeto das Oficinas Musicais tem planos de
chegar a outras bibliotecas em 2011, haja vista a A pesquisa do Ibope e-Ratings.com sobre os
aceitação do público, que aprovou a mistura entre internautas brasileiros, divulgada na semana passada
música e idioma. Para conhecer a programação do mês, por VEJA, flagrou como estamos: 14 milhões de
acesse www.revistalingua.com.br. internautas, dos quais, 9,8 milhões acessam a rede por
Revista Língua Portuguesa, nov. 2010, p. 8 (adaptado). computadores domésticos. Os outros usam máquinas
das escolas, do trabalho, de cibercafés. Entre os vinte
De acordo com o texto, o aprendizado do idioma fica países para os quais a ACNielsen coleta
mais divertido porque é feito “webestatísticas”, o Brasil tem o quinto maior clube de
internautas. Está atrás de Estados Unidos, Japão,
(A) com gêneros variados. Inglaterra e Alemanha e à frente de Canadá, Itália,
(B) com base em canções. França e Espanha. Mas tem o menor percentual de
(C) por bibliotecas públicas. plugados na população, inferior a 10%. Longe dos mais
(D) por professores de língua. de 50% nos EUA e na Suécia e mesmo dos 20% de
Japão, Alemanha e Itália. Tudo bem, mostra que ainda
Questão 16 podemos crescer muito.
O problema é que esse perfil redesenha para pior a
O hábito da leitura fisionomia da exclusão e da desigualdade. Os plugados
são mais ricos e mais educados: 64% estão no Sudeste e
1 “A criança é o pai do homem”. A frase, do poeta 18% no Sul; 72% são das classes A e B. Em pesquisa
inglês William Wordsworth, ensina que o adulto anterior, o Ibope encontrou 68% com instrução de nível
conserva e amplia qualidades e defeitos que adquiriu superior ou pós-graduação. Tem acesso à internet no
quando criança. Tudo que se torna um hábito Brasil quem já detém mais informação e
5dificilmente é deixado. Assim, a leitura poderia ser conhecimento, alargando-se o fosso entre informados e
uma mania prazerosa, um passatempo. desinformados, critério que será determinante das
Você, coleguinha, pode descobrir várias coisas, oportunidades de emprego e renda no futuro.
viajar por vários lugares, conhecer várias pessoas, e Mais grave é que as escolas mantêm esse perfil. Em
adquirir muitas experiências enquanto lê um livro, 1999, só 3% das escolas públicas de ensino

6
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
LÍNGUA PORTUGUESA de 1 a 20

fundamental e 10% das de ensino médio estavam


plugadas. Entre as particulares, já eram 39% e 59%,
respectivamente. Nestas últimas, estudam os filhos dos
9,8 milhões que têm computador doméstico e também
podem acessar a rede de casa.
Antes de democratizar a web em quiosques de
esquina, como planeja fazer o governo, deveríamos
usar todos os recursos para plugar 100% das escolas
brasileiras, públicas e privadas. Investir para eliminar a
defasagem de hoje o mais breve possível e erradicar o
“e-analfabetismo”, que será mais excludente do que é o
analfabetismo convencional.
Revista Veja, 01 nov. 2000 (adaptado).

O emprego das palavras “plugados”, “plugadas” e


“plugar” no texto indica

(A) uma formação inadequada, sem efeito para


compreensão do texto.
(B) uma palavra descontextualizada para desviar a
atenção do leitor.
(C) a aproximação com a linguagem da área de
informática.
(D) o uso de um termo técnico presente na língua
oficial.

Questão 18

O efeito de humor dos quadrinhos da Mafalda acontece devido às diferentes interpretações do pronome

(A)“se”.
(B) “eu”.
(C)“isso”.
(D) “você”.

7
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
LÍNGUA PORTUGUESA de 1 a 20

Questão 19

A PETROBRAS VAI CONTAR PARA VOCÊ A HISTÓRIA DE


390 MIL CRIANÇAS QUE GANHARAM O DIREITO DE SONHAR

Com o Projeto Leia Brasil, a Petrobras abastece o sonho e a imaginação de mais de 390 mil
crianças. A história começou em 1992, quando, em convênio com a Biblioteca Nacional, a
Petrobras transformou caminhões em bibliotecas volantes. Hoje, o Projeto Leia Brasil já conta com
123 caminhões, levando para 414 escolas da rede pública de ensino um acervo de 183 mil livros,
vídeos educativos e documentários. Além disso, o Projeto inclui a promoção de eventos com
contadores de histórias e cursos de capacitação para mais de 14.500 professores. Com o Projeto
Leia Brasil, a Petrobras espera continuar transformando sapos em príncipes por muitos anos.

O texto tem por finalidade

(A) criticar.
(B) informar.
(C) convencer.
(D) conscientizar.

8
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
LÍNGUA PORTUGUESA de 1 a 20

Questão 20

O elemento que sugere que, na próxima vez, a personagem será abandonada pelo seu anjo da guarda é

(A) o afrouxamento da gravata.


(B) a presença da mala.
(C) a atadura na cabeça.
(D) o gesso no pé.

9
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
MATEMÁTICA de 21 a 40

Questão 21 Questão 23

A figura abaixo mostra os trapézios ABEF e ACDF A figura abaixo mostra um ponto em um plano cartesiano.
formados pelas retas r, s e t, paralelas entre si, e cortadas
por duas transversais. Y
6

A
4
G
2

5
-6 -4 -2 0 6 X
1 2

-2
A F r
-4
3
As coordenadas do ponto A são
B x E s (A) (-3, 4)
2 (B) ( 3, 4)
10 (C) ( 4, 5)
t
C D (D) ( 6, 6)

Questão 24

Com base nas informações da figura, qual é o valor do Uma praça quadrada, que possui o perímetro de 24
comprimento x? metros, tem uma árvore próxima de cada vértice e fora
dela. Deseja-se aumentar a área da praça, alterando-se sua
(A) 1,5 forma e mantendo as árvores externas a ela, conforme
(B) 5 ilustra a figura.
(C) 8
(D) 15 2m

Questão 22
2m 2m
Uma escada está apoiada em uma parede a uma altura de
4 m do solo e com o pé afastado da base da parede em 3 m.
Qual o comprimento da escada?

(A) 4 m 2m
(B) 5 m
(C) 7 m
(D) 12 m O novo perímetro da praça é

(A) 24 metros.
(B) 28 metros.
(C) 36 metros.
(D) 40 metros.

10
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
MATEMÁTICA de 21 a 40

Questão 25 Questão 28

Observe o trapézio retângulo abaixo. Em um terreno retangular de 10 m x 12 m, deseja-se


construir um jardim com 80 m² de área, deixando uma
faixa para o caminho (sempre de mesma largura), como
B 10 C mostra a figura.

A 22 D

O lado CD desse trapézio retângulo mede 10 m

(A) 13
(B) 10
(C) 7
(D) 5 12 m

Questão 26
A largura do caminho deve ser de:
Na figura abaixo, estão representados os números reais 0,
x, 1, y. (A) 1,5 m
(B) 2 m
(C) 2,5 m
(D) 3 m
0 x y 1
Questão 29

A posição do produto xy é O custo de produção de uma pequena empresa é


composto por um valor fixo de R$ 1.500,00 mais
(A) entre 0 e x. R$ 10,00 por peça fabricada. O número x de peças
(B) entre x e y. fabricadas quando o custo é de R$ 3.200,00 é:
(C) à direita de 1.
(D) à esquerda do zero. (A) 470
(B) 150
Questão 27 (C) 160
(D) 170
Uma pesquisa sobre o perfil dos que bebem café mostrou
que, num grupo de 1.000 pessoas, 70% bebem café e, Questão 30
dentre os que bebem café , 44% são mulheres.
O gráfico de f(x) = x2 + bx + c é uma parábola de vértice
Qual a quantidade de homens que bebem café no grupo de ( 2, 5 ). Se f(1) = 6, quanto vale f(4)?
1.000 pessoas?
(A) 3
(A) 660 (B) 7
(B) 392 (C) 9
(C) 308 (D) 10
(D) 260

11
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
MATEMÁTICA de 21 a 40

Questão 31 Questão 34

O gráfico mostra a temperatura numa cidade da Região Quanto vale, em cm², a área do hexágono regular de 2 cm
Sul em um dia do mês de julho. de lado?

(A) 24
15 (B) 12
(C) 9 √3
10
(D) 6 √3
5
Questão 35
0 4h 8h 12h 16h 20h 24h
Marina quer comprar uma mochila que custa R$ 60,00.
-5
Para pagamento à vista, a loja oferece um desconto de
5%.
A temperatura aumenta no período de Se Marina optar pelo pagamento à vista, ela vai pagar

(A) 4h às 12h. (A) R$ 30,00


(B) 4h às 16h. (B) R$ 55,00
(C) 8h às 16h. (C) R$ 57,00
(D) 12h às 16h. (D) R$ 59,70

Questão 32 Questão 36

No Brasil, 3/4 da população vive na zona urbana. De que Uma empresa, em processo de reestruturação, propôs a
outra forma podemos representar esta fração? seus funcionários, admitidos há pelo menos dois anos,
uma indenização financeira para os que pedissem
(A) 15% demissão, que variava em função do número de anos
(B) 25% trabalhados. A tabela abaixo era utilizada para calcular o
(C) 34% valor (i) da indenização em função do tempo trabalhado
(D) 75% (t).

Questão 33 Tempo de Trabalho (em anos) Valor de Idenização (em reais)


1 450
Observe a figura:
2 950
ABCDE FGH I J KL 3 1450
1 4 1950
2
X
3
P
4
Y
Legenda A expressão que permite determinar o valor da
5 L
6
Z Z - Estádio de Futebol indenização i para t anos de trabalho é
7 X - Teatro
K
8 L - Quadra Poliesportiva
9 Y - Cinema
P - Catedral
(A) i = 450 t
10
K - Shopping (B) i = 450 + 500 t
(C) i = 450 (t - 1)
No esquema acima, estão localizados alguns pontos da (D) i = 450 + 500 (t - 1)
cidade. A coordenada (G, 5) localiza

(A) a quadra poliesportiva.


(B) o estádio de futebol.
(C) a catedral.
(D) o cinema.

12
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
MATEMÁTICA de 21 a 40

Questão 37

A tabela abaixo representa as profundidades alcançadas na exploração de petróleo em águas profundas no litoral do
Rio de Janeiro e do Espírito Santo.

Ano Profundidade
1977 124 m
1979 189 m
1983 293 m
1988 492 m
1992 781 m
1994 1227 m
1997 1709 m
1999 1853 m
2000 1877 m

O gráfico que melhor representa esta situação é

(A) (B)
Ano Ano

Profundidade em metros Profundidade em metros

(C) (D)

Ano Ano

Profundidade em metros Profundidade em metros

13
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
MATEMÁTICA de 21 a 40

Questão 38

Em uma promoção de venda de camisas, o valor (P) a ser pago pelo consumidor é calculado pela expressão
P(x) = -1/2x + 35 , onde x é a quantidade de camisas compradas (0 ≤ x ≤ 20).

O gráfico que representa o preço P em função da quantidade X é

(A) (B)

P P

35 35
30 30
25 25
20 20
15 15
10 10
5 5

10 20 X 10 20 X

(C) (D)

P P

35 35
30 30
25 25
20 20
15 15
10 10
5 5

10 20 X 10 20 X

14
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
MATEMÁTICA de 21 a 40

Questão 39

Figura I Figura II

6 8 9 8

12
12

Figura III Figua IV

24

16
12

18 15

24

Entre as figuras acima, as que representam triângulos semelhantes são

(A) III e IV
(B) II e III
(C) I e IV
(D) I e II

15
PROVA DIAGNÓSTICA Questões
MATEMÁTICA de 21 a 40

Questão 40

A tabela a seguir mostra a distribuição dos domicílios, por grandes regiões, segundo a condição de ocupação no Brasi
em 1995.

Domicílios Particulares (%)


Condição
Total Grandes Regiões
de
Ocupação Norte Nordeste Sudeste Sul Centro-
Urbano Oeste
Próprio 71,9 78,3 77,1 68,3 74,9 65,1
Alugado 14,5 13,1 9,8 17,9 12,4 16,2
Cedido 13,1 8,0 12,7 13,2 12,4 18,2
Outra 0,9 0,6 0,4 0,6 0,3 0,5
Total 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0 100,0

Em 1995, nos domicílios particulares do Nordeste, qual a porcentagem de domicílios alugados e cedidos?

(A) 9,8%
(B) 12,7%
(C) 22,5%
(D) 22,9%

Os itens utilizados neste Caderno de Prova foram retirados do site Devolutivas Pedagógicas do Inep e dos cadernos PDE-Prova Brasil e PDE-Saeb -2011 com adaptações
à realidade da Secretaria de Estado de Educação do DF.

16